ANTECIPAÇÃO TRIBUTÁRIA IVA-ST AJUSTADO QUADRO PRÁTICO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ANTECIPAÇÃO TRIBUTÁRIA IVA-ST AJUSTADO QUADRO PRÁTICO"

Transcrição

1 Matéria São Paulo ANTECIPAÇÃO TRIBUTÁRIA AJUSTADO QUADRO PRÁTICO Alertamos que o presente trabalho tem o objetivo de disponibilizar ao leitor, de forma prática, os s já calculados, porém, é imprescindível o constante acompanhamento da legislação, tendo em vista o volume de atos legais (Portaria CAT) publicados pela Secretaria da Fazenda, que visam alterar tais percentuais, revogar ou até mesmo prorrogar seus efeitos. Sumário 1. Introdução 2. Antecipação Tributária 2.1. Entradas interestaduais de mercadorias constantes nos arts. 313-A a 313-Z20 do RICMS/ Dispensa do recolhimento do ICMS antecipado 2.3. Prazo para recolhimento do ICMS antecipado 3. Índice de Valor Adicionado () 3.1. Índice de Valor Adicionado () 4. Quadro Sinótico Art. 313-A a 313-Z Inexistência de específico Portaria CAT nº 16/ específico 1. Introdução Os produtos relacionados nos arts. 313-A a 313-Z19 do RICMS/00 sujeitam-se, internamente, ao regime de substituição tributária por retenção antecipada do imposto. O contribuinte localizado neste Estado que receber as referidas mercadorias, diretamente de outra Unidade da Federação em operação não sujeita ao regime, ou seja, sem a retenção antecipada do imposto, deverá proceder ao recolhimento antecipado do ICMS incidente sobre as operações internas que, presumivelmente, as terão por objeto, em atendimento ao que determina o art. 426-A do RICMS-SP, aprovado pelo Decreto nº /00. Para tanto, deverão ajustar as margens de valor agregado () previstas em regulamento de forma a adequá-las à carga tributária interna, como consequência da diferença que se verifica entre a tributação da operação interestadual (12%) e a alíquota interna, quando for o caso. Assim, nas hipóteses em que as operações internas com as mercadorias sejam tributadas com a alíquota superior a 12%, o contribuinte responsável pelo recolhimento antecipado do imposto deverá utilizar-se do ao invés do previsto na legislação específica. Neste trabalho apresentaremos ao contribuinte, na forma de quadro prático, os s obtidos mediante a aplicação da fórmula prevista na legislação específica que determina o percentual do original aos segmentos de mercadorias constantes nos referidos artigos. 2. Antecipação Tributária A substituição tributária do ICMS consiste em atribuir a terceiro a responsabilidade pelo recolhimento do imposto devido em operação ou prestação realizada no campo de incidência do imposto, da qual decorre o fato gerador

2 Assim, determinado contribuinte poderá ser responsabilizado em recolher o ICMS incidente em relação a operação ou prestação praticada por outro contribuinte. Diferentemente do que ocorre na substituição tributária por retenção, na antecipação tributária, conforme prevista no art. 426-A do RICMS/00, o contribuinte paulista que receber as mercadorias diretamente de outro Estado em operação sujeita à tributação regular, antecipará o recolhimento do valor do imposto devido pela sua própria operação de saída (fato gerador futuro), além do devido pelas operações subsequentes, quando for o caso Entradas interestaduais de mercadorias constantes nos arts. 313-A a 313-Z20 do RICMS/00 O contribuinte localizado neste Estado que receber mercadorias relacionadas nos arts. 313-A a 313-Z20 do RICMS/00 diretamente de outro Estado sem a retenção antecipada do imposto será responsável (inciso II do art. 426-A do RICMS/00): a) pela antecipação do imposto devido pela sua própria operação de saída da mercadoria; b) em sendo o caso, pela retenção e pelo recolhimento do imposto devido pelas operações subsequentes, na condição de sujeito passivo por substituição. Portanto, qualquer contribuinte na hipótese citada no parágrafo anterior será o responsável tributário, exceto se o remetente da mercadoria, localizado em outro Estado, tiver efetuado a retenção antecipada do imposto em favor deste Estado, na condição de sujeito passivo por substituição. O art. 9º da Lei Complementar nº 87/96 dispõe que a aplicação do regime de substituição tributária em operações interestaduais dependerá de acordo específico celebrado pelos Estados e pelo Distrito Federal no CONFAZ, denominados Convênios e Protocolos, que determinarão as regras para atribuição do referido regime, tais como definição do sujeito passivo por substituição tributária, disciplina para recolhimento do imposto devido por substituição em favor da Unidade de Federação de destino, e outras regras relacionadas ao regime. Convênios são atos assinados por todos os representantes de cada um dos Estados e do Distrito Federal, que deliberam sobre a concessão de benefícios, incentivos fiscais e regimes de tributação que terão aplicação no âmbito interno de cada ente federativo e também no âmbito interestadual. Protocolos são atos assinados apenas por alguns dos Estados, para determinar a aplicação de benefícios, incentivos fiscais e regimes de tributação, nas operações e prestações internas e interestaduais Dispensa do recolhimento do ICMS antecipado Fica dispensado o recolhimento do ICMS, por ocasião da entrada da mercadoria em território paulista, remetida por contri-buinte localizado em outro Estado, quando a mercadoria for destinada a ( 6º do art. 426-A do RICMS/00): a) integração ou consumo em processo de industrialização; b) estabelecimento responsável pelo pagamento do imposto por sujeição passiva por substituição, em relação à mesma mercadoria ou a outra mercadoria enquadrada na mesma modalidade de substituição, hipótese em que a respectiva saída da mercadoria subordinar-se-á ao regime jurídico da substituição tributária previsto no RICMS/00, ressalvado o disposto no 6 -A do art. 426-A do RICMS/00; Nota Cenofisco: O 6 -A do art. 426-A do RICMS/00, mencionado na letra b do parágrafo anterior, dispõe que não se aplica na hipótese em que o estabelecimento destinatário da mercadoria: 1) seja atacadista; 2) tenha a responsabilidade tributária atribuída pela legislação apenas pelo fato de receber mercadoria de outra Unidade da Federação. c) estabelecimento paulista pertencente ao mesmo titular do estabelecimento remetente, hipótese na qual a responsabilidade pela retenção do imposto será do estabelecimento destinatário, que deverá observar as 2

3 demais normas relativas ao regime jurídico da substituição tributária previsto no Regulamento do ICMS, se, cumulativamente: c.1) esse estabelecimento não for varejista; c.2) a mercadoria entrada tiver sido fabricada, importada ou arrematada, quando importada do exterior e apreendida, por qualquer estabelecimento do mesmo titular. Na ocorrência de qualquer saída ou evento que descaracterize as situações descritas neste subitem, o recolhimento do imposto devido por antecipação nos termos do art. 426-A do RICMS/00 será exigido do estabelecimento paulista que recebeu a mercadoria procedente de outra Unidade da Federação ( 7 do art. 426-A do RICMS/00) Prazo para recolhimento do ICMS antecipado O imposto antecipado calculado na forma do art. 426-A do RICMS/00 deverá ser recolhido na entrada da mercadoria no território paulista, por meio de GARE-ICMS, com o código de receita (Recolhimentos Especiais), indicando-se no campo Informações Complementares (Portaria CAT nº 16/08): a) o número da nota fiscal a que se refere o recolhimento; b) o CNPJ do estabelecimento remetente. Será admitido o recolhimento por antecipação pelo remetente, antes da entrada da mercadoria em território paulista, por meio de Guia Nacional de Recolhimento de Tributos Estaduais (GNRE) contendo, além dos demais requisitos: a) o código de receita (recolhimentos especiais); b) o CNPJ e demais dados cadastrais do estabelecimento do contribuinte destinatário paulista; c) no campo Informações Complementares, o número da nota fiscal a que se refere o recolhimento e o CNPJ do estabelecimento remetente. O estabelecimento remetente da mercadoria, localizado em outra Unidade da Federação, poderá ser autorizado a recolher o imposto antecipado, até o dia 15 do mês subsequente ao da saída da mercadoria, mediante regime especial, concedido nos termos do art. 489 do RICMS/00 ( 8 do art. 426-A do RICMS/00). 3. Índice de Valor Adicionado () No caso de mercadoria cuja base de cálculo da substituição tributária seja determinada por margem de valor agregado, para se obter o valor do imposto a pagar por antecipação, aplicar-se-á a seguinte fórmula: IA = VA x (1 + ) x ALQ - IC Observe-se que: IA = É o imposto a ser recolhido por antecipação. VA = É o valor constante no documento fiscal relativo à entrada, acrescido dos valores correspondentes a frete, carreto, seguro, impostos e outros encargos suportados pelo contribuinte. = É o índice de valor adicionado divulgado pelo Estado por meio de ato legal específico. ALQ = É a alíquota interna aplicável. IC = É o imposto cobrado na operação anterior Índice de Valor Adicionado () 3

4 No caso de aquisição interestadual de mercadorias, cuja alíquota interna seja superior a 12%, o valor da base de cálculo do imposto a pagar por antecipação tributária será obtido mediante a utilização do, calculado em conformidade com a fórmula a seguir reproduzida: = [(1 + original) x (1 - ALQ inter) / (1 - ALQ intra)] - 1 Observe-se que: = É o aplicável na operação interna cujos percentuais estão indicados em ato legal específico. ALQ inter = É a alíquota interestadual aplicada pelo remetente localizado em outro Estado. ALQ intra = É a alíquota interna aplicável à mercadoria neste Estado Exemplo do cálculo O contribuinte deverá substituir na fórmula de cálculo do imposto a pagar por antecipação o original pelo, assim, a fórmula passará para: IA = VA x (1 + ) x ALQ - IC O percentual do será obtido, conforme exemplo demonstrado a seguir: 40% Alíquota interna 18% Alíquota interestadual 12% = [(1 + original) x (1 - ALQ inter) / (1 - ALQ intra)] - 1 = [(1+ 40%) x (1-12%) / (1-18%)] - 1 = [(1,40 x (0,88 / 0,82)] - 1 = [1,40 x 1,0732] - 1 = 1, Ajus-tado = 0,5024 x 100 = 50,24% 4. Quadro Sinótico Art. 313-A a 313-Z20 A seguir, demonstraremos quadro sinótico com a relação de mercadorias constantes nos arts 313-A a 313-Z20 do RICMS/00, sujeitas ao regime do pagamento do ICMS antecipado de que trata o art. 426-A do RICMS/00, com os respectivos percentuais do calculados. Nota Cenofisco: O cálculo do poderá variar em 0,01% ou 0,02% por motivo de arredondamento automático da calculadora Inexistência de específico Portaria CAT nº 16/09 A Portaria CAT nº 16/09, em vigor a partir de 01/03/2009, estabelece o percentual do original para fins de formação da base de cálculo do ICMS devido por substituição tributária, por segmento dos produtos elencados nos arts. 313-A a 313-Z20 do RICMS/00, na hipótese de não estarem sujeitos à formação da base de cálculo por meio de: 4

5 a) média ponderada dos preços a consumidor final usualmente praticados no mercado, apurada por levantamento de preços aprovado e divulgado pela Secretaria da Fazenda, conforme hipótese prevista no art. 43, 2º, do RICMS/00; b) percentual de margem de valor agregado apurado por levantamento de preços aprovado e divulgado pela Secretaria da Fazenda, conforme hipótese prevista no art. 41 do RICMS/00; c) preço final a consumidor, único ou máximo, autorizado ou fixado por autoridade competente e divulgado pela Secretaria da Fazenda, conforme hipótese prevista no art. 40-A do RICMS/00; d) preço final a consumidor, sugerido pelo fabricante ou importador, aprovado e divulgado pela Secretaria da Fazenda, conforme hipótese prevista no art. 41, parágrafo único, do RICMS/00; e) adoção do percentual de margem de valor agregado ou preço final a consumidor fixados em acordo celebrado pelo Estado de São Paulo com outras Unidades da Federação, conforme hipótese prevista no art. 44, 2º, do RICMS/00. Percentuais Estabelecidos na Portaria CAT nº 16/09 Artigo do Setor Alíquota RICMS/ A Medicamentos 18% 68,59% 80, C Bebidas alcoólicas, exceto cerveja e chope 18% 123,87% 140,25% 25% 123,87% 162,67% 313-E Produtos de perfumaria 25% 177,19% 225,24% 313-G Produtos de higiene pessoal 18% 177,19% 197,47% 313-I Ração tipo pet para animais domésticos 18% 59,70% 71,39% 313-K Produtos de limpeza 18% 125,62% 142,13% 313-M Produtos fonográficos 18% 189,85% 211,06% 313-O Autopeças 18% 83,90% 97,36% 313-Q Pilhas e Baterias novas 18% 63,67% 75,65% 313-S Lâmpadas elétricas, reatores e starter 18% 63,67% 75,65% 313-U Papel 18% 93,38% 107,53% 313-W Produtos alimentícios 18% 57,33% 68,84% 313-Y Materiais de construção 18% 69,43% 81,83% 313-Z1 Produtos de colchoaria 18% 143,06% 160,84% 313-Z3 Ferramentas 18% 84,39% 97,88% 313-Z5 Bicicletas 18% 81,51% 94,79% 313-Z7 Instrumentos musicais 18% 103,74% 118,65% 313-Z9 Brinquedos 18% 109,52% 124,85% 313-Z11 Máquinas e aparelhos mecânicos, elétricos, eletromecânicos e 18% 142,94% 160,72% automáticos 313-Z13 Produtos de papelaria 18% 95,28% 109,57% 313-Z15 Artefatos de uso doméstico 18% 125,62% 142,13% 313-Z17 Materiais elétricos 18% 73,34% 86,02% 313-Z19 Produtos eletrônicos 18% 113,17% 128,77% Produtos eletroeletrônicos 18% 89,77% 103,66% Eletrodomésticos 18% 131,36% 148,29% Nota Cenofisco: Quando não houver indicação do específico indicado nos subitens seguintes, o contribuinte deverá aplicar o previsto neste quadro sinótico específico Medicamentos Art. 313-A do RICMS/00 Descrição Alíquota *ver Nota Cenofisco após a descrição do produto no quadro a seguir lista negativa de incidência do PIS/PASEP e COFINS *18% 33,00% 42,73% lista positiva de incidência do PIS/PASEP e COFINS *18% 38,24% 48,36% lista neutra de incidência do PIS/PASEP e COFINS *18% 41,38% 51,72% Produtos que não constem nas listas positiva, negativa ou *18% 41,38% 51,72% neutra de incidência do PIS/PASEP e COFINS A Portaria CAT nº 141/08 divulga o Índice de Valor Adicionado Setorial (), com efeitos no período de 01/12/2008 a 30/11/

6 Relação dos Medicamentos Constantes do Art. 313-A do RCMS/00 NBM/SH a) medicamentos 3003 e 3004 b) preparações químicas contraceptivas à base de hormônios ou de espermicidas c) provitaminas e vitaminas, naturais ou reproduzidas por síntese (incluídos os concentrados naturais), bem como os seus 2936 derivados utilizados principalmente como vitaminas, misturados ou não entre si, mesmo em quaisquer soluções d) soros e vacinas, exceto para uso veterinário 3002 e) algodão, atadura, esparadrapo, haste flexível ou não, com uma ou ambas extremidades de algodão, gazes, pensos, 3005 sinapismos, e outros, impregnados ou recobertos de substâncias farmacêuticas ou acondicionados para venda a retalho para usos medicinais, cirúrgicos ou dentários f) luvas cirúrgicas e luvas de procedimento ou g) seringas Nota Cenofisco: Aplica-se a alíquota de 12% para seringas descartáveis classificadas na NBM/SH (art. 54, XV, d, do RICMS/00), hipótese em que não será aplicado o e sim o original. h) agulhas para seringas Nota Cenofisco: Aplica-se a alíquota de 12% para agulhas descartáveis classificadas na NBM/SH art. 54, XV, e, do RICMS/00), hipótese em que não será aplicado o e sim o original. i) contraceptivos (dispositivos intrauterinos DIU) Bebidas alcoólicas, exceto cerveja e chope Art. 313-C do RICMS/00 Alíquota 18% 44,37% 54,93% 25% 69,39% 18% 78,52% 91,58% 25% 109,46% 18% 128,00% 144,68% 25% 167,52% A Portaria CAT nº 108/08 divulga o Índice de Valor Adicionado Setorial (), com efeitos a partir de 01/02/ Produtos de perfumaria Art. 313-E do RICMS/00 1. perfumes (extratos) % 54,07% 80,78% 2. águas-de-colônia % 62,99% 91,24% 3. produtos de maquilagem para os lábios % 45,75% 71,01% 4. sombra, delineador, lápis para sobrancelhas e rímel % 50,90% 77,06% 5. outros produtos de maquilagem para os olhos % 50,90% 77,06% 6. preparações para manicuros e pedicuros % 57,87% 85,23% 7. pós, incluídos os compactos, para maquilagem % 49,69% 75,64% 8. outros produtos de beleza ou de maquilagem preparados e % 47,63% 73,22% preparações para conservação ou cuidados da pele 9. preparações para ondulação ou alisamento, permanentes, % 50,90% 77,06% dos cabelos 10. laquês para o cabelo % 50,90% 77,06% 11. cremes de beleza, cremes nutritivos e loções tônicas % 41,28% 65,77% 12. outras preparações capilares % 59,31% 86,92% 13. tintura para o cabelo % 38,27% 62,24% Operações entre empresas interdependentes, será aplicado o Empresa 25% 177,19% 225,24% previsto na Portaria CAT nº 16/09, conforme quadro exposto no item 4.1. Interdependent e A Portaria CAT nº 24/09 divulga o Índice de Valor Adicionado Setorial (), com efeitos no período de 01/03/2009 a 28/02/ Produtos de higiene pessoal Art. 313-G do RICMS/00 1. xampus para o cabelo % 45,72% 56,38% 2. dentifrícios % 33,92% Não ajustar 3. fios utilizados para limpar os espaços interdentais (fio dental) % 70,36% 82,83% 4. outras preparações para higiene bucal ou dentária % 35,52% 45,44% 5. preparações para barbear (antes, durante ou após) % 54,41% 65,71% 6. desodorantes corporais e antiperspirantes, líquidos % 51,73% 62,83% 7. outros desodorantes corporais e antiperspirantes % 51,73% 62,83% 8. sais perfumados e outras preparações para banhos % 50,90% 77,06% 9. outros produtos de perfumaria ou de toucador preparados % 30,90% 53,59% 10. outros sabões, produtos e preparações, em barras, pedaços % 50,90% 61,94% ou figuras moldados 11. sabões de toucador em barras, pedaços ou figuras moldados % 43,56% 54,06% 12. sabões de toucador sob outras formas % 50,90% 61,94% 13. produtos e preparações orgânicos tensoativos para lavagem da pele, na forma de líquido ou de creme, acondicionados para venda a retalho, mesmo contendo sabão % 51,63% 62,72% 6

7 14. papel higiênico folha simples % 48,12% 58,96% papel higiênico folha dupla % 45,76% 56,43% 15. lenços (incluídos os de maquilagem) e toalhas de mão % 81,02% 94,27% papel toalha do tipo comercializado em rolos de 100 metros % 48,62% 59,49% ou mais 16. fraldas % 30,68% 40,24% 17. tampões higiênicos % 66,04% 78,19% 18. absorventes higiênicos externos % 64,43% 76,46% 19. escovas de dentes, incluídas as escovas para dentaduras % 56,39% Não ajustar Nota Cenofisco: 18% 56,39% 67,83% Aplica-se a alíquota de 18% para as operações com escovas elétricas (art. 54, XVIII, do RICMS/00). 20. henna em embalagens de conteúdo igual ou inferior a % 50,90% 61,94% gramas 21. vaselina % 50,90% 61,94% 22. amoníaco em solução aquosa (amônia) % 50,90% 61,94% 23. peróxido de hidrogênio (água oxigenada, mesmo solidificado % 50,90% 61,94% com ureia, em embalagens de conteúdo igual ou inferior a 500 ml) 24. acetona, em embalagens de conteúdo igual ou inferior a % 50,90% 61,94% ml 25. lubrificação íntima % 50,90% 61,94% 26. óleos essenciais (desterpenados ou não), incluídos os % 50,90% 61,94% chamados corretos ou absolutos ; resinoides, oleorresinas de extração; soluções concentradas de óleos essenciais em gorduras, em óleos fixos, em ceras ou em matérias análogas, obtidas por tratamento de flores através de substâncias gordas ou por maceração; subprodutos terpênicos residuais da desterpenação dos óleos essenciais; águas destiladas aromáticas e soluções aquosas de óleos essenciais, em embalagens de conteúdo igual ou inferior a 500 ml 27. soluções para lentes de contato ou para olhos artificiais % 30,90% 40,48% 28. mamadeiras , , ou % 50,90% 61,94% 29. bolsa para gelo ou para água quente % 50,90% 61,94% 30. chupetas e bicos para mamadeiras e chupetas % 50,90% 61,94% 31. malas e maletas de toucador % 50,90% 61,94% 32. toalhas e guardanapos, de mesa % 56,37% 67,81% 33. absorventes e tampões higiênicos e fraldas de fibras têxteis % 66,04% 78,19% 34. sutiã descartável, assemelhados e papel para depilação % 50,90% 61,94% 35. pinças para sobrancelhas % 50,90% 61,94% 36. espátulas (artigos de cutelaria) % 50,90% 61,94% 37. utensílios e sortidos de utensílios de manicuros ou de % 50,90% 61,94% pedicuros (incluídas as limas para unhas) 38. termômetros, inclusive o digital ou 18% 50,90% 61,94% escovas e pincéis de barba, escovas para cabelos, para cílios % 50,90% 61,94% ou para unhas e outras escovas de toucador de pessoas, incluídas as que sejam partes de aparelhos, exceto escovas de dentes 40. pincéis para aplicação de produtos cosméticos % 50,90% 61,94% 41. sortidos de viagem, para toucador de pessoas, para costura % 50,90% 61,94% ou para limpeza de calçado ou de roupas 42. pentes, travessas para cabelo e artigos semelhantes; % 50,90% 61,94% grampos (alfinetes) para cabelo; pinças (pince-guiches), onduladores, bobs (rolos) e artefatos semelhantes para penteados, e suas partes, exceto os da posição 8516 e suas partes 43. borlas ou esponjas para pós ou para aplicação de outros % 50,90% 61,94% cosméticos ou de produtos de toucador 44. hastes flexíveis (uso não medicinal) % 50,90% 61,94% Operações entre empresas interdependentes, será aplicado o previsto na Portaria CAT nº 16/09, conforme quadro exposto no item 4.1. Empresa Interdependent e 18% 177,19% 197,47% 25% 177,19% 225,24% A Portaria CAT nº 24/09 divulga o Índice de Valor Adicionado Setorial (), com efeitos no período de 01/03/2009 a 28/02/

8 Ração tipo pet para animais domésticos Art. 313-I do RICMS/00 1. Ração para animais domésticos % 46% 56,68% A Portaria CAT nº 33/08 divulga o Índice de Valor Adicionado Setorial (), com efeitos no período de 01/04/2008 a 31/03/ Produtos de limpeza Art. 313-K do RICMS/00 1. água sanitária, branqueador ou alvejante , e odorizantes/desodorizantes de ambiente e superfície , e % 57,87% 69,42% 18% 53,61% 64,85% 3. sabões em barras, pedaços ou figuras moldados % 25,71% 34,91% 4. sabões ou detergentes em pó, flocos, palhetas, grânulos ou outras e % 15,56% 24,02% formas semelhantes 5. detergentes líquidos % 17,96% 26,59% 6. outros agentes orgânicos de superfície (exceto sabões); % 19,52% 28,27% preparações tensoativas, preparações para lavagem (incluídas as preparações auxiliares para lavagem) e preparações para limpeza (inclusive multiuso e limpadores), mesmo contendo sabão, exceto as da posição 3401 e os produtos descritos nos itens 4 e 5 7. pomadas, cremes e preparações semelhantes, para calçados ou % 51,62% 62,71% para couros 8. pastas, pós, saponáceos e outras preparações para arear % 58,61% 70,22% 9. facilitadores e goma para passar roupa , 18% 64,80% 76,86% e inseticidas, rodenticidas, fungicidas, raticidas, repelentes e outros 18% 25,72% 34,92% produtos semelhantes, apresentados em formas ou embalagens exclusivamente para uso domissanitário direto , e desinfetantes apresentados em quaisquer formas ou embalagens % 45,31% 55,94% 12. amaciante/suavizante % 23,64% 32,69% 13. esponjas para limpeza , , e % 58,66% 70,27% 14. álcool etílico para limpeza ou 18% 23,54% 32,58% óleo para conservação e limpeza de móveis e outros artigos de % 49,28% 60,20% madeira 16. cloro estabilizado, ácido tricloro, isocianúrico todos na forma líquida, em pó, granulado, pastilhas ou em tabletes e demais desinfetantes para uso em piscinas; flutuador 3x1 ou 4x , , , e 18% 45,79% 56,46% 17. carbonato de sódio 99% % 53,21% 64,42% 18. cloreto de hidrogênio (ácido clorídrico); ácido clossulfúrico, em % 49,28% 60,20% solução aquosa 19. limpador abrasivo e/ou soda cáustica em forma ou embalagem % 57,54% 69,07% para uso direto 20. desumidificador de ambiente % 35,04% 44,92% 21. floculantes clarificantes, decantadores à base de cloretos, , 18% 55,35% 66,72% oxicloretos, hidrocloretos; sulfatos de alumínio e outros sais de alumínio; todos na forma líquida, granulada, em pó, pastilhas, tabletes, todos utilizados em piscinas , e tira-manchas e produtos para pré-lavagem de roupas ou % 52,07% 63,20% 23. barrilha leve, carbonatos de sódio, carbonato de cálcio, hidrogeno carbonato de sódio ou bicarbonado de sódio, todos utilizados em piscinas , e % 53,21% 64,42% 24. naftalina % 25,14% 34,30% 25. antiferrugem % 49,28% 60,20% 26. clarificante % 55,35% 66,72% 27. controlador de metais % 40,66% 50,95% 28. flutuador 4x % 45,79% 56,46% 29. limpa-bordas % 50,53% 61,54% 30. preparações lubrificantes e preparações dos tipos utilizados para % 49,28% 60,20% lubrificar e amaciar matérias têxteis, para untar couros, peleteria e outras matérias 31. neutralizador/eliminador de odor % 58,55% 70,15% 32. algicidas, removedores de gordura e oleosidade, à base de sais, , 18% 59,84% 71,54% 8

9 peróxido-sulfato de sódio ou potássio, todos utilizados em piscinas , , , , , e kit teste ph/cloro, fita-teste % 51,17% 62,23% 34. produtos para limpeza pesada % 46,34% 57,05% 35. redutor de ph: produtos em solução aquosa ou não, de ácidos clorídricos, sulfúrico, fosfórico, e outros redutores de ph da posição , todos utilizados em piscinas , , e % 28,26% 37,64% 36. sacos de lixo de conteúdo igual ou inferior a 100 litros % 49,28% 60,20% 37. rodilhas, esfregões, panos de prato ou de cozinha, flanelas e % 46,37% 57,08% artefatos de limpeza semelhantes 38. aparelhos mecânicos ou elétricos odorizantes, desinfestantes e afins ou vassouras, rodos, cabos e afins ou 18% 49,28% 60,20% A Portaria CAT nº 172/09 divulga o Índice de Valor Adicionado Setorial (), com efeitos no período de 01/10/2009 a 31/03/ Produtos fonográficos Art. 313-M do RICMS/00 1. fitas magnéticas de largura não superior a 4 mm, em cassetes % 25% 34,15% 2. fitas magnéticas de largura superior a 4 mm, mas inferior ou igual % 25% 34,15% a 6,5mm 3. fitas magnéticas de largura superior a 6,5 mm, mas inferior ou % 25% 34,15% igual a 50,8 mm (2 ), em rolos ou carretéis 4. fitas magnéticas de largura superior a 6,5 mm, em cassetes para % 25% 34,15% gravação de vídeo 5. outras fitas magnéticas não gravadas % 25% 34,15% 6. fitas magnéticas para reprodução de fenômenos diferentes do % 25% 34,15% som ou da imagem 7. fitas magnéticas de largura não superior a 4 mm, em cartuchos % 25% 34,15% ou cassetes, exceto as do subitem fitas magnéticas de largura superior a 6,5 mm, exceto as do % 25% 34,15% subitem outras fitas magnéticas gravadas % 25% 34,15% 10. outros suportes magnéticos para reprodução ou gravação de % 25% 34,15% som e imagem 11. discos para sistema de leitura por raios laser com possibilidade % 25% 34,15% de serem gravados uma única vez 12. outros suportes ópticos para gravação de som e imagem % 25% 34,15% 13. outros suportes ópticos para reprodução apenas do som % 25% 34,15% 14. outros suportes ópticos para reprodução de fenômenos % 25% 34,15% diferentes do som ou da imagem 15. outros suportes ópticos para reprodução de som e imagem % 25% 34,15% 16. discos fonográficos % 25% 34,15% A Portaria CAT nº 31/08 divulga o Índice de Valor Adicionado Setorial (), com efeitos no período de 01/04/2008 a 31/05/ Autopeças Art. 313-O do RICMS/00 1. catalizadores em colmeia cerâmica ou metálica para conversão ou 18% catalítica de gases de escape de veículos tubos e seus acessórios (por exemplo, juntas, cotovelos, % flanges, uniões), de plásticos 3. protetores de caçamba % 4. reservatórios de óleo % 5. frisos, decalques, molduras e acabamentos % 6. correias de transmissão de borracha vulcanizada, de matérias ou % têxteis, mesmo impregnadas, revestidas ou recobertas, de plástico, ou estratificadas com plástico ou reforçadas com metal ou com outras matérias 40% 50,24% 7. juntas, gaxetas e outros elementos com função semelhante de vedação ou % 8. partes de veículos automóveis, tratores e máquinas autopropulsadas % 9

10 9. tapetes e revestimentos, mesmo confeccionados ou 18% tecidos impregnados, revestidos, recobertos ou estratificados, % com plástico 11. mangueiras e tubos semelhantes, de matérias têxteis, mesmo % com reforço ou acessórios de outras matérias 12. encerados e toldos % 13. capacetes e artefatos de uso semelhante, de proteção, para % uso em motocicletas, incluídos ciclomotores 14. guarnições de fricção (por exemplo, placas, rolos, tiras, % segmentos, discos, anéis, pastilhas) não montadas para freios, embreagens ou qualquer outro mecanismo de fricção, à base de amianto, de outras substâncias minerais ou de celulose, mesmo combinadas com têxteis ou outras matérias 15. vidros de dimensões e formatos que permitam aplicação ou 18% automotiva espelhos retrovisores % 17. lentes de faróis, lanternas e outros utensílios % 18. cilindro de aço para GNV (gás natural veicular) % 19. molas e folhas de molas, de ferro ou aço % 20. obras moldadas, de ferro fundido, ferro ou aço, exceto % peso de chumbo para balanceamento de roda % 22. peso para balanceamento de roda e outros utensílios de % estanho 23. fechaduras e partes de fechaduras ou 18% chaves apresentadas isoladamente % 25. dobradiças, guarnições, ferragens e artigos semelhantes de metais comuns ou triângulo de segurança % 27. motores de pistão alternativo dos tipos utilizados para propulsão de veículos do Capítulo % 28. motores dos tipos utilizados para propulsão de veículos % automotores 29. partes reconhecíveis como exclusivas ou principalmente % destinadas aos motores das posições 8407 ou cilindros hidráulicos % 31. bombas para combustíveis, lubrificantes ou líquidos de arrefecimento, próprias para motores de ignição por centelha ou por compressão % 32. bombas de vácuo % 33. compressores e turbocompressores de ar ou % 34. partes das bombas, compressores e turbocompressores dos , 18% itens 31, 32 e , ou máquinas e aparelhos de ar condicionado % 36. aparelhos para filtrar óleos minerais nos motores de ignição % por centelha ou por compressão 37. filtros a vácuo % 38. partes dos aparelhos para filtrar ou depurar líquidos ou gases % 39. extintores, mesmo carregados % 40. filtros de entrada de ar para motores de ignição por centelha % ou por compressão 41. depuradores por conversão catalítica de gases de escape % 18% 10

11 42. macacos % 43. partes para macacos do item % 44. partes reconhecíveis como exclusiva ou principalmente ou 18% destinadas às máquinas agrícolas ou rodoviárias válvulas redutoras de pressão % 46. válvulas para transmissão óleo-hidráulicas ou pneumáticas % 47. válvulas solenoides % 48. rolamentos % 49. árvores de transmissão (incluídas as árvores de cames e % virabrequins) e manivelas; mancais e bronzes ; engrenagens e rodas de fricção; eixos de esferas ou de roletes; redutores, multiplicadores, caixas de transmissão e variadores de velocidade, incluídos os conversores de torque; volantes e polias, incluídas as polias para cadernais; e dispositivos de acoplamento, incluídas as juntas de articulação embreagens 50. juntas metaloplásticas; jogos ou sortidos de juntas de composições diferentes, apresentados em bolsas, envelopes ou embalagens semelhantes; juntas de vedação mecânicas (selos mecânicos) 51. acoplamentos, embreagens, variadores de velocidade e freios eletromagnéticos 52. acumuladores elétricos de chumbo, do tipo utilizado para o arranque dos motores de pistão 53. aparelhos e dispositivos elétricos de ignição ou de arranque para motores de ignição por centelha ou por compressão (por exemplo, magnetos, dínamos-magnetos, bobinas de ignição, velas de ignição ou de aquecimento, motores de arranque); geradores dínamos e alternadores, por exemplo) e conjuntoresdisjuntores utilizados com estes motores 54. aparelhos elétricos de iluminação ou de sinalização (exceto os da posição 85.39), limpadores de para-brisas, degeladores e desembaçadores (desembaciadores) elétricos % % % % ou ou telefones móveis % 56. altofalantes, amplificadores elétricos de audiofrequência e % partes 57. aparelhos de reprodução de som % 58. aparelhos transmissores (emissores) de radiotelefonia ou radiotelegrafia (rádio receptor/transmissor) ou % 59. aparelhos receptores de radiodifusão que só funcionam com % fonte externa de energia 60. antenas % 61. circuitos impressos % 62. selecionadores e interruptores não automáticos % 63. fusíveis e corta-circuitos de fusíveis % 64. disjuntores % 65. relés % 66. partes reconhecíveis como exclusivas ou principalmente % destinados aos aparelhos dos itens 62, 63, 64 e interruptores, seccionadores e comutadores % 68. faróis e projetores, em unidades seladas % 69. lâmpadas e tubos de incandescência, exceto de raios % ultravioleta ou infravermelhos 70. cabos coaxiais e outros condutores elétricos coaxiais % 18% 11

12 71. jogos de fios para velas de ignição e outros jogos de fios % 72. carroçarias para os veículos automóveis das posições 8701 a % 8705, incluídas as cabinas 73. partes e acessórios dos veículos automóveis das posições % 8701 a parte e acessórios de motocicletas (incluídos os ciclomotores) % 75. engates para reboques e semirreboques % 76. medidores de nível % 77. manômetros % 78. contadores, indicadores de velocidade e tacômetros, suas % partes e acessórios 79. amperímetros % 80. aparelhos digitais, de uso em veículos automóveis, para % medida e indicação de múltiplas grandezas tais como: velocidade média; consumos instantâneo e médio; e autonomia (computador de bordo) 81. controladores eletrônicos % 82. relógios para painéis de instrumentos e relógios semelhantes % 83. assentos e partes de assentos ou 18% acendedores % 85. tubos de borracha vulcanizada não endurecida, mesmo % providos de seus acessórios 86. juntas de vedação de cortiça natural e de amianto e 18% papel-diagrama para tacógrafo, em disco % 88. fitas, tiras, adesivos, autocolantes, de plástico, refletores, , 18% mesmo em rolos; e placas metálicas com película de plástico refletora, próprias para colocação em carrocerias, para-choques de veículos de carga, motocicletas, ciclomotores, capacetes, bonés de agentes de trânsito e de condutores de veículos, atuando como dispositivos refletivos de segurança rodoviários cilindros pneumáticos % 90. bomba elétrica de lavador de para-brisa , 18% e bomba de assistência de direção hidráulica e 18% motoventiladores e 18% filtros de pólen do ar-condicionado % 94. máquina de vidro elétrico de porta % 95. motor de limpador de para-brisa % 96. bobinas de reatância e de autoindução % 97. baterias de chumbo e de níquel-cádmio e 18% aparelhos de sinalização acústica (buzina) % 99. sensor de temperatura % 100. analisadores de gases ou de fumaça (sonda lambda) % A Portaria CAT nº 32/08 divulga o Índice de Valor Adicionado Setorial (), com efeitos no período de 01/04/2008 a 31/05/2010. Notas Cenofisco: 1ª) O de 26,50% será aplicado na saída promovida pelo estabelecimento: 12

13 a) de fabricante de veículos automotores, para atender ao índice de fidelidade de compra de que trata o art. 8º da Lei Federal nº 6.729/79; b) de fabricante de veículos, máquinas e implementos agrícolas ou rodoviários, cuja distribuição seja efetuada de forma exclusiva, mediante contrato de fidelidade; e c) atacadista de peças controlado por fabricante de veículo automotor, que opere exclusivamente junto aos concessionários integrantes da rede de distribuição do referido fabricante, mediante contrato de fidelidade. 2ª) O de 40,00% será aplicado para os demais casos Pilhas e baterias novas Art. 313-Q do RICMS/00 1. pilhas e baterias novas % A Portaria CAT nº 30/08 divulga o Índice de Valor Adicionado Setorial (), com efeitos no período de 01/04/2008 a 31/05/ Lâmpadas elétricas, reatores e starter Art. 313-S do RICMS/00 1. lâmpadas e tubos elétricos de incandescência ou de descarga, incluídos os artigos denominados faróis e projetores, em unidades seladas e as lâmpadas e tubos de raios ultravioleta ou infravermelhos; lâmpadas de arco (excluídos os automotivos) % 2. lâmpadas, tubos e válvulas, eletrônicos, de cátodo quente, cátodo frio ou % fotocátodo por exemplo, lâmpadas, tubos e válvulas, de vácuo, de vapor ou de gás, ampolas retificadoras de vapor de mercúrio, tubos catódicos, tubos e válvulas para câmeras de televisão) 3. reatores para lâmpadas ou tubos de descargas % 4. starter % A Portaria CAT nº 29/08 divulga o Índice de Valor Adicionado Setorial (), com efeitos no período de 01/04/2008 a 31/05/ Papel Art. 313-U do RICMS/00 1. Papel, do tipo utilizado para escrita, impressão ou outros fins gráficos, em folhas, de % 24,84% 33,97% peso igual ou superior a 40 g/m2, mas não superior a 150 g/m2, nas quais um lado não seja superior a 435 mm e o outro a 297 mm, quando não dobradas, excluídos os papéis para impressão de papel-moeda A Portaria CAT nº 85/09 divulga o Índice de Valor Adicionado Setorial (), com efeitos no período de 01/05/2009 a 31/03/ Produtos alimentícios Art. 313-W do RICMS/00 1. Chocolates 1.1. Chocolate branco, em embalagens de conteúdo inferior ou igual a 1 kg % 43,23% 53,71% 1.2. Chocolates contendo cacau, em embalagens de conteúdo inferior ou igual e 18% 43,23% 53,71% a 1 kg Chocolate em barras, tabletes ou blocos ou no estado líquido, em pasta, e 18% 43,23% 53,71% em pó, grânulos ou formas semelhantes, em recipientes ou embalagens imediatas de conteúdo igual ou inferior a 2 kg 1.4. Chocolates e outras preparações alimentícias contendo cacau, em % 43,23% 53,71% embalagens de conteúdo igual ou inferior a 1 kg, excluídos os achocolatados em pó 1.5. Achocolatados em pó, em embalagens de conteúdo igual ou inferior a 1 kg % 24,37% 33,47% 1.6. Caixas de bombons contendo cacau, em embalagens de conteúdo entre % 24,37% 33,47% 400 g a 1 kg 1.7. Bombons, inclusive à base de chocolate branco, caramelos, confeitos, e 18% 43,23% 53,71% pastilhas e outros produtos de confeitaria, sem cacau Gomas de mascar com ou sem açúcar e 18% *57,33% 68,84% Bombons, balas, caramelos, confeitos, pastilhas e outros produtos de % 43,23% 53,71% confeitaria, contendo cacau Balas, caramelos, confeitos, pastilhas e produtos semelhantes sem e 18% *57,33% 68,84% açúcar Sucos e Bebidas 2.1. Bebidas prontas à base de mate ou chá e 18% 40,46% 50,74% Preparações em pó para a elaboração de bebidas e 18% 51,23% 62,30% Refrescos e outras bebidas não alcoólicas, exceto os refrigerantes e as demais bebidas de que trata o art. 293 do RICMS/ % 38,84% 49,00% 13

14 2.4. Bebidas prontas à base de café % 39,83% 50,06% 2.5. Sucos de frutas, ou mistura de sucos de fruta % 38,84% 49,00% 2.6. Água de coco % 38,84% 49,00% 2.7. Néctares de frutas e outras bebidas não alcoólicas prontas para beber % 38,84% 49,00% 2.8. Bebidas alimentares prontas à base de soja, leite ou cacau % 39,83% 50,06% 2.9. Refrescos e outras bebidas prontas para beber à base de chá e mate % 40,46% 50,74% 3. Laticínios e Matinais 3.1. Leite em pó, blocos ou grânulos, exceto creme de leite , e 18% 20,23% 29,03% Preparações em pó para elaboração de bebidas instantâneas, em % 24,73% 33,86% embalagens de conteúdo inferior a 1 kg 3.3. Farinha láctea % 49,87% 60,84% 3.4. Leite modificado para alimentação de lactentes % 43,65% 54,16% 3.5. Preparações para alimentação infantil à base de farinhas, grumos, sêmolas e 18% 49,87% 60,84% ou amidos e outros Leite longa vida (UHT Ultra High Temperature), em recipiente de e 18% 16,23% 24,73% conteúdo inferior ou igual a 2 litros Creme de leite, em recipiente de conteúdo inferior ou igual a 1 kg % 18,44% 27,11% Leite condensado, em recipiente de conteúdo inferior ou igual a 1 kg % 12,44% 20,67% 3.8. Iogurte e leite fermentado, em recipiente de conteúdo inferior ou igual a % 20,81% 29,65% litros 3.9. Requeijão e similares, em recipiente de conteúdo inferior ou igual a 1 kg 0404 e % 31,34% 40,95% Manteiga, em embalagem de conteúdo inferior ou igual a 1 kg % 44,61% 55,19% Margarina, em recipiente de conteúdo inferior ou igual a 1 kg % 23,00% 32,00% 4. Snacks, Cereais e Congêneres 4.1. Produtos à base de cereais, obtidos por expansão ou torrefação e 18% 37,27% 47,31% Salgadinhos diversos % 37,27% 47,31% 4.3. Batata frita, inhame e mandioca fritos e 18% 37,27% 47,31% Amendoim e castanhas tipo aperitivo, em embalagem de conteúdo inferior % 55,00% 66,34% ou igual a 1 kg 5. Molhos, Temperos e Condimentos 5.1. Catchup em embalagens imediatas de conteúdo inferior ou igual a % 60,23% 71,95% gramas, exceto as embalagens contendo envelopes individualizados (sachês) de conteúdo igual ou inferior a 10 gramas 5.2. Condimentos e temperos compostos, incluindo molho de pimenta e outros e 18% 62,52% 74,41% molhos, em embalagens imediatas de conteúdo inferior ou igual a 1 kg Molhos de soja preparados em embalagens imediatas de conteúdo inferior % 62,52% 74,41% ou igual a 650 gramas, exceto as embalagens contendo envelopes individualizados (saches) de conteúdo igual ou inferior a 10 gramas 5.4. Farinha de mostarda em embalagens de conteúdo inferior ou igual a 1 kg % 62,24% 74,11% 5.5. Mostarda preparada em embalagens imediatas de conteúdo inferior ou % 62,24% 74,11% igual a 650 gramas, exceto as embalagens contendo envelopes individualizados (sachês) de conteúdo igual ou inferior a 10 gramas 5.6. Maionese em embalagens imediatas de conteúdo inferior ou igual a % 33,24% 42,99% gramas, exceto as embalagens contendo envelopes individualizados (sachês) de conteúdo igual ou inferior a 10 gramas 5.7. Tomates preparados ou conservados, exceto em vinagre ou em ácido % 42,85% 53,30% acético, em embalagens de conteúdo inferior ou igual a 1 kg 5.8. Molhos de tomate em embalagens imediatas de conteúdo inferior ou igual % 54,08% 65,35% a 1 kg 5.9. Vinagres e seus sucedâneos obtidos a partir do ácido acético, para usos % 46,85% 57,60% alimentares, em embalagens imediatas de conteúdo inferior ou igual a 1 litro 6. Barras de Cereais 6.1. Barra de cereais e 18% 85,98% 99,59% Barra de cereais contendo cacau % 85,98% 99,59% 6.3. Complementos alimentares compreendendo, entre outros, shakes para , 18% 56,53% 67,98% ganho ou perda de peso, barras e pós de proteínas, tabletes ou barras de fibras e vegetais, suplementos alimentares de vitaminas e minerais em geral, ômega 3 e demais suplementos similares, ainda que em cápsulas Produtos à Base de Trigo e Farinhas 7.1. Massas alimentícias, cozidas ou recheadas (de carne ou de outras % 30,24% 39,77% substâncias) ou preparadas de outro modo 7.2. Pão denominado knäckebrot % 26,78% Não ajustar 7.3. Bolo de forma, pães industrializados, inclusive de especiarias % 26,78% Não ajustar 7.4. Biscoitos e bolachas (exceto os do art. 22 do Anexo III do RICMS/00) % 37,88% 47,97% 7.5. Waffles e wafers % 51,23% 62,30% 7.6. Torradas, pão torrado e produtos semelhantes torrados % 26,78% Não ajustar 7.7. Outros pães de forma % 26,78% Não ajustar 7.8. Outras bolachas, exceto casquinhas para sorvete % 26,78% 36, Outros pães e bolos industrializados e produtos de panificação não % 26,78% Não ajustar especificados anteriormente, exceto casquinhas para sorvete 8. Óleos 14

15 8.1. Óleo de soja refinado, em recipientes com capacidade inferior ou igual a % 17,19% 25,76% litros 8.2. Óleo de amendoim refinado, em recipientes com capacidade inferior ou % *57,33% 68,84% igual a 5 litros 8.3. Azeites de oliva, em recipientes com capacidade inferior ou igual a 5 litros % 32,62% 42,32% 8.4. Outros óleos e respectivas frações, obtidos exclusivamente a partir de % 47,07% 57,83% azeitonas, mesmo refinados, mas não quimicamente modificados, e misturas desses óleos ou frações com óleos ou frações da posição 1509, em recipientes com capacidade inferior ou igual a 5 litros 8.5. Óleo de girassol ou de algodão refinado, em recipientes com capacidade e 18% 31,01% 40,60% inferior ou igual a 5 litros Óleo de canola, em recipientes com capacidade inferior ou igual a 5 litros % 20,81% 29,65% 8.7. Óleo de linhaça refinado, em recipientes com capacidade inferior ou igual a % *57,33% 68,84% 5 litros 8.8. Óleo de milho refinado, em recipientes com capacidade inferior ou igual a % 33,67% 43,45% litros 8.9. Outros óleos refinados, em recipientes com capacidade inferior ou igual a e 18% *57,33% 68,84% litros Misturas de óleos refinados, para consumo humano, em recipientes com % 41,22% 51,55% capacidade inferior ou igual a 5 litros 9. Produtos à Base de Carne e Peixe 9.1. Enchidos (embutidos) e produtos semelhantes, de carne, miudezas ou % 32,40% 42,09% sangue 9.2. Outras preparações e conservas de carne, miudezas ou de sangue % 38,39% 48,52% 9.3. Preparações e conservas de peixes; caviar e seus sucedâneos preparados % *57,33% 68,84% a partir 9.4. Crustáceos, moluscos e outros invertebrados aquáticos, preparados ou em % *57,33% 68,84% conservas 10. Produtos Hortícolas e Frutas Produtos hortícolas, cozidos em água ou vapor, congelados, em % *57,33% 68,84% embalagens de conteúdo inferior ou igual a 1 kg Frutas, não cozidas ou cozidas em água ou vapor, congeladas, mesmo % *57,33% 68,84% adicionadas de açúcar ou de outros edulcorantes, em embalagens de conteúdo inferior ou igual a 1 kg Produtos hortícolas, frutas e outras partes comestíveis de plantas, % 53,84% 65,10% preparados ou conservados em vinagre ou em ácido acético, em embalagens de conteúdo inferior ou igual a 1 kg Cogumelos e trufas, preparados ou conservados, exceto em vinagre ou % 56,36% 67,80% ácido acético, em embalagens de conteúdo inferior ou igual a 1 kg Outros produtos hortícolas preparados ou conservados, exceto em % *57,33% 68,84% vinagre ou em ácido acético, congelados, com exceção dos produtos da posição 2006, em embalagens de conteúdo inferior ou igual a 1 kg Outros produtos hortícolas preparados ou conservados, exceto em % 38,57% 48,71% vinagre ou em ácido acético, não congelados, com exceção dos produtos da posição 2006, excluídos batata, inhame e mandioca fritos, em embalagens de conteúdo inferior ou igual a 1 kg Produtos hortícolas, frutas, cascas de frutas e outras partes de plantas, % *57,33% 68,84% conservados com açúcar (passados por calda, glaceados ou cristalizados), em embalagens de conteúdo inferior ou igual a 1 kg Doces, geleias, marmelades, purês e pastas de frutas, obtidos por % *57,33% 68,84% cozimento, com ou sem adição de açúcar ou de outros edulcorantes, em embalagens de conteúdo inferior ou igual a 1 kg Frutas e outras partes comestíveis de plantas, preparadas ou % 46,78% 57,52% conservadas de outro modo, com ou sem adição de açúcar ou de outros edulcorantes ou de álcool, não especificadas nem compreendidas em outras posições, excluídos os amendoins e castanhas tipo aperitivo, da posição , em embalagens de conteúdo inferior ou igual a 1 kg 11. Outros Preparações alimentícias compostas homogeneizadas (alimento infantil % 49,87% 60,84% em conserva salgado ou doce) Preparações para caldos em embalagem igual ou inferior a 1 kg % 54,81% 66,14% Preparações para sopas em embalagem igual ou inferior a 1 kg % 56,59% 68,05% Caldos e sopas preparados % *57,33% 68,84% Café torrado e moído, em embalagens de conteúdo inferior ou igual a % 10,34% 18,41% kgs Chá, mesmo aromatizado % 35,51% 45,43% Mate % *57,33% 68,84% Açúcar, em embalagens de conteúdo inferior ou igual a 2 kgs, exceto as ou 18% 16,68% 25,22% embalagens contendo envelopes individualizados (sachês) de conteúdo igual ou inferior a 10 gramas Milho para pipoca (micro-ondas) % 43,81% 54,33% Extratos, essências e concentrados de café e preparações à base destes extratos, essências ou concentrados ou à base de café, em embalagens de conteúdo inferior ou igual a 500 gramas % 56,87% 68,35% 15

16 Extratos, essências e concentrados de chá ou de mate e preparações à % *57,33% 68,84% base destes extratos, essências ou concentrados ou à base de chá ou de mate, em embalagens de conteúdo inferior ou igual a 500 gramas, exceto as bebidas prontas à base de mate ou chá Pós, inclusive com adição de açúcar ou outro edulcorante, para a % *57,33% 68,84% fabricação de pudins, cremes, sorvetes, flans, gelatinas ou preparações similares, de conteúdo inferior ou igual a 500 gramas Edulcorantes em geral (aspartame, sacarina e seus sais, ácido ciclamico de sódio e seus sais, manitol, d-glucitol, sorbitol, poliálcool, maltitol) % *57,33% 68,84% A Portaria CAT nº 57/08 divulga o Índice de Valor Adicionado Setorial (), com efeitos no período de 01/05/2008 a 30/11/2009. Nota Cenofisco: 4.1. Para os itens assinalados com (*) aplica-se o indicado no quadro constante do subitem Materiais de construção Art. 313-Y do RICMS/00 1. cal para construção civil % 34,84% 44,71% 2. argamassas, seladoras, massas para revestimento, aditivos para argamassas % 33,53% Não ajustar e afins, exceto os contantes no 1º do art. 312 do RICMS/ , 18% 33,53% 43,30% e silicones em formas primárias, para uso na construção civil % 54,37% 65,67% 4. revestimentos de PVC e outros plásticos; forro, sancas e afins de PVC, para % 38,34% 48,46% uso na construção civil 5. tubos e seus acessórios (por exemplo, juntas, cotovelos, flanges, uniões), de % 30,74% 40,31% plásticos, para uso na construção civil 6. revestimento de pavimento de PVC e outros plásticos % 32,97% Não ajustar 7. chapas, folhas, tiras, fitas, películas e outras formas planas, autoadesivas, de % *69,43% 81,83% plásticos, mesmo em rolos, para uso na construção civil 8. veda rosca, lona plástica, fitas isolantes e afins 3919, % 28,17% 37,55% Nota Cenofisco: No caso de chapas, folhas, películas, tiras e lâminas de plásticos classificados na NBM/SH e , a alíquota aplicada será de 12% e o não será ajustado (art. 54, XIV, do RICMS/00). e telhas plásticas, chapas, laminados plásticos em bobina, para uso na % *69,43% 81,83% construção civil Nota Cenofisco: No caso de folhas, películas, tiras e lâminas de plásticos classificados na NBM/SH e , a alíquota aplicada será de 12% e o não será ajustado (art. 54, XIV, do RICMS/00). 10. banheiras, boxes para chuveiros, pias, lavatórios, bidês, sanitários e seus % 39,28% 49,47% assentos e tampas, caixas de descarga e artigos semelhantes para usos sanitários ou higiênicos, de plásticos 11. artefatos de higiene/toucador de plástico % 74,51% 87,28% 12. artefatos para apetrechamento de construções, de plásticos, não ou 18% 43,84% 54,36% especificados nem compreendidos em outras posições, incluindo persianas, sancas, molduras, apliques e rosetas, telhas, cumeeiras, caixas d água, portas, janelas, caixilhos de polietileno e outros plásticos outras obras de plástico, para uso na construção civil % 30,48% 40,03% 14. fitas emborrachadas % 27,14% 36,44% 15. tubos de borracha vulcanizada não endurecida, mesmo providos dos % 42,35% 52,77% respectivos acessórios (por exemplo, juntas, cotovelos, flanges, uniões) para uso na construção civil 16. revestimentos para pavimentos (pisos) e capachos de borracha vulcanizada % *69,43% 81,83% não endurecida 17. papel de parede e revestimentos de parede semelhantes; papel para vitrais % 51,13% 62,19% 18. abrasivos naturais ou artificiais, em pó ou em grãos, aplicados sobre % 35,90% 45,84% matérias têxteis, papel, cartão ou outras matérias, mesmo recortados, costurados ou reunidos de outro modo 19. manta asfáltica % 34,44% 44,28% 20. caixas d água, tanques e reservatórios e suas tampas, telhas, calhas, % 36,00% Não ajustar cumeeiras e afins, de fibrocimento, cimento-celulose ou semelhantes, contendo ou não amianto, com frete incluído na base de cálculo de retenção 20-A. caixas d água, tanques e reservatórios e suas tampas, telhas, calhas, % 53,22% Não ajustar cumeeiras e afins, de fibrocimento, cimento-celulose ou semelhantes, contendo ou não amianto, sem frete incluído na base de cálculo de retenção 21. pias, lavatórios, colunas para lavatórios, banheiras, bidês, sanitários, caixas % 34,29% Não ajustar 16

17 de descarga, mictórios e aparelhos fixos semelhantes para usos sanitários, de cerâmica 22. artefatos de higiene/toucador de cerâmica % 57,10% 68,60% 23. blocos, placas, tijolos, ladrilhos, telhas e outros artefatos, de vidro prensado % 61,20% 73,00% ou moldado, mesmo armado, para construção; cubos, pastilhas e outros artigos semelhantes 24. caixas diversas (tais como caixa de correio, de entrada de água, de energia, % 58,53% 70,13% de instalação) de ferro ou aço, próprias para a construção civil 25. artefatos de higiene ou de toucador, e suas partes, de ferro fundido, ferro o % 56,93% 68,41% aço, incluídas as pias, banheiras, lavatórios, cubas, mictórios, tanques e afins de ferro fundido, ferro ou aço 26. outras obras moldadas, de ferro fundido, ferro ou aço, para uso na % 56,93% 68,41% construção civil 27. tubos de cobre e suas ligas, para instalações de água quente e gás, de uso % 27,67% 37,01% na construção civil 28. acessórios para tubos (por exemplo, uniões, cotovelos, luvas ou mangas) de % 27,67% 37,01% cobre e suas ligas, para uso na construção civil 29. artefatos de higiene/toucador de cobre % 40,79% 51,09% 30. manta de subcobertura aluminizada % 34,19% 44,01% 31. Tubos de alumínio, para uso na construção civil % 14,49% 22,87% 32. acessórios para tubos (por exemplo, uniões, cotovelos, luvas ou mangas), % 39,96% 50,20% de alumínio, para uso na construção civil 33. artefatos de higiene/toucador de alumínio % 45,69% 56,35% 34. aquecedores de água não elétricos, de aquecimento instantâneo ou de % 29,67% 39,16% acumulação 35. torneiras, válvulas (incluídas as redutoras de pressão e as termostáticas) e % 30,18% 39,71% dispositivos semelhantes, para canalizações, caldeiras, reservatórios, cubas e outros recipientes 36. banheira de hidromassagem % 31,70% 41,34% 37. ardósia, em qualquer formato, com até 2 m 2, e suas obras , 18% 33,85% 43,64% colas e outros adesivos preparados, não especificados nem compreendidos % 48,02% 58,85% em outras posições, produtos de qualquer espécie utilizados como colas ou adesivos, acondicionados para venda a retalho como colas ou adesivos, com peso líquido não superior a 1 kilo, exceto cola bastão, cola instantânea e cola branca escolar 39. portas, janelas e afins de plástico % 35,00% 44,88% 40. postigos, estores (incluídas as venezianas) e artefatos semelhantes e suas % 48,19% 59,03% partes 41. juntas, gaxetas e semelhantes, de borracha vulcanizada não endurecida % 47,38% 58,16% 42. folhas para folheados (incluídas as obtidas por corte de madeira % *69,43% 81,83% estratificada), folhas para compensados (contraplacados) ou para outras madeiras estratificadas semelhantes e outras madeiras, serra das longitudinalmente, cortadas em folhas ou desenroladas, mesmo aplainadas, polidas, unidas pelas bordas ou pelas extremidades, de espessura não superior a 6 mm 43. pisos de madeira % 34,96% 44,84% 44. painéis de partículas, painéis denominados oriented strand board (OSB) e % 34,61% 44,46% painéis semelhantes (por exemplo, waferboard), de madeira ou de outras matérias lenhosas, recobertos na superfície com papel impregnado de melamina, mesmo aglomeradas com resinas ou com outros aglutinantes orgânicos, em ambas as faces, com película protetora na face superior e trabalho de encaixe nas quatro laterais, dos tipos utilizados para pavimentos 45. pisos laminados com base de MDF (Medium Density Fiberboard) e/ou % 33,84% 43,63% madeira Nota Cenofisco: No caso de painéis de madeira industrializada, classificados na NBM/SH , , , , a alíquota aplicada será de 12% e o IVA- ST não será ajustado (art. 54, IX, do RICMS/00). 46. obras de marcenaria ou de carpintaria para construções, incluídos os painéis celulares, os painéis montados para revestimento de pavimentos (pisos) e as fasquias para telhados shingles e shakes, de madeira % 37,27% 47,31% 47. persianas de madeiras 4418 e % 36,28% 46,25% 48. tapetes e outros revestimentos para pavimentos (pisos), de matérias têxteis, % *69,43% 81,83% tufados, mesmo confeccionados 49. tapetes e outros revestimentos para pavimentos (pisos), de feltro, exceto os % 36,83% 46,84% tufados e os flocados, mesmo confeccionados 50. linóleos, mesmo recortados; revestimentos para pavimentos (pisos) constituídos por um induto ou recobrimento aplicado sobre suporte têxtil, mesmo recortados % *69,43% 81,83% 17

18 51. persianas de materiais têxteis % 47,04% 57,80% 52. ladrilhos de mármores, travertinos, lajotas, quadrotes, alabastro, ônix e % 42,98% 53,44% outras rochas carbonáticas, e ladrilhos de granito, cianito, charnokito, diorito, basalto e outras rochas silicáticas, com área de até 2 m painéis, chapas, ladrilhos, blocos e semelhantes, de fibras vegetais, de % *69,43% 81,83% palha ou de aparas, partículas, serragem (serradura) ou de outros desperdícios de madeira, aglomerados com cimento, gesso ou outros aglutinantes minerais, para uso na construção civil 54. obras de gesso ou de composições à base de gesso % 28,67% 38,08% 55. obras de cimento, de concreto ou de pedra artificial, mesmo armadas, % 35,46% 45,37% exceto poste acima de 3 m de altura e tubos, laje, pré-laje e mourões Nota Cenofisco: No caso de telhas e lajes planas pré-fabricadas, NBM/SH ; painéis de lajes, NBM/SH ; pré-lajes e pré-moldados, NBM/SH ; blocos de concreto, NBM/SH e postes, NBM/SH , a alíquota aplicada será de 12% e o não será ajustado (art. 54, 2º, 5 a 9, do RICMS/00). 56. tijolos, placas (lajes), ladrilhos e outras peças cerâmicas de farinhas % *69,43% 81,83% siliciosas fósseis (kieselghur, tripolita, diatomita, por exemplo) ou de terras siliciosas semelhantes 57. tijolos, placas (lajes), ladrilhos e peças cerâmicas semelhantes, para % 52,58% 63,74% construção, refratários, que não sejam de farinhas siliciosas fósseis nem de terras siliciosas semelhantes 58. tijolos para construção, tijoleiras, tapa-vigas e produtos semelhantes, de % 37,49% 47,55% cerâmica, com frete incluído na base de cálculo de retenção 58-A. tijolos para construção, tijoleiras, tapa-vigas e produtos semelhantes, de % 75,98% 88,86% cerâmica, sem frete incluído na base de cálculo de retenção Nota Cenofisco: Relativamente aos itens 58 e 58-A, no caso de tijolos cerâmicos, não esmaltados nem vitrificados da NBM/SH e tijoleiras (peças ocas para tetos e pavimentos) e tapa-vigas (complementos da tijoleira) de cerâmica não esmaltada nem vitrificada da NBM/SH , a alíquota aplicada será de 12% e o não será ajustado (art. 54, 2º, 2 e 3, do RICMS/00). 59. telhas, elementos de chaminés, condutores de fumaça, ornamentos % 37,55% 47,61% arquitetônicos, de cerâmica, e outros produtos cerâmicos para cons trução civil, com frete incluído na base de cálculo de retenção base de cálculo de retenção 59-A. telhas, elementos de chaminés, condutores de fumaça, ornamentos % 67,24% 79,48% arquitetônicos, de cerâmica, e outros produtos cerâmicos para construção civil, sem frete incluído na base de cálculo de retenção Nota Cenofisco: Relativamente aos itens 59 e 59-A, no caso de telhas cerâmicas, não esmaltadas nem vitrificadas da NBM/SH , a alíquota aplicada será de 12% e o não será ajustado (art. 54, 2º, 4, do RICMS/00). 60. tubos, calhas ou algerozes e acessórios para canalizações de cerâmica % 61,46% Não ajustar 61. ladrilhos e placas de cerâmica, exclusivamente para pavimentação ou 6907 e % 35,33% Não ajustar revestimento 62. vidro vazado ou laminado, em chapas, folhas ou perfis, mesmo com camada % 36,08% 46,04% absorvente, refletora ou não, mas sem qualquer outro trabalho 63. vidro estirado ou soprado, em folhas, mesmo com camada absorvente, % *69,43% 81,83% refletora ou não, mas sem qualquer outro trabalho 64. vidro flotado e vidro desbastado ou polido em uma ou em ambas as faces, % 34,41% 44,24% em chapas ou em folhas, mesmo com camada absorvente, refletora ou não, mas sem qualquer outro trabalho 65. vidros temperados % 33,65% 43,43% 66. vidros laminados % 34,93% 44,80% 67. vidros isolantes de paredes múltiplas % 49,98% 60,95% 68. espelhos de vidro, mesmo emoldurados, excluídos os de uso automotivo % 38,56% 48,70% 69. fios de ferro ou aço não ligados, não revestidos, mesmo polidos; cordas, cabos, tranças (entrançados), lingas e artefatos semelhantes, de ferro ou aço, não isolados para usos elétricos % 18% 37,88% 37,88% Não ajustar 47,97% 70. outros fios de ferro ou aço, não ligados, galvanizados % 39,73% Não ajustar 71. acessórios para tubos (inclusive uniões, cotovelos, luvas ou mangas), de % 33,48% 43,25% ferro fundido, ferro ou aço 72. portas e janelas, e seus caixilhos, alizares e soleiras de ferro fundido, ferro % 29,85% 39,35% ou aço 73. material para andaimes, para armações (cofragens) e para escoramentos, % 29,85% Não ajustar (inclusive armações prontas, para estruturas de concreto armado ou argamassa % 29,85% 39,35% armada), eletrocalhas e perfilados de ferro fundido, ferro ou aço, próprios para construção 74. barras próprias para construções, exceto os vergalhões de ferro % 40,36% 50,63% % 40,36% Não ajustar 74-A. vergalhões de ferro % 27,74% 37,09% % 27,74% Não ajustar 75. arame farpado, de ferro ou aço; arames ou tiras, retorcidos, mesmo farpados, de ferro ou aço, dos tipos utilizados em cercas % 41,79% Não ajustar 18

19 76. telas metálicas, grades e redes, de fios de ferro ou aço % 31,18% 40,78% Nota Cenofisco: No caso de gradese redes, soldadas nos pontos de interseção, de fios com, pelo menos,3 mm na maior dimensão do corte transversal e com malhas de 100 cm 2 ou mais, de superfície de aço, não revestidas, para estruturas ou obras de concreto armado ou argamassa armada, NBM/SH ; galvanizadas, NBM/SH ; de aço, não revestidas, para estruturas ou obras de concreto armado ou argamassa armada, NBM/SH ; galvanizadas, NBM/SH ; recobertas de plásticos, NBM/SH , a alíquota aplicada será de 12% e o não será ajustado (art. 54, 1º, 5 a 7, do RICMS/00). 77. correntes de rolos, de ferro fundido, ferro ou aço % *69,43% 81,83% 78. outras correntes de elos articulados, de ferro fundido, ferro ou aço % *69,43% 81,83% 79. correntes de elos soldados, de ferro fundido, de ferro ou aço % 41,91% 52,29% 80. tachas, pregos, percevejos, escápulas, grampos ondulados ou biselados e % 36,60% 46,60% artefatos semelhantes, de ferro fundido, ferro ou aço, mesmo com a cabeça de outra matéria, exceto cobre Nota Cenofisco: No caso de grampos de fio curvado, NBM/SH e pregos, NBM/SH , a alíquota aplicada será de 12% e o não será ajustado (art. 54, 1º, 10 e 11, do RICMS/00). 81. parafusos, pinos ou pernos, roscados, porcas, tira-fundos, ganchos % 44,95% 55,56% roscados, rebites, chavetas, cavilhas, contrapinos, arruelas (incluídas as de pressão) e artefatos semelhantes, de ferro fundido, ferro ou aço 82. esponjas, esfregões, luvas e artefatos semelhantes para limpeza, polimento % *69,43% 81,83% e usos semelhantes, de ferro ou aço 83. abraçadeiras % 44,77% 55,36% 84. barra de cobre % 31,50% 41,12% 85. tachas, pregos, percevejos, escápulas e artefatos semelhantes, de cobre, ou % 37,15% 47,19% de ferro ou aço com cabeça de cobre; parafusos, pinos ou pernos, roscados, porcas, ganchos roscados, rebites, chavetas, cavilhas, contrapinos, arruelas (incluídas as de pressão), e artefatos semelhantes, de cobre 86. construções e suas partes (por exemplo, pontes e elementos de pontes, % 30,97% 40,55% torres, pórticos ou pilones, pilares, colunas, armações, estruturas para telhados, portas e janelas, e seus caixilhos, alizares e soleiras, balaustradas), de alumínio, exceto as construções pré-fabricadas da posição 9406; chapas, barras, perfis, tubos e semelhantes, de alumínio, próprios para construções 87. outras obras de alumínio, próprias para construções, incluídas as persianas % 35,20% 45,09% 88. cadeados, fechaduras e ferrolhos (de chave, de segredo ou elétricos), de % 36,26% 46,23% metais comuns, incluídas as suas partes; fechos e armações com fecho, com fechadura, de metais comuns; chaves para estes artigos, de metais comuns; excluídos os de uso automotivo 89. dobradiças de metais comuns, de qualquer tipo % 40,09% 50,34% 90. outras guarnições, ferragens e artigos semelhantes de metais comuns, para ou 18% 35,20% 45,09% construções, inclusive puxadores, exceto persianas de alumínio constantes do item pateras, porta-chapéus, cabides, e artigos semelhantes de metais comuns % 49,27% 60,19% 92. tubos flexíveis de metais comuns, mesmo com acessórios, para uso na % 30,55% 40,10% construção civil 93. fios, varetas, tubos, chapas, eletrodos e artefatos semelhantes, de metais comuns ou de carbonetos metálicos, revestidos exterior ou interiormente de decapantes ou de fundentes, para soldagem (solda dura) ou depósito de metal ou de carbonetos metálicos; fios e varetas de pós de metais comuns aglomerados, para metalização por projeção % 37,32% 47,37% 94. partes de máquinas e aparelhos para soldadura forte ou fraca e de máquinas e aparelhos para soldar metais por resistência , e % 39,14% 49,32% A Portaria CAT nº 109/08 divulga o Índice de Valor Adicionado Setorial (), com efeitos no período de 01/03/2009 a 30/11/2009. Nota Cenofisco: 4.1. Para os itens assinalados com (*) aplica-se o indicado no quadro constante do subitem Produtos de colchoaria Art. 313-Z1 do RICMS/00 1. suportes elásticos para cama % 65,86% Não Ajustar 2. colchões, inclusive Box % 65,86% Não Ajustar 3. travesseiros e pillow % 65,86% 78% A Portaria CAT nº 61/09 divulga o Índice de Valor Adicionado Setorial (), com efeitos no período de 01/04/2009 a 30/11/

20 Ferramentas Art. 313-Z3 do RICMS/00 1. ferramentas de borracha vulcanizada não endurecida % 37,15% 47,19% 2. ferramentas, armações e cabos de ferramentas, de madeira e 18% 37,15% 47,19% % 39,64% 49,86% 3. mós e artefatos semelhantes, sem armação, para moer, desfibrar, triturar, amolar, polir, retificar ou cortar; pedras para amolar ou para polir, manualmente, e suas partes, de pedras naturais, de abrasivos naturais ou artificiais aglomerados ou de cerâmica, mesmo com partes de outras matérias 4. pás, alviões, picaretas, enxadas, sachos, forcados e % 32,92% 42,65% forquilhas, ancinhos e raspadeiras; machados, podões e ferramentas semelhantes com gume; tesouras de podar de todos os tipos; foices e foicinhas, facas para feno ou para palha, tesouras para sebes, cunhas e outras ferramentas manuais para agricultura, horticultura ou silvicultura, exceto os produtos de uso agrícola constante na relação a que se refere o inciso V do art. 54 do RICMS/00 (Resolução SF nº 4/98) 5. serras manuais; folhas de serras de todos os tipos (incluídas % 30,17% 39,69% as fresas-serras e as folhas não dentadas para serrar) 6. limas, grosas, alicates (mesmo cortantes), tenazes, pinças, % 29,20% 38,65% cisalhas para metais, corta-tubos, cortapinos, saca-bocados e ferramentas semelhantes, manuais (exceto os produtos do subitem 24.25) 7. chaves de porcas, manuais (incluídas as chaves % 37,15% 47,19% dinamométricas); chaves de caixa intercambiáveis, mesmo com cabos 8. ferramentas manuais (incluídos os diamantes de vidraceiro) % 42,98% 53,44% não especificadas nem compreendidas em outras posições, lamparinas ou lâmpadas de soldar (maçaricos) e semelhantes; tornos de apertar, sargentos e semelhantes, exceto os acessórios ou partes de máquinas-ferramentas; bigornas; forjas-portáteis; mós com armação, manuais ou de pedal 9. ferramentas de pelo menos duas das posições 8202 a 8205, % 37,07% 47,10% acondicionadas em sortidos para venda a retalho 10. ferramentas intercambiáveis para ferramentas manuais, % 35% 44,88% mesmo mecânicas, ou para máquinas-ferramentas (por exemplo: de e mandrilar, brochar, fresar, tornear, aparafusar), incluídas as fieiras de estiragem ou de mbutir, estampar, puncionar, roscar, furar, extrusão, para metais, e as ferramentas de perfuração ou de sondagem, exceto forma ou gabarito de produtos em epoxy 11. facas e lâminas cortantes, para máquinas ou para % 45,15% 55,77% aparelhos mecânicos 12. plaquetas, varetas, pontas e objetos semelhantes para % 47,98% 58,81% ferramentas, não montados, de ceramais (cermets) 13. facas (exceto as da posição 8208) de lâmina cortante ou % 30,70% 40,26% serrilhada, incluídas as podadeiras de lâmina móvel, e suas lâminas, exceto as de uso doméstico 14. tesouras e suas lâminas % 44,95% 55,56% 15. instrumentos e aparelhos de geodésia, topografia, % 37,15% 47,19% agrimensura, nivelamento, fotogrametria, hidrografia, oceanografia, hidrologia, meteorologia ou de geofísica, exceto bússulas; telêmetros 16. instrumentos de desenho, de traçado ou de cálculo; metros, micrômetros, paquímetros, calibres e semelhantes; partes e acessórios , , e % 49,47% 60,41% 17. termômetros, exceto os clínicos, suas partes e acessórios e 18% 37,15% 47,19% pirômetros, suas partes e acessórios e 18% 37,15% 47,19% A Portaria CAT nº 99/09 divulga o Índice de Valor Adicionado Setorial (), com efeitos no período de 01/06/2009 a 30/05/ Bicicletas Art. 313-Z5 do RICMS/00 1. pneus novos de borracha dos tipos utilizados em bicicletas % 64,67% 76,72% 2. câmaras de ar de borracha novas dos tipos utilizados em % 64,67% 76,72% bicicletas 3. aparelhos de iluminação ou de sinalização visual dos tipos % 64,67% 76,72% utilizados em bicicletas 4. bicicletas e outros ciclos (incluídos os triciclos), sem motor % 47% 57,76% 5. partes e acessórios das bicicletas da posição 8712 e % 64,67% 76,72% A Portaria CAT nº 170/09 divulga o Índice de Valor Adicionado Setorial (), com efeitos no período de 01/10/2009 a 30/09/ Instrumentos musicais Art. 313-Z7 do RICMS/00 20

ANEXO 5 AO COMUNICADO: SÃO PAULO E SANTA CATARINA ALTERAÇÃO DE ACORDO DE ST.

ANEXO 5 AO COMUNICADO: SÃO PAULO E SANTA CATARINA ALTERAÇÃO DE ACORDO DE ST. ANEXO 5 AO COMUNICADO: SÃO PAULO E SANTA CATARINA ALTERAÇÃO DE ACORDO DE ST. Abrangência: operações interestaduais originadas do Estado de São Paulo e destinadas ao Estado de Santa Catarina. Produto: materiais

Leia mais

TABELA DE MVA AJUSTADA - MATERIAL DE CONSTRUÇÃO - RESOLUÇÃO n 08/2012 ORIGEM. Página 1 de 11

TABELA DE MVA AJUSTADA - MATERIAL DE CONSTRUÇÃO - RESOLUÇÃO n 08/2012 ORIGEM. Página 1 de 11 TABELA DE - MATERIAL DE CONSTRUÇÃO - RESOLUÇÃO n 08/2012 ORIGEM Item NCM/SH Descrição das mercadorias (%) 7% 12% 1. 3816.00.1 Argamassas 37 3824.50.00 2..16 Revestimentos de PVC e outros plásticos; forro,

Leia mais

Materiais de Construção e Congêneres terão novos IVA-ST a partir de 01/08/2012

Materiais de Construção e Congêneres terão novos IVA-ST a partir de 01/08/2012 CIRCULAR Nº 27/2012 São Paulo, 30 de Julho de 2012. Materiais de Construção e Congêneres terão novos IVA-ST a partir de 01/08/2012 Prezado Cliente, Por meio da Portaria CAT nº 92/2012, publicada na última

Leia mais

ANEXO AO COMUNICADO: ACORDO DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO

ANEXO AO COMUNICADO: ACORDO DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO ANEXO AO COMUNICADO: ACORDO DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO Abrangência: operações interestaduais originadas do estado de São Paulo e destinadas ao estado do Amapá e ao Distrito Federal.

Leia mais

Gomas de mascar com ou sem açúcar. Bebidas prontas à base de mate ou chá. Preparações em pó para a elaboração de bebidas

Gomas de mascar com ou sem açúcar. Bebidas prontas à base de mate ou chá. Preparações em pó para a elaboração de bebidas Abrangência: operações interestaduais entre contribuintes situados em São Paulo e contribuintes situados em Sergipe. Produto: alimentícios. Conteúdo: relação de Margem de Valor Agregado. Base Legal: Protocolo

Leia mais

MVA ALÍQUOTA INTERNA ORIGINAL ITEM DESCRIÇÃO NCM/SH 3917.10.10 17,00% 33,00% 41,01% 53,83%

MVA ALÍQUOTA INTERNA ORIGINAL ITEM DESCRIÇÃO NCM/SH 3917.10.10 17,00% 33,00% 41,01% 53,83% Abrangência: operações interestaduais originadas do Estado de São Paulo e destinadas ao Estado de Goiás. Produtos: materiais de construção, acabamento, bricolagem ou adorno. Conteúdo: acordos de substituição

Leia mais

Portaria CAT 92, de 26-07-2012

Portaria CAT 92, de 26-07-2012 Portaria CAT 92, de 26-07-2012 (DOE 27-07-2012) Estabelece a base de cálculo na saída de produtos de materiais de construção e congêneres, a que se refere o artigo 313-Z do Regulamento do ICMS. O Coordenador

Leia mais

PORTARIA CAT N 121, DE 27 DE AGOSTO DE 2012. (DOE de 28.08.2012)

PORTARIA CAT N 121, DE 27 DE AGOSTO DE 2012. (DOE de 28.08.2012) PORTARIA CAT N 121, DE 27 DE AGOSTO DE 2012 (DOE de 28.08.2012) Estabelece a base de cálculo na saída de produtos de materiais de construção e congêneres, a que se refere o artigo 313-Z do Regulamento

Leia mais

3214.90.00, 3816.00.1,3824.40.00, 3824.50.00 4 Silicones em formas primárias, para uso na construção civil 3910.00

3214.90.00, 3816.00.1,3824.40.00, 3824.50.00 4 Silicones em formas primárias, para uso na construção civil 3910.00 Item Descrição das mercadorias NCM/SH 1 Ardósia, em qualquer formato, com até 2m2, e suas obras 2514.00.00, 6802, 6803 2 Cal para construção civil 25.22 3 Argamassas, seladoras, massas para revestimento,

Leia mais

PROTOCOLO ICMS 112, DE 29 DE JULHO DE 2010.

PROTOCOLO ICMS 112, DE 29 DE JULHO DE 2010. Publicado no DOU de 10.08.10 PROTOCOLO ICMS 112, DE 29 DE JULHO DE 2010. Altera o Protocolo ICMS 32/09, que dispõe sobre a substituição tributária nas operações com materiais de construção, acabamento,

Leia mais

ANEXO 4.0 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA ANEXO 4.42.11. * REVOGADO PELO DECRETO Nº 26.695 de 6 de julho de 2010.

ANEXO 4.0 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA ANEXO 4.42.11. * REVOGADO PELO DECRETO Nº 26.695 de 6 de julho de 2010. ANEXO 4.0 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA ANEXO 4.42.11 * REVOGADO PELO DECRETO Nº 26.695 de 6 de julho de 2010. NAS OPERAÇÕES COM MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO, ACABAMENTO, BRICOLAGEM OU ADORNO Acrescentado pelo DECRETO

Leia mais

São Paulo, 10 de outubro de 2011 Departamento Jurídico

São Paulo, 10 de outubro de 2011 Departamento Jurídico São Paulo, 10 de outubro de 2011 Departamento Jurídico Informação. REF.: Protocolo ICMS nº 82, de 30 de setembro de 2011, que dispõe sobre a substituição tributária nas operações com materiais de construção,

Leia mais

39.16 Revestimentos de PVC e outros plásticos; forro, sancas e afins de PVC, para uso na construção civil

39.16 Revestimentos de PVC e outros plásticos; forro, sancas e afins de PVC, para uso na construção civil ANEXO 8 AO COMUNICADO: ACORDOS DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA SÃO PAULO E MINAS GERAIS Abrangência: operações interestaduais realizadas entre São Paulo e Minas Gerais. Segmentos: materiais de construção, acabamento,

Leia mais

Protoc. ICMS CONFAZ 110/10 - Protoc. ICMS - Protocolo ICMS CONSELHO NACIONAL DE POLÍTICA FAZENDÁRIA - CONFAZ nº 110 de 09.07.2010

Protoc. ICMS CONFAZ 110/10 - Protoc. ICMS - Protocolo ICMS CONSELHO NACIONAL DE POLÍTICA FAZENDÁRIA - CONFAZ nº 110 de 09.07.2010 Protoc. ICMS CONFAZ 110/10 - Protoc. ICMS - Protocolo ICMS CONSELHO NACIONAL DE POLÍTICA FAZENDÁRIA - CONFAZ nº 110 de 09.07.010 D.O.U.: 10.08.010 Altera o Protocolo ICMS 8/09, que dispõe sobre a substituição

Leia mais

ITEM DESCRIÇÃO NCM/SH 1

ITEM DESCRIÇÃO NCM/SH 1 ANEXO AO COMUNICADO: ACORDO DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA ENTRE SÃO PAULO E PERNAMBUCO Abrangência: operações interestaduais realizadas entre contribuintes situados em São Paulo e Pernambuco. Produto: autopeças.

Leia mais

PROTOCOLO ICMS 85, DE 30 DE SETEMBRO DE 2011

PROTOCOLO ICMS 85, DE 30 DE SETEMBRO DE 2011 PROTOCOLO ICMS 85, DE 30 DE SETEMBRO DE 2011 Publicado no DOU de 13.10.11, pelo Despacho 186/11. Ver, quanto à aplicação no Estado de SE, o Despacho 230/11. Ver, quanto à aplicação no Estado de GO, o Despacho

Leia mais

PROTOCOLO ICMS 4, DE 30 DE MARÇO DE 2012

PROTOCOLO ICMS 4, DE 30 DE MARÇO DE 2012 PROTOCOLO ICMS 4, DE 30 DE MARÇO DE 2012 Publicado no DOU de 09.04.12 Altera o Protocolo ICMS 28/09, que dispõe sobre a substituição tributária nas operações com produtos alimentícios. Os Estados de Minas

Leia mais

DECRETO Nº 37.139, DE 26 DE FEVEREIRO DE 2016

DECRETO Nº 37.139, DE 26 DE FEVEREIRO DE 2016 Publicado no DODF de 29/02/2016 DECRETO Nº 37.139, DE 26 DE FEVEREIRO DE 2016 Altera o Decreto nº 18.955, de 22 de dezembro de 1997, que regulamenta o Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de

Leia mais

ANEXO 4.0 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA ANEXO 4.42.1. * REVOGADO PELO DECRETO Nº 26.695 de 6 de julho de 2010.

ANEXO 4.0 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA ANEXO 4.42.1. * REVOGADO PELO DECRETO Nº 26.695 de 6 de julho de 2010. ANEXO 4.0 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA ANEXO 4.42.1 * REVOGADO PELO DECRETO Nº 26.695 de 6 de julho de 2010. NAS OPERAÇÕES COM PRODUTOS ALIMENTÍCIOS Acrescentado pelo DECRETO nº 26.258 de 30.12.2009 DOE: 30.12.2009

Leia mais

Substituição Tributária. São Paulo

Substituição Tributária. São Paulo Substituição Tributária São Paulo São Paulo Visão Geral O Estado de São Paulo vem costurando com diversos Estados celebração de protocolos de ST, onde: MVA s: os mesmos que SP MVA ajustado Conceito de

Leia mais

Esta Portaria estabelece o período de vigência de 01/07/2015 à 31/03/2017, das margens ali destacadas. Cordialmente, Júlio Parente

Esta Portaria estabelece o período de vigência de 01/07/2015 à 31/03/2017, das margens ali destacadas. Cordialmente, Júlio Parente Informe:01/0008/15 Rio de Janeiro, 01 de julho de 2015. Prezados, Foi publicado em 30/06/2015 a Portaria CAT Nº 70/2015 do Estado de São Paulo, que estabelece as novas margens de MVA aplicáveis na composição

Leia mais

ITEM DESCRIÇÃO NCM/SH 1.1. Chocolate branco, em embalagens de conteúdo inferior ou igual a 1 kg

ITEM DESCRIÇÃO NCM/SH 1.1. Chocolate branco, em embalagens de conteúdo inferior ou igual a 1 kg I - CHOCOLATES 1.1 Chocolate branco, em embalagens de conteúdo inferior ou igual a 1 kg 1704.90.10 1.2 Chocolates contendo cacau, em embalagens de conteúdo inferior 1806.31.10 ou igual a 1kg 1806.31.20

Leia mais

PROTOCOLO ICMS 82, DE 30 DE SETEMBRO DE 2011

PROTOCOLO ICMS 82, DE 30 DE SETEMBRO DE 2011 PROTOCOLO ICMS 82, DE 30 DE SETEMBRO DE 2011 Publicado no DOU de 11.10.11, pelo Despacho 184/11. Ver, quanto à aplicação no Estado de GO, o Despacho 235/11. Dispõe sobre a substituição tributária nas operações

Leia mais

O cálculo do IVA-ST Ajustado poderá variar em 0,01% ou 0,02% por motivo de arredondamento automático da calculadora.

O cálculo do IVA-ST Ajustado poderá variar em 0,01% ou 0,02% por motivo de arredondamento automático da calculadora. 4. Quadro Sinótico - Art. 313-A a 313-Z20 A seguir, demonstraremos quadro sinótico com a relação de mercadorias constantes nos arts 313-A a 313-Z20 do RICMS/00, sujeitas ao regime do pagamento do ICMS

Leia mais

Protoc. ICMS CONFAZ 24/09 - Protoc. ICMS - Protocolo ICMS CONSELHO NACIONAL DE POLÍTICA FAZENDÁRIA - CONFAZ nº 24 de 03.06.2009

Protoc. ICMS CONFAZ 24/09 - Protoc. ICMS - Protocolo ICMS CONSELHO NACIONAL DE POLÍTICA FAZENDÁRIA - CONFAZ nº 24 de 03.06.2009 Protoc. ICMS CONFAZ 24/09 - Protoc. ICMS - Protocolo ICMS CONSELHO NACIONAL DE POLÍTICA FAZENDÁRIA - CONFAZ nº 24 de 03.06.2009 D.O.U.: 04.06.2009 Dispõe sobre a substituição tributária nas operações interestaduais

Leia mais

DECRETO N. 12.702 DECRETA:

DECRETO N. 12.702 DECRETA: O GOVERNADOR DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe confere o art. 87, inciso V, da Constituição Estadual, e considerando o Protocolo ICMS 41, de 15 de agosto de 2014, e tendo em vista o contido

Leia mais

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA TABELA 2 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA TABELA DE MVA S x SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRICA, CONFORME ANEXO V - (a que se refere o art.182 do RICMS/ES) RELAÇÃO DE PRODUTOS, MARGEM DE VALOR AGREGADO x SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA

Leia mais

EFICÁCIA ITEM/ SUBI TEM ... 38... Protocolo ICMS 92/13... A partir de 1º/11/13... ITEM NCM/SH DESCRIÇÃO. Interna (%) Interestadual (%)

EFICÁCIA ITEM/ SUBI TEM ... 38... Protocolo ICMS 92/13... A partir de 1º/11/13... ITEM NCM/SH DESCRIÇÃO. Interna (%) Interestadual (%) ITEM/ SUBI TEM ANEXO IV AO DECRETO Nº 18.955, DE 22 DE DEZEMBRO DE 1997 CADERNO I Mercadorias sob Regime de Substituição Tributária Referente às Operações Subsequentes Operações Internas e Interestaduais

Leia mais

3 - MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO, ACABAMENTO, BRICOLAGEM OU ADORNO

3 - MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO, ACABAMENTO, BRICOLAGEM OU ADORNO 3 - MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO, ACABAMENTO, BRICOLAGEM OU ADORNO a) cal para construção civil 2522 b) argamassas, seladoras, massas para revestimento, 3214.90.00, aditivos para argamassas e afins 3816.00.1,

Leia mais

DECRETO Nº 3.949, DE 27 DE FEVEREIRO DE 2012

DECRETO Nº 3.949, DE 27 DE FEVEREIRO DE 2012 Page 1 of 6 DECRETO Nº 3.949, DE 27 DE FEVEREIRO DE 2012 DOE-PR de 27/02/2012 (nº 8.659, pág. 10) O GOVERNADOR DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe confere o art. 87, inciso V, da Constituição

Leia mais

2015 INFORMATIVO. PROTOCOLO ICMS 32, DE 17 DE JULHO DE 2014 Publicado no DOU de 18.07.14, pelo Despacho 129/14

2015 INFORMATIVO. PROTOCOLO ICMS 32, DE 17 DE JULHO DE 2014 Publicado no DOU de 18.07.14, pelo Despacho 129/14 PROTOCOLO ICMS 32, DE 17 DE JULHO DE 2014 Publicado no DOU de 18.07.14, pelo Despacho 129/14 Dispõe sobre a substituição tributária nas operações com materiais de construção, acabamento, bricolagem ou

Leia mais

PROTOCOLO ICMS 41, DE 4 DE ABRIL DE 2008

PROTOCOLO ICMS 41, DE 4 DE ABRIL DE 2008 1 de 12 10/01/2011 09:08 PROTOCOLO ICMS 41, DE 4 DE ABRIL DE 2008 Publicado no DOU de 14.04.08, pelo Despacho 24/08. Retificação no DOU de 02.05.08. Ver Despacho nº 30/08, quanto à aplicação no AP e DF.

Leia mais

DECRETO Nº 53.511, DE 6 DE OUTUBRO DE

DECRETO Nº 53.511, DE 6 DE OUTUBRO DE DECRETO Nº 53.511, DE 6 DE OUTUBRO DE 2008: Introduz alterações no Regulamento do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual

Leia mais

ICMS INCIDENTE SOBRE ALIMENTOS

ICMS INCIDENTE SOBRE ALIMENTOS ICMS INCIDENTE SOBRE ALIMENTOS Cortesia: FARO CONTÁBIL (www.farocontabil.com.br) Autor: Roberto Ferreira de Freitas Data: 21/07/2009 MERCADORIAS SUJEITAS A SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA (Art. 313-W do RICMS)

Leia mais

Seminário SPED & Nota Fiscal Eletrônica. 05 de maio de 2009

Seminário SPED & Nota Fiscal Eletrônica. 05 de maio de 2009 Seminário SPED & Nota Fiscal Eletrônica 05 de maio de 2009 Substituição Tributária São Paulo São Paulo Visão Geral O Estado de São Paulo vem costurando com diversos Estados celebração de protocolos de

Leia mais

SP SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA INCLUSÃO DE PRODUTOS

SP SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA INCLUSÃO DE PRODUTOS SP SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA INCLUSÃO DE PRODUTOS DECRETO Nº 53.511, DE 6 DE OUTUBRO DE 2008 (DOE 07-10-2008; Retificação DOE 10-10-2008) - Introduz alterações no Regulamento do Imposto sobre Operações Relativas

Leia mais

Referido decreto produzirá efeitos a partir de 1º de Dezembro de 2008.

Referido decreto produzirá efeitos a partir de 1º de Dezembro de 2008. Decreto 53.511/08 Foi editado o Decreto 53.511/08, íntegra abaixo, que introduz alterações no Regulamento do ICMS, para incluir outras mercadorias na relação de produtos sujeitos ao regime jurídico da

Leia mais

Seguem para conhecimento as informações pertinentes ao Decreto Estadual/RJ nº 43.889/2012, publicado em 16/10/2012.

Seguem para conhecimento as informações pertinentes ao Decreto Estadual/RJ nº 43.889/2012, publicado em 16/10/2012. Rio de Janeiro, 22 de outubro de 2012 Of. Circ. Nº 418/12 Ref.: Decreto Estadual/RJ nº 43.889/2012 Senhor Presidente, Seguem para conhecimento as informações pertinentes ao Decreto Estadual/RJ nº 43.889/2012,

Leia mais

VI - os itens 2, 3, 7 a 11, 16 a 22, 24 a 30, 32, 33, 35 a 39, 41 a 43 do 1º do artigo 313-K;

VI - os itens 2, 3, 7 a 11, 16 a 22, 24 a 30, 32, 33, 35 a 39, 41 a 43 do 1º do artigo 313-K; ARTIGO 313-K PRODUTOS DE LIMPEZA EXCLUIDOS VI - os itens 2, 3, 7 a 11, 16 a 22, 24 a 30, 32, 33, 35 a 39, 41 a 43 do 1º do artigo 313-K; 2 - odorizantes/desodorizantes de ambiente e superfície, 3307.41.00,

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos ICMS-ST Redução de Base de Cálculo - RS

Parecer Consultoria Tributária Segmentos ICMS-ST Redução de Base de Cálculo - RS ICMS-ST Redução de Base de Cálculo - RS 04/12/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 4 3.1. Produtos Alimentícios sujeitos

Leia mais

Capítulo 73. Obras de ferro fundido, ferro ou aço

Capítulo 73. Obras de ferro fundido, ferro ou aço Capítulo 73 Obras de ferro fundido, ferro ou aço Notas. 1. Neste Capítulo, consideram-se de ferro fundido os produtos obtidos por moldação nos quais o ferro predomina em peso sobre cada um dos outros elementos,

Leia mais

O texto constitucional permite a instituição de substituição tributária no âmbito federal, estadual e municipal.

O texto constitucional permite a instituição de substituição tributária no âmbito federal, estadual e municipal. SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA -ESCLARECIMENTOS- Fundamento constitucional Art. 150. Sem prejuízo de outras garantias asseguradas ao contribuinte, é vedado à União, aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios:

Leia mais

ANEXO 4.0 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA ANEXOS 4.29 NAS OPERAÇÕES COM PEÇAS, COMPONENTES E ACESSÓRIOS PARA AUTOPROPULSADOS E OUTROS AFINS.

ANEXO 4.0 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA ANEXOS 4.29 NAS OPERAÇÕES COM PEÇAS, COMPONENTES E ACESSÓRIOS PARA AUTOPROPULSADOS E OUTROS AFINS. ANEXO 4.0 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA ANEXOS 4.29 NAS OPERAÇÕES COM PEÇAS, COMPONENTES E ACESSÓRIOS PARA AUTOPROPULSADOS E OUTROS AFINS. Acrescentado pelo Decreto nº 21.191 de 28.04.2005 Protocolo ICMS 36/04

Leia mais

Matéria elaborada com base na Legislação vigente em: 12/07/2010.

Matéria elaborada com base na Legislação vigente em: 12/07/2010. MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO, ACABAMENTO, BRICOLAGEM OU ADORNO - Aspectos Teóricos e Práticos Relacionados às Operações com Mercadorias Sujeitas ao Regime da Substituição Tributária em SC Matéria elaborada

Leia mais

CIRCULAR 150 NOVOS PRODUTOS SUJEITOS A SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA - NECESSÁRIO LEVANTAMENTO DE ESTOQUE

CIRCULAR 150 NOVOS PRODUTOS SUJEITOS A SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA - NECESSÁRIO LEVANTAMENTO DE ESTOQUE CIRCULAR 150 ATENÇÃO: NOVOS PRODUTOS SUJEITOS A SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA - NECESSÁRIO LEVANTAMENTO DE ESTOQUE Prezados clientes, O Estado de São Paulo inseriu no regime de substituição tributária os seguintes

Leia mais

Edição nº 130 12 de maio de 2011 ALERTA GERENCIAL

Edição nº 130 12 de maio de 2011 ALERTA GERENCIAL Edição nº 130 12 de maio de 2011 ALERTA GERENCIAL Alterações na Substituição Tributária ICMS - Inclusão no Regime de ST do Segmento de máquinas e aparelhos mecânicos, elétricos, eletromecânicos e automáticos

Leia mais

DECRETO Nº 14.242 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2012 (Publicada no Diário Oficial de 15 e 16/12/2012)

DECRETO Nº 14.242 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2012 (Publicada no Diário Oficial de 15 e 16/12/2012) DECRETO Nº 14.242 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2012 (Publicada no Diário Oficial de 15 e 16/12/2012) Procede à alteração nº 7 ao Regulamento do ICMS e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DA BAHIA, no

Leia mais

ICMS: ANTECIPAÇÃO TRIBUTÁRIA DO IMPOSTO NA ENTRADA DE MERCADORIA PROVENIENTE DE OUTRA UNIDADE DA FEDERAÇÃO - PROCEDIMENTO

ICMS: ANTECIPAÇÃO TRIBUTÁRIA DO IMPOSTO NA ENTRADA DE MERCADORIA PROVENIENTE DE OUTRA UNIDADE DA FEDERAÇÃO - PROCEDIMENTO ICMS: ANTECIPAÇÃO TRIBUTÁRIA DO IMPOSTO NA ENTRADA DE MERCADORIA PROVENIENTE DE OUTRA UNIDADE DA FEDERAÇÃO - PROCEDIMENTO Sumário 1. Introdução 2. Antecipação tributária 3. Produtos sujeitos - Relação

Leia mais

CIRCULAR 162. Novos produtos sujeitos a Substituição Tributária a partir de 12/2008.

CIRCULAR 162. Novos produtos sujeitos a Substituição Tributária a partir de 12/2008. CIRCULAR 162 Novos produtos sujeitos a Substituição Tributária a partir de 12/2008. Prezados Clientes, Foi publicado no DOE de 07/10/2008 através do Decreto Nº 53.511 a relação com novos produtos de Substituição

Leia mais

43. PRODUTOS ALIMENTÍCIOS

43. PRODUTOS ALIMENTÍCIOS INFORMAÇÕES AOS CLIENTES Belo Horizonte 30/10/2015 Alterações nas regras do ICMS Substituição Tributária em Minas Gerais Servimos do presente para informar que foram publicados no Diário Oficial do Estado

Leia mais

Decreto Nº 44950 DE 12/09/2014

Decreto Nº 44950 DE 12/09/2014 Decreto Nº 44950 DE 12/09/2014 Publicado no DOE em 15 set 2014 Altera o Livro II do Regulamento do ICMS, aprovado pelo Decreto nº 27.427/2000 (RICMS/2000) e dá outras providências. O Governador do Estado

Leia mais

ICMS - Parcelamento de débitos - São Paulo e Distrito Federal. ICMS - Prazo de pagamento - Prorrogação - Distrito Federal. Suplemento Especial

ICMS - Parcelamento de débitos - São Paulo e Distrito Federal. ICMS - Prazo de pagamento - Prorrogação - Distrito Federal. Suplemento Especial ICMS - Parcelamento de débitos - São Paulo e Distrito Federal Este ato autoriza o Estado de São Paulo e o Distrito Federal a conceder parcelamento e reparcelamento de débitos fiscais relacionados com o

Leia mais

Decreto nº 53.511, de 06.10.2008 - DOE SP de 07.10.2008

Decreto nº 53.511, de 06.10.2008 - DOE SP de 07.10.2008 Decreto nº 53.511, de 06.10.2008 - DOE SP de 07.10.2008 Introduz alterações no Regulamento do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa DECRETO Nº 47.514, DE 29 DE OUTUBRO DE 2010. (publicado no DOE nº 206 de 01 de novembro de 2010) Modifica o Regulamento do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações

Leia mais

Capítulo 68. Obras de pedra, gesso, cimento, amianto, mica ou de matérias semelhantes

Capítulo 68. Obras de pedra, gesso, cimento, amianto, mica ou de matérias semelhantes Capítulo 68 Obras de pedra, gesso, cimento, amianto, mica ou de matérias semelhantes Notas. 1.- O presente Capítulo não compreende: a) os produtos do Capítulo 25; b) o papel e cartão revestidos, impregnados

Leia mais

Capítulo 73. Obras de ferro fundido, ferro ou aço

Capítulo 73. Obras de ferro fundido, ferro ou aço Capítulo 73 Obras de ferro fundido, ferro ou aço Notas. 1.- Neste Capítulo, consideram-se de ferro fundido os produtos obtidos por moldação nos quais o ferro predomina em peso sobre cada um dos outros

Leia mais

PROTOCOLOS ICMS NºS 149 a 165, de 24.09.2010 (DOU de 01.10.2010)

PROTOCOLOS ICMS NºS 149 a 165, de 24.09.2010 (DOU de 01.10.2010) mm PROTOCOLOS ICMS NºS 149 a 165, de 24.09.2010 (DOU de 01.10.2010) Suplemento Especial nº 10/2010 2 ICMS SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO - DISPOSIÇÕES PROTOCOLO ICMS Nº149, de 24.09.2010 (DOU de 01.10.2010) Dispõe

Leia mais

http://www.idealsoftwares.com.br/tabelas/aliquotas_mg.html

http://www.idealsoftwares.com.br/tabelas/aliquotas_mg.html Página 1 de 33 Alíquotas do ICMS MG TABELA DE MERCADORIAS SUJEITAS À SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA - CAPÍTULOS 01 A 96 DA TIPI SUBITEM CÓDIGO DA DESCRIÇÃO MVA MVA DA PARTE 2 TIPI AJUSTADA ORIGINAL DO ANEXO XV

Leia mais

DECRETO Nº 53.511, DE 6 DE OUTUBRO DE 2008 Introduz alterações no Regulamento do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e

DECRETO Nº 53.511, DE 6 DE OUTUBRO DE 2008 Introduz alterações no Regulamento do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e DECRETO Nº 53.511, DE 6 DE OUTUBRO DE 2008 Introduz alterações no Regulamento do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual

Leia mais

DIREITOS ADUANEIROS SADC IMP CONS CÓDIGO DO S.H. N.º DE POSIÇÃO DESIGNAÇÃO DAS MERCADORIAS UNIDADE C. IVA TAXA GERAL. Ad. Valorem.

DIREITOS ADUANEIROS SADC IMP CONS CÓDIGO DO S.H. N.º DE POSIÇÃO DESIGNAÇÃO DAS MERCADORIAS UNIDADE C. IVA TAXA GERAL. Ad. Valorem. N.º DE POSIÇÃO CÓDIGO DO S.H. DESIGNAÇÃO DAS MERCADORIAS UNIDADE C. TAXA GERAL DIREITOS ADUANEIROS SADC RSA OUTROS M. CAT. Taxa CAT. Taxa UE IMP CONS Ad. Valorem Valor Minimo IVA 73.01 Estacaspranchas

Leia mais

DECRETO N 4.282. O GOVERNADOR DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe confere o art. 87, inciso V, da Constituição Estadual, DECRETA:

DECRETO N 4.282. O GOVERNADOR DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe confere o art. 87, inciso V, da Constituição Estadual, DECRETA: DECRETO N 4.282 O GOVERNADOR DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe confere o art. 87, inciso V, da Constituição Estadual, DECRETA: Art. 1º Ficam introduzidas no Regulamento do ICMS, aprovado

Leia mais

MERCADORIAS QUE FORAM EXCLUIDAS NO REGIME DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTARIA

MERCADORIAS QUE FORAM EXCLUIDAS NO REGIME DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTARIA Utilizar o CFOP 5.101/5.102 para operações dentro do estado, ou para fora do estado 6.101/6.102, utilizar o CFOP de acordo com o segmento da sua empresa para a tabela abaixo: NCM MERCADORIAS QUE FORAM

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa DECRETO Nº 47.997, DE 05 DE MAIO DE 2011. (publicado no DOE nº 087 de 06 de maio de 2011) Modifica o Regulamento do

Leia mais

PROTOCOLO ICMS Nº 128 DE 16/08/2010 DOU de 10/09/2010

PROTOCOLO ICMS Nº 128 DE 16/08/2010 DOU de 10/09/2010 MINISTÉRIO DA FAZENDA - CONSELHO NACIONAL DE POLÍTICA FAZENDÁRIA - SECRETARIA EXECUTIVA PROTOCOLO ICMS Nº 128 DE 16/08/2010 DOU de 10/09/2010 Dispõe sobre a substituição tributária nas operações com materiais

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa DECRETO Nº 45.684 DE 29 DE MAIO DE 2008. (publicado no DOE nº 102, de 28 de maio de 2008) Modifica o Regulamento do

Leia mais

PRODUTOS SUJEITOS A SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA. CONVÊNIO OU PROTOCOLO Conv. ICMS 045/99 Prot. ICMS 019/92 Conv. ICMS 037/94 DISPOSITIVO DO RICMS

PRODUTOS SUJEITOS A SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA. CONVÊNIO OU PROTOCOLO Conv. ICMS 045/99 Prot. ICMS 019/92 Conv. ICMS 037/94 DISPOSITIVO DO RICMS PRODUTOS SUJEITOS A SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA MERCADORIA Venda porta-a-porta de quaisquer mercadorias destinadas a revendedores não inscritos Cigarros e outros produtos derivados do fumo Cimento Refrigerante,

Leia mais

O Governador do Estado do Rio Grande do Sul, no uso da atribuição que lhe confere o art. 82, V, da Constituição do Estado,

O Governador do Estado do Rio Grande do Sul, no uso da atribuição que lhe confere o art. 82, V, da Constituição do Estado, Página 1 de 9 Decreto nº 47.997, de 05.05.2011 - DOE RS de 06.05.2011 Modifica o Regulamento do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte

Leia mais

DESONERAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO ALTERAÇÕES FEITAS PELA MEDIDA PROVISÓRIA Nº 601/2012

DESONERAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO ALTERAÇÕES FEITAS PELA MEDIDA PROVISÓRIA Nº 601/2012 CIRCULAR Nº 01/2013 São Paulo, 02 de Janeiro de 2013. DESONERAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO ALTERAÇÕES FEITAS PELA MEDIDA PROVISÓRIA Nº 601/2012 Prezado Cliente, No dia 28/12/2012, foi publicada a Medida Provisória

Leia mais

Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Presidente: Claudio Avelino Mac-Knight Filippi Gestão: 2014-2015

Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Presidente: Claudio Avelino Mac-Knight Filippi Gestão: 2014-2015 Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Presidente: Claudio Avelino Mac-Knight Filippi Gestão: 2014-2015 Resenha de Matérias Técnicas Nº. 824, de 30 04 2015 Matéria Especial: ICMS/SP:

Leia mais

Anexos 4. 0 Substituição Tributária Anexos 4. 17 Substituição Tributária das Operações com Produtos Farmacêuticos

Anexos 4. 0 Substituição Tributária Anexos 4. 17 Substituição Tributária das Operações com Produtos Farmacêuticos Anexos 4. 0 Substituição Tributária Anexos 4. 17 Substituição Tributária das Operações com Produtos Farmacêuticos Nova Redação Resolução Administrativa nº 10/2012 DOE 02.03.2012 Convênio ICMS 76/1994 Alterações:

Leia mais

72 01.074.00 8707 80 01.082.00 9031.80.40 83 01.085.00 86 01.088.00 88 01.090.00. 90 01.092.00 8413.50.90 Bomba elétrica de lavador de para-brisa

72 01.074.00 8707 80 01.082.00 9031.80.40 83 01.085.00 86 01.088.00 88 01.090.00. 90 01.092.00 8413.50.90 Bomba elétrica de lavador de para-brisa ANEXO 1 ANEXO 3 DO DECRETO Nº 35.679/2010 - MERCADORIA PROCEDENTE DE UNIDADE DA FEDERAÇÃO SIGNATÁRIA DO PROTOCOLO ICMS 97/2010 (art. 2º) 1 01.001.00 3815.12.10 Catalisadores em colmeia cerâmica ou metálica

Leia mais

RELAÇÃO DE MERCADORIAS SUJEITAS A SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA A PARTIR DE 1%3/2009 - DECRETO 53.511/2008

RELAÇÃO DE MERCADORIAS SUJEITAS A SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA A PARTIR DE 1%3/2009 - DECRETO 53.511/2008 RELAÇÃO DE MERCADORIAS SUJEITAS A SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA A PARTIR DE 1%3/2009 - DECRETO 53.511/2008 1 - Medicamentos classificados nas respectivas posições, subposições ou códigos da Nomenclatura Brasileira

Leia mais

ICMS - Substituição tributária - Produtos submetidos ao regime por meio de Protocolos - Quadro sinótico

ICMS - Substituição tributária - Produtos submetidos ao regime por meio de Protocolos - Quadro sinótico ICMS - Substituição tributária - Produtos submetidos ao regime por meio de Protocolos - Quadro sinótico 22 de Fevereiro de 2013 Em face da publicação do Despacho SE/Confaz nº 27/2013 - DOU 1 de 21.02.2013,

Leia mais

Boletim de Estatísticas de Comércio Exterior do Setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos

Boletim de Estatísticas de Comércio Exterior do Setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos 1 Departamento de Comércio Exterior 19 de outubro de 2015 Boletim de Estatísticas de Comércio Exterior do Setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos BECE ABIHPEC 008/2015 2 ÍNDICE Notas explicativas...03

Leia mais

ANTECIPAÇÃO PARCIAL, DIFERENCIAL DE ALÍQUOTA E SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA

ANTECIPAÇÃO PARCIAL, DIFERENCIAL DE ALÍQUOTA E SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA ANTECIPAÇÃO PARCIAL, DIFERENCIAL DE ALÍQUOTA E SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA ANTECIPAÇÃO PARCIAL- ANTECIPAÇÃO SEM ENCERRAMENTO DE FASE 71. Qual a definição para o cálculo da antecipação parcial? Nas aquisições

Leia mais

Materiais Elétricos, Materiais de Construção, Produtos de Colchoaria e Papelaria terão novos IVA s a partir de 01/07/2012

Materiais Elétricos, Materiais de Construção, Produtos de Colchoaria e Papelaria terão novos IVA s a partir de 01/07/2012 CIRCULAR Nº 19/2012 São Paulo, 27 de Junho de 2012. Materiais Elétricos, Materiais de Construção, Produtos de Colchoaria e Papelaria terão novos IVA s a partir de 01/07/2012 Prezado Cliente, A Secretaria

Leia mais

Dados gerais referentes às empresas do setor industrial, por grupo de atividades - 2005

Dados gerais referentes às empresas do setor industrial, por grupo de atividades - 2005 Total... 147 358 6 443 364 1 255 903 923 1 233 256 750 157 359 927 105 804 733 1 192 717 909 681 401 937 511 315 972 C Indústrias extrativas... 3 019 126 018 38 315 470 32 463 760 4 145 236 2 657 977 35

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR SECRETARIA DO DESENVOLVIMENTO DA PRODUÇÃO CONSULTA PÚBLICA Nº 06, DE 28 DE MARÇO DE 2014.

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR SECRETARIA DO DESENVOLVIMENTO DA PRODUÇÃO CONSULTA PÚBLICA Nº 06, DE 28 DE MARÇO DE 2014. MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR SECRETARIA DO DESENVOLVIMENTO DA PRODUÇÃO CONSULTA PÚBLICA Nº 06, DE 28 DE MARÇO DE 2014. A Secretária do Desenvolvimento da Produção do Ministério

Leia mais

Acrescenta as mercadorias - códigos 344 a 436 à tabela do Anexo II da Portaria CAT 44/08.

Acrescenta as mercadorias - códigos 344 a 436 à tabela do Anexo II da Portaria CAT 44/08. Portaria CAT 92/09 A Coordenadoria de Administração Tributária da Secretaria da Fazenda editou a Portaria CAT 92/09, cuja íntegra segue abaixo, que altera a Portaria CAT 44/08, que disciplina o cumprimento

Leia mais

Página 1 de 12 Agenda Tributária Emissão: às 14:02h Agenda Tributária (Janeiro de 2014) Obrigações Filtros Aplicados: Agenda: Janeiro/2014 - Estado: São - Cidade: São - Dia Inicial: 1 - Dia Final: 31 Dia

Leia mais

DECRETO Nº 2.559. Publicado no Diário Oficial Nº, de / / 2008

DECRETO Nº 2.559. Publicado no Diário Oficial Nº, de / / 2008 DECRETO Nº 2.559 Publicado no Diário Oficial Nº, de / / 2008 O GOVERNADOR DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe confere o art. 87, inciso V, da Constituição Estadual, e considerando o Protocolo

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos ICMS-ST Redução de Base de Cálculo - MG

Parecer Consultoria Tributária Segmentos ICMS-ST Redução de Base de Cálculo - MG ICMS-ST Redução de Base de Cálculo - MG 22/08/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 5 3.1. Produtos Alimentícios sujeitos

Leia mais

DECRETO Nº 33.808, DE 1º DE AGOSTO DE 2012

DECRETO Nº 33.808, DE 1º DE AGOSTO DE 2012 DECRETO Nº 33.808, DE 1º DE AGOSTO DE 2012 Publicado no DODF nº 153, de 02/08/2012 - Págs. 1 a 8. NOTA: VIDE DECRETO Nº 33.887, DE 03/09/12 DODF DE 04/09/12 (SUPLEMENTO) QUE ALTERA A DATA DE EFICÁCIA DOS

Leia mais

Capítulo 70. Vidro e suas obras

Capítulo 70. Vidro e suas obras Capítulo 70 Vidro e suas obras Notas. 1.- O presente Capítulo não compreende: a) os artigos da posição 32.07 (por exemplo: composições vitrificáveis, fritas de vidro e outros vidros em pó, grânulos, lamelas

Leia mais

Boletim. Federal. Manual de Procedimentos. IOF - Incidência nas operações de câmbio. ICMS - IPI e Outros. 3.1 Responsáveis 1.

Boletim. Federal. Manual de Procedimentos. IOF - Incidência nas operações de câmbio. ICMS - IPI e Outros. 3.1 Responsáveis 1. Boletim Manual de Procedimentos Federal IOF - Incidência nas operações de câmbio 1. INTRODUÇÃO O IOF é um imposto que incide sobre diversas operações financeiras, como operações de crédito, câmbio, seguro

Leia mais

ANO XIX - 2008-2ª SEMANA DE ABRIL DE 2008 BOLETIM INFORMARE Nº 15/2008 IPI ICMS - SP LEGISLAÇÃO - SP

ANO XIX - 2008-2ª SEMANA DE ABRIL DE 2008 BOLETIM INFORMARE Nº 15/2008 IPI ICMS - SP LEGISLAÇÃO - SP ANO XIX - 2008-2ª SEMANA DE ABRIL DE 2008 BOLETIM INFORMARE Nº 15/2008 IPI CADASTRO DE IMÓVEIS RURAIS (CAFIR) - NOVA REGULAMENTAÇÃO Introdução - Obrigatoriedade da Inscrição Cadastral - Procedimento Para

Leia mais

Até: Sexta-feira, dia 2 ICMS - Scanc Fato Gerador: Dezembro/2014

Até: Sexta-feira, dia 2 ICMS - Scanc Fato Gerador: Dezembro/2014 Até: Sexta-feira, dia 2 - Scanc Transportador Revendedor Retalhista (TRR) Entrega das informações relativas às operações interestaduais com combustíveis derivados de petróleo ou com álcool etílico carburante

Leia mais

ICMS PRAZOS DE ENTREGA E RECOLHIMENTO ESTADO DE SÃO PAULO

ICMS PRAZOS DE ENTREGA E RECOLHIMENTO ESTADO DE SÃO PAULO ICMS PRAZOS DE ENTREGA E RECOLHIMENTO ESTADO DE SÃO PAULO 02/Jun. 2ª Feira. Operações interestaduais com combustíveis derivados de petróleo e com álcool etílico anidro carburante A entrega das informações

Leia mais

Alterações em diversos Protocolos ICMS requerem atenção por parte dos contribuintes

Alterações em diversos Protocolos ICMS requerem atenção por parte dos contribuintes CIRCULAR Nº 22/2012 São Paulo, 04 de Julho de 2012. Alterações em diversos Protocolos ICMS requerem atenção por parte dos contribuintes Prezado Cliente, No dia 28 de Junho de 2012 diversos Protocolos ICMS

Leia mais

DECRETO Nº 3.940, DE 20 DE MARÇO DE 2000

DECRETO Nº 3.940, DE 20 DE MARÇO DE 2000 DECRETO Nº 3.940, DE 20 DE MARÇO DE 2000 Publicado no DOE(PA) 28.03.00. Alterado pelo Decreto 4.313/00. Revogado pelo Dec. 4.676/01, efeitos a partir de 19.06.01. Institui regime de tributação do Imposto

Leia mais

PROTOCOLO ICMS Nº 149 DE 24/09/2010 DOU de 01/10/2010

PROTOCOLO ICMS Nº 149 DE 24/09/2010 DOU de 01/10/2010 MINISTÉRIO DA FAZENDA - CONSELHO NACIONAL DE POLÍTICA FAZENDÁRIA - SECRETARIA EXECUTIVA PROTOCOLO ICMS Nº 149 DE 24/09/2010 DOU de 01/10/2010 Dispõe sobre a permuta de informações e fiscalização relativa

Leia mais

Governo do Estado de Rondônia GOVERNADORIA

Governo do Estado de Rondônia GOVERNADORIA DECRETO N. 20878, DE 17 DE MAIO DE 2016. PUBLICADO NO DOE Nº 89, DE 17.05.16 Altera, acrescenta e revoga dispositivos do Decreto n. 20.709, de 30 de março de 2016, e altera dispositivo do Decreto n. 13.041,

Leia mais

Tabela de correlação do NCM x CEST Codigo Especificador da Substituição Tributária

Tabela de correlação do NCM x CEST Codigo Especificador da Substituição Tributária (17)3237-1146 9 9722-5456 9 9269-2590 9 8183-5612 SKYPE: flaviofordelone e-mail: sistemas@fnetwork.com.br Automação comercial: www.equipanet.com.br Segurânça eletrônica: www.fnetwork.com.br Softwares e

Leia mais

ANEXO 88 MARGENS DE VALOR ADICIONADO (MVA) PARA ANTECIPAÇÃO OU SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA

ANEXO 88 MARGENS DE VALOR ADICIONADO (MVA) PARA ANTECIPAÇÃO OU SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA ANEXO 88 MARGENS DE VALOR ADICIONADO (MVA) PARA ANTECIPAÇÃO OU SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA (previsto nos arts. 61 e 65) ITEM MERCADORIA MVA (%) AQUISIÇÕES NA INDÚSTRIA AQUISIÇÕES NO ATACADO 1 Cigarros, cigarrilhas,

Leia mais

Boletimj. Manual de Procedimentos. ICMS - IPI e Outros. Paraná. Federal. Estadual. IOB Setorial. IOB Comenta. IOB Perguntas e Respostas

Boletimj. Manual de Procedimentos. ICMS - IPI e Outros. Paraná. Federal. Estadual. IOB Setorial. IOB Comenta. IOB Perguntas e Respostas Boletimj Manual de Procedimentos Fascículo N o 30/2014 Paraná // Federal IPI Recolhimento espontâneo em atraso.... 01 // Estadual ICMS Substituição tributária nas operações com materiais de limpeza....

Leia mais

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA PRODUTOS SUJEITOS A ST NO ESTADO DE SÃO PAULO SP

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA PRODUTOS SUJEITOS A ST NO ESTADO DE SÃO PAULO SP SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA PRODUTOS SUJEITOS A ST NO ESTADO DE SÃO PAULO SP Nota: Listagem atualizada até as alterações introduzidas pelo Decreto nº 54.846/2009, publicado no DO- SP 01.10.2009 e Portaria

Leia mais

CARTILHA A SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA NO ESTADO DE SÃO PAULO APLICADA AO SETOR DE VIDROS PLANOS

CARTILHA A SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA NO ESTADO DE SÃO PAULO APLICADA AO SETOR DE VIDROS PLANOS CARTILHA A SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA NO ESTADO DE SÃO PAULO APLICADA AO SETOR DE VIDROS PLANOS Data da última alteração 20/01/2009 A utilização desta obra sem autorização prévia infringirá o disposto no

Leia mais