A ILMO. PREGOEIRO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DA BAHIA

Save this PDF as:
Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A ILMO. PREGOEIRO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DA BAHIA"

Transcrição

1 A ILMO. PREGOEIRO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DA BAHIA REF:PREGÃO ELETRONICO Nº PE 57/2015 Itens 01e 02. FRAGCENTER COMERCIO E SERVIÇOS LTDA-ME, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o nº / , com sede na Rua Clélia, nº sala 15 - Lapa/SP, vem, respeitosamente perante esse Ilustre Pregoeiro, com fulcro no art. 41, 2 o da Lei 8.666/93 e art. 18 do Decreto nº 5.450/2005, IMPUGNAR o edital supra referido, pelos fatos e fundamentos a seguir expostos. I DA INADEQUADA ACEITAÇÃO DO TEMPO DE FUNCIONAMENTO CONTÍNUO : 20 MINUTOS DE USO CONTÍNUO. Em análise do edital, constatamos a exigência do tempo de funcionamento contínuo: 20minutos de uso contínuo. Para as especificações exigidas no edital, uma fragmentadora cujo tempo de funcionamento é de apenas de 20 minutos não é compatível resultando em manutenções constantes, além de oferecer riscos ao operador e ambiente de trabalho, explicaremos. Quando a fragmentadora para de funcionar para resfriar o motor, significa que a máquina irá funcionar SEMPRE em regime de sobrecarga e para proteger seu motor irá pausar para resfriá-lo.

2 A máquina que desliga o motor durante o uso para resfriar o motor, significa dizer que sua temperatura está no LIMITE, isso além de desgastar todo o sistema de funcionamento da fragmentadora, tornando sua vida útil muito menor. Máquinas que param de funcionar para resfriar o motor, possuem motores que são equipados com sensor de calor (térmico) que desliga o motor quando o mesmo chega a uma elevada temperatura. Isso fará com que quando o motor da fragmentadora esquentar o sensor desligue o motor e a mesma permaneça sem conseguir funcionar até que o motor resfrie. Ocorre que este sensor térmico pode falhar e não ativar, que é algo comum nesse tipo de sensor, e neste caso a máquina continuará funcionando e aumentando a temperatura do motor. Um motor sobrecarregado pode atingir uma temperatura tão elevada a ponto de derreter a proteção de seus fios e cabos de eletricidade, provocando curto-circuito, cheiro forte de queimado, queima e danificação da placa eletrônica, e do motor, ou explosão da máquina, podendo gerar até incêndio no ambiente. A partir do momento em que o motor não é controlado pelo sensor ele está sujeito a continuar funcionando mesmo em sobrecarga, já que é fabricado para funcionar continuamente sem superaquecimento. Para evitar que a fragmentadora trabalhe em regime de sobrecarga, é fundamental que ela seja projetada para funcionamento contínuo, com motor adequado para a tarefa que a máquina deverá realizar. Vejamos o que diz o Parecer do Sr. Luiz Carlos Fernandes Pereira (Assessor Empresarial da Diretoria de Apoio aos Negócios e Operações), ratificado pelo Senhor Pregoeiro Sérgio Tavares Carneiro do Banco do Brasil S.A em resposta ao pedido de esclarecimento efetuado pela empresa, VVR DO BRASIL

3 INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA em data de 14 de Julho de 2014, sobre o regime de funcionamento contínuo das fragmentadoras. TEMPO DE FUNCIONAMENTO CONTÍNUO. Os motores elétricos do equipamento devem ser dimensionados para trabalhar em funcionamento contínuo sem parada para resfriamento causada por superaquecimento do motor. Tal requisito fora definido com base na experiência da instituição oriunda do manuseio deste tipo de equipamento e em função das atuais necessidades do Banco. O equipamento será utilizado em áreas diversas do Banco, com rotinas de trabalho completamente diferentes umas das outras. Tal requisito proporciona maior eficiência e economia de mão de obra dos usuários. Constitui uma vantagem expressiva de economia em médio prazo, pois otimiza o tempo gasto pelo usuário na fragmentação de papeis e documentos, permitindo que os mesmo retornem mais rápido aos seus postos de trabalho. Em rápida pesquisa de mercado verificamos a existência de ampla variedade de produtos que atendem ao parâmetro exigido, portando não se sustenta a argumentação de restritividade. Portanto, para melhor durabilidade das fragmentadoras, proteção a integridade física do operador e do ambiente, recomendamos que seja retificado o edital para exigência de fragmentadora com funcionamento contínuo sem paradas para resfriamento do motor de pelo menos 02 horas. II EDITAL NÃO MENCIONA O TIPO DE MATERIAL QUE AS ENGRENAGENS E PENTES RASPADORES DEVERÃO SER FEITOS Das engrenagens metálicas

4 Em análise do edital, identificou-se que não foi mencionado o tipo de material deverão compor as engrenagens das fragmentadoras, com isso, é certo que este órgão poderá receber fragmentadoras com engrenagens plásticas, o que as deixa com um custo menor, mas tende a se desgastar e quebrar em pouco tempo de uso. Neste caso, sendo as engrenagens de plástico, diante de quaisquer travamentos bruscos, o que sempre acontece com a inserção de mais folhas que a capacidade máxima do equipamento, inevitavelmente elas serão as primeiras peças a serem danificadas. Assim, é imprescindível que as fragmentadoras possuam todas as engrenagens de metal, isso fará com que se realize uma licitação eficiente e vantajosa com a aquisição de um equipamento duradouro e que atenda efetivamente as necessidades desse órgão. Importante lembrar que todas as empresas que comercializam fragmentadoras projetadas para escritórios, tanto possuem engrenagens plásticas ou de metal, ressaltando que essas características não direcionam a uma determinada marca ou fabricante, podendo perfeitamente constar do edital sem restringir o rol de licitantes. Na correria do dia a dia, pela falta de tempo e paciência, normalmente os usuários não contam os papéis para inserção, na prática, é juntado um bloco de papéis, na maioria das vezes, acima da capacidade máxima do equipamento e, quando inserido na fragmentadora, ocasiona um travamento brusco e, sendo as engrenagens de plástico, esses travamentos ocasionarão o seu desgaste muito rapidamente, resultando em frequentes manutenções e custos desnecessários com peças para reposição.

5 Assim, caso o ato convocatório permaneça omisso quanto a exigência dessa característica, certamente receberá equipamento com engrenagens plásticas, porque são bem mais baratas. Além dessas informações, ressalta-se que também existem fragmentadoras com engrenagens mistas no mesmo equipamento, ou seja, engrenagens de plástico e de metal, conforme ilustrações abaixo, senão vejamos: Todas as Engrenagens Plásticas Todas as Engrenagens Metálicas Conforme visto, é imprescindível à retificação do edital exigindo que todas as engrenagens sejam de metais, é o que desde já se requer! Pentes raspadores metálicos O edital também não mencionou nada a respeito do tipo de material que deverão compor os pentes da fragmentadora. Assim, caso não seja mencionado nada acerca disso, certamente este órgão receberá ofertas de

6 equipamentos muito mais baratos em razão do material composto (plástico), o que ocasionará frequentes manutenções pela fragilidade do equipamento. Quando esses pentes são de plásticos, eles se desgastam facilmente com a ação contínua dos papéis e principalmente dos metais como grampos e clipes, fazendo com que os mesmos se desgastem e quebrem frequentemente. Por isso da importância que as fragmentadoras licitadas tenham pentes raspadores metálicos, pois resistem à ação do papel que é um material cortante, bem como dos grampos e clipes, evitando, assim, manutenções indesejadas e frequentes, veja a diferença entre eles nas figuras abaixo: Pentes raspadores Plásticos. Pentes raspadores Metálicos. Posto isso, para o atendimento da eficiência do presente procedimento licitatório, faz-se necessária à exigência de fragmentadoras que tenham todas as engrenagens metálicas, com vistas à aquisição de um equipamento de qualidade e duradouro. III- DO PEDIDO

7 Por todo o exposto, a FRAGCENTER, ciente da seriedade desse órgão, bem como desse ilustre Pregoeiro, requer seja o presente pedido JULGADO PROCEDENTE, esperando que as irregularidades ora apontadas sejam devidamente apuradas e corrigidas, sob pena de restar frustrado todo o procedimento licitatório realizado. Nestes termos, Pede deferimento. São Paulo-SP, 09 de Junho de 2015.

AO ILMO. PREGOEIRO DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE SANTA CATARINA REF: PREGÃO ELETRONICO Nº PE 112 / 2014 ITEM 01 FRAGMENTADORAS DE PAPEL.

AO ILMO. PREGOEIRO DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE SANTA CATARINA REF: PREGÃO ELETRONICO Nº PE 112 / 2014 ITEM 01 FRAGMENTADORAS DE PAPEL. AO ILMO. PREGOEIRO DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE SANTA CATARINA REF: PREGÃO ELETRONICO Nº PE 112 / 2014 ITEM 01 FRAGMENTADORAS DE PAPEL. CASA DAS FRAGMENTADORAS COMÉRCIO DE MÁQUINAS EIRELI-ME, pessoa

Leia mais

FRAGMENTADORA DE PAPEL Item 13

FRAGMENTADORA DE PAPEL Item 13 Assunto: Impugnação ao Pregão eletrônico 710/2014 Item 13 Fragmentadora de Papel De: Juridico [+] [x] Data: 08/12/2014 14:50:57 Destinatário:

Leia mais

II - EDITAL NÃO MENCIONA O TIPO DE MATERIAL QUE AS ENGRENAGENS E PENTES RASPADORES DEVERÃO SER FEITOS

II - EDITAL NÃO MENCIONA O TIPO DE MATERIAL QUE AS ENGRENAGENS E PENTES RASPADORES DEVERÃO SER FEITOS AO ILMO. SR. PREGOEIRO DA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇAÕ DA SECRETARIA GERAL DA PRESIDENCIA DA REPUBLICA PREGÃO PRESENCIAL Nº PE 129/2014 ITEM 01 FRAGMENTADORAS DE PAPEL. CASA DAS FRAGMENTADORAS COMÉRCIO

Leia mais

AO ILMO. PREGOEIRO DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE SANTA CATARINA. REF: PREGÃO ELETRONICO Nº PE 67 / 2014 ITEM 1 FRAGMENTADORAS DE

AO ILMO. PREGOEIRO DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE SANTA CATARINA. REF: PREGÃO ELETRONICO Nº PE 67 / 2014 ITEM 1 FRAGMENTADORAS DE AO ILMO. PREGOEIRO DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE SANTA CATARINA. PAPEL. REF: PREGÃO ELETRONICO Nº PE 67 / 2014 ITEM 1 FRAGMENTADORAS DE CASA DAS FRAGMENTADORAS COMÉRCIO DE MÁQUINAS EIRELI- ME, pessoa

Leia mais

À Prefeitura Municipal de Rio Verde GO Agência Municipal de Mobilidade e Trânsito - AMT Comissão Permanente de Licitações

À Prefeitura Municipal de Rio Verde GO Agência Municipal de Mobilidade e Trânsito - AMT Comissão Permanente de Licitações À Prefeitura Municipal de Rio Verde GO Agência Municipal de Mobilidade e Trânsito - AMT Comissão Permanente de Licitações Ref.: Impugnação ao Edital Pregão Presencial n.º 08/2016 A EMPRESA CUBO COMÉRCIO

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO, OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO SOPRADORES TIPO ROOTS DOSITEC SÉRIE Cutes - CR

MANUAL DE INSTALAÇÃO, OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO SOPRADORES TIPO ROOTS DOSITEC SÉRIE Cutes - CR MANUAL DE INSTALAÇÃO, OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO SOPRADORES TIPO ROOTS DOSITEC SÉRIE Cutes - CR Parabéns por adquirir sopradores roots Dositec, série Cutes - CR, os quais são o resultado de avançado projeto

Leia mais

A Contratada deverá recuperar os serviços e/ou circuitos contratados em um prazo máximo de até 04 (quatro) horas.

A Contratada deverá recuperar os serviços e/ou circuitos contratados em um prazo máximo de até 04 (quatro) horas. Brasília, 17 de Outubro de 2014 À ABGF Ilmo. Sr. Pregoeiro da ABGF Referência: PREGÃO ELETRÔNICO Nº 004/2014 QUESTIONAMENTO 1 DÚVIDAS RELACIONADAS COMERCIAIS AOS ITENS TÉCNICO- O ITEM 4.1.3.22 DO TERMO

Leia mais

ILMO. SR. SUPERINTENDENTE DE SERVIÇOS DE TRANSPORTE DE PASSAGEIROS DA AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES TERRESTRES ANTT.

ILMO. SR. SUPERINTENDENTE DE SERVIÇOS DE TRANSPORTE DE PASSAGEIROS DA AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES TERRESTRES ANTT. ILMO. SR. SUPERINTENDENTE DE SERVIÇOS DE TRANSPORTE DE PASSAGEIROS DA AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES TERRESTRES ANTT. FRESP Federação das Empresas de Transportes de Passageiros por Fretamento do Estado

Leia mais

2. A recorrente pede vênia para ressaltar que a exigência dos itens 3.2.1, afrontam contra o caráter competitivo da licitação.

2. A recorrente pede vênia para ressaltar que a exigência dos itens 3.2.1, afrontam contra o caráter competitivo da licitação. AO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA EXECUTIVA SUBSECRETARIA DE ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS PREGÃO ELETRÔNICO N. 11/2007 PROCESSO Nº. 23000.000318/2007-71 A/C: PREGOEIRO SR. SEVERINO BATISTA DE ALMEIDA JR.

Leia mais

IMPUGNAÇÃO AO EDITAL. Pregão Eletrônico n. 04/2013 Ministério dos Tran sportes.

IMPUGNAÇÃO AO EDITAL. Pregão Eletrônico n. 04/2013 Ministério dos Tran sportes. IMPUGNAÇÃO AO EDITAL Pregão Eletrônico n. 04/2013 Ministério dos Tran sportes. Impugnante: VIVO S/A A (o) Sr. (a) Pregoeiro do Ministério dos Transportes, VIVO S. A., sociedade anônima inscrita no CNPJ

Leia mais

PRINCIPAIS DEFICIÊNCIAS EM CIRCUITOS HIDRÁULICOS QUE OCASIONAM FALHAS EM BOMBAS HIDRÁULICAS

PRINCIPAIS DEFICIÊNCIAS EM CIRCUITOS HIDRÁULICOS QUE OCASIONAM FALHAS EM BOMBAS HIDRÁULICAS INFORMATIVO TÉCNICO N 019/09 INFORMATIVO TÉCNICO PRINCIPAIS DEFICIÊNCIAS EM CIRCUITOS HIDRÁULICOS QUE OCASIONAM FALHAS EM BOMBAS HIDRÁULICAS 1/21 INFORMATIVO TÉCNICO N 019/09 O PRINCIPAL COMPONENTE DE

Leia mais

PASSO 8 IMPLANTANDO OS CONTROLES

PASSO 8 IMPLANTANDO OS CONTROLES PASSO 8 IMPLANTANDO OS CONTROLES Ter o controle da situação é dominar ou ter o poder sobre o que está acontecendo. WWW.SIGNIFICADOS.COM.BR Controle é uma das funções que compõem o processo administrativo.

Leia mais

RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO. Ementa. Das alegações da Impugnante.

RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO. Ementa. Das alegações da Impugnante. RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO Processo: Pregão Presencial n.º 132/2015 Objeto: contratação de empresa especializada para prestação de serviços de preparação, conferência, digitalização e indexação de processos,

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina Fl. Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina PREGÃO N. 084/2013 PROTOCOLO N. 57.873/2013 A empresa JOSUÉ FARIAS DAL DEGAN EPP apresentou impugnação ao edital do Pregão n. 084/2013 cujo objeto consiste

Leia mais

CAPITAL DE GIRO: ESSÊNCIA DA VIDA EMPRESARIAL

CAPITAL DE GIRO: ESSÊNCIA DA VIDA EMPRESARIAL CAPITAL DE GIRO: ESSÊNCIA DA VIDA EMPRESARIAL Renara Tavares da Silva* RESUMO: Trata-se de maneira ampla da vitalidade da empresa fazer referência ao Capital de Giro, pois é através deste que a mesma pode

Leia mais

DO BRASIL REPÚBLICA FEDERATIVA CONSELHO REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO

DO BRASIL REPÚBLICA FEDERATIVA CONSELHO REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO ILUSTRÍSSIMO SENHOR(A) REPRESENTANTE LEGAL DA EMPRESA TNL PCS Processo de Licitação nº 142/2012 Pregão Eletrônico nº 018/2012 O CONSELHO REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO CRA-ES, entidade de direito público interno,

Leia mais

TUXON SOLUÇÕES EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO LTDA ME

TUXON SOLUÇÕES EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO LTDA ME ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO MARCOS RODRIGO LIMA DO NASCIMENTO GOMES DO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 04/2015 DO MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 04/2014 TUXON SOLUÇÕES EM TECNOLOGIA

Leia mais

definidos pelo edital, por meio de especificações usuais no mercado.", conforme

definidos pelo edital, por meio de especificações usuais no mercado., conforme PROCESSO: 059229/2015 INTERESSADO: Divisão de Informática ASSUNTO: Pregão Presencial nº 008/2015 ANULAÇÃO DO PREGÃO PRESENCIAL Nº 008/2015 JUSTIFICATIVA A Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão,

Leia mais

Procedimento de Manutenção Preventiva Elétrica

Procedimento de Manutenção Preventiva Elétrica GOM - GERÊNCIA DE APOIO À OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO Procedimento de Manutenção Preventiva Elétrica Edição Data Alterações em relação a edição anterior 1ª 26/06/14 Edição inicial Objetivo A Gerência de Apoio

Leia mais

Top Guia In.Fra: Perguntas para fazer ao seu fornecedor de CFTV

Top Guia In.Fra: Perguntas para fazer ao seu fornecedor de CFTV Top Guia In.Fra: Perguntas para fazer ao seu fornecedor de CFTV 1ª Edição (v1.4) 1 Um projeto de segurança bem feito Até pouco tempo atrás o mercado de CFTV era dividido entre fabricantes de alto custo

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE DIREITOS HUMANOS SECRETARIA DE GESTÃO DA POLITICA DE DIREITOS HUMANOS

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE DIREITOS HUMANOS SECRETARIA DE GESTÃO DA POLITICA DE DIREITOS HUMANOS PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE DIREITOS HUMANOS SECRETARIA DE GESTÃO DA POLITICA DE DIREITOS HUMANOS ESCLARECIMENTOS REFERENTES AO PREGÃO SRP Nº 17/2013 Pergunta 01. 1.2.27. Isolamento termo-acústico

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Controladoria-Geral da União Ouvidoria-Geral da União P A R E C E R. Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos ECT

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Controladoria-Geral da União Ouvidoria-Geral da União P A R E C E R. Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos ECT P A R E C E R Referência: 99923.000712/2013-15 Assunto: Recurso interposto por cidadão à CGU contra decisão denegatória de acesso à informação, com fundamento no art. 23 do Decreto n o 7.724, de 16 de

Leia mais

ILUSTRÍSSIMO SENHOR ELMO VAZ BASTOS DE MATOS, PRESIDENTE DA COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO DOS VALES DO SÃO FRANCISCO E DO PARNAÍBA CODEVASF.

ILUSTRÍSSIMO SENHOR ELMO VAZ BASTOS DE MATOS, PRESIDENTE DA COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO DOS VALES DO SÃO FRANCISCO E DO PARNAÍBA CODEVASF. ILUSTRÍSSIMO SENHOR ELMO VAZ BASTOS DE MATOS, PRESIDENTE DA COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO DOS VALES DO SÃO FRANCISCO E DO PARNAÍBA CODEVASF. PROCESSO Nº 59500.000938/2014-45 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 27/2014

Leia mais

1. Do impedimento quanto aos critérios de Qualificação Econômico-Financeira:

1. Do impedimento quanto aos critérios de Qualificação Econômico-Financeira: ILMO. SR. EDUARDO ABI-NADER SIMÃO GERENTE DE LICITAÇÕES E CONTRATOS, RESPONSÁVEL DA COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DO RJ. REF.: PREGÃO ELETRÔNICO Nº 03/2015 EMPRESA BRASILEIRA DE TECNOLOGIA E ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

Vejamos um exemplo: O órgão público deve observar que ao mencionar por exemplo: nível de ruído máximo de 60 db.

Vejamos um exemplo: O órgão público deve observar que ao mencionar por exemplo: nível de ruído máximo de 60 db. A PROCURADORIA DA REPÚBLICA EM RONDÔNIA PREGÃO 16/2013 UASG: 200046 OBJETO DE AQUISIÇÃO: FRAGMENTADORA DE PAPEL ITEM 16 US PRICE COMÉRCIO DE MÁQUINAS E SERVIÇOS LTDA., empresa privada, com sede na Rua

Leia mais

MECÂNICA PREVENTIVA E CORRETIVA EM VEÍCULOS PESADOS

MECÂNICA PREVENTIVA E CORRETIVA EM VEÍCULOS PESADOS Seleção Competitiva Interna 2013 MECÂNICA PREVENTIVA E CORRETIVA EM VEÍCULOS PESADOS Fabrício De Souza Alves MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA DE VEÍCULOS PESADOS. O que é manutenção preventiva? Trata-se

Leia mais

ptonto. EXCELENTíSSIMO(A) SENHOR(A) PREGOEIRO(A) DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DO TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO.

ptonto. EXCELENTíSSIMO(A) SENHOR(A) PREGOEIRO(A) DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DO TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO. EXCELENTíSSIMO(A) SENHOR(A) PREGOEIRO(A) DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DO TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO. Referências: Pregão Eletrônico no74/2014 FRANCISCA MARQUES DE LIMA - EIRELI - ME, pessoa jurídica de direito

Leia mais

TEC OLOGIA JOH DEERE: MAIOR PRODUTIVIDADE COM ME OR CUSTO DE MA UTE ÇÃO. nº 1

TEC OLOGIA JOH DEERE: MAIOR PRODUTIVIDADE COM ME OR CUSTO DE MA UTE ÇÃO. nº 1 TEC OLOGIA JOH DEERE: MAIOR PRODUTIVIDADE COM ME OR CUSTO DE MA UTE ÇÃO nº 1 Treviso x John Deere Uma parceria de futuro Bom Dia! A Treviso, é um grupo composto por 10 concessionárias que representam a

Leia mais

Interessante que o próprio Projeto Básico informa em seus subitens 6.1.1 e 6.1.2 a estrutura necessária para a prestação dos serviços.

Interessante que o próprio Projeto Básico informa em seus subitens 6.1.1 e 6.1.2 a estrutura necessária para a prestação dos serviços. ILUSTRÍSSIMO SR. DIRETOR RENATO DEPONTI DA EMPRESA GESTORA DE ATIVOS EMGEA, SR. PRESIDENTE DA COMISSÃO ESPECIAL DE LICITAÇÃO CEL e SR. PRESIDENTE e COMISSÃO DA AUDIÊNCIA PÚBLICA instituída pela EMGEA.

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA E ESPORTE

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA E ESPORTE Julgamento de pedido de impugnação de Edital Licitação de referência: Pregão Presencial nº 11/2013 EEFE USP Aquisição de arquivos deslizantes PROCESSO: 2013.1.515.39.4 Impugnante: HUFFIX AMBIENTES INDÚSTRIA

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 031/2011 (Procedimento Administrativo nº 116/2011 SADP nº 17833/2011)

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 031/2011 (Procedimento Administrativo nº 116/2011 SADP nº 17833/2011) PREGÃO ELETRÔNICO Nº 031/2011 (Procedimento Administrativo nº 116/2011 SADP nº 17833/2011) ASSUNTO: IMPUGNAÇÃO AO EDITAL I - RELATÓRIO A empresa INFORMASTER COMERCIO DE PRODUTOS DE INFORMATICA LTDA, inscrita

Leia mais

Considerações sobre redimensionamento de motores elétricos de indução

Considerações sobre redimensionamento de motores elétricos de indução Considerações sobre redimensionamento de motores elétricos de indução Artigo publicado na revista Lumiere Electric edição nº 166 Aplicações de investimentos dentro das empresas sempre são questionadas

Leia mais

INSTALAÇÃO, LUBRIFICAÇÃO E MANUTENÇÃO DAS CORRENTES TRANSPORTADORAS PROCEDIMENTO DE INSTALAÇÃO DA CORRENTE

INSTALAÇÃO, LUBRIFICAÇÃO E MANUTENÇÃO DAS CORRENTES TRANSPORTADORAS PROCEDIMENTO DE INSTALAÇÃO DA CORRENTE UNP-130408 1 de 6 INSTALAÇÃO, LUBRIFICAÇÃO E MANUTENÇÃO DAS CORRENTES TRANSPORTADORAS A vida útil das correntes transportadoras e elevadoras está diretamente ligada aos cuidados com a instalação, lubrificação

Leia mais

Legislação aplicada às comunicações

Legislação aplicada às comunicações Legislação aplicada às comunicações Fundamentos de competição Carlos Baigorri Brasília, março de 2015 Objetivo Conhecer os principais conceitos envolvidos na regulação econômica: Oferta e demanda Teoremas

Leia mais

ILMA. SRA. CÁTIA FRANCISCA FERREIRA PREGOEIRA RESPONSÁVEL PELA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DO DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES GO/DF.

ILMA. SRA. CÁTIA FRANCISCA FERREIRA PREGOEIRA RESPONSÁVEL PELA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DO DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES GO/DF. ILMA. SRA. CÁTIA FRANCISCA FERREIRA PREGOEIRA RESPONSÁVEL PELA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DO DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES GO/DF. REF.: PREGÃO ELETRÔNICO Nº 0292/2015-12-DNIT PROCESSO

Leia mais

ILMº SRº. (a) PREGOEIRO (a) DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA GERAL COORDENAÇÃO DE LICITAÇÃO E CONTRATOS

ILMº SRº. (a) PREGOEIRO (a) DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA GERAL COORDENAÇÃO DE LICITAÇÃO E CONTRATOS ILMº SRº. (a) PREGOEIRO (a) DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA GERAL COORDENAÇÃO DE LICITAÇÃO E CONTRATOS REFERÊNCIA : PREGÃO ELETRÔNICO/MPT/PG/ Nº 17/2010 ASSUNTO: RECURSO ADMINISTRATIVO (IMPUGNAÇÃO

Leia mais

Pedido de Impugnação nº 01 Pregão Eletrônico nº 07/2013

Pedido de Impugnação nº 01 Pregão Eletrônico nº 07/2013 Pedido de Impugnação nº 01 Pregão Eletrônico nº 07/2013 Solicitação: ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DO CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DE SÃO PAULO EDITAL DE PREGÃO

Leia mais

Diretrizes para determinação de intervalos de comprovação para equipamentos de medição.

Diretrizes para determinação de intervalos de comprovação para equipamentos de medição. Diretrizes para determinação de intervalos de comprovação para equipamentos de medição. De acordo com a Norma NBR 1001, um grande número de fatores influência a freqüência de calibração. Os mais importantes,

Leia mais

Contribuição: Disponível no SACP a íntegra da contribuição.

Contribuição: Disponível no SACP a íntegra da contribuição. Salesópolis/SP 214/B1 VIP Rádio e Televisão Ltda. Contribuição não procedente: Contribuição: Disponível no SACP a íntegra da contribuição. 1. CONFORME O REGULAMENTO TÉCNICO ATUAL, PARA CLASSE A1, QUE É

Leia mais

AQUI VEREMOS COMO PODEMOS CONSULTAR OU IMPRIMIR RELATÓRIOS PARA CADA OPERAÇÃO EFETUADA NO SISTEMA COMERCIAL.

AQUI VEREMOS COMO PODEMOS CONSULTAR OU IMPRIMIR RELATÓRIOS PARA CADA OPERAÇÃO EFETUADA NO SISTEMA COMERCIAL. AQUI VEREMOS COMO PODEMOS CONSULTAR OU IMPRIMIR RELATÓRIOS PARA CADA OPERAÇÃO EFETUADA NO SISTEMA COMERCIAL. A-1- CONSULTA/RELATÓRIOS CADASTRO/COMPRAS/TRANSFERÊNCIAS GERENCIAIS. (RETAGUARDA) Cadastros:

Leia mais

Planejamento de Data Centers Instalações de Climatização

Planejamento de Data Centers Instalações de Climatização Logo da Empresa Planejamento de Data Centers Instalações de Climatização Eng. Eduardo Grecco Evolução das Salas de Processamento CPD s Mainframes 500 W/m2 ambiente a 22 o C Data Center Corredores quentes

Leia mais

Supremo Tribunal Federal Secretaria de Administração e Finanças Pregoeiro

Supremo Tribunal Federal Secretaria de Administração e Finanças Pregoeiro PREGÃO ELETRÔNICO Nº 118/2009 Processo nº 336.243 IMPUGNAÇÃO. TABELA PRÓPRIA PARA CONVÊNIOS E CREDENCIAMENTOS DO STF- MED. REGULARIDADE. UTILIZAÇÃO DA CODIFICAÇÃO EXISTENTE NA TABELA SIMPRO HOSPITALAR

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO DE ARQUITETURA E URBANISMO DO RIO GRANDE DO SUL PREGÃO ELETRÔNICO Nº009/2014 JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO Aos 08 dias do mês de outubro do ano de dois mil e quatorze, o pregoeiro

Leia mais

NGK recomenda revisão periódica de velas de ignição de motocicletas

NGK recomenda revisão periódica de velas de ignição de motocicletas NGK recomenda revisão periódica de velas de ignição de motocicletas Velas em motocicletas trabalham em condições mais severas que em automóveis. Falta de manutenção oferece ainda mais riscos Marca exibirá

Leia mais

À SRA. ÁUREA COUTENS DE MENEZES, DIRETORA DA SECRETARIA DE LICITAÇÕES E CONTRATOS.

À SRA. ÁUREA COUTENS DE MENEZES, DIRETORA DA SECRETARIA DE LICITAÇÕES E CONTRATOS. Ao PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO À SRA. ÁUREA COUTENS DE MENEZES, DIRETORA DA SECRETARIA DE LICITAÇÕES E CONTRATOS. Ao SR. PREGOEIRO. PROCESSO LICITATÓRIO TRT/DSAA/029/2014 PREGÃO

Leia mais

ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO NOMEADO EM PREGÃO Nº 002/2014 DA SANTA CASA DE ASSIS/SP

ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO NOMEADO EM PREGÃO Nº 002/2014 DA SANTA CASA DE ASSIS/SP ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO NOMEADO EM PREGÃO Nº 002/2014 DA SANTA CASA DE ASSIS/SP REF.: PREGÃO PRESENCIAL 02/2014 PROCESSO Nº 005/2013 ESCLARECIMENTO/IMPUGNAÇÃO AO EDITAL OLIDEF CZ INDÚSTRIA E COMÉRCIO

Leia mais

RESPOSTA A PEDIDO DE IMPUGNAÇÃO

RESPOSTA A PEDIDO DE IMPUGNAÇÃO RESPOSTA A PEDIDO DE IMPUGNAÇÃO Trata-se de resposta a pedido de impugnação apresentado pela Auxiliar de Enfermagem, SRA. JOSEFA INALDINA DE OLIVEIRA SANTOS, ora Impugnante, referente ao Edital de Pregão

Leia mais

www.aluminiocba.com.br Manual do Usuário Fornecedor

www.aluminiocba.com.br Manual do Usuário Fornecedor Manual do Usuário Fornecedor Manual do Usuário - Fornecedor Versão 1.2 Página 2 CBA Online Manual do Usuário Fornecedor Versão 1.2 3 de agosto de 2004 Companhia Brasileira de Alumínio Departamento de Tecnologia

Leia mais

A sociedade GHS Industria e Serviços Ltda. apresentou impugnação datada de 8 de agosto de 2012 ao Edital do Pregão Eletrônico n. 63/2012.

A sociedade GHS Industria e Serviços Ltda. apresentou impugnação datada de 8 de agosto de 2012 ao Edital do Pregão Eletrônico n. 63/2012. Decisão de Pregoeiro n 0010/2012-SLC/ANEEL Em 10 de agosto de 2012. Processo n.: 48500.003482/2012-97 Licitação: Pregão Eletrônico n. 63/2012 Assunto: Análise da IMPUGNAÇÃO AO EDITAL apresentada pela empresa

Leia mais

1. A Função da Vela de Ignição

1. A Função da Vela de Ignição 1. A Função da Vela de Ignição A função da vela de ignição é conduzir a alta voltagem elétrica para o interior da câmara de combustão, convertendo-a em faísca para inflamar a mistura ar/combustível. Apesar

Leia mais

Parâmetros de corte. Você só vai saber a resposta, se estudar esta aula. Os parâmetros

Parâmetros de corte. Você só vai saber a resposta, se estudar esta aula. Os parâmetros Parâmetros de corte Na aula passada, você aprendeu que usinagem é todo o processo de fabricação pelo qual o formato de uma peça é modificado pela remoção progressiva de cavacos ou aparas de material. Você

Leia mais

PLANEJAMENTO OPERACIONAL - MARKETING E PRODUÇÃO MÓDULO 16 AS QUATRO FASES DO PCP

PLANEJAMENTO OPERACIONAL - MARKETING E PRODUÇÃO MÓDULO 16 AS QUATRO FASES DO PCP PLANEJAMENTO OPERACIONAL - MARKETING E PRODUÇÃO MÓDULO 16 AS QUATRO FASES DO PCP Índice 1. As quatro fases do PCP...3 1.1. Projeto de produção... 3 1.2. Coleta de informações... 5 1.3. Relação despesas/vendas...

Leia mais

FOGÃO ELÉTRICO. Manual de Instruções SIEMSEN. (0xx) 47 255 2000 LINHA DIRETA

FOGÃO ELÉTRICO. Manual de Instruções SIEMSEN. (0xx) 47 255 2000 LINHA DIRETA Manual de Instruções METALÚRGICA SIEMSEN LTDA. Fone: +55 (0 )47 255 2000 - Fax: +55 (0 )47 255 2020 Rua: Anita Garibaldi, nº 262 - Bairro: São Luiz - CP: 52 CEP: 88351-410 - Brusque - Santa Catarina -

Leia mais

Controladoria-Geral da União Ouvidoria-Geral da União PARECER. Recurso contra decisão denegatória ao pedido de acesso à informação.

Controladoria-Geral da União Ouvidoria-Geral da União PARECER. Recurso contra decisão denegatória ao pedido de acesso à informação. Controladoria-Geral da União Ouvidoria-Geral da União PARECER Referência: 53850.000172/201-2 Assunto: Restrição de acesso: Ementa: Órgão ou entidade recorrido (a): Recorrente: G. C. F. Recurso contra decisão

Leia mais

O mercado monetário. Mercado Financeiro - Prof. Marco Arbex. Os mercados financeiros são subdivididos em quatro categorias (ASSAF NETO, 2012):

O mercado monetário. Mercado Financeiro - Prof. Marco Arbex. Os mercados financeiros são subdivididos em quatro categorias (ASSAF NETO, 2012): O mercado monetário Prof. Marco A. Arbex marco.arbex@live.estacio.br Blog: www.marcoarbex.wordpress.com Os mercados financeiros são subdivididos em quatro categorias (ASSAF NETO, 2012): Mercado Atuação

Leia mais

Nome do Representante Legal da Licitante: Andréia Rodrigues Ferreira

Nome do Representante Legal da Licitante: Andréia Rodrigues Ferreira 1. Dados da Instituição: Dados da Entidade; Nome da Entidade: Endereço: Av. Domingos Martins, 121 Sala 308 Centro. Município: Canoas - RS. CEP: 92010 170. Fone / Fax: 051 3059-1566 / 3051-6666 CNPJ: 01.950.140/0001-93

Leia mais

Gerencie adequadamente os custos da sua frota

Gerencie adequadamente os custos da sua frota Gerencie adequadamente os custos da sua frota O que é gestão de Frota? De acordo com definição encontrada no livro Gerenciamento de Transporte e Frota, o termo gestão de frota representa a atividade de

Leia mais

A Análise dos Custos Logísticos: Fatores complementares na composição dos custos de uma empresa

A Análise dos Custos Logísticos: Fatores complementares na composição dos custos de uma empresa Instituto de Educação Tecnológica Pós-graduação Engenharia de Custos e Orçamentos Turma 01 10 de outubro de 2012 A Análise dos Custos Logísticos: Fatores complementares na composição dos custos de uma

Leia mais

De repente sua bateria LiPO fica grávida. O que fazer?

De repente sua bateria LiPO fica grávida. O que fazer? De repente sua bateria LiPO fica grávida. O que fazer? Você sabia que denominamos bateria ao conjunto de pilhas associadas em série ou paralelo? Dessa forma, podemos dizer que bateria é o coletivo de pilhas,

Leia mais

NT_036/2010_FINANÇAS Brasília/DF, 30 de julho de 2010. NOTA TÉCNICA

NT_036/2010_FINANÇAS Brasília/DF, 30 de julho de 2010. NOTA TÉCNICA NT_036/2010_FINANÇAS Brasília/DF, 30 de julho de 2010. NOTA TÉCNICA REFERENTE AO VALOR DA TERRA NUA PARA FINS DE RECOLHIMENTO DO ITR A Confederação Nacional de Municípios esclarece que, em razão das situações

Leia mais

PROCURADORIA GERAL DO ESTADO. Exmo. Sr. Subrocurador Geral,

PROCURADORIA GERAL DO ESTADO. Exmo. Sr. Subrocurador Geral, PROCURADORIA GERAL DO ESTADO Ref.: PREGÃO PGE Nº 34/2010 Ass. Impugnação Impugnante: Luitze Indústria e Comércio e Móveis Ltda Exmo. Sr. Subrocurador Geral, Cuida-se de impugnação, tempestivamente, formulada

Leia mais

Acumuladores hidráulicos

Acumuladores hidráulicos Tipos de acumuladores Compressão isotérmica e adiabática Aplicações de acumuladores no circuito Volume útil Pré-carga em acumuladores Instalação Segurança Manutenção Acumuladores Hidráulicos de sistemas

Leia mais

URBES. Esclarecimento nº 02

URBES. Esclarecimento nº 02 1 PREGÃO PRESENCIAL Nº 001/15 PROCESSO CPL 2292/14 LICITAÇÃO DO TIPO MENOR PREÇO PARA REGISTRO DE PREÇOS PARA AQUISIÇÃO DE MATERIAL DE SINALIZAÇÃO SEMAFÓRICA. Esclarecimento nº 02 A -, através de sua Pregoeira,

Leia mais

RESPOSTA A IMPUGNAÇÃO

RESPOSTA A IMPUGNAÇÃO MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO ESTADO DE SÃO PAULO Rua Frei Caneca, 1.360 Consolação - São Paulo SP CEP 01307-002 Tel. 11 3269-5463 Fax 3266-9055 RESPOSTA A IMPUGNAÇÃO EDITAL DO

Leia mais

ERRATA COMISSÃO MISTA DE LICITAÇÃO - CML ONDE SE LÊ NO EDITAL:

ERRATA COMISSÃO MISTA DE LICITAÇÃO - CML ONDE SE LÊ NO EDITAL: PREGÃO PRESENCIAL SESC/AR -PE Nº. 004/2011 (C/S) 06/05/2011 PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE PARA OS FUNCIONÁRIOS DO SESC/PE, SENAC/PE E FECOMÉRCIO/PE, SEUS RESPECTIVOS DEPENDENTES E AGREGADOS.

Leia mais

AQUECEDOR CADENCE DILLETA AQC 412 LIGADO

AQUECEDOR CADENCE DILLETA AQC 412 LIGADO AQUECEDOR CADENCE DILLETA AQC 412 LIGADO Obrigado por adquirir o Aquecedor Cadence Dilleta, um produto de alta tecnologia, seguro e eficiente. É muito importante ler atentamente este manual de instruções,

Leia mais

Referência: Processo nº 00053.000602/2015-36 Pregão, na forma eletrônica, nº 080/2015 - SA

Referência: Processo nº 00053.000602/2015-36 Pregão, na forma eletrônica, nº 080/2015 - SA GO PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE GOVERNO SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO DIRETORIA DE RECURSOS LOGÍSTICOS COORDENAÇÃO-GERAL DE LICITAÇÃO E CONTRATO Referência: Processo nº 00053.000602/2015-36 Pregão,

Leia mais

IMPUGNAÇÃO AO EDITAL DE PREGAO Nº 25/2013

IMPUGNAÇÃO AO EDITAL DE PREGAO Nº 25/2013 Ao SAE-SERVIÇO AUTONOMO DE ÁGUA E ESGOTO DE SOROCABA/SP Att. Pregoeiro Oficial e Equipe de Apoio Assunto: Impugnação do Edital do Processo Administrativo nº 1.497/13 Modalidade PREGAO ELETRÔNICO nº 25/2013

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE DIREITOS HUMANOS SECRETARIA DE GESTÃO DA POLITICA DE DIREITOS HUMANOS

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE DIREITOS HUMANOS SECRETARIA DE GESTÃO DA POLITICA DE DIREITOS HUMANOS PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE DIREITOS HUMANOS SECRETARIA DE GESTÃO DA POLITICA DE DIREITOS HUMANOS ESCLARECIMENTOS REFERENTES AO PREGÃO SRP Nº 18/2013 Pergunta 01. No edital não consta os locais

Leia mais

XX SNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA GRUPO - IX GRUPO DE ESTUDO DE OPERAÇÃO DE SISTEMAS ELÉTRICOS - GOP

XX SNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA GRUPO - IX GRUPO DE ESTUDO DE OPERAÇÃO DE SISTEMAS ELÉTRICOS - GOP XX SNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA Versão 1.0 XXX.YY 22 a 25 Novembro de 2009 Recife - PE GRUPO - IX GRUPO DE ESTUDO DE OPERAÇÃO DE SISTEMAS ELÉTRICOS - GOP A PROGRAMAÇÃO

Leia mais

Sky Rider 22. Helicóptero com Radiocontrole. Manual do Usuário CÓD. 6406 GARANTIA. Candide Indústria e Comércio Ltda.

Sky Rider 22. Helicóptero com Radiocontrole. Manual do Usuário CÓD. 6406 GARANTIA. Candide Indústria e Comércio Ltda. GARANTIA A Candide Indústria e Comércio Ltda. garante este produto pelo período de 90 dias, contados a partir da data de emissão da nota fiscal de compra, desde que o mesmo tenha sido instalado e manuseado

Leia mais

Legislação e tributação comercial

Legislação e tributação comercial 6. CRÉDITO TRIBUTÁRIO 6.1 Conceito Na terminologia adotada pelo CTN, crédito tributário e obrigação tributária não se confundem. O crédito decorre da obrigação e tem a mesma natureza desta (CTN, 139).

Leia mais

Modelo TS-243 ESCOVA GIRATÓRIA ARGAN OIL + ION MANUAL DE INSTRUÇÕES

Modelo TS-243 ESCOVA GIRATÓRIA ARGAN OIL + ION MANUAL DE INSTRUÇÕES Modelo TS-243 ESCOVA GIRATÓRIA ARGAN OIL + ION MANUAL DE INSTRUÇÕES PRECAUÇÕES IMPORTANTES As instruções de segurança devem sempre ser seguidas para reduzir riscos. É importante ler com cuidado todas as

Leia mais

Manual do Usuário. Complemento da componente curricular Instalações Elétricas do curso Técnico em Eletrônica

Manual do Usuário. Complemento da componente curricular Instalações Elétricas do curso Técnico em Eletrônica Manual do Usuário Complemento da componente curricular Instalações Elétricas do curso Técnico em Eletrônica MANUAL DO USUÁRIO Introdução A norma para Instalações elétricas de baixa tensão, NBR 5410:2004,

Leia mais

CNPJ: 00.698.097/0001-02

CNPJ: 00.698.097/0001-02 CNPJ: 00.698.097/0001-02 Porto Alegre, 18 de Janeiro de 2016 Ao Ilustríssimo Senhor Pregoeiro Autoridade Pública Olímpica APO RJ Processo Administrativo Nº 91214.001263/2015-71 Impugnação Edital 02/2016

Leia mais

ATERRAMENTO ELÉTRICO 1 INTRODUÇÃO 2 PARA QUE SERVE O ATERRAMENTO ELÉTRICO? 3 DEFINIÇÕES: TERRA, NEUTRO, E MASSA.

ATERRAMENTO ELÉTRICO 1 INTRODUÇÃO 2 PARA QUE SERVE O ATERRAMENTO ELÉTRICO? 3 DEFINIÇÕES: TERRA, NEUTRO, E MASSA. 1 INTRODUÇÃO O aterramento elétrico, com certeza, é um assunto que gera um número enorme de dúvidas quanto às normas e procedimentos no que se refere ao ambiente elétrico industrial. Muitas vezes, o desconhecimento

Leia mais

Objeto: seleção de empresa com vistas a Elaboração de Projeto Executivo de Engenharia para

Objeto: seleção de empresa com vistas a Elaboração de Projeto Executivo de Engenharia para De: Ezequiel Mizrahi [mailto:ezequiel@fococgt.com.br] Enviada em: sexta-feira, 5 de outubro de 2012 15:04 Para: 'scl@dnit.gov.br' Assunto: Impugnação ao Edital do Pregão eletrônico nº. 520/2012 DNIT Ao

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DOS PILARES DA MPT NO DESEMPENHO OPERACIONAL EM UM CENTRO DE DISTRIBUIÇÃO DE COSMÉTICOS. XV INIC / XI EPG - UNIVAP 2011

IMPLANTAÇÃO DOS PILARES DA MPT NO DESEMPENHO OPERACIONAL EM UM CENTRO DE DISTRIBUIÇÃO DE COSMÉTICOS. XV INIC / XI EPG - UNIVAP 2011 IMPLANTAÇÃO DOS PILARES DA MPT NO DESEMPENHO OPERACIONAL EM UM CENTRO DE DISTRIBUIÇÃO DE COSMÉTICOS. XV INIC / XI EPG - UNIVAP 2011 Rogério Carlos Tavares 1, José Luis Gomes da Silva² 1 Universidade de

Leia mais

JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO

JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO Página 1 de 6 JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO CONCORRÊNCIA Nº 002/2012 Objeto: Contratação de serviços de publicidade, através de agência especializada na prestação de serviços envolvendo o estudo,

Leia mais

Lâmpadas. Ar Condicionado. Como racionalizar energia eléctrica

Lâmpadas. Ar Condicionado. Como racionalizar energia eléctrica Como racionalizar energia eléctrica Combater o desperdício de energia eléctrica não significa abrir mão do conforto. Pode-se aproveitar todos os benefícios que a energia oferece na medida certa, sem desperdiçar.

Leia mais

Departamento Regional Minas Gerais. Errata Nº 01/2014

Departamento Regional Minas Gerais. Errata Nº 01/2014 Errata Nº 01/2014 Considerando a impugnação apresentada por e-mail no dia 26 de agosto de 2014, a Comissão Permanente de Licitação, no desempenho de suas atribuições, com base na análise dos argumentos

Leia mais

ILMO. SR. PREGOEIRO DO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

ILMO. SR. PREGOEIRO DO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO ILMO. SR. PREGOEIRO DO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Referente ao Edital Pregão Eletrônico nº 35/2009. Oktech Soluções Ltda., pessoa jurídica de direito privado, com sede na Av. Tancredo Neves, 1632, loja 40,

Leia mais

Apresentação. 1. Introdução. 2. Situação Problema

Apresentação. 1. Introdução. 2. Situação Problema EASY GLASS Easy Glass Resumo O Easy Glass é um projeto desenvolvido para implantar a manutenção dos pára-brisas dos veículos ferroviários, cujo objetivo consiste na implantação de um guindaste de coluna

Leia mais

RESPOSTA IMPUGNAÇÃO AO EDITAL Nº 007/2012

RESPOSTA IMPUGNAÇÃO AO EDITAL Nº 007/2012 Goiânia, 05 de junho de 2011. RESPOSTA IMPUGNAÇÃO AO EDITAL Nº 007/2012 Em atendimento ao item 14 do edital do Pregão Eletrônico nº 007/2012, processado nos autos nº 201200018000086, e em atenção a pedido

Leia mais

Sumário. 1 Introdução. 2 O Conceito de Provisão. Demonstrações Contábeis Decifradas. Aprendendo Teoria

Sumário. 1 Introdução. 2 O Conceito de Provisão. Demonstrações Contábeis Decifradas. Aprendendo Teoria Sumário 1 Introdução... 1 2 O Conceito de Provisão... 1 3 Exemplos de Provisão... 2 3.1 Provisão para garantias... 2 3.2 Provisão para riscos fiscais, trabalhistas e cíveis... 3 3.3 Provisão para reestruturação...

Leia mais

ONG S E ASSOCIAÇÕES. Aproveite bem todas as dicas, fotos e textos deste guia, pois eles são muito importantes.

ONG S E ASSOCIAÇÕES. Aproveite bem todas as dicas, fotos e textos deste guia, pois eles são muito importantes. ONG S E ASSOCIAÇÕES PARA COMEÇAR Você tem vontade de participar mais do que acontece ao seu redor, dar uma força para resolver questões que fazem parte da rotina de certos grupos e comunidades e colocar

Leia mais

Resposta a Pedido de Impugnação ao Edital Nº 01/2013

Resposta a Pedido de Impugnação ao Edital Nº 01/2013 Resposta a Pedido de Impugnação ao Edital Nº 01/2013 PREGÃO PRESENCIAL Nº 01/2013 Objeto: Contratação de empresa(s) cadastrada junto ao Ministério do Turismo (Cadastur), para prestação de serviços de agenciamento,

Leia mais

RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO

RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO Trata-se de pedido de impugnação ao edital referente ao pregão eletrônico 140/2012, com a sua conseqüente modificação, conforme se depreende da inicial. Instado a se manifestar, atendendo

Leia mais

PROJETO DE LEI (Do Sr. Dep. Chico Lopes)

PROJETO DE LEI (Do Sr. Dep. Chico Lopes) PROJETO DE LEI (Do Sr. Dep. Chico Lopes) Altera a Lei nº 9.656, de 03 de junho de 1998, que dispõe sobre os Planos e Seguros Privados de Assistência à Saúde e dá outras providências. O Congresso Nacional

Leia mais

FUNDAMENTOS DE HARDWARE FONTE DE ALIMENTAÇÃO. Professor Carlos Muniz

FUNDAMENTOS DE HARDWARE FONTE DE ALIMENTAÇÃO. Professor Carlos Muniz FUNDAMENTOS DE HARDWARE FONTE DE ALIMENTAÇÃO Fontes de Alimentação A verdade é que, muitas vezes, o consumidor deixa esse item em segundo plano, poupando no custo do componente, para investir em peças

Leia mais

Coleta de Dados: a) Questionário

Coleta de Dados: a) Questionário Coleta de Dados: A coleta de dados ou de informações sobre a realidade escolar tem como ponto de partido o Marco Referencial, em especial o que está estabelecido no Marco Operacional. Este é um momento

Leia mais

AS PROFISSÕES DE CONTADOR, ECONOMISTA E ADMINISTRADOR: O QUE FAZEM E ONDE TRABALHAM

AS PROFISSÕES DE CONTADOR, ECONOMISTA E ADMINISTRADOR: O QUE FAZEM E ONDE TRABALHAM 1 AS PROFISSÕES DE CONTADOR, ECONOMISTA E ADMINISTRADOR: O QUE FAZEM E ONDE TRABALHAM De acordo com uma pesquisa realizada em Brasília, conforme consta em reportagem publicada pelo jornalista Luis Bissigo,

Leia mais

RESPOSTA A IMPUGNAÇÃO

RESPOSTA A IMPUGNAÇÃO RESPOSTA A IMPUGNAÇÃO Recebida impugnação da Empresa VIVO, a mesma foi submetida a Coordenadoria Jurídica desta Companhia Docas do Ceará, que manifestou-se mediante Parecer nº 152/2012, nos seguintes termos:

Leia mais

Travas e vedantes químicos

Travas e vedantes químicos A U A UL LA Travas e vedantes químicos O mecânico de manutenção de uma empresa de caminhões tentava eliminar, de todas as formas, um vazamento de óleo que persistia na conexão de um manômetro de um sistema

Leia mais

POLÍTICA DE USO DOS RECURSOS DE. Versão 1.0

POLÍTICA DE USO DOS RECURSOS DE. Versão 1.0 POLÍTICA DE USO DOS RECURSOS DE Versão 1.0 Versão 1.0 Pág. 1 Considerações Gerais 1 - A Tecnologia da Informação fica definida como a responsável pela gestão dos Sistemas de Informação e dos Recursos de

Leia mais

PROCESSO Nº : 12630-6/2010 INTERESSADOS: IPIRANGA ASFALTOS S/A E SECRETARIA DE ESTADO DE ADMINISTRAÇÃO DE MATO GROSSO - SAD ASSUNTO : DENÚNCIA

PROCESSO Nº : 12630-6/2010 INTERESSADOS: IPIRANGA ASFALTOS S/A E SECRETARIA DE ESTADO DE ADMINISTRAÇÃO DE MATO GROSSO - SAD ASSUNTO : DENÚNCIA PROCESSO Nº : 12630-6/2010 INTERESSADOS: IPIRANGA ASFALTOS S/A E SECRETARIA DE ESTADO DE ADMINISTRAÇÃO DE MATO GROSSO - SAD ASSUNTO : DENÚNCIA acerca de possíveis irregularidades na realização do Pregão

Leia mais

1) Entendendo a eletricidade

1) Entendendo a eletricidade 1) Entendendo a eletricidade 1 2) Circuitos Modelix 2 3) Utilizando o Sistema Esquemático Modelix-G (Modelix-Grafix) 6 4) Fazendo montagens com os Circuitos Modelix 7 5) Exercícios para treinar 8 Objetivo:

Leia mais

Gerenciamento da Rotina aplicada à logística de expedição

Gerenciamento da Rotina aplicada à logística de expedição Gerenciamento da Rotina aplicada à logística de expedição Como o Gerenciamento da Rotina pode ser implementado e trazer ganhos financeiros e nível de serviço na logística de expedição. Autor Tedy Willian

Leia mais

MANUAL DE GERENCIAMENTO DO RISCO DE LIQUIDEZ

MANUAL DE GERENCIAMENTO DO RISCO DE LIQUIDEZ APRESENTAÇÃO O Gerenciamento de Risco de Liquidez tem como principal objetivo manter o equilíbrio entre os recursos capitados pela cooperativa e a concessão de crédito aos associados, considerando políticas

Leia mais

LISTA DE VERIFICAÇAO DO SISTEMA DE GESTAO DA QUALIDADE

LISTA DE VERIFICAÇAO DO SISTEMA DE GESTAO DA QUALIDADE Questionamento a alta direção: 1. Quais os objetivos e metas da organização? 2. quais os principais Produtos e/ou serviços da organização? 3. Qual o escopo da certificação? 4. qual é a Visão e Missão?

Leia mais