Chiquinho é Marlin até 2016!

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Chiquinho é Marlin até 2016!"

Transcrição

1 VILANKULO REVISTA SEMESTRAL DE DESPORTO E TURISMO 2ᵃ Edição Dezembro de ,00 MT Chiquinho é Marlin até 2016! Chiquinho is marlin until 2016! Victor coordena Escola VFC Victor coordinates Escola VFC Sasol: mais um sponsor de peso Sasol, one more weight sponsor

2 EDIÇÃO Nº 2 DEZEMBRO DE

3 SUMÁRIO SUMMARY DEZEMBRO DE 2011 EDIÇÃO Nº Mais uma época futebolística chegou ao fim 05. One more football season came to an end and 07. EDITORIAL 08.O clube quer crescere eu Quero crescer com o clube 11.The club wants to grow and i want to grow with it 13.Chiquinho encaixa-se nos nossos projectos 13.Chiquinho fits to our projects 14.Tendai marca golo100 do Moçambola 14.Tendai scores goal 100 of Moçambola 15.Belo muda-se para a Liga Muçulmana 15.Belo moves to Liga Muçulmana 16. Gitinho assina por mais duas épocas 16.Gitinho signs for two more seasons 17.Vilankulo foi anfitrião da Taça Fair Play Sidat Sport 17.Vilankulo was the host of Fair Play Sidat Sport Cup 19.Meta é alimentar os seniores com o produto da Escola 21.Our goal is to produce senior players from the school 23.Desta vez fomos até aos quartos-de-final 24.This time we got to the quarter-finals 3 26.Vilankulo FC recebe 300 mil dólares de patrocínio da Sasol 27.Vilankulo FC receives 300 thousands dollars under the auspices of Sasol 28.Yassin Amuji eleito Melhor Dirigente Desportivo de Yassin Amuji elected Best Sport Leader Vilankulo FC vice-campeã 29.Vilankulo FC vice-champion PERIODICIDADE: SEMESTRAL PROPRIEDADE: VILANKULO FUTEBOL CLUBE DIRECTOR: YASSIN AMUJI EDITOR: REGINALDO CUMBANA FOTOGRAFIA: ARQUIVO VFC PUBLICIDADE: BENEDITO ISAIAS ( +258) TRADUÇÃO: ELISIO BANZE DESIGN GRÁFICO: BENIGNO PAPELO IMPRESSÃO: ACADÉMICA LDA FICHA TÉCNICA TIRAGEM: 5000 EXEMPLARES REGISTO: 06/GABINFO/DEC/2011 ENDEREÇO: RUA DO TRIBUNAL, VILANKULO-MOÇAMBIQUE, TEL: (+258) Fax (+258 ) WEBSITE: FACEBOOK: Scribd:

4 MENSAGEM DO PRESIDENTE EDIÇÃO Nº 2 DEZEMBRO DE 2011 Yassin Amuji Presidente do VFC 4 Mais uma época futebolística chegou ao fim e, segundo as nossas previsões, o nosso clube cumpriu com a principal meta de 2011, que se circunscrevia em continuar a fazer parte do Moçambola, principal campeonato do futebol moçambicano, para gáudio de todos os integrantes da família marlin, sem excepção. O nosso percurso não foi fácil, como já era de prever, se por mais não seja porque o brio com que a nossa equipa se apresentou na estreia no Moçambola em 2010 deu sinais de que o Vilankulo FC não era mais uma equipa no Moçambola, mas sim uma equipa do Moçambola, daí que em 2011 todos os adversários tenham encarado os marlins com respeito redobrado. A época não começou da melhor forma, pois as necessidades no terreno obrigaram-nos a mudar duas vezes de treinador, o que sempre traz dificuldades de readaptação aos atletas, mas era necessário e, felizmente, as opções foram acertadas e a época acabaria terminando da melhor forma, com Chiquinho Conde no comando técnico da equipa. Cabe espaço, por conseguinte, aqui e agora, para em meu nome pessoal e do colectivo da Direcção agradecer o abnegado esforço empreendido pelos jogadores, pelos dois treinadores que antecederam Chiquinho Conde, nomeadamente Miguel dos Santos e Abdul Omar, e por todos quantos, directa ou indirectamente, deram um pouco de si para que Vilankulo se mantivesse na rota do Moçambola. Pela terceira vez consecutiva vamos participar no Moçambola e pretendemos entrar com firmeza, inovativos e sem medo de errar ou de enfrentar dificuldades, pois diz a sabedoria antiga que a adversidade é um trampolim para a maturidade, o mesmo que dizer que os nossos erros nos beneficiam mais do que nossos acertos. Em 2012 apresentaremos uma face mais madura, mais ambiciosa, que nos permita, paulatinamente, criar bases para um profissionalismo sustentável, sendo que o primeiro grande sinal é a renovação do contrato com o técnico Chiquinho Conde, que prestará serviço ao nosso clube por cinco ininterruptos anos, com mais outros tantos de opção. Orgulha-nos sobremaneira o facto de Chiquinho Conde ter percebido e concordado com o alcance do nosso projecto, sobretudo o facto de ter chegado à conclusão de que o seu perfil enquadra-se perfeitamente com a visão do clube, condição sine qua non para que este casamento se consumasse, do qual esperamos e acreditamos que dará resultados consentâneos com as nossas expectativas. Como já deve ser de domínio público, o nosso clube está muito avançado na criação da sua própria Academia, outro sinal que revela a preocupação de, a cada ano, criarmos bases para que o futebol do clube seja profissional e, mais do que isso, sustentável. Os frutos dessa visão já começam a fazer-se sentir, com a equipa de juniores a mostrar no Campeonato Provincial que tem futuro, o que viria a confirmar-se com a disputa da final do Campeonato Nacional no seu primeiro ano, tornando-se vice-campeão. A terminar, desejo boas férias e feliz quadra festiva a toda a equipa de futebol e que todos voltem no princípio do próximo ano em perfeitas condições físicas e psicológicas para ajudarem o Vilankulo FC a lutar com galhardia pela consecução dos seus objectivos. Os desejos vão a todo o colectivo de Direcção, patrocinadores, parceiros, sócios e simpatizantes. MUITO OBRIGADO!

5 MESSAGE FROM THE PRESIDENT DEZEMBRO DE 2011 EDIÇÃO Nº 2 Yassin Amuji VFC President One more football season came to an end and, according to our predictions; our club has accomplished the main goal of 2011, which aimed at continuing in Moçambola, the main championship of the mozambican football, for the joy of all members of marlin s family, with no exception. Our way was not easy, as we could predict, if it was not the honour of the performance of our team at the beginning of Moçambola in 2010 which brought to light that Vilankulo FC was no longer a team in Moçambola, but indeed, a team of Moçambola, the reason why in 2011all the opponents have faced the marlins with more respect. The season did not start well, and the demands in the field made us change the coach for two times, what always brings difficulties to the players to readapt, but it was necessary and, likely, the decisions were fitting good and the season ended in the best way, with Chiquinho Conde as the main coach of the team. This is the chance, here and now, on my behalf and on behalf of my staff and the collective of management, to thank for every effort made by the players, by the two coaches predecessors to Chiquinho Conde, namely Miguel dos Santos and Abdul Omar, and for the all those who, directly or indirectly, have given their hand so that Vilankulo continues in the rank of Moçambola. For three consecutive years we are going to make part of Moçambola and we inspire to enter with firmness, innovative and without fear of making mistakes or face challenges. It says an ancient saying that the adversity is the spring-board for the maturity, that is to say that we learn from our own mistakes. In 2012 we are going to introduce a new and more mature look, more ambitious, that will allows us, slowly, to build up the bases for a sustainable professionalism, and the first task was to renewing the contract with the coach Chiquinho Conde, who will be working in our club for five uninterrupted years, with more five optional years. We are proud of Chiquinho Conde for having understood and agreed with the value of our project, especially for the fact of having drawn the conclusion that his profile matches perfectly with the vision of the club, the sine qua non condition for the fulfilment of the wedding, to which we expect and believe that will give good results according to our expectations. Once is of the public domain, our club is more advanced in the process to establish its own academy, one more reason that illustrates the need of, each every year, build up some basis so that the football of the club becomes professional and, more than that, sustainable. The benefits of this insight has already brought some results, with the junior team demonstrating in the Provincial Championship that it has future, what has been confirmed in the final dispute of National Championship in its first year, becoming vicechampion. To conclude, i wish good holidays and happy Christmas Season to the all football team so that they all return at the beginning of the year in perfect physical and psychological conditions in order to assist the Vilankulo FC to fight with bravery to achieve its goals. Wishes go to all the management collective, sponsors, partners and supporters. THANK YOU VERY MUCH! 5

6 EDIÇÃO Nº 2 DEZEMBRO DE 2011 PATROCINADORES OURO PATROCINADORES PRATA 6 OUTROS PARCEIROS GOVERNO DO DISTRITO DE VILANKULO GOVERNO DA PROVINCIA DE INHAMBANE DIRECÇÃO PROVINCIAL DA JUVENTUDE E DESPORTOS DE INHAMBANE ARMAZENS ATLANTICO MR MOC TAURUS DISTRIBUIDOR

7 EDITORIAL DEZEMBRO DE 2011 EDIÇÃO Nº 2 É com enorme prazer que a equipa editorial da revista Vilankulo apresenta ao estimado público a segunda edição, que fecha numa altura em que o campeonato nacional de futebol acaba de terminar, com a equipa a garantir a continuidade do escalão maior, o mesmo que dizer que em 2013 vai cumprir a sua terceira presença consecutiva no Moçambola. Neste número, o leitor encontrará informação diversificada sobre o clube, com destaque para duas entrevistas, uma com o novo treinador da equipa principal de futebol, Chiquinho Conde, que nos fala sobre as dificuldades que enfrentou para, em seis jornadas, garantir a manutenção na elite do futebol moçambicano, bem como a penicilina que usou para superá-las. Chiquinho Conde que acaba de assinar um contrato de longo termo (cinco anos) com a direcção do clube, na perspectiva de montar uma equipa do futuro e ajudar, com a sua experiência, na criação de bases para um desenvolvimento sustentável é, por estas e outras razões, a cara da presente revista. Chiquinho Conde mostra-se encantado com o clube e com a vila e promete entregar-se de corpo e alma neste ambicioso projecto. A outra entrevista é com Victor Mayamba, que vai assumir as funções de Coordenador da Academia do Vilankulo FC. Victor com larga experiência em projectos de formação e com passagens pelo Mahafil, Académica, Costa do Sol e Ferroviário de Maputo vai acumular estas funções com as de adjunto-técnico da equipa sénior, havendo a ressalvar que o jovem técnico substitui o anterior coordenador, Rogério Marianni, que vai se formar na Europa. Mas porque a nossa missão é mesmo mostrar o máximo possível do que acontece no clube, para que os associados, simpatizantes e público em geral acompanhem a par e passo todas as actividades dos marlins em termos competitivos, bem como os esforços tendentes a garantir o seu desenvolvimento sustentável, neste número o leitor ainda encontrará outra informação importante, a saber: a estreia promissora dos juniores no campeonato provincial (e participação no Nacional, onde foram vice-campeões nacionais), a introdução de novos bilhetes de época para funcionários públicos, pessoas portadoras de deficiência, mulheres, alunos e idosos, o lançamento do Cartão de Crédito do Vilankulo, a adesão da Sasol como parceira do clube, a luz que brilha no fundo do túnel para uma parceria com o Bristol City, da II Liga Inglesa, cujo maior accionista, Stephen Lansdown, que detém 68.8% das acções do Bristol City, esteve em Vilankulo e deu fortes sinais de interesse na parceria. Isto e muito mais são motivos sobejamente apetecíveis para o leitor deliciar-se com esta revista de um clube que, a olhos vistos, está a dar passos bem (co)medidos para o seu crescimento, sem se abalar com momentos de crise, porque aprendeu, certamente, que o sucesso atinge-se, muitas vezes, com o somatório de adversidades. Aliás, os grandes navegadores devem a sua reputação aos temporais e tempestades, não é verdade? Boa sorte! It is a great pleasure for the editorial team of Vilankulo magazine to present to the distinguished public the second edition that closes in a time in witch the football national championship is ending, with the team securing a higher scale that is to say that in 2013 it is going to accomplish its third consecutive presence in Moçambola. In this edition, the reader will find diverse information about the club, with more focus on two interviews, one with the new coach of the main team of football, Chiquinho Conde, who speaks about the difficulties he faced, and in six rounds, guarantee and maintain the elite ranking of the football of Mozambique and the medicine he used to overcome them. Chiquinho Conde who has just signed a long term contract (fife years) with the management of the club, in the perspective of making a team for the future and help, with His experience, on building basis for a sustainable development and for this and other reasons, the face of the current magazine. Chiquinho Conde is delighted by the club and by the village and he is promising to support with heart and soul in this ambitious Project. The other interview is with Victor Mayamba, who is going to hold the position of coordinator of the Vilankulo Academy FC. Victor with large experience in training projects and for having passed by Mahafil, Académica, Costa do Sol e Ferroviário de Maputo he is going to double the tasks, one of which is deputy coach of the senior team, having to retain that the young coach has substitute the former coordinator, Rogério Marianni, who is going for a training in Europe. Since our mission is to show the most we can about the club, to the associates, supporters, and the public in general that follow closely the activities of marlins in competitive terms, as well as, the effort to guarantee its sustainable development, in this edition, the reader will also find other relevant information, namely: the promising performance of juniors in the provincial championship (and national participation, where were national vice-champions), the introduction of new tickets for the season addressed for public servants, disabled people, women, students and elders, the launch of Vilankulo Credit Card, the membership of Sasol as a partner of the club. There is a light in the darkness (there is a hope) of Bristol City partnership, for the II English League, whose the main shareholder, Stephen Lansdown, with 68.8% shares of the Bristol City, had been in Vilankulo and has demonstrated strong interest in this partnership. This and much more, are calling reasons for the reader to have a look at this magazine of a club that, clearly seen, is taking careful steps for its growth, without falling into temptations in the moments of crisis, because has learnt, and certainly, success is achieved in most of the times, by the way we overcome the challenges. Good sailors thank their reputation to storms and tumults, isn t it? Good luck! Reginaldo Cumbana Editor 7

8 CAPA EDIÇÃO Nº 2 DEZEMBRO DE 2011 O clube quer crescer e eu Quero crescer com o clube 8 Chiquinho Conde vai trabalhar e passear de marlin ao peito, na sequência do contrato de cinco anos assinado com o Vilankulo FC, com mais cinco de opção. O clube blindou o técnico com uma cláusula de rescisão de 300 mil dólares, válida para equipas estrangeiras que eventualmente queiram contratar o treinador durante a vigência do contrato. Para clubes nacionais, a cláusula não é accionável. A nossa revista conversou com o técnico, que não só reage a esse contrato inédito, assim como faz um balanço da época e mostra o seu encanto por Vilankulo. Chiquinho Conde é um homem feliz com a sua sorte. A seis jornadas do fim do Moçambola foi convidado a substituir o técnico Abdul Omar, numa altura em que a prova observava uma paragem para dar lugar à realização da X Edição dos Jogos Africanos Maputo Sabia que era um grande desafio, mas aceitou-o e, hoje, faz um balanço positivo das seis jornadas que estiveram sob sua responsabilidade. O presidente do clube, Yassin Amuji, que é apologista de um crescimento sustentável, achou ter encontrado em Chiquinho Conde a pessoas certa para ajudá-lo a construir uma equipa do futuro. Nessa perspectiva fez uma proposta inédita ao antigo internacional moçambicano, no sentido de assinar um contrato de quatro anos, com mais quatro de opção. Sem pestanejar, Chiquinho aceitou e as partes estão felizes por poderem iniciar um novo ciclo que se espera faça crescer o Vilankulo e as suas gentes. Aliás, Chiquinho diz mesmo estar fascinado com o projecto e acredita que vai ajudar Vilankulo a crescer e, por tabela, ele próprio vai crescer com o clube. Sem mais delongas, vamos à entrevista com o ex-capitão dos Mambas, que nos seus verdes anos da carreira de treinador que lhe fizeram escalar o Desportivo, o Maxaquene e o Ferroviário de Maputo já foi campeão e vencedor da Taça de Moçambique e da Supertaça. NÃO IMAGINAVA QUE SERIA TÃO DIFÍCIL ASSIM Uma vitória na última jornada do Moçambola, por sinal a terceira consecutiva. Não haveria melhor maneira de terminar a época Sem dúvida, sobretudo depois de um período conturbado para o clube e para os jogadores, que vinham de três treinadores com metodologias de treino completamente diferentes. Isso confundiu muito aos atletas e não ajudou muito para que tivéssemos um campeonato tranquilo. O Vilankulo é uma equipa jovem. Na época passada foi considerado equipa revelação, foi finalista da Taça e se não estou em erro terminou com 34 pontos, em sétimo e era minha motivação particular tentar chegar de novo à final da Taça. Infelizmente não conseguimos. Depois pairou a ideia, no meio de tudo isso, de que o Vilankulo poderia descer de Divisão depois daquela três derrotas consecutivas, o que mexeu muito com a estrutura do clube e com a equipa, mas os jogadores deram uma boa resposta e conseguimos ganhar os três últimos jogos e garantir a manutenção, superando, inclusivamente, os 34 pontos da época passada. Quando o Chiquinho foi convidado a seis jornadas do fim imaginava que o grau de dificuldade seria assim tão intenso? Não. Sinceramente não. Já conhecia a equipa do Vilankulo e estava convicto de que poderia fazer um campeonato mais tranquilo, mas questões de fórum interno ou extra futebol contribuíram para que as coisas não estivessem muito bem. Houve toda uma intranquilidade psicológica que invadiu o grupo de trabalho e que não ajudou muito para que o plantel estivesse sereno, com a agravante de que o mesmo era muito reduzido, com 22

9 CAPA DEZEMBRO DE 2011 EDIÇÃO Nº 2 jogadores, dos quais três eram guarda-redes, portanto com poucas opções para o treinador. Depois houve um rompimento total daquilo que eram as metodologias de treino e os jogadores tiveram que fazer muito esforço para assimilar a minha metodologia de treino, de concepção do jogo, enfim, processos que levam sempre algum tempo. Mas no fim ficámos todos satisfeitos porque conseguimos aquilo que eram os nossos objectivos principais, que passavam pela manutenção e superação da pontuação do ano passado. O facto de não ter podido reforçar a equipa, dada a altura em que chegou, jogou também um papel negativo, não? Sim, porque é sempre difícil um treinador lidar com jogadores que não conhece, mas tive a sorte de ter um período de 45 dias para tentar conhecê-los, já que a prova estava interrompida. Porém, esses dias não foram suficientes para eu me identificar com eles e eles comigo. Conhecia alguns jogadores que já tinham trabalhado comigo, casos do Jaimito, Matlombe e Félix, estes dois últimos lançados por mim a partir dos juniores do Maxaquene, mas de qualquer forma passaram muitos anos e, como disse, houve um rompimento da metodologia do treino. Como é óbvio, não podendo estar com jogadores da minha confiança, que conhecem a minha maneira de trabalhar, tudo ficava complicado. Mas, enfim, foi uma experiência boa e conseguimos superar o desafio. O APOIO DO PRESIDENTE FOI MUITO DETERMI- NANTE Nessa óptica, com que armas teve que lutar para superar essas adversidades? Primeiro contei com a sensibilidade do próprio presidente, que é uma pessoa aberta. Aceitou que eu trouxesse um jovem treinador para trabalhar como meu adjunto. Aceitou contratar um treinador de guarda-redes, algo que não existia aqui mas que é muito importante, pois os guarda-redes ocupam um posto específico e eles devem ser treinados por alguém que conhece o treinamento específico dos guarda-redes. Com esse apoio excepcional do presidente, da sua família e de toda uma estrutura jovem do clube e com muita vontade de trabalhar fomos fazendo o nosso trabalho e fomos crescendo. Portanto, esse apoio galvanizou a mim e à equipa e demos tudo pelo clube. Depois do mau começo da sua era não chegou de temer um fracasso total que colocaria em causa o seu nome? Sinceramente falando, não. Eu tinha e tenho a consciência de que as pessoas estavam habituadas a ver o Chiquinho Conde no Desportivo, no Maxaquene e no Ferroviário de Maputo, enfim, em grandes clubes, onde inclusive ganhei títulos. Fui campeão nacional, vencedor da Taça de Moçambique, vencedor da Supertaça e tudo o que havia a ganhar no Ferroviário, pelo que é óbvio que foi um choque para muita gente verem o Chiquinho a optar pelo Vilankulo, um clube novo, apenas com dois anos no Moçambola. Mas eu aprendi ao longo do tempo que temos que tentar ganhar sempre, sobretudo em locais onde as pessoas menos esperam. Essa foi mais uma motivação para aceitar abraçar este projecto, mesmo sabendo que já tinha as malas preparadas para regressar a Portugal para junto da minha família. Portanto, valeu a pena ter tomado esta opção? Valeu. É uma experiência nova. Conheci pessoas diferentes, que lutam por um projecto diferente dos clubes onde já estive inserido e acho que isso também enriquece um treinador. Como no passado, aqui tentei superar as minhas capacidades e os meus limites. Gosto de aprender todos os dias e aqui aprendi muito. Hoje sinto-me mais treinador do que era antes e isso para mim é impagável. CONTRATO INÉDITO POR CINCO ANOS O Chiquinho renovou o contrato até 2016, com opção renovar por mais cinco anos. Como analisa este convite que o Vilankulo FC lhe formulou, sobretudo nos termos em que ele foi feito? Primeiro devo dizer que é uma proposta inédita no futebol moçambicano. Dificilmente os clubes têm a percepção de fazer um contrato a longo prazo com um treinador jovem. Isto significa que o clube pretende crescer e eu também pretendo crescer com o clube. Há uma empatia muito grande entre mim e o presidente do clube e como tal não pensei duas vezes para aceitar o desafio. A vila está a crescer, sobretudo por ser uma vila turística, e o clube precisa de acompanhar esse crescimento. O presidente quer crescer a passos seguros e eu estou convencidíssimo que iremos com calma e tranquilidade potenciar os jogadores do Vilankulo. Isso é fundamental De facto. É preciso apostar na formação e vamos introduzindo, paulatinamente, jogadores de Vilankulo porque é fundamental a vila ter jogadores nascidos aqui para sentirem a camisola. Digo isto porque a maior parte dos jogadores são oriundos de outras províncias, o que dificulta um pouco a identidade do clube. Ainda bem que o Vilankulo está a criar bases para ter uma academia, porque isso vai permitir que, paulatinamente, descubramos jovens talentos de Vilankulo, que serão trabalhados e lançados. Paulatinamente, isto vai reduzir a dependência de jogadores emprestados. O Vilankulo terá os seus próprios jogadores, embora isso não signifique que vai deixar de comprar. É um enorme desafio. Estou satisfeito com ele e vou entrar envolvido de corpo 9

10 CAPA EDIÇÃO Nº 2 DEZEMBRO DE e alma. Eu recebi convites de outros clubes, mas estou a gostar da experiência de Vilankulo e estou fascinado. Estou bem aqui. Podemos fazer coisas bonitas e surpreender muita gente. Portanto, acredita que o Vilankulo, que próximo vai entrar no terceiro ano consecutivo no Moçambola, veio para ficar e tem um futuro risonho Acredito muito. Acredito no clube, nos jogadores que estão aqui e outros que virão para Vilankulo. Em relação aos que hãode vir devem estar conscientes que virão aqui para trabalhar, para dar o máximo deles, potenciarem aquilo que têm de bom e de melhor para enaltecerem esta província e esta vila, porque a meta a breve trecho é chegar aos lugares cimeiros do Moçambola. Que sectores o Chiquinho Conde vai privilegiar em termos de reforços? É fundamental pensar que a equipa é feita de trás para frente. Nós tivemos muitos problemas na defensiva, daí que tenhamos sofrido muitos golos. Em 26 jogos a equipa fez 26 golos e sofreu 24, sendo de realçar que nos últimos três jogos não sofreu. Então, a partir destes dados terei que equilibrar o sector defensivo. Mas de uma forma geral vão aparecer novos guarda-redes, novos defesas, médios e avançados, de preferência jovens e com boa margem de progressão. O meu grande desafio vai ser de potenciar esses jogadores. Quero que num curto espaço de tempo eles se familiarizem com a minha maneira de trabalhar, com a minha concepção do jogo para que, de facto, nós possamos levar este barco a bom porto. SOU UM TREINADOR BASTANTE AMBICIOSO Diz que os jogadores têm, sobretudo, que se familiarizar com a sua forma de trabalhar e de concepção do jogo. Como é que o Chiquinho gosta de trabalhar? Gosto de jogar em três sistemas: 4x2x3x1, 4x3x3 e 4x1x3x2. Nós vamos usar fundamentalmente esses sistemas, mas vamos trabalhar mais no 4x3x3 e, alternativamente, no 4x2x3x1. O outro usaremos raramente. Portanto, vamos potenciar mais os extremos, jogando com um pivot defensivo e um ponta-de-lança. Como foi fixado o nível de progressão dos objectivos nesta primeira leva do contrato? Nós vamos construir a equipa paulatinamente e no primeiro ano não podemos estar abaixo do sétimo lugar. Depois vamos procurar subir, no sentido de até 2015 lutarmos pelos títulos. Mas eu sou um treinador ambicioso, pelo que a partir do próximo ano vou tentar fazer o melhor possível. Se os jogadores que estão nos meus planos puderem ser contratados, estou convencido de que iremos fazer um bom campeonato. Portanto, comunga da aposta arrojada do presidente no sentido de se poder chegar ao título a breve trecho Comungo. É bom ter essa perspectiva de ganhar. Eu quero incutir nos meus jogadores a necessidade de ganhar sempre. Mesmo a feijões temos que ganhar. Esse espírito nasce-se com ele, aprende-se e cultiva-se. O espírito ganhador faz bem. O clube está a cultivar esse hábito de ganhar e nas conversas que tenho tido com o presidente sinto essa preocupação. Já é bom que o presidente tem essa postura, mas é preciso que toda a estrutura do clube acompanhe essa cultura, para que o clube cresça. Há que trabalhar com profissionalismo para alcançarmos as nossas metas. Uma última palavra a massa associativa, por sinal das poucas que sempre enchem os campos. Primeiro o meu muito obrigado pelo apoio e pela postura com o público de Vilankulo acompanhou a equipa neste Moçambola. Nunca vi na rua ou no campo uma atitude menos boa dos adeptos para com os jogadores ou equipa técnica. Antes pelo contrário sempre incentivaram-nos, sempre apoiaram-nos. Vai um pedido para que continuemos unidos para podermos catapultar o clube e sermos uma equipa forte. Vilankulo é uma vila pequena e que muitos dos residentes são adeptos de outras equipas, mas é fundamental que sempre que a equipa joga aqui todos vistam a camisola do Vilankulo para a valorização da vila. Nós os técnicos e jogadores faremos tudo o que estiver ao nosso alcance para elevarmos bem alto o nome de Vilankulo.

11 COVER THEME DEZEMBRO DE 2011 EDIÇÃO Nº 2 The club wants to grow and i want to grow with it Chiquinho Conde is going to work and take a walk with marlin in the heart, because of the fife years contract that has signed with Vilankulo FC, with more fife optional years. The club has rewarded the coach with a termination article of 300 thousand dollars, valid for foreign teams that may eventually want to hire the coach during the course of this contact. For national clubs, the article is not valid. Our magazine has spoken to the coach, who does not only respond to this novel contract, he also provides the summary of the season and shows His delight by Vilankulo. Chiquinho Conde is a happy lucky man. Missing six rounds to the end of Moçambola he was invited to take over the coach Abdul Omar, in a period where the matches had stopped to give place to the attainment of the X Edition of African Games. He knew it was a big challenge, however, he accepted and, today, he is making a positive balance of the six rounds that were under his responsibility. He thinks he met in him the right people to help to build up a team for the future. The president of the club, Yassin Amuji, who supports a sustainable development, he believes he has hired the right person to help him to build up a team for the future. In this respect, he made a novel proposal to the former Mozambican International, so that he signs a contract of fife years with more four optional years. Without blinking, Chiquinho accepted and the parts are happy to begin a new season which is expected to make Vilankulo grow and its people. Chiquinho says that is fascinated by the Project and he believes that will help Vilankulo to grow and, indirectly he will also grow with the club. Without delay, let s move onto the interview with the ex-captain of Mambas, who in His green years in the carrier of coach which made him scale up in Desportivo, Maxaquene and Ferroviário de Maputo he was champion and winner of the Cup of Mozambique and the super cup. YOU DID NOT IMAGINE IT WOULD BE SO DIFFICULT LIKE THIS A victory in the last round of Moçambola, surprisingly for the third consecutive time. Wasn t there any other way to determine the season Without doubt, mainly after a very difficult period for the club and for the players, who were dealing with coaches with completely different training methodologies. That confused the athletes and it did not help a lot in order to have a good championship. Vilankulo is a young team. In the last season it was considered team revelation, it was finalist of the cup and if I am not mistaken, ended with 34 points, on the seventh position and that was my particular motivation to try to enter again to the final of the cup. Unfortunately we did not succeed. After that, there were rumours about the possibility of Vilankulo going down of the division after those three consecutive defeat, what introduced a lot of changes in the club and in the team, but the players had given good results and succeed to win the three last games and guarantee the maintenance, overcoming, exclusively, the 34 points of the last season. When you were invited missing six rounds to the end, did you imagine that the level of challenges would be more intense? No. Frankly speaking, no. I already knew the team of Vilankulo and I was sure that I would do a tranquil championship, but issues of internal or external football forums have contributed in a sense that things did not go very well. They were all psychologically tranquil that affected all the working group and it did not help a lot the players to be calm, in the worse situation, they were in short number, with 22 players, where three were goalkeepers, so with less options for the coach. After that was a total break in the coaching methodologies and the players had to make every effort to understand my coaching methodology, the conception of the game, anyway, a process that always takes some time. But at the end we were all happy because we succeed to achieve our main goals, which consisted of maintaining and overcome the score of the last year. The fact of not having a possibility to require the reinforcement of the team, taking into consideration the time you arrived, have played a wrong role? Yes, it s always difficult for a coach to deal with players he doesn t know, but I was lucky to have a period of 45 to get to know them, once the competitions had stopped. So, these days were not enough to identify myself with them and they identify themselves with me. I knew some players that had already worked with me, that s the case of Jaimito, Matlombe and Félix, this last two had been put in the market by me since junior of Maxaquene, but despite that, many years have passed and, as I said, 11

12 COVER THEME EDIÇÃO Nº 2 DEZEMBRO DE there was a breaking in the coaching methodology. Obviously, not being with players who I trust, whose know the way I work, everything was complicated. Despite the fact, was a good experience and we overcame the challenges. THE SUPPORT OF THE PRESIDENT WAS DETERMINATIVE In this season, what weapons have you used to face the adversities? First I had to count with the sensitivity of the president, who is an open person. He let me bring a young coach to work as my deputy. Gave permission to recruit a trainer of goal keepers, something that does not exist here but is important, because the goal keepers hold a specific position and they must be trained by someone who knows the specific coaching for them. With this exceptional support of the president, his family and all young body of the club and with much will to work we did our job and we grew. So, this support has energised me and to the team, and both, we gave all for the club. After a bad start in your era, didn t you fear a total failure that would put your name in danger? Frankly speaking, no. I was and I am aware that people were used to see Chiquinho Conde in Desportivo, Maxaquene and Ferroviário de Maputo, basically, in big clubs, places where I also won some titles. I was national champion, winner of Mozambican Cup, winner of super cup and everything that had to be won in Ferroviário, and obviously, it was a big surprise for many people who saw Chiquinho opting for Vilankulo, a new club, with only two years in Moçambola. But through all this process I have learnt that we have always try to win, basically in situations that people less expect. That was the motivation that led me to embrace this project, even knowing that I was ready to back to Portugal close to my family. So, was it worthwhile for you for having taken such decision? Yes. It s a new experience. I knew different people that fought for a different Project of the clubs where they were working and I believe that this behaviour enriches a coach. As in the past, I here tried to overcome my capacities and limits. I like to learn everyday and here, I have learnt a lot. Today I feel a stronger coach than before and that has no price for me. FIVE-YEAR NOVEL CONTRACT You renewed a contract that extends to 2016, how do you feel about this offer that Vilankulo FC proposed you, particularly with regard to the terms underlying it? First I should say that it is an unusual proposal in our context. The clubs hardly offer such a long-term contract with a young coach. This is a clear sign that the club is willing to grow professionally and I will grow alongside it. I have a good relationship with the president of the club and for that reason I accepted the offer forthwith. The village is developing, mainly due to its touristic attraction, and the club needs to follow suit. The president needs to ensure a safe growth and I undoubtedly convinced that together we will, very smoothly, enhance the skills of its soccer players. That is fundamental Definitely. It is absolutely necessary to focus on the training of players, and then we will gradually hire local players because we feel that it is crucial to allow players who were born locally so that they will bear a sense of belonging. I say so because the great bulk of players is from other provinces, a fact that is hostile to the identity of the club. It is a good thing that the club undertaking to own an academy because that will, slowly, allow us to spot talented local players who will be well trained and given opportunity to play. That will gradually reduce the dependency on borrowed players. Vilankulo Club will own its own players, although that will not put an end to new contracts. It is a huge challenge. I feel good about the club and I will fully devote to it. I was also invited by other clubs, but I am both impressed fascinated with Vilankulo s experience. I feel good here. We are capable of achieving good results and impress many people. You, therefore, firmly believe that Vilankulo, which for the third consecutive year will compete in Moçambola, will stay put in it and will have a brighter future I very much believe so. I believe in the club, in the now present players and the forthcoming ones. With regard to the yet to come players, they should bear in mind that they will be coming here for hard work, to give their best, to enhance the skills they already have as well as to honor this province and this village, for our short-term goal is reach the high ranking positions of Moçambola. What field positions call for more attention in terms of reinforcements? It is crucial to note that a team is set from the back frontwards. We had a lot of problems at the back which accounts for an awful lot of goals were suffered. Out of the 26 matches our team scored 26 goals and suffered 24, noting that in the last three matches we suffered none. Judging from these facts, I will have to strengthen the backfield. In overall, new goal keepers, defensive players, midfielders and attackers will emerge, preferably young players with a good progression rate. My greatest challenge is to empower those players. In short-term, I want them to adapt to my training methods, to copy with the way I set the game, so as to attain good results. I AM A VERY AMBITIOUS COACH When you say that the players have to adapt to your training methods, as well as to copy with the way you set the game, how do you exactly like to work? I like to play in three strategies: 4x2x3x1, 4x3x3 e 4x1x3x2. We will basically use these three strategies, but more frequently with the 4x3x3 and with the 4x2x3x1 as an alternative. The 4x1x3x2 will barely be used. We will, therefore, boost the ends playing with a defensive pivot and one attacker. How is the contract s goals graded in this first round of the contract? We will, gradually, build up a team along the first year aiming to stick in the top seven teams. Then we will keep up straggling for the podium until I am an ambitious coach and from next year onwards I will do my best. If the players I intend to have eventually sign with, us I sure we will have a remarkable championship. So, you agree with the president s ambitious plan to claim for the title in a short-term period I do agree. It is good to wish to win. I want to instill the need of always wining into my players. We have to win no matter what. The spirit of wining is inborn, learnt and cultivated. The wining spirit is fit. The club is instilling on this wining habit and I can feel its full force from the chats I have been having with the president of the club. The president s confidence is encouraging, but the entire club should also have this bearing because it is crucial for its growth. Professionalism will lead us to the goals. Any last words to the fans, notably the few who flock to the pitch. First I express my gratitude towards the public of Vilankulo for the support and sympathy given to the team in this Moçambola. I have never seen a bad attitude from the fans towards the players or the technical team Quite the contrary, they always encouraged and supported us. I appeal for continuous union for the growth of the club and professionalism of the team. Vilankulo is a small village and many local residents are fans of other teams, but it is important that whenever we play everybody wears our team jersey to honour the village. We, the delegation and the players, will do whatever we can to elevate the name of Vilankulo beyond imagining.

13 REACÇÃO DEZEMBRO DE 2011 EDIÇÃO Nº 2 Chiquinho encaixa-se nos nossos projectos Chiquinho fits to our projects 13 Com vista a explicar as motivações que estiveram por detrás da assinatura de um contrato de longo termo com Chiquinho Conde, Yassin Amuji, patrono do clube, teve uma breve conversa com a nossa reportagem. Acaba de renovar o contrato com o técnico Chiquinho Conde por cinco anos, com mais cinco de opção. Significa claramente que está satisfeito com o trabalho feito por ele na ponta final do campeonato? Com certeza que estamos satisfeitos com o trabalho realizado, Chiquinho enquadrou-se perfeitamente no nosso projecto futurista. Qual foi a motivação para rubricar este contrato inédito com Chiquinho Conde? A primeira motivação foi por ele ser um treinador à imagem do Vilankulo FC. Nós estamos a construir um clube inovador e humilde e o Chiquinho enquadra-se perfeitamente naquilo que são os nossos projectos. Aliás, ele também sabe perfeitamente por que é que aceitou este desafio. Em Vilankulo ele não só encontrou dirigentes desportivos jovens, como também uma família que trabalha em torno do clube. Todos os dirigentes, funcionários e colaboradores deste clube funcionam como uma família única e unida e queremos transmitir isto ao país. Queremos adeptos do Rovuma ao Maputo para se juntarem a esta nossa família que só traz inovações no futebol moçambicano. A equipa técnica será reforçada, ou vai ser a mesma? Vamos continuar com o Victor como adjunto e o Efraime como treinador de guarda-redes. Nada vai mudar. Acreditamos que já temos os treinadores ideais que procurávamos. Que balanço faz da época que acabou de terminar? No campeonato foi positivo. Conquistámos mais um ponto que na época passada, apesar de que poderíamos ter feito mais. Na taça caímos onde não devíamos ter caído, nos quartos-de-final, mas se até o Manchester United é eliminado nos quartos-de-final duma taça, quem somos nós, são coisas do futebol. Em termos de metas, em que estágio quer ver o Vilankulo FC até ao fim da vigência do contrato de Chiquinho Conde? O contrato está claro. Não há pressão para o treinador. Terá todo o tempo para em 2014 colocar este clube como um dos grandes do Moçambola. A nível de gestão desportiva já provámos que somos grandes, faltando, agora, demonstrar isso dentro das quatro linhas. Se Deus quiser, em 2014 lutaremos pelo título. É um processo e um trabalho que está a ser feito com toda a cautela possível. In order to account for the reasons behind the signature of a long-term contract with Chiquinho Conde, Yassin Amuji, the owner of the club, held a short briefing with our crew. You have just renewed a five-year contract with Chiquinho Conde, with five more optional years. Does this clearly mean that you are pleased with his job in the final stage of the championship? Surely we are happy with the job he has done. Chiquinho fitted in perfectly to our futurist project. What encouraged you to sign this unusual contract with Chiquinho Conde? The first reason was the fact that he is a coach fit for the purpose of Vilankulo FC. We are building up an innovative and humble club and Chiquinho Conde matches perfectly to our projects. Besides, he knows deeply why he undertook this challenge. In Vilankulo not only did he find young sports managers, but he also found a family working for the club. All the managers, officials and collaborators form this club work in unison as a family and we want the country to know that. We want to attract fans from Rovuma to Maputo to this family which brings about innovations to the football of Mozambique. Is the technical team going to be reinforced, or it will remain as it is? We will keep Victor as an assistant coach and Efraime as the goal keeper s coach. Nothing will change. We believe we already have the right coaches we were looking for. What do you think about the season that has just ended? The championship was positive. We score one more point last season, but we feel we could have done more than that. During the cup we fell at a critical stage, in the quarterfinals, but even Manchester United may be eliminated in the quarterfinals of a cup, still we are far worse than it, this is typical of football contest. As far as the contract s goals are concerned, what are your expectations for the Vilankulo FC in terms of their fulfillment until the end of the contract of Chiquinho Conde? The contract is clear. There is no pressure for the coach. He will have plenty of time to turn the club into one of the best in Moçambola until In terms of management, we have proved to be efficient and we will consolidate it in contest. In 2014 we will fight for the title, God willing. It is a process and a job being done with the utmost care.

14 SCORES EDIÇÃO Nº 2 DEZEMBRO DE Tendai marca golo100 do Moçambola Tendai scores goal 100 of Moçambola O avançado zimbabweano do Vilankulo Futebol Clube, Gwata Tendai, contratado mesmo em cima da data limite de inscrição, fez dois golos no jogo com o Matchedje, que o Vilankulo FC venceu por 4-1. O segundo golo do avançado ao serviço do clube valeu a marca de golo 100 do Moçambola O centésimo golo surgiu a concluir um passe do seu colega Belo, que ganhou a bola no meio-campo e rasgou para o ataque. Tendai rematou em arco de fora da grande área, e o guarda-redes do Matchedje nem chegou a ensaiar o exercício de defesa. O facto ficou despercebido a muita gente, mas fica partilhado, aqui, esta curiosa marca, que fez com que Tendai ficasse, assim, registado na história dos golos curiosos do Moçambola De referir que quando faltava três jornadas para o final da prova Tendai tinha sete golos marcados, contra 10 de David, primeiro classificado. The Zimbabwean attacker of Vilankulo FC, Gwata Tendai, found on the verge of the registration date, scored two goals in the match against Matchedje, in which Vilankulo FC won for 4-1. The second score of this attacker serving for the club, accounted for goal 100 of Moçambola The hundredth goal was a finalization of a pass from his partner Belo, who got the ball in the mild- field and ran to attack. Tendai kicked the ball in an arc outside the great penalty area, and Matchedje s goal keeper did not even try a defensive movement. This fact was not perceived by many people, but it is hereby shared that this curious goal allowed Tendai to be registered in the history of the unusual goals of Moçambola It is important to point out that at three rounds of the end of the completion Tandai had scored 7 goals, against the 10 of David, who was the first classified.

15 BUSINESS DEZEMBRO DE 2011 EDIÇÃO Nº 2 15 Belo muda-se para a Liga Muçulmana Belo moves to Liga Muçulmana A direcção do Vilankulo FC confirmou que Juvêncio Belo Mutisse vai representar a Liga Muçulmana na próxima temporada. Belo estava vinculado aos marlins desde 2009 e tinha um contrato até Dezembro O extremo esquerdo é considerado um dos jogadores mais rápidos do Moçambola e era cobiçado por alguns clubes de Moçambique, como Maxaquene, Costa do Sol e Ferroviário de Maputo. O Vilankulo FC vai encaixar um valor que ronda entre os trezentos mil meticais e vai continuar com 20% do passe do atleta. Apesar de em termos documentais tudo estar já final izado, a transferência só será consumada no dia 31 de Dezembro de The board of Vilankulo FC confirmed that Junvêncio Belo Mutisse will be playing for Liga Muçulmana next season. Belo has been bound to the marlins since 2009 and his contract would expire in December The outside left player is one of the fastest players in Moçambola and was longed for by some clubs of Mozambique, such as Maxaquene, Costa do Sol and Ferroviário de Maputo. Vilankulo FC will fix a fee of about thirteen thousands meticais and still keep 20% of the deal. Although the paper work has been finalized, the transfer will only be completed by December 23, 2011.

16 PLAYERS EDIÇÃO Nº 2 DEZEMBRO DE Gitinho assina por mais duas épocas Gitinho signs for two more seasons Jorge Filipe Dimande, mais conhecido por Gitinho, renovou durante o mês de Junho o seu contrato por mais duas épocas, até 31 de Dezembro de Gitinho tinha um contrato válido até Dezembro da presente época, mas optou por dar continuidade à sua carreira no Vilankulo FC por ter a certeza que está no clube certo. O novo contrato tem uma cláusula de rescisão de 950,000.00MT Quando assinei por este clube em Janeiro de 2011 e o presidente falou-me dos projectos do clube, por uns instantes pensei que fosse mais um clube com histórias, mas acabei vendo que estou no clube certo, um clube que sabe o que quer e onde quer chegar comentou Gitinho. Gitinho acrescentou ainda que o presidente Yassin Amuji tem directores competentes que olham para os interesses do clube. Está rodeado de gente competente, acrescentou Gitinho. Por sua vez, Emílio Macura, aquele que é considerado o segundo homem do Vilankulo FC, Director Desportivo, disse que o VFC fará os possíveis para manter todos os jogadores que fazem parte dos planos do clube. Macura acrescentou que o clube já tem assegurado os passes dos seguintes atletas até Dezembro 2012: Titos, Félio, Edgar, Gonçalves, Joe, Jossias, Bila, Belo, Kadr, Martinho, Sergito e Ngenha. Estes jogadores encontram-se vinculados ao Vilankulo Futebol Clube desde Relativamente aos restantes atletas, Macura disse que estão criadas as condições para que os atletas renovem os contratos, as infelizmente há clubes que têm aliciado os atletas a não renovarem. Alguns clubes até incentivam os atletas a rescindir os seus contratos. Estranhamente, temos tido alguns atletas com esse interesse, alguns dos quais têm contratos até Dezembro 2012, mas nós não vamos recuar. O clube que quiser um jogador do Vilankulo FC vai ter que pagar. Ou estamos a profissionalizar o futebol moçambicano ou vamos continuar na sombra por mais tempo, comentou o Director Desportivo em forma de desabafo. Jorge Filipe Dimande, commonly known as Gitinho, has renewed his contract in June for two more seasons, which will go up to 31 December Gitinho had carried on with his carrier in Vilankulo FC, since he is sure that he is in the right club. The new contract has a resignation Clause of MT. When I signed for this club in January 2011 and the president told me about the projects of the club, for some intent, I thought that it was one more club with stories, but then, I realized that I am in the right club, a club that knows what it wants and where it intends to get, commented Gitinho. Gitinho has also said that the president, Yassin Amuji, has competent directors who focus on the clubs objectives. He Is sorrounded by competent people added Gitinho. In his turn, Emílio Macura, who is the Sports Director and regarded as the second man of Vilankulo FC, said that VFC will do its best to keep all the players who are part of the club s plan. Macura, added that the club has already assured the maintenance of the following players up to December 2012: Titos, Félio, Edgar, Gonçalves, Joe, Jossias, Bila, Belo, Kadr, Martinho, Sergito e Ngenha. These players are engaged to Vilankulo Football Club since In relation to the other athletes, Macura said that the conditions for them to renew their contracts have been created; unfortunately there are some clubs which entice the athletes not to do so. Some of the clubs even encourage the athletes to resign from their contracts. Strangely, we have some athletes who show this interest, some of them have contracts up to December We will not draw back. The club which needed a player from Vilankulo FC will have to pay. Either we are professionalising Mozambican football or we will remain under the shadow for quite some time, commented the sports director in some way of a relief.

17 TAÇA DEZEMBRO DE 2011 EDIÇÃO Nº 2 Vilankulo foi anfitrião da Taça Fair Play Sidat Sport Vilankulo was the host of Fair Play Sidat Sport Cup A Vila de Vilankulo está a tornar-se cada vez mais numa capital desportiva. Agora foi a vez da Taça Fair Play Sidat Sport, que se realizou de 14 a 18 de Setembro, no Estádio Municipal de Vilankulo, envolvendo as equipas do Vilankulo FC, Maxaquene, Liga Muçulmana e Ferroviário da Beira. O torneio, ganho pelo Ferroviário da Beira e que teve o Vilankulo como segundo classificado, provocou um movimento desusado na Vila e interessa realçar que o torneio foi desenhado para não deixar as equipas paradas com a realização dos Jogos Africanos, que decorreram em Maputo, entre 3 e 18 de Setembro. A Direcção do Vilankulo FC fez de tudo para os adeptos da terra se deslocarem em massa ao Estádio Municipal e tor nar o evento uma verdadeira festa. Para isso, havia sido criado um spot publicitário que passou diariamente na Televisão de Moçambique para atrair o público em massa a Vila de Vilanku lo, um dos pontos atractivos de África mais procurados pelos turistas tanto nacionais como estrangeiros. O Ferroviário da Beira terminou a prova em primeiro lugar com 7 pontos, seguido pelo Vilankulo FC. O Maxaquene e a Liga Muçulmana somaram apenas dois pontos. Deste modo, aos locomotivas beirenses coube-lhes a quantia de dólares, ao Vilankulo foram lhe atribuídos 2500 dólares e os dois últimos classificados, por terem terminado em igualdade de circunstância receberam cada um 1250 dólares americanos. Vilankulo village is becoming more and more a sports capital. Now was the host of Sidat Sport Cup, which took place from 14 to 18 September, in Vilankulo Municipal Stadium, involving the following teams: Vilankulo FC, Maxaquene, Liga Muçulmana and Ferroviário da Beira. The tournament won by Ferroviário da Beira, in which Vilankulo was second, caused an unusual motion in the village, and it is important to highlight that the tournament was designed not to let the teams stagnated due to the African games, which took place in Maputo, between 3 to 18 September. The board of Vilankulo FC, did everything for the local supporter to massively travel to the Municipal stadium where the event was turned into a real festival. For such publicity spot was made which was adverted daily on Televisão de Moçambique (Television of Mozambique) to massively attract the public to Vilankulo Village, one of the most attractive places of Africa being sought by national and international tourists. Ferroviário da Beira ended the competition in the first position with 7 points, followed by Vilankulo FC. Maxaquene and Liga Muçulmana only got two points. In this way the locomotivas from Beira got USD, and Vilankulo was given 2500 USD and both the last classified teams received the amount of 1250 USD each for being in the same position. 17

18 EDIÇÃO Nº 2 ADEPTO MARLIN DEZEMBRO DE 2011 Trata-se de uma subscrição anual com o custo de 1.000MT e que pode ser feita por todos os fãs e simpatizantes do clube. A afiliacao poderá ser feita na loja azul ou online por via do website. O cartão é valido por um ano. Junta-te a esta festa inovadora no nosso País e tens entrada grátis em todos os jogos realizados em casa (no estádio municipal de Vilankulo) assim como descontos comerciais em várias lojas espalhadas pelo País MT Acesso a todos os jogos durante o ano 2012 no estádio municipal de Vilankulo 200,00MT Bilhete especial para funcionários públicos, idosos, mulheres, alunos e deficientes físicos. Entrada grátis em todos os jogos durante o ano 2012 no estádio municipal de vilankulo. Tel.: (+258)

19 ENTREVISTA DEZEMBRO DE 2011 EDIÇÃO Nº 2 Meta é alimentar os seniores com o produto da Escola VFC A Escola do Vilankulo, que em termos efectivos deve arrancar em Fevereiro, vai passar a ser coordenada por Victor Mayamba, técnico-adjunto de Chiquinho Conde nos seniores. Ele substitui Rogério Mariannii, que vai para uma formação de treinadores na Europa. Victor Espera valer-se da experiência colhida durante mais de uma década dedicada aos escalões de formação, período durante o qual defendeu emblemas como o Mahafil, Alto-Maé, Liga Muçulmana, Académica, Costa do Sol, Ferroviário de Maputo, ante de ir para a Vilankulo. A nossa revista conversou com Mayamba, com o fito de colher o seu sentimento face as novos desafios que se lhe colocam pela frente. Sigam-nos! Como é que se sente face ao facto de ter sido escolhido para substituir o Rogério Mariannii na Academia do Vilankulo? Penso que é mais um desafio. Sou um treinador jovem. Quando abracei esta carreira de treinador sempre tive em mente que havia de enfrentar muitos desafios pela frente. Portanto, quando o presidente Yassin Amuji me abordou aceitei com naturalidade e só-me resta ir ao terreno e trabalhar. Quais vão ser as suas atribuições na Academia? Vou coordenar toda a estrutura do futebol de formação e fazer o acompanhamento dos monitores que estarão afectos às equipas da academia, nomeadamente Infantis, Iniciados, Juvenis e Juniores. Cabe a mim também traçar as linhas em termos de metodologia de treinamento. Pretendemos que o clube tenha um modelo de formação, que facilitará o enquadramento dos jogadores quando atingirem a idade sénior. Em termos de objectivos o que é que está definido e quais são as metas traçadas a breve e a longo termos? O presidente disse-nos para traçarmos um plano de longo prazo, para que daqui a cinco anos tenhamos cinquenta porcento dos jogadores da equipa principal vindos da academia. Portanto, é nesta perspectiva que vamos trabalhar e penso que isso vai ser possível. Os jogadores vão estar em regime de internato ou de externato? Neste momento está-se no processo da construção da academia, pelo que numa primeira fase ainda funcionaremos em regime de externato, até que as condições estejam criadas para os jogadores viverem lá. Nessa fase faremos uma pesquisa e selecção dos melhores para viverem na academia. A selecção será em Vilankulo, mas também noutras províncias, incluindo Maputo. A primeira equipa da academia a entrar em actividade foram os juniores. Como avalia o desempenho deles? Eles fizeram um bom campeonato provincial e penso que no futuro vai-se fazer um trabalho bem direccionado para que o desempenho da equipa de juniores reflicta aquilo que é a filosofia da formação do Vilankulo. Dentro de dias vai entrar no Campeonato Nacional e penso que vai dar o melhor de si. PERFIL Como é que o Victor aparece no desporto? Entro para o desporto como praticante de futebol, no Mahafil. Sempre ambicionei ser um grande jogador. Fiz a minha formação no Mahafil. Quando era juvenil já jogava na equipa sénior, orientada pelo mister Sacur, onde tive a felicidade de jogar com Zainadine, Cassimito e Leonardo que já estavam em finais de carreira. Infelizmente tive um acidente que me impossibilitou de continuar com a carreira. Sempre fui um líder nas camadas de formação e, por isso, o mister Sacur achou que eu tinha capacidade de lider- 19

20 ENTREVISTA EDIÇÃO Nº 2 DEZEMBRO DE ança e aconselhou-me a abraçar a carreira de treinador. E nascia um treinador Sim. Comecei logo por orientar os infantis do Mahafil, em 1995, em substituição de um colega, o Guilherme, que estava internado. Foi a minha primeira experiência. Depois criei a minha própria equipa, que inclusive sagrou-se campeã nacional de futebol de praia, em femininos. Chamava-se Carocel de Chamanculo. Depois disso formei uma equipa masculina, donde saíram jogadores como Momed Haji e Félio. Só que o Carocel não podia se inscrever na Associação de Futebol da Cidade de Maputo (AFCM) porque não tinha estatutos. E como é que resolveu a questão? Juntámo-nos ao Mahafil para aproveitarmos os estatutos do clube e a equipa passou a chamar-se Carocel do Mahafil. Com esse nome movimentámos infantis e iniciados. No ano seguinte, quando a equipa subiu para os juvenis, perdi o meu patrocinador e assim a equipa passou toda ela para o Mahafil. Guardo gratas recordações do Carocel, mas já não havia condições para manter a equipa. Mais adiante o que é que aconteceu? Em 2003, o senhor Jasse leva-me para o Alto-Maé. Ele tinha um projecto de formação e trabalhei com infantis e iniciados. Em 2004 fomos campeões nos dois escalões e ganhámos todas as competições que se organizaram nessa época. Foi numa altura em que a AFCM não organizava campeonatos desses escalões, razão pela qual as provas eram entre equipas. Depois passei para os juvenis do Alto-Maé, onde trabalhei com um grande treinador, o Nunes Tembe. Daí passa para a Liga Muçulmana? Exacto, isto em Na Liga trabalhei com os juniores. Foi no ano em que surgiu o Telinho, que hoje está na equipa sénior. Depois, em 2007, saí para a Académica. Orientei os juniores e fiz um grande campeonato. Tive a felicidade de, nesse ano, atletas por mim treinadores passarem para equipas seniores, casos do Manecas que está no Chingale. Da Académica fui contratado pelo Costa do Sol, onde fiquei duas épocas (2008 e 2009). Do Costa do Sol mudo-me para o Ferroviário de Maputo, donde saio para o Vilankulo FC. Uma larga experiência de formação que poderá ser útil para o Vilankulo Penso que sim, até porque ao longo do percurso trabalhei com grandes líderes. Além daqueles que mencionei, trabalhei com o mister Alcides Chambal no Costa do Sol. Ele era meu coordenador e trabalhava em estreia ligação comigo, já que eu era treinador dos juniores e acabava respondendo pelos meus colegas abaixo do meu escalão. No Ferroviário também aconteceu o mesmo. Tive a felicidade de trabalhar com o mister Amad Chababe Amad. Ele era meu coordenador e sempre depositou muita confiança em mim, de tal modo que na sua ausência confiou-me a coordenação dos trabalhos. Na Academia do Vilankulo já têm o projecto desenhado ou vão ter que começar do zero? Já existia um plano, só que é anual. Há uma necessidade de estender o plano para responder a um ciclo de cinco anos. O plano tem que ser de continuidade para podermos alcançar os objectivos principais da academia que, como disse, passam por fornecer 50 porcento dos jogadores à equipa principal. Está satisfeito com as condições que o Vilankulo FC lhe proporciona? Acho que as condições estão criadas. Temos campo e material de trabalho, a academia está em construção. Acredito que o Vilankulo está a fazer um projecto de futuro com tudo para dar certo. Quais são os seus sonhos na carreira? Eu prefiro dar tempo ao tempo. No Ferroviário estava a fazer o meu sexto ano a treinar os juniores, mas apareceu esta proposta para ser treinador-adjunto de seniores. Espero ir ganhando mais experiência com o mister Chiquinho. Vou cumprir os cinco anos do presente contrato e o futuro é que dirá o que acontecerá depois. A terminar? Gostaria de agradecer à direcção do Vilankulo FC pela confiança depositada em mim. Agradeço também ao mister Chiquinho Conde que acreditou em mim e puxou-me para trabalhar com ele. Vai ser difícil gratificá-lo pela confiança depositada em mim e farei tudo o que estiver ao meu alcance para não decepcioná-lo.

Guião M. Descrição das actividades

Guião M. Descrição das actividades Proposta de Guião para uma Prova Grupo: Inovação Disciplina: Inglês, Nível de Continuação, 11.º ano Domínio de Referência: O Mundo do trabalho Duração da prova: 15 a 20 minutos 1.º MOMENTO Guião M Intervenientes

Leia mais

Guião A. Descrição das actividades

Guião A. Descrição das actividades Proposta de Guião para uma Prova Grupo: Ponto de Encontro Disciplina: Inglês, Nível de Continuação, 11.º ano Domínio de Referência: Um Mundo de Muitas Culturas Duração da prova: 15 a 20 minutos 1.º MOMENTO

Leia mais

Descrição das actividades

Descrição das actividades Proposta de Guião para uma Prova Grupo: Em Acção Disciplina: Inglês, Nível de Continuação, 11.º ano Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho Duração da prova: 15 a 20 minutos Guião D 1.º MOMENTO Intervenientes

Leia mais

GUIÃO A. Ano: 9º Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho. 1º Momento. Intervenientes e Tempos. Descrição das actividades

GUIÃO A. Ano: 9º Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho. 1º Momento. Intervenientes e Tempos. Descrição das actividades Ano: 9º Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho GUIÃO A 1º Momento Intervenientes e Tempos Descrição das actividades Good morning / afternoon / evening, A and B. For about three minutes, I would like

Leia mais

GUIÃO A. What about school? What s it like to be there/here? Have you got any foreign friends? How did you get to know them?

GUIÃO A. What about school? What s it like to be there/here? Have you got any foreign friends? How did you get to know them? GUIÃO A Prova construída pelos formandos e validada pelo GAVE, 1/7 Grupo: Chocolate Disciplina: Inglês, Nível de Continuação 11.º ano Domínio de Referência: Um Mundo de Muitas Culturas 1º Momento Intervenientes

Leia mais

Prova Oral de Inglês Duração da Prova: 20 a 25 minutos 2013/2014. 1.º Momento. 4 (A), are you a health-conscious person?

Prova Oral de Inglês Duração da Prova: 20 a 25 minutos 2013/2014. 1.º Momento. 4 (A), are you a health-conscious person? Prova Oral de Inglês Duração da Prova: 20 a 25 minutos 2013/2014 GUIÃO A Disciplina: Inglês, Nível de Continuação 11.º ano Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho 1.º Momento Intervenientes e Tempos

Leia mais

Prova Escrita de Inglês

Prova Escrita de Inglês PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Decreto-Lei nº 139/2012, de 5 de julho Prova Escrita de Inglês 6º Ano de Escolaridade Prova 06 / 2.ª Fase 7 Páginas Duração da Prova: 90 minutos. 2014 Prova 06/ 2.ª F.

Leia mais

GUIÃO Domínio de Referência: CIDADANIA E MULTICULTURALISMO

GUIÃO Domínio de Referência: CIDADANIA E MULTICULTURALISMO PROJECTO PROVAS EXPERIMENTAIS DE EXPRESSÃO ORAL DE LÍNGUA ESTRANGEIRA - 2005-2006 Ensino Secundário - Inglês, 12º ano - Nível de Continuação 1 1º Momento GUIÃO Domínio de Referência: CIDADANIA E MULTICULTURALISMO

Leia mais

NOTA: Professor(a): Bispo, Suzamara Apª de Souza Nome: n.º 3º Web. 3ª Postagem Exercícios de reposição ( listening )

NOTA: Professor(a): Bispo, Suzamara Apª de Souza Nome: n.º 3º Web. 3ª Postagem Exercícios de reposição ( listening ) Professor(a): Bispo, Suzamara Apª de Souza Nome: n.º 3º Web Barueri, / / 2009 Trimestre: 3ª Postagem Exercícios de reposição ( listening ) NOTA: ACTIVITY ONE: Put the verses in order according to what

Leia mais

Welcome to Lesson A of Story Time for Portuguese

Welcome to Lesson A of Story Time for Portuguese Portuguese Lesson A Welcome to Lesson A of Story Time for Portuguese Story Time is a program designed for students who have already taken high school or college courses or students who have completed other

Leia mais

Searching for Employees Precisa-se de Empregados

Searching for Employees Precisa-se de Empregados ALIENS BAR 1 Searching for Employees Precisa-se de Empregados We need someone who can prepare drinks and cocktails for Aliens travelling from all the places in our Gallaxy. Necessitamos de alguém que possa

Leia mais

Inglês. Guião. Teste Intermédio de Inglês. Parte IV Interação oral em pares. Teste Intermédio

Inglês. Guião. Teste Intermédio de Inglês. Parte IV Interação oral em pares. Teste Intermédio Teste Intermédio de Inglês Parte IV Interação oral em pares Teste Intermédio Inglês Guião Duração do Teste: 10 a 15 minutos De 25.02.2013 a 10.04.2013 9.º Ano de Escolaridade D TI de Inglês Página 1/ 7

Leia mais

Preposições em Inglês: www.napontadalingua.hd1.com.br

Preposições em Inglês: www.napontadalingua.hd1.com.br Preposições na língua inglesa geralmente vem antes de substantivos (algumas vezes também na frente de verbos no gerúndio). Algumas vezes é algo difícil de se entender para os alunos de Inglês pois a tradução

Leia mais

01-A GRAMMAR / VERB CLASSIFICATION / VERB FORMS

01-A GRAMMAR / VERB CLASSIFICATION / VERB FORMS 01-A GRAMMAR / VERB CLASSIFICATION / VERB FORMS OBS1: Adaptação didática (TRADUÇÃO PARA PORTUGUÊS) realizada pelo Prof. Dr. Alexandre Rosa dos Santos. OBS2: Textos extraídos do site: http://www.englishclub.com

Leia mais

Bárbara Rodrigues da Silva 3ALEN, 2015

Bárbara Rodrigues da Silva 3ALEN, 2015 Pets reality There are about 30 millions abandoned pets only in Brazil. Among these amount, about 10 millions are cats and the other 20 are dogs, according to WHO (World Health Organization). In large

Leia mais

Conteúdo Programático Anual

Conteúdo Programático Anual INGLÊS 1º BIMESTRE 5ª série (6º ano) Capítulo 01 (Unit 1) What s your name? What; Is; My, you; This; Saudações e despedidas. Capítulo 2 (Unit 2) Who s that? Who; This, that; My, your, his, her; Is (afirmativo,

Leia mais

In this lesson we will review essential material that was presented in Story Time Basic

In this lesson we will review essential material that was presented in Story Time Basic Portuguese Lesson 1 Welcome to Lesson 1 of Story Time for Portuguese Story Time is a program designed for students who have already taken high school or college courses or students who have completed other

Leia mais

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 74/2013

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 74/2013 PASSO A PASSO DO DYNO Ao final desse passo a passo você terá o texto quase todo traduzido. Passo 1 Marque no texto as palavras abaixo. (decore essas palavras, pois elas aparecem com muita frequência nos

Leia mais

Erasmus Student Work Placement

Erasmus Student Work Placement Erasmus Student Work Placement EMPLOYER INFORMATION Name of organisation Address Post code Country SPORT LISBOA E BENFICA AV. GENERAL NORTON DE MATOS, 1500-313 LISBOA PORTUGAL Telephone 21 721 95 09 Fax

Leia mais

Bem-vindo ao Inspector Stone uma produção da BBC Learning. Vamos começar o espetáculo.

Bem-vindo ao Inspector Stone uma produção da BBC Learning. Vamos começar o espetáculo. The case of the missing ring Script: part three A transcrição abaixo não é uma cópia fiel do áudio. Apresentadora: Bem-vindo ao Inspector Stone uma produção da BBC Learning English. Série 1 o caso da aliança

Leia mais

Câmbio MONEY CHANGER. I d like to exchange some money. Gostaria de cambiar um pouco de dinheiro. Where can I find a money changer?

Câmbio MONEY CHANGER. I d like to exchange some money. Gostaria de cambiar um pouco de dinheiro. Where can I find a money changer? MONEY CHANGER Câmbio I d like to exchange some money. Where can I find a money changer? Gostaria de cambiar um pouco de dinheiro. Onde posso encontrar um câmbio? I d like to exchange (I would) Where can

Leia mais

Exercícios extras. Na aula de hoje, você deverá arregaçar as

Exercícios extras. Na aula de hoje, você deverá arregaçar as Exercícios extras Assunto do dia Na aula de hoje, você deverá arregaçar as mangas e entrar de cabeça nos exercícios extras, que têm como tema tudo que vimos nas aulas do Segundo Grau. Atenção: 3, 2, 1...

Leia mais

COMANDO DA AERONÁUTICA ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA SUBDIVISÃO DE ADMISSÃO E DE SELEÇÃO

COMANDO DA AERONÁUTICA ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA SUBDIVISÃO DE ADMISSÃO E DE SELEÇÃO Questão: 26 30 41 A questão 26 do código 02, que corresponde à questão 30 do código 04 e à questão 41 do código 06 Nº de Inscrição: 2033285 2041257 2030195 2033529 2032517 2080361 2120179 2120586 2037160

Leia mais

Inglês 11 The Present Perfect.

Inglês 11 The Present Perfect. Inglês 11 The Present Perfect. O Present Perfect é um tempo verbal em inglês que mostra uma ação que ocorreu no passado, mas os efeitos estão no presente. My grandfather has recovered from his illness.

Leia mais

My English Language Passport

My English Language Passport My English Language Passport Personal information First name: Address: Surname: Date of birth: First language: Languages spoken: Email address: English learnt at school Type of school Primary school Number

Leia mais

Como dizer quanto tempo leva para em inglês?

Como dizer quanto tempo leva para em inglês? Como dizer quanto tempo leva para em inglês? Você já se pegou tentando dizer quanto tempo leva para em inglês? Caso ainda não tenha entendido do que estou falando, as sentenças abaixo ajudarão você a entender

Leia mais

Amy Winehouse - Tears Dry On Their Own

Amy Winehouse - Tears Dry On Their Own Amy Winehouse - Tears Dry On Their Own All I can ever be to you, is a darkness that we knew And this regret I got accustomed to Once it was so right When we were at our high, Waiting for you in the hotel

Leia mais

3 o ANO ENSINO MÉDIO. Prof. a Christiane Mourão Prof. a Cláudia Borges

3 o ANO ENSINO MÉDIO. Prof. a Christiane Mourão Prof. a Cláudia Borges 3 o ANO ENSINO MÉDIO Prof. a Christiane Mourão Prof. a Cláudia Borges Unidade II Science Health and nature 2 Aula 5.1 Conteúdos Phrasal Verbs in texts 3 Habilidade Identificar os phrasal verbs em textos

Leia mais

Cultural Identity of Young Volunteers Differences and understanding Empowering People. Volunteer Profile Questionnaire

Cultural Identity of Young Volunteers Differences and understanding Empowering People. Volunteer Profile Questionnaire Volunteer Profile Questionnaire 1 Índice 1 VOLUNTEER PROFILE QUESTIONNAIRE... 1.1 Country... 1. AGE... 1. GENDER... 1..1 GENDER vs... 1. Qualification... 1..1 QUALIFICATION GREECE VS PORTUGAL... 1. Are

Leia mais

PORTUGAL Campeão Europeu 2011/2012

PORTUGAL Campeão Europeu 2011/2012 PORTUGAL Campeão Europeu 2011/2012 PARTICIPANTES PAÍSES (12) QUALIFIER DIVISÃO A 1º LUGAR (TBC) DIVISÃO B 2º LUGAR (TBC) DIVISÃO A 3º LUGAR (TBC) MENSAGEM DO PRESIDENTE The Portuguese Rugby Union is delighted

Leia mais

A elaboração da presente dissertação foi apoiada, em parte, por um financiamento da Junta Nacional de Investigação Científica e Tecnológica, no

A elaboração da presente dissertação foi apoiada, em parte, por um financiamento da Junta Nacional de Investigação Científica e Tecnológica, no Dissertação de Mestrado em Psicologia, especialização em Psicologia Desportiva, sob a orientação conjunta do Prof. Doutor José Fernando da Silva Azevedo Cruz e do Prof. Doutor Leandro da Silva Almeida.

Leia mais

Verbs. Modal Verbs. Conditional Tenses (if clauses) Zero Conditional First Conditional Second Conditional Third Conditional

Verbs. Modal Verbs. Conditional Tenses (if clauses) Zero Conditional First Conditional Second Conditional Third Conditional Inglês Prof. Davi Verbs Modal Verbs Conditional Tenses (if clauses) Zero Conditional First Conditional Second Conditional Third Conditional Modal Verbs Regras especiais Não existem no infinitivo (to can,

Leia mais

make a decision ANÁLISE EXEMPLO decide/choose

make a decision ANÁLISE EXEMPLO decide/choose make a decision decide/choose A expressão make a decision significa tomar uma decisão. O verbo make é utilizado aqui porque a decisão não existe ainda, ou seja, não é algo que será executado, mas sim algo

Leia mais

Nome: Carlos Renato Frederico. Nascimento: Morungaba/SP. Data: 21-02-1957.

Nome: Carlos Renato Frederico. Nascimento: Morungaba/SP. Data: 21-02-1957. Nome: Carlos Renato Frederico. Nascimento: Morungaba/SP. Data: 21-02-1957. Clubes: Guarani, São Paulo, Botafogo-RJ, Atlético-MG, Yokohama e Kashiwa Reysol (ambos do Japão), Ponte Preta e Taubaté Títulos:

Leia mais

Lesson 6 Notes. Eu tenho um irmão e uma irmã Talking about your job. Language Notes

Lesson 6 Notes. Eu tenho um irmão e uma irmã Talking about your job. Language Notes Lesson 6 Notes Eu tenho um irmão e uma irmã Talking about your job Welcome to Fun With Brazilian Portuguese Podcast, the podcast that will take you from beginner to intermediate in short, easy steps. These

Leia mais

Trabalho de Compensação de Ausência - 1º Bimestre

Trabalho de Compensação de Ausência - 1º Bimestre Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio Regular. Rua Cantagalo 313, 325, 337 e 339 Tatuapé Fones: 2293-9393 e 2293-9166 Diretoria de Ensino Região LESTE 5 Trabalho de Compensação de Ausência

Leia mais

To Be. Present Simple. You are (você é / está) He / she / it is (Ele ela é / está)(*) We were (Nos éramos / estávamos) You are (Voces são / estão)

To Be. Present Simple. You are (você é / está) He / she / it is (Ele ela é / está)(*) We were (Nos éramos / estávamos) You are (Voces são / estão) To Be Um dos mais famosos verbos do Inglês. Quem já fez colegial e não ouviu falar dele? Mas você realmente conhece o verbo To Be? Você sabe de todos os tempos compostos que ele ajuda a formar? Você sabe

Leia mais

Perguntas & Respostas

Perguntas & Respostas Perguntas & Respostas 17 de Abril de 2008 Versão Portuguesa 1. O que é uma Certidão Permanente?...4 2. Como posso ter acesso a uma Certidão Permanente?...4 3. Onde posso pedir uma Certidão Permanente?...4

Leia mais

Compartilhando Energia Humana. Sharing Human Energy

Compartilhando Energia Humana. Sharing Human Energy Compartilhando Energia Humana Sharing Human Energy A Chevron Brasil tem como estratégia e valor um plano de investimento social voltado para o incentivo à qualificação profissional e ao empreendedorismo

Leia mais

Teoria Económica Clássica e Neoclássica

Teoria Económica Clássica e Neoclássica Teoria Económica Clássica e Neoclássica Nuno Martins Universidade dos Açores Jornadas de Estatística Regional 29 de Novembro, Angra do Heroísmo, Portugal Definição de ciência económica Teoria clássica:

Leia mais

Serviços: API REST. URL - Recurso

Serviços: API REST. URL - Recurso Serviços: API REST URL - Recurso URLs reflectem recursos Cada entidade principal deve corresponder a um recurso Cada recurso deve ter um único URL Os URLs referem em geral substantivos URLs podem reflectir

Leia mais

AT A HOTEL NO HOTEL. I d like to stay near the station. Can you suggest a cheaper hotel? Poderia sugerir um hotel mais barato?

AT A HOTEL NO HOTEL. I d like to stay near the station. Can you suggest a cheaper hotel? Poderia sugerir um hotel mais barato? I d like to stay near the station. Can you suggest a cheaper hotel? Gostaria de ficar por perto da estação. Poderia sugerir um hotel mais barato? I d like to stay near the station. (I would ) in a cheaper

Leia mais

Organização Sete de Setembro de Cultura e Ensino - LTDA Faculdade Sete de Setembro FASETE Bacharelado em Administração

Organização Sete de Setembro de Cultura e Ensino - LTDA Faculdade Sete de Setembro FASETE Bacharelado em Administração Organização Sete de Setembro de Cultura e Ensino - LTDA Faculdade Sete de Setembro FASETE Bacharelado em Administração VICTOR HUGO SANTANA ARAÚJO ANÁLISE DAS FORÇAS DE PORTER NUMA EMPRESA DO RAMO FARMACÊUTICO:

Leia mais

Eu também passei por esse problema

Eu também passei por esse problema Eu também passei por esse problema Eu também passei por esse problema Eu também passei por esse problema Eu também passei por esse problema Eu também passei por esse problema 1- ACHO QUE NÃO Bem, como

Leia mais

CAMPEOES PARA SEMPRE PDF

CAMPEOES PARA SEMPRE PDF CAMPEOES PARA SEMPRE PDF ==> Download: CAMPEOES PARA SEMPRE PDF CAMPEOES PARA SEMPRE PDF - Are you searching for Campeoes Para Sempre Books? Now, you will be happy that at this time Campeoes Para Sempre

Leia mais

澳 門 國 際 龍 舟 賽. Regatas Internacionais de Barcos-Dragão de Macau Macau International Dragon Boat Races

澳 門 國 際 龍 舟 賽. Regatas Internacionais de Barcos-Dragão de Macau Macau International Dragon Boat Races 隊 伍 報 名 表 / Boletim de Inscrição de Equipa / Team Registration Form ( 截 止 遞 交 日 期 / Data de entrega até / To submit by 17:, 23/3/2) ( 每 一 項 目 請 填 寫 一 張 表 格./ Preencha um formulário para cada prova. / Please

Leia mais

UNIVERSITY OF CAMBRIDGE INTERNATIONAL EXAMINATIONS International General Certificate of Secondary Education

UNIVERSITY OF CAMBRIDGE INTERNATIONAL EXAMINATIONS International General Certificate of Secondary Education UNIVERSITY OF CAMBRIDGE INTERNATIONAL EXAMINATIONS International General Certificate of Secondary Education *5148359301* PORTUGUESE 0540/03 Paper 3 Speaking Role Play Card One 1 March 30 April 2013 No

Leia mais

聯 絡 人 電 話 TELEFONE TELEPHONE

聯 絡 人 電 話 TELEFONE TELEPHONE 隊 伍 報 名 表 / Boletim de Inscrição de Equipa / Team Registration Form ( 截 止 遞 交 日 期 / Data de entrega até / To submit by 9: 3/3/2) ( 每 一 請 填 寫 一 張 表 格./ Preencha um formulário para cada prova. / Please fill

Leia mais

Cowboys, Ankle Sprains, and Keepers of Quality: How Is Video Game Development Different from Software Development?

Cowboys, Ankle Sprains, and Keepers of Quality: How Is Video Game Development Different from Software Development? Cowboys, Ankle Sprains, and Keepers of Quality: How Is Video Game Development Different from Software Development? Emerson Murphy-Hill Thomas Zimmermann and Nachiappan Nagappan Guilherme H. Assis Abstract

Leia mais

Inglês 17 Past Perfect

Inglês 17 Past Perfect Inglês 17 Past Perfect O Past Perfect é um tempo verbal utilizado quando temos duas ações que ocorreram no passado, porém uma delas ocorreu antes da outra. When you called, she had just received the bad

Leia mais

UM ESTUDO SOBRE O MOMENTO DE INCIDÊNCIA DE GOLS E A COMPARAÇÃO ENTRE A EQUIPE MANDANTE E A VISITANTE NO CAMPEONATO PAULISTA DE 2009

UM ESTUDO SOBRE O MOMENTO DE INCIDÊNCIA DE GOLS E A COMPARAÇÃO ENTRE A EQUIPE MANDANTE E A VISITANTE NO CAMPEONATO PAULISTA DE 2009 Recebido em: 1/3/211 Emitido parece em: 23/3/211 Artigo inédito UM ESTUDO SOBRE O MOMENTO DE INCIDÊNCIA DE GOLS E A COMPARAÇÃO ENTRE A EQUIPE MANDANTE E A VISITANTE NO CAMPEONATO PAULISTA DE 29 Leandro

Leia mais

JOSE GABRIEL REGO. Resumo. Especializações. Experiência. Assistant Card Manager at Grupo Banco Popular jgrego@netcabo.pt

JOSE GABRIEL REGO. Resumo. Especializações. Experiência. Assistant Card Manager at Grupo Banco Popular jgrego@netcabo.pt JOSE GABRIEL REGO jgrego@netcabo.pt Resumo My main objective is to develop my career in order to deepen the experience I accumulated over the years based in the development of practical and theoretical

Leia mais

How are you? Activity 01 Warm up. Activity 02 Catch! Objective. Procedure. Objective. Preparation. Procedure. To warm-up and practice greetings.

How are you? Activity 01 Warm up. Activity 02 Catch! Objective. Procedure. Objective. Preparation. Procedure. To warm-up and practice greetings. Activity 01 Warm up Objective To warm-up and practice greetings. 1. Make sure you re in the room before the Ss. 2. Greet Ss as they enter the room using How are you?, How are you doing?, What s up?. 3.

Leia mais

assumptions of that particular strengthening the participation of families and local communities in the strategic direction of schools, not taking

assumptions of that particular strengthening the participation of families and local communities in the strategic direction of schools, not taking Agradecimentos A dissertação do Mestrado que adiante se apresenta resulta na concretização de um projecto que me parecia difícil mas não impossível de alcançar. Foram meses seguidos de trabalho de investigação,

Leia mais

Condições de Participação no Evento. Licenças. Equipamentos Regulamentos ( Bicicletas) Equipamento ( Vestuário ) Seguros. Entradas - Espectadores

Condições de Participação no Evento. Licenças. Equipamentos Regulamentos ( Bicicletas) Equipamento ( Vestuário ) Seguros. Entradas - Espectadores Condições de Participação no Evento De acordo com os Regulamentos da UCI Ciclismo de Pista Veteranos 3.9.001. Estes regulamentos estão disponíveis no site da UCI em www.uci.ch. Clicar sobre Rules e seguidamente

Leia mais

Foco da Linguagem. Language Focus

Foco da Linguagem. Language Focus I can t find my wallet. I don t know where I lost it. Não consigo encontrar minha carteira. Não sei onde eu a perdi. I can t find I don t know where my wallet. minha carteira. Não consigo encontrar my

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2ª PROVA SUBSTITUTIVA DE INGLÊS

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2ª PROVA SUBSTITUTIVA DE INGLÊS COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2012 2ª PROVA SUBSTITUTIVA DE INGLÊS Aluno(a): Nº Ano: 8º Turma: Data: Nota: Professor(a): Débora Toledo Valor da Prova: 65 pontos Orientações gerais: 1) Número

Leia mais

Visitor, is this is very important contact with you. WATH DO WE HERE?

Visitor, is this is very important contact with you. WATH DO WE HERE? Visitor, is this is very important contact with you. I m Gilberto Martins Loureiro, Piraí s Senior Age Council President, Rio de Janeiro State, Brazil. Our city have 26.600 habitants we have 3.458 senior

Leia mais

TUTORIA INTERCULTURAL NUM CLUBE DE PORTUGUÊS

TUTORIA INTERCULTURAL NUM CLUBE DE PORTUGUÊS UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE PSICOLOGIA E DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO TUTORIA INTERCULTURAL NUM CLUBE DE PORTUGUÊS SANDRA MARIA MORAIS VALENTE DISSERTAÇÃO DE MESTRADO EM CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO Área de

Leia mais

10 Edição. Um dos maiores eventos de moda de África / One of the biggest fashion show in Africa

10 Edição. Um dos maiores eventos de moda de África / One of the biggest fashion show in Africa a 10 Edição Um dos maiores eventos de moda de África / One of the biggest fashion show in Africa 10 a Edição Retorno ao Patrocinador / Return Primeiramente ter a imagem de sua marca/produto aliada a um

Leia mais

SUMÁRIO VOLUME 1 LÍNGUA INGLESA

SUMÁRIO VOLUME 1 LÍNGUA INGLESA SUMÁRIO VOLUME 1 "No mar tanta tormenta e dano, Tantas vezes a morte apercebida, Na terra, tanta guerra, tanto engano, Tanta necessidade aborrecida." Os Lusíadas, p. 106, Luís Vaz de Camões Lesson 1 -

Leia mais

WELCOME Entrevista Au Pair In America

WELCOME Entrevista Au Pair In America WELCOME Entrevista Au Pair In America MÓDULO 2. ENTREVISTA ENTREVISTA FÓRMULA PARA O SUCESSO Passo 1 Vai ser uma conversa informal, então relaxe! Parte 2 Algumas perguntas vão ser as mesmas do Skype com

Leia mais

UNIVERSITY OF CAMBRIDGE INTERNATIONAL EXAMINATIONS International General Certificate of Secondary Education PORTUGUESE 0540/03

UNIVERSITY OF CAMBRIDGE INTERNATIONAL EXAMINATIONS International General Certificate of Secondary Education PORTUGUESE 0540/03 UNIVERSITY OF CAMBRIDGE INTERNATIONAL EXAMINATIONS International General Certificate of Secondary Education PORTUGUESE 0540/03 Paper 3 Speaking/Listening Role Play Card One No Additional Materials are

Leia mais

ANO I Abertura Opening Os primeiros movimentos do jogo Há um ano, três advogados vindos de renomados escritórios de advocacia, onde exerciam funções de destaque, se reuniram em torno de uma idéia:

Leia mais

WORKING CHILDREN. a) How many children in Britain have part-time jobs?. b) What do many Asian children do to make money in Britain?.

WORKING CHILDREN. a) How many children in Britain have part-time jobs?. b) What do many Asian children do to make money in Britain?. Part A I. TEXT. WORKING CHILDREN Over a million school children in Britain have part-time Jobs. The number is growing, too. More and more teenagers are working before school, after school or on weekends.

Leia mais

LÍNGUA INGLESA CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA AULA. Conteúdo: Reading - Typographic Marks

LÍNGUA INGLESA CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA AULA. Conteúdo: Reading - Typographic Marks Conteúdo: Reading - Typographic Marks Habilidades: Utilizar as Marcas Tipográficas para facilitar a compreensão e também chamar a atenção do leitor. Typographic Marks O que são marcas tipográficas? As

Leia mais

UNIFEI - UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ MATEMÁTICA

UNIFEI - UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ MATEMÁTICA UNIFEI - UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ MATEMÁTICA PROVA DE TRANSFERÊNCIA INTERNA, EXTERNA E PARA PORTADOR DE DIPLOMA DE CURSO SUPERIOR - 30/11/2014 CANDIDATO: CURSO PRETENDIDO: OBSERVAÇÕES: 1. Prova

Leia mais

Dependent Clauses ( Orações Subordinadas)

Dependent Clauses ( Orações Subordinadas) www.blogpensandoemingles.com www.facebook.com/pensandoeminglesblog Dependent Clauses ( Orações Subordinadas) Para entendermos melhor este assunto será necessário observarmos como ele funciona em português.

Leia mais

Proposta de Parceria. European BEST Engineering Competition, Portugal, 2015

Proposta de Parceria. European BEST Engineering Competition, Portugal, 2015 Proposta de Parceria European BEST Engineering Competition, Portugal, 2015 Índice Projeto EBEC 3 EBEC Portugal 9 Propostas 11 BEST 21 European BEST Engineering Competition Portugal 2015 2 Projeto EBEC

Leia mais

Colégio de Aplicação UFRGS. Name: Group:

Colégio de Aplicação UFRGS. Name: Group: Present Perfect: FOOD for THOUGHT Colégio de Aplicação UFRGS Name: Group: Present Perfect Simple Os Perfect Tenses são formados com o presente simples do verbo to have (have / has), que, neste caso, funciona

Leia mais

What is Bullying? Bullying is the intimidation or mistreating of weaker people. This definition includes three important components:1.

What is Bullying? Bullying is the intimidation or mistreating of weaker people. This definition includes three important components:1. weaker people. This definition includes three important components:1. Bullying is aggressive behavior that involves unwanted, negative actions. 2. Bullying involves a pattern of behavior repeated over

Leia mais

WELCOME Entrevista Au Pair Care

WELCOME Entrevista Au Pair Care WELCOME Entrevista Au Pair Care MÓDULO 2. ENTREVISTA-PERGUNTAS EXTRAS ENTREVISTA FÓRMULA PARA O SUCESSO Passo 1 Vai ser uma conversa informal, então relaxe! Parte 2 Algumas perguntas vão ser as mesmas

Leia mais

Curso EFA - Inglês. A. Ouça a Tzu-Lee e o Jack falar sobre as suas actividades depois da escola. Complete a tabela.

Curso EFA - Inglês. A. Ouça a Tzu-Lee e o Jack falar sobre as suas actividades depois da escola. Complete a tabela. Curso EFA - Inglês Leisure 4 A. Ouça a Tzu-Lee e o Jack falar sobre as suas actividades depois da escola. Complete a tabela. Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Myers, Cathy et al Step Ahead 7 (wkbk)

Leia mais

Aqui pode escolher o Sistema operativo, e o software. Para falar, faça download do Cliente 2.

Aqui pode escolher o Sistema operativo, e o software. Para falar, faça download do Cliente 2. TeamSpeak PORTUGUES ENGLISH Tutorial de registo num servidor de TeamSpeak Registration tutorial for a TeamSpeak server Feito por [WB ].::B*A*C*O::. membro de [WB ] War*Brothers - Non Dvcor Dvco Made by:

Leia mais

Treinamento para Pais Cidadania digital No Nível Fundamental. Parent Academy Digital Citizenship. At Elementary Level

Treinamento para Pais Cidadania digital No Nível Fundamental. Parent Academy Digital Citizenship. At Elementary Level Parent Academy Digital Citizenship At Elementary Level Treinamento para Pais Cidadania digital No Nível Fundamental Pan American School of Bahia March 18 and 29, 2016 Digital Citizenship Modules Cyberbullying

Leia mais

A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores

A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores Tese de Mestrado em Gestão Integrada de Qualidade, Ambiente e Segurança Carlos Fernando Lopes Gomes INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO E CIÊNCIAS Fevereiro

Leia mais

PRESENT PERFECT. ASPECTOS A SEREM CONSIDERADOS: 1. Não existe este tempo verbal na Língua Portuguesa;

PRESENT PERFECT. ASPECTOS A SEREM CONSIDERADOS: 1. Não existe este tempo verbal na Língua Portuguesa; ASPECTOS A SEREM CONSIDERADOS: 1. Não existe este tempo verbal na Língua Portuguesa; 2. Associa-se o Present Perfect entre uma ação do passado que tenha uma relação com o presente; My life has changed

Leia mais

Inglês 22 Passive Voice

Inglês 22 Passive Voice Inglês 22 Passive Voice A voz passiva é muito utilizada em inglês. Por sorte, ela não é difícil de entender. Observe como ela é organizada. To be + Participle = Passive Usando-se então o verbo to be, em

Leia mais

Planificação anual - 2015/2016llllllllllll. Disciplina / Ano: Inglês / 5º ano. Manual adotado: Win!5 (Oxford University Press) Gestão de tempo

Planificação anual - 2015/2016llllllllllll. Disciplina / Ano: Inglês / 5º ano. Manual adotado: Win!5 (Oxford University Press) Gestão de tempo 1º PERÍODO 2º PERÍODO 3º PERÍODO ESCOLA BÁSICA DA ABELHEIRA PLANIFICAÇÃO ANUAL DE INGLÊS DO 5.º ANO 2015/2016 Planificação anual - 2015/2016llllllllllll Disciplina / Ano: Inglês / 5º ano Manual adotado:

Leia mais

Verbs - Simple Tenses

Verbs - Simple Tenses Inglês Prof. Davi Verbs - Simple Tenses Simple Present Simple Past Simple Future Simple Present - Formação Infinitivo sem o to Ausência do auxiliar (usa-se to do ) Inclusão de s na 3ª pessoa do singular

Leia mais

Apresentação Plataforma de Marketing direto Dinamização do comércio tradicional e mercado turístico Algarve Diretório de empresas & serviços do

Apresentação Plataforma de Marketing direto Dinamização do comércio tradicional e mercado turístico Algarve Diretório de empresas & serviços do Plataforma de Marketing direto Direct Marketing platform Dinamização do comércio tradicional e mercado turístico Focusing on the local and tourism markets Diretório de empresas & serviços do Algarve Algarve

Leia mais

Aqui estamos para a Lição 2 da série Guitarra Solo Blues. O que nós vamos falar nesta lição são as escales de blues mais comuns e utilizadas.

Aqui estamos para a Lição 2 da série Guitarra Solo Blues. O que nós vamos falar nesta lição são as escales de blues mais comuns e utilizadas. Language: Portuguese Translated by: Romeu and Bruno BL-012 Blues Lead Guitar #2 Scales Translation of the video lesson OK. Welcome back. So here we are now for Lesson 2 of my Blues Lead Guitar series.

Leia mais

Centro Educacional Brasil Central Nível: Educação Básica Modalidade: Educação de Jovens e Adultos a Distância Etapa: Ensino Médio APOSTILA DE INGLÊS

Centro Educacional Brasil Central Nível: Educação Básica Modalidade: Educação de Jovens e Adultos a Distância Etapa: Ensino Médio APOSTILA DE INGLÊS Centro Educacional Brasil Central Nível: Educação Básica Modalidade: Educação de Jovens e Adultos a Distância Índice APOSTILA DE INGLÊS Módulo I - EXPRESSÕES PARA USO COTIDIANO - SUBJECT PRONOUNS - VERBO

Leia mais

Guião N. Descrição das actividades

Guião N. Descrição das actividades Proposta de Guião para uma Prova Grupo: 006 Disciplina: Inglês, Nível de Continuação, 11.º ano Domínio de Referência: Um Mundo de Muitas Culturas Duração da prova: 15 a 20 minutos 1.º MOMENTO Guião N Intervenientes

Leia mais

Capital Humano e Capital Social: Construir Capacidades para o Desenvolvimento dos Territórios

Capital Humano e Capital Social: Construir Capacidades para o Desenvolvimento dos Territórios UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE LETRAS DEPARTAMENTO DE GEOGRAFIA Capital Humano e Capital Social: Construir Capacidades para o Desenvolvimento dos Territórios Sandra Sofia Brito da Silva Dissertação

Leia mais

PRONOMES. Ø Pronomes Pessoais

PRONOMES. Ø Pronomes Pessoais PRONOMES O pronome é uma palavra usada no lugar do nome (substantivo) para evitar a sua repetição e concorda, em gênero e número com o substantivo que representa. Para cada tipo de Pronome há um tipo de

Leia mais

Inglês com Inglesar Jota Filho

Inglês com Inglesar Jota Filho Inglês com Inglesar Jota Filho Aula Prática Parte 5 Texto em Inglês: Reddy Fox He was afraid that he would fall through into the water or onto the cruel rocks below. Granny Fox ran back to where Reddy

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA. A Reputação e a Responsabilidade Social na BP Portugal: A importância da Comunicação. Por. Ana Margarida Nisa Vintém

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA. A Reputação e a Responsabilidade Social na BP Portugal: A importância da Comunicação. Por. Ana Margarida Nisa Vintém UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA A Reputação e a Responsabilidade Social na BP Portugal: A importância da Comunicação Relatório de estágio apresentado à Universidade Católica Portuguesa para obtenção do

Leia mais

Eventos Internacional

Eventos Internacional Eventos Internacional Site Inspection Novembro 2014 Apoio Elisabete Sorrentino, Cintia Hayashi Evento: ESOMAR Latin American Conference Entidade Apoiada: World Association of Research Professionals -ESOMAR-

Leia mais

1. How will you tell the rent-a-car worker that you d like to rent a car? 2. How will you ask the rent-a-car worker the kind of cars they have?

1. How will you tell the rent-a-car worker that you d like to rent a car? 2. How will you ask the rent-a-car worker the kind of cars they have? I d like to rent a car. What kind of car do you have? Gostaria de alugar um carro. Que tipo de carro você tem? I d like to rent a car. return the car to the Airport. Gostaria de alugar um carro. devolver

Leia mais

PROVA COMENTADA E RESOLVIDA PELOS PROFESSORES DO CURSO POSITIVO

PROVA COMENTADA E RESOLVIDA PELOS PROFESSORES DO CURSO POSITIVO COMENTÁRIO GERAL DOS PROFESSORES DO CURSO POSITIVO Uma prova, para avaliar tantos candidatos deve ser sempre bem dosada como foi a deste ano. Houve tanto questões de interpretação (6) como de gramática

Leia mais

WELCOME. Entrevista - Cultural Care MÓDULO 2 . TESTE - SIMULAÇÃO DE ENTREVISTA COM A HOST FAMILY

WELCOME. Entrevista - Cultural Care MÓDULO 2 . TESTE - SIMULAÇÃO DE ENTREVISTA COM A HOST FAMILY WELCOME Entrevista - Cultural Care MÓDULO 2. TESTE - SIMULAÇÃO DE ENTREVISTA COM A HOST FAMILY ENTREVISTA FÓRMULA VENCEDORA Passo 1 As perguntas da estrevista são bem parecidas com as perguntas de nivel

Leia mais

A COMUNICAÇÃO NA TRANSIÇÃO PARA CUIDADOS PALIATIVOS:

A COMUNICAÇÃO NA TRANSIÇÃO PARA CUIDADOS PALIATIVOS: BIOÉTICA ANA BERNARDO SEARA CARDOSO A COMUNICAÇÃO NA TRANSIÇÃO PARA CUIDADOS PALIATIVOS: UM ESTUDO EXPLORATÓRIO DA REALIDADE PORTUGUESA Resumo da dissertação apresentada para a obtenção do grau de Mestre

Leia mais

3 o ANO ENSINO MÉDIO. Prof. a Christiane Mourão Prof. a Cláudia Borges

3 o ANO ENSINO MÉDIO. Prof. a Christiane Mourão Prof. a Cláudia Borges 3 o ANO ENSINO MÉDIO Prof. a Christiane Mourão Prof. a Cláudia Borges Unidade IV Jobs The perfect job for you 2 Aula 10.1 Conteúdos Vocabulary: Jobs; Reading Comprehension 3 Habilidade Dizer o nome das

Leia mais

Módulo 1 - Dia dos mortos. Inglês sem Esforço. Caro aluno

Módulo 1 - Dia dos mortos. Inglês sem Esforço. Caro aluno Inglês sem Esforço Caro aluno Você agora será orientado por um dos mais incríveis métodos de aprendizagem da língua inglesa. O método de aprendizagem Effortless English foi desenvolvido pelo renomado professor

Leia mais

Sistemas de Software Transparentes

Sistemas de Software Transparentes Sistemas de Software Transparentes Julio Cesar Sampaio do Prado Leite Departamento de Informática Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) Apoio do Bem-Vindos! 2 Vídeos Chad and Steve

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO. Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO. Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática São Paulo 2010 JOÃO FÁBIO PORTO Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática

Leia mais

EMPREENDEDORISMO JOVEM EM CABO VERDE: necessidades e oportunidades

EMPREENDEDORISMO JOVEM EM CABO VERDE: necessidades e oportunidades Ana Teresa Dias Valente Marline Morais Conceição Vieira de Carvalho Ana Teresa Dias Valente Morais EMPREENDEDORISMO JOVEM EM CABO VERDE: necessidades e oportunidades Dissertação de Mestrado em Intervenção

Leia mais

ACFES MAIORES DE 23 ANOS INGLÊS. Prova-modelo. Instruções. Verifique se o exemplar da prova está completo, isto é, se termina com a palavra FIM.

ACFES MAIORES DE 23 ANOS INGLÊS. Prova-modelo. Instruções. Verifique se o exemplar da prova está completo, isto é, se termina com a palavra FIM. ACFES MAIORES DE 23 ANOS INGLÊS Prova-modelo Instruções Verifique se o exemplar da prova está completo, isto é, se termina com a palavra FIM. A prova é avaliada em 20 valores (200 pontos). A prova é composta

Leia mais