Edição nº de maio de 2011 ALERTA GERENCIAL

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Edição nº 130 12 de maio de 2011 ALERTA GERENCIAL"

Transcrição

1 Edição nº de maio de 2011 ALERTA GERENCIAL Alterações na Substituição Tributária ICMS - Inclusão no Regime de ST do Segmento de máquinas e aparelhos mecânicos, elétricos, eletromecânicos e automáticos I. Orientações Gerais 1 I. Quadro Resumo 2 II.Operações com máquinas e aparelhos mecânicos, elétricos, eletromecânicos e automáticos 4 III.Inclusão de notas restritivas na Lista de Mercadorias segmento Materiais de Construção, Acabamento, Bricolagem e Adorno 8 IV. Inclusão de notas restritivas na Lista de Mercadorias e MVAs do segmento de Produtos Alimentícios 18 I. Orientações Gerais O Decreto nº de 2011, publicado em 06 de maio, trata dos efeitos da adesão do Rio Grande do Sul aos Protocolos do CONFAZ nºs 13, 14, 15 e 16 de 2011, firmados entre os Estados de Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro e Santa Catarina. Em linhas gerais, estes Protocolos revogam os anteriormente firmados, sobre a substituição tributária, dos segmentos apresentados no quadro abaixo, com os Estados de Minas Gerais ou Paraná, e incluem o Rio Grande do Sul em Protocolos de substituição tributária firmados, não apenas, por estes Estados, como também pelos Estados de Santa Catarina e Rio de Janeiro, com o intuíto de padronizar e unificar os Protocolos de substituição tributária em nível nacional.

2 As principais alterações geradas pelo Decreto, a partir de 1º de junho 2011, são: As empresas do Estado do Rio Grande do Sul deverão seguir as normas referidas nos Protocolos de substituição tributária, nas remessas e nos recebimentos de mercadoria dos Estados signatários, como apresentado na tabela abaixo; A inclusão dos Estados do Rio de Janeiro e de Santa Catarina no regime de ST nas operações com ferramentas, artigos de papelaria, brinquedos e bicicletas, e ajustes decorrentes da inclusão; A inclusão dos Estados do Paraná, Rio de Janeiro e Santa Catarina, no regime de ST nas operações com produtos eletrônicos, eletroeletrônicos e eletrodomésticos, e ajustes decorrentes da inclusão; A inclusão do Estado de Santa Catarina no regime de ST nas operações com materiais elétricos, materiais de construção, acabamento, bricolagem ou adorno, materiais de limpeza, produtos alimentícios, artefatos de uso doméstico, instrumentos musicais e cosméticos, perfumaria, artigos de higiene pessoal e de toucador e ajustes decorrentes da inclusão; A inclusão no regime de substituição tributária, tanto das operações internas como das operações com os Estados de Minas Gerias, Rio de Janeiro e Santa Catarina, com máquinas e aparelhos mecânicos, elétricos, eletromecânicos e automáticos, devendo ser observadas as margens de valor agregado, a responsabilidade para recolhimento e a base de cálculo, dispostas no Decreto e no Protocolo (nº 13/2011); No apêndice II do RICMS/RS, que trata das mercadorias com ST nos segmentos de materiais de construção e de produtos alimentícios foram incluídas notas restringido aplicação da substituição tributária para determinados produtos com alguns Estados. I. Quadro Resumo Assinatura do Protocolo nº 13/2011 Segmento Protocolos Vigentes 1º de junho Revogação do Protocolo Estados Signatários NOVO - Máquinas e aparelhos mecânicos, elétricos, eletromecânicos e automáticos 195/ /2009 MG / RJ /SC

3 Ferramentas 193/2009 e 89/ /2009 MG / RJ /SC / SP Artigos de papelaria 199/2009 e 94/ /2009 MG / RJ /SC / SP Brinquedos 204/2009 e 97/ /2009 MG / RJ /SC / SP Bicicletas 203/2009 e 87/ /2009 MG / RJ /SC / SP Produtos eletrônicos, eletroeletrônicos e eletrodomésticos Assinatura do Protocolo nº 14/2011 Segmento 192/2009 e 88/ /2009 MG / PR / RJ /SC / SP Protocolos Vigentes 1º de junho Revogação do Protocolo Estados Signatários Materiais elétricos 198/2009 e 91/ /2009 MG / SC /SP Materiais de construção, acabamento bricolagem ou adorno 196/2009 e 92/2009 Não houve revogação MG / SC /SP Materiais de limpeza 197/2009 e 93/ /2009 MG / SC /SP Produtos alimentícios 188/2009 e 95/ /2009 MG / SC /SP Artefatos de uso doméstico 189/2009 e 96/ /2009 Instrumentos musicais 194/2009 e 90/ /2009 MG / SC /SP MG / SC /SP

4 Assinatura do Protocolo nº 15/2011 Segmento Protocolos Vigentes Revogação do Protocolo Estados Signatários Cosméticos, perfumaria e artigos de higiene pessoal e de toucador 191/2009 e 98/ /09 e 163/10 MG / PR / SC /SP Base Legal: o Decreto altera o Livro III, art. 5º e disposições específicas de cada segmento do Regulamento ICMS/RS. II. Operações com máquinas e aparelhos mecânicos, elétricos, eletromecânicos e automáticos As operações com máquinas e aparelhos mecânicos elétricos, eletromecânicos e automáticos, nas remessas do Rio Grande do Sul para Minas Gerais já estavam sob o Regime de Substituição Tributária. O Decreto em análise acrescenta a Seção XLV ao Capítulo II do Título III, ao Livro III do RICMS/RS, que institui a ST interna, com a seguinte redação: Das Operações com Máquinas e Aparelhos Mecânicos, Elétricos, Eletromecânicos e Automáticos (Apêndice II, Seção III, Item XXXVI) Subseção I Da Responsabilidade Artigo 241 Nas operações internas com as mercadorias relacionadas no Apêndice II, Seção III, item XXXVI, a responsabilidade por substituição tributária é atribuída nos termos dos arts. 9º a 14. NOTA - Os arts. 9º a 14 definem as regras gerais de responsabilidade para as operações internas. Artigo 242 Nas operações interestaduais que destinem a este Estado as mercadorias relacionadas no Apêndice II, Seção III, item XXXVI, promovidas por estabelecimento situado nas unidades da Federação indicadas na nota 01 deste artigo, fica atribuída ao remetente, na condição de substituto tributário, a responsabilidade pelo pagamento do imposto devido:

5 NOTA 01 - As unidades da Federação referidas no "caput" são: MG, RJ e SC. NOTA 02 - Fundamento legal: Prot. ICMS 195/09. I - nas operações subsequentes promovidas por contribuinte deste Estado com as referidas mercadorias; II - na entrada dessas mercadorias quando destinadas ao uso ou consumo ou ativo permanente de contribuinte deste Estado. Artigo 243 O disposto nesta Seção não se aplica; I - às transferências promovidas pelo industrial para outro estabelecimento da mesma pessoa jurídica, exceto varejista; NOTA - Na hipótese de saída interestadual em transferência com destino a estabelecimento distribuidor, atacadista ou depósito localizado neste Estado, o disposto neste inciso somente se aplica se o estabelecimento destinatário operar exclusivamente com mercadorias recebidas em transferência do remetente. II - às operações que destinem mercadorias a estabelecimento industrial para emprego em processo de industrialização como matéria-prima, produto intermediário ou material de embalagem; III - às operações que destinem mercadorias a substituto tributário que seja fabricante da mesma mercadoria; IV - às operações interestaduais destinadas a contribuinte que tenha celebrado Termo de Acordo com a Receita Estadual que lhe atribua a responsabilidade pela retenção e pagamento do imposto devido por substituição tributária nas saídas de mercadorias que promover. Parágrafo único. Na hipótese deste artigo, a responsabilidade por substituição tributária caberá ao estabelecimento destinatário, devendo tal circunstância ser indicada no campo "INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES" do respectivo documento fiscal.

6 Subseção II Da Base de Cálculo Artigo 244 A base de cálculo para o débito de responsabilidade por substituição tributária a que se referem os arts. 15, "caput", e 37, "caput", nas operações com as mercadorias referidas nesta Seção, é: NOTA - Ver: quando se tratar de ICMS devido na entrada de mercadoria com destino ao uso ou consumo de contribuinte, Artigo 37, parágrafo único, "a". I - o valor correspondente ao preço único ou máximo de venda a varejo fixado pelo órgão público competente; II - na falta do preço referido no inciso anterior, o preço praticado pelo remetente, acrescido dos valores correspondentes a frete, seguro, impostos, contribuições e outros encargos transferíveis ou cobrados do destinatário, ainda que pôr terceiros, bem como do valor resultante da aplicação, sobre este total, dos percentuais de margem de valor agregado previstos no Apêndice II, Seção III, item XXXVI. Parágrafo único. Na impossibilidade de inclusão do valor do frete, seguro ou outro encargo na composição da base de cálculo, o recolhimento do imposto correspondente a essas parcelas será efetuado pelo estabelecimento destinatário, acrescido dos percentuais de margem de valor agregado previstos no Apêndice II, Seção III, item XXXVI. Prazo O Decreto acrescenta a alínea a na seção II do Apêndice III o Item VIII ampliando, do dia 9 para o dia 23 do segundo mês subsequente, o prazo para pagamento do débito de responsabilidade por substituição tributária nas operações internas com máquinas e aparelhos mecânicos, elétricos, eletromecânicos e automáticos. (Ap. III, S. II, item VIII, "s") Margens de Valor Agregado O Decreto acrescenta o item XXXVI à Seção III do Apêndice II, determinando as mercadorias e as MVAs que devem ser aplicadas nas operações internas e nas de remessa ao Rio Grande do Sul, com a seguinte redação:

7 ITEM MERCADORIAS CLASSIFICAÇÃO NA NBM/SH-NCM MARGEM DE VALOR AGREGADO INTERNA INTERESTADUAL "XXXVI Máquinas e aparelhos mecânicos, elétricos, eletromecânicos e automáticos: a) ventiladores ,99 44,18 b) coifas com dimensão horizontal máxima não superior a 120 cm c) partes de ventiladores ou coifas aspirantes ,74 58, ,99 44,18 d) máquinas e aparelhos de arcondicionado contendo um ventilador motorizado e dispositivos próprios para modificar a temperatura e a umidade, incluídos as máquinas e aparelhos em que a umidade não seja regulável separadamente, e suas partes e peças , e ,90 48,33 e) aparelhos de ar-condicionado tipo "split system" (elementos separados) com unidade externa e interna f) aparelhos de ar-condicionado com capacidade inferior ou igual a frigorias/h g) aparelhos de ar-condicionado com capacidade acima de frigorias/h h) aparelhos para filtrar ou depurar água - purificadores de água i) aparelhos para filtrar ou depurar água - depuradores de água elétricos j) aparelhos para filtrar ou depurar água - filtros de barro k) concentradores de oxigênio por depuração do ar, com capacidade de saída inferior ou igual a 61 por min l) balanças para pessoas, incluídas as balanças para bebês; balanças de uso doméstico m) pistolas aerográficas e aparelhos semelhantes ,01 56, ,90 48, ,58 46, ,19 42, ,21 56, ,89 66, ,12 50, ,84 60, ,76 90,59 n) máquinas e aparelhos de jato de água e vapor e aparelhos de jato semelhantes, e suas partes , e ,12 50,68 o) lavadora de alta pressão ,45 55,27 p) máquinas e aparelhos de impressão, ,12 50,68

8 por ofsete, dos tipos utilizados em escritórios, alimentados por folhas de formato não superior a 22 x 36 cm, quando não dobradas q) ferramentas pneumáticas, hidráulicas ou com motor (elétrico ou não elétrico) incorporado, de uso manual ,12 50,68 r) furadeiras elétricas ,26 49,77 s) maçaricos de uso manual e suas partes t) máquinas e aparelhos a gás e suas partes e e ,12 50,68 42,12 50,68 u) aparelhos ou máquinas de barbear, máquinas de cortar o cabelo ou de tosquiar e aparelhos de depilar, de motor elétrico incorporado, e suas partes v) máquinas e aparelhos para soldadura forte ou fraca w) máquinas e aparelhos para soldar metais por resistência x) aparelhos elétricos para aquecimento de ambientes e ,12 50, ,12 50, ,12 50, ,60 39,53 y) secadores de cabelo ,45 53,15 z) outros aparelhos para arranjos do cabelo ,45 53,15 ba) talhas, cadernais e moitões ,00 45,25 bb) partes de máquinas e aparelhos para soldadura forte ou fraca da subposição e de máquinas e aparelhos para soldar metais por resistência da subposição , exceto dos produtos destinados à construção civil ,14 47,52" III. Inclusão de notas restritivas na Lista de Mercadorias segmento Materiais de Construção, Acabamento, Bricolagem e Adorno O Decreto, para ajustar o Protocolo firmado com Minas Gerais e Santa Catarina com o firmado com São Paulo, inclui notas restringindo aplicação para alguns Estados de determinada mercadoria. Assim, na Seção III do Apêndice II, o item XXVI passa a vigorar com a seguinte redação:

9 ITEM MERCADORIAS CLASSIFICAÇÃO NA NBM/SH-NCM MARGEM DE VALOR AGREGADO INTERNA INTERESTADUAL "XXVI Materiais de construção, acabamento, bricolagem ou adorno: a) ardósia, em qualquer formato, com até 2 m², e suas obras: , 6802 e ,00 42,07 b) cal para construção civil ,00 38, , c) argamassas, seladoras, massas para revestimento, aditivos para argamassas e afins , e 37,00 45,25 MG e SC, relativamente aos aditivos para argamassas e afins do código d) produtos de qualquer espécie utilizados como colas ou adesivos, acondicionados para venda a retalho como colas ou adesivos, com peso líquido não superior a 1 kg, exceto cola bastão, cola instantânea e cola branca escolar ,02 56,94 operações originárias do Estado de SP. e) silicones em formas primárias, para uso na construção civil ,00 63,28 f) revestimentos de PVC e outros plásticos; forro, sancas e afins de PVC, para uso na construção civil g) tubos, e seus acessórios (por exemplo, juntas, cotovelos, flanges, uniões), de plásticos, para uso na construção civil ,00 52, ,00 41,01

10 h) revestimento de pavimento de PVC e outros plásticos i) chapas, folhas, tiras, fitas, películas e outras formas planas, autoadesivas, de plásticos, mesmo em rolos, para uso na construção civil ,00 46, ,00 47,37 j) veda-rosca; lona plástica, fitas isolantes e afins 3919, 3920 e ,00 35,71 k) telhas plásticas, chapas, laminados plásticos em bobina, para uso na construção civil l) banheiras, boxes para chuveiros, pias, lavatórios, bidês, sanitários e seus assentos e tampas, caixas de descarga e artigos semelhantes para usos sanitários ou higiênicos, de plásticos m) artefatos de higiene/toucador de plástico ,00 50, ,00 49, ,00 61,16 n) telhas, cumeeiras e caixas d'água de polietileno e outros plásticos e ,00 48,43 o) portas, janelas e afins, de plástico ,00 45,25 p) postigos, estores (incluídas as venezianas) e artefatos semelhantes e suas partes q) outras obras de plástico, para uso na construção civil ,00 56, ,00 44,19 r) fitas emborrachadas ,00 34,65 s) tubos de borracha vulcanizada não endurecida, mesmo providos dos respectivos acessórios (por exemplo, juntas, cotovelos, flanges, uniões), para uso na construção civil t) revestimentos para pavimentos (pisos) e capachos de borracha vulcanizada não endurecida u) juntas, gaxetas e semelhantes, de borracha vulcanizada não endurecida ,00 51, ,43 79, ,00 55,86 v) folhas para folheados (incluídas as obtidas por corte de madeira estratificada), folhas para compensados (contraplacados) ou para outras madeiras estratificadas semelhantes e outras ,43 79,64

11 madeiras, serradas longitudinalmente, cortadas em folhas ou desenroladas, mesmo aplainadas, polidas, unidas pelas bordas ou pelas extremidades, de espessura não superior a 6 mm w) pisos de madeira ,00 44,19 x) painéis de partículas, painéis denominados "oriented strand board" (OSB) e painéis semelhantes (por exemplo, "waferboard"), de madeira ou de outras matérias lenhosas, recobertos na superfície com papel impregnado de melamina, mesmo aglomeradas com resinas ou com outros aglutinantes orgânicos, em ambas as faces, com película protetora na face superior e trabalho de encaixe nas quatro laterais, dos tipos utilizados para pavimentos y) pisos laminados com base de MDF (Médium Density Fiberboard) e/ou madeira z) obras de marcenaria ou de carpintaria para construções, incluídos os painéis celulares, os painéis montados para revestimento de pavimentos (pisos) e as fasquias para telhados "shingles" e "shakes", de madeira ,00 46, ,00 45, ,00 46,31 aa) persianas de madeiras 4418 e ,00 46,31 ab) papel de parede e revestimentos de parede semelhantes; papel para vitrais ac) tapetes e outros revestimentos para pavimentos (pisos), de matérias têxteis, tufados, mesmo confeccionados ad) tapetes e outros revestimentos para pavimentos (pisos), de feltro, exceto os tufados e os flocados, mesmo confeccionados ae) linóleos, mesmo recortados, revestimentos para pavimentos (pisos) constituídos por um induto ou recobrimento aplicado sobre suporte têxtil, mesmo recortados ,00 60, ,00 57, ,00 52, ,00 72,82 af) persianas de materiais têxteis ,00 55,86

12 ag) ladrilhos de mármores, travertinos, lajotas, quadrotes, alabastro, ônix e outras rochas carbonáticas, e ladrilhos de granito, cianito, charnokito, diorito, basalto e outras rochas silicáticas, com área de até 2 m² ,00 44,00 se a alíquota interna for 12%; 52,67 se a alíquota interna for 17% ah) abrasivos naturais ou artificiais, em pó ou em grãos, aplicados sobre matérias têxteis, papel, cartão ou outras matérias, mesmo recortados, costurados ou reunidos de outro modo ,00 49,49 ai) manta asfáltica ,00 45,25 aj) painéis, chapas, ladrilhos, blocos e semelhantes, de fibras vegetais, de palha ou de aparas, partículas, serragem (serradura) ou de outros desperdícios de madeira, aglomerados com cimento, gesso ou outros aglutinantes minerais, para uso na construção civil ak) obras de gesso ou de composições à base de gesso al) obras de cimento, de concreto ou de pedra artificial, mesmo armadas, exceto poste acima de 3 m de altura e tubos, laje, pré-laje e mourões am) caixas d'água, tanques e reservatórios e suas tampas, telhas, calhas, cumeeiras e afins, de fibrocimento, cimento-celulose ou semelhantes, contendo ou não amianto - COM FRETE INCLUÍDO NA BASE DE CÁLCULO DE RETENÇÃO an) caixas d'água, tanques e reservatórios e suas tampas, telhas, calhas, cumeeiras e afins, de fibrocimento, cimento-celulose ou semelhantes, contendo ou não amianto - SEM FRETE INCLUÍDO NA BASE DE CÁLCULO DE RETENÇÃO ,43 79, ,00 37, ,00 41, ,00 47, ,00 62,22 ao) tijolos, placas (lajes), ladrilhos e outras peças cerâmicas de farinhas siliciosas fósseis ("kieselghur", tripolita, diatomita, por exemplo) ou de terras siliciosas semelhantes ,43 79,64

13 ap) tijolos, placas (lajes), ladrilhos e peças cerâmicas semelhantes, para construção, refratários, que não sejam de farinhas siliciosas fósseis nem de terras siliciosas semelhantes ,00 62,22 aq) tijolos para construção, tijoleiras, tapavigas e produtos semelhantes, de cerâmica - COM FRETE INCLUÍDO NA BASE DE CÁLCULO DE RETENÇÃO ar) tijolos para construção, tijoleiras, tapavigas e produtos semelhantes, de cerâmica - SEM FRETE INCLUÍDO NA BASE DE CÁLCULO DE RETENÇÃO as) telhas, elementos de chaminés, condutores de fumaça, ornamentos arquitetônicos, de cerâmica, e outros produtos cerâmicos para construção civil - COM FRETE INCLUÍDO NA BASE DE CÁLCULO DE RETENÇÃO at) telhas, elementos de chaminés, condutores de fumaça, ornamentos arquitetônicos, de cerâmica, e outros produtos cerâmicos para construção civil - SEM FRETE INCLUÍDO NA BASE DE CÁLCULO DE RETENÇÃO , , , ,00 40,00 se a alíquota interna for 12%; 48,43 se a alíquota interna for 17% 76,00 se a alíquota interna for 12%; 86,60 se a alíquota interna for 17% 43,00 se a alíquota interna for 12%; 51,61 se a alíquota interna for 17% 67,00 se a alíquota interna for 12%; 77,06 se a alíquota interna for 17% au) tubos, calhas ou algerozes e acessórios para canalizações, de cerâmica ,00 70,70 av) ladrilhos e placas de cerâmica, exclusivamente para pavimentação ou revestimento 6907 e ,00 47,37

14 aw) pias, lavatórios, colunas para lavatórios, banheiras, bidês, sanitários, caixas de descarga, mictórios e aparelhos fixos semelhantes para usos sanitários, de cerâmica ax) artefatos de higiene/toucador de cerâmica ay) vidro vazado ou laminado, em chapas, folhas ou perfis, mesmo com camada absorvente, refletora ou não, mas sem qualquer outro trabalho az) vidro estirado ou soprado, em folhas, mesmo com camada absorvente, refletora ou não, mas sem qualquer outro trabalho ba) vidro flotado e vidro desbastado ou polido em uma ou em ambas as faces, em chapas ou em folhas, mesmo com camada absorvente, refletora ou não, mas sem qualquer outro trabalho ,00 48, ,00 63, ,00 47, ,43 79, ,00 47,37 bb) vidros temperados ,00 44,19 bc) vidros laminados ,00 47,37 bd) vidros isolantes de paredes múltiplas ,00 59,04 be) espelhos de vidro, mesmo emoldurados, excluídos os de uso automotivo bf) blocos, placas, tijolos, ladrilhos, telhas e outros artefatos, de vidro prensado ou moldado, mesmo armado, para construção; cubos, pastilhas e outros artigos semelhantes ,00 45, ,20 70,91 operações originárias do Estado de SP. bg) vergalhões ,00 41,01 operações originárias do Estado de SP. bh) vergalhões bi) barras próprias para construções, exceto vergalhões bj) fios de ferro ou aço não ligados, não revestidos, mesmo polidos, cordas, cabos, tranças (entrançados), lingas e artefatos semelhantes, de ferro ou aço, não isolados para usos elétricos e e e ,00 41,01 40,90 48,43 42,00 50,55

15 bk) outros fios de ferro ou aço, não ligados, galvanizados bl) acessórios para tubos (inclusive uniões, cotovelos, luvas ou mangas), de ferro fundido, ferro ou aço bm) portas e janelas, e seus caixilhos, alizares e soleiras de ferro fundido, ferro ou aço ,00 48, ,00 41, ,00 42,07 bn) material para andaimes, para armações (cofragens) e para escoramentos (inclusive armações prontas, para estruturas de concreto armado ou argamassa armada), eletrocalhas e perfilados de ferro fundido, ferro ou aço, próprios para construção e ,00 47,37 bo) caixas diversas (tais como caixa de correio, de entrada de água, de energia, de instalação) de ferro ou aço, próprias para a construção civil bp) arame farpado, de ferro ou aço, arames ou tiras, retorcidos, mesmo farpados, de ferro ou aço, dos tipos utilizados em cercas bq) telas metálicas, grades e redes, de fios de ferro ou aço br) correntes de rolos, de ferro fundido, ferro ou aço bs) outras correntes de elos articulados, de ferro fundido, ferro ou aço bt) correntes de elos soldados, de ferro fundido, de ferro ou aço bu) tachas, pregos, percevejos, escápulas, grampos ondulados ou biselados e artefatos semelhantes, de ferro fundido, ferro ou aço, mesmo com a cabeça de outra matéria, exceto cobre bv) parafusos, pinos ou pernos, roscados, porcas, tira-fundos, ganchos roscados, rebites, chavetas, cavilhas, contrapinos, arrueias (incluídas as de pressão) e artefatos semelhantes, de ferro fundido, ferro ou aço bw) esponjas, esfregões, luvas e artefatos semelhantes para limpeza, polimento e usos semelhantes, de ferro ou aço ,00 68, ,00 50, ,00 41, ,43 79, ,43 79, ,00 50, ,00 49, ,00 54, ,43 79,64 bx) artefatos de higiene ou de toucador, e suas partes, de ferro fundido, ferro ou aço; pias, banheiras, lavatórios, cubas, ,00 66,46

16 mictórios, tanques e afins, de ferro fundido, ferro ou aço by) outras obras moldadas, de ferro fundido, ferro ou aço, para uso na construção civil ,00 66,46 bz) abraçadeiras ,00 61,16 ca) barras de cobre ,00 46,31 operações originárias do Estado de SP. cb) barras de cobre ,00 46,31 cc) tubos de cobre e suas ligas, para instalações de água quente e gás, de uso na construção civil cd) acessórios para tubos (por exemplo, uniões, cotovelos, luvas ou mangas) de cobre e suas ligas, para uso na construção civil ce) tachas, pregos, percevejos, escápulas e artefatos semelhantes, de cobre, ou de ferro ou aço com cabeça de cobre, parafusos, pinos ou pernos, roscados, porcas, ganchos roscados, rebites, chavetas, cavilhas, contrapinos, arruelas (incluídas as de pressão) e artefatos semelhantes, de cobre ,00 39, ,00 38, ,00 45,25 cf) artefatos de higiene/toucador de cobre ,00 52,67 cg) manta de subcobertura aluminizada ,00 42,07 ch) acessórios para tubos (por exemplo, uniões, cotovelos, luvas ou mangas), de alumínio, para uso na construção civil ci) construções e suas partes (por exemplo, pontes e elementos de pontes, torres, pórticos ou pilones, pilares, colunas, armações, estruturas para telhados, portas e janelas, e seus caixilhos, alizares e soleiras, balaustradas), de alumínio, exceto as construções pré-fabricadas da posição 9406; chapas, barras, perfis, tubos e semelhantes, de alumínio, próprios para construções cj) artefatos de higiene/toucador de alumínio ,00 48, ,00 39, ,00 54,80

17 ck) outras obras de alumínio, próprias para construções, incluídas as persianas ,00 45,25 cl) outras guarnições, ferragens e artigos semelhantes de metais comuns, para construções, inclusive puxadores, exceto persianas de alumínio 7616 e ,00 44,19 cm) cadeados, fechaduras e ferrolhos (de chave, de segredo ou elétricos), de metais comuns, incluídas as suas partes; fechos e armações com fecho, com fechadura, de metais comuns; chaves para estes artigos, de metais comuns, excluídos os de uso automotivo cn) dobradiças de metais comuns, de qualquer tipo co) pateras, porta-chapéus, cabides, e artigos semelhantes de metais comuns cp) tubos flexíveis de metais comuns, mesmo com acessórios, para uso na construção civil cq) fios, varetas, tubos, chapas, eletrodos e artefatos semelhantes, de metais comuns ou de carbonetos metálicos, revestidos exterior ou interiormente de decapantes ou defundentes, para soldagem (soldadura) ou depósito de metal ou de carbonetos metálicos; fios e varetas de pós de metais comuns aglomerados, para metalização por projeção cr) aquecedores de água não elétricos, de aquecimento instantâneo ou de acumulação cs) torneiras, válvulas (incluídas as redutoras de pressão e astermostáticas) e dispositivos semelhantes, para canalizações, caldeiras, reservatórios, cubas e outros recipientes ,00 49, ,00 54, ,00 59, ,00 45, ,00 49, ,00 41, ,00 42,07 ct) partes de máquinas e aparelhos para soldadura forte ou fraca e de máquinas e aparelhos para soldar metais por resistência , e ,00 47,37 cu) banheira de hidromassagem ,00 42,07"

18 IV. Inclusão de notas restritivas na Lista de Mercadorias e MVAs do segmento de Produtos Alimentícios O Decreto, para ajustar o Protocolo firmado com Minas Gerais e Santa Catarina com o firmado com São Paulo, inclui notas restringindo aplicação para alguns Estados de determinada mercadoria. Assim, na Seção III do Apêndice II, as notas dos números 5 e 8 da alínea "k" do item XXX passam a vigorar com a seguinte redação: ITEM MERCADORIAS CLASSIFICAÇÃO NA NBM/SH-NCM MARGEM DE VALOR AGREGADO(%) INTERNA INTERESTADUAL "XXX Produtos alimentícios:... k) café torrado e moído em embalagens de conteúdo inferior ou igual a 2 kg "NOTA - Este número não se aplica às operações originárias dos Estados de " 8 - açúcar, em embalagens de conteúdo inferior ou igual a 5 kg "NOTA - Este número não se aplica às operações originárias dos Estados de " Estamos à disposição para maiores esclarecimentos, através da Gerência Técnica e de Suporte aos Conselhos Temáticos GETEC/CONTEC. GETEC/ECONTEC Fone: (51)

19

ANEXO 5 AO COMUNICADO: SÃO PAULO E SANTA CATARINA ALTERAÇÃO DE ACORDO DE ST.

ANEXO 5 AO COMUNICADO: SÃO PAULO E SANTA CATARINA ALTERAÇÃO DE ACORDO DE ST. ANEXO 5 AO COMUNICADO: SÃO PAULO E SANTA CATARINA ALTERAÇÃO DE ACORDO DE ST. Abrangência: operações interestaduais originadas do Estado de São Paulo e destinadas ao Estado de Santa Catarina. Produto: materiais

Leia mais

Materiais de Construção e Congêneres terão novos IVA-ST a partir de 01/08/2012

Materiais de Construção e Congêneres terão novos IVA-ST a partir de 01/08/2012 CIRCULAR Nº 27/2012 São Paulo, 30 de Julho de 2012. Materiais de Construção e Congêneres terão novos IVA-ST a partir de 01/08/2012 Prezado Cliente, Por meio da Portaria CAT nº 92/2012, publicada na última

Leia mais

ANEXO AO COMUNICADO: ACORDO DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO

ANEXO AO COMUNICADO: ACORDO DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO ANEXO AO COMUNICADO: ACORDO DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO Abrangência: operações interestaduais originadas do estado de São Paulo e destinadas ao estado do Amapá e ao Distrito Federal.

Leia mais

Portaria CAT 92, de 26-07-2012

Portaria CAT 92, de 26-07-2012 Portaria CAT 92, de 26-07-2012 (DOE 27-07-2012) Estabelece a base de cálculo na saída de produtos de materiais de construção e congêneres, a que se refere o artigo 313-Z do Regulamento do ICMS. O Coordenador

Leia mais

PROTOCOLO ICMS 112, DE 29 DE JULHO DE 2010.

PROTOCOLO ICMS 112, DE 29 DE JULHO DE 2010. Publicado no DOU de 10.08.10 PROTOCOLO ICMS 112, DE 29 DE JULHO DE 2010. Altera o Protocolo ICMS 32/09, que dispõe sobre a substituição tributária nas operações com materiais de construção, acabamento,

Leia mais

PORTARIA CAT N 121, DE 27 DE AGOSTO DE 2012. (DOE de 28.08.2012)

PORTARIA CAT N 121, DE 27 DE AGOSTO DE 2012. (DOE de 28.08.2012) PORTARIA CAT N 121, DE 27 DE AGOSTO DE 2012 (DOE de 28.08.2012) Estabelece a base de cálculo na saída de produtos de materiais de construção e congêneres, a que se refere o artigo 313-Z do Regulamento

Leia mais

São Paulo, 10 de outubro de 2011 Departamento Jurídico

São Paulo, 10 de outubro de 2011 Departamento Jurídico São Paulo, 10 de outubro de 2011 Departamento Jurídico Informação. REF.: Protocolo ICMS nº 82, de 30 de setembro de 2011, que dispõe sobre a substituição tributária nas operações com materiais de construção,

Leia mais

PROTOCOLO ICMS 85, DE 30 DE SETEMBRO DE 2011

PROTOCOLO ICMS 85, DE 30 DE SETEMBRO DE 2011 PROTOCOLO ICMS 85, DE 30 DE SETEMBRO DE 2011 Publicado no DOU de 13.10.11, pelo Despacho 186/11. Ver, quanto à aplicação no Estado de SE, o Despacho 230/11. Ver, quanto à aplicação no Estado de GO, o Despacho

Leia mais

MVA ALÍQUOTA INTERNA ORIGINAL ITEM DESCRIÇÃO NCM/SH 3917.10.10 17,00% 33,00% 41,01% 53,83%

MVA ALÍQUOTA INTERNA ORIGINAL ITEM DESCRIÇÃO NCM/SH 3917.10.10 17,00% 33,00% 41,01% 53,83% Abrangência: operações interestaduais originadas do Estado de São Paulo e destinadas ao Estado de Goiás. Produtos: materiais de construção, acabamento, bricolagem ou adorno. Conteúdo: acordos de substituição

Leia mais

TABELA DE MVA AJUSTADA - MATERIAL DE CONSTRUÇÃO - RESOLUÇÃO n 08/2012 ORIGEM. Página 1 de 11

TABELA DE MVA AJUSTADA - MATERIAL DE CONSTRUÇÃO - RESOLUÇÃO n 08/2012 ORIGEM. Página 1 de 11 TABELA DE - MATERIAL DE CONSTRUÇÃO - RESOLUÇÃO n 08/2012 ORIGEM Item NCM/SH Descrição das mercadorias (%) 7% 12% 1. 3816.00.1 Argamassas 37 3824.50.00 2..16 Revestimentos de PVC e outros plásticos; forro,

Leia mais

ANEXO 4.0 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA ANEXO 4.42.11. * REVOGADO PELO DECRETO Nº 26.695 de 6 de julho de 2010.

ANEXO 4.0 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA ANEXO 4.42.11. * REVOGADO PELO DECRETO Nº 26.695 de 6 de julho de 2010. ANEXO 4.0 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA ANEXO 4.42.11 * REVOGADO PELO DECRETO Nº 26.695 de 6 de julho de 2010. NAS OPERAÇÕES COM MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO, ACABAMENTO, BRICOLAGEM OU ADORNO Acrescentado pelo DECRETO

Leia mais

3214.90.00, 3816.00.1,3824.40.00, 3824.50.00 4 Silicones em formas primárias, para uso na construção civil 3910.00

3214.90.00, 3816.00.1,3824.40.00, 3824.50.00 4 Silicones em formas primárias, para uso na construção civil 3910.00 Item Descrição das mercadorias NCM/SH 1 Ardósia, em qualquer formato, com até 2m2, e suas obras 2514.00.00, 6802, 6803 2 Cal para construção civil 25.22 3 Argamassas, seladoras, massas para revestimento,

Leia mais

39.16 Revestimentos de PVC e outros plásticos; forro, sancas e afins de PVC, para uso na construção civil

39.16 Revestimentos de PVC e outros plásticos; forro, sancas e afins de PVC, para uso na construção civil ANEXO 8 AO COMUNICADO: ACORDOS DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA SÃO PAULO E MINAS GERAIS Abrangência: operações interestaduais realizadas entre São Paulo e Minas Gerais. Segmentos: materiais de construção, acabamento,

Leia mais

3 - MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO, ACABAMENTO, BRICOLAGEM OU ADORNO

3 - MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO, ACABAMENTO, BRICOLAGEM OU ADORNO 3 - MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO, ACABAMENTO, BRICOLAGEM OU ADORNO a) cal para construção civil 2522 b) argamassas, seladoras, massas para revestimento, 3214.90.00, aditivos para argamassas e afins 3816.00.1,

Leia mais

PROTOCOLO ICMS 82, DE 30 DE SETEMBRO DE 2011

PROTOCOLO ICMS 82, DE 30 DE SETEMBRO DE 2011 PROTOCOLO ICMS 82, DE 30 DE SETEMBRO DE 2011 Publicado no DOU de 11.10.11, pelo Despacho 184/11. Ver, quanto à aplicação no Estado de GO, o Despacho 235/11. Dispõe sobre a substituição tributária nas operações

Leia mais

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA TABELA 2 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA TABELA DE MVA S x SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRICA, CONFORME ANEXO V - (a que se refere o art.182 do RICMS/ES) RELAÇÃO DE PRODUTOS, MARGEM DE VALOR AGREGADO x SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA

Leia mais

Matéria elaborada com base na Legislação vigente em: 12/07/2010.

Matéria elaborada com base na Legislação vigente em: 12/07/2010. MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO, ACABAMENTO, BRICOLAGEM OU ADORNO - Aspectos Teóricos e Práticos Relacionados às Operações com Mercadorias Sujeitas ao Regime da Substituição Tributária em SC Matéria elaborada

Leia mais

DECRETO Nº 3.949, DE 27 DE FEVEREIRO DE 2012

DECRETO Nº 3.949, DE 27 DE FEVEREIRO DE 2012 Page 1 of 6 DECRETO Nº 3.949, DE 27 DE FEVEREIRO DE 2012 DOE-PR de 27/02/2012 (nº 8.659, pág. 10) O GOVERNADOR DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe confere o art. 87, inciso V, da Constituição

Leia mais

Capítulo 73. Obras de ferro fundido, ferro ou aço

Capítulo 73. Obras de ferro fundido, ferro ou aço Capítulo 73 Obras de ferro fundido, ferro ou aço Notas. 1.- Neste Capítulo, consideram-se de ferro fundido os produtos obtidos por moldação nos quais o ferro predomina em peso sobre cada um dos outros

Leia mais

2015 INFORMATIVO. PROTOCOLO ICMS 32, DE 17 DE JULHO DE 2014 Publicado no DOU de 18.07.14, pelo Despacho 129/14

2015 INFORMATIVO. PROTOCOLO ICMS 32, DE 17 DE JULHO DE 2014 Publicado no DOU de 18.07.14, pelo Despacho 129/14 PROTOCOLO ICMS 32, DE 17 DE JULHO DE 2014 Publicado no DOU de 18.07.14, pelo Despacho 129/14 Dispõe sobre a substituição tributária nas operações com materiais de construção, acabamento, bricolagem ou

Leia mais

DIREITOS ADUANEIROS SADC IMP CONS CÓDIGO DO S.H. N.º DE POSIÇÃO DESIGNAÇÃO DAS MERCADORIAS UNIDADE C. IVA TAXA GERAL. Ad. Valorem.

DIREITOS ADUANEIROS SADC IMP CONS CÓDIGO DO S.H. N.º DE POSIÇÃO DESIGNAÇÃO DAS MERCADORIAS UNIDADE C. IVA TAXA GERAL. Ad. Valorem. N.º DE POSIÇÃO CÓDIGO DO S.H. DESIGNAÇÃO DAS MERCADORIAS UNIDADE C. TAXA GERAL DIREITOS ADUANEIROS SADC RSA OUTROS M. CAT. Taxa CAT. Taxa UE IMP CONS Ad. Valorem Valor Minimo IVA 73.01 Estacaspranchas

Leia mais

O Governador do Estado do Rio Grande do Sul, no uso da atribuição que lhe confere o art. 82, V, da Constituição do Estado,

O Governador do Estado do Rio Grande do Sul, no uso da atribuição que lhe confere o art. 82, V, da Constituição do Estado, Página 1 de 9 Decreto nº 47.997, de 05.05.2011 - DOE RS de 06.05.2011 Modifica o Regulamento do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa DECRETO Nº 47.997, DE 05 DE MAIO DE 2011. (publicado no DOE nº 087 de 06 de maio de 2011) Modifica o Regulamento do

Leia mais

EFICÁCIA ITEM/ SUBI TEM ... 38... Protocolo ICMS 92/13... A partir de 1º/11/13... ITEM NCM/SH DESCRIÇÃO. Interna (%) Interestadual (%)

EFICÁCIA ITEM/ SUBI TEM ... 38... Protocolo ICMS 92/13... A partir de 1º/11/13... ITEM NCM/SH DESCRIÇÃO. Interna (%) Interestadual (%) ITEM/ SUBI TEM ANEXO IV AO DECRETO Nº 18.955, DE 22 DE DEZEMBRO DE 1997 CADERNO I Mercadorias sob Regime de Substituição Tributária Referente às Operações Subsequentes Operações Internas e Interestaduais

Leia mais

DECRETO Nº 14.242 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2012 (Publicada no Diário Oficial de 15 e 16/12/2012)

DECRETO Nº 14.242 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2012 (Publicada no Diário Oficial de 15 e 16/12/2012) DECRETO Nº 14.242 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2012 (Publicada no Diário Oficial de 15 e 16/12/2012) Procede à alteração nº 7 ao Regulamento do ICMS e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DA BAHIA, no

Leia mais

PROTOCOLOS ICMS NºS 149 a 165, de 24.09.2010 (DOU de 01.10.2010)

PROTOCOLOS ICMS NºS 149 a 165, de 24.09.2010 (DOU de 01.10.2010) mm PROTOCOLOS ICMS NºS 149 a 165, de 24.09.2010 (DOU de 01.10.2010) Suplemento Especial nº 10/2010 2 ICMS SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO - DISPOSIÇÕES PROTOCOLO ICMS Nº149, de 24.09.2010 (DOU de 01.10.2010) Dispõe

Leia mais

Capítulo 73. Obras de ferro fundido, ferro ou aço

Capítulo 73. Obras de ferro fundido, ferro ou aço Capítulo 73 Obras de ferro fundido, ferro ou aço Notas. 1. Neste Capítulo, consideram-se de ferro fundido os produtos obtidos por moldação nos quais o ferro predomina em peso sobre cada um dos outros elementos,

Leia mais

Capítulo 76. Alumínio e suas obras

Capítulo 76. Alumínio e suas obras Capítulo 76 Alumínio e suas obras Nota. 1. Neste Capítulo consideram-se: a) Barras: os produtos laminados, extrudados, estirados ou forjados, não enrolados, cuja seção transversal, maciça e constante em

Leia mais

Decreto Nº 44950 DE 12/09/2014

Decreto Nº 44950 DE 12/09/2014 Decreto Nº 44950 DE 12/09/2014 Publicado no DOE em 15 set 2014 Altera o Livro II do Regulamento do ICMS, aprovado pelo Decreto nº 27.427/2000 (RICMS/2000) e dá outras providências. O Governador do Estado

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa DECRETO Nº 47.514, DE 29 DE OUTUBRO DE 2010. (publicado no DOE nº 206 de 01 de novembro de 2010) Modifica o Regulamento do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações

Leia mais

7,0 LÂMPADAS, REATORES E STARTER : CEST NCM DESCRIÇÃO 7, Lâmpadas elétricas. 7, Lâmpadas eletrônicas

7,0 LÂMPADAS, REATORES E STARTER : CEST NCM DESCRIÇÃO 7, Lâmpadas elétricas. 7, Lâmpadas eletrônicas 7,0 LÂMPADAS, REATORES E STARTER : CEST NCM DESCRIÇÃO 7,1 09.001.00 8539 Lâmpadas elétricas 7,2 09.002.00 8540 Lâmpadas eletrônicas 7,3 09.003.00 8504,1 Reatores para lâmpadas ou tubos de descargas 7,4

Leia mais

DESONERAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO ALTERAÇÕES FEITAS PELA MEDIDA PROVISÓRIA Nº 601/2012

DESONERAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO ALTERAÇÕES FEITAS PELA MEDIDA PROVISÓRIA Nº 601/2012 CIRCULAR Nº 01/2013 São Paulo, 02 de Janeiro de 2013. DESONERAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO ALTERAÇÕES FEITAS PELA MEDIDA PROVISÓRIA Nº 601/2012 Prezado Cliente, No dia 28/12/2012, foi publicada a Medida Provisória

Leia mais

IMPORTAÇÃO DO CADASTRO DE PESSOAS

IMPORTAÇÃO DO CADASTRO DE PESSOAS IMPORTAÇÃO DO CADASTRO DE PESSOAS 1. Objetivo: 1. Esta rotina permite importar para o banco de dados do ibisoft Empresa o cadastro de pessoas gerado por outro aplicativo. 2. O cadastro de pessoas pode

Leia mais

Materiais Elétricos, Materiais de Construção, Produtos de Colchoaria e Papelaria terão novos IVA s a partir de 01/07/2012

Materiais Elétricos, Materiais de Construção, Produtos de Colchoaria e Papelaria terão novos IVA s a partir de 01/07/2012 CIRCULAR Nº 19/2012 São Paulo, 27 de Junho de 2012. Materiais Elétricos, Materiais de Construção, Produtos de Colchoaria e Papelaria terão novos IVA s a partir de 01/07/2012 Prezado Cliente, A Secretaria

Leia mais

PROTOCOLO ICMS Nº 149 DE 24/09/2010 DOU de 01/10/2010

PROTOCOLO ICMS Nº 149 DE 24/09/2010 DOU de 01/10/2010 MINISTÉRIO DA FAZENDA - CONSELHO NACIONAL DE POLÍTICA FAZENDÁRIA - SECRETARIA EXECUTIVA PROTOCOLO ICMS Nº 149 DE 24/09/2010 DOU de 01/10/2010 Dispõe sobre a permuta de informações e fiscalização relativa

Leia mais

Alterações em diversos Protocolos ICMS requerem atenção por parte dos contribuintes

Alterações em diversos Protocolos ICMS requerem atenção por parte dos contribuintes CIRCULAR Nº 22/2012 São Paulo, 04 de Julho de 2012. Alterações em diversos Protocolos ICMS requerem atenção por parte dos contribuintes Prezado Cliente, No dia 28 de Junho de 2012 diversos Protocolos ICMS

Leia mais

http://www.idealsoftwares.com.br/tabelas/aliquotas_rs.html

http://www.idealsoftwares.com.br/tabelas/aliquotas_rs.html Página 1 de 27 Alíquotas do ICMS Rio Grande do Sul ITEM MERCADORIAS CLASSIFICAÇÃO NA NBM/SH MARGEM DE VALOR AGREGADO (%) INTERNA INTERESTADUAL I Bebidas: a) cerveja, inclusive chope, e refrigerante, inclusive

Leia mais

Capítulo 68. Obras de pedra, gesso, cimento, amianto, mica ou de matérias semelhantes

Capítulo 68. Obras de pedra, gesso, cimento, amianto, mica ou de matérias semelhantes Capítulo 68 Obras de pedra, gesso, cimento, amianto, mica ou de matérias semelhantes Notas. 1.- O presente Capítulo não compreende: a) os produtos do Capítulo 25; b) o papel e cartão revestidos, impregnados

Leia mais

Protoc. ICMS CONFAZ 24/09 - Protoc. ICMS - Protocolo ICMS CONSELHO NACIONAL DE POLÍTICA FAZENDÁRIA - CONFAZ nº 24 de 03.06.2009

Protoc. ICMS CONFAZ 24/09 - Protoc. ICMS - Protocolo ICMS CONSELHO NACIONAL DE POLÍTICA FAZENDÁRIA - CONFAZ nº 24 de 03.06.2009 Protoc. ICMS CONFAZ 24/09 - Protoc. ICMS - Protocolo ICMS CONSELHO NACIONAL DE POLÍTICA FAZENDÁRIA - CONFAZ nº 24 de 03.06.2009 D.O.U.: 04.06.2009 Dispõe sobre a substituição tributária nas operações interestaduais

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO ARQUITETÔNICO - REFORMA

MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO ARQUITETÔNICO - REFORMA MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO ARQUITETÔNICO - REFORMA Projeto:... REFORMA POSTO DE SAÚDE Proprietário:... PREFEITURA MUNICIPAL DE IRAÍ Endereço:... RUA TORRES GONÇALVES, N 537 Área a Reformar:... 257,84

Leia mais

DECRETO Nº 53.511, DE 6 DE OUTUBRO DE

DECRETO Nº 53.511, DE 6 DE OUTUBRO DE DECRETO Nº 53.511, DE 6 DE OUTUBRO DE 2008: Introduz alterações no Regulamento do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual

Leia mais

DECRETO Nº 33.808, DE 1º DE AGOSTO DE 2012

DECRETO Nº 33.808, DE 1º DE AGOSTO DE 2012 DECRETO Nº 33.808, DE 1º DE AGOSTO DE 2012 Publicado no DODF nº 153, de 02/08/2012 - Págs. 1 a 8. NOTA: VIDE DECRETO Nº 33.887, DE 03/09/12 DODF DE 04/09/12 (SUPLEMENTO) QUE ALTERA A DATA DE EFICÁCIA DOS

Leia mais

Referido decreto produzirá efeitos a partir de 1º de Dezembro de 2008.

Referido decreto produzirá efeitos a partir de 1º de Dezembro de 2008. Decreto 53.511/08 Foi editado o Decreto 53.511/08, íntegra abaixo, que introduz alterações no Regulamento do ICMS, para incluir outras mercadorias na relação de produtos sujeitos ao regime jurídico da

Leia mais

SP SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA INCLUSÃO DE PRODUTOS

SP SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA INCLUSÃO DE PRODUTOS SP SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA INCLUSÃO DE PRODUTOS DECRETO Nº 53.511, DE 6 DE OUTUBRO DE 2008 (DOE 07-10-2008; Retificação DOE 10-10-2008) - Introduz alterações no Regulamento do Imposto sobre Operações Relativas

Leia mais

Lista de Produtos FERRÁLIA 2014 CARPINTARIA METÁLICA E PLÁSTICA, MAQUINARIA, PERFÍS E COMPONENTES DIVERSOS. pág. 1 de 7 mod. 093a.

Lista de Produtos FERRÁLIA 2014 CARPINTARIA METÁLICA E PLÁSTICA, MAQUINARIA, PERFÍS E COMPONENTES DIVERSOS. pág. 1 de 7 mod. 093a. CARPINTARIA METÁLICA E PLÁSTICA, MAQUINARIA, PERFÍS E COMPONENTES 10031 ACESSÓRIOS E COMPONENTES 22568 CARPINTARIA EM PVC 22569 ELEMENTOS DE NIVELAMENTO 13181 ESPUMAS 13727 FRESADORAS COPIADORAS PARA MARCENARIA

Leia mais

DECRETO Nº 8.224, DE 3 DE ABRIL DE 2014

DECRETO Nº 8.224, DE 3 DE ABRIL DE 2014 CÂMARA DOS DEPUTADOS Centro de Documentação e Informação DECRETO Nº 8.224, DE 3 DE ABRIL DE 2014 Estabelece a aplicação de margem de preferência em licitações realizadas no âmbito da administração pública

Leia mais

O texto constitucional permite a instituição de substituição tributária no âmbito federal, estadual e municipal.

O texto constitucional permite a instituição de substituição tributária no âmbito federal, estadual e municipal. SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA -ESCLARECIMENTOS- Fundamento constitucional Art. 150. Sem prejuízo de outras garantias asseguradas ao contribuinte, é vedado à União, aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios:

Leia mais

ANEXO 1 AO COMUNICADO: ACORDO DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA - SÃO PAULO E RIO DE JANEIRO

ANEXO 1 AO COMUNICADO: ACORDO DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA - SÃO PAULO E RIO DE JANEIRO ANEXO 1 AO COMUNICADO: ACORDO DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA - SÃO PAULO E RIO DE JANEIRO Abrangência: operações interestaduais originadas de São Paulo e destinadas ao Rio de Janeiro. Produto: Materiais de

Leia mais

Capítulo 59. Tecidos impregnados, revestidos, recobertos ou estratificados; artigos para usos técnicos de matérias têxteis

Capítulo 59. Tecidos impregnados, revestidos, recobertos ou estratificados; artigos para usos técnicos de matérias têxteis Capítulo 59 Tecidos impregnados, revestidos, recobertos ou estratificados; artigos para usos técnicos de matérias têxteis Notas. 1. Ressalvadas as disposições em contrário, a designação tecidos, quando

Leia mais

D E C R E T A. Art. 2º - Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação, produzindo seus efeito a partir 01 de janeiro de 2016.

D E C R E T A. Art. 2º - Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação, produzindo seus efeito a partir 01 de janeiro de 2016. DECRETO Nº 16.499 DE 23 DE DEZEMBRO DE 2015 Altera o Decreto nº 13.780, 16 março 2012, que regulamenta o Imposto sobre Operações Relativas à Circulação Mercarias e sobre Prestações Serviços Transporte

Leia mais

Capítulo 76 Alumínio e suas obras

Capítulo 76 Alumínio e suas obras Nota. Capítulo 76 Alumínio e suas obras 1.- Neste Capítulo consideram-se: a) Barras: os produtos laminados, extrudados, estirados ou forjados, não enrolados, cuja seção transversal, maciça e constante

Leia mais

Barras próprias para construções, exceto vergalhões NCM ; Vergalhões NCM 7213, % MVAinterna. Aliq. interna

Barras próprias para construções, exceto vergalhões NCM ; Vergalhões NCM 7213, % MVAinterna. Aliq. interna Abrangência: operações interestaduais originadas do estado de São Paulo e destinadas ao estado do Amapá. Produto: mat. de construção, acabamento, bricolagem ou adorno. Conteúdo: alteração do acordo de

Leia mais

MARGEM DE VALOR AGREGADO (%) CLASSIFICAÇÃO ALÍQUOTA NA OPERAÇÃO INTERESTADUAL OPERAÇÃO INTERNA NBM/SH-NCM MERCADORIAS 12% 4%

MARGEM DE VALOR AGREGADO (%) CLASSIFICAÇÃO ALÍQUOTA NA OPERAÇÃO INTERESTADUAL OPERAÇÃO INTERNA NBM/SH-NCM MERCADORIAS 12% 4% CLASSIFICAÇÃO NA NBM/SH-NCM OPERAÇÃO INTERNA 1 SEÇÃO III MERCADORIAS SUJEITAS À SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA PREVISTA NO LIVRO III, TÍTULO III, CONSTANTES DE ACORDOS CELEBRADOS COM OUTRAS UNIDADES DA FEDERAÇÃO

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA OBJETO O objeto desta licitação é a recuperação, requalificação e manutenção da área, hoje degradada, na Avenida Rio de Janeiro, sob o viaduto Elevado de conexão da Via Perimetral

Leia mais

Planilha Orçamento - GLOBAL

Planilha Orçamento - GLOBAL 2. SERVIÇOS PRELIMINARES 2. 1. ADMINISTRAÇÃO DA OBRA Planilha Orçamento - GLOBAL 2. 1. 1. DESPESAS COM PESSOAL CONTRAMESTRE 3,00 MS 2.940,96 8.822,88 0,00 0,00 8.822,88 - - 11.028,60 11.028,60 2. 2. MEDICINA

Leia mais

DEPARTAMENTO DE PATRIMÔNIO IMOBILIÁRIO DPI.E AHE SANTO ANTÔNIO CADERNO DE VALORES

DEPARTAMENTO DE PATRIMÔNIO IMOBILIÁRIO DPI.E AHE SANTO ANTÔNIO CADERNO DE VALORES UNITÁRIOS PARA CONSTRUÇÕES GRUPO 02 - CANTEIRO DE OBRA E MATERIAIS BÁSICOS 02520822 Abertura manual de poço de água e outros, Ø 1,20 m, prof. acima de 2 m m 172,73 02520821 Abertura manual de poço de água

Leia mais

2- RS ICMS Transferência de saldo credor - revogação de exigências

2- RS ICMS Transferência de saldo credor - revogação de exigências Edição nº 129 09 de maio de 2011 ALERTA GERENCIAL Últimas alterações na Legislação Estadual ICMS 1- RS Nota Fiscal Eletrônica DANFE alterações 1 2- RS ICMS Transferência de saldo credor - revogação de

Leia mais

PROJETO BÁSICO DE CONSTRUÇÃO DE ESCRITÓRIO EM ARIQUEMES/RO.

PROJETO BÁSICO DE CONSTRUÇÃO DE ESCRITÓRIO EM ARIQUEMES/RO. UNID. QUANT. UNITÁRIO TOTAL CÓD. DEOSP 1. SERVIÇOS PRELIMINARES 1.1 1.2 Aquisição e assentamento de placas de obras pronta de 3,00 x 2,00 m, conforme modelo. Barracão de obra em chapa de madeira compensada

Leia mais

Placa de obra: Haverá a colocação em local visível de placa de obra, metálica, fixada em estrutura de madeira, conforme padrão fornecido SOP.

Placa de obra: Haverá a colocação em local visível de placa de obra, metálica, fixada em estrutura de madeira, conforme padrão fornecido SOP. MEMORIAL DESCRITIVO RECONSTRUÇÃO DO ALBERGUE JUNTO AO PRESIDIO ESTADUAL DE VACARIA RS. VACARIA RS. GENERALIDADES: Este Memorial Descritivo tem a função de propiciar a perfeita compreensão do projeto e

Leia mais

PROTOCOLO ICMS 141, DE 9 DE JULHO DE 2010

PROTOCOLO ICMS 141, DE 9 DE JULHO DE 2010 Publicado no DOU de 23.08.10 PROTOCOLO ICMS 141, DE 9 DE JULHO DE 2010 Altera o Protocolo ICMS 92/09, que dispõe sobre a substituição tributária nas operações com materiais de construção, acabamento, bricolagem

Leia mais

CONSTRUÇÃO - BLOCO DE PESQUISADORES - PAVIMENTO TÉRREO

CONSTRUÇÃO - BLOCO DE PESQUISADORES - PAVIMENTO TÉRREO ANEXO XII PLANILHA ORÇAMENTÁRIA PLANILHA DE ORÇAMENTO UNIDADE: Embrapa Algodão Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária- Embrapa Coordenadoria de Engenharia e Arquitetura-CEN/DRM OBRA: AMPLIAÇÃO DOS

Leia mais

ATUALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES DE PERFURAÇÃO. Rio de Janeiro Outubro 2012

ATUALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES DE PERFURAÇÃO. Rio de Janeiro Outubro 2012 ATUALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES DE PERFURAÇÃO Rio de Janeiro Outubro 2012 ATIVIDADES EM ANDAMENTO Poço Bloco Prospecto Sonda Distância da Costa Lâmina d água Status Net Pay CY TBMT-1D/2HP BM-C-39 Tubarão Martelo

Leia mais

Os metais aparecem na natureza em estado livre ou compostos. Concentrados em jazidas. Os principais minérios são:

Os metais aparecem na natureza em estado livre ou compostos. Concentrados em jazidas. Os principais minérios são: Materiais Metálicos INTRODUÇÃO Metal (do ponto de vista tecnológico) pode ser definido como elemento químico que existe como cristal ou agregado de cristais, no estado sólido, caracterizado pelas seguintes

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA MEMORIAL DESCRITIVO

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA MEMORIAL DESCRITIVO ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA MEMORIAL DESCRITIVO Obra: Reforma de Prédio Delegacia CRA Proprietário: Conselho Regional de administração Endereço: Av. Presidente Getulio Vargas, N 2.923 Área: 110,00 m² 1.

Leia mais

MERCADORIAS QUE FORAM EXCLUIDAS NO REGIME DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTARIA

MERCADORIAS QUE FORAM EXCLUIDAS NO REGIME DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTARIA Utilizar o CFOP 5.101/5.102 para operações dentro do estado, ou para fora do estado 6.101/6.102, utilizar o CFOP de acordo com o segmento da sua empresa para a tabela abaixo: NCM MERCADORIAS QUE FORAM

Leia mais

Ref.: Decreto do Estado do Rio de Janeiro nº 44.318 de 07.08.2013 - RJ - ICMS - Substituição tributária - Alterações.

Ref.: Decreto do Estado do Rio de Janeiro nº 44.318 de 07.08.2013 - RJ - ICMS - Substituição tributária - Alterações. Rio de Janeiro, 20 de agosto de 2013 Of. Circ. Nº 210/13 Ref.: Decreto do Estado do Rio de Janeiro nº 44.318 de 07.08.2013 - RJ - ICMS - Substituição tributária - Alterações. Senhor Presidente, Fazendo

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO PRÉDIO DE APARTAMENTOS. Local: Rua General Auto, N 101 e 111 Centro Porto Alegre

MEMORIAL DESCRITIVO PRÉDIO DE APARTAMENTOS. Local: Rua General Auto, N 101 e 111 Centro Porto Alegre MEMORIAL DESCRITIVO PRÉDIO DE APARTAMENTOS Local: Rua General Auto, N 101 e 111 Centro Porto Alegre INDICE 1. GENERALIDADES 1.1. OBJETOS E DADOS 1.2. NORMAS 1.3. PLANTAS 2. INTERPRETAÇÃO 3. PRÉDIO 3.1.

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO Justiça do Trabalho TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 9ª REGIÃO PARANÁ Secretaria de Engenharia e Arquitetura

PODER JUDICIÁRIO Justiça do Trabalho TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 9ª REGIÃO PARANÁ Secretaria de Engenharia e Arquitetura PODER JUDICIÁRIO Justiça do Trabalho TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 9ª REGIÃO PARANÁ Secretaria de Engenharia e Arquitetura RELATÓRIO DE MEDIÇÃO PO 57/2014 INTERVENÇÃO NO FÓRUM TRABALHISTA DE GUARAPUAVA

Leia mais

Descritivo Modelo de Infraestrutura para CDC DMIC

Descritivo Modelo de Infraestrutura para CDC DMIC Descritivo Modelo de Infraestrutura para CDC DMIC CONTATO E-MAIL: implantacao@redecidadania.ba.gob.br VERSÃO 9.0 MAIO / 2015 ESPECIFICAÇÕES DO ESPAÇO DO CDC Para a implantação do CDC é necessário encontrar

Leia mais

Edifício Varadero Residencial

Edifício Varadero Residencial Edifício Varadero Residencial MEMORIAL DESCRITIVO PADRÃO 1. Infra-Estrutura: 2. Supra-Estrutura: 3. Alvenarias: Movimentação de Terra: Será realizada a limpeza do terreno, removendo todo o obstáculo que

Leia mais

PLANILHA ORÇAMENTÁRIA

PLANILHA ORÇAMENTÁRIA FONTES DE : SINAPI REFERENCIAL 05/14, MERCADO UNITÁRIO TOTAL 1.00 ADMINISTRAÇÃO LOCAL R$ 4.086,08 1.1 Mestre de obras mês 2,00 R$ 17,22 R$ 34,44 22,53% R$ 42,19 SINAPI IS 4069 1.2 PPRA/PCMSO und 1,00 R$

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. RESERVATÓRIO SUPERIOR: Este pavimento abrigará os reservatórios de água conforme projeto específico aprovado pelo SAMAE e PPCI.

MEMORIAL DESCRITIVO. RESERVATÓRIO SUPERIOR: Este pavimento abrigará os reservatórios de água conforme projeto específico aprovado pelo SAMAE e PPCI. MEMORIAL DESCRITIVO MAGNO RESIDENCIAL Rua José Caberlon, lote 18, quadra 3878, Bairro Bela Vista, Caxias do Sul INCORPORAÇÃO: SUPREMA INCORPORADORA Rua Alfredo Chaves, 927/505 Centro Caxias do Sul. O presente

Leia mais

FUNDO DE MODERNIZAÇÃO E APRIMORAMENTO FUNCIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO DE GOIÁS RELATÓRIO ANALÍTICO DE PAGAMENTOS - NOVEMBRO 2010

FUNDO DE MODERNIZAÇÃO E APRIMORAMENTO FUNCIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO DE GOIÁS RELATÓRIO ANALÍTICO DE PAGAMENTOS - NOVEMBRO 2010 SUPERINTENDÊNCIA DE FINANÇAS Rua 23 - Jardim Goiás - 74.805-100 - Goiânia/GO - Fones (62) 3243-8309 / 3243-8359 FUNDO DE MODERNIZAÇÃO E APRIMORAMENTO FUNCIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO DE GOIÁS RELATÓRIO

Leia mais

Veja os custos detalhados dessa obra com aproximadamente 450 m². Recepção Esterilização Assepsia. Lixo. Despensa Ambulatório Farmácia Consultório

Veja os custos detalhados dessa obra com aproximadamente 450 m². Recepção Esterilização Assepsia. Lixo. Despensa Ambulatório Farmácia Consultório Clínica veterinária Veja os custos detalhados dessa obra com aproximadamente 450 m² Corte AA B Recepção Esterilização Assepsia Sala de curativos Lavanderia Canil Corte BB A Lavagem Sala de espera Jardim

Leia mais

PROTOCOLO ICMS 19, DE 8 DE ABRIL DE 2016

PROTOCOLO ICMS 19, DE 8 DE ABRIL DE 2016 _ PROTOCOLO ICMS 19, DE 8 DE ABRIL DE 2016 Publicado no DOU de 13.04.16 Altera o Protocolo ICMS 60/11, dispõe sobre a substituição tributária nas operações com materiais de construção, acabamento, bricolagem

Leia mais

Prefeitura Muncipal de Porto Alegre Escola Municipal Nossa Senhora do Carmo

Prefeitura Muncipal de Porto Alegre Escola Municipal Nossa Senhora do Carmo BLOCO C 1. SERVIÇOS INICIAIS 1.1 LOCACAO DE OBRA POR m2 CONSTRUIDO M2 397,48 2,99 1.187,47 1.187,47 2. MOVIMENTOS DE TERRA 2.1 BALDRAME E BLOCOS DE FUNDAÇÃO 2.1.1 ESCAVACAO MANUAL DE VALAS EM MAT.1a CAT.,ATE

Leia mais

1. NORMAS DE PROJETO E ESPECIFICAÇÃO DE MATERIAIS E SISTEMAS CONSTRUTIVOS 1.1. NORMAS QUE INCIDEM SOBRE O PROJETO DE ARQUITETURA

1. NORMAS DE PROJETO E ESPECIFICAÇÃO DE MATERIAIS E SISTEMAS CONSTRUTIVOS 1.1. NORMAS QUE INCIDEM SOBRE O PROJETO DE ARQUITETURA NORMAS TÉCNICAS E QUE INCIDEM SOBRE ESPECIFICAÇÃO 1 DE 15 DESCRIÇÃO 1. NORMAS DE E ESPECIFICAÇÃO DE MATERIAIS E SISTEMAS CONSTRUTIVOS 1.1. NORMAS QUE INCIDEM SOBRE O DE ARQUITETURA 1.1.1. Projeto de arquitetura

Leia mais

Anexos 4. 0 Substituição Tributária Anexos 4.19 Substituição Tributária das Operações com Tintas e Vernizes

Anexos 4. 0 Substituição Tributária Anexos 4.19 Substituição Tributária das Operações com Tintas e Vernizes Anexos 4. 0 Substituição Tributária Anexos 4.19 Substituição Tributária das Operações com Tintas e Vernizes Convênio ICMS 74/1994 Alterações: Convênio ICMS 99/94, 153/94, 28/95, 44/95, 86/95, 127/95, 109/96,

Leia mais

Capítulo 70. Vidro e suas obras

Capítulo 70. Vidro e suas obras Capítulo 70 Vidro e suas obras Notas. 1.- O presente Capítulo não compreende: a) os artigos da posição 32.07 (por exemplo: composições vitrificáveis, fritas de vidro e outros vidros em pó, grânulos, lamelas

Leia mais

PROTOCOLO ICMS Nº 112, DE DOU 1 DE

PROTOCOLO ICMS Nº 112, DE DOU 1 DE PROTOCOLO ICMS Nº 112, DE 29.07.2010 - DOU 1 DE 10.08.2010 Altera o Protocolo ICMS nº 32/2009, que dispõe sobre a substituição tributária nas operações com materiais de construção, acabamento, bricolagem

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PARA AS OBRAS DE REFORMA DO GINÁSIO POLIESPORTIVO LOIOLA PASSARINHO E CONSTRUÇÃO DO ANEXO.

MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PARA AS OBRAS DE REFORMA DO GINÁSIO POLIESPORTIVO LOIOLA PASSARINHO E CONSTRUÇÃO DO ANEXO. SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO CASTANHAL (PA) MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PARA AS OBRAS DE REFORMA DO GINÁSIO POLIESPORTIVO LOIOLA PASSARINHO E CONSTRUÇÃO DO ANEXO. ABRIL/2014 REFORMA

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 417, DE 27 DE MARÇO DE 1998

RESOLUÇÃO Nº 417, DE 27 DE MARÇO DE 1998 RESOLUÇÃO Nº 417, DE 27 DE MARÇO DE 1998 Dispõe sobre as empresas industriais enquadráveis nos Artigos 59 e 60 da Lei n.º 5.194/66. O CONSELHO FEDERAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA, no uso das

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO versão 04

MEMORIAL DESCRITIVO versão 04 MEMORIAL DESCRITIVO versão 04 Arquitetônico Hidrossanitário EMPREENDIMENTO: Edifício Residencial ÁREA CONSTRUIDA: 2.323,60 m² ÁREA DO TERRENO: 1.474,00 m² LOCALIZAÇÃO: Rua Ianne Thorstemberg, n 344 Bairro

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA DIAT N 1, DE 23 DE ABRIL DE 2013

INSTRUÇÃO NORMATIVA DIAT N 1, DE 23 DE ABRIL DE 2013 INSTRUÇÃO NORMATIVA DIAT N 1, DE 23 DE ABRIL DE 2013. Publicada no D O E nº 11.036, de 26 de abril de 2013 Estabelece os percentuais de antecipação do ICMS na entrada de mercadorias no Estado, nas condições

Leia mais

Insumo/Aux. Descrição Unidade Coeficiente Preço Unitário Preço Total

Insumo/Aux. Descrição Unidade Coeficiente Preço Unitário Preço Total COMPOSIÇÃO ANALÍTICA DE PREÇO UNITÁRIO Cliente: Edificações Obra: CENTRO DE TREINAMENTO OFICIAL DO PARI Local: VÁRZEA GRANDE - MT 1 Estaca raiz diâmetro de 200mm M 1 0102015 Ferreiro (sgsp) H 0,847272

Leia mais

Veja os custos detalhados dessa obra de aproximadamente 470 m²

Veja os custos detalhados dessa obra de aproximadamente 470 m² Casa de alto padrão Veja os custos detalhados dessa obra de aproximadamente 470 m² Características empreendimento > Área construída de 471,37 m² > Terreno com 1.1690 m² de área > Residência assobradada,

Leia mais

2 Trabalhos Em Terra 2.1 Escavações manuais m³ 156,15 19,46 3.038,68 79517/1 15,57 2.2 Aterro compactado m³ 109,00 34,06 3.712,54 55.

2 Trabalhos Em Terra 2.1 Escavações manuais m³ 156,15 19,46 3.038,68 79517/1 15,57 2.2 Aterro compactado m³ 109,00 34,06 3.712,54 55. 1 Serviços Iniciais 1.1 Placa para obra m² 2,00 329,21 658,42 74209/1 263,37 1.2 Barracão de obra em chapa de mad. Compensada, telha 4 mm m² 24,00 173,43 4.162,32 74242/1 138,74 1.3 Locação da obra m²

Leia mais

ACORDOS DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA SÃO PAULO E RIO DE JANEIRO

ACORDOS DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA SÃO PAULO E RIO DE JANEIRO ACORDOS DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA SÃO PAULO E RIO DE JANEIRO Abrangência: operações interestaduais originadas do estado de São Paulo e destinadas ao estado do Rio de Janeiro. Produto: eletrônicos, eletroeletrônicos

Leia mais

! ESTÚDIO!DE!ARQUITETURA:!SUSTENTABILIDADE!AMBIENTAL!! FERNANDA MOURA !!!!!!!!!!!!!!! PESQUISA' DRYWALL' PORTAS' !!!!!!!!!!!! !!! ! 1!

! ESTÚDIO!DE!ARQUITETURA:!SUSTENTABILIDADE!AMBIENTAL!! FERNANDA MOURA !!!!!!!!!!!!!!! PESQUISA' DRYWALL' PORTAS' !!!!!!!!!!!! !!! ! 1! ! ESTÚDIO!DE!ARQUITETURA:!SUSTENTABILIDADE!AMBIENTAL!! FERNANDA MOURA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! PESQUISA'!!! DRYWALL' E'' PORTAS'! 1! !!! SUMÁRIO!!! PAREDES!DRYWALL! 1. 'FABRICANTE:'KNAUF 1. 1 PAREDE

Leia mais

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA - MG

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA - MG SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA - MG Orientação Tributária DOLT/SUTRI Nº 001/2007 (*) Assunto: Substituição tributária nas operações com mercadorias Base legal: Constituição: art. 150, 7º Lei Complementar 87/96:

Leia mais

São assim denominados pois não utilizam o processo de queima cerâmica que levaria à derrubada de árvores para utilizar a madeira como combustível,

São assim denominados pois não utilizam o processo de queima cerâmica que levaria à derrubada de árvores para utilizar a madeira como combustível, TIJOLOS ECOLÓGICOS Casa construída com tijolos ecológicos Fonte: paoeecologia.wordpress.com TIJOLOS ECOLÓGICOS CARACTERÍSTICAS São assim denominados pois não utilizam o processo de queima cerâmica que

Leia mais

XI - os itens 14, 15, 16, 18, 34, 45, 47, 51 a 65, 101 e 106 do 1º do artigo 313- Y:

XI - os itens 14, 15, 16, 18, 34, 45, 47, 51 a 65, 101 e 106 do 1º do artigo 313- Y: ARTIGO 313-Y MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO E CONGÊNERES EXCLUIDOS XI - os itens 14, 15, 16, 18, 34, 45, 47, 51 a 65, 101 e 106 do 1º do artigo 313- Y: 14 - fitas emborrachadas, 4005.91.90; 15 - tubos de borracha

Leia mais

Manual Descritivo para Construção do ASBC

Manual Descritivo para Construção do ASBC Manual descritivo para construção do ASBC 1 Felipe Marques Santos Manual Descritivo para Construção do ASBC (Aquecedor Solar de Baixo Custo) Coordenador: Prof. Dr. Rogério Gomes de Oliveira 2 Manual descritivo

Leia mais

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA Material elaborado Apresentação: Eduardo Amorim

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA Material elaborado Apresentação: Eduardo Amorim SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA Material elaborado pela SEFAZ/PE Apresentação: Eduardo Amorim Copyright, 1997 Dale Carnegie & Associates, Inc. 1 Informações iniciais Entraram em vigor a partir de 01 de novembro

Leia mais

Itens excluídos: Itens incluídos:

Itens excluídos: Itens incluídos: Abrangência: operações interestaduais originadas do estado de São Paulo e destinadas ao estado do Amapá. Produto: eletrônicos, eletroeletrônicos e eletrodomésticos. Conteúdo: alteração do acordo de substituição

Leia mais

ICMS/SP Substituição Tributária

ICMS/SP Substituição Tributária Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400 - ramal 1529 (núcleo de relacionamento) Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva, 60 Higienópolis

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE SUPERINTENDÊNCIA DE ARQUITETURA ENGENHARIA PROCURADORIA GERAL UFF

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE SUPERINTENDÊNCIA DE ARQUITETURA ENGENHARIA PROCURADORIA GERAL UFF SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE SUPERINTENDÊNCIA DE ARQUITETURA ENGENHARIA PROCURADORIA GERAL UFF MÊS DE REFERÊNCIA JULHO/ 2015 BDI 20% Item Discriminação Unid. Quant. 1 SERVIÇOS

Leia mais

DIMENSIONAMENTO DE LAJES MACIÇAS

DIMENSIONAMENTO DE LAJES MACIÇAS DIMENSIONAMENTO DE LAJES MACIÇAS Vão Vão livre (l0): Distância entre as faces dos apoios ou da etremidade livre até a face do apoio. Vão teórico (l): Distância entre os centros dos apoio. Em laje isolada:

Leia mais

Mercados informação global

Mercados informação global Mercados informação global Relações Económicas Portugal - Filipinas Fevereiro 2010 Relações Económicas Portugal Filipinas (Fevereiro 2010) Índice 1. Relações Económicas Portugal Filipinas 3 1.1. Comércio

Leia mais

DER/PR EM-R 01/05 ESPECIFICAÇÕES DE MATERIAIS PARA SERVIÇOS RODOVIÁRIOS: RELAÇÃO

DER/PR EM-R 01/05 ESPECIFICAÇÕES DE MATERIAIS PARA SERVIÇOS RODOVIÁRIOS: RELAÇÃO ESPECIFICAÇÕES DE MATERIAIS PARA SERVIÇOS RODOVIÁRIOS: RELAÇÃO Departamento de Estradas de Rodagem do Estado do Paraná - DER/PR Avenida Iguaçu 420 CEP 80230 902 Curitiba Paraná Fone (41) 3304 8000 Fax

Leia mais