ORIENTAÇÃO PARA O ESTÁGIO COMPLEMENTAR EDUCACIONAL (LEI DE 25 DE SETEMBRO DE 2008)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ORIENTAÇÃO PARA O ESTÁGIO COMPLEMENTAR EDUCACIONAL (LEI DE 25 DE SETEMBRO DE 2008)"

Transcrição

1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS UNIDADE ARAXÁ COORDENAÇÃO DE PROGRAMAS DE ESTÁGIO Av Ministro Olavo Drummond, 25 Amazonas Fone: (34) Cep: ARAXÁ (MG). ORIENTAÇÃO PARA O ESTÁGIO COMPLEMENTAR EDUCACIONAL (LEI DE 25 DE SETEMBRO DE 2008)

2 ÍNDICE Avisos gerais sobre o Estágio Complementar Educacional Cronograma de entrega de documentos Controle I Controle II Ficha de avaliação do estágio º Avaliação º Avaliação Orientação na elaboração do relatório Termo de realização de estágio

3 ESTAGIÁRIO LEIA COM ATENÇÃO 1- Solicitação da carta para apresentação de estágio, junto a Coordenação de Programa de Estágio se a empresa solicitar. 2- A empresa devera preencher o formulário de dados, o formulário esta na Coordenação de Programa de Estágio ou no link item Fazer o Convenio de Estágio entre a empresa e o CEFET- MG/Unidade Araxá(em duas vias, quem elabora o convenio é o CEFET-MG ou a Empresa). 4- Fazer o Termo de Compromisso de Estágio em três vias(elaborado pelo CEFET-MG ou a Empresa). O Plano de Atividades 03 vias. 5- O estagiário devera preencher o controle I e a empresa o controle II(o aluno tem o prazo para entregar os controles I e II juntamente com uma via do Termo de Compromisso de Estágio assinado por ambas das partes e 01 via do Plano de Atividades, no prazo Maximo de 30 dias após o inicio do estágio, podendo o estágio ser cancelado se o mesmo não cumprir o prazo). 6- No segundo mês de estágio o aluno(a) deve comparecer na 1ª RAE no dia e horário já agendado com o Professor Orientador.Deve levar 1º avaliação preenchida pela empresa(pág.10 do Guia do Estágio Técnico) e a Auto Avaliação(página 8,9) preenchida pelo estagiário(a) e o formulário de participação na 1ª RAE(item 13 em formulários), Professor preenche e o aluno entrega no Setor de Estágio.Na 1ª RAE o Prof. vai agendar dia e horário da 2ª RAE que vai acontecer no 4º mês do estágio.vc deve trazer 2ª Avaliação preenchida pela empresa(página 11 Guia do Estagiário Técnico) e Comprovante de Participação na 2ª RAE,item 14 ( Professor preenche e o aluno entrega no Setor de Estágio.).Após o fim do estágio vc tem 30 dias para entregar o seu Relatório de Estágio para o Professor Orientador,assinado por vc e pelo seu Supervisor de Estágio da Empresa juntamente com o Comprovante de Aprovação do Relatório,item 15 em formulários 7- O estagiário devera entregar na Coordenação de Programa de Estágio o Termo de Realização de Estágio em uma via e com as assinaturas da empresa do estagiário. 3

4 CRONOGRAMA PARA ENTREGA DE DOCUMENTOS DO ESTAGIÁRIO À COORDENAÇÃO DE PROGRAMA DE ESTÁGIO Controle I Inscrição no Exercício Orientado da Profissão (preenchido pelo estagiário(a). Controle II Programa de estágio(preenchido pela empresa) Ficha de Avaliação do Estágio- Estagiário Preencher 1ª Avaliação do estagiário pela empresa(preenchido pela empresa) 2 Avaliação do estagiário pela empresa(preenchido pela empresa) Termo de Realização de Estágio Relatório Final INÍCIO Dois MESES (1ª RAE) Quatro MESES (2ª RAE) Seis MESES 4

5 Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais Coordenação do Programa de Estágio Controle I Inscrição no Estágio Curricular Obrigatório 1 DADOS DO ESTAGIÁRIO (A ser preenchido pelo estagiário) Nome do estagiário: Matricula Curso: Ano de entrada: Série atual: Turno: Endereço: Nº Bairro: Cidade: Estado: CEP: Fone residencial: Fone de contato: 2 DADOS DA EMPRESA CNPJ: Nome da Empresa: Endereço: Nº Bairro: Cidade: CEP: Fone: Fax : Ramo de atividades: 3 DADOS REFERENTES AO EOP Início : Término: Período de estágio previsto: meses Bolsa: R$ Número de horas semanais: horas Total de horas previstas: Setor de estágio: Fone do setor/ramal Supervisor de estágio Cargo: 4 - A EMPRESA JÁ DEFINIU AS ATIVIDADES DE ESTÁGIO? Sim Não Em caso positivo, descreva-as: 5

6 5 CRONOGRAMA DAS R.A.E E DE REMESSA DO RELATÓRIO FINAL (A ser preenchido pelo CPE junto ao aluno) 1ª. R.A.E. 2ª R.A.E. RELATÓRIO FINAL Data Prazo final de entrega do relatório 5 ALTERAÇÃO CONTRATUAL (Preenchido pelo CPE) Prorrogado até Rescisão em Por quantos meses Total de meses trabalhados Alteração de carga horária em Alteração do No. De horas semanais de para horas/semanais Outras alterações 6 ACOMPAMENTO DO ECO (Preenchido pelo professor orientador e CPE) Participação nas Atividades 1ª R.A.E. Participou em Obs: 2ª R.A.E. Participou em RELATÓRIO FINAL 1ª. Avaliação pelo professor orientador Aprovado ( ) Reprovado ( ) 2ª. Avaliação pelo professor orientador Aprovado ( ) Aprovado ( ) Reprovado ( ) Reprovado ( ) Contato com o aluno em Assinatura do aluno / / Data 6

7 Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais Coordenação do Programas de Estágio PROGRAMA DE ESTÁGIO (Controle II A ser preenchido pela empresa) I DADOS DA EMPRESA CNPJ Nome da empresa: Endereço: Nº: Bairro: Cidade: Estado: CEP: Fone(s): Fax: Diretor / Presidente: Responsável pelo Depto de R.H.: II DADOS REFERENTES AO ESTÁGIO: Estagiário: Curso: Início do estágio: / / Término: / / Período de estágio previsto: meses Nº de horas semanais previsto pelo contrato: Total de horas: Setor de estágio: Fone do setor/ramal: Supervisor de Estágio: Cargo: III PROGRAMA DE ESTÁGIO Objetivo do Estágio: Atividades principais a serem desenvolvidas pelo estagiário: Pré-requisitos exigidos: Caso a empresa tenha um programa com cronograma das atividades a serem executadas pelo estagiário, favor anexar cópia a esta ficha. / / Assinatura do supervisor de estágio e carimbo da empresa Data Atenção: A inscrição do aluno no ECO, para conclusão do curso só se dará mediante a entrega deste documento à Coordenação do Programa de Estágio, devidamente preenchido e assinado pela empresa, acompanhado de uma via do contrato de estágio com o nome da seguradora e o número da apólice ou cópia. 7

8 Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais Coordenação do Programas de Estágio FICHA DE AVALIAÇÃO DO ESTÁGIO (A ser preenchida pelo estagiário na véspera da 1ª RAE e entregue diretamente ao professor orientador, na reunião) A - DADOS DO ESTAGIÁRIO Nome Curso: Empresa: Supervisor: Fone Res.: Fone(s) comercial : B - FICHA DE AVALIAÇÃO DO ESTÁGIO Período Avaliado: de a Principais Atividades Técnicas Desenvolvidas: AUTO-AVALIAÇÃO Marque com um X a coluna que corresponde à sua avaliação: CONCEITOS 1-insuficiente 2-regular 3-bom 4-muito bom 5-ótimo Desempenho do estagiário Responsabilidade Iniciativa Capacidade de assimilação de novos conhecimentos Capacidade de assimilação de instruções de trabalho Relacionamento pessoal na empresa Qualidade dos trabalhos executados Interesse pelas atividades executadas no estágio Desempenho Geral no estágio Compromisso em valorizar o CEFET, com atitudes e palavras, dentro da empresa.. Liste as principais oportunidades de aprendizagem técnica identificadas por você.. Liste as tarefas em que você encontrou maiores dificuldades, citando os motivos.. Comente sobre a supervisão técnica que você tem recebido na empresa. 8

9 . A empresa tem um programa de estágio a ser cumprido? Em caso positivo, descreva o programa proposto e os instrumentos de controle/avaliação utilizados pela empresa para acompanhar o estagiário.. Descreva as condições de estágio oferecidas pela empresa (segurança no trabalho, equipamentos e tecnologia, cursos e orientações dadas aos estagiários, apoio financeiro etc).. Como é trabalhada a questão do relacionamento interpessoal e da adaptação do estagiário na empresa, pela alta direção e chefias imediatas?. Como você avalia sua formação em termos de conhecimentos gerais em função das competências que lhe foram atribuídas? Justifique sua resposta.. E em termos de conhecimentos técnicos? Justifique a sua resposta. Data Assinatura do aluno 9

10 CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS CEFET/MG 1ª AVALIAÇÃO DO ESTAGIÁRIO PELA EMPRESA (A SER PREENCHIDA NA SEMANA QUE ANTECEDE A 1ª R.A.E.) Empresa Estagiário Curso: Período avaliado: dias Função do estagiário: I = insatisfatório R = regular B = bom O = Ótimo I R B O Quanto ao envolvimento e responsabilidade com as atividades profissionais a)disposição em pesquisar os assuntos que não domina b)iniciativa c)interesse pelos assuntos relativos à empresa d)interesse pelos assuntos relativos ao conteúdo técnico e)organização f)pontualidade g)qualidade dos relatórios emitidos durante o trabalho h)zelo pelo ambiente de trabalho Quanto ao relacionamento interpessoal a)relacionamento com os colegas b)relacionamento com o supervisor Quanto à formação profissional a)conhecimentos gerais b)conhecimentos técnicos c)facilidade em assimilar novos conhecimentos Avaliação Geral a)resultados apresentados b)desempenho Geral no Estágio COMENTÁRIOS Assinatura e carimbo da empresa / / Data 10

11 CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS COORDENAÇÃO DE PROGRAMAS DE ESTÁGIO 2ª AVALIAÇÃO DO ESTAGIÁRIO PELA EMPRESA (A ser preenchida no dia anterior a 2ª RAE) Data da 2ªR.A.E. / / Curso: Estagiário: Empresa: Supervisor de Estágio: Período Avaliado: de a / / Tema da Pesquisa Técnica: Marque com um X a opção que corresponde à sua avaliação, observando a seguinte legenda: I = insatisfatório R = regular S = satisfatório M = muito bom O = Ótimo Favor deixar em branco o(s) item(s) que não for(em) passível(eis) de avaliação, até a presente data. Pontos Avaliados Quanto ao envolvimento e responsabilidade com as atividades profissionais. Disposição em pesquisar os assuntos que não domina. Iniciativa. Interesse pelos assuntos relativos à empresa. Interesse pelos assuntos relativos ao conteúdo técnico. Organização. Pontualidade. Qualidade dos relatórios emitidos durante o trabalho. Zelo pelo ambiente de trabalho Quanto ao relacionamento interpessoal. Relacionamento com os colegas. Relacionamento com o supervisor Quanto à formação profissional. Conhecimentos gerais. Conhecimentos técnicos. Facilidade em assimilar novos conhecimentos Avaliação Geral. Resultados apresentados. Desempenho Geral no Estágio CONCEITO I R S M O Assinatura e Carimbo da Empresa Data 11

12 ORIENTAÇÃO NA ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO O relatório do Estágio e sujeito à aprovação do professor designado para avaliação do mesmo. O relatório deve conter informações sobre as atividades desenvolvidas pelo estagiário durante o seu período de estágio. Ao relatar estas atividades, o estagiário deve aprofundar na natureza técnica da mesma, detalhando como, porquê e o seu resultado. O relatório de Estágio, obrigatoriamente, devera ter todos os textos impressos utilizando o software Word for Windows, fonte Times New Roman, tamanho 12, em espaçamento simples ou 1,5. Deve ser composto por: CAPA Devera conter: A identificação do CEFET-MG/Unidade - Araxá e logo abaixo Estágio Supervisionado (No alto da pagina). Em fonte maior (18,20) e no centro da pagina RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DE HABILITAÇÃO PROFISSIONAL. Nome completo do aluno; Curso mais abaixo a esquerda Mês/ Ano (no rodapé). FOLHA DE ROSTO DADOS DO ESTAGIÁRIO Nome do aluno. Ano em Curso. Curso Carteira de identidade. Endereço residencial. / Telefone/ Fax. DADOS DO ESTÁGIO Período de realização. Duração total do período em horas. Área do conhecimento. Área especifica. Nome do professor orientador. DADOS DA EMPRESA Nome. Endereço. Telefone, fax, , site. Principal atividade da empresa. Empresa oferece: Alojamento: ( ) Sim ( ) Não Alimentação: ( ) Sim ( ) Não Remuneração: ( ) Sim ( ) Não Outros (Especificar): Nome do Supervisor Técnico do Estágio. Cargo. 12

13 INTRODUÇÃO Deve conter dados gerais que facilitem a introdução do leitor ao relatório. Descrever a área de estágio realizada, caracterizando a empresa em que foi feito o estágio, suas atividade, sua inserção no mercado, suas áreas de atuação e demais detalhes da empresa em geral. RELATO DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS É a síntese das atividades realizadas e desenvolvidas durante o estágio. Devem ser descritas com o maio nível possível, observando sempre, os passos seguintes. Descrição da atividade Carga horária; Disciplinas cursadas afins com suas atividades. Tecnologia utilizada. Equipamentos e dispositivos Utilizados. Resultados obtidos. Análise dos Resultados. Propostas e Soluções para Resolução dos problemas. ATENÇÃO: o relatório não deve ser feito descrevendo atividades diárias. CONCLUSÕES E SUGESTÕES Deve conter uma analise critica do estágio como instrumento para a formação profissional do estagiário, possibilitando a avaliação do estágio pela escola e pela empresa. Aqui podem e devem ser apresentados as possíveis sugestões para melhoria da qualidade do estágio e do ensino no CEFET-MG/Campus - Araxá. Enriquecendo o relatório, o estagiário deve citar se o conteúdo(s) da(s) disciplina(s) na CEFET-MG/Unidade - Araxá esta compatível com a realidade da vivida. E porquê? ANEXO É o conjunto de material ilustrado ou complementar ao texto (gráficos, tabelas, fotos, modelos de formulários, etc). REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS Caso tenha sido utilizado material bibliográfico durante o estágio, deve-se relacioná-lo, ao final, pela ordem alfabética dos sobrenomes dos autores. 13

14 TERMO DE REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO Realização referente ao Termo de Compromisso de Estágio para Complementação Educacional, celebrado entre: CONCEDENTE: Nome: Endereço: CNPJ: Representante Legal: Supervisor(a) de Estágio: Telefone: ESTAGIÁRIO: Nome: Endereço: CPF: Curso/Módulo: Telefone: INTERVENIENTE: INSTITUIÇÃO DE ENSINO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS /ARAXÁ Endereço: Av. Ministro Olavo Drummond,nº 25, Bairro Amazonas Araxá MG CEP fone: (34) CNPJ: / Representante Legal: Prof.. Henrique José Avelar Diretor/Unidade Araxá Pelo presente instrumento, as partes acima qualificadas declaram a realização do Termo de Compromisso de Estágio, em três vias de igual teor, sob as seguintes cláusulas e condições: CLÁUSULA PRIMEIRA O desligamento se processa de comum acordo entre as partes ao término da vigência do Termo de Compromisso de Estágio. CLÁUSULA SEGUNDA As obrigações, tanto por parte da empresa quanto por parte do(a) estagiário(a) são declaradas como plenamente cumpridas dentro das condições estabelecidas no Termo de Compromisso de Estágio original. CLÁUSULA TERCEIRA A carga horária de estágio efetivamente cumprida pelo(a) estagiário(a) na empresa foi de ( ) horas ao longo de ( ) meses e ( ) dias, contabilizadas no período entre / / e / /. Araxá, de de 20. Edinilton Moserle Coordenador de Programas de Estágio Carimbo da Escola Nome do Empresário (Representante legal) Cargo Carimbo da Empresa Nome / Assinatura do(a) Estagiário(a) 14

ORIENTAÇÃO PARA O ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO (LEI , DE 25 DE SETEMBRO DE 2008)

ORIENTAÇÃO PARA O ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO (LEI , DE 25 DE SETEMBRO DE 2008) SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS Av. Ministro Olavo Drummond, n. 25, bairro Amazonas Araxá-MG CEP: 38180-510 Fone: (34) 3669-4507 -

Leia mais

Data: / / Instituição:Início da viagem técnica H Término da viagem técnica: H Responsável (eis) pela recepção na instituição (nome(s) e cargo(s))

Data: / / Instituição:Início da viagem técnica H Término da viagem técnica: H Responsável (eis) pela recepção na instituição (nome(s) e cargo(s)) RELATÓRIO DE VIAGEM TÉCNICA Este relatório deverá ser entregue ao coordenador (a) de estágio até 10 dias após a Visita Técnica. Nome do estagiário (a): Turma: Identificação do(s) professor(es) Nome(s):

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE FILOSOFIA DA USJT CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE FILOSOFIA DA USJT CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE FILOSOFIA DA USJT CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º Este Regulamento estabelece as normas para o cumprimento da carga horária mínima em Estágio

Leia mais

RELATÓRIO DE ESTÁGIO NOME ACADÊMICO (A) RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO CURSO TECNOLOGIA EM REDES DE COMPUTADORES

RELATÓRIO DE ESTÁGIO NOME ACADÊMICO (A) RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO CURSO TECNOLOGIA EM REDES DE COMPUTADORES RELATÓRIO DE ESTÁGIO NOME ACADÊMICO (A) RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO CURSO TECNOLOGIA EM REDES DE COMPUTADORES Crixás/GO Maio, 2015 NOME ACADÊMICO(A) RELATORIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

Leia mais

Regularização de Estágios Obrigatórios 2011 LEI , DE 25 DE SETEMBRO DE 2008

Regularização de Estágios Obrigatórios 2011 LEI , DE 25 DE SETEMBRO DE 2008 LEI 11.788, DE 25 DE SETEMBRO DE 2008 Artigo 2º, parágrafo 1º, estágio obrigatório é aquele definido como tal no projeto do curso, cuja carga horária é requisito para aprovação e obtenção de diploma. Artigo

Leia mais

Faculdade Campo Limpo Paulista. Curso de Farmácia. Instruções para o desenvolvimento do estágio

Faculdade Campo Limpo Paulista. Curso de Farmácia. Instruções para o desenvolvimento do estágio Faculdade Campo Limpo Paulista Curso de Farmácia Instruções para o desenvolvimento do estágio Para o desenvolvimento do estágio curricular do curso de farmácia, os seguintes passos deverão ser seguidos:

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO PARA ESTÁGIO

DOCUMENTAÇÃO PARA ESTÁGIO DOCUMENTAÇÃO PARA ESTÁGIO PASSO A PASSO Caro Aluno, Leia atentamente as instruções abaixo para saber como entregar seus documentos de estágio. Os documentos deverão ser entregues ANTES de iniciar o estágio.

Leia mais

1 RELATÓRIO DE ESTÁGIO

1 RELATÓRIO DE ESTÁGIO 1 RELATÓRIO DE ESTÁGIO É o documento que relata formalmente os resultados ou processos obtidos em investigação de pesquisa e desenvolvimento ou que descreve a situação prática ou de observação de uma questão

Leia mais

Conselho Regional de Técnicos em Radiologia Serviço Público Federal

Conselho Regional de Técnicos em Radiologia Serviço Público Federal ORIENTAÇÕES PARA REGISTRO DE ESTAGIÁRIO VIA CORREIO (Obs: Este kit de Registro de Estagiário serve para o quem vai enviar pelo correio) 1. Solicitar o boleto para recolhimento da taxa de expedição da habilitação

Leia mais

1. Súmula. 2. Objetivos. 3. Método

1. Súmula. 2. Objetivos. 3. Método 1. Súmula Realização de estágio curricular supervisionado, atuando na área da Engenharia de Produção. Eperiência prática junto ao meio profissional e entrega de relatório final de estágio. Orientação por

Leia mais

Formulário Técnico / Estágio Curricular Supervisionado

Formulário Técnico / Estágio Curricular Supervisionado MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI DEPARTAMENTO DE FARMÁCIA DIAMANTINA MINAS GERAIS Formulário Técnico / Estágio Curricular Supervisionado 1. Disciplina: 2.

Leia mais

Regimento do Estágio Supervisionado do Curso de Sistemas de Informação

Regimento do Estágio Supervisionado do Curso de Sistemas de Informação Regimento do Estágio Supervisionado do Curso de Sistemas de Informação Regimento do Estágio Supervisionado do Curso de Sistemas de Informação da Universidade do Estado de Minas Gerais Campus de Frutal/MG

Leia mais

CQ043 - ESTÁGIO SUPERVISIONADO (Bacharelado em Química) PRIMEIRO SEMESTRE DE 2016 CALENDÁRIO E ORIENTAÇÕES

CQ043 - ESTÁGIO SUPERVISIONADO (Bacharelado em Química) PRIMEIRO SEMESTRE DE 2016 CALENDÁRIO E ORIENTAÇÕES UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS EXATAS DEPARTAMENTO DE QUÍMICA CQ043 - ESTÁGIO SUPERVISIONADO (Bacharelado em Química) PRIMEIRO SEMESTRE DE 2016 CALENDÁRIO E ORIENTAÇÕES Disponível em

Leia mais

DADOS DO ESTAGIÁRIO. 8 Ramo de Atividade: 9.Endereço comercial: nº Fone: ( ) Responsável pela supervisão do estágio na empresa: Cargo:

DADOS DO ESTAGIÁRIO. 8 Ramo de Atividade: 9.Endereço comercial: nº Fone: ( ) Responsável pela supervisão do estágio na empresa: Cargo: 1 DADOS DO ESTAGIÁRIO 1. Nome do estagiário: 2. Data de Nascimento: / / Local: Estado: Sexo: ( ) masculino ( ) feminino 3. Filiação: Pai Mãe 4. Endereço Residencial: Nº: Apto e/ou compl : Bairro: Cidade:

Leia mais

MANUAL ATIVIDADES ACADÊMICAS CIENTÍFICAS CULTURAIS (AACCs) LICENCIATURA E BACHARELADO

MANUAL ATIVIDADES ACADÊMICAS CIENTÍFICAS CULTURAIS (AACCs) LICENCIATURA E BACHARELADO MANUAL ATIVIDADES ACADÊMICAS CIENTÍFICAS CULTURAIS (AACCs) ESTÁGIO SUPERVISIONADO LICENCIATURA E BACHARELADO ATIVIDADES ACADÊMICAS CIENTÍFICAS CULTURAIS (AACC) LICENCIATURA / BACHARELADO Ementa: As Atividades

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ÍTALO- BRASILEIRO

CENTRO UNIVERSITÁRIO ÍTALO- BRASILEIRO CENTRO UNIVERSITÁRIO ÍTALO- BRASILEIRO PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA 2016 PROGRAMA DE BOLSA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA O Programa de Bolsas de Iniciação Científica tem como objetivo incentivar

Leia mais

EDITAL N. 11 /2013. Este edital entrará em vigor a partir desta data, revogando os dispositivos anteriores. Curitiba, 15 de abril de 2013

EDITAL N. 11 /2013. Este edital entrará em vigor a partir desta data, revogando os dispositivos anteriores. Curitiba, 15 de abril de 2013 GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR FACULDADE DE ARTES DO PARANÁ Reconhecida pelo Decreto Governamental n.º 70.906 de 01/08/72 e Portaria n.º 1.062

Leia mais

ROTEIRO PARA CONFECÇÃO DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO FUNCIONÁRIOS (MAIS DE 2 ANOS NA EMPRESA)

ROTEIRO PARA CONFECÇÃO DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO FUNCIONÁRIOS (MAIS DE 2 ANOS NA EMPRESA) ROTEIRO PARA CONFECÇÃO DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO ESTAGIÁRIOS Capa Folha de rosto Folha de aprovação Sumário Identificação do Estagiário Identificação da Escola Identificação da Empresa Introdução Relatório

Leia mais

PROGRAMA VIVÊNCIA PROFISSIONAL : REGULAMENTO DA PRÁTICA PROFISSIONAL / ESTÁGIO. Escola SENAI Anchieta

PROGRAMA VIVÊNCIA PROFISSIONAL : REGULAMENTO DA PRÁTICA PROFISSIONAL / ESTÁGIO. Escola SENAI Anchieta PROGRAMA VIVÊNCIA PROFISSIONAL : REGULAMENTO DA PRÁTICA PROFISSIONAL / ESTÁGIO Escola SENAI Anchieta Sumário Página 01 Prática Profissional / Estágio 03 02 Da carga horária da Prática Profissional / Estágio

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL I INTRODUÇÃO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL I INTRODUÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL I INTRODUÇÃO O estágio curricular do curso de Engenharia Civil é uma atividade obrigatória, em consonância com as Diretrizes Curriculares

Leia mais

ETEC RAPOSO TAVARES/SP

ETEC RAPOSO TAVARES/SP ETEC RAPOSO TAVARES/SP RUA CACHOEIRA DO PORAQUE, 326 CONJ. RAPOSO TAVARES 05574-450 SÃO PAULO/SP TELS: (11) 3782-5782/(11) 3782-5529 Curso Técnico em Ano de Conclusão: 1 Sumário Ficha de início de estágio------------------------------------------------------------------------3

Leia mais

Regulamento de Estágio Curricular Supervisionado ENGENHARIA ELÉTRICA - TELECOMUNICAÇÕES

Regulamento de Estágio Curricular Supervisionado ENGENHARIA ELÉTRICA - TELECOMUNICAÇÕES Regulamento de Estágio Curricular Supervisionado ENGENHARIA ELÉTRICA - TELECOMUNICAÇÕES CAMPO LIMPO PAULISTA 2014 Regulamento de Estágio Curricular Supervisionado do Curso de Engenharia Elétrica - Telecomunicações

Leia mais

IT-IB-012 Instrução para Inscrição de Exames

IT-IB-012 Instrução para Inscrição de Exames IT-IB-012 Instrução para Inscrição de Exames Para os profissionais de acesso por corda. Rev. 00 SUMÁRIO 1. OBJETIVO.... 3 2. CAMPO DE APLICAÇÃO... 3 3. RESPONSABILIDADES... 3 4. REVISÃO... 3 5. DOCUMENTO

Leia mais

MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS

MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS Universidade Estadual de Maringá Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes Departamento de Letras Curso de Secretariado Executivo Trilíngue Estágio Curricular Supervisionado MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS

Leia mais

DECLARAÇÃO DE ORIENTAÇÃO DE ESTÁGIO

DECLARAÇÃO DE ORIENTAÇÃO DE ESTÁGIO DECLARAÇÃO DE ORIENTAÇÃO DE ESTÁGIO Eu, professor(a), declaro ser orientador de estágio do aluno, do curso técnico em Agropecuária Modular. Por ser verdade, firmo a presente declaração. Professor(a) Orientador(a)

Leia mais

EDITAL 004/2016 Câmpus Araraquara SELEÇÃO DE BOLSISTAS - BOLSA EXTENSÃO

EDITAL 004/2016 Câmpus Araraquara SELEÇÃO DE BOLSISTAS - BOLSA EXTENSÃO EDITAL 004/2016 Câmpus Araraquara SELEÇÃO DE BOLSISTAS - BOLSA EXTENSÃO ABERTURA O Diretor Geral do câmpus Araraquara do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo, torna pública,

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC REGULAMENTO

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC REGULAMENTO Texto Aprovado CONSU Nº 2010-08 - Data: 10/06/10 PRÓ-REITORIA ACADÊMICA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC REGULAMENTO 1. O programa se destina a apoiar os discentes do UNASP

Leia mais

CURSO: FISIOTERAPIA I DA CARACTERIZAÇÃO:

CURSO: FISIOTERAPIA I DA CARACTERIZAÇÃO: REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I e II CURSO: FISIOTERAPIA I DA CARACTERIZAÇÃO: Art.1º Estágio Supervisionado é disciplina oferecida aos alunos regularmente matriculados no oitavo e nono período

Leia mais

Versão: Dezembro/2012. O aluno poderá integralizar os créditos referentes às disciplinas ACH 2017 e ACH 2018 das seguintes formas:

Versão: Dezembro/2012. O aluno poderá integralizar os créditos referentes às disciplinas ACH 2017 e ACH 2018 das seguintes formas: Normas para Realização do Projeto Supervisionado ou Trabalho de Graduação para o Curso de Sistemas de Informação da Escola de Artes, Ciências e Humanidades, da Universidade de São Paulo Versão: Dezembro/2012

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL COMUNITÁRIA FORMIGUENSE FUOM CENTRO UNIVERSITÁRIO DE FORMIGA UNIFOR-MG

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL COMUNITÁRIA FORMIGUENSE FUOM CENTRO UNIVERSITÁRIO DE FORMIGA UNIFOR-MG FUNDAÇÃO EDUCACIONAL COMUNITÁRIA FORMIGUENSE FUOM CENTRO UNIVERSITÁRIO DE FORMIGA UNIFOR-MG REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO (ATO DE APROVAÇÃO: Resolução do Reitor

Leia mais

FORMATAÇÃO E MODELO PARA RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO

FORMATAÇÃO E MODELO PARA RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO FORMATAÇÃO E MODELO PARA RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO O relatório deverá ser entregue em formato pdf, sendo dispensada a forma impressa. Para a elaboração do Relatório de Estágio Supervisionado

Leia mais

FACULDADE DE HORTOLÂNDIA Ato de Recredenciamento: Port. 673, 25/05/2011, D.O.U, de 26/05/2011, Seção 1, págs. 18/19

FACULDADE DE HORTOLÂNDIA Ato de Recredenciamento: Port. 673, 25/05/2011, D.O.U, de 26/05/2011, Seção 1, págs. 18/19 INSTITUTO EDUCACIONAL DO ESTADO DE SÃO PAULO Faculdade de Hortolândia REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CURSO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Hortolândia 2015 1 TRABALHO DE CONCLUSÃO DO

Leia mais

Estágios curriculares obrigatórios de curta duração Disciplina: Atividade Acadêmico-Profissional versão: maio 2009

Estágios curriculares obrigatórios de curta duração Disciplina: Atividade Acadêmico-Profissional versão: maio 2009 Informações Gerais Estágios curriculares obrigatórios de curta duração Disciplina: Atividade Acadêmico-Profissional versão: maio 2009 A realização de estágios curriculares (obrigatórios) e extracurriculares

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Procuradoria da República no Município de São Pedro da Aldeia/RJ

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Procuradoria da República no Município de São Pedro da Aldeia/RJ Edital nº 02, de 26 de maio de 2010 1º PROCESSO SELETIVO PÚBLICO PARA A FORMAÇÃO DE QUADRO DE RESERVA DE ESTAGIÁRIOS DE NÍVEL MÉDIO DA PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO MUNICÍPIO DE SÃO PEDRO DA ALDEIA RJ I

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIOS ENSINO MÉDIO / TÉCNICO SUMÁRIO

MANUAL DE ESTÁGIOS ENSINO MÉDIO / TÉCNICO SUMÁRIO MANUAL DE ESTÁGIOS ENSINO MÉDIO / TÉCNICO SUMÁRIO 1. Introdução 2. Professores orientadores de estágio 3. Relatório de estágio 3.1 Apresentação do relatório 4. Roteiro do relatório de estágio 4.1 Estagiário

Leia mais

CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO ESCOLA DE ENGENHARIAS

CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO ESCOLA DE ENGENHARIAS 1 Centro Universitário Autônomo do Brasil - UniBrasil COORDENAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO ESTAGIÁRIO(A): XXXXXXXXXXXXXX RELATÓRIO FINAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO Relatório Final de Estágio Curricular

Leia mais

PREFEITURA DE SÃO LUIS INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA DO MUNICÍPIO IPAM

PREFEITURA DE SÃO LUIS INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA DO MUNICÍPIO IPAM EDITAL Nº 01/2016 SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS A Prefeitura Municipal de São Luís, por intermédio do Instituto de Previdência e Assistência do Município IPAM, no uso de suas atribuições legais, torna público

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ODONTOLOGIA

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ODONTOLOGIA ORIENTAÇÕES PARA OFERECIMENTO DE ESTÁGIOS A ESTUDANTES DA FOUSP Para empresa ou Cirurgião(ã)-Dentista 1. Carta de apresentação da empresa ou Cirurgião(ã)-Dentista com as seguintes informações: a) Dados

Leia mais

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE BACHARELADO EM ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE BACHARELADO EM ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE BACHARELADO EM ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO Art. 1º Com base no disposto no Art. 79 do Regulamento Geral dos Cursos de Graduação da Universidade Federal

Leia mais

EDITAL DE TRANSFERÊNCIA FATEC TAUBATÉ Nº. 01/2016 DE 01 DE JUNHO DE REMANEJAMENTO ENTRE FATEC s

EDITAL DE TRANSFERÊNCIA FATEC TAUBATÉ Nº. 01/2016 DE 01 DE JUNHO DE REMANEJAMENTO ENTRE FATEC s EDITAL DE TRANSFERÊNCIA FATEC TAUBATÉ Nº. 01/2016 DE 01 DE JUNHO DE 2016. REMANEJAMENTO ENTRE FATEC s O Diretor da, no uso de suas atribuições legais, faz saber que serão abertas as inscrições para participação

Leia mais

AS PASTAS DOS DIÁRIOS DE CLASSE SERÃO COMPOSTAS DE:

AS PASTAS DOS DIÁRIOS DE CLASSE SERÃO COMPOSTAS DE: DIÁRIO DE CLASSE É O DOCUMENTO NO QUAL O PROFESSOR REGISTRA A FREQUÊNCIA DOS ALUNOS ÀS AULAS, O DESENVOLVIMENTO DE TRABALHO DOCENTE, O NÚMERO DE AULAS PREVISTAS E DADAS, PROCEDIMENTOS DE AVALIAÇÃO E OS

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO ORIENTAÇOES PARA PREENCHIMENTO DOS DOCUMENTOS Cursos: Administração / TADS ORIENTAÇÕES:

ESTÁGIO SUPERVISIONADO ORIENTAÇOES PARA PREENCHIMENTO DOS DOCUMENTOS Cursos: Administração / TADS ORIENTAÇÕES: ESTÁGIO SUPERVISIONADO ORIENTAÇOES PARA PREENCHIMENTO DOS DOCUMENTOS Cursos: Administração / TADS ORIENTAÇÕES: As matrizes destes documentos estão disponíveis no site FAINAM / Central do Aluno / Estágio

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO E DA PREVIDÊNCIA ESCOLA DE GOVERNO DO PARANÁ CENTRAL DE ESTÁGIO

SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO E DA PREVIDÊNCIA ESCOLA DE GOVERNO DO PARANÁ CENTRAL DE ESTÁGIO A Lei Federal Nº 11.788/2008 em seu Art. 2 1º, determina que Estágio obrigatório é aquele definido como tal no projeto do curso, cuja carga horária é requisito para aprovação e obtenção de diploma. Para

Leia mais

15. ESTÁGIOS CURRICULARES DO BACHARELADO EM TEOLOGIA

15. ESTÁGIOS CURRICULARES DO BACHARELADO EM TEOLOGIA 15. ESTÁGIOS CURRICULARES DO BACHARELADO EM TEOLOGIA O Estágio Supervisionado profissionalizante é uma atividade do Curso Regular de Bacharel em Teologia, visando ir além do aspecto meramente teórico.

Leia mais

Informativo do Comunicado 079/2014 SEBRAE-SP

Informativo do Comunicado 079/2014 SEBRAE-SP São Paulo, 01 de Setembro de 2014 Informativo do Comunicado 079/2014 SEBRAE-SP O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Estado de São Paulo - SEBRAE SP informa que o item 6 do comunicado 079/2014

Leia mais

XXIX SEMANA CIENTÍFICA

XXIX SEMANA CIENTÍFICA XXIX SEMANA CIENTÍFICA NORMAS PARA APRESENTAÇÃO ORAL PÚBLICA DE TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO MONOGRAFIA 2015.2 A Proposta Pedagógica do Curso de Pedagogia da FaE/CBH/UEMG - versão 2008 estabelece como

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE TRABALHO E EMPREGO FUNDAÇÃO DE EDUCAÇÃO PARA O TRABALHO DE MINAS GERAIS UTRAMIG

GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE TRABALHO E EMPREGO FUNDAÇÃO DE EDUCAÇÃO PARA O TRABALHO DE MINAS GERAIS UTRAMIG EDITAL PARA SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS PARA O ATENDIMENTO NO LABORATÓRIO DO CURSOS TÉCNICO DE MEIO AMBIENTE UTRAMIG/DEP Nº 1/2016 1- A, inscrita sob o CNPJ 17.319.831/0001-23, com sede e foro nesta Capital,

Leia mais

PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL EDITAL Nº 023/2016, DE 24 DE AGOSTO DE 2016

PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL EDITAL Nº 023/2016, DE 24 DE AGOSTO DE 2016 PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL EDITAL Nº 023/2016, DE 24 DE AGOSTO DE 2016 BOLSA TUTORIA/CURSO SUPERIOR - LICENCIATURA EM MATEMÁTICA IFMG O DIRETOR GERAL DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E

Leia mais

REGULAMENTO DAS DISCIPLINAS PROJETOS DE BIOLOGIA I E II DO CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS CPAQ/UFMS

REGULAMENTO DAS DISCIPLINAS PROJETOS DE BIOLOGIA I E II DO CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS CPAQ/UFMS REGULAMENTO DAS DISCIPLINAS PROJETOS DE BIOLOGIA I E II DO CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS CPAQ/UFMS I - DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS Art. 1º O presente Regulamento tem por objetivo definir as normas das disciplinas

Leia mais

DÚVIDAS FREQUENTES ESTUDANTES

DÚVIDAS FREQUENTES ESTUDANTES DÚVIDAS FREQUENTES ESTUDANTES 1. O que é estágio? Estágio é o ato educativo escolar supervisionado, desenvolvido no ambiente de trabalho, que visa à preparação para o trabalho produtivo de educandos que

Leia mais

Normas para elaboração de Relatório de Estágio Curricular

Normas para elaboração de Relatório de Estágio Curricular UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ CAMPUS CAMPO MOURÃO COORDENAÇÃO DE ENGENHARIA DE ALIMENTOS Normas para elaboração de Relatório de Estágio Curricular CAMPO MOURÃO 2010 1. APRESENTAÇÃO A finalidade

Leia mais

PROGRAMA TRAINEE PARA ENFERMEIROS

PROGRAMA TRAINEE PARA ENFERMEIROS PROGRAMA TRAINEE PARA ENFERMEIROS Experiência Inovadora em Hospital de Médio Porte UNIMED NOROESTE / RS Unimed Noroeste / RS Sociedade Cooperativa de Serviços Médicos Ltda. Ijuí, Rio Grande do Sul Autores:

Leia mais

Edital Nº.01/ Convocação de Projetos para Bolsas de Iniciação Cientifica.

Edital Nº.01/ Convocação de Projetos para Bolsas de Iniciação Cientifica. PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FAPEC/FAT Edital Nº.01/2016 - Convocação de Projetos para Bolsas de Iniciação Cientifica. A Faculdade de Tecnologia de Alagoas torna público o presente

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA SOLICITAÇÃO DE VISITA TÉCNICA

INSTRUÇÕES PARA SOLICITAÇÃO DE VISITA TÉCNICA INSTRUÇÕES PARA SOLICITAÇÃO DE VISITA TÉCNICA Orientações aos servidores da UTFPR Câmpus Curitiba com relação aos procedimentos para solicitação de visitas técnicas. O presente documento visa padronizar

Leia mais

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA ESTÁGIO REMUNERADO NÃO OBRIGATÓRIO EDITAL Nº 07/2013

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA ESTÁGIO REMUNERADO NÃO OBRIGATÓRIO EDITAL Nº 07/2013 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA ESTÁGIO REMUNERADO NÃO OBRIGATÓRIO EDITAL Nº 07/2013 O DIRETOR GERAL DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SERTÃO PERNAMBUCANO CAMPUS PETROLINA ZONA

Leia mais

EDITAL 027/ PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO HABILITAÇÃO

EDITAL 027/ PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO HABILITAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS GABINETE DO REITOR Avenida Professor Mário Werneck, 2590, Bairro

Leia mais

Normas para realização de Estágio Supervisionado Curso de Graduação em Administração

Normas para realização de Estágio Supervisionado Curso de Graduação em Administração UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS Departamento de Administração e Economia Caixa Postal 3037- Lavras MG 37200-000 Fone (35) 3829-1441 Fax (35)3829-1772 Normas para realização de Estágio Supervisionado Curso

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA CELEBRAÇÃO DE ACORDO DE COOPERAÇÃO E TERMOS DE COMPROMISSO PARA ESTÁGIO DOS CURSOS DE BACHARELADO E LICENCIATURA DA UNEMAT

ORIENTAÇÕES PARA CELEBRAÇÃO DE ACORDO DE COOPERAÇÃO E TERMOS DE COMPROMISSO PARA ESTÁGIO DOS CURSOS DE BACHARELADO E LICENCIATURA DA UNEMAT ORIENTAÇÕES PARA CELEBRAÇÃO DE ACORDO DE COOPERAÇÃO E TERMOS DE COMPROMISSO PARA ESTÁGIO DOS CURSOS DE BACHARELADO E LICENCIATURA DA UNEMAT ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DOS CURSOS DE BACHARELADO DOCUMENTOS

Leia mais

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO EM ENGENHARIA FLORESTAL (TCC EF)

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO EM ENGENHARIA FLORESTAL (TCC EF) TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO EM ENGENHARIA FLORESTAL (TCC EF) I. DEFINIÇÃO Em atendimento às Diretrizes Curriculares do Ministério da Educação, todo aluno do Curso de Engenharia Florestal deverá, obrigatoriamente,

Leia mais

FACULDADE SÃO FRANCISCO DE JUAZEIRO-BA

FACULDADE SÃO FRANCISCO DE JUAZEIRO-BA EDITAL N. 1 SELEÇÃO DE ALUNOS PARA MONITORIA DA EMPRESA JÚNIOR, ESCRITÓRIO MODELO E LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO E CIÊNCIAS CONTÁBEIS DA FACULDADE SÃO FRANCISCO DE

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO PROFISSIONAL (SUPERVISIONADO)

REGULAMENTO DE ESTÁGIO PROFISSIONAL (SUPERVISIONADO) REGULAMENTO DE ESTÁGIO PROFISSIONAL (SUPERVISIONADO) GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA PROFª MS. ELAINE CRISTINA SIMOES BRAGANÇA PAULISTA 2013 O estágio é um ato educativo supervisionado, desenvolvido no ambiente

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA REITORIA Rua Esmeralda, 430 Faixa Nova Camobi CEP Santa Maria/RS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA REITORIA Rua Esmeralda, 430 Faixa Nova Camobi CEP Santa Maria/RS (minuta do) REGULAMENTO DE MOBILIDADE ACADÊMICA Dispõe sobre as normas e procedimentos para a mobilidade acadêmica, nacional e internacional, de estudantes do Instituto Federal Farroupilha. O Instituto

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA E SAÚDE

ORIENTAÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA E SAÚDE ORIENTAÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA E SAÚDE É fundamental que você leia ANTES os seguintes documentos: Lei federal 11.788 e a portaria 016/06 da EACH ambos disponíveis

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE VOLUNTÁRIOS DA AGÊNCIA EXPERIMENTAL DE JORNALISMO (AgexJor/Unipampa)

EDITAL DE SELEÇÃO DE VOLUNTÁRIOS DA AGÊNCIA EXPERIMENTAL DE JORNALISMO (AgexJor/Unipampa) EDITAL DE SELEÇÃO DE VOLUNTÁRIOS DA AGÊNCIA EXPERIMENTAL DE JORNALISMO (AgexJor/Unipampa) A coordenação da Agência Experimental de Jornalismo (AgexJor) da Unipampa informa que estarão abertas, no período

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA 1 REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA 2 REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA O Trabalho de Conclusão de

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FACULDADE CENECISTA DE VARGINHA Administração e Ciências Contábeis: Reconhecimento pelo Decreto Federal Nº 76177/75 - D.O. 02/09/75 Ciências Econômicas: Reconhecimento através da Portaria Ministerial Nº

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PROGRAMA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL/UAB SELEÇÃO DE TUTORES EDITAL AEE/UFSM 01/2009

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PROGRAMA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL/UAB SELEÇÃO DE TUTORES EDITAL AEE/UFSM 01/2009 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PROGRAMA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL/UAB SELEÇÃO DE TUTORES EDITAL AEE/UFSM 01/2009 A UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (UFSM), em parceria com o Programa Universidade

Leia mais

Regulamento Interno Para Bolsas PCI

Regulamento Interno Para Bolsas PCI Regulamento Interno Para Bolsas PCI Introdução Este documento contém a regulamentação para o uso de bolsas do Programa de Capacitação Institucional PCI no. São estabelecidas regras para a solicitação de

Leia mais

REGULAMENTO. Bolsa Instituto TIM OBMEP

REGULAMENTO. Bolsa Instituto TIM OBMEP REGULAMENTO Bolsa Instituto TIM OBMEP A bolsa Instituto TIM OBMEP é uma iniciativa do Instituto TIM, em parceria com a Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas OBMEP com o objetivo de dar

Leia mais

NORMATIZAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE BACHARELADO EM TURISMO BINACIONAL CONTEXTUALIZAÇÃO E JUSTIFICATIVA

NORMATIZAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE BACHARELADO EM TURISMO BINACIONAL CONTEXTUALIZAÇÃO E JUSTIFICATIVA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO CÂMPUS DE SANTA VITÓRIA DO PALMAR INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E DA INFORMAÇÃO COMITÊ ASSESSOR DO CURSO DE TURISMO BINACIONAL NORMATIZAÇÃO

Leia mais

EDITAL FATEC SÃO ROQUE Nº 01/2014 DE 12 DE MAIO DE 2014

EDITAL FATEC SÃO ROQUE Nº 01/2014 DE 12 DE MAIO DE 2014 EDITAL FATEC SÃO ROQUE Nº 01/2014 DE 12 DE MAIO DE 2014 O Diretor da Faculdade de Tecnologia de São Roque no uso de suas atribuições legais torna público que estão abertas as inscrições para participação

Leia mais

1 DA INSCRIÇÃO 2 DA DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA PARA INSCRIÇÃO NO EXAME DE SELEÇÃO E ADMISSÃO

1 DA INSCRIÇÃO 2 DA DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA PARA INSCRIÇÃO NO EXAME DE SELEÇÃO E ADMISSÃO Edital de convocação para Inscrição, Seleção e Matrícula de candidato aos Cursos de Pós-Graduação em nível de Especialização - Lato Sensu para o ano letivo de 2017. A Faculdade de Ciências da Administração

Leia mais

ROTEIRO DE ORGANIZAÇÃO DO CADERNO DE ESTÁGIO I. Educação Física LICENCIATURA Portaria de Reconhecimento nº. 428 de 28 de julho de 2014

ROTEIRO DE ORGANIZAÇÃO DO CADERNO DE ESTÁGIO I. Educação Física LICENCIATURA Portaria de Reconhecimento nº. 428 de 28 de julho de 2014 ROTEIRO DE ORGANIZAÇÃO DO CADERNO DE ESTÁGIO I Educação Física LICENCIATURA Portaria de Reconhecimento nº. 428 de 28 de julho de 2014 E N V E L O P E Folha de identificação*; Capa; Folha carga horária

Leia mais

SUBPROJETO CAMPUS BOLSAS 1 Biologia Patos 01 Total de Bolsas 01

SUBPROJETO CAMPUS BOLSAS 1 Biologia Patos 01 Total de Bolsas 01 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE PRÓ-REITORIA DE ENSINO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA EDITAL PIBID Nº 10/2016 SELEÇÃO PÚBLICA

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas 1 REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas O Diretor Geral Pró Tempore do Instituto Federal Catarinense Campus de Blumenau, no uso de

Leia mais

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE PLANO DE ESTÁGIO

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE PLANO DE ESTÁGIO E-1 ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE PLANO DE ESTÁGIO Deve obrigatoriamente conter: CAPA: contendo os seguintes itens ( ver modelo) Nome da Instituição Nome da unidade Nome do curso Nome da disciplina Frase

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO DE VAGAS PARA DOCENTES PARA O 2º SEMESTRE DE 2016 DA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC MINAS UNIDADE BELO HORIZONTE

PROCESSO DE SELEÇÃO DE VAGAS PARA DOCENTES PARA O 2º SEMESTRE DE 2016 DA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC MINAS UNIDADE BELO HORIZONTE EDITAL N º 02/2016 PROCESSO DE SELEÇÃO DE VAGAS PARA DOCENTES PARA O 2º SEMESTRE DE 2016 DA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC MINAS UNIDADE BELO HORIZONTE DA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC MINAS. De ordem do

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Normas para realização do Trabalho de Conclusão de Curso do Curso de Graduação em Engenharia Ambiental

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA PROGRAD Nº 09 DE 05 DE SETEMBRO DE 2013 MOBILIDADE ACADÊMICA NACIONAL E INTERNACIONAL

INSTRUÇÃO NORMATIVA PROGRAD Nº 09 DE 05 DE SETEMBRO DE 2013 MOBILIDADE ACADÊMICA NACIONAL E INTERNACIONAL INSTRUÇÃO NORMATIVA PROGRAD Nº 09 DE 05 DE SETEMBRO DE 2013 MOBILIDADE ACADÊMICA NACIONAL E INTERNACIONAL A Pró-Reitora de Ensino de Graduação do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do

Leia mais

TUTORIAL PARA O ALUNO MATRICULADO EM ESTÁGIO OBRIGATÓRIO:

TUTORIAL PARA O ALUNO MATRICULADO EM ESTÁGIO OBRIGATÓRIO: TUTORIAL PARA O ALUNO MATRICULADO EM ESTÁGIO OBRIGATÓRIO: Acesse o site do Unisinos Carreiras: www.unisinos.br/carreiras Clicar em Estágios > Estágios Obrigatórios Clicar em Cursos de Bacharelado > Cadastre

Leia mais

EDITAL Nº. 02 CCNE/DEPT. BIOQUÍMICA E BIOLOGIA MOLECULAR/UFSM SELEÇÃO DE BOLSITAS

EDITAL Nº. 02 CCNE/DEPT. BIOQUÍMICA E BIOLOGIA MOLECULAR/UFSM SELEÇÃO DE BOLSITAS EDITAL Nº. 02 CCNE/DEPT. BIOQUÍMICA E BIOLOGIA MOLECULAR/UFSM SELEÇÃO DE BOLSITAS A Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), através do projeto Institucional FIEX, torna pública a abertura de inscrições

Leia mais

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE BARRETOS - UNIFEB

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE BARRETOS - UNIFEB REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE BARRETOS - UNIFEB Da exposição de motivos Considerando que a disciplina Atividades Complementares

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA COORDENADORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA COORDENADORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA COORDENADORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL EDITAL N 34, DE 9 DE AGOSTO DE 2016. EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTAS PARA A COORDENADORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL

Leia mais

CURSOS CONCEDENTE VAGAS TURNO DO ESTÁGIO Pedagogia Prefeitura Municipal de Mossoró 50 Matutino

CURSOS CONCEDENTE VAGAS TURNO DO ESTÁGIO Pedagogia Prefeitura Municipal de Mossoró 50 Matutino Governo do Estado do Rio Grande do Norte Secretaria de Estado da Educação e da Cultura SEEC UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE UERN Pró-Reitoria de Recursos Humanos e Assuntos Estudantis - PRORHAE

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO DE CURSO SUPERIOR EM ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO OU CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO DE CURSO SUPERIOR EM ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO OU CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO DE CURSO SUPERIOR EM ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO OU CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO FACULDADE DE ENGENHARIA DE ALIMENTOS Processo nº 04P-01518/2016 A(O) FACULDADE

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE CONTRATAÇÃO DE PESSOAL 01/2013

PROCESSO SELETIVO DE CONTRATAÇÃO DE PESSOAL 01/2013 PROCESSO SELETIVO DE CONTRATAÇÃO DE PESSOAL 01/2013 O Instituto Brasileiro de Alternativa para Saúde e Meio Ambiente - IBRAAS, em atendimento à determinação da sua Diretora Executiva no pleno exercício

Leia mais

EDITAL DE TRANSFERÊNCIA FATEC TAUBATÉ Nº. 02/2016, DE 01 DE JUNHO DE VAGAS REMANESCENTES PARA RETORNO DE EGRESSOS DE FATEC s

EDITAL DE TRANSFERÊNCIA FATEC TAUBATÉ Nº. 02/2016, DE 01 DE JUNHO DE VAGAS REMANESCENTES PARA RETORNO DE EGRESSOS DE FATEC s EDITAL DE TRANSFERÊNCIA FATEC TAUBATÉ Nº. 02/2016, DE 01 DE JUNHO DE 2016. VAGAS REMANESCENTES PARA RETORNO DE EGRESSOS DE FATEC s O Diretor da, no uso de suas atribuições legais, faz saber que serão abertas

Leia mais

UNIVERSIDADE DO CEUMA UniCEUMA. Curso de Direito. Núcleo de Atividades Complementares NAC

UNIVERSIDADE DO CEUMA UniCEUMA. Curso de Direito. Núcleo de Atividades Complementares NAC 1 EDITAL NAC nº01/2016 NÚCLEO DE ESTUDOS EM VIOLÊNCIA E CIDADANIA NEVIC PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC A Coordenação do, através de seu Núcleo de Atividades Complementares

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DOS CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO E TECNOLÓGICOS DE NÍVEL SUPERIOR

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DOS CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO E TECNOLÓGICOS DE NÍVEL SUPERIOR REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DOS CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO E TECNOLÓGICOS DE NÍVEL SUPERIOR Canoas, RS 2012 CAPÍTULO I DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO Art. 1º - O Estágio Supervisionado dos alunos

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO I INTRODUÇÃO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO I INTRODUÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO I INTRODUÇÃO O estágio curricular do curso de ENGENHARIA DE PRODUÇÃO é uma atividade obrigatória, em consonância com as Diretrizes

Leia mais

Objetivo O exercício deste estágio objetiva promover atividades de apoio ao micro empreendedor individual (MEI) junto ao SEBRAE-PE.

Objetivo O exercício deste estágio objetiva promover atividades de apoio ao micro empreendedor individual (MEI) junto ao SEBRAE-PE. Laureate International Universities R EDITAL DE SELEÇÃO PARA ESTÁGIO DO SEBRAE 1 A FACULDADE DOS GUARARAPES, mantida pela Sociedade Capibaribe de Educação e Cultura - SOCEC, com sede em Jaboatão dos Guararapes

Leia mais

Edital PROGRAD nº 26, de 14 de julho de Chamada para o Programa de Iniciação à Docência (PID-2015)

Edital PROGRAD nº 26, de 14 de julho de Chamada para o Programa de Iniciação à Docência (PID-2015) Edital PROGRAD nº 26, de 14 de julho de 2014 Chamada para o Programa de Iniciação à Docência (PID-2015) Com base na Resolução 35/2011 do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão, que estabelece as Normas

Leia mais

EDITAL IFCE N 07/2016 CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DO TRABALHADOR CAMPUS CAMOCIM

EDITAL IFCE N 07/2016 CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DO TRABALHADOR CAMPUS CAMOCIM EDITAL IFCE N 07/2016 CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DO TRABALHADOR CAMPUS CAMOCIM A Direção do INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO CEARÁ Campus Camocim, no uso de suas atribuições

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº. 012 DE 06 DE DEZEMBRO DE 2013

RESOLUÇÃO Nº. 012 DE 06 DE DEZEMBRO DE 2013 RESOLUÇÃO Nº. 012 DE 06 DE DEZEMBRO DE 2013 AVALIAÇÃO PERIÓDICA DE DESEMPENHO APD (ANEXO I) Este formulário destina-se à avaliação periódica dos servidores Assistente e Técnico-administrativo estáveis,

Leia mais

EDITAL DE AUXÍLIO PARA AQUISIÇÃO DE MATERIAL PEDAGÓGICO Nº 010/2016 1º SEMESTRE

EDITAL DE AUXÍLIO PARA AQUISIÇÃO DE MATERIAL PEDAGÓGICO Nº 010/2016 1º SEMESTRE MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA EDITAL DE AUXÍLIO PARA AQUISIÇÃO DE MATERIAL PEDAGÓGICO Nº 010/2016 1º SEMESTRE O Pró-Reitor de Assuntos Estudantis, no uso de suas atribuições

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO REGULAMENTO TÍTULO I DO ESTÁGIO E SEUS FINS

ESTÁGIO SUPERVISIONADO REGULAMENTO TÍTULO I DO ESTÁGIO E SEUS FINS ESTÁGIO SUPERVISIONADO REGULAMENTO TÍTULO I DO ESTÁGIO E SEUS FINS Art. 1º - O ESTÁGIO SUPERVISIONADO visa complementar a formação acadêmica e efetivar a habilitação profissional, exigida por lei, para

Leia mais

Contratação e Acompanhamento de Estagiários na UNIFEI

Contratação e Acompanhamento de Estagiários na UNIFEI Universidade Federal de Itajubá Contratação e Acompanhamento de Estagiários na UNIFEI NORMA APROVADA PELO CEPEAD EM SUA 10ª REUNIÃO ORDINÁRIA 64ª RESOLUÇÃO, DE 29/04/2015. PROCESSO Nº 23088.002843/2014-37

Leia mais

Programa de Iniciação Científica da Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getulio Vargas PIC DIREITO SP

Programa de Iniciação Científica da Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getulio Vargas PIC DIREITO SP Programa de Iniciação Científica da Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getulio Vargas PIC DIREITO SP Edital n o 01/2016 Seleção de Projetos de Pesquisa A Coordenadoria do Mestrado Acadêmico e Pesquisa

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO

ESTÁGIO SUPERVISIONADO ESTÁGIO SUPERVISIONADO MANUAL DO ESTAGIÁRIO JULHO 2015 abatista@fatecbt.edu.br 03 a 14/08/2015 Matrícula de Estágio Supervisionado para os alunos que não constam no SIGA. 03 a 14/08/2015 Confirmação da

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal Catarinense Conselho Superior

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal Catarinense Conselho Superior RESOLUÇÃO Nº 045 CONSUPER/2015 Dispõe sobre Normas para o estabelecimento de Acordos/Convênios de Cooperação Internacional do IFC. O Presidente do do IFC, Professor Francisco José Montório Sobral, no uso

Leia mais