Especificação técnica. Conector rj45 macho e fêmea para rede de dados e voz

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Especificação técnica. Conector rj45 macho e fêmea para rede de dados e voz"

Transcrição

1 DO - DIRETORIA DE OPERAÇÃO GRP - GERÊNCIA REGIONAL DE PAULO AFONSO SPTL- SERVIÇO DE TELECOMUNICAÇÕES DE PAULO AFONSO Especificação técnica Conector rj45 macho e fêmea para rede de dados e voz ET-SPTL-006-novembro/2013 RM FRANCISCO COMPANHIA HIDRO ELETRICA DO SÃO

2 Índice 1. OBJETO DEFINIÇÕES UTILIZADAS DO FORNECIMENTO Descrição e quantitativos do item 1 da RM a ser fornecidos: (item excluído da RM) Descrição e quantitativos do item 2 da RM a ser fornecidos: Descrição e quantitativos do item 3 da RM a ser fornecidos: Descrição e quantitativos do item 4 da RM a ser fornecidos: CONTEÚDO DO FORNECIMENTO GARANTIA PRAZO DE ENTREGA...6

3 1. OBJETO A presente Especificação Técnica objetiva fornecer as características básicas que deverão ser obedecidos para apresentação de Propostas Técnicas para aquisição de conectores do tipo RJ45 macho e fêmea para uso na rede de dados da regional Paulo Afonso, que atenda às necessidades de comunicação da CHESF referentes a requisição de material RM item1, item 2, item3 e item4. 2. DEFINIÇÕES UTILIZADAS Sempre que figurarem nesta especificação técnica ou em quaisquer documentos ou instrumentos dos quais a mesma venha fazer parte, os termos abaixo terão as seguintes definições: CHESF - Companhia Hidro Elétrica do São Francisco. PROPONENTE - Pessoa jurídica responsável pela apresentação de proposta. PROPOSTA - Documentação apresentada pela proponente, em consonância com os requisitos exigidos para qualificação para fornecimento de material. CONTRATADA - Pessoa jurídica signatária de contrato com a CHESF, visando o atendimento ao objetivo da presente Especificação. SPTL Serviços de Telecomunicações de Paulo Afonso.

4 3. DO FORNECIMENTO 3.1 Descrição e quantitativos do item 1 da RM a ser fornecidos: (item excluído da RM) 3.2 Descrição e quantitativos do item 2 da RM a ser fornecidos: Descrição quant unid CONECTOR MACHO CAT.6 PARA CABO SOLIDO Características: Atende FCC 68.5 (EMI - Interferência Eletromagnética); Contatos adequados para conectorização de condutores sólidos; Conector possui 3 partes, facilitando o processo de montagem e melhorando o desempenho elétrico Fabricante Furukawa ref unid 3.3 Descrição e quantitativos do item 3 da RM a ser fornecidos: Descrição quant unid CONECTOR MACHO RJ45 CAT6 BLINDADO Características: Versão blindada proteção contra EMI / RFI IDC traseiro que facilita ao instalador a crimpagem. Tipo 110 e IDC duplo de 8 fios Conector possui 3 partes, facilitando o processo de montagem e melhorando o desempenho elétrico FABRICANTE MAXI 50 unid 3.4 Descrição e quantitativos do item 4 da RM a ser fornecidos: Descrição quant unid CONECTOR FEMEA CAT.6 BLINDADO T568A/B ROHS Características: Excede os limites estabelecidos nas normas para CAT.6 / Classe E Performance garantida para até 3 conexões em canais de 100 metros Corpo em termoplástico de alto impacto não propagante à chama (UL 94 V-0) 25 unid

5 Vias de contato produzidas em bronze fosforoso com camadas de 2,54 m de níquel e 1,27 m de ouro Montado em placa de circuito impresso dupla face Terminais de conexão em bronze fosforoso estanhado, padrão 110 IDC, para condutores de 22 a 26 AWG Capa traseirade proteção já fornecida com o conector Disponível em pinagem T568A/B Invólucro metálico de fácil montagem e perfeito vínculo elétrico com a blindagem do cabo Compatível com todos os patch panels descarregados, espelhos e tomadas Indicado para sistemas horizontais que exijam robustez, confiabilidade e proteção extra contra ingresso e egresso de EMI (indução eletromagnética) e RFI (interferência por rádio freqüência) tais como, escritórios com altas fontes de ruído e interferência, pisos de fábrica etc Fabricante Furukawa Ilustração item 2 Conector macho rj45 CAT6 Furukawa Ilustração item 3 conector macho rj45 blindado Maxi

6 Ilustração item 4 Conector rj45 fêmea CAT6 blindado Furukawa O fornecimento deve atender rigorosamente as características descritas. 4. CONTEÚDO DO FORNECIMENTO Incluso no fornecimento, embalagem, seguro, garantia e transporte de todos os materiais até o almoxarifado da CHESF em Paulo Afonso BA. 5. GARANTIA Juntamente com a proposta, o proponente deverá apresentar um termo de garantia dos equipamentos e materiais ofertados, que deverá cobrir um período de 12 (doze) meses contados a partir da data de recebimento dos mesmos no almoxarifado da CHESF. Esta garantia deverá abranger todo e qualquer defeito de projeto, fabricação, montagem e desempenho dos equipamentos, quando submetidos a uso e conservação normais. Durante o período de garantia deverão ser substituídos quaisquer partes e/ou equipamentos defeituosos sem ônus à CHESF. Se após ser notificado pela CHESF o fornecedor recusar-se a efetuar os reparos solicitados ou não tomar tal providência em tempo hábil, a CHESF terá o direito de executá-los e cobrar seus custos do fornecedor. 6. PRAZO DE ENTREGA Todos itens deverão ser entregue até 10 (dez) dias após a emissão do contrato de fornecimento.

PAINEL DE ACESSO FRONTAL CATEGORIA 5 ENHANCED

PAINEL DE ACESSO FRONTAL CATEGORIA 5 ENHANCED PAINEL DE ACESSO FRONTAL CATEGORIA 5 ENHANCED Aplicações imagens, segundo requisitos da norma ANSI/TIA/EIA-568A, uso interno, para cabeamento horizontal ou secundário, em salas de telecomunicações (cross-connect)

Leia mais

FICHA TÉCNICA JACK RJ-45 C5e

FICHA TÉCNICA JACK RJ-45 C5e FICHA TÉCNICA JACK RJ-45 C5e 1- Aplicação: Este produto aplica-se a sistemas de cabeamento estruturado, para tráfego de voz, dados e imagens, em conformidade com os requisitos estabelecidos na Norma ANSI/TIA/EIA-568B.2

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO Tribunal Superior Eleitoral Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro. Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00017/2015

PODER JUDICIÁRIO Tribunal Superior Eleitoral Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro. Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00017/2015 1 de 27 29/05/2015 14:22 Pregão Eletrônico 70017.172015.18983.4661.3574721094.538 PODER JUDICIÁRIO Tribunal Superior Eleitoral Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro Ata de Realização do Pregão

Leia mais

FICHA TÉCNICA PATCH PANEL 24 PORTAS C5e RoHS

FICHA TÉCNICA PATCH PANEL 24 PORTAS C5e RoHS FICHA TÉCNICA PATCH PANEL 24 PORTAS C5e RoHS 1- Aplicação: Este produto aplica-se a sistemas de cabeamento estruturado, para tráfego de voz, dados e imagens, do tipo 10BASE-T, 100BASE-Tx, 155M ATM, 4/16MB

Leia mais

Cabeamento estruturado para ambientes industriais

Cabeamento estruturado para ambientes industriais Cabeamento estruturado para ambientes industriais Linha de produtos MultiLan / GigaLan Conhecendo os produtos... Conhecendo os ambientes... Ferrovias Armazéns... Frigoríficos Mineradoras... Terminais portuários

Leia mais

Página 1 de 16 Pregão Eletrônico 200080.112015.9099.5263.141536521.431 SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO Procuradoria Geral República no Estado do Piauí Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00011/2015 Às

Leia mais

TRIBUJ\'AL REGIOJ\'AL ELEITORAL RIO GRANDE DO SUL

TRIBUJ\'AL REGIOJ\'AL ELEITORAL RIO GRANDE DO SUL TRIBUJ\'AL REGIOJ\'AL ELEITORAL ATA DE REGISTRO DE PREÇOS I PREGÃO N. 33/2011 PROCESSO N. 2690/2011 O TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL, Órgão do Poder Judiciário Federal, sediado em Porto

Leia mais

TEKA ELECTRONICS 81 UTP

TEKA ELECTRONICS 81 UTP 81 UTP CABO U/UTP CAT 5e Cabo com performances até os 100MHz (ANSI/TIA/EIA-568-C2), frequentemente utilizado para redes de voz e dados (100Mbit/s e Gigabit Ethernet). Pares em CCA sólido: 0,51mm (24AWG)

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA Departamento de Compras e Licitações - DCL Campus Universitário Trindade Florianópolis SC CEP 88.040-900 CNPJ/MF n 83.899.526/0001-82 Telefone

Leia mais

DISPENSA DE LICITAÇÃO ATRAVÉS DE CONTRATAÇÃO DIRETA EDITAL 20150248

DISPENSA DE LICITAÇÃO ATRAVÉS DE CONTRATAÇÃO DIRETA EDITAL 20150248 DISPENSA DE LICITAÇÃO ATRAVÉS DE CONTRATAÇÃO DIRETA EDITAL 20150248 FUNDAMENTAÇÃO LEGAL: Artigo 24, inciso II, 1º da Lei nº8.666/93 e Artigo 1º, inciso II do Decreto Estadual Nº29.337, de 25 de junho 2008.

Leia mais

GBC066 Arquitetura de Redes TCP/IP Lab. 01 Crimpagem de Cabos UTP/STP

GBC066 Arquitetura de Redes TCP/IP Lab. 01 Crimpagem de Cabos UTP/STP GBC066 Arquitetura de Redes TCP/IP Lab. 01 Crimpagem de Cabos UTP/STP 01. OBJETIVOS Discrimina-se abaixo os objetivos principais deste laboratório: confeccionar Cabo UTP (corte do cabo; alinhamento dos

Leia mais

Prática em Redes de Computadores. Meios de Transmissão. Prof. M.Sc. Eduardo Luzeiro Feitosa efeitosa@dcc.ufam.edu.br

Prática em Redes de Computadores. Meios de Transmissão. Prof. M.Sc. Eduardo Luzeiro Feitosa efeitosa@dcc.ufam.edu.br Prática em Redes de Computadores Meios de Transmissão Prof. M.Sc. Eduardo Luzeiro Feitosa efeitosa@dcc.ufam.edu.br Sumário Introdução Meios de Transmissão Cabo coaxial Cabo Par Trançado Fibra Óptica Interferências

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PROJETO BÁSICO

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PROJETO BÁSICO TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PROJETO BÁSICO 1. OBJETIVO Atender a solicitação de aquisição de equipamentos adicionais necessários para o funcionamento do Kit de Identificação

Leia mais

Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública e Sistema e Penitenciário

Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública e Sistema e Penitenciário TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº 2400/CGD PREÂMBULO Termo de Participação via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto Estadual nº 28.397/2006,

Leia mais

Legrand Cabling System LCS 2 cat. 6A

Legrand Cabling System LCS 2 cat. 6A Legrand Cabling System LCS 2 cat. 6A patch panel, blocos de conectores, patch cords e tomadas RJ45 335 73 335 76 Conector cat. 6a FTP blindado 517 82 327 78 6602 09 6602 13 765 99 Patch panels de montagem

Leia mais

Mídias Físicas Utilizadas Cabo Coaxial e Par Trançado. Prof. Alexandre Beletti Ferreira

Mídias Físicas Utilizadas Cabo Coaxial e Par Trançado. Prof. Alexandre Beletti Ferreira Mídias Físicas Utilizadas Cabo Coaxial e Par Trançado Prof. Alexandre Beletti Ferreira Cabo Coaxial COMPOSTO POR: Fio de cobre rígido que forma o núcleo Envolto por um material isolante, O isolante, por

Leia mais

Catálogo de. Produtos LABORATÓRIO ÓPTICO FERRAMENTARIA / METALURGIA PRODUTOS INJETADOS MARCAS DISTRIBUÍDAS B5NX-CNC

Catálogo de. Produtos LABORATÓRIO ÓPTICO FERRAMENTARIA / METALURGIA PRODUTOS INJETADOS MARCAS DISTRIBUÍDAS B5NX-CNC FIBRAS ÓPTICAS E ACESSÓRIOS LABORATÓRIO ÓPTICO FERRAMENTARIA / METALURGIA B5NX-CNC PRODUTOS INJETADOS Catálogo de MARCAS DISTRIBUÍDAS Produtos R A Division of Cisco Systems, Inc. RACKS E ACESSÓRIOS Linha

Leia mais

Aumentar Diminuir Procura Tela Cheia Imprimir

Aumentar Diminuir Procura Tela Cheia Imprimir ADAPTER CABLE M8v CATEGORIA 5 ENHANCED Sistemas de Cabeamento Estruturado para tráfego de voz, dados e imagens, segundo requisitos da norma ANSI/TIA/EIA-568A, incluindo o adendo 5 (Categoria 5e), para

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ANEXO III PROJETO BÁSICO DE INSTALAÇÃO DE CABEAMENTO PARA REDE LOCAL DE MICROCOMPUTADORES 1.Objetivo Este projeto tem por objetivo descrever a instalação de cabeamento de rede lógica no edifício-sede da

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração Latino Americana. Termo de Homologação do Pregão Eletrônico Nº 00034/2015 (SRP)

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração Latino Americana. Termo de Homologação do Pregão Eletrônico Nº 00034/2015 (SRP) 05/10/2015 COMPRASNET O SITE DE COMPRAS DO GOVERNO Pregão Eletrônico MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração LatinoAmericana Termo de Homologação do Pregão Eletrônico Nº 00034/2015 (SRP)

Leia mais

SOLUÇÕES DE ALTA PERFORMANCE PARA INFRA-ESTRUTURA DE REDE

SOLUÇÕES DE ALTA PERFORMANCE PARA INFRA-ESTRUTURA DE REDE SOLUÇÕES DE ALTA PERFORMANCE PARA INFRA-ESTRUTURA DE REDE Pioneirismo e Liderança no Mercado Brasileiro A Furukawa faz parte de um sólido grupo empresarial japonês formado pela Furukawa Electric Co. e

Leia mais

Prefeitura Municipal de Patos de Minas Secretaria Municipal de Administração.

Prefeitura Municipal de Patos de Minas Secretaria Municipal de Administração. PREGÃO nº 132/2008 ANEXO I Proposta de Preços Processo: 7926/2008 Razão Social do Licitante: CNPJ: Insc Estadual: Endereço: Cidade: Estado: Telefone : Fax : e-mail : INFORMACÕES PARA PAGAMENTOS (quando

Leia mais

Anexo 3 - MEMORIAL DESCRITIVO DA AMPLIAÇÃO DO ALMOXARIFADO - TI ET 07-02-203

Anexo 3 - MEMORIAL DESCRITIVO DA AMPLIAÇÃO DO ALMOXARIFADO - TI ET 07-02-203 Anexo 3 - MEMORIAL DESCRITIVO DA AMPLIAÇÃO DO ALMOXARIFADO - TI ET 07-02-203 1 REDE ESTRUTURADA DE TELECOMUNICAÇÕES Introdução O sistema de Telecomunicações constará alimentação dos pontos de comunicação

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração Latino Americana. Termo de Adjudicação do Pregão Eletrônico Nº 00034/2015 (SRP)

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração Latino Americana. Termo de Adjudicação do Pregão Eletrônico Nº 00034/2015 (SRP) Pregão Eletrônico MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração Latino Americana Termo de Adjudicação do Pregão Eletrônico Nº 00034/2015 (SRP) Às 10:47 horas do dia 25 de setembro de 2015,

Leia mais

REFORMA EDIFICAÇÃO PRINCIPAL INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CÂMPUS AVANÇADO IBIRAMA IBIRAMA/SC

REFORMA EDIFICAÇÃO PRINCIPAL INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CÂMPUS AVANÇADO IBIRAMA IBIRAMA/SC REFORMA EDIFICAÇÃO PRINCIPAL INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CÂMPUS AVANÇADO IBIRAMA IBIRAMA/SC MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO DE CABEAMENTO ESTRUTURADO ÍNDICE 1 Informativos gerais 2 Especificações e Tabelas

Leia mais

Patch Panel & Keystone Jack (Cat5e)

Patch Panel & Keystone Jack (Cat5e) Este manual descreve como instalar os Patch Panels (modelos: 51.024) e Keystone Jacks (modelos: 31.090-WH, 31.090-BK e 31.090-IV) Categoria 5e da Gts Telecom. Apresenta como realizar a crimpagem, testes

Leia mais

Cód. Manual MSE. Sistema Subsistema Vigência MANUTENÇÃO SUBESTAÇÃO 07.10.2011 Í N D I C E - QUALIDADE DOS MATERIAIS...2

Cód. Manual MSE. Sistema Subsistema Vigência MANUTENÇÃO SUBESTAÇÃO 07.10.2011 Í N D I C E - QUALIDADE DOS MATERIAIS...2 Sistema Subsistema Vigência MANUTENÇÃO SUBESTAÇÃO 07.10.2011 Inst./Equipamento TC 500kV OSKF-1800 FABRICAÇÃO TRENCH Assunto CORREÇÃO DE VAZAMENTO EM TRANSFORMADOR DE CORRENTE 500KV TIPO OSKF-1800, FABRICAÇÃO

Leia mais

MULTILAN CAT. 5E UTP 24 AWG 4PARES - CM

MULTILAN CAT. 5E UTP 24 AWG 4PARES - CM MULTILAN CAT. 5E UTP 24 AWG 4PARES - CM Características Gerais Descritivo: - Modelo TK 1002B - Condutor de cobre nu, coberto por polietileno. - Os condutores são trançados em pares, 04 pares 24 AWG. -

Leia mais

UNSINCROTEL (9274) ELETRÔNICA E TELECOMUNICAÇÕES LTDA 0 261,1800 1

UNSINCROTEL (9274) ELETRÔNICA E TELECOMUNICAÇÕES LTDA 0 261,1800 1 Objeto da Compra: de Preços: PREÇOS 40/2015 Nº: 40/2015 Página: 1/8 1Pacote propagante de vinculação níquel de 100 elétrica de chama, ouro, Conectores com para possuir as veias RJ45 proteção vias Especificação

Leia mais

Disciplina: Cabeamento de Redes Profª Érica Barcelos

Disciplina: Cabeamento de Redes Profª Érica Barcelos Disciplina: Cabeamento de Redes Profª Érica Barcelos CAPÍTULO 4 4. CABEAMENTO ESTRUTURADO- PARTE II Cada nível do subsistema estudado no capítulo anterior foi regulamentado por normas que visam padronizar

Leia mais

LOTE 01 - MATERIAL CABEAMENTO ESTRUTURADO

LOTE 01 - MATERIAL CABEAMENTO ESTRUTURADO CNPJ.:16.866.828/0001-67 INSC.ESTADUAL 79.750.344 1/20 - SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO LOTE 01 - MATERIAL CABEAMENTO ESTRUTURADO 1 CABO DE REDE U/UTP CATEGORIA 5E, COR AZUL, MEDINDO 1,5 METROS, ISOLAMENTO

Leia mais

Manual do Usuário. ccntelecom.com.br

Manual do Usuário. ccntelecom.com.br Manual do Usuário ccntelecom.com.br PD-FIBER (1 Gbps, 7 Ramais/Clientes) O PD-FIBER é um equipamento constituído de uma placa que concentra alguns produtos já conceituados da CCN Telecom, de forma a reduzir

Leia mais

PEDIDO DE COTAÇÃO - ANEXO I

PEDIDO DE COTAÇÃO - ANEXO I Folha: 0001 Objeto: Aquisição de Material de e Permanente (Equipamentos e Suprimentos de Informática), para 001 081266-9 CABO UTP CAT5E FLEXíVEL, CAIXA COM 300MT Lote 1- Destino: Uinfor CX 30 002 113294-5

Leia mais

DTN WEBEX NOVOS PRODUTOS

DTN WEBEX NOVOS PRODUTOS DTN WEBEX NOVOS PRODUTOS Conectividade 6A Linha de Bandejas Ópticas HDX Linha de Racks ITMAX Linha de Racks Fechados Acessórios de Organização Produtos de alta densidade FTP UTP Descarregado Azul/Branco/Bege

Leia mais

ECO HD. Bloco 110 e Organizadores Bloco 110 Categoria 5e 35 Bloco 110 Categoria 6 36 Organizadores de cabos 38

ECO HD. Bloco 110 e Organizadores Bloco 110 Categoria 5e 35 Bloco 110 Categoria 6 36 Organizadores de cabos 38 Página Patch Panel Patch Panel cat. 6 32 P. Modular 48 portas em 1UR cat.6 32 Patch Panel Modular descar. 24 portas 33 Voice Panel 1UR 50 Portas 34 Bloco 110 e Organizadores Bloco 110 Categoria 5e 35 Bloco

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO E DE ESPECIFICAÇÕES

MEMORIAL DESCRITIVO E DE ESPECIFICAÇÕES MEMORIAL DESCRITIVO E DE ESPECIFICAÇÕES SISTEMA DE CABEAMENTO ESTRUTURADO OBRA: ESCOLA DE ENSINO PROFISSIONALIZANTE PROJETO PADRÃO PROPRIETÁRIO: MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - MEC FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO

Leia mais

DECA 10. Página Visão HellermannTyton sobre 10G Deca10 Categoria 6A 14

DECA 10. Página Visão HellermannTyton sobre 10G Deca10 Categoria 6A 14 Página Visão HellermannTyton sobre 10G Deca10 Categoria 6A 14 Ferramenta de Inserção sem Impacto 15 Conector Categoria 6A 16 Patch Panel Descarregado 24 portas Deca10 17 Cabo 4 pares trançados F/FTP 17

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul Prefeitura Municipal de Venâncio Aires

Estado do Rio Grande do Sul Prefeitura Municipal de Venâncio Aires MEMORIAL DESCRITIVO REESTRUTURAÇÃO E CABEAMENTO ESTRUTURADO E ELÉTRICO 1. APRESENTAÇÃO O presente memorial descritivo refere-se ao projeto de reforma das instalações de Telecomunicações, Cabeamento Estruturado

Leia mais

CABEAMENTO ESTRUTURADO NORMAS AMERICANAS EIA/TIA

CABEAMENTO ESTRUTURADO NORMAS AMERICANAS EIA/TIA CABEAMENTO ESTRUTURADO NORMAS AMERICANAS EIA/TIA NORMAS AMERICANAS EIA/TIA EIA/TIA 568-B: Commercial Building Telecomunications Cabling Standard Essa norma de 2001 é a revisão da norma EIA/TIA 568-A de

Leia mais

REDE ESTRUTURADA DE TELECOMUNICAÇÕES - TEL

REDE ESTRUTURADA DE TELECOMUNICAÇÕES - TEL REDE ESTRUTURADA DE TELECOMUNICAÇÕES - TEL SISTEMA DE RACK FECHADO 44U E ACESSÓRIOS Rack Fechado 44 U Padrão 19 Rack modelo gabinete com altura máxima de 44U; Estrutura básica em perfis de alumínio estrudado;

Leia mais

diagrama de ligações, relatórios emitidos pelo Analisador de Cabos

diagrama de ligações, relatórios emitidos pelo Analisador de Cabos ESPECIFICAÇÔES TÉCNICAS 1 CABEAMENTO HORIZONTAL Instalação da rede para padrão T568B constituída de 466 (quatrocentos e sessenta e seis) pontos, devidamente identificados, conforme localização definida

Leia mais

APOSTILA DE REDES DE COMPUTADORES RESUMO 1º BIMESTRE - 2º SEMESTRE

APOSTILA DE REDES DE COMPUTADORES RESUMO 1º BIMESTRE - 2º SEMESTRE APOSTILA DE REDES DE COMPUTADORES RESUMO 1º BIMESTRE - 2º SEMESTRE 1 1. CABEAMENTO ESTRUTURADO Cabeamento estruturado é a disciplina que estuda a disposição organizada e padronizada de conectores e meios

Leia mais

Soluções em Automação Industrial Selecionando o cabeamento adequado. Ricardo Avena Technical Sales Manager. Maio 2015

Soluções em Automação Industrial Selecionando o cabeamento adequado. Ricardo Avena Technical Sales Manager. Maio 2015 Soluções em Automação Industrial Selecionando o cabeamento adequado Ricardo Avena Technical Sales Manager Maio 2015 2013 Belden Inc. belden.com @BeldenInc Porque o cabo é importante? Uma infraestrutura

Leia mais

Roteiro para Instalação de Redes de Terminais RS-485

Roteiro para Instalação de Redes de Terminais RS-485 Roteiro para Instalação de Redes de Terminais RS-485 As recomendações a seguir visam auxiliá-lo a ter um processo de implantação dos produtos mais confiável e seguro. Outras formas de ligação comprometem

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES DE MATERIAIS 06.09.000 SISTEMA DE CABEAMENTO ESTRUTURADO 06.09.001 - EQUIPAMENTOS ATIVOS

ESPECIFICAÇÕES DE MATERIAIS 06.09.000 SISTEMA DE CABEAMENTO ESTRUTURADO 06.09.001 - EQUIPAMENTOS ATIVOS ESPECIFICAÇÕES DE MATERIAIS 06.09.000 SISTEMA DE CABEAMENTO ESTRUTURADO 06.09.001 - EQUIPAMENTOS ATIVOS Tipo: Gabinete Rack do tipo bastidor com porta e ventilação forçada 24U x 19"x 670mm, com porta de

Leia mais

OLIVEIRA BRUNO RELATÓRIO TÉCNICO

OLIVEIRA BRUNO RELATÓRIO TÉCNICO Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial E.E.P. Senac Pelotas Centro Histórico Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego Curso Técnico em Informática PAOLA OLIVEIRA BRUNO RELATÓRIO TÉCNICO

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA DGA/054/2012

TERMO DE REFERÊNCIA DGA/054/2012 TERMO DE REFERÊNCIA DGA/054/2012 AQUISIÇÃO DE MATERIAL ELÉTRICO E DE REDE LÓGICA PARA REALIZAR MANUTENÇÃO PREDIAL NOS IMÓVEIS DA ELETROBRAS DISTRIBUIÇÃO RONDÔNIA EM PORTO VELHO PORTO VELHO DEZEMBRO DE

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL EZEQUIEL F. LIMA ATERRAMENTO E BLINDAGEM

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL EZEQUIEL F. LIMA ATERRAMENTO E BLINDAGEM GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL EZEQUIEL F. LIMA ATERRAMENTO E BLINDAGEM Os sistemas de cabeamento estruturado foram desenvolvidos

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO ITEM ATA DE REGISTRO DE PREÇOS DESCRIÇÃO MATERIAL ÓRGÃO LICITANTE UASG DATA 19/2012 25 ADAPTADOR, TENSÃO NOMINAL 127/220 V, CONEXÃO TOMADA MACHO NBR14136 PARA TOMADAFÊMEA 2P + T, CORRENTE NOMINAL

Leia mais

Aula 5 Infraestrutura Elétrica

Aula 5 Infraestrutura Elétrica Aula 5 Infraestrutura Elétrica Prof. José Maurício S. Pinheiro 2010 1 Ruído Elétrico Os problemas de energia elétrica são as maiores causas de defeitos no hardware das redes de computadores e conseqüente

Leia mais

CAROLINE XAVIER FERNANDES RELATÓRIO TÉCNICO DE MEIOS DE TRANSMISSÃO. MEIOS DE TRANSMISSÃO Cabo Coaxial

CAROLINE XAVIER FERNANDES RELATÓRIO TÉCNICO DE MEIOS DE TRANSMISSÃO. MEIOS DE TRANSMISSÃO Cabo Coaxial Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial E.E.P. Senac Pelotas Centro Histórico Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego Curso Técnico em Informática CAROLINE XAVIER FERNANDES RELATÓRIO

Leia mais

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br Curso Tecnológico de Redes de Computadores Disciplina: Infraestrutura de Redes de Computadores - 1º período Professor: José Maurício S. Pinheiro AULA 02 Cabeamento

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SANTA CATARINA Autarquia Federal Criada pela Lei Nº 5.905/73

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SANTA CATARINA Autarquia Federal Criada pela Lei Nº 5.905/73 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO 009/2014 CABEAMENTO LÓGICO E ELÉTRICO SUBSEÇÃO DE JOINVILLE O CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DO ESTADO DE SANTA CATARINA COREN/SC, pessoa jurídica de direito público,

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO 1. CABEAMENTO VERTICAL 1.1 INTRODUÇÃO

MEMORIAL DESCRITIVO 1. CABEAMENTO VERTICAL 1.1 INTRODUÇÃO MEMORIAL DESCRITIVO 1. CABEAMENTO VERTICAL 1.1 INTRODUÇÃO O cabeamento vertical, ou cabeamento de backbone integra todas as conexões entre o backbone do centro administrativo e os racks departamentais,

Leia mais

Cabeamento Metálico: Tudo o que você precisa saber Parte 1

Cabeamento Metálico: Tudo o que você precisa saber Parte 1 Cabeamento Metálico: Tudo o que você precisa saber Parte 1 Conteúdo CABOS METÁLICOS SÓLIDO COMPONENTES DE UMA REDE CABOS ELETRÔNICOS INTERCONEXÃO E CROSS-CONNECT CABOS METÁLICOS E ACESSÓRIOS PONTO DE CONSOLIDAÇÃO

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES - I UNI-ANHANGUERA. CURSO DE ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PROF. MARCIO BALIAN

REDES DE COMPUTADORES - I UNI-ANHANGUERA. CURSO DE ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PROF. MARCIO BALIAN 1 REDES DE COMPUTADORES - I UNI-ANHANGUERA. CURSO DE ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PROF. MARCIO BALIAN 2 INTERFACE E CABEAMENTO DE REDES - Parte física da rede - Cabeamento - Placas de rede (interfaces)

Leia mais

Cabling. Cabling. Cabling. Cabos HDCS 54 Keystone 62 Patch Cord 66 Patch Panel 72 Faceplate HDCS 80 Ferramentas e acessórios 84

Cabling. Cabling. Cabling. Cabos HDCS 54 Keystone 62 Patch Cord 66 Patch Panel 72 Faceplate HDCS 80 Ferramentas e acessórios 84 Cabos HDCS 54 Keystone 62 Patch Cord 66 Patch Panel 72 Faceplate HDCS 80 Ferramentas e acessórios 84 Cabeamento Estruturado Cabos Montados Conectores DIO Racks FTTx Acessórios Conteúdo Geral A família

Leia mais

AM@DEUS Manual do Usuário

AM@DEUS Manual do Usuário 80 P R E F Á C I O Este é um produto da marca GTS Network, que está sempre comprometida com o desenvolvimento de soluções inovadoras e de alta qualidade. Este manual descreve, objetivamente, como instalar

Leia mais

MINICOLUNAS. www.simon.pt. Descrição Aplicações Referências Exemplo de configuração Instalação Informação ténica Exemplos de compatibilidade Dimensões

MINICOLUNAS. www.simon.pt. Descrição Aplicações Referências Exemplo de configuração Instalação Informação ténica Exemplos de compatibilidade Dimensões MINICOLUNAS ÍNDICE Descrição Aplicações Referências Exemplo de configuração Instalação Informação ténica Exemplos de compatibilidade Dimensões Descrição Minicolunas para instalações elétricas de châo para

Leia mais

ANSI/TIA/EIA 568 B...

ANSI/TIA/EIA 568 B... Memorial Descritivo Projeto elétrico e Cabeamento Estruturado CAT 5e TRE TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL Campo Grande Mato Grosso do Sul 1 ÍNDICE 1 Objetivo... 3 2 Dados Gerais... 3 3 Infra-estrutura... 4

Leia mais

GUIA DE APLICAÇÃO AMBIENTES CRÍTICOS INDUSTRIAIS Abril/2010. Cabeamento Estruturado para Ambientes Industriais. Ambientes Aplicáveis

GUIA DE APLICAÇÃO AMBIENTES CRÍTICOS INDUSTRIAIS Abril/2010. Cabeamento Estruturado para Ambientes Industriais. Ambientes Aplicáveis Cabeamento Estruturado para Ambientes Industriais Terminais portuários A Solução Ethernet para uso Industrial está relacionada a produtos de cabeamento estruturado que podem ser utilizados em qualquer

Leia mais

Cabeamento Blindado MÁRCIO MATOSO DE CASTRO

Cabeamento Blindado MÁRCIO MATOSO DE CASTRO Cabeamento Blindado MÁRCIO MATOSO DE CASTRO AGENDA CONCEITOS CARACTERÍSTICAS DE UMA REDE BLINDADA CABOS BLINDADOS FURUKAWA PARÂMETROS ELÉTRICOS ESPECIAIS NOVA GERAÇÃO DE CABOS CONCEITOS A EMI é um problema

Leia mais

QUANDO TRATAMOS SOBRE MEIOS DE TRANSMISSÃO, DEVEMOS ENFATIZAR A EXISTÊNCIA DE DOIS TIPOS DESSES MEIOS, SENDO:

QUANDO TRATAMOS SOBRE MEIOS DE TRANSMISSÃO, DEVEMOS ENFATIZAR A EXISTÊNCIA DE DOIS TIPOS DESSES MEIOS, SENDO: CABEAMENTO DE REDE QUANDO TRATAMOS SOBRE MEIOS DE TRANSMISSÃO, DEVEMOS ENFATIZAR A EXISTÊNCIA DE DOIS TIPOS DESSES MEIOS, SENDO: MEIO FÍSICO: CABOS COAXIAIS, FIBRA ÓPTICA, PAR TRANÇADO MEIO NÃO-FÍSICO:

Leia mais

REGRAS de EXECUÇÃO. António M. S. Francisco (revisão 01/06)

REGRAS de EXECUÇÃO. António M. S. Francisco (revisão 01/06) REGRAS de EXECUÇÃO António M. S. Francisco (revisão 01/06) INTERNET Para informação completa e detalhada consultar o manual ITED em: http://www.anacom.pt Para informação sobre material (catálogo) para

Leia mais

APRENDIZAGEM INDUSTRIAL. UNIDADE 3 Técnicas de cabeamento

APRENDIZAGEM INDUSTRIAL. UNIDADE 3 Técnicas de cabeamento APRENDIZAGEM INDUSTRIAL UNIDADE 3 Técnicas de cabeamento O cabeamento horizontal Compreende os segmentos de cabos que são lançados horizontalmente entre as áreas de trabalho e as salas de telecomunicações

Leia mais

Redes de Dados e Comunicações

Redes de Dados e Comunicações Redes de Dados e Comunicações Prof.: Fernando Ascani Cabo Par Trançado Conector-RJ 45 A norma EIA/TIA padronizou o conector RJ-45 para a conectorização de cabos UTP. Para a conectorização do cabo UTP,

Leia mais

DIVISÃO DE MANUTENCAO DEPARTAMENTO DE MANUTENCAO DE SISTEMAS DIGITAIS. Especificações Técnicas. Rádios Banda Larga 5.8GHz e Antenas ETD- 00.

DIVISÃO DE MANUTENCAO DEPARTAMENTO DE MANUTENCAO DE SISTEMAS DIGITAIS. Especificações Técnicas. Rádios Banda Larga 5.8GHz e Antenas ETD- 00. COMPANHIA ESTADUAL DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA DIVISÃO DE MANUTENCAO DEPARTAMENTO DE MANUTENCAO DE SISTEMAS DIGITAIS Especificações Técnicas Rádios Banda Larga 5.8GHz e Antenas ETD- 00.058 Cod.

Leia mais

ICORLI. INSTALAÇÃO, CONFIGURAÇÃO e OPERAÇÃO EM REDES LOCAIS e INTERNET

ICORLI. INSTALAÇÃO, CONFIGURAÇÃO e OPERAÇÃO EM REDES LOCAIS e INTERNET INSTALAÇÃO, CONFIGURAÇÃO e OPERAÇÃO EM REDES LOCAIS e INTERNET 2010/2011 1 Tipos de Cabos Cabos eléctricos São cabos, normalmente fabricados em cobre (ou de outro material condutor), que transmitem os

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÕES ELÉTRICAS SITE: www.amm.org.br- E-mail: engenharia@amm.org.br AV. RUBENS DE MENDONÇA, N 3.920 CEP 78000-070 CUIABÁ MT FONE: (65) 2123-1200 FAX: (65) 2123-1251 MEMORIAL DESCRITIVO ELÉTRICO MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÕES

Leia mais

158516.182014.137447.4474.277995780.540

158516.182014.137447.4474.277995780.540 158516.182014.137447.4474.277995780.540 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Santa Catarina Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina Ata de Realização do Pregão Eletrônico

Leia mais

Infra-estrutura tecnológica

Infra-estrutura tecnológica Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação ATTI Supervisão de Infra-estrutura Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo Infra-estrutura tecnológica Rede Lógica

Leia mais

Meios Físicos de Transmissão

Meios Físicos de Transmissão Meios Físicos de Transmissão O meios de transmissão diferem com relação à banda passante, potencial para conexão ponto a ponto ou multiponto, limitação geográfica devido à atenuação característica do meio,

Leia mais

InfraEstrutura de Redes

InfraEstrutura de Redes Faculdade Anhanguera de São Caetano do Sul InfraEstrutura de Redes Curso: Tecnologia em Redes de Computadores Prof:Eduardo M. de Araujo Site-http://www.professoreduardoaraujo.com Cabeamento Estruturado

Leia mais

PROJETO BÁSICO ANEXO I CONVITE 001/2010-MP/PA SERVIÇO DE INSTALAÇÃO DE REDE WIRELLES

PROJETO BÁSICO ANEXO I CONVITE 001/2010-MP/PA SERVIÇO DE INSTALAÇÃO DE REDE WIRELLES PROJETO BÁSICO ANEXO I CONVITE 001/2010-MP/PA SERVIÇO DE INSTALAÇÃO DE REDE WIRELLES 1. INTRODUÇÃO No intuito de garantir a aplicabilidade da solução por um longo período, bem como adaptação às mais recentes

Leia mais

UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO)

UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO) Par Trançado UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO) O cabo UTP é composto por pares de fios, sendo que cada par é isolado um do outro e todos são trançados juntos dentro de uma cobertura externa, que não possui

Leia mais

CAB Cabeamento Estruturado e Redes Telefônicas

CAB Cabeamento Estruturado e Redes Telefônicas MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CAMPUS SÃO JOSÉ SANTA CATARINA CAB Cabeamento Estruturado e Redes Telefônicas

Leia mais

EDITAL Nº 1939 CONCORRÊNCIA PÚBLICA Nº 003/2015 - OBRA PROCESSO ADM. Nº P404068/2014 FL. 251

EDITAL Nº 1939 CONCORRÊNCIA PÚBLICA Nº 003/2015 - OBRA PROCESSO ADM. Nº P404068/2014 FL. 251 FL. 251 Montados em fábrica, em condições de processo controlado, com cabos ópticos do tipo tight (Zip-Cord ou Cordão Monofibra) e com os principais tipos de conectores ópticos. Fornecido nas cores laranja

Leia mais

GUIA DO USUÁRIO. Extensor PoE AXIS T8129

GUIA DO USUÁRIO. Extensor PoE AXIS T8129 GUIA DO USUÁRIO Extensor PoE AXIS T8129 PORTUGUÊS INGLÊS Compatibilidade eletromagnética (EMC) Este equipamento gera, usa e pode irradiar energia de radiofrequência e, caso não seja instalado e usado de

Leia mais

EM 1991 a EIA (Eletronic Industries Association) publicou um padrão para cabeamento de telecomunicações

EM 1991 a EIA (Eletronic Industries Association) publicou um padrão para cabeamento de telecomunicações Laboratório de Redes. Cabeamento Estruturado Pedroso 4 de março de 2009 1 Introdução EM 1991 a EIA (Eletronic Industries Association) publicou um padrão para cabeamento de telecomunicações de edifícios

Leia mais

Linha Embutida a tid u b m a E h Lin

Linha Embutida a tid u b m a E h Lin Dutos de Piso... 27 Modelos... 27 Caixas de passagem... 31 Caixas de tomada... 35 Derivações... 39 Tomadas de piso - Latão/Cromado/Nylon... 42 Espelho para pisos... 43 Caixa de alumínio... 44 Distribuição

Leia mais

BATERIAS ESTACIONÁRIAS CHUMBO-ÁCIDAS REGULADAS POR VÁLVULA

BATERIAS ESTACIONÁRIAS CHUMBO-ÁCIDAS REGULADAS POR VÁLVULA COMPANHIA ENERGÉTICA DE MINAS GERAIS BATERIAS ESTACIONÁRIAS CHUMBO-ÁCIDAS REGULADAS POR VÁLVULA Especificação Técnica 02.112 - TI/SI 917a GERÊNCIA DE SUPORTE EM INFRA-ESTRUTURA DE TELECOMUNICAÇÕES E INFORMÁTICA

Leia mais

PROJETO DE REDE LOCAL E BACKBONE

PROJETO DE REDE LOCAL E BACKBONE São Paulo, 21 de maio de 2010 PROJETO DE REDE LOCAL E BACKBONE 1 Informações e recomendações importantes O projeto foi solicitado pela Unidade para a implantação de rede local para o prédio MAC- IBIRAPUERA

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS. Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br

FACULDADE PITÁGORAS. Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA FUNDAMENTOS DE REDES REDES DE COMPUTADORES Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Material elaborado com base nas apresentações

Leia mais

CENTRO DE ESPORTE UNIFICADO - CEU MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

CENTRO DE ESPORTE UNIFICADO - CEU MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA CENTRO DE ESPORTE UNIFICADO - CEU MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PROJETO: REDE ESTRUTURADA Modelo: 3.000 m2 MAIO 2014 Página 1 SUMÁRIO 1. CARACTERÍSTICAS DA EDIFICAÇÃO... 03 2. MEMORIAL DESCRITIVO

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Cabeamento Gustavo Reis gustavo.reis@ifsudestemg.edu.br Os cabos são usados como meio de comunicação há mais de 150 anos. A primeira implantação em larga escala de comunicações via

Leia mais

PROJETO: REDE LOCAL WIRELESS - RH

PROJETO: REDE LOCAL WIRELESS - RH PROJETO: REDE LOCAL WIRELESS - RH Março de 2011 ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO: APRESENTAÇÃO PARTES QUE COMPÕEM O PROJETO PARTE I Descrição do Projeto WIRELESS. PARTE II Descrição Sistema de REDE SEM FIO. PARTE

Leia mais

ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA AQUISIÇÃO DE DISPOSITIVOS MÓVEIS (TABLET)

ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA AQUISIÇÃO DE DISPOSITIVOS MÓVEIS (TABLET) ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA AQUISIÇÃO DE DISPOSITIVOS MÓVEIS (TABLET) IplanRio Empresa Municipal de Informática Janeiro 2012 1. OBJETO Registro de preço para aquisição de Dispositivos Móveis do tipo,

Leia mais

Aula 2 Cabeamento Metálico

Aula 2 Cabeamento Metálico Aula 2 Cabeamento Metálico Prof. José Mauricio S. Pinheiro - 2010 1 Cada meio de transmissão possui características próprias que o tornam adequado para tipos específicos de serviço. Os cabos metálicos

Leia mais

Anexo V: Solução de Pontos de rede local

Anexo V: Solução de Pontos de rede local Anexo V: Solução de Pontos de rede local 1. Objetivo: 1.1. Contratação de solução de Pontos de Rede de telecomunicação para conexão de diversos tipos de equipamentos eletrônicos como computadores, impressoras,

Leia mais

Comunicações por Computador

Comunicações por Computador Comunicações por Computador António Nabais Grupo de Sistemas e Tecnologias de Informação Escola Superior de Tecnologia Instituto Politécnico do Cávado e do Ave anabais@ipca.pt 2006/2007 Componentes de

Leia mais

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br Curso Tecnológico de Redes de Computadores Disciplina: Infraestrutura de Redes de Computadores - 1º período Professor: José Maurício S. Pinheiro AULA 01 Conceitos

Leia mais

Linha Embutida de Fácil Acesso

Linha Embutida de Fácil Acesso Emb. Fácil Acesso Linha Embutida de Fácil Acesso Linha Embutida de Fácil Acesso Calha de piso... 47 Derivações... 49 Calha de piso para mobiliário... 50 O sistema de calha de piso é utilizado em ambientes

Leia mais

Influência do cabeamento na performance de redes locais de computadores

Influência do cabeamento na performance de redes locais de computadores Influência do cabeamento na performance de redes locais de computadores Fonte: Prof. Ivan Max Freire de Lacerda Bacharel em Ciências da Computação pela UFRN; Professor âncora do SENAC/RN nas áreas de informática

Leia mais

InfraEstrutura de Redes

InfraEstrutura de Redes Faculdade Anhanguera de São Caetano do Sul InfraEstrutura de Redes Curso: Tecnologia em Redes de Computadores Prof:Eduardo M. de Araujo Site-http://www.professoreduardoaraujo.com Cabeamento Estruturado

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO PARA INSTALAÇÃO DE CABEAMENTO DE REDE LÓGICA

MEMORIAL DESCRITIVO PARA INSTALAÇÃO DE CABEAMENTO DE REDE LÓGICA MEMORIAL DESCRITIVO PARA INSTALAÇÃO DE CABEAMENTO DE REDE LÓGICA 1. ESCOPO DO DOCUMENTO Este documento apresenta o memorial descritivo relativo ao projeto de Cabeamento lógico no Centro Municipal de Saúde

Leia mais

Meios de Transmissão. Conceito. Importância. É a conexão física entre as estações da rede. Influência diretamente no custo das interfaces com a rede.

Meios de Transmissão. Conceito. Importância. É a conexão física entre as estações da rede. Influência diretamente no custo das interfaces com a rede. Meios de Transmissão Conceito Importância É a conexão física entre as estações da rede. Influência diretamente no custo das interfaces com a rede. Meios de Transmissão Qualquer meio físico capaz de transportar

Leia mais

Retificador No Break duo

Retificador No Break duo Retificador No Break duo Manual do Usuário ccntelecom.com.br O Retificador No Break duo O Retificador No Break duo é um equipamento desenvolvido para facilitar a alimentação e organização de redes de dados

Leia mais

09/08/2015 DISCIPLINA: TECNOLOGIA DE REDES DE COMPUTADORES. Tecnologia em Jogos Digitais. Mídias (meios) de transmissão

09/08/2015 DISCIPLINA: TECNOLOGIA DE REDES DE COMPUTADORES. Tecnologia em Jogos Digitais. Mídias (meios) de transmissão Tecnologia em Jogos Digitais Mídias (meios) de transmissão DISCIPLINA: TECNOLOGIA DE REDES DE COMPUTADORES Mídias físicas: composta pelo cabeamento e outros elementos componentes utilizados na montagem

Leia mais

Microterminais 16 e 44 Teclas RS 485

Microterminais 16 e 44 Teclas RS 485 Microterminais 16 e 44 Teclas RS 485 Gradual Tecnologia Ltda. Manual do Usuário Fev./2003 Índice Apresentação 3 Especificação Técnica 3 Características Elétricas: 3 Características Mecânicas: 4 Instalação

Leia mais

Montagem de cabo coaxial digital

Montagem de cabo coaxial digital Montagem de cabo coaxial digital No Módulo 2 de nosso curso discutimos as vantagens e desvantagens de técnicas de montagem utilizando solda ou processo de crimpagem. Na ocasião, todos os presentes puderam

Leia mais