Escrito por Sáb, 18 de Julho de :00 - Última atualização Qui, 13 de Dezembro de :18

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Escrito por Sáb, 18 de Julho de :00 - Última atualização Qui, 13 de Dezembro de :18"

Transcrição

1 TRIBUNAL ECLESIÁSTICO Dte // Dda Libelo da Autora (Parte Demandante) Meu nome é XXX XXXX Dte, nasci em JesuCity no dia 00 de mês de Ano, e resido na RUA N, CEP. No dia de 27 de Mês de 1983 na Igreja Nossa Senhora dos Anjos pertencente à Diocese de JesuCity casei-me com XXX Dda, nascido em JesuCity no dia 14 de mês de Ano e residente em RUA N, CEP. 1 / 5

2 Conhecemos-nos no Verão de ANO. Eu, e minha amiga Fulana fomos a um bar tomar uma bebida, porque estava muito calor. Quando estávamos no bar conversando XXX Dda estava em uma mesa em frente a nossa, não tinha reparado, mas a minha amiga me disse que ele estava olhando para mim desde quando nós tínhamos chegado naquele lugar. Como ele viu que estávamos sozinhas, aproximou-se e perguntou se ele e seu amigo poderiam sentar conosco. Nós dissemos que não tinha problema, e começamos a conversar, e eu fiquei muita impressionada com seu jeito educado e conversador. Ficamos umas duas horas conversando, mas como eu tinha que viajar no outro dia bem cedo, falei que deveria ir embora. Ele então se ofereceu para nos levar para casa; nós dissemos que não, e que iríamos tomar o ônibus, porque morávamos perto. Então XXX Dda pediu o nosso telefone, o meu e da minha amiga para nos telefonar um outro dia. Isto foi na sexta- feira. Quando eu cheguei de viagem no domingo depois do almoço, minha mãe me disse que um moço com o nome de Andrea havia me telefonado três vezes depois que eu havia saído. Realmente naquele dia ele me ligou no começo da noite, dizendo que queria sair comigo para nos conhecermos melhor. Eu disse para XXX Dda que era muito cedo para sairmos sozinhos, pois só havíamos nos encontrado uma única vez. Mas de tanto ele insistir eu consentir em sair. Fomos a um restaurante e ele disse que simpatizou muito comigo, estava gostando de mim e queria pedir para namorar comigo. Eu nunca tinha namorado sério antes, pois era jovem e só paquerava. Na época eu tinha 19 anos e ele 22. Mas aceitei porque para mim seria uma experiência nova, ele ligava para mim todos os dias, e algumas vezes três e até 4 vezes por dia, e nos encontrávamos 3 vezes por semana, isto durante 1 ano e 2 meses. Mas depois deste tempo comecei a perceber que os nossos encontros foram diminuindo e XXX Dda ligava muito pouco para mim. Decidimos terminar o namoro porque achávamos que não nos amávamos mais. Ficamos separados por 09 meses. Mas em mês de ANO, XXX Dda me procurou dizendo que 2 / 5

3 me amava e não estava conseguindo permanecer longe de mim, e falou que queria a reconciliação e iria comprar as alianças para ficarmos noivos. Tudo isto me deixou espantada, mas como nestes 09 meses não consegui namorar outro porque achava que realmente amava XXX Dda, acabei aceitando o noivado, concretizado em duas semanas. Eu acreditava que poderia levar o noivado com o XXX Dda mais a sério do que no tempo de namoro já que era um compromisso mais sério, pois me sentia mais madura. Houve intimidade, mas não tínhamos um bom entrosamento, a maioria das vezes era frustrante, pelo menos da minha parte. Nunca tivemos um bom relacionamento sexual, mas eu imaginava que poderia mudar com o tempo. Eu achava que seria bom o casamento, pois seria uma vida estável, não teria que me preocupar com certas coisas e também com o costume do dia a dia, e pensei também na proteção que o casamento me pudesse proporcionar, já que eu não me dava bem com o meu pai. Então resolvemos nos casar, marcamos o casamento para o dia 00 de Mês de ANO às 8h no Civil e às 21h na Igreja. No dia do casamento não houve nenhum problema, mas fiquei sabendo que na noite anterior do casamento houve uma festa de despedida de solteiro para Dda com seus amigos, e que também estavam presentes algumas moças e Dda havia bebido muito e fazia algumas brincadeiras com as moças. Posso dizer que na noite do nosso casamento não houve lua de mel. Porque tudo foi muito bonito na celebração na Igreja, percebi que Dda estava cansando e um pouco ausente devido à comemoração da noite anterior. Fui falar com Dda quando chegamos ao nosso novo lar e acabamos discutindo e não dormimos juntos. No outro dia acabamos conversando com mais calma e então consumamos o nosso matrimônio. Em nossa vida sexual, como já havia dito no período de noivado já existia o fato de não nos darmos bem, e com o tempo foi piorando, já que nós trabalhávamos e não queríamos filhos tão cedo. Quase não tínhamos tempo para conversarmos durante a semana, e no fim de semana Dda ia para o bar com seus amigos ou ia jogar futebol. Aquilo foi me dando um profundo vazio e comecei a sentir que Dda não se importava mais para mim e não tinha sentido aquele casamento. Este tormento durou três anos. Vendo tudo isso acontecer perdi o interesse pela vida e pelo próprio casamento. Vieram os problemas psicológicos, e eu e o Dda fomos fazer tratamento psicológico para casais. Dda era uma pessoa muito machista, prepotente e muito 3 / 5

4 narcisista. Assim, por fim, não tínhamos mais um bom relacionamento, nossa vida sexual não mais existia, pois sempre me lembrava de tudo o que havia acontecido. Tudo isso prejudicou mais ainda a nossa vida conjugal a partir daí, para mim só existia obrigações do lar. O casamento durou 2 anos, eu já pensava na hipótese da separação, mas ele tomou a iniciativa, ele quis conversar comigo, mas no momento que ele quis conversar eu não quis, iria conversar em um outro momento, o desespero subiu à sua cabeça, não esperou e foi arrumando as coisas para ir embora. Depois de um mês ele tentou a reconciliação, mas eu não aceitei, pois não queria fazer o que fiz no período de namoro. Hoje vivo com outro homem, tenho a certeza de que o amo de verdade e que sou correspondida afetivamente e efetivamente. Com ele tenho uma filha, de quem me orgulho muito. Hoje tenho uma família que sempre sonhei ter, nosso amor nos completa e formamos um só coração. Quanto ao estado civil, separei-me de Parte Dda em sentença proferida em 00 de Mês de ANO. JesuCity, 00 de Mês de ANO. Parte Dte 4 / 5

5 5 / 5

Suelen e Sua História

Suelen e Sua História Suelen e Sua História Nasci em Mogi da Cruzes, no maternidade Santa Casa de Misericórdia no dia 23 de outubro de 1992 às 18 horas. Quando eu tinha 3 anos de idade fui adotada pela tia da minha irmã, foi

Leia mais

AUTÓPSIA DO MEDO (Contos) Clóvis Oliveira Cardoso

AUTÓPSIA DO MEDO (Contos) Clóvis Oliveira Cardoso Índice 01 Índice; 02 Autópsia do Medo; 03 Agradecimentos; 04 Senhor... 05 Sigmund Freud; 06 Para Tânia; 07 DEUS sobre todas as coisas; 08 Era ele e o diabo; 16 Madrugada de terror; 21 Na Praça da Sé; 25

Leia mais

Da Amizade Pode nascer o Amor

Da Amizade Pode nascer o Amor Da Amizade Pode nascer o Amor Tudo começou quando entrei no Facebook e vi uma mensagem era do meu melhor amigo Vinícius dizendo que precisava muito falar comigo. Eu achei estranho pois fazia um tempo que

Leia mais

O Estranho Homem. S. Esteves

O Estranho Homem. S. Esteves O Estranho Homem S. Esteves [ 2 ] O conteúdo desta obra literária inclusive as imagens, está protegido pela legislação autoral vigente no Brasil, e pelas regras internacionais estabelecidas na Convenção

Leia mais

Tratamento para Tumor Pulmonar

Tratamento para Tumor Pulmonar Tratamento para Tumor Pulmonar Fui convidado por um antigo amigo e, até então cliente meu de cura prânica, a realizar uma limpeza em seu escritório de marketing na cidade em que resido. Ele acreditava

Leia mais

da quando me chama de palito de fósforo e ri de um jeito tão irritante que me deixa louco da vida, com vontade de inventar apelidos horripilantes

da quando me chama de palito de fósforo e ri de um jeito tão irritante que me deixa louco da vida, com vontade de inventar apelidos horripilantes Chiquinho MIOLO 3/8/07 9:34 AM Page 14 Meu nome é Chiquinho Meu pai é alto e magro e se chama Chico. Meu avô é baixo e gordo e se chama Francisco. Eu me chamo Chiquinho e ainda não sei como sou. Já andei

Leia mais

Em dois mil anos...um dia em que ninguém creu. Slide 1 - Páscoa

Em dois mil anos...um dia em que ninguém creu. Slide 1 - Páscoa Em dois mil anos...um dia em que ninguém creu Slide 1 - Páscoa 05.04.2015 Um dia entre os dois mais incríveis dias: Um Sábado de silêncio Slide 2 - Páscoa 05.04.2015 Duas histórias de três dias Abraão

Leia mais

Uma reflexão sobre a legitimação do eu través das redes sociais

Uma reflexão sobre a legitimação do eu través das redes sociais A FALSA COMPANHIA Colégio Marista João Paulo II Eu e as redes sociais #embuscadealgumascurtidas Uma reflexão sobre a legitimação do eu través das redes sociais Pedro Rodrigues João Armênio Pedro Rodrigues

Leia mais

Pesquisa. Setembro 2014

Pesquisa. Setembro 2014 Pesquisa Setembro 2014 Perfil Quem é o nosso time? 66% está conosco há mais de 1 ano 69% são casadas 68% tem Filhos, 42% desses adolescentes Média de Idade 32 anos (20 a 56) 93% são mulheres 61% cursando

Leia mais

1.começo Eu Isabel franca moro com minha mãe chamada Helen,moramos numa cidade chamada nova lux gosto muito de morar com minha mãe mas o marido dela

1.começo Eu Isabel franca moro com minha mãe chamada Helen,moramos numa cidade chamada nova lux gosto muito de morar com minha mãe mas o marido dela anoitecer 1.começo Eu Isabel franca moro com minha mãe chamada Helen,moramos numa cidade chamada nova lux gosto muito de morar com minha mãe mas o marido dela chamado pio,bom o cara e legal mas tem um

Leia mais

Os vinhateiros. Referência Bíblica: Mateus

Os vinhateiros. Referência Bíblica: Mateus Os vinhateiros Referência Bíblica: Mateus 20. 1-16 Introdução: O que é de fato o Reino de Deus começa Jesus a explicar, circundado por muita gente que o escuta atentamente... Um senhor era dono de uma

Leia mais

No princípio Deus criou o céu e a terra

No princípio Deus criou o céu e a terra No princípio Deus criou o céu e a terra No início Deus criou céu e terra. Ele sempre pensou em todos nós e impulsionado pelo seu grande amor, Deus quis criar o mundo. Como um pai e uma mãe que preparam

Leia mais

Não Fale com Estranhos

Não Fale com Estranhos Não Fale com Estranhos Texto por: Aline Santos Sanches PERSONAGENS Cachorro, Gato, Lobo, Professora, Coelho SINOPSE Cachorro e Gato são colegas de classe, mas Gato é arisco e resolve falar com um estranho.

Leia mais

Juro lealdade à bandeira dos Estados Unidos da... autch! No terceiro ano, as pessoas adoram dar beliscões. Era o Zezinho-Nelinho-Betinho.

Juro lealdade à bandeira dos Estados Unidos da... autch! No terceiro ano, as pessoas adoram dar beliscões. Era o Zezinho-Nelinho-Betinho. ÍTULO 1 Juro lealdade à bandeira dos Estados Unidos da... autch! No terceiro ano, as pessoas adoram dar beliscões. Era o Zezinho-Nelinho-Betinho. Julinho sussurrou. Vou pensar no teu caso respondi -lhe,

Leia mais

Pesquisa de opinião Você está satisfeito com a sua vida conjugal?

Pesquisa de opinião Você está satisfeito com a sua vida conjugal? Outubro, 2016 Pesquisa de opinião Você está satisfeito com a sua vida conjugal? Outubro, 2016 Introdução O Instituto do Casal realizou uma pesquisa online com 510 pessoas, entre homens e mulheres, entre

Leia mais

QUANDO EU TINHA VOCÊ!

QUANDO EU TINHA VOCÊ! QUANDO EU TINHA VOCÊ! Local: Salvador(BA) Data: 02/02/1997 Estúdio:24/12/10 Estilo:Forró arrastapé Tom: C//(Dó sustenido) QUANDO EU TINHA VOCÊ A VIDA ERA TÃO BOA HOJE QUE TE PERDI VIVO COMO UM À TOA. VOCÊ

Leia mais

Transcrição da Entrevista

Transcrição da Entrevista Transcrição da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Praticante Igor Local: Núcleo de Arte Nise da Silveira Data: 05 de dezembro de 2013 Horário: 15:05 Duração da entrevista:

Leia mais

Sei que estou sendo até pretensioso com este trabalho, mas quero que saibam que estou apenas escrevendo o que está em meu coração quando estou a

Sei que estou sendo até pretensioso com este trabalho, mas quero que saibam que estou apenas escrevendo o que está em meu coração quando estou a Sei que estou sendo até pretensioso com este trabalho, mas quero que saibam que estou apenas escrevendo o que está em meu coração quando estou a meditar sobre a Bíblia Sagrada, com Fé, Esperança e Caridade

Leia mais

A MULHER VESTIDA DE PRETO

A MULHER VESTIDA DE PRETO A MULHER VESTIDA DE PRETO Uma Mulher abre as portas do seu coração em busca de uma nova vida que possa lhe dar todas as oportunidades, inclusive de ajudar a família. Ela encontra nesse caminho a realização

Leia mais

Ensino Português no Estrangeiro Nível A1 Prova A (13A1AE) 60 minutos

Ensino Português no Estrangeiro Nível A1 Prova A (13A1AE) 60 minutos Ensino Português no Estrangeiro Nível A1 Prova A (13A1AE) 60 minutos Prova de certificação de nível de proficiência linguística no âmbito do Quadro de Referência para o Ensino Português no Estrangeiro,

Leia mais

como diz a frase: nois é grossa mas no fundo é um amor sempre é assim em cima da hora a pessoa muda numa hora ela fica com raiva, triste, feliz etc.

como diz a frase: nois é grossa mas no fundo é um amor sempre é assim em cima da hora a pessoa muda numa hora ela fica com raiva, triste, feliz etc. SEGUIR EM FRENTE seguir sempre em frente, nunca desistir dos seus sonhos todos nós temos seu nivel ou seja todos nós temos seu ponto fraco e siga nunca desistir e tentar até voce conseguir seu sonho se

Leia mais

O que mais me lembro da minha infância era o grande espelho que havia na sala da casa da minha avó paterna. Estava sempre coberto por um grande

O que mais me lembro da minha infância era o grande espelho que havia na sala da casa da minha avó paterna. Estava sempre coberto por um grande historia de terror O que mais me lembro da minha infância era o grande espelho que havia na sala da casa da minha avó paterna. Estava sempre coberto por um grande lençol negro, o que despertava a minha

Leia mais

Cartas da Boneca Sofia. Querido leitor a boneca Sofia com o intuito de contar-lhe sobre

Cartas da Boneca Sofia. Querido leitor a boneca Sofia com o intuito de contar-lhe sobre Cartas da Boneca Sofia Querido leitor a boneca Sofia com o intuito de contar-lhe sobre a viagem inesquecível que realizou, decidiu assim escrever cartas que demostrassem tudo o que ela vivenciou durante

Leia mais

O Homem De Mil Anos. Natael Noé Santana

O Homem De Mil Anos. Natael Noé Santana O Homem De Mil Anos Natael Noé Santana Sorocaba SP 2014 ISBN: Capa: Natael Noé Santana 2 Agradecimentos Agradeço primeiramente a Deus, a minha Família, a minha Esposa e a todos que apoiaram meu trabalho.

Leia mais

TUDO COMEÇA POR UM COMEÇO.

TUDO COMEÇA POR UM COMEÇO. TUDO COMEÇA POR UM COMEÇO. Michel Silveira 1 2 TUDO COMEÇA PELO COMEÇO Dedico a você: 3 4 TUDO COMEÇA PELO COMEÇO Sumário. Primeira fase Namoro pg. 29 Segunda fase Noivado pg.39 Terceira fase Casamento

Leia mais

Uma Aflição Imperial.

Uma Aflição Imperial. Uma Aflição Imperial. Amanda Silva C. Prefácio Uma aflição Imperial conta a história de uma garota chamada Anna que é diagnosticada com tipo raro de câncer leucemia sua mãe é paisagista e tem apenas um

Leia mais

Edição conforme o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa

Edição conforme o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa Edição conforme o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa Ilustração da Capa: Grace Kelli Pereira Projeto gráfico e editoração eletrônica: WOZi Revisão: Roque Aloisio Weschenfelder Todos os direitos desta

Leia mais

UM DIA DEPOIS DO AMANHÃ

UM DIA DEPOIS DO AMANHÃ UM DIA DEPOIS DO AMANHÃ Lembra-se de mim, professora? Hummm, deixe-me ver... Carmen... Não. Luiza. Nossa como você cresceu! É, professora, a gente é assim mesmo: ta sempre um pouco maior, ou mais envelhecida,

Leia mais

As 5 linguagens do amor

As 5 linguagens do amor As 5 linguagens do amor Sumário Agradecimentos 9 1. O que acontece com o amor depois do casamento? 11 2. Mantenha o tanque de amor cheio 19 3. A paixão 25 4. Primeira linguagem do amor: Palavras de afirmação

Leia mais

PREFÁCIO. Agradeço a DEUS, a minha família, aos meus pastores e a todos que acreditam no nosso sucesso. TEMA: NATAL

PREFÁCIO. Agradeço a DEUS, a minha família, aos meus pastores e a todos que acreditam no nosso sucesso. TEMA: NATAL BOM NATAL PREFÁCIO Agradeço a DEUS, a minha família, aos meus pastores e a todos que acreditam no nosso sucesso. TEMA: NATAL Que essa mensagem venha ser de grande valia para você caro leitor.que possamos

Leia mais

Mutual

Mutual Mutual 2013 http://astontasvaoaoceu.blogspot.com.br/ Em Lugares Santos Se no escuro andais não vais enxergar quem sois e o que podeis vos tornar. Se de joelhos estais e na luz viveis, onde o Espírito está

Leia mais

1 EU - PESSOA. Meu corpo muda e se constrói minha identidade. Na construção do amor

1 EU - PESSOA. Meu corpo muda e se constrói minha identidade. Na construção do amor Meu corpo muda e se constrói minha identidade Quando eu era criança, falava como uma criança ( ) Quando me tornei um homem, terminei com as coisas de criança. 1 Cor 13,11 1 Quando eu era criança, falava

Leia mais

I CONGRESSO BRASILEIRO DE ENFERMAGEM NEONATAL Bioética e Biodireito na Atenção Neonatal FILIAÇÃO UNISSEXUAL. Profª Drª Luciana Moas

I CONGRESSO BRASILEIRO DE ENFERMAGEM NEONATAL Bioética e Biodireito na Atenção Neonatal FILIAÇÃO UNISSEXUAL. Profª Drª Luciana Moas I CONGRESSO BRASILEIRO DE ENFERMAGEM NEONATAL Bioética e Biodireito na Atenção Neonatal FILIAÇÃO UNISSEXUAL O IMPACTO DAS INOVAÇÕES BIOTECNOLÓGICAS NO PARENTESCO: A DISTINÇÃO ENTRE PAI E GENITOR Meu Deus

Leia mais

L. H. Albuquerque SHAUMBRANDO. Expressões e Expansões de Consciência. Primeira Edição

L. H. Albuquerque SHAUMBRANDO. Expressões e Expansões de Consciência. Primeira Edição L. H. Albuquerque SHAUMBRANDO Expressões e Expansões de Consciência Primeira Edição Salvador, 2014 VIDASHAUMBRA - Um Espaço de Consciência Todos os Direitos Soberanos Reservados. Isso significa que esta

Leia mais

Bíblia para crianças. apresenta O SÁBIO REI

Bíblia para crianças. apresenta O SÁBIO REI Bíblia para crianças apresenta O SÁBIO REI SALOMÃO Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Lazarus Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia na Linguagem

Leia mais

TEU ABRAÇO OUTRA VEZ ALGO EM QUE PENSAR

TEU ABRAÇO OUTRA VEZ ALGO EM QUE PENSAR TEU ABRAÇO OUTRA VEZ E, levantando-se, foi para seu pai; e, quando ainda estava longe, viu-o seu pai, e se moveu de íntima compaixão e, correndo, lançou-se-lhe ao pescoço e o beijou. (Lucas 15:20) ALGO

Leia mais

A volta às aulas do Pequeno Nicolau

A volta às aulas do Pequeno Nicolau HISTÓRIAS INÉDITAS DO PEQUENO NICOLAU René Goscinny Jean-Jacques Sempé A volta às aulas do Pequeno Nicolau Tradução Pedro Karp Vasquez Volta às aulas MAMÃE DISSE QUE AMANHÃ iremos comprar coisas para a

Leia mais

José. Anésio Rodrigues

José. Anésio Rodrigues José Anésio Rodrigues 37:5-11 Certo dia, José teve um sonho. Quando o contou aos irmãos, eles passaram a odiá-lo ainda mais. Ele disse: Ouçam o sonho que eu tive. 37:5-11 Estávamos todos nós no campo,

Leia mais

A NOIVA. André Calazans

A NOIVA. André Calazans A NOIVA André Calazans - É, meu filho, sua velha mãe não tem como evitar. Você, meu único filho que me ficou, vai casar. Logo você, meu caçula, com aquela jararaca... - Mãe, por favor... - Deixa disso,

Leia mais

1. OUÇAM A PRIMAVERA!

1. OUÇAM A PRIMAVERA! 1. OUÇAM A PRIMAVERA! Na Mata dos Medos há uma pequena clareira dominada por um pinheiro-manso 1 muito alto. É o largo do Pinheiro Grande. Um pássaro que por lá passarou pôs-se a cantar e acordou o Ouriço,

Leia mais

Ela pegou sua mala rosa com aquele dois macaquinhos, que há muito não usava, colocou no seu carro e saiu. No caminho muitas coisas

Ela pegou sua mala rosa com aquele dois macaquinhos, que há muito não usava, colocou no seu carro e saiu. No caminho muitas coisas O bebê O bebê estava dormindo e Marta acabara de acordar. Bruno ainda dormia e Marta aproveitou o momento, pegou seu filho, juntou suas coisas e saiu. Bruno acordou e quando não viu seu filho e sua esposa

Leia mais

O VERDADEIRO NATAL Base bíblica: Lucas 2:1-20

O VERDADEIRO NATAL Base bíblica: Lucas 2:1-20 O VERDADEIRO NATAL Base bíblica: Lucas 2:1-20 Texto Para decorar: "Pois, na cidade de Davi, vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor. Lc 2:11 Objetivo: Levar a criança a conhecer o verdadeiro

Leia mais

PARTE 1. O que você sempre quis saber

PARTE 1. O que você sempre quis saber PARTE 1 O que você sempre quis saber Vamos ser francos. Namoro é um dos temas mais falados entre os jovens cristãos. As reações à abordagem repetitiva do tema combinam fascínio e cansaço. Por quê? Acreditamos

Leia mais

Por que Natal Vintage?

Por que Natal Vintage? Por que Natal Vintage? ü Vintage é uma palavra emprestada do mundo da moda e da decoração que tem sido utilizada para referir-se a um estilo retrô, que embora antigo, vale no mundo contemporâneo como algo

Leia mais

Nº 20 C 3º Domingo da Páscoa

Nº 20 C 3º Domingo da Páscoa Nº 20 C 3º Domingo da Páscoa - 10.4.2016 És o novo Sol que não tem ocaso. És a luz que não se apaga. És vencedor da morte para sempre. És o homem primeiro do mundo novo. És o começo da nova criação. És

Leia mais

Dica: Antes de fazer as atividades abaixo, leia o documento Pretérito perfeito do indicativo, no Banco de Gramática.

Dica: Antes de fazer as atividades abaixo, leia o documento Pretérito perfeito do indicativo, no Banco de Gramática. Fim de semana Gramática: atividades Dica: Antes de fazer as atividades abaixo, leia o documento Pretérito perfeito do indicativo, no Banco de Gramática. Dois programas diferentes 1. Complete as lacunas

Leia mais

A MULHER QUE ESTAVA PERTO DO

A MULHER QUE ESTAVA PERTO DO Bíblia para crianças apresenta A MULHER QUE ESTAVA PERTO DO POÇO Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Lazarus Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia

Leia mais

Mesa Redonda. Editora. Resgate. Conflitos de Uma Geração Por João Cruz

Mesa Redonda. Editora. Resgate. Conflitos de Uma Geração Por João Cruz Mesa Redonda Conflitos de Uma Geração Por João Cruz Resgate Editora Mesa Redonda - Copyright 2014 João Cruz 1ª Edição em Português - 2014 Todos os direitos reservados a João Cruz Capa: Ranieri Vieira -

Leia mais

Evangelização Espírita Ismênia de Jesus Plano de Aula Jardim (3 a 5 anos) Título: Sentimento de Fraternidade

Evangelização Espírita Ismênia de Jesus Plano de Aula Jardim (3 a 5 anos) Título: Sentimento de Fraternidade Plano de Aula 17 Centro Espírita Ismênia de Jesus Evangelização Espírita Ismênia de Jesus Plano de Aula Jardim (3 a 5 anos) Educadoras: Edma e Priscila Dia: 13/06/2016 Título: Sentimento de Fraternidade

Leia mais

2 UMA NARRATIVA ESPECIAL! UMA EXPERIÊNCIA EM

2 UMA NARRATIVA ESPECIAL! UMA EXPERIÊNCIA EM 2 UMA NARRATIVA ESPECIAL! UMA EXPERIÊNCIA EM ASSIS Ana Maria Ramos Sanchez Varella A narrativa escrita é uma tentativa de dar acesso a um percurso interior que evolui correlativamente para um percurso

Leia mais

sobre tudo o INFORMA de Canoas Igreja Batista Nº a 16 de Julho de 2016 dias de amor

sobre tudo o INFORMA de Canoas Igreja Batista Nº a 16 de Julho de 2016 dias de amor INFORMA sobre tudo o Amor Igreja Batista de Canoas Nº 891 10 a 16 de Julho de 2016 dias de amor dias de amor sobre tudo o Amor 1 Coríntios 14:1, Marcos 12:30,31, 1 Cor. 16:14 (NTLH) OS FUNDAMENTOS DO AMOR

Leia mais

Imagine com Munhoz e Mariano. Feito por uma fã muito apaixonada, que estava afim de compartilhar com as outras fãs!

Imagine com Munhoz e Mariano. Feito por uma fã muito apaixonada, que estava afim de compartilhar com as outras fãs! Era só um sonho. Imagine com Munhoz e Mariano. Feito por uma fã muito apaixonada, que estava afim de compartilhar com as outras fãs! Já estava com muita saudades! No dia em que poderia ir em um show, aconteceu

Leia mais

Às vezes me parece que gosto dele, mas isso não é sempre. Algumas coisas em meu irmão me irritam muito. Quando ele sai, por exemplo, faz questão de

Às vezes me parece que gosto dele, mas isso não é sempre. Algumas coisas em meu irmão me irritam muito. Quando ele sai, por exemplo, faz questão de Às vezes me parece que gosto dele, mas isso não é sempre. Algumas coisas em meu irmão me irritam muito. Quando ele sai, por exemplo, faz questão de sair sozinho. E me chama de pirralho, o que me dá raiva.

Leia mais

Era uma vez Um conto da felicidade de um jovem casal

Era uma vez Um conto da felicidade de um jovem casal Era uma vez Um conto da felicidade de um jovem casal Era uma vez Assim começa um conto de verdade. E o que segue embaixo é um conto que o mundo raramente viu igual. O conto começa na Dinamarca. Era uma

Leia mais

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil Sugestão: estes exercícios devem ser feitos depois de estudar a Unidade 12 por

Leia mais

Deus nos dá amigos. Um lugar especial. 5anos. Edição do aluno. Estudos bíblicos Pré-escolar. Ano CIV Nº 389

Deus nos dá amigos. Um lugar especial. 5anos. Edição do aluno. Estudos bíblicos Pré-escolar. Ano CIV Nº 389 Deus nos dá amigos Estudos bíblicos Pré-escolar 5anos e6 Ano CIV Nº 389 5107 Um lugar especial Edição do aluno Estamos de volta para mais um trimestre de alegria, aprendizado e muitas descobertas. Você

Leia mais

Salmo 23.

Salmo 23. Anésio Rodrigues Salmo 23 www.bible.com/pt-br Bondade e Misericórdia me seguirão (Estudo sobre o Salmo 23) Salmo 23 Nova Versão Internacional Salmo 23 O Senhor é o meu pastor; de nada terei falta. Salmo

Leia mais

Nº 28 A Ascensão do Senhor

Nº 28 A Ascensão do Senhor Nº 28 A Ascensão do Senhor - 1.6.2014 Ide por todo o mundo! Estarei sempre convosco! I de Ide Ide e anunciai a Boa Nova. Quando partilhais o que tendes com os outros, quando dais atenção a quem está sozinho

Leia mais

EAA Editora ARARA AZUL Ltda Revista Virtual de Cultura Surda ENTREVISTA. Carilissa Dall Alba

EAA Editora ARARA AZUL Ltda Revista Virtual de Cultura Surda ENTREVISTA. Carilissa Dall Alba EAA Editora ARARA AZUL Ltda Revista Virtual de Cultura Surda IDENTIFICAÇÃO Nome: Cidade: Estado: País: Formação: Profissão: Local de Trabalho: Local de Estudo: Contatos: Santa Maria RS Brasil Mestrado

Leia mais

Matthew Dicks. Memórias de Um Amigo Imaginário

Matthew Dicks. Memórias de Um Amigo Imaginário Matthew Dicks Memórias de Um Amigo Imaginário Tradução Victor Antunes Para a Clara Capítulo 1 Isto é o que eu sei: Chamo-me Budo. Existo há cinco anos. Cinco anos é muito tempo para alguém como eu. Foi

Leia mais

Quando temos pessoas especiais temos também momentos especiais. E essas pessoas especiais foram ótimas para mim nesse ano de 2011.

Quando temos pessoas especiais temos também momentos especiais. E essas pessoas especiais foram ótimas para mim nesse ano de 2011. Quando temos pessoas especiais temos também momentos especiais. E essas pessoas especiais foram ótimas para mim nesse ano de 2011. Pessoas que marcaram minha vida de modo SIMPLES ou de modo ESPETACULAR.

Leia mais

O reino dos céus será semelhante a dez moças que, tomando as suas lâmpadas, saíram ao encontro do esposo. Cinco delas eram prudentes, e cinco

O reino dos céus será semelhante a dez moças que, tomando as suas lâmpadas, saíram ao encontro do esposo. Cinco delas eram prudentes, e cinco O reino dos céus será semelhante a dez moças que, tomando as suas lâmpadas, saíram ao encontro do esposo. Cinco delas eram prudentes, e cinco desleixadas. As desleixadas, tomando as suas lâmpadas, não

Leia mais

SEMANA 16 A QUEDA. Nome: Professor: Rebanho Versículos para Decorar (Estamos usando a Bíblia na Nova Versão Internacional NVI)

SEMANA 16 A QUEDA. Nome: Professor: Rebanho Versículos para Decorar (Estamos usando a Bíblia na Nova Versão Internacional NVI) MEDITAÇÃO SALA AMARELA SEMANA 16 A QUEDA Nome: Professor: Rebanho Versículos para Decorar (Estamos usando a Bíblia na Nova Versão Internacional NVI) 1 Sei que sou pecador desde que nasci, sim, desde que

Leia mais

Tânia Abrão. Coração de Mãe. Coração De Mãe

Tânia Abrão. Coração de Mãe. Coração De Mãe Coração de Mãe Coração De Mãe Página 1 Coração De Mãe 1º Edição Agosto de 2013 Página 2 Coração De Mãe 1º Edição È proibida à reprodução total ou parcial desta obra, por Qualquer meio e para qualquer fim

Leia mais

Um belo dia de sol, Jessi caminhava feliz para sua escola.

Um belo dia de sol, Jessi caminhava feliz para sua escola. Jessy Um belo dia de sol, Jessi caminhava feliz para sua escola. Jessi era uma garota linda, tinha a pele escura como o chocolate, seus olhos eram pretos e brilhantes que pareciam duas lindas amoras, seu

Leia mais

Garoto extraordinário

Garoto extraordinário Garoto extraordinário (adequada para crianças de 6 a 8 anos) Texto: Lucas 2:40-52 Princípio: ser como Jesus Você vai precisar de um fantoche de cara engraçada, um adulto para manipular o fantoche atrás

Leia mais

Língua Por. ortuguesa. As Vontades

Língua Por. ortuguesa. As Vontades Nome: Ensino: F undamental 4 o ano urma: T Data: 10/8/2009 Língua Por ortuguesa As Vontades Eu tenho que achar um lugar pra esconder minhas vontades. Não digo vontade magra, pequenininha, que nem tomar

Leia mais

11 Digo isto, não por causa da pobreza, porque aprendi a viver contente em toda e qualquer situação. Filipenses (Ap.Paulo)

11 Digo isto, não por causa da pobreza, porque aprendi a viver contente em toda e qualquer situação. Filipenses (Ap.Paulo) 11 Digo isto, não por causa da pobreza, porque aprendi a viver contente em toda e qualquer situação. Filipenses 4.11 (Ap.Paulo) Rute: O caminho para felicidade Elimeleque Noemi Malom Quiliom Uma família

Leia mais

Henrique era um menino de oito anos de idade...

Henrique era um menino de oito anos de idade... 1 Henrique era um menino de oito anos de idade... Havia muita tristeza no ar por causa da doença de Henrique. Pessoas iam e vinham trazendo água fresca e toalhas limpas para passarem em seu rosto e corpo

Leia mais

Para onde a gente está indo?

Para onde a gente está indo? Segunda-feira Para onde a gente está indo? Para a reunião da família Zumbi respondeu minha mãe. Ah, cara, que coisa horrível! Achei que ia passar o resto do verão só jogando video game e comendo bolo.

Leia mais

ELISEU, UM HOMEM MILAGROSO

ELISEU, UM HOMEM MILAGROSO Bíblia para crianças apresenta ELISEU, UM HOMEM MILAGROSO Escrito por: Edward Hughes Ilustrado por: Lazarus O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia na Linguagem de Hoje 1998 - Sociedade

Leia mais

Porém este respondeu: Não quero; mais tarde, tocado de arrependimento, foi e fez o que o pai pediu pra ele. BOCA DE FORNO. Regras:

Porém este respondeu: Não quero; mais tarde, tocado de arrependimento, foi e fez o que o pai pediu pra ele. BOCA DE FORNO. Regras: BOCA DE FORNO A1 Regras: O professor comanda a brincadeira, e antes de cada tarefa o refrão: Professor: Boca de forno. Todos: Forno Professor : Tudo que eu pedir para fazer, faz? 2 Sugestões de tarefas

Leia mais

O que você está dizendo?! Pelo jeito alguém fez uma denúncia contra você, porque não vou lhe imputar isto você ter denunciado outra pessoa!

O que você está dizendo?! Pelo jeito alguém fez uma denúncia contra você, porque não vou lhe imputar isto você ter denunciado outra pessoa! Sócrates encontra-se por acaso com o adivinho Êutifron, dias antes de seu julgamento 1 (2) Que novidade é essa, Sócrates, que você, deixando os passatempos no Liceu, 2 agora passa o tempo aqui, nos arredores

Leia mais

CURSO DE SUPERVISORES

CURSO DE SUPERVISORES 2016 CURSO DE SUPERVISORES [Com Ferramentas de Coaching] AULA 7 Bruno Monteiro AAULA 7 APRENDENDO A DESAFIAR A EQUIPE A CRESCERR Os bons líderes precisam viver o que eu chamo de melhoria contínua. Ou seja,

Leia mais

Suely Soares de Almeida Suely Cencini

Suely Soares de Almeida Suely Cencini 49 Entrevista Suely Soares de Almeida Suely Cencini Texto: Guilherme Salgado Rocha Fotos: Rita Amaral E la é incisiva: Detesto a velhice. A minha e a dos outros. Desde sua adolescência/juventude, quando

Leia mais

Com Amor João Câmara e Nilde Câmara

Com Amor João Câmara e Nilde Câmara Com mor INTROD: D /D C#m F#m m ( m 7 ) D /D C#m F#m m C#m D D /D Com amor Deus criou C#m F#m O céu e o mar m Criou também as estrelas O sol e o ar D /D C#m F#m este amor predomina C#m F#m m todo o meu

Leia mais

Dimensões. Institucionalização. Entrevistado

Dimensões. Institucionalização. Entrevistado Dimensões Institucionalização Entrevistado F 2 Imagem sobre a velhice Entristece-me muito chegar aqui e olhar para determinados idosos que estão aqui, venho cá três vezes por semana no mínimo e nunca vejo

Leia mais

ISAQUE E REBECA: CASAMENTO E FILHOS

ISAQUE E REBECA: CASAMENTO E FILHOS Momento com Deus Crianças de 7 a 9 anos NOME: DATA: 09/06/2013 ISAQUE E REBECA: CASAMENTO E FILHOS Versículos para Decorar 1- Quem quiser tornar-se importante entre vocês deverá ser servo. Marcos 10:43b

Leia mais

AUTA DE SOUZA CURSO S N OÇÕES

AUTA DE SOUZA CURSO S N OÇÕES CURSO NOÇÕES BÁSICAS DOUTRINA ESPÍRITA EDITORA 1 / 10 2 / 10 A Melhor Escola Qual a melhor escola de preparação das almas reencarnadas, na terra? A MELHOR ESCOLA AINDA É O LAR, ON A CRIATURA VE RECEBER

Leia mais

BALANÇO DA OCUPAÇÃO DO TEMPO DURANTE A SEMANA DE PREENCHIMENTO DA GRELHA - 1º ANO

BALANÇO DA OCUPAÇÃO DO TEMPO DURANTE A SEMANA DE PREENCHIMENTO DA GRELHA - 1º ANO BALANÇO DA OCUPAÇÃO DO TEMPO DURANTE A SEMANA DE PREENCHIMENTO DA GRELHA - 1º ANO PROFESSORA Bom dia meninos, estão bons? TODOS Sim. PROFESSORA Então a primeira pergunta que eu vou fazer é se vocês gostam

Leia mais

Teatro A História da Carochinha

Teatro A História da Carochinha Teatro A História da - O meu nome é, gosto muito de limpar. Arrumo a casa toda, sempre a cantar. Tenho uma vida pacata mas gostava de casar. Vestir um vestido branco e um marido arranjar. Mas preciso de

Leia mais

Nº36 B - 30º Domingo do Tempo Comum Ter Fé

Nº36 B - 30º Domingo do Tempo Comum Ter Fé Nº36 B - 30º Domingo do Tempo Comum - 25.10.2015 Ter Fé O Evangelho de hoje mostra-nos que devemos ter Fé, uma Fé muito forte, tal como aquele cego que pediu a Jesus que o curasse. O cego acreditava que

Leia mais

"A HORA DO SIM" Roteiro de. Deborah Zaniolli

A HORA DO SIM Roteiro de. Deborah Zaniolli "A HORA DO SIM" Roteiro de Deborah Zaniolli Copyright 2016 by Deborah Zaniolli Deborah Zaniolli Todos os direitos reservados contato@deborahzaniolli.com BN: 704.709 Roteiro 2011 Piedade- SP 1. "A HORA

Leia mais

Tempos e modos verbais

Tempos e modos verbais Tempos e modos verbais Modo verbal é a forma como a ação é expressa: Indicativo: é o modo que dá uma indicação sobre o momento em que se desenvolve a ação. Ele permite situar o processo no tempo. Subjuntivo:

Leia mais

CIPLE CERTIFICADO INICIAL DE PORTUGUÊS LÍNGUA ESTRANGEIRA

CIPLE CERTIFICADO INICIAL DE PORTUGUÊS LÍNGUA ESTRANGEIRA CIPLE CERTIFICADO INICIAL DE PORTUGUÊS LÍNGUA ESTRANGEIRA COMPREENSÃO DA LEITURA PRODUÇÃO E INTERAÇÃO ESCRITAS INFORMAÇÕES E INSTRUÇÕES PARA OS CANDIDATOS Esta componente tem a duração de 1 hora e 15 minutos.

Leia mais

Cap.1- Separação. Um roteiro

Cap.1- Separação. Um roteiro Até quando? Cap.1- Separação Um roteiro de Lucas Luiz SEQ. 1: Sala do apartamento Int. / dia Letícia procura por algo em uma caixa de sapato, sentada no sofá. A sua frente está André, em pé, observando-a.

Leia mais

Encarte

Encarte Encarte e letras disponíveis em Encarte www.encartedigitalmk.com.br e letras disponíveis em Conheça mais esta inovação da MK Music. Uma empresa que pensa no futuro www.encartedigitalmk.com.br Conheça mais

Leia mais

DEUS PROVA ABRAÃO Lição Objetivos: Ensinar que os filhos de Deus tornam-se mais fiéis através de provas de dificuldade.

DEUS PROVA ABRAÃO Lição Objetivos: Ensinar que os filhos de Deus tornam-se mais fiéis através de provas de dificuldade. DEUS PROVA ABRAÃO Lição 11 1 1. Objetivos: Ensinar que os filhos de Deus tornam-se mais fiéis através de provas de dificuldade. 2. Lição Bíblica: Gênesis 21.1-8; 1-19 (Base bíblica para a história e o

Leia mais

A LOIRA DO CEMITÉRIO. Por JULIANO FIGUEIREDO DA SILVA

A LOIRA DO CEMITÉRIO. Por JULIANO FIGUEIREDO DA SILVA A DO CEMITÉRIO Por JULIANO FIGUEIREDO DA SILVA TODOS OS DIREITOS RESERVADOS RUA: ALAMEDA PEDRO II N 718 VENDA DA CRUZ SÃO GONÇALO E-MAIL: jfigueiredo759@gmail.com TEL: (21)92303033 EXT.PRAÇA.DIA Praça

Leia mais

Uma vida que floresce

Uma vida que floresce Uma vida que floresce Um gato, um sapato e um susto Feito por : Haylin Certo dia, ao voltar da escola,(quando eu ainda morava com a minha avó), fui correndo para o banheiro e tomei um banho bem gostoso.

Leia mais

www.afiliadocurioso.com Este e-book pode ser compartilhado, porém, não pode ser editado. Direitos autoriais para: Fernando Martins da Silva Pode me chamar de Nando Olá, meu nome é Nando Silva. Não sou

Leia mais

Pai e Filho 1 Paulo Victor Batista de SOUSA 2 Francisco Giovanni Fernandes RODRIGUES 3 Universidade do Estado do Rio Grande do Norte

Pai e Filho 1 Paulo Victor Batista de SOUSA 2 Francisco Giovanni Fernandes RODRIGUES 3 Universidade do Estado do Rio Grande do Norte XXIII Prêmio Expocom 06 Exposição da Pesquisa Experimental em Comunicação Pai e Filho Paulo Victor Batista de SOUSA Francisco Giovanni Fernandes RODRIGUES Universidade do Estado do Rio Grande do Norte

Leia mais

COMO BUSCAR O BATISMO COM O ESPÍRITO SANTO

COMO BUSCAR O BATISMO COM O ESPÍRITO SANTO COMO BUSCAR O BATISMO COM O ESPÍRITO SANTO A Paz do Senhor amados irmãos e queridos leitores... Quero compartilhar com vocês uma grande e única experiência que eu tive com o Espirito Santo e que agora

Leia mais

A Professora de Horizontologia

A Professora de Horizontologia A Professora de Horizontologia Já tinha parado a chuva e Clara Luz estava louca que a Gota voltasse. Felizmente a Fada-Mãe veio com uma novidade: Minha filha, hoje vem uma professora nova. Você vai ter

Leia mais

Roteiro: Kelson s, O lugar onde vivo.

Roteiro: Kelson s, O lugar onde vivo. Roteiro: Kelson s, O lugar onde vivo. SINOPSE: Kelson s : O Lugar onde Vivo Relato de quatro meninos de uma comunidade de baixa renda do Rio de Janeiro, falando a um entrevistador, do lugar onde vivem.

Leia mais

"Com pedras, os homens constróem catedrais; mas com gestos de amor constróem a Humanidade".

Com pedras, os homens constróem catedrais; mas com gestos de amor constróem a Humanidade. "Com pedras, os homens constróem catedrais; mas com gestos de amor constróem a Humanidade". Os Pais, Primeiros Educadores da Fé Existe um ambiente privilegiado em que os casais, sem excluir outros lugares,

Leia mais

João Pedro Pinto Moreira 4º Ano EB1 Azenha Nova. A Pequena Diferença

João Pedro Pinto Moreira 4º Ano EB1 Azenha Nova. A Pequena Diferença João Pedro Pinto Moreira 4º Ano EB1 Azenha Nova A Pequena Diferença Era uma vez um menino chamado Afonso que nasceu no primeiro dia do ano de 2000. Era uma criança muito desejada por toda a família, era

Leia mais

Maria Luiza Braga (UFRJ)

Maria Luiza Braga (UFRJ) Entrevista Maria Luiza Braga (UFRJ) André Felipe Cunha Vieira Gostaria( de( começar( esta( entrevista( agradecendo( por( você( aceitar( nosso( convite(e(nos(receber(em(sua(casa.(ler(seu(currículo(lattes(é(um(exercício(de(

Leia mais

História de Carmem Biancho Flores

História de Carmem Biancho Flores História de Carmem Biancho Flores Nascimento: 14 de julho de 1953 Falecimento: 6 de outubro de 2013 Foi no dia 14 de julho de 1953 que Valdemar e Alda Biancho tiveram sua filha Carmen, que passou muitas

Leia mais