PLANEJAMENTO II DETECÇÃO NACIONAL DE TALENTOS DO BRASIL Fase 1. Detecção Municipal nos 27 Estados do Brasil 25 de março (domingo)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PLANEJAMENTO II DETECÇÃO NACIONAL DE TALENTOS DO BRASIL 2012. Fase 1. Detecção Municipal nos 27 Estados do Brasil 25 de março (domingo)"

Transcrição

1 A Liderança de Seleções, no uso das atribuições que lhe foram concedidas pela Confederação Brasileira de Tênis de Mesa CBTM, conforme disposto no Estatuto desta Entidade, Art. 4º, no Regulamento Geral de Competições e nas Instruções do Comitê Executivo, INFORMA que o Calendário da Detecção de Talentos para 2012 foi dividido em fases municipal, estadual e nacional e segue a seguir: PLANEJAMENTO II DETECÇÃO NACIONAL DE TALENTOS DO BRASIL 2012 Fase 1. Detecção Municipal nos 27 Estados do Brasil 25 de março (domingo) Fase 2. Detecção Estadual 27 Estados do Brasil 5 e 6 de maio (sábado e domingo) Fase 3. II Detecção Nacional de Talentos do Brasil 16 a 21 de julho (férias escolares) Fase 1. DETECÇÃO MUNICIPAL ( E / OU) REGIONAL DE TALENTOS DO BRASIL 25 de Março (domingo) Destinado às crianças entre 8 a 11 anos de idade, Promover a Detecção de Talentos em cada Município interessado do País, portanto integrando-se ao conjunto de ações da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa, Federações Estaduais, clubes filiados no Projeto e Plano Nacional de Detecção de Talentos Olímpicos e Paraolímpicos do Brasil, O coordenador municipal responsável deverá ser um treinador de um clube filiado junto a sua federação estadual e à CBTM, ou um responsável indicado pela prefeitura municipal, A intenção em participar da Detecção Municipal de Talentos deverá ser feita por escrito e via para o presidente de sua federação estadual, coordenador estadual e para o coordenador nacional de talentos da CBTM pelo através da ficha padronizada em anexo 1, Sugerimos promover exibições, palestras ou torneios relâmpagos com antecedência nas escolas, ou nos pólos existentes das modalidades, ou centros comunitários a fim de selecionarem crianças nesta faixa etária interessadas em praticar nossa modalidade, Executando essa ações os clubes estarão recrutando novos associados nesta faixa etária, importantíssimos para suas escolinhas de iniciação, No dia 25 de março no principal Ginásio de Esportes de sua cidade (agendar na sua secretaria de esportes com o máximo de antecedência), promover a Detecção de Talentos Municipal, com inscrições que deverão ser enviadas até 10/03/2012, com cópias para o coordenador estadual de talento e coordenador nacional de talentos, (apenas para efeitos estatísticos), Os alunos aptos e selecionados para a fase estadual devem ser cadastrados no site da CBTM (http://www.cbtm.org.br/cbtm2010/login.aspx ), pois no primeiro ano todas as

2 crianças e atletas são isentos de taxas federativas, para poder participar de um projeto olímpico caso sejam selecionadas para as fases regionais, estadual e nacional, O sucesso do projeto e o crescimento do Tênis de Mesa do Brasil dependem de ações e união de todos, professores de educação física, treinadores dos clubes, dirigentes dos clubes, CBTM, membros do projeto, pais dos atletas, atletas selecionados, escolas (vide em anexo engrenagem da Detecção de Talentos), A CBTM disponibiliza em seu site um Blog Nacional da Detecção de Talentos Olímpicos do Brasil (http://www.deteccaodetalentostenisdemesa.blogspot.com/ ) com todas informações sobre o projeto (filmes, fotos, testes técnicos e físicos, notas oficiais, etc). PEDIDO OFICIAL DE PARTICIPAÇÃO DETECÇÃO DE TALENTOS OLÍMPICA NOME DO COORDENADOR: FASE MUNICIPAL CIDADE: CLUBE: FEDERACAO ESTADUAL: ESTADO: WEB SITE: TELEFONE: HÁ QUANTO TEMPO É TREINADOR? DURANTE QUANTO TEMPO FOI JOGADOR? CURSOS NO TÊNIS DE MESA? CREF:

3 EXEMPLOS DE COMO PODE SER PROGRAMADA A DETECÇÃO MUNICIPAL Das 8h00 às 10h00 - Turma 1 10h30 às 12h30 - Turma 2 14h30 às 16h30 - Turma 1 Serviço e recepção 17h00 às 19h00 - Turma 2 Serviço e recepção

4 Fase 2. DETECÇÃO ESTADUAL DE TALENTOS DO BRASIL Data: 5 e 6 de maio (sábado e domingo) Destinado a crianças federadas entre 8 a 11 anos de idade, Promover a Detecção de Talentos em cada Estado do País, integrando-se a Confederação Brasileira de Tênis de Mesa no Projeto e Plano Nacional de Detecção de Talentos Olímpicos e Paraolímpicos do Brasil, O coordenador estadual responsável é o treinador indicado pelo presidente da federação estadual de seu Estado e que dependendo da amplitude do projeto poderá indicar mais de um coordenador estadual de talentos, A intenção em participar da Detecção Estadual de Talentos deverá ser feita por escrito pelo coordenador estadual e por para o presidente de sua federação estadual e para o coordenador nacional de talentos da CBTM pelo através da ficha padronizada em anexo, Os nomes dos atletas que participarão da Detecção Estadual de Talentos deverão ser enviados pelo coordenador municipal para o presidente de sua federação estadual, para o coordenador estadual do projeto e para o coordenador nacional da CBTM, até o dia 20 de abril de 2012, As inscrições para a Detecção Estadual de Talentos deverão ser enviadas pelas cidades e por seus clubes até o dia 10 de marco de 2012, No dia marcado para a Detecção Estadual de Talentos do Brasil (5 e 6 de maio, sábado e domingo) no principal Ginásio de Esportes de sua cidade (agendar em sua secretaria de esportes com o máximo de antecedência), promover a Detecção de Talentos Estadual, com inscrições definidas até 20/04/2012), Lembramos que todos os participantes devem estar cadastrados no site da CBTM (http://www.cbtm.org.br/cbtm2010/login.aspx), pois o primeiro ano é isento de taxas federativas, para poder participar de um projeto olímpico caso sejam selecionadas para as fases regionais, estadual e nacional, O sucesso do projeto e crescimento do Tênis de Mesa do Brasil depende de ações e união de todos, professores de educação física, treinadores dos clubes, dirigentes dos clubes, CBTM, membros do projeto, pais dos atletas, atletas selecionados, escolas (vide em anexo engrenagem da Detecção de Talentos), A CBTM disponibiliza em seu site um Blog Nacional da Detecção de Talentos Olímpicos do Brasil (http://www.deteccaodetalentostenisdemesa.blogspot.com/ ) com todas informações sobre o projeto (filmes, fotos, testes técnicos e físicos, notas oficiais, etc).

5 PEDIDO OFICIAL DE PARTICIPAÇÃO DETECÇÃO DE TALENTOS OLÍMPICA NOME DO COORDENADOR: FASE ESTADUAL CIDADE: CLUBE: FEDERAÇÃO ESTADUAL: ESTADO: WEB SITE: TELEFONE: HÁ QUANTO TEMPO É TREINADOR? DURANTE QUANTO TEMPO FOI JOGADOR? CURSOS NO TÊNIS DE MESA? CREF:

6 EXEMPLOS DE COMO PODE SER PROGRAMADA A DETECÇÃO ESTADUAL Das 8h00 às 10h00 - Turma 1 Das 8h00 às 10h00 - Turma 1 Testes Técnico 1 Testes Físicos 10h30 às 12h30 - Turma 2 10h30 às 12h30 - Turma 2 Testes Técnico 1 Testes Físicos 14h30 às 16h30 - Turma 1 14h30 às 16h30 - Turma 1 Serviço e recepção 17h00 às 19h00 - Turma 2 17h00 às 19h00 - Turma 2 Serviço e recepção

7 Fase 3. DETECÇÃO NACIONAL DE TALENTOS DO BRASIL Data: 16 a 21 de julho de 2012 Destinado às crianças federadas entre 8 a 11 anos de idade, Objetivo: DEFINIR O GRUPO DETECÇÃO DO BRASIL 2012/2013 O coordenador estadual de talentos de cada federação deverá enviar sua lista por ordem de talentos detectados até o dia 01/06/2012 para o coordenador nacional da CBTM pelo com cópia para cada presidente de Federação Estadual, para o presidente da CBTM, e para a líder de seleções Sugerimos que façam também o uso de filmagens dos treinamentos, dos testes técnicos, físicos, brincadeiras, exercícios, lançamentos de bolas, etc, filmagens estas de até um minuto cada. Que montem um DVD e que nos enviem pelo correio. (Nelson Machado, rua Vicente Nunes Molinos, 186. Jardim Europa. Marília-SP. CEP ), ou que enviem os links das filmagens pelo megaupload ou outro site semelhante para que possamos ter noções do nível técnico de talentos dos atletas de cada Estado. A CBTM ajudará com a hospedagem e alimentação de todos os atletas convocados para a Seletiva Nacional de Talentos do Brasil e de todos os 27 Coordenadores Estaduais de Talentos do Brasil, Lembramos que todos os participantes devem estar cadastrados no site da CBTM (http://www.cbtm.org.br/cbtm2010/login.aspx), pois o primeiro ano é isento de taxas federativas, para poder participar de um projeto olímpico caso sejam selecionadas para as fases regionais, estadual e nacional, O sucesso do projeto e crescimento do Tênis de Mesa do Brasil depende de ações e união de todos, professores de educação física, treinadores dos clubes, dirigentes dos clubes, CBTM, membros do projeto, pais dos atletas, atletas selecionados, escolas (vide em anexo engrenagem da Detecção de Talentos), A CBTM disponibiliza em seu site um Blog Nacional da Detecção de Talentos Olímpicos do Brasil (http://www.deteccaodetalentostenisdemesa.blogspot.com/) com todas informações sobre o projeto (filmes, fotos, testes técnicos e físicos, notas oficiais, etc.).

8 ENGRENAGEM DO PROJETO DE DETECÇÃO DE TALENTOS DO BRASIL

9 PIRÂMIDE DO PROJETO NACIONAL DE DETECÇÃO DE TALENTOS DO BRASIL

10 PALESTRAS NA II DETECÇÃO NACIONAL DE TALENTOS Nelson Machado Coaching Education e todo processo de DNT Lincon Yasuda Seleção Principal Michel Gadal Detecção de Talentos na Franca e no Mundo Guilherme Simões Seleção de Menores Treinos e viagens Daniel Ramos Trabalho nas escolas de Petrópolis/RJ Mauricio Kobayashi Sua vida e experiência no Tênis de Mesa Nelson Machado Coordenador Nacional de Detecção de Talentos

Centro de Treinamento

Centro de Treinamento PROSPECTO PARA ATIVIDADES NO CENTRO NACIONAL DE TÊNIS DE MESA Training Camping Treino Específico Centro de Treinamento Clinica Mundial Detecção de Talentos Curso Nível II Curso Nivel I TRAINING CAMPING

Leia mais

Dispõe sobre a autorização de atletas para participar de atividades no exterior

Dispõe sobre a autorização de atletas para participar de atividades no exterior Dispõe sobre a autorização de atletas para participar de atividades no exterior Os atletas interessados em participar de qualquer atividade no exterior, relacionada ao Tênis de Mesa, deverão: Inscrições

Leia mais

Planejamento Estratégico Gestão 2013 a 2016 Federação Mineira de Basketball

Planejamento Estratégico Gestão 2013 a 2016 Federação Mineira de Basketball Planejamento Estratégico Gestão 2013 a 2016 Federação Mineira de Basketball Visão Ser uma referência na excelência no desenvolvimento do basquetebol no Brasil até 2016. Pilares Capacitação Qualificação

Leia mais

PLANO DE TRABALHO FUTEBOL

PLANO DE TRABALHO FUTEBOL PLANO DE TRABALHO FUTEBOL Telefone: (44) 3220-5750 E-mail: centrosesportivos@maringa.pr.gov.br EQUIPE ORGANIZADORA SECRETARIO MUNICIPAL DE ESPORTES E LAZER Francisco Favoto DIRETOR DE ESPORTES E LAZER

Leia mais

SÃO PAULO, DEZEMBRO 2014

SÃO PAULO, DEZEMBRO 2014 SÃO PAULO, DEZEMBRO 2014 Objetivo e público Programa para incentivar a prática esportiva nas escolas, democratizar o acesso ao esporte, desenvolver e difundir valores olímpicos e paraolímpicos entre estudantes

Leia mais

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE GINÁSTICA

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE GINÁSTICA PREZADOS PRESIDENTES Pela presente estamos encaminhando as informações referentes à Seletiva da Ginástica de Trampolim a ser realizada no período de 04 e 07 de abril na cidade do Rio de Janeiro - RJ. Data

Leia mais

Gestão e Marketing Esportivo. Prof. José Carlos Brunoro

Gestão e Marketing Esportivo. Prof. José Carlos Brunoro Gestão e Marketing Esportivo Prof. José Carlos Brunoro O Sucesso depende de 3 pontos importantes 1. CONHECIMENTO 2. LIDERANÇA 3. CONDUTA PESSOAL 1 CONHECIMENTO Estudo Constante Aprender com todos Idioma

Leia mais

Secretaria de Esportes, Lazer e Atividades Motoras - SELAM

Secretaria de Esportes, Lazer e Atividades Motoras - SELAM Secretaria de Esportes, Lazer e Atividades Motoras - SELAM PPA 2014 / 2017 Administração 2013 / 2016 Prefeito: Gabriel Ferrato Vice-Prefeito: João Chaddad Secretário de Esportes, Lazer e Atividades Motoras:

Leia mais

Proposta de projetos para o desenvolvimento do remo nacional Autor: Gustavo Maia Atualizado em: 27/03/2015

Proposta de projetos para o desenvolvimento do remo nacional Autor: Gustavo Maia Atualizado em: 27/03/2015 P1. Implantação e manutenção de unidades gerenciais na CBR Aumentar o nível de maturidade gerencial da CBR A melhoria do gerenciamento da CBR causará impacto positivo em todas as partes interessadas Captação

Leia mais

Crianças e jovens, de 09 até 17 anos de idade, participam de Escolinha e das Equipes nas competições oficiais.

Crianças e jovens, de 09 até 17 anos de idade, participam de Escolinha e das Equipes nas competições oficiais. ABIG / JEQUIÁ BASQUETE * Localizado na Ilha do Governador * Há 40 anos participando das competições de Basquete no Estado do Rio de Janeiro * Equipes participando de 5 categorias nesta temporada Crianças

Leia mais

Dispõe sobre AUTOMATIZAÇÃO das emissões de declarações ao programa Bolsa Atleta ME.

Dispõe sobre AUTOMATIZAÇÃO das emissões de declarações ao programa Bolsa Atleta ME. Dispõe sobre AUTOMATIZAÇÃO das emissões de declarações ao programa Bolsa Atleta ME. A Liderança de Seleções Brasileiras, no uso das atribuições que lhe foram conferidas pela Confederação Brasileira de

Leia mais

MINISTÉRIO DO ESPORTE SECRETARIA NACIONAL DE ESPORTE DE ALTO RENDIMENTO PROGRAMA BOLSA-ATLETA PROGRAMAS OLÍMPICO E PARAOLÍMPICO

MINISTÉRIO DO ESPORTE SECRETARIA NACIONAL DE ESPORTE DE ALTO RENDIMENTO PROGRAMA BOLSA-ATLETA PROGRAMAS OLÍMPICO E PARAOLÍMPICO MINISTÉRIO DO ESPORTE SECRETARIA NACIONAL DE ESPORTE DE ALTO RENDIMENTO PROGRAMA BOLSA-ATLETA PROGRAMAS OLÍMPICO E PARAOLÍMPICO EDITAL Nº 2 ME, DE 15 DE MARÇO DE 2013 O SECRETARIO NACIONAL DE ESPORTE DE

Leia mais

4ª Copa Interestadual de Tênis de Mesa Pernambuco 2015

4ª Copa Interestadual de Tênis de Mesa Pernambuco 2015 4ª Copa Interestadual de Tênis de Mesa Pernambuco 2015 A Federação Pernambucana de Tênis de Mesa, tem a honra de convidar a todos os Atletas, Técnicos e Dirigentes de Federações e Clubes filiados a CBTM,

Leia mais

Vigência 2014. REGULAMENTO SOBRE A CRIAÇÃO E INSTITUIÇÃO DO SISTEMA ÚNICO DA CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE TENIS - CBT CAPÍTULO I DA ANUIDADE

Vigência 2014. REGULAMENTO SOBRE A CRIAÇÃO E INSTITUIÇÃO DO SISTEMA ÚNICO DA CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE TENIS - CBT CAPÍTULO I DA ANUIDADE Vigência 2014. REGULAMENTO SOBRE A CRIAÇÃO E INSTITUIÇÃO DO SISTEMA ÚNICO DA CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE TENIS - CBT CAPÍTULO I DA ANUIDADE Art. 1º- O sistema único, integra o DSTênis, sistema gerenciador

Leia mais

MINISTÉRIO DO ESPORTE SECRETARIA NACIONAL DE ESPORTE DE ALTO RENDIMENTO PROGRAMA BOLSA-ATLETA PROGRAMAS OLÍMPICO E PARAOLÍMPICO

MINISTÉRIO DO ESPORTE SECRETARIA NACIONAL DE ESPORTE DE ALTO RENDIMENTO PROGRAMA BOLSA-ATLETA PROGRAMAS OLÍMPICO E PARAOLÍMPICO MINISTÉRIO DO ESPORTE SECRETARIA NACIONAL DE ESPORTE DE ALTO RENDIMENTO PROGRAMA BOLSA-ATLETA PROGRAMAS OLÍMPICO E PARAOLÍMPICO EDITAL Nº 04 ME, DE 23 DE ABRIL DE 2015 O SECRETARIO NACIONAL DE ESPORTE

Leia mais

COPA MUNDIAL BRASIL INTERNACIONAL 2014

COPA MUNDIAL BRASIL INTERNACIONAL 2014 COPA MUNDIAL BRASIL INTERNACIONAL 2014 Inscrições livres para a Copa Mundial Brasil Internacional 2014 em Foz do Iguaçu- Brasil A CNEKI- Confederação Nacional Esportiva de Karate Interestilos, vem por

Leia mais

BOLSA ATLETA FORMADOR

BOLSA ATLETA FORMADOR Curitiba, 02 de Junho de 2015. Prezados Atletas e Instrutores, Ref. Talento Olímpico do Paraná TOP 2016 Abriram as inscrições para o programa talento olímpico 2015 a todos os atletas interessados e que

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Formando Cidadão na Lagoa

Mostra de Projetos 2011. Formando Cidadão na Lagoa Mostra de Projetos 2011 Formando Cidadão na Lagoa Mostra Local de: São José dos Pinhais Categoria do projeto: I - Projetos em implantação, com resultados parciais Nome da Instituição/Empresa: Clube de

Leia mais

REQUISITOS MÍNIMOS PARA ORGANIZAÇÃO DE TORNEIOS NACIONAIS INFANTO-JUVENIS EM 2009

REQUISITOS MÍNIMOS PARA ORGANIZAÇÃO DE TORNEIOS NACIONAIS INFANTO-JUVENIS EM 2009 REQUISITOS MÍNIMOS PARA ORGANIZAÇÃO DE TORNEIOS NACIONAIS INFANTO-JUVENIS EM 2009 A Diretoria da Técnica da CBT, dando continuidade na reformulação e atualização de todo material disponibilizado para as

Leia mais

COMPLEXO ESPORTIVO DE DEODORO

COMPLEXO ESPORTIVO DE DEODORO COMPLEXO ESPORTIVO DE DEODORO Legado dos Jogos Pan-americanos de 2007 e futuro Parque Olímpico de Deodoro nos Jogos Rio 2016, o complexo tem uso intensivo desde a inauguração, com cerca de 300 eventos

Leia mais

ESTADO DE SERGIPE PREFEITURA MUNICIPAL DE ARACAJU

ESTADO DE SERGIPE PREFEITURA MUNICIPAL DE ARACAJU ESTADO DE SERGIPE PREFEITURA MUNICIPAL DE ARACAJU Secretaria Municipal de Esporte e Lazer SEMEL PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DA BOLSA-ATLETA MUNICIPAL DE ARACAJU EDITAL Nº 01/2011 DE 03 DE NOVEMBRO

Leia mais

Final Estadual e Modalidades Individuais 2013

Final Estadual e Modalidades Individuais 2013 Modalidades: Atletismo, Basquetebol, Futebol de Campo, Futsal, Futebol Sete Master, Judô, Natação, Tênis de Mesa, Tênis de Campo, Vôlei de Praia, Voleibol, Truco e Xadrez. Praças esportivas x modalidade:

Leia mais

CIRCUITO NACIONAL CORREIOS DE BEACH TENNIS REGULAMENTO GERAL PARA 2014 1. DO CAMPEONATO

CIRCUITO NACIONAL CORREIOS DE BEACH TENNIS REGULAMENTO GERAL PARA 2014 1. DO CAMPEONATO CIRCUITO NACIONAL CORREIOS DE BEACH TENNIS REGULAMENTO GERAL PARA 2014 1. DO CAMPEONATO O Campeonato será realizado nos meses de Junho, Agosto,Outubro e a Etapa Master final do ano(local e data a confirmar),

Leia mais

Versão 1 14/11/2014 CANOAGEM VELOCIDADE CRITÉRIOS PARA PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS INTERNACIONAIS DE 2015 E CONVOCAÇÂO PARA O CENTRO DE TREINAMENTO

Versão 1 14/11/2014 CANOAGEM VELOCIDADE CRITÉRIOS PARA PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS INTERNACIONAIS DE 2015 E CONVOCAÇÂO PARA O CENTRO DE TREINAMENTO Versão 1 1/11/201 CRITÉRIOS PARA PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS INTERNACIONAIS DE 2015 E CONVOCAÇÂO PARA O CENTRO DE TREINAMENTO Sumário 1. INTRODUÇÃO...3 2. OBJETIVO...3 3. ELEGIBILIDADE...3. CALENDÁRIO DE EVENTOS

Leia mais

São Paulo 16 de maio de 2011

São Paulo 16 de maio de 2011 São Paulo 16 de maio de 2011 De: Associação Branco Zanol de Judô - SP Para: Confederação Brasileira de Judô (CBJ) C/C: Aos Presidentes das Federações Estaduais de Judô Prezado Presidente, É com satisfação

Leia mais

2ª ETAPA NACIONAL 2015 TOLEDO (PR)

2ª ETAPA NACIONAL 2015 TOLEDO (PR) 2ª ETAPA NACIONAL 2015 TOLEDO (PR) A Confederação Brasileira de Badminton, a Badminton Federação Paranaense (BFP) e a Prefeitura e Secretaria Municipal de Esportes de Toledo (PR) tem a honra de convidá-los

Leia mais

I Aberto do Sport Club do Recife

I Aberto do Sport Club do Recife I Aberto do Sport Club do Recife Troféu Amizade (Homenagem aos dois grandes atletas e colaboradores do Tênis de Mesa Pernambucano há mais de 30 anos, Natália Pereira e Domingos Cardozo). Associação dos

Leia mais

O MINISTÉRIO DOS ESPORTES, através do Gabinete do Ministro, baixa PORTARIA N.º 151 de 4 de agosto de 2010.

O MINISTÉRIO DOS ESPORTES, através do Gabinete do Ministro, baixa PORTARIA N.º 151 de 4 de agosto de 2010. Circular: 003 2010 Vila Velha, 06 de Agosto de 2010. Às Federações de Triathlon. Prezados Senhores e Senhoras, A CBTri e suas filiadas estão recebendo vários e-mails e telefonemas de pais, treinadores

Leia mais

DESCRIÇÃO DO PROJETO

DESCRIÇÃO DO PROJETO I. CADASTRO DO PROPONENTE 02PR087352011 Proponente: Academia Brasileira de Canoagem CNPJ: 12.502.059/0001-67 E-mail: abracan@live.com Endereço: R. Monsenhor Celso, 231, 6 andar, Centro Telefone(DDD): (41)3083-2600

Leia mais

Daniela Bassi Técnica e Atleta Associação Jauense de Tênis de Mesa

Daniela Bassi Técnica e Atleta Associação Jauense de Tênis de Mesa Daniela Bassi Técnica e Atleta Associação Jauense de Tênis de Mesa CURRICULUM IDENTIFICAÇÃO PESSOAL Nome: Daniela Bassi Naturalidade: Quatigua PR Data de Nascimento: 01/11/79 Idade: 33 anos Estado Civil:

Leia mais

CANOAGEM VELOCIDADE CRITÉRIOS PARA PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS INTERNACIONAIS DE 2014 E SELEÇÃO DE ATLETAS PARA O CENTRO DE TREINAMENTO

CANOAGEM VELOCIDADE CRITÉRIOS PARA PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS INTERNACIONAIS DE 2014 E SELEÇÃO DE ATLETAS PARA O CENTRO DE TREINAMENTO Versão 2-08/12/2013 CRITÉRIOS PARA PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS INTERNACIONAIS DE 2014 E Sumário 1. INTRODUÇÃO...3 2. OBJETIVO...3 3. ELEGIBILIDADE...3 4. CALENDÁRIO DE EVENTOS INTERNACIONAIS E PRIORIDADES

Leia mais

APLICAÇÃO DE LOGOMARCAS DE PATROCINADORES INDIVIDUAIS DE ATLETAS EM UNIFORME DE TREINO DA CBKW Orientações válidas para competições oficiais de 2014

APLICAÇÃO DE LOGOMARCAS DE PATROCINADORES INDIVIDUAIS DE ATLETAS EM UNIFORME DE TREINO DA CBKW Orientações válidas para competições oficiais de 2014 APLICAÇÃO DE LOGOMARCAS DE PATROCINADORES INDIVIDUAIS DE ATLETAS EM UNIFORME DE TREINO DA CBKW Orientações válidas para competições oficiais de 2014 I. APRESENTAÇÃO: Os seguintes critérios têm como finalidade

Leia mais

ESPORTE. Foto: Fabio Arantes/ Secom/ PMSP

ESPORTE. Foto: Fabio Arantes/ Secom/ PMSP ESPORTE O partido Solidariedade está atento à necessidade do esporte na vida da população. Entendemos que ele é uma importante ferramenta para retirar crianças das ruas e assim, reduzir a violência e o

Leia mais

FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL Fundada em 31 de Março de 1995 Filiada a Confederação Brasileira de Basketball

FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL Fundada em 31 de Março de 1995 Filiada a Confederação Brasileira de Basketball RESOLUÇÃO DE DIRETORIA RD 007/2010 A Diretoria da Federação Catarinense de Basketball, reunida em 19 de Janeiro de 2010, por proposta do Departamento de Registros e Documentação, e no uso de suas atribuições,

Leia mais

PROJETO DE LEI N o, DE 2014

PROJETO DE LEI N o, DE 2014 PROJETO DE LEI N o, DE 2014 Dispõe sobre seguro de vida e contra acidentes pessoais de atletas olímpicos e paralímpicos. O Congresso Nacional decreta: Art. 1º Esta Lei tem por objetivo dispor sobre medidas

Leia mais

RELATÓRIO DE CUMPRIMENTO DO OBJETO

RELATÓRIO DE CUMPRIMENTO DO OBJETO RELATÓRIO DE CUMPRIMENTO DO OBJETO PROJETO TREINAMENTO OLÍMPICO DE PÓLO AQUÁTICO PROCESSO: 58701.000695/2010-92 SLIE: 1000.112-33 Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos - CBDA ATIVIDADES DO PROFESSOR

Leia mais

PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DO BASQUETE MINEIRO

PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DO BASQUETE MINEIRO PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DO BASQUETE MINEIRO O que é? O Programa de Desenvolvimento do Basquete Mineiro (PDBM) é um projeto focado no atendimento as demandas dos clubes e escolas, em novas metodologias

Leia mais

Plano Brasil Medalhas Rio 2016 Plano Esportivo Comentado - 2014

Plano Brasil Medalhas Rio 2016 Plano Esportivo Comentado - 2014 Plano Brasil Medalhas Rio 2016 Plano Esportivo Comentado - 2014 Dados do Atleta Nome: Nome completo do atleta Escolaridade: Cidade: Especificar o nível de escolaridade do atleta Cidade onde reside e receberá

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO / CCCE Edição 2014 2016 A INSTITUIÇÃO (NOME POR EXTENSO E SIGLA DA INSTITUIÇÃO DE ORIGEM)

TERMO DE COMPROMISSO / CCCE Edição 2014 2016 A INSTITUIÇÃO (NOME POR EXTENSO E SIGLA DA INSTITUIÇÃO DE ORIGEM) TERMO DE COMPROMISSO / CCCE Pelo presente instrumento, nesta e na melhor forma de direito, o COMITÊ OLÍMPICO BRASILEIRO (COB), associação civil de natureza desportiva, sem fins econômicos, considerado

Leia mais

1ª ETAPA NACIONAL 2015 CAMPINAS (SP)

1ª ETAPA NACIONAL 2015 CAMPINAS (SP) 1ª ETAPA NACIONAL 2015 CAMPINAS (SP) A Confederação Brasileira de Badminton, a Federação de Badminton do Estado de São Paulo (FEBASP) e a Sociedade Hípica de Campinas tem a honra de convidá-los para competir

Leia mais

EDITAL DE CHAMAMENTO INTERNO DE PROJETOS Nº 02/2014 ANEXO I FORMULÁRIO DE APRESENTAÇÃO DE PROJETO

EDITAL DE CHAMAMENTO INTERNO DE PROJETOS Nº 02/2014 ANEXO I FORMULÁRIO DE APRESENTAÇÃO DE PROJETO EDITAL DE CHAMAMENTO INTERNO DE PROJETOS Nº 0/04 ANEXO I FORMULÁRIO DE APRESENTAÇÃO DE PROJETO. IDENTIFICAÇÃO DA ENTIDADE PROPONENTE Nome da Entidade CNPJ Dirigente da Entidade. HISTÓRICO DA PROPONENTE..

Leia mais

1ª ETAPA NACIONAL 2014 RIO DE JANEIRO (RJ) Informações Gerais

1ª ETAPA NACIONAL 2014 RIO DE JANEIRO (RJ) Informações Gerais 1ª ETAPA NACIONAL 2014 RIO DE JANEIRO (RJ) A Confederação Brasileira de Badminton e a Federação de Badminton do Estado do Rio de Janeiro (FEBARJ) tem a honra de convidá-los para competir no Campeonato

Leia mais

2 DOS REQUISITOS MÍNIMOS PARA REALIZAÇÃO DOS EVENTOS

2 DOS REQUISITOS MÍNIMOS PARA REALIZAÇÃO DOS EVENTOS REQUISITOS MÍNIMOS PARA ORGANIZAÇÃO DE TORNEIOS NACIONAIS INFANTO-JUVENIS EM 2015 Atualizado em 10 de Julho de 2015 Vigente a partir de 13 de Julho de 2015 Dando continuidade na atualização do material

Leia mais

Roteiro Procedimental

Roteiro Procedimental Prezado (a) Atleta (a), Informamos que é de grande importância para a análise de seu pleito, que encaminhe os documentos para o Programa Bolsa Atleta de uma única vez, ou seja, envie a ficha de inscrição

Leia mais

MANUAL DO ATLETA São Paulo, 2013

MANUAL DO ATLETA São Paulo, 2013 MANUAL DO ATLETA São Paulo, 2013 1 APRESENTAÇÃO O Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa, também identificado pela sigla COTP, é um equipamento da Coordenadoria de Gestão do Esporte de Alto Rendimento

Leia mais

Projeto 1ª Semana Raça Rugby Ribeirão

Projeto 1ª Semana Raça Rugby Ribeirão Projeto 1ª Semana Raça Rugby Ribeirão O Projeto 1ª Semana Raça Rugby Ribeirão é um evento realizado pela Associação Atlética Raça Rugby Ribeirão, cujos focos são o aprimoramento técnico de atletas, a criação

Leia mais

CAMPEONATOS PAULISTA DE TODAS AS ESPECIALIDADES E DEMAIS EVENTOS OFICIAIS NO ESTADO DE SÃO PAULO

CAMPEONATOS PAULISTA DE TODAS AS ESPECIALIDADES E DEMAIS EVENTOS OFICIAIS NO ESTADO DE SÃO PAULO CAMPEONATOS PAULISTA DE TODAS AS ESPECIALIDADES E DEMAIS EVENTOS OFICIAIS NO ESTADO DE SÃO PAULO CICLISMO DE ESTRARA CICLISMO DE VELÓDROMO- MOUNTAIN BIKE DOWN HILL BICICROSS CICLOTURISMO Termo de Filiação

Leia mais

REGULAMENTO SELEÇÕES BRASILEIRAS OLIMPICAS

REGULAMENTO SELEÇÕES BRASILEIRAS OLIMPICAS HISTÓRICO DAS REVISÕES VERSÃO DATA DE PÁGINAS DESCRIÇÃO DAS ALTERAÇÕES Nº APROVAÇÃO REVISADAS 00 09-11-2011 TODAS EMISSÃO INICIAL 01 02-01-2012 66 Programa Bolsa Atleta 02 28-03-2012 70 Curso ITTF - item

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO SUMÁRIO 01. INTRODUÇÃO 01. a. APRESENTAÇÃO DA FEDERAÇÃO 03 01. b. DIFERENCIAIS COMPETITIVOS 04 02. PRINCIPIOS NORTEADORES 02. a. MISSÃO 05 02. b. VISÃO 05 02. c. VALORES 05 02.

Leia mais

Pólo Aquático Calendário Anual

Pólo Aquático Calendário Anual Pólo Aquático Calendário Anual O Clube Paineiras Fundado no início da década de 60, o Paineiras é um dos mais conceituados clubes de São Paulo, destacando-se em sua programação sociocultural, com grandes

Leia mais

PROJETO ESCOLINHA DE FUTEBOL FORMANDO CIDADÃOS E ATLETAS PARA O FUTURO. 1 P á g i n a

PROJETO ESCOLINHA DE FUTEBOL FORMANDO CIDADÃOS E ATLETAS PARA O FUTURO. 1 P á g i n a PROJETO ESCOLINHA DE FUTEBOL FORMANDO CIDADÃOS E ATLETAS PARA O FUTURO 1 P á g i n a DESEMBARGADOR OTONI/MG 2014 ÍNDICE 1. SÍNTESE 2. JUSTIFICATIVA 3. OBJETIVOS GERAIS 4. OBJETIVOS ESPECÍFICOS 5. METODOLOGIA

Leia mais

Programa de Voluntários Rio 2016 SSV Voluntário Especialista de Esporte

Programa de Voluntários Rio 2016 SSV Voluntário Especialista de Esporte Programa de Rio 2016 SSV Voluntário Especialista de Esporte 1 Seremos 70.000 Um Maracanã praticamente lotado no Programa Rio 2016 GENERALISTAS (60%) Credenciamento e bilhetagem, serviços ao espectador,

Leia mais

PROGRAMA TALENTO OLÍMPICO DO PARANÁ TOP 2016

PROGRAMA TALENTO OLÍMPICO DO PARANÁ TOP 2016 1 PROGRAMA TALENTO OLÍMPICO DO PARANÁ TOP 2016 Apresentação e Regulamento Geral Edição 2013 2 I. APRESENTAÇÃO 3 1. Identificação do Projeto Talento Olímpico do Paraná TOP 2016 2. Órgão Governo do Estado

Leia mais

CAMPEONATO BRASILEIRO INFANTO-JUVENIL CIRCUITO NACIONAL CORREIOS ETAPA BRASÍLIA

CAMPEONATO BRASILEIRO INFANTO-JUVENIL CIRCUITO NACIONAL CORREIOS ETAPA BRASÍLIA CAMPEONATO BRASILEIRO INFANTO-JUVENIL CIRCUITO NACIONAL CORREIOS ETAPA BRASÍLIA REGULAMENTO GERAL PARA 2014 1. DO CAMPEONATO O Campeonato será realizado no mês de julho, regendo-se pelo presente regulamento,

Leia mais

I 12/05 a 31/05/2015 Inscrição online II 12/05 a 05/06/2015 Envio de documentos comprobatórios. Publicação da lista de contemplados

I 12/05 a 31/05/2015 Inscrição online II 12/05 a 05/06/2015 Envio de documentos comprobatórios. Publicação da lista de contemplados O Bolsa Atleta é um programa do Ministério do Esporte que visa beneficiar atletas prioritariamente nos esportes Olímpicos e Paralímpicos. Cabe à CBJ, a declaração de pleito e/ou prestação de contas que

Leia mais

FEDERAÇÃO PAULISTA DE GOLFE

FEDERAÇÃO PAULISTA DE GOLFE 1 MASCULINO e FEMININO JUVENIL E JUNIOR: 1. PARTICIPAÇÃO Poderão participar do RANKING PAULISTA SCRATCH JUVENIL/JUNIOR todos(as) os(as) jogadores/as filiados à Federação Paulista de Golfe que estejam em

Leia mais

Programa de Voluntários. Voluntário Especialista de Esporte (SSV) 19 Dez 2013

Programa de Voluntários. Voluntário Especialista de Esporte (SSV) 19 Dez 2013 Programa de Voluntários Voluntário Especialista de Esporte (SSV) 19 Dez 2013 1 Master Plan Olympic Village Maracanãzinho 1 Venue Maracanãzinho Maracanãzinho Programa de Voluntários Rio 2016 Área de Workforce

Leia mais

COPA BRASIL DE PARACICLISMO 3ª Etapa Curitiba/PR 17 a 19 de outubro de 2014

COPA BRASIL DE PARACICLISMO 3ª Etapa Curitiba/PR 17 a 19 de outubro de 2014 COPA BRASIL DE PARACICLISMO 3ª Etapa Curitiba/PR 17 a 19 de outubro de 2014 Recebemos os participantes da Copa Brasil de Paraciclismo, desejando as boas vindas, sorte nas competições, e acima de tudo que

Leia mais

REGULAMENTO SELEÇÕES BRASILEIRAS OLIMPICAS

REGULAMENTO SELEÇÕES BRASILEIRAS OLIMPICAS HISTÓRICO DAS REVISÕES VERSÃO DATA DE PÁGINAS DESCRIÇÃO DAS Nº APROVAÇÃO REVISADAS ALTERAÇÕES 00 09-11-2011 TODAS EMISSÃO INICIAL 01 02-01-2012 66 Programa Bolsa Atleta 02 28-03-2012 70 Curso ITTF - item

Leia mais

O que são as diretrizes para Discussão Temática?

O que são as diretrizes para Discussão Temática? O que são as diretrizes para Discussão Temática? As diretrizes para Discussão Temática apresentam conteúdos exclusivos desenvolvidos por meio de pesquisas para a Fundação 1º de Maio. As informações aqui

Leia mais

VII ETAPA NACIONAL PORTO ALEGRE (RS)

VII ETAPA NACIONAL PORTO ALEGRE (RS) VII ETAPA NACIONAL PORTO ALEGRE (RS) A Confederação Brasileira de Badminton e a Associação de Badminton de Porto Alegre BADPOA tem a honra de convidá-los para competir na 20ª Copa Sul de Badminton, válida

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO JOGOS DO SESI-PR 2014 SESI ESPORTE

BOLETIM INFORMATIVO JOGOS DO SESI-PR 2014 SESI ESPORTE BOLETIM INFORMATIVO JOGOS DO SESI-PR 2014 SESI ESPORTE SUMÁRIO COMITÊ ORGANIZADOR... 3 ESTRATÉGIA DE REALIZAÇÃO... 4 FUNCIONAMENTO DA FASE... 6 CONTATOS DO COMITÊ ORGANIZADOR... 7 INSCRIÇÕES... 8 TAXA

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DO V PARA CAMPEONATO BRASILEIRO DE TIRO COM ARCO (OUTDOOR) 2011 & PARA COPA CENTRO OESTE

REGULAMENTO GERAL DO V PARA CAMPEONATO BRASILEIRO DE TIRO COM ARCO (OUTDOOR) 2011 & PARA COPA CENTRO OESTE REGULAMENTO GERAL DO V PARA CAMPEONATO BRASILEIRO DE TIRO COM ARCO (OUTDOOR) 2011 & PARA COPA CENTRO OESTE SEÇÃO I - DA COMPETIÇÃO I DOS OBJETIVOS Artigo 1º - O Campeonato Brasileiro Paraolímpico de Tiro

Leia mais

Número de cadastro do proponente: 02SP026432008. São Carlos Clube de Natação

Número de cadastro do proponente: 02SP026432008. São Carlos Clube de Natação Número de cadastro do proponente: 02SP026432008 São Carlos Clube de Natação SÃO CARLOS CLUBE O São Carlos Clube é um dos clubes mais tradicionais do interior do estado de São Paulo fundado em 1944. A história

Leia mais

(anexar comprovante original de depósito bancário).

(anexar comprovante original de depósito bancário). 1 1ª TORNEIO DE INVERNO DE JIU-JITSU DE PETRÓPOLIS 2008 Categorias: Pré-Mirim, Mirim, Infantil, infanto-juvenil, juvenil e Adulto. Faixas: Branca, Amarela, Laranja, Verde, Azul, Roxa, Marrom e Preta. Convidamos

Leia mais

PLANO DE TRABALHO CANOAGEM VELOCIDADE

PLANO DE TRABALHO CANOAGEM VELOCIDADE Versão 1 26/08/2015 PLANO DE TRABALHO CANOAGEM VELOCIDADE CRITÉRIOS PARA PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS INTERNACIONAIS PARA O ANO DE 2016 E CONVOCAÇÃO PARA O CENTRO DE TREINAMENTO Sumário 1. INTRODUÇÃO... 3 2.

Leia mais

GESTÃO ESPORTIVA: UMA ANÁLISE DOS CLUBES TRADICIONAIS DE VITÓRIA

GESTÃO ESPORTIVA: UMA ANÁLISE DOS CLUBES TRADICIONAIS DE VITÓRIA GESTÃO ESPORTIVA: UMA ANÁLISE DOS CLUBES TRADICIONAIS DE VITÓRIA Maik Vaneli Pasito; Dirce Maria Correa da Silva; Wagner dos Santos 1 1 Núcleo de Gestão e Teoria Aplicada ao Esporte/NATA/UVV RESUMO Este

Leia mais

Natação Calendário Anual

Natação Calendário Anual Natação Calendário Anual O Clube Paineiras Fundado no início da década de 60, o Paineiras é um dos mais conceituados clubes de São Paulo, destacando-se em sua programação sociocultural, com grandes shows

Leia mais

REGULAMENTO SELEÇÕES BRASILEIRAS OLIMPICAS

REGULAMENTO SELEÇÕES BRASILEIRAS OLIMPICAS HISTÓRICO DAS REVISÕES VERSÃO DATA DE PÁGINAS DESCRIÇÃO DAS Nº APROVAÇÃO REVISADAS ALTERAÇÕES 00 09-11-2011 TODAS EMISSÃO INICIAL 01 02-01-2012 66 02 28-03-2012 70, 71 03 28-05-2012 48 Proc. Pres. De Cts

Leia mais

Voleibol. Bernardo Rezende

Voleibol. Bernardo Rezende Voleibol Histórico e Desenvolvimento Bernardo Rezende d Voleibol Amador Panorama Histórico Anos 70 Início do desenvolvimento profissional Influência da Escola Japonesa Planejamentoamédioelongoprazo Planejamento

Leia mais

PROGRAMA OFICIAL DO EVENTO

PROGRAMA OFICIAL DO EVENTO PROGRAMA OFICIAL DO EVENTO 29 e 30 de Novembro de 2008 Ginásio da UNIFOR / Fortaleza / CE Realização Confederação Brasileira de Taekwondo Rua Visconde de Inhaúma, nº 39, sala 601, Centro, Rio de Janeiro

Leia mais

O ESPORTE DOS CLUBES DO BRASIL

O ESPORTE DOS CLUBES DO BRASIL V FÓRUM NACIONAL DE PROFISSIONAIS DO ESPORTE DE CLUBES O ESPORTE DOS CLUBES DO BRASIL DO FOMENTO DA BASE AO ALTO RENDIMENTO Palestrante Administrador de Esportes e Lazer, CREF nº P- 029584-SP; Diretor

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA PARTICIPAÇÃO

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA PARTICIPAÇÃO OFICINA TÉCNICA E SELETIVA NA MODALIDADE JUDÔ/SESI-SP O SESI-SP realizará no próximo dia 28/01/2011, na unidade de Cubatão-SP, uma oficina técnica e uma seletiva na modalidade/judô com o intuito de arregimentar

Leia mais

NOTA OFICIAL 009/2014

NOTA OFICIAL 009/2014 NOTA OFICIAL 009/2014 O Presidente da Confederação Brasileira de Vela, no uso das atribuições que lhes são conferidas pelo Estatuto no Art.31 (a): CONSIDERANDO a necessidade de dar publicidade aos critérios

Leia mais

Centro Paraolímpico Brasileiro, em São Paulo, é legado do Rio 2016 para os esportes adaptados

Centro Paraolímpico Brasileiro, em São Paulo, é legado do Rio 2016 para os esportes adaptados Centro Paraolímpico Brasileiro, em São Paulo, é legado do Rio 2016 para os esportes adaptados Governo federal e governo do Estado de São Paulo constroem o maior legado dos Jogos Paraolímpicos de 2016 para

Leia mais

LIGA NACIONAL MASCULINA 2013

LIGA NACIONAL MASCULINA 2013 LIGA NACIONAL MASCULINA 2013 REGULAMENTO ESPECÍFICO Capítulo I - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES ART. 1 Este Regulamento tem como finalidade, determinar as condições em que será disputada a LIGA NACIONAL

Leia mais

COPA RS 2015 REGULAMENTO

COPA RS 2015 REGULAMENTO COPA RS 2015 REGULAMENTO INTRODUÇÃO A Copa RS 2015 ( Copa RS 2015 ) é uma atividade de nível intermediário da Federação Gaúcha de Rugby (intermediária/competitiva), direcionada para equipes que já contam

Leia mais

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE HIPISMO

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE HIPISMO PROGRAMA NACIONAL PARA CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO DE INSTRUTORES DE EQUITAÇÃO (BASEDO NO FEI COACHING SYSTEM) Objetivos O objetivo do Programa Nacional para Capacitação e Aperfeiçoamento de Instrutores

Leia mais

REGULAMENTO SELEÇÕES BRASILEIRAS

REGULAMENTO SELEÇÕES BRASILEIRAS HISTÓRICO DAS REVISÕES VERSÃO DATA DE PÁGINAS DESCRIÇÃO DAS ALTERAÇÕES Nº APROVAÇÃO REVISADAS 00 09-11-2011 TODAS EMISSÃO INICIAL 01 02-01-2012 66 Programa Bolsa Atleta 02 28-03-2012 70 Curso ITTF - item

Leia mais

Paulo&Wanderley&Teixeira& Presidente& Confederação&Brasileira&de&Judô&

Paulo&Wanderley&Teixeira& Presidente& Confederação&Brasileira&de&Judô& CarosPresidentes, É com enorme prazer que apresentamos esta importante competição do calendário nacionaldeeventosdacbj. Oanode2015representaacontinuidadedeumprojetovitorioso,quelevaamarcada integração,dadescentralizaçãoequecomaparticipaçãodetodosvemproporcionando

Leia mais

Paulo&Wanderley&Teixeira& Presidente& Confederação&Brasileira&de&Judô&

Paulo&Wanderley&Teixeira& Presidente& Confederação&Brasileira&de&Judô& CarosPresidentes, É com enorme prazer que apresentamos esta importante competição do calendário nacionaldeeventosdacbj. Oanode2015representaacontinuidadedeumprojetovitorioso,quelevaamarcada integração,dadescentralizaçãoequecomaparticipaçãodetodosvemproporcionando

Leia mais

FEDERAÇÃO SERGIPANA DE DESPORTOS ESCOLARES Filiada à Confederação Brasileira do Desporto Escolar BOLETIM Nº 01

FEDERAÇÃO SERGIPANA DE DESPORTOS ESCOLARES Filiada à Confederação Brasileira do Desporto Escolar BOLETIM Nº 01 BOLETIM Nº 01 II CAMPEONATO BRASILEIRO ESCOLAR DE VÔLEI DE PRAIA 2014 (SELETIVA NACIONAL) Aracaju(SE), 19 de novembro de 2014 MENSAGEM CBDE Ao realizar mais um Campeonato Brasileiro Escolar, cumprindo

Leia mais

Projeto Novos Talentos

Projeto Novos Talentos Projeto Novos Talentos Introdução O golfe tem se caracterizado, no mundo inteiro, como o esporte que mais colabora com as causas sociais. Os eventos do esporte buscam ajudar, através de ações benemerentes,

Leia mais

EDITAL CPG/IE-Nº 03/2014 PROCESSO SELETIVO PARA OS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO EM ECONOMIA DO TRABALHO E SINDICALISMO DO INSTITUTO DE ECONOMIA 2015

EDITAL CPG/IE-Nº 03/2014 PROCESSO SELETIVO PARA OS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO EM ECONOMIA DO TRABALHO E SINDICALISMO DO INSTITUTO DE ECONOMIA 2015 EDITAL CPG/IE-Nº 03/2014 PROCESSO SELETIVO PARA OS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO EM ECONOMIA DO TRABALHO E SINDICALISMO DO INSTITUTO DE ECONOMIA 2015 1. INTRODUÇÃO 1.1. O Coordenador da Comissão de Pós-Graduação

Leia mais

EDITAL Nº 004/2015 SECRETARIA DE EDUCAÇÃO E SECRETARIA DE TURISMO, ESPORTE E LAZER

EDITAL Nº 004/2015 SECRETARIA DE EDUCAÇÃO E SECRETARIA DE TURISMO, ESPORTE E LAZER EDITAL Nº 004/2015 SECRETARIA DE EDUCAÇÃO E SECRETARIA DE TURISMO, ESPORTE E LAZER DISCIPLINA, O PROCESSO DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA FINS DE CADASTRO DOS ATLETAS INTERESSADOS A SEREM BENEFICIADOS COM O

Leia mais

CIRCUITO BRASIL CAIXA LOTERIAS DE ATLETISMO, HALTEROFILISMO E NATAÇÃO 2015 FASE REGIONAL NORTE/NORDESTE RECIFE (PE) 26 DE FEVEREIRO A 01 DE MARÇO

CIRCUITO BRASIL CAIXA LOTERIAS DE ATLETISMO, HALTEROFILISMO E NATAÇÃO 2015 FASE REGIONAL NORTE/NORDESTE RECIFE (PE) 26 DE FEVEREIRO A 01 DE MARÇO CIRCUITO BRASIL CAIXA LOTERIAS DE ATLETISMO, HALTEROFILISMO E NATAÇÃO 2015 FASE REGIONAL NORTE/NORDESTE RECIFE (PE) 26 DE FEVEREIRO A 01 DE MARÇO INFORMAÇÕES GERAIS ENDEREÇO DO HOTEL MAR HOTEL CONVENTIONS

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2006 GINÁSTICA ARTÍSTICA. * COPA A! BODYTECH de GINÁSTICA OLÍMPICA 06 / 05 / 06.

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2006 GINÁSTICA ARTÍSTICA. * COPA A! BODYTECH de GINÁSTICA OLÍMPICA 06 / 05 / 06. RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2006 GINÁSTICA ARTÍSTICA Eventos realizados na Ginástica Artística com o apoio da FGERJ. * COPA A! BODYTECH de GINÁSTICA OLÍMPICA 06 / 05 / 06. * COPA do Clube de Regatas Vasco

Leia mais

REGULAMENTO GERAL OLIMPÍADA ESCOLAR DE NOVO HAMBURGO 2012

REGULAMENTO GERAL OLIMPÍADA ESCOLAR DE NOVO HAMBURGO 2012 REGULAMENTO GERAL OLIMPÍADA ESCOLAR DE NOVO HAMBURGO 2012 OBJETIVO GERAL Formação para o pleno exercício da cidadania de crianças e adolescentes por meio do esporte. CAPÍTULO I DA FINALIDADE DO EVENTO

Leia mais

PROGRAMA ESPORTIVO PARA ASSOCIADOS

PROGRAMA ESPORTIVO PARA ASSOCIADOS FÓRUM NACIONAL DE GESTORES E PROFISSIONAIS DE CLUBES PROGRAMA ESPORTIVO PARA ASSOCIADOS DE CLUBES DE ESPECTADOR A PRINCIPAL ATOR CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CLUBES Palestrante: ROBERTO LIBARDI Administrador

Leia mais

REGIMENTO FINANCEIRO 2015

REGIMENTO FINANCEIRO 2015 REGIMENTO FINANCEIRO 2015 Art. 1º O Regimento Financeiro da FDAP contém as normas relativas às taxas e despesas que a FDAP poderá cobrar de seus filiados. A Presidência da FDAP poderá, a seu critério,

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA - TURMA 2015

CHAMADA PÚBLICA - TURMA 2015 CHAMADA PÚBLICA - TURMA 2015 CURSO DE ANÁLISE ESPACIAL E GEOPROCESSAMENTO EM SAÚDE Periodicidade: Anual Coordenadores: Christovam Barcellos e Mônica Magalhães Objetivos do Curso Introduzir conceitos básicos

Leia mais

REGRAS PARA FORMAÇÃO E PARTICIPAÇÃO DE ATLETAS NA SELEÇÃO BRASILEIRA DE TRIATHLON

REGRAS PARA FORMAÇÃO E PARTICIPAÇÃO DE ATLETAS NA SELEÇÃO BRASILEIRA DE TRIATHLON REGRAS PARA FORMAÇÃO E PARTICIPAÇÃO DE ATLETAS NA SELEÇÃO BRASILEIRA DE TRIATHLON Conforme lei federal n 9.615 de 24 de março de 1998 e decreto n 2.574 de 29 de abril de 1998, Estatutos e regulamentos

Leia mais

Atingir Escolinhas de Futebol e Futsal em todos os Estados Brasileiros, oferecendo uma competição de alto nível, planejada, organizada e contínua;

Atingir Escolinhas de Futebol e Futsal em todos os Estados Brasileiros, oferecendo uma competição de alto nível, planejada, organizada e contínua; A ABEFF A ABEFF é uma associação sem fins lucrativos que visa oportunizar, organizar, representar e defender as entidades que se denominam Escolinhas de Futebol e de Futsal e Futsete, setor este, que tem

Leia mais

JORNAL CBKBT ABERTO AS ARTES MARCIAIS Volume 3

JORNAL CBKBT ABERTO AS ARTES MARCIAIS Volume 3 JORNAL CBKBT ABERTO AS ARTES MARCIAIS Volume 3 Mensagem de Hoje: Novo Site da CBKBT GO BRASIL! http://www.cbkbt.com.br voce deve conferir! O site ainda esta sendo construido mas esta ficando muito bom,

Leia mais

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------ Bolsa Esporte ------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------ EDITAL BOLSA ESPORTE Nº. 01/2014 O Estado da Bahia, através

Leia mais

COPA BRASIL DE PARACICLISMO 4ª ETAPA RIO DAS OSTARS/RJ TROFÉU JOÃO SCHWINDT Rio das Ostras-RJ

COPA BRASIL DE PARACICLISMO 4ª ETAPA RIO DAS OSTARS/RJ TROFÉU JOÃO SCHWINDT Rio das Ostras-RJ 1 COPA BRASIL DE PARACICLISMO 4ª ETAPA RIO DAS OSTARS/RJ TROFÉU JOÃO SCHWINDT Rio das Ostras-RJ Comitê recebem É com grande Paralímpico os participantes satisfação Brasileiro que a Confederação Brasileira

Leia mais

Ref.: IX TROFÉU BRASIL INTERCLUBES DE JUDÔ 2010 e Qualifying do GRAND PRIX NACIONAL DE JUDO Masculino e Feminino

Ref.: IX TROFÉU BRASIL INTERCLUBES DE JUDÔ 2010 e Qualifying do GRAND PRIX NACIONAL DE JUDO Masculino e Feminino Rio de Janeiro, 12 de julho de 2010. Circular: nº 11-10 Ref.: IX TROFÉU BRASIL INTERCLUBES DE JUDÔ 2010 e Qualifying do GRAND PRIX NACIONAL DE JUDO Masculino e Feminino Senhores Presidentes, A CONFEDERAÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO - 2014 GINÁSTICA RÍTMICA TORNEIO NACIONAL

REGULAMENTO TÉCNICO - 2014 GINÁSTICA RÍTMICA TORNEIO NACIONAL REGULAMENTO TÉCNICO - 2014 GINÁSTICA RÍTMICA TORNEIO NACIONAL 1) GENERALIDADES 1.1 É aberta a participação no TNGR a qualquer entidade filiada às Federações, ou não filiada (não federada). 1.2 Nos estados

Leia mais

ORIENTAÇÃO TÉCNICA 2014

ORIENTAÇÃO TÉCNICA 2014 1 ORIENTAÇÃO TÉCNICA 2014 1. FINALIDADE Regular a Orientação Técnica de 2014 às Federações filiadas à CBPM. 2. REFERÊNCIAS - Estatuto da CBPM; - Regulamento Técnico da CBPM; - Calendário Desportivo da

Leia mais

Escolinha de Futebol do Isidoro 1 ALUNOS DA ESCOLHINHA DURANTE AS ATIVIDADES

Escolinha de Futebol do Isidoro 1 ALUNOS DA ESCOLHINHA DURANTE AS ATIVIDADES INTRODUÇÃO O presente Projeto visa à introdução de Escolhinha de Futebol para descoberta de novos talentos. O esporte de uma maneira geral, propicia oportunidades de convivência em grupo, diversificando

Leia mais