Code-P0. Copa Situação das ações do Governo Brasileiro. Brasília, 2 de junho de 2011

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Code-P0. Copa 2014. Situação das ações do Governo Brasileiro. Brasília, 2 de junho de 2011"

Transcrição

1 Code-P0 Copa 2014 Situação das ações do Governo Brasileiro Brasília, 2 de junho de 2011

2 Code-P1 O que o Brasil quer com a Copa do Mundo FIFA Mobilizar o país Promover o país no mundo Constituir arenas multiuso de classe mundial Gerar um salto de qualidade nos serviços Modernizar a infraestrutura do país 1

3 Code-P2 A Copa 2014 deverá agregar ~R$ 183 bilhões ao PIB do Brasil até 2019 (+0,4% a.a.) R$ Bilhões 135,7 183,2 47,5 Direto Indireto Impacto total Investimento de infraestrutura Gastos incrementais dos turistas Incremento no consumo das famílias Recirculação do dinheiro na economia Aumento do turismo e do uso de estádios após a Copa +0,4% no PIB acumulado NOTA: Informações estimadas com base no modelo econométrico, dados não necessariamente condizem com investimentos previstos até o momento 2

4 Benefícios econômicos com a Copa 2014: R$ 47 bilhões de impacto direto Code-P3 Infraestrutura Civil: R$ 23 bilhões Serviços: R$ 10 bilhões Turismo Geração de empregos 600 mil turistas internacionais (R$ 3,9 bilhões) 3 milhões nacionais (R$ 5,5 bilhões) Permanentes: 332 mil ( ) Temporários: 381 mil (2014) Consumo Incremento no consumo: R$ 5,0 bilhões ( ) Tributos Tributos totais: R$ 16,8 bilhões 3

5 Code-P4 Ciclos de planejamento para a Copa 1ª ciclo 2ª ciclo 3ª ciclo Projetos de infraestrutura Projetos de infraestrutura de suporte e serviços Operação e ações específicas Definição de projetos - assinados na Matriz de Responsabilidades: - 12 estádios - 50 em mobilidade urbana - 25 em 13 aeroportos - 7 em portos Em discussão: - Segurança - Infraestrutura turística - Telecomunicações e TI - Energia - Saúde - Sustentabilidade ambiental - Promoção e comunicação do país A serem discutidos: -Malha aérea, operação aeroportuária e portuária -Transporte e mobilidade urbana -Fornecimento de energia -Saúde, prevenção e pronto-socorro -Estruturas temporárias para a Copa / 1º sem

6 Estruturas do Governo Federal para definição e coordenação das ações Definição pelo decreto do Presidente da República de 14 de janeiro de 2010 SEP MT SDH MTE SPPIR MS MRE MP MMA MTur ME Ações do Governo Brasileiro MJ MDIC CC MD MF MinC AGU CGU MC GSI MCid MCT Objetivos do CGCOPA Definir, aprovar e supervisionar as ações do Governo Brasileiro para a realização da Copa Objetivos do do GECOPA: Code-P5 CGCOPA (Comitê Gestor) GECOPA (Grupo Executivo) Coordenar e consolidar as ações, estabelecer metas e monitorar os resultados de implementação e execução do das ações para a Copa 5

7 Câmaras temáticas para discussão dos temas de maior importância para a Copa Câmaras Temáticas Coordenação das ações Lançadas Code-P6 Infraestrutura Estádios Segurança Meio Ambiente e Sustentabilidade Desenvolvimento Turístico Promoção Comercial e Tecnológica Cultura, educação e ação social Saúde Transparência Missão: CGCOPA Comitê de Responsabilidade das cidades-sede Formalização de responsabilidades das ações através da Matriz de Responsabilidades Ações do Governo Brasileiro para a Copa 2014 Propor políticas públicas e soluções técnicas necessárias, eficientes e transparentes que garantam a formação de um legado alinhado aos interesses estratégicos do país a partir da realização exitosa da Copa do Mundo FIFA

8 Code-P7 1º Ciclo de Planejamento: R$ 23, 9 bilhões de investimentos programados R$ bilhões Orçamento Federal Financiamento Federal Recursos Locais 5,6 23,9 Segurança 5,7 0,7 5,2 0,4 5,9 Hotelaria 11,9 7,8 3,1 2,6 10,9 Desenvolvimento Turístico Sustentabilidade Ambiental 4,1 7,1 Telecomunicações e TI Mobilidade Urbana Estádios e entorno Portos Aeroportos Total # Projetos Energia Saúde 1º Ciclo de Planejamento 2º Ciclo 7

9 Code-P8 Estádios: 10 de 12 obras iniciadas Situação das Obras 2 Conclusão até 1º Sem./13 20% Número de Projetos Conclusão até Dez/12 80% Total Obras não iniciadas Obras iniciadas Situação financiamento BNDES*: Investimento (R$ Bi) 5,7 Em definição 5,3 2 solicitados 2 a solicitar 4 contratados 2 aprovados *2 Não solicitarão financiamento 8

10 Mobilidade: 53% dos investimentos reprogramados e 31% com financiamento não contratado Code-P9 Adequado à data informada na Matriz Data reprogramada e conclusão até dez/13 Data reprogramada e conclusão após dez/13 Situação dos cronogramas de obras Situação do financiamento 11,9 4,2 11,9 0,8 (7%) 7,4 (35%) 6,3 Valor, R$ Bi (100%) (100%) (62%) (53%) 3,7 Número de Projetos Total Adequado Reprogramado 1,4 Total Adequado Reprogramadas Em atenção (12%) Em atenção Total Com Contratados desembolso (31%) Não contratados Total Com desembolso Contratadas Não Contratadas

11 Code-P10 Aeroportos: ~R$ 5,6 bilhões de investimentos Obras iniciadas Aeroporto Investim. (R$ MM) Situação atual Obras Início Fim Belo Horizonte Brasília Cuiabá Curitiba Fortaleza Manaus Natal Porto Alegre Recife Rio de Janeiro Salvador São Paulo (GRU) Campinas (VCP) * Total *Inclui R$ 400 milhões de investimentos do concessionário Licitação obras Obras Projetos Licitação de obras Licitação de obras Licitação de obras Obras Licitação projetos Projetos Obras Licitação obras Obras Obras Out/11 Abr/11 Mar/12 Jun/11 Out/11 Nov/11 Nov/09 Set/12 Jan/12 Nov/08 Nov/11 Mai/10 Out/10 Jul/13 Out/13 Ago/14 Jun/13 Out/13 Jul/13 Nov/13 10

12 Code-P11 Portos: ~R$ 74 milhões de investimentos Porto Intervenção Investim. (R$ MM) Situação atual Obras Início Fim Manaus AM Adaptação para terminais de passageiros Aumento do cais 89,4 Em regularização do porto de Manaus para MT Mar/12 Mar/14 Salvador BA Adaptação para terminal de passageiros 36,0 Elaboração de projeto Dez/11 Mai/13 Fortaleza (Mucuripe) CE Construção de terminal de passageiros e cais 105,9 Elaboração de projeto Jan/12 Nov/13 Recife PE Construção terminal de passageiros 21,8 1ª etapa do terminal concluída - em revisão do projeto executivo para 2ª etapa Out/11 Fev/13 Rio de Janeiro RJ Implantação de píeres 314,0 Licitação adiada edital em revisão por auditoria do TCU Nov/11 Natal RN Adaptação para terminais de passageiros Aumento do cais 53,7 Elaboração de projeto Jan/12 Fev/13 São Paulo (Santos) SP Alinhamento do cais Nova via de acesso 119,9 Revisão de projeto Nov/11 TOTAL 740,7 11

13 Code-P12 O que o Governo está fazendo para integrar o setor privado à organização da Copa Criação de acervo de informações com empresas interessadas: Indicação das experiências, produtos, tendências e inovações Mapeamento das opções soluções e parceiros Acesso pelos principais agentes executores de projetos para a Copa (federais, estaduais e municipais) Informações : 12

14 Code-P13 MUITO OBRIGADO! Joel Benin 13

Situação das ações do Governo Brasileiro Rio de Janeiro

Situação das ações do Governo Brasileiro Rio de Janeiro Code-P0 Copa 204 Situação das ações do Governo Brasileiro Rio de Janeiro Rio de Janeiro, 7 de Junho de 20 Code-P O que o Brasil quer com a Copa do Mundo FIFA Mobilizar o país Promover o país no mundo Constituir

Leia mais

Code-P0. Copa Situação das ações do Governo Brasileiro. Apresentação CREA/SP. São Paulo, 21 de junho de 2011

Code-P0. Copa Situação das ações do Governo Brasileiro. Apresentação CREA/SP. São Paulo, 21 de junho de 2011 Code-P0 Copa 204 Situação das ações do Governo Brasileiro Apresentação CREA/SP São Paulo, 2 de junho de 20 Code-P O que o Brasil quer com a Copa do Mundo FIFA Mobilizar o país Promover o país no mundo

Leia mais

Copa do Mundo FIFA 2014

Copa do Mundo FIFA 2014 Code-P0 Copa do Mundo FIFA 2014 AGENDA DE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE Claudio Langone Coordenador da CTMAS/ME Code-P1 O QUE O BRASIL QUER COM A COPA DO MUNDO FIFA Mobilizar o país Promover o país

Leia mais

1 Introdução...3 2 Garantias Governamentais e Marcos Legais... 7 3 Governança...13 3.1. Estruturas de Gestão...13 3.2 Matriz de

1 Introdução...3 2 Garantias Governamentais e Marcos Legais... 7 3 Governança...13 3.1. Estruturas de Gestão...13 3.2 Matriz de CAPA 1 Introdução...3 2 Garantias Governamentais e Marcos Legais... 7 3 Governança...13 3.1. Estruturas de Gestão...13 3.2 Matriz de s...16 3.3. Câmaras Temáticas...17 4 Ciclos de Planejamento...21 4.1

Leia mais

Síntese do planejamento do Governo Federal para a Copa do Mundo 2014 Brasília, Setembro de 2012

Síntese do planejamento do Governo Federal para a Copa do Mundo 2014 Brasília, Setembro de 2012 Code-P0 Síntese do planejamento do Governo Federal para a Copa do Mundo 2014 Brasília, Setembro de 2012 Code-P1 O Brasil recebe os grandes eventos esportivos em um contexto favorável COPA OLIMPÍADAS Brasil

Leia mais

Copa do Mundo FIFA 2014

Copa do Mundo FIFA 2014 Code Copa do Mundo FIFA 2014 AGENDA DE SUSTENTABILIDADE E MEIO AMBIENTE Claudio Langone Coordenador da CTMAS/ME Code O QUE O BRASIL QUER COM A COPA DO MUNDO FIFA Mobilizar o país Promover o país no mundo

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl Acum 14 set/11 15

Leia mais

Preparação do país para a Copa do Mundo 2014 e a herança para

Preparação do país para a Copa do Mundo 2014 e a herança para Code-P0 Preparação do país para a Copa do Mundo 2014 e a herança para a engenharia brasileira O Mundial e o Desenvolvimento Federação Nacional dos Engenheiros (FNE) Manaus, 30 de março de 2012 Code-P1

Leia mais

PLANO MITIGADOR DOS RISCOS DA COPA 2014 NO BRASIL

PLANO MITIGADOR DOS RISCOS DA COPA 2014 NO BRASIL PLANO MITIGADOR DOS RISCOS DA COPA 2014 NO BRASIL O Brasil foi escolhido para sediar um dos maiores eventos esportivo do planeta: a Copa do Mundo de 2014. Além do esforço de articulação e negociação do

Leia mais

III Encontro Nacional de Médicos Veterinários das Forças Armadas e Polícias Militares. Santos, SP, 4 a 6 de dezembro de 2012

III Encontro Nacional de Médicos Veterinários das Forças Armadas e Polícias Militares. Santos, SP, 4 a 6 de dezembro de 2012 III Encontro Nacional de Médicos Veterinários das Forças Armadas e Polícias Militares Santos, SP, 4 a 6 de dezembro de 2012 2 Possibilidades: Suporte veterinário ao emprego de equinos (policiamento hipomóvel)

Leia mais

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES Página 1 de 28 Atualização: da poupança jun/81 1 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00 26.708,00-0,000% - 26.708,00 26.708,00 26.708,00 jul/81 2 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 1.72.380,00 0,00 0,00 0,00 361.00,00 22,96 22,96 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl

Leia mais

AGENDA DE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE COPA 2014

AGENDA DE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE COPA 2014 Code-P0 AGENDA DE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE COPA 2014 Agenda de Trabalho Junho 2011 Claudio Langone Code-P1 OPORTUNIDADE PARA O BRASIL 2011 - Jogos Militares Mundiais 2012 - RIO + 20 - Cúpula das

Leia mais

MOBILIDADE URBANA: COMO EVOLUIR? COMO GARANTIR QUALIDADE POR ESSE PREÇO?

MOBILIDADE URBANA: COMO EVOLUIR? COMO GARANTIR QUALIDADE POR ESSE PREÇO? MOBILIDADE URBANA: COMO EVOLUIR? COMO GARANTIR QUALIDADE POR ESSE PREÇO? OTÁVIO CUNHA, PRESIDENTE EXECUTIVO DA NTU Campinas-SP, 29 de Novembro de 2016 ESTRUTURA DA APRESENTAÇÃO 1.Cenário atual 2.Novas

Leia mais

3º Balanço das ações do Governo Brasileiro para a Copa- Abril 2012

3º Balanço das ações do Governo Brasileiro para a Copa- Abril 2012 Code-P0 3º Balanço das ações do Governo Brasileiro para a Copa- Abril 2012 Brasília, Maio de 2012 Code-P1 Conteúdo do documento Visão geral das ações Visão por tema 1 Code-P2 Ciclos dos preparativos do

Leia mais

BRASIL - IMPORTAÇÃO DE TRIGO 2017 ( t ) ( US$ / t )

BRASIL - IMPORTAÇÃO DE TRIGO 2017 ( t ) ( US$ / t ) BRASIL IMPORTAÇÃO DE TRIGO 2017 (POR PAÍS) PAÍSES JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ ARGENTINA Volume ( Ton/Liq ) 399.473,26 422.403,60 501.033,08 371.050,32 437.918,87 2.131.879,13 Valor

Leia mais

CTNDT - CÂMARA TEMÁTICA NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO TURÍSTICO

CTNDT - CÂMARA TEMÁTICA NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO TURÍSTICO CTNDT - CÂMARA TEMÁTICA NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO TURÍSTICO ESTRUTURA DA APRESENTAÇÃO PAUTA HISTÓRICO CTNDT / METODOLOGIA DE TRABALHO CTNDT / PROPOSTA DE TEMAS PARA DEBATE/EIXO TEMÁTICO HISTÓRICO BRASIL

Leia mais

MANUAL DE PLANEJAMENTO DO SETOR DE AVIAÇÃO CIVIL COPA DO MUNDO 2014. Comitê Técnico de Operações Especiais CONAERO

MANUAL DE PLANEJAMENTO DO SETOR DE AVIAÇÃO CIVIL COPA DO MUNDO 2014. Comitê Técnico de Operações Especiais CONAERO MANUAL DE PLANEJAMENTO DO SETOR DE AVIAÇÃO CIVIL COPA DO MUNDO 2014 Comitê Técnico de Operações Especiais CONAERO ORGANIZAÇÃO DO SETOR CONAERO Comissão Nacional de Autoridades Aeroportuárias -Decisões

Leia mais

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Brasília. Setembro/2013

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Brasília. Setembro/2013 CodeP1 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidadesede: Brasília Setembro/2013 Brasília: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de Recursos CodeP2 Referência Set/13, Distribuição dos investimentos

Leia mais

Copa do Mundo 2014: Oportunidades para o Brasil e para a iniciativa privada

Copa do Mundo 2014: Oportunidades para o Brasil e para a iniciativa privada BRA-MEB001-100209-0 Copa do Mundo 2014: Oportunidades para o Brasil e para a iniciativa privada São Paulo, 9 de março de 2010 0 BRA-MEB001-100209-1 O que o Brasil quer com uma Copa do Mundo FIFA Mobilizar

Leia mais

O MTUR e a Copa 2014 Copa do Mundo da FIFA 2014 Encontro Econômico Brasil- Alemanha 2009 Vitória ES - Brasil 30 de agosto a 1º de setembro

O MTUR e a Copa 2014 Copa do Mundo da FIFA 2014 Encontro Econômico Brasil- Alemanha 2009 Vitória ES - Brasil 30 de agosto a 1º de setembro Copa do Mundo da FIFA Encontro Econômico Brasil- Alemanha 2009 2014 Vitória ES - Brasil 30 de agosto a 1º de setembro O MTUR e a Ponto de partida : garantias oferecidas pelo governo federal, estados e

Leia mais

DATA DIA DIAS DO FRAÇÃO DATA DATA HORA DA INÍCIO DO ANO JULIANA SIDERAL T.U. SEMANA DO ANO TRÓPICO 2450000+ 2460000+

DATA DIA DIAS DO FRAÇÃO DATA DATA HORA DA INÍCIO DO ANO JULIANA SIDERAL T.U. SEMANA DO ANO TRÓPICO 2450000+ 2460000+ CALENDÁRIO, 2015 7 A JAN. 0 QUARTA -1-0.0018 7022.5 3750.3 1 QUINTA 0 +0.0009 7023.5 3751.3 2 SEXTA 1 +0.0037 7024.5 3752.3 3 SÁBADO 2 +0.0064 7025.5 3753.3 4 DOMINGO 3 +0.0091 7026.5 3754.3 5 SEGUNDA

Leia mais

Síntese do planejamento e os impactos para o país com a Copa do Mundo 2014

Síntese do planejamento e os impactos para o país com a Copa do Mundo 2014 Code-P0 Síntese do planejamento e os impactos para o país com a Copa do Mundo 2014 Encontro Nacional - Abracen Eventos Esportivos e os Impactos para o país São Paulo, 7 de março de 2012 Code-P1 O Brasil

Leia mais

SEPLAN TRANSPORTE COMO CHAVE PARA O SUCESSO DA COPA DE 2014 SEPLAN SECRETARIA DE ESTADO DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO

SEPLAN TRANSPORTE COMO CHAVE PARA O SUCESSO DA COPA DE 2014 SEPLAN SECRETARIA DE ESTADO DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO SEPLAN TRANSPORTE COMO CHAVE PARA O SUCESSO DA COPA DE 2014 AGENDA ESTRATÉGIA PERSPECTIVAS ECONÔMICAS MATRIZ DE RESPONSABILIDADES MONOTRILHO CONSIDERAÇÕES FINAIS ESTRATÉGIA Concepção Planejamento Execução

Leia mais

PROJETO COPA DO MUNDO 2014

PROJETO COPA DO MUNDO 2014 PROJETO COPA DO MUNDO 2014 Setembro/2010 2010 FIFA WORLD CUP SOUTH AFRICA TM 9 Cidades-sede 57 Sites de Competição 10 estádios 15 venues específicas de treinamento 32 team base camps 3,2MM de Ingressos

Leia mais

CAF: CONTAG: CPR: FETRAF: NPT: ONG: PNCF: SAC: SAT: SIB: SIC: SQD: UTE:

CAF: CONTAG: CPR: FETRAF: NPT: ONG: PNCF: SAC: SAT: SIB: SIC: SQD: UTE: Lista de Sigla CAF: CONTAG: CPR: FETRAF: NPT: ONG: PNCF: SAC: SAT: SIB: SIC: SQD: UTE: Boletim Ano VI - Edição nº 2/211 Boletim Ano VI - Edição nº 1 / 211 Painel de Ind Nº 9/215 Técnicos Resp Equipe CGPM

Leia mais

Data Moeda Valor Vista Descrição Taxa US$ 07-Jul-00 Real 0,5816 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,81 14-Jul-00 Real 0,5938 Sem frete - PIS/COFINS

Data Moeda Valor Vista Descrição Taxa US$ 07-Jul-00 Real 0,5816 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,81 14-Jul-00 Real 0,5938 Sem frete - PIS/COFINS Data Moeda Valor Vista Descrição Taxa US$ 07-Jul-00 Real 0,5816 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,81 14-Jul-00 Real 0,5938 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,8 21-Jul-00 Real 0,6493 Sem frete - PIS/COFINS

Leia mais

Secretaria Nacional de Transporte e da Mobilidade Urbana

Secretaria Nacional de Transporte e da Mobilidade Urbana Secretaria Nacional de Transporte e da Mobilidade Urbana Projetos Ferroviários V BRASIL NOS TRILHOS 2012 Brasília, 4 e 5 de Setembro de 2012 Estratégia de atuação O Ministério das Cidades tomou como estratégia

Leia mais

OPORTUNIDADES MÍDIA AVULSA

OPORTUNIDADES MÍDIA AVULSA OPORTUNIDADES MÍDIA AVULSA O projeto ABRIL NA COPA abre oportunidades para que sua marca entre em campo e vibre junto na melhor cobertura da Copa do Mundo! OPORTUNIDADES Edições Especiais ABRIL NA COPA

Leia mais

Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República. 23 de novembro de 2011

Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República. 23 de novembro de 2011 Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República 23 de novembro de 2011 Secretaria de Aviação Civil INFRAERO ANAC Ministério da Defesa DECEA 1960 1962 1964 1966 1968 1970 1972 1974 1976 1978 1980

Leia mais

2.1 Distribuição por Estado Previsões para projetos Desapropriações Obras 8

2.1 Distribuição por Estado Previsões para projetos Desapropriações Obras 8 1 Índice 1 Introdução 1.1 Recursos de financiamento para as arenas 3 1.2 Sem metrô, com monotrilho e BRT 4 1.3 A participação dos projetos 4 2 Mobilidade Urbana - Copa do Mundo 2014 2.1 Distribuição por

Leia mais

Construção civil: balanço e perspectivas 2/12/2013

Construção civil: balanço e perspectivas 2/12/2013 Construção civil: balanço e perspectivas 2/12/2013 Balanço 2013 As expectativas eram modestas Lançamentos e vendas no mercado imobiliário voltam a crescer; Investimentos em infraestrutura crescem mais

Leia mais

Esgotamento do Funding Tradicional?

Esgotamento do Funding Tradicional? Esgotamento do Funding Tradicional? Novos instrumentos vão vigorar no curto prazo? Gueitiro Matsuo Genso 12ª Conferência Internacional da LARES São Paulo 19 a 21 de setembro, 2012 Agenda Relevância no

Leia mais

I Seminário sobre Segurança da Informação e Comunicações

I Seminário sobre Segurança da Informação e Comunicações I Seminário sobre Segurança da Informação e Comunicações GABINETE DE SEGURANÇA INSTITUCIONAL DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA (GSI/PR) ABERTURA DSIC DEPARTAMENTO DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÕES GSIPR

Leia mais

Distribuição de Renda

Distribuição de Renda Distribuição de Renda Renda Per Capita do Trabalho Principais Regiões Metropolitanas 15 a 60 anos de idade Inclui zeros www.fgv.br/cps/ms Índice de Gini Desigualdade Níveis Renda domiciliar per capita

Leia mais

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL CAIXA ECONÔMICA FEDERAL Audiência Pública na Comissão de Desenvolvimento Urbano Operações de Repasse com Recursos do OGU Restos a Pagar 2007 a 2009 Brasília/DF, 14 de junho de 2011 Transferências do Orçamento

Leia mais

ESCRITÓRIO TÉCNICO DE ESTUDOS ECONÔMICOS DO NORDESTE- ETENE INFORME SETORIAL INDÚSTRIA E SERVIÇOS ANÁLISE DO SETOR TURISMO NO NORDESTE EM 2009

ESCRITÓRIO TÉCNICO DE ESTUDOS ECONÔMICOS DO NORDESTE- ETENE INFORME SETORIAL INDÚSTRIA E SERVIÇOS ANÁLISE DO SETOR TURISMO NO NORDESTE EM 2009 O nosso negócio é o desenvolvimento ESCRITÓRIO TÉCNICO DE ESTUDOS ECONÔMICOS DO NORDESTE- ETENE INFORME SETORIAL INDÚSTRIA E SERVIÇOS ANÁLISE DO SETOR TURISMO NO NORDESTE EM 2009 Ano IV No. 4 Fevereiro

Leia mais

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DA EXECUÇÃO FINANCEIRA

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DA EXECUÇÃO FINANCEIRA CONTRATO 07/2013 EXERCÍCIO 2013 jan/13 fev/13 mar/13 abr/13 mai/13 jun/13 jul/13 ago/13 set/13 out/13 nov/13 dez/13 Número da Nota Fiscal emitida - - - - - - 92 99 110 121/133-157 - - Depósitos realizados

Leia mais

Programa de Investimentos em Logística

Programa de Investimentos em Logística Programa de Investimentos em Logística Um Projeto Estratégico do Estado Brasileiro Bernardo Figueiredo Presidente da Empresa de Planejamento e Logística Logística e Desenvolvimento Econômico Imperativos

Leia mais

TABELA PRÁTICA PARA CÁLCULO DOS JUROS DE MORA ICMS ANEXA AO COMUNICADO DA-87/12

TABELA PRÁTICA PARA CÁLCULO DOS JUROS DE MORA ICMS ANEXA AO COMUNICADO DA-87/12 JANEIRO 2,8451 2,7133 2,4903 2,3303 2,1669 1,9859 1,7813 1,6288 1,4527 1,3148 1,1940 1,0684 FEVEREIRO 2,8351 2,6895 2,4758 2,3201 2,1544 1,9676 1,7705 1,6166 1,4412 1,3048 1,1840 1,0584 MARÇO 2,8251 2,6562

Leia mais

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Fortaleza. Setembro/2013

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Fortaleza. Setembro/2013 CodeP1 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidadesede: Fortaleza Setembro/2013 Fortaleza: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de s CodeP2 Referência Set/13, Distribuição dos investimentos

Leia mais

Aeroportos Copa do Mundo 2014. 14 Dezembro 2009

Aeroportos Copa do Mundo 2014. 14 Dezembro 2009 Aeroportos Copa do Mundo 2014 14 Dezembro 2009 Belo Horizonte e Confins - MG 1. Aeroporto Internacional Tancredo Neves Confins 2. Aeroporto de Belo Horizonte/ Pampulha Carlos Drummond de Andrade Brasília

Leia mais

NOTA TÉCNICA 04 2012 Ações de Saúde para a Copa do Mundo FIFA 2014

NOTA TÉCNICA 04 2012 Ações de Saúde para a Copa do Mundo FIFA 2014 NOTA TÉCNICA 04 2012 Ações de Saúde para a Copa do Mundo FIFA 2014 1 INTRODUÇÃO Esta Nota Técnica tem o propósito de relatar as atividades desenvolvidas em 2011 pelo Grupo de Trabalho de Preparação das

Leia mais

Safra 2016/2017. Safra 2015/2016

Safra 2016/2017. Safra 2015/2016 Valores de ATR e Preço da Tonelada de Cana-de-açúcar - Consecana do Estado do Paraná Safra 2016/2017 Mar/16 0,6048 0,6048 0,6048 66,04 73,77 Abr 0,6232 0,6232 0,5927 64,72 72,29 Mai 0,5585 0,5878 0,5868

Leia mais

Luciano Coutinho Presidente

Luciano Coutinho Presidente A Copado Mundode 2014, as Olímpiadasde 2016 e os gargalos da nossa infraestrutura Diálogos Capitais Rio de Janeiro, 7 de dezembro de 2010 Luciano Coutinho Presidente A trajetória recente da economia brasileira

Leia mais

Demanda por Investimentos em Mobilidade Urbana Brasil/ ª Semana de Tecnologia Metroferroviária - AEAMESP setembro/2015

Demanda por Investimentos em Mobilidade Urbana Brasil/ ª Semana de Tecnologia Metroferroviária - AEAMESP setembro/2015 Demanda por Investimentos em Mobilidade Urbana Brasil/2014 21ª Semana de Tecnologia Metroferroviária - AEAMESP setembro/2015 AS PERGUNTAS Qual é o DÉFICIT de Infraestrutura de Mobilidade Urbana do BRASIL?

Leia mais

Secretaria de Gestão. Setembro de 2016

Secretaria de Gestão. Setembro de 2016 Secretaria de Gestão Setembro de 2016 Secretaria de Gestão ALTERAÇÃO DO DECRETO Nº 6.170/2007 PRICIPAIS ALTERAÇÕES - Correção dos seguintes conceitos: i) convênio, ii) contrato de repasse, iii) concedente,

Leia mais

Programa Copa 2014 na Bahia. Projeto Legados Sociais para Copa 2014

Programa Copa 2014 na Bahia. Projeto Legados Sociais para Copa 2014 Programa Copa 2014 na Bahia Projeto Legados Sociais para Copa 2014 PROGRAMA COPA 2014 NA BAHIA Missão Assegurar, em nome do Governo do Estado, a realização com pleno êxito, da Copa das Confederações 2013

Leia mais

SP-C.01 ANEXO C INFRAESTRUTURA AEROPORTUÁRIA. Matriz de Responsabilidades São Paulo São Paulo SÃO PAULO SÃO PAULO. Governo Federal (Infraero)

SP-C.01 ANEXO C INFRAESTRUTURA AEROPORTUÁRIA. Matriz de Responsabilidades São Paulo São Paulo SÃO PAULO SÃO PAULO. Governo Federal (Infraero) Matriz de s SÃO PAULO SÃO PAULO ANEXO C INFRAESTRUTURA AEROPORTUÁRIA Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos Governador André Franco Montoro Total dos Projetos: R$ 1.219,4 milhões Construção do

Leia mais

Programa de Requalificação de UBS. Março/2015

Programa de Requalificação de UBS. Março/2015 Programa de Requalificação de UBS Março/2015 PROGRAMA DE REQUALIFICAÇÃO DE UBS Instituído no ano de 2011 OBJETIVOS: Criar incentivo financeiro para as UBS Contribuir para estruturação e o fortalecimento

Leia mais

A CIDADE NOS TRILHOS uma campanha para o setor metroferroviário

A CIDADE NOS TRILHOS uma campanha para o setor metroferroviário 12ª SEMANA DE TECNOLOGIA METROFERROVIÁRIA - FÓRUM TÉCNICO A CIDADE NOS TRILHOS uma campanha para o setor metroferroviário Bernardo Galvão Medeiros e Bianca Kwiatkowski Ribeiro Uma Campanha para o Setor

Leia mais

Promoção da competitividade e desenvolvimento da economia brasileira

Promoção da competitividade e desenvolvimento da economia brasileira Objetivo Promoção da competitividade e desenvolvimento da economia brasileira Fim das barreiras à entrada Estímulo à expansão dos investimentos do setor privado Modernização da infraestrutura e da gestão

Leia mais

VISÃO ESTRATÉGICA DA INFRAESTRUTURA AEROPORTUÁRIA NACIONAL

VISÃO ESTRATÉGICA DA INFRAESTRUTURA AEROPORTUÁRIA NACIONAL CodeP0 VISÃO ESTRATÉGICA DA INFRAESTRUTURA AEROPORTUÁRIA NACIONAL Outubro/2013 0 AEROPORTOS Macapá Novo TPS 1ªfase Macapá Ampliação Pátio Fortaleza Ampliação TPS São Luís Ampliação do TPS São Luís Reforma

Leia mais

Audiência Pública Senado_. 20 de maio de 2014_

Audiência Pública Senado_. 20 de maio de 2014_ Audiência Pública Senado_ 20 de maio de 2014_ Agenda_ Copa do Mundo Qualidade de Rede Atendimento Conclusões Copa do Mundo Qualidade de Rede Atendimento Conclusões Infraestrutura e rede de acesso_ Copa

Leia mais

Breve panorama da Mobilidade Urbana no Brasil - Investimentos. - Contexto - Investimentos - Imagens - Desafios

Breve panorama da Mobilidade Urbana no Brasil - Investimentos. - Contexto - Investimentos - Imagens - Desafios Breve panorama da Mobilidade Urbana no Brasil - Investimentos - Contexto - Investimentos - Imagens - Desafios -Transporte integrado ao desenvolvimento urbano. - Redução das deseconomias urbanas da circulação.

Leia mais

PLANO NACIONAL DE TURISMO 2007-2010

PLANO NACIONAL DE TURISMO 2007-2010 PLANO NACIONAL DE TURISMO 2007-2010 Uma Viagem de Inclusão MACROPROGRAMA 4 REGIONALIZAÇÃO DO TURISMO META 3 ESTRUTURAR 65 DESTINOS TURÍSTICOS COM PADRÃO DE QUALIDADE INTERNACIONAL Departamento de Estruturação,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO 1 de 5 22/08/2016 13:49 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA FAZENDA PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº 6, DE 21 DE JULHO DE 2016 O MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO e o MINISTRO DE ESTADO DA FAZENDA, no uso das

Leia mais

Copa do Mundo. Juliana Amorim Souza

Copa do Mundo. Juliana Amorim Souza Copa do Mundo Juliana Amorim Souza Motivação Sede 2014 Protestos e polêmicas 2 Tópicos 3 Introdução História das Copas Formato Atual Copa 2014: Brasil Introdução 4 Competição internacional de futebol a

Leia mais

Programa de Investimentos em Logística: Rodovias, Ferrovias e Portos

Programa de Investimentos em Logística: Rodovias, Ferrovias e Portos Programa de Investimentos em Logística: Rodovias, Ferrovias e Portos Logística e Desenvolvimento Econômico Imperativos para o desenvolvimento acelerado e sustentável: Ampla e moderna rede de infraestrutura

Leia mais

Code-P0. 4º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede de Porto Alegre. Dezembro de 2012

Code-P0. 4º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede de Porto Alegre. Dezembro de 2012 CodeP0 4º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidadesede de Porto Alegre Dezembro de 2012 CodeP1 CODE1 Porto Alegre: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de s Referência Nov/12, Distribuição

Leia mais

Pronatec Resultados e Perspectivas. Marco Antonio de Oliveira Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Brasília, 04 de dezembro de 2012

Pronatec Resultados e Perspectivas. Marco Antonio de Oliveira Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Brasília, 04 de dezembro de 2012 Pronatec Resultados e Perspectivas Marco Antonio de Oliveira Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Brasília, 04 de dezembro de 2012 Resultados 2011-2012 Iniciativas CURSOS TÉCNICOS Vagas Previstas

Leia mais

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Salvador. Setembro/2013

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Salvador. Setembro/2013 CodeP1 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidadesede: Salvador Setembro/2013 Salvador: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de Recursos CodeP2 Referência Set/13, Distribuição dos investimentos

Leia mais

Aeroportos no Brasil: investimentos recentes, perspectivas e preocupações

Aeroportos no Brasil: investimentos recentes, perspectivas e preocupações Aeroportos no Brasil: investimentos recentes, perspectivas e preocupações Carlos Campos Neto carlos.campos@ipea.gov.br Frederico Hartmann de Souza frederico.souza@ipea.com.br Abril de 2011 Objetivos Avaliar

Leia mais

Indicadores do Mercado de Meios Eletrônicos de Pagamento

Indicadores do Mercado de Meios Eletrônicos de Pagamento Indicadores do Mercado de Meios Eletrônicos de Pagamento Janeiro de 2008 Apresentado por Fernando Chacon Diretor de Marketing de Cartões do Banco Itaú 1 Mercado de Cartões Faturamento anual: R$ bilhões

Leia mais

Conjuntura Econômica e o Mercado Imobiliário

Conjuntura Econômica e o Mercado Imobiliário Conjuntura Econômica e o Mercado Imobiliário Ricardo Yazbek Vice Presidente do Secovi-SP IBAPE - 16/09/2016 Economia Produto Interno Bruto do Brasil (%) 0,5% 4,4% 1,4% 3,1% 1,1% 5,8% 3,2% 4,0% 6,1% 5,1%

Leia mais

Brasília na COPA DO MUNDO FIFA 2014: Desafios e Oportunidades.

Brasília na COPA DO MUNDO FIFA 2014: Desafios e Oportunidades. Brasília na COPA DO MUNDO FIFA 2014: Desafios e Oportunidades. CONSTRUÇÃO DE UM PLANO DE AÇÃO EMPRESARIAL PERGUNTAS NORTEADORAS INFORMAÇÃO E CONHECIMENTO Você tem acompanhado o noticiário da Copa? Conhece

Leia mais

Análise e Perspectivas do Mercado Imobiliário

Análise e Perspectivas do Mercado Imobiliário Análise e Perspectivas do Mercado Imobiliário Celso Petrucci Economista-Chefe do Secovi-SP Foreci 02/06/2017 Cenário Econômico Principais indicadores econômicos PIB do Brasil -Taxa de crescimento no ano

Leia mais

Copa do Mundo no Brasil: oportunidades, desafios e atuação do Governo Federal

Copa do Mundo no Brasil: oportunidades, desafios e atuação do Governo Federal BRA-MEB001-091126-1 Copa do Mundo no Brasil: oportunidades, desafios e atuação do Governo Federal Brasília, 26 novembro de 2009 BRA-MEB001-091126-2 Conteúdo do documento O que é a Copa do Mundo Atuação

Leia mais

COPA 2014. 28º Reunião do Conselho Nacional de Turismo

COPA 2014. 28º Reunião do Conselho Nacional de Turismo COPA 2014 28º Reunião do Conselho Nacional de Turismo COPA 2014 CIDADES-SEDE Fortaleza Manaus Natal Recife Cuiabá Salvador Brasília Belo Horizonte Curitiba São Paulo Rio de Janeiro Porto Alegre PLANEJAMENTO

Leia mais

Arranjos Produtivos Locais Acesso a Serviços Financeiros

Arranjos Produtivos Locais Acesso a Serviços Financeiros Arranjos Produtivos Locais Acesso a Serviços Financeiros 1 Nordeste do Brasil Crescimento de 3% na última década 23 milhões de consumidores PIB da ordem de R$ 144 bilhões 3.3km de litoral Sol o ano inteiro

Leia mais

A economia do Rio de Janeiro Estado e Capital

A economia do Rio de Janeiro Estado e Capital A economia do Rio de Janeiro Estado e Capital William Figueiredo Divisão de Estudo Econômicos do Rio de Janeiro (DIERJ) Gerência de Estudos Econômicos (GEE) Rio de Janeiro, 27 de junho de 2017 Estado do

Leia mais

Plano de Comunicação Integrado Copa do Mundo da FIFA 2014

Plano de Comunicação Integrado Copa do Mundo da FIFA 2014 Copa do Mundo da FIFA 2014 Eixos Estratégicos Articulação Imprensa Publicidade Promoção Digital Eixos Estratégicos de Comunicação IMPRENSA NACIONAL E REGIONAL AÇÕES DESCRIÇÃO PÚBLICO ALVO RESPONSÁVEL Assessoria

Leia mais

Megaeventos Esportivos: Uma Análise Econômica da Copa do Mundo de Futebol FIFA 2014, na Cidade de Natal/RN, Brasil

Megaeventos Esportivos: Uma Análise Econômica da Copa do Mundo de Futebol FIFA 2014, na Cidade de Natal/RN, Brasil Megaeventos Esportivos: Uma Análise Econômica da Copa do Mundo de Futebol FIFA 2014, na Cidade de Natal/RN, Brasil Discente: Elaine Carvalho de Lima Orientadora: Drª Maria do Livramento M. Clementino Natal/RN

Leia mais

PLANO DE MELHORIA DA QUALIDADE DAS RECLAMAÇÕES POR 1.000 ACESSOS APRESENTADAS PERANTE A ANATEL NET SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO S/A

PLANO DE MELHORIA DA QUALIDADE DAS RECLAMAÇÕES POR 1.000 ACESSOS APRESENTADAS PERANTE A ANATEL NET SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO S/A PLANO DE MELHORIA DA QUALIDADE DAS RECLAMAÇÕES POR 1.000 ACESSOS APRESENTADAS PERANTE A ANATEL NET SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO S/A RESUMO EXECUTIVO ONDE ESTAMOS PLANO DE AÇÃO PROGRAMA DE QUALIDADE NET RESUMO

Leia mais

Série 34 E 35 Relatório de Acompanhamento do CRI 31-jan-14

Série 34 E 35 Relatório de Acompanhamento do CRI 31-jan-14 31-jan-14 a - Juros 6.691.919,50 a - Juros 1.672.979,81 b - Amortização 3.757.333,97 b - Amortização 939.333,65 a - Saldo atual dos CRI Seniors (984.936.461,48) b - Saldo atual dos CRI Junior (246.234.105,79)

Leia mais

O PAPEL DOS CARTÕES NA BANCARIZAÇÃO E INCLUSÃO SOCIAL

O PAPEL DOS CARTÕES NA BANCARIZAÇÃO E INCLUSÃO SOCIAL O PAPEL DOS CARTÕES NA BANCARIZAÇÃO E INCLUSÃO SOCIAL MILTON PAULO KRÜGER JÚNIOR Diretor de Administração de Cartões Agenda Bancarização conceitos e dados de mercado O diferencial do Cartão Plástico aplicações

Leia mais

* Subcomissão Permanente CMACOPOLIM. Carlos Eduardo M.S. Pellegrino Brasília, 07 de junho de 2011

* Subcomissão Permanente CMACOPOLIM. Carlos Eduardo M.S. Pellegrino Brasília, 07 de junho de 2011 Apresentação ao Senado Federal Audiência Pública Conjunta das Comissões de * Serviços de Infraestrutura * Desenvolvimento Regional e Turismo * Assuntos Econômicos * Meio Mi Ambiente, Df Defesa do Consumidor

Leia mais

Calendário Pós-graduação 2014 - Educação Infantil

Calendário Pós-graduação 2014 - Educação Infantil Calendário Pós-graduação 2014 - Educação Infantil Disciplina Data Início Data fim Atividade acadêmica ENTRADA 1 10/03/2014 20/12/2014 17/03/2014 24/03/2014 Gestão criativa e inovadora nas instituições

Leia mais

OBS: VER ANEXO I - RELAÇÃO DOS ÓRGÃOS PARTICIPANTES

OBS: VER ANEXO I - RELAÇÃO DOS ÓRGÃOS PARTICIPANTES ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PE - 60/2013 - A O Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região e a empresa abaixo qualificada, por seus representantes legais, firmam a presente Ata de Registro de Preços, referente

Leia mais

Capítulo 12. Precipitações nas capitais

Capítulo 12. Precipitações nas capitais Capítulo 12 Precipitações nas capitais 12-1 Capítulo 12- Precipitações nas capitais 12.1 Introdução Vamos mostrar as precipitações médias mensais das capitais no Brasil no período de 1961 a 1990 fornecidas

Leia mais

Programa Copa 2014 na Bahia Planejamento, Realizações e Legados do Mundial na Bahia. SINAENCO 18 de Maio de 2012

Programa Copa 2014 na Bahia Planejamento, Realizações e Legados do Mundial na Bahia. SINAENCO 18 de Maio de 2012 Programa Copa 2014 na Bahia Planejamento, Realizações e Legados do Mundial na Bahia SINAENCO 18 de Maio de 2012 AGENDA 1. Linha do Tempo 2. A Copa em números 3. Programa Copa 2014 na Bahia 4. Plano Diretor

Leia mais

Cenário Setor Aéreo Brasileiro Ministro Maurício Quintella

Cenário Setor Aéreo Brasileiro Ministro Maurício Quintella Cenário Setor Aéreo Brasileiro Ministro Maurício Quintella A associação foi criada em 2012 Princípios ABEAR Padrões Internacionais Estado Eficiente Liberdade Tarifária 2002 2015 + Efeitos da liberdade

Leia mais

Acompanhamento pelo TCU dos processos de concessões de infraestrutura aeroportuária

Acompanhamento pelo TCU dos processos de concessões de infraestrutura aeroportuária Acompanhamento pelo TCU dos processos de concessões de infraestrutura aeroportuária Audiência Pública da Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados Brasília, 10 de julho de 2013 Secretaria

Leia mais

Infraestrutura portuária para o Turismo. Brazil World Cup Transportation Congress Tiago Pereira Lima Diretor da ANTAQ São Paulo, 26 de julho de 2011

Infraestrutura portuária para o Turismo. Brazil World Cup Transportation Congress Tiago Pereira Lima Diretor da ANTAQ São Paulo, 26 de julho de 2011 Infraestrutura portuária para o Turismo Brazil World Cup Transportation Congress Tiago Pereira Lima Diretor da ANTAQ São Paulo, 26 de julho de 2011 Aspectos institucionais da ANTAQ 2 Criada pela Lei nº

Leia mais

Infraestrutura Aeroportuária: Desafios e Perspectivas

Infraestrutura Aeroportuária: Desafios e Perspectivas Infraestrutura Aeroportuária: Desafios e Perspectivas 8 de dezembro de 2011 SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL INFRAERO ANAC Ministério da Defesa DECEA AVIAÇÃO CIVIL PANORAMA INVESTIMENTOS CONCESSÕES INFRAERO

Leia mais

Pacto pela Transparência Municipal Projeto Jogos Limpos Dentro e Fora dos Estádios Secretaria Executiva: Instituto Ethos

Pacto pela Transparência Municipal Projeto Jogos Limpos Dentro e Fora dos Estádios Secretaria Executiva: Instituto Ethos Pacto pela Transparência Municipal Projeto Jogos Limpos Dentro e Fora dos Estádios Secretaria Executiva: Instituto Ethos Porto Alegre, 30 de janeiro 2013 Projeto Jogos Limpos Objetivos Transparência Integridade

Leia mais

1º CICLO DE AVALIAÇÃO ESTRATÉGICA. Planejamento Estratégico 2014-2017

1º CICLO DE AVALIAÇÃO ESTRATÉGICA. Planejamento Estratégico 2014-2017 1º CICLO DE AVALIAÇÃO ESTRATÉGICA Planejamento Estratégico 2014-2017 OUTUBRO/2014 Chamamento Editais de Chamamento Público para empresas interessadas em elaborar os estudos para concessão de novos trechos

Leia mais

Code-P0. 4º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede de Manaus. Dezembro de 2012

Code-P0. 4º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede de Manaus. Dezembro de 2012 Code-P0 4º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede de Manaus Dezembro de 2012 Manaus: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de Recursos Referência Nov/12, Distribuição dos investimentos

Leia mais

Distribuição Geográfica dos Pontos de Coleta de Dados

Distribuição Geográfica dos Pontos de Coleta de Dados Distribuição Geográfica dos Pontos de Coleta de Dados Nº de Entrevistados da Pesquisa: 39.000 pessoas Nº de locais das entrevistas: 27 15 em aeroportos internacionais, que representam 99% do fluxo internacional

Leia mais

Code-P0. 4º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede de Recife. Dezembro de 2012

Code-P0. 4º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede de Recife. Dezembro de 2012 CodeP0 4º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidadesede de Recife Dezembro de 2012 Recife: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de s Referência Nov/12, Distribuição dos investimentos por

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA GABINETE DE SEGURANÇA INSTITUCIONAL

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA GABINETE DE SEGURANÇA INSTITUCIONAL PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA GABINETE DE SEGURANÇA INSTITUCIONAL PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA GABINETE DE SEGURANÇA INSTITUCIONAL SEGURANÇA DE INFRAESTRUTURAS CRÍTICAS ROTEIRO INTRODUÇÃO - ESTRUTURA DO GSI - BASE

Leia mais

CAF: CONTAG: CPR: FETRAF: NPT: ONG: PNCF: SAC: SAT: SIB: SIC: SQD: UTE:

CAF: CONTAG: CPR: FETRAF: NPT: ONG: PNCF: SAC: SAT: SIB: SIC: SQD: UTE: Lista de Siglas do Pa CAF: CONTAG: CPR: FETRAF: NPT: ONG: PNCF: SAC: SAT: SIB: SIC: SQD: UTE: Boletim Ano VI - Edição nº 2/211 Boletim Ano VI - Edição nº 1 / 211 Painel de Indicador Nº 2/215 Técnicos Responsáv

Leia mais

Transporte Urbano sobre Trilhos Fonte: Concessionárias

Transporte Urbano sobre Trilhos Fonte: Concessionárias Transporte Urbano sobre Trilhos Fonte: Concessionárias Os números consideram os passageiros transportados, incluindo as transferências entre linhas. JANEIRO 01/10 01/11 % Acumulado no ano até Jan % Metrô-SP

Leia mais

PNAFM Avanços Introduzidos 2006/07

PNAFM Avanços Introduzidos 2006/07 Seminário Internacional Tributação Imobiliária Salvador 21 e 22 novembro 2007 PNAFM Avanços Introduzidos 2006/07 1 Agenda Componentes Aspectos Gerais Plano da Aceleração da Execução PAE Avanços do Programa

Leia mais

EVOLUÇÃO DO EMPREGO E IMPACTOS DA CONSTRUÇÃO PESADA NA ECONOMIA

EVOLUÇÃO DO EMPREGO E IMPACTOS DA CONSTRUÇÃO PESADA NA ECONOMIA EVOLUÇÃO DO EMPREGO E IMPACTOS DA CONSTRUÇÃO PESADA NA ECONOMIA Base dados: Abril 2017 (RAIS/CAGED), 4º Trimestre 2016 (PNAD Contínua) Atualizados em: 17/05/2017 Sumário Executivo Emprego na construção

Leia mais

RECALL SMITHS LISTA DOS PRODUTOS ENVOLVIDOS, IMPORTADOS AO BRASIL PELA CIRÚRGICA FERNANDES, COM INFORMAÇÕES SOBRE PRODUTOS VENDIDOS E EM ESTOQUE

RECALL SMITHS LISTA DOS PRODUTOS ENVOLVIDOS, IMPORTADOS AO BRASIL PELA CIRÚRGICA FERNANDES, COM INFORMAÇÕES SOBRE PRODUTOS VENDIDOS E EM ESTOQUE DOCUMENTO 2 LISTA DOS PRODUTOS ENVOLVIDOS, IMPORTADOS AO BRASIL PELA CIRÚRGICA FERNANDES, COM INFORMAÇÕES SOBRE PRODUTOS VENDIDOS E EM ESTOQUE 100.105.025 644425 10 10 fev/05 fev/10 9660 10/10/2005 13/10/2005

Leia mais

PANORAMA DO PROGRAMA LUZ PARA TODOS E A UNIVERSALIZAÇÃO DO ATENDIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA

PANORAMA DO PROGRAMA LUZ PARA TODOS E A UNIVERSALIZAÇÃO DO ATENDIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA PANORAMA DO PROGRAMA LUZ PARA TODOS E A UNIVERSALIZAÇÃO DO ATENDIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA 8º CONGRESSO INTERNACIONAL SOBRE GERAÇÃO DISTRIBUÍDA E ENERGIA NO MEIO RURAL Campinas, 15 de dezembro de 2010

Leia mais

Vênus Em Aquário 25 Dez 1939. Vênus Em Peixes 18 Jan 1940. Vênus Em Áries 12 Fev 1940. Vênus Em Touro 8 Mar 1940. Vênus Em Gêmeos 4 Abr 1940

Vênus Em Aquário 25 Dez 1939. Vênus Em Peixes 18 Jan 1940. Vênus Em Áries 12 Fev 1940. Vênus Em Touro 8 Mar 1940. Vênus Em Gêmeos 4 Abr 1940 Vênus Em Aquário 25 Dez 1939 Vênus Em Peixes 18 Jan 1940 Vênus Em Áries 12 Fev 1940 Vênus Em Touro 8 Mar 1940 Vênus Em Gêmeos 4 Abr 1940 Vênus Em Câncer 6 Maio 1940 Vênus Em Gêmeos 5 Jul 1940 Vênus Em

Leia mais

A FNP também faz parte da Agenda de Convergência representando os governos municipais.

A FNP também faz parte da Agenda de Convergência representando os governos municipais. . A Frente Nacional de Prefeitos (FNP) é a única representante dos municípios brasileiros dirigida exclusivamente por prefeitos e prefeitas em efetivo exercício de mandatos. É organizada em diretoria executiva,

Leia mais

Balanço 2012 - Copa do Mundo Cidade-sede Curitiba Brasília, Abril de 2012

Balanço 2012 - Copa do Mundo Cidade-sede Curitiba Brasília, Abril de 2012 CodeP0 Balanço 2012 Copa do Mundo Cidadesede Curitiba Brasília, CodeP1 Valores Consolidados R$ mi, abr/12 Total Empreendimentos Investimento Total Financiamento Federal Local Federal Privado Estádio 1

Leia mais