ONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ CCET - CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DE TECNOLOGIA ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ CCET - CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DE TECNOLOGIA ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO"

Transcrição

1 ONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ CCET - CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DE TECNOLOGIA ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO LUIZ RENATO HEY SCHMIDT RAFAEL DA SILVA NEVES SERRANO VALQUIRE DA SILVA DE JESUS SISTEMA REMOTO DE MONITORAMENTO DE ALARME (SRMA) RELATÓRIO TÉCNICO FINAL CURITIBA

2 LUIZ RENATO HEY SCHMIDT RAFAEL DA SILVA NEVES SERRANO VALQUIRE DA SILVA DE JESUS SISTEMA REMOTO DE MONITORAMENTO DE ALARME (SRMA) RELATÓRIO TÉCNICO FINAL Relatório Técnico Final apresentado à disciplina de Projeto Final II do curso de Engenharia da Computação da Pontifícia Universidade Católica do Paraná, como parte integrante da nota do 4º bimestre, ministrada pelo Prof.º Luiz Lima Jr. Orientador: Prof.º Ivan Jorge Chueiri. CURITIBA 2011

3 LUIZ RENATO HEY SCHMIDT RAFAEL DA SILVA NEVES SERRANO VALQUIRE DA SILVA DE JESUS FATORES MOTIVACIONAIS Os alarmes automotivos atualmente disponíveis no mercado, em sua maioria, não possuem nenhum tipo de sistema que avise o proprietário que a segurança de seu veículo foi violada. Os alarmes que possuem esta característica são fornecidos por empresas terceirizadas a um alto custo de instalação e obriga o usuário a pagar uma assinatura mensal para o seu funcionamento. PROFESSOR ORIENTADOR Prof.º Ivan Jorge Chueiri. PROFESSOR EXAMINADOR Prof.º Luiz Lima Jr.

4 RESUMO O protótipo da central de alarme será desenvolvido com o uso de um micro controlador e sensores de atuação, o relógio de pulso será o ez430-chronos-433 da empresa Texas Instruments, o qual além de ser um relógio de pulso comum, possui inúmeras funções como comunicação wireless e um ambiente totalmente reprogramável, que permite ao usuário criar diversas aplicações. A comunicação entre o protótipo da central de alarme e o relógio de pulso será feita via rádio frequência. Será necessário ainda amplificar o sinal transmitido pela central para que o raio de atuação do mesmo seja satisfatório. Todas as funções a serem geradas para que o sistema funcione serão programadas em linguagem C e Assembly usando o ambiente de programação IAR Embedded Workbench. Palavras-chave: ez430 Texas Instruments, Linguagem C, Microcontrolador, Relógio, Rádio Frequência, Sensores.

5 LISTA DE ILUSTRAÇÕES Figura 1 - Diagrama de Blocos do Projeto... 9 Figura 2 - Esquema elétrico/lógico do Dispositivo Remoto Figura 3 - Fluxograma do Dispositivo Remoto parte Figura 4 - Fluxograma do Módulo de Alarme Figura 5 - Protocolo SimpliciTi Figura 6 - Diagrama geral do projeto

6 LISTA DE ABREVEATURAS E SIGLAS A/D CPU RAM RISC RF RX SoC SRMA - Analog-to-digital converter - Central processing unit - Random Access Memory - Reduced instruction set computing - Rádio Frequência - Receiver - System on Chip - Sistema Remoto de Monitoramento de Alarme

7 LISTA DE SÍMBOLOS KB - Kilobyte kbps - Kilobit por segundo ma - Miliampère MHz - MegaHertz µa - Microampère V - Volt

8 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO DETALHAMENTO DO PROJETO MÓDULO DO DISPOSITIVO REMOTO FLUXOGRAMA DO DISPOSITIVO REMOTO MÓDULO DE ALARME FLUXOGRAMA DO MÓDULO DE ALARME PLANO DE TESTES E RESULTADOS ESPERADOS PRIMEIRO TESTE Descrição do primeiro teste Resultado esperado do primeiro teste Funcionalidade validada no primeiro teste SEGUNDO TESTE Descrição do segundo teste Resultado esperado do segundo teste Funcionalidade validada no segundo teste TERCEIRO TESTE Descrição do terceiro teste Resultado esperado do terceiro teste Funcionalidade validada no terceiro teste QUARTO TESTE Descrição do quarto teste Resultado esperado do quarto teste Funcionalidade validada no quarto teste CONCLUSÃO REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS... 22

9 8 1 INTRODUÇÃO Os alarmes automotivos atualmente disponíveis no mercado, em sua maioria, não possuem nenhuma comunicação direta entre este e o usuário, que permita informá-lo qualquer irregularidade com seu veículo foi violada, na maioria das vezes o alarme continua soando até que o proprietário seja localizado e desligue o mesmo, o que é muito desagradável em locais aonde este som pode vir a incomodar, como perto de hospitais e escolas aonde este tipo de acontecimento é passível de punição, além do fato de que quanto mais cedo se esta ciente que o alarme foi disparado, maiores são as chances de que alguma atitude possa ser tomada com sucesso. Os alarmes que possuem esta característica são fornecidos por empresas terceirizadas a um alto custo de instalação e obriga o usuário a pagar uma assinatura mensal para o seu funcionamento. Nosso objetivo neste projeto é desenvolver um sistema de monitoramento à distância de um alarme automotivo, que seja de baixo custo, isento de mensalidade e que possa ser implementável de fábrica, sendo uma opção a mais de escolha na hora da compra do veículo. Além de sinalizar possíveis falhas ou violações será incorporada a função remota que informará através de um relógio de pulso o estado do alarme assim como as demais funções de monitoramento, desde que o proprietário esteja dentro do raio de atuação do subsistema de comunicação remota. Este documento está estruturado da seguinte forma: Capa: Contém o Título do projeto, Nome do documento, Integrantes da equipe, Professor Orientador, Bimestre ao qual o documento se refere e visto do Orientador; Resumo: Descrição sucinta do projeto, incluindo o problema a ser resolvido, a solução que será desenvolvida e principais tecnologias que serão utilizadas (atualizar o resumo do bimestre anterior, seguindo as orientações fornecidas na correção); Introdução: Relembrar o escopo do trabalho (problema a ser resolvido; o que faz parte do projeto e o que não será contemplado pelo projeto);

10 9 Detalhamento do Projeto: nesta seção o problema deve ser apresentado em detalhes, isto é, a descrição deve conter aspectos tecnológicos relevantes ao problema em questão ou ao seu ambiente; Conclusão: deve destacar os principais aspectos do projeto, resumindo os objetivos do projeto, a solução proposta, as tecnologias que serão utilizadas e a estratégia de desenvolvimento; Referências Bibliográficas: referências sobre o problema a ser tratado, referências sobre soluções existentes para o problema, referências sobre as tecnologias candidatas, referências sobre as tecnologias de desenvolvimento escolhidas, todas as referências devem aparecer no corpo do trabalho, no início das seções ou no final dos parágrafos em que o material foi utilizado. 2 DETALHAMENTO DO PROJETO O projeto a ser desenvolvido será composto por dois blocos principais. O primeiro consiste em um Dispositivo Remoto que é constituído pelo relógio ez430- Chronos no qual terá um firmware garantirá os requisitos funcionais do sistema. O segundo bloco é um Módulo de Alarme responsável pela simulação da violação do veículo. A figura 1 apresenta o diagrama de blocos com a visão geral do projeto. Figura 1 - Diagrama de Blocos do Projeto

11 MÓDULO DO DISPOSITIVO REMOTO O Dispositivo Remoto possui um CC430, que é um System-on-Chip (SoC) que tem um microcontrolador MSP bit RISC CPU Ultra-Low-Power com um CC1101, transmissor de RF de baixa potência, integrado. As principais características do CC430 são: System-on-Chip (SoC) de baixa potência para aplicações de comunicação sem fio; Ampla Faixa de Tensão: 1,8 V a 3,6 V; CC1101 Radio; 32KB Flash; Padrão de Criptografia Avançada (AES) 128; LCD de 96 segmentos; Consumo de energia extremamente baixo: - CPU em modo ativo (AM): 160 µa / MHz; - Standby Mode (Modo LPM3 RTC): 2,0 µa; - Off Mode (LPM4 Retenção RAM): 1,0 µa; - Rádio em RX: 15 ma, 250 kbps, 433 MHz; MSP430 Sistema e Periféricos: - 16-Bit arquitetura RISC, Memória estendida, Clock do Sistema de 20 MHz; - 4KB RAM; - 12-Bit Conversor A/D com referência interna, Sample-and-Hold; - Comparador. O firmware que será embarcado no Dispositivo Remoto será concebido no ambiente IAR, utilizando a linguagem de programação C/C++. Fotos, diagramas elétricos e lógicos deste dispositivo estão anexados ao fim deste documento.

12 FLUXOGRAMA DO DISPOSITIVO REMOTO O processo de execução do Dispositivo Remoto será norteado de acordo com os fluxogramas apresentados nas figuras 3 e 4, que tem como funções principais: ativar o alarme, varredura de sinal, exibir mensagens no display e desativar o alarme.

13 Figura 2 - Fluxograma do Dispositivo Remoto parte 1 12

14 13 Sistema de monitoramento de disparo Dispara cronômetro de 5s Ativação da varredura de sinal Desliga varredura de sinal Sim Cronômetro concluído? Dispara cronômetro de 20s Não Sinal de disparo recebido? Não Mudar estado do alarme? Não Novo estado do alarme Sim Sim Mudar estado do alarme? Não Cronômetro concluído? Não Sim Disparar aviso sonoro e exibir mensagem no display Sim Novo estado do alarme Desativar aviso sonoro Não Sim Exibir apenas mensagem no display Mudar estado do alarme? Não Sim Novo estado do alarme Figura 3 - Fluxograma do Dispositivo Remoto parte 2.

15 MÓDULO DE ALARME O Módulo de Alarme será desenvolvido utilizando o CC1110 Mini Development Kit 868/915 MHz da empresa Texas Instruments, o qual é composto por um micro controlador 8051 de ciclo único operando a 26MHZ integrado a um transmissor de radio frequência CC1101. Para a simulação da violação do perímetro de segurança do alarme será usado um dos push-buttons presentes do kit de desenvolvimento, quando pressionado, significa que ocorreu a violação. Fotos, diagramas elétricos e lógicos deste dispositivo estão anexados ao fim deste documento. 2.4 FLUXOGRAMA DO MÓDULO DE ALARME O processo do Módulo de Alarme será executado seguindo as descrições feitas no fluxograma da figura 8, as principais funções são: recebe solicitação de ativação e desativação do alarme e processa a devida requisição e envia mensagens de status para o Dispositivo Remoto.

16 Figura 4 - Fluxograma do Módulo de Alarme. 15

17 16 A frequência de operação definida para o rádio CC1101 é de 433 MHz. Toda a comunicação será baseada no protocolo SimpliciTI de baixa potência RF destinado a redes de RF simples e pequenas. Este software open-source é utilizado para a construção de uma rede com dispositivos a bateria usando um dos TI's de baixa potência RF System-on-Chips (SoC) ou o MSP430 MCUs ultra-low-power e rádios RF TI. SimpliciTI foi projetado para fácil implementação e implantação em várias plataformas de TI de RF, tais como o MSP430 MCUs e os rádios CC1XXX/CC25XX e SoCs. A figura 9 mostra um diagrama aplicação do Sim pliciti. Figura 5 - Protocolo SimpliciTi.. O software e demais funcionalidades do SRMA serão desenvolvidos usando a ferramenta IAR Embedded Workbench. IAR Embedded Workbench é um conjunto de ferramentas de desenvolvimento para a construção e depuração de aplicações de sistemas embarcados utilizando Assembly, C/C++. Ele fornece um ambiente de desenvolvimento integrado completo que inclui um gerente de projetos, editor, ferramentas de compilação e o depurador.

18 17 3 PLANO DE TESTES E RESULTADOS ESPERADOS Os testes a serem realizados durante a Defesa do Protótipo têm como finalidade demonstrar a iteração entre o Dispositivo Remoto e o Módulo de Alarme, como mostra o diagrama geral do projeto na figura 6. Figura 6 - Diagrama geral do projeto. 3.1 PRIMEIRO TESTE Descrição do primeiro teste Quando o Módulo de Alarme for energizado o LED amarelo deverá acender, indicando que o Módulo de Alarme encontra-se em funcionamento Resultado esperado do primeiro teste - LED amarelo acende.

19 Funcionalidade validada no primeiro teste Módulo de Alarme em funcionamento. 3.2 SEGUNDO TESTE Descrição do segundo teste Pressionando o botão inferior direito do Dispositivo Remoto, o usuário irá ligar o alarme, quando isso ocorrer, o LED amarelo deverá apagar e o LED verde do Módulo de Alarme deverá acender, indicando que o alarme está ligado e a mensagem on será exibida no display do Dispositivo Remoto Resultado esperado do segundo teste - LED amarelo apaga; - LED verde acende; - Mensagem on é exibida no display Funcionalidade validada no segundo teste Comunicação via radio frequência entre o Dispositivo Remoto e o Módulo de Alarme e uso do Display do Dispositivo Remoto. 3.3 TERCEIRO TESTE Descrição do terceiro teste Pressionando o switch de um dos três fins de curso, será simulada a violação do perímetro de segurança do veículo, os quais simulam a violação da porta direita,

20 19 porta esquerda e capô. Quando uma das três violações ocorrer, o LED verde deverá apagar e o LED vermelho do Módulo de Alarme deverá acender, o buzzer deverá soar e uma mensagem será exibida no display do Dispositivo Remoto, indicando qual violação ocorreu, Pe para porta esquerda, Pd para porta direita e capo Resultado esperado do terceiro teste - LED verde apaga; - LED vermelho ascende; - Sinal sonoro é emitido; - Mensagem Pd, Pe ou capo é exibida no display Funcionalidade validada no terceiro teste Comunicação via radio frequência entre o Dispositivo Remoto e o Módulo de Alarme, uso dos sensores do Módulo de Alarme, uso do buzzer e uso do Display do Dispositivo Remoto. 3.4 QUARTO TESTE Descrição do quarto teste Pressionando o botão inferior direito do Dispositivo Remoto, o usuário irá desligar o alarme, quando isso ocorrer, o LED vermelho deverá apagar, o sinal sonoro deve cessar e o LED amarelo deverá acender, indicando que o alarme foi desligado Resultado esperado do quarto teste - LED vermelho apaga;

21 20 - LED amarelo acende; - Sinal sonoro cessa; - Mensagem off é exibida no display Funcionalidade validada no quarto teste Comunicação via radio frequência entre o Dispositivo Remoto e o Módulo de Alarme, uso do Display do Dispositivo Remoto.

22 21 4 CONCLUSÃO O projeto desenvolvido durante este ano tinha como objetivo principal desenvolver um sistema que se comunicasse via rádio frequência com um módulo acoplado a um alarme automotivo. O desenvolvimento superou as expectativas, todas as funcionalidades previstas no escopo do projeto foram plenamente atingidas. As técnicas utilizadas para programar o sistema embarcado utilizado no relógio ez430-chronos-433 e também no módulo de alarme foram desenvolvidas durante o curso e agregaram novos potenciais para que o projeto ficasse o mais robusto possível. As principais dificuldades encontradas durante o desenvolvimento do projeto foram relacionadas ao estabelecimento dos parâmetros corretos garantirem à comunicação via radio frequência, pois esta tinha que ser totalmente voltada aos padrões e restrições do protocolo SimpliciTi que foi utilizado, tivemos que efetuar diversos testes até que a configuração dos parâmetros atendessem exatamente a configuração necessária para que a comunicação pudesse ser estabelecida. As possíveis melhorias que poderiam ser aplicadas as projeto atual são relacionadas ao aumento do raio de comunicação do Dispositivo Remoto para o Módulo de Alarme, que hoje se restringe ao limite da antena presente no relógio, que é de até 15 metros. Outra melhoria seria relacionada a tornar o projeto comercialmente viável, deixando de usar o relógio para que a própria chave do veículo se tornasse o Dispositivo Remoto, mas para isso seria necessário elaborar a ideia da comunicação e desenvolver um projeto pra que a metodologia fosse facilmente aplicada na linha de produção das chaves juntamente com os automóveis. A realização do projeto, além de um desafio, foi uma oportunidade de aplicar vários conhecimentos que foram adquiridos durante do curso. Houve uma satisfação por parte dos integrantes do grupo por conseguir concluir todo o projeto e a certeza de ter a capacidade de desenvolver projetos futuros com a qualidade igual ou superior ao projeto desenvolvido.

23 22 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS MSP430 LaunchPad. Disponível em: <http://processors.wiki.ti.com/index.php/msp430_launchpad_%28msp- EXP430G2%29>. Acessado em 02 de junho de CC1111 Low-Power RF SoC. Disponível em: <http://www.ti.com/corp/docs/landing/cc1111/index.htm>. Acessado em 20 de abril de SimpliciTI - RF Made Easy - Network Protocol for Sub-1 GHz, 2.4 GHz and IEEE RF ICs. Disponível em: <http://www.ti.com/corp/docs/landing/simpliciti/index.htm?dcmp=hpa_rf_general&h QS=NotApplicable+OT+simpliciti>. Acessado em 20 de abril de Microcontrollers (MCU) - CC430. Disponível em: <http://www.ti.com/corp/docs/landing/cc430/index.htm?dcmp=cc430&hqs=other+ BA+cc430-bhp>. Acessado em 20 de abril de MSP430 SoC with RF Core. Disponível em: <http://focus.ti.com/lit/ds/symlink/cc430f6137.pdf>. Acessado em 20 de abril de Afonso Miguel. Disponível em: <http://www.afonsomiguel.com/>. Acessado em 19 de abril de 2011.

Central de Alarme de Oito Zonas

Central de Alarme de Oito Zonas Central de Alarme de Oito Zonas R02 ÍNDICE CARACTERÍSTICAS GERAIS:... 3 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS:... 3 CONHECENDO A CENTRAL:... 4 COMO A CENTRAL FUNCIONA:... 4 COMO APAGAR A MEMÓRIA DA CENTRAL:... 4 COMO

Leia mais

TECNOLOGIA EM SEGURANÇA SOLUÇÕES EM ELETRÔNICA

TECNOLOGIA EM SEGURANÇA SOLUÇÕES EM ELETRÔNICA TECNOLOGIA EM SEGURANÇA SOLUÇÕES EM ELETRÔNICA 3. CARACTERÍSTICAS 3.1 Central de alarme microprocessada com 4 setores expansível para 8 ou 12 setores; 3.2 Acompanha dois transmissores (mod. TSN); 3.3 Acionamento

Leia mais

Monitor de Rastreamento de Frota para Segurança de Transporte Planejamento de Projetos Iterativos Aplicando o RUP Projeto Blue Moon

Monitor de Rastreamento de Frota para Segurança de Transporte Planejamento de Projetos Iterativos Aplicando o RUP Projeto Blue Moon Monitor de Rastreamento de Frota para Segurança de Transporte Planejamento de Projetos Iterativos Aplicando o RUP Projeto Blue Moon Exercício Estudar a descrição do sistema, examinar os planos de projetos

Leia mais

Manual; Módulo de Alarme com Sirene Piezo Elétrica Dedicada; Dois Transmissores com Bateria; Chicote de Potência.

Manual; Módulo de Alarme com Sirene Piezo Elétrica Dedicada; Dois Transmissores com Bateria; Chicote de Potência. COMPOSIÇÃO DO SISTEMA DE ALARME Manual; Módulo de Alarme com Sirene Piezo Elétrica Dedicada; Dois Transmissores com Bateria; Chicote de Potência. INFORMAÇÕES AO PROPRIETÁRIO 1. OPERAÇÕES BÁSICAS DO ALARME

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DE TECNOLOGIA CCET CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO Henrique Soares Hinke José Eduardo da Silva Rodrigues Matheus Augusto de Queiroz

Leia mais

CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DE TECNOLOGIA ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO RELATÓRIO TÉCNICO FINAL

CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DE TECNOLOGIA ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO RELATÓRIO TÉCNICO FINAL CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DE TECNOLOGIA ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO RELATÓRIO TÉCNICO FINAL CURITIBA JULHO DE 2008 ANDRÉ GELASCO MALSCHITZKY JOFFER JOSE NOVAK DE ALBUQUERQUE INTEGRAÇÃO DE MÓDULOS ELETRÔNICOS

Leia mais

TECNOLOGIA EM SEGURANÇA SOLUÇÕES EM ELETRÔNICA

TECNOLOGIA EM SEGURANÇA SOLUÇÕES EM ELETRÔNICA TECNOLOGIA EM SEGURANÇA SOLUÇÕES EM ELETRÔNICA 3. CARACTERÍSTICAS 3.1 Central de alarme microprocessada com 1 setor; 3.2 Acompanha dois transmissores (mod. TSN); 3.3 Freqüência de transmissão: 433MHz;

Leia mais

PROGRAMAÇÃO DO TREINAMENTO:

PROGRAMAÇÃO DO TREINAMENTO: PROGRAMAÇÃO DO TREINAMENTO: Página 2 0. Objetivos deste treinamento Quem está fazendo este módulo avançado II é porque já passou pelos módulos anteriores. Portanto não serão abordados aqui os tópicos já

Leia mais

: (19) 3526-9900 Suporte técnico: ID*: 96*75079 www.lookout.com.br

: (19) 3526-9900 Suporte técnico: ID*: 96*75079 www.lookout.com.br : (19) 3526-9900 Suporte técnico: ID*: 96*75079 www.lookout.com.br ÍNDICE Composição do sistema de alarme...1 Operações básicas do alarme...1 Recursos e configurações do alarme...2 Auto-trava...2 Localização

Leia mais

Alessandro F. Cunha O que são sistemas embarcados?

Alessandro F. Cunha O que são sistemas embarcados? Alessandro F. Cunha O que são sistemas embarcados? 1. Introdução Alguma vez você já se deu conta que o microondas de sua casa tem uma capacidade computacional maior do que tinha o projeto Apolo, que levou

Leia mais

Manual do usuário Vídeo Porteiro Sem Fio VPV-800

Manual do usuário Vídeo Porteiro Sem Fio VPV-800 Manual do usuário Vídeo Porteiro Sem Fio VPV-800 Atenção: Antes de operar o equipamento, leia o manual do usuário, qualquer dano causado decorrente de utilização errônea do mesmo implicará na perda imediata

Leia mais

Apresentação...3. Vantagens...3. Instalação...4. Informações Técnicas...5. Especificações Técnicas...9

Apresentação...3. Vantagens...3. Instalação...4. Informações Técnicas...5. Especificações Técnicas...9 1 ÍNDICE Apresentação...3 Vantagens...3 Instalação...4 Informações Técnicas...5 Especificações Técnicas...9 2 APRESENTAÇÃO: O SS100 Moto é um rastreador exclusivo para Motos desenvolvido com os mais rígidos

Leia mais

CATÁLOGO DE PRODUTOS. Sistemas de Alarme de Incêndio Wireless SISTEMAS DE SEGURANÇA

CATÁLOGO DE PRODUTOS. Sistemas de Alarme de Incêndio Wireless SISTEMAS DE SEGURANÇA CATÁLOGO DE PRODUTOS Sistemas de Alarme de Incêndio Wireless SISTEMAS DE SEGURANÇA 2 Deltafire Ltda. R. Pinheiro Machado, 3271 Caxias do Sul, RS Tel. 54 3204-4000 CEP 95020-172 www.deltafire.com.br Central

Leia mais

PONTIFICIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DE TECNOLOGIA ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO PROJETO PROTECTED

PONTIFICIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DE TECNOLOGIA ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO PROJETO PROTECTED PONTIFICIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DE TECNOLOGIA ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO PROJETO PROTECTED CURITIBA 2009 EDUARDO REBELO LOPES ELTON FOGGIATTO PROJETO PROTECTED Este

Leia mais

CENTRAL DE ALARME BRISA CELL 804

CENTRAL DE ALARME BRISA CELL 804 CENTRAL DE ALARME - PAINEL FRONTAL Led REDE: Indica que o aparelho está sendo alimentado pela rede AC. Led BATERIA: Indica que o aparelho está sendo alimentado pela bateria. Led ARMADO: Aceso indica que

Leia mais

SISTEMA DE TREINAMENTO EM CONTROLADOR LÓGICO PROGRAMÁVEL

SISTEMA DE TREINAMENTO EM CONTROLADOR LÓGICO PROGRAMÁVEL SISTEMA DE TREINAMENTO EM CONTROLADOR LÓGICO PROGRAMÁVEL MODELO: CARACTERÍSTICAS 32 Pontos de Entrada / 32 Pontos de Saída. 3 Módulos Básicos: Controlador de Entrada, Simulador de Saída, Contador & Simulador

Leia mais

Discadora Via Modulo GSM HERA HR-QUAD

Discadora Via Modulo GSM HERA HR-QUAD Discadora Via Modulo GSM HERA HR-QUAD Manual do Usuário [Ver.V4] Página 1 SUMARIO 1- Identificação e suas FUNCIONALIDADES:... 3 2- Características... 5 3- Cadastrando 1 ou mais números na discadora...

Leia mais

Verifique se todos os itens descritos no Kit de Rastreamento estão presentes na embalagem do produto.

Verifique se todos os itens descritos no Kit de Rastreamento estão presentes na embalagem do produto. APRESENTAÇÃO DO PRODUTO Com o intuito de fornecer ao mercado um dispositivo de rastreamento seguro e confiável, com base na mais alta tecnologia de rastreamento de veículos, seguindo rígidos padrões de

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE UM ELETROCARDIÓGRAFO COM MICROCONTROLADOR MSP 430

DESENVOLVIMENTO DE UM ELETROCARDIÓGRAFO COM MICROCONTROLADOR MSP 430 19 a 21 de mar o de 2010 152 DESENVOLVIMENTO DE UM ELETROCARDIÓGRAFO COM MICROCONTROLADOR MSP 430 Luiz Dionisio Pedrini, Walter Antonio Gontijo Engenharia de Computação Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI)

Leia mais

DESCRIÇÃO DO FUNCIONAMENTO Basicamente o ANTRON II-s recebe sinais provenientes da atuação de contatos elétricos externos, associados a equipamentos

DESCRIÇÃO DO FUNCIONAMENTO Basicamente o ANTRON II-s recebe sinais provenientes da atuação de contatos elétricos externos, associados a equipamentos DESCRIÇÃO DO FUNCIONAMENTO Basicamente o ANTRON II-s recebe sinais provenientes da atuação de contatos elétricos externos, associados a equipamentos ou sistemas que se queiram supervisionar, via contatos

Leia mais

Central de alarme Ventura GSM

Central de alarme Ventura GSM Central de alarme Ventura GSM Manual do Usuário 1 Índice: 1 Aplicação:... 3 2 Características:... 3 3 Características de funcionamento... 3 4- Apresentação da Central... 4 4.1 Parte externa... 4 4.2 Parte

Leia mais

ST 160 ST 160 0 # Manual de Referência e Instalação

ST 160 ST 160 0 # Manual de Referência e Instalação ST 160 ST 160 1 2 3 4 5 6 7 8 9 0 # Manual de Referência e Instalação Descrições 1 1 2 3 4 5 6 7 8 9 0 # 3 2 Número Descrição 1 Indicador de modo 2 Antena 3 Matriz do Teclado 4 Parafuso Especificações

Leia mais

Comm5 Tecnologia Manual de utilização da família MI. Manual de Utilização. Família MI

Comm5 Tecnologia Manual de utilização da família MI. Manual de Utilização. Família MI Manual de Utilização Família MI ÍNDICE 1.0 COMO LIGAR O MÓDULO... pág 03 e 04 2.0 OBJETIVO... pág 05 3.0 COMO CONFIGURAR O MÓDULO MI... pág 06, 07, 08 e 09 4.0 COMO TESTAR A REDE... pág 10 5.0 COMO CONFIGURAR

Leia mais

www: toppoalarmes.com.br SAC: 0800-643-6680

www: toppoalarmes.com.br SAC: 0800-643-6680 Prezado cliente, Muito obrigado por escolher o alarme residencial TPS-100: você adquiriu um produto de alta qualidade, confiabilidade e sofisticação. Por favor leia todas as instruções relacionadas ao

Leia mais

LINHA DE ALARMES. MANUAL DE INSTALAÇÃO E USO Alarme Microcontrolado. Olimpus AUTOMOTIVE

LINHA DE ALARMES. MANUAL DE INSTALAÇÃO E USO Alarme Microcontrolado. Olimpus AUTOMOTIVE LINHA DE ALARMES MANUAL DE INSTALAÇÃO E USO Alarme Microcontrolado Olimpus AUTOMOTIVE 1 2 Índice 1. Funcionamento...03 1.1 Controle remoto e guia rápido 1.2 Ciclo de disparo do alarme Padlock. 1.3 Função

Leia mais

RXM. SaÌda da antena. Teclas de setor. Teclas de aprendizagem Teclado do Tele Alarme (opcional) Gabinete met lico com espaáo para bateria

RXM. SaÌda da antena. Teclas de setor. Teclas de aprendizagem Teclado do Tele Alarme (opcional) Gabinete met lico com espaáo para bateria RXM CENTRAL DE ALARME 4/8 ou 12 SETORES MICROPROCESSADA Aplicação - Usada como central de alarme residencial, comercial ou industrial. SaÌda da antena APRESENTAÇÃO DA CENTRAL Teclas de setor Teclas de

Leia mais

Hera Indústria de Equipamentos Eletrônicos LTDA. Manual de Instalação e Operação. Central de alarme HR 4031 Light \ Plus 4 setores HERA

Hera Indústria de Equipamentos Eletrônicos LTDA. Manual de Instalação e Operação. Central de alarme HR 4031 Light \ Plus 4 setores HERA Central de alarme HR 4031 Light \ Plus 4 setores HERA Manual do Usuário 1 Índice: 1 Aplicação:... 3 2 Características:... 3 3 Características de funcionamento... 3 4- Apresentação da Central... 4 4.1 Parte

Leia mais

Pedro José Faure Gonçalves. Gas Detect

Pedro José Faure Gonçalves. Gas Detect Pedro José Faure Gonçalves Gas Detect Projeto apresentado nas disciplina de Microprocessadores II e Eletrônica II Ministrado pelo prof. Afonso Miguel No curso de Engenharia de Computação Na Universidade

Leia mais

Exercícios DAC/ADC e Trabalhos

Exercícios DAC/ADC e Trabalhos Exercícios DAC/ADC e Trabalhos Aula 02 - DAC / ADC Heitor Medeiros Florencio 1 heitorm@dca.ufrn.br 1 Universidade Federal do Rio Grande do Norte Centro de Tecnologia Departamento de Engenharia de Computação

Leia mais

INFORMATIVO DE PRODUTO

INFORMATIVO DE PRODUTO Temporizador Automático / Relógio Programador de Horário Para Acionamento Automático de Sirenes e Outros Equipamentos Código: AFKITPROG 2 O REGISTRADOR ELETRÔNICO DE PONTO REP O Relógio Acionador Automático

Leia mais

FingerTech Importação e Comércio de produtos tecnológicos LTDA

FingerTech Importação e Comércio de produtos tecnológicos LTDA FingerTech Importação e Comércio de produtos tecnológicos LTDA Avenida Tiradentes, 501 - Torre 2 5 Andar - Sala 502 Jardim Shangrilá A - 86070-565 Londrina - PR Sumário 1. Introdução...4 1.1 Características...4

Leia mais

ori Portaria á su R al Time e U o dlauna M

ori Portaria á su R al Time e U o dlauna M M a nua ld o Usu á roi Portaria Re al Time Sumário Introdução... Especificações... 3 3 Ilustrações Portaria RT sem descarga de coletor... Portaria RT com descarga de coletor... Portaria RT TCP/IP... Portaria

Leia mais

Apresentação...3. Vantagens...3. Instalação...4. Informações Técnicas...5. Especificações Técnicas...8

Apresentação...3. Vantagens...3. Instalação...4. Informações Técnicas...5. Especificações Técnicas...8 1 ÍNDICE Apresentação...3 Vantagens...3 Instalação...4 Informações Técnicas...5 Especificações Técnicas...8 2 APRESENTAÇÃO: O SS300 é um rastreador desenvolvido com os mais rígidos padrões de qualidade

Leia mais

RECEPTOR SERIAL COM DECODIFICADOR 128 BITS PARA ACIONAMENTO/DESACIONAMENTO REMOTO DE CONSUMIDORES

RECEPTOR SERIAL COM DECODIFICADOR 128 BITS PARA ACIONAMENTO/DESACIONAMENTO REMOTO DE CONSUMIDORES RECEPTOR SERIAL COM DECODIFICADOR 128 BITS PARA ACIONAMENTO/DESACIONAMENTO REMOTO DE CONSUMIDORES Cristiane G. Langner (1,2), Juliano João Bazzo (1,3), Ivan J. Chueiri (1,2) (1)LACTEC Instituto de Tecnologia

Leia mais

CONFIGURAÇÃO KIT PROVEDOR DE INTERNET SEM FIO

CONFIGURAÇÃO KIT PROVEDOR DE INTERNET SEM FIO CONFIGURAÇÃO KIT PROVEDOR DE INTERNET SEM FIO IMPORTANTE: Não instale o KIT no mastro sem antes conhecer bem o SOFTWARE (firmware) de gerenciamento. Configure a placa AP e faça todos os testes possíveis,

Leia mais

MANUAL DO PROPRIETÁRIO

MANUAL DO PROPRIETÁRIO MANUAL DO PROPRIETÁRIO GUIA RÁPIDO BV: Bloquear Veículo DV: Desbloquear Veículo AR: Ativar Rastreador DR: Desativar Rastreador AC: Ativar Cerca eletrônica DC: Desativar Cerca Eletrônica BL: Bloquear e

Leia mais

Discador Celular D-Cell

Discador Celular D-Cell Discador Celular D-Cell Guia rápido de programação Introdução O discador celular D-Cell fornece um sistema seguro de comunicação entre o seu equipamento de alarme e você. Utiliza a infraestrutura de telefonia

Leia mais

com tecnologia Bluetooth

com tecnologia Bluetooth com tecnologia Bluetooth MANUAL DO USUÁRIO DESCRIÇÃO O JFA Smart Control permite controlar à distância as funções básicas do player como mudança de música e pasta, volume, pause, play e power. Esse controle

Leia mais

CENTRAL DE ALARME SEM FIO AS-321

CENTRAL DE ALARME SEM FIO AS-321 CENTRAL DE E SEM FIO AS- CARACTERÍSTICAS DO APARELHO - Central de alarme sem fio com setor misto ( com e/ou sem fio ); - Caixa plástica com alojamento para bateria selada de 7 A/H; - Carregador de bateria

Leia mais

INTRODUÇÃO AO DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS COM MICROCONTROLADORES

INTRODUÇÃO AO DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS COM MICROCONTROLADORES INTRODUÇÃO AO DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS COM MICROCONTROLADORES Matheus Montanini Breve (PIBIC-Jr), Miguel Angel Chincaro Bernuy (Orientador), e-mail: migueltrabalho@gmail.com Universidade Tecnológica

Leia mais

D-Fly2 Manual do Usuário

D-Fly2 Manual do Usuário D-Fly2 Manual do Usuário Introdução O D-Fly2 é fácil de usar. Basta pressionar o botão de disparo para ligar o scanner e o pressionar novamente para digitalizar um código de barras. As cores e a frequência

Leia mais

Global Security Network GSN Brasil. 1

Global Security Network GSN Brasil. 1 Global Security Network GSN Brasil. 1 Operação Básica O teclado Spectra 1689 e o Teclado 1641 (cristal liquido) funcionam da mesma maneira, Mas não oferecem a mesma visualização. Nesta seção veremos suas

Leia mais

R2M CARACTERÍSTICAS. Aplicação - Usada como central de alarme residencial, comercial ou industrial. APRESENTAÇÃO DA PLACA. Buzzer. Placa de RF Antena

R2M CARACTERÍSTICAS. Aplicação - Usada como central de alarme residencial, comercial ou industrial. APRESENTAÇÃO DA PLACA. Buzzer. Placa de RF Antena 38 R2M CENTRAL DE ALARME 2 SETORES MICROPROCESSADA Aplicação - Usada como central de alarme residencial, comercial ou industrial. APRESENTAÇÃO DA PLACA Led - setor 2 Buzzer Placa de RF Antena Led - setor

Leia mais

A L A R M E S P A R A S U A S E G U R A N Ç A MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO CENTRAL DE ALARME PARTICIONADA AP2/AP2D

A L A R M E S P A R A S U A S E G U R A N Ç A MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO CENTRAL DE ALARME PARTICIONADA AP2/AP2D COMPATEC A L A R M E S P A R A S U A S E G U R A N Ç A MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO CENTRAL DE ALARME PARTICIONADA AP2/AP2D ÍNDICE Apresentação...3 Conheçendo a central...3 Características Gerais...4

Leia mais

AP4/AP4D CENTRAL DE ALARME PARTICIONADA MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO. Compatec Sistemas Eletrônicos Ltda Indústria Brasileira www.compatec.com.

AP4/AP4D CENTRAL DE ALARME PARTICIONADA MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO. Compatec Sistemas Eletrônicos Ltda Indústria Brasileira www.compatec.com. SERVIÇO DE ATENDIMENTO AO CLIENTE COMPATEC ALARMES PARA SUA SEGURANÇA MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO suporte@compatec.com.br fone:(54)4009 4711 Compatec Sistemas Eletrônicos Ltda Indústria Brasileira

Leia mais

TECNOLOGIA EM SEGURANÇA SOLUÇÕES EM ELETRÔNICA

TECNOLOGIA EM SEGURANÇA SOLUÇÕES EM ELETRÔNICA TECNOLOGIA EM SEGURANÇA SOLUÇÕES EM ELETRÔNICA 2. APRESENTAÇÃO DA PLACA 3. CARACTERÍSTICAS 3.1 Central de alarme microprocessada com 3 setores; 3.2 Acompanha dois transmissores (mod. TSN); 3.3 Freqüência

Leia mais

Exercícios de Microcontroladores -> Programas sequenciais

Exercícios de Microcontroladores -> Programas sequenciais Exercícios de Microcontroladores -> Programas sequenciais Prof. Gabriel Vinicios - www.gvensino.com.br Exercício 1: Cronômetro - Dificuldade: (3/5) No display, serão exibidos: minutos : segundos : décimos

Leia mais

CONTROLE DE ACESSO Modelo PP-360/N

CONTROLE DE ACESSO Modelo PP-360/N CONTROLE DE ACESSO Modelo PP-360/N Imagem Ilustrativa Características: 1. Leitura de 125 khz do cartão de proximidade com o EM chip acoplado internamente para o modelo padrão. 2. Os parâmetros do sistema

Leia mais

Fundamentos de Automação. Controladores

Fundamentos de Automação. Controladores Ministério da educação - MEC Secretaria de Educação Profissional e Técnica SETEC Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Campus Rio Grande Fundamentos de Automação Controladores

Leia mais

RASTREAMENTO VEICULAR SEGURANÇA & LOGÍSTICA. Funcionalidade Gerenciamento Equipamentos Comunicação Benefícios

RASTREAMENTO VEICULAR SEGURANÇA & LOGÍSTICA. Funcionalidade Gerenciamento Equipamentos Comunicação Benefícios RASTREAMENTO VEICULAR SEGURANÇA & LOGÍSTICA Funcionalidade Gerenciamento Equipamentos Comunicação Benefícios Soluções ICS A ICS desenvolve soluções que utilizam hardware com tecnologia de ponta. Os softwares

Leia mais

Hera Indústria de Equipamentos Eletrônicos LTDA. Manual de Instalação e Operação. Discadora por Celular HERA HR2048.

Hera Indústria de Equipamentos Eletrônicos LTDA. Manual de Instalação e Operação. Discadora por Celular HERA HR2048. Discadora por Celular HERA HR2048 Manual do Usuário Índice: Paginas: 1. Introdução 03 1.1 Visão Geral 03 2. Características 04 3. Funcionamento 04, 05 e 06 3.1 Mensagens 06 e 07 4. Instalação da Discadora

Leia mais

Compacta e de fácil programação possuindo:

Compacta e de fácil programação possuindo: '(6&5,d (6*(5$,66/$; Sua central de alarme 6/ ± $;, é microcontrolada, com quatro setores independentes, com fios ou sem fios (dependendo dos opcionais instalados), controle remoto e discador telefônico,

Leia mais

P á g i n a 2. Avisos Importantes

P á g i n a 2. Avisos Importantes P á g i n a 1 P á g i n a 2 Avisos Importantes Todas as instruções contidas neste manual devem ser seguidas, caso contrário o produto perderá a garantia. Faça primeiro as conexões dos cabos de alimentação

Leia mais

Manual de Instalação Central de Alarme com Setores RF. Max 4. Rev: 1.0 * Cód: C205779

Manual de Instalação Central de Alarme com Setores RF. Max 4. Rev: 1.0 * Cód: C205779 Manual de Instalação Central de Alarme com Setores RF Max 4 Rev: 1.0 * Cód: C205779 Índice 1) Antes de Começar... 2) Principais Características... 3) Sugestões de Uso... 4) Instalação... 4.1) Fixando o

Leia mais

MODEM MONITORAMENTO. Manual de Instalação e Operação

MODEM MONITORAMENTO. Manual de Instalação e Operação COMPATEC PRODUTOS PARA SUA SEGURANÇA MODEM MONITORAMENTO Manual de Instalação e Operação ÍNDICE Características técnicas do modem...3 Características gerais do modem...3 Conheça o modem...3 Apresentação...4

Leia mais

Apresentação...3. Vantagens...3. Instalação...4. Informações Técnicas...5. Especificações Técnicas...8

Apresentação...3. Vantagens...3. Instalação...4. Informações Técnicas...5. Especificações Técnicas...8 1 ÍNDICE Apresentação...3 Vantagens...3 Instalação...4 Informações Técnicas...5 Especificações Técnicas......8 2 APRESENTAÇÃO: O SS100 é um rastreador desenvolvido com os mais rígidos padrões de qualidade

Leia mais

Discador Celular D-Cell

Discador Celular D-Cell Discador Celular D-Cell Guia rápido de programação O discador celular D-Cell fornece um sistema seguro de comunicação entre o seu equipamento de alarme e você. Utiliza a infraestrutura de telefonia móvel

Leia mais

Hera Indústria de Equipamentos Eletrônicos LTDA. Manual de Instalação e Operação. Central de alarme HR 4020 2 setores HERA.

Hera Indústria de Equipamentos Eletrônicos LTDA. Manual de Instalação e Operação. Central de alarme HR 4020 2 setores HERA. Central de alarme HR 4020 2 setores HERA Manual do Usuário 1 Índice: 1 Aplicação... 3 2 Características... 3 3 - Apresentação da Central... 3 3.1 - Parte externa... 3 3.2 - Parte interna... 4 4 - Diagramas

Leia mais

CONTROLE REMOTO VEICULAR

CONTROLE REMOTO VEICULAR Hamtronix MCR300EA Manual de Instalação e Operação Software A Hardware Revisão E ÍNDICE Índice... 02 Suporte Online... 02 Termo de Garantia... 02 COMO FUNCIONA Funcionamento das saídas... 03 Funcionamento

Leia mais

CENTRAL DE ALARME BRISA 8 VOZ / BRISA 8 SINAL

CENTRAL DE ALARME BRISA 8 VOZ / BRISA 8 SINAL CENTRAL DE ALARME BRISA 8 VOZ / BRISA 8 SINAL CARACTERÍSTICAS BÁSICAS 8 Zonas programáveis sendo 4 mistas, ou seja, com fio e sem fio e 4 com fio; 1 senha mestre; 1 senha de usuário; Entrada para teclado

Leia mais

R3M. Saída da antena. Teclas de setor. Teclas de aprendizagem. Teclado do Tele Alarme (opcional) Gabinete metálico com espaço para bateria

R3M. Saída da antena. Teclas de setor. Teclas de aprendizagem. Teclado do Tele Alarme (opcional) Gabinete metálico com espaço para bateria 47 R3M CENTRAL DE ALARME 3 SETORES MICROPROCESSADA Aplicação - Usada como central de alarme residencial, comercial ou industrial. Saída da antena APRESENTAÇÃO DA CENTRAL Teclas de setor Teclas de aprendizagem

Leia mais

Medidor de energia embarcado para máquinas industriais implementado em rede de sensor sem fio

Medidor de energia embarcado para máquinas industriais implementado em rede de sensor sem fio Medidor de energia embarcado para máquinas industriais implementado em rede de sensor sem fio Edson Taira Procopio, PUC-Campinas SÃO PAULO Brasil ed_taira@hotmail.com Jose Luis Pagotto, PUC-Campinas SÃO

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES ALARME AUTOMOTIVO HBA-2000 RECURSOS DE CONFORTO & COMODIDADE PARA SEU VEÍCULO IMAGEM MERAMENTE ILUSTRATIVA

MANUAL DE INSTRUÇÕES ALARME AUTOMOTIVO HBA-2000 RECURSOS DE CONFORTO & COMODIDADE PARA SEU VEÍCULO IMAGEM MERAMENTE ILUSTRATIVA MANUAL DE INSTRUÇÕES ALARME AUTOMOTIVO HBA-2000 RECURSOS DE CONFORTO & COMODIDADE PARA SEU VEÍCULO IMAGEM MERAMENTE ILUSTRATIVA ÍNDICE A H-Buster líder em Áudio e Vídeo automotivo lança o alarme automotivo

Leia mais

Módulo de Bloqueio. Manual de Instalação e Utilização

Módulo de Bloqueio. Manual de Instalação e Utilização Módulo de Bloqueio Manual de Instalação e Utilização Obrigado por adquirir nosso sistema de alarme HBLOCK. Ele conta com modernos recursos para a proteção do seu veículo, com componentes de alta tecnologia

Leia mais

BADISCO PROFISSIONAL PT-1000 EQUIPAMENTO DE TESTE DE LINHA

BADISCO PROFISSIONAL PT-1000 EQUIPAMENTO DE TESTE DE LINHA BADISCO PROFISSIONAL PT-1000 EQUIPAMENTO DE TESTE DE LINHA DISCAGEM POR PULSO E TOM INDICAÇÃO DE POLARIDADE DE LINHA MEMORIZA ÚTIMO NÚMERO DISCADO MONITORAÇÃO EM ALTA IMPEDÂNCIA PROTEÇÃO CONTRA REDIOINTERFERÊNCIA

Leia mais

CARACTERÍSTICAS E MODOS DE FUNCIONAMENTO MODOS DE OPERAÇÃO DOS BOTÕES PROTEÇÃO ANTIESMAGAMENTO ALÍVIO DE PRESSÃO INTERNA

CARACTERÍSTICAS E MODOS DE FUNCIONAMENTO MODOS DE OPERAÇÃO DOS BOTÕES PROTEÇÃO ANTIESMAGAMENTO ALÍVIO DE PRESSÃO INTERNA CARACTERÍSTICAS E MODOS DE FUNCIONAMENTO Os módulos da linha TOTALSAFE PRO foram desenvolvidos para agregar além de conforto, segurança total na automação dos vidros elétricos. Essa linha de produtos oferece

Leia mais

MONITORAMENTO REMOTO DO CONSUMO DE ÁGUA UTILIZANDO O PADRÃO DE COMUNICAÇÃO SEM FIO IEEE 802.15.4 (REDES ZIGBEE)

MONITORAMENTO REMOTO DO CONSUMO DE ÁGUA UTILIZANDO O PADRÃO DE COMUNICAÇÃO SEM FIO IEEE 802.15.4 (REDES ZIGBEE) MONITORAMENTO REMOTO DO CONSUMO DE ÁGUA UTILIZANDO O PADRÃO DE COMUNICAÇÃO SEM FIO IEEE 802.15.4 (REDES ZIGBEE) Andrei Salomão 1 ; Wilson Cabral de Sousa Jr. 2 ; Elaine Nolasco Ribeiro 3 RESUMO - Uma parte

Leia mais

CEFET/RJ UnED Petrópolis

CEFET/RJ UnED Petrópolis CEFET/RJ UnED Petrópolis Relatório de Estágio Supervisionado Empresa: CEFET/RJ UnED Petrópolis Curso: Técnico em Telecomunicações/TV Digital Estagiária: Dayana Kelly Turquetti de Moraes Telefones: (24)

Leia mais

TERMO DE GARANTIA. Recomendação:

TERMO DE GARANTIA. Recomendação: TERMO DE GARANTIA ELETROPPAR - Indústria Eletrônica Ltda., localizada na Rua Carlos Ferrari, nº 2651, Distrito Industrial, Garça/SP, CEP 17.400-000, CNPJ 02.748.434/0001-08, IE 315.026.341.111 garante

Leia mais

IW10. Rev.: 02. Especificações Técnicas

IW10. Rev.: 02. Especificações Técnicas IW10 Rev.: 02 Especificações Técnicas Sumário 1. INTRODUÇÃO... 1 2. COMPOSIÇÃO DO IW10... 2 2.1 Placa Principal... 2 2.2 Módulos de Sensores... 5 3. APLICAÇÕES... 6 3.1 Monitoramento Local... 7 3.2 Monitoramento

Leia mais

Aula 2. - Elaboração de algoritmos/fluxogramas. - Gravação do programa no microcontrolador

Aula 2. - Elaboração de algoritmos/fluxogramas. - Gravação do programa no microcontrolador Aula 2 - Elaboração de algoritmos/fluxogramas - Set de instruções do 8051 - Programação em Assembly - Gravação do programa no microcontrolador - Simulação Exercícios da aula passada... 1) Converta os números

Leia mais

EA079 - Laboratório de Micro e Minicomputadores: Hardware Laboratório II

EA079 - Laboratório de Micro e Minicomputadores: Hardware Laboratório II EA079 - Laboratório de Micro e Minicomputadores: Hardware Laboratório II Projeto de Interface Paralela de Saída 1 Objetivo do Laboratório II 1. projetar e implementar um decodificador de endereços para

Leia mais

Arquitetura CAN. José Sérgio da Rocha Neto

Arquitetura CAN. José Sérgio da Rocha Neto Arquitetura CAN 1 Sumário Rede CAN. Arquitetura do Sistema Implementado. Interface SPI. Controlador CAN MCP2510. Transceiver MCP2551. ADuC812. Resultados Obtidos. Conclusões. 2 REDE CAN CAN Controller

Leia mais

Programação em BASIC para o PIC Mostrando Mensagens no Display LCD Vitor Amadeu Souza

Programação em BASIC para o PIC Mostrando Mensagens no Display LCD Vitor Amadeu Souza Programação em BASIC para o PIC Mostrando Mensagens no Display LCD Vitor Amadeu Souza Introdução Nesta terceira série de artigos que aborda a programação na linguagem BASIC para o microcontrolador PIC,

Leia mais

Teclados 624 e 640 Manual do Usuário

Teclados 624 e 640 Manual do Usuário Teclados 624 e 640 624 640 Manual do Usuário Sumário 1. Operação Básica... 2 2. Códigos de Acesso... 4 3. Armando e Desarmando...5 4. Zonas de Pânico... 10 5. Programação com Tecla de Acesso...11 6. Características

Leia mais

TERMO DE GARANTIA. Manual do Produto

TERMO DE GARANTIA. Manual do Produto TERMO DE GARANTIA ELETROPPAR - Indústria Eletrônica Ltda., Localizada na Rua Carlos Ferrari, nº 2651, Distrito Industrial, Garça/SP, CEP 17.400-000, CNPJ 02.748.434/0001-08, IE 315.026.341.111 garante

Leia mais

APOSTILA DE HARDWARE V2.0 ABRIL 2012

APOSTILA DE HARDWARE V2.0 ABRIL 2012 APOSTILA DE HARDWARE V2.0 ABRIL 2012 1 Sumário Introdução 3 Hardware Curumim 4 Cuidados ao manusear o robô 5 1. Visão geral da unidade móvel 6 2. Rádio base 7 3. Transceiver 8 4. Alimentação 9 5. Locomoção

Leia mais

GUIA DO USUÁRIO. Monitor de Monóxido de Carbono de Mesa. Modelo CO50

GUIA DO USUÁRIO. Monitor de Monóxido de Carbono de Mesa. Modelo CO50 GUIA DO USUÁRIO Monitor de Monóxido de Carbono de Mesa Modelo CO50 Introdução Obrigado por escolher o Extech Instruments Modelo CO50, Esse medidor mede o monóxido de carbono (CO), temperatura do ar e umidade.

Leia mais

DESCRIÇÕES GERAIS SL A X 4 - MT

DESCRIÇÕES GERAIS SL A X 4 - MT DESCRIÇÕES GERAIS SL A X 4 - MT Sua central de alarme SL AX4 - MT, é microcontrolada, com quatro setores independentes, com fios ou sem fios (dependendo dos opcionais instalados), com opções monitoráveis

Leia mais

CARACTERÍSTICAS E MODOS DE FUNCIONAMENTO MODOS DE OPERAÇÃO DOS BOTÕES PROTEÇÃO ANTIESMAGAMENTO ALÍVIO DE PRESSÃO INTERNA

CARACTERÍSTICAS E MODOS DE FUNCIONAMENTO MODOS DE OPERAÇÃO DOS BOTÕES PROTEÇÃO ANTIESMAGAMENTO ALÍVIO DE PRESSÃO INTERNA CARACTERÍSTICAS E MODOS DE FUNCIONAMENTO Os módulos da linha TOTALSAFE PRO foram desenvolvidos para agregar além de conforto, segurança total na automação dos vidros elétricos. Essa linha de produtos oferece

Leia mais

Características. São Paulo: (11) 4063-5544 Campinas: (19) 4062-9211 Campo Grande: (67) 4062-7122 Cuiabá: (65) 4052-9722. MPEBrasil

Características. São Paulo: (11) 4063-5544 Campinas: (19) 4062-9211 Campo Grande: (67) 4062-7122 Cuiabá: (65) 4052-9722. MPEBrasil Características - Único com este conceito no mercado e com preços atraentes; Iluminação frontal, com chave liga/desliga, em quatro opções de cores (azul, verde, vermelho e amarelo); - Possui sistema de

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DE TECNOLOGIA CCET CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO Fabiano Burakoski Ribeiro Elias Marcus Vinicius Roecker Petri Renan Moris Ferreira

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DE UNIDADES REMOTAS PARA CONEXÃO COM SISTEMA SUPERVISÓRIO

TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DE UNIDADES REMOTAS PARA CONEXÃO COM SISTEMA SUPERVISÓRIO 1 OBJETIVO... 2 2 REMOTA... 2 2.1 DESCRIÇÃO GERAL... 2 2.2 ALIMENTAÇÃO... 2 2.3 RELÓGIO INTERNO... 2 2.4 ENTRADA DE PULSOS... 2 2.5 ENTRADA DIGITAL AUXILIAR... 2 2.6 REGISTRO DA CONTAGEM DE PULSOS (LOG)

Leia mais

WWW.IPEC.IND.BR A IPEC se reserva no direito de alterar o produto aqui apresentado sem aviso prévio.

WWW.IPEC.IND.BR A IPEC se reserva no direito de alterar o produto aqui apresentado sem aviso prévio. WWW.IPEC.IND.BR GLinha de Alarmes enius AL 4 setores articionaveis M109 - V02 A IPEC se reserva no direito de alterar o produto aqui apresentado sem aviso prévio. PARABÉNS! Você acaba de adquirir um produto

Leia mais

CAUSA DO ÚLTIMO DISPARO Sensor de ultrassom Interruptor de portas Chave de ignição Interruptor do capô e portamalas. Alarme 1 - Apresentação

CAUSA DO ÚLTIMO DISPARO Sensor de ultrassom Interruptor de portas Chave de ignição Interruptor do capô e portamalas. Alarme 1 - Apresentação - Desligue a ignição; Sequência 1 - Apresentação para Ligar o Alarme - Saia do veículo, feche portas, capô e portamala; - Pressione o botão TRAVA do Chaveador eletrônico do veículo; - A sirene emite um

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO CENTRAL MC 4D

MANUAL DO USUÁRIO CENTRAL MC 4D 12 Manual do Usuário Intrusos podem entrar em zonas sem proteção, ou ter sofisticação para isolar um sensor ou desconectar dispositivos de aviso de alarme; Central, detectores, sensores só funcionam quando

Leia mais

SOLUTION. Painel Convencional de Alarme de Incêndio. SOLUTION - Sistema de Detecção e Alarme de Incêndio. Revisão 1.1 Maio de 2006

SOLUTION. Painel Convencional de Alarme de Incêndio. SOLUTION - Sistema de Detecção e Alarme de Incêndio. Revisão 1.1 Maio de 2006 SOLUTION Painel Convencional de Alarme de Incêndio TABELA DE CONTEÚDO Capitulo 1: Descrição do Produto... 2 1.1: Características...2 1.2: Especificações...2 Capitulo 2: Lógica de Detecção e Alarme de Incêndios...

Leia mais

Monte um localizador e bloqueador veicular via SMS

Monte um localizador e bloqueador veicular via SMS Monte um localizador e bloqueador veicular via SMS O Bull rastreador é um sistema de localização e bloqueio de veículos simples e sem mensalidade. Todos os comandos para controle do veículo são enviados

Leia mais

Módulo WCM200. Controlador WSI250 - HI Tecnologia

Módulo WCM200. Controlador WSI250 - HI Tecnologia Automação Industrial Módulo Controlador WSI250 - HI Tecnologia W i re l e s s S i g n a l I n t e r fa c e O conteúdo deste documento é parte do Manual do Usuário do controlador WSI250 da HI tecnologia

Leia mais

Alarme Programável para Ingestão de Medicamentos

Alarme Programável para Ingestão de Medicamentos Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus Curitiba Departamento Acadêmico de Eletrônica Curso Técnico Integrado em Eletrônica Microcontroladores 1 Alarme Programável para Ingestão de Medicamentos

Leia mais

CARACTERÍSTICAS E MODOS DE FUNCIONAMENTO MODOS DE OPERAÇÃO DOS BOTÕES PROTEÇÃO ANTIESMAGAMENTO MODO FAIL

CARACTERÍSTICAS E MODOS DE FUNCIONAMENTO MODOS DE OPERAÇÃO DOS BOTÕES PROTEÇÃO ANTIESMAGAMENTO MODO FAIL CARACTERÍSTICAS E MODOS DE FUNCIONAMENTO Os módulos da linha TOTALSAFE PRO foram desenvolvidos para agregar além de conforto, segurança total na automação dos vidros elétricos. Essa linha de produtos oferece

Leia mais

GerSAT Manual de Usuário

GerSAT Manual de Usuário GerSAT Manual de Usuário Manual do Usuário Ver. 1.1 Junho 2015 Informações importantes Antes de utilizar o equipamento, pedimos para que leia e siga todas as instruções descritas neste manual, pois a utilização

Leia mais

Henry Equipamentos Eletrônicos e Sistemas Ltda.

Henry Equipamentos Eletrônicos e Sistemas Ltda. Manual do equipamento Henry Equipamentos Eletrônicos e Sistemas Ltda. +55 41 3661-0100 Rua Rio Piquiri, 400 - Jardim Weissópolis - Pinhais/PR - Brasil CEP: 83322-010 CNPJ: 01.245.055/0001-24 Inscrição

Leia mais

A empresa se reserva no direito de fazer alterações sem prévio aviso. Produto produzido por Eletroppar - CNPJ. 02.748.434/0001-08

A empresa se reserva no direito de fazer alterações sem prévio aviso. Produto produzido por Eletroppar - CNPJ. 02.748.434/0001-08 As imagens deste manual são meramente ilustrativas. A empresa se reserva no direito de fazer alterações sem prévio aviso. Produto produzido por Eletroppar - CNPJ. 02.748.434/0001-08 P27130 - Rev. 1 1 Índice

Leia mais

1. Principais características... 3. 2. Sugestões de uso... 3. 3. Instalação... 3. 3.1. Fixando o painel... 3. 3.2. Conexões da placa...

1. Principais características... 3. 2. Sugestões de uso... 3. 3. Instalação... 3. 3.1. Fixando o painel... 3. 3.2. Conexões da placa... P29177 - Rev. 0 1. Principais características... 3 2. Sugestões de uso... 3 3. Instalação... 3 3.1. Fixando o painel... 3 3.2. Conexões da placa... 4 3.3. Instalando os fios... 4 3.4. Finalizando a instalação...

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO FREQÜENCÍMETRO PARA CONTROLE REMOTO MODELO FC-650

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO FREQÜENCÍMETRO PARA CONTROLE REMOTO MODELO FC-650 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO FREQÜENCÍMETRO PARA CONTROLE REMOTO MODELO FC-650 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 1 2. REGRAS

Leia mais

AULA2 Introdução a Microcontrolador

AULA2 Introdução a Microcontrolador AULA2 Introdução a Microcontrolador Disciplina: Aplicações Avançadas de Microprocessadores (AAM) Profa. Eduardo Henrique Couto ehcouto@hotmail.com Tópicos: Microcontroladores - Evolução Principais características

Leia mais

Centro Universitário Positivo - UnicenP Núcleo de Ciências Exatas e Tecnológicas NCET Engenharia da Computação

Centro Universitário Positivo - UnicenP Núcleo de Ciências Exatas e Tecnológicas NCET Engenharia da Computação Centro Universitário Positivo - UnicenP Núcleo de Ciências Exatas e Tecnológicas NCET Engenharia da Computação MINI OSCILOSCÓPIO DIGITAL PORTÁTIL BASEADO EM MICROCONTROLADOR PIC Curitiba 2004 1 Ederson

Leia mais

DIGIPLEX-NE MANUAL EXPLICATIVO CARACTERÍTICAS E FUNÇÕES

DIGIPLEX-NE MANUAL EXPLICATIVO CARACTERÍTICAS E FUNÇÕES DIGIPLEX-NE MANUAL EXPLICATIVO CARACTERÍTICAS E FUNÇÕES INTRODUÇÃO A integridade de um sistema de segurança não esta somente na central, teclados, detectores e outros acessórios, mas na habilidade de comunicar

Leia mais