GRUPOS SOCIAIS DA ÉPOCA DE JESUS. Ctrl L para apresentar slides

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "GRUPOS SOCIAIS DA ÉPOCA DE JESUS. Ctrl L para apresentar slides"

Transcrição

1 GRUPOS SOCIAIS DA ÉPOCA DE JESUS Ctrl L para apresentar slides

2

3

4

5

6

7 Não faziam oposição a Roma

8 Não faziam oposição a Roma PALESTINA - COLÔNIA DO IMPÉRIO ROMANO No ano 63 a.c. a Palestina foi ocupada pelo general romano Pompeu. Roma passou a nomear os governadores da Palestina e os sumo sacerdotes do templo de Jerusalém.

9 CONTINUANDO... Não faziam oposição a Roma

10 Fariseus Não faziam oposição a Roma

11 Fariseus Zelotas Não faziam oposição a Roma

12 Fariseus Zelotas Essênios Não faziam oposição a Roma

13 Fariseus Zelotas Essênios Não faziam oposição a Roma Eram contra a dominação romana

14 Vejamos algumas informações destes grupos

15 SACERDÓCIO HEREDITÁRIO RESPONSÁVEIS PELOS SACRIFÍCIOS NO TEMPLO GRUPO MAIS PODEROSO (TEOCRACIA) O SUMO SACERDOTE ERA NOMEADO PELO IMPÉRIO ROMANO

16 FAMÍLIAS MAIS RICAS DA REGIÃO ARISTOCRACIA LEIGA INFLUÊNCIA FINANCEIRA CHEFES DAS COLETORIAS DE IMPOSTOS

17 PARTIDO QUE REUNE CHEFES DOS SACERDOTES E ANCIÃOS. ALGUNS SUMO SACERDOTES GRANDE INFLUÊNCIA NO SINÉDRIO

18 PARTIDO QUE REUNE CHEFES DOS SACERDOTES E ANCIÃOS. ALGUNS SUMO SACERDOTES GRANDE INFLUÊNCIA NO SINÉDRIO SINÉDRIO Grande Conselho que funcionava dentro do Templo de Jerusalém, como supremo tribunal político, criminal e religioso. Decidiu por entregar Jesus aos romanos para que fosse morto

19 ALIADOS POLÍTIDOS DOS HERODES. HERODES O GRANDE Seus filhos: HERODES ANTIPAS (Galiléia e Pereia) HERODES FILIPE (Itureia, Traconítide) ARQUELAU (Judeia e Samaria) Seu neto: HERODES AGRIPA I (Rei da Palestina) Matou o apóstolo Tiago. HERODES AGRIPA II (Reina sobre algumas partes da Palestina)

20 A dinastia dos Herodes exercia poder na Palestina de forma submissa ao imperador romano, que realmente detinha o poder. Eles representavam os interesses do imperador e foram responsáveis por diversos massacres, tendo exercido com verdadeira tirania seu encargo, como o exemplo dos 3 mil mortos na repressão que Arquelau promoveu na páscoa de 4 a.c. Foram sendo substituídos por Procuradores roamanos, como é o caso de Poncio Pilatos.

21 Fariseus Zelotas Essênios Não faziam oposição a Roma Eram contra a dominação romana

22 Fariseus Zelotas Essênios GRUPO RESPONSÁVEL PELO ENSINO DA LEI PREOCUPAÇÃO EXTREMA COM O CUMPRIMENTO INTEGRAL DA LEI EXIGIAM DO POVO UMA PUREZA RITUAL PRÓPRIA DOS SACERDOTES PARA A OFERTA DOS SACRIFÍCIOS ESTAVAM MAIS PRÓXIMOS DO POVO, NAS SINAGOGAS

23 Fariseus Zelotas Essênios GRUPO REVOLUCIONÁRIO QUE ACREDITAVA NA LIBERTAÇÃO DE ISRAEL DA MÃO DOS ROMANOS POR MEIO DE LUTA ARMADA. ESPERAVAM O MESSIAS CHEFE DE UM EXÉRCITO.

24 Fariseus Zelotas Essênios GRUPO QUE VIVIA UMA RELIGIOSIDADE ESCATOLÓGICA, NA ESPERA DA IMINENTE VINDA DO MESSIAS NOS MODOS APOCALÍPTICOS PARA ISSO, VIVIAM SEPARADOS, NO DESERTO, A FIM DE NÃO SE CONTAMINAREM COM AS PRÁTICAS SOCIAIS E RELIGIOSAS DA ÉPOCA.

25 Também é importante conhecer:

26 Também é importante conhecer: Publicanos

27 Também é importante conhecer: Publicanos Samaritanos

28 Também é importante conhecer: Publicanos Samaritanos A COBRANÇA DOS IMPOSTOS PARA ROMA: Homens ricos da Palestina () adquiriam o direito de cobrar o imposto e davam suas fortunas como garantia. Arrendavam postos alfandegários e a quantia arrecadada que ultrapassasse o valor do aluguel era deles. Os funcionários destes postos eram os publicanos. Pobres, mal remunerados e excluídos pelos judeus, pelo fato de trabalharem em uma atividade considerada impura.

29 Também é importante conhecer: Publicanos Samaritanos A Samaria é uma região da Palestina que fica entre a Judéia e a Galiléia, por onde muitas vezes os judeus da Galileia passavam indo em direção a Jerusalém. O território tinha uma população que, em sua origem, não era judaica, devido a presença de migrantes não judeus e a mistura de raças. As intrigas entre os dois povos se intensificou a ponto de se excluirem mutuamente e questionarem as práticas religiosas uns dos outros.

30 Também é importante conhecer: Publicanos Samaritanos Pelo menos três passagens mostram que Jesus era contra esse ódio sem sentido que causava a separação de dois povos irmãos: Lc 10, (O bom samaritano) Lc 17, (dez leprosos) Jo 4 (a samaritana no poço de Jacó)

31

A religião: Raiz de discriminação

A religião: Raiz de discriminação Bíblia Quinta Parte A religião: Raiz de discriminação Para o judeu era importante pertencer a uma família autenticamente judia: isto é, ser descendente de Abraão, considerado Pai de todos Os judeus. Eles

Leia mais

Introdução ao Evangelho

Introdução ao Evangelho Introdução ao Evangelho CENTRO ESPÍRITA ISMAEL DEPARTAMENTO DE ENSINO DOUTRINÁRIO CURSO DE INTRODUÇÃO AO EVANGELHO AULA 6 OS POVOS HEBREU E JUDEU Diáspora (dispersão) De acordo com a Moderna Historia,

Leia mais

ORIGEM DO CRISTIANISMO. Igreja é uma realidade histórica e, portanto passível de ser estudada sob o ponto de vista da objetividade científica.

ORIGEM DO CRISTIANISMO. Igreja é uma realidade histórica e, portanto passível de ser estudada sob o ponto de vista da objetividade científica. ORIGEM DO CRISTIANISMO Igreja é uma realidade histórica e, portanto passível de ser estudada sob o ponto de vista da objetividade científica. ORIGEM DO CRISTIANISMO O que começa com cristo não é a salvação,

Leia mais

4ª FASE. Prof. Amaury Pio Prof. Eduardo Gomes

4ª FASE. Prof. Amaury Pio Prof. Eduardo Gomes 4ª FASE Prof. Amaury Pio Prof. Eduardo Gomes Unidade II Natureza-Sociedade: questões ambientais 2 Aula 8.1 Conteúdo Hebreus, Fenícios e Persas. 3 Habilidade Identificar as principais características físicas,

Leia mais

Quem é Marcos? Marcos, autor do primeiro Evangelho, vivia em Jerusalém. A mãe se chamava Maria. Em sua casa reuniam-se os cristãos da cidade.

Quem é Marcos? Marcos, autor do primeiro Evangelho, vivia em Jerusalém. A mãe se chamava Maria. Em sua casa reuniam-se os cristãos da cidade. Atenção O Catequista, coordenador, responsável pela reunião ou encontro, quando usar esse material, tem toda liberdade de organizar sua exposição e uso do mesmo. Poderá interromper e dialogar com o grupo;

Leia mais

Jesus Missionário JESUS MISSIONÁRIO EM MARCOS A PRÁTICA DE JESUS DE NAZARÉ

Jesus Missionário JESUS MISSIONÁRIO EM MARCOS A PRÁTICA DE JESUS DE NAZARÉ Jesus Missionário JESUS MISSIONÁRIO EM MARCOS A PRÁTICA DE JESUS DE NAZARÉ Como foi a missão de Jesus de Nazaré? Viveu o anúncio Anunciou o que viveu Para entender a missão de Jesus Entender o contexto

Leia mais

O Movimento de Jesus

O Movimento de Jesus O Movimento de Jesus Tudo começou na Galiléia Quando Jesus começou a percorrer a Palestina, indo das aldeias às cidades, anunciando a Boa Nova do Evangelho, o povo trabalhador ia atrás dele. A fama de

Leia mais

O EVANGELHO DE LUCAS

O EVANGELHO DE LUCAS Subsídios para grupos de reflexão O EVANGELHO DE LUCAS A PALESTINA NO TEMPO DE JESUS A Cisjordânia (região entre o rio Jordão e o Mar Mediterrâneo) abrangia a Judéia (ao sul), a Samaria (ao centro) e a

Leia mais

Os Livros dos Macabeus

Os Livros dos Macabeus Os Livros dos Macabeus O nome dos Livros surgiu do apelido de Macabeus (martelo) dado a Judas, filho mais famoso de Matatias. O texto foi escrito em Hebraico no início do 1º século a.c. Os livros descrevem

Leia mais

1- INTRODUÇÃO. A história da vida de Jesus Cristo encontra-se em toda Bíblia. VT Jesus em profecia NT Jesus histórico

1- INTRODUÇÃO. A história da vida de Jesus Cristo encontra-se em toda Bíblia. VT Jesus em profecia NT Jesus histórico Vida de Cristo 1- INTRODUÇÃO A história da vida de Jesus Cristo encontra-se em toda Bíblia. VT Jesus em profecia NT Jesus histórico Entre o VT e o NT 400 anos de silêncio. No tempo de Jesus a Judéia estava

Leia mais

Bíblia:- Sociedade no tempo de Jesus e sua Proposta AS RAÍZES DA POBREZA. Segunda Parte

Bíblia:- Sociedade no tempo de Jesus e sua Proposta AS RAÍZES DA POBREZA. Segunda Parte Bíblia:- Sociedade no tempo de Jesus e sua Proposta AS RAÍZES DA POBREZA Segunda Parte Lc 2,1-2 Mt 17,24-27 Mt 9,36 Lc 3,1 Mt 26,57 Mc 9,35-36 25 Colheitas 20 15 10 Pedágio e alfândega Anona 5 0 Jo 18,3-12

Leia mais

Neemias: mente e coração sob o governo do Espírito

Neemias: mente e coração sob o governo do Espírito Um servo para transformar a história Neemias 1 e 2 Neemias: mente e coração sob o governo do Espírito 1. Capaz de chorar. 1: 1-4 2. Crer em orar. 1: 5-11 3. Sensível ao pecado. 1: 6-7 4. Crer na misericórdia.

Leia mais

Preparação para a Ficha de Avaliação B2 O mundo romano no apogeu do Império Origem e difusão do cristianismo

Preparação para a Ficha de Avaliação B2 O mundo romano no apogeu do Império Origem e difusão do cristianismo Preparação para a Ficha de Avaliação B2 O mundo romano no apogeu do Império Origem e difusão do cristianismo QUANDO ACONTECEU? 753 a. C. 509 a. C. 27 a. C. 0 218 d. C. 313 476 381 Nascimento República

Leia mais

EVOLUÇÃO POLÍTICA DE ROMA

EVOLUÇÃO POLÍTICA DE ROMA EVOLUÇÃO POLÍTICA DE ROMA Aula 08 história 01 Profº Thiago POVOAMENTO DA ITÁLIA E ORIGEM DE ROMA Ocupação da Península Itálica (2000 a.c.) Gregos Italiotas (latinos, sabinos, samnitas, volscos, etc.) Etruscos

Leia mais

Exemplo do trabalho Final II

Exemplo do trabalho Final II Christian Preaching College Um novo conceito de educação Exegese Básica Exemplo do trabalho Final II Aluno: Professor: Weslley W. de Oliveira Somerville, 23 de Outubro de 2013 Texto bíblico Mateus 9.9-13

Leia mais

Avalia os teus conhecimentos do 6º Ano de catequese

Avalia os teus conhecimentos do 6º Ano de catequese Nome: Avalia os teus conhecimentos do 6º Ano de catequese Bloco 1 Jesus, o Filho de Deus que vai ao nosso encontro 1 Completa as seguintes afirmações: a) Aquele que veio trazer ao mundo a salvação de Deus.

Leia mais

A REVELAÇÃO E A MISSÃO DE DEUS (MISSIO DEI)

A REVELAÇÃO E A MISSÃO DE DEUS (MISSIO DEI) A REVELAÇÃO E A MISSÃO DE DEUS (MISSIO DEI) Teologia Bíblica da Missão de Deus RELEMBRAR A MISSÃO NOS EVANGELHOS 1. Jesus Cristo homem é o exemplo padrão para o exercício da Missão de Deus (intimidade

Leia mais

Os encontros de Jesus Simon J. Kistemaker. Denis Ferraz, 16.11.2014

Os encontros de Jesus Simon J. Kistemaker. Denis Ferraz, 16.11.2014 Os encontros de Jesus Simon J. Kistemaker Denis Ferraz, 16.11.2014 Pôncio Pilatos encontra Jesus Le Christ devant Pilate, pelo húngaro Mihaly von Munkacsy (1844-1900). Hosana, temo grego transliterado

Leia mais

Índice do Antigo Testamento

Índice do Antigo Testamento Índice do Antigo Testamento Adão e Eva no paraíso terrestre (do livro do Gênesis, capítulos 2 e 3) 05 Noé e o dilúvio (do livro do Gênesis, capítulos 6 a 9) 10 Abraão na terra prometida (do livro do Gênesis,

Leia mais

Gr.Bíblico. Evangelho de. Nossa Senhora Conceição

Gr.Bíblico. Evangelho de. Nossa Senhora Conceição Evangelho de São Lucas Ano litúrgico C O Terceiro Envangelho O TEMPO DE JESUS E O TEMPO DA IGREJA Este evangelho põe em relevo as etapas da obra de Deus na História. Mais do que Mateus e Marcos, ao falar

Leia mais

O JULGAMENTO DE CRISTO

O JULGAMENTO DE CRISTO Por Constantino Ferreira O JULGAMENTO DE CRISTO O julgamento de Cristo teve dois aspectos processados em seis partes, três religiosas e três civis, entre a uma e as sete horas. 1. Jesus foi interrogado

Leia mais

Características gerais

Características gerais 06. HEBREUS Características gerais Povo seminômade originário da cidade Ur, Mesopotâmia Crença em um único deus Peregrinação à uma terra prometida estabelecidos na antiga terra de Canaã, região da Palestina

Leia mais

Aula 7 : 22/Mar/2015. Te m a d a A u l a O Evangelho de João Proclamando Fé em Jesus como única fonte de salvação

Aula 7 : 22/Mar/2015. Te m a d a A u l a O Evangelho de João Proclamando Fé em Jesus como única fonte de salvação Te m a G e r a l A h i s t ó r i a d e J e s u s V i d a e M i n i s t é r i o Aula 7 : 22/Mar/2015 Te m a d a A u l a Escola Bíblica Dominical COXIPÓ lorikrama@hotmail.com Visão Geral Título Autoria Datação

Leia mais

SEGUIMENTO DE JESUS. FREI JOÃO CARLOS KARLING, ofm jckarling@gmail.com 51 9833 8421. jckarling@gmail.com "Vem e segue-me..." 1

SEGUIMENTO DE JESUS. FREI JOÃO CARLOS KARLING, ofm jckarling@gmail.com 51 9833 8421. jckarling@gmail.com Vem e segue-me... 1 FREI JOÃO CARLOS KARLING, ofm jckarling@gmail.com 51 9833 8421 jckarling@gmail.com "Vem e segue-me..." 1 Quem foi Jesus? Onde e como viveu? O que viu? Ouviu? Falou? Testemunhou? Como era seu mundo? Quais

Leia mais

Harmonia dos Evangelhos: Sugestão de Cronograma de Leitura em Um Ano

Harmonia dos Evangelhos: Sugestão de Cronograma de Leitura em Um Ano Conheça o Mestre Harmonia dos Evangelhos: Sugestão de Cronograma de Leitura em Um Ano SEMANA 1 ESPECIAL: O Dom de Deus, Seu Filho. SEMANA 2 I. O PERÍODO DA VIDA DE JESUS ANTE- RIOR AO SEU MINISTÉRIO A.

Leia mais

Quem é Marcos? Marcos, autor do primeiro Evangelho, vivia em Jerusalém. A mãe se chamava Maria. Em sua casa reuniam-se os cristãos da cidade.

Quem é Marcos? Marcos, autor do primeiro Evangelho, vivia em Jerusalém. A mãe se chamava Maria. Em sua casa reuniam-se os cristãos da cidade. Atenção O Catequista, coordenador, responsável pela reunião ou encontro, quando usar esse material, tem toda liberdade de organizar sua exposição e uso do mesmo. Poderá interromper e dialogar com o grupo;

Leia mais

Roteiro 5 Os apóstolos de Jesus. A missão dos doze apóstolos.

Roteiro 5 Os apóstolos de Jesus. A missão dos doze apóstolos. FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro 1 Cristianismo e Espiritismo Módulo II O Cristianismo Roteiro 5 Os apóstolos de Jesus. A missão dos doze apóstolos. 1 2 3 4 5

Leia mais

Se Jesus voltará, como devo esperá-lo?

Se Jesus voltará, como devo esperá-lo? Se Jesus voltará, como devo esperá-lo? O que os apocalípticos dizem a respeito dos últimos dias? Sinônimo da época em que se aproxima a 2ª vinda de Jesus Cristo e o consequente fim do mundo. Período marcado

Leia mais

O PERÍODO INTERTESTAMENTÁRIO

O PERÍODO INTERTESTAMENTÁRIO O PERÍODO INTERTESTAMENTÁRIO I. Desenvolvimento Político A Expressão 400 anos de silêncio, frequentemente empregada para descrever o período entre os últimos eventos do A.T. e o começo dos acontecimentos

Leia mais

Índice. A Guerra dos Judeus LIVRO I APRESENTAÇÃO 15 PREFÁCIO 23

Índice. A Guerra dos Judeus LIVRO I APRESENTAÇÃO 15 PREFÁCIO 23 Índice APRESENTAÇÃO 15 A Guerra dos Judeus PREFÁCIO 23 LIVRO I CAPÍTULO I A revolta dos Macabeus 31 CAPÍTULO II Os Macabeus restauram a independência dos Judeus 34 CAPÍTULO III O reinado de Aristóbulo

Leia mais

Textos sobre o Advento

Textos sobre o Advento Textos sobre o Advento Evangelho de Mateus: 19 versos Evangelho de Marcos: nenhum Evangelho de Lucas: 44 versos Evangelho de João: nenhum Total: 63 versos 10 anos 3 sermões 30 sermões 63 versos 30 sermões

Leia mais

Poderá interromper e dialogar com o grupo; montar perguntas durante a exibição; montar grupos de reflexão após a exibição, e assim por diante.

Poderá interromper e dialogar com o grupo; montar perguntas durante a exibição; montar grupos de reflexão após a exibição, e assim por diante. O Catequista, coordenador, responsável pela reunião ou encontro, quando usar esse material, tem toda liberdade de organizar sua exposição e uso do mesmo. Poderá interromper e dialogar com o grupo; montar

Leia mais

EJA 4ª FASE PROF. LUIS CLAÚDIO

EJA 4ª FASE PROF. LUIS CLAÚDIO EJA 4ª FASE PROF. LUIS CLAÚDIO CONTEÚDOS E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA Unidade II As tradições religiosas e os textos sagrados. 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES FORTALECENDO

Leia mais

Arrependimento Bíblico

Arrependimento Bíblico Estudo Panorâmico acerca do Arrependimento Bíblico Segundo Mateus 3.8 e Lucas 3.8 Rev. Luiz Cláudio de Oliveira Texto base Mateus 3.1 10 A pregação de João Batista Mc 1.2 6; Lc 3.1 9 1 Naqueles dias, apareceu

Leia mais

Página 1 de 47 ÍNDICE

Página 1 de 47 ÍNDICE 1 de 47 ÍNDICE Resumo Do Livro:...3 Parte I A Terra E As Memórias...4 A terra que Jesus conheceu...4 Regiões mencionadas nos evangelhos...9 Precedentes da época de Jesus...11 Parte I I Orações E Festas...21

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM 1) Oração São Simão e São Judas Ó Deus, Pai de bondade, que

Leia mais

Quem foi LUCAS? Era gentio de nascimento, médico de profissão. Buscando aperfeiçoamento na arte de curar, mudou-se para Alexandria, Athenas e

Quem foi LUCAS? Era gentio de nascimento, médico de profissão. Buscando aperfeiçoamento na arte de curar, mudou-se para Alexandria, Athenas e Atenção O Catequista, coordenador, responsável pela reunião ou encontro, quando usar esse material, tem toda liberdade de organizar sua exposição e uso do mesmo. Poderá interromper e dialogar com o grupo;

Leia mais

A VIDA DIÁRIA NA ÉPOCA DE JESUS

A VIDA DIÁRIA NA ÉPOCA DE JESUS A VIDA DIÁRIA NA ÉPOCA DE JESUS Família Costumes Festas Economia Jörg Garbers A vida diária nos tempos de Jesus: Introdução A ligação entre religião e cultura Arquitetura Moda Ritmo do ano Convivência

Leia mais

JESUS CRISTO PADECEU SOB PÔNCIO PILATOS, FOI CRUCIFICADO, MORTO E SEPULTADO

JESUS CRISTO PADECEU SOB PÔNCIO PILATOS, FOI CRUCIFICADO, MORTO E SEPULTADO JESUS CRISTO PADECEU SOB PÔNCIO PILATOS, FOI CRUCIFICADO, MORTO E SEPULTADO 25-02-2012 Catequese com adultos 11-12 Chave de Bronze Como se deu a entrada messiânica em Jerusalém? No tempo estabelecido,

Leia mais

JESUS CRISTO: o seu tempo e a sua mensagem

JESUS CRISTO: o seu tempo e a sua mensagem Jesus Cristo: JESUS CRISTO: o seu tempo e a sua mensagem 1 1. O país de Jesus. No tempo de Jesus a Palestina estava dividida em 5 regiões: Galileia; Samaria; Decápolis; Judeia; Pereia. Politicamente estava

Leia mais

POR QUE ESTUDAR A BÍBLIA? PANORAMA GERAL DA BÍBLIA

POR QUE ESTUDAR A BÍBLIA? PANORAMA GERAL DA BÍBLIA PANORAMA BÍBLICO Pr Jardel Roscamp Guarapuava PR POR QUE ESTUDAR A BÍBLIA? PANORAMA GERAL DA BÍBLIA A BÍBLIA É UM LIVRO OUSADO ETERNIDADE FINAL DO NT A BÍBLIA É O CAMINHO DE VOLTA À DEUS CRIAÇÃO GÊNESIS

Leia mais

MINISTÉRIO PÃO DA VIDA

MINISTÉRIO PÃO DA VIDA PAGINA 1 BÍBLIA PASSO A PASSO NOVO TESTAMENTO 4. CONTEÚDO DO NOVO TESTAMENTO Hebreus 9.15-17 1. A NATUREZA DO NOVO TESTAMENTO Os 27 livros do Novo Testamento apresentam a vida de Cristo e sua obra contínua

Leia mais

A Boa Nova chega ao mundo O mundo quando Ele veio A aura do Pastor tudo renova Sugestão bibliográfica inicial: 1. Boa nova cap. 1 2.

A Boa Nova chega ao mundo O mundo quando Ele veio A aura do Pastor tudo renova Sugestão bibliográfica inicial: 1. Boa nova cap. 1 2. A Boa Nova chega ao mundo O mundo quando Ele veio A aura do Pastor tudo renova Sugestão bibliográfica inicial: 1. Boa nova cap. 1 2. Primícias do reino cap. Respingos históricos 3. Primícias do reino cap.

Leia mais

Em dois mil anos...um dia em que ninguém creu. Slide 1 - Páscoa

Em dois mil anos...um dia em que ninguém creu. Slide 1 - Páscoa Em dois mil anos...um dia em que ninguém creu Slide 1 - Páscoa 05.04.2015 Um dia entre os dois mais incríveis dias: Um Sábado de silêncio Slide 2 - Páscoa 05.04.2015 Duas histórias de três dias Abraão

Leia mais

O Calendário Judaico. Cronologia. Cronologia HARMONIZAÇÃO CRONOLÓGICA O ANO DO NASCIMENTO DE JESUS. Mt 2:1-23 Época do Nascimento:

O Calendário Judaico. Cronologia. Cronologia HARMONIZAÇÃO CRONOLÓGICA O ANO DO NASCIMENTO DE JESUS. Mt 2:1-23 Época do Nascimento: Há Harmonia Entre os Evangelhos? Mar/Abr/2015 Vlademir Hernandes AULA 3 15/3/2015 Recapitulação A importância dos Evangelhos Por que 4 evangelhos Bibliografia A necessidade de harmonização Exercícios sobre

Leia mais

O livro continua a avaliação do sentido e da função da autoridade.

O livro continua a avaliação do sentido e da função da autoridade. O 2º Livro de Samuel continua a narração do primeiro. O núcleo do livro é a figura de DAVI, cuja história começa no 1º livro de Samuel capítulo 16. O livro traz também as lutas dos pretendentes para suceder

Leia mais

O povo judeu e sua religião

O povo judeu e sua religião A Vida de JESUS O povo judeu e sua religião O POVO JUDEU Religião Deus e o relacionamento com o homem O Tabernáculo A Arca da Aliança O Templo As Escrituras As Sinagogas Grupos religiosos O POVO JUDEU

Leia mais

Prefácio. 2. As lições são programadas para pessoas que cumpram os seguintes requisitos:

Prefácio. 2. As lições são programadas para pessoas que cumpram os seguintes requisitos: Prefácio 1. Este curso foi preparado pelo Seminário por Extensão às Nações (SEAN). Para que se obtenha o máximo benefício de um seminário por extensão, é recomendável estudar sob a direção de um orientador,

Leia mais

Cristianismo Sáb, 23 de Maio de :02

Cristianismo Sáb, 23 de Maio de :02 Entre as numerosas seitas messiânicas surgidas no mundo judeu no início do primeiro milênio, incluíam-se os discípulos de Jesus de Nazaré, antigos seguidores de João Batista. A comunidade cristã foi aceita

Leia mais

O grande rei Nabucodonosor II ( a.c.), se ufanava de sua invejável Babilônia, com seus jardins suspensos. Era uma nação rica e poderosa com

O grande rei Nabucodonosor II ( a.c.), se ufanava de sua invejável Babilônia, com seus jardins suspensos. Era uma nação rica e poderosa com A História dos livros de Esdras e Neemias se dá dentro do Reinado Persa do rei Ciro. O povo judeu tinha acabado de sair do exílio da Babilônia por ordem de Ciro, onde ficara 60 anos. Chegando a Judá, encontraram

Leia mais

O REINO DO MESSIAS POIS TEU O REINO, O PODER E A GLÓRIA PARA SEMPRE, AMEM! FESTA DOS TABERNÁCULOS SUKKOT

O REINO DO MESSIAS POIS TEU O REINO, O PODER E A GLÓRIA PARA SEMPRE, AMEM! FESTA DOS TABERNÁCULOS SUKKOT O REINO DO MESSIAS POIS TEU O REINO, O PODER E A GLÓRIA PARA SEMPRE, AMEM! FESTA DOS TABERNÁCULOS SUKKOT - 2015 O ISRAEL DE DEUS Efésios 2: 16-22 - Edificados sobre o fundamento dos apóstolos e dos profetas

Leia mais

MINISTÉRIO PÃO DA VIDA

MINISTÉRIO PÃO DA VIDA PAGINA 1 BÍBLIA PASSO A PASSO NOVO TESTAMENTO 1. O ESTADO JUDAICO 5. O MUNDO SOCIAL DO NOVO TESTAMENTO Muitos judeus foram exilados para a Babilônia. Outros fugiram para o Egito (Jr 41.43). A Babilônia

Leia mais

A profecia das 70 SEMANAS DE DANIEL

A profecia das 70 SEMANAS DE DANIEL A profecia das 70 SEMANAS DE DANIEL AS SETENTA SEMANAS DE DANIEL Profetizadas há 2600 anos (v. 1) Daniel sabia que o fim do cativeiro estava próximo (v.2 cf. Jr 25.11, 12; 29.10) Daniel entenderia que

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM Fes ta de São Barnabé 1) Oração Ó Deus, que designastes são

Leia mais

A HISTÓRIA DOS EVANGELHOS A PALESTINA NOS TEMPOS DE JESUS

A HISTÓRIA DOS EVANGELHOS A PALESTINA NOS TEMPOS DE JESUS WWW.AUTORESESPIRITASCLASSICOS.COM A HISTÓRIA DOS EVANGELHOS A PALESTINA NOS TEMPOS DE JESUS No primeiro século a Palestina foi varrida por desavenças dinásticas, conflitos destruidores e, ocasionalmente,

Leia mais

É uma parábola desconcertante, que deixa os ouvintes de Jesus de boca aberta, olhando, parados, como quem quer uma explicação.

É uma parábola desconcertante, que deixa os ouvintes de Jesus de boca aberta, olhando, parados, como quem quer uma explicação. O Bom Samaritano É uma parábola desconcertante, que deixa os ouvintes de Jesus de boca aberta, olhando, parados, como quem quer uma explicação. Um homem vinha de Jerusalém para Jericó e caiu nas mãos de

Leia mais

Curso de Teologia para Agentes de d. Pastoral Módulo: A Palestina no Tempo de Jesus Prof.: Pe. Geraldo Raimundo Pereira. A sociedade em que Jesus J

Curso de Teologia para Agentes de d. Pastoral Módulo: A Palestina no Tempo de Jesus Prof.: Pe. Geraldo Raimundo Pereira. A sociedade em que Jesus J Curso de Teologia para Agentes de d Pastoral Módulo: A Palestina no Tempo de Jesus Prof.: Pe. Geraldo Raimundo Pereira A sociedade em que Jesus J viveu A Palestina era conhecida na Bíblia, pelos Judeus,

Leia mais

Prof. Osvaldo. Civilizações Escravistas da Antiguidade Clássica

Prof. Osvaldo. Civilizações Escravistas da Antiguidade Clássica Prof. Osvaldo Civilizações Escravistas da Antiguidade Clássica Modo de Produção Asiático Comunidades Primitivas Modo de Produção Escravista Grécia Roma sociedades cuja principal característica era o predomínio

Leia mais

TESTE DE AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA

TESTE DE AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA Agrupamento de Escolas de Fronteira Escola Básica Integrada Frei Manuel Cardoso Ano Lectivo 2010/2011 HISTÓRIA 7º ano Teste de Avaliação nº 4 TESTE DE AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA Nome: Turma: 7º B Nº: Avaliação:

Leia mais

Localização e surgimento

Localização e surgimento 9 - CHINA ANTIGA Localização e surgimento Vale do Rio Amarelo (Huang Ho) Ocupado por grupos que se organizaram em pequenas aldeias Solo formado por uma argila de tom amarelado Muito fértil Atividade agrícola

Leia mais

GRUPOS NO JUDAISMO NA ÉPOCA DE JESUS

GRUPOS NO JUDAISMO NA ÉPOCA DE JESUS Jörg Garbers GRUPOS NO JUDAISMO NA ÉPOCA DE JESUS ORIGEM CARACTERÍSTICAS CONCEITOS RELIGIOSOS 1 FARISEUS 1.1 O NOME O nome fariseu provavelmente significa, os que se separam, os separados. O nome já expressa

Leia mais

INTRODUÇÃO AO NOVO TESTAMENTO

INTRODUÇÃO AO NOVO TESTAMENTO Lição 1 INTRODUÇÃO AO NOVO TESTAMENTO Por que Novo Testamento? O termo Novo Testamento vem da ideia da nova aliança de Deus com a humanidade por meio de Jesus Cristo. As alianças, testamentos, contratos

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS, O.CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM Terça-feira da 3ª Semana do Tempo Comum 1) Oração Ó Deus, sempre

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM Sexta-feira da 25ª Semana do Tempo Comum (26 de setembro

Leia mais

Introdução e visão geral da História de Israel. Jörg Garbers Ms. de Teologia

Introdução e visão geral da História de Israel. Jörg Garbers Ms. de Teologia Introdução e visão geral da História de Israel Jörg Garbers Ms. de Teologia Textos Data 1Rs 12 2Rs 17 2Cr 10 depois Cr não se preocupa mais com Israel ~ 931 a.c. As narrativas bíblicas situam aqui o cisma

Leia mais

LIÇÃO 5 Os Livros Do Novo Testamento

LIÇÃO 5 Os Livros Do Novo Testamento LIÇÃO 5 Os Livros Do Novo Testamento Quando o Novo Testamento começou a ser escrito, o panorama do Velho Testamento tinha mudado bastante. Os dias dos profetas tinham passado e grande parte do povo mostrava-se

Leia mais

LINHA DO TEMPO DE EVENTOS BÍBLICOS IMPORTANTES. Esta breve linha do tempo representa os eventos-chave cobertos pela Bíblia:

LINHA DO TEMPO DE EVENTOS BÍBLICOS IMPORTANTES. Esta breve linha do tempo representa os eventos-chave cobertos pela Bíblia: Você se sentirá mais confiante sobre seus estudos bíblicos quando vir a linha do tempo dos eventos importantes narrados na Bíblia, tiver uma compreensão dos livros que a compõem e como eles são organizados,

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM 1) Oração Sexta-feira da 4ª Semana da Quaresma Ó Deus, que

Leia mais

Quem é Marcos? Marcos, autor do primeiro Evangelho, vivia em Jerusalém. A mãe se chamava Maria. Em sua casa reuniam-se os cristãos da cidade.

Quem é Marcos? Marcos, autor do primeiro Evangelho, vivia em Jerusalém. A mãe se chamava Maria. Em sua casa reuniam-se os cristãos da cidade. Atenção O Catequista, coordenador, responsável pela reunião ou encontro, quando usar esse material, tem toda liberdade de organizar sua exposição e uso do mesmo. Poderá interromper e dialogar com o grupo;

Leia mais

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro II Ensinos e Parábolas de Jesus Módulo V Aprendendo com Fatos Cotidianos

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro II Ensinos e Parábolas de Jesus Módulo V Aprendendo com Fatos Cotidianos FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro II Ensinos e Parábolas de Jesus Módulo V Aprendendo com Fatos Cotidianos 1 2 E o servo de um certo centurião, a quem este muito

Leia mais

TEMPESTADES E CALMARIAS

TEMPESTADES E CALMARIAS TEMPESTADES E CALMARIAS Coleção Narrativa Risos e lágrimas em Betânia: A amizade na vida de Jesus, Lúcia F. Arruda Tempestades e calmarias: A história de Tiago e João, Lúcia F. Arruda LÚCIA F. ARRUDA tempestades

Leia mais

Império Romano: Inimigos de Roma

Império Romano: Inimigos de Roma Senado Romano Império Romano: Inimigos de Roma "A queda do Império Romano (1964) Conflitos políticos no Império Romano e sua queda Quo Vadis - Ano: 1951 Perseguição aos cristão no Império Romano Ano:

Leia mais

PROFECIAS NEWS Boletim Informativo de Religiões Proféticas

PROFECIAS NEWS Boletim Informativo de Religiões Proféticas PROFECIAS NEWS Boletim Informativo de Religiões Proféticas Judaísmo, Cristianismo, Islamismo Qual a definição da palavra religião? Vem do latim religare, tem o siginificado de religação. Essa religação

Leia mais

ÊXODO O LIVRO DA LIBERTAÇÃO DE ISRAEL E DA FUNDAÇÃO DA NOSSA FÉ. Paróquia São Francisco de Assis Curso Bíblico 2015

ÊXODO O LIVRO DA LIBERTAÇÃO DE ISRAEL E DA FUNDAÇÃO DA NOSSA FÉ. Paróquia São Francisco de Assis Curso Bíblico 2015 ÊXODO O LIVRO DA LIBERTAÇÃO DE ISRAEL E DA FUNDAÇÃO DA NOSSA FÉ. Paróquia São Francisco de Assis Curso Bíblico 2015 Introdução EGITO E CANAÃ NA ÉPOCA DO ÊXODO O livro do Êxodo supõe um mínimo de informações

Leia mais

Nicodemos. Sob o manto da escuridão. João 3, 7 e 19

Nicodemos. Sob o manto da escuridão. João 3, 7 e 19 Nicodemos João 3, 7 e 19 Sob o manto da escuridão Nicodemos era um judeu cujo nome em grego significa conquistador do povo. Talvez ele tenha nascido em alguma parte de um país ao longo do Mar Mediterrâneo

Leia mais

EBD - Igreja Batista do Redentor O Período Intertestamentário

EBD - Igreja Batista do Redentor O Período Intertestamentário EBD - Igreja Batista do Redentor O Período Intertestamentário Aula do dia 06 de Julho de 2014 O PERÍODO INTERTESTAMENTÁRIO I. Desenvolvimento Político A Expressão 400 anos de silêncio, freqüentemente empregada

Leia mais

Fenícios e Persas IDADE ANTIGA

Fenícios e Persas IDADE ANTIGA IDADE ANTIGA Fenícios e Persas Dentre os diversos povos que viveram na mesopotâmia e arredores, destacamos nessa aula o povo que chegou a formar um verdadeiro império sobre o Mar Mediterrâneo, os fenícios,

Leia mais

Os evangelhos. Sinóticos. Mateus, Marcos e Lucas

Os evangelhos. Sinóticos. Mateus, Marcos e Lucas Os evangelhos Sinóticos Mateus, Marcos e Lucas INTRODUÇÃO AOS EVANGELHOS SINÓTICOS Evangelho euangellion = boas novas, boa notícia Sinótico Sin = Mesma Óptico = Visão Mesma visão sobre a história de Jesus

Leia mais

Unidade I Grandes civilizações antigas. Aula 4.2 Conteúdo: Roma: de cidade a República.

Unidade I Grandes civilizações antigas. Aula 4.2 Conteúdo: Roma: de cidade a República. Unidade I Grandes civilizações antigas. Aula 4.2 Conteúdo: Roma: de cidade a República. Habilidades: Compreender o surgimento, fortalecimento e as causas da posterior decadência do Império Romano. GLADIADOR

Leia mais

O NOVO TESTAMENTO PARA O CRISTÃO DE HOJE

O NOVO TESTAMENTO PARA O CRISTÃO DE HOJE O NOVO TESTAMENTO PARA O CRISTÃO DE HOJE História Autenticidade Cânon Dificuldades Análise Interpretação Edson Raposo Belchior 1 Dados Internacionais de Catalogação na Publicação Belchior, Edson Raposo

Leia mais

Linha do tempo. A História é a grande mestra. Aprendamos dela! Importa saber ler

Linha do tempo. A História é a grande mestra. Aprendamos dela! Importa saber ler Linha do tempo A História é a grande mestra Aprendamos dela! Importa saber ler 1 Como ler a História Linha reta: tudo já está determinado. Não há participação, nem liberdade Círculo: tudo se repete. O

Leia mais

4ª FASE. Prof. Amaury Pio Prof. Eduardo Gomes

4ª FASE. Prof. Amaury Pio Prof. Eduardo Gomes 4ª FASE Prof. Amaury Pio Prof. Eduardo Gomes Unidade II Natureza Sociedade: questões ambientais. Aula 13 Revisão e avaliação da unidade II 2 Hebreus Sua principal fonte de informações é a Bíblia Sagrada,

Leia mais

Agenda. Cesaréia Cafarnaum Nazaré Rio Jordão

Agenda. Cesaréia Cafarnaum Nazaré Rio Jordão Agenda Cesaréia Cafarnaum Nazaré Rio Jordão Mar Dead Mediterrâneo Sea Fault System Ruins of Capernaum Mar Mediterrâneo Location of Capernum Satellite photo First Century Judea Sea of Galilee

Leia mais

III Estado Romano de um pequeno grupamento humano ao primeiro império mundial. Características: a) Base familiar de organização; b) Cristianismo.

III Estado Romano de um pequeno grupamento humano ao primeiro império mundial. Características: a) Base familiar de organização; b) Cristianismo. EVOLUÇÃO HISTÓRICA DO ESTADO I Estado Antigo, Oriental ou Teocrático não se distingue o pensamento político da religião, da moral, da filosofia, ou das doutrinas econômicas. Características: a) Natureza

Leia mais

ESPERANÇA DE PAZ: Jesus perante Pilatos para ser julgado

ESPERANÇA DE PAZ: Jesus perante Pilatos para ser julgado LUCIANE GALVÃO 1 RESUMO O presente texto tem por objetivo analisar a perícope que encontra-se no evangelho segundo escreveu São Marcos, capítulo quinze, versículos de um à quarenta e quatro. O objetivo

Leia mais

THEREZINHA OLIVEIRA ANTE OS PROBLEMAS HUMANOS

THEREZINHA OLIVEIRA ANTE OS PROBLEMAS HUMANOS THEREZINHA OLIVEIRA ANTE OS PROBLEMAS HUMANOS CAMPINAS SP 2009 Sumário Capítulo 1 Jesus, o Espiritismo e o mundo... 1 1. Tinham vindo para o ouvir... 1 2. Subiu ao monte para orar... 2 3. Chamou a si os

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM 1) Oração Terça-feira da 4ª Semana da Páscoa Concedei, ó

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM arta-feira da 3ª Semana da Páscoa Qu 1) Oração Permanecei,

Leia mais

Os fariseus ouviram falar que Jesus estava fazendo e batizando mais discípulos do que João, embora não fosse Jesus quem batizasse, mas os seus

Os fariseus ouviram falar que Jesus estava fazendo e batizando mais discípulos do que João, embora não fosse Jesus quem batizasse, mas os seus Os fariseus ouviram falar que Jesus estava fazendo e batizando mais discípulos do que João, embora não fosse Jesus quem batizasse, mas os seus discípulos. Quando o Senhor ficou sabendo disso, saiu da Judéia

Leia mais

Considerações sobre o Evangelho de João

Considerações sobre o Evangelho de João 1 Considerações sobre o Evangelho de João. O Evangelho de João nasceu do anúncio vivo, da memória de homens e mulheres que guardavam e transmitiam os ensinamentos transmitidos por Jesus.. O chão = vida

Leia mais

20 Pontos. 10 Pontos. Lição 01 Chamados por Deus. Lição 02 Paulo e Barnabé em Listra. Missão: Missão Cumprida: Missão: Missão Cumprida:

20 Pontos. 10 Pontos. Lição 01 Chamados por Deus. Lição 02 Paulo e Barnabé em Listra. Missão: Missão Cumprida: Missão: Missão Cumprida: Lição 01 Chamados por Deus C) C H A) A M B) A D D) O S A) Nome do lugar dos líderes da igreja. B) Feiticeiro que queria atrapalhar a missão de Paulo. C) Nome da cidade da primeira viagem missionária de

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM Sábado da 7ª Semana do Tempo Comum 1) Oração Concedei, ó

Leia mais

A questão da atitude política de Jesus há que ser vista com os olhos de seu tempo.

A questão da atitude política de Jesus há que ser vista com os olhos de seu tempo. O PLANO PARA TIRAR A VIDA DE JESUS (João 11, vs. 47-53) Então os principais sacerdotes e os fariseus convocaram o Sinédrio; e disseram: - Que estamos fazendo, uma vez que este homem opera muitos sinais?

Leia mais

Muitos sofrem de baixa autoestima. Chamam isso de complexo inferioridade. A pessoa que sofre disso pensa que não tem muito valor.

Muitos sofrem de baixa autoestima. Chamam isso de complexo inferioridade. A pessoa que sofre disso pensa que não tem muito valor. (João 4:1-30) Muitos sofrem de baixa autoestima. Chamam isso de complexo inferioridade. A pessoa que sofre disso pensa que não tem muito valor. O que a gente percebe através desta passagem é que todo mundo

Leia mais

PARÓQUIA SANTA RITA DE CÁSSIA DIOCESE DE JUNDIAÍ

PARÓQUIA SANTA RITA DE CÁSSIA DIOCESE DE JUNDIAÍ PARÓQUIA SANTA RITA DE CÁSSIA DIOCESE DE JUNDIAÍ Material Estudo Bíblico Parte I Apresentação Pe Antônio 24/08 A BÍBLIA SAGRADA Palavra de Deus. Deus fala ao seu povo Deus se revela, se manifesta, intervém

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM 1) Oração Sexta-feira da 2ª Semana da Quaresma Concedei-nos,

Leia mais

Lição 5 ATOS 1. Atos destinado a Teófilo período 63 d.c apóstolo Pedro apóstolo Paulo Atos do Espírito Santo que Jesus operou por meio da igreja

Lição 5 ATOS 1. Atos destinado a Teófilo período 63 d.c apóstolo Pedro apóstolo Paulo Atos do Espírito Santo que Jesus operou por meio da igreja Lição 5 ATOS 1. Atos O livro de Atos foi o segundo escrito por Lucas, também destinado a Teófilo. Acredita-se que originalmente não tivesse título, sendo inserido Atos ou Atos dos Apóstolos nos manuscritos

Leia mais

Filho de Zebedeu. Irmão de Tiago. João 21:20-24 descreve o autor como sendo "o discípulo que Jesus amava Filhos do trovão; Marcos 3:17

Filho de Zebedeu. Irmão de Tiago. João 21:20-24 descreve o autor como sendo o discípulo que Jesus amava Filhos do trovão; Marcos 3:17 Aula 4 05/11/2014 Filho de Zebedeu Irmão de Tiago João 21:20-24 descreve o autor como sendo "o discípulo que Jesus amava Filhos do trovão; Marcos 3:17 João provavelmente morava em Betsaida, na Galileia

Leia mais

Histórias do Natal: II. João Batista, o precursor

Histórias do Natal: II. João Batista, o precursor Histórias do Natal: II. João Batista, o precursor Lucas 1.13-17, 57-66; 3.1-14 Na pequena cidade de Judá onde viviam Zacarias e Isabel, não se falava de outra coisa: "Um anjo apareceu a Zacarias... Isabel

Leia mais

ESBOÇO DO EVANGELHO DE MATEUS

ESBOÇO DO EVANGELHO DE MATEUS Esboço do Evangelho de Mateus 1 ESBOÇO DO EVANGELHO DE MATEUS FILIPE DUNAWAY I. Prólogo (Mt 1.1 2.23). A. A genealogia messiânica de Jesus (1.1-17). B. O nascimento de Jesus Cristo, o filho de Davi e Deus

Leia mais