VALNOR recebeu a visita do Ministro e do Secretário de Estado do Ambiente e apresentou os novos projetos da empresa

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "VALNOR recebeu a visita do Ministro e do Secretário de Estado do Ambiente e apresentou os novos projetos da empresa"

Transcrição

1 VALNOR recebeu a visita do Ministro e do Secretário de Estado do Ambiente e apresentou os novos projetos da empresa O Ministro do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia, Jorge Moreira da Silva, acompanhado pelo Secretário de Estado do Ambiente, Paulo Lemos, presidiu ao lançamento da primeira pedra da obra da Unidade de Lavagem de Plásticos Provenientes do Tratamento Mecânico de Resíduos Sólidos Urbanos (RSU) e inaugurou as Unidades de Digestão Anaeróbia do Tratamento Biológico de RSU e de preparação de Combustíveis Derivados de Resíduos instaladas no Centro Integrado de Valorização e Tratamento de Resíduos Sólidos da VALNOR. - VALNOR recebeu a visita do Ministro e do Secretário de Estado do Ambiente e apresentou os novos projetos da empresa - VALNOR participou no 17º Festival de Balões de Ar Quente - Sensibilização Ambiental no Instituto de Segurança, em Portalegre - Semana Europeia da Prevenção de Resíduos - Prevenir Outlet -Concurso de Esculturas Arte Diversa - Workshop Reutilizar é Poupar - Prevenir para Ajudar - Glória da Reciclagem - Workshop Ervas Aromáticas e a aplicação do Composto Novembro 2013

2 VALNOR recebeu a visita do Ministro e do Secretário de Estado do Ambiente e apresentou os novos projetos da empresa No passado dia 13 de novembro, a VALNOR recebeu a visita do Ministro do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia, Jorge Moreira da Silva que se fez acompanhar do Secretário de Estado do Ambiente, Paulo Lemos. Jorge Moreira da Silva presidiu ao lançamento da primeira pedra da obra da Unidade de Lavagem de Plásticos Provenientes do Tratamento Mecânico de Resíduos Sólidos Urbanos (RSU), sendo esta, a primeira instalação do género em Portugal. No âmbito desta visita foram também inauguradas as Unidades de Digestão Anaeróbia do Tratamento Biológico de RSU s e Preparação de Combustíveis Derivados de Resíduos, instaladas no Centro Integrado de Valorização e Tratamento de Resíduos Sólidos Urbanos, da VALNOR. UNIDADE DE DIGESTÃO ANAERÓBIA DO TRATAMENTO BIOLÓGICO DE RSU S A digestão anaeróbia é uma tecnologia comprovada que extrai energia na forma de biogás a partir de resíduos orgânicos. O processo proporciona vários benefícios ambientais. Os benefícios para o aquecimento global surgem, porque a eletricidade gerada a partir do biogás substitui a eletricidade gerada a partir dos combustíveis fósseis e, portanto, reduz as emissões de dióxido de carbono para o meio ambiente. A instalação da VALNOR, permite o tratamento de ton/ano de RUB com uma produção efetiva de GW/ano. Neste sentido, do ponto de vista económico-financeiro esta instalação apresenta como principais vantagens a criação de receitas, através da produção de energia. UNIDADE DE PREPARAÇÃO DE COMBUSTÍVEIS DERIVADOS DE RESÍDUOS (CDR S) Para a Unidade de Preparação de Combustíveis Derivados de Resíduos são encaminhados os refugos, provenientes da Triagem de Resíduos de Embalagens Leves e da Central de Valorização Orgânica (Tratamento Mecânico), rejeitos estes que, antigamente, eram depositados em Aterro Sanitário. Esta infraestrutura vem aumentar a qualidade de serviço prestado pela VALNOR, considerada como uma solução para o tratamento de resíduos indiferenciados. Os rejeitos correspondem a cerca de ton/ano e são, na sua maioria, constituídos por plásticos, derivados de papel, borrachas, têxteis e madeira. Devido ao seu elevado poder calorífico, os materiais são utilizados como combustíveis, principalmente em cimenteiras, em substituição de combustíveis fósseis. UNIDADE DE LAVAGEM DE PLÁSTICOS PROVENIENTES DO TRATAMENTO MECÂNICO DE RSU S A Conceção e Construção da Unidade de Lavagem de Plásticos Provenientes do Tratamento Mecânico da VALNOR, importa num montante de investimento de EUR. Esta nova infraestrutura irá processar 5 ton/h de plásticos, recuperados da Unidade de Tratamento Mecânico de Resíduos Sólidos Urbanos.

3 VALNOR participou no 17º Festival de Balões de Ar Quente O 17º Festival Internacional Balões de Ar Quente realizou-se entre os dias 10 a 17 de Novembro, no norte alentejano, reunindo participantes dos diversos cantos do globo (35 equipas de vários países: Portugal, Espanha, França, Inglaterra, Bélgica, Holanda e Luxemburgo). Os voos tiveram lugar em Alter do Chão, Castelo de Vide, Crato e Fronteira, tendo sido a população convidada a viver a inesquecível experiência de voar. A VALNOR, mais uma vez, fez-se representar no evento com o balão de ar quente da empresa. Sensibilização Ambiental no Instituto de Segurança Social, em Portalegre A VALNOR dinamizou uma ação de sensibilização ambiental, sob o tema da reciclagem, no Instituto da Segurança Social, em Portalegre, através do projeto MAISS Responsabilidade Social. No dia 20 de Novembro, cerca de 50 colaboradores do ISS, I.P. assistiram à palestra realizada pela VALNOR, integrada no tema do dia Segurança e Saúde no Trabalho e Ambiente.

4 Semana Europeia da Prevenção de Resíduos A Semana Europeia da Prevenção de Resíduos (16 a 24 de novembro) teve por objetivo a promoção do conceito da prevenção de resíduos, coordenando ações de sensibilização, organizadas para diferentes públicos-alvo. A prevenção de resíduos abrange os dois primeiros conceitos legais da nova diretiva europeia relativa aos resíduos: «a prevenção dos resíduos» e «a preparação para a reutilização» e pretende desenvolver uma tomada de consciência, mais especificamente do ato de prevenção de resíduos, ou seja, tudo que se pode e deve fazer antes de eliminar, para reduzir o volume da recolha de resíduos e a nocividade dos resíduos produzidos. O melhor resíduo é, portanto, aquele que não chega a ser formado! Prevenir Outlet A VALNOR promoveu, nos municípios de Alter do Chão, Castelo Branco e sertã, o Mercado de Objetos Usados Prevenir Outlet, com o objetivo de sensibilizar a população para o reaproveitamento de objetos usados, promovendo-se a redução e prevenção de resíduos de Resíduos Urbanos e evidenciando-se deste modo a necessidade urgente de potenciar a redução de resíduos que chegam aos aterros sanitários. Prevenir Outlet Alter do Chão Prevenir Outlet Castelo Branco Muitos foram os participantes nestas 3 iniciativas, que ofereceram uma boa alternativa para quem procura bens a baixo valor comercial. Prevenir Outlet Sertã

5 Concurso de Esculturas Arte Diversa O concurso de esculturas Arte Diversa, realizado pela VALNOR, teve por finalidade a participação ativa dos seus colaboradores nas atividades desenvolvidas pela empresa. Várias foram as esculturas entregues para participação, sendo estas executadas com materiais reutilizáveis, com recurso a matérias da categoria de resíduos sólidos. Como prémio, os participantes no concurso receberam vouchers para Voos Livres no Balão de Ar Quente da VALNOR. Workshop Reutilizar é Poupar No âmbito da Semana Europeia de Prevenção de Resíduos, a VALNOR em colaboração com a Câmara Municipal da Sertã, promoveram o workshop Reutilizar é Poupar. A iniciativa decorreu na Biblioteca Municipal Padre Manuel Antunes, na Sertã, e contou com a colaboração da artesã Madalena Rossa. O objetivo do workshop de artes passou por dar a conhecer e ensinar algumas aplicações que se podem conseguir através da reutilização de materiais.

6 Prevenir para Ajudar Sendo a VALNOR uma empresa certificada em responsabilidade social, tem por missão chegar junto da população de uma forma solidária e de alguma maneira colaborar com as instituições no sentido de ajudar os mais desfavorecidos. Durante a Semana Europeia da Prevenção de Resíduos, foi desenvolvida a ação interna Prevenir para Ajudar que se divide em duas vertentes: recolha de roupa usada e recolha de brinquedos, em bom estado de conservação. Colaboraram na ação, as escolas do Agrupamento Amato Lusitano, de Castelo Branco e a Escola EB1 de Castelo de Vide. Mais uma vez a ação foi um sucesso, tendo sido entregues: Pediatria do Hospital Amato Lusitano (Castelo Branco): 646 brinquedos Cáritas de Castelo de Vide: 137 brinquedos Cruz Vermelha de Ponte de Sôr: 238 Kg de roupa Glória da Reciclagem Com o objetivo de despertar a consciência dos mais novos para as questões ambientais, a VALNOR realizou, junto de crianças de algumas escolas da sua área de influência, o jogo Glória da Reciclagem: um jogo realizado num tabuleiro gigante onde os pinocos serão as crianças e onde as regras são...com regras da reciclagem! Workshop Ervas Aromáticas e a Aplicação do Composto Ação de sensibilização, realizada com nos Polos de Abrantes, Avis e Castelo Branco, onde se assistiu a uma palestra acerca das vantagens da utilização do composto produzido na VALNOR. Com a colaboração do Agrónomo, Eng. Luís Cabaço, foi possível perceber os benefícios das Ervas Aromáticas e plantar alguns exemplares. VALNOR, SA Valorização e Tratamento de Resíduos Sólidos Apartado Alter do Chão Tel / Fax / / Produção Gráfica: Departamento de Sensibilização e Imagem Edição: Sandra Pedrogam

Em 2014, a reciclagem de REEE s foi acima da média legal

Em 2014, a reciclagem de REEE s foi acima da média legal Em 2014 a reciclagem de REEE s foi acima da média legal Em 2014, a reciclagem de REEE s foi acima da média legal Dia Nacional de Prevenção e Segurança no Trabalho 10º SEMINÁRIO: Engenharia das Energias

Leia mais

A Participação no Concurso obriga ao conhecimento do Regulamento. Público-Alvo: Alunos do 1º Ciclo. Data Limite:

A Participação no Concurso obriga ao conhecimento do Regulamento. Público-Alvo: Alunos do 1º Ciclo. Data Limite: A Participação no Concurso obriga ao conhecimento do Regulamento Público-Alvo: Alunos do 1º Ciclo Data Limite: Esculturas: 17.03.2016 ECAL: 23.05.2016 VALNOR A VALNOR é uma empresa que aposta na Responsabilidade

Leia mais

VALNOR participou no Seminário "Eficiência Energética e Boas Práticas Ambientais nas Empresas - Oportunidades para a Redução de Consumos e Custos"

VALNOR participou no Seminário Eficiência Energética e Boas Práticas Ambientais nas Empresas - Oportunidades para a Redução de Consumos e Custos VALNOR comemorou Dia da Árvore LUPA Laboratório Urbano pela Arte, visita VALNOR REUTILIZAR com e pela ARTE VALNOR participou no Seminário "Eficiência Energética e Boas Práticas Ambientais nas Empresas

Leia mais

VALNOR comemorou Dia da Criança e Dia do Ambiente

VALNOR comemorou Dia da Criança e Dia do Ambiente VALNOR comemorou Dia da Criança e Dia do Ambiente VALNOR comemorou Dia da Criança e Dia do Ambiente VALNOR entrega prémio do Concurso Ovos Amarelos Sensibilização Ambiental com jovens de Castelo de Vide

Leia mais

Dia Mundial da Criança e do Ambiente foram motivos de comemoração

Dia Mundial da Criança e do Ambiente foram motivos de comemoração Dia Mundial da Criança e do Ambiente foram motivos de comemoração O Dia Mundial da Criança, celebrado a 1 de junho e o Dia Mundial do Ambiente, celebrado a 5 de junho, foram motivos mais do que suficientes

Leia mais

36ª edição do jornal digital Notícias VALNOR

36ª edição do jornal digital Notícias VALNOR 36ª edição do jornal digital Notícias VALNOR 36ª edição do jornal digital Notícias VALNOR Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Dezembro 2014 36ª edição

Leia mais

UNIVERSO EGF CAMINHO COM FUTURO

UNIVERSO EGF CAMINHO COM FUTURO UNIVERSO EGF A EGF DISTINGUE-SE PELA EXCELÊNCIA DO SERVIÇO PRESTADO COM QUALIDADE, COMPETÊNCIA TÉCNICA, INOVAÇÃO E SUSTENTABILIDADE. Mais do que valorizar resíduos, a EGF valoriza a qualidade de vida das

Leia mais

Sessão Pública Apresentação da Agenda Regional para a Energia. Resíduos do Nordeste, EIM

Sessão Pública Apresentação da Agenda Regional para a Energia. Resíduos do Nordeste, EIM Sessão Pública Apresentação da Agenda Regional para a Energia Resíduos do Nordeste, EIM 17.03.2010 Resíduos do Nordeste, EIM A actividade da empresa engloba a recolha e deposição de resíduos indiferenciados

Leia mais

A Valorização de CDR s, uma Oportunidade

A Valorização de CDR s, uma Oportunidade A Valorização de CDR s, uma Oportunidade Gestão e Comunicação na Área dos Resíduos EMAC Empresa de Ambiente de Cascais Estoril, 22 de Setembro de 2009 A LIPOR 8 Municípios Área - 648 km 2 População - 1

Leia mais

- Mensagem Técnico Dep. Sensibilização e Imagem. - Colaboração na Ocupação dos Tempos Livres. - Crianças de Marvão visitam a VALNOR

- Mensagem Técnico Dep. Sensibilização e Imagem. - Colaboração na Ocupação dos Tempos Livres. - Crianças de Marvão visitam a VALNOR - Mensagem Técnico Dep. Sensibilização e Imagem - Colaboração na Ocupação dos Tempos Livres - Crianças de Marvão visitam a VALNOR - Ler e Reler o saber do Partilhar - Educação Ambiental Julho 2013 Mensagem

Leia mais

BENCHMARKING INTERNACIONAL GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS

BENCHMARKING INTERNACIONAL GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS WORKSHOP E VISITAS TÉCNICAS A INFRA ESTRUTURAS DE GESTÃO E VALORIZAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS EM PORTUGAL 1ª Edição: 05/12 a 09/12/2016 2ª Edição: 06/02 a 10/02/2017 APRESENTAÇÃO

Leia mais

BENCHMARKING INTERNACIONAL RESÍDUOS SÓLIDOS PORTUGAL 3ª Edição

BENCHMARKING INTERNACIONAL RESÍDUOS SÓLIDOS PORTUGAL 3ª Edição 3ª Edição WORKSHOP E VISITAS TÉCNICAS A INFRAESTRUTURAS DE GESTÃO E VALORIZAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS EM PORTUGAL De 14 a 19/05/2017 APRESENTAÇÃO LAVORO Consulting promove a criação de uma ponte de interação

Leia mais

Energia a partir de resíduos provenientes de biomassa

Energia a partir de resíduos provenientes de biomassa Energia a partir de resíduos provenientes de biomassa Isabel Cabrita & Ana Marta Paz Divisão de Estudos Investigação e Renováveis DIREÇÃO GERAL DE ENERGIA E GEOLOGIA Workshop oportunidades de valorização

Leia mais

Introdução. Outros TBM. Orgânicos Rejeitados. Reciclagem. Emprego. Produtos. Conclusão. Introdução. Porta-a-porta Outros TBM

Introdução. Outros TBM. Orgânicos Rejeitados. Reciclagem. Emprego. Produtos. Conclusão. Introdução. Porta-a-porta Outros TBM : solução de reciclagem e tratamento para RSU pedrocarteiro@quercus.pt 144 836 (população máxima) http://residuos.quercus.pt A SPV simplificou a informação para o consumidor. 1 2 Fonte: SPV Dados reciclagem

Leia mais

PLANO DE COMUNICAÇÃO E IMAGEM 2011/2012 RESINORTE, S. A.

PLANO DE COMUNICAÇÃO E IMAGEM 2011/2012 RESINORTE, S. A. PLANO DE COMUNICAÇÃO E IMAGEM 2011/2012 RESINORTE, S. A. COMUNICAÇÃO AMBIENTAL I. Eco-aulas, palestras e workshops Ações de formação e sensibilização sobre a temática dos resíduos nas escolas que as solicitem.

Leia mais

A CENTRAL DE VALORIZAÇÃO ORGÂNICA DA ALGAR

A CENTRAL DE VALORIZAÇÃO ORGÂNICA DA ALGAR Workshop Valorização Energética de Resíduos Verdes Herbáceos Hugo Costa Loulé A CENTRAL DE VALORIZAÇÃO ORGÂNICA DA ALGAR DIGESTÃO ANAERÓBIA DE RESIDUOS URBANOS IEE/12/046/SI2,645700 2013-2016 2 Estrutura

Leia mais

Ecoparque da Ilha de São Miguel

Ecoparque da Ilha de São Miguel Ecoparque da Ilha de São Miguel Distância ao Continente = 1.500 Km Ligações marítimas = frequência semanal com duração de dois dias + 2 dias de operações portuárias Dispersão por 600 Km (mais do que

Leia mais

ATIVIDADES CENTRO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL Pré-Escolar e 1º Ciclo

ATIVIDADES CENTRO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL Pré-Escolar e 1º Ciclo GUIA DE ATIVIDADES de educação ambiental ATIVIDADES CENTRO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL Pré-Escolar e 1º Ciclo Centro de Educação Ambiental de Albufeira Localização: Quinta da Palmeira - R. dos Bombeiros Voluntários

Leia mais

PLANO DE GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS

PLANO DE GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS 2015 PLANO DE GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS Município de Castelo de Vide Gabinete Técnico Florestal Setembro de 2015 INDICE 1. Introdução... 2 1.1. Enquadramento geográfico e populacional... 3 1.2.

Leia mais

Taxa de gestão de resíduos

Taxa de gestão de resíduos Taxa de gestão de resíduos Inês Diogo Vogal do Conselho Diretivo da Agência Portuguesa do Ambiente, I.P. 30 de abril de 2013 Resumo 1. Enquadramento 2. Objetivo 3. Aplicação 4. Valores 5. Evolução 6. Destino

Leia mais

RARU 13 ANEXO II Metodologia e Pressupostos

RARU 13 ANEXO II Metodologia e Pressupostos O Decreto-Lei nº 178/2006, de 5 de setembro, com a nova redação do Decreto-Lei n.º 73/2011, de 17 de junho, veio criar um Sistema Integrado de Registo Eletrónico de Resíduos (SIRER), suportado pelo Sistema

Leia mais

Experiências de Portugal na Geração de Energia a partir de Resíduos

Experiências de Portugal na Geração de Energia a partir de Resíduos PAINEL 2 - Geração de Energia a partir de Lodo e Biomassa Experiências de Portugal na Geração de Energia a partir de Resíduos Mário Russo Prof. Coordenador Instituto Politécnico de Viana do Castelo Vice-Presidente

Leia mais

Boas práticas para o Desenvolvimento Sustentável O contributo do Município de Mafra

Boas práticas para o Desenvolvimento Sustentável O contributo do Município de Mafra Seminário Eco-EscolasEscolas 2017 Boas práticas para o Desenvolvimento O contributo do Município de Mafra Câmara Municipal de Mafra Ílhavo - 20, 21 e 22 de janeiro de 2017 Seminário Eco-EscolasEscolas

Leia mais

Ju M lh a o i o

Ju M lh a o i o Maio 2012 Julho 2012 Toneladas Mensagem Direção de Exploração O Futuro foi Ontem! Os nossos antepassados, não muito longínquos tratavam os seus restos como uma matéria que lhes iria ajudar na qualidade

Leia mais

Gestão de Resíduos Solidos na Alemanha Estudo de caso estado Baden- Württemberg

Gestão de Resíduos Solidos na Alemanha Estudo de caso estado Baden- Württemberg Gestão de Resíduos Solidos na Alemanha Estudo de caso estado Baden- Württemberg Dr. Klaus Fischer, M.Sc. Luisa Ferolla Spyer Prates Institute for Sanitary Engineering, Water Quality and Solid Waste Management,

Leia mais

A Certificação de Sistemas Integrados Caso LIPOR

A Certificação de Sistemas Integrados Caso LIPOR A Certificação de Sistemas Integrados Caso LIPOR Ciclo de Seminários Técnicos T Eficiência na Gestão de Resíduos duos Constituída por oito Municípios pertencentes à Área Metropolitana do Porto População

Leia mais

XX CONGRESSO ENGENHARIA 2020 UMA ESTRATÉGIA PARA PORTUGAL 17 a 19 de outubro de 2014 ALFÂNDEGA DO PORTO

XX CONGRESSO ENGENHARIA 2020 UMA ESTRATÉGIA PARA PORTUGAL 17 a 19 de outubro de 2014 ALFÂNDEGA DO PORTO XX CONGRESSO ENGENHARIA 2020 UMA ESTRATÉGIA PARA PORTUGAL 17 a 19 de outubro de 2014 ALFÂNDEGA DO PORTO Setor dos Resíduos: Importância Estratégica para Portugal 2020 17 de outubro de 2014 / Luís Marinheiro

Leia mais

METAS DO PERSU 2020: PONTO DE SITUAÇÃO E PERSPECTIVAS FUTURAS. Nuno Lacasta Presidente do Conselho Diretivo

METAS DO PERSU 2020: PONTO DE SITUAÇÃO E PERSPECTIVAS FUTURAS. Nuno Lacasta Presidente do Conselho Diretivo METAS DO PERSU 2020: PONTO DE SITUAÇÃO E PERSPECTIVAS FUTURAS Nuno Lacasta Presidente do Conselho Diretivo 1. APA: FACTOS E NÚMEROS A APA foi criada em 2012, em resultado da fusão de 9 organismos distintos.

Leia mais

Posição da APESB - Associação Portuguesa de Engenharia Sanitária e Ambiental sobre os Biorresíduos e a revisitação urgente do PERSU 2020

Posição da APESB - Associação Portuguesa de Engenharia Sanitária e Ambiental sobre os Biorresíduos e a revisitação urgente do PERSU 2020 f Posição da APESB - Associação Portuguesa de Engenharia Sanitária e Ambiental sobre os Biorresíduos e a revisitação urgente do PERSU 2020 março de 2017 www.apesb.org/pt 1 Enquadramento O PERSU 2020, no

Leia mais

LIPOR A Sustentabilidade na Gestão dos Resíduos Urbanos

LIPOR A Sustentabilidade na Gestão dos Resíduos Urbanos SEMINÁRIO RESÍDUOS E SAÚDE LIPOR A Sustentabilidade na Gestão dos Resíduos Urbanos Susana Lopes Departamento Produção e Logística 29 de maio de 2013 1 Tópicos Sistema Integrado Gestão de Resíduos o caso

Leia mais

UNIDADES DE TRATAMENTO DE RESÍDUOS PROCESSAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS RECUPERAÇÃO DE MATÉRIAS-PRIMAS SECUNDÁRIAS ENERGIAS RENOVÁVEIS E BIOMASSA

UNIDADES DE TRATAMENTO DE RESÍDUOS PROCESSAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS RECUPERAÇÃO DE MATÉRIAS-PRIMAS SECUNDÁRIAS ENERGIAS RENOVÁVEIS E BIOMASSA WWW.MACPRESSE.COM UNIDADES DE TRATAMENTO DE RESÍDUOS PROCESSAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS RECUPERAÇÃO DE MATÉRIAS-PRIMAS SECUNDÁRIAS ENERGIAS RENOVÁVEIS E BIOMASSA INDÚSTRIA DO PAPEL Copyright Macpresse

Leia mais

USINA TERMOELÉTRICA...

USINA TERMOELÉTRICA... USINA TERMOELÉTRICA... Usina Termoelétrica: A usina termoelétrica é uma alternativa para a produção de energia elétrica para uso em geral, é principalmente utilizada no setor industrial. O QUE É UMA TERMOELÉTRICA?

Leia mais

A ECONOMIA CIRCULAR E O SETOR DOS RESÍDUOS URBANOS

A ECONOMIA CIRCULAR E O SETOR DOS RESÍDUOS URBANOS Paulo Praça Presidente da Direção Montalegre, 24 de setembro de 2016 BREVE APRESENTAÇÃO DA BREVE APRESENTAÇÃO DA ESGRA A ESGRA foi constituída em 2009, com o objetivo de assegurar a defesa dos interesses

Leia mais

Investimentos t na Área da Biomassa - Alto Alentejo -

Investimentos t na Área da Biomassa - Alto Alentejo - Investimentos t na Área da Biomassa - Alto Alentejo - Sabugal, 3 de Junho de 2016 Resumo 1. MAPEAMENTO BIOMÁSSICO DO ALTO ALENTEJO i. O projecto Altercexa ii. O projecto Bioatlas 2. CASOS PRÁTICOS i. Exemplo

Leia mais

Sofia Santos BCSD-Portugal

Sofia Santos BCSD-Portugal Sofia Santos BCSD-Portugal O Papel das Empresas na Economia Circular 21 outubro 2016, Lisboa Lançamento do portal ECO.NOMIA Sofia Santos Da Economia à Nova Economia do Século XXI Dicionário Oxford: Economia

Leia mais

Metodologia utilizada para determinação das metas intercalares

Metodologia utilizada para determinação das metas intercalares Metodologia utilizada para determinação das metas intercalares 1. Introdução O Plano Estratégico para os Resíduos Urbanos, PERSU 2020, define três metas vinculativas e específicas por Sistema de Gestão

Leia mais

1 5 ALVARÁ DE LICENÇA PARA A REALIZAÇÃO DE OPERAÇÕES DE GESTÃO DE RESÍDUOS Nº 93/2012 (S10463-201209) Nos termos do artigo 33º.do Decreto-Lei nº. 178/2006, de 5 de Setembro, com as alterações introduzidas

Leia mais

NOME DO CURSO FORMAÇÃO CONTINUA DE GESTÃO INTEGRADA DE RESÍDUOS DATA INICIO/DATA FIM 15/06/2015 APRESENTAÇÃO

NOME DO CURSO FORMAÇÃO CONTINUA DE GESTÃO INTEGRADA DE RESÍDUOS DATA INICIO/DATA FIM 15/06/2015 APRESENTAÇÃO NOME DO CURSO FORMAÇÃO CONTINUA DE GESTÃO INTEGRADA DE RESÍDUOS DATA INICIO/DATA FIM 15/06/2015 APRESENTAÇÃO O principal objetivo deste curso consiste em fornecer aos alunos os conceitos fundamentais sobre

Leia mais

VALNOR comemorou a Semana Europeia da Prevenção de Resíduos

VALNOR comemorou a Semana Europeia da Prevenção de Resíduos VALNOR comemorou a Semana Europeia da Prevenção de Resíduos A Semana Europeia da Prevenção de Resíduos (22 a 30 de novembro) teve por objetivo a promoção do conceito da Prevenção de Resíduos e a realização

Leia mais

Apresentação da empresa

Apresentação da empresa Apresentação da empresa Apresentação da empresa A Semural iniciou a sua actividade em 1974, tornando-se gestora de resíduos em 1985, o que lhe permitiu adquirir até à data, o Know how e equipamentos necessários

Leia mais

Qualidade Ambiental - Contexto LIPOR -

Qualidade Ambiental - Contexto LIPOR - Qualidade Ambiental - Contexto LIPOR - Inês Inácio LIPOR 27 de maio de 2016 LIPOR - Serviço Intermunicipalizado de Gestão de Resíduos do Grande Porto LIPOR sobre nós A LIPOR é uma Associação de Municípios

Leia mais

TRATOLIXO E.I.M., S.A.

TRATOLIXO E.I.M., S.A. TRATOLIXO E.I.M., S.A. FACTOS 2 Nos países desenvolvidos Nos países em desenvolvimento A capitação de resíduos duplicou entre 1970-2000 As taxas de crescimento populacionais estabilizaram desde 2005 A

Leia mais

A maximização do uso de combustíveis alternativos

A maximização do uso de combustíveis alternativos - São Paulo/SP A maximização do uso de combustíveis alternativos Estratégia de sobrevivência em fortes crises Tiago Couto Densit do Brasil Ltda Luiz Felipe de Pinho Dynamis Engenharia e Comércio Ltda Realização

Leia mais

RCD Eficiência na Cadeia de Valor

RCD Eficiência na Cadeia de Valor WORKSHOP COMO ATINGIR A META DE 70 % DE VALORIZAÇÃO DE RCD EM 2020? 1. Estratégias e Políticas Europeias no âmbito dos Resíduos de Construção e Demolição (RCD) 2. Gestão e Reciclagem dos RCD na Europa

Leia mais

Joana Sabino Chefe da Divisão de Resíduos Sectoriais. GESTÃO DE RESÍDUOS VERDES Enquadramento na política de resíduos

Joana Sabino Chefe da Divisão de Resíduos Sectoriais. GESTÃO DE RESÍDUOS VERDES Enquadramento na política de resíduos Joana Sabino Chefe da Divisão de Resíduos Sectoriais GESTÃO DE RESÍDUOS VERDES Enquadramento na política de resíduos APA A APA foi criada em 2012, em resultado da fusão de 9 organismos distintos. É um

Leia mais

TECNOSISTEMAS DE GESTÃO DE RESÍDUOS

TECNOSISTEMAS DE GESTÃO DE RESÍDUOS TECNOSISTEMAS DE GESTÃO DE RESÍDUOS O que é um resíduo (DL 178/2006)? Qualquer substância ou objecto que o detentor se desfaz ou tem a intenção ou a obrigação de se desfazer, nomeadamente os identificados

Leia mais

SIMPLESMENTE V E R D E WATERLOGIC E O MEIO AMBIENTE

SIMPLESMENTE V E R D E WATERLOGIC E O MEIO AMBIENTE SIMPLESMENTE WATERLOGIC E O MEIO AMBIENTE SIMPLESMENTE Os produtos Waterlogic permitem - REDUZIR A SUA PEGADA DE CARBONO - REDUZIR A DEPOSIÇÃO DE RESÍDUOS EM ATERROS - REDUZIR O CONSUMO ENERGÉTICO - REDUZIR

Leia mais

Plano Municipal de Gestão de Resíduos do Município de Lisboa

Plano Municipal de Gestão de Resíduos do Município de Lisboa Plano Municipal de Gestão de Resíduos do Município de Lisboa [2015-2020] 4ª Comissão Ambiente e Qualidade de Vida Primeiro Plano Municipal de Resíduos na cidade de Lisboa O Caminho [Lisboa Limpa] Melhorar

Leia mais

RELATÓRIO QUARTO WORKSHOP SOBRE MECANISMO DE DESENVOLVIMENTO LIMPO EM SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE INSTITUTO SUPERIOR POLITÉCNICO 11 E 12 DE SETEMBRO DE 2013

RELATÓRIO QUARTO WORKSHOP SOBRE MECANISMO DE DESENVOLVIMENTO LIMPO EM SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE INSTITUTO SUPERIOR POLITÉCNICO 11 E 12 DE SETEMBRO DE 2013 RELATÓRIO QUARTO WORKSHOP SOBRE MECANISMO DE DESENVOLVIMENTO LIMPO EM SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE INSTITUTO SUPERIOR POLITÉCNICO 11 E 12 DE SETEMBRO DE 2013 RELATÓRIO Foi realizado nos dias 11 e 12 de Setembro

Leia mais

Paulo Rodrigues I

Paulo Rodrigues I Paulo Rodrigues I paulo.rodrigues@lipor.pt UNIVERSOLIPOR População 969.036 habitantes 10.3% da população de Portugal em 650 km 2 (0.8% do território nacional) Produção Anual de RSU (ano 2009) 505.665 toneladas

Leia mais

COMO SÃO CLASSIFICADOS OS RESÍDUOS EM GERAL?

COMO SÃO CLASSIFICADOS OS RESÍDUOS EM GERAL? RESÍDUOS SÓLIDOS COMO SÃO CLASSIFICADOS OS RESÍDUOS EM GERAL? RESÍDUO CLASSE I: São aqueles que apresentam periculosidade ou uma das seguintes características, inflamabilidade, corrosividade, reatividade,

Leia mais

Panorâmica. Introdução. ObjeWvos 04/02/16 GESTÃO DOS RESÍDUOS DE UMA BASE AÉREA NA ÓTICA DA VALORIZAÇÃO. Classificação de Resíduos. 1.

Panorâmica. Introdução. ObjeWvos 04/02/16 GESTÃO DOS RESÍDUOS DE UMA BASE AÉREA NA ÓTICA DA VALORIZAÇÃO. Classificação de Resíduos. 1. Panorâmica GESTÃO DOS RESÍDUOS DE UMA BASE AÉREA NA ÓTICA DA VALORIZAÇÃO 1. Introdução 2. Legislação e compromissos nacionais 3. Caraterização do sistema de gestão de resíduos IVO JORGE RODRIGUES DUARTE

Leia mais

Experiência alemã com sistemas de TRATAMENTO MECÂNICO-BIOLÓGICO de resíduos sólidos urbanos

Experiência alemã com sistemas de TRATAMENTO MECÂNICO-BIOLÓGICO de resíduos sólidos urbanos Experiência alemã com sistemas de TRATAMENTO MECÂNICO-BIOLÓGICO de resíduos sólidos urbanos M. Sc. Eng. Luisa Ferolla Spyer Prates Air Quality Control, Solid Waste and Waste Water Process Engineering Program

Leia mais

SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO DE RESÍDUOS DE EMBALAGENS E MEDICAMENTOS MATÉRIAS A ABORDAR NO RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES. Versão 1.

SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO DE RESÍDUOS DE EMBALAGENS E MEDICAMENTOS MATÉRIAS A ABORDAR NO RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES. Versão 1. SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO DE RESÍDUOS DE EMBALAGENS E MEDICAMENTOS MATÉRIAS A ABORDAR NO RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES Versão 1.0 Abril de 2016 De acordo com o Despacho que concede à VALORMED a licença

Leia mais

Tratamento de resíduos

Tratamento de resíduos Tratamento de resíduos Resíduo: Um resíduo é qualquer substância ou objecto de que o ser humano pretende desfazer-se por não lhe reconhecer utilidade. Prioridades a seguir no tratamento de resíduos sólidos:

Leia mais

Associação das Pioneiras Sociais. Rede SARAH de Hospitais de Reabilitação

Associação das Pioneiras Sociais. Rede SARAH de Hospitais de Reabilitação Associação das Pioneiras Sociais Rede SARAH de Hospitais de Reabilitação REDE SARAH DE HOSPITAIS UNIDADE BELO HORIZONTE 13 ANOS DE PRGSS REDE SARAH DE HOSPITAIS DE REABILITAÇÃO SARAH BELO HORIZONTE Dados

Leia mais

DESAFIOS NA GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS

DESAFIOS NA GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS MINISTÉRIO PARA A COORDENAÇÃO DA ACÇÃO AMBIENTAL DIRECÇÃO NACIONAL DE GESTÃO AMBIENTAL DESAFIOS NA GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS Apresentado por: Julia Ussy Félix Maputo, Fevereiro de 2014 SEQUÊNCIA

Leia mais

NEWSLETTER ABRIL - MAIO 2016

NEWSLETTER ABRIL - MAIO 2016 Newsletter bimensal publicada por Rede de Promoção do Turismo Solidário e Inclusivo, do Desenvolvimento Sustentável e Valorização do Território na Ilha de São Vicente - Um projeto financiado pela União

Leia mais

Aproveitamento energético do biogás a partir de RSU: desafios tecnológicos e regulatórios

Aproveitamento energético do biogás a partir de RSU: desafios tecnológicos e regulatórios Aproveitamento energético do biogás a partir de RSU: desafios tecnológicos e regulatórios AGOSTO/2014 Aterro Sanitário: Aproveitamento do Biogás e Tratamento de Chorume. MAIO/2014 A CRVR tem como pilares

Leia mais

CLUBE DO AMBIENTE AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA TROFA 2012/2013

CLUBE DO AMBIENTE AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA TROFA 2012/2013 Clube do Ambiente LOGOTIPO: MASCOTE: OBJECTIVOS: CLUBE DO AMBIENTE Plano de Atividades O Clube do Ambiente (CLA), integrado nas estruturas Socioeducativas do Projeto Educativo da Escola, tem por objetivo

Leia mais

COMPOSTAGEM DE VERDES A EXPERIÊNCIA DA ALGAR

COMPOSTAGEM DE VERDES A EXPERIÊNCIA DA ALGAR COMPOSTAGEM DE VERDES A EXPERIÊNCIA DA ALGAR 19 de Maio de 2006 COMPOSTAGEM DE VERDES: A EXPERIÊNCIA DA ALGAR 1. ALGAR : sistema de gestão integrada de RSU 2. Compostagem de Resíduos Verdes Processo Qualidade

Leia mais

Valorização Energética de. Lamas de ETAR. nos Fornos de Cimento

Valorização Energética de. Lamas de ETAR. nos Fornos de Cimento Valorização Energética de Lamas de ETAR nos Fornos de Cimento APDA Seminário O Mercado das Lamas de ETAR e Entidades Gestoras - Novembro 2010 Lisboa CTEC 1 15-02-2011 Agenda Introdução Secagem de Lamas

Leia mais

Resumo. Este estudo tem quatro grandes linhas de investigação: - optimização do processo de TMBV;

Resumo. Este estudo tem quatro grandes linhas de investigação: - optimização do processo de TMBV; Aplicação da ao Tratamento Mecânico e Biológico dos Resíduos Sólidos Urbanos com vista à Reciclagem de Embalagens de Plástico, de Vidro e de Metais Índice Resumo...2 1. Introdução...3 2. Objectivos...5

Leia mais

Torrefacção de CDRs industriais: Aplicações energéticas e materiais

Torrefacção de CDRs industriais: Aplicações energéticas e materiais Torrefacção de CDRs industriais: Aplicações energéticas e materiais Catarina Nobre (1), Margarida Gonçalves (1), Cândida Vilarinho (2), Benilde Mendes (1) (1) METRICS, Departamento de Ciências e Tecnologia

Leia mais

Geramos valor para a Natureza. MUSAMI Operações Municipais do Ambiente, EIM, SA

Geramos valor para a Natureza. MUSAMI Operações Municipais do Ambiente, EIM, SA Geramos valor para a Natureza MUSAMI Operações Municipais do Ambiente, EIM, SA A MUSAMI Gerar Valor para a Natureza é a nossa missão. Como? Promovendo a valorização crescente dos resíduos, desenvolvendo

Leia mais

FONTE DE ENERGIA RENOVÁVEL. Prof.º: Carlos D Boa - geofísica

FONTE DE ENERGIA RENOVÁVEL. Prof.º: Carlos D Boa - geofísica FONTE DE ENERGIA RENOVÁVEL Prof.º: Carlos D Boa - geofísica Introdução Biocombustíveis (Biodiesel, Etanol e Hidrogênio) Biogás Biomassa Energia Eólica Energia das Marés Energia Hidrelétrica Energia Solar

Leia mais

C.R.C.P.Com de GRÂNDOLA BALCÃO ÚNICO

C.R.C.P.Com de GRÂNDOLA BALCÃO ÚNICO C.R.C.P.Com de GRÂNDOLA BALCÃO ÚNICO PROJECTO EXECUÇÃO PLANO PREVENÇÃO E GESTÃO RESÍDUOS CONSTRUÇÃO (PPG) (Out. 2009) INSTITUTO DOS REGISTOS E DO NOTARIADO Av. D. João II, nº 1.8.01D, Edifício H, Campus

Leia mais

Gestão de resíduos no ArrábidaShopping

Gestão de resíduos no ArrábidaShopping Gestão de resíduos no ArrábidaShopping 1 Gestão de resíduos no ArrábidaShopping Entre 2009 e 2011, a taxa de reciclagem de resíduos no Centro Comercial ArrábidaShopping subiu de 59% para 63%. Apesar desta

Leia mais

INTER RESÍDUOS AEP 28 JULHO 2012 APRESENTAÇÃO. 28/06/12 Elsa Nascimento

INTER RESÍDUOS AEP 28 JULHO 2012 APRESENTAÇÃO. 28/06/12 Elsa Nascimento INTER RESÍDUOS AEP 28 JULHO 2012 APRESENTAÇÃO Quem somos Somos uma empresa vocacionada para a Gestão Ambiental, sendo uma referência no mercado da gestão global de resíduos, sobretudo pela originalidade

Leia mais

04/02/16 INDICE ESTRATÉGIAS DE RECOLHA SELETIVA RUMO AO CUMPRIMENTO DAS METAS. Histórico da RS no grupo EGF. Histórico da RS no grupo EGF - Ecopontos

04/02/16 INDICE ESTRATÉGIAS DE RECOLHA SELETIVA RUMO AO CUMPRIMENTO DAS METAS. Histórico da RS no grupo EGF. Histórico da RS no grupo EGF - Ecopontos 04/02/16 ESTRATÉGIAS DE RECOLHA SELETIVA RUMO AO CUMPRIMENTO DAS METAS Celes=na Barros EGF, SA INDICE Histórico da Recolha Sele=va no Grupo Metas de retomas Recolha Sele=va Valorização Orgânica Digestão

Leia mais

O PACTO PELO SANEAMENTO LIXÃO ZERO + RECICLA-RIO REGIONALIZAÇÃO E PERSPECTIVAS PARA A RECICLAGEM

O PACTO PELO SANEAMENTO LIXÃO ZERO + RECICLA-RIO REGIONALIZAÇÃO E PERSPECTIVAS PARA A RECICLAGEM O PACTO PELO SANEAMENTO LIXÃO ZERO + RECICLA-RIO REGIONALIZAÇÃO E PERSPECTIVAS PARA A RECICLAGEM CENÁRIO/TENDÊNCIAS Erradicação de Lixões Implantação de Aterros Sanitários / Centrais de Tratamento de Resíduos

Leia mais

I SEMINÁRIO DE INTERCÂMBIO DE EXPERIÊNCIAS NO ÂMBITO DA SUSTENTABILIDADE PROJECTO ECOPONTO EM CASA

I SEMINÁRIO DE INTERCÂMBIO DE EXPERIÊNCIAS NO ÂMBITO DA SUSTENTABILIDADE PROJECTO ECOPONTO EM CASA I SEMINÁRIO DE INTERCÂMBIO DE EXPERIÊNCIAS NO ÂMBITO DA SUSTENTABILIDADE PROJECTO ECOPONTO EM CASA CARLOS MENDES 07.06.2016 çã ±136.000 FUNDAÇÃO: 2001 INÍCIO ACTIVIDADE: 2003/2005 SER RECONHECIDA COMO

Leia mais

Constituição e Estrutura Accionista

Constituição e Estrutura Accionista Constituição e Estrutura Accionista DECRETO-LEI Nº 11/2001 DE 23 de Janeiro 8 Criação do Sistema Multimunicipal de Triagem, Recolha, Valorização e Tratamento de Resíduos Sólidos Urbanos do Norte Alentejano

Leia mais

Programa Semana da Terra 2013 (22 a 27 de abril)

Programa Semana da Terra 2013 (22 a 27 de abril) Programa Semana da Terra 2013 (22 a 27 de abril) Dia 22 10h30 Abertura Semana da Terra CERCI Sessão de Teatro dinamizada pelos utentes da CERCI Largada de pombos Centro Columbófilo Inauguração da exposição

Leia mais

Eco-Escolas EB1/PE Calheta

Eco-Escolas EB1/PE Calheta Eco-Escolas EB1/PE Calheta 2016-2017 Dia do Animal Os alunos viram imagens sobre os animais em vias de extinção e dialogou-se sobre o tema. Posteriormente realizaram-se trabalhos sobre os animais em jornal

Leia mais

Plano de ação para o tema: Resíduos

Plano de ação para o tema: Resíduos Pl de ação para o tema: Resíduos - Falta de hábitos de separação de resíduos - Desvalorização de materiais - Reutilização de materiais - Envolver a comunidade e o meio envolvente na dinamização do programa

Leia mais

Melhoria da eficácia da triagem de resíduos

Melhoria da eficácia da triagem de resíduos 1966-2011 45 anos Melhoria da eficácia da triagem de resíduos hospitalares ao nível do produtor Fátima Gonçalves 15 de Abril de 2011 1 SUCH Associação de natureza privada sem fins lucrativos Mais de 40

Leia mais

RESÍDUOS DE CONSTRUÇÃO Usinas de Triagem e Reciclagem

RESÍDUOS DE CONSTRUÇÃO Usinas de Triagem e Reciclagem RESÍDUOS DE CONSTRUÇÃO Usinas de Triagem e Reciclagem Prof. Andrea Parisi Kern Programa de Pós-Graduação em Eng. Civil UNISINOS Lógica linear de produção e consumo: Conceito Berço ao túmulo Extração Processamento

Leia mais

COMO REDUZIR O CUSTO COM RESÍDUOS SÓLIDOS NAS EMPRESAS

COMO REDUZIR O CUSTO COM RESÍDUOS SÓLIDOS NAS EMPRESAS COMO REDUZIR O CUSTO COM RESÍDUOS SÓLIDOS NAS EMPRESAS Curitiba, 23 de novembro de 2016 Luiz Carlos Pôrto, Eng., MSc. PROGRAMA DO CURSO 23/11/2016 Manhã Conceitos básicos Prioridades na gestão dos resíduos

Leia mais

Parceria para a formação financeira na Região Norte

Parceria para a formação financeira na Região Norte Parceria para a formação financeira na Região Norte Objetivos da formação financeira Elevar os conhecimentos financeiros da população Contribuir para a melhoria dos comportamentos financeiros Promover

Leia mais

TRATOLIXO BREVE SÍNTESE DA EVOLUÇÃO DA GESTÃO DE RESÍDUOS EM PORTUGAL. Workshop Valorização Energética de Resíduos Verdes Herbáceos

TRATOLIXO BREVE SÍNTESE DA EVOLUÇÃO DA GESTÃO DE RESÍDUOS EM PORTUGAL. Workshop Valorização Energética de Resíduos Verdes Herbáceos Workshop Valorização Energética de Resíduos Verdes Herbáceos Lisboa (LNEG) TRATOLIXO BREVE SÍNTESE DA EVOLUÇÃO DA GESTÃO DE RESÍDUOS EM PORTUGAL IEE/12/046/SI2,645700 2013-2016 2 Gestão de resíduos Na

Leia mais

7.1 Investimento e Despesa Pública em Planeamento, Ordenamento e Instalações Ambientais

7.1 Investimento e Despesa Pública em Planeamento, Ordenamento e Instalações Ambientais 7. Gestão Ambiental Para além da liderança do Governo, a protecção ambiental é, também, da responsabilidade de toda a população, sendo necessária a participação de toda a sociedade, quer das empresas quer

Leia mais

CONCURSO RECEITAS ORIGINAIS COM REAPROVEITAMENTO DE SOBRAS DE ALIMENTOS

CONCURSO RECEITAS ORIGINAIS COM REAPROVEITAMENTO DE SOBRAS DE ALIMENTOS CONCURSO RECEITAS ORIGINAIS COM REAPROVEITAMENTO DE SOBRAS DE ALIMENTOS O ano de 2016 foi declarado pela Assembleia da Republica como o ano nacional do combate ao desperdício alimentar. O desperdício alimentar

Leia mais

Energias Renovaveis Energia do Futuro

Energias Renovaveis Energia do Futuro Energias Renovaveis Energia do Futuro BRASIL E N E R G I A S R E N O V A V E I S 2 SUNTECOBRASIL.COM Apresentação SUNTECO BRASIL nasce da parceria das consolidadas experiências das empresas italianas SUNTECO

Leia mais

Percurso Sustentável de Casa à Escola

Percurso Sustentável de Casa à Escola Percurso Sustentável de Casa à EB1de Nossa Senhora da Saúde Santarém Professora: Ana Botelho A Câmara Municipal de Santarém através da Divisão de Resíduos e Promoção Ambiental apoiou o Programa Eco- EB1

Leia mais

A RECUPERAÇÃO AMBIENTAL DE CUBATÃO. 25 anos

A RECUPERAÇÃO AMBIENTAL DE CUBATÃO. 25 anos A RECUPERAÇÃO AMBIENTAL DE CUBATÃO 25 anos Cronologia Ambiental 1922 Instalação da primeira indústria em Cubatão (Santista de Papel) 1975 1976 18 Indústrias já estão instaladas em Cubatão Lei de Controle

Leia mais

Ideias simples para colocar em prática na ewwr Carla Fernandes

Ideias simples para colocar em prática na ewwr Carla Fernandes Ideias simples para colocar em prática na ewwr 2014 Carla Fernandes Campanhas a Informar Sensibilizar Reunir parceiros locais à volta do projeto (JF, Associações, etc) Promover exposições e Organizar concursos

Leia mais

PALESTRA DE SENSIBILIZAÇÃO E FORMAÇÃO DE MULTIPLICADORES

PALESTRA DE SENSIBILIZAÇÃO E FORMAÇÃO DE MULTIPLICADORES PALESTRA DE SENSIBILIZAÇÃO E FORMAÇÃO DE MULTIPLICADORES Tema: Logística Reversa Lei 12.305/10 Local: CEIER - Centro Estadual Integrado de Educação Rural. Data do Evento: 08/10/2014 Horário: 19:00h às

Leia mais

A recolha de 55 toneladas de óleos alimentares usados resultou na produção de litros de

A recolha de 55 toneladas de óleos alimentares usados resultou na produção de litros de Economia circular 1 Economia circular Em Portugal, entende-se por resíduo urbano, o resíduo proveniente de habitações, bem como outro resíduo que, pela sua natureza ou composição, seja semelhante ao resíduo

Leia mais

Mensagem. Preçário. Departamento de Gestão e Infra-estruturas e Serviços de Inertes. Horário de Funcionamento

Mensagem. Preçário. Departamento de Gestão e Infra-estruturas e Serviços de Inertes. Horário de Funcionamento Maio 2012 Mensagem Departamento de Gestão e Infra-estruturas e Serviços de Inertes A atividade de Gestão de Resíduos de Construção e Demolição encontra-se legislada no Decreto-Lei 46/2008, de 12 de Março

Leia mais

BIOGÁS de ETE PARA GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA. CASE da ETE RIBEIRÃO PRETO

BIOGÁS de ETE PARA GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA. CASE da ETE RIBEIRÃO PRETO BIOGÁS de ETE PARA GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA CASE da ETE RIBEIRÃO PRETO Atuação do Grupo no Brasil Ribeirão Preto 1995 População Atendida 680.000 Mogi Mirim 2008 População Atendida: 130.000 Tratamento

Leia mais

A PNRS e o Acordo Setorial de Embalagens

A PNRS e o Acordo Setorial de Embalagens A PNRS e o Acordo Setorial de Embalagens Jacques Demajorovic Professor Programa de Pós-Graduação em Administração/FEI EPR no ciclo de vida de um produto (MASSOTE, 2014) Evolução da destinação dos resíduos

Leia mais

O Sistema de Gestão encontra-se certificado pela Norma NP EN ISO 9001:2008 (Certificado ISO 9001:2008 VENTIL)

O Sistema de Gestão encontra-se certificado pela Norma NP EN ISO 9001:2008 (Certificado ISO 9001:2008 VENTIL) FUNDADA EM 1971, CONTA COM UMA ELEVADA EXPERIÊNCIA DOS SEUS RECURSOS HUMANOS, DESENVOLVENDO SOLUÇÕES TÉCNICAS PRINCIPALMENTE PARA OS SECTORES DE: - MADEIRA E MOBILIÁRIO - CORTIÇA - CERÂMICA - METALOMECÂNICA

Leia mais

UM MODELO DE GESTÃO DE RESÍDUOS MUNICIPAIS PROF. DR. SABETAI CALDERONI INDUSTRIALIZAÇÃO SUSTENTÁVEL DE RESÍDUOS

UM MODELO DE GESTÃO DE RESÍDUOS MUNICIPAIS PROF. DR. SABETAI CALDERONI INDUSTRIALIZAÇÃO SUSTENTÁVEL DE RESÍDUOS UM MODELO DE GESTÃO DE RESÍDUOS MUNICIPAIS PROF. DR. SABETAI CALDERONI INDUSTRIALIZAÇÃO SUSTENTÁVEL DE RESÍDUOS SABETAI CALDERONI Presidente do Instituto Brasil Ambiente Consultor da Organização das Nações

Leia mais

Legislação temática Resíduos

Legislação temática Resíduos Diploma Resumo Data Alterações, revogações e normas complementares Portaria nº 1028/92 Estabelece normas de segurança e identificação para o transporte dos óleos usados 05-11-1992 Decreto-Lei nº 138/96

Leia mais

VALNOR continua na linha da frente da reciclagem

VALNOR continua na linha da frente da reciclagem VALNOR..continua na linha da frente da reciclagem VALNOR continua na linha da frente da reciclagem Visitas ao Centro Integrado de Valorização e Tratamento de Resíduos Sólidos Palestras Idosos de Sousel

Leia mais

a 27 abril

a 27 abril 2013 22 a 27 abril Dia 22 abril 10h30 Abertura Semana da Terra CERCI Sessão de Teatro dinamizada pelos utentes da CERCI Largada de pombos Centro Columbófilo Inauguração da exposição Recipientes para deposição

Leia mais

Técnica. Eng.Andrea Manetti

Técnica. Eng.Andrea Manetti Técnica Eng.Andrea Manetti Cuidado com.. soluções mágicas Quando ocorre um problema grave de disposição de resíduos, sempre há alguém que propõe uma solução mágica, sem custo e com benefícios substanciais

Leia mais

FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO

FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Organização Sonae MC Diretor(a) Nádia Reis Setor de Atividade Retalho Alimentar Número de Efetivos 22100 NIF 502 011 475 Morada Rua João Mendonça, 529-6º Esq. 4464-501 Senhora da

Leia mais

Centro SENAI de Produção Mais Limpa CPC-SP

Centro SENAI de Produção Mais Limpa CPC-SP Centro SENAI de Produção Mais Limpa Duvivier Guethi Junior Relações do SENAI SECO Conselho Consultivo CPC São Paulo Centro de Referência Swisscam Missão do Aumentar a competitividade das organizações brasileiras

Leia mais