Histologia Animal. Prof. Milton

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Histologia Animal. Prof. Milton"

Transcrição

1 Histologia Animal Prof. Milton

2 Origem: Ectoderme Tecido Epitelial Características Gerais: Células justapostas Células poliédricas Células lábeis ( E! ) Ausência de substância Intersticial ( Matriz ) Avascular ( vivo ) Especializações da membrana Microvilosidades Desmossomos Interdigitações ( Junções GAP )

3

4 Funções: Revestimento e proteção Absorção Secreção Sensorial Estrutura: Classificação: Tecido epitelial de Revestimento ( TER ) Tecido epitelial secretor / glandular ( TES / TEG ) Tecido Epitelial de revestimento Classificação: Quanto número de camadas Simples ( Uniestratificado ) Estratificado Pseudoestratificado

5 Classificação: Quanto formato celular Pavimentoso ( escamoso ) Cúbico Prismático ( cilíndrico / colunar ) Transição Exemplos de tecidos epiteliais de revestimentos

6 TER Simples Pavimentoso EX : Endotélio e Alvéolos TER Simples Cúbico EX : Néfron e Ovários TER Simples Prismático EX : Estômago e Intestino TER Estratificado Pavimentoso EX : Epiderme, Esôfago e Canal Vaginal

7 TER Estratificado Cúbico EX : Conjutiva Dos Olhos TER Estratificado Prismático EX : Uretra e Epiglote TER Pseudoestratificado Cilíndrico EX : Tecido Respiratório TER De Transição EX : Bexiga Urinária

8 Metaplasia / Neoplasia / Oncogenia

9 Tecido Epitelial Secretor ( Glandular ) Formação :

10 Classificação das glândulas Quanto ao local se eliminação das secreções Exócrinas - Sudoríparas, lacrimais e Salivares Endócrinas - Tireóide e Suprarenal Mesócrinas ( mista / anfícrina ) - Gônadas e Pâncreas Classificação das glândulas exócrinas Quanto ao formato do adenômero Tubulosa - Sudoríparas Acinosa ( alveolar ) - Sebáceas Túbulo-acinosa ( Túbulo-alveolar ) - Salivares Mandibulares

11 Quanto a ramificação do ducto condutor Simples - Lacrimais Composta - Ácinos Pancreáticos Quanto ao tipo de secreção Mucosa - Salivares Sublinguais Serosa - Ácinos Pancreáticos Mucosserosa ( Seromucosa ) - Salivares Parótidas Classificação das glândulas Quanto ao modo de eliminação das secreções Holócrina - Sebáceas Merócrina - Sudoríparas Apócrina Mamárias e Axilares Quanto ao número de células Unicelulares - Células Caliciformes e Leydig Pluricelulares - Neuroipófise e Timo

12 Estrutura Da Pele Humana

13 Epiderme ( TEREPQ ) Derme ( Tcpdccgdnm ) - Melanócito

14 Terminações Nervosas Da Pele ( Sentido )

15 Queimaduras Na Pele

16 Tecido Conjutivo Origem: Mesoderme Características Gerais: Células apostas Células polimórficas Células estáveis Presença de substância Intersticial ( Matriz ) Vascular ( vivo )

17 Estrutura: Matriz SFA Fibras Colágenas Elásticas Reticulares Células Mesenquimatosas Indiferenciadas Fibroblastos / Fibrócitos Macrófago ( Histiócitos ) Plasmócitos ( IgE ) Mastócitos ( Heparina Histamina ) Adipócitos

18 Classificação: Tecido Conjuntivo Propriamente Dito ( TCPD ) TCPD Frouxo Com Caracteríticas Gerais Não Modelado ( Fibroso ) Com Caracteríticas Especiais Denso Modelado ( Tendinoso ) Mielóide Hematopoiético Linfóide Adiposo

19 TCPD Com Características Gerais Frouxo Funções: Preenchimentos Viscerais Lâmina Própria Revestimento Neural e Linfático Cicatrização

20 CPD Com Características Gerais Denso ( Não Modelado ) Funções: Derme Pericôndrio Periósteo Esqueleto Visceral ( Rim / Fígado ) Pericôndrio Periósteo

21 TCPD Com Características Gerais Denso ( Modelado ) Funções: Tendões

22 CPD Com Características Especiais Hematopoiético Mieloide ( Medula Óssea Vermelha MOV ) Sinônimos : Hematocitopoiético / Reticular Funções: Hematopoiese / Hematogênese

23 CPD Com Características Especiais Hematopoiético Linfoide ( Linfa Monócitos e linfócitos ) Funções: Formar Linfonodos, Baço,Timo, Amígdalas, Tecidos Respiratórios e Digestórios Linfonodos Timo

24 TCPD Com Características Especiais Adiposo Funções: Formar a Hipoderme ( Mamíferos ) Isolante Térmico Reserva Energética ( MOA - Tutano ) Protetor Contra Choques Mecânicos Medula Óssea Amarela ( MOA )

25 Tecido Conjuntivo De Tranporte ( TCT ) TCT Sanguíneo ( Sangue ) Linfático ( Linfa ) Tecido Conjuntivo De Sustentação ( TCS ) TCS Cartilaginoso ( Cartilagem ) Ósseo ( Osso )

26

27 Tecido Conjuntivo De Tranporte Sanguíneo ( Sangue ) Origem: TCPDCCE Hematopoiético Mielóide ( MOV ) Constituição: Plasma Água Sais Glicoproteínas Albumina Proteínas Globulina Fibrinogênio Células Hemácias ( Eritrócitos ) Leucócitos Plaquetas ( Trombócitos )

28 Hemácias ( Eritroblasto \ Eritrócitos ) Formato: Discoidal Bicôncava ( Anucleada ) Hemograma: ( Adulto ) No Homem 5 milhões Na Mulher 4.5 milhões Função: Transportar Gases Respiratórios

29 Leucócitos Hemograma: De 7 \ 10 Mil ( Adulto ) Função: Imunização ( Fagocitária \ Humoral ) Classificação: Leucócitos Granulócitos Agranulócitos Neutrófilo Acidófilo ( Eosinófilo ) Basófilo Monócitos Linfócitos

30 Plaquetas ( Trombócitos ) Hemograma: 300 Mil ( Adulto ) Função: Coagulação Sanguínea Mecanismo:

31 Tecido Conjuntivo De Tranporte Linfático ( Linfa ) Origem: TCPDCCE Hematopoiético Linfóide ( OL ) Constituição: Plasma Água Sais Glicoproteínas Células Linócitos B ( IgE ) Ácido Graxo \ Glicerol

32 Tecido Conjuntivo De Sustentação Cartilaginoso ( Cartilagem ) Origem: TCPDCCG Denso Não Modelado ( Fibroso ) ( Pericôndrio - Vascular ) Constituição: Matriz Fibrosa ( Sólida ) Proteínas Colágeno Elastina Células Condroplastos ( Lacunas ) Condroblastos Condrócitos

33 Condrócitos Condroplastos

34 Classificação: Cartilagem Hialina: Matriz Homogênea Fibras Colágenas Exemplos: Tronco Respiratório ( Nariz, Laringe, Traquéia e Brônquios )

35 Cartilagem Elástica: Matriz Homogênea Fibras Colágenas Fibras Eláticas Exemplos: Pavilhão Auditivo Tuba Uterina Epiglote Laringe

36 Cartilagem Fibrosa ( Fibrocartilagem ) : Matriz Heterogênea Fibras Colágenas Exemplos: Articulações Discos intervertebrais

37 Tecido Conjuntivo De Sustentação Ósseo ( Óssos ) Origem: TCPDCCG Denso Não Modelado ( Fibroso ) ( Periósteo - Vascular ) Constituição: Matriz Mineral Proteínas Colágeno ( Osteóide ) ( Sólida ) Células Osteoplastos ( Lacunas ) Osteoblastos Osteócitos Osteoclastos

38 Osteoclastos

39 Classificação: Óssos Longos Curtos Compactos Esponjosos

40 Ossificação: Ossificações Intramenbranosa / Conjuntiva ( Fontonelas Do Crânio ) Endocondral / Cartilaginosa ( Ossificação Geral )

41

42 Estruturas Ósseas

43

44 Origem: Mesoderme Tecido Muscular Características Gerais: Célula Muscular ( Fibra ) Sarcolema Retículo Sarcoplasmático Condrioma Vascular ( vivo ) Células Estáveis e Permanentes ( Diferenciadas )

45 Estrutura: Célula Muscular ( Fibra ) Miofibrilas ( Longitudinal ) Actina e Miosina ( Sarcômero )

46 Função: Contração Muscular Classificação: Tecido Muscular Estriado Esqulético aracterísticas : Presente Junto Ao Esqueleto Contração Voluntária e Rápida Células Alongadas, Cilíndricas e Unidas Estrias Presentes Polinucleadas e Núcleos Periféricos Habilidade De Contração Pequena

47 Tecido Muscular Estriado Cardíaco aracterísticas: Presente Junto A Parede Do Coração Contração Involuntária e Rápida Células Alongadas, Ramificadas e Unidas ( Longitudinalmente ) Estrias Presentes Mono / Binucleadas e Núcleos Centrais Habilidade De Contração Pequena

48 Tecido Muscular Liso Características: Presente Junto Ao Orgãos ( Vísceras ) Contração Involuntária e Lenta Células Alongadas, Fusiformes e Isoladas Estrias Ausentes Mononucleadas e Núcleos Centrais Habilidade De Contração Grande

49

50 Sarcômero ( Unidade De Contrção Muscular )

51

52 Tecido Nervoso Origem: Ectoderme Características Gerais: Vascular ( vivo ) Neurônios Células Permanentes ( Diferenciadas ) Estrutura: Neurônios Sensitivos Motores Associativos Mielínicos Amielínicos Dendritos Corpo celular ( Pericário ) Corpúsculo De Nissl ( Ergastoplasma ) Axônios Células Da Glia ( Neuróglia )

53

54 Função: Criação e Transmissão Do Impulso Nervoso Formação Do Sistema Nervoso e Endócrino Comanda e Coordena As Funções Fisiológicas Classificação Dos Neurônios: eurônios Multipolares : Muitos Dendritos e Um Axônio Partindo Do Centro Celular Neurônios Bipolares : Um Dendrito e Um Axônio Partindo Do Centro Celular Exemplos: Retina, Mucosa Olfativa, Gânglios Cocleares e Vestibular Neurônios Pseudo-Unipolares : Apenas Um Único Prolongamento Parte Do Centro Celular e Se Divide Em Dendrito e Axônio Exemplos: Gânglios Espinhais

55

56 Transmissão Do Impulso Nervoso ( TIN ) Origem: Bomba DE Na e K Neurônios Polarizados ( - 70 mv ) Despolarizados ( + 40 mv ) Repolarizados ( - 70 mv ) Potencial De Ação ( 110 mv ) Lei Do Tudo Ou Nada ( IN Com Mesma Intensidade )

57

58 Origem: Dendrito Corpo Celular Axônio ( Unidirecional )

59 Sinapse Nervosa

60

61 Classificação Da Células Da Glia Neuróglia Astrócitos Oligodendrócitos Micróglia

Histologia Animal. multicelularidade. tecido. parazoários eumetazoários. conjunto de células afins que atuam no desempenho de uma determinada função.

Histologia Animal. multicelularidade. tecido. parazoários eumetazoários. conjunto de células afins que atuam no desempenho de uma determinada função. Histologia Animal multicelularidade parazoários eumetazoários tecido conjunto de células afins que atuam no desempenho de uma determinada função. Histologia Animal Nos vertebrados, quatro tipos principais:

Leia mais

BIOLOGIA HISTOLOGIA ANIMAL

BIOLOGIA HISTOLOGIA ANIMAL ANIMAL Módulo 12 Página 15 à 36 FECUNDAÇÃO -Mórula = células iguais (células tronco) DIFERENCIAÇÃO TECIDOS FECUNDAÇÃO -Mórula = células iguais (células tronco) DIFERENCIAÇÃO TECIDOS TECIDOS = Conjunto

Leia mais

EPITELIAL CONJUNTIVO MUSCULAR NERVOSO

EPITELIAL CONJUNTIVO MUSCULAR NERVOSO www.iaci.com.br BIOLOGIA Iaci Belo EPITELIAL CONJUNTIVO MUSCULAR NERVOSO Células justapostas com pouco material intercelular Ausência de vasos sanguíneos ou nervos Funções de revestimento e secreção NARINAS

Leia mais

Histologia Animal. - Estuda a classificação, estrutura, distribuição e função dos tecidos animais.

Histologia Animal. - Estuda a classificação, estrutura, distribuição e função dos tecidos animais. Histologia Animal - Estuda a classificação, estrutura, distribuição e função dos tecidos animais. - Tecidos: Grupamento de células harmonizadas e diferenciadas que realizam uma determinada função. - Principais

Leia mais

INSTITUTO DOM FERNANDO GOMES APOSTILA DE BIOLOGIA (IV UNIDADE)

INSTITUTO DOM FERNANDO GOMES APOSTILA DE BIOLOGIA (IV UNIDADE) INSTITUTO DOM FERNANDO GOMES ALUNO (A): PROFESSOR (A): Rubiana SÉRIE: 9ºano APOSTILA DE BIOLOGIA (IV UNIDADE) Histologia é a ciência que estuda os tecidos do corpo humano, sua anatomia microscópica e sua

Leia mais

ATLAS DE CITOLOGIA E HISTOLOGIA VETERINÁRIA I. Dra. Madalena Monteiro Doutor Pedro Faísca

ATLAS DE CITOLOGIA E HISTOLOGIA VETERINÁRIA I. Dra. Madalena Monteiro Doutor Pedro Faísca ATLAS DE CITOLOGIA E HISTOLOGIA VETERINÁRIA I Dra. Madalena Monteiro Doutor Pedro Faísca EPITÉLIOS DE REVESTIMENTO 1- PARTICULARIDADES DO TECIDO EPITELIAL 1.1- Membrana basal 1.2- Especializações da membrana

Leia mais

ANATOMIA E FISIOLOGIA. Renata Loretti Ribeiro Enfermeira Coren/SP 42883

ANATOMIA E FISIOLOGIA. Renata Loretti Ribeiro Enfermeira Coren/SP 42883 ANATOMIA E FISIOLOGIA Renata Loretti Ribeiro Enfermeira Coren/SP 42883 Renata Loretti Ribeiro - Enfermeira 2 DEFINIÇÕES Anatomia é a ciência que estuda, macro e microscopicamente, a constituição e o desenvolvimento

Leia mais

Embriogênese (parte II) Histologia animal (parte I) Natália A. Paludetto nataliaapaludetto@gmail.com

Embriogênese (parte II) Histologia animal (parte I) Natália A. Paludetto nataliaapaludetto@gmail.com Embriogênese (parte II) Histologia animal (parte I) Natália A. Paludetto nataliaapaludetto@gmail.com Anteriormente... Zigoto Mórula Blástula Gástrula Neurula Organogênese Anexos embrionários Gêmeos Dos

Leia mais

COMO SURGEM OS TECIDOS

COMO SURGEM OS TECIDOS TECIDO EPITELIAL COMO SURGEM OS TECIDOS Nos seres de reprodução sexuada, que constituem a maioria dos organismos, todas as células surgem a partir de uma única célula, a célula-ovo. Esta sofre divisões

Leia mais

DISCIPLINA BIOLOGIA APLICADA ESCOLA NOVAERENSE

DISCIPLINA BIOLOGIA APLICADA ESCOLA NOVAERENSE DISCIPLINA BIOLOGIA APLICADA ESCOLA NOVAERENSE Prof. Thais Regina Silva Domingues DISCIPLINA BIOLOGIA APLICADA ESCOLA NOVAERENSE Thais Regina Silva Domingues Enfermeira da Estratégia Saúde da Família Pós-Graduanda

Leia mais

Nome: _. Turma: 1º módulo _. CEDUP Curso Técnico em Análises Clínicas Disciplina: Histologia Módulo I Professora Giseli Trento Andrade e Silva

Nome: _. Turma: 1º módulo _. CEDUP Curso Técnico em Análises Clínicas Disciplina: Histologia Módulo I Professora Giseli Trento Andrade e Silva 1 Histologia CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL ABÍLIO PAULO CRICIÚMA SC CURSO: TÉCNICO EM ANÁLISES CLÍNICAS DISCIPLINA: HISTOLOGIA - MÓDULO I OBJETIVO GERAL Conhecer os tecidos para estabelecer relações

Leia mais

ESTUDO DOS TECIDOS ANIMAIS

ESTUDO DOS TECIDOS ANIMAIS TECIDO CONJUNTIVO células pouco numerosas e bastante espaçadas Substância intercelular composição varia de acordo com o tipo de tecido, ex: derme: há uma substância gelatinosa que dá resistência e elasticidade

Leia mais

TECIDO CONJUNTIVO HISTOLOGIA

TECIDO CONJUNTIVO HISTOLOGIA TECIDO CONJUNTIVO HISTOLOGIA CARACTERÍSTICAS GERAIS: - Unem e sustentam outros tecidos - Não apresentam células justapostas - Possuem vários tipos de células - Possuem matriz intercelular material gelatinoso

Leia mais

Roteiro para acompanhamento das aulas práticas de Histologia

Roteiro para acompanhamento das aulas práticas de Histologia Departamento de Morfologia do Instituto de Ciências Biológicas Disciplina de Histologia e Embriologia VI 1º período de Medicina Professor Lúcio Henrique de Oliveira Roteiro para acompanhamento das aulas

Leia mais

Histologia animal. Equipe de Biologia

Histologia animal. Equipe de Biologia Histologia animal Equipe de Biologia Tipos de tecidos animais Tecidos epiteliais Tecidos conjuntivos Tecidos musculares http://www.simbiotica.org/tecidosanimal.htm Tecido nervoso Tecidos epiteliais Apresenta

Leia mais

Biologia - 3ª Série Histologia Data: 13 de junho de 2007

Biologia - 3ª Série Histologia Data: 13 de junho de 2007 HISTOLOGIA Conceito: Ciência que estuda os tecidos. Tecido: Conjunto de células semelhantes que juntas anatomicamante, desempenham a mesma função. TECIDO EPITELIAL Características: células muito coesas

Leia mais

C O NJUNTIVO D I C E T

C O NJUNTIVO D I C E T C NJUNTIVO TECIDO ORIGEM EMBRIONÁRIA Mesoderma OBS.: Os tecidos conjuntivos da cabeça se originam das células das cristas neurais (neuroectoderma). CARACTERISTICAS MORFOLÓGICAS Formado por inúmeros tipos

Leia mais

Organismo. Sistemas. Órgãos. Tecidos. Células

Organismo. Sistemas. Órgãos. Tecidos. Células Organismo Sistemas Órgãos Tecidos Células Histologia animal O ramo da ciência que estuda os tecidos é a Histologia (histo= tecido; logia=estudo). A célula-ovo contém toda a informação genética do futuro

Leia mais

Níveis de organização do corpo humano - TECIDOS. HISTOLOGIA = estudo dos tecidos

Níveis de organização do corpo humano - TECIDOS. HISTOLOGIA = estudo dos tecidos Níveis de organização do corpo humano - TECIDOS HISTOLOGIA = estudo dos tecidos TECIDOS Grupos de células especializadas, semelhantes ou diferentes entre si, e que desempenham funções específicas. Num

Leia mais

Prof André Montillo www.montillo.com.br

Prof André Montillo www.montillo.com.br Prof André Montillo www.montillo.com.br Qual é a Menor Unidade Viva? Célula Qual é a Menor Unidade Viva? Tecidos Órgãos Aparelhos Sistemas Célula Células Tecidos Órgãos Sistemas ou Aparelhos Sistemas ou

Leia mais

COLÉGIO JARDINS. Aluno: Data: / / SÉRIE: 1º A( ) B( ) Profº Marcos Andrade

COLÉGIO JARDINS. Aluno: Data: / / SÉRIE: 1º A( ) B( ) Profº Marcos Andrade COLÉGIO JARDINS Aluno: Data: / / SÉRIE: 1º A( ) B( ) Profº Marcos Andrade TECIDO CONJUNTIVO I São aqueles que atuam nas funções de preenchimento de espaços entre órgãos, sustentação, defesa e nutrição.

Leia mais

1. o ANO ENSINO MÉDIO PROF.ª SABRINA ARAÚJO PROF.ª SARAH SANTOS

1. o ANO ENSINO MÉDIO PROF.ª SABRINA ARAÚJO PROF.ª SARAH SANTOS 1. o ANO ENSINO MÉDIO PROF.ª SABRINA ARAÚJO PROF.ª SARAH SANTOS Unidade IV Estudo dos tecidos. 2 Aula 13.1 Conteúdo Tecido Conjuntivo I. 3 Habilidade Conhecer as características e as funções do tecido

Leia mais

Tecido conjuntivo 1º ano Pró Madá Componentes da matriz extracelular A matriz é uma massa amorfa, de aspecto gelatinoso e transparente. É constituída principalmente por água e glicoproteínas e uma parte

Leia mais

Diversas funções no organismo: revestimento, absorção, secreção. Tecido epitelial e tecido conjuntivo. Prof. Mauro. Quanto ao formato da célula:

Diversas funções no organismo: revestimento, absorção, secreção. Tecido epitelial e tecido conjuntivo. Prof. Mauro. Quanto ao formato da célula: TECIDO EPITELIAL Diversas funções no organismo: revestimento, absorção, secreção. Tecido epitelial e tecido conjuntivo Característica principal: Células justapostas, permitindo a existência de pouco material

Leia mais

ORIGEM: TECIDO CONJUNTIVO

ORIGEM: TECIDO CONJUNTIVO ORIGEM: TECIDO CONJUNTIVO TECIDO EPITELIAL MUITAS CÉLULAS; CÉLULAS JUSTAPOSTAS; POUCA OU NENHUMA SUBSTÂNCIA INTERCELULAR; FORMADO POR UMA OU VÁRIAS CAMADAS DE CÉLULAS; NÃO POSSUI FIBRAS; É AVASCULARIZADO;

Leia mais

TECIDO CONJUNTIVO. derme tendão

TECIDO CONJUNTIVO. derme tendão TECIDO CONJUNTIVO derme tendão Tecido adiposo cartilagem sangue osso http://medinfo.ufl.edu/~dental/denhisto/lecture_materials/conntiss1_07_nxpowerlite_1.ppt Tecido Conjuntivo Característica: vários tipos

Leia mais

Histologia animal (parte II) Natália A. Paludetto nataliaapaludetto@gmail.com

Histologia animal (parte II) Natália A. Paludetto nataliaapaludetto@gmail.com Histologia animal (parte II) Natália A. Paludetto nataliaapaludetto@gmail.com Anteriormente... Tecido Epitelial Revestimento Uniestratificado Pseudoestratificado Estratificado Pavimentoso Cúbico Colunar

Leia mais

Seleção para Monitoria em Histologia / GABARITO

Seleção para Monitoria em Histologia / GABARITO FEPECS Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde ESCS - Escola Superior de Ciências da Saúde Seleção para Monitoria em Histologia / GABARITO Data: 14 de abril de 2015 Estudante / matrícula: 1.

Leia mais

Tecido Conjuntivo. Prof Leonardo M. Crema

Tecido Conjuntivo. Prof Leonardo M. Crema Tecido Conjuntivo Prof Leonardo M. Crema Variedades de Tecido Conjuntivo Propriamente dito (frouxo, denso modelado e não modelado) Com propriedades especiais (tecido elástico, reticular, adiposo, mielóide,

Leia mais

20/10/2014. TECIDO CONJUNTIVO ou CONECTIVO

20/10/2014. TECIDO CONJUNTIVO ou CONECTIVO TECIDO CONJUNTIVO ou CONECTIVO Poucas células, encontram-se separadas; Presença de grande quantidade de substância intercelular; Substância intercelular ou matriz extracelular Substância fundamental amorfa:

Leia mais

Curso: Biologia. Histologia. Disciplina: Biologia I. Professora: Ivanéa Vasques Cruz

Curso: Biologia. Histologia. Disciplina: Biologia I. Professora: Ivanéa Vasques Cruz Curso: Biologia Histologia Disciplina: Biologia I Professora: Ivanéa Vasques Cruz Página 2 de 14 Conteúdo O que é Histologia? 2 TECIDO EPITELIAL 2 TECIDO EPITELIAL DE REVESTIMENTO OU EPITÉLIO DE REVESTIMENTO

Leia mais

TECIDOS EPITELIAIS HISTOLOGIA

TECIDOS EPITELIAIS HISTOLOGIA TECIDOS EPITELIAIS HISTOLOGIA Tecidos: Células justapostas, nas quais o material intersticial é escasso ou inexistente. TECIDOS EPITELIAIS FUNÇÕES: PROTEÇÃO ABSORÇÃO E SECREÇÃO DE SUBSTÂNCIAS PERCEPÇÃO

Leia mais

Grupo de células que, em geral, tem umaorigem embrionária comum e atuam juntas para executar atividades especializadas

Grupo de células que, em geral, tem umaorigem embrionária comum e atuam juntas para executar atividades especializadas UNIVERSIDADE DE CUIABÁ NÚCLEO DE DISCIPLINAS INTEGRADAS DISCIPLINA: CIÊNCIAS MORFOFUNCIONAIS I Considerações Gerais sobre HISTOLOGIA Professores: Ricardo, Lillian, Darléia e Clarissa UNIVERSIDADE DE CUIABÁ

Leia mais

EXERCÍCIOS DE TECIDOS PROF. CLEUBER

EXERCÍCIOS DE TECIDOS PROF. CLEUBER EXERCÍCIOS DE TECIDOS PROF. CLEUBER 1. (PUC Rio - 2008 - Grupos 1, 3 e 4) O tecido epitelial tem como função fazer o revestimento de todos os órgãos do corpo. Neste sentido, pode-se afirmar que: (A) é

Leia mais

Sistema Respiratório

Sistema Respiratório Sistema Respiratório Características Gerais Funções: Condução e troca de gases Funções protetoras - ar seco umidificado por secreções glandulares e material particulado Fonação Olfação Regulação da temperatura

Leia mais

Citologia. Estudo das células. Luceni Bortolatto

Citologia. Estudo das células. Luceni Bortolatto Citologia Estudo das células Luceni Bortolatto Propriedades da células Membrana plasmática Proteínas Citoplasma, constituído por organóides e hialoplasma (ou citosol) núcleo Membrana Plasmática Pequena

Leia mais

EXERCÄCIOS DE HISTOLOGIA. 1- (PUC-2006) Associe o tipo de tecido animal Å sua correlaçéo:

EXERCÄCIOS DE HISTOLOGIA. 1- (PUC-2006) Associe o tipo de tecido animal Å sua correlaçéo: EXERCÄCIOS DE HISTOLOGIA 1- (PUC-2006) Associe o tipo de tecido animal Å sua correlaçéo: 1) Tecido Ñsseo compacto 2) Tecido Ñsseo esponjoso 3) Cartilagem hialina 4) Cartilagem elöstica 5) Cartilagem fibrosa

Leia mais

Conjunto de células semelhantes e interdependentes. Condição básica da multicelularidade. Vantagens: aumento do tamanho, divisão de trabalho

Conjunto de células semelhantes e interdependentes. Condição básica da multicelularidade. Vantagens: aumento do tamanho, divisão de trabalho Conjunto de células semelhantes e interdependentes Condição básica da multicelularidade Vantagens: aumento do tamanho, divisão de trabalho Origens embrionárias dos tecidos animais: Ectoderme Mesoderme

Leia mais

HISTOLOGIA ESTUDO DOS TECIDOS

HISTOLOGIA ESTUDO DOS TECIDOS HISTOLOGIA ESTUDO DOS TECIDOS Tipos de tecidos: Tecido Epitelial Tecido Conjuntivo Tecido Muscular Tecido Nervoso Tecido Epitelial Funções: Tecido Epitelial Revestimento Proteção Absorção de impacto Secreção

Leia mais

SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR

SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR SARGENTO NADER ALVES DOS SANTOS SÉRIE/ANO: 1ª TURMA(S):

Leia mais

Biologia 1 aula 11 COMENTÁRIOS ATIVIDADES PARA SALA COMENTÁRIOS ATIVIDADES PROPOSTAS TECIDOS CONJUNTIVOS I

Biologia 1 aula 11 COMENTÁRIOS ATIVIDADES PARA SALA COMENTÁRIOS ATIVIDADES PROPOSTAS TECIDOS CONJUNTIVOS I Biologia 1 aula 11 TECIDOS CONJUNTIVOS I 1. T.C.D. modelado: fibras colágenas dispostas em feixes ordenados paralelamente, dando-lhe enorme resistência e pouca elasticidade. Esse tecido forma os tendões

Leia mais

ULTI RESUMOS BIOLOGIA ULTIRESUMOS.COM.BR - TECIDO CONJUNTIVO PROPRIAMENTE DITO: UltiResumos - Biologia

ULTI RESUMOS BIOLOGIA ULTIRESUMOS.COM.BR - TECIDO CONJUNTIVO PROPRIAMENTE DITO: UltiResumos - Biologia ULTI RESUMOS BIOLOGIA ULTIRESUMOS.COM.BR - TECIDO CONJUNTIVO PROPRIAMENTE DITO: - FROUXO Finalidade: - DENSO + Unir os espaços localizados entre a pele e os órgãos + Apoio aos epitélios + Formam camadas

Leia mais

Vasconcelos, DFP. Roteiro para Aula Prática de Histologia Básica. www.institutododelta.com.br

Vasconcelos, DFP. Roteiro para Aula Prática de Histologia Básica. www.institutododelta.com.br Como citar este documento: Vasconcelos, DFP. Roteiro para Aula Prática de Histologia Básica. Disponível em:, acesso em: (coloque a data aqui). ROTEIRO PARA AULA PRÁTICA DE HISTOLOGIA BÁSICA Roteiro de

Leia mais

Prof. Rita Martins rita.martins@ibmr.br

Prof. Rita Martins rita.martins@ibmr.br Prof. Rita Martins rita.martins@ibmr.br Classificação: A. Tecidos conjuntivos embrionários: 1- Tecido Conjuntivo Mesenquimal (mesênquima) 2- Tecido Conjuntivo Mucoso B. Tecidos conjuntivos propriamente

Leia mais

Níveis de. Organização do. Corpo Humano

Níveis de. Organização do. Corpo Humano Níveis de Organização do Corpo Humano No corpo humano existem vários grupos de células semelhantes entre si. Cada grupo constitui um TECIDO Semelhança de forma: todas destinam-se a uma função específica.

Leia mais

22.05. O tipo básico de tecido epitelial é o de revestimento sendo os demais tecidos epiteliais (glandular e neuroepitélio) derivados desse.

22.05. O tipo básico de tecido epitelial é o de revestimento sendo os demais tecidos epiteliais (glandular e neuroepitélio) derivados desse. BIO 8E aula 22 22.01. O tecido epitelial de revestimento é pobre em substância intercelular e avascular. Existe também o tecido epitelial glandular que é derivado do tecido epitelial de revestimento. O

Leia mais

BIOLOGIA. Lista Recuperação 2º Bimestre SÉRIE: 1º ANO DATA: 29 / 06 / 2015

BIOLOGIA. Lista Recuperação 2º Bimestre SÉRIE: 1º ANO DATA: 29 / 06 / 2015 Lista Recuperação 2º Bimestre Professor: STUART SÉRIE: 1º ANO DATA: 29 / 06 / 2015 CONTEÚDO RECUPERAÇÃO TECIDO EPITELIAL DE REVESTIMENTO E GLANDULAR + T.C. PROPRIAMENTE DITO + TECIDO ADIPOSO Livro Camaleão

Leia mais

As glândulas se originam das células epiteliais e possuem a função de síntese, armazenamento e secreção.

As glândulas se originam das células epiteliais e possuem a função de síntese, armazenamento e secreção. EPITÉLIO GLANDULAR As glândulas se originam das células epiteliais e possuem a função de síntese, armazenamento e secreção. Composição das secreções glandulares: Proteínas: pâncreas Carboidratos: célula

Leia mais

Prof Thiago Scaquetti de Souza

Prof Thiago Scaquetti de Souza Prof Thiago Scaquetti de Souza SISTEMA RESPIRATÓRIO HUMANO Funções e anatomia O sistema respiratório humano possui a função de realizar as trocas gasosas (HEMATOSE). Esse sistema é composto pelas seguintes

Leia mais

Universidade Federal da Bahia Instituto de Ciências da Saúde Departamento de Biomorfologia Disciplina de Histologia II

Universidade Federal da Bahia Instituto de Ciências da Saúde Departamento de Biomorfologia Disciplina de Histologia II Universidade Federal da Bahia Instituto de Ciências da Saúde Departamento de Biomorfologia Disciplina de Histologia II ROTEIRO DE AULAS PRÁTICAS 1º SEMESTRE *** RELAÇÃO DAS LÂMINAS*** Aluno: Turma prática:

Leia mais

Osteologia. Estudo da estrutura dos ossos oste = osso; logia = estudo de

Osteologia. Estudo da estrutura dos ossos oste = osso; logia = estudo de Osteologia Estudo da estrutura dos ossos oste = osso; logia = estudo de Ossos Ossos são orgãos esbranquiçados, muito duros, que unindo-se aos outros por meio de junturas ou articulações, constituem o esqueleto.

Leia mais

Matéria: Biologia Assunto: Tecidos Animais - Tecidos Conjuntivos Prof. Enrico Blota

Matéria: Biologia Assunto: Tecidos Animais - Tecidos Conjuntivos Prof. Enrico Blota Matéria: Biologia Assunto: Tecidos Animais - Tecidos Conjuntivos Prof. Enrico Blota Biologia Moléculas, células e tecidos - Tecidos animais Tecidos conjuntivos São constituídos predominantemente por material

Leia mais

TECIDO EPITELIAL HISTOLOGIA ANIMAL

TECIDO EPITELIAL HISTOLOGIA ANIMAL HISTOLOGIA Histologia é a parte da Biologia que estuda os tecidos. Tecidos são agrupamentos de células semelhantes e/ou que possuem função semelhante, tomadas em conjunto com a substância intercelular.

Leia mais

Faculdade de Ciências Médicas Universidade Nova de Lisboa

Faculdade de Ciências Médicas Universidade Nova de Lisboa Sangue Nesta lâmina observa-se um esfregaço de sangue, que constitui um tipo de tecido conjuntivo fluído constituído por células emersas em matriz extracelular plasma. O plasma é uma solução aquosa de

Leia mais

TECIDO CONJUNTIVO. Embrionário. - Conjuntivo Propriamente Dito. - Especializados - Cartilaginoso - Ósseo - Sanguineo

TECIDO CONJUNTIVO. Embrionário. - Conjuntivo Propriamente Dito. - Especializados - Cartilaginoso - Ósseo - Sanguineo TECIDO CONJUNTIVO Embrionário - Conjuntivo Propriamente Dito - Especializados - Cartilaginoso - Ósseo - Sanguineo Origem Embrionária Mesoderma Células Mesenquimais Funções Gerais Fornecer suporte estrutural

Leia mais

Tecido Conjuntivo. Tecido Conjuntivo

Tecido Conjuntivo. Tecido Conjuntivo Tecido Conjuntivo Tecido com diversos tipos de células c separadas por abundante material intercelular sintetizado por elas. - Origem: mesênquima (derivado do mesoderma); conjuntivo Coloração depende muito

Leia mais

SISTEMA MÚSCULO ESQUELÉTICO. Enf. Thais Domingues

SISTEMA MÚSCULO ESQUELÉTICO. Enf. Thais Domingues SISTEMA MÚSCULO ESQUELÉTICO Enf. Thais Domingues SISTEMA MÚSCULO ESQUELÉTICO Composto de ossos, músculos, cartilagem, ligamentos e fáscia, proporcionando ao corpo, com sua armação estrutural uma caixa

Leia mais

28.03. As plaquetas são os elementos figurados do sangue responsáveis pela coagulação sanguínea.

28.03. As plaquetas são os elementos figurados do sangue responsáveis pela coagulação sanguínea. BIO 10E aula 28 28.01. Para fazer a defesa do organismo, alguns leucócitos podem atravessar a parede dos vasos sanguíneos e atuar no tecido conjuntivo. Este processo é denominado diapedese. 28.02. A coagulação

Leia mais

COLÉGIO SÃO PAULO Rio de Janeiro, junho/2014.

COLÉGIO SÃO PAULO Rio de Janeiro, junho/2014. COLÉGIO SÃO PAULO Rio de Janeiro, junho/2014. ENSINO MÉDIO RECUPERAÇÃO PARALELA PARCIAL ORIENTAÇÃO DE ESTUDO DISCIPLINA: Biologia (2ª série) PROFESSOR: Priscila Temas/Capítulos - Cap 12 Núcleo, divisões

Leia mais

FISIOLOGIA DO SANGUE HEMATÓCRITO ERITRÓCITOS OU HEMÁCIAS HEMATÓCRITO 07/10/2008 PLASMA: CELULAR:

FISIOLOGIA DO SANGUE HEMATÓCRITO ERITRÓCITOS OU HEMÁCIAS HEMATÓCRITO 07/10/2008 PLASMA: CELULAR: FISIOLOGIA DO SANGUE Sistema Circulatório PLASMA: semelhante ao líquido intersticial (2%) PROTEÍNAS PLASMÁTICAS (7%) Albumina pressão coloidosmótica Globulinas α e β transporte e substrato δ imunidade,

Leia mais

Trabalho Online 1-6 2. ENFISEMA EM FUMANTES É PROVOCADA POR UMA ENZIMA

Trabalho Online 1-6 2. ENFISEMA EM FUMANTES É PROVOCADA POR UMA ENZIMA Trabalho Online NOME: Nº.: DISCIPLINA: BIOLOGIA I PROFESSOR(A):LEANDRO 2ª SÉRIE TURMA: 210_ 2º Bimestre Nota: DATA: / / 1. Faça uma comparação entre músculo esquelético e músculo liso exemplificando sua

Leia mais

HISTOFISIOLOGIA SISTEMA URINÁRIO

HISTOFISIOLOGIA SISTEMA URINÁRIO HISTOFISIOLOGIA SISTEMA URINÁRIO Daniela Brum Anatomia do Sistema Urinário Rins Ureteres Bexiga Uretra Sistema Urinário - Funções Filtrar o sangue removem, armazenam e transportam produtos residuais meio

Leia mais

Tecido Epitelial Glandular

Tecido Epitelial Glandular Tecido Epitelial Glandular Revestimento Glandular Tecido epitelial É constituído por células epiteliais especializadas na atividade de secreção As moléculas a serem secretadas são armazenadas em grânulos

Leia mais

Aula: Histologia I. Serão abordados os temas sobre Células Tronco,Tecido Epitelial, Tecido Conjuntivo TCPD, Cartilaginoso e Ósseo.

Aula: Histologia I. Serão abordados os temas sobre Células Tronco,Tecido Epitelial, Tecido Conjuntivo TCPD, Cartilaginoso e Ósseo. Aula: Histologia I Serão abordados os temas sobre Células Tronco,Tecido Epitelial, Tecido Conjuntivo TCPD, Cartilaginoso e Ósseo. PROFESSOR: Brenda Braga DATA: 03/04/2014 Histologia (Estudo dos Tecidos)

Leia mais

1. o ANO ENSINO MÉDIO PROF.ª SABRINA ARAÚJO PROF.ª SARAH SANTOS

1. o ANO ENSINO MÉDIO PROF.ª SABRINA ARAÚJO PROF.ª SARAH SANTOS 1. o ANO ENSINO MÉDIO PROF.ª SABRINA ARAÚJO PROF.ª SARAH SANTOS Unidade IV Estudo dos tecidos. Aula 14.2 Conteúdo: Tecido Muscular Habilidade: Conhecer as características, funções e células constituintes

Leia mais

Cap. 8: A arquitetura corporal dos animais. Equipe de Biologia

Cap. 8: A arquitetura corporal dos animais. Equipe de Biologia Cap. 8: A arquitetura corporal dos animais Equipe de Biologia Histologia Estuda os tecidos orgânicos. Tecido: Agrupamento de células com as mesmas características e função. Além de suas próprias células,

Leia mais

Tema B TECIDO CONJUNTIVO

Tema B TECIDO CONJUNTIVO Tema B TECIDO CONJUNTIVO 1 Características gerais 2 Características dos principais tipos de tecido conjuntivo 2.1 Tecido conjuntivo propriamente dito 2.1.1 Laxo 2.1.2 Denso: modulado e não modulado 2.2

Leia mais

Como nosso corpo está organizado

Como nosso corpo está organizado Após sua formação, a célula-ovo passa por vários processos de divisão até formar todas as células do corpo e originar um novo indivíduo. espermatozoide fecundação óvulo a célula-ovo se divide HIROE SASAKI

Leia mais

HISTOLOGIA TECIDOS BÁSICOS: TECIDO EPITELIAL DE REVESTIMENTO TECIDO EPITELIAL GLANDULAR

HISTOLOGIA TECIDOS BÁSICOS: TECIDO EPITELIAL DE REVESTIMENTO TECIDO EPITELIAL GLANDULAR HISTOLOGIA TECIDOS BÁSICOS: TECIDO EPITELIAL DE REVESTIMENTO TECIDO EPITELIAL GLANDULAR TECIDO CONJUNTIVO PROPRIAMENTE DITO TECIDO CONJUNTIVO DE PROPRIEDADES ESPECIAIS TECIDO CONJUNTIVO ESPECIALIZADO TECIDO

Leia mais

Observação com aumento total de 100x: Neste aumento poderemos observar os sistemas de Havers e os sistemas intermediários com facilidade.

Observação com aumento total de 100x: Neste aumento poderemos observar os sistemas de Havers e os sistemas intermediários com facilidade. 1. Tecido Ósseo Compacto desgastado Material: Diáfise de osso em corte transversal Técnica: Desgaste com a utilização de disco de Carborundum Observação com aumento total de 100x: Neste aumento poderemos

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO DOS EPITÉLIOS DE REVESTIMENTO - SIMPLES X ESTRATIFICADO - FORMATO DAS CÉLULAS. células cúbicas. células prismáticas

CLASSIFICAÇÃO DOS EPITÉLIOS DE REVESTIMENTO - SIMPLES X ESTRATIFICADO - FORMATO DAS CÉLULAS. células cúbicas. células prismáticas HISTOLOGIA ANIMAL Histologia é a parte da Biologia que estuda os tecidos. Tecidos são agrupamentos de células semelhantes e/ou que possuem função semelhante, tomadas em conjunto com a substância intercelular.

Leia mais

As células formam os tecidos

As células formam os tecidos As células formam os tecidos Sabemos que células com formas e funções semelhantes se organizam em tecidos. Anote Os tecidos são agrupamentos de células que se diferenciam e se especializam para realizar,

Leia mais

fibras musculares ou miócitos

fibras musculares ou miócitos Os tecidos musculares são de origem mesodérmica e relacionam-se com a locomoção e outros movimentos do corpo, como a contração dos órgãos do tubo digestório, do coração e das artérias. As células dos tecidos

Leia mais

Histologia Animal. - Estuda a classificação, estrutura, distribuição e função dos tecidos animais.

Histologia Animal. - Estuda a classificação, estrutura, distribuição e função dos tecidos animais. Histologia Animal - Estuda a classificação, estrutura, distribuição e função dos tecidos animais. - Tecidos: Grupamento de células harmonizadas e diferenciadas que realizam uma determinada função. - Principais

Leia mais

TECIDOS. 1º ano Pró Madá

TECIDOS. 1º ano Pró Madá TECIDOS 1º ano Pró Madá CARACTERÍSTICAS GERAIS Nos animais vertebrados há quatro grandes grupos de tecidos: o muscular, o nervoso, o conjuntivo(abrangendo também os tecidos ósseo, cartilaginoso e sanguíneo)

Leia mais

TECIDO CONJUNTIVO 28/07/2015. Origem mesodérmica; Grande quantidade de substância intercelular: Profº Fernando Teixeira @biovestiba. Vascularizado.

TECIDO CONJUNTIVO 28/07/2015. Origem mesodérmica; Grande quantidade de substância intercelular: Profº Fernando Teixeira @biovestiba. Vascularizado. TECIDO CONJUNTIVO Origem mesodérmica; Profº Fernando Teixeira @biovestiba Grande quantidade de substância intercelular: o Substância fundamental; o Proteínas colágenas ou elásticas; Vascularizado. Preenchimento;

Leia mais

CITOLOGIA organelas e núcleo

CITOLOGIA organelas e núcleo Biologia CITOLOGIA organelas e núcleo Professor: Fernando Stuchi Níveis de Organização do Corpo Humano Conceitos Fundamentais População - Conjunto formado pelos organismos de determinada espécie, que vivem

Leia mais

Vestibular1 A melhor ajuda ao vestibulando na Internet Acesse Agora! www.vestibular1.com.br. Histologia

Vestibular1 A melhor ajuda ao vestibulando na Internet Acesse Agora! www.vestibular1.com.br. Histologia Histologia O que é Histologia? É a parte da Biologia que estuda os tecidos Mas o que é Tecido? "Tecido é uma especialização morfológica, físico-químico e fisiológica de células"(grasse). "Tecido é um conjunto

Leia mais

NEOPLASIAS. MSc. Isabela Brcko

NEOPLASIAS. MSc. Isabela Brcko NEOPLASIAS MSc. Isabela Brcko Proliferações locais de clones celulares cuja reprodução foge ao controle normal, e que tendem para um tipo de crescimento autônomo e progressivo, e para a perda de diferenciação

Leia mais

ORIENTAÇÃO DE ESTUDOS

ORIENTAÇÃO DE ESTUDOS ORIENTAÇÃO DE ESTUDOS RECUPERAÇÃO SEMESTRAL 3º Ano do Ensino Médio Disciplina: Biologia 1. Para os estudiosos, a manifestação de "... vida..." deve-se a características, tais como: ( ) uma composição química

Leia mais

BIOLOGIA. Histologia. Professora: Brenda Braga

BIOLOGIA. Histologia. Professora: Brenda Braga BIOLOGIA Histologia Professora: Brenda Braga Histologia (Estudo dos Tecidos) Tecidos conjunto de células especializadas em realizar uma ou mais funções. Células-tronco São praticamente indiferenciadas

Leia mais

Sistema Respiratório Capítulo 9

Sistema Respiratório Capítulo 9 Sistema Respiratório Capítulo 9 1 FUNÇÕES O sistema respiratório permite o transporte do O 2 para o sangue, a fim de ser distribuído para as células, e a retirada do CO 2, dejeto do metabolismo celular,

Leia mais

TECIDO CONJUNTIVO 9º ano

TECIDO CONJUNTIVO 9º ano TECIDO CONJUNTIVO 9º ano O tecido conjuntivo apresenta células separadas por matriz intercelular. É quase sempre vascularizado. (exceção tecido cartilaginoso) TIPOS DE TECIDO CONJUNTIVO TCP D TCP D Frouxo

Leia mais

Histologia animal O estudo dos tecidos

Histologia animal O estudo dos tecidos Histologia animal O estudo dos tecidos Equipe de Biologia Histologia Estuda os tecidos orgânicos. Tecido: Agrupamento de células com as mesmas características e função. São encontrados de forma isolada

Leia mais

CIÊNCIAS 2012 PREPARANDO A PROVA

CIÊNCIAS 2012 PREPARANDO A PROVA CIÊNCIAS 2012 PREPARANDO A PROVA ORGANIZAÇÃO DO C.H. Conceitos de: células, tecido, órgão e sistema. Célula: partes constituintes. organelas: nomes, função e identificação. Tecidos: tipos, localização,

Leia mais

Definição. Tecido conjuntivo. Caracterizam-se por Grande quantidade de material extracelular distanciamento das suas células e matriz.

Definição. Tecido conjuntivo. Caracterizam-se por Grande quantidade de material extracelular distanciamento das suas células e matriz. Definição Tecido conjuntivo Caracterizam-se por Grande quantidade de material extracelular distanciamento das suas células e matriz. 1 Células Fixas Livres Componentes Matriz Celular Fibras Colágeno Elásticas

Leia mais

BIOLOGIA HUMANA TEMAS. ORGANIZAÇÃO ESTRUTURAL E FUNCIONAL DO ORGANISMO HUMANO 1. Compartimentos orgânicos Distinguir o meio interno do meio externo.

BIOLOGIA HUMANA TEMAS. ORGANIZAÇÃO ESTRUTURAL E FUNCIONAL DO ORGANISMO HUMANO 1. Compartimentos orgânicos Distinguir o meio interno do meio externo. BIOLOGIA HUMANA TEMAS ORGANIZAÇÃO ESTRUTURAL E FUNCIONAL DO ORGANISMO HUMANO 1. Compartimentos orgânicos Distinguir o meio interno do meio externo. 2. Homeostasia (1) Conceito de homeostasia; Importância

Leia mais

HISTOLOGIA. Tecido Epitelial Glandular. Prof. André Maia

HISTOLOGIA. Tecido Epitelial Glandular. Prof. André Maia HISTOLOGIA Na estrutura dos tecidos, cada célula é apenas uma individualidade. Mas o que importa mesmo é o todo. É uma lei da Natureza. O próprio indivíduo só subsiste não em função da sua individualidade,

Leia mais

HISTOLOGIA ESTUDO DOS TECIDOS

HISTOLOGIA ESTUDO DOS TECIDOS HISTOLOGIA ESTUDO DOS TECIDOS TIPOS DE TECIDOS DO CORPO HUMANO O organismo humano é formado por quatro tipos básicos de tecidos: o epitelial, o conjuntivo, o muscular e o nervoso. Estes tecidos são formados

Leia mais

BIO E EXTENSIVO AULA 30

BIO E EXTENSIVO AULA 30 BIO E EXTENSIVO AULA 30 30.01 - Uma célula nervosa (neurônio) é constituída basicamente por: corpo celular, onde se encontram as organelas e o núcleo; dendritos, que são ramificações que recebem o estímulo

Leia mais

Existem 4 tipos básicos de tecidos: Epitelial. Conjuntivo. Muscular. Nervoso

Existem 4 tipos básicos de tecidos: Epitelial. Conjuntivo. Muscular. Nervoso Histologia Animal Existem 4 tipos básicos de tecidos: 1) Epitelial 2) Conjuntivo 3) Muscular 4) Nervoso Tecido epitelial de revestimento Tecido conjuntivo denso modelado Tecido muscular liso Tecido Nervoso

Leia mais

comparar e contrastar as semelhanças e diferenças morfológicas e funcionais entre os diferentes tipos de epitélio de revestimento

comparar e contrastar as semelhanças e diferenças morfológicas e funcionais entre os diferentes tipos de epitélio de revestimento HISTOLOGIA DOS TECIDOS FUNDAMENTAIS Aula 1. Tecido epitelial e conjuntivo comum TECIDO EPITELIAL OBJETIVOS PARA O TEMA: os alunos deverão ser capazes de... descrever as características e funções gerais

Leia mais

Prof. Dr. José Gomes Pereira

Prof. Dr. José Gomes Pereira Prof. Dr. José Gomes Pereira 1. Considerações preliminares Série: órgãos tubulares e glandulares 1.1. Funções estruturas modificadas e especializadas Ingestão Mastigação Deglutição Digestão Absorção Eliminação

Leia mais

Unidade I - Embriologia Geral

Unidade I - Embriologia Geral Unidade I - Embriologia Geral 1.1 - Noções de aparelho reprodutivo e ciclo estral; 1.2 - Fertilização, formação do disco embrionário; 1.3 - Tipos de implantação; 1.4 - Desenvolvimento embrionário; 1.5

Leia mais

HISTOLOGIA. Colégio IDEIA 1º Ano Biologia Profº André Maia. Tecidos Animais: São quatro tipos de tecidos fundamentais animal:

HISTOLOGIA. Colégio IDEIA 1º Ano Biologia Profº André Maia. Tecidos Animais: São quatro tipos de tecidos fundamentais animal: Colégio IDEIA 1º Ano Biologia Profº André Maia Tecidos Animais: São quatro tipos de tecidos fundamentais animal: O corpo humano é constituído por diversos tipos de tecidos. O termo tecido designa conjuntos

Leia mais

ANATOMIA I Profª Ingrid Frederico Barreto ICA 1 ESTUDO DIRIGIDO: OSSOS. Objetivo: Ajudar o estudante a rever os conteúdos de forma aplicada.

ANATOMIA I Profª Ingrid Frederico Barreto ICA 1 ESTUDO DIRIGIDO: OSSOS. Objetivo: Ajudar o estudante a rever os conteúdos de forma aplicada. ANATOMIA I Profª Ingrid Frederico Barreto ICA 1 ESTUDO DIRIGIDO: OSSOS Objetivo: Ajudar o estudante a rever os conteúdos de forma aplicada. 1. Liste todos os ossos do esqueleto axial. 2. Liste todos os

Leia mais

Aula3 TECIDO CONJUNTIVO. Shirlei Octacílio da Silva

Aula3 TECIDO CONJUNTIVO. Shirlei Octacílio da Silva Aula3 TECIDO CONJUNTIVO META Apresentar, de forma completa, porém didática, todos os elementos que formam o tecido conjuntivo, de forma que o aluno possa entender que as diferentes proporções destes elementos

Leia mais

Sistema Esquelético Humano. Sistema Esquelético Humano. Sistema Esquelético Humano. Esqueleto axial. Sistema Esquelético Humano.

Sistema Esquelético Humano. Sistema Esquelético Humano. Sistema Esquelético Humano. Esqueleto axial. Sistema Esquelético Humano. Anatomia Humana Sistema Esquelético Ed. Física Prof. Cláudio Costa Osteologia: É o estudo dos ossos. Composição do Sistema Ósseo: 206 peças duras, resistentes e flexíveis chamadas ossos, pelas cartilagens

Leia mais

Anatomia da pele. Prof. Dr. Marcos Roberto de Oliveira. marcos.oliveira@fadergs.edu.br

Anatomia da pele. Prof. Dr. Marcos Roberto de Oliveira. marcos.oliveira@fadergs.edu.br Anatomia da pele Prof. Dr. Marcos Roberto de Oliveira marcos.oliveira@fadergs.edu.br SISTEMA TEGUMENTAR: PELE E FÁSCIA Funções: proteção regulação térmica sensibilidade Sua espessura varia de 0.5mm nas

Leia mais