TERMO DE CONTRATO N.º ##/2010

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TERMO DE CONTRATO N.º ##/2010"

Transcrição

1 Procuradoria Geral da República TERMO DE CONTRATO N.º ##/2010 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS QUE ENTRE SI CELEBRAM O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL E A EMPRESA... PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE COPEIRAGEM, VISANDO ATENDER À PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA. O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, CNPJ n.º / , situado no SAF/SUL Quadra 04 Conjunto C Brasília/DF, representado neste ato pelo seu Secretário de Administração, Senhor AMAURY DE MATOS RODRIGUES, brasileiro, casado, servidor público, no uso da competência que lhe foi atribuída pelo artigo 46, inciso VI, do Regimento Interno do Ministério Público Federal, aprovado pela Portaria de n.º 591, de 20 de novembro de 2008, do Exmo. Sr. Procurador-Geral da República, ou, nas ausências e impedimentos deste, pelo seu Secretário de Administração Substituto, Senhor JASMONE CLAUDINO BRAGA, brasileiro, solteiro, servidor público, nomeado por meio da Portaria nº 481, de 20 de maio de 2010, ambos residentes e domiciliados nesta Capital, doravante denominado simplesmente CONTRATANTE, e a empresa..., CNPJ n.º..., estabelecida à..., neste ato representada pelo seu..., Senhor..., brasileiro, (estado civil), residente e domiciliado no..., e daqui por diante designada simplesmente CONTRATADA, tendo em vista o contido no Processo MPF/PGR n.º / , referente ao Pregão nº.../2010, considerando as disposições estabelecidas na Lei nº , de 17/07/2002, Decreto n.º 3.555, de 08/08/2000, e alterações posteriores, na Lei nº 8.666, de 21/06/1993 e demais normas pertinentes, têm, entre si, justo e avençado, e celebram o presente Contrato, em regime de execução indireta, empreitada por preço global, mediante as seguintes cláusulas e condições: CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO O presente Contrato tem por objeto a prestação dos serviços de copeiragem no edifício da Procuradoria Geral da República, bem como nos demais imóveis por ela administrados.

2 2 CLÁUSULA SEGUNDA DA DESCRIÇÃO DOS SERVIÇOS O serviço de copeiragem deve ser de excelente qualidade e ser prestado por garçons e copeiras, gerenciados por encarregado-geral, encarregado e auxiliar de encarregado, incluindo o fornecimento de todos os materiais de consumo e equipamentos listados no Anexo I deste Contrato, necessários à limpeza, higienização e conservação em geral das copas coletivas e lavagem e higienização de louças, utensílios de copa e eletrodomésticos. Parágrafo Único O complexo de prédios desta Procuradoria possui 37 (trinta e sete) copas, conforme segue: QUANTIDADE DE COPAS: 37 (TRINTA E SETE) COLETIVAS PRIVATIVAS 23 (vinte e três) 14 (quatorze) CLÁUSULA TERCEIRA DO PESSOAL Os empregados deverão possuir como características pessoais e comuns: iniciativa, dinamismo, capacidade de trabalhar em equipe, organização pessoal, bom gerenciamento de tempo, capacidade de comunicação e de lidar com situação de frustração e stress, discrição e sigilo profissional, cortesia e capacidade de lidar com o público, saber zelar e conservar todo material a eles entregue para a execução do serviço. Parágrafo Primeiro Os empregados deverão estar sempre dentro dos padrões de apresentação e higiene exigidos pelo CONTRATANTE, e, ainda, estarem aptos para o desempenho de suas atribuições, bem como terem uma conduta adequada. Parágrafo Segundo O efetivo de pessoal possui a seguinte distribuição entre categorias profissionais: EFETIVO DE PESSOAL CATEGORIA PROFISSIONAL Encarregado-Geral Encarregado Auxiliar de Encarregado Garçom Copeira TOTAL EFETIVO 1 (um) 1 (um) 1 (um) 37 (trinta e sete) 39 (trinta e nove) 79 (setenta e nove) TC Nº /2010

3 3 CLÁUSULA QUARTA DA EXECUÇÃO DOS SERVIÇOS A CONTRATADA responsabiliza-se integralmente pela execução dos serviços, os quais serão realizados nas dependências da Procuradoria Geral da República, situada no SAF Sul Quadra 04 Conjunto C, e, ainda, em outras dependências que venham a ser incorporadas ao CONTRATANTE. Parágrafo Primeiro Os serviços serão executados imediatamente após a assinatura deste Contrato, nos termos aqui dispostos, não eximindo a CONTRATADA da responsabilidade da execução de outras atividades pertinentes ao objeto da contratação. Parágrafo Segundo O CONTRATANTE poderá, ainda, a seu critério e independentemente do prazo de realização de qualquer serviço previsto neste Contrato, solicitar à CONTRATADA que torne a executá-lo no prazo desejado, caso não tenha sido realizado da forma devida, mediante comunicação prévia e, sem ônus adicionais, para o CONTRATANTE. Parágrafo Terceiro Durante a execução dos serviços deverá ser realizado o manuseio dos bens do CONTRATANTE de maneira apropriada para que não produza qualquer tipo de dano às suas dependências, bem como aos bens manuseados, sob pena de ser imputada a responsabilidade à CONTRATADA quanto a reconstituição ou ressarcimento do bem danificado. Parágrafo Quarto As atribuições de cada categoria profissional estão definidas da seguinte forma: 1. Das atribuições do Encarregado-Geral 1.1 Diariamente Supervisionar e coordenar as equipes de trabalho que estejam sob sua responsabilidade; Avaliar as atividades desempenhadas por suas equipes de trabalhos; Coordenar e controlar a assiduidade e pontualidade de seus subordinados, inclusive diretamente nos postos de serviço; Observar se seus subordinados estão devidamente uniformizados e portando crachá de identificação da Instituição, no momento da assinatura de folha de ponto, bem assim no transcorrer do turno de trabalho; Observar a disciplina e apresentação dos empregados que estejam sob sua responsabilidade, atentando para detalhes referentes à higiene pessoal e das roupas; TC N.º /2010

4 Orientar o encarregado e o auxiliar de encarregado quanto à maneira adequada para acompanhar a distribuição dos materiais de consumo listados no Anexo I deste Contrato; Solicitar à CONTRATADA a reposição de empregados faltosos; Atualizar registros em livro Diário de Ocorrência, dando ciência ao CONTRATANTE; Manter contato com a área gestora do CONTRATANTE, atendendo todas as solicitações do Gestor referente ao Contrato; Executar demais serviços considerados necessários. 1.2 Pelo menos duas vezes por semana Apresentar à área gestora do CONTRATANTE formulários referentes às faltas de empregados e respectivas substituições e cobertura, com indicação da distribuição/lotação de cada profissional faltante e substituto (formulários produzidos pela área gestora: Apresentação de Cobertura de Faltas, Apresentação de Substituição e Solicitação de Acesso para Serviços Extraordinários e outros que, por necessidade de melhoria do controle, possam ser criados); 1.3 Mensalmente Elaborar e apresentar ao CONTRATANTE, no primeiro dia útil de cada mês, relatório de consumo dos materiais de consumo utilizados na realização das tarefas de copeiragem; Realizar reunião com todo o quadro de profissional, visando ao aperfeiçoamento da realização dos serviços, lavrando Ata com a assinatura dos presentes e relação justificada dos ausentes, encaminhando cópia da Ata à área gestora do CONTRATANTE; Acompanhar os profissionais responsáveis pela execução dos serviços de dedetização, desinfecção, desratização e outras atividades no interior de cada copa. A execução desses serviços são de responsabilidade da CONTRATADA; Executar demais serviços considerados necessários. 1.4 Semestralmente Acompanhar a distribuição dos uniformes aos profissionais, podendo recusar qualquer peça do uniforme que não atende às exigências constantes da Cláusula Sétima; Executar demais serviços considerados necessários. TC Nº /2010

5 5 1.5 Sempre que necessário Apresentar, pessoalmente, à área gestora do CONTRATANTE sempre que ocorrer ausência de empregados, seja por motivo de atestados, férias ou quaisquer outros, colaborador que realizará a cobertura do ausente objetivando a recomposição do quantitativo de empregados estabelecido em Contrato, juntamente aos formulários elaborados pela área gestora, como Apresentação de Cobertura de Faltas ou Apresentação de Substituição e/ou Solicitação de Acesso para Serviços Extraordinários ; Informar, imediatamente à área gestora do CONTRATANTE, qualquer necessidade de reparo nos equipamentos utilizados no serviço de copa (máquina de café, bebedouro, geladeira, máquina de gelo ou qualquer outro eletrodoméstico dispostos nas copas coletivas); Prestar serviços de copeiragem e apoio a eventos que ocorram na Instituição, orientando os profissionais quanto a montagem de mesas para lanche em geral e serviço de atendimento às autoridades, inclusive na sala vip do auditório JK; Executar demais serviços considerados necessários. 2. Das atribuições do Encarregado 2.1 Diariamente Auxiliar o encarregado-geral em todas as atividades a ele designadas, complementando a execução de vistoria e de acompanhamento dos serviços executados por todos os empregados na sede do CONTRATANTE; Executar demais serviços considerados necessários. 2.2 Sempre que necessário Auxiliar na organização, sob a supervisão de servidor indicado pelo CONTRATANTE, dos depósitos específicos para guarda de materiais utilizados no serviço de copeiragem e fornecidos pelo CONTRATANTE (água mineral, café em pó, açúcar, adoçante líquido, copos, louças e outros utensílios); Executar outras tarefas de mesma natureza e grau de complexidade atinente à função. 3 Das atribuições do Auxiliar de Encarregado 3.1 Sempre que necessário (até mais de uma vez ao dia, se necessário) TC N.º /2010

6 Acompanhar e auxiliar o encarregado em todas as suas atividades, complementando, se necessário, a execução de vistoria dos serviços executados por todos os empregados na sede do CONTRATANTE; Proceder a distribuição/entrega, em todas as copas coletivas, de materiais de limpeza, conservação e higienização fornecidos pela CONTRATADA, incluindo a reposição de papel toalha e álcool em gel dispostos em dispenseres apropriados; Proceder a reposição de papel toalha fornecidos pela CONTRATADA em todas as copas internas de gabinetes/setores em dispenseres apropriados, também fornecidos pela CONTRATADA; Proceder a distribuição/entrega, em todas as copas coletivas, de café em pó, açúcar, adoçante líquido, água mineral, copos de vidro e descartáveis, louças e utensílios em geral necessários ao serviço de copeiragem fornecidos pelo CONTRATANTE; Auxiliar no abastecimento e no recolhimento de garrafões de 20 litros de água mineral nas copas coletivas; Suprir bebedouros instalados em setores em que não há disponibilização de garçons ou copeiras com garrafão de 20 litros de água mineral e copos descartáveis; Executar outras tarefas de mesma natureza e grau de complexidade atinente à função. 3.2 Quinzenalmente Proceder a lavagem dos bebedouros localizados em todas as copas coletivas, fazendo uso de produto apropriado para desinfecção interna de bebedouros (produto com ação microbicida, inofensivo a saúde humana, aprovado por órgão governamental competente); Executar outras tarefas de mesma natureza e grau de complexidade atinente à função. 4. Das atribuições do Garçom 4.1 Sempre que necessário (ou solicitado) Auxiliar a copeira na organização do serviço de copa, promovendo a arrumação de bandejas com louças e demais recipientes; TC Nº /2010

7 Atender o cliente (membros, servidores, prestadores de serviços, estagiários e visitantes), servindo café em todos os gabinetes/setores, em horários preestabelecidos pelo CONTRATANTE ou sempre que solicitado; Recolher as louças e os recipientes sujos nos gabinetes/setores, no prazo máximo de 10 (dez) minutos após ter servido o cliente; Repor água mineral servida ao cliente nos gabinetes/setores, sempre em copos de vidros protegidos por porta-copos em inox como suporte e cobertura; Suprir bebedouros instalados nas copas coletivas com garrafão de 20 litros de água mineral e copos descartáveis; Ajudar na montagem e desmontagem de carrinhos, mesas ou balcões disponibilizados a eventos promovidos nos Auditórios do CONTRATANTE; Servir autoridades e outros participantes de eventos promovidos nos Auditórios do CONTRATANTE; Executar outras tarefas de mesma natureza e grau de complexidade atinente à função. 5. Das atribuições da Copeira 5.1 Pelo menos quatro vezes ao dia Preparar café, em horários preestabelecidos pelo CONTRATANTE; Executar outras tarefas de mesma natureza e grau de complexidade atinente à função. 5.2 Pelo menos duas vezes na semana Lavar, desinfectar e higienizar as dependências internas das copas coletivas, incluindo pias, sifões, torneiras, registros, portas, trincos, rodapés, móveis, armários, paredes, conservando o ambiente sempre com o mais rigoroso padrão de higiene, arrumação e segurança. Durante a lavagem do piso, cuidar para que não ocorra o entupimento das tubulações; Executar outras tarefas de mesma natureza e grau de complexidade atinente à função. 5.3 Sempre que necessário Lavar louças e utensílios de copa com emprego de detergente biodegradável, fazendo uso de esponja macia, sem produzir arranhão ou dano a peça a ser lavada; TC N.º /2010

8 Limpar móveis, equipamentos, piso, bancada, pia, carro de inox, parte externa dos eletrodomésticos (máquina de café, geladeira, máquina de gelo) e outros itens, fazendo uso de pano de limpeza macio, sem produzir arranhão ou dano a peça a ser limpa; Descartar o lixo das copas coletivas em sacos plásticos e recipientes apropriados. Esse lixo será recolhido por funcionário da equipe de limpeza e conservação (serventes); Promover a separação de lixo passível de reciclagem (garrafas plásticas, copos descartáveis e outros); Auxiliar o garçom na montagem e desmontagem de carrinhos, mesas ou balcões disponibilizados a eventos promovidos nos Auditórios do CONTRATANTE, promovendo o preparo do café ou lanche a serem servidos; Executar outras tarefas de mesma natureza e grau de complexidade atinente à função. 6. Outros serviços: dedetização, desinfecção e desratização nas copas coletivas, acompanhados pelo encarregado-geral da CONTRATADA, conforme o descrito no item Periodicidade: Mensal Os serviços de dedetização, desinfecção e desratização nas copas coletivas serão realizados mensalmente por empresa especializada, sob a responsabilidade da CONTRATADA, conforme descrição a seguir: Dedetização contra insetos do tipo baratas, formigas, moscas, mosquitos, pulgas e outros, bem como desinfecção e desratização de todas as copas coletivas, a ser efetuada por pessoal devidamente habilitado, obedecendo as normas de segurança de trabalho, preferencialmente fora do horário normal de expediente. Deverá ser utilizado apenas produto apropriado e previamente avaliado pelo CONTRATANTE, antialérgico e inofensivo à saúde humana, devidamente licenciado pela ANVISA, e que não provoque manchas nas paredes, divisórias, móveis, eletrodomésticos e pisos em geral. Parágrafo Quinto Todos os materiais de consumo e equipamentos, incluindo equipamentos de segurança individuais (EPI's), necessários para a execução desses serviços, serão fornecidos pela CONTRATADA. Parágrafo Sexto A carga semanal de trabalho dos profissionais, vedada sua duplicação, será de 44 (quarenta e quatro) horas, em turno distintos, de segunda a sexta-feira, cumprida conforme detalhamento constante no Parágrafo Décimo Segundo desta Cláusula, sempre com intervalo de 1 (uma) hora para o almoço. TC Nº /2010

9 9 Parágrafo Sétimo Os turnos de trabalho estarão compreendidos no intervalo de 7 as 20 horas, formalizados de acordo com a conveniência administrativa e poderão ser alterados a qualquer tempo pelo CONTRATANTE, desde que não exceda a carga semanal de trabalho estabelecida neste Contrato, ou seja, 44 horas semanais. Parágrafo Oitavo Tendo em vista a possibilidade de alteração de intervalo de trabalho a flexibilização no horário dos empregados far-se-á necessária. Parágrafo Nono O CONTRATANTE, de acordo com a sua necessidade, poderá autorizar a realização de serviços extraordinários mediante comunicação prévia e por escrito. Parágrafo Décimo Os serviços extraordinários deverão ser faturados em separado com base nas horas efetivamente trabalhadas, apuradas mediante assinatura de ponto. A Nota Fiscal deverá ser acompanhada da folha de pagamento, do comprovante de recolhimento de INSS e FGTS, bem assim a comprovação referente ao fornecimento de alimentação e transporte ao profissional. Parágrafo Décimo Primeiro Caso os serviços extraordinários sejam realizados aos sábados e domingos, os valores referentes à alimentação e transporte ficarão sob o encargo da CONTRATADA. Parágrafo Décimo Segundo A distribuição dos empregados nas dependências do CONTRATANTE será feita da seguinte forma: DISTRIBUIÇÃO DOS EMPREGADOS / LOTAÇÃO E QUANTIDADE: Profissionais para serviços nas copas coletivas GERÊNCIA Encarregado-Geral Encarregado Auxiliar de (por toda a sede do Encarregado CONTRATANTE - sexta-feira a jornada de trabalho será reduzida em uma hora) 8h as 18h 1 6h30 as 16h h as 20h 1 Garçons (sexta-feira a jornada de 7h as 9h as trabalho será 17h 19h reduzida em uma hora) 6 6 BLOCO A BLOCO B BLOCO E 10h as 20h 1 (gab.pgr) 7h as 17h 9h as 19h 8 8 BLOCO F e EVENTOS 10h as 20h 7h as 17h 9h as 19h 7h as 17h 9h as 19h 1 (gab.sg) Copeiras (sexta-feira a jornada de trabalho será reduzida em uma hora) BLOCO A BLOCO B Biblioteca BLOCO E 7h as 17h 9h as 19h 7h as 17h 9h as 19h 7h as 17h 7h as 17h 9h as 19h BLOCO F e EVENTOS 7h as 16h 10h as 19h Subsolo Manutenção Transporte 9h as 19h 7h as 17h TC N.º /2010

10 10 Parágrafo Décimo Terceiro A distribuição/lotação dos empregados, assim como o quantitativo em cada copa coletiva, poderão ser alterados a qualquer momento, de acordo com o interesse do CONTRATANTE. Parágrafo Décimo Quarto A frequência dos empregados residentes da CONTRATADA será controlada por meio de equipamento de registro de ponto biométrico, disponibilizado por ela, os quais deverão registrar o ponto diariamente, na entrada, intervalo para refeição e saída. CLÁUSULA QUINTA DOS MATERIAIS DE CONSUMO, MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS A CONTRATADA deverá fornecer, sem ônus adicional para o CONTRATANTE, todos os materiais de consumo e equipamentos previstos no Anexo I deste Contrato, assumindo toda a responsabilidade pelo transporte, carga, descarga, armazenagem e guarda dos mesmos, observando ainda: 1. Todos os itens deverão ser de excelente qualidade, sujeitos à aprovação prévia do CONTRATANTE, e mantidos, durante toda a vigência do contrato, em perfeitas condições de funcionalidade e em estado de novo, de modo a evitar acidentes e prejuízos às instalações físicas e/ou elétricas do CONTRATANTE; 2. A CONTRATADA deve observar as especificações de todos os itens, assim como o estoque mínimo mensal, conforme Parágrafo Quinto desta Cláusula, a ser mantido em local cedido pelo CONTRATANTE, estoque este que será, a qualquer tempo, e que de acordo com a conveniência administrativa do CONTRATANTE, vistoriado, objetivando a conferência quantitativa e qualitativa dos itens; 3. No primeiro dia de vigência do Contrato, juntamente com relação descritiva e detalhada, todos os itens relacionados no Anexo I, deverão ser disponibilizados ao CONTRATANTE pela CONTRATADA, exceto os dispenseres para papel toalha e álcool em gel que deverão ser instalados, já abastecidos, no prazo máximo de 5 (cinco) dias úteis do início da vigência contratual; 4. A relação descritiva e detalhada dos materiais e equipamentos, incluindo acessórios e componentes, deverá conter quantidade e características dos itens, como: espécie, peso, volume e produtividade em m²/h (metro quadrado por hora), quando couber; 5. Os materiais de consumo e equipamentos utilizados no serviço de copeiragem, assim como na limpeza, conservação e higienização das copas coletivas, fornecidos pela CONTRATADA, serão controlados e distribuídos pelo encarregadogeral e encarregado juntamente com servidor designado pelo CONTRATANTE; 6. Os dispenseres para papel toalha (copas coletivas e internas) e dispenseres para álcool em gel (copas coletivas), a serem disponibilizados pela TC Nº /2010

11 11 CONTRATADA, conforme descrito no Anexo I deste Contrato, deverão ser fixados com fita de alta aderência, não sendo permitido o uso de parafusos que podem causar danos à tubulação de água e de energia elétrica; 7. O carro elétrico (triciclo), especificado no Anexo I, fornecido pela CONTRATADA, deverá estar em perfeito estado de funcionamento, bem assim ser de reduzido consumo de energia elétrica e possuir fiação elétrica segura e em tamanho suficiente para seu adequado uso; 8. Caso seja necessário diluir qualquer material de consumo previsto no Anexo I deste Contrato, o CONTRATANTE disponibilizará local apropriado para este fim. A diluição do produto, a ser realizada pelo encarregado e auxiliar de encarregado da CONTRATADA, obedecerá a proporção recomendada pelo fabricante, conforme conste no rótulo do produto, ou, ainda, a proporção de diluição sugerida pelo CONTRATANTE. Parágrafo Primeiro Inclui-se na execução do objeto deste Contrato o fornecimento de todos os materiais de consumo necessário à limpeza, conservação e higienização das copas coletivas, assim como materiais de expediente e equipamentos necessários à execução dos serviços de gerência executados pelo encarregado-geral e encarregados. Os equipamentos deverão ser identificados pela CONTRATADA de forma a não serem confundidos com similares de propriedade do CONTRATANTE. Parágrafo Segundo A CONTRATADA deverá apresentar ao CONTRATANTE, em até 48 (quarenta e oito) horas após o início da execução dos serviços, relação dos equipamentos solicitados no Anexo I deste Contrato, atualizando-a sempre que ocorrer alteração e os identificando de forma a não serem confundidos com similares de propriedade do CONTRATANTE. Parágrafo Terceiro A CONTRATADA somente poderá retirar da sede do CONTRATANTE quaisquer equipamentos listados no Anexo I, após prévia autorização da área gestora do CONTRATANTE promovendo a substituição do(s) bem(ns) simultânea por outro(s) similare(s) ou de melhor tecnologia. Parágrafo Quarto A instalação de quaisquer outros equipamentos, até mesmo máquinas, se necessárias, que não estejam listados no Anexo I, dependerá de prévia e expressa autorização do CONTRATANTE. Parágrafo Quinto A CONTRATADA deverá manter em estoque e na sede do CONTRATANTE o mínimo de 50% (cinquenta por cento) dos materiais listados nos Anexo I, e em local a ser indicado pelo CONTRATANTE, assumindo toda a responsabilidade pela sua distribuição diária para a execução dos serviços, assim como pelo transporte, carga e descarga, e possíveis perdas, danos ou prejuízos. Parágrafo Sexto A CONTRATADA responsabiliza-se pelo fornecimento dos materiais de consumo na quantidade necessária a execução dos serviços, ainda que a demanda seja maior que o consumo médio mensal estimado demonstrado no Anexo I, ficando ainda obrigada a fornecer, sem ônus adicional ao TC N.º /2010

12 12 CONTRATANTE, outros materiais de consumo e equipamentos em decorrência de fatos imprevisíveis ou para atender legislação superveniente. Parágrafo Sétimo Os materiais de consumo listados no Anexo I deste Contrato deverão ser aprovados pelos órgãos governamentais competentes, entregues em embalagens originais de fábrica ou de comercialização e não devem causar danos aos utensílios de copa, às pessoas, às instalações físicas, elétricas ou hidráulicas, água e esgoto e demais instalações existentes nas dependências do CONTRATANTE. Parágrafo Oitavo A CONTRATADA deverá manter o local de armazenamento dos equipamentos e ferramentas, indicado pelo CONTRATANTE, perfeitamente limpo e organizado. Parágrafo Nono A CONTRATADA deverá manter os equipamentos em perfeito estado de conservação, manutenção, segurança e higiene, prontos para utilização em qualquer tempo, bem como adequados à produtividade compatível com as respectivas especificações técnicas, fornecendo um substituto provisório, de mesmo desempenho, no caso de defeito ou desgaste excessivo, no prazo máximo de 24 (vinte e quatro) horas e efetuar a sua troca, conserto ou substituição permanente em 72 (setenta e duas) horas. Parágrafo Décimo A CONTRATADA deverá fornecer, sempre que solicitado pelo Gestor do Contrato, amostras de todos os materiais a serem empregados nos serviços antes de sua execução. Parágrafo Décimo Primeiro Os equipamentos, incluindo acessórios e componentes, deverão ser compatíveis com as instalações elétricas disponíveis nas dependências do CONTRATANTE e mantidos em perfeitas condições de funcionalidade, de modo a evitar acidentes e prejuízos às instalações físicas e/ou elétricas do CONTRATANTE. Deverão, ainda, ser de reduzido consumo de energia e possuir fiação elétrica segura e em tamanho suficiente para seu uso adequado. Parágrafo Décimo Segundo Os materiais de consumo listados no Anexo I deverão ser aprovados pelos órgãos governamentais competentes, entregues em embalagens originais de fábrica ou de comercialização e não devem causar danos às pessoas, às instalações físicas, elétricas ou hidráulicas, redes de computação, água e esgoto e demais instalações existentes nas dependências do CONTRATANTE. Parágrafo Décimo Terceiro A CONTRATADA deverá fornecer equipamento de registro de ponto biométrico, compatível com a Portaria MTE nº 1.510/2009, para o controle de frequência dos seus empregados, que ficará alocado nas dependências do CONTRATANTE. Caso o equipamento permaneça em falha por mais de 48 (quarenta e oito) horas, um novo deverá ser providenciado imediatamente. TC Nº /2010

13 13 CLÁUSULA SEXTA DA REGULAMENTAÇÃO DOS MATERIAIS E SERVIÇOS Os materiais empregados e a execução dos serviços deverão obedecer rigorosamente: Contrato; 1. às normas, especificações técnicas e rotinas constantes do presente 2. às prescrições, recomendações e manuais dos fabricantes relativamente ao emprego, uso, transporte e armazenagem do produto; 3. às normas técnicas mais recentes da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) e do INMETRO (Instituto Nacional de Metrologia); 4. às disposições legais federais, estaduais e municipais pertinentes; 5. aos regulamentos do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal; 6. às normas técnicas específicas, se houver; 7. às normas internacionais consagradas, na falta das normas da ABNT ou para melhor complementar os temas previstos por essas; seguinte: 8. às normas regulamentadoras do Ministério do Trabalho, em especial a 8.1 NR-6 - Equipamentos de Proteção Individual EPI. CLÁUSULA SÉTIMA DOS UNIFORMES O uso do uniforme é obrigatório e os empregados devem apresentar-se sempre dentro dos padrões de higiene e apresentação exigidos para o cargo. Parágrafo Primeiro A CONTRATADA deverá fornecer, no primeiro dia de vigência do Contrato, 1 (um) conjunto de uniforme completo a cada empregado, nos seguintes termos: CATEGORIA PROFISSIONAL Encarregado-Geral e Encarregado (masculino ou feminino) CONJUNTOS DE UNIFORME QUANTITATIVO E TIPO DE PEÇAS Masculino: a) 2(dois) ternos (calça e paletó), cor a definir; b) 3(três) camisas tipo social, mangas longas e fechamento nos punhos com botões, em cor distinta das demais categorias; c) 3(três) gravatas; d) 2(dois) cintos sociais na mesma cor do calçado; e) 2(dois) pares de sapato social em pelica, palmilha em couro e solado TC N.º /2010

14 14 em couro e borracha, cor preta; f) 5(cinco) pares de meia social, em algodão, na mesma cor do calçado. Feminino: a) 2(dois) conjuntos de terninhos (calça com cós fechado com dois botões e casaco tipo blazer, no mesmo tecido da calça, e mangas longas), cor a definir; b) 3(três) blusas, decote quadrado, sem mangas, com fechamento nas costas com zíper invisível; c) 2(dois) pares de sapato, estilo scarpin, em pelica, forro e palmilha em couro e solado de borracha e salto de pelo menos 3cm (três centímetros) de altura. Masculino: a) 2(duas) calças compridas em tecido de 100% algodão, tipo Jeans; b) 5(cinco) camisas de malha fria, gola pólo, mangas curtas; c) 2(dois) jalecos compridos em tecido Oxfordine, mangas curtas e bolsos na parte inferior frontal; d) 1(um) par de calçado, tipo bota ou tênis; e) 5(cinco) pares de meia em algodão, tipo soquete. Auxiliar de Encarregado (masculino) Garçom (preferencialmente masculino) Copeira (preferencialmente feminino) Observação: Este profissional (auxiliar de encarregado) deverá receber, também, os itens a seguir descritos, uma vez que, sempre que houver eventos nos Auditórios da sede do CONTRATANTE, dará apoio aos encarregado. Todos os itens deverão ser idênticos aos do encarregado: a) 1(um) terno (calça e paletó); b) 2(duas) camisas tipo social, mangas longas e fechamento nos punhos com botões, em cor distinta das demais categorias; c) 2(duas) gravatas; d) 1(um) cinto social na mesma cor do calçado; e) 1(um) par de sapato social em pelica, palmilha em couro e solado em couro e borracha, cor preta; f) 2(dois) pares de meia social, em algodão, na mesma cor do calçado. Masculino: a) 3(três) ternos (calça e paletó), cor preta b) 5(cinco) camisas sociais, mangas longas, em tecido de composição mista (mínimo de 60% de algodão), piquê no peito, na gola e nos punhos, cor branca; c) 3(três) gravatas, modelo borboleta, cor preta; d) 2(dois) cintos sociais, em couro e tamanho ajustável; e) 2(dois) pares de sapatos social de pelica, palmilha de couro e solado em couro e borracha, cor preta; f) 5(cinco) pares de meia social, em poliamida, na mesma cor do calçado. Feminino: a) 5(cinco) calças compridas em tecido Oxfordine, na cor cinza claro (tonalidade a escolher); b) 5(cinco) blusões, no mesmo tecido e cor da calça, com barra de 8cm na cor branca na manga e gola branca; c) 5(cinco) toucas com tecido Oxfordine frontal e rede em filó para proteção do cabelo, na mesma cor da roupa (calça e blusão); d) 3(três) aventais, tecido de algodão, amarrado nas costas e na cintura, a altura dos joelhos, cor branca; e) 3(três) pares de calçado tipo sapatilha ou similar, em pelica, solado em borracha, na mesma cor ou em cor aproximada à da roupa (calça e blusão), marca Picadilly ou similar; f) 5(cinco) pares de meia, em algodão, modelo soquete, na cor branca; TC Nº /2010

15 15 g) 1(um) agasalho fechado à frente com botões, tem tecido a escolher ou em malha de tricô, bolso frontal, com logotipo da empresa bordado na parte superior do lado oposto do bolso. Observação: Cada copeira deverá receber, ainda, 1(um) avental em napa, longo a altura dos pés, com presilhas nas costas para fechamento na cintura e nas costas, e alça no pescoço, na cor branca, que deverá ser substituído a cada 2 (dois) meses. Parágrafo Segundo É parte essencial da apresentação do empregado, além do uso de uniforme e cuidados básicos para a manutenção de um excelente padrão de higiente, a boa postura comportamental, asseio (roupas limpas e bem passadas a ferro, unhas cortadas e bem cuidadas, barba feita, cabelos penteados e, para as copeiras, cabelos presos com touca). Parágrafo Terceiro Os uniformes deverão ser novos e de primeiro uso, devendo todas as peças serem substituídas, impreterivelmente, a cada 6 (seis) meses da entrega anterior ou a qualquer tempo, sempre que não atendam às condições mínimas de apresentação, no prazo máximo de 48 (quarenta e oito) horas após comunicação oficial e escrita do CONTRATANTE. Parágrafo Quarto No tocante ao item avental em napa para a categoria de copeira feminino, o fornecimento/substituição deverá ocorrer a cada 2 (dois) meses, conforme descrito no quadro do Parágrafo Primeiro. Parágrafo Quinto Os uniformes deverão ser entregues a todos os empregados mediante recibo individualizado, por categoria profissional (relação nominal dos empregados, contendo a especificação de cada peça recebida, respectivos quantitativos e, impreterivelmente, assinada e datada por cada empregado na efetiva data de entrega de cada peça que forma o conjunto de uniforme). Após a entrega do uniforme, deverá ser enviada ao CONTRATANTE, no prazo de 2 (dois) dias úteis, para fiscalização e controle do Gestor do Contrato, cópia dos recibos comprovando a entrega/recebimento do uniforme, juntamente com o original para conferência. Parágrafo Sexto O conjunto completo de uniforme deverá ser composto das peças e especificações descritas no quadro do Parágrafo Primeiro, conforme a categoria e sexo do empregado, devendo a CONTRATADA submeter, previamente, o modelo e a cor, se for o caso, à aprovação do CONTRATANTE. Parágrafo Sétimo Todos os modelos de uniforme deverão ter corte adequado a cada profissional, masculino ou feminino, e a cada categoria, seguindo os padrões de qualidade e apresentação exigidos para o cargo, obrigando-se a CONTRATADA a providenciar as devidas adaptações ou ajustes, quando necessários, no prazo de 48 (quarenta e oito) horas. Parágrafo Oitavo A CONTRATADA deverá substituir os uniformes das empregadas gestantes sempre que estiverem apertados em decorrência do avanço da gestação. TC N.º /2010

16 16 Parágrafo Nono A distribuição dos uniformes será feita conjuntamente em dia único para todas as categorias, não podendo a CONTRATADA, em hipótese alguma, substituir, por pecúnia, a entrega, aos seus empregados, de qualquer das peças que compõe o conjunto de uniforme. Parágrafo Décimo O custo do uniforme será de total responsabilidade da CONTRATADA, não podendo ser descontado do salário do empregado, salvo em caso de comprovado dano causado pelo empregado, e desde que tal possibilidade tenha sido acordada em Contrato de Trabalho. CLÁUSULA OITAVA DAS OBRIGAÇÕES DO CONTRATANTE TC Nº /2010 Constituem obrigações do CONTRATANTE: 1. prestar as informações e esclarecimentos necessários ao desenvolvimento do objeto contratado; 2. relacionar-se com a CONTRATADA, exclusivamente, por meio de pessoa por ela formalmente indicada; 3. assegurar o acesso dos empregados da CONTRATADA aos locais em que devam executar suas atividades, disponibilizando meios de identificação (crachá), e mantendo, por meio do setor de segurança do CONTRATANTE, ficha cadastral atualizada; 4. exercer a fiscalização dos serviços contratados; 5. exigir, a qualquer tempo, a comprovação das condições de habilitação da CONTRATADA que ensejaram sua contratação, notadamente no tocante à qualificação econômico-financeira; 6. recusar qualquer profissional apresentado pela CONTRATADA que não preencha as condições exigidas e necessárias para o bom desempenho do serviço; 7. instruir a CONTRATADA acerca das normas de segurança, bem assim de prevenção de incêndio implantadas no CONTRATANTE; 8. fiscalizar os registros na Carteira de Trabalho e Previdência Social- CTPS e o cumprimento das demais obrigações trabalhistas dos empregados da CONTRATADA que laboram na sede do CONTRATANTE; 9. inspecionar os materiais e equipamentos utilizados pela CONTRATADA para execução dos serviços, registrando as divergências quanto a quantidade e qualidade previstas no Anexo I; 10. manter na área gestora do Contrato registros próprios relacionados à execução dos serviços;

17 apor assinatura no livro Diário de Ocorrências mantido pela CONTRATADA, para caracterizar ciência acerca dos registros realizados pelo Encarregado-Geral, adotando, se necessário, providências preventivas ou corretivas, bem como efetuando registros; 12. realizar reuniões com o Encarregado-Geral e preposto visando aperfeiçoar a prestação dos serviços; 13. realizar inspeções nos postos de trabalho mantidos em suas dependências, efetuando os devidos registros no livro Diário de Ocorrências, bem como dando ciência formal à CONTRATADA acerca de possíveis irregularidades; 14. cumprir e fazer cumprir o disposto nas cláusulas deste Contrato, podendo aplicar as penalidades previstas na legislação vigente; 15. disponibilizar instalações sanitárias, vestiário e local apropriado para a guarda dos materiais de consumo, ferramentas e equipamentos a serem utilizados em decorrência dos serviços, devendo a CONTRATADA responsabilizar-se pelo ônus do fornecimento de armários com sistema de fechamento por meio de chaves ou segredo, guarda-roupas, prateleiras, tapumes ou qualquer outro objeto para uso dos empregados; bebedouros; 16. disponibilizar local específico e apropriado à lavagem dos 17. disponibilizar local apropriado para que os empregados da CONTRATADA possam efetuar suas refeições, devidamente equipado com mesas e cadeiras; competente; 18. atestar o recebimento do objeto contratual por meio do Gestor 19. efetuar, com pontualidade, os pagamentos à CONTRATADA, após o cumprimento das formalidades contratuais e legais; 20. receber, controlar e manter arquivado os documentos entregues pela CONTRATADA; 21. notificar, por escrito e com antecedência, quaisquer débitos porventura existentes (multas, danos causados e outros); 22. determinar o imediato afastamento de qualquer empregado integrante da equipe designada para a execução dos serviços que, a seu exclusivo critério, esteja sem uniforme, ou sem crachá, ou dificultando a fiscalização, ou prejudicando o bom andamento ou a boa qualidade dos serviços, ou que não acate suas ordens nem respeite sua autoridade, ou cuja permanência na área for julgada inconveniente; 23. vistoriar os materiais de consumo e equipamentos disponibilizados pela CONTRATADA, conforme Anexo I deste Contrato, bem como aprovar previamente a utilização destes. TC N.º /2010

18 18 Parágrafo Primeiro O CONTRATANTE, por meio da Secretaria de Administração, reserva-se o direito de exercer, quando lhe convier, fiscalização sobre os serviços contratados, e ainda, aplicar as penalidades previstas neste Instrumento ou rescindi-lo, caso a CONTRATADA descumpra quaisquer das cláusulas estabelecidas. Parágrafo Segundo Será(ão) nomeado(s) Gestor(es) do Contrato, que será(ão) responsável(eis) pela fiscalização e acompanhamento da execução do objeto contratado, devendo fazer anotações e registros de todas as ocorrências, determinando o que for necessário à regularização das falhas ou defeitos observados para o fiel cumprimento das cláusulas e condições estabelecidas, e, ainda, atestar o recebimento do objeto. Parágrafo Terceiro O(s) Gestor(es) do Contrato terá(ão) poderes para: a. definir toda e qualquer ação de orientação, gerenciamento, controle e acompanhamento da execução do Contrato, fixando normas nos casos não especificados e determinando as providências cabíveis; b. paralisar temporariamente a execução do contrato, total ou parcialmente, sempre que julgar necessário, submetendo o caso ao Secretário de Administração para decisão; c. recusar qualquer serviço cuja qualidade não se revista do padrão desejado, bem como qualquer material, produto ou equipamento que não atenda satisfatoriamente. c.1 Neste caso, a CONTRATADA deverá retirá-lo das dependências do CONTRATANTE no prazo máximo de 48 (quarenta e oito) horas; c.2 Os serviços rejeitados deverão ser refeitos pela CONTRATADA sem nenhum ônus adicional para o CONTRATANTE. CLÁUSULA NONA DAS OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA A CONTRATADA obriga-se a cumprir fielmente o estipulado no presente Instrumento e, em especial: TC Nº / Quanto aos serviços: 1.1 executar, com zelo e efetividade, de acordo com as especificações e com os padrões de qualidade exigidos pelo CONTRATANTE, todas as atividades para o perfeito cumprimento do objeto deste Contrato; 1.2 prestar os serviços dentro dos parâmetros e rotinas estabelecidos neste Contrato, com observância às recomendações aceitas pela boa técnica, normas e legislação, bem como observar conduta adequada na utilização dos materiais, equipamentos, ferramentas e utensílios;

19 responsabilizar-se pela qualidade dos serviços, devendo corrigir às suas expensas, os serviços que o CONTRATANTE julgar insatisfatórios; 1.4 responsabilizar-se por quaisquer serviços executados em desacordo com as normas técnicas vigentes e pelas consequências resultantes de tais serviços; 1.5 planejar a execução e a supervisão dos serviços; 1.6 orientar regularmente seus empregados acerca da adequada metodologia de otimização dos serviços, dando ênfase à economia no emprego de materiais e à racionalização de energia elétrica no uso dos equipamentos; 1.7 velar pela regularidade na prestação dos serviços, cuidando da disciplina e controlando a assiduidade e pontualidade dos empregados; 1.8 cumprir os prazos estipulados pelo Gestor do Contrato. Caso haja necessidade de maior prazo, a CONTRATADA deverá formalizar imediata comunicação ao CONTRATANTE, justificando as causas e propondo novos prazos, que poderão ser aceitos ou não pelo Gestor do Contrato; 1.9 corrigir, às suas expensas, no todo ou em parte, a execução de serviços em que forem constatadas imperfeições, vícios, defeitos ou incorreções, no prazo estipulado pelo Gestor do Contrato, ainda que em decorrência da correção se torne necessário ampliar o horário da prestação dos serviços; 1.10 fornecer e manter nas dependências do CONTRATANTE livro Diário de Ocorrência, no qual o Encarregado-Geral e o preposto da CONTRATADA realizarão anotações sobre o andamento dos trabalhos, a exemplo do início e término de etapas dos serviços, causas e datas de início e término de eventuais interrupções dos serviços, assuntos que requeiram providências e outros assuntos pertinentes às atividades previstas no Contrato, devendo, necessariamente, ser apresentado à área gestora para conhecimento, visto e anotações que se fizerem necessárias; 1.11 comunicar imediatamente ao Gestor do Contrato qualquer fato extraordinário ou anormal que ocorra durante a execução dos serviços, para a adoção de medidas cabíveis, bem como, comunicar, por escrito e de forma detalhada, todo tipo de acidente que eventualmente venha a ocorrer; 1.12 alterar os horários em que os serviços deverão ser executados, sempre que o CONTRATANTE julgar necessário, respeitada a natureza diurna e a jornada de trabalho diária, bastando um comunicado por escrito; 1.13 solicitar autorização do CONTRATANTE, contendo justificativa, para trabalhar em dias não úteis ou fora do horário de expediente: o pedido deverá ser feito por escrito, podendo a CONTRATADA enviar fac-símile até 4 (quatro) horas antes do final do expediente do CONTRATANTE; TC N.º /2010

20 enviar ao CONTRATANTE listagem com os nomes dos profissionais, número das respectivas carteiras de identidade e locais onde irão realizar os trabalhos; 1.14 executar os serviços sem prejuízo do funcionamento normal das atividades do CONTRATANTE, devendo adotar todas as medidas de proteção necessárias, com vistas ao livre trânsito das áreas; 1.15 interromper total ou parcialmente a execução dos trabalhos sempre que: assim estiver previsto e determinado no Contrato; for necessário para execução correta e fiel dos trabalhos, nos termos deste Contrato e de acordo com o projeto; houver alguma falta cometida pela CONTRATADA, desde que esta, a juízo do Gestor do Contrato, possa comprometer a qualidade dos trabalhos subsequentes; o Gestor do Contrato assim o determinar ou autorizar por escrito, no Livro de Ocorrências; 1.16 solicitar previamente ao Gestor do Contrato autorização para movimentar equipamentos ou modificar elementos existentes no prédio, a fim de facilitar a execução de seus serviços; 1.17 solicitar por escrito e devidamente fundamentado quaisquer modificações na execução dos serviços para análise e decisão do CONTRATANTE; 1.18 prestar, quando solicitado pelo CONTRATANTE mediante comunicação prévia e por escrito, serviços extraordinários, devendo o faturamento ser efetuado em separado; 1.19 solicitar previamente ao CONTRATANTE autorização para acesso às dependências, visando a realização de atividades que não possam ser realizadas no horário regulamentar de funcionamento do CONTRATANTE; 1.20 responsabilizar-se pelo controle de acesso de pessoas alheias ao serviço de copeiragem no interior das copas coletivas, bem assim coibir a guarda de alimentos diversos nas geladeiras que são de uso exclusivo ao serviço de copa; 1.21 disponibilizar, no prazo máximo de 10 (dez) dias úteis a contar do início da prestação de serviços, para uso do Encarregado-Geral, Encarregado, Auxiliar de Encarregado e servidor da área gestora do contrato, sistema de comunicação, com perfeito funcionamento em todos os locais da sede do CONTRATANTE, via linha telefônica móvel, rádio transmissor ou similar, no total de 4 (quatro) aparelhos. TC Nº /2010

UNICEF BRASIL Edital de Licitação RH/2012/051. Retificação

UNICEF BRASIL Edital de Licitação RH/2012/051. Retificação UNICEF BRASIL Edital de Licitação RH/2012/051 Retificação O UNICEF, Fundo das Nações Unidas para a Infância, a Organização mundial pioneira na defesa dos direitos das crianças e adolescentes, convida empresas

Leia mais

ESTADO DO AMAZONAS PREFEITURA MUNICIPAL DE BARCELOS

ESTADO DO AMAZONAS PREFEITURA MUNICIPAL DE BARCELOS CARTA CONTRATO Nº 054/2014, que celebram entre si a PREFEITURA MUNICIPAL DE BARCELOS e LOMAQ TRANSPORTES E CONSTRUÇÕES LTDA - ME, objetivando a execução de SERVIÇOS DE LIMPEZA E CAPINAÇÃO PARA REMOÇÃO

Leia mais

PODER LEGISLATIVO MUNICIPAL CÂMARA MUNICIPAL DE PALHOÇA SETOR DE COMPRAS E LICITAÇÃO

PODER LEGISLATIVO MUNICIPAL CÂMARA MUNICIPAL DE PALHOÇA SETOR DE COMPRAS E LICITAÇÃO TOMADA DE PREÇOS Nº 004/2012 CONTRATO Nº 12/2012 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS QUE CELEBRAM A CÂMARA MUNICIPAL DE PALHOÇA, E A EMPRESA DATAVOX TELEINFORMÀTICA LTDA. A, doravante denominada CMP ou CONTRATANTE,

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA DOS SISTEMAS DE SDAI E CFTV DA BIBLIOTECA PARQUE ESTADUAL BPE

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA DOS SISTEMAS DE SDAI E CFTV DA BIBLIOTECA PARQUE ESTADUAL BPE TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA DOS SISTEMAS DE SDAI E CFTV DA BIBLIOTECA PARQUE ESTADUAL BPE 1. OBJETO Contratação de empresa especializada em serviços

Leia mais

ANEXO I CONDIÇÕES GERAIS DE CONTRATAÇÃO

ANEXO I CONDIÇÕES GERAIS DE CONTRATAÇÃO 1 PRODUTOS 1.1 Serviço de manutenção preventiva mensal e corretiva, quando necessário, para o elevador da Unidade Operacional da Anatel no Estado de Santa Catarina UO031, situada à Rua Saldanha Marinho,

Leia mais

CLÁUSULA PRIMEIRA FUNDAMENTO LEGAL

CLÁUSULA PRIMEIRA FUNDAMENTO LEGAL CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº09/2015 Contrato celebrado entre a Câmara Municipal de São Simão e a Empresa CABOCLO MOVEIS E ELETRO LTDA- ME. CONTRATANTE: A CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO SIMÃO, pessoa jurídica de

Leia mais

ANEXO II EXIGÊNCIAS DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE

ANEXO II EXIGÊNCIAS DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE ANEXO II EXIGÊNCIAS DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE 1. OBJETIVO E CAMPO DE APLICAÇÃO Estas exigências definem os deveres e as responsabilidades da CONTRATADA e estabelecem as orientações, requisitos

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO, no uso da atribuição que lhe confere o artigo 91, inciso III, da Constituição Estadual,

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO, no uso da atribuição que lhe confere o artigo 91, inciso III, da Constituição Estadual, DECRETO N.º 2299 R, DE 15 DE JULHO DE 2009. (Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial de 16/07/2009) Regulamenta o estágio estudantil no âmbito do Poder Executivo Estadual e dá outras providências.

Leia mais

AGÊNCIA REGULADORA DE ÁGUAS, ENERGIA E SANEAMENTO BÁSICO DO DISTRITO FEDERAL PUBLICADA NO BOLETIM ADMINISTRATIVO Nº 03, DE 02/02/2015, PÁGINAS 03 A 08

AGÊNCIA REGULADORA DE ÁGUAS, ENERGIA E SANEAMENTO BÁSICO DO DISTRITO FEDERAL PUBLICADA NO BOLETIM ADMINISTRATIVO Nº 03, DE 02/02/2015, PÁGINAS 03 A 08 AGÊNCIA REGULADORA DE ÁGUAS, ENERGIA E SANEAMENTO BÁSICO DO DISTRITO FEDERAL PUBLICADA NO BOLETIM ADMINISTRATIVO Nº 03, DE 02/02/2015, PÁGINAS 03 A 08 PORTARIA Nº. 17, DE 23 DE JANEIRO DE 2015. Aprova

Leia mais

ESTADO DO TOCANTINS PREFEITURA MUNICIPAL DE GURUPI. INTENÇÃO DE REGISTRO DE PREÇOS Processo Administrativo nº 564/2014

ESTADO DO TOCANTINS PREFEITURA MUNICIPAL DE GURUPI. INTENÇÃO DE REGISTRO DE PREÇOS Processo Administrativo nº 564/2014 INTENÇÃO DE REGISTRO DE PREÇOS Processo Administrativo nº 564/2014 O FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE, por intermédio da Comissão Permanente de Licitação, em obediência ao disposto no art. 5º do Decreto Federal

Leia mais

ANEXO I - TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I - TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I - TERMO DE REFERÊNCIA A B C D E OBJETO O presente Termo de Referência tem como objeto o fornecimento parcelado de combustíveis à frota dos veículos oficiais do Conselho Regional de Medicina do

Leia mais

ANEXO III PREGÃO PRESENCIAL SESC/MA Nº 15/0019-PG MINUTA DO CONTRATO

ANEXO III PREGÃO PRESENCIAL SESC/MA Nº 15/0019-PG MINUTA DO CONTRATO ANEXO III PREGÃO PRESENCIAL SESC/MA Nº 15/0019-PG MINUTA DO CONTRATO Instrumento Particular de Contrato referente ao PREGÃO PRESENCIAL SESC/MA Nº 15/0019-PG, que entre si fazem o Serviço Social do Comércio

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA 1. INTRODUÇÃO

TERMO DE REFERÊNCIA 1. INTRODUÇÃO TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE ENGENHARIA PARA REPAROS E OBRAS EMERGENCIAIS DE IMOVEIS SITUADOS NA ÁREA DE ESPECIAL INTERESSE URBANISTICO DA REGIÃO DO PORTO MARAVILHA. 1. INTRODUÇÃO A Operação

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINAS SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO CENTRAL DE COMPRAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINAS SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO CENTRAL DE COMPRAS Processo Administrativo nº 14/10/02.867 Interessado: Secretaria Municipal de Administração Assunto: Pregão Presencial nº 256/2014 Objeto: Contratação de empresa para a prestação de serviços através de

Leia mais

MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS DEPARTAMENTO DE PESSOAL

MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS DEPARTAMENTO DE PESSOAL Copia Controlada nº Código: RHP07 V05 Emissão: 30/05/2012 Folha: 1/18 MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS Registro de Ponto Copia Controlada nº Código: RHP07 V05 Emissão: 30/05/2012 Folha: 2/18 1 Conteúdo

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2014 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SP001303/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 05/02/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR003506/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46261.000255/2014-14 DATA DO

Leia mais

APÊNDICE XI SERVIÇOS GERAIS DE APOIO À ADMINISTRAÇÃO

APÊNDICE XI SERVIÇOS GERAIS DE APOIO À ADMINISTRAÇÃO APÊNDICE XI SERVIÇOS GERAIS DE APOIO À ADMINISTRAÇÃO 1 SUMÁRIO 1 CONCEITOS E DIRETRIZES... 3 2 LIMPEZA... 3 2.1 Caracterização do Pessoal... 3 2.2 Materiais e Equipamentos a serem fornecidos e utilizados...

Leia mais

PODERJUDICIARIO TRIBUNAL DEJUSTIÇA DE PERNAMBUCO DIRETORIA DE INFRAESTRUTURA ADMINISTRAÇÃO DO FÓRUM DÊS. RODOLFO AURELIANO

PODERJUDICIARIO TRIBUNAL DEJUSTIÇA DE PERNAMBUCO DIRETORIA DE INFRAESTRUTURA ADMINISTRAÇÃO DO FÓRUM DÊS. RODOLFO AURELIANO PODERJUDICIARIO TRIBUNAL DEJUSTIÇA DE PERNAMBUCO DIRETORIA DE INFRAESTRUTURA ADMINISTRAÇÃO DO FÓRUM DÊS. RODOLFO AURELIANO TERMO DE REFERÊNCIA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS ESPECIALIZADOS NA LIMPEZA DE CARPETES

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE PUBLICAÇÃO DE MATÉRIAS OFICIAIS EM JORNAL DE CIRCULAÇÃO DIÁRIA E LOCAL,

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE PUBLICAÇÃO DE MATÉRIAS OFICIAIS EM JORNAL DE CIRCULAÇÃO DIÁRIA E LOCAL, CONTRATO Nº 13/2015 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE PUBLICAÇÃO DE MATÉRIAS EM JORNAL DE CIRCULAÇÃO DIÁRIA E LOCAL, QUE ENTRE SI CELEBRAM O CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SERGIPE (COREN/SE) E A

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: PR001254/2011 DATA DE REGISTRO NO MTE: 18/04/2011 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR017099/2011 NÚMERO DO PROCESSO: 46212.006142/2011-57 DATA DO

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA GESER Nº 06/07 SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO

TERMO DE REFERÊNCIA GESER Nº 06/07 SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO Ministério da Fazenda SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS TERMO DE REFERÊNCIA GESER Nº 06/07 SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO 1- DO OBJETO Visa este Termo de Referência à contração de empresa especializada

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. Contratação de empresa especializada para serviços de desmontagem, remoção e montagem

TERMO DE REFERÊNCIA. Contratação de empresa especializada para serviços de desmontagem, remoção e montagem Contratação de empresa especializada para serviços de desmontagem, remoção e montagem de 01 (um) Arquivo Deslizante, com acionamento mecânico, destinados ao armazenamento de documentos e acervos do SEBRAE

Leia mais

LICITAÇÃO SESC/ARRJ MODALIDADE: PREGÃO ELETRÔNICO PR 44/2014 GLC

LICITAÇÃO SESC/ARRJ MODALIDADE: PREGÃO ELETRÔNICO PR 44/2014 GLC LICITAÇÃO SESC/ARRJ MODALIDADE: PREGÃO ELETRÔNICO PR 44/2014 GLC OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE LIMPEZA E CONSERVAÇÃO ESCLARECIMENTO 09 O SESC/ARRJ vem através

Leia mais

Termo de Referência Aquisição de Bebedouro para o Escritório Regional de Belém

Termo de Referência Aquisição de Bebedouro para o Escritório Regional de Belém 1. OBJETO 1.1. Aquisição de bebedouro para o. 2. JUSTIFICATIVA 2.1. A presente aquisição tem como finalidade atender a demanda solicitada pelo Escritório de Belém através do MM nº 003/4740/2014, 25/08/14,

Leia mais

DIRETORIA DE GESTÃO DG DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO - DGA TERMO DE REFERÊNCIA OBJETO

DIRETORIA DE GESTÃO DG DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO - DGA TERMO DE REFERÊNCIA OBJETO TERMO DE REFERÊNCIA Nº 010/2014 OBJETO Contratação de empresa especializada para execução dos serviços de instalação e fornecimento de vidros temperados incolor em imóveis da Eletrobrás Distribuição Rondônia,

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A Telebrás ANEXO I 1. OBJETIVO TERMO DE REFERÊNCIA 1.1. O objetivo deste documento é estabelecer as condições para contratação de empresa especializada na prestação de serviços

Leia mais

Av. Presidente Vargas, 1261 CEP: 20071-004 - Centro - Rio de Janeiro Tel: +55 (21) 2532-2661

Av. Presidente Vargas, 1261 CEP: 20071-004 - Centro - Rio de Janeiro Tel: +55 (21) 2532-2661 TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA NO SERVIÇO DE MANUTENÇÃO DE TELHADOS VERDES/ECOTELHADO, JARDINS E CANTEIROS NA BIBLIOTECA PARQUE ESTADUAL RJ. JUSTIFICATIVA A Biblioteca

Leia mais

Cartilha Ponto Biométrico

Cartilha Ponto Biométrico Cartilha Ponto Biométrico Secretaria Municipal de Administração, Orçamento e Informação 2 CONTROLE E APURAÇÃO DA FREQUÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DA ADMINISTRAÇÃO DIRETA DO MUNICÍPIO DE DIVINÓPOLIS Prezado

Leia mais

ANEXO 01 TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇO DE TRANSPORTE DE ÁGUA POTÁVEL POR CAMINHÃO PIPA

ANEXO 01 TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇO DE TRANSPORTE DE ÁGUA POTÁVEL POR CAMINHÃO PIPA ANEXO 01 TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇO DE TRANSPORTE DE ÁGUA POTÁVEL POR CAMINHÃO PIPA SERVIÇO FORNECIMENTO DE EQUIPAMENTOS TIPO CAMINHÃO PIPA COM CAPACIDADE DE TRANSPORTE DE 9.000 A

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: MG000363/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 03/02/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR002753/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46211.000337/2015-27 DATA DO

Leia mais

DIRETRIZ ORGANIZACIONAL

DIRETRIZ ORGANIZACIONAL TÍTULO: REQUISITOS DE MEIO AMBIENTE, SAÚDE OCUPACIONAL E SEGURANÇA DO TRABALHO PARA CONTRATADAS Área Responsável: Gerência Geral de Meio Ambiente Saúde e Segurança 1. OBJETIVO Este procedimento tem como

Leia mais

Av. Presidente Vargas, 1261 CEP: 20071-004 - Centro - Rio de Janeiro Tel: +55 (21) 2532-2661

Av. Presidente Vargas, 1261 CEP: 20071-004 - Centro - Rio de Janeiro Tel: +55 (21) 2532-2661 TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA NO SERVIÇO DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA DE EQUIPAMENTOS DE CLIMATIZAÇÃO NA BIBLIOTECA PARQUE ROCINHA RJ. JUSTIFICATIVA A Biblioteca

Leia mais

ASSOCIAÇÃO EVANGÉLICA ESPÍRITO SANTENSE

ASSOCIAÇÃO EVANGÉLICA ESPÍRITO SANTENSE ASSOCIAÇÃO EVANGÉLICA ESPÍRITO SANTENSE CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA NA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE LIMPEZA E CONSERVAÇÃO E TRANSPORTE E ACONDICIONAMENTO DE RESÍDUOS HOSPITALARES TERMO DE REFERÊNCIA

Leia mais

Ministério da Fazenda SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS

Ministério da Fazenda SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS PROJETO BÁSICO GESER Nº 04/07 FISCALIZAÇÃO DA OBRA DE IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO 1. OBJETO Contratação de empresa especializada para prestação de serviços de fiscalização

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2012/2012

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2012/2012 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2012/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: MG002058/2012 DATA DE REGISTRO NO MTE: 15/05/2012 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR018377/2012 NÚMERO DO PROCESSO: 46211.004510/2012-13 DATA DO

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO ACRE SECRETARIA DE ESTADO DE EXTENSÃO AGROFLORESTAL E PRODUÇÃO FAMILIAR SEAPROF ANEXO X

GOVERNO DO ESTADO DO ACRE SECRETARIA DE ESTADO DE EXTENSÃO AGROFLORESTAL E PRODUÇÃO FAMILIAR SEAPROF ANEXO X ANEXO X MINUTA DE CONTRATO PROCESSO Nº. /2012 CONTRATO Nº. TERMO DE CONTRATO QUE ENTRE SI CELEBRAM O ESTADO DO ACRE, POR INTERMÉDIO DA SECRETARIA DE E A EMPRESA, PARA. O Estado do Acre, por intermédio

Leia mais

GUIA PRÁTICO DE FISCALIZAÇÃO

GUIA PRÁTICO DE FISCALIZAÇÃO GUIA PRÁTICO DE FISCALIZAÇÃO 1. DOS CONCEITOS: Administração: a Universidade Federal de Lavras, como órgão integrante da Administração Pública Federal; Comissão de Fiscalização: servidores designados pelo

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA I - DO OBJETO

TERMO DE REFERÊNCIA I - DO OBJETO I - DO OBJETO TERMO DE REFERÊNCIA 1. Contratação de empresa para a prestação de serviço de fretamento de veículos, caminhões do tipo BAÚ, por horas de utilização, com motoristas e ajudantes, para atender

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO Brasília, 10 de Janeiro de 2013. Prezadas Senhoras, Prezados Senhores, A ONU Mulheres Entidade das Nações Unidas para a Igualdade de Gênero e o Empoderamento das Mulheres solicita

Leia mais

ANEXO 3 CONDIÇÕES DE COMPARTILHAMENTO DE INFRA-ESTRUTURA PARA INTERCONEXÃO

ANEXO 3 CONDIÇÕES DE COMPARTILHAMENTO DE INFRA-ESTRUTURA PARA INTERCONEXÃO ANEXO 3 CONDIÇÕES DE COMPARTILHAMENTO DE INFRA-ESTRUTURA PARA INTERCONEXÃO 1. CLÁUSULA PRIMEIRA - CONDIÇÕES GERAIS 1.1. A PARTE proprietária dos itens de infra-estrutura cedidos e a PARTE a qual será feita

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE COMPENSAÇÃO DE HORÁRIO ATRAVÉS DE BANCO DE HORAS

ACORDO COLETIVO DE COMPENSAÇÃO DE HORÁRIO ATRAVÉS DE BANCO DE HORAS ACORDO COLETIVO DE COMPENSAÇÃO DE HORÁRIO ATRAVÉS DE BANCO DE HORAS Pelo presente termo de Acordo Coletivo de Trabalho, e de acordo com a convenção Coletiva de Trabalho conforme cláusulas específicas celebraram

Leia mais

CONTRATO PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO CURRICULAR

CONTRATO PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO CURRICULAR CONTRATO PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO CURRICULAR Pelo presente instrumento particular e na melhor forma de direito, de um lado,, com sede a, nº, na cidade de Pelotas, inscrita no CNPJ sob o nº, doravante

Leia mais

ESTADO DE GOIÁS SECRETARIA DE GESTÃO E PLANEJAMENTO GABINETE

ESTADO DE GOIÁS SECRETARIA DE GESTÃO E PLANEJAMENTO GABINETE 1 2 ANEXO I REGULAMENTO INTERNO DA UNIDADE PADRÃO DE ATENDIMENTO VAPT VUPT DO PROCON-GOIÁS FINALIDADE Art. 1º A Unidade Padrão de Atendimento Vapt Vupt do PROCON - Goiás tem por finalidade: I. Responsabilizar-se

Leia mais

CONTRATO Nº.../2010-MP/PA

CONTRATO Nº.../2010-MP/PA CONTRATO Nº..../2010-MP/PA CONTRATO DE COMPRA E VENDA, INSTALAÇÃO E PRESTAÇÃO DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA DECORRENTE DE GARANTIA DE ELEVADORES QUE ENTRE SI FAZEM O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARÁ E A EMPRESA...

Leia mais

EMPRESA BRASILEIRA DE INFRA ESTRUTURA AEROPORTUÁRIA AEROPORTO INTERNACIONAL DE NAVEGANTES TERMO DE REFERÊNCIA

EMPRESA BRASILEIRA DE INFRA ESTRUTURA AEROPORTUÁRIA AEROPORTO INTERNACIONAL DE NAVEGANTES TERMO DE REFERÊNCIA 1 EMPRESA BRASILEIRA DE INFRA ESTRUTURA AEROPORTUÁRIA AEROPORTO INTERNACIONAL DE NAVEGANTES TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO Fornecimento e instalação de películas de proteção para vidros, conforme descrição

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015 SINDICATO DOS TECNICOS EM SEGURANCA TRABALHO DO ESTADO DE MINAS GERAIS, CNPJ n. 25.578.642/0001-01, neste ato representado por seu Presidente, Sr. CLÁUDIO FERREIRA SANTOS;

Leia mais

CONTRATO PARTICULAR DE LOCAÇÃO DE BENS MÓVEIS EM IMÓVEL COMERCIAL Nº:

CONTRATO PARTICULAR DE LOCAÇÃO DE BENS MÓVEIS EM IMÓVEL COMERCIAL Nº: CONTRATO PARTICULAR DE LOCAÇÃO DE BENS MÓVEIS EM IMÓVEL COMERCIAL Nº: LOCADOR: Salão de Beleza ou (Estética), situado na Rua, Bairro, CEP, Cidade, Estado, inscrito no CNPJ sob o número, Alvará Municipal

Leia mais

DECRETO Nº. 044/2013

DECRETO Nº. 044/2013 DECRETO Nº. 044/2013 DISPÕE SOBRE HOMOLOGAÇÃO DE INSTRUÇÃO NORMATIVA QUE DISPÕE SOBRE PROCEDIMENTOS PARA O REGISTRO DE FREQUÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS, ESTABELECENDO ROTINAS NO ÂMBITO DA PREFEITURA

Leia mais

Termo de Referência. Aquisição de servidores para camada de banco de dados. Diretoria de Infra-Estrutura de TIC DIT

Termo de Referência. Aquisição de servidores para camada de banco de dados. Diretoria de Infra-Estrutura de TIC DIT Termo de Referência Aquisição de servidores para camada de banco de dados. Termo de Referência Aquisição de Servidores Tipo 1A-1B para camada de Banco de Dados / Alta Disponibilidade RQ DEPI nº 11/2009

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO Page 1 of 6 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2014 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: PR001702/2013 DATA DE REGISTRO NO MTE: 21/05/2013 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR014964/2013 NÚMERO DO PROCESSO: 46212.006002/2013-41

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina TERMO ADITIVO N. 097/2007 Termo Aditivo ao Contrato n. 078/2005, cujo objeto é a prestação de serviços de limpeza, higienização e conservação, copeiragem (copeiras

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO - N.º 19651/2012

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO - N.º 19651/2012 SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO - N.º 19651/2012 Prezados Senhores, Brasília, 28 de novembro de 2012. O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento PNUD, no âmbito do Projeto BRA/04/044 - Implementação de

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SC002285/2011 DATA DE REGISTRO NO MTE: 10/10/2011 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR055933/2011 NÚMERO DO PROCESSO: 46301.001820/2011-96 DATA DO

Leia mais

Ar Condicionado Split System Hi-Wall

Ar Condicionado Split System Hi-Wall COTAÇÃO ELETRÔNICA: 027/2013 COMPRASNET Termo de Referência Ar Condicionado Split System Hi-Wall Sala dos Administradores Almoxarifado Unidade Pedro de Toledo 1- OBJETO Contratação de empresa especializada

Leia mais

DECRETO Nº 15.219 DE 30 DE JUNHO DE 2014

DECRETO Nº 15.219 DE 30 DE JUNHO DE 2014 DECRETO Nº 15.219 DE 30 DE JUNHO DE 2014 Regulamenta a Lei nº 12.949, de 14 de fevereiro de 2014 que estabelece mecanismos de controle do patrimônio público do Estado da Bahia, dispondo sobre provisões

Leia mais

Procedimento de Segurança e Medicina do Trabalho na execução de obras e serviços por empresas contratadas

Procedimento de Segurança e Medicina do Trabalho na execução de obras e serviços por empresas contratadas 1. Objetivo Este Procedimento tem como objetivo fixar os requisitos de segurança e medicina do trabalho para as atividades de empresas contratadas, que venham a executar obras e/ou serviços nas dependências

Leia mais

Comissão Permanente de Licitações TERMO DE COTAÇÃO ELETRÔNICA DE PREÇOS N.º 25/2014 CO. 29106

Comissão Permanente de Licitações TERMO DE COTAÇÃO ELETRÔNICA DE PREÇOS N.º 25/2014 CO. 29106 TERMO DE COTAÇÃO ELETRÔNICA DE PREÇOS N.º 25/2014 CO. 29106 A PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA, órgão administrativo do MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, torna público que realizará COTAÇÃO

Leia mais

Controle e uso de EPI s e Uniformes NIK 026

Controle e uso de EPI s e Uniformes NIK 026 ÍNDICE 1. OBJETIVO... 2 2. ESCOPO... 2 3. DEFINIÇÕES... 2 3.1. EPI S... 2 3.2 UNIFORMES... 2 3.3 FICHA DE CONTROLE DE EPI S E UNIFORMES... 2 3.4 GESTORES... 2 3.5 ASSOCIADOS... 2 4. RESPONSABILIDADES...

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SP012425/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 08/10/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR060338/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46263.004405/2014-31 DATA DO

Leia mais

ANEXO I TERMOS DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMOS DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMOS DE REFERÊNCIA 1. INTRODUÇÃO 1.1 A Orientação Normativa 07/2008, de 31 de outubro de 2008, retificada em 04 de novembro de 2008, em complemento à Lei nº 1.788/2008, de 26 de setembro de 2008,

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS PARA VENDA E COMPRA DE MATERIAIS TIDOS COMO PRODUTOS NÃO AÇO

CONDIÇÕES GERAIS PARA VENDA E COMPRA DE MATERIAIS TIDOS COMO PRODUTOS NÃO AÇO O conteúdo deste documento foi registrado no 5º Ofício de Registros de Títulos e Documentos da Comarca do Rio de Janeiro RJ, sob nº 519456, em 30/07/2002. CONDIÇÕES GERAIS PARA VENDA E COMPRA DE MATERIAIS

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA. Pregão Presencial. Prestação de Serviços Não Contínuos PROCESSO Nº 27.000.000452.2015. PREGÃO Presencial Nº XXX

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA. Pregão Presencial. Prestação de Serviços Não Contínuos PROCESSO Nº 27.000.000452.2015. PREGÃO Presencial Nº XXX Página nº 1 de 6 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA Pregão Presencial Prestação de Serviços Não Contínuos PROCESSO Nº 27.000.000452.2015 PREGÃO Presencial Nº XXX ÓRGÃO REQUISITANTE:Secretaria de Estado do Desenvolvimento

Leia mais

Av. Presidente Vargas, 1261 CEP: 20071-004 - Centro - Rio de Janeiro Tel: +55 (21) 2532-2661

Av. Presidente Vargas, 1261 CEP: 20071-004 - Centro - Rio de Janeiro Tel: +55 (21) 2532-2661 TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA PROJETO DOS SISTEMAS DE CFTV DA BIBLIOTECA PARQUE ESTADUAL DE MANGUINHOS BPM JUSTIFICATIVA A Biblioteca Parque Estadual de Manguinhos é um

Leia mais

PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSSUNTOS JURÍDICOS

PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSSUNTOS JURÍDICOS DECRETO N o 525, DE 11 DE JULHO DE 2013. Regulamenta a utilização de veículos oficiais pela administração direta e indireta do Município de Palmas. O PREFEITO DE PALMAS, no uso de suas atribuições que

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 04, DE 20 DE OUTUBRO DE 2014.

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 04, DE 20 DE OUTUBRO DE 2014. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 04, DE 20 DE OUTUBRO DE 2014. Estabelece orientações acerca do registro eletrônico de frequência dos servidores do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ001554/2010 DATA DE REGISTRO NO MTE: 12/08/2010 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR032670/2010 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.023032/2010-49 DATA DO

Leia mais

DÚVIDAS FREQÜENTES SOBRE A NOVA LEI DE ESTÁGIO (LEI 11.788/2008)

DÚVIDAS FREQÜENTES SOBRE A NOVA LEI DE ESTÁGIO (LEI 11.788/2008) DÚVIDAS FREQÜENTES SOBRE A NOVA LEI DE ESTÁGIO (LEI 11.788/2008) 1. O que é o estágio? Resposta: Estágio é ato educativo escolar supervisionado, desenvolvido no ambiente de trabalho, que visa à preparação

Leia mais

Consórcio Fênix Rua Cândido Ramos nº550 - CEP 88090.800 Capoeiras - Florianópolis/SC - Brasil CNPJ 19.962.391/0001-53 sac@consorciofenix.com.

Consórcio Fênix Rua Cândido Ramos nº550 - CEP 88090.800 Capoeiras - Florianópolis/SC - Brasil CNPJ 19.962.391/0001-53 sac@consorciofenix.com. 1 2 CONSÓRCIO FÊNIX PREFEITURA MUNICIPAL DE FLORIANÓPOLIS SECRETARIA MUNICIPAL DE MOBILIDADE URBANA - SMMU MANUAL DOS USUÁRIOS DO SISTEMA SIM MODALIDADE POR ÔNIBUS DIREITOS E DEVERES DAS PARTES ENVOLVIDAS

Leia mais

Estado de Goiás Prefeitura Municipal de Niquelândia

Estado de Goiás Prefeitura Municipal de Niquelândia PROCEDIMENTOS E ROTINAS AO DARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS Título: Instrução Normativa nº. 001/2012. Ementa: Recomenda procedimentos para o Departamento de Recursos Humanos dos Órgãos da Administração Direta

Leia mais

EDITAL DE CREDENCIAMENTO N.º 07/2015 PLANTÃO MÉDICO DE ESPECIALIDADES

EDITAL DE CREDENCIAMENTO N.º 07/2015 PLANTÃO MÉDICO DE ESPECIALIDADES EDITAL DE CREDENCIAMENTO N.º 07/2015 PLANTÃO MÉDICO DE ESPECIALIDADES O Município de Não-Me-Toque comunica aos interessados que está procedendo ao CHAMAMENTO PÚBLICO no horário das 8:15 às 11:33h e das

Leia mais

Rua Frei Caneca, 1398/1402 Consolação São Paulo/SP - CEP 01307-002.

Rua Frei Caneca, 1398/1402 Consolação São Paulo/SP - CEP 01307-002. TERMO DE CONTRATO EMERGENCIAL Nº. 246/2014 PROCESSO Nº: 2014.0.320.090-0 CONTRATANTE: AUTARQUIA HOSPITALAR MUNICIPAL CONTRATADA: G4S INTERATIVA SERVICE LTDA. CNPJ/MF Nº: 02.812.740/0001-58 OBJETO DO CONTRATO:

Leia mais

ESTADO DO PARÁ M I N I S T É R I O P Ú B L I C O TERMO DE REFERÊNCIA - ANEXO I DO PREGÃO PRESENCIAL 011/2010-MP/PA.

ESTADO DO PARÁ M I N I S T É R I O P Ú B L I C O TERMO DE REFERÊNCIA - ANEXO I DO PREGÃO PRESENCIAL 011/2010-MP/PA. 1 TERMO DE REFERÊNCIA - ANEXO I DO PREGÃO PRESENCIAL 011/2010-MP/PA. 1. OBJETO Contratação de Empresa para Locação (MENSAL) de Veículos (Item 01) e Registro de Preços para Locação Eventual (DIÁRIAS) de

Leia mais

RESOLUÇÃO N 24, DE 08 DE JUNHO DE 2015

RESOLUÇÃO N 24, DE 08 DE JUNHO DE 2015 RESOLUÇÃO N 24, DE 08 DE JUNHO DE 2015 Dispõe sobre recolhimento de alimentos e sua comunicação à Anvisa e aos consumidores. A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, no uso das

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO VERDE

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO VERDE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICIPIO DE RIO VERDE GOIÁS ATRAVÉS DO FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL E A EMPRESA LORENA GUIMARAES SANTOS

Leia mais

CLÁUSULA TERCEIRA VALE TRANSPORTE

CLÁUSULA TERCEIRA VALE TRANSPORTE CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2005/2006 PELO PRESENTE INSTRUMENTO DE CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO DE UM LADO O SINDICATO DOS TRABALHADORES EM EMPRESAS DE RÁDIODIFUSÃO DO ESTADO DO PARANÁ, A SEGUIR DENOMINADO

Leia mais

PRESTAÇÃO DE SERVIÇO CONTÍNUO SEM DEDICAÇÃO EXCLUSIVA DE MÃO DE OBRA

PRESTAÇÃO DE SERVIÇO CONTÍNUO SEM DEDICAÇÃO EXCLUSIVA DE MÃO DE OBRA Página nº 1 de 6 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA Pregão PRESENCIAL PRESTAÇÃO DE SERVIÇO CONTÍNUO SEM DEDICAÇÃO EXCLUSIVA DE MÃO DE OBRA PROCESSO Nº 25.000.221573.2014 PREGÃO PRESENCIAL Nº 009/2014 ÓRGÃO REQUISITANTE:Secretaria

Leia mais

ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 05/2015 CREMEB

ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 05/2015 CREMEB ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 05/2015 CREMEB 1 -DO OBJETO O objeto do Pregão Presencial é a contratação de empresa especializada para prestação de serviços de rádio-táxi

Leia mais

DIÁRIO OFICIAL Nº. 31389 de 31/03/2009

DIÁRIO OFICIAL Nº. 31389 de 31/03/2009 DIÁRIO OFICIAL Nº. 31389 de 31/03/2009 GABINETE DA GOVERNADORA DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº_03 /2009. O Defensor Público Geral do Estado do Pará, no uso de atribuições previstas

Leia mais

PRESTAÇÃO DE SERVIÇO CONTÍNUO SEM DEDICAÇÃO EXCLUSIVA DE MÃO DE OBRA

PRESTAÇÃO DE SERVIÇO CONTÍNUO SEM DEDICAÇÃO EXCLUSIVA DE MÃO DE OBRA Página nº 1 de 6 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA Pregão PRESENCIAL PRESTAÇÃO DE SERVIÇO CONTÍNUO SEM DEDICAÇÃO EXCLUSIVA DE MÃO DE OBRA PROCESSO Nº 34.206.019993.2014 PREGÃO PRESENCIAL Nº 057/2014 ÓRGÃO REQUISITANTE:SEIE/Companhia

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ000096/2012 DATA DE REGISTRO NO MTE: 18/01/2012 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR064426/2011 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.042751/2011-40 DATA DO

Leia mais

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo ANEXO VII PREGÃO PRESENCIAL Nº. 033/2015 Termo de Referência 1. OBJETO Renovação de licenças de Solução Corporativa do Antivírus Avast, com serviço de suporte técnico e atualização de versão, manutenção

Leia mais

2ª RETIFICAÇÃO DE EDITAL DE LICITAÇÃO MODALIDADE TOMADA DE PREÇO Nº 02/2015. OBJETO: Contratação de pessoa jurídica para a Prestação de Serviços.

2ª RETIFICAÇÃO DE EDITAL DE LICITAÇÃO MODALIDADE TOMADA DE PREÇO Nº 02/2015. OBJETO: Contratação de pessoa jurídica para a Prestação de Serviços. 2ª RETIFICAÇÃO DE EDITAL DE LICITAÇÃO MODALIDADE TOMADA DE PREÇO Nº 02/2015 OBJETO: Contratação de pessoa jurídica para a Prestação de Serviços. A Câmara Municipal de Lapa/Pr, através de sua Comissão Permanente

Leia mais

CONVÊNIO DE COLABORAÇÃO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO E O INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO DE PASSO FUNDO - SOLIDARIEDADE - IDPF

CONVÊNIO DE COLABORAÇÃO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO E O INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO DE PASSO FUNDO - SOLIDARIEDADE - IDPF CONVÊNIO DE COLABORAÇÃO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO E O INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO DE PASSO FUNDO - SOLIDARIEDADE - IDPF 032/2014 - PGM O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO, pessoa jurídica

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2015

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2015 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2015 Processo no Ministério do Trabalho nº 46218.018897/2014-97 Número da Solicitação: MR074363/2014 SINDICATO DO COMÉRCIO ATACADISTA DE ALCOOL E BEBIDAS EM GERAL NO

Leia mais

Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Fazenda Departamento Geral de Administração e Finanças

Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Fazenda Departamento Geral de Administração e Finanças Código de Classificação: 13.02.02.39 TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO Contratação de empresa especializada para a prestação de serviço de locação de veículos, com rastreador de frota, pelo prazo de 12 (doze)

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2014 SCLCS - SISTEMA DE COMPRAS, LICITAÇÕES, CONTRATOS E SERVIÇOS N.º 01/2014

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2014 SCLCS - SISTEMA DE COMPRAS, LICITAÇÕES, CONTRATOS E SERVIÇOS N.º 01/2014 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2014 SCLCS - SISTEMA DE COMPRAS, LICITAÇÕES, CONTRATOS E SERVIÇOS N.º 01/2014 Versão: 01 Data de aprovação: 7 de outubro de 2014. Ato de aprovação: Resolução n.º 112 /2014 Unidade

Leia mais

Manual de Instruções Bebedouro Stilo Eletrônico. Imagem meramente ilustrativa.

Manual de Instruções Bebedouro Stilo Eletrônico. Imagem meramente ilustrativa. Manual de Instruções Bebedouro Stilo Eletrônico Imagem meramente ilustrativa. Bebedouro Stilo LIBELL Eletrônico 1- MANUAL DE USUÁRIO Parabéns por ter escolhido a Libell Eletrodomésticos Ltda. para fazer

Leia mais

EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA Nº 03/2014

EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA Nº 03/2014 EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA Nº 03/2014 O Município de Vale do Sol, RS, através do Prefeito Municipal. Sr. Clécio Halmenschlager, comunica aos interessados que está procedendo ao CREDENCIAMENTO de pessoas

Leia mais

CONTRATO DE COMPRA E VENDA PREGÃO ELETRÔNICO Nº 38/11 - REGISTRO DE PREÇOS PROCESSO N 2365-09.00/11-0 AJDG Nº 84/12

CONTRATO DE COMPRA E VENDA PREGÃO ELETRÔNICO Nº 38/11 - REGISTRO DE PREÇOS PROCESSO N 2365-09.00/11-0 AJDG Nº 84/12 CONTRATO DE COMPRA E VENDA PREGÃO ELETRÔNICO Nº 38/11 - REGISTRO DE PREÇOS PROCESSO N 2365-09.00/11-0 AJDG Nº 84/12 O ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, por intermédio da PROCURADORIA- GERAL DE JUSTIÇA, órgão

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2013

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2013 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2013 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: MG001633/2013 DATA DE REGISTRO NO MTE: 30/04/2013 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR017942/2013 NÚMERO DO PROCESSO: 46211.001682/2013-16 DATA DO

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ002217/2010 DATA DE REGISTRO NO MTE: 20/10/2010 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR053080/2010 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.035134/2010-15 DATA DO

Leia mais

Edital de Credenciamento 003/2012

Edital de Credenciamento 003/2012 1/5 Edital de Credenciamento 003/2012 1 DO OBJETO: 1.1. O presente Termo tem por objetivo o credenciamento de Instituições Financeiras autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil, para prestação

Leia mais

CONTRATO N. 75/2005 ESTADO DE SANTA CATARINA PODER JUDICIÁRIO DIRETORIA DE MATERIAL E PATRIMÔNIO DIVISÃO DE CONTRATOS E CONVÊNIOS SEÇÃO DE ELABORAÇÃO

CONTRATO N. 75/2005 ESTADO DE SANTA CATARINA PODER JUDICIÁRIO DIRETORIA DE MATERIAL E PATRIMÔNIO DIVISÃO DE CONTRATOS E CONVÊNIOS SEÇÃO DE ELABORAÇÃO CONTRATO N. 75/2005 TERMO DE CONTRATO DE FORNECIMENTO QUE ENTRE SI CELEBRAM O ESTADO DE SANTA CATARINA, POR INTERMÉDIO DO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA, E A EMPRESA ESMENA DO BRASIL S/A. Pelo presente

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 201312015

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 201312015 (31) 3241-2811 - www.sinmedmg.org.br R. Padre Rolim 120- Santa Efigênia - CEP: 30130-090 - e-mail: geral@sinmedmg.org.br. SI NI4EDMG ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 201312015 O SINDICATO DOS MÉDICOS DE MINAS

Leia mais

Processo n. 128.903/10 CONTRATO N. 2011/117.0

Processo n. 128.903/10 CONTRATO N. 2011/117.0 Processo n. 128.903/10 CONTRATO N. 2011/117.0 CONTRATO CELEBRADO ENTRE A CÂMARA DOS DEPUTADOS E A MARCIMAQ MÁQUINAS EQUIPAMENTOS E SERVIÇOS LTDA. ME, PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE DESMONTAGEM, ALTERAÇÃO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINAS TERMO DE CONTRATO Nº 154/08 Processo Administrativo nº 08/10/53.408 Interessado: Secretaria Municipal de Cooperação nos Assuntos de Segurança Pública Modalidade: Amil nº 1342 O MUNICÍPIO DE CAMPINAS, inscrito

Leia mais

ATO REGULAMENTAR N. 18/2012-GPGJ

ATO REGULAMENTAR N. 18/2012-GPGJ ATO REGULAMENTAR N. 18/2012-GPGJ Dispõe sobre a regulamentação de registro e controle biométrico, por meio de impressão digital, de frequência dos servidores do Ministério Público do Estado do Maranhão.

Leia mais

Manual de Procedimentos de Segurança e Medicina do Trabalho para Empresas Contratadas

Manual de Procedimentos de Segurança e Medicina do Trabalho para Empresas Contratadas Manual de Procedimentos de Segurança e Medicina do Trabalho para Empresas Contratadas Responsável: Diretoria de Administração (DA) Superintendência de Recursos Humanos (DARH) Gerência de Dinâmica Laboral

Leia mais

CONTRATO Nº. 046/2015.

CONTRATO Nº. 046/2015. CONTRATO Nº. 046/2015. Termo de contrato de locação, que fazem entre si o MUNICÍPIO DE PONTES E LACERDA e a Empresa SAL LOCADORA DE VEÍCULOS LTDA-ME. Aos trinta dias do mês de abril do ano de dois mil

Leia mais

ANEXO I CHECKLIST PARA O INÍCIO DA PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS. ITEM VERIFICADO SIM NÃO Anotações em Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS)

ANEXO I CHECKLIST PARA O INÍCIO DA PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS. ITEM VERIFICADO SIM NÃO Anotações em Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) 1689/2015 - Sexta-feira, 20 de Março de 2015 Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região 1 ANEXO I CHECKLIST PARA O INÍCIO DA PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS ITEM VERIFICADO SIM NÃO Anotações em Carteira de Trabalho

Leia mais