PSICOLOGIA DA APRENDIZAGEM ORIENTAÇÕES GERAIS E ENCAMINHAMENTOS PARA A EQUIPE GESTORA 1

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PSICOLOGIA DA APRENDIZAGEM ORIENTAÇÕES GERAIS E ENCAMINHAMENTOS PARA A EQUIPE GESTORA 1"

Transcrição

1 M E G A Z I D N E R P A A P S I C O LO G I A D CAMINHAMENTOS EN E IS A ER G ES Õ Ç TA ORIEN RA PARA A EQUIPE GESTO 1

2 1 o DIA: 02/02/15 (segunda-feira) ORIENTAÇÕES GERAIS E ENCAMINHAMENTOS PARA A EQUIPE GESTORA É importante que para os trabalhos deste dia a equipe gestora, responsável pela organização da semana pedagógica, providencie os materiais para a realização dos estudos. Seguem abaixo algumas sugestões: 1. Imprimir previamente cópias dos materiais de estudo referentes às quatro atividades (Anexos 1, 2, 3 e 4). 5. Informar que os grupos devem realizar a leitura e discussão das questões propostas nos anexos respeitando o tempo sugerido para a realização das atividades. Obs.: Os materiais de estudo estão disponíveis no Portal Dia a Dia Educação, no seguinte endereço: 2. Providenciar os vídeos a serem utilizados neste dia (download ou link direto do Portal Dia a Dia / YouTube). 3. Dividir os participantes conforme a orientação nas atividades. 4. Orientar que cada grupo eleja um coordenador e um redator. 1

3 1 MOMENTO ABERTURA DA SEMANA PEDAGÓGICA 1.1 INFORMES GERAIS Com todo o coletivo escolar reunido, os trabalhos deverão ser iniciados pela direção e equipe pedagógica com os informes gerais, como, por exemplo: a apresentação dos funcionários novos (caso haja), das mudanças realizadas na escola, e outras informações que a direção, equipe pedagógica e outros setores da escola julgarem necessários para um bom andamento pedagógico da escola. 1.2 APRESENTAÇÃO GERAL DA SEMANA PEDAGÓGICA Antes da apresentação dos vídeos institucionais, o gestor deverá apresentar, de forma geral, a semana pedagógica (os temas a serem discutidos e trabalhados nos três dias), conforme as informações presentes na página da Semana Pedagógica no Portal Dia a Dia Educação. 1.3 APRESENTAÇÃO DOS VÍDEOS Após os informes gerais, apresentar os vídeos com as mensagens institucionais: 1. Vídeo do Secretário de Estado da Educação Fernando Xavier Ferreira; 2. Vídeo da Superintendente de Educação Eliane Terezinha Vieira Rocha. 2

4 Iniciar este momento com a leitura para todo o coletivo da introdução da temática Psicologia da aprendizagem. 2.1 INTRODUÇÃO O foco de estudo deste dia será a Psicologia da Aprendizagem, considerando que este tema é um dos grandes desafios, não apenas para os professores, mas para todos os profissionais da educação, exigindo, desta forma, novos conhecimentos, aperfeiçoamento contínuo, estudos e reflexões sobre o processo da aprendizagem dos alunos. Neste sentido, o trabalho sobre este tema tem início nesta semana pedagógica estendendo-se para todo o ano letivo em ações que visarão discutir a utilização de métodos, técnicas e recursos pedagógicos que atendam à singularidade de aprendizagem dos alunos. Os materiais que serão utilizados no decorrer deste dia levam a refletir sobre alguns questionamentos: Como nossos alunos aprendem? Com quem aprendem? Quais seus estilos e ritmos de aprendizagens? Como planejar aulas que despertem o desejo de aprender nos alunos? 3

5 2.2 ENCAMINHAMENTO DAS ATIVIDADES A seguir, elencamos algumas orientações de trabalho com a finalidade de auxiliar as escolas da Rede Pública Estadual de Ensino, as escolas da área da surdez (conveniadas e estaduais), as escolas da área visual (conveniadas), as instituições conveniadas, os atendimentos educacionais especializados/aee ofertados no turno e contraturno da rede comum de ensino e as escolas de Educação Básica do sistema prisional, na organização referente ao primeiro dia da semana pedagógica de fevereiro de O trabalho que será realizado no dia de hoje está dividido em quatro atividades e tem como foco uma reflexão sobre a importância do estudo da psicologia da aprendizagem com vistas à superação dos obstáculos e à promoção da aprendizagem dos alunos da Rede Estadual de Ensino. Para a realização das atividades propostas sugerimos que os participantes sejam separados em pequenos grupos em ambientes distintos (salas de aula, laboratório de informática, etc.). que possibilitem assistir aos vídeos. Todos os registros das atividades deverão ser recolhidos ao final e analisados pela equipe pedagógica da escola para organização do planejamento e ações a serem desenvolvidas neste ano letivo de

6 Atividade 1 Período: manhã Tempo previsto para a realização desta atividade 1h30 Para esta atividade será necessária a apresentação do vídeo Nós da Educação (1º bloco), com o professor Cloves Amorim. Oriente o coordenador de cada grupo, antes da exibição do vídeo, a apresentar as informações e a sinopse do vídeo. Nós da Educação: Professor Cloves Amorim 1º Bloco Programa produzido pela TV Paulo Freire. Duração: 8min13s Sinopse: Entrevista com o psicólogo Cloves Amorim, professor doutorando da PUCPR. Este vídeo tem por objetivo apresentar a importância do estudo da psicologia da aprendizagem com vistas à superação dos obstáculos e à promoção da aprendizagem dos alunos da rede estadual de ensino. Disponível na página da Semana Pedagógica Portal Dia a Dia Educação: Após assistir ao vídeo, o grupo deverá realizar a análise da tirinha e responder as questões que constam no anexo 1. 5

7 Atividade 2 Período: tarde Tempo sugerido para a realização desta atividade: 1h30, sendo 40 minutos para assistir ao vídeo e analisar a tirinha presente no anexo 2 e 50 minutos para apresentação na plenária. Para esta atividade será necessária a apresentação do vídeo Nós da Educação (2º bloco), com o professor Cloves Amorim. Assim como na primeira atividade, antes da exibição do vídeo, o coordenador de cada grupo deverá apresentar as informações e a sinopse do mesmo. Nós da Educação: Professor Cloves Amorim 2º Bloco Programa produzido pela TV Paulo Freire. Duração: 15min30s Sinopse: Neste momento, o professor Cloves fará uma breve retrospectiva de teorias da aprendizagem no contexto educacional. Disponível na página da Semana Pedagógica 2015 Portal Dia a Dia Educação: Após assistir ao vídeo, o grupo deverá realizar a análise da tirinha e responder as questões que constam no anexo 2. Ao término desta atividade, os grupos deverão apresentar as sugestões (letra c da questão 2 do anexo 2) à plenária (tempo previsto para a apresentação na plenária de 50 minutos). 6

8 Atividade 3 Período: tarde Tempo sugerido para a realização desta atividade: 1h30 Para esta atividade será necessária a apresentação do vídeo: Nós da Educação (3º bloco), com o professor Cloves Amorim. Assim como nas duas atividades anteriores, antes da exibição do vídeo, o coordenador de cada grupo deverá apresentar as informações e a sinopse do mesmo. Nós da Educação: Professor Cloves Amorim 3º Bloco Programa produzido pela TV Paulo Freire. Duração: 10min21s Sinopse: Neste 3º bloco, o professor Cloves Amorim fala sobre os paradigmas que sustentam o ato pedagógico - como o Paradigma Conservador e o Paradigma da Complexidade. Durante sua exposição levanta algumas reflexões como: Difícil a pessoa cuja vida não foi marcada (positiva ou negativamente) por um professor [...]. Ensinar é criar marcas. Disponível na página da Semana Pedagógica 2015 Portal Dia a Dia Educação: Para esta atividade devem ser providenciadas fotocópias da questão 1 (reflexão individual) do anexo 3. Estas fotocópias deverão ser entregues a cada um dos participantes após a exibição do vídeo. Este registro ficará com os participantes. As demais questões deverão ser discutidas e registradas pelo grupo. 7

9 Atividade 4 Período: tarde Tempo sugerido para a realização desta atividade: 30min Esta é a atividade de encerramento dos estudos deste dia da Semana Pedagógica. Ao término desta atividade, reunir todos os participantes para o fechamento das discussões do dia. É importante que neste momento sejam apontadas algumas considerações quanto às temáticas trabalhadas e ao resultado das discussões. REFERÊNCIAS CONSULTADAS ILLERIS, Knud (Org.). Teorias Contemporâneas da Aprendizagem. Porto Alegre: Penso, LEFRANÇOIS, Guy R. Teorias da Aprendizagem. São Paulo: Cengage Learning, MOREIRA, M. A. Teorias de aprendizagem. São Paulo: EPU,

ROTEIRO A EDUCAÇÃO DE SURDOS E AS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO TIC S.

ROTEIRO A EDUCAÇÃO DE SURDOS E AS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO TIC S. ROTEIRO A EDUCAÇÃO DE SURDOS E AS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO TIC S. A EDUCAÇÃO DE SURDOS E AS TECNOLOGIAS DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO ESPECIAL DEE ATENDIMENTO EDUCACIONAL ESPECIALIZADO AEE -

Leia mais

Unidade 1 Sobre o Trabalho de conclusão de curso

Unidade 1 Sobre o Trabalho de conclusão de curso Unidade 1 Sobre o Trabalho de conclusão de curso O Trabalho de Conclusão de Curso TCC é um requisito obrigatório para a conclusão do curso, realizada no final do Curso de Licenciatura em Pedagogia da Universidade

Leia mais

EDUCAÇÃO ESPEC. (Amparadas pelo Parecer nº 07/2014 CEE. Área Deficiência Intelectual, Múltiplas Deficiências e Transtornos Globais do Desenvolvimento)

EDUCAÇÃO ESPEC. (Amparadas pelo Parecer nº 07/2014 CEE. Área Deficiência Intelectual, Múltiplas Deficiências e Transtornos Globais do Desenvolvimento) DALIDAD O M A N, A C I S Á B AÇÃO ESCOL AS DE EDUC IAL EDUCAÇÃO ESPEC E (Amparadas pelo Parecer nº 07/2014 CEE. Área Deficiência Intelectual, Múltiplas Deficiências e Transtornos Globais do Desenvolvimento)

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: Avaliação Educacional Código da Disciplina: EDU 340 Curso: Pedagogia Semestre de oferta da disciplina: 7º Faculdade responsável: Pedagogia Programa em vigência a partir

Leia mais

Índice. 1. Professor-Coordenador e suas Atividades no Processo Educacional Os Saberes dos Professores...4

Índice. 1. Professor-Coordenador e suas Atividades no Processo Educacional Os Saberes dos Professores...4 GRUPO 5.3 MÓDULO 4 Índice 1. Professor-Coordenador e suas Atividades no Processo Educacional...3 2. Os Saberes dos Professores...4 2.1. O Papel do Coordenador Pedagógico... 5 2 1. PROFESSOR-COORDENADOR

Leia mais

PPC. Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC - DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM

PPC. Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC - DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA DE ENSINO CENTRO DE REFERÊNCIA EM FORMAÇÃO E

Leia mais

Sua Escola, Nossa Escola

Sua Escola, Nossa Escola Sua Escola, Nossa Escola Episódio: Cleusa e a Sala de Multimeios Balneário Camboriu, SC Resumo Este vídeo integra a série Sua Escola, Nossa Escola composta por 17 programas, que mostram experiências na

Leia mais

Videoconferência Apresentação do Projeto Aventuras Currículo+ aos Diretores Escolares CETEC/CGEB. 23/03/ h30 17h30

Videoconferência Apresentação do Projeto Aventuras Currículo+ aos Diretores Escolares CETEC/CGEB. 23/03/ h30 17h30 Videoconferência Apresentação do Projeto Aventuras Currículo+ aos Diretores Escolares CETEC/CGEB 23/03/2015 15h30 17h30 Roteiro 1. Apresentação: Projeto Aventuras Currículo+ 2. Apresentação: diretrizes

Leia mais

TRABALHO COLABORATIVO DE UMA PROFESSORA ESPECIALISTA EM EDUCAÇÃO ESPECIAL EM UMA ESCOLA COM EDUCAÇÃO EM TEMPO INTEGRAL

TRABALHO COLABORATIVO DE UMA PROFESSORA ESPECIALISTA EM EDUCAÇÃO ESPECIAL EM UMA ESCOLA COM EDUCAÇÃO EM TEMPO INTEGRAL TRABALHO COLABORATIVO DE UMA PROFESSORA ESPECIALISTA EM EDUCAÇÃO ESPECIAL EM UMA ESCOLA COM EDUCAÇÃO EM TEMPO INTEGRAL Josemaris Aparecida Martinelli - Universidade Estadual de Londrina Josemaris2012@gmail.com

Leia mais

O USO DE JOGOS NAS AULAS DE MATEMÁTICA: TRABALHANDO COM AS OPERAÇÕES COM NÚMEROS NATURAIS E INTEIROS

O USO DE JOGOS NAS AULAS DE MATEMÁTICA: TRABALHANDO COM AS OPERAÇÕES COM NÚMEROS NATURAIS E INTEIROS na Contemporaneidade: desafios e possibilidades O USO DE JOGOS NAS AULAS DE MATEMÁTICA: TRABALHANDO COM AS OPERAÇÕES COM NÚMEROS NATURAIS E INTEIROS José Márcio da Silva Ramos Diniz Universidade Estadual

Leia mais

TEXTO 2 EDUCAÇÃO DE QUALIDADE UM DIREITO SOCIAL

TEXTO 2 EDUCAÇÃO DE QUALIDADE UM DIREITO SOCIAL Curso Gestão para Educação de Qualidade 1 TEXTO 2 EDUCAÇÃO DE QUALIDADE UM DIREITO SOCIAL Sonia Balzano... a escola de qualidade é aquela que tem como valor fundamental a garantia dos direitos de aprendizagem

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2016 Ensino Médio Etec Código: Município: Área de conhecimento: Componente Curricular: Série: C. H. Semanal: Professor: I Competências e respectivas habilidades e valores 1 1

Leia mais

APRENDENDO COM O LUDO AÇÃO E RADICAL

APRENDENDO COM O LUDO AÇÃO E RADICAL ESCOLA ESTADUAL LUIS VAZ DE CAMÕES IPEZAL/ANGÉLICA- MS APRENDENDO COM O LUDO AÇÃO E RADICAL Ipezal/Angélica MS Abril 2012 ESCOLA ESTADUAL LUIS VAZ DE CAMÕES IPEZAL/ANGÉLICA- MS APRENDENDO COM O LUDO AÇÃO

Leia mais

ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO PEDAGÓGICO

ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO PEDAGÓGICO ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO PEDAGÓGICO INTRODUÇÃO As diferentes unidades que compõem o conjunto de cadernos, visam desenvolver práticas de ensino de matemática que favoreçam as aprendizagens dos alunos. A

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E.M.E.F. ELIAS MANSOUR SIMÃO PROJETO PEDAGÓGICO UTILIZANDO TEXTO, IMAGEM E SOM

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E.M.E.F. ELIAS MANSOUR SIMÃO PROJETO PEDAGÓGICO UTILIZANDO TEXTO, IMAGEM E SOM SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E.M.E.F. ELIAS MANSOUR SIMÃO PROJETO PEDAGÓGICO UTILIZANDO TEXTO, IMAGEM E SOM PLÁCIDO DE CASTRO ACRE 2011 FLÁVIO PONTES DA SILVA PROJETO PEDAGÓGICO UTILIZANDO TEXTO, IMAGEM

Leia mais

PLANO DE CURSO. Código: FIS09 Carga Horária: 60 Créditos: 03 Pré-requisito: Período: IV Ano:

PLANO DE CURSO. Código: FIS09 Carga Horária: 60 Créditos: 03 Pré-requisito: Período: IV Ano: PLANO DE CURSO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Curso: Licenciatura em Educação Física Disciplina: Educação Física na Infância Professor: Gilson Pereira Souza E-mail: professorgilsonpereira@gmail.com Código:

Leia mais

INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E COMUNICAÇÃO CURSO: ADMINISTRAÇÃO MANUAL DO ALUNO. APS - ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS (8º/7º semestres)

INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E COMUNICAÇÃO CURSO: ADMINISTRAÇÃO MANUAL DO ALUNO. APS - ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS (8º/7º semestres) INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E COMUNICAÇÃO CURSO: ADMINISTRAÇÃO MANUAL DO ALUNO APS - ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS (8º/7º semestres) SDE SIMULAÇÃO DE ESTRATÉGIA DISCIPLINA-ÂNCORA GESTÃO MERCADOLÓGICA

Leia mais

Organização do Espaço Físico na Creche

Organização do Espaço Físico na Creche Oficina Pedagógica de Formação Organização do Espaço Físico na Creche Alciony Andrade Fabiana Delanhese EMENTA DA OFICINA Finalidade desse tema é compreender a organização do espaço físico como meio de

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURRICULAR OBRIGATÓRIO DO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA TITULO I DO ESTÁGIO E SEUS OBJETIVOS

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURRICULAR OBRIGATÓRIO DO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA TITULO I DO ESTÁGIO E SEUS OBJETIVOS REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURRICULAR OBRIGATÓRIO DO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA TITULO I DO ESTÁGIO E SEUS OBJETIVOS CAPÍTULO I - DA DENOMINAÇÃO E ABRANGÊNCIA ART. 1º - Denomina-se

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO MANTIDA PELA INSTITUIÇÃO PAULISTA DE ENSINO E CULTURA - IPEC REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO: LICENCIATURA EM PEDAGOGIA TUPÃ SP 2016 LEGISLAÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO ESTÁGIO

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: Alfabetização e Letramento Código da Disciplina: EDU328 Curso: Pedagogia Semestre de oferta da disciplina: 5º Faculdade responsável: Pedagogia Programa em vigência a

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA COORDENADORIA DE AÇÕES EDUCACIONAIS EDITAL INTERNO N 001/2017

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA COORDENADORIA DE AÇÕES EDUCACIONAIS EDITAL INTERNO N 001/2017 1 MNSTÉRO DA EDUCAÇÃO UNVERSDADE FEDERAL DE SANTA MARA COORDENADORA DE AÇÕES EDUCACONAS EDTAL NTERNO N 001/2017 Comunicado de abertura de inscrições para seleção de 14 (quatorze) Bolsas para o Projeto

Leia mais

Vídeos indexados: que benefícios trazem para o professor e para os alunos. Slide 1 de 26

Vídeos indexados: que benefícios trazem para o professor e para os alunos. Slide 1 de 26 Vídeos indexados: que benefícios trazem para o professor e para os alunos Slide 1 de 26 Autores Adriana Dallacosta Prof. Drª Liane Tarouco (orientadora) Prof. Dr. Sérgio Franco (co-orientador) Slide 2

Leia mais

Cultura norte-americana e consumismo em sala de aula: a cultura dominante sobre a cultura dominada

Cultura norte-americana e consumismo em sala de aula: a cultura dominante sobre a cultura dominada Cultura norte-americana e consumismo em sala de aula: a cultura dominante sobre a cultura dominada Paulo Henrique Padilha Pureza Vanessa Zaniol INTRODUÇÃO As aulas foram planejadas para serem desenvolvidas

Leia mais

O Estágio Supervisionado do Curso de Licenciatura em Computação: Prática pré-profissional - situações reais de trabalho;

O Estágio Supervisionado do Curso de Licenciatura em Computação: Prática pré-profissional - situações reais de trabalho; 1 O Estágio Supervisionado do Curso de Licenciatura em Computação: Prática pré-profissional - situações reais de trabalho; Envolvimento - aspectos humanos e técnicos da profissão; Comprometimento - social

Leia mais

UNIDADE I A Construção do Conhecimento Psicológico: 1.1 Conceituações

UNIDADE I A Construção do Conhecimento Psicológico: 1.1 Conceituações PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: Psicologia da Educação II Código da Disciplina: EDU312 Curso: Pedagogia Semestre de oferta da disciplina: 3º Faculdade responsável: Pedagogia Programa em vigência a partir

Leia mais

ANEXO I QUADRO DE CURSOS E VAGAS. Universidade da Região de Joinville

ANEXO I QUADRO DE CURSOS E VAGAS. Universidade da Região de Joinville ANEXO I QUADRO DE CURSOS E VAGAS UNIVILLE Campus Joinville Universidade da Região de Joinville ADMINISTRAÇÃO Empresas (146) Noturno 74 Decreto Federal nº 76.148/75 ARQUITETURA E URBANISMO (147) Noturno

Leia mais

CONSELHO DE CLASSE: O ANO TODO E AGORA EM ESPECIAL NO FINAL DO ANO LETIVO

CONSELHO DE CLASSE: O ANO TODO E AGORA EM ESPECIAL NO FINAL DO ANO LETIVO TEXTO 2 http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/pde/arquivos/2310-6.pdf acesso em http://pt.wikipedia.org/wiki/conselho_de_classe 09 de outubro de 2014 CONSELHO DE CLASSE: O ANO TODO E AGORA EM ESPECIAL

Leia mais

ANEXO PLANO DE AÇÃO PROFESSOR

ANEXO PLANO DE AÇÃO PROFESSOR ANEXO 5.2.2. PLANO DE AÇÃO PROFESSOR Rua Bruxelas, nº 169 São Paulo - SP CEP 01259-020 Tel: (11) 2506-6570 escravonempensar@reporterbrasil.org.br www.escravonempensar.org.br O que é o plano de ação? O

Leia mais

SELEÇÃO DE MONITORES VOLUNTÁRIOS PARA A APLICAÇÃO DA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA UFMA

SELEÇÃO DE MONITORES VOLUNTÁRIOS PARA A APLICAÇÃO DA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA UFMA SELEÇÃO DE MONITORES VOLUNTÁRIOS PARA A APLICAÇÃO DA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA UFMA O Presidente da Comissão Própria de Avaliação UFMA torna público a todos os interessados, que estão abertas as inscrições

Leia mais

- Identificar as formas de gestão e de tomadas de decisão dentro da organização escolar

- Identificar as formas de gestão e de tomadas de decisão dentro da organização escolar Disciplina: Gestão e Organização Escolar Código da Disciplina: EDU336 Curso: Pedagogia Período: 6º Faculdade Responsável: Pedagogia Programa em vigência a partir de: 2015 Número de créditos: 05 Horas-aula:

Leia mais

GABINETE DE INFORMAÇÃO E APOIO AO ALUNO (GIAA)

GABINETE DE INFORMAÇÃO E APOIO AO ALUNO (GIAA) Unidade Local de Saúde do Alto Minho, EPE Centro de Saúde de Ponte da Barca Unidade de Cuidados na Comunidade de Ponte da Barca Saúde Escolar Agrupamento de Escolas de Ponte da Barca Escola Básica e Secundária

Leia mais

ANEXO II. Edital Pibid n /2012 CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID. DETALHAMENTO DO SUBPROJETO (Licenciatura)

ANEXO II. Edital Pibid n /2012 CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID. DETALHAMENTO DO SUBPROJETO (Licenciatura) AEXO II Edital Pibid n /2012 CAPES PROGRAMA ISTITUCIOAL DE BOLSA DE IICIAÇÃO À DOCÊCIA - PIBID DETALHAMETO DO SUBPROJETO (Licenciatura) 1. ome da Instituição UF Universidade Federal de Roraima 2. Subprojeto

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 7º

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 7º PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Gestão Escolar IV Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 7º 1 - Ementa (sumário, resumo) Dimensões da participação: política,

Leia mais

CURSO: ACOMPANHAMENTO DA PRÁTICA EDUCATIVA

CURSO: ACOMPANHAMENTO DA PRÁTICA EDUCATIVA CURSO: ACOMPANHAMENTO DA PRÁTICA EDUCATIVA Introdução Uma pesquisa realizada pela Fundação Carlos Chagas indica que a maioria dos coordenadores pedagógicos deixam de fazer o acompanhamento da prática educativa

Leia mais

A ATUAÇÃO DO TUTOR A DISTÂNCIA COM CURSISTA COM DEFICIÊNICA VISUAL NA ABORDAGEM CONSTRUCIONISTA, CONTEXTUALIZADA E SIGNIFICATIVA

A ATUAÇÃO DO TUTOR A DISTÂNCIA COM CURSISTA COM DEFICIÊNICA VISUAL NA ABORDAGEM CONSTRUCIONISTA, CONTEXTUALIZADA E SIGNIFICATIVA A ATUAÇÃO DO TUTOR A DISTÂNCIA COM CURSISTA COM DEFICIÊNICA VISUAL NA ABORDAGEM CONSTRUCIONISTA, CONTEXTUALIZADA E SIGNIFICATIVA Soellyn Elene Bataliotti Gabriela Alias Rios Elisa Tomoe Moriya Schlünzen

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CONCURSO PÚBLICO - EDITAL 050/2014. Anexo 2 Atribuições dos Cargos

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CONCURSO PÚBLICO - EDITAL 050/2014. Anexo 2 Atribuições dos Cargos SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CONCURSO PÚBLICO - EDITAL 050/2014 Anexo 2 Atribuições dos Cargos AGENTE DE APOIO EM EDUCAÇÃO ESPECIAL Acompanhar, auxiliar e orientar os alunos nas Atividades de Vida

Leia mais

CENTRO DE ESTUDOS DE PESSOAL E FORTE DUQUE DE CAXIAS (CEP/FDC) CURSO DE PSICOPEDAGOGIA ESCOLAR (CPE) Aprovado pelo BI/ N, de / /.

CENTRO DE ESTUDOS DE PESSOAL E FORTE DUQUE DE CAXIAS (CEP/FDC) CURSO DE PSICOPEDAGOGIA ESCOLAR (CPE) Aprovado pelo BI/ N, de / /. CENTRO DE ESTUDOS DE PESSOAL E FORTE DUQUE DE CAXIAS (CEP/FDC) CURSO DE PSICOPEDAGOGIA ESCOLAR (CPE) Aprovado pelo BI/ N, de / /. DISCIPLINA (Fundamentação) PLADIS FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA ESCOLAR

Leia mais

FORMAÇÃO à DISTÂNCIA (Encontros OEs + PAs)

FORMAÇÃO à DISTÂNCIA (Encontros OEs + PAs) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE EDUCAÇÃO PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA PNAIC EM AÇÃO 2016/2017 PREVISÃO FORMAÇÃO ORIENTADORES DE ESTUDO E PROFESSORES

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA DIVISÃO DE ASSUNTOS ACADÊMICOS Secretaria Geral de Cursos PROGRAMA DE DISCIPLINA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO CÓDIGO: EDU519 DISCIPLINA: PRATICA EDUCATIVA I - DIDÀTICA CARGA HORÁRIA: 75h EMENTA: OBJETIVOS:

Leia mais

CONEXÃO FAMETRO: ÉTICA, CIDADANIA E SUSTENTABILIDADE XII SEMANA ACADÊMICA ISSN:

CONEXÃO FAMETRO: ÉTICA, CIDADANIA E SUSTENTABILIDADE XII SEMANA ACADÊMICA ISSN: CONEXÃO FAMETRO: ÉTICA, CIDADANIA E SUSTENTABILIDADE XII SEMANA ACADÊMICA ISSN: 2357-8645 PROMOVENDO O MELHOR APRENDIZADO DOS ALUNOS: ELABORAÇÃO DE APOSTILA DE CITOLOGIA Camilla Maria Campelo De Araújo

Leia mais

ANEXO V REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS DO CURSO LICENCIATURA EM PEDAGOGIA À DISTÂNCIA CAPÍTULO I DA REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO

ANEXO V REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS DO CURSO LICENCIATURA EM PEDAGOGIA À DISTÂNCIA CAPÍTULO I DA REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS ANEXO V REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS DO CURSO LICENCIATURA EM PEDAGOGIA À DISTÂNCIA CAPÍTULO I DA REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO

Leia mais

Portaria nº 84, de 23 de abril de 2010

Portaria nº 84, de 23 de abril de 2010 Portaria nº 84, de 23 de abril de 2010 Diário Oficial do Distrito Federal ANO XLIII Nº 80 BRASÍLIA DF, 28 DE ABRIL DE 2010 Dispõe sobre a modulação de Pessoal da carreira Assistência à Educação nas Instituições

Leia mais

PORTAL PARA FORMAÇÃO DO PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA.

PORTAL PARA FORMAÇÃO DO PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA. PORTAL PARA FORMAÇÃO DO PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA http://pacto.portalceel.com.br 2013 O portal para formação do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa apresenta informações

Leia mais

VI PERÍODO (MANHÃ/TARDE) 1º dia (manhã) 17/01. VII RECURSOS DIDÁTICOS _ Quadro histórico teórico-conceitual. _ Projetor multimídia. _ Pincel atômico.

VI PERÍODO (MANHÃ/TARDE) 1º dia (manhã) 17/01. VII RECURSOS DIDÁTICOS _ Quadro histórico teórico-conceitual. _ Projetor multimídia. _ Pincel atômico. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM MATEMÁTICA PARFOR DISCIPLINA: PSICOLOGIA DA APRENDIZAGEM I - IDENTIFICAÇÃO PROFESSORES

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO I - ORIENTAÇÕES ETAPAS

ESTÁGIO SUPERVISIONADO I - ORIENTAÇÕES ETAPAS ESTÁGIO SUPERVISIONADO I - ORIENTAÇÕES 2011.1 ETAPAS 1) Entrega do Plano de Estágio Entregar (impresso) até o dia 30.04.11 o plano de estágio supervisionado em Engenharia Civil, através do preenchimento

Leia mais

SOBRE A EVOLUIR. Visite: /

SOBRE A EVOLUIR. Visite:  / CONSTRUINDO MÚSICA SOBRE A EVOLUIR A Evoluir é uma editora e uma empresa de educação para sustentabilidade. O nosso trabalho é, por meio de projetos e materiais educativos, levar as pessoas a refletir

Leia mais

Programa Ler e Escrever/Bolsa Alfabetização. Dúvidas Frequentes

Programa Ler e Escrever/Bolsa Alfabetização. Dúvidas Frequentes Programa Ler e Escrever/Bolsa Alfabetização Dúvidas Frequentes 01. O aluno pesquisador do Bolsa Alfabetização poderá usufruir de outro benefício proveniente de recurso público (Prouni, Programa Escola

Leia mais

O PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DE DUAS ESCOLAS PÚBLICAS DO INTERIOR DO MATO GROSSO DO SUL: ANÁLISE DOS ASPECTOS INCLUSIVOS

O PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DE DUAS ESCOLAS PÚBLICAS DO INTERIOR DO MATO GROSSO DO SUL: ANÁLISE DOS ASPECTOS INCLUSIVOS O PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DE DUAS ESCOLAS PÚBLICAS DO INTERIOR DO MATO GROSSO DO SUL: ANÁLISE DOS ASPECTOS INCLUSIVOS Clarice Karen de Jesus Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul Palavras chave:

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE LICENCIATURA EM QUIMICA SECÃO I

INSTRUÇÃO NORMATIVA DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE LICENCIATURA EM QUIMICA SECÃO I INSTRUÇÃO NORMATIVA DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE LICENCIATURA EM QUIMICA SECÃO I DA DEFINIÇÃO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO Art. 1º - A Coordenação do Curso de Licenciatura em Química da UTFPR Campus

Leia mais

Qual a equipe ideal para minha escola? Uma boa estrutura é fator determinante para o sucesso do seu negócio

Qual a equipe ideal para minha escola? Uma boa estrutura é fator determinante para o sucesso do seu negócio Qual a equipe ideal para minha escola? Uma boa estrutura é fator determinante para o sucesso do seu negócio Uma boa estrutura é fator determinante para o sucesso do seu negócio Montar uma escola profissionalizante

Leia mais

Programa de Formação Continuada para Docentes

Programa de Formação Continuada para Docentes Programa de Formação Continuada para Docentes Objetivos do programa Consolidar a identidade didático-pedagógica da instituição realizando reflexões com seus docentes sobre as diretrizes educacionais da

Leia mais

INSTITUTO NOROESTE DE BIRIGUI RELATÓRIO PEDAGÓGICO E ADMINISTRATIVO REFERENTE AO MÊS DE FEVEREIRO DE 2014

INSTITUTO NOROESTE DE BIRIGUI RELATÓRIO PEDAGÓGICO E ADMINISTRATIVO REFERENTE AO MÊS DE FEVEREIRO DE 2014 INSTITUTO NOROESTE DE BIRIGUI RELATÓRIO PEDAGÓGICO E ADMINISTRATIVO REFERENTE AO MÊS DE FEVEREIRO DE 2014 EDUCAÇÃO INFANTIL E ENSINO FUNDAMENTAL I Acompanhamento do curso de capacitação da Mind Lab (15

Leia mais

Caderno de apoio. Gestores Escolares

Caderno de apoio. Gestores Escolares Caderno de apoio Gestores Escolares 1 ÍNDICE Apresentação... 3 Escola Digital e os Gestores Escolares... 4 AÇÕES DO DIRETOR ESCOLAR Navegue pela plataforma... 4 Analise resultados e escolha projetos pedagógicos...

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal Catarinense - Campus Sombrio

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal Catarinense - Campus Sombrio PLANO DE ENSINO Curso Disciplina/Carga horária Professor Responsável Licenciatura em Matemática ESTG 04- Estágio Supervisionado IV (150h.a) Nome: Marleide Coan Cardoso email:marleide@ifc-sombrio.edu.br

Leia mais

01 Dinâmica características pessoais ; Apresentação do Programa da disciplina;

01 Dinâmica características pessoais ; Apresentação do Programa da disciplina; FACULDADE DE EDUCAÇÃO SANTA TEREZINHA CURSO PEDAGOGIA DISCIPLINA: ESTÁGIO SUPERVISIONADO: DISCIPLINAS PEDAGOGICAS. PFESSORA: GILVANIA QUEIZ MADEIRA DE AGUIAR VI PERÍODO NOTURNO CNOGRAMA DE ATIVIDADES MES

Leia mais

PROGRAMA DE INDICADORES DE DESEMPENHO COMÉRCIO E SERVIÇOS SEBRAETEC

PROGRAMA DE INDICADORES DE DESEMPENHO COMÉRCIO E SERVIÇOS SEBRAETEC CHAMADA PÚBLICA 52/2015 ORIENTAÇÃO METODOLÓGICA A Gerência de Credenciados do SEBRAE/RS convida os profissionais credenciados para prestação de serviços de instrutoria e consultoria, através do Edital

Leia mais

Atividades executadas durante o mês de Maio

Atividades executadas durante o mês de Maio RELATÓRIO PEDAGÓGICO REFERENTE AO MÊS DE MAIO DE 2016 Atividades executadas durante o mês de Maio EDUCAÇÃO INFANTIL E ENSINO FUNDAMENTAL I Acompanhamento e orientação do processo pedagógico. Acompanhamento

Leia mais

O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA DE TANQUE NOVO, ESTADO DA BAHIA, usando de uma das suas atribuições que lhes são conferidas por lei, e

O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA DE TANQUE NOVO, ESTADO DA BAHIA, usando de uma das suas atribuições que lhes são conferidas por lei, e PORTARIA Nº 01/2011 DE 01 DE DEZEMBRO DE 2011. Dispõe sobre o processo de matrícula/2012 dos alunos nas Unidades Escolares Municipais - UEM e organização do período letivo de ensino 2012 no município de

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE DOBRADURAS DE PAPEL NO ENSINO E APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA

UTILIZAÇÃO DE DOBRADURAS DE PAPEL NO ENSINO E APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA UTILIZAÇÃO DE DOBRADURAS DE PAPEL NO ENSINO E APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA Shirley Aparecida de Morais Escola 31 de março shiamo@seed.pr.gov.br Rita de Cássia Amaral Vieira rcamaral@hotmail.comr Samantha

Leia mais

PPP Planejamento, Processo, Pessoas

PPP Planejamento, Processo, Pessoas OFICINA ASSESSORIA PEDAGÓGICA Tema: PPP Planejamento, Processo, Pessoas Público-alvo: Coordenadores pedagógicos, orientadores educacionais, supervisores de ensino Sinopse: O Projeto Político-Pedagógico

Leia mais

FORMAÇÃO CONTINUADA PARA PROFESSORES DOS ANOS INICIAIS EM ALFABETIZAÇÃO E LETRAMENTO

FORMAÇÃO CONTINUADA PARA PROFESSORES DOS ANOS INICIAIS EM ALFABETIZAÇÃO E LETRAMENTO 11. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( X ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA FORMAÇÃO

Leia mais

Associação Paranaense de Cultura Centro de Educação Profissional Irmão Mário Cristóvão

Associação Paranaense de Cultura Centro de Educação Profissional Irmão Mário Cristóvão EDITAL N.º 06/2015 DISPÕE SOBRE O PROCESSO DE MATRÍCULA PARA OS CURSOS TÉCNICOS, CONCOMITANTES E SUBSEQUENTES AO ENSINO MÉDIO O, mantido pela Associação Paranaense de Cultura, torna pública a abertura

Leia mais

PROCESSO SELETIVO EDITAL 17/2014

PROCESSO SELETIVO EDITAL 17/2014 PROCESSO SELETIVO EDITAL 17/2014 CARGO E UNIDADES: Professor de Educação Infantil e Fundamental (Natal) Atenção: NÃO ABRA este caderno antes do início da prova. Tempo total para resolução desta prova:

Leia mais

GOVERNADOR DE MINAS GERAIS FERNANDO DAMATA PIMENTEL SECRETÁRIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO MACAÉ MARIA EVARISTO DOS SANTOS

GOVERNADOR DE MINAS GERAIS FERNANDO DAMATA PIMENTEL SECRETÁRIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO MACAÉ MARIA EVARISTO DOS SANTOS GOVERNADOR DE MINAS GERAIS FERNANDO DAMATA PIMENTEL SECRETÁRIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO MACAÉ MARIA EVARISTO DOS SANTOS SECRETÁRIO ADJUNTO DE ESTADO DE EDUCAÇÃO ANTÔNIO CARLOS RAMOS PEREIRA CHEFE DE GABINETE

Leia mais

MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES

MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES Belo Horizonte 2015 1 Prezado(a) aluno(a): Este é o Manual de Atividades Complementares do Curso Superior de Tecnologia em Estética e Cosmética do Centro Universitário

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Decanato Acadêmico

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Decanato Acadêmico Unidade Universitária: Escola de Engenharia Curso: Licenciatura em Química Núcleo Temático: Químico Pedagógico Disciplina: Conteúdo e Metodologia do Ensino de Química I Código da Disciplina: 06013201 Professor(es):

Leia mais

TUTORIAL DE ACESSO E NAVEGAÇÃO NO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM

TUTORIAL DE ACESSO E NAVEGAÇÃO NO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM TUTORIAL DE ACESSO E NAVEGAÇÃO NO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Tutorial de Acesso e Navegação Alunos 2009.2 Prezado (a) aluno (a), Esse é um documento informativo para orientá-lo no seu primeiro acesso

Leia mais

ANEXO 3 - Regulamento de TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC

ANEXO 3 - Regulamento de TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC ANEXO 3 - Regulamento de TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) Capítulo I Dos Objetivos Art. 1º - O presente Regulamento tem por objetivo estabelecer

Leia mais

UNIVERSIDADE DO CONTESTADO UnC Curso de Ciências Sociais REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE CIÊNCIAS SOCIAIS

UNIVERSIDADE DO CONTESTADO UnC Curso de Ciências Sociais REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE CIÊNCIAS SOCIAIS UNIVERSIDADE DO CONTESTADO UnC Curso de Ciências Sociais REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE CIÊNCIAS SOCIAIS TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - O Estágio

Leia mais

Anexo X ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

Anexo X ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Anexo X ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO O Colegiado do Curso de Bacharelado em Sistemas de Informação, em conformidade às diretrizes do Projeto Pedagógico do Curso

Leia mais

EDITAL Nº 014/2016 MATRÍCULAS VESTIBULAR 2017

EDITAL Nº 014/2016 MATRÍCULAS VESTIBULAR 2017 EDITAL Nº 01/2016 MATRÍCULAS VESTIBULAR 2017 A Faculdade União de Campo Mourão, credenciada pela Portaria MEC N.º 6 de 22 de Janeiro de 2010, publicada no DOU em 26 de 01 de 2010, de acordo com o Regimento

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: Psicologia da Educação I Código da Disciplina: EDU 305 Curso: Pedagogia Semestre de oferta da disciplina: 2º Faculdade responsável: Pedagogia Programa em vigência a partir

Leia mais

Oficina de Apropriação de Resultados PAEBES 2013

Oficina de Apropriação de Resultados PAEBES 2013 Oficina de Apropriação de Resultados PAEBES 2013 Oficina de Apropriação de Resultados de BIOLOGIA Dinâmica Eu não sou eu.sou o momento:passo. Mario Quintana Objetivos: Interpretar os resultados da avaliação

Leia mais

JORNADAS DE REFLEXÃO. 6 e 7 de Setembro 2012

JORNADAS DE REFLEXÃO. 6 e 7 de Setembro 2012 JORNADAS DE REFLEXÃO 6 e 7 de Setembro 2012 Formação Científica Sólida BOM POFESSOR Competências Pedagógicas Envolvimento e Sucesso dos Alunos CONCEITO DE ANDRAGOGIA PEDAGOGIA ANDRAGOGIA Educação de Adultos

Leia mais

FORMAÇÃO EM AÇÃO 2014

FORMAÇÃO EM AÇÃO 2014 FORMAÇÃO EM AÇÃO 2014 2º SEMESTRE LEITURA, PROBLEMATIZAÇÃO E OS DESAFIOS DO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM CADERNO DO MEDIADOR INTRODUÇÃO A Formação em Ação deste segundo semestre de 2014 tem o objetivo

Leia mais

REGULAMENTO DO LABORATORIO DE ENSINO E BRINQUEDOTECA. CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA- LICENCIATURA Autorizada pela Portaria MEC 4584/2005

REGULAMENTO DO LABORATORIO DE ENSINO E BRINQUEDOTECA. CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA- LICENCIATURA Autorizada pela Portaria MEC 4584/2005 1 REGULAMENTO DO LABORATORIO DE ENSINO E BRINQUEDOTECA CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA- LICENCIATURA Autorizada pela Portaria MEC 4584/2005 Frutal/MG 2009 2 Mantenedora: SOFES SOCIEDADE FRUTALENSE

Leia mais

GOvERNO DO ESTADO DO RiO DE JANEiRO

GOvERNO DO ESTADO DO RiO DE JANEiRO GOvERNO DO ESTADO DO RiO DE JANEiRO Governador Luiz Fernando Pezão Secretário de Educação Antonio José Vieira de Paiva Neto Subsecretária de Gestão de Ensino Patrícia Carvalho Tinoco Subsecretária de Gestão

Leia mais

DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS. Dos Princípios. Do Local de Estágio

DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS. Dos Princípios. Do Local de Estágio UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E ARTES DEPARTAMENTO DE LETRAS CLÁSSICAS E VERNÁCULAS COORDENAÇÃO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM LETRAS/LIBRAS RESOLUÇÃO Nº 04/2011 - CLL Regulamenta

Leia mais

EDITAL CEET Nº 001/2016 3ª FEIRA DE CURSOS DO CEET TALMO LUIZ SILVA

EDITAL CEET Nº 001/2016 3ª FEIRA DE CURSOS DO CEET TALMO LUIZ SILVA EDITAL CEET Nº 001/2016 3ª FEIRA DE CURSOS DO CEET TALMO LUIZ SILVA O CEET Talmo Luiz Silva torna público o presente Edital de inscrição de projetos de alunos a serem avaliados e expostos na 3ª Feira de

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio. Habilitação Profissional: Técnico em informática para Internet Integrado ao Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio. Habilitação Profissional: Técnico em informática para Internet Integrado ao Ensino Médio Plano de Trabalho Docente - 2015 Ensino Médio Código: 0262 ETEC ANHANQUERA Município: Santana de Parnaíba Área de Conhecimento: Matemática Componente Curricular: Matemática Série: 1ª Eixo Tecnológico:

Leia mais

Instrução Normativa nº 03/ PPGEN

Instrução Normativa nº 03/ PPGEN Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Pró- Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências Humanas, Sociais e da Natureza-PPGEN. Campus

Leia mais

EXPERIÊNCIA COMO ORIENTADORA DO PACTO NACIONAL PELA IDADE CERTA EM CATALÃO-GO.

EXPERIÊNCIA COMO ORIENTADORA DO PACTO NACIONAL PELA IDADE CERTA EM CATALÃO-GO. EXPERIÊNCIA COMO ORIENTADORA DO PACTO NACIONAL PELA IDADE CERTA EM CATALÃO-GO. SILVA, Gislene de Sousa Oliveira 1 Universidade Federal de Goiás Regional Catalão-GO. FIRMINO, Janaina Karla Pereira da S.

Leia mais

CAPACITAÇÃO DIDÁTICA COMPORTAMENTAL Freqüência obrigatória de 100% SALA 10 PRÉDIO 1

CAPACITAÇÃO DIDÁTICA COMPORTAMENTAL Freqüência obrigatória de 100% SALA 10 PRÉDIO 1 PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO DE MONITORES CAPACITAÇÃO DIDÁTICA COMPORTAMENTAL Freqüência obrigatória de 100% SALA 10 PRÉDIO 1 CAPACITAÇÃO DIDÁTICO-PEDAGÓGICA -14 de agosto a 11 de setembro de 2014 Prof. José

Leia mais

ELABORAÇÃO DE PROVAS BIMESTRAIS, PROVAS SUBSTITUTIVAS, EXAMES E OUTRAS AVALIAÇÕES AOS ALUNOS

ELABORAÇÃO DE PROVAS BIMESTRAIS, PROVAS SUBSTITUTIVAS, EXAMES E OUTRAS AVALIAÇÕES AOS ALUNOS PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO ELABORAÇÃO DE PROVAS BIMESTRAIS, PROVAS SUBSTITUTIVAS, EXAMES E OUTRAS AVALIAÇÕES AOS ALUNOS 1. OBJETIVOS Padronização do uso do impresso e dos critérios para elaboração

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA UTILIZAÇÃO DO PORTAL DO COLÉGIO SANTA CECÍLIA

ORIENTAÇÕES PARA UTILIZAÇÃO DO PORTAL DO COLÉGIO SANTA CECÍLIA ORIENTAÇÕES PARA UTILIZAÇÃO DO PORTAL DO COLÉGIO SANTA CECÍLIA PÁGINA DO PORTAL DO COLÉGIO Para acessar a página do PORTAL DO COLÉGIO SANTA CECÍLIA, você deve digitar na barra de endereço do seu navegador

Leia mais

EDITAL DE CREDENCIAMENTO PARA ESCOLA DE TEMPO INTEGRAL PARA ATUAÇÃO EM 2017.

EDITAL DE CREDENCIAMENTO PARA ESCOLA DE TEMPO INTEGRAL PARA ATUAÇÃO EM 2017. GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO DE CAMPINAS OESTE Rua Candido Mota, 186, Fundação da Casa Popular Campinas/SP CEP 13.031-385 Fone:: (19) 3772-2795/2796/2798

Leia mais

MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES: CURRÍCULO

MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES: CURRÍCULO CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA FACULDADE DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE - FACIBIS CURSO DE PSICOLOGIA MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES: CURRÍCULO 2009.2 COORDENAÇÃO DO CURSO DE PSICOLOGIA BELO

Leia mais

Aula 3 Sistema modular da etb

Aula 3 Sistema modular da etb Conteúdos da aula 2. Exemplos 2 O Sistema de Ensino Técnico da etb é um sistema modular. Seu objetivo é viabilizar financeiramente o curso oferecido pela escola. A maior parte dos cursos possui um formato

Leia mais

I. Pensando Enem º ano do Ensino Fundamental e 1ª, 2ª e 3ª séries do Ensino Médio

I. Pensando Enem º ano do Ensino Fundamental e 1ª, 2ª e 3ª séries do Ensino Médio Prezado(a) diretor(a) e coordenador(a), São Paulo, janeiro de 2017. Comunicamos que, em 2017, o Sistema Mackenzie de Ensino disponibilizará às escolas parceiras os materiais didáticos que servirão de apoio

Leia mais

Atividades executadas durante o mês de Janeiro:

Atividades executadas durante o mês de Janeiro: INSTITUTO NOROESTE DE BIRIGUI RELATÓRIO PEDAGÓGICO REFERENTE AO MÊS DE JANEIRO DE 2016 Atividades executadas durante o mês de Janeiro: EDUCAÇÃO INFANTIL E ENSINO FUNDAMENTAL I Atendimento a pais (novas

Leia mais

D.O.E. DE 15 DE JANEIRO DE 2015

D.O.E. DE 15 DE JANEIRO DE 2015 D.O.E. DE 15 DE JANEIRO DE 2015 COORDENADORIA DE GESTÃO DA EDUCAÇÃO BÁSICA Instrução, de 14-1-2015 A Coordenadora da Coordenadoria de Gestão da Educação Básica, considerando a necessidade de estabelecer

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS CAÇAPAVA DO SUL PROGRAMA DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA SUBPROJETO QUÍMICA PORTFÓLIO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS CAÇAPAVA DO SUL PROGRAMA DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA SUBPROJETO QUÍMICA PORTFÓLIO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS CAÇAPAVA DO SUL PROGRAMA DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA SUBPROJETO QUÍMICA PORTFÓLIO Bolsista: Marcelo Fonseca Vivian DADOS DE IDENTIFICAÇÃO BOLSISTA: Marcelo Fonseca

Leia mais

EDUCAÇÃO TERAPÊUTICA UMA PROPOSTA DE TRATAMENTO De 21 a 24/1/2008

EDUCAÇÃO TERAPÊUTICA UMA PROPOSTA DE TRATAMENTO De 21 a 24/1/2008 Curso de aperfeiçoamento ORIENTAÇÃO À QUEIXA ESCOLAR de março a novembro de 2008, às segundas-feiras das 15h às 17h e às quintas-feiras das 13h15 às 17h15h OBJETIVOS Contribuir para o aperfeiçoamento de

Leia mais

Porto Nacional TO

Porto Nacional TO FAPAC - Faculdade Presidente Antônio Carlos. INSTITUTO TOCANTINENSE PRES. ANTÔNIO CARLOS PORTO LTDA. Rua 02, Qd. 07 - Jardim dos Ypês - Centro - Porto Nacional - TO - CEP 77.500-000 CX Postal 124 - Fone:

Leia mais

TRILHA I O PROFESSOR E A SALA DE AULA

TRILHA I O PROFESSOR E A SALA DE AULA TRILHA I O PROFESSOR E A SALA DE AULA OFICINA 1 STORYTELLING Segunda, 06/02, das 19h às 22h30 OFICINA 2 PLANEJAMENTO INTELIGENTE Terça, 07/02, das 19h às 22h30 OFICINA 3 APLICAÇÕES DAS TEORIAS DE GRUPO

Leia mais

Normas de Estágio Curricular Não Obrigatório Remunerado. Instituto de Ciências Humanas, Letras e Artes - ICHLA

Normas de Estágio Curricular Não Obrigatório Remunerado. Instituto de Ciências Humanas, Letras e Artes - ICHLA Normas de Estágio Curricular Não Obrigatório Remunerado Instituto de Ciências Humanas, Letras e Artes - ICHLA - Curso de Psicologia Currículo 2011/01 e 2013/01 Descrição do Curso: O Curso de Psicologia

Leia mais

ROTEIRO DE ORGANIZAÇÃO DO CADERNO DE ESTÁGIO I. Educação Física LICENCIATURA Portaria de Reconhecimento nº. 428 de 28 de julho de 2014

ROTEIRO DE ORGANIZAÇÃO DO CADERNO DE ESTÁGIO I. Educação Física LICENCIATURA Portaria de Reconhecimento nº. 428 de 28 de julho de 2014 ROTEIRO DE ORGANIZAÇÃO DO CADERNO DE ESTÁGIO I Educação Física LICENCIATURA Portaria de Reconhecimento nº. 428 de 28 de julho de 2014 E N V E L O P E Folha de identificação*; Capa; Folha carga horária

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL DR. MARTINHO MARQUES PLANO DE AÇÃO PSTE: INTEGRAÇÃO DE MÍDIAS NO CURRÍCULO ESCOLAR TAQUARUSSU- MS MARÇO/11

ESCOLA ESTADUAL DR. MARTINHO MARQUES PLANO DE AÇÃO PSTE: INTEGRAÇÃO DE MÍDIAS NO CURRÍCULO ESCOLAR TAQUARUSSU- MS MARÇO/11 ESCOLA ESTADUAL DR. MARTINHO MARQUES PLANO DE AÇÃO PSTE: INTEGRAÇÃO DE MÍDIAS NO CURRÍCULO ESCOLAR TAQUARUSSU- MS MARÇO/11 ESCOLA ESTADUAL DR. MARTINHO MARQUES PLANO DE AÇÃO PSTE: INTEGRAÇÃO DE MÍDIAS

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CURSO DE MATEMÁTICA COM ÊNFASE EM INFORMÁTICA DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO SÃO LUÍS DE JABOTICABAL SP

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CURSO DE MATEMÁTICA COM ÊNFASE EM INFORMÁTICA DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO SÃO LUÍS DE JABOTICABAL SP ANEXO II REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CURSO DE MATEMÁTICA COM ÊNFASE EM INFORMÁTICA DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO SÃO LUÍS DE JABOTICABAL SP CAPÍTULO I DA FINALIDADE E OBJETIVOS Art. 1º

Leia mais