A - CONFIGURAÇÃO DAS EQUIPES:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A - CONFIGURAÇÃO DAS EQUIPES:"

Transcrição

1 ESTUDO COMPARATIVO ENTRE A EQUIPE PADRÃO TAPA BURACO SAAE GUARULHOS X KIT COMPACTO TAPA BURACO TBR 500 OBJETIVO: Esse estudo estimativo tem como finalidade a comparação em seus mais variados valores de custos, vantagens e desvantagens entre o processo utilizado pelo SAAE - Serviço Autônomo de Água e Esgoto do município de Guarulhos e o processo que sugerimos utilizando-se do veículo Kit Compacto Tapa Buracos, modelo TBR 500 marca Romanelli de fabricação nacional. Calcularemos o valor dia em Reais para os dois métodos, considerando-se uma aplicação diária de 6,0 Ton / Dia capacidade do caminhão utilizado na equipe do SAAE e de 9 Ton / Dia capacidade do TBR 500; ambas as equipes trabalhando pelo período de 8 horas diárias. A - CONFIGURAÇÃO DAS EQUIPES: EQUIPE SAAE CAPAC. DE 6 TON POR EQUIPE EQUIPE TBR 500 CAPAC. DE 9 TON POR EQUIPE 01 Caminhão Basculante para remoção entulho + Tanque de 300 Lts de emulsão não aquecida e por regador manual. 01 Caminhão Basculante com 6,5 Ton para transporte de Massa Asfáltica C.B.U.Q.e báscula não térmica. 01 Retroescavadeira marca FiatAllis para corte da vala, remoção e carregamento do entulho. 01 Veículo VW Perua Kombi para transporte dos funcionários que executarão o trabalho braçal. 01 Rolo Compactador marca Wacker com peso de 1,4 Ton para compactação. FUNCIONÁRIOS 02 Motoristas para os caminhões. 01 Motorista para a Perua Kombi. 01 Operador para Retroescavadeira 06 Funcionários Braçais para a execução dos trabalhos de Tapa Valas. 01 Encarregado para a operação Tapa Valas. 01 Caminhão VW mod de 180 HP, equipado com o Kit Compacto Tapa Buracos, modelo TBR 500, marca Romanelli, equipado com os seguintes equipamentos: o Silo Térmico com capacidade de 5 m3-9 Ton, para transporte da massa asfáltica C.B.U.Q. e aquecido por queima de gás ou eletricamente para situações de pernoite. o Máquina de corte de pisos com disco de corte de 14, motor a gasolina de 14 HP para corte do perímetro do buraco. o Martelo Rompedor de 30 Kg com ferramenta de corte e acionado pelo sistema hidráulico do equipamento. o Tanque de emulsão de 250 lts com aquecimento e caneta manual para imprimação e pintura da vala. o Reservatório bipartido de ar e diesel para utilização do ar em limpeza da vala através de caneta manual e do óleo diesel para limpeza dos equipamentos manuais através da utilização de caneta pulverizadora manual. o Placa Vibratória de 82 Kg de peso acionada por motor a gasolina para compactação. o 02 caixas de resíduos para coleta e transporte do resíduo. o 01 caixa para transporte de ferramentas como rastelo, pá, enxada, picareta, carrinho de mão, etc. o Sistema de descarga da massa asfáltica C.B.U.Q. por eixo sem fim e bica direcional posicionada na traseira do equipamento podendo ser manuseada para ambos os lados do equipamento. o Cones para sinalização viária durante os trabalhos de Tapa Buraco. o Faróis para trabalho noturno, sistema de iluminação de alerta Giroflex (opcional), engate para transporte de Rolo Compactador de peso operacional de até 2,0 Ton. FUNCIONÁRIOS: 01 Motoristas para o caminhão que poderá ser também um encarregado de equipe. 02 Funcionários Braçais para a execução dos trabalhos de Tapa Valas.

2 B DA EXECUÇÃO DOS TRABALHOS: EQUIPE SAAE EQUIPE TBR 500 Após o devido carregamento de 01 Caminhão basculante com 6,5 Ton de massa asfáltica em Caieiras / SP e o transporte do pessoal em veículo Perua Kombi, realizamos o tapa vala conforme os procedimentos abaixo: 1. Corte da vala com a utilização do equipamento Retroescavadeira e remoção mecanizada do entulho da vala para o caminhão basculante, 2. Limpeza manual da vala através de vassoura, 3. Pintura de imprimação utilizando-se de emulsão asfáltica à frio ( cola não aquecida) e espalhada através de regador manual, 4. Espalhamento e aplicação da massa asfáltica C.B.U.Q. na vala, 5. Compactação da vala com Rolo Compactador com peso de 1,4 Ton. Após o devido carregamento do material em um único Caminhão térmico com todo ferramental (máquina de corte + placa vibratória + rompedor hidráulico) devidamente transportado em plataformas hidráulicas na traseira do veículo e o pessoal envolvido na operação; realizamos o tapa vala conforme os procedimentos abaixo: 1. Corte do perímetro da vala com máquina de corte a disco, 2. Corte da parte interna da vala utilizando-se de rompedor hidráulico acionado pelo próprio sistema hidráulico do equipamento, 3. Remoção manual do entulho acomodando- -o em caixas de resíduos na traseira ou na lateral do equipamento, 4. Limpeza manual da vala através de vassouras ou caneta manual soprando ar comprimido. 5. Pintura de imprimação utilizando-se de emulsão asfáltica à quente ( cola aquecida) e espalhada através de caneta pressurizada manual. 6. Espalhamento e aplicação da massa asfáltica C.B.U.Q. diretamente pela bica traseira ou em carrinho de mão em situações onde o buraco está a uma certa distância do equipamento, 7. Compactação utilizando-se Placa Vibratória ou Rolo Compactador Vibratório com peso de 1,4 Ton.

3 C DOS CUSTOS DE COMBUSTÍVEIS: Para adotarmos um valor comum as duas situações de comparação, utilizaremos os seguintes valores de mercado: Óleo Diesel = R$ 1,33 por litro Utilizado nos seguintes equipamentos: Caminhões, Retroescavadeira Gasolina = R$ 1,87 por litro Utilizado nos seguintes equipamentos: Perua Kombi e Placa Vibratória ou Rolo Compactador 01 Botijão de gás P-45 = R$ 139,00 Utilizado no aquecimento do silo térmico do TBR 500, possuindo autonomia de 24 dias de trabalho a 8 horas diárias. EQUIPE SAAE EQUIPE TBR Consumo de Combustível dos Caminhões: 02 veículos x 40 Qtd de Litros x R$ 1,33 p/litro = R$ 106,40 / Dia 2. Consumo de Combustível da Retroescavadeira: 01 veículo x 50 Qtd. de Litros x R$ 1,33 p/litro = R$ 66,50 / Dia. 3. Consumo de Combustível da Perua Kombi: 01 veículo x 8 Qtd. de Litros x R$ 1,87 p/litro = R$ 14,96 / Dia. 4. Consumo do Rolo Compactador de 1,4 Ton 01 veículo x 5 Qtd de Litros x R$ 1,87 p/litro = R$ 9,35 / Dia. 1. Consumo de Combustível do Caminhão: 01 veículo x 70 Qtd.de Litros x R$ 1,33 p/litro = R$ 93,10 / Dia 2. Consumo de Gás para aquecimento por dia: 01 Botijão / mês R$ 139,00 / 24 Dias de trabalho = R$ 5,79 / Dia 3. Consumo do Rolo Compactador de 1,4 Ton: 01 veículo x 10 Qtd de Litros x R$ 1,87 p/litro = R$ 18,70 / Dia 4. Consumo da Placa Vibratória, peso de 82 Kg 01 placa x 01 Qtd de Litros x 1,87 p/litro = R$ 1,87 / Dia VALOR TOTAL DE COMBUSTÍVEIS POR DIA VALOR TOTAL DE COMBUSTÍVEIS POR DIA = R$ 197,83 = R$ 119,46

4 D DOS CUSTOS COM REMUNERAÇÃO DE MÃO DE OBRA Para adotarmos um valor comum as duas situações de comparação, utilizaremos o mesmo valor de salário Hora / Homem para as mesmas funções entre as 02 (duas) equipes, considerando um trabalho pelo período de 8 Horas / Dia. Consideramos apenas o DSR Descanso Semanal Remunerado. Como no TBR 500 o motorista atua também como encarregado consideraremos a soma das 02 Funções Motorista + Encarregado: = R$ 3,33 + 8,04 = R$ 11,37 / Hora = R$ 90,96 /Dia. Não estamos considerando horas extras a nenhuma das duas equipes. EQUIPE SAAE EQUIPE TBR Motoristas para os caminhões à: R$ 3,33 p/ Hora x 8 horas = R$ 53,28/Dia Motorista para Perua Kombi à: R$ 3,33 p/ hora x 8 Horas = R$ 26,64/Dia Motorista / Encarregado à: R$ 11,37 p/ hora x 8 Horas = R$ 90,96/Dia Funcionários Braçais sendo cada à: R$ 2,34 p/ hora x 8 horas = R$ 37,44/Dia Operador de Retroescavadeira à: R$ 4,17 p/ Hora x 8 Horas = R$ 33,36/Dia Funcionários Braçais sendo cada à: R$ 2,42 p/ hora x 8 Horas = R$ 116,16/Dia Encarregado de Turma à: R$ 8,04 p/ hora x 8 Horas = R$ 64,32/Dia VALOR TOTAL DE REMUNERAÇÃO COM MÃO DE OBRA POR DIA = R$ 293,76 VALOR TOTAL DE REMUNERAÇÃO COM MÃO DE OBRA POR DIA = R$ 128,40

5 E TABELA DE CUSTOS DE MANUTENÇÃO, AQUISIÇÃO, DEPREÇIAÇÃO DE EQUIPAMENTOS AO LONGO DE SUA VIDA ÚTIL ESTIMADA: E - 1- CUSTO DE AQUISIÇÃO DOS EQUIPAMENTOS CONSIDERADOS: EQUIPE SAAE EQUIPE TBR (dois) caminhões basculantes marca Ford, zero hora, modelo F com caçamba báscula de 5 m3... R$ ,00-01 (uma) Retroescavadeira marca FiatAllis, zero hora, modelo FB 80.2, 4x2... R$ ,00-01 (uma) Perua Kombi, marca VW, zero hora, motor a gasolina... R$ ,00-01(um) caminhão trucado marca VW, zero hora, modelo ,... R$ ,00-01(um) Kit Compacto Tapa Buracos, 5 m3, zero hora, Romanelli TBR 500 R$ ,00-01 (um) Rolo Compactador de 1,4 Ton de peso, marca Wacker, zero hora R$63.000,00-01 (um) Rolo Compactador de 1,4 Ton de peso, marca Wacker, zero hora... R$ ,00 VALOR TOTAL = R$ ,00 VALOR TOTAL = R$ ,00 E 2 CUSTO HORA DE MANUTENÇÃO DOS VEÍCULOS E EQUIPAMENTOS: As variáveis em jogo quando da determinação, ainda que em caráter estimado, do custo horário de uma máquina ou veículo, é muito grande. Quase que não precisaríamos mencionar este fato, pois é muito simples de enxergar que o custo horário de dois caminhões, por exemplo, nunca serão os mesmos estando um trabalhando na cidade e outro em estrada. Não apenas as variáveis são muitas (tipo de solo, modo de operar do operador, leis trabalhistas, custo de combustível, qualidade de mão de obra na manutenção, idade do equipamento e ou veículo, qualidade do equipamento ) como os métodos de cálculo são mais de um. Certamente não pretendemos esgotar o assunto mas, conte com isso, vamos apresentar um resultado abaixo, ou seja, o resultado de um método de cálculo e que leva um determinado número de variáveis. Outros resultados podem ser obtidos utilizando outros métodos e outras abordagens das variáveis. Nossa intenção é nos aprofundar nestas questões e, não, apenas apresentar resultados.

6 Com informações práticas e seguras sobre o custo corrente, a tabela abaixo permite municiar-se de dados suficientes para defender uma posição realista na determinação da um pré-orçamento de uma máquina ou de um grupo delas. PESO POTÊNCIA CATEGORIA VIDA ÚTIL HORAS / ANO peso aproximado do equipamento, em ordem de marcha em kg a potência total instalada em HP. número representativo do equipamento. Pode ser a capacidade de caçamba, potência gerada, vazão, etc. a vida útil do equipamento em horas o número de horas trabalhadas estimadas por ano DISP. MECÂNICA disponibilidade mecânica em %. REPOSIÇÃO DEPRECIAÇÃO o valor do equipamento novo em R$. a perda do valor do equipamento por hora em R$. VALOR RESIDUAL o valor residual em % JUROS a remuneração do valor monetário do equipamento por hora trabalhada em R$. TAXA DE JUROS taxa de juros anual em % VALOR MÃO DE OBRA VALOR PEÇAS MATERIAL DE DESGASTE PNEUS VIDA ÚTIL PNEUS LUBRIFICANTES CUSTO/HORA o valor médio da mão-de-obra de manutenção por hora trabalhada em R$. valor médio de peças de manutenção e material rodante por hora trabalhada em R$. valor médio de consumo de bordas cortantes, dentes, cabos de aço, etc, por hora trabalhada, em R$ o valor médio de gastos com pneus por hora trabalhada em R$. a vida dos pneus em horas. o valor médio de gastos com lubrificantes por hora trabalhada em R$. a somatória dos valores dos custos horários em R$. SEGUE PLANILHA DE CÁLCULO DO CUSTO HORA MANUTENÇÃO

7 F RESULTADO FINAL: Após calcularmos as variáveis, basta agora somá-las e obteremos nosso custo total por equipe para um período diário de 8 Horas. EQUIPE SAAE EQUIPE TBR 500 Combustíveis = R$ 197,83 Combustíveis = R$ 119,46 Mão de Obra = R$ 293,76 Mão de Obra = R$ 128,40 Custo Hora Manutenção = R$ 822,40 Custo Hora Manutenção = R$ 254,48 VALOR TOTAL DA OPERAÇÃO POR DIA DE TRABALHO = 8 HORAS / DIA R$ 1.313,99 VALOR TOTAL DA OPERAÇÃO POR DIA DE TRABALHO = 8 HORAS / DIA R$ 502,34 G CONCLUSÃO: Podemos com base nos números acima calcular o custo da Tonelada aplicada por cada equipe, observando-se de que a equipe do SAAE aplica 6,5 Ton/Dia e a Equipe TBR 500 aplica 9,0 Ton/Dia: EQUIPE SAAE EQUIPE TBR 500 R$ 1.313,99 / 6,5 Ton = R$ 202,15 p/ Ton R$ 502,34 / 9,0 Ton = R$ 55,82 p/ Ton 362 % menor

8 Podemos concluir pelos números demonstrados acima, que a utilização do Kit Compacto para Tapa Valas modelo TBR 500 da Romanelli em comparado ao processo utilizado atualmente pelo SAAE GUARULHOS é extremamente mais vantajoso também pelos seguintes aspectos: 1- Maior aplicação volumétrica de massa asfáltica por veículo = 9 Ton,. 2- Imediatamente após o carregamento na usina de asfalto, toda a equipe já está disponibilizada para o trabalho sendo que em razão da distância atual da usina (Caieiras) onde o SAAE se abastece,essa mobilização da equipe não é imediata pois o veículo tem que passar na sede do SAAE o que demanda tempo o que nada mais é do que um redutor na produtividade dia. 3- Menor quantidade de equipamentos mobilizados na operação proporcionando uma redução drástica no custo aquisição, operação e de manutenção, sendo o excedente de equipamentos como retroescavadeira, perua Kombi, caminhão basculante e pessoal poderá ser re-locado em outras frentes de trabalho do SAAE proporcionando um incremento considerável na produtividade de outras atividades. 4- Maior mobilidade em locais centrais da cidade, 5- Menor quantidade de funcionários envolvidos na operação trabalhando de forma mais leve, limpa e menos sacrificante com redução do custo do valor de remuneração, 6- Financeiramente mais barato e mais rentável com o retorno de investimento ocorrendo de forma mais rápida, 7- Eliminação de risco de perda de material C.B.U.Q. em razão do equipamento TBR 500 possuir silo térmico, permitindo em casos de sobra diária, que o material seja utilizado no dia seguinte em condições técnicas ideais. 8- Permite sua utilização de forma programada em finais de semana ou intervenções emergênciais onde o fornecimento de C.B.U.Q. não está disponível pelas usinas em pequenas quantidades, pois poderá ser carregado no dia anterior, mantido aquecido e posteriormente devidamente aplicado na execução. 9- Em razão da execução dos trabalhos serem feitas de forma totalmente técnica com o corte da vala, limpeza e imprimação controlada, a durabilidade do remendo é muito mais longa o que diminui o retorno com o re-trabalho no mesmo local. CONSIDERAÇÕES GERAIS: Para calcularmos aos valores acima, utilizamo-nos de informações e valores baseados em mercado para os lubrificantes, remuneração paga pelo SAAE aos seus funcionários, metodologia de custo de manutenção considerada pela SOBRATEMA Soc. Brasileira de Tecnologia para Equipamentos e Manutenção. Destacamos algumas empresas que já trabalham com o Kit Compacto Tapa Buracos TBR 500: Potenza Engenharia São Paulo / SP 02 x TBR 500 de 6 m3 Construtora e Pavimentadora Latina Praia Grande / SP 01 x TBR 500 de 3 m3 02 x TBR 500 de 5 m3 Terracom Engenharia Cubatão / SP 01 x TBR 500 de 5 m3 Saecil Serv. Autôn. de água e Esgoto de Leme Leme / SP 01 x TBR 500 de 3 m3 Pref. Munic. de Franco da Rocha Franco da Rocha / SP 01 x TBR 500 de 3 m3

9 EPT Empresa Pública de Transportes de Santo André Santo André / SP 01 x TBR 500 de 3 m3 Para Ilustrar, segue algumas fotos dos equipamentos acima já em operação: POTENZA ENGENHARIA Equiptº TBR 500 de 6 m3 equipado com Rolo Wacker mod. RD 880 de 1,4 Ton CONSTRUTORA E PAVIMENTADORA LATINA Equiptº TBR 500 de 5 m3 equipado com Rolo Compactador de 01 Cilindro Vibratório TERRACOM ENGENHARIA Equiptº TBR 500 de 5 m3 + Cabine de Alumínio para Transporte de Funcionários e equipado com Rolo Compactador Vibratório, marca Dynapac, modelo CG 11

10 SAECIL SERV. AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTO DE LEME Equiptº TBR 500 de 3 m3 configuração STD Com Placa Vibratória de 82 Kg. PREF. MUNIC. DE FRANCO DA ROCHA ENTREGA TÉCNICA Equiptº TBR 500 de 3 m3 configuração STD Com Placa Vibratória de 82 Kg EPT EMPRESA PÚBLICA DE TRANSPORTES DE SANTO ANDRÉ Equiptº TBR 500 de 3 m3 configuração STD Com Placa Vibratória de 82 Kg

11 Segue as fotos feitas durante a visita técnica feita em , ao equipamento TBR 500 de 3 m3 da empresa Latina em Praia Grande / SP, pelos colaboradores do SAAE - GUARULHOS, os Srs. Engº Cláudio Hintze do Deptº de Manutenção e Operação e o Sr. Luiz Roberto R. Garcia Chefe de Seção do Tapa Vala. Visão Geral do Equipamento Plataformas hidráulicas para transporte dos equipamentos manuais como máquina de corte a disco de serra, rompedor hidráulico e placa vibratória. Após o corte com máquina de corte a disco é utilizado o rompedor hidráulico. Operação executada por somente 03 (três) funcionários. Caixa traseira de 500 lts para transporte de resíduo, possui também mais outra caixa com igual capacidade na lateral do equipamento.

12 Coleta manual dos resíduos. Limpeza manual com vassoura. Tanque de emulsão aquecida para imprimação da vala, cilindro de gás utilizado no aquecimento do silo térmico, caixa de ferramentas manuais e suporte com cones para sinalização viária durante a execução dos trabalhos. Imprimação feita por caneta manual pressurizada e na quantidade ideal com emulsão aquecida. Detalhe do corte que proporciona um ângulo de confinamento do material C.B.U.Q. massa asfáltica que será colocada na vala.

13 Descarga do C.B.U.Q. massa asfáltica por eixo sem fim traseiro em bica de descarga direcional. Proporciona maior segurança aos funcionários uma vez que eles podem atuar somente na traseira do veículo, na faixa de largura do equipamento. Pode-se utilizar carrinho de mão para situações onde a vala esta um pouco distante do veículo. Espalhamento e acabamento manual com rastelo. Compactação com placa vibratória podendo para áreas maiores ser utilizado um Rolo Compactador Vibratório de até 2 Ton de peso.

ANEXO VII PLANILHAS DE COMPOSIÇÃO DE CUSTOS AGRUPAMENTO N.º... I Equipe com 1 caminhão

ANEXO VII PLANILHAS DE COMPOSIÇÃO DE CUSTOS AGRUPAMENTO N.º... I Equipe com 1 caminhão ANEXO VII PLANILHAS DE COMPOSIÇÃO DE CUSTOS CONCORRÊNCIA PARA REGISTRO DE PREÇOS N.º 03 / SMSP / COGEL / 2003. PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º 2003-0.070.307-0 AGRUPAMENTO N.º... 1.1.- Mão-de-obra: I Equipe

Leia mais

REMENDO SUPERFICIAL (RECOMPOSIÇÃO LOCALIZADA DE REVESTIMENTO BETUMINOSO)

REMENDO SUPERFICIAL (RECOMPOSIÇÃO LOCALIZADA DE REVESTIMENTO BETUMINOSO) 1 / 6 REMENDO SUPERFICIAL (RECOMPOSIÇÃO LOCALIZADA DE REVESTIMENTO BETUMINOSO) 1. DEFINIÇÃO O Remendo Superficial é um serviço que se destina a restaurar a camada de revestimento asfáltico, em pontos isolados

Leia mais

ANEXO XIV ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

ANEXO XIV ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS ANEXO XIV ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS CONTRATAÇÃO DOS SERVIÇOS DE CONSERVAÇÃO EM VIAS PAVIMENTADAS COM REVESTIMENTO ASFÁLTICO, UTILIZANDO CAMINHÃO COM CAÇAMBA TÉRMICA, EM DIVERSOS LOGRADOUROS DO MUNICÍPIO

Leia mais

Endria Rayana da Silva Costa (UEAP) endria_rayana@hotmail.com Wylckson Machado Costa (UEAP) wylckson93@gmail.com

Endria Rayana da Silva Costa (UEAP) endria_rayana@hotmail.com Wylckson Machado Costa (UEAP) wylckson93@gmail.com ANÁLISE DE VIABILIDADE ECONÔMICA DE PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA COM CONCRETO BETUMINOSO USINADO A QUENTE E AREIA ASFALTO USINADO A QUENTE A CUSTOS DE MACAPÁ Endria Rayana da Silva Costa (UEAP) endria_rayana@hotmail.com

Leia mais

UNIDADE DE TAPA - BURACO MAR 9000-5m³

UNIDADE DE TAPA - BURACO MAR 9000-5m³ UNIDADE DE TAPA - BURACO MAR 9000-5m³ A Unidade de Tapa Buraco da Marelli modelo MAR-9000, é um equipamento compacto, com vários acessórios que permite um melhor desempenho, agilidade, eficácia, atendendo

Leia mais

MF 86 HS. Retroescavadeira / Pá carregadeira MASSEY FERGUSON

MF 86 HS. Retroescavadeira / Pá carregadeira MASSEY FERGUSON MF 86 HS Retroescavadeira / Pá carregadeira MASSEY FERGUSON 2 www.massey.com.br 4 tipos de versões e o maior número de vantagens Alavanca de múltipla ação no carregador frontal Plataforma para o operador

Leia mais

GERENCIAMENTO DE CUSTOS NO TRANSPORTE RODOVIÁRIO DE CARGAS

GERENCIAMENTO DE CUSTOS NO TRANSPORTE RODOVIÁRIO DE CARGAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENGENHARIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO E TRANSPORTES GERENCIAMENTO DE CUSTOS NO TRANSPORTE RODOVIÁRIO DE CARGAS Disciplina: Logística e Distribuição

Leia mais

Insumos - EQUIPAMENTOS

Insumos - EQUIPAMENTOS EQUIPAMENTOS - AQUISIÇÃO 3127 Vibrador de imersão, diesel 4 hp UN 2.200,00 3130 Máquina para bloco intertravado, (prensa), gasolina 3 hp UN 12.200,00 3001-CA Trator de esteiras, com lâmina, diesel 110

Leia mais

ANEXO I. Pará Pag.: 2 Governo Municipal de Água Azul do Norte. Preço Unit (R$) Código

ANEXO I. Pará Pag.: 2 Governo Municipal de Água Azul do Norte. Preço Unit (R$) Código Pará Pag.: 1 001835 LOCAÇÃO DE VEICULO UTILITÁRIO CAMIONETE 1.500,0000 DIA PICK-UP 4X4 Cabine Dupla, Potência Mínima de 120 CV, Direção Hidráulica, Ar-Condicionado,Bancos Reclináveis, Freio a Disco nas

Leia mais

DEPARTAMENTO DE ÁGUA E ESGOTO DE BAGÉ DEPARTAMENTO DE PROJETOS MEMORIAL DESCRITIVO

DEPARTAMENTO DE ÁGUA E ESGOTO DE BAGÉ DEPARTAMENTO DE PROJETOS MEMORIAL DESCRITIVO DEPARTAMENTO DE ÁGUA E ESGOTO DE BAGÉ DEPARTAMENTO DE PROJETOS MEMORIAL DESCRITIVO REPAVIMENTAÇÃO EM PAVIMENTOS COM PEDRA IRREGULAR, PARALELEPÍPEDO, BLOCOS DE CONCRETO E CBUQ. 2015 APRESENTAÇÃO Trata o

Leia mais

ANEXO XI - RELAÇÃO EQUIPES ESTIMADAS E QUADRO RESUMO. 1.1. Lavagem Especial de Equipamentos Públicos (incluindo túnel, escadarias e passarelas)

ANEXO XI - RELAÇÃO EQUIPES ESTIMADAS E QUADRO RESUMO. 1.1. Lavagem Especial de Equipamentos Públicos (incluindo túnel, escadarias e passarelas) ANEXO XI - RELAÇÃO EQUIPES ESTIMADAS E QUADRO RESUMO A relação das equipes estimadas servem única e exclusivamente para composição de preços pela Licitante, exceto nos serviços contidos nos subitens 1.4.1.,

Leia mais

CAMIONETA MILITAR JEEP ¾ ton WILLYS OVERLAND/FORD F-85 Um projeto brasileiro

CAMIONETA MILITAR JEEP ¾ ton WILLYS OVERLAND/FORD F-85 Um projeto brasileiro CAMIONETA MILITAR JEEP ¾ ton WILLYS OVERLAND/FORD F-85 Um projeto brasileiro Angelo Meliani, Especialista em restauração de veículos militares. angelomeliani@yahoo.com.br Durante os anos da década de 1940

Leia mais

TEC OLOGIA JOH DEERE: MAIOR PRODUTIVIDADE COM ME OR CUSTO DE MA UTE ÇÃO. nº 1

TEC OLOGIA JOH DEERE: MAIOR PRODUTIVIDADE COM ME OR CUSTO DE MA UTE ÇÃO. nº 1 TEC OLOGIA JOH DEERE: MAIOR PRODUTIVIDADE COM ME OR CUSTO DE MA UTE ÇÃO nº 1 Treviso x John Deere Uma parceria de futuro Bom Dia! A Treviso, é um grupo composto por 10 concessionárias que representam a

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO DE SERVIÇO

ESPECIFICAÇÃO DE SERVIÇO ESPECIFICAÇÃO DE SERVIÇO AREIA ASFALTO A FRIO Grupo de Serviço PAVIMENTAÇÃO Código DERBA-ES-P-16/01 1. OBJETIVO Esta especificação de serviço define os critérios que orientam a execução de areia asfalto

Leia mais

-Lavadoras..Pg. 01 - Varredeiras...Pg. 09 - Enceradeiras.Pg. 20 REOBOTE COMÉRCIO, MANUTENÇÃO E LOCAÇÃO DE EQUIPAMENTOS DE LIMPEZA

-Lavadoras..Pg. 01 - Varredeiras...Pg. 09 - Enceradeiras.Pg. 20 REOBOTE COMÉRCIO, MANUTENÇÃO E LOCAÇÃO DE EQUIPAMENTOS DE LIMPEZA -Lavadoras..Pg. 01 - Varredeiras....Pg. 09 - Enceradeiras.Pg. 20 REOBOTE COMÉRCIO, MANUTENÇÃO E LOCAÇÃO DE EQUIPAMENTOS DE LIMPEZA 2013 0 Lavadoras de piso CT30 Lavadora de pisos profissional. Pode lavar

Leia mais

1ª RETIFICAÇÃO PREGÃO POR REGISTRO DE PREÇOS N 881 2011 CPL 03 DETRAN/AC

1ª RETIFICAÇÃO PREGÃO POR REGISTRO DE PREÇOS N 881 2011 CPL 03 DETRAN/AC 1ª RETIFICAÇÃO PREGÃO POR REGISTRO DE PREÇOS N 881 2011 CPL 03 DETRAN/AC OBJETO: Aquisição de máquina de sinalização horizontal (pintura a frio), com Carreta para transporte do Equipamento e Martelete

Leia mais

Colhedora de cana A4000

Colhedora de cana A4000 Colhedora de cana A4000 Inovação sem limites. Uma marca registrada da case ih. A Case IH é referência mundial no segmento sucroenergético. Com mais de 50 anos de conhecimento e experiência no setor, a

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. * escavação dos materiais constituintes do terreno natural até o greide de terraplenagem indicado no projeto;

MEMORIAL DESCRITIVO. * escavação dos materiais constituintes do terreno natural até o greide de terraplenagem indicado no projeto; MEMORIAL DESCRITIVO Município: Piratini/RS Local da obra: Rua 24 de Maio, Rua Princesa Isabel e Rua Rui Ramos. Área total: 12.057,36 m² 1) Introdução: O presente Memorial Descritivo tem por finalidade

Leia mais

GRUNDOBURST Sistema estático de substituição de tubulação sob o mesmo encaminhamento

GRUNDOBURST Sistema estático de substituição de tubulação sob o mesmo encaminhamento GRUNDOBURST Sistema estático de substituição de tubulação sob o mesmo encaminhamento O sistema estático de pipe bursting é recomendado para substituição de tubulações de água e esgoto especialmente em

Leia mais

Ata Final. Item 0001

Ata Final. Item 0001 Ata Final Às 14:00 horas do dia 18 de julho de 2012, reuniu-se o Pregoeiro Oficial da Prefeitura Municipal de Três Coroas e respectivos membros da Equipe de apoio, designados pela portaria 201/12 para,

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA PARA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 005/2014 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº: 198/2013

CHAMADA PÚBLICA PARA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 005/2014 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº: 198/2013 CHAMADA PÚBLICA PARA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 005/2014 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº: 198/2013 OBJETO: Locação de máquinas e equipamentos, com prestação de serviço dos operadores para operação e manutenção

Leia mais

VALTRA VL. Plaina frontal 60-190 cv

VALTRA VL. Plaina frontal 60-190 cv VALTRA VL Plaina frontal 60-190 cv TECNOLOGIA E EFICIÊNCIA NA MOVIMENTAÇÃO DE CARGAS Menor concentração de massa (peso) na parte frontal gera menor efeito alavanca, permite melhor dirigibilidade e estabilidade

Leia mais

USINA DE ASFALTO CONTRAFLUXO Série KOMPAKT

USINA DE ASFALTO CONTRAFLUXO Série KOMPAKT USINA DE ASFALTO CONTRAFLUXO Série Todas as fotos, ilustrações e especificações estão baseadas em informações vigentes na data da aprovação desta publicação. A Ciber Equipamentos Rodoviários Ltda. se reserva

Leia mais

Case - Soluções Integrais

Case - Soluções Integrais PÁ CARREGADEIRA Case - Soluções Integrais Equipamentos Financiamento Peças e Serviços PÁ CARREGADEIRA Nova versão, com maior versatilidade e menor custo operacional. A pá carregadeira Case W20E Turbo é

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA SSI GSV Pág 01/011 ÍNDICE 1. Objetivo 2 2. Referências normativas 2 3. Definição 2 4. Requisitos gerais 2 5. Requisitos específicos 4 6. Garantia 9 7. Inspeção 9 8. Histórico de revisões 9 SSI GSV Pág

Leia mais

MANIPULADORES TELESCÓPICOS JLG

MANIPULADORES TELESCÓPICOS JLG MANIPULADORES TELESCÓPICOS JLG MANIPULADORES TELESCÓPICOS JLG CHEGANDO ATÉ VOCÊ Sua produtividade está em jogo no momento em que você sobe na cabine do manipulador telescópico. A linha de manipuladores

Leia mais

Manual de Uso Equipamentos

Manual de Uso Equipamentos COMPACTADOR DE SOLOS Preservar o equipamento e tomar os devidos cuidados na hora de carregar e descarregar o equipamento do veículo. Se feito de forma incorreta ou imprudente podem ocorrer diversas avarias

Leia mais

Benefícios. Design compacto. Facilidade de acesso a todos componentes para manutenção.

Benefícios. Design compacto. Facilidade de acesso a todos componentes para manutenção. Equipamento-padrão Dispositivo para descida de emergência manual Carregador de bateria com desativação automática Alerta de bateria baixa Desativação de bateria Inclinômetro com bloqueio e alarme Sensor

Leia mais

Força de Desagregação em kgf. Alta Vazão - 100 litros por minuto Potência Hidráulica - 69,5 hp

Força de Desagregação em kgf. Alta Vazão - 100 litros por minuto Potência Hidráulica - 69,5 hp Força de Desagregação em kgf Alta Vazão - 100 litros por minuto Potência Hidráulica - 69,5 hp 500 ACESSÓRIOS Acessório Descrição Acessório Descrição Perfuradores Perfurador com acionamento planetário.

Leia mais

QUALIDADE E TECNOLOGIA A SERVIÇO DO FUTURO

QUALIDADE E TECNOLOGIA A SERVIÇO DO FUTURO QUALIDADE E TECNOLOGIA A SERVIÇO DO FUTURO Extrusoras de Perfis de Concreto MANUAL TÉCNICO IMB 900-G ECONOMIC 1 2 MANUAL DO PROPRIETÁRIO IMB 900-G ECONOMIC Índice Instruções...04 Catálogo de peças...06

Leia mais

Veículo para o transporte de cargas em áreas urbanas. - maior arranque; - retomada de velocidade mais rápida; - maior versatilidade; - maior força.

Veículo para o transporte de cargas em áreas urbanas. - maior arranque; - retomada de velocidade mais rápida; - maior versatilidade; - maior força. Página 1 de 7 Você está em DELIVERY 5.150 4X2 Home» Caminhões Volkwagen» Delivery Olá EDUARDO VASQUES SAIR Home Empresas Caminhões Volkswagen Delivery Delivery 5.150 4x2 Delivery 8.160 4x2 Delivery 9.160

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. Projeto: Capeamento asfáltico Município: Fontoura Xavier / RS

MEMORIAL DESCRITIVO. Projeto: Capeamento asfáltico Município: Fontoura Xavier / RS ANEXO IV MEMORIAL DESCRITIVO Projeto: Capeamento asfáltico Município: Fontoura Xavier / RS Local: Rua Pedro Azelin da Silva Trecho: Entre a Rua 09 de Julho e a Rua Ernesto Ferreira Maia Área: TRECHO 01:

Leia mais

MÁQUINAS PARA TÚNEIS, MINERAÇÃO E ESPECIAIS GAMA DE PRODUTOS

MÁQUINAS PARA TÚNEIS, MINERAÇÃO E ESPECIAIS GAMA DE PRODUTOS MÁQUINAS PARA TÚNEIS, MINERAÇÃO E ESPECIAIS GAMA DE PRODUTOS MÁQUINAS PARA TÚNEIS TEREX A FORÇA DO ACIONAMENTO ESCAVADORAS DE TÚNEIS E MÁQUINAS DE PERFURAÇÃO Faça um progresso importante com as máquinas

Leia mais

TELEBELT TB200 TRANSPORTADOR TELESCÓPICO COM CORREIA

TELEBELT TB200 TRANSPORTADOR TELESCÓPICO COM CORREIA TELEBELT TB200 TRANSPORTADOR TELESCÓPICO COM CORREIA UM NOVO PADRÃO DE INOVAÇÃO E EXCELÊNCIA CARACTERÍSTICAS DO TELEBELT TB200 O telebelt TB 200 é um transportador telescópico com correia tecnologicamente

Leia mais

Catálogo de Produtos 2015

Catálogo de Produtos 2015 CATÁLOGO DE PRODUTOS 2015 A CSM, fundada em 1979, destaca-se na fabricação de máquinas, equipamentos e sistemas para construção civil e movimentação de materiais. Investe continuamente em processos, desenvolvimento

Leia mais

Kärcher Randon. Apresentação Kärcher 2014 / Kärcher Indústria e Comércio Ltda / 1

Kärcher Randon. Apresentação Kärcher 2014 / Kärcher Indústria e Comércio Ltda / 1 Kärcher Randon Apresentação Kärcher 2014 / Kärcher Indústria e Comércio Ltda / 1 Informações Gerais B 250 B 250 R Informações técnicas Produtividade: 6000-7200 m²/h Faixa de limpeza: 1000-1200 mm Faixa

Leia mais

> A MKS Marksell FEITA NO BRASIL, PARA O MUNDO. Plataformas Elevatórias de Cargas Veiculares

> A MKS Marksell FEITA NO BRASIL, PARA O MUNDO. Plataformas Elevatórias de Cargas Veiculares > A MKS Marksell FEITA NO BRASIL, PARA O MUNDO. A MKS Marksell é uma empresa 100% Brasileira, pioneira e líder no segmento de equipamentos para movimentação de carga e pessoas desde 1983. Instalada em

Leia mais

PLANTADEIRAS DE MÚLTIPLA SEMEADURA

PLANTADEIRAS DE MÚLTIPLA SEMEADURA PLANTADEIRAS DE MÚLTIPLA SEMEADURA Plantio direto para todo tipo de cultura. A Case IH lança no mercado sua linha de plantadeiras para todos os tipos de cultura: girassol, aveia, trigo, arroz, algodão,

Leia mais

Caminhões para longas distâncias

Caminhões para longas distâncias Caminhões para longas distâncias 2 SCANIA CAMINHÕES PARA LONGAS DISTÂNCIAS Veículos Rodoviários Scania, incomparáveis em todos os sentidos. Um caminhão Scania é, em muitos aspectos, o sonho de qualquer

Leia mais

Métodos Quantitativos Prof. Ms. Osmar Pastore e Prof. Ms. Francisco Merlo. Funções Exponenciais e Logarítmicas Progressões Matemáticas

Métodos Quantitativos Prof. Ms. Osmar Pastore e Prof. Ms. Francisco Merlo. Funções Exponenciais e Logarítmicas Progressões Matemáticas Métodos Quantitativos Prof. Ms. Osmar Pastore e Prof. Ms. Francisco Merlo Funções Exponenciais e Logarítmicas Progressões Matemáticas Funções Exponenciais e Logarítmicas. Progressões Matemáticas Objetivos

Leia mais

CARRETA BASCULANTE KHOR

CARRETA BASCULANTE KHOR 1 - INTRODUÇÃO Parabéns; você acaba de adquirir um produto KHOR que é resultado de um projeto sofisticado, onde profissionais com anos de experiência dedicaram horas de trabalho e os mais rigorosos teste.

Leia mais

JCB l LINHA DE PÁ-CARREGADEIRAS

JCB l LINHA DE PÁ-CARREGADEIRAS JCB l LINHA DE PÁ-CARREGADEIRAS Desempenho, durabilidade e conforto. A MAIS POTENTE LINH Apenas as carregadeiras mais resistentes, são capazes, de garantir alta produtividade por muitos anos. Para isso

Leia mais

USINAS. Usina de Asfalto Gravimétrica SB150HM Qualidade BOMAG MARINI Latin America

USINAS. Usina de Asfalto Gravimétrica SB150HM Qualidade BOMAG MARINI Latin America USINAS Usina de Asfalto Gravimétrica SB150HM Qualidade BOMAG MARINI Latin America Usina de Asfalto Gravimétrica SB150HM Dosagem e mistura com precisão e qualidade superior A Smart Bach 150 High Mobility

Leia mais

Cozinha Industrial. Juarez Sabino da Silva Junior Técnico de Segurança do Trabalho

Cozinha Industrial. Juarez Sabino da Silva Junior Técnico de Segurança do Trabalho Cozinha Industrial Juarez Sabino da Silva Junior Técnico de Segurança do Trabalho Serviços de alimentação Este tipo de trabalho aparenta não ter riscos, mas não é bem assim, veja alguns exemplos: Cortes

Leia mais

FALCON 3000 FALCON PLUS VIBRO ACABADORA DE ASFALTO REBOCÁVEL HIDRÁULICA VIBRO ACABADORA DE ASFALTO REBOCÁVEL

FALCON 3000 FALCON PLUS VIBRO ACABADORA DE ASFALTO REBOCÁVEL HIDRÁULICA VIBRO ACABADORA DE ASFALTO REBOCÁVEL w w w. j c o l o m b o. c o m. b r FALCON 3000 VIBRO ACABADORA DE ASFALTO REBOCÁVEL Vibro acabadora (Niveladora Vibratória) de asfalto rebocada por caminhão basculante; capacidade de aplicação de massa

Leia mais

Empilhadeiras. Orientação: Fernando Gabriel Eguia Pereira Soares

Empilhadeiras. Orientação: Fernando Gabriel Eguia Pereira Soares Empilhadeiras Elaboração: Guido Alves Slavec RA: 200937 Antônio Carlos de Souza Leme RA: 200008 Allan Spagnolo Benites RA: 110050 Felipe Saturnino Tonheiro Carlos RA: 200407 Sandro Aparecido Pereira Faria

Leia mais

V.7. Noções Básicas sobre o uso da Potência e do Torque do Motor.

V.7. Noções Básicas sobre o uso da Potência e do Torque do Motor. V.7. Noções Básicas sobre o uso da Potência e do Torque do Motor. V.7.1. Torque Quando você faz força para desrosquear uma tampa de um vidro de conservas com a mão, se está aplicando torque. O torque é

Leia mais

TS-300BR. CAPACIDADE DO GUINDASTE 30.000 kg à 2,5 m

TS-300BR. CAPACIDADE DO GUINDASTE 30.000 kg à 2,5 m TADANO GUINDASTE HIDRÁULICO SOBRE RODAS CATÁLOGO DE ESPECIFICAÇÕES N TS-300BR TS-300BR DADOS GERAIS CAPACIDADE DO GUINDASTE 30.000 kg à 2,5 m LANÇA 4 seções, 9,8 m - 31,0 m DIMENSÕES GERAIS Comprimento

Leia mais

Operações Tapa Buracos Manual Prático

Operações Tapa Buracos Manual Prático 2ª edição - 2011 Operações Tapa Buracos Manual Prático Prefeitura de Belo Horizonte Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura SUDECAP Superintendência de Desenvolvimento da Capital 2011 SUDECAP Superintendência

Leia mais

PROGRAMA DE MANUTENÇÃO RODOVIÁRIA (CONSERVAÇÃO / RECUPERAÇÃO) PLANO DE TRABALHO E ORÇAMENTO (PATO)

PROGRAMA DE MANUTENÇÃO RODOVIÁRIA (CONSERVAÇÃO / RECUPERAÇÃO) PLANO DE TRABALHO E ORÇAMENTO (PATO) M I N I S T É R I O D O S T R A N S P O R T E S DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DO ESTADO DE DE MATO GROSSO UNIDADE LOCAL DE CÁCERES-MT PROGRAMA DE MANUTENÇÃO

Leia mais

Actros, o gigante em tecnologia, segurança e conforto, é referência para a nova linha de caminhões Mercedes-Benz

Actros, o gigante em tecnologia, segurança e conforto, é referência para a nova linha de caminhões Mercedes-Benz Actros Informação à Imprensa Actros, o gigante em tecnologia, segurança e conforto, é referência para a nova linha de caminhões Mercedes-Benz Data: 23 de outubro de 2011 Nova identidade visual das famílias

Leia mais

PAVIMENTAÇÃO. Vibro Acabadora VDA 400 VDA 421 Qualidade BOMAG MARINI Latin America

PAVIMENTAÇÃO. Vibro Acabadora VDA 400 VDA 421 Qualidade BOMAG MARINI Latin America PAVIMENTAÇÃO Vibro Acabadora VDA 400 VDA 421 Qualidade BOMAG MARINI Latin America 2 Vibro Acabadora VDA 400 / VDA 421 Dual concept: Máxima flexibilidade, maior rentabilidade Mesa extensível hidráulica:

Leia mais

T&R ECO-ENERGY. Soluções em Energia

T&R ECO-ENERGY. Soluções em Energia Soluções em Energia SOBRE A Atuamos na importação, distribuição e instalação do Kit Conversor de Diesel para Gás Natural. A empresa que nos fornece este produto, além de ser extremamente qualificada têm

Leia mais

Atlas Copco Compressores portáteis

Atlas Copco Compressores portáteis Atlas Copco Compressores portáteis A proteger o seu investimento. HardHat XA(T,H)S 37-97 32-89 l/s, (1,9-5,3 m 3 /min) 7-12 bar HardHat ideal para situações difíceis Em todo o mundo, as pessoas que trabalham

Leia mais

Prof. Daniel Hasse. Robótica Industrial

Prof. Daniel Hasse. Robótica Industrial Prof. Daniel Hasse Robótica Industrial Aula 02 - Robôs e seus Periféricos Tipos de Sistemas de Controle Volume de Trabalho Dinâmica e Precisão dos Movimentos Sistemas de Acionamentos Garras Tipos de Sistemas

Leia mais

MEMÓRIA DE CALCULO E ESP.TECNICAS

MEMÓRIA DE CALCULO E ESP.TECNICAS MEMÓRIA DE CALCULO E ESP.TECNICAS 1 - INTRODUÇÃO Tem este por finalidade orientar e especificar a execução dos serviços e empregos dos materiais que farão parte das obras de Pavimentação Asfáltica de 3.511,00m

Leia mais

CONCRETOS ESPECIAIS MCC2001 AULA 7 (parte 1)

CONCRETOS ESPECIAIS MCC2001 AULA 7 (parte 1) CONCRETOS ESPECIAIS MCC2001 AULA 7 (parte 1) Disciplina: Materiais de Construção II Professora: Dr. a Carmeane Effting 1 o semestre 2015 Centro de Ciências Tecnológicas Departamento de Engenharia Civil

Leia mais

CSR/Instruções de inspeção para Técnicos

CSR/Instruções de inspeção para Técnicos INSTRUÇÕES DE INSPEÇÃO Carregadeiras sobre rodas CSR/Instruções de inspeção para Técnicos Esta instrução é um recurso técnico informal. Para obter especificações e procedimentos corretos, refira-se sempre

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VERA CRUZ - RS

PREFEITURA MUNICIPAL DE VERA CRUZ - RS PREFEITURA MUNICIPAL DE VERA CRUZ - RS Vera Cruz,RS, 04 de Junho de 2014 ORÇAMENTO PARA PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA LOCAL: CIPRIANO - VERA CRUZ - RS ÁREA TOTAL: 4.320,00 m² TABELA SINAPI- DATA BASE - MAR/2014-24,06%

Leia mais

Prefeitura Municipal de Vera Cruz MEMORIAL DESCRITIVO

Prefeitura Municipal de Vera Cruz MEMORIAL DESCRITIVO Prefeitura Municipal de Vera Cruz MEMORIAL DESCRITIVO Obra: Infra-estrutura urbana Pavimentação Asfáltica, Micro-drenagem, e Rede água potável. Município: Vera Cruz/RS Local da obra: Rua Cipriano O presente

Leia mais

Outros Equipamentos. Outros Equipamentos 12.1. (Pol. ) Perfuradoras Perfuradora RB-208/3. Modelos. 12.2 Perfuradora RB-214/3 ½ - 8

Outros Equipamentos. Outros Equipamentos 12.1. (Pol. ) Perfuradoras Perfuradora RB-208/3. Modelos. 12.2 Perfuradora RB-214/3 ½ - 8 Outros Equipamentos Tipos Número de s Capacidade (Pol. ) Pág. Perfuradoras Perfuradora RB208/3 2 ½ 8 12.2 Perfuradora RB214/3 2 ½ 14 12.3 Perfuradora HC2W 2 ½ 3 12.4 Perfuradora RB3W 1 ½ 6 12.5 Brocas

Leia mais

Refrigeração de Transporte

Refrigeração de Transporte EQUIPAMENTOS PARA REFRIGERAÇÃO DE TRANSPORTE Refrigeração de Transporte TD-12 DESCRIÇÃO Equipamento frigorífico frontal vertical, acionado por motor diesel. Itens de série Escada de acesso ao equipamento.

Leia mais

TECNOLOGIA E INOVAÇÃO A SERVIÇO DO TRANSPORTE

TECNOLOGIA E INOVAÇÃO A SERVIÇO DO TRANSPORTE Jornal da Suspensys Sistemas Automotivos Ltda. Ano 4 Número 17 Outubro de 2011 ESPECIAL TECNOLOGIA E INOVAÇÃO A SERVIÇO DO TRANSPORTE Edição 2011 01 O futuro é a família de suspensões mo Suspensão Modular

Leia mais

Preparação de superfícies

Preparação de superfícies Preparação de superfícies Pistolas de alta pressão 6 7 Ergoblast, limpeza de corrimão 8 Comando via rádio, uniões giratórias 9 Jetmate 10 Jetboy 11 Aquablast 12 13 Aquablast PLUS 14 15 Aquablast Drive

Leia mais

TÍTULO: SIMULADOR DE SUSPENSÃO AUTOMOTIVA - SSA CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: ENGENHARIAS E TECNOLOGIAS SUBÁREA: ENGENHARIAS

TÍTULO: SIMULADOR DE SUSPENSÃO AUTOMOTIVA - SSA CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: ENGENHARIAS E TECNOLOGIAS SUBÁREA: ENGENHARIAS Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: SIMULADOR DE SUSPENSÃO AUTOMOTIVA - SSA CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: ENGENHARIAS E TECNOLOGIAS

Leia mais

Obras do Sistema de Esgotamento Sanitário Rondonópolis MT

Obras do Sistema de Esgotamento Sanitário Rondonópolis MT Obras do Sistema de Esgotamento Sanitário Rondonópolis MT Sistema Condominial de Esgotamento Sanitário Elmo Locatelli Ltda. PAC/BNDES BACIA C Jardim Esmeralda Vila Planalto Jardim Novo Horizonte BACIA

Leia mais

Simopeças Viaturas Limpeza Urbana, Lda

Simopeças Viaturas Limpeza Urbana, Lda Simopeças Viaturas Limpeza Urbana, Lda Viaturas Eléctricas MEGA E-Worker VANTA GE NS - Fiabilidade e Qualidade - Baixa manutenção - Sem emissões poluentes - Custos de operação MUITO reduzidos GAR ANTIA

Leia mais

Componentes Básicos. Tanque único. Modelo. * Opcional. Vazão 100L/min. 15W40. Linha: 80 PSI. Opcionais. Régua de Distribuição.

Componentes Básicos. Tanque único. Modelo. * Opcional. Vazão 100L/min. 15W40. Linha: 80 PSI. Opcionais. Régua de Distribuição. Componentes Básicos Configurações e Características Conceito inovador Suprimentos de óleos hidráulicos por impulsão à baixa pressão, que eliminam propulsoras pneumáticas, bombas e motores hidráulicos,etc.

Leia mais

CA 6 - Apropriar-se de conhecimentos da Física para, em situações problema, interpretar, avaliar ou planejar intervenções científico-tecnológicas.

CA 6 - Apropriar-se de conhecimentos da Física para, em situações problema, interpretar, avaliar ou planejar intervenções científico-tecnológicas. COMPETÊNCIAS E HABILIDADES CADERNO 9 PROF.: Célio Normando CA 6 - Apropriar-se de conhecimentos da Física para, em situações problema, interpretar, avaliar ou planejar intervenções científico-tecnológicas.

Leia mais

Mecanização do processo de limpeza de vagões na EFVM

Mecanização do processo de limpeza de vagões na EFVM Mecanização do processo de limpeza de vagões na EFVM Brás Senra de Oliveira ¹ ¹ Vale SA, Engenharia Ferroviária, Av. Dante Michelini 5500, 29.090-900, Vitória, Espírito Santo e-mail: bras.oliveira@vale.com

Leia mais

Manual do Usuário Bicicleta elétrica VERDE BIKE

Manual do Usuário Bicicleta elétrica VERDE BIKE Manual do Usuário Bicicleta elétrica VERDE BIKE Modelo JACARANDA VBX14 Os Direitos autorais pertencem a VB IMPORTAÇAO LTDA proibindo a reprodução sem previa autorização Obrigado por escolher a VERDE BIKE.

Leia mais

Aula 17 Projetos de Melhorias

Aula 17 Projetos de Melhorias Projetos de Melhorias de Equipamentos e Instalações: A competitividade crescente dos últimos anos do desenvolvimento industrial foi marcada pela grande evolução dos processos produtivos das indústrias.

Leia mais

Plaina Frontal VALTRA VL. 60-190 cv. sua máquina. *FOTO MERAMENTE ILUSTRATIVA.

Plaina Frontal VALTRA VL. 60-190 cv. sua máquina. *FOTO MERAMENTE ILUSTRATIVA. Plaina Frontal VALTRA VL 60-190 cv *FOTO MERAMENTE ILUSTRATIVA. sua máquina. de trabalho. TECNOLOGIA E EFICIÊNCIA NA MOVIMENTAÇÃO DE CARGAS Menor concentração de massa (peso) na parte frontal gera menor

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO Pavimentação Asfáltica

MEMORIAL DESCRITIVO Pavimentação Asfáltica PREFEITURA MUNICIPAL DE GALVÃO ESTADO DE SANTA CATARINA MEMORIAL DESCRITIVO Pavimentação Asfáltica Rua Manoel Lustosa Martins Julho 2015 MEMORIAL DESCRITIVO Obra: Execução de pavimentação asfáltica sobre

Leia mais

O novo Arocs Loader. O novo Arocs Grounder.

O novo Arocs Loader. O novo Arocs Grounder. O novo Arocs Loader. O novo Arocs Grounder. * Forças extremas para esforços extremos. O Arocs Loader e o Arocs Grounder. Para uma carga útil especialmente elevada ou para esforços extremos. Com o Arocs

Leia mais

Caixa-Bomba: O Coração do Prosolo. Funções. Engate Fácil Automático** Auto Carregamento. Tipos de Montagens. Gráfico de desempenho.

Caixa-Bomba: O Coração do Prosolo. Funções. Engate Fácil Automático** Auto Carregamento. Tipos de Montagens. Gráfico de desempenho. aixa-omba: O oração do Prosolo onfiável. omba d água com transmissão direta e engrenada, acionada pelo câmbio do veículo (caixa-bomba), sem correias, correntes, motores ou sistemas hidráulicos. Desempenho

Leia mais

PROJETO BÁSICO DE ENGENHARIA

PROJETO BÁSICO DE ENGENHARIA ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE FONTOURA XAVIER SECRETARIA DO PLANEJAMENTO LOCAL: AVENIDA 25 DE ABRIL ASSUNTO: PROJETO DE CAPEAMENTO ASFÁLTICO ÁREA TOTAL: 4.935,75 m² PROJETO BÁSICO

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO PARA OBRAS DE DRENAGEM PAVIMENTAÇÃO, OBRAS E SINALIZAÇÃO

MEMORIAL DESCRITIVO PARA OBRAS DE DRENAGEM PAVIMENTAÇÃO, OBRAS E SINALIZAÇÃO MEMORIAL DESCRITIVO PARA OBRAS DE DRENAGEM PAVIMENTAÇÃO, OBRAS E SINALIZAÇÃO GENERALIDADES: O presente memorial tem por objetivo descrever os procedimentos que serão utilizados para a pavimentação asfáltica

Leia mais

Endereço: Praça Presidente Vargas, 25 CEP: 38610-000 Unaí MG

Endereço: Praça Presidente Vargas, 25 CEP: 38610-000 Unaí MG Estudo da viabilidade da Transferência para o SAAE do Sistema de Limpeza Urbana da Cidade de Unaí-MG Sérgio Bomfim Pereira Cargo: Diretor do Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Unaí - SAAE Engenheiro

Leia mais

2. ORIENTAÇÕES DE SEGURANÇA

2. ORIENTAÇÕES DE SEGURANÇA MANUAL DE INSTRUÇÕES COMPRESSOR DE AR ÍNDICE 1. PREPARAÇÃO 2. ORIENTAÇÕES DE SEGURANÇA 3. PRECAUÇÕES 4. DESCRIÇÃO BREVE 5. VISÃO GERAL E COMPONENTES PRINCIPAIS 6. PRINCIPAIS PARÂMETROS TÉCNICOS 7. VISÃO

Leia mais

ALB200 ALB250 BALANCEADORA DE RODAS BALANCEADORA DE RODAS MOTORIZADA SISTEMA COLUNA BALANCEADORA DE RODAS MOTORIZADA SISTEMA COLUNA.

ALB200 ALB250 BALANCEADORA DE RODAS BALANCEADORA DE RODAS MOTORIZADA SISTEMA COLUNA BALANCEADORA DE RODAS MOTORIZADA SISTEMA COLUNA. BALANCEADORA DE RODAS ALB250 BALANCEADORA DE RODAS MOTORIZADA SISTEMA COLUNA Equipamento de balanceamento computadorizado com leitura digital para captação do desequilibrio de peso do conjunto pneu/roda.

Leia mais

COMPOSIÇÃO DE CUSTOS PARA OBRAS RODOVIÁRIAS

COMPOSIÇÃO DE CUSTOS PARA OBRAS RODOVIÁRIAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE TRANSPORTES COMPOSIÇÃO DE CUSTOS PARA OBRAS RODOVIÁRIAS CURSO: ENGENHARIA CIVIL DISCIPLINA: TT-401 - TRANSPORTES A PROFESSORES: Djalma

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DE PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA C.B.U.Q.

MEMORIAL DESCRITIVO DE PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA C.B.U.Q. MEMORIAL DESCRITIVO DE PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA C.B.U.Q. Inter.: PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE CATANDUVA. 1. PESQUISA: Os logradouros contemplados com a pavimentação asfáltica deverão ser objeto de análise

Leia mais

CENTRO NACIONAL DE REFERÊNCIA EM BIOMASSA

CENTRO NACIONAL DE REFERÊNCIA EM BIOMASSA CENTRO NACIONAL DE REFERÊNCIA EM BIOMASSA 1º Seminário sobre a Utilização de Energias Renováveis veis para Eletrificação Rural do Norte e Nordeste do Brasil. Geração de energia elétrica com motores à diesel

Leia mais

UTILIZAÇÃO GEOTÊXTIL BIDIM COMO CAMADA ANTI-REFLEXÃO DE TRINCAS NO RECAPEAMENTO DA RODOVIA BR-040 NOVA LIMA MG

UTILIZAÇÃO GEOTÊXTIL BIDIM COMO CAMADA ANTI-REFLEXÃO DE TRINCAS NO RECAPEAMENTO DA RODOVIA BR-040 NOVA LIMA MG UTILIZAÇÃO GEOTÊXTIL BIDIM COMO CAMADA ANTI-REFLEXÃO DE TRINCAS NO RECAPEAMENTO DA RODOVIA BR-040 NOVA LIMA MG Autor: Departamento Técnico - Atividade Bidim Distribuidor: Bimig Comércio e Representação

Leia mais

COMPOSIÇÃO DE CUSTOS PARA OBRAS RODOVIÁRIAS

COMPOSIÇÃO DE CUSTOS PARA OBRAS RODOVIÁRIAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE TRANSPORTES COMPOSIÇÃO DE CUSTOS PARA OBRAS RODOVIÁRIAS CURSO: ENGENHARIA CIVIL DISCIPLINA: TT-048 INFRAESTRUTURA VIÁRIA PROFESSORES:

Leia mais

Tecnologia em Equipamentos para Jateamento

Tecnologia em Equipamentos para Jateamento Tecnologia em Equipamentos para Jateamento A linha de produtos PRESSENGE, com tecnologia ROTOJATO, a mais extensa oferecida no mercado brasileiro, abrange desde máquinas standard para aplicações genéricas

Leia mais

PROGRAMA DE MANUTENÇÃO RODOVIÁRIA (CONSERVAÇÃO / RECUPERAÇÃO) PLANO DE TRABALHO E ORÇAMENTO (PATO)

PROGRAMA DE MANUTENÇÃO RODOVIÁRIA (CONSERVAÇÃO / RECUPERAÇÃO) PLANO DE TRABALHO E ORÇAMENTO (PATO) M I N I S T É R I O D O S T R A N S P O R T E S DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DO ESTADO DE MATO GROSSO UNIDADE LOCAL DE CÁCERES-MT PROGRAMA DE MANUTENÇÃO

Leia mais

Sumário Serra Fita FAM

Sumário Serra Fita FAM Sumário Serra Fita FAM 1 Componentes... 1 Painel de controle... 1 Sensores de segurança... 2 Especificações... 2 Instalação... 3 Condições Gerais do Local... 3 Rede Elétrica... 3 Instalação da Tomada...

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. Obra: Recapagem Asfáltica contrato 1018.097-09 - 2014. Responsável Técnico: Eng. Luciano Bernardon

MEMORIAL DESCRITIVO. Obra: Recapagem Asfáltica contrato 1018.097-09 - 2014. Responsável Técnico: Eng. Luciano Bernardon MEMORIAL DESCRITIVO Obra: Recapagem Asfáltica contrato 1018.097-09 - 2014 Município: ESTAÇÃO/RS Responsável Técnico: Eng. Luciano Bernardon INTRODUÇÃO Tem este Memorial Descritivo por finalidade orientar

Leia mais

NOSSA MISSÃO, NESTE DIA, É TENTAR MOSTRAR AOS SENHORES, QUE A CO LHEDORA SANTAL TANDEM SII, NÃO É O CORTE DE MUDAS, MAS TAMBÉM É

NOSSA MISSÃO, NESTE DIA, É TENTAR MOSTRAR AOS SENHORES, QUE A CO LHEDORA SANTAL TANDEM SII, NÃO É O CORTE DE MUDAS, MAS TAMBÉM É ALTO RENDIMENTO DE COLHEITA MECANIZADA COM BAIXO CONSUMO DE COMBUSTÍVEL. NOSSA MISSÃO, NESTE DIA, É TENTAR MOSTRAR AOS SENHORES, QUE A CO LHEDORA SANTAL TANDEM SII, NÃO É SOMENTE A MELHOR MÁQUINA PARA

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ALEGRE ES CNPJ 27.174.101/0001-35 - RELATÓRIO -

PREFEITURA MUNICIPAL DE ALEGRE ES CNPJ 27.174.101/0001-35 - RELATÓRIO - 1 - RELATÓRIO - Modalidade de Licitação: Pregão Presencial para Registro de Preço 016/2013 Processo n : 3091/2012 de 14/06/2012 (Convênio FUNASA nº 0611/2011) Objeto: Materiais Para Execução de Sistema

Leia mais

Há mais de 10 anos, a OMNI CS faz um trabalho diferenciado no campo da mineração e tratamento mineral.

Há mais de 10 anos, a OMNI CS faz um trabalho diferenciado no campo da mineração e tratamento mineral. 2 A Empresa Há mais de 10 anos, a OMNI CS faz um trabalho diferenciado no campo da mineração e tratamento mineral. Isso mostra porque, hoje é uma referência no mercado nacional, com clientes em vários

Leia mais

MILLS, UMA HISTÓRIA ENTRELAÇADA AO DESENVOLVIMENTO DO BRASIL.

MILLS, UMA HISTÓRIA ENTRELAÇADA AO DESENVOLVIMENTO DO BRASIL. MILLS, UMA HISTÓRIA ENTRELAÇADA AO DESENVOLVIMENTO DO BRASIL. CONSTRUÇÃO SERVIÇOS INDUSTRIAIS JAHU RENTAL Fundada em 1952, a Mills tornou-se líder na prestação de serviços e soluções de engenharia nas

Leia mais

ANEXO 1 Diagnóstico Técnico Operacional de Limpeza Urbana Levantamento de Informações

ANEXO 1 Diagnóstico Técnico Operacional de Limpeza Urbana Levantamento de Informações ANEXO 1 Diagnóstico Técnico Operacional de Limpeza Urbana Levantamento de Informações Projeto: Responsável (is) pelo levantamento: 1. Informações Gerais 1.1 Município: Data: / / População total: População

Leia mais

ENG 337 MECÂNICA E MECANIZAÇÃO FLORESTAL

ENG 337 MECÂNICA E MECANIZAÇÃO FLORESTAL COLHEITA FLORESTAL ENG 337 MECÂNICA E MECANIZAÇÃO FLORESTAL Prof. Haroldo C. Fernandes DEA/UFV O caminho para o atendimento das necessidades crescentes por produtos florestais se dá por meio de uma produção

Leia mais

Dados técnicos Guindaste sobre esteiras HS 895 HD

Dados técnicos Guindaste sobre esteiras HS 895 HD Dados técnicos Guindaste sobre esteiras HS 895 HD Dimensões Máquina básica com carro inferior R 9760 3650 10000 5480 3675 2445 1810 3950 1610 1700 7945 9360 3975 1720 R 6360 1100 6800 620 17380 Peso operacional

Leia mais

Jipe JEG Um Militar a Paisana

Jipe JEG Um Militar a Paisana Jipe JEG Um Militar a Paisana Paulo Sérgio Coimbra da Silva, Arquiteto e Estudioso sobre a Evolução da Indústria Automobilística Brasileira. bleitura@acessa.com.br Aproveitando a idéia do projeto de um

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. DESUMIDIFICADOR Modelo: KDP 250

MANUAL DO USUÁRIO. DESUMIDIFICADOR Modelo: KDP 250 MANUAL DO USUÁRIO DESUMIDIFICADOR Modelo: KDP 250 INTRODUÇÃO Parabéns por adquirir o Desumidificador Air Life KOMECO, desenvolvido para oferecer maior conforto e bem-estar com muito mais economia de energia.

Leia mais

Linha de Pavimentadoras SD Dynapac

Linha de Pavimentadoras SD Dynapac Linha de Pavimentadoras SD Dynapac Dynapac SD2500C / SD2500CS - Esteiras Dynapac SD2500W / SD2500WS - Rodas Nova linha de pavimentadoras D inovação e alta performance a se necessidades de sua obra. IMPACTO

Leia mais