SLC 500 Controladores Programáveis e Módulos de E/S

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SLC 500 Controladores Programáveis e Módulos de E/S"

Transcrição

1 Heading Copy copy copy Características gerais do sistema SLC 500 Controladores Programáveis e Módulos de E/S (Módulos das Famílias 1746 e 1747)

2 Controladores SLC 500: Controladores compactos para aplicações de grande porte Assuma o controle Experimente a satisfação plena com a Rockwell Automation Desde 1903, a Allen-Bradley da Rockwell Automation ganhou renome mundial como a marca mais confiável em automação industrial. É uma reputação construída com uma estratégia extremamente simples: oferecer aos clientes produtos sem abrir mão de qualidade e confiabilidade. A família SLC 500 é um exemplo típico. Estes controladores lógicos de pequeno porte demonstram nosso compromisso com os mais altos padrões de confiança, inovação tecnológica e desempenho do produto. E como sua satisfação plena é importante para nós, oferecemos a você e aos nossos produtos os níveis mais elevados de atendimento e suporte dados a clientes na indústria. O representante da Rockwell Automation local é sua fonte de vendas especializadas e apoio a pedidos, além de: Treinamento técnico do produto Suporte de garantia Contratos de serviço Não se engane com o tamanho do SLC 500. Do processamento de alimentos à fabricação de aço, você não encontrará uma solução mais versátil ou poderosa destinada a atribuições de controle industrial independentes ou distribuídas. Capacidade para fazer mais. Flexibilidade para custar menos. O SLC 500 foi projetado levando-se em conta suas necessidades variáveis de automação. Com até 64K de memória de dados/programa configuráveis disponíveis, a linha SLC 500 propicia capacidade, flexibilidade e seleção de E/S expandida para aceitar aplicações que antes exigiam soluções de maior controle e a custos mais elevados. O sistema modular de E/S do SLC 500 oferece mais de 60 tipos de módulos para personalizar suas aplicações de controle com inúmeras soluções modulares, incluindo módulos de E/S discretas, analógicas e especializadas. Se menos de 64K de memória forem suficientes para resolver o trabalho, será possível reduzir os custos de um projeto construindo seu sistema com um dos muitos outros tamanhos de memória disponíveis. Confiabilidade para controle independente ou arquitetura distribuída. O SLC 500 lida com aplicações discretas de alta velocidade e de controle de processo a partir de uma única plataforma. Isso o torna ideal para operações de rápida velocidade como linhas de engarrafamento e máquinas de empacotamento. E mais, do chão-de-fábrica aos sistemas de informação gerenciais.

3 Através de redes Ethernet, o SLC 500 pode comunicar dados do chão-de-fábrica em aplicações de aquisição de dados, controle e supervisão, gerenciamento de programa, controle estatístico da qualidade, programação de produção e rastreamento de materiais. Versatilidade em comunicações peer-to-peer Um leque de seis opções de interconexão em rede oferece uma conectividade de alta qualidade. Basta selecionar a opção de comunicação incorporada que melhor se adapte a sua aplicação. Os controladores SLC 500 podem suportar comunicações Ethernet de 10 Mbps com um canal Ethernet 10 Base- T, bem como comunicações peer-topeer de alta velocidade com DataHighway Plus (DH+) incorporado. Não precisa de Ethernet ou DH+? Então, selecione um SLC 500 com a opção de comunicações DH- 485 incorporada. Controle em nível de dispositivo A conectividade ao módulo SDN DeviceNet Scanner popular fornece a interface de um único cabo com dispositivos "inteligentes", incluindo sensores, botões, motores de partida, interfaces de operação simples e inversores. Isso significa: Custo de nó baixo e facilidade de integração Custos e fiação de instalação reduzidos Diagnósticos adicionais de dispositivos inteligentes Rápida localização de falhas Compatibilidade de Remote I/O Aproveitar as opções de Remote I/O (RIO) é tão simples quanto adicionar o módulo de scanner SN RIO ao seu sistema SLC. Tanto o módulo de scanner quanto o módulo adaptador ASB RIO suportam opções discretas e de block transfer. Portanto, inversores, interface de operação, dispositivos de terceiros e muitos outros produtos compatíveis com RIO- são facilmente alojados. A opção de Remote I/O passthrough disponível simplifica as aplicações de upload/download para dispositivos MMI na rede de Remote I/O, incluindo terminais de operação PanelView e displays de mensagem Dataliner. diagnósticos abrangentes simplificam a localização de falhas por todo o processo. Comunicações do nível gerencial ao chão-de-fábrica Com o padrão Ethernet incorporado e disponível, os controladores SLC 500 estabelecem o vínculo de comunicações vitais entre.

4 Conteúdo Família SLC Controladores SLC 500 modulares... 7 Módulos de E/S discreaos Módulos de E/S analógicas Módulos de temperatura Módulos de contagem, posicionamento e movimento Módulos de aplicação específica Opções de comunicação Fontes de alimentação Chassi Opções de programação Conjunto de instruções de programação SLC etapas para configurar um sistema SLC 500 com êxito Dimensões... 57

5 Família SLC 500 O SLC 500 da marca Allen-Bradley é uma pequena família de controladores programáveis (CLPs) modulares com base em chassi e de E/S com base em chassi da Rockwell Automation. Ela consiste em controladores, E/S e dispositivos periféricos. Esta família de controladores apresenta potência e flexibilidade com uma ampla faixa de configurações de comunicação, recursos e opções de memória. A adição de redes incorporadas, as extensões da família de E/S 1746, a disponibilidade de módulos de E/S especializados de terceiros dos parceiros Encompass e o pacote de programação Windows de tecnologia de última geração têm ajudado a tornar o SLC 500 da marca Allen-Bradley o principal controlador de pequeno porte atualmente no mercado. Recursos Controladores poderosos e rápidos com tamanhos de memória de até 64K Centenas de estilos de E/S local e remota e opções com módulos de E/S 1746, 1771, Block e Flex Comunicações com padrão Ethernet interno, além de opções para DeviceNet, ControlNet e outras redes Modularidade e flexibilidade significam o desenvolvimento de um sistema poderoso que sua aplicação exige adquirindo exatamente o que você precisa Recurso discreto de alta velocidade com E/S especializada Poder de controle de processo: uma ampla faixa de E/S analógica, além de instruções matemáticas e PID avançadas Projetado e fabricado para ambientes industriais, com capacidade de suportar uma ampla faixa de condições de temperatura e umidade, além de lidar com condições severas de vibração e choque Compatível com padrões mundiais: registrado na UL; aprovado pela CSA; Ambiente classificado como classe I, Divisão 2; Certificado para aplicações da Marinha; Compatível com CE para diretivas aplicáveis 5

6 Especificações comuns do SLC 500 As especificações apresentadas a seguir se aplicam a todos os componentes do SLC 500 modular, salvo quando mencionado em contrário. 6 Descrição Especificação Temperatura Em operação: 0ºC a +60ºC (+ 32ºF a +140ºF) Armazenamento: -40ºC a +85ºC (- 40ºF a +185ºF) Umidade de 5 a 95 % (sem condensação) Vibração Em Operação 1,0G a 5 até 2000 Hz Fora de operação: 2,5Gs a 5 até 2000 Hz Choque Operação: (todos os módulos, com exceção de contato a relé) 30,0Gs (3 pulsos, 11 ms) Operação: módulos de contato a relé OWx e IOx combo) 10,0Gs (3 pulsos, 11 ms) Não-operacional: 50,0Gs (3 pulsos, 11 ms) Queda livre Portátil, 2,268 kg (5 lbs) ou menos a 0,762 m (30 pol.) (seis quedas) (teste de queda) Portátil, 2,268 kg (5 lbs) ou mais a 0,1016 m (4 pol.) (três quedas na horizontal) Imunidade a ruído Padrão ICS NEMA Compatibilidade Arco de tensão: 1,5 KV (Padrão Industrial - ICS 2-230/ ICS NEMA) eletromagnética Capacidade de Suportar Surto: 3 KV (Padrão Industrial - IEEE Std / ANSI C37.90/ 90A- 1974) Transiente rápido (impulso): 2 KV para fontes de alimentação 1746, 1 KV para E/S 1746 e linhas de comunicação acima de 10m (32,84 pés), tempo de elevação 5 ns Descarga eletrostática (ESD): modelo 15 KV, 100 pf/ 1,5KW Suscetibilidade eletromagnética irradiada: 5W walkie-talkie a 464,5 MHz e 153,05 MHz Segurança Rigidez dielétrica: 1500Vca (Padrão Industrial - UL 508, CSA C22.2 No. 142) Isolamento entre circuitos de comunicação: 500Vcc Isolamento entre o backplane do chassi e a E/S: 1500VcaVca Inflamabilidade e ignição elétrica: UL94V- 0 Certificação Registrado na CUL (quando o produto ou Classe I, Grupos A, B, C ou D, Divisão 2 a embalagem está Compatível com CE para todas as diretivas aplicáveis indicado (a)) Certificado pela CSA Registrado na UL

7 Controladores programáveis SLC 500 e Módulos de E/S Controladores SLC 500 modulares Os controladores SLC 500 oferecem uma ampla faixa de opções de memória, capacidade de E/S, conjunto de instruções e portas de comunicação, permitindo adaptar com precisão seu sistema de controle aos seus requisitos de aplicação. Esses produtos possuem um histórico de extrema confiabilidade, cobrindo centenas de milhares de instalações em uma ampla faixa de aplicações Recursos Controladores simples e acessíveis com diversos recursos que trabalham com uma ampla faixa de aplicações, incluindo tratamento de material, controle de HVAC (ar condicionado), operações de montagem de alta velocidade, controle de pequenos processos e SCADA. Conjunto de instruções avançadas com base nos controladores CLP- 5 de porte médio e compatíveis com a família MicroLogix de controladores de configuração fechada. Melhorias nas comunicações permitem aos 5/ 03, 5/ 04 e 5/ 05 fornecer controle mestre de redes SCADA. Recursos poderosos, incluindo endereçamento indireto, capacidade matemática de alto nível e uma instrução de cálculo. Ampla faixa de tamanhos de memória desde 1K até 64K. 7 Controlador SLC 5/ 01 (Cód. de catálogo L511 ou -L514) O controlador SLC 5/ 01 oferece uma instrução extremamente abrangente em uma configuração de hardware modular. O controlador SLC 5/ 01 oferece: Duas opções de tamanho de memória de programa com instruções de 1K ou 4K; Controle de até 3940 pontos de entrada e saída; Conjunto poderoso de instruções de programação de lógica de contatos; Sub-rotinas Canal de comunicações DH- 485 (somente resposta de comunicação peer-to-peer) Capacitor backup para o L511 (bateria backup opcional); bateria backup padrão para o L514

8 8 Controlador SLC 5/ 02 (Cód. de catálogo L524) O controlador SLC 5/ 02 oferece instruções adicionais, maior número de diagnósticos, melhor rendimento e opções de comunicação peer-to-peer adicionais; desenvolvido sobre o que os controladores SLC 5/ 01 oferecem. O controlador SLC 5/ 02 oferece: Tamanho de memória de programa de 4K instruções; Controle de até 4096 pontos de entrada e saída; PID - utilizado para fornecer controle de processo de malha fechada; Endereçamento indexado; Capacidade de interrupção (10 milissegundos STI); Rotinas de falha de usuário; Capacidade de tratar funções matemáticas com sinal de 32 bits; Canal de comunicação DH- 485 (iniciação e resposta de comunicação peer-to-peer); RAM alimentada por bateria; Controlador com maior velocidade sobre o SLC 5/ 01. Controlador SLC 5/ 03 (Cód. de catálogo L531 ou -L532) O controlador SLC 5/ 03 aumenta significativamente o desempenho através do fornecimento de rendimento do sistema de 1 ms para um programa de usuário típico de 1K. Atualmente, aplicações como empacotamento de alta velocidade, separação e tratamento de material ficaram mais acessíveis. Com o acréscimo de edição on-line, o controlador SLC 5/ 03 apresenta uma solução positiva para a sua aplicação de processo contínuo. Um canal RS-232 incorporado proporciona flexibilidade para conexão aos dispositivos inteligentes externos, sem a necessidade de módulos adicionais. O controlador SLC 5/ 03 oferece: Tamanho total da memória de 8K ou 16K; Controle de até 4096 pontos de entrada e saída; Programação on-line (inclui edição em run time) ; Canal DH- 485 incorporado; Canal RS- 232 incorporado que suporta DF1 Full-duplex, DF1 Half-duplex Mestre/ Escravo para SCADA, DH- 485 utilizando um NET- AIC com um cabo CP3 e protocolos ASCII: Remote I/O através do canal 0 (DF1) ou canal 1 (DH485) utilizando um módulo de scanner de Remote I/O SN ou BSN DeviceNet através da utilização do módulo de scanner SDN DeviceNet; Relógio/calendário em tempo real incorporado; Selectable Timed Interrupt (STI) de 2 ms; Discrete Input Interrupt (DII) de 0,50 ms; Recursos de matemática avançados - trigonometria, PID, exponencial, ponto flutuante e a instrução de cálculo; Endereçamento indireto; A flash PROM fornece atualizações de firmware sem alterar fisicamente as EPROMS; Módulo de memória EPROM flash opcional disponível; Chave seletora de modo - RUN, REMote, PROGram; RAM alimentada por bateria.

9 Controlador SLC 5/ 04 (Cód. de catálogo L541, -L542 ou -L543) O controlador SLC 5/ 04 fornece a funcionalidade de referência do controlador SLC 5/ 03 mais comunicação DH+. A comunicação via DH+ é 3 a 12 vezes mais rápida que DH- 485, proporcionando níveis de desempenho maiores. Além disso, o controlador SLC 5/ 04 opera com uma rapidez aproximadamente 15% maior que o controlador SLC 5/ 03. O controlador SLC 5/ 04 oferece: Tamanhos de memória de programa de 16K, 32K ou 64K; Desempenho de alta velocidade - 0,90 ms/ K típico; Controle de até 4096 pontos de entrada e saída; Programação on-line (inclui edição em run time) ; Canal DH+ incorporado, suportando comunicação de alta velocidade (57,6K, 11,.2K e 230,4K baud) - recursos de envio de mensagem com controladores SLC 500, CLP- 2, CLP- 5 e CLP- 5/ 250; Canal RS- 232 incorporado que suporta DF1 Full-duplex, DF1 Half-duplex Mestre/ Escravo para SCADA, DH- 485 utilizando um NET- AIC com um cabo CP3 e protocolos ASCII; Recurso canal a canal (DH+ a DH- 485) passthrough; Canal a canal (DF1 Full-duplex a DH+) passthrough; Remote I/O passthrough do canal 0 (DF1) ou canal 1 (DH+) utilizando um módulo de scanner de Remote I/O SN ou BSN ; DeviceNet utilizando módulo de scanner SDN DeviceNet; Relógio/calendário em tempo real incorporado; Selectable Timed Interrupt (STI) de 1 ms; Discrete Input Interrupt (DII) de 0,50 ms; Recursos de matemática avançados - trigonometria, PID, exponencial, ponto flutuante e a instrução de cálculo; Endereçamento indireto; A flash PROM fornece atualizações de firmware sem alterar fisicamente as EPROMS; Módulo de memória EPROM flash opcional disponível; Chave seletora de modo - RUN, REMote, PROGram (remover falhas) ; RAM alimentada por bateria; 9

10 10 Controlador SLC 5/ 05 (Cód. de catálogo L551, -L552 ou -L553) O controlador SLC 5/ 05 fornece funcionalidade de controle idêntica ao controlador SLC 5/ 04, utilizando comunicações Ethernet padrão em vez de DH+. A comunicação Ethernet ocorre a 10 Mbps, fornecendo uma rede de alto desempenho para upload/download de programa, edição on-line, envio de mensagens peer-to-peer, aquisição de dados e interface de operador (por exemplo, RSView32). A variedade de tamanhos de memória permite atender muito de perto as suas necessidades de aplicação. O SLC 5/ 05 oferece: Tamanhos de memória de programa de 16K, 32K ou 64K; Desempenho de alta velocidade - 0,90 ms/ K típico; Controle de até 4096 pontos de entrada e saída; Programação on-line (inclui edição em run time); Canal Ethernet 10Base- T incorporado, suportando: - Comunicação de computador de alta velocidade utilizando TCP/ IP - Recursos de envio de mensagem com controladores SLC 5/ 05, CLP- 5 e CLP- 5/ 250, módulo de interface Ethernet ENET e ponte Ethernet ENET e outros módulos Ethernet de computador comercialmente disponíveis - SNMP para gerenciamento de rede Ethernet padrão - BOOTP para atribuição de endereço IP dinâmica opcional Canal RS- 232 incorporado que suporta DF1 Full-duplex, DF1 Half-duplex Mestre/ Escravo para SCADA, DH- 485 utilizando um NET- AIC com um cabo CP3 e ASCII; Ethernet a DH- 485, canal a canal passthrough; Ethernet a DF1, canal a canal passthrough; Remote I/O através do canal 0 (DF1 ou DH485) ou canal 1 (Ethernet) utilizando um módulo de scanner de Remote I/O SN ou BSN ; DeviceNet utilizando módulo de scanner SDN DeviceNet; Relógio/calendário em tempo real incorporado; Selectable Timed Interrupt (STI) de 1 ms; Discrete Input Interrupt (DII) de 0,50 ms; Recursos de matemática avançados - trigonometria, PID, exponencial, ponto flutuante e a instrução de cálculo; Endereçamento indireto; A flash PROM fornece atualizações de firmware sem alterar fisicamente as EPROMS; Módulo de memória EPROM flash opcional disponível; Chave seletora de modo - RUN, REMote, PROGram (remover falhas); RAM alimentada por bateria;

11 Recursos do controlador A tabela a seguir apresenta um resumo das especificações dos controladores SLC 500 modulares. Especificação SLC 5/ 01 SLC 5/ 02 SLC 5/ 03 SLC 5/ 04 SLC 5/ 05 Tamanho da memória (palavras) L511: 1K L524: 4K L531: 8K L541: 16K L551: 64K L514: 4K L532: 16K L542: 32K L552: 16K L543: 64K L553: 64K Carga da fonte de alimentação 350 ma a 5Vcc 350 ma a 5Vcc 500 ma a 5Vcc 1,0A a 5Vcc 1,0A ma 5Vcc 105 ma a 24Vcc 105 ma a 24Vcc 175 ma a 24Vcc 200 ma a 24Vcc 200 ma a 24Vcc 11 Máx. Capacidade de E/S 3940 entradas e 4096 entradas e 4096 entradas e 4096 entradas e 4096 entradas e saídas discretas saídas discretas saídas discretas saídas discretas saídas discretas Máx. Chassi local/ Slots 3/ 30 3/ 30 3/ 30 3/ 30 3/ 30 Comunicações internas DH- 485 escravo DH- 485 DH- 485 & RS- 232 DH+ & RS- 232 Ethernet & RS- 232 Programação Software de programação ou Terminal Software de Programação portátil (HHT) Instruções de programação Tempo de varredura típico (1) 8 ms/ K 4,8 ms/ K 1 ms/ K 0,9 ms/ K 0,9 ms/ K Tempo de atraso de varredura de programa após perda de alimentação 20 ms a 3s (dependendo do carga da fonte de alimentação) Execução de bit (XIC) 4 µs 2,4 µs 0,44 µs 0,37 µs 0,37 µs Precisão do relógio/ calendário n/a n/a ±54 segundos/ mês a +25ºC (+ 77ºF) ±81 segundos/ mês a +60ºC (+ 140ºF) (1) Os tempos de varredura são típicos de um programa de lógica de contatos de 1K, consistindo em lógica de contato simples e serviços de comunicação. Os tempos de varredura reais dependem da capacidade do seu programa, das instruções utilizadas e do protocolo de comunicação. Opções de proteção do sistema A tabela a seguir apresenta um resumo das opções de proteção de sistema disponíveis para a família de controladores SLC 500. Tipos de proteção SLC 5/ 01 SLC 5/ 02 SLC 5/ 03 e superior Senha Acesso futuro (OEM Lock) Proprietário do programa Arquivos de programa NA NA Arquivos de tabela de dados Sobregravação de arquivo de dados do módulo de memória NA NA Instrução de comparação de programa do módulo de memória NA NA Proteção contra gravação do módulo de memória NA NA Proteção de força NA NA Chave seletora de modo NA NA Proteção de canal de comunicação NA NA Kits de atualização do sistema operacional Estão disponíveis kits para atualizar seu SLC 5/ 03 e controladores superiores. Ao atualizar o sistema operacional de seus controladores, você aproveita 8 novas instruções de programação (incluindo transferências em bloco) e maiores recursos de diagnóstico. Código de Catálogo: Descrição de produto OS302 5/ 03 Kit de Atualização de Firmware (inclui 5 rótulos de atualização de SO) OS401 5/ 04 Kit de Atualização de Firmware (inclui 5 rótulos de atualização de SO) DU501 5/ 05 Kit de Atualização de Firmware (inclui 5 rótulos de atualização de SO) RL302 5/ 03 Kit de Atualização de Firmware (inclui 10 rótulos de atualização de SO) RL401 5/ 04 Kit de Atualização de Firmware (inclui 10 rótulos de atualização de SO) RL501 5/ 05 Kit de Atualização de Firmware (inclui 10 rótulos de atualização de SO)

12 Módulos de memória A tabela a seguir apresenta um resumo das opções de memória backup disponíveis para os controladores SLC 500. Os módulos de memória EEPROM fornecem memória backup não-volátil. Flash EPROMs (Memória flash programável somente leitura eletricamente apagável) combinam a versatilidade de EEPROMs com a segurança de UVPROMs. 12 SLC 5/ 01 SLC 5/ 02 SLC 5/03 SLC 5/04 SLC 5/05 EEPROM M M2 n/a n/a n/a M2 Flash n/a n/a M M M M M M12 Dispositivo de armazenamento de programa O Dispositivo de armazenamento de programa PSD simplifica problemas com o envio de backup e atualização de programa CLP de controladores MicroLogix e SLC 5/ 03 e controladores superiores. Ele permite fazer backup de programas CLP sem utilizar computador ou software de programação. O PSD também permite fazer diversas cópias de um programa instalado. OEMs podem, de forma confiável, enviar atualizações de programa a usuários finais, facilitando e reduzindo custo de instalação em locais remotos. Recursos O PSD fornece armazenamento confiável de programas de usuário. O dispositivo foi projetado para uso repetitivo; upload e download de acordo com a necessidade. Ele realiza verificação de erro antes do download de um programa CLP, garantindo que o programa seja compatível com o CLP de destino. O PSD pode ser alimentado por qualquer uma das duas baterias AAA ou por uma fonte de alimentação externa. Um recurso de economia da bateria desliga a alimentação 30 segundos após o desligamento da operação. Os programas armazenados são mantidos na memória EPROM flash mesmo quando ocorre alguma falha com as baterias e a fonte de alimentação. O dispositivo portátil é leve e muito fácil de ser utilizado. Apenas um mínimo de treinamento é necessário. Um LED vermelho e um LED verde fornecem resposta instantânea de status. Para facilitar a operação, todas as funções do PSD podem ser acessadas utilizando-se uma chave e um botão. A instalação do PSD é simples utilizando-se um conector RS-232 D-shell de 9 pinos padrão. O dispositivo é conectado ao CLP com cabos SLC 500 e MicroLogix padrão. Para se obter o máximo de compatibilidade, o PSD pode armazenar os maiores programas CLP dos controladores SLC 500 e MicroLogix programáveis. Especificações Descrição Especificação do PSD Controladores programáveis compatíveis SLC 5/ 03 e superior, MicroLogix 1000, 1200 e 1500 Tamanho da memória Tipo de memória Alimentação operacional Cabos compatíveis Máximo de 64K palavras EPROM flash (2) Baterias AAA ou fonte de alimentação (7 a 30Vcc, 250 ma no máximo) CP3 e CBL- PM02 (não incluídos)

13 Módulos de E/S discretas Nossa ampla variedade de módulos de entrada, saída e combinados torna a família SLC 500 a opção inteligente de todas as aplicações CLP de pequeno porte. 13 Módulos de E/S estão disponíveis em uma ampla variedade de densidades, incluindo 4, 8, 16 e 32 pontos e podem atuar como interfaces com níveis de tensão CA, CC e TTL. Módulos de saída estão disponíveis com CA de estado sólido, CC de estado sólido e saídas de tipo de contatos a relé. Para maior flexibilidade, os módulos combinados estão também disponíveis nas versões 2 entradas/ 2 saídas, 4 entradas/ 4 saídas e 6 entradas/ 6 saídas. Projetados e testados para aplicações industriais, nossos módulos são da mais alta qualidade. Os módulos apresentam filtragem de entrada, isolamento óptica e proteção contra surtos incorporada para aumentar a confiabilidade de operação em ambientes industriais ruidosos. Recursos Módulos de E/S selecionados para fazer corresponder exatamente sua aplicação com módulos combinados que permitem ter entradas e saídas em uma única slot, proporcionando um uso eficiente do espaço do chassi. E/S CC de 32 pontos de alta densidade e entradas CC de rápida resposta estão disponíveis, permitindo ao SLC 500 ser aplicado em um espectro mais amplo de aplicações de controle LEDs indicam o status de cada ponto de E/S, auxiliando na localização de falhas. Os LEDs acendem quando o sinal apropriado é recebido em um terminal de entrada ou quando o controlador aplica alimentação a um terminal de saída. Diagramas de identificação de terminal localizados em cada módulo facilitam a identificação do terminal. Todos os módulos apresentam isolamento óptico entre circuitos digitais e de campo, resultando em maior imunidade contra ruído e na limitação de danos ao sistema devido a um mau funcionamento elétrico da fiação de campo. Módulos de saída de estado sólido disponíveis com proteção eletrônica e por fusíveis, eliminando a necessidade de substituir módulos danificados por curtos-circuitos e sobrecargas. Blocos de terminais removíveis permitem substituir o módulo sem religá-lo (não disponível em todos os módulos). Uma faixa de cores correspondente é também fornecida na parte frontal do módulo para auxiliar na correspondência entre o bloco terminal e o módulo. Blocos de terminais tipo barreira fornecidos em todos os módulos para auxiliar a evitar curto acidental de fiação de campo. Auto-travas fixam os módulos no chassi e não são necessárias ferramentas na instalação ou na remoção dos módulos do chassi.

14 Módulos de entrada discreta 14 Código de Descrição do módulo Categoria de Localização Agrupamento Carga da fonte de Catálogo: tensão do Módulo alimentação 1,5 ma Vcc máximo 1746-IA4 CA 100/120V ca ma 0 ma 1746-IA8 100/120V ca ma 0 ma 1746-IA16 100/120V ca ma 0 ma 1746-IM4 200/240V ca ma 0 ma 1746-IM8 200/240V ca ma 0 ma 1746-IM16 200/240V ca ma 0 ma 1746-IN16 CA/CC 24V ca/v cc ma 0 ma 1746-IB8 Consumo de corrente CC Vcc máximo ma 0 ma 1746-IB Vcc máximo ma 0 ma 1746-IB Vcc máximo ma 0 ma 1746-IC16 48V dc ma 0 ma 1746-IH16 125V dc ma 0 ma 1746-ITB16 Consumo de corrente CC de reposta rápida Vcc máximo ma 0 ma 1746-IV8 Fonte de corrente CC Vcc máximo ma 0 ma 1746-IV Vcc máximo ma 0 ma 1746-IV Vcc máximo ma 0 ma 1746-IG16 Fonte de corrente TTL 5V dc/ttl ma 0 ma 1746-ITV16 Fonte de corrente CC de reposta rápida Vcc máximo ma 0 ma

15 Módulos de saída discreta 15 Código de Descrição do módulo Categoria Número de Agrupamento Corrente Carga da fonte de Catálogo: de tensão saídas contínua por alimentação ponto a 30ºC (máx.)» 1) 1,5 ma Vcc máximo 1746-OA8 CA 120/240V ca 8 4 1A 185 ma 0 ma 1746-OA16 120/240V ca ,50A 370 ma 0 ma 1746-OAP12 Alta corrente CA (proteção de fusível 120/240V ca ,0A 370 ma 0 ma contra curto-circuito) 1746-OB8 Fonte de alta corrente CC Vcc máximo 8 8 1A 135 ma 0 ma 1746-OB Vcc máximo ,50A 280 ma 0 ma 1746-OB Vcc máximo ,1A 190 ma 0 ma 1746-OBP8 Fonte de alta corrente CC Vcc máximo 8 4 2,0A 135 ma 0 ma 1746-OBP16 Fonte de alta corrente CC (proteção Vcc máximo ,5A 250 ma 0 ma de fusível contra curto-circuito) 1746-OB6EI Fonte de corrente CC Vcc máximo 6 Isolada 2,0A 46 ma 0 ma electronicamente protegida individualmente 1746-OB16E Vcc máximo ,5A 280 ma 0 ma 1746-OB32E Vcc máximo ,1A 190 ma 0 ma 1746-OV8 Consumo de corrente de saída CC Vcc máximo 8 8 1A 135 ma 0 ma 1746-OV Vcc máximo ,50A 270 ma 0 ma 1746-OV Vcc máximo ,1A 190 ma 0 ma 1746-OVP16 Consumo de alta corrente de saída CC Vcc máximo ,5A 250 ma 0 ma 1746-OG16 Consumo de corrente de saída TTL 5V cc/ttl ,02A 180 ma 0 ma 1746-OW4 Relé CA/CC 5 a 265V ca 4 4 Consulte 45 ma 45 ma 5 a 125V ca carta de relés 1746-OW8 5 a 265V ca 8 4 na página ma 90 ma 5 a 125V ca 1746-OW16 5 a 265V ca ma 180 ma 5 a 125V cc 1746-OX8 Relé CA/CC isolado 5 a 265V cc 8 Isolada 85 ma 90 ma 5 a 125V cc individualmente (1) A tensão nominal para a maioria dos módulos é reduzida linearmente até 60ºC. Todos os canais em um módulo podem não conseguir conduzir esta corrente simultaneamente. Consulte as Instruções de instalação de E/S discreta do SLC, publicação , para obter as especificações completas.

16 Módulos de entrada e saída discretas combinados 16 Código de Descrição do módulo Categoria de tensão Número de pontos Pontos por comum Carga da fonte de alimentação Catálogo: 1,5 ma Vcc máximo IO4 Saída a relé CA/ CC 120Vca 2 entradas 2 30 ma 25 ma IO8 Entrada CA 5 a 265Vca 2 saídas IO12 5 a 125Vcc 120Vca 4 entradas 4 60 ma 45 ma 5 a 265Vca 4 saídas 5 a 125Vcc 120Vca 6 entradas 6 90 ma 70 ma 5 a 265Vca 6 saídas 5 a 125Vcc IO12DC Saída a relé CA/ CC 24 Vcc 6 entradas 6 80 ma 60 ma Entrada CA 5 a 265Vca 6 saídas 5 a 125Vcc Tabela com capacidade de saída dos contatos a relé Tipo Tensão Máx. Corrente Corrente Contínua Tensão/ Corrente Abertura/ Interrupção Fechamento Interrupção Tensão nominal de contato de relé para 240Vca 120Vca 7,5A 15,0A 0,75A 1,50A 2,5A 1800 VA 180 VA OW4, OW8 e OW16 125Vcc 0,22A 1,0A 28 VA Vcc máximo 1,2A 2,0A 28 VA Tensão nominal de contato de relé 240Vca 120Vca 15,0A 30,0A 1,5A 3,0A 5,0A 3600 VA 360 VA para OX8 125Vcc 0,22A 1,0A 28 VA Vcc máximo 1,2A 2,0A 28 VA

17 Fiação de E/ S Os terminais nos módulos de 4, 8, 12 e 16 pontos possuem placas de pressão de auto-elevação que aceitam dois fios de 14 AWG (2mm2). Todos os módulos de E/S de 16 pontos, OX8, - OB6EI, -OBP8, -OAP12, -IO12 e IO12DC são equipados com blocos de terminais removíveis codificados por cor. 17 Os módulos de E/S de 32 pontos são equipados com um conector tipo MIL- C de 40 pinos e um conector de fiação removível (1746- N3). O conector pode ser montado com o tipo de fio e comprimento de sua opção. A fiação de módulos de 16 e 32 pontos pode ser feita com um módulo Cód. Cat Interface e um cabo pré-conectado. Sistema de fiação 1492 A linha de produtos do sistema de fiação do controlador programável digital do módulo de Remote I/O 1492 consiste em IFMs (Módulos de interface), cabos pré-conectados e cabos prontos para fiação. Esses produtos auxiliam na instalação dos módulos de E/S do controlador programável da marca Allen- Bradley. IFMs e cabos pré-conectados substituem blocos de terminais e até 50% da fiação ponto a ponto entre o controlador programável e os dispositivos de campo. Eles estão disponíveis para mais de 60 diferentes 1746 SLC 500, 1756 ControlLogix e módulos de E/S 1771 CLP digitais isolados e não isolados. Os IFMs permitem incorporar convenientemente terminações adicionais, indicadores de status por LED ou proteção contra sobrecorrente nos circuitos de E/S. Recursos Tempo de instalação mais rápido: cabos pré-conectados possuem bloco terminais de módulo de E/S ou sistema basculante de conexão já conectado em uma extremidade e um conector de cabo na outra. Não há necessidade de medir, cortar, descascar, identificar e realizar a terminação de 20 a 40 fios por módulo de E/S. Partidas do sistema com êxito: os cabos pré-conectados são 100% testados quanto à continuidade. Não existem mais fios cruzados e conexões frouxas entre o módulo de E/S e os blocos terminais no trilho DIN. Localização de falhas simplificada: IFMs com indicadores LED opcionais fornecem o status do lado do campo dos circuitos de E/S. Não há mais adivinhações para se determinar a localização de um problema. Espaço no painel reduzido: IFMs de terminal extra, sensor e fusíveis possuem terminais para conexão dos pontos de E/S. Além disso, eles contêm terminais comuns que são utilizados como barramentos de alimentação para dispositivos de entrada e saída de campo. Não são necessários blocos terminais adicionais para fornecer alimentação aos dispositivos de campo. Painel organizado com qualidade: os cabos pré-conectados e os IFMs organizam a fiação e as terminações para uma aparência consistente do seu painel. Etiquetas adesivas pré-impressas para a fiação de terminais para identificar claramente conexões do lado do campo.

18 Módulos de E/S analógica 18 Controladores programáveis de pequeno porte são colocados em aplicações de controle de processo que exigem altas densidades, maior rapidez, medição mais precisa e flexibilidade para atuar como interface com vários transdutores de temperatura, pressão e fluxo. A família SLC 500 oferece múltiplas opções que aumentam seus recursos para atender a essas e a outras aplicações requeridas. Recursos Entradas selecionáveis pelo usuário permitem configurar sinal de tensão ou corrente do sensor em cada um dos canais de entrada. Saídas de alta resolução que fornecem controle preciso de saídas analógicas. A filtragem de entrada em módulos fornece alta imunidade a ruído elétrico ou uma rápida resposta de entrada para aplicações de alta velocidade. Isolamento do backplane do chassi de E/S que isola sinais de entrada dessa placa. Blocos terminais removíveis que permitem substituir um módulo rapidamente sem remover a fiação. Módulos de alta densidade que fornecem um uso mais eficiente do espaço no chassi e um custo menor por ponto. Resposta de diagnóstico que permite maior tempo de operação da máquina e redução no tempo de localização de falhas, com o auxílio de bits de status de diagnóstico para detecção de circuito aberto e fora da faixa. São também fornecidos indicadores de status de canal e um indicador de status de módulo. Canais configuráveis por software podem ser configurados individualmente com a lógica ladder e reconfigurados sem interromper a operação da CPU. Uma tabela de configuração de bits de fácil utilização permite ao usuário escolher o tipo de entrada, o formato de dados, a freqüência de filtro e os dados de status que melhor se ajustem à aplicação.

19 Entrada Analógica Isolada Tabela de seleção de entrada Código de Canais de entrada por módulo Consumo de corrente do Catálogo: backplane 1,5 ma Vcc máximo NI4 4 diferenciais, tensão ou corrente selecionável 25 ma 85 ma NI8 8 diferenciais, tensão ou corrente selecionável 200 ma 100 ma NI16I 16 simples, corrente 125 ma 75 ma NI16V 16 simples, tensão 125 ma 75 ma Analógica Isolada Guia de seleção de saída Código de Canais de saída por módulo Consumo de corrente do Catálogo: backplane do chassi de E/S 1,5 ma Vcc máximo NO4I 4 saídas de corrente 55 ma 195 ma NO4V 4 saídas de tensão 55 ma 145 ma Módulos de E/S analógica combinados Guia de seleção combinado Código de Canais de entrada por módulo Canais de saída por módulo Consumo de corrente do backplane Catálogo: 1,5 ma Vcc máximo NIO4I 2 diferenciais, tensão ou corrente selecionável 2 saídas de corrente 55 ma 145 ma NIO4V 2 diferenciais, tensão ou corrente selecionável 2 saídas de tensão 55 ma 115 ma FIO4I 2 diferenciais, tensão ou corrente selecionável 2 saídas de corrente 55 ma 150 ma FIO4V 2 diferenciais, tensão ou corrente selecionável 2 saídas de tensão 55 ma 120 ma

20 Características de entrada Especificação NI4 NI8 NIO4I NIO4V FIO4V FIO4V NI16I (corrente NI16V (tensão somente) somente) 20 Número de entradas Faixas de corrente/ ±10Vcc ±20 ma tensão (+ 10 a -10Vcc ( 0 a 20 ma; 0a 5 Vcc; 4 a 20 ma; 1 a 5Vcc) 0 a 1 ma Resposta ao degrau 60 ms selecionável 60 ms 100 µs selecionável Precisão geral 0 C a ±0,642% ±0,05% (I) ±0,642% ±0,85% ±0,30% ±0,10% +60 C (+ 32 F a +140 F) ±0,10% (V) Conversor A/ D de entrada 16 bits 12 bits 16 bits Resolução de entrada (I) 1,22 µa/ LSB 1 µa/ bit 1,22 µa/ LSB 9,76 µa/ bit 1 µa NA Resolução de entrada (V) 305,2 µv/ LSB 1 mv/ bit 305,2 µv/ LSB 2,44 mv/ LSB NA 1 µv Codificado de entrada (I) ±16, 384 depende do ±16, a 2047 Depende do formato dos dados formato dos dados Codificado de entrada (V) ±32, 768 ±32, a 4095 CMR a 60 Hz 105 db 100 db 105 db 50 db 100 db Características de saída Especificação FIO4I NIO4I NO4I FIO4V NIO4V NO4V Número de saídas Faixa de saída 0 a 20 ma (0 a 20 ma; 4 a 20 ma) 0 a 10Vcc (0 a 10Vcc; 0 a 5Vcc; 1 a 5Vcc) Resposta ao degrau 2,5 ms Precisão geral 0 C a +60 C ±0,541% ±0,384% (+ 32 F a +140 F) Conversor A/ D de saída 14 bits Resolução de saída (I) 2,56 µa/ LSB NA Resolução de saída (V) NA 1,22 mv/ LSB Codificação de saída 0 a 21 ma 0 a 32,764 NA Codificação de saída ±10Vcc NA ±32,764

SISTEMA DE TREINAMENTO EM CONTROLADOR LÓGICO PROGRAMÁVEL

SISTEMA DE TREINAMENTO EM CONTROLADOR LÓGICO PROGRAMÁVEL SISTEMA DE TREINAMENTO EM CONTROLADOR LÓGICO PROGRAMÁVEL MODELO: CARACTERÍSTICAS 32 Pontos de Entrada / 32 Pontos de Saída. 3 Módulos Básicos: Controlador de Entrada, Simulador de Saída, Contador & Simulador

Leia mais

Descrição do Produto. Dados para compra

Descrição do Produto. Dados para compra Descrição do Produto A funcionalidade e versatilidade da linha de Inversores de Freqüência NXL da Altus fazem dela a solução ideal para as mais diversas aplicações. Visa atingir motores com menores potências

Leia mais

Sistema de Monitoramento e Supervisão de Vibração HYMV05

Sistema de Monitoramento e Supervisão de Vibração HYMV05 Sistema de Monitoramento e Supervisão de Vibração Revisão 1 Mai2005 O é um sistema inteligente de Monitoramento, Aquisição de Dados e Supervisão Local para utilização com os softwares da linha Dynamic.

Leia mais

DE03 Migrações e Conversões

DE03 Migrações e Conversões DE03 Migrações e Conversões Marcos C. Pelizzer Solution Architect Rockwell Automation PUBLIC INFORMATION Agenda O processo de migração Lab: Planejamento de uma conversão de SLC500 2 Migração para Logix

Leia mais

DIRETORIA DE OPERAÇÃO - DO

DIRETORIA DE OPERAÇÃO - DO ANEXO II ESPECIFICAÇÕES PARA UCD / CONCENTRADOR DE DADOS A2. Unidade Controle Digital Remota / Concentrador de Dados 2.1. Introdução Esta seção tem a finalidade de especificar tecnicamente a Unidade de

Leia mais

Rede PROFIBUS DP com mestre Rockwell/ControLogix e remota Série Ponto

Rede PROFIBUS DP com mestre Rockwell/ControLogix e remota Série Ponto Nota de Aplicação NAP100 Rede PROFIBUS DP com mestre Rockwell/ControLogix e remota Série Ponto Sumário Descrição...1 1. Introdução...2 2. Instalação...3 3. Configuração...4 3.1 Projeto de Rede PROFIBUS...4

Leia mais

4. Controlador Lógico Programável

4. Controlador Lógico Programável 4. Controlador Lógico Programável INTRODUÇÃO O Controlador Lógico Programável, ou simplesmente PLC (Programmiable Logic Controller), pode ser definido como um dispositivo de estado sólido - um Computador

Leia mais

Fundamentos de Automação. Controladores

Fundamentos de Automação. Controladores Ministério da educação - MEC Secretaria de Educação Profissional e Técnica SETEC Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Campus Rio Grande Fundamentos de Automação Controladores

Leia mais

UPS Liebert GXT3 de 6kVA e 10kVA Sistemas UPS Compactos para Aplicações em Racks de Alta Densidade

UPS Liebert GXT3 de 6kVA e 10kVA Sistemas UPS Compactos para Aplicações em Racks de Alta Densidade UPS Liebert GXT3 de 6kVA e 10kVA Sistemas UPS Compactos para Aplicações em Racks de Alta Densidade Energia CA Para a Continuidade da Operação Crítica Liebert GXT3, UPS de 6kVA e 10kVA: Muita Proteção,

Leia mais

Módulo de Entrada Termopar/mV do SLC 500 TM. (Cód. Cat. 1746-NT4, Série B)

Módulo de Entrada Termopar/mV do SLC 500 TM. (Cód. Cat. 1746-NT4, Série B) Módulo de Entrada Termopar/mV do SLC 500 TM (Cód. Cat. 1746-NT4, Série B) Manual do Usuário Em vista da variedade de aplicações deste equipamento, e considerando sua distinta diferença com relação aos

Leia mais

CONDICIONADORES DE SINAIS

CONDICIONADORES DE SINAIS Condicionadores de Sinais de Montagem em Trilho DIN A/IN A/OUT Série DRG-SC U Modelos disponíveis para termopares, RTDs, tensão e corrente CC, frequência, ponte do sensor de deformação/tensão, tensão e

Leia mais

Solução Completa em Automação. FieldLogger. Registro e Aquisição de Dados

Solução Completa em Automação. FieldLogger. Registro e Aquisição de Dados Solução Completa em Automação FieldLogger Registro e Aquisição de Dados Ethernet & USB Até 16GB de memória Conversor A/D 24 bits Até 1000 amostras por segundo Apresentação FieldLogger O FieldLogger é um

Leia mais

CLP Controlador Lógico Programável

CLP Controlador Lógico Programável CLP Controlador Lógico Programável O primeiro controlador Lógico Programável nasceu na General Motors Americana em 1968, em função da dificuldade de se alterar a lógica dos circuitos em painéis de relés

Leia mais

PANELVIEW STANDARD TERMINAIS GRÁFICO ELETRÔNICOS COM INTERFACE DE OPERAÇÃO

PANELVIEW STANDARD TERMINAIS GRÁFICO ELETRÔNICOS COM INTERFACE DE OPERAÇÃO PANELVIEW STANDARD PANELVIEW STANDARD TERMINAIS GRÁFICO ELETRÔNICOS COM INTERFACE DE OPERAÇÃO DESEMPENHO CONFIÁVEL. CONFIABILIDADE LENDÁRIA. PANELVIEW STANDARD DESEMPENHO CONFIÁVEL. CONFIABILIDADE LENDÁRIA.

Leia mais

10 K / 4 K configurável. 48 kb. Usando o 1769 SDN. Até 128 expansões. 2 a 20 khz (Versão FET CC)

10 K / 4 K configurável. 48 kb. Usando o 1769 SDN. Até 128 expansões. 2 a 20 khz (Versão FET CC) Cód. Cat 1761 1763 1762 1766 1764-LSP, 1764-LRP Tipo MicroLogix 1000 MicroLogix 1100 MicroLogix 1200 MicroLogix 1400 MicroLogix 1500 Memória Programa do usuário/ Espaço de dados Registro de dados / Armazenamento

Leia mais

Relé de Proteção do Motor RPM ANSI 37/49/50/77/86/94 CATÁLOGO. ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5

Relé de Proteção do Motor RPM ANSI 37/49/50/77/86/94 CATÁLOGO. ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 CATÁLOGO ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 INTRODUÇÃO O Relé de Proteção de Motores RPM foi desenvolvido para supervisionar até 2 (dois) grupos ventiladores/motores simultaneamente, é utilizado

Leia mais

smar Fieldbus Devices FR302 Relé Fieldbus

smar Fieldbus Devices FR302 Relé Fieldbus smar Fieldbus Devices Relé Fieldbus Relé Fieldbus Características Saída Discreta de Conexão direta ao FOUNDATION Fieldbus TM ; Blocos Funcionais instanciáveis para ajuste e controle discreto em campo;

Leia mais

ANSI - 23 26 45 49 49I 62 74 77 94

ANSI - 23 26 45 49 49I 62 74 77 94 ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/7 INTRODUÇÃO O Monitor de Temperatura MASTERTEMP foi desenvolvido para monitorar a temperatura de óleo e enrolamento, comandar a ventilação e proteger transformadores

Leia mais

Módulo FGM721. Controlador P7C - HI Tecnologia

Módulo FGM721. Controlador P7C - HI Tecnologia Automação Industrial Módulo Controlador P7C - HI Tecnologia 7C O conteúdo deste documento é parte do Manual do Usuário do controlador P7C da HI tecnologia (PMU10700100). A lista de verbetes consta na versão

Leia mais

V6 Características. A função de compensação de escorregamento permite uma operação estável mesmo com flutação de carga.

V6 Características. A função de compensação de escorregamento permite uma operação estável mesmo com flutação de carga. IBD# D-F-2-H-KSN-BR V6 Características Alta Performance [Alto torque de partida com 150% ou mais] Com um sistema simplificado de controle vetorial e função de controle de torque automático oferece uma

Leia mais

S i s t e m a s d e E n e r g i a

S i s t e m a s d e E n e r g i a S i s t e m a s d e E n e r g i a c a t á l o g o d e p r o d u t o s 2 0 1 0 A Analo oferece soluções completas, software e equipamentos para: Supervisão Telemedição Comunicação de dados Supervisão A

Leia mais

Condicionadores de sinais Boletim 931. Dados técnicos

Condicionadores de sinais Boletim 931. Dados técnicos Boletim 931 Dados técnicos Sumário/Visão geral da linha de produtos Introdução a condicionadores de sinais.............................................4 Explicação do número de catálogo.................................................6

Leia mais

Micro Controladores Programáveis

Micro Controladores Programáveis Micro Controladores Programáveis Transformando energia em soluções Compacto, fácil de programar e com excelente custo benefício, o ganha mais recursos de software e hardware, podendo assim atender a uma

Leia mais

Condicionadores de Sinais

Condicionadores de Sinais Transmissores/condicionadores de sinal de saída digital e analógica Séries idrn/idrx U Saída Analógica ou Digital U Modelos disponíveis para: termopar, RTD, tensão de processo e corrente, deformação/tensão

Leia mais

Discrete Automation & Motion. CLP Controlador Lógico Programável Linha AC500-eCO

Discrete Automation & Motion. CLP Controlador Lógico Programável Linha AC500-eCO Discrete Automation & Motion CLP Controlador Lógico Programável Linha AC500-eCO CPUs AC500-eCO Tipo I/Os na base ED/SD/EA/AS I/O digital I/O analógico Tensão de Entrada Saída Entrada Saída alimentação

Leia mais

UMG 104-Mais do que um simples Multímetro UMG 104

UMG 104-Mais do que um simples Multímetro UMG 104 UMG 104 UMG 104-Mais do que um ples Multímetro O UMG 104 equipado com um DSP de 500 MHz (processador de sinal digital) é um analisador de tensão muito rápido e potente. A varredura contínua dos 8 canais

Leia mais

Soluções de proteção do motor. Protegendo seus investimentos

Soluções de proteção do motor. Protegendo seus investimentos Soluções de proteção do motor Protegendo seus investimentos Soluções de proteção do motor A linha de dispositivos de proteção de motores da Allen-Bradley abrange equipamentos de proteção simples para fins

Leia mais

Monitor de Temperatura M96

Monitor de Temperatura M96 ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 INTRODUÇÃO O Monitor de Temperatura M96 foi desenvolvido para supervisionar até 8 (oito) canais de temperatura simultaneamente, ele é utilizado para proteger

Leia mais

Redes Industriais. Centro de Formação Profissional Orlando Chiarini - CFP / OC Pouso Alegre MG Inst.: Anderson

Redes Industriais. Centro de Formação Profissional Orlando Chiarini - CFP / OC Pouso Alegre MG Inst.: Anderson Redes Industriais Centro de Formação Profissional Orlando Chiarini - CFP / OC Pouso Alegre MG Inst.: Anderson Capítulo 3 Rede AS-I Actuador - Sensor - Interface Capítulo 3 Histórico A rede AS-Interface

Leia mais

Descrição do Produto. Dados para Compra. Itens Integrantes

Descrição do Produto. Dados para Compra. Itens Integrantes Descrição do Produto As UCPs PO3x47 são destinadas a supervisão e controle de processos. Devido a sua arquitetura, é possível obter-se um alto desempenho em relação a série anterior de UCPs PO3x42. Com

Leia mais

T500 Elite - Hotbus TM Sistema de Amplo Monitoramento de Planta para Elevadores de Caçamba e Transportadores de Correia

T500 Elite - Hotbus TM Sistema de Amplo Monitoramento de Planta para Elevadores de Caçamba e Transportadores de Correia TM Sistema de Amplo Monitoramento de Planta para Elevadores de Caçamba e Transportadores de Correia APLICAÇÃO Monitor para alinhamento de correia, velocidade da correia, temperatura de rolamento contínua,

Leia mais

www.siemens.com.br/acionamentos SINAMICS V60 A solução perfeita para aplicações básicas de servo.

www.siemens.com.br/acionamentos SINAMICS V60 A solução perfeita para aplicações básicas de servo. www.siemens.com.br/acionamentos SINAMICS V60 A solução perfeita para aplicações básicas de servo. SINAMICS V60 com servomotores 1FL5 A solução para aplicações básicas de servo A tecnologia servo-drive

Leia mais

Fontes de Alimentação CC Programáveis de Alta Potência Série PVS

Fontes de Alimentação CC Programáveis de Alta Potência Série PVS Especificações Técnicas As fontes de alimentação CC programáveis PVS10005, PVS60085 e PVS60085MR fornecem potências de até 5,1kW, excelente regulação e características que permitem rápidas transições de

Leia mais

Monitor de Temperatura Digital para transformadores MONITEMP PLUS

Monitor de Temperatura Digital para transformadores MONITEMP PLUS ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/6 INTRODUÇÃO O Monitor de Temperatura MoniTemp Plus foi desenvolvido para monitorar a temperatura de óleo e enrolamento, comandar a ventilação e proteger transformadores

Leia mais

Fontes de Alimentação Lineares não reguladas

Fontes de Alimentação Lineares não reguladas Fontes Lineares não reguladas FAL 24Vcc / 5A FAL 24Vcc / 10A Referência FAL 24Vcc/5A C904385.2000 Referência FAL 24Vcc/10A C904404.2000 Dados nominais Tensão de Entrada (± 10%): Tensão de saída ± 5% (selecionável):

Leia mais

Monitor de Temperatura MONITEMP

Monitor de Temperatura MONITEMP ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 INTRODUÇÃO O Monitor de Temperatura MoniTemp foi desenvolvido para supervisionar até 3 (três) canais de temperatura simultaneamente, ele é utilizado para proteger

Leia mais

Partidas para motores ultra-compactas SIRIUS 3RM1

Partidas para motores ultra-compactas SIRIUS 3RM1 Partidas para motores ultra-compactas SIRIUS 3RM1 Partidas para motores SIRIUS 3RM1 Multifuncionais e com apenas 22,5 mm de largura siemens.com/motorstarter/3rm1 Answers for industry. Acionamento de motores

Leia mais

Características e Configuração da Série Ponto

Características e Configuração da Série Ponto Série Ponto A Série Ponto oferece a melhor solução para sistemas de controle distribuído com E/S remotas. Possui uma arquitetura flexível que permite o acesso a módulos remotos via diferentes padrões de

Leia mais

PanelView 800. Soluções de vizualização para máquinas de pequeno porte da Allen-Bradley

PanelView 800. Soluções de vizualização para máquinas de pequeno porte da Allen-Bradley PanelView 800 Soluções de vizualização para máquinas de pequeno porte da Allen-Bradley PanelView 800 Terminais gráficos PanelView 800 Quando você busca agregar valor e reduzir o custo da sua interface

Leia mais

Monitor de Nível de Óleo para Transformadores - MNO

Monitor de Nível de Óleo para Transformadores - MNO ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 INTRODUÇÃO O Monitor de Nível de Óleo para Transformadores e reatores MNO, é um equipamento microprocessado de alta precisão que indica o nível de óleo em escala

Leia mais

Controlador de Segurança para chamas de Gás

Controlador de Segurança para chamas de Gás Controlador de Segurança para chamas de Gás Para queimadores de gás atmosféricos de 2 estágios: Detecção de chamas: - Sonda de Ionização - Detector de Infra-vermelho IRD 1020 - Sensor de chamas Ultravioleta

Leia mais

Os termômetros de resistência podem ser isolados de altas tensões. Todavia, na prática, o espaço de instalação disponível é frequentemente pequeno

Os termômetros de resistência podem ser isolados de altas tensões. Todavia, na prática, o espaço de instalação disponível é frequentemente pequeno ProLine P 44000 Medições Precisas de Temperatura em Altas Tensões, até 6,6 kv Quando as temperaturas precisam ser medidas com termômetros de resistência Pt100 em ambientes sob altas tensões, os transmissores

Leia mais

William Stallings Arquitetura e Organização de Computadores 8 a Edição

William Stallings Arquitetura e Organização de Computadores 8 a Edição William Stallings Arquitetura e Organização de Computadores 8 a Edição Capítulo 7 Entrada/saída Os textos nestas caixas foram adicionados pelo Prof. Joubert slide 1 Problemas de entrada/saída Grande variedade

Leia mais

Família CLP Micro800. Apresentando o software de design e configuração Connected Components Workbench da Allen-Bradley

Família CLP Micro800. Apresentando o software de design e configuração Connected Components Workbench da Allen-Bradley Família CLP Micro800 Apresentando o software de design e configuração Connected Components Workbench da Allen-Bradley CLPs Micro800 e software Connected Components Workbench Como fabricante de máquinas,

Leia mais

Até meados da década de 60, todo o controle dos processos fabris, nas indústrias e fabricações em geral, era feito através de lógica de relês.

Até meados da década de 60, todo o controle dos processos fabris, nas indústrias e fabricações em geral, era feito através de lógica de relês. - Introdução Até meados da década de 60, todo o controle dos processos fabris, nas indústrias e fabricações em geral, era feito através de lógica de relês. Os relês são elementos versáteis que possuem

Leia mais

Electron do Brasil. Tecnologia ao seu alcance. Tecnologia Digital. www.electrondobrasil.com. Catálogo Monitemp - rev3. Qualidade Comprovada!

Electron do Brasil. Tecnologia ao seu alcance. Tecnologia Digital. www.electrondobrasil.com. Catálogo Monitemp - rev3. Qualidade Comprovada! Electron do Brasil Tecnologia Digital Qualidade Comprovada! Ensaios de Tipo Realizados Tecnologia ao seu alcance Catálogo Monitemp - rev3 Produtos Certificados! www.electrondobrasil.com O Monitor de Temperatura

Leia mais

SYNCHROTACT 5. Sistemas e equipamentos de sincronização e paralelismo para redes e máquinas síncronas

SYNCHROTACT 5. Sistemas e equipamentos de sincronização e paralelismo para redes e máquinas síncronas SYNCHROTACT 5 Sistemas e equipamentos de sincronização e paralelismo para redes e máquinas síncronas Aplicação SYNCHROTACT 5 é a quinta geração dos equipamentos para sincronização produzidos pela ABB Switzerland

Leia mais

Henry Equipamentos Eletrônicos e Sistemas Ltda.

Henry Equipamentos Eletrônicos e Sistemas Ltda. Manual do equipamento Henry Equipamentos Eletrônicos e Sistemas Ltda. +55 41 3661-0100 Rua Rio Piquiri, 400 - Jardim Weissópolis - Pinhais/PR - Brasil CEP: 83322-010 CNPJ: 01.245.055/0001-24 Inscrição

Leia mais

Automação Industrial. Prof. Ms. Getúlio Teruo Tateoki. http://www.getulio.eng.br/meusalunos/autind.html

Automação Industrial. Prof. Ms. Getúlio Teruo Tateoki. http://www.getulio.eng.br/meusalunos/autind.html Automação Industrial Prof. Ms. Getúlio Teruo Tateoki http://www.getulio.eng.br/meusalunos/autind.html -Duas Aulas quinzenais -Datas: Engenharia Elétrica 08 e 18 de agosto 01, 15, 29 de setembro 13 e 27

Leia mais

Prof. Manuel A Rendón M

Prof. Manuel A Rendón M Prof. Manuel A Rendón M AGUIRRE, L. A. Enciclopédia da Automática, Volume II, Cap. 15 até 15.2.1 Moraes Engenharia de Automação Industrial 2ª. Edição LTC Cap.: 6.3 até 6.3.1 1. Primeira prova 32 pt 2.

Leia mais

PRODUTOS SERIADOS. ME30 infobox

PRODUTOS SERIADOS. ME30 infobox PRODUTOS SERIADOS ME30 infobox SISTEMA DE PROCESSAMENTO DE SINAIS Adquirir, processar e visualizar de 8 a 40 alarmes ou indicadores de estado Funções de alarme configuráveis Anunciadores com possibilidade

Leia mais

UNITROL 1000 Regulador compacto de tensão para máquinas síncronas menores UNITROL 1000-15 e UNITROL 1000-40

UNITROL 1000 Regulador compacto de tensão para máquinas síncronas menores UNITROL 1000-15 e UNITROL 1000-40 UNITROL 1000 Regulador compacto de tensão para máquinas síncronas menores UNITROL 1000-15 e UNITROL 1000-40 Copyright 2000 Photodisc, Inc. 5812-01 A ampla gama de aplicações do UNITROL 1000-15 O UNITROL

Leia mais

PANELVIEW COMPONENT NÍVEL DE COMPONENTE DAS SOLUÇÕES DE INTERFACE DE OPERAÇÃO E PROGRAMAÇÃO

PANELVIEW COMPONENT NÍVEL DE COMPONENTE DAS SOLUÇÕES DE INTERFACE DE OPERAÇÃO E PROGRAMAÇÃO PANELVIEW COMPONENT NÍVEL DE COMPONENTE DAS SOLUÇÕES DE INTERFACE DE OPERAÇÃO E PROGRAMAÇÃO PANELVIEW COMPONENT Quando você necessita de um componente essencial, com valor agregado, mas com custo reduzido,

Leia mais

Simplifique a complexidade do sistema

Simplifique a complexidade do sistema 1 2 Simplifique a complexidade do sistema Com o novo controlador de alto desempenho CompactRIO Rodrigo Schneiater Engenheiro de Vendas National Instruments Leonardo Lemes Engenheiro de Sistemas National

Leia mais

Chaves de Transferência

Chaves de Transferência Chaves de Transferência GTEC 63-1250 Amps 2 Pólos, 3 Pólos e 4 Pólos Descrição As chaves de transferência da serie GTEC proporcionam a monitoração da fonte normal e do grupo gerador, as funções de partida

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES PARA ENGENHEIROS E ARQUITETOS

ESPECIFICAÇÕES PARA ENGENHEIROS E ARQUITETOS Cymphany ACU2 Controlador Inteligente de Rede Cerberus Division ESPECIFICAÇÕES PARA ENGENHEIROS E ARQUITETOS Oito Leitoras de Cartões, Duas Portas de Multiconexão Lógica RS-485 com Quatro Leitoras Cada

Leia mais

Módulo do contador de alta velocidade ControlLogix

Módulo do contador de alta velocidade ControlLogix Manual do usuário Módulo do contador de alta velocidade ControlLogix Código de catálogo1756-hsc Informações Importantes ao Usuário Equipamentos de estado sólido apresentam características operacionais

Leia mais

Sempre um passo à frente com as Fontes de Alimentação SITOP NOVA. SITOP modular. sitop

Sempre um passo à frente com as Fontes de Alimentação SITOP NOVA. SITOP modular. sitop Sempre um passo à frente com as Fontes de Alimentação SITOP NOVA sitop SITOP modular NOVIDADE: SITOP monofásica modular 193 países UMA fonte de alimentação Sejam quais forem as tarefas a serem cumpridas:

Leia mais

UMG 96S-Instrumento de medição universal com montagem embutida UMG 96S

UMG 96S-Instrumento de medição universal com montagem embutida UMG 96S UMG 96S UMG 96S-Instrumento de medição universal com montagem embutida Os instrumentos de medição universal com montagem embutida da família de produto UMG 96S foram principalmente concebidos para utilização

Leia mais

AUTOMAÇÃO E INSTRUMENTAÇÃO VIRTUAL. Sistema Integrado de Teste em Umbilicais

AUTOMAÇÃO E INSTRUMENTAÇÃO VIRTUAL. Sistema Integrado de Teste em Umbilicais BI AUTOMAÇÃO E INSTRUMENTAÇÃO VIRTUAL Sistema Integrado de Teste em Umbilicais Objetivos da Apresentação Demonstrar a Arquitetura de hardware e software da National Instruments utilizada na solução; Discutir

Leia mais

Watchdog TM Elite Monitor de Risco para Elevadores de Caçamba e Transportadores de Correia

Watchdog TM Elite Monitor de Risco para Elevadores de Caçamba e Transportadores de Correia Watchdog TM Elite Monitor de Risco para Elevadores de Caçamba e Transportadores de Correia APLICAÇÃO Monitor combinado para alinhamento de correia, velocidade da correia, temperatura de rolamento contínua,

Leia mais

Relé de proteção do diferencial 865

Relé de proteção do diferencial 865 Relé de proteção do diferencial 865 Para a proteção do diferencial de motores, transformadores e geradores Boletim 865, Série A Guia de especificações Sumário Página de descrição da seção 1.0 Características

Leia mais

Família CJ2. Novos CLPs com alta qualidade comprovada. Controladores Programáveis

Família CJ2. Novos CLPs com alta qualidade comprovada. Controladores Programáveis Controladores Programáveis Família CJ2 Novos CLPs com alta qualidade comprovada. >> Flexibilidade em comunicação >> Desenvolvimento mais rápido de máquinas >> Inovação através da evolução Inovação sem

Leia mais

110,5 x 22,5 x 114 (term. mola)

110,5 x 22,5 x 114 (term. mola) Supervisão de parada de emergência e monitoramento de portas Supervisão de sensores de segurança magnéticos codificados Entrada para 1 ou 2 canais Categoria de Segurança até 4 conforme EN 954-1 Para aplicações

Leia mais

1.440.646.3223 Segunda - Sexta 08:00 às 17:00 Por favor, contate seu representante local da Rockwell Automation em caso de problemas técnicos.

1.440.646.3223 Segunda - Sexta 08:00 às 17:00 Por favor, contate seu representante local da Rockwell Automation em caso de problemas técnicos. Suporte da Rockwell Automation A Rockwell Automation oferece informação técnica na web para ajudar você a usar nossos produtos. Em http://support.rockwellautomation.com, você pode encontrar manuais técnicos,

Leia mais

Descrição Geral...4 Especificações Técnicas...5 2.1 Características Funcionais...5 2.2 Características Ambientais...5 3 Instalação...6 3.

Descrição Geral...4 Especificações Técnicas...5 2.1 Características Funcionais...5 2.2 Características Ambientais...5 3 Instalação...6 3. Manual do Equipamento ME-035_Rev02-AS-0001 AS-0001 Conversor de sinais FO TTL SUMÁRIO 1 2 Descrição Geral...4 Especificações Técnicas...5 2.1 Características Funcionais...5 2.2 Características Ambientais...5

Leia mais

A Engenharia de Automação Automação Semestre 01/2015

A Engenharia de Automação Automação Semestre 01/2015 A Engenharia de Automação Automação Semestre 01/2015 Engenharia de Controle e Automação Sistemas Dinâmicos Classe dos Sistemas Dinâmicos: Tempo time-driven Descritos por equações diferenciais na variável

Leia mais

INDICADOR DE POSIÇÃO DE TAP DIGITAL - IPTE

INDICADOR DE POSIÇÃO DE TAP DIGITAL - IPTE Catálogo Técnico INDICADOR DE POSIÇÃO DE TAP DIGITAL - IPTE CATÁLOGO TÉCNICO ÍNDICE CATÁLOGO TÉCNICO... 1 INTRODUÇÃO... 2 PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS... 2 DADOS TÉCNICOS... 3 ENSAIOS DE TIPO REALIZADOS...

Leia mais

100% electricidade. Relés de controle automático para grupo gerador

100% electricidade. Relés de controle automático para grupo gerador 100% electricidade Relés de controle automático para grupo gerador RGAM 10 Relé controle automático para g l Entradas VCA : concessionária L1-L2/N-L3, gerador L1-L2/N l 4 entradas digitais, 5 relés saída.

Leia mais

Monitoramento, Controle, Registro e Supervisão de Processos Industriais

Monitoramento, Controle, Registro e Supervisão de Processos Industriais L I N H A D E P R O D U T O S PA R A Monitoramento, Controle, Registro e Supervisão de Processos Industriais Índice Apresentação 03 Características Individuais Controlador de Processos C702 Aquisitor de

Leia mais

Boletim Técnico R&D 03/08 CARACTERÍSTICAS DO DRIVER MPC6006L 14 de março de 2008

Boletim Técnico R&D 03/08 CARACTERÍSTICAS DO DRIVER MPC6006L 14 de março de 2008 Boletim Técnico R&D 03/08 CARACTERÍSTICAS DO DRIVER MPC6006L 14 de março de 2008 O objetivo deste boletim é mostrar as características do driver MPC6006L. Tópicos abordados neste boletim: APRESENTAÇÃO

Leia mais

ORKAN AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LINHA GERAL DE PRODUTOS

ORKAN AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LINHA GERAL DE PRODUTOS ORKAN AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LINHA GERAL DE PRODUTOS SYSTEM SLIO Sistema de I/Os Remotos Simples e inteligente, o System Slio é um sistema de I/O s descentralizado, eficaz e moderno. Foi especialmente projetado

Leia mais

Prof. Manuel A Rendón M

Prof. Manuel A Rendón M Prof. Manuel A Rendón M AGUIRRE, L. A. Enciclopédia da Automática, Volume II, Cap. 16 MORAES, C. C. Engenharia de Automação Industrial, Cap. 6 Microeletrônica equipamentos microprocessados necessidade

Leia mais

ACS2000 Sistema de contagem de eixos universal

ACS2000 Sistema de contagem de eixos universal ACS2000 Sistema de contagem de eixos universal PT ACS2000 Sistema de contagem de eixos universal Amigável ao cliente e comprovado Com a implementação do ACS2000 há alguns anos, foram estabelecidos novos

Leia mais

Bancada Didática para CLP SCHNEIDER _ TWIDO - XC113 -

Bancada Didática para CLP SCHNEIDER _ TWIDO - XC113 - T e c n o l o g i a Bancada Didática para CLP SCHNEIDER _ TWIDO - XC113 - Os melhores e mais modernos MÓDULOS DIDÁTICOS para um ensino tecnológico de qualidade. Bancada Didática para CLP Schneider TWIDO

Leia mais

OMNI-3MD. Placa Controladora de 3 Motores. Disponível Biblioteca para Arduino. Manual de Hardware. Outubro de 2013

OMNI-3MD. Placa Controladora de 3 Motores. Disponível Biblioteca para Arduino. Manual de Hardware. Outubro de 2013 OMNI-3MD Placa Controladora de 3 Motores Disponível Biblioteca para Arduino Manual de Hardware Outubro de 2013 Copyright 2013, SAR - Soluções de Automação e Robótica, Lda. 1 1 Índice 1 Índice... 2 2 Especificações...

Leia mais

Rodrigo Baleeiro Silva Engenheiro de Controle e Automação. Introdução à Engenharia de Controle e Automação

Rodrigo Baleeiro Silva Engenheiro de Controle e Automação. Introdução à Engenharia de Controle e Automação Rodrigo Baleeiro Silva Engenheiro de Controle e Automação (do latim Automatus, que significa mover-se por si) ; Uso de máquinas para controlar e executar suas tarefas quase sem interferência humana, empregando

Leia mais

MANUAL DRIVE PARA MOTOR DE PASSO MODELO AKDMP5-5.0A

MANUAL DRIVE PARA MOTOR DE PASSO MODELO AKDMP5-5.0A MANUAL DRIVE PARA MOTOR DE PASSO MODELO AKDMP5-5.0A V01R12 Atenção: - Leia cuidadosamente este manual antes de ligar o Driver. - A Akiyama Tecnologia se reserva no direito de fazer alterações sem aviso

Leia mais

UNIDADE DE SAÍDA ESTENDIDA ÓPTICA ELO.2148/O MANUAL DO USUÁRIO. Junho de 2005. ELO Sistemas Eletrônicos S.A. 5045840068-B

UNIDADE DE SAÍDA ESTENDIDA ÓPTICA ELO.2148/O MANUAL DO USUÁRIO. Junho de 2005. ELO Sistemas Eletrônicos S.A. 5045840068-B UNIDADE DE SAÍDA ESTENDIDA ÓPTICA ELO.2148/O MANUAL DO USUÁRIO Junho de 2005 ELO Sistemas Eletrônicos S.A. 5045840068-B Índice Índice... i Introdução...1-1 Conteúdo Deste Manual...1-1 Onde Obter Mais

Leia mais

Sensores de condição. Projetado para produzir resultados de alta qualidade em uma variedade de ambientes robustos

Sensores de condição. Projetado para produzir resultados de alta qualidade em uma variedade de ambientes robustos Sensores de condição Projetado para produzir resultados de alta qualidade em uma variedade de ambientes robustos DETECÇÃO DE CONDIÇÃO A Rockwell Automation oferece uma linha impressionante de produtos

Leia mais

Descrição do Produto. Dados para Compra. Série Hadron Xtorm

Descrição do Produto. Dados para Compra. Série Hadron Xtorm Descrição do Produto A automação de sistemas de energia elétrica é caracterizada pelo uso de equipamentos e dispositivos robustos, confiáveis e que apresentam alta tecnologia com a capacidade de operar

Leia mais

GDE4000. Gerenciador de Energia

GDE4000. Gerenciador de Energia Gerenciador de Energia Funções avançadas de controle de demanda e fator de potência Seleção de cargas por prioridade e por potências Flexibilidade na programação de demandas sazonais Simulação de fatura

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES Indicador Microprocessado - IT-IND-2S-LC INFORMAÇÕES DO PRODUTO. Versão: 1.xx / Rev. 03

MANUAL DE INSTRUÇÕES Indicador Microprocessado - IT-IND-2S-LC INFORMAÇÕES DO PRODUTO. Versão: 1.xx / Rev. 03 1 Introdução: Os indicadores possuem uma entrada analógica configurável por software, que permite a conexão de diverstos tipos de sensores de temperatura e outras grandezas elétricas sem a necessidade

Leia mais

Micro Controladores Programáveis

Micro Controladores Programáveis Micro Controladores Programáveis Transformando energia em soluções Os Micro Controladores Programáveis linha Clic WEG, caracterizam-se pelo seu tamanho compacto, fácil programação e excelente custo-benefício.

Leia mais

Mód. 32 SD Relé NA - "Check Before Operate"

Mód. 32 SD Relé NA - Check Before Operate 1. Descrição do Produto O módulo AL-3202 é uma interface de saída digital, de 32 pontos, a relé, microprocessada, cuja principal característica é implementar a operação com "check before operate", sendo

Leia mais

Fontes CC. Principais características. www.supplier.ind.br

Fontes CC. Principais características. www.supplier.ind.br A SUPPLIER Indústria e Comércio de Eletroeletrônicos Ltda é uma empresa constituída com o objetivo de atuar no setor das Indústrias Eletroeletrônicas, principalmente na fabricação de fontes de alimentação

Leia mais

L23 DeviceNet - diagrama

L23 DeviceNet - diagrama ISIMP-QR012-PT-P:Layout 1 19.9.2008 15:21 Page 1 2 1 Cód. catálogo 1769-L2-QFC1 Porta de comunicação incorporada Conexões EtherNet/IP Memória E/S incorporada (pré-configurada no Logix 5000) Expansão Serial

Leia mais

Microregistradora TMS-44

Microregistradora TMS-44 Microregistradora TMS-44 MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.0 Manual do Usuário Microregistradora TMS-44 Edição de Outubro de 2008 Este manual tem caráter técnico-informativo, sendo propriedade da SWEDA. Todos

Leia mais

FONTE DE ALIMENTAÇÃO CHAVEADA CWF24-01

FONTE DE ALIMENTAÇÃO CHAVEADA CWF24-01 FONTE DE ALIMENTAÇÃO CHAVEADA (Input: 85 ~ 264 Vac / 120 ~ 370 Vdc) (Output: 24 Vdc / 1 A) CWF24-01 Fonte de Alimentação Chaveada Manual do usuário MAN-PT-DE-CWF24-01-01.00_14 Introdução Obrigado por

Leia mais

Fontes de Alimentação

Fontes de Alimentação Fontes de Alimentação MÓDULO DA FONTE DE ALIMENTAÇÃO AC Código de Pedido: PS-AC-R (Fonte de Alimentação 90 a 260 Vac Redundante) Descrição Esta Fonte de Alimentação Redundante trabalha independente ou

Leia mais

www.comatreleco.com.br R:Benjamim Constant, 56 Tel:(11) 2311-5682 contato@comatreleco.com.br

www.comatreleco.com.br R:Benjamim Constant, 56 Tel:(11) 2311-5682 contato@comatreleco.com.br Monitoramento de motores monofásico/trifásico MRU, MRI, MRM 1 Características Tensão de Alimentação UC12-48V ou UC110-240V Contato Reversível Entradas de medição separadas galvanicamente da alimentação

Leia mais

Manual da Comunicação Modbus-RTU

Manual da Comunicação Modbus-RTU Manual da Comunicação Modbus-RTU Relé Inteligente Série: SRW 01 Idioma: Português Documento: 10000013033 / 00 12/2007 Sobre o manual Sumário SOBRE O MANUAL...5 ABREVIAÇÕES E DEFINIÇÕES... 5 REPRESENTAÇÃO

Leia mais

OCUPAÇÃO 19 DESCRITIVO TÉCNICO. Data de Aprovação:18/12/2003 Data de Revisão: Dezembro de 2005

OCUPAÇÃO 19 DESCRITIVO TÉCNICO. Data de Aprovação:18/12/2003 Data de Revisão: Dezembro de 2005 DESCRITIVO TÉCNICO OCUPAÇÃO 19 Data de Aprovação:18/12/2003 Data de Revisão: Dezembro de 2005 A Comissão de Diretores do SENAI Coordenadora das Olimpíadas do Conhecimento determina, de acordo com as normas

Leia mais

DIRETORIA DE OPERAÇÃO - DO

DIRETORIA DE OPERAÇÃO - DO ANEXO VI ESPECIFICAÇÃO DISPOSITIVOS ELETRÔNICOS INTELIGENTES A6. Dispositivos Eletrônicos Inteligentes IED s (Relés Microprocessados) A6.1 Introdução Esta especificação técnica tem como objetivo estabelecer

Leia mais

Descrição do Produto. Dados para Compra. Itens Integrantes. Código do Produto

Descrição do Produto. Dados para Compra. Itens Integrantes. Código do Produto Descrição do Produto A Série Energy da Altus traz uma solução confiável para um dos pontos mais críticos em uma aplicação industrial: o fornecimento de alimentação para todos os dispositivos do sistema

Leia mais

Bancada Didática para CLP SIEMENS (LOGO!) - XC123 -

Bancada Didática para CLP SIEMENS (LOGO!) - XC123 - T e c n o l o g i a Bancada Didática para CLP SIEMENS (LOGO!) - XC123 - Os melhores e mais modernos MÓDULOS DIDÁTICOS para um ensino tecnológico de qualidade. Bancada Didática para CLP SIEMENS (LOGO!)

Leia mais

Bancada Didática para CLP SIEMENS S7-1200 com Inversor - XC124 -

Bancada Didática para CLP SIEMENS S7-1200 com Inversor - XC124 - T e c n o l o g i a Bancada Didática para CLP SIEMENS S7-1200 com Inversor - XC124 - Os melhores e mais modernos MÓDULOS DIDÁTICOS para um ensino tecnológico de qualidade. Bancada Didática para CLP SIEMENS

Leia mais

SOLUTION. Painel Convencional de Alarme de Incêndio. SOLUTION - Sistema de Detecção e Alarme de Incêndio. Revisão 1.1 Maio de 2006

SOLUTION. Painel Convencional de Alarme de Incêndio. SOLUTION - Sistema de Detecção e Alarme de Incêndio. Revisão 1.1 Maio de 2006 SOLUTION Painel Convencional de Alarme de Incêndio TABELA DE CONTEÚDO Capitulo 1: Descrição do Produto... 2 1.1: Características...2 1.2: Especificações...2 Capitulo 2: Lógica de Detecção e Alarme de Incêndios...

Leia mais

Decibelímetro Modelo SL130

Decibelímetro Modelo SL130 Manual do Usuário Decibelímetro Modelo SL130 Introdução Parabéns pela sua compra do Decibelímetro SL130 Extech. Desenhado para montagem em parede, mesa, ou montagem em tripé, este medidor está de acordo

Leia mais

Base Interface Ethernet Industrial 10/100 Mbps

Base Interface Ethernet Industrial 10/100 Mbps Descrição do Produto O módulo, integrante da Série Ponto, é uma interface Ethernet Industrial para as UCP s PO3242, PO3342 e PO3X47. A interface liga-se às redes Ethernet Industrial 10 ou 100 Mbps, estando

Leia mais