MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA"

Transcrição

1 Nº 2544/ PGGB RECLAMAÇÃO Nº /RO RECLTE RECLDO ADVOGADO MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA : UNIÃO : JUIZ FEDERAL DA 6ª VARA FEDERAL DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESTADO DE RONDÔNIA : SEM REPRESENTAÇÃO NOS AUTOS : ADVOGADO-GERAL DA UNIÃO INTERESSADO: FRANCISCO CHAGAS DA SILVA ARAÚJO RELATOR : MINISTRO ROBERTO BARROSO - PLENÁRIO Reclamação. Correção monetária de débito da Fazenda Pública. Sentença que determinou a utilização do IPCA-E e da SELIC em substituição ao índice de remuneração da caderneta de poupança, previsto na Lei n /97. Afronta ao quanto decidido cautelarmente pelo STF nas AADDI ns e 4425/DF. A União ajuizou reclamação contra decisão do Juízo da 6ª Vara do Juizado Especial Federal de Rondônia, que determinou a incidência de juros e correção monetária de débito fazendário segundo índices distintos dos previstos na Lei n /97. No dispositivo se lê: ( ) Deverão incidir sobre os valores atrasados a atualização monetária pelo IPCA-E até o ajuizamento da ação e, a partir de então, incidência de juros e correção monetária pela taxa SELIC.

2 A reclamação sustenta que a sentença, ao determinar a adoção do IPCA-E como índice de correção monetária, afrontou a autoridade da medida cautelar deferida nos autos da ADI n. 4357/DF. Afirma que o Supremo Tribunal Federal determinou a adoção, até a modulação dos efeitos da citada ação de controle concentrado, da sistemática anteriormente aplicável ao pagamento de precatórios. Alega, ainda, que a decisão reclamada usurpou a competência da Suprema Corte para modular os efeitos de suas decisões. - II - O Supremo Tribunal Federal, ao julgar, em conjunto, as AADDI ns e 4425/DF, declarou a inconstitucionalidade parcial do 12 do art. 100 da CF e, por arrastamento, do art. 1º-F da Lei n /97, na redação dada pela Lei n /09. O acórdão da ADI n. 4425/DF tem a seguinte redação: DIREITO CONSTITUCIONAL. REGIME DE EXECUÇÃO DA FAZENDA PÚBLICA MEDIANTE PRECATÓRIO. ( ) IMPOSSIBILIDADE JURÍDICA DA UTILIZAÇÃO DO ÍNDICE DE REMUNERAÇÃO DA CADERNETA DE POUPANÇA COMO CRITÉRIO DE CORREÇÃO MONETÁRIA. VIOLAÇÃO AO DIREITO FUNDAMENTAL DE PROPRIEDADE (CF, ART. 5º, XXII). INADEQUAÇÃO MANIFESTA ENTRE MEIOS E FINS. INCONSTITUCIONALIDADE DA UTILIZAÇÃO DO RENDIMENTO DA CADERNETA DE POUPANÇA COMO ÍNDICE DEFINIDOR DOS JUROS MORATÓRIOS DOS CRÉDITOS INSCRITOS EM PRECATÓRIOS, QUANDO ORIUNDOS DE RELAÇÕES JURÍDICO-TRIBUTÁRIAS. DISCRIMINAÇÃO ARBITRÁRIA E VIOLAÇÃO À ISONOMIA ENTRE DEVEDOR PÚBLICO E DEVEDOR PRIVADO (CF, ART. 5º, CAPUT). (...) 5. A atualização monetária dos débitos fazendários inscritos em precatórios segundo o índice oficial de 2

3 remuneração da caderneta de poupança viola o direito fundamental de propriedade (CF, art. 5º, XXII) na medida em que é manifestamente incapaz de preservar o valor real do crédito de que é titular o cidadão. A inflação, fenômeno tipicamente econômico-monetário, mostra-se insuscetível de captação apriorística (ex ante), de modo que o meio escolhido pelo legislador constituinte (remuneração da caderneta de poupança) é inidôneo a promover o fim a que se destina (traduzir a inflação do período). 6. A quantificação dos juros moratórios relativos a débitos fazendários inscritos em precatórios segundo o índice de remuneração da caderneta de poupança vulnera o princípio constitucional da isonomia (CF, art. 5º, caput) ao incidir sobre débitos estatais de natureza tributária, pela discriminação em detrimento da parte processual privada que, salvo expressa determinação em contrário, responde pelos juros da mora tributária à taxa de 1% ao mês em favor do Estado (ex vi do art. 161, 1º, CTN). Declaração de inconstitucionalidade parcial sem redução da expressão independentemente de sua natureza, contida no art. 100, 12, da CF, incluído pela EC nº 62/09, para determinar que, quanto aos precatórios de natureza tributária, sejam aplicados os mesmos juros de mora incidentes sobre todo e qualquer crédito tributário. 7. O art. 1º-F da Lei nº 9.494/97, com redação dada pela Lei nº /09, ao reproduzir as regras da EC nº 62/09 quanto à atualização monetária e à fixação de juros moratórios de créditos inscritos em precatórios incorre nos mesmos vícios de juridicidade que inquinam o art. 100, 12, da CF, razão pela qual se revela inconstitucional por arrastamento, na mesma extensão dos itens 5 e 6 supra. (ADI n. 4425/DF, Rel. para o acórdão o Ministro Luiz Fux, DJe ). 3

4 A leitura do acórdão permite concluir que o Supremo Tribunal rejeitou a utilização do índice de remuneração da caderneta de poupança como critério de correção monetária dos débitos fazendários, bem como vedou a aplicação dos juros da poupança para compensação da mora, no caso de débitos fazendários de natureza tributária. Enquanto não se delibera, na Corte, sobre a modulação dos efeitos da decisão, o Ministro Luiz Fux concedeu medida cautelar, determinando que os Tribunais de Justiça continuem realizando o pagamento de precatórios segundo os procedimentos adotados anteriormente ao julgamento das ações diretas em comento. A medida foi referendada pelo Tribunal Pleno (DJe ), apresentando a seguinte redação: (...) A decisão do Plenário do Supremo Tribunal Federal reconheceu a inconstitucionalidade parcial da Emenda Constitucional nº 62/09, assentando a invalidade de regras jurídicas que agravem a situação jurídica do credor do Poder Público além dos limites constitucionalmente aceitáveis. Sem embargo, até que a Suprema Corte se pronuncie sobre o preciso alcance da sua decisão, não se justifica que os Tribunais Locais retrocedam na proteção dos direitos já reconhecidos em juízo. Carece de fundamento, por isso, a paralisação de pagamentos noticiada no requerimento em apreço. Destarte, determino, ad cautelam, que os Tribunais de Justiça de todos os Estados e do Distrito Federal deem imediata continuidade aos pagamentos de precatórios, na forma como já vinham realizando até a decisão proferida pelo Supremo Tribunal Federal em 14/03/2013, segundo a sistemática vigente à época, respeitando-se a vinculação de receitas para fins de quitação da dívida pública, sob pena de sequestro. (...) (Ministro Luiz Fux, DJe , grifos acrescidos). 4

5 O sentido e alcance dessa medida cautelar está exposto em decisão monocrática do Ministro Teori Zavascki: Essa medida cautelar, deferida pelo relator, foi ratificada pelo Plenário da Corte na sessão de julgamento de 24/10/2013, a significar que, enquanto não revogada, continua em vigor o sistema de pagamentos de precatórios na forma como vinham sendo realizados, não tendo eficácia, por enquanto, as decisões de mérito tomadas pelo STF nas Ações Diretas de Inconstitucionalidade 4357 e [grifos acrescidos] (Ministro Teori Zavascki, decisão liminar na Rcl n /DF) A fixação de índice de correção monetária diverso daquele previsto no art. 1º-F da Lei n /97, portanto, afronta a decisão cautelar tomada pelo Supremo Tribunal Federal nas AADDI ns e 4425/DF. Isso é o que também afirmou o eminente Ministro Celso de Mello, ao apreciar pedido cautelar em caso análogo: Possível, desse modo, enquanto não sobrevier definitiva decisão plenária do Supremo Tribunal Federal sobre a modulação temporal de eficácia do julgamento declaratório de inconstitucionalidade proferido nos processos de ação direta já referidos, extrair-se a premissa, sustentada pela parte reclamante, segundo a qual a fixação de índices diversos daqueles vigentes em momento que precedeu ao julgamento das ADIs 4357/DF, 4.372/DF e 4425/DF, para efeito de atualização monetária, remuneração do capital e compensação da mora, tratando-se de condenações impostas à Fazenda Pública por sentenças irrecorríveis, transgrediria a autoridade do julgado ora invocado como parâmetro de confronto. [grifos acrescidos] (Rcl n MC/DF, Rel. Ministro Celso de Mello, DJe ). A mesma inteligência tem sido prestigiada por vários eminentes Ministros do Supremo Tribunal Federal, como se vê dessas recentes decisões monocráticas: Rcl n MC/DF, Rel. Ministro Marco Aurélio, DJe 5

6 ; Rcl n MC/DF, Rel. Ministro Dias Toffoli, DJe 1º (relator deste feito); Rcl n MC/DF, Rel. Ministro Gilmar Mendes, DJe ; e Rcl n MC/DF, Rel. Ministra Cármen Lúcia, DJe A circunstância de a decisão reclamada ter sido adotada na fase de conhecimento, não afasta a ofensa à medida cautelar concedida pelo STF. Ao declarar a inconstitucionalidade, sem redução de texto, do art. 1º-F da Lei n /97, a Suprema Corte assentou que o índice de remuneração da poupança é manifestamente incapaz de preservar o valor real do crédito de que é titular o cidadão. Não se depreende do julgado que a Corte Suprema tenha limitado a extensão da inconstitucionalidade apenas à correção monetária dos débitos da Fazenda Pública já inscritos em precatórios. A sentença que adota índice de correção, no processo de conhecimento, distinto daquele admitido, pelo STF, para pagamento por meio de precatório, colide com o que o Supremo Tribunal Federal estabeleceu. Afinal é esse comando da sentença que informará o conteúdo do precatório. O parecer é pela procedência da reclamação, cassando-se o acórdão quanto ao índice de correção monetária aplicado ao débito fazendário. Brasília, 1º de outubro de Paulo Gustavo Gonet Branco Subprocurador-Geral da República 6

:TELEFONICA BRASIL S.A. : JOSE ALBERTO COUTO MACIEL E OUTRO(A/S) :SEM REPRESENTAÇÃO NOS AUTOS :LEONI MARTINS DE FREITAS

:TELEFONICA BRASIL S.A. : JOSE ALBERTO COUTO MACIEL E OUTRO(A/S) :SEM REPRESENTAÇÃO NOS AUTOS :LEONI MARTINS DE FREITAS MEDIDA CAUTELAR NA RECLAMAÇÃO 26.906 RIO GRANDE DO SUL RELATOR : MIN. GILMAR MENDES RECLTE.(S) :TELEFONICA BRASIL S.A. : JOSE ALBERTO COUTO MACIEL E OUTRO(A/S) RECLDO.(A/S) :JUIÍZA DO TRABALHO DA 19ª VARA

Leia mais

NOTA TÉCNICA. O texto proposto traz a seguinte redação:

NOTA TÉCNICA. O texto proposto traz a seguinte redação: NOTA TÉCNICA Assunto: PROJETO DE LEI 1981/15 (CÂMARA FEDERAL), DE AUTORIA DO DEPUTADO SR. SILVIO COSTA, que dispõe sobre juros de mora e atualização monetária dos débitos judiciais. O Projeto de Lei PL

Leia mais

Parecer pelo conhecimento do conflito, para que seja declarada a competência da Justiça Federal.

Parecer pelo conhecimento do conflito, para que seja declarada a competência da Justiça Federal. Nº 5459/2014 ASJCIV/SAJ/PGR Relator: Ministro Marco Aurélio Suscitante: Juiz Federal da 3ª Vara Federal da Seção Judiciária do DF Suscitado: Tribunal Superior do Trabalho Interessados: Cristiano Gomes

Leia mais

16/04/2015 PLENÁRIO : MIN. TEORI ZAVASCKI

16/04/2015 PLENÁRIO : MIN. TEORI ZAVASCKI Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 5 RELATOR EMBTE.(S) ADV.(A/S) : MIN. TEORI ZAVASCKI :MULTIPLIC LTDA. : LUIZ ALFREDO TAUNAY E OUTRO(A/S) EMENTA: CONSTITUCIONAL E PROCESSUAL CIVIL.

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR MINISTRO DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL

EXCELENTÍSSIMO SENHOR MINISTRO DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL EXCELENTÍSSIMO SENHOR MINISTRO DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL ADI 4357 AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE E.C. 62/09 PRECATÓRIOS PAUTA DE JULGAMENTO: 13/03/2013 MEMORIAL DOS REQUERENTES CONFEDERAÇÃO NACIONAL

Leia mais

25/08/2015 SEGUNDA TURMA : MIN. TEORI ZAVASCKI ESPECIAIS DO ESTADO DO ACRE

25/08/2015 SEGUNDA TURMA : MIN. TEORI ZAVASCKI ESPECIAIS DO ESTADO DO ACRE Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 25/08/2015 SEGUNDA TURMA AG.REG. NA RECLAMAÇÃO 19.720 ACRE RELATOR AGTE.(S) PROC.(A/S)(ES) AGDO.(A/S) INTDO.(A/S) : MIN. TEORI ZAVASCKI :ESTADO

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA Nº 2702/2014 - PGGB

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA Nº 2702/2014 - PGGB MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA Nº 2702/2014 - PGGB RECLAMAÇÃO nº 18.501/SP RECLTE.(S) : UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS PROC.(A/S)(ES): ROSA MARIA RAIMUNDO RECLDO.(A/S) :

Leia mais

ESTADO DO RIO DE JANEIRO 9ª CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL/REEXAME NECESSÁRIO N

ESTADO DO RIO DE JANEIRO 9ª CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL/REEXAME NECESSÁRIO N APELAÇÃO CÍVEL/REEXAME NECESSÁRIO N 0280261-09.2013.8.19.0001 9ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA DA COMARCA DA CAPITAL APELANTE: MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO APELADA: RELATOR: DESEMBARGADOR LUIZ FELIPE FRANCISCO

Leia mais

Em revisão QUESTÃO DE ORDEM NA AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE DISTRITO FEDERAL VOTO-VISTA

Em revisão QUESTÃO DE ORDEM NA AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE DISTRITO FEDERAL VOTO-VISTA QUESTÃO DE ORDEM NA AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE 4.357 DISTRITO FEDERAL VOTO-VISTA O SENHOR MINISTRO DIAS TOFFOLI: Cuida-se de questão de ordem suscitada pelo Ministro Luiz Fux, nas Ações Diretas

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECURSO EXTRAORDINÁRIO 769.059 SANTA CATARINA RELATORA RECTE.(S) ADV.(A/S) RECDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) : MIN. CÁRMEN LÚCIA :SUPERMERCADOS XANDE LTDA : JULIANO GOMES GARCIA E OUTRO(A/S) :UNIÃO :PROCURADOR-GERAL

Leia mais

22/09/2015 SEGUNDA TURMA : MIN. DIAS TOFFOLI EMENTA

22/09/2015 SEGUNDA TURMA : MIN. DIAS TOFFOLI EMENTA Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 7 22/09/2015 SEGUNDA TURMA AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 567.276 SANTA CATARINA RELATOR AGTE.(S) PROC.(A/S)(ES) AGDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. DIAS

Leia mais

28/10/2014 PRIMEIRA TURMA : MIN. DIAS TOFFOLI EMENTA

28/10/2014 PRIMEIRA TURMA : MIN. DIAS TOFFOLI EMENTA Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 8 28/10/2014 PRIMEIRA TURMA AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 736.365 SÃO PAULO RELATOR AGTE.(S) PROC.(A/S)(ES) AGDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) : MIN. DIAS

Leia mais

Referente às Petições n /2010, /2011, /2011 e /2011.

Referente às Petições n /2010, /2011, /2011 e /2011. Referente às Petições n. 53.247/2010, 13.453/2011, 20.958/2011 e 30.631/2011. Decisão: O Banco Nossa Caixa S.A. interpôs o Agravo de Instrumento 754.745 contra despacho denegatório de recurso extraordinário.

Leia mais

APELAÇÃO CÍVEL Nº /RS RELATOR : NICOLAU KONKEL JUNIOR APELANTE : MICHELE OBERSON DE SOUZA

APELAÇÃO CÍVEL Nº /RS RELATOR : NICOLAU KONKEL JUNIOR APELANTE : MICHELE OBERSON DE SOUZA APELAÇÃO CÍVEL Nº 5044871-33.2014.4.04.7100/RS RELATOR : NICOLAU KONKEL JUNIOR APELANTE : MICHELE OBERSON DE SOUZA APELADA : UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL - UFRGS VOTO Cinge-se a controvérsia

Leia mais

l llllll mil mil um mu mu um IIÍU MI mi

l llllll mil mil um mu mu um IIÍU MI mi TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO T *J5w - DE JUST ÇA DE SÃO PAULO ACORDAO/DECISAO MONOCRÁTICA REGISTRADO(A) SOB N l llllll mil mil um mu mu um IIÍU MI mi Vistos, relatados e discutidos estes autos

Leia mais

Controle da Constitucionalidade

Controle da Constitucionalidade Controle da Constitucionalidade Cláusula de Reserva de Plenário ou da full bench(plenário): Art. 97 e 93, XI Maioria absoluta da totalidade dos membros do tribunal ou, onde houver, dos integrantes do respectivo

Leia mais

: MIN. TEORI ZAVASCKI RECLTE.(S) :MUNICÍPIO DE FLORIANÓPOLIS FLORIANÓPOLIS SAÚDE E VIGILÂNCIA SANITÁRIA DE FLORIANÓPOLIS - AFLOVISA

: MIN. TEORI ZAVASCKI RECLTE.(S) :MUNICÍPIO DE FLORIANÓPOLIS FLORIANÓPOLIS SAÚDE E VIGILÂNCIA SANITÁRIA DE FLORIANÓPOLIS - AFLOVISA MEDIDA CAUTELAR NA RECLAMAÇÃO 15.793 SANTA CATARINA RELATOR : MIN. TEORI ZAVASCKI RECLTE.(S) :MUNICÍPIO DE FLORIANÓPOLIS PROC.(A/S)(ES) :PROCURADOR-GERAL DO MUNICÍPIO DE FLORIANÓPOLIS RECLDO.(A/S) :TRIBUNAL

Leia mais

NOTA TÉCNICA nº 02/2015

NOTA TÉCNICA nº 02/2015 NOTA TÉCNICA nº 02/2015 Assunto: Execução da decisão de mérito proferida nas ADI nº 4.425/DF e 4.357/DF e das subsequentes decisões liminar e de modulação de efeitos da declaração de inconstitucionalidade

Leia mais

ARTIGO: O controle incidental e o controle abstrato de normas

ARTIGO: O controle incidental e o controle abstrato de normas ARTIGO: O controle incidental e o controle abstrato de normas Luís Fernando de Souza Pastana 1 RESUMO: Nosso ordenamento jurídico estabelece a supremacia da Constituição Federal e, para que esta supremacia

Leia mais

O Ministro Relator deferiu o pedido de liminar e as informações foram prestadas pela autoridade reclamada.

O Ministro Relator deferiu o pedido de liminar e as informações foram prestadas pela autoridade reclamada. Nº 2510/2014 ASJCIV/SAJ/PGR Relator: Ministro Gilmar Mendes Reclamante: Nely Paludeto Agravado: Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região Interessado: Município de Franca Reclamação. Acórdão do Tribunal

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 8 03/06/2014 SEGUNDA TURMA AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 808.142 DISTRITO FEDERAL RELATORA AGTE.(S) ADV.(A/S) AGDO.(A/S) ADV.(A/S)

Leia mais

: MIN. DIAS TOFFOLI CONTAS DO ESTADO DE GOIÁS JUNTO AO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE GOIÁS

: MIN. DIAS TOFFOLI CONTAS DO ESTADO DE GOIÁS JUNTO AO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE GOIÁS RECLAMAÇÃO 24.163 DISTRITO FEDERAL RELATOR RECLTE.(S) PROC.(A/S)(ES) RECLDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) INTDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. DIAS TOFFOLI :MINISTÉRIO PÚBLICO JUNTO AO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE GOIÁS

Leia mais

Derrubada a suspensão dos processos do FGTS determinada pelo STJ

Derrubada a suspensão dos processos do FGTS determinada pelo STJ Derrubada a suspensão dos processos do FGTS determinada pelo STJ O Ministro do STJ Herman Benjamin no Recurso Especial nº 1.381.683 PE havia por determinar a suspensão em todo o país dos processos relativos

Leia mais

4 PODER LEGISLATIVO 4.1 PERDA DOS MANDATOS DOS PARLAMENTARES CONDENADOS CRIMINALMENTE 14, 3º, II,

4 PODER LEGISLATIVO 4.1 PERDA DOS MANDATOS DOS PARLAMENTARES CONDENADOS CRIMINALMENTE 14, 3º, II, 4 PODER LEGISLATIVO 4.1 PERDA DOS MANDATOS DOS PARLAMENTARES CONDENADOS CRIMINALMENTE Se uma pessoa perde ou tem suspensos seus direitos políticos, a consequência disso é que ela perderá o mandato eletivo

Leia mais

: MIN. DIAS TOFFOLI SÃO PAULO

: MIN. DIAS TOFFOLI SÃO PAULO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 731.194 SÃO PAULO RELATOR RECTE.(S) PROC.(A/S)(ES) RECDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) INTDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. DIAS TOFFOLI :MUNICÍPIO DE SÃO CARLOS :PROCURADOR-GERAL DO MUNICÍPIO DE

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 7 18/11/2016 PLENÁRIO RELATOR AGTE.(S) ADV.(A/S) : MINISTRO PRESIDENTE :ROBERTA CINTRÃO SIMÕES DE OLIVEIRA :ROBERTA CONTRÃO SIMÕES DE OLIVEIRA E AGDO.(A/S)

Leia mais

PROCESSO: RTOrd

PROCESSO: RTOrd ACÓRDÃO 9ª Turma PROCESSO: 0022300-36.2009.5.01.0341 - RTOrd ADICIONAL DE INSALUBRIDADE. BASE DE CÁLCULO. O STF há muito, repudia a adoção do salário mínimo como base de cálculo para qualquer outra relação

Leia mais

Curso Resultado. Jurisprudência ordenada por matérias e assuntos Juizados

Curso Resultado. Jurisprudência ordenada por matérias e assuntos Juizados Curso Resultado Jurisprudência ordenada por matérias e assuntos Juizados Atualizado em 19 de novembro de 2015 Sumário Alçada Criação por Estado Depósito para recurso ALÇADA Em relação à questão da competência

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECURSO EXTRAORDINÁRIO 910.603 MINAS GERAIS RELATORA : MIN. CÁRMEN LÚCIA RECTE.(S) :MARLUCIA BARBOSA OTONI ADV.(A/S) :ALESSANDRA COIMBRA DE CASTRO E OUTRO(A/S) RECDO.(A/S) :MUNICÍPIO DE BELO HORIZONTE

Leia mais

Ministério Público Federal Procuradoria-Geral da República

Ministério Público Federal Procuradoria-Geral da República Ministério Público Federal Procuradoria-Geral da República 20707 - OBF - PGR Reclamação 14.872 Relator: Ministro Gilmar Mendes Reclamante: União Reclamado: TRT1 Reclamação. Leis versando sobre reajuste

Leia mais

: MIN. ALEXANDRE DE MORAES DESPACHO

: MIN. ALEXANDRE DE MORAES DESPACHO EMB.DECL. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 905.357 RORAIMA RELATOR EMBTE.(S) ADV.(A/S) EMBDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) : MIN. ALEXANDRE DE MORAES :FRANCISCO DENIS ALMEIDA LIMA :GIL VIANA SIMÕES BATISTA :ESTADO DE

Leia mais

A reclamação não merece prosperar.

A reclamação não merece prosperar. RECLAMAÇÃO 19.275 MINAS GERAIS RELATOR : MIN. GILMAR MENDES RECLTE.(S) :EMPRESA DE PESQUISA AGROPECUARIA DE MINAS GERAIS - EPAMIG ADV.(A/S) :VALDIR MENDES RODRIGUES FILHO E OUTRO(A/S) RECLDO.(A/S) :JUIZ

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 19/08/2016 PLENÁRIO EMB.DECL. NO AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 936.384 SÃO PAULO RELATOR EMBTE.(S) EMBDO.(A/S) : MINISTRO PRESIDENTE

Leia mais

OBSERVAÇÕES E EFEITOS DA MODULAÇÃO DAS ADIS 4357 E 4425 NO CÁLCULO DOS ATRASADOS EM AÇÕES CONTRA A FAZENDA PÚBLICA SEM PRECATÓRIO EXPEDIDO.

OBSERVAÇÕES E EFEITOS DA MODULAÇÃO DAS ADIS 4357 E 4425 NO CÁLCULO DOS ATRASADOS EM AÇÕES CONTRA A FAZENDA PÚBLICA SEM PRECATÓRIO EXPEDIDO. OBSERVAÇÕES E EFEITOS DA MODULAÇÃO DAS ADIS 4357 E 4425 NO CÁLCULO DOS ATRASADOS EM AÇÕES CONTRA A FAZENDA PÚBLICA SEM PRECATÓRIO EXPEDIDO. Bernardo Rücker No último dia 25 de maio de 2015, o Plenário

Leia mais

: MIN. CÁRMEN LÚCIA. Relatório

: MIN. CÁRMEN LÚCIA. Relatório ARGÜIÇÃO DE DESCUMPRIMENTO DE PRECEITO FUNDAMENTAL 343 RIO DE JANEIRO RELATORA REQTE.(S) INTDO.(A/S) INTDO.(A/S) : MIN. CÁRMEN LÚCIA :PARTIDO DOS TRABALHADORES :JOÃO DARC COSTA DE SOUZA MORAES :PREFEITO

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RELATOR : MINISTRO MAURO CAMPBELL MARQUES RECORRENTE : ESTADO DO AMAZONAS PROCURADOR : DANIEL PINHEIRO VIEGAS E OUTRO(S) RECORRIDO : FELISMINO FRANCISCO SOARES FILHO ADVOGADO : RAIMUNDO DE AMORIM FRANCISCO

Leia mais

: MIN. MARCO AURÉLIO SÃO PAULO PAULO IMÓVEIS S/C LTDA DECISÃO

: MIN. MARCO AURÉLIO SÃO PAULO PAULO IMÓVEIS S/C LTDA DECISÃO RECLAMAÇÃO 15.276 SÃO PAULO RELATOR RECLTE.(S) PROC.(A/S)(ES) RECLDO.(A/S) INTDO.(A/S) INTDO.(A/S) : MIN. MARCO AURÉLIO :MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO :PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 20/04/2017 PLENÁRIO PARANÁ RELATOR AGTE.(S) ADV.(A/S) AGDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) : MINISTRO PRESIDENTE :JULIO CESAR RIBAS BOENG :IGOR ANTONIO ARAUJO

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 847.705 RIO GRANDE DO NORTE RELATORA RECTE.(S) ADV.(A/S) RECDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. CÁRMEN LÚCIA :ELIANA APOLONIA DE SIQUEIRA : ADEILSON FERREIRA DE ANDRADE E OUTRO(A/S)

Leia mais

: MIN. GILMAR MENDES CATARINA

: MIN. GILMAR MENDES CATARINA RECLAMAÇÃO 18.370 SANTA CATARINA RELATOR RECLTE.(S) PROC.(A/S)(ES) RECLDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) : MIN. GILMAR MENDES :MUNICÍPIO DE BLUMENAU :ROMUALDO PAULO MARCHINHACKI :TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 20/04/2017 PLENÁRIO PERNAMBUCO RELATOR AGTE.(S) PROC.(A/S)(ES) AGDO.(A/S) ADV.(A/S) : MINISTRO PRESIDENTE :INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL -

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL

DIREITO CONSTITUCIONAL Márcio André Lopes Cavalcante DIREITO CONSTITUCIONAL A competência para legislar sobre serviços de telecomunicações é privativa da União A competência para legislar sobre serviços de telecomunicações é

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 03/03/2015 SEGUNDA TURMA DISTRITO FEDERAL RELATORA EMBTE.(S) : MIN. CÁRMEN LÚCIA :MUNICÍPIO DE GARIBALDI ADV.(A/S) :CLÁUDIO ROBERTO NUNES GOLGO

Leia mais

Conflito de Competência DF Dias Toffoli

Conflito de Competência DF Dias Toffoli Nº 4489/2014 ASJCIV/SAJ/PGR Relator: Ministro Dias Toffoli Suscitante: Juiz de Direito da 2ª Vara Cível da Comarca de Belo Jardim Suscitado: Tribunal Superior do Trabalho Interessados: Edilva Aparecida

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 20/04/2017 PLENÁRIO AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 1.002.739 SÃO PAULO RELATOR AGTE.(S) AGDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) : MINISTRO PRESIDENTE

Leia mais

: MIN. DIAS TOFFOLI : XXXXXXXXXXXXXXXXXX ADV.(A/S) : MARCELO ANTONIO RODRIGUES VIEGAS E

: MIN. DIAS TOFFOLI : XXXXXXXXXXXXXXXXXX ADV.(A/S) : MARCELO ANTONIO RODRIGUES VIEGAS E MEDIDA CAUTELAR EM MANDADO DE SEGURANÇA 34.407 DISTRITO FEDERAL RELATOR : MIN. DIAS TOFFOLI IMPTE.(S) : XXXXXXXXXXXXXXXXXX ADV.(A/S) : MARCELO ANTONIO RODRIGUES VIEGAS E OUTRO(A/S) IMPDO.(A/S) : PROCURADOR-GERAL

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 5 RELATOR AGTE.(S) AGDO.(A/S) : MINISTRO PRESIDENTE :AUTOMEC COMERCIAL DE VEÍCULOS LTDA : PEDRO JOSE SISTERNAS FIORENZO E OUTRO(A/S) :RONALDO DIAS

Leia mais

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE As normas elaboradas pelo Poder Constituinte Originário são colocadas acima de todas as outras manifestações de direito. A própria Constituição Federal determina um procedimento

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 11 23/02/2016 PRIMEIRA TURMA AG.REG. NA RECLAMAÇÃO 17.222 RIO GRANDE DO SUL RELATOR : MIN. ROBERTO BARROSO AGTE.(S) :ESPÓLIO DE ALVIR JASKO ADV.(A/S)

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.247.606 - SP (2011/0081765-9) RELATOR RECORRENTE RECORRIDO ADVOGADO : MINISTRO MAURO CAMPBELL MARQUES : UNIÃO : JOSÉ FERREIRA DE SOUZA : CARLOS ALBERTO SILVA E OUTRO(S) RELATÓRIO

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 20/04/2017 PLENÁRIO AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 1.008.181 BAHIA RELATOR AGTE.(S) ADV.(A/S) AGDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) : MINISTRO PRESIDENTE

Leia mais

TEMA 14: CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

TEMA 14: CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE TEMA 14: CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE EMENTÁRIO DE TEMAS: Art. 102. Compete ao Supremo Tribunal Federal, precipuamente, a guarda da Constituição, cabendo-lhe:. I - processar e julgar, originariamente:a)

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 7 01/09/2017 PLENÁRIO RELATOR AGTE.(S) ADV.(A/S) AGDO.(A/S) : MINISTRO PRESIDENTE :FRANCISCO KENET SOUSA SOARES :ROBSON HALLEY COSTA RODRIGUES :TRIBUNAL

Leia mais

Tipo : B - Com mérito/sentença homologatória/repetitiva Livro : 12 Reg.: 865/2014 Folha(s) : 1

Tipo : B - Com mérito/sentença homologatória/repetitiva Livro : 12 Reg.: 865/2014 Folha(s) : 1 0007967-22.2014.4.03.6100 Autos com (Conclusão) ao Juiz em 18/06/2014 p/ Sentença *** Sentença/Despacho/Decisão/Ato Ordinátorio Tipo : B - Com mérito/sentença homologatória/repetitiva Livro : 12 Reg.:

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 7 28/10/2014 SEGUNDA TURMA AG.REG. NA RECLAMAÇÃO 18.758 DISTRITO FEDERAL RELATORA AGTE.(S) ADV.(A/S) AGDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) : MIN. CÁRMEN LÚCIA

Leia mais

Controle da Constitucionalidade

Controle da Constitucionalidade Controle da Constitucionalidade O controle difuso da constitucionalidade: Entre as partes, declarada incidentertantum ; Em regra, os efeitos da declaração são extunc juntamente com suas consequências;

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE 3.203 DISTRITO FEDERAL RELATOR : MIN. ROBERTO BARROSO REQTE.(S) :CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS TRANSPORTES - CNT : ADMAR GONZAGA E OUTRO(A/S) :JUTAHY MAGALHÃES NETO :UNIÃO

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECLAMAÇÃO 25.655 SERGIPE RELATOR RECLTE.(S) PROC.(A/S)(ES) RECLDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) INTDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. LUIZ FUX :UNIÃO :ADVOGADO-GERAL DA UNIÃO :TURMA RECURSAL DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DE SERGIPE

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE 3.961 DISTRITO FEDERAL RELATOR REQTE.(S) ADV.(A/S) INTDO.(A/S) ADV.(A/S) INTDO.(A/S) : MIN. ROBERTO BARROSO :ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS MAGISTRADOS DA JUSTIÇA DO TRABALHO

Leia mais

25/10/2012 PLENÁRIO : MIN. GILMAR MENDES

25/10/2012 PLENÁRIO : MIN. GILMAR MENDES Decisão sobre Repercussão Geral Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 8 25/10/2012 PLENÁRIO REPERCUSSÃO GERAL NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 709.212 DISTRITO FEDERAL RELATOR RECTE.(S) ADV.(A/S) RECDO.(A/S)

Leia mais

11/03/2014 PRIMEIRA TURMA

11/03/2014 PRIMEIRA TURMA Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 11/03/2014 PRIMEIRA TURMA AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 642.222 SÃO PAULO RELATOR AGTE.(S) ADV.(A/S) AGDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) :

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL

DIREITO CONSTITUCIONAL DIREITO CONSTITUCIONAL PEÇA PRÁTICO-PROFISSIONAL O tema envolve, de início, o exame da competência para julgamento da causa que envolve a União Federal e Universidade particular havendo fatos encadeados

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECURSO EXTRAORDINÁRIO 702.617 RELATOR : MIN. LUIZ FUX RECTE.(S) :GOVERNADOR DO ESTADO DO RECTE.(S) :PROCURADOR-GERAL DO ESTADO DO PROC.(A/S)(ES) :PROCURADOR-GERAL DO ESTADO DO RECTE.(S) :ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA

Leia mais

REAJUSTE DAS APOSENTADORIAS E PENSÕES DOS SERVIDORES PÚBLICOS, APÓS A EMENDA CONSTITUCIONAL Nº 41/03

REAJUSTE DAS APOSENTADORIAS E PENSÕES DOS SERVIDORES PÚBLICOS, APÓS A EMENDA CONSTITUCIONAL Nº 41/03 REAJUSTE DAS APOSENTADORIAS E PENSÕES DOS SERVIDORES PÚBLICOS, APÓS A EMENDA CONSTITUCIONAL Nº 41/03 Elaborado em 11.2007. Damares Medina Advogada, pós-graduada em Direito Econômico pela FGV. O desfecho

Leia mais

TEMA 4: ORGANIZAÇÃO POLÍTICO-ADMINISTRATIVA DO ESTADO BRASILEIRO

TEMA 4: ORGANIZAÇÃO POLÍTICO-ADMINISTRATIVA DO ESTADO BRASILEIRO TEMA 4: ORGANIZAÇÃO POLÍTICO-ADMINISTRATIVA DO ESTADO BRASILEIRO A União não intervirá nos Estados nem no Distrito Federal, exceto para: (...) O Estado não intervirá em seus Municípios, nem a União nos

Leia mais

RECURSO EXTRAORDINÁRIO Nº / DF

RECURSO EXTRAORDINÁRIO Nº / DF Procuradoria Geral da República Nº 6584 RJMB / pc RECURSO EXTRAORDINÁRIO Nº 639.566 / DF RELATOR : Ministro LUIZ FUX RECORRENTE: Companhia Vale do Rio Santo Antônio de Minérios VALERISA RECORRIDA : União

Leia mais

COMARCA DE PORTO ALEGRE 6ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA 1º JUIZADO PROCESSO Nº 001/ NATUREZA: IMPETRANTE: IMPETRADO:

COMARCA DE PORTO ALEGRE 6ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA 1º JUIZADO PROCESSO Nº 001/ NATUREZA: IMPETRANTE: IMPETRADO: COMARCA DE PORTO ALEGRE 6ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA 1º JUIZADO PROCESSO Nº 001/1.10.0126539-5 NATUREZA: IMPETRANTE: IMPETRADO: MANDADO DE SEGURANÇA NOVA PACK EMBALAGENS LTDA. DIRETOR DO DEPARTAMENTO DA

Leia mais

30/06/2017 SEGUNDA TURMA

30/06/2017 SEGUNDA TURMA Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 30/06/2017 SEGUNDA TURMA SANTA CATARINA RELATOR : MIN. GILMAR MENDES AGTE.(S) : DE MOURA FREITAG TRANSPORTE DE PASSAGEIRO LTDA ME ADV.(A/S) AGDO.(A/S)

Leia mais

Procuradoria de Justiça de Interesses Difusos de Coletivos

Procuradoria de Justiça de Interesses Difusos de Coletivos EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR MINISTRO PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL Ementa: Ação civil pública antecipação de despesas processuais honorários de perito reclamação 1. Decisão contrária à Súmula

Leia mais

18/11/2016 SEGUNDA TURMA : MIN. RICARDO LEWANDOWSKI PECUARIA DO BRASIL - CNA

18/11/2016 SEGUNDA TURMA : MIN. RICARDO LEWANDOWSKI PECUARIA DO BRASIL - CNA Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 8 18/11/2016 SEGUNDA TURMA EMB.DECL. NOS EMB.DECL. NO AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 915.906 DISTRITO FEDERAL RELATOR EMBTE.(S) ADV.(A/S)

Leia mais

11/11/2016 SEGUNDA TURMA : MIN. TEORI ZAVASCKI

11/11/2016 SEGUNDA TURMA : MIN. TEORI ZAVASCKI Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 8 11/11/2016 SEGUNDA TURMA AG.REG. NA RECLAMAÇÃO 24.575 RIO DE JANEIRO RELATOR AGTE.(S) PROC.(A/S)(ES) AGDO.(A/S) ADV.(A/S) INTDO.(A/S) ADV.(A/S)

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RELATOR : MINISTRO TEORI ALBINO ZAVASCKI EMENTA TRIBUTÁRIO. LIMITES PERCENTUAIS À COMPENSAÇÃO. POSSIBILIDADE. REPETIÇÃO DE INDÉBITO TRIBUTÁRIO. CORREÇÃO MONETÁRIA. ÍNDICES PREVISTOS NO MANUAL DE ORIENTAÇÃO

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça CONFLITO DE COMPETÊNCIA Nº 133.536 - SP (2014/0094067-4) RELATOR : MINISTRO BENEDITO GONÇALVES SUSCITANTE : JUÍZO FEDERAL DA 24A VARA CÍVEL DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESTADO DE SÃO PAULO SUSCITADO : JUÍZO

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal MEDIDA CAUTELAR NA RECLAMAÇÃO 15.567 PARANÁ RELATORA RECLTE.(S) ADV.(A/S) RECLDO.(A/S) ADV.(A/S) INTDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. CÁRMEN LÚCIA :UNIÃO :ADVOGADO-GERAL DA UNIÃO :JUIZ FEDERAL DA 4ª VARA FEDERAL

Leia mais

PODER JUDICIáRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO GABINETE DO DESEMBARGADOR FEDERAL ROBERTO MACHADO

PODER JUDICIáRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO GABINETE DO DESEMBARGADOR FEDERAL ROBERTO MACHADO EMBARGOS DE DECLARAÇÃO EM APELAÇÃO CÍVEL Nº 576695 CE (0009445-51.2014.4.05.9999/01) APTE : MARIA VILAN MARQUES ADV/PROC : ANTONIO GLAY FROTA OSTERNO E OUTROS APDO : INSS - INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RELATOR : MINISTRO TEORI ALBINO ZAVASCKI PROCURADOR : CESAR AUGUSTO BINDER E OUTRO(S) EMENTA TRIBUTÁRIO. EMBARGOS À EXECUÇÃO FISCAL. MASSA FALIDA. JUROS MORATÓRIOS. ATIVO SUFICIENTE PARA PAGAMENTO DO PRINCIPAL.

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 689.501 RIO GRANDE DO SUL RELATORA : MIN. CÁRMEN LÚCIA RECTE.(S) :INSTITUTO NACIONAL DE SEGURO SOCIAL - INSS PROC.(A/S)(ES) :PROCURADOR-GERAL FEDERAL RECDO.(A/S) :ANTONINO

Leia mais

09/09/2014 PRIMEIRA TURMA : MIN. ROBERTO BARROSO

09/09/2014 PRIMEIRA TURMA : MIN. ROBERTO BARROSO Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 09/09/2014 PRIMEIRA TURMA AG.REG. NA AÇÃO CÍVEL ORIGINÁRIA 801 SÃO PAULO RELATOR : MIN. ROBERTO BARROSO AGTE.(S) :UNIÃO ADV.(A/S) :ADVOGADO-GERAL

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Decisão sobre Repercussão Geral DJe 19/09/2012 Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 9 06/09/2012 PLENÁRIO REPERCUSSÃO GERAL NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 673.707 MINAS GERAIS RELATOR : MIN. LUIZ FUX RECTE.(S)

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 10 02/12/2016 PRIMEIRA TURMA AG.REG. NA RECLAMAÇÃO 24.399 SÃO PAULO RELATORA AGTE.(S) AGDO.(A/S) INTDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) INTDO.(A/S) : MIN. ROSA

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 8 07/10/2016 PRIMEIRA TURMA AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 901.752 DISTRITO FEDERAL RELATOR AGTE.(S) PROC.(A/S)(ES) AGDO.(A/S) ADV.(A/S)

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 9 23/09/2016 PLENÁRIO AG.REG. NOS EMB.DIV. NOS EMB.DECL. NO AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 595.025 RIO GRANDE DO SUL RELATORA AGTE.(S) ADV.(A/S)

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão DJe 25/10/2012 Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 25/09/2012 SEGUNDA TURMA AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 596.429 RIO GRANDE DO SUL RELATOR AGTE.(S) AGDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) :

Leia mais

Direito Financeiro Esquematizado

Direito Financeiro Esquematizado Prezado Leitor, os trechos em fonte na cor vermelha indicam que houve alteração ou acréscimo de texto pelo autor. Os trechos tachados foram excluídos do texto. Os trechos em fonte preta já existiam na

Leia mais

RECURSO EXTRAORDINÁRIO E RECURSO ESPECIAL I e II Nº

RECURSO EXTRAORDINÁRIO E RECURSO ESPECIAL I e II Nº RECURSO EXTRAORDINÁRIO N 0029634-19.2012.8.19.0001 Recorrente: ESTADO DO RIO DE JANEIRO Recorridos: FARID HABIB E OUTRO RECURSO ESPECIAL Nº 0029634-19.2012.8.19.0001 Recorrente: ESTADO DO RIO DE JANEIRO

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 5 RELATOR AGTE.(S) AGDO.(A/S) : MINISTRO PRESIDENTE :ILOÍNA CAETANO BEN : NEUSA DE FÁTIMA R. BECHORNER E OUTRO(A/S) :MUNICÍPIO DE PORTO XAVIER : GLADIMIR

Leia mais

BACHEGA SOCIEDADE DE ADVOGADOS

BACHEGA SOCIEDADE DE ADVOGADOS BACHEGA SOCIEDADE DE ADVOGADOS A) Levantamento e Recuperação de Créditos Tributários Administrativos Federais (Tributos Direitos e Indiretos) DOCUMENTAÇÃO ANÁLISE LEVANTAMENTO DOS CRÉDITOS ATUALIZAÇÃO

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal MEDIDA CAUTELAR NA AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE 5.341 ACRE RELATOR REQTE.(S) INTDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. EDSON FACHIN :PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA :ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO ACRE :SEM

Leia mais

:LUIS ALEXANDRE RASSI E OUTRO(A/S) :RELATOR DO HC Nº DO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA

:LUIS ALEXANDRE RASSI E OUTRO(A/S) :RELATOR DO HC Nº DO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA MEDIDA CAUTELAR NO HABEAS CORPUS 146.815 MINAS GERAIS RELATOR PACTE.(S) IMPTE.(S) COATOR(A/S)(ES) : MIN. GILMAR MENDES :V.P.O. :LUIS ALEXANDRE RASSI E OUTRO(A/S) :RELATOR DO HC Nº 408.932 DO SUPERIOR TRIBUNAL

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AGRAVADO ADVOGADO INTERES. : JOSÉ MEIRELLES FILHO E OUTRO(S) - SP086246 : MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO EMENTA PROCESSO PENAL. AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL. EXECUÇÃO PROVISÓRIA

Leia mais

A ATRIBUIÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO PARA ATUAR NOS PROCESSOS COM LIDES ENVOLVENDO SINDICATOS E SERVIDORES PÚBLICOS

A ATRIBUIÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO PARA ATUAR NOS PROCESSOS COM LIDES ENVOLVENDO SINDICATOS E SERVIDORES PÚBLICOS A ATRIBUIÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO PARA ATUAR NOS PROCESSOS COM LIDES ENVOLVENDO SINDICATOS E SERVIDORES PÚBLICOS Maria Clara Lucena Dutra de Almeida Procuradora Federal Especialista em Direito Constitucional

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 8 08/08/2017 PRIMEIRA TURMA AG.REG. NA RECLAMAÇÃO 22.575 SANTA CATARINA RELATORA : MIN. ROSA WEBER AGTE.(S) :SOCIEDADE HOSPITALAR SÃO FRANCISCO DE

Leia mais

SOBRESTAMENTO RICARF ART. 62-A, 1º

SOBRESTAMENTO RICARF ART. 62-A, 1º RICARF Art. 62-A Art. 62-A. As decisões definitivas de mérito, proferidas pelo Supremo Tribunal Federal e pelo Superior Tribunal de Justiça em matéria infraconstitucional, na sistemática prevista pelos

Leia mais

: MIN. DIAS TOFFOLI :PROCURADOR-GERAL DO ESTADO DO ESPÍRITO :JOSE PORFIRIO DE BESSA :EVANDRO DE CASTRO BASTOS

: MIN. DIAS TOFFOLI :PROCURADOR-GERAL DO ESTADO DO ESPÍRITO :JOSE PORFIRIO DE BESSA :EVANDRO DE CASTRO BASTOS AGRAVO DE INSTRUMENTO 822.235 ESPÍRITO SANTO RELATOR AGTE.(S) PROC.(A/S)(ES) AGDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. DIAS TOFFOLI :ESTADO DO ESPÍRITO SANTO :PROCURADOR-GERAL DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO :JOSE PORFIRIO

Leia mais

02/12/2016 SEGUNDA TURMA : MIN. TEORI ZAVASCKI

02/12/2016 SEGUNDA TURMA : MIN. TEORI ZAVASCKI Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 02/12/2016 SEGUNDA TURMA AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 961.699 MARANHÃO RELATOR AGTE.(S) AGDO.(A/S) : MIN. TEORI ZAVASCKI :BANCO DO BRASIL SA

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores ERBETTA FILHO (Presidente) e RAUL DE FELICE. São Paulo, 4 de maio de 2017.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores ERBETTA FILHO (Presidente) e RAUL DE FELICE. São Paulo, 4 de maio de 2017. Registro: 2017.0000327714 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 1023287-36.2014.8.26.0114, da Comarca de Campinas, em que é apelante ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA IGREJA DE JESUS CRISTO

Leia mais

Inconstitucionalidade dos Juros do Estado de São Paulo

Inconstitucionalidade dos Juros do Estado de São Paulo Inconstitucionalidade dos Juros do Estado de São Paulo Abrangência da decisão e consequências aos contribuintes Carolina Martins Sposito 2015 Trench, Rossi e Watanabe Advogados Agenda Juros praticados

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 753.503 RIO DE JANEIRO RELATOR RECTE.(S) ADV.(A/S) RECDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) : MIN. LUIZ FUX :ANDREA DE ALMEIDA ANDRE : CRISTIANO DA COSTA DE MORAES E OUTRO(A/S) :FUNDO

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL

DIREITO CONSTITUCIONAL Márcio André Lopes Cavalcante DIREITO CONSTITUCIONAL DIREITO À INFORMAÇÃO Pesquisador tem direito de acesso aos áudios das sessões secretas de julgamento ocorridas no STM durante a época do regime militar

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AgRg no RECURSO ESPECIAL Nº 1.087.509 - RJ (2008/0205400-1) RELATOR : MINISTRO BENEDITO GONÇALVES AGRAVANTE : TRANSRETA LOGÍSTICA E LOCAÇÃO DE GUINDASTES LTDA : JOSÉ OSWALDO CORREA E OUTRO(S) AGRAVADO

Leia mais