INVENTÁRIO: Completo Preliminar. INVENTÁRIO VERIFICADO POR: Ninguém Primeira parte 1 Terceira parte Terceira parte acreditada

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "INVENTÁRIO: Completo Preliminar. INVENTÁRIO VERIFICADO POR: Ninguém Primeira parte 1 Terceira parte Terceira parte acreditada"

Transcrição

1 Inventário das Emissões de Gases de Efeito Estufa Cosmeticos SA 2009

2 INVENTÁRIO: Completo Preliminar INVENTÁRIO VERIFICADO POR: Ninguém Primeira parte 1 Terceira parte Terceira parte acreditada Data: 20/04/2010 Preparador de Relatório: João Teixeira / Fabien Bronès ; Telefone: (11) (11) Endereço: Rodovia Anhanguera, s/nº, Km 30,5 Cajamar - SP 1 Primeira parte: alguém da empresa que elaborou o o relatório, mas não estava envolvido no desenvolvimento do inventário.

3 I. Limites Organizacionais 1) Limite organizacional: Abordagens de consolidação utilizada (indique uma caixa só) Ver parte II. 4 das especificações Opção 1: (Relatar emissões sob as abordagens de controle operacional e participação societária) Opção 2: (Relatar emissões somente sob a abordagem de controle operacional) (2A, 2B e 2C são obrigatória para todas as empresas, independentemente da opção escolhida no item 1.) 2A) Lista de todas as entidades legais (tanto as que a empresa possui participação societária, quanto as que possui controle operacional) Fábrica de Cajamar (sede administrativa e industrial) Fábrica de Benevides (fabricação de noodles de sabonetes) Escritório de Itapecerica da Serra (escritório comercial) Escritório de Alphaville (escritório jurídico/financeiro) Posto Avançado em Uberlândia (Logística) Centros de Distribuição: Matias Barbosa, Recife, Porto Alegre e Salvador Casas : Campinas, Vergueiro, Santo Amaro, Osasco, Guarulhos e Itaquera Centro de Convivência em Taguatinga Escritórios Regionais:Sul, NENO, Central do Brasil e MG/RJ/ES 2B) Controle operacional? (sim/não) Sim 100% Sim 100% Sim 100% Sim 100% Sim 100% Sim 100% Sim 100% Sim 100% Sim 100% 2C) Porcentagem de participação societária da empresa (%) 2 2D) Caso não tenha controle operacional, qual entidade detém este controle 2E) Breve descrição das atividades emissoras e do padrão de emissões (opcional) (3A e 3B são somente para as subsidiárias das matrizes brasileiras que não participam do Programa) 3A) Suas matrizes Não se aplica. 3B) Um organograma que defina claramente a relação da subsidiária participante com sua matriz ou matrizes, bem como com outras subsidiárias da mesma matriz (Pode submeter separadamente o aqui) 2 Nos casos em que a porcentagem de participação societária é menor do que 5%, relatar como <5%.

4 II. Limites Operacionais 4A) Indique se as emissões de Escopo 3 são incluídas neste inventário sim não 4B) Se marcou sim em item 4A especifique os tipos de atividades de Escopo 3 incluídas. - Primeiros processamentos de insumos (matérias primas e embalagens primárias e secundárias) - Transporte de produtos até o consumidor final - Outros transportes - Viagens nacionais e internacionais - Fornecedores diretos - Descarte final do produto III. Dados Sobre as Emissões Para preencher esta parte é recomendado usar a ferramenta de cálculo do Programa Brasileiro GHG Protocol para fontes intersetorais e consultar parte III das especificações. A. CONTROLE OPERACIONAL (Dados sobre as emissões provenientes de unidades de negócios sob controle operacional da empresa) * Nos itens a seguir, foram apresentadas apenas as emissões ocorridas dentro do território brasileiro. Desta maneira foram excluídas as emissões decorrentes da exportação de produtos para os países em que a possui operações, as quais estão relatadas no item 27 deste relatório. (Nos itens 5 e 6 não se deve considerar: (A) qualquer comércio de GEE, como vendas, compras, transferências ou estocagem de permissões e créditos de compensação; e (B) seqüestro de carbono em biomassa, matéria orgânica e solos) 5) Emissões totais do Escopo 1 e Escopo 2 (em toneladas métricas de CO 2 equivalente tco2e) A) Emissões totais do Escopo 1 6B) Emissões totais do Escopo 2 6C) Emissões totais do Escopo 3 (tco 2 e) (tco 2 e) (tco 2 e) ) Dados de emissões para todos os GEE distintamente (Obrigatório exceto Escopo 3) em toneladas métricas de cada gás em toneladas métricas de CO2 equivalente (tco 2 e) GEE Escopo 1 Escopo 2 Escopo 3 Escopo 1 Escopo 2 Escopo 3 CO , CH 4 2,62 7, N 2 O 0,42 3, HFCs 0, PFCs SF 6 Total

5 8) Dados de emissões diretas de CO 2 advindos da combustão de biomassa (tco 2 ) Ver parte II. 5 das especificações 4939 (emissões não computadas nos escopos 1, 2 e 3) 9) Emissões Escopo 1 desagregadas por tipos de fontes (t CO 2 e) Combustão Combustão móvel De processos Fugitivas 3 Atividades estacionária Agrícolas ,4 2202, ,9 10) Emissões desagregadas por unidade de operação (t CO 2 e) Este item é obrigatório somente para unidades em que as emissões Escopo 1 de combustão estacionária, processos industriais e fugitivas somadas forem iguais ou superiores a tco2e. Para todas as outras unidades este item é opcional. Emissões Escopo 2 é opcional neste item. Unidade de operação Emissões de Escopo 1 Emissões de Escopo 2 Fábrica de Cajamar 1905,2 627,5 Fábrica de Benevides 1389,4 28,0 Escritório de Itapecerica da Serra 29,8 44 Escritório de Alphaville 2,5 19,9 Posto Avançado em Uberlândia 0,2 2,3 Centros de Distribuição em Matias Barbosa, Recife e Porto Alegre 13,4 43,1 Casas : Campinas, Vergueiro, Santo Amaro, Osasco, - 7,4 Guarulhos e Itaquera, e Centro de Convivência em Taguatinga Escritórios regionais e Logística - 3,9 10B) A empresa autoriza que as informações no número 10a sejam divulgadas através do Programa? [SIM/NÃO] SIM 11) Emissões Escopo 3 desagregadas por tipo de fonte (t CO 2 e) (Opcional) Combustão estacionária Combustão móvel De processos Fugitivas Atividades agrícolas Pela metodologia utilizada não é possível realizar esse tipo de desagregação com suficiente precisão (utilizamos fatores de emissão para todos os nossos insumos, os quais agregam emissões de diversos tipos de fonte). 3 Emissões fugitivas incluem emissões de ar condicionado e refrigeração, as quais podem ser calculadas na aba Refrigeração e ar condicionado na ferramenta do Programa. 4 Exemplos: Fermentação entérica, manejo de esterco, cultivo de arroz, preparo do solo, queima prescrita de vegetação nativa, queima de resíduos agrícolas, entre outras.

6 Item 12 identifica emissões do Escopo 1 ou Escopo 3 provenientes de fontes móveis internacionais que iniciaram ou terminaram seus trajetos no Brasil. Caso estas emissões estejam incluídas em qualquer outro programa de inventário de emissões de GEE fora do Brasil, excluí-las do inventário do Programa Brasileiro GHG Protocol e indicar o nome do programa no qual as emissões de fontes móveis internacionais estão publicadas. Ver parte II. 2 das especificações 12) Se excluiu as emissões de fontes móveis internacionais: OU Se incluiu as emissões de fontes móveis internacionais total do Escopo 1 ou o total do Escopo 3: Nome do programa no qual as emissões de fontes móveis internacionais são publicadas Não se aplica Emissões de fontes móveis internacionais que iniciaram ou terminaram no Brasil (tco 2 e) 5 Escopo 1 Escopo 3 Não se aplica ) Dados das emissões associados à venda ou transferência para outra organização de eletricidade, calor ou vapor de geração própria (opcional) - 14) Dados das emissões associados com a compra de eletricidade, calor e vapor que serão revendidos para consumidores não finais (opcional) - 15) Emissões de GEE e precursores não contemplados pelo Protocolo do Quioto (por exemplo, CFCs, NOx e HCFCs), separadamente dos Escopos (opcional) Veja Anexo I das especificações - 5 As emissões relatadas neste item devem estar também somadas ao total de emissões de combustão móvel no item 9 (caso sejam de Escopo 1) ou no item 11 (caso sejam de Escopo 3).

7 B. PARTICIPAÇÃO SOCIETÁRIA* (Dados sobre as emissões provenientes de unidades de negócios sob participação societária da empresa) * Esta seção só deverá ser preenchida caso a Opção 1 for escolhida dentre as abordagens de consolidação (Item 1). IV. Emissões Fora do Brasil 27) Emissões de GEE relativas a entidades legais da empresa localizadas fora do território brasileiro (opcional) Ver parte II. 2 das especificações 27A) Abordagem de limite organizacional utilizada (marcar todos que se aplicam) controle operacional participação societária 27B) A quem pertence o controle operacional e/ou a participação societária das emissões relatadas a matriz internacional (sejá localizada no Brasil ou fora) que responde pelas emissões mundiais a matriz brasileira que responde por uma parta das emissões mundiais a nenhuma das anteriores 27C) País(es) (Para cada pais relate as Controle Operacional emissões de todas as entidades dentro do Escopo 1 Escopo 2 Escopo 3 limite(s) organizacional (tco2e) (tco2e) (tco2e) escolhido) Argentina Chile Colômbia França México Peru Venezuela Escopo 1 (tco2e) Participação Societária Escopo 2 (tco2e) Escopo 3 (tco2e) * Neste item estão incluídas as emissões decorrente da importação de produtos do Brasil para os países acima.

8 V. Outros Elementos 28) O período coberto pelo relatório De 01/01/2009 até 31/12/ ) Caso o inventário seja verificado por terceiro parte, informar qual a entidade verificadora, se é acreditada, e submeter o sumário do relatório de verificação. PriceWaterhouseCoopers Em anexo disponibilizamos o sumário do relatório de asseguração da auditoria. 30) Descrição de qualquer exclusão específica de fontes, instalações e/ou operações do relatório de GEE (Um inventário completo não pode excluir fontes, instalações e/ou operações) Não houveram exclusões de emissões dos escopos 1 e 2. Algumas fontes de emissões do escopo 3 podem ter sido excluídas do Inventário GEE, com base nos seguintes critérios: - dificuldade de obtenção dos dados primários: emissão dos fornecedores, realizamos uma extrapolação das emissões para 100% dos fornecedores com base nos fornecedores mais significativos; transporte de colaboradores, ainda não foi realizada a pesquisa com os colaboradores para definição do cenário e posterior cálculo das emissões; e o uso dos produtos (aquecimento de água do banho), metodologia ainda não implementada e não necessário segundo novo padrão do GHG Protocol. - imaterialidade dos dados (dados pouco significativos, situações consideradas como esporádicas ou exceções, etc) - elevado grau de incerteza dos dados primários 6 As seguintes fontes de emissões do escopo 3 não fazem parte do Inventário GEE : Por dificuldade de obtenção dos dados, incertezas e imaterialidade: Uso de transporte aéreo privado, deslocamento particular dos colaboradores, táxi, envio da revista às consultoras pelo correio, fretamentos esporádicos de aviões da força de vendas para Encontros Regionais, consumo de combustíveis da distribuição dos correios; Pela imaterialidade dos valores: resíduos gerados no site Cajamar (produtos/ embalagens descartados, resíduos operacionais, resíduo orgânico, sendo que 88% dos resíduos gerados são reciclados e o restante é enviado para um aterro industrial que possui flare para a queima de gás, e, sendo assim, podemos considerar que não há emissão de metano), exportações em volumes não significativos e eventuais recalls de produtos. 31) Descrição da comparação entre a performance medida e benchmarks internos e externos (opcional) A comparação entre performances interna é realizada através do indicador de emissão relativa, kg de CO2e emitido por kg de produto faturado (comercializado) Nesse modelo atualizado de inventário tivemos um aumento de 22,0% nas emissões absolutas, comparando-as com Este aumento foi influenciado pelo aumento da quantidade e da massa de produtos faturados que cresceu cerca de 20% e 29%, respectivamente. Assim sendo, as emissões de GEE do Inventário continuaram na mesma tendência dos últimos anos, crescendo proporcionalmente menos do que a massa de produto faturado. Em conseqüência, 6 Nos casos de atividades significativas que possuem elevado grau de incerteza (ex.: extração de materiais ou fornecedores diretos), opta-se por incluir tais emissões, considerando sempre o dado mais conservador (preferindo conscientemente superestimar a subestimar as emissões)

9 reduzimos as emissões relativas da em 5,3%, ou seja, de 3,82 a 3,63 kg de CO2e por kg de produto faturado, entre 2008 e ) Apresentação de indicadores relevantes (Exemplo: emissão por kilowatt hora gerado, por tonelada de material produzido ou comercializado, etc.) (opcional) Emissão relativa : 3,63 kg CO2eq por kg de produto faturado (comercializado). 33) Descrição de programas ou estratégias de redução/gerenciamento de GEE (opcional) O Inventário é a primeira parte da Estratégia Carbono Neutro, que é composta por 3 grandes pilares: mapeamento com visão ciclo de vida, redução e compensação de emissões. Em 2007 colocamos em prática o Programa Carbono Neutro e passamos a oferecer aos nossos clientes produtos neutros no que diz respeito às emissões de Gases de Efeito Estufa. Maiores informações sobre a Estratégia Carbono Neutro estão no site Adotamos uma meta de redução das emissões relativas de 33% em 5 anos, referente às emissões de 2006; em 3 anos, conseguimos uma redução de 16% dessas emissões relativas, e estamos mantendo o nosso esforço para a meta, através do desdobramento do programa de redução na nossa organização. 34) Informações sobre provisões contratuais relacionadas a riscos e obrigações vinculados a GEE (opcional) 35A) Informações sobre a qualidade do inventário (por exemplo, informações sobre as causas e magnitude das incertezas nas estimativas das emissões) (opcional) 35B) Descrições das políticas em andamento que tratam da melhoria da qualidade do inventário. (opcional) Ao longo de 2009, foram implementadas diversas melhorias no Inventário GEE. Tais melhorias foram identificadas com base nas seguintes premissas: Elevado grau de incerteza de determinados dados pelo fato de considerarmos todo o ciclo de vida dos produtos nos inventários; Melhorias detectadas pela auditoria externa do Inventário 2008 e pré-auditoria externa do Inventário 2009; Melhorias detectadas pela equipe interna que gerencia o processo; Existência de novas/revisadas metodologias de cálculo. Do total de melhorias detectadas, foram implementadas ao longo de 2009: Escopo Processo Melhoria implementada Fonte Situação anterior Inserido o CD Simões Filho 1 Fontes Fixas Não contemplado Salvador Energia Inserido o CD Simões Filho Não contemplado 2 Adquirida Salvador

10 3 Energia elétrica Extração de MPs Extração de embalagens Extração e descarte de MPs das OIs Extração e descarte de Embalagens das OIs Fontes móveis próprias OIs Outros Transportes Transporte para CDs Transporte de produtos Transporte de CNs Viagens aéreas Exportação Descarte de MPs Considerada a emissão mensal de energia elétrica através do fator mensal da rede Nova metodologia de cálculo da emissão das matérias primas segundo faturamento dos produtos. Cálculo por SKU Considerado novos fatores de emissão para todas as embalagens utilizadas pela Corrigida fórmula de extração e descarte de MPs das OIs, considerando a emissão real deste processo Separada a emissão das embalagens por descarte e extração Corrigida fórmula para considerar na estimativa das OIs o total de emissões móveis do Brasil Incluído o transporte de Pessoal no Escopo 3 Inserido o CD Simões Filho Salvador Inclusão das transportadoras Proativa, Patrus e Ramos Inclusão do Biodiesel B4 no cálculo de emissões de 2009 Corrigido Fator de Emissão de CH4 e N2O do transporte de produtos modal rodoviário conforme IPCC correção da fórmula para considerar a emissão por quadrimestre Atualizado os fatores de emissão para o cálculo de viagens conforme DEFRA Atualizado os fatores de emissão para o cálculo de viagens conforme DEFRA Nova metodologia de cálculo da emissão das matérias primas segundo faturamento dos produtos. Considerado novos fatores de emissão para todas as embalagens Descarte de utilizadas pela embalgens Atualizadas as taxas brasileiras de reciclagem dos materiais de embalagem Padronização das pastas e suas nomenclaturas (pasta que inicia com GERAL D = dado de consumo; pasta que inicia com E = emissão) Auditoria Calculava a emissão anual pelo fator de emissão médio do ano Era utilizada a massa seca comprada de matérias primas para o cálculo das emissões Fatores de emissão categorizados e desatualizados A fórmula estimava as emissões das MPs com base nas emissões do Brasil Fórmula considerava tanto descarte como extração no total Erro na fórmula, não considerava a célula de total das emissões Brasil para fazer a estimativa Era contemplado como Escopo 1 Não contemplado Não contemplado Não contemplado Auditoria Auditoria As emissões de CH4 e N2O consideravam somente a emissão por km. Considerava as emissões do ano todo (17 ciclos) e não do quadrimestre Antigos fatores de emissão DEFRA Antigos fatores de emissão DEFRA Era utilizada a massa seca comprada de matérias primas para o cálculo das emissões Fatores de emissão categorizados e desatualizados Taxas desatualizadas Pastas divididas entre Dados e Emissão com nomenclaturas anteriores

11 GERAL GERAL GERAL GERAL Pasta com reporte do Inventário por Processo Pasta com cálculos por Quadrimestre Pasta com emissões do Brasil x Operações Internacionais Pasta com resumo dos fatores de emissão para cada fonte Não contemplado Não contemplado Não contemplado Não contemplado VI. Ano Base 36A) O ano escolhido como ano base (Obrigatório, exceto para participantes da fase de relatório preliminar) Ver parte II. 6 das especificações B) Emissões Escopo 1 e Escopo 2 (separados) para todos os anos do ano base até o ano do presente inventário (Obrigatório, exceto para participantes da fase de relatório preliminar) Ano Emissões totais de Escopo 1 Emissões totais de Escopo 2 Emissões totais de Escopo *Excluídas as emissões decorrentes das operações internacionais 37) No caso de as emissões do ano base tenham sido recalculadas no presente inventário, favor citar as razões. (Este item se aplica apenas para inventários completos). Em 2009, foi implementada uma nova metodologia de cálculo das emissões da extração e descarte final das matérias primas e embalagens consumidas pela. Esta metodologia é resultado do projeto Rotulagem GEE, que através de um mapeamento da cadeia produtiva, definiu fatores de emissão característicos para as matérias primas e materiais de embalagens utilizados pela. Nesse modelo atualizado de inventário tivemos um aumento de 22,0% nas emissões absolutas, comparando-as com Dessa forma percebeu-se a necessidade de realizar o recálculo das emissões do ano base. 38) Informação sobre as causas que provocam mudanças nas emissões que não impliquem em recálculo das emissões do ano base (por exemplo, mudanças em processos, fechamento de plantas etc.) (opcional)

12 VII. Informações sobre compensações 39) Informações sobre compensações que foram comprados ou desenvolvidos fora dos limites do inventário (opcional) Descrição de Compensação e Quantidade (em t CO 2 e) Tipo de projeto Verificado ou aprovado por uma entidade externa ao Programa? Se sim, divulga o nome da entidade. Para o ano de 2009, nosso processo de seleção de novos projetos ainda está em curso através do Edital Carbono Neutro 2009/2010 e terá como objetivo compensar as emissões do biênio 2009/2010. Disponibilizamos maiores informações no site 40) Informações sobre reduções em fontes dentro do limite do inventário que tenham sido vendidas ou transferidas para terceiros Descrição de redução Não se aplica. Nome da entidade para qual as reduções foram vendidas ou transferidas. Verificado ou aprovado por uma entidade externa ao Programa? (Se sim, divulga o nome da entidade)

13 III. Metodologias 41A) Para fontes inter setoriais 7 incluídas no seu inventário: Você utilizou uma metodologia de quantificação e/ou fatores de emissão que são diferentes, ou adicionais, a metodologia e/ou aos fatores de emissão específicos das ferramentas inter setoriais do programa brasileiro? Ver parte III. 1 das especificações sim não Metodologia de quantificação ou fator de emissão diferente Se sim, especifique: Descrição da fonte de emissão (ex. Combustão móvel de diesel em trator) OU Descrição da metodologia (incluindo em quais dados de atividades elas se baseiam, balanço de massa ou CEMS) Fatores de emissões para cada gás relevante; especifique as unidades Fonte do fator de emissão 8 (ex. IPCC, IEA, etc.) OU Fonte da metodologia (ex. GHG Protocol international, DEFRA, etc.) Publicação não autorizada 41B) Você autoriza o Programa Brasileiro GHG Protocol publicar a informação do número 41A? sim não não aplicável (se indicou não em item 39) 42A) Para qualquer fonte de setores específicos 9 inclua no seu inventario: Você utilizou uma metodologia de quantificação e/ou fatores de emissões que são diferentes, ou adicionais, as metodologias (e os fatores de emissões inclusos nessas) das especificações de quantificações do programa brasileiro GHG Protocol? Ver parte III. 2 das especificações sim não Metodologia de quantificação ou fator de emissão diferente Descrição da fonte de emissão (ex. Combustão móvel de diesel em trator) OU Descrição da metodologia (incluindo em quais dados de atividades elas se baseiam, balanço de massa ou CEMS) Se sim, especifique: Fatores de emissões para cada gás relevante; especifique as unidades Fonte do fator de emissão 10 (ex. IPCC, IEA, etc.) OU Fonte da metodologia (ex. GHG Protocol international, DEFRA, etc.) 7 Para a lista de fontes inter setoriais olhe a ferramenta de cálculo do Programa Brasileiro. 8 O GHG Protocol não é uma fonte de fatores de emissão. Caso esteja utilizando uma metodologia do GHG Protocol, especifique os fontes dos fatores de emissão citado na metodologia. 9 Para a lista de fontes de setores específicos olhe 10 O GHG Protocol não é uma fonte de fatores de emissão. Caso esteja utilizando uma metodologia do GHG Protocol, especifique os fontes dos fatores de emissão citado na metodologia.

14 42B) Você autoriza o Programa Brasileiro GHG Protocol publicar a informação do número 42A? sim não não aplicável (se indicou não em item 41)

15 ANEXO I Sumário do relatório de asseguração da auditoria PriceWaterhouseCoopers

16

17

18

19

20

Inventário das Emissões de Gases de Efeito Estufa [Gazin Auto Posto] [2012]

Inventário das Emissões de Gases de Efeito Estufa [Gazin Auto Posto] [2012] Inventário das Emissões de Gases de Efeito Estufa [Gazin Auto Posto] [2012] INVENTÁRIO: X Completo INVENTÁRIO VERIFICADO POR: X Terceira parte Data: 21/01/2014 Preparador de Relatório: EGGEE/GAZIN Airton

Leia mais

INVENTÁRIO: Completo Preliminar. INVENTÁRIO VERIFICADO POR: Ninguém Primeira parte 1 Terceira parte Terceira parte acreditada

INVENTÁRIO: Completo Preliminar. INVENTÁRIO VERIFICADO POR: Ninguém Primeira parte 1 Terceira parte Terceira parte acreditada Inventário das Emissões de Gases de Efeito Estufa RL Sistemas de Higiene Ltda. 2009 INVENTÁRIO: Completo Preliminar INVENTÁRIO VERIFICADO POR: Ninguém Primeira parte 1 Terceira parte Terceira parte acreditada

Leia mais

Inventário das Emissões de Gases de Efeito Estufa

Inventário das Emissões de Gases de Efeito Estufa Inventário das Emissões de Gases de Efeito Estufa LOJAS AMERICANAS S.A. 2010 Item na versão 2008 Item na versão 2009 Lista de modificações 2008-2009 Modificação nesta versão 1 1 Inserção de box com multipla

Leia mais

Inventário das Emissões de gases de efeito estufa

Inventário das Emissões de gases de efeito estufa Inventário das Emissões de gases de efeito estufa Ano de referência do inventário: 2009 Natura Cosméticos S/A Nome fantasia: Natura Cosmeticos SA - CNPJ: 71.673.990/0001-77 Tipo da empresa: Matriz Setor

Leia mais

Inventário das Emissões de Gases de Efeito Estufa [Quimicryl S/A] [2013]

Inventário das Emissões de Gases de Efeito Estufa [Quimicryl S/A] [2013] Inventário das Emissões de Gases de Efeito Estufa [Quimicryl S/A] [2013] INVENTÁRIO: X Completo INVENTÁRIO VERIFICADO POR: X Terceira parte Data: 10/03/2014 Preparador de Relatório: EGGEE/Quimicryl Simone

Leia mais

INVENTÁRIO: Completo Preliminar. INVENTÁRIO VERIFICADO POR: Ninguém Primeira parte 1 Terceira parte Terceira parte acreditada

INVENTÁRIO: Completo Preliminar. INVENTÁRIO VERIFICADO POR: Ninguém Primeira parte 1 Terceira parte Terceira parte acreditada Inventário das de Gases de Efeito Estufa SADIA S/A 2009 INVENTÁRIO: Completo Preliminar INVENTÁRIO VERIFICADO POR: Ninguém Primeira parte 1 Terceira parte Terceira parte acreditada Data: 01/04/2010 Preparador

Leia mais

Inventário das Emissões de Gases de Efeito Estufa

Inventário das Emissões de Gases de Efeito Estufa Inventário das Emissões de Gases de Efeito Estufa VIVO S/A 2009 INVENTÁRIO: Completo Preliminar INVENTÁRIO VERIFICADO POR: Ninguém Primeira parte 1 Terceira parte Terceira parte acreditada Data: 22/06/2010

Leia mais

INVENTÁRIO: Completo Preliminar. INVENTÁRIO VERIFICADO POR: Ninguém Primeira parte 1 Terceira parte Terceira parte acreditada

INVENTÁRIO: Completo Preliminar. INVENTÁRIO VERIFICADO POR: Ninguém Primeira parte 1 Terceira parte Terceira parte acreditada Inventário das Emissões de Gases de Efeito Estufa PepsiCo do Brasil Ltda. 2009 INVENTÁRIO: Completo Preliminar INVENTÁRIO VERIFICADO POR: Ninguém Primeira parte 1 Terceira parte Terceira parte acreditada

Leia mais

INVENTÁRIO: Completo Preliminar. INVENTÁRIO VERIFICADO POR: Ninguém Primeira parte 1 Terceira parte Terceira parte acreditada

INVENTÁRIO: Completo Preliminar. INVENTÁRIO VERIFICADO POR: Ninguém Primeira parte 1 Terceira parte Terceira parte acreditada Inventário das Emissões de Gases de Efeito Estufa Banco do Brasil S/A 2009 INVENTÁRIO: Completo Preliminar INVENTÁRIO VERIFICADO POR: Ninguém Primeira parte 1 Terceira parte Terceira parte acreditada Data:

Leia mais

Inventário das emissões de gases de efeito estufa. Unilever Brasil Ltda 2010 21/07/2011 15:52

Inventário das emissões de gases de efeito estufa. Unilever Brasil Ltda 2010 21/07/2011 15:52 Inventário das emissões de gases de efeito estufa Unilever Brasil Ltda 2010 A - DADOS DA EMPRESA Unilever Brasil Ltda Endereço: Avenida Presidente Juscelino Kubitschek, Itaim Bibi, 1309 - Cidade: São Paulo

Leia mais

Inventário das Emissões de gases de efeito estufa. Ano de referência do inventário: 2011

Inventário das Emissões de gases de efeito estufa. Ano de referência do inventário: 2011 Inventário das Emissões de gases de efeito estufa Ano de referência do inventário: 2011 Mercur S/A Nome fantasia: Mercur - CNPJ: 93.896.397/0001-22 Tipo da empresa: Matriz Setor econômico: C. Indústrias

Leia mais

Inventário das Emissões de gases de efeito estufa. Ano de referência do inventário: 2013

Inventário das Emissões de gases de efeito estufa. Ano de referência do inventário: 2013 Inventário das Emissões de gases de efeito estufa Ano de referência do inventário: 2013 Deloitte Touche Tohmatsu Auditores Independentes - Fortaleza Nome fantasia: Deloitte - Fortaleza - CNPJ: 49.928.567/0013-55

Leia mais

Inventário das Emissões de gases de efeito estufa

Inventário das Emissões de gases de efeito estufa Inventário das Emissões de gases de efeito estufa Ano de referência do inventário: 2013 B2W - Companhia Digital Nome fantasia: B2W - CNPJ: 00.776.574/0001-56 Tipo da empresa: Controlada Setor econômico:

Leia mais

INVENTÁRIO: Completo Preliminar. INVENTÁRIO VERIFICADO POR: Ninguém Primeira parte 1 Terceira parte Terceira parte acreditada

INVENTÁRIO: Completo Preliminar. INVENTÁRIO VERIFICADO POR: Ninguém Primeira parte 1 Terceira parte Terceira parte acreditada Inventário das Emissões de Gases de Efeito Estufa Companhia Energética de São Paulo - CESP 2009 INVENTÁRIO: Completo Preliminar INVENTÁRIO VERIFICADO POR: Ninguém Primeira parte 1 Terceira parte Terceira

Leia mais

INVENTÁRIO: Completo Preliminar. INVENTÁRIO VERIFICADO POR: Ninguém Primeira parte 1 Terceira parte Terceira parte acreditada

INVENTÁRIO: Completo Preliminar. INVENTÁRIO VERIFICADO POR: Ninguém Primeira parte 1 Terceira parte Terceira parte acreditada Inventário das Emissões de Gases de Efeito Estufa AmBev 2009 INVENTÁRIO: Completo Preliminar INVENTÁRIO VERIFICADO POR: Ninguém Primeira parte 1 Terceira parte Terceira parte acreditada Data: 07/05/2010

Leia mais

INVENTÁRIO: Completo Preliminar. INVENTÁRIO VERIFICADO POR: Ninguém Primeira parte 1 Terceira parte Terceira parte acreditada

INVENTÁRIO: Completo Preliminar. INVENTÁRIO VERIFICADO POR: Ninguém Primeira parte 1 Terceira parte Terceira parte acreditada Inventário das Emissões de Gases de Efeito Estufa Banco Bradesco S.A. 2009 INVENTÁRIO: Completo Preliminar INVENTÁRIO VERIFICADO POR: Ninguém Primeira parte 1 Terceira parte Terceira parte acreditada Data:

Leia mais

Inventário das Emissões de gases de efeito estufa

Inventário das Emissões de gases de efeito estufa Inventário das Emissões de gases de efeito estufa Ano de referência do inventário: 2014 MULTIDISPLAY COMERCIO E SERVICOS TECNOLOGICOS S.A. Nome fantasia: MULTIDISPLAY COMERCIO E SERVICOS TECNOLOGICOS S.A.

Leia mais

Inventário das Emissões de gases de efeito estufa. Ano de referência do inventário: 2014

Inventário das Emissões de gases de efeito estufa. Ano de referência do inventário: 2014 Inventário das Emissões de gases de efeito estufa Ano de referência do inventário: 2014 Lojas Americanas SA Nome fantasia: Lojas Americanas - CNPJ: 33.014.556/0001-96 Tipo da empresa: Matriz Setor econômico:

Leia mais

Inventário das Emissões de gases de efeito estufa

Inventário das Emissões de gases de efeito estufa Inventário das Emissões de gases de efeito estufa Ano de referência do inventário: 2014 B2W - Companhia Digital Nome fantasia: B2W - CNPJ: 00.776.574/0001-56 Tipo da empresa: Controlada Setor econômico:

Leia mais

Inventário das Emissões de Gases de Efeito Estufa

Inventário das Emissões de Gases de Efeito Estufa Inventário das Emissões de Gases de Efeito Estufa FURUKAWA INDUSTRIAL S. A. Produtos Elétricos 2009 INVENTÁRIO: Completo Preliminar INVENTÁRIO VERIFICADO POR: Ninguém Primeira parte 1 Terceira parte Terceira

Leia mais

Inventário das Emissões de gases de efeito estufa

Inventário das Emissões de gases de efeito estufa Inventário das Emissões de gases de efeito estufa Ano de referência do inventário: 2014 JBS Nome fantasia: JBS S/A - CNPJ: 02.916.265/0001-60 Tipo da empresa: Matriz Setor econômico: C. Indústrias de transformação

Leia mais

Resultados Inventário GEE 2010

Resultados Inventário GEE 2010 Resultados Inventário GEE 2010 Emissões GEE Natura 2010 Resultados 2010 carbono META* Redução 2010 Variação % 2009-2010 Variação acumulada % 2006-2010 Variação emissões relativas (kg de CO 2 e / kg de

Leia mais

Inventário das Emissões de gases de efeito estufa. Ano de referência do inventário: 2014. Inventário Parcial

Inventário das Emissões de gases de efeito estufa. Ano de referência do inventário: 2014. Inventário Parcial Inventário das Emissões de gases de efeito estufa Ano de referência do inventário: 2014 1. Dados do inventário Banco Santander S.A. (Brasil) Tipo de preenchimento: 1.1 Responsável pela elaboração do inventário

Leia mais

Inventário das Emissões de gases de efeito estufa. Ano de referência do inventário: 2012

Inventário das Emissões de gases de efeito estufa. Ano de referência do inventário: 2012 Inventário das Emissões de gases de efeito estufa Ano de referência do inventário: 2012 Patrus Transportes Urgentes Ltda Nome fantasia: Patrus Transportes - CNPJ: 17.463.456/0013-24 Tipo da empresa: Matriz

Leia mais

Inventário das Emissões de Gases de Efeito Estufa [Ipojucatur] [2014]

Inventário das Emissões de Gases de Efeito Estufa [Ipojucatur] [2014] Inventário das Emissões de Gases de Efeito Estufa [Ipojucatur] [2014] INVENTÁRIO: X Completo INVENTÁRIO VERIFICADO POR: X Terceira parte Data: 21/07/2015 Preparador de Relatório: Danilo Tarmelini/Ederson

Leia mais

Versão Web Inventário Corporativo de Gases de Efeito Estufa

Versão Web Inventário Corporativo de Gases de Efeito Estufa Versão Web Inventário Corporativo de Gases de Efeito Estufa Gerente do Projeto: Luis F. M. Serrano Consultor: Victor Sette Gripp Período de Referência: 2012 São Paulo, Abril de 2013 Elaboração: INTRODUÇÃO

Leia mais

Inventário das Emissões de Gases de Efeito Estufa

Inventário das Emissões de Gases de Efeito Estufa Inventário das Emissões de Gases de Efeito Estufa CNEC Projetos de Engenharia S.A. 2009 INVENTÁRIO: Completo Preliminar INVENTÁRIO VERIFICADO POR: Ninguém Primeira parte 1 Terceira parte Terceira parte

Leia mais

JULIETA ALCIATI DEPARTAMENTO DE RELAÇÕES COM O MERCADO

JULIETA ALCIATI DEPARTAMENTO DE RELAÇÕES COM O MERCADO JULIETA ALCIATI DEPARTAMENTO DE RELAÇÕES COM O MERCADO Agenda Introdução Definição dos limites de um inventário de emissões de Gases de Efeito Estufa Limites Operacionais Identificando e Calculando emissões

Leia mais

Inventário das Emissões de gases de efeito estufa

Inventário das Emissões de gases de efeito estufa Inventário das Emissões de gases de efeito estufa Ano de referência do inventário: 2013 Ford Nome fantasia: Ford - CNPJ: 03.470.727/0001-20 Tipo da empresa: Matriz Setor econômico: C. Indústrias de transformação

Leia mais

Inventário de Emissões de Gases de Efeito Estufa da Fundação Planetário da Cidade do Rio de Janeiro. Ano de Referência 2013

Inventário de Emissões de Gases de Efeito Estufa da Fundação Planetário da Cidade do Rio de Janeiro. Ano de Referência 2013 Inventário de Emissões de Gases de Efeito Estufa da Fundação Planetário da Cidade do Rio de Janeiro Ano de Referência 2013 Junho de 2014 RELATÓRIO TÉCNICO Inventário de Gases de Efeito Estufa da Fundação

Leia mais

Inventário das Emissões de Gases de Efeito Estufa [Ipojucatur Transportes e Turismo Ltda] [2011]

Inventário das Emissões de Gases de Efeito Estufa [Ipojucatur Transportes e Turismo Ltda] [2011] Inventário das Emissões de Gases de Efeito Estufa [Ipojucatur Transportes e Turismo Ltda] [2011] INVENTÁRIO: X Completo INVENTÁRIO VERIFICADO POR: X Terceira parte Data: 24/11/2012 Preparador de Relatório:

Leia mais

Inventário de Gases de Efeito Estufa da Fundação Planetário da Cidade do Rio de Janeiro

Inventário de Gases de Efeito Estufa da Fundação Planetário da Cidade do Rio de Janeiro RELATÓRIO TÉCNICO Inventário de Gases de Efeito Estufa da Fundação Planetário da Cidade do Rio de Janeiro Ano de referência: 2012 Outubro de 2013 RIO DE JANEIRO - RJ Rio de Janeiro RJ. Telefone: +55-21-3256-7968

Leia mais

Dimensão Mudanças Climáticas

Dimensão Mudanças Climáticas Dimensão Mudanças Climáticas Dimensão Mudanças Climáticas 2 Sumário CRITÉRIO I POLÍTICA... 3 INDICADOR 1. COMPROMISSO, ABRANGÊNCIA E DIVULGAÇÃO... 3 CRITÉRIO II GESTÃO... 5 INDICADOR 2. RESPONSABILIDADE...

Leia mais

THYSSENKRUPP COMPANHIA SIDERÚRGICA RELATÓRIO DE VERIFICAÇÃO DO ATLÂNTICO TKCSA DO INVENTÁRIO DE EMISSÕES DE GASES DE EFEITO ESTUFA

THYSSENKRUPP COMPANHIA SIDERÚRGICA RELATÓRIO DE VERIFICAÇÃO DO ATLÂNTICO TKCSA DO INVENTÁRIO DE EMISSÕES DE GASES DE EFEITO ESTUFA DO INVENTÁRIO DE EMISSÕES DE GASES DE EFEITO ESTUFA THYSSENKRUPP COMPANHIA SIDERÚRGICA DO ATLÂNTICO TKCSA RELATÓRIO NO. BRASIL-VER/ BR. R.1793248 REVISÃO NO. 1 ANO INVENTARIADO 2013 BUREAU VERITAS CERTIFICATION

Leia mais

Inventário das Emissões de gases de efeito estufa. Ano de referência do inventário: 2010

Inventário das Emissões de gases de efeito estufa. Ano de referência do inventário: 2010 Inventário das Emissões de gases de efeito estufa Ano de referência do inventário: 2010 PepsiCo do Brasil Ltda Nome fantasia: PepsiCo do Brasil Ltda - CNPJ: 71.303.141/0001-21 Tipo da empresa: Matriz Setor

Leia mais

MODELO DE INVENTÁRIO. 1. Dados Gerais: Razão Social: CNPJ: Responsável pelo Inventário: Endereço: CEP: Cidade: Estado:

MODELO DE INVENTÁRIO. 1. Dados Gerais: Razão Social: CNPJ: Responsável pelo Inventário: Endereço: CEP: Cidade: Estado: MODELO DE INVENTÁRIO 1. Dados Gerais: Razão Social: CNPJ: Responsável pelo Inventário: Endereço: CEP: Cidade: Estado: Telefone: ( ) Departamento: E-mail: Período coberto pelo Inventário: / / até / / Consultor:

Leia mais

Inventário das Emissões de gases de efeito estufa. Ano de referência do inventário: 2012

Inventário das Emissões de gases de efeito estufa. Ano de referência do inventário: 2012 Inventário das Emissões de gases de efeito estufa Ano de referência do inventário: 2012 Plural Editora e Gráfica Ltda. Nome fantasia: Plural - CNPJ: 01.306.088/0001-37 Tipo da empresa: Holding Setor econômico:

Leia mais

Inventário das Emissões de gases de efeito estufa

Inventário das Emissões de gases de efeito estufa Inventário das Emissões de gases de efeito estufa Ano de referência do inventário: 2012 JBS Nome fantasia: JBS S/A - CNPJ: 02.916.265/0001-60 Tipo da empresa: Holding Setor econômico: C. Indústrias de

Leia mais

Dimensão Mudanças Climáticas

Dimensão Mudanças Climáticas Dimensão Mudanças Climáticas Dimensão Mudanças Climáticas 2 Sumário CRITÉRIO I POLÍTICA... 3 INDICADOR 1. COMPROMISSO, ABRANGÊNCIA E DIVULGAÇÃO... 3 CRITÉRIO II GESTÃO... 5 INDICADOR 2. RESPONSABILIDADE...

Leia mais

SISEMA. Sistema Estadual de Meio Ambiente POLÍCIA MILITAR. D E M I N A S G E R A I S Nossa profissão, sua vida.

SISEMA. Sistema Estadual de Meio Ambiente POLÍCIA MILITAR. D E M I N A S G E R A I S Nossa profissão, sua vida. SISEMA Sistema Estadual de Meio Ambiente POLÍCIA Proposta de Termo de Referência para Inventário de Emissões de gases de efeito estufa da Copa do Mundo em MG Fundação Estadual do Meio Ambiente FEAM Apresentação

Leia mais

Inventário de Gases de Efeito Estufa do Festival de Turismo das Cataratas do Iguaçu 2015

Inventário de Gases de Efeito Estufa do Festival de Turismo das Cataratas do Iguaçu 2015 Inventário de Gases de Efeito Estufa do Festival de Turismo das Cataratas do Iguaçu 2015 Nome da instituição: De Angeli Feiras & Eventos Tipo de instituição: Evento Setor econômico: Turismo Endereço: Edifício

Leia mais

Inventário das Emissões de gases de efeito estufa

Inventário das Emissões de gases de efeito estufa Inventário das Emissões de gases de efeito estufa Ano de referência do inventário: 2012 Anidro do Brasil Extrações S/A Nome fantasia: Grupo Centroflora - CNPJ: 66.715.459/0002-60 Tipo da empresa: Holding

Leia mais

Relatório de Emissões de Gases de Efeito Estufa da TKCSA

Relatório de Emissões de Gases de Efeito Estufa da TKCSA Relatório de Emissões de Gases de Efeito Estufa da TKCSA 2010 Preparado Por ThyssenKrupp CSA Siderúrgica do Atlântico Avenida João XXIII, Santa Cruz Rio de Janeiro, RJ CEP 2356-352 Tel (21) 2141-2550 Thyssenkrupp-csa.com.br

Leia mais

INVENTÁRIO DE EMISSÕES DE GASES DE EFEITO ESTUFA Versão resumida BANCO BRADESCO S.A.

INVENTÁRIO DE EMISSÕES DE GASES DE EFEITO ESTUFA Versão resumida BANCO BRADESCO S.A. INVENTÁRIO DE EMISSÕES DE GASES DE EFEITO ESTUFA Versão resumida BANCO BRADESCO S.A. 2008 1 Inventário de GEE O Inventário de Emissões Diretas e Indiretas de Gases de Efeito Estufa (GEE) permite que uma

Leia mais

Inventário Corporativo de Emissões Diretas e Indiretas de Gases de Efeito Estufa (GEE) Ano referência: Emissões de 2010

Inventário Corporativo de Emissões Diretas e Indiretas de Gases de Efeito Estufa (GEE) Ano referência: Emissões de 2010 Inventário Corporativo de Emissões Diretas e Indiretas de Gases de Efeito Estufa (GEE) Ano referência: Emissões de 2010 Resumo Este documento apresenta o Inventário corporativo de Emissões Diretas e Indiretas

Leia mais

INVENTÁRIO DE GEE BICBANCO 2014

INVENTÁRIO DE GEE BICBANCO 2014 INVENTÁRIO DE GEE BICBANCO 2014 A liberação de gases de efeito estufa (GEE) associada às atividades humanas em todo o mundo é reconhecida como a principal causa das mudanças climáticas que vem sendo observadas

Leia mais

INVENTÁRIO DE EMISSÕES DE GASES DE EFEITO ESTUFA CORPORATIVAS UNIMED CUIABÁ

INVENTÁRIO DE EMISSÕES DE GASES DE EFEITO ESTUFA CORPORATIVAS UNIMED CUIABÁ INVENTÁRIO DE EMISSÕES DE GASES DE EFEITO ESTUFA CORPORATIVAS UNIMED CUIABÁ Abril de 2016 Av. Historiador Rubens de Mendonça, 4193 Bosque da Saúde Cuiabá/MT www.acaoverde.org.br (65) 3611 1606 Sumário

Leia mais

Programa de Registro Público de Emissões de GEE de Minas Gerais 16/3/2015

Programa de Registro Público de Emissões de GEE de Minas Gerais 16/3/2015 Programa de Registro Público de Emissões de GEE de Minas Gerais 16/3/2015 Legislação aplicada Decreto Estadual n 45.229, de 3 de dezembro de 2009 Decreto Estadual n 46.674, de 17 de dezembro de 2014 Deliberação

Leia mais

Inventário das Emissões de gases de efeito estufa

Inventário das Emissões de gases de efeito estufa Inventário das Emissões de gases de efeito estufa Ano de referência do inventário: 2013 Anidro do Brasil Extrações S/A Nome fantasia: Grupo Centroflora - CNPJ: 66.715.459/0002-60 Tipo da empresa: Holding

Leia mais

Relatório de Emissões de Gases de Efeito Estufa da TKCSA

Relatório de Emissões de Gases de Efeito Estufa da TKCSA Relatório de Emissões de Gases de Efeito Estufa da TKCSA 2011 Preparado Por ThyssenKrupp CSA Siderúrgica do Atlântico Avenida João XXIII, Santa Cruz Rio de Janeiro, RJ CEP 2356-352 Tel (21) 2141-2550 Thyssenkrupp-csa.com.br

Leia mais

MUDANÇA DO CLIMA E ESTRATÉGIAS EMPRESARIAIS:

MUDANÇA DO CLIMA E ESTRATÉGIAS EMPRESARIAIS: MUDANÇA DO CLIMA E ESTRATÉGIAS EMPRESARIAIS: INVENTEARIOS DE EMISSÕES E METODOLOGIAS Carlos Henrique Delpupo 28 / 05 / 2010 CONTEÚDO 1.Visão geral 2. Inventário de Emissões 4. Mercado de carbono 5. Riscos

Leia mais

Inventário de Emissões e Estratégias de Neutralização. Desafios dos Projetos de Crédito de Carbono

Inventário de Emissões e Estratégias de Neutralização. Desafios dos Projetos de Crédito de Carbono Inventário de Emissões e Estratégias de Neutralização Desafios dos Projetos de Crédito de Carbono Julho 2009 Sobre a GSS Empresa com atuação focada no desenvolvimento de projetos e prestação de consultorias

Leia mais

DIMENSÃO MUDANÇAS CLIMÁTICAS

DIMENSÃO MUDANÇAS CLIMÁTICAS DIMENSÃO MUDANÇAS CLIMÁTICAS CONTEÚDO CRITÉRIO I - POLÍTICA... 2 INDICADOR 1: COMPROMISSO, ABRANGÊNCIA E DIVULGAÇÃO... 2 CRITÉRIO II GESTÃO... 3 INDICADOR 2: RESPONSABILIDADES... 3 INDICADOR 3: PLANEJAMENTO/GESTÃO

Leia mais

FAQ - PROGRAMA REDUZA E COMPENSE CO2

FAQ - PROGRAMA REDUZA E COMPENSE CO2 FAQ - PROGRAMA REDUZA E COMPENSE CO2 1. O que é compensação? 2. O que é CO2? O que são gases de efeito estufa? 3. O que é crédito de carbono? 4. Eu sou obrigado a compensar as minhas emissões? 5. O que

Leia mais

INVENTÁRIO: Completo Preliminar. INVENTÁRIO VERIFICADO POR: Ninguém Primeira parte 1 Terceira parte Terceira parte acreditada

INVENTÁRIO: Completo Preliminar. INVENTÁRIO VERIFICADO POR: Ninguém Primeira parte 1 Terceira parte Terceira parte acreditada Inventário das Emissões de Gases de Efeito Estufa Grupo Abril 2009 INVENTÁRIO: Completo Preliminar INVENTÁRIO VERIFICADO POR: Ninguém Primeira parte 1 Terceira parte Terceira parte acreditada Data: 05

Leia mais

Inventário das Emissões de gases de efeito estufa. Ano de referência do inventário: 2014

Inventário das Emissões de gases de efeito estufa. Ano de referência do inventário: 2014 Inventário das Emissões de gases de efeito estufa Ano de referência do inventário: 2014 Strong Consultoria Empresarial e Participações Ltda (SCEP.A.RAP290) Nome fantasia: STRONG (SCEP.A.RAP290) - CNPJ:

Leia mais

Relatório de Emissões de Gases de Efeito Estufa da TKCSA

Relatório de Emissões de Gases de Efeito Estufa da TKCSA Relatório de Emissões de Gases de Efeito Estufa da TKCSA 2012 Preparado Por ThyssenKrupp CSA Siderúrgica do Atlântico Avenida João XXIII, Santa Cruz Rio de Janeiro, RJ CEP 2356-352 Tel (21) 2141-2550 Thyssenkrupp-csa.com.br

Leia mais

PRIMEIRO INVENTÁRIO DE EMISSÕES ANTRÓPICAS DE GASES DE EFEITO ESTUFA DO ESTADO DA BAHIA. Secretaria do Meio Ambiente do Estado da Bahia - SEMA 2010

PRIMEIRO INVENTÁRIO DE EMISSÕES ANTRÓPICAS DE GASES DE EFEITO ESTUFA DO ESTADO DA BAHIA. Secretaria do Meio Ambiente do Estado da Bahia - SEMA 2010 PRIMEIRO INVENTÁRIO DE EMISSÕES ANTRÓPICAS DE GASES DE EFEITO ESTUFA DO ESTADO DA BAHIA Secretaria do Meio Ambiente do Estado da Bahia - SEMA 2010 O Governo do Estado da Bahia, através da Secretaria do

Leia mais

Questionário ISE. Dimensão Mudanças Climáticas Mudança do Clima

Questionário ISE. Dimensão Mudanças Climáticas Mudança do Clima Questionário ISE Dimensão Mudanças Climáticas Mudança do Clima 2016 Sumário CRITÉRIO I POLÍTICA... 3 INDICADOR 1. COMPROMISSO, ABRANGÊNCIA E DIVULGAÇÃO... 3 CRITÉRIO II GESTÃO... 6 INDICADOR 2. RESPONSABILIDADE...

Leia mais

Comissão Interministerial de Mudança Global do Clima CIMGC

Comissão Interministerial de Mudança Global do Clima CIMGC Comissão Interministerial de Mudança Global do Clima CIMGC RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013 2014 1 2 Sobre a CIMGC Em 09 de maio de 1992, na cidade de Nova York, a Organização das Nações Unidas aprovou o texto

Leia mais

RELATÓRIO DE COMPENSAÇÃO DE EMISSÕES DE CO 2

RELATÓRIO DE COMPENSAÇÃO DE EMISSÕES DE CO 2 RELATÓRIO DE COMPENSAÇÃO DE EMISSÕES DE CO 2 XIV Simpósio Nacional de Auditoria de Obras Públicas (SINAOP) Centro de Eventos do Pantanal - Cuiabá 1 Novembro 2011 Nome do Evento: XIV SINAOP 2011 Cuiabá

Leia mais

Versão Web Inventário Corporativo de Gases de Efeito Estufa

Versão Web Inventário Corporativo de Gases de Efeito Estufa Inventário Corporativo de Gases do Efeito Estufa 2011 Versão Web Inventário Corporativo de Gases de Efeito Estufa Gerente do Projeto: Iris Gobato Gercov Consultora: Adriane Elise de Assunção Flausino Consultor:

Leia mais

Inventário das Emissões de gases de efeito estufa

Inventário das Emissões de gases de efeito estufa Inventário das Emissões de gases de efeito estufa Ano de referência do inventário: 2014 Banco Bradesco S.A Nome fantasia: Organização Bradesco - CNPJ: 60.746.948/0001-12 Tipo da empresa: Matriz Setor econômico:

Leia mais

Inventário Corporativo de Emissões Diretas e Indiretas de Gases de Efeito Estufa (GEE) Ano referência: Emissões de 2011

Inventário Corporativo de Emissões Diretas e Indiretas de Gases de Efeito Estufa (GEE) Ano referência: Emissões de 2011 Inventário Corporativo de Emissões Diretas e Indiretas de Gases de Efeito Estufa (GEE) Ano referência: Emissões de 2011 Resumo Este documento apresenta o Inventário corporativo de Emissões Diretas e Indiretas

Leia mais

INVENTÁRIO DE EMISSÕES DE GEE 2013

INVENTÁRIO DE EMISSÕES DE GEE 2013 INVENTÁRIO DE EMISSÕES DE GEE 2013 JULHO/2014 VERSÃO 02 CLIENTE PROJETO ENTREGÁVEL INVENTÁRIO DE EMISSÕES DE GEE 2013 CSTRINV02 Inventário de Emissões e Remoções de GEE AUTORES COLABORADORES Victor Gripp;

Leia mais

A Importância da Elaboração dos Inventários de Emissões de Gases de Efeito Estufa nas Capitais Brasileiras

A Importância da Elaboração dos Inventários de Emissões de Gases de Efeito Estufa nas Capitais Brasileiras A Importância da Elaboração dos Inventários de Emissões de Gases de Efeito Estufa nas Capitais Brasileiras Emilio Lèbre La Rovere Coordenador, CentroClima/LIMA/PPE/COPPE/UFRJ 2º Encontro dos Secretários

Leia mais

ENTENDENDO OS REQUISITOS DE VERIFICAÇÃO DE INVENTÁRIOS DE GASES DE EFEITO ESTUFA

ENTENDENDO OS REQUISITOS DE VERIFICAÇÃO DE INVENTÁRIOS DE GASES DE EFEITO ESTUFA ENTENDENDO OS REQUISITOS DE VERIFICAÇÃO DE INVENTÁRIOS DE GASES DE EFEITO ESTUFA UMA DISCUSSÃO SOBRE A ESTRUTURA DA NORMA ISO 14064 E SUA APLICAÇÃO GLOBAL PARA INVENTÁRIOS E PROJETOS DE GEE Agosto de 2011

Leia mais

DECRETO ESTADUAL Nº 52.469, DE 12 DE DEZEMBRO DE 2007

DECRETO ESTADUAL Nº 52.469, DE 12 DE DEZEMBRO DE 2007 DECRETO ESTADUAL Nº 52.469, DE 12 DE DEZEMBRO DE 2007 Altera a redação de dispositivos do Regulamento aprovado pelo Decreto nº 8.468, de 08 de setembro de 1976, que dispõe sobre o controle da poluição

Leia mais

CREMATÓRIO EMISSÕES ATMOSFÉRICAS - ROTEIRO DO ESTUDO

CREMATÓRIO EMISSÕES ATMOSFÉRICAS - ROTEIRO DO ESTUDO CREMATÓRIO EMISSÕES ATMOSFÉRICAS - ROTEIRO DO ESTUDO Esse roteiro foi elaborado com base no disposto na Resolução CONAMA 316/2002 e na Norma Técnica CETESB E15.011. Apresentar estudo de análise de alternativas

Leia mais

A Importância de Inventários de Emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE) em Governos Locais

A Importância de Inventários de Emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE) em Governos Locais VIII Semana de Ciência e Tecnologia do IFMG campus Bambuí I Seminário dos Estudantes de Pós Graduação A Importância de Inventários de Emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE) em Governos Locais (1) Leonardo

Leia mais

ANEXO II. (Relacione a(s) Parte(s) e entidades privadas e/ou públicas envolvidas na atividade de projeto e informe os dados para contato no Anexo 1.

ANEXO II. (Relacione a(s) Parte(s) e entidades privadas e/ou públicas envolvidas na atividade de projeto e informe os dados para contato no Anexo 1. ANEXO II A. Descrição geral da atividade de projeto A.1 Título da atividade de projeto: A.2. Descrição da atividade de projeto: (Inclua na descrição - o propósito da atividade de projeto - a opinião dos

Leia mais

Inventário de Gases de Efeito Estufa do Festival de Turismo das Cataratas do Iguaçu 2013

Inventário de Gases de Efeito Estufa do Festival de Turismo das Cataratas do Iguaçu 2013 Inventário de Gases de Efeito Estufa do Festival de Turismo das Cataratas do Iguaçu 2013 Sumário 1. APRESENTAÇÃO... 2 2. GHG PROTOCOL... 2 2.1 Premissas... 3 2.1.1 Definições... 3 2.1.1.1. Período... 3

Leia mais

Juntos pela excelência ambiental

Juntos pela excelência ambiental Juntos pela excelência ambiental 1 Pontos em Agenda 1 3 Ponto Verde Serviços Enquadramento Quem somos A nossa missão As nossas marcas Ponto Verde Serviços Os nossos serviços Certificação 3R 6 Certificação

Leia mais

Empresas brasileiras emitiram 85,2 milhões de toneladas de gases de efeito estufa no ano passado

Empresas brasileiras emitiram 85,2 milhões de toneladas de gases de efeito estufa no ano passado Empresas brasileiras emitiram 85,2 milhões de toneladas de gases de efeito estufa no ano passado (Dados divulgados hoje no lançamento do programa Empresas pelo Clima, do GVCes, estão disponíveis em www.fgv.br/ces/epc

Leia mais

Inventário de emissões de gases de efeito estufa. Elaboração e uso como ferramenta de gestão

Inventário de emissões de gases de efeito estufa. Elaboração e uso como ferramenta de gestão Inventário de emissões de gases de efeito estufa Elaboração e uso como ferramenta de gestão 25 de agosto de 2011 Programa Brasileiro GHG Protocol Origens Metodologia mais utilizada mundialmente para a

Leia mais

Inventário das Emissões de Gases de Efeito Estufa

Inventário das Emissões de Gases de Efeito Estufa Inventário das Emissões de Gases de Efeito Estufa COPEL Companhia Paranaense de Energia 2009 INVENTÁRIO: Completo Preliminar INVENTÁRIO VERIFICADO POR: Ninguém Primeira parte 1 Terceira parte Terceira

Leia mais

O projeto de Neutralização das Emissões de Carbono do Camarote Expresso 2222 envolve as seguintes etapas:

O projeto de Neutralização das Emissões de Carbono do Camarote Expresso 2222 envolve as seguintes etapas: Relatório de Emissões de Carbono Camarote Expresso 2222 Carnaval Salvador 2010 Introdução As atividades da humanidade têm aumentado como nunca visto a concentração de gases poluidores na atmosfera. Alguns

Leia mais

Inventário de Gases de Efeito Estufa

Inventário de Gases de Efeito Estufa Inventário de Gases de Efeito Estufa Gerenciamento de Informações e Ações Dirigidas Nicole Celupi - Three Phase Gerenciamento de Informações e Ações Dirigidas Institucional A Three Phase foi criada em

Leia mais

Votorantim Industrial Relatório de Sustentabilidade. Versão para público externo

Votorantim Industrial Relatório de Sustentabilidade. Versão para público externo Votorantim Industrial Relatório de Sustentabilidade Versão para público externo Mensagem da alta administração Em 93 anos de história da Votorantim, temos mantido a consistência na geração de valor, pautando

Leia mais

estufa para setores agropecuários

estufa para setores agropecuários Simpósio de Mercado de Carbono pós COP15 e Código Florestal para o Sistema Cooperativista Inventário de gases de efeito fi estufa para setores agropecuários Inventário de gases de efeito estufa para setores

Leia mais

Política de mudanças climáticas. Versão resumida

Política de mudanças climáticas. Versão resumida Política de mudanças climáticas Versão resumida 29/06/2015 objetivo A política de Mudanças Climáticas da Oi visa estabelecer o direcionamento estratégico e orientar as decisões relativas à temática da

Leia mais

Inventário das Emissões de Gases de Efeito Estufa

Inventário das Emissões de Gases de Efeito Estufa Inventário das Emissões de Gases de Efeito Estufa VOTORANTIM INDUSTRIAL S/A 2009 INVENTÁRIO: Completo Preliminar INVENTÁRIO VERIFICADO POR: Ninguém Primeira parte 1 Terceira parte Terceira parte acreditada

Leia mais

Confederação Nacional da Indústria

Confederação Nacional da Indústria Confederação Nacional da Indústria Brasília, novembro de 2010 mudança do clima COP 16: A Contribuição da Indústria Brasileira As Principais Mensagens Os esforços da indústria brasileira são uma importante

Leia mais

ITAUTEC S.A. - GRUPO ITAUTEC RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 31 DE MARÇO DE 2013

ITAUTEC S.A. - GRUPO ITAUTEC RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 31 DE MARÇO DE 2013 ITAUTEC S.A. - GRUPO ITAUTEC RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 31 DE MARÇO DE 2013 A Itautec S.A., companhia brasileira de capital aberto atuante no setor de tecnologia em soluções de automação bancária, automação

Leia mais

INVENTÁRIO E VERIFICAÇÃO DE GEE ABNT NBR ISO14064: PARTES 1 E 3. Uma visão geral dos requisitos da norma

INVENTÁRIO E VERIFICAÇÃO DE GEE ABNT NBR ISO14064: PARTES 1 E 3. Uma visão geral dos requisitos da norma INVENTÁRIO E VERIFICAÇÃO DE GEE ABNT NBR ISO14064: PARTES 1 E 3 Uma visão geral dos requisitos da norma FORTALECEMOS PROCESSOS, SISTEMAS E PESSOAS SGS é líder mundial em inspeções, testes, certificações

Leia mais

INVENTÁRIO DE EMISSÕES DE GASES DE EFEITO ESTUFA IPOJUCATUR TRANSPORTES E TURISMO LTDA ANO BASE 2009

INVENTÁRIO DE EMISSÕES DE GASES DE EFEITO ESTUFA IPOJUCATUR TRANSPORTES E TURISMO LTDA ANO BASE 2009 INVENTÁRIO DE EMISSÕES DE GASES DE EFEITO ESTUFA IPOJUCATUR TRANSPORTES E TURISMO LTDA ANO BASE 2009 ÍNDICE 1. A Empresa 03 2. Objetivo 03 3. Inventário segundo a ISO 14.064-01 03 4. Identificação dos

Leia mais

Protocolo de Verificação do Programa de Registro Público de Emissões de Gases de Efeito Estufa do Estado de Minas Gerais

Protocolo de Verificação do Programa de Registro Público de Emissões de Gases de Efeito Estufa do Estado de Minas Gerais Sistema Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável Fundação Estadual do Meio Ambiente Diretoria de Pesquisa e Desenvolvimento Gerência

Leia mais

EDITAL DO 1º CONCURSO DE IDEIAS E PROJETOS ECONOMIA VERDE

EDITAL DO 1º CONCURSO DE IDEIAS E PROJETOS ECONOMIA VERDE EDITAL DO 1º CONCURSO DE IDEIAS E PROJETOS ECONOMIA VERDE Sumário: 1. Apresentação 2. Finalidade do Prêmio 3. A quem se destina 4. Requisitos de elegibilidade para inscrição 5. Critérios de Avaliação 6.

Leia mais

Inventário das Emissões de gases de efeito estufa

Inventário das Emissões de gases de efeito estufa Inventário das Emissões de gases de efeito estufa Ano de referência do inventário: 2008 Natura Cosméticos S/A Nome fantasia: Natura Cosmeticos SA - CNPJ: 71.673.990/0001-77 Tipo da empresa: Matriz Setor

Leia mais

Simpósio Internacional de Sustentabilidade

Simpósio Internacional de Sustentabilidade Simpósio Internacional de Sustentabilidade Tema: Case Natura de Sustentabilidade: Incorporando a Dimensão Socioambiental no Modelo de Negócios Renato Abramovich Diretor - Norte e Nordeste Agenda > Visão

Leia mais

SUSTENTABILIDADE????

SUSTENTABILIDADE???? SUSTENTABILIDADE???? POPULAÇÃO MUNDIAL PRINCIPAIS PROBLEMAS GRANDES DESAFIOS DA HUMANIDADE: ÁGUA POTÁVEL FLORESTAS ALIMENTOS DIVERSIDADE BIOLÓGICA MORADIA GERAÇÃO DE ENERGIA ATMOSFERA, MUDANÇAS CLIMÁTICAS

Leia mais

Desafios Ambientais do Biodiesel no Brasil

Desafios Ambientais do Biodiesel no Brasil Desafios Ambientais do Biodiesel no Brasil Mudança do Clima A mudança do clima representa um desafio para a sustentabilidade global. Os gases de efeito estufa (GEEs) são apontados como os principais responsáveis

Leia mais

CRITÉRIOS ADICIONAIS PARA A ACREDITAÇÃO DE ORGANISMOS DE CERTIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO (ISO/IEC 27006:2011) - OTS

CRITÉRIOS ADICIONAIS PARA A ACREDITAÇÃO DE ORGANISMOS DE CERTIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO (ISO/IEC 27006:2011) - OTS CRITÉRIOS ADICIONAIS PARA A ACREDITAÇÃO DE ORGANISMOS DE CERTIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO (ISO/IEC 276:2011) - OTS NORMA Nº NIT-DICOR-011 APROVADA EM MAR/2013 Nº 01/46 SUMÁRIO

Leia mais

NORMA NBR ISO 9001:2008

NORMA NBR ISO 9001:2008 NORMA NBR ISO 9001:2008 Introdução 0.1 Generalidades Convém que a adoção de um sistema de gestão da qualidade seja uma decisão estratégica de uma organização. O projeto e a implementação de um sistema

Leia mais

Linha Economia Verde

Linha Economia Verde Linha Economia Verde QUEM SOMOS Instituição Financeira do Estado de São Paulo, regulada pelo Banco Central, com inicio de atividades em Março/2009 Instrumento institucional de apoio àexecução de políticas

Leia mais

Notas sobre o Novo Regulamento de Monitorização. e Comunicação de Emissões

Notas sobre o Novo Regulamento de Monitorização. e Comunicação de Emissões Notas sobre o Novo Regulamento de Monitorização 1. Terminologia e Comunicação de Emissões Entrada em vigor a 01.01.2013 O novo Regulamento (UE) N.º 601/2012 da Comissão, de 21 de junho de 2012 (MRR) contém

Leia mais

Regulamento geral para a certificação dos Sistemas de Gestão

Regulamento geral para a certificação dos Sistemas de Gestão Regulamento geral para a certificação dos Sistemas de Gestão Em vigor a partir de 01/04/2016 RINA Via Corsica 12 16128 Genova - Itália tel. +39 010 53851 fax +39 010 5351000 website : www.rina.org Normas

Leia mais

Relatório de Neutralização das emissões de gases do efeito estufa

Relatório de Neutralização das emissões de gases do efeito estufa 2011 Inventário de GEE Relatório de Neutralização das emissões de gases do efeito estufa Evento: -Super 9k Montevérgine -Prova Ciclística 9 de Julho 0 Inventário das Emissões de Gases de Efeito Estufa

Leia mais

Inventário Municipal de Emissões de GEE Belo Horizonte. João Marcelo Mendes jmendes@waycarbon.com

Inventário Municipal de Emissões de GEE Belo Horizonte. João Marcelo Mendes jmendes@waycarbon.com Inventário Municipal de Emissões de GEE Belo Horizonte João Marcelo Mendes jmendes@waycarbon.com Sobre a WayCarbon 7 anos no mercado sul-americano de consultoria em mudanças climáticas Portifólio de projetos

Leia mais

INVENTÁRIO DE EMISSÕES DE GEE 14º CONGRESSO BRASILEIRO DE EMBALAGEM

INVENTÁRIO DE EMISSÕES DE GEE 14º CONGRESSO BRASILEIRO DE EMBALAGEM INVENTÁRIO DE EMISSÕES DE GEE 14º CONGRESSO BRASILEIRO DE EMBALAGEM 2010 Dados gerais do evento Duração 2 dias Participantes ~450 Palestras em auditório e salas Atividades Exposição de fornecedores Coffee-breaks

Leia mais