ULTI RESUMOS BIOLOGIA ULTIRESUMOS.COM.BR - TECIDO CONJUNTIVO PROPRIAMENTE DITO: UltiResumos - Biologia

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ULTI RESUMOS BIOLOGIA ULTIRESUMOS.COM.BR - TECIDO CONJUNTIVO PROPRIAMENTE DITO: UltiResumos - Biologia"

Transcrição

1 ULTI RESUMOS BIOLOGIA ULTIRESUMOS.COM.BR - TECIDO CONJUNTIVO PROPRIAMENTE DITO:

2 - FROUXO Finalidade: - DENSO + Unir os espaços localizados entre a pele e os órgãos + Apoio aos epitélios + Formam camadas em torno dos vasos sanguíneos Constituição: Fibras colágenas, elásticas e reticulares. Tipos celulares encontrados: - Fibroblastos: Muito presente neste tecido, são alongadas, produzem fibras protéicas, como o colágeno e substâncias intercelulares. - Adipócitos: Células que armazenam lipídeos, neste tecido são encontradas nos quadris abdômen, coxas e nádegas. - Macrófagos: Depois dos fibroblastos é a mais abundando no tecido conjuntivo frouxo ajuda na defesa dos tecidos. - Plasmócitos: Produz anticorpos - Mastócitos: Células grandes encontradas próximas aos vasos sanguíneos, para onde enviam a hepariana, anticoagulante, e histamina, atua nas reações alérgicas. Características: Classificação: + Predomínio de fibras colágenas + Os fibroblastos são as células mais abundantes - Denso não- modelado ou fibroso: Quando as fibras ficam expostas em feixes não ordenados. +Ex.: Rins, baço, fígado - Denso modelado ou tendíneo: Quando as fibras estão dispostas paralelamente. - TECIDO ADIPOSO: + Ex.: Tendões (por isso são difíceis de romper)

3 - Principais células: Adipócitos - Funções: + Reserva energética + Isolante Térmico + Protege contra choques mecânicos + Modela nosso corpo + Relativamente é o causador da obesidade - TECIDO CARTILAGINOSO: - Características gerais: +Rigidez entre ossos e o tecido cartilaginoso denso + Elástico e flexível + Avascular e não inervado - Funções: + Sustentação + Flexibilidade + Absorção de impacto + Formação do esqueleto e dos ossos - Constituição: + Células + Fibras protéicas (colágenas e elásticas) + Substâncias intercelulares denominadas matriz extracelular - Células: extracelular + Condroblastos: Responsável pela formação da matriz + Condrócitos: Originada dos condroblastos mantêm a integridade da cartilagem - Tipos:

4 + Cartilagem hialina: Moderada quantidade de colágeno e forma o esqueleto embrionário que depois vira o esqueleto ósseo. + Cartilagem fibrosa: Muito colágeno, por isso, suporta grandes pressões. - CARTILAGEM FIBROSA: Apresenta grande quantidade de fibras colágenas e, por isso, suporta grandes pressões. - CARTILAGEM ELÁSTICA: Apresenta poucas fibras colágenas e grande quantidade de fibras elásticas. Encontrada no pavilhão auditivo e no conduto auditivo externo, na epiglote, na laringe, e na tuba auditiva. - TECIDO ÓSSEO: Funções: Células: + Sustentação + Proteção + Movimentação. + Osteoblastos: Células jovens responsáveis pela produção da parte orgânica da matriz óssea. + Osteócitos: Se formam quando os osteoblástos se mantém envolvidos completamente pela matriz óssea. São as células adultas. + Osteoclastos: São células móveis e grandes com muito lisossomo. Renovação do tecido ósseo. Variedades dos tecidos ósseos: + OSSO ESPONJOSO + OSSO COMPACTO

5 - FRATURAS ÓSSEAS - TECIDO HEMATOPOIÉTICO Função: Fabricação do sangue Tecido Mieloide: A medula óssea. + Local de produção das células sanguíneas: Encontra-se no canal medular dos óssos, nas epifises e nas cavidadse de alguns ossos como o crânio. Medula óssea vermelha: + Formada por células Totipotentes Medula óssea amarela: + Formada por tecido adiposo. + Não produz elementos do sangue. - TECIDO LINFOIDE Localização: Orgaos Linfaticos Células: Linfócitos

6 - FUNCOES DO SANGUE: + Transporte + Defesa + Termoregulação + Equilíbrio Hídrico DIVISAO: Plasma Sanguineo: Parte líquida do sangue. Elementos figurados: Celulas ou parte delas. - TECIDOS MUSCULARES - TECIDO MUSCULAR NAO ESTRIADO (LISO): + Celulas fusiformes monolucleadas (um só núcleo). + Contração lenta e ivoluntária. Ex: Peristaltismo do tubo digestório, bexiga, utero, vasos, sanguineos. - TECIDO MUSCULAR ESTRIADO ESQUELETICO: + Mais abundante em nosso corpo. + Contrações voluntárias. + Movem nosso corpo. - TECIDO MUSCULAR ESTRIADO CARDIACO: + Miocardio. + Contrações vigorosas, ritimicas e ivoluntárias.

7 - Desenvolvimento Embrionário Fecundação: o espermatozóide fecunda o óvulo, ocorre uma meiose, os cromossomos se preparam para a primeira divisão celular, o ovo fertilizado se chama Zigoto. Desenvolvimento: as etapas de desenvolvimento são: segmentação, Gastrulação e organogênese. Segmentação ou clivagem : são as divisões celulares do zigoto à blástula. Depende do tipo de ovo: Oligolécito ou Isolécito presente em mamíferos placentários Heterolécito presente em anfíbios, moluscos, anelídeos, etc. Teolécito Completo ou Megalécito presente em peixes, répteis, aves e mamíferos ovíparos Centolécito presente em antópodes Segmentação holoblástica: distribuição igual de vitelo alécito(ovo sem vitelo, como o ovo humano)

8 Segmentação holoblástica desigual: distribuição em que pouco vitelo vai para um lado e muito para o outro oligolécito

9 Segmentação Discoidal: só é dividido o disco de citoplasma heterolécito Segmentação Superficial: os blastômeros se formam na região superficial centrolécitos - A formação 1ª fase Mórula: é um maciço celular com 32 blastômeros 2ª fase Blástula: formação de blastocele e blastoderme 3ª fase Gástrula: formação dos folhetos embrionários e do arquêntero 4ª fase Nêurula: formação do tubo neural e da notocorda

10 Após a formação, depois de já formada a Nêurula(conferir imagem pag. 9 apostila 1), a mesoderme dá origem à: Esqueleto Músculos Sistema cardiovascular Sistema excretor Sistema reprodutor A Ectoderme origina: Sistema nervoso Órgão dos sentidos Epiderme E a Endoderme: Sistema respiratório Fígado Pâncreas Sistema excretor Revestimento do tubo digestório - Anexos Embrionários Saco Vitelino - nutrição das primeiras células Âmnio evitar a desidratação e proteger de choques mecânicos Cório função protetora e respiratória Alantóide formação da placenta e cordão umbilical Placenta Respiração e nutrição Cordão Umbilical Ligação à Placenta e transporte de sangue e excreções.

11 REVISÃO PARA PROVA TRIMESTRAL 1 QUAL A ORDEM DAS FASES DO DESENVOLVIMENTO EMBRIONÁRIO? Célula-ovo, Blastômero, Mórula, Blástula, Gastrula, Neurula. 2 EM QUAL FASE OBSERVAMOS A FORMAÇÃO DOS PRIMEIROS FOLHETOS EMBRIONÁRIOS? Gastrulação. 3 QUAL FASE DO DESENVOLVIMENTO EMBRIONÁRIO OBSERVAMOS O BLASTÓPORO? Gastrula. 4 QUANDO O BLASTÓPORO DÁ ORIGEM PRIMEIRO AO ÂNUS O INDIVÍDUO É CHAMADO DE: E QUANDO DÁ ORIGEM PRIMEIRO A BOCA ELE É CHAMADO DE: Ânus: DEUTEROSTÔMIO. Boca: PROTOSTÔMIO. 5 FAÇA UM DESENHO DA GÁSTRULA INDICANDO: ARQUÊNTERO, ECTODERME, ENDODERME E BLASTÓPORO.

12 Para quem não entendeu: Ectoderm: Ectoderme. Endoderm: Endoderme. Blastocoel: Blastocele. Blastopore: Blastóporo. Archenteron: Arquêntero. 6 NA ORGANOGÊNESE O QUE OS FOLHETOS EMBRIONÁRIOS ABAIXO DARÃO ORIGEM: ECTODERME: Sistema nervoso, órgãos do sentido, epiderme. ENDODERME: Sistema respiratório, fígado, pâncreas, sistema excretor, revestimento do tubo digestório. MESODERME: Esqueleto, músculos, sistema cardiovascular, sistema excretor, sistema reprodutor. 7 FAÇA UM DESENHO DA NÉURULA INDICANDO:

13 NOTOCORDA, TUBO NEURAL, ARQUENTERO, OS FOLHETOS EMBRIONÁRIOS E O CELOMA. 8 CITE PELO MENOS DUAS FUNÇÕES DOS FOLHETOS EMBRIONÁRIOS ABAIXO: AMNION: Protege o embrião e evita a desidratação dele. CÓRIO: É uma fina película formadora de uma cobertura completa que envolve o embrião e todos os seus anexos embrionários. (Obs: Ocorre nos répteis, nas aves, nos mamíferos não placentários e, nesses três primeiros grupos, tem função protetora e respiratória.) ALANTOIDE: Formação dos vasos do cordão umbilical. SACO VITELINICO: Produz as primeiras emacias, e é responsável pela substâncias nutritivas. É bem desenvolvido nas aves e répteis. É reduzido nos mamíferos placentários pois a alimentação é feita pela placenta.

14 PLACENTA: Responsável pela nutrição do embrião. 9 CITE 3 CARACTERÍSTICAS DO TECIDO EPITELIAL DE REVESTIMENTO: Células justapostas. Pouca ou nenhuma substância intercelular. Com várias terminações nervosas. 10 DE QUAL TECIDO É FORMADO AS GLÂNDULAS EXÓCRINAS E ENDÓCRINAS DO NOSSO CORPO? Tecido eptelial de secreção. 11 O PÂNCREAS É CONSIDERADO UMA GLÂNDULA AFRÍQUINA OU MISTA. PORQUE? Porque ele possui função exócrina e endócrina ao mesmo tempo. Sendo assim mandando substâncias para fora do corpo e para a corrente sanguínea respectivamente. 12 CONCEITUE GLÂNDULA ENDÓCRINA E EXÓCRINA. Endócrina: Mandam secreções para dentro da corrente sanguínea. Exócrina: Mandam secreções para fora do eptélio. 13 AS GLÂNDULAS EXÓCRINAS E ENDÓCRINAS SÃO FORMADAS A PARTIR DE QUAL TECIDO? MESMA RESPOSTA DA CITE UMA CARACTERÍSTICA DE CADA TECIDO CONJUNTIVO ABAIXO:

15 CONJUNTIVO PROPRIAMENTE DITO FROUXO: Preenchimento, unir os espaços localizados entre a pele e os órgãos, servem de apoio aos epitélios. CONJUNTIVO PROPRIAMENTE DITO DENSO MODELADO: Possibilita maior capacidade de resistência às trações e pouca elasticidade. CONJUNTIVO PROPRIAMENTE DITO DENSO NÃO MODELADO: É quem compõem o tecido das articulações fibrosas. São importantes para a cicatrização de fraturas ósseas. CONJUNTIVO ADIPOSO: Responsável pelas reservas de gordura, energias. CONJUNTIVO CARTILAGINOSO: Responsável pela sustentação e flexibilidade de partes do organismo. CONJUNTIVO ÓSSEO: Responsável pela sustentação e proteção do organismo. CONJUNTIVO HEMATOPOIÉTICO: Responsável pela fabricação do sangue. 15 QUAL A PRINCIPAL CARACTERÍSTICA DOS MÚSCULOS ABAIXO, E ONDE OS ENCONTRAMOS: MÚSCULOS ESTRIADOS ESQUELÉTICO: Responsável pela coordenação no movimento muscular. Encontra-se: Em quase todo o corpo. MÚSCULOS ESTRIADOS CARDÍACOS: Responsável pelas contrações vigorosas, rítmicas e involuntárias. Encontra-se: No coração. MÚSCULOS LISOS: Responsável pela contração lenta e involuntária. Encontra-se: Na bexiga, útero, vasos sanguíneos, peristaltismo do tubo digestório.

16 16 FAÇA O DESENHO DE UM NEURÔNIO INDICANDO SUAS PARTES. AXÔNIO, DENDRITOS, CORPO CELULAR, BAINHA DE MIELINA. 17 O QUE É SINÁPSE NERVOSA? COMO ELA ACONTECE? E QUAL O SENTIDO? São os pontos onde as extremidades de neurônios vizinhos se encontram e o estímulo passa de um neurônio para o seguinte por meio de mediadores químicos, os neurotransmissores. Sentido: Dentrito, axônio. 18 QUAL A FUNÇÃO DAS SEGUINTES CÉLULAS ABAIXO: FIBROBLASTOS: Produz fibras protéicas (Colágeno e elastina) e substâncias intercelulares. MACRÓFAGOS: Sua função está relacionada com o processo de defesa dos tecidos. MASTÓCITOS: Secretar a heparina (um importante anticoagulante) e a histamina (um composto que atua nas reações alérgicas). PLASMÓCITOS: Produção dos anticorpos. CONDRÓCITOS: Mantem a integridade da cartilagem.

17 CONDROBLASTOS: Formação da matriz extracelular. OSTEÓCITOS: Se formam quando os osteoblastos se mantém envolvidos completamente pela matriz óssea. São as células adultas. OSTEOBLASTOS: Células jovens responsáveis pela produção da parte orgânica da matriz óssea. OSTEOCLASTOS: São células móveis e grandes com muito lisossomo. Renovação do tecido ósseo. HEMÁCIAS: Células que dão a pigmentação vermelha ao sangue. Não confunda com hemoglobina que é responsável pelo transporte do oxigênio. LEUCÓCITOS: Responsável pela defesa do organismo contra agentes infecciosos e substâncias estranhas. PLAQUETAS: Responsável pelo processo de coagulação do sangue, sua principal função e formar coágulos, sendo assim evita a perda de sangue, mantendo a integridade do sistema circulatório. NEURÔNIOS: Responsável pela transmissão dos impulsos nervosos, e pelas reações do corpo. Um exemplo, quando tocamos uma tomada, levamos o choque e tiramos o dedo imediatamente. BOA SORTE! BY: TEFIN

Histologia animal. Equipe de Biologia

Histologia animal. Equipe de Biologia Histologia animal Equipe de Biologia Tipos de tecidos animais Tecidos epiteliais Tecidos conjuntivos Tecidos musculares http://www.simbiotica.org/tecidosanimal.htm Tecido nervoso Tecidos epiteliais Apresenta

Leia mais

Histologia Animal. - Estuda a classificação, estrutura, distribuição e função dos tecidos animais.

Histologia Animal. - Estuda a classificação, estrutura, distribuição e função dos tecidos animais. Histologia Animal - Estuda a classificação, estrutura, distribuição e função dos tecidos animais. - Tecidos: Grupamento de células harmonizadas e diferenciadas que realizam uma determinada função. - Principais

Leia mais

COLÉGIO JARDINS. Aluno: Data: / / SÉRIE: 1º A( ) B( ) Profº Marcos Andrade

COLÉGIO JARDINS. Aluno: Data: / / SÉRIE: 1º A( ) B( ) Profº Marcos Andrade COLÉGIO JARDINS Aluno: Data: / / SÉRIE: 1º A( ) B( ) Profº Marcos Andrade TECIDO CONJUNTIVO I São aqueles que atuam nas funções de preenchimento de espaços entre órgãos, sustentação, defesa e nutrição.

Leia mais

20/10/2014. TECIDO CONJUNTIVO ou CONECTIVO

20/10/2014. TECIDO CONJUNTIVO ou CONECTIVO TECIDO CONJUNTIVO ou CONECTIVO Poucas células, encontram-se separadas; Presença de grande quantidade de substância intercelular; Substância intercelular ou matriz extracelular Substância fundamental amorfa:

Leia mais

Tipos de óvulos: os óvulos possuem uma substancia de reserva nutritiva chamada vitelo, de acordo com a quantidade e a distribuição do vitelo, os

Tipos de óvulos: os óvulos possuem uma substancia de reserva nutritiva chamada vitelo, de acordo com a quantidade e a distribuição do vitelo, os Embriologia Embriologia é a parte da Biologia que estuda as transformações que se processa no embrião, desde a formação da célula-ovo até o nascimento. Tipos de óvulos: os óvulos possuem uma substancia

Leia mais

Biologia - 3ª Série Histologia Data: 13 de junho de 2007

Biologia - 3ª Série Histologia Data: 13 de junho de 2007 HISTOLOGIA Conceito: Ciência que estuda os tecidos. Tecido: Conjunto de células semelhantes que juntas anatomicamante, desempenham a mesma função. TECIDO EPITELIAL Características: células muito coesas

Leia mais

TECIDO CONJUNTIVO. derme tendão

TECIDO CONJUNTIVO. derme tendão TECIDO CONJUNTIVO derme tendão Tecido adiposo cartilagem sangue osso http://medinfo.ufl.edu/~dental/denhisto/lecture_materials/conntiss1_07_nxpowerlite_1.ppt Tecido Conjuntivo Característica: vários tipos

Leia mais

Níveis de organização do corpo humano - TECIDOS. HISTOLOGIA = estudo dos tecidos

Níveis de organização do corpo humano - TECIDOS. HISTOLOGIA = estudo dos tecidos Níveis de organização do corpo humano - TECIDOS HISTOLOGIA = estudo dos tecidos TECIDOS Grupos de células especializadas, semelhantes ou diferentes entre si, e que desempenham funções específicas. Num

Leia mais

TECIDO CONJUNTIVO HISTOLOGIA

TECIDO CONJUNTIVO HISTOLOGIA TECIDO CONJUNTIVO HISTOLOGIA CARACTERÍSTICAS GERAIS: - Unem e sustentam outros tecidos - Não apresentam células justapostas - Possuem vários tipos de células - Possuem matriz intercelular material gelatinoso

Leia mais

ESTUDO DOS TECIDOS ANIMAIS

ESTUDO DOS TECIDOS ANIMAIS TECIDO CONJUNTIVO células pouco numerosas e bastante espaçadas Substância intercelular composição varia de acordo com o tipo de tecido, ex: derme: há uma substância gelatinosa que dá resistência e elasticidade

Leia mais

TECIDO CONJUNTIVO 28/07/2015. Origem mesodérmica; Grande quantidade de substância intercelular: Profº Fernando Teixeira @biovestiba. Vascularizado.

TECIDO CONJUNTIVO 28/07/2015. Origem mesodérmica; Grande quantidade de substância intercelular: Profº Fernando Teixeira @biovestiba. Vascularizado. TECIDO CONJUNTIVO Origem mesodérmica; Profº Fernando Teixeira @biovestiba Grande quantidade de substância intercelular: o Substância fundamental; o Proteínas colágenas ou elásticas; Vascularizado. Preenchimento;

Leia mais

a) multiplicação de células, através de mitoses sucessivas.

a) multiplicação de células, através de mitoses sucessivas. Embbr ri iiool llooggi iiaa Huumaannaa... 1 Introdução... 1 Gastrulação... 1 Tipos de óvulos (ovos): classificação e ocorrência.... 2 Tipos de clivagem:... 2 Fases do Desenvolvimento... 3 Destino dos Folhetos

Leia mais

Biologia Professor Vianna 2ª série / 1º trimestre

Biologia Professor Vianna 2ª série / 1º trimestre Biologia Professor Vianna 2ª série / 1º trimestre Módulo 1 EMBRIOLOGIA 1 Atualmente já existem protocolos de pesquisa utilizando células-tronco embrionárias na busca de tratamento para várias doenças humanas,

Leia mais

Embriologia: É a parte da Biologia que estuda as transformações que se tem no embrião, desde a formação da célula-ovo até o nascimento.

Embriologia: É a parte da Biologia que estuda as transformações que se tem no embrião, desde a formação da célula-ovo até o nascimento. Embriologia Embriologia: É a parte da Biologia que estuda as transformações que se tem no embrião, desde a formação da célula-ovo até o nascimento. Fecundação Mitoses sucessivas; Crescimento celular: Zigoto:

Leia mais

Níveis de. Organização do. Corpo Humano

Níveis de. Organização do. Corpo Humano Níveis de Organização do Corpo Humano No corpo humano existem vários grupos de células semelhantes entre si. Cada grupo constitui um TECIDO Semelhança de forma: todas destinam-se a uma função específica.

Leia mais

Histologia Animal. multicelularidade. tecido. parazoários eumetazoários. conjunto de células afins que atuam no desempenho de uma determinada função.

Histologia Animal. multicelularidade. tecido. parazoários eumetazoários. conjunto de células afins que atuam no desempenho de uma determinada função. Histologia Animal multicelularidade parazoários eumetazoários tecido conjunto de células afins que atuam no desempenho de uma determinada função. Histologia Animal Nos vertebrados, quatro tipos principais:

Leia mais

Tecido conjuntivo 1º ano Pró Madá Componentes da matriz extracelular A matriz é uma massa amorfa, de aspecto gelatinoso e transparente. É constituída principalmente por água e glicoproteínas e uma parte

Leia mais

ESTUDO BASE 8 ANO. Prof. Alexandre

ESTUDO BASE 8 ANO. Prof. Alexandre ESTUDO BASE 8 ANO Prof. Alexandre FORMA E FUNÇÃO Natureza FORMA E FUNÇÃO Artificiais FORMA E FUNÇÃO Todos os objetos apresentam uma relação intíma entre sua forma e função Relação = FORMA/FUNÇÃO BIOLOGIA

Leia mais

Professor: Fernando Stuchi

Professor: Fernando Stuchi Professor: Fernando Stuchi Reprodução Sexuada Ação de células especiais chamadas de gametas, que possuem em seu núcleo metade do material genético de uma célula normal do indivíduo; Com a união dos gametas

Leia mais

Utilize-se das informações acima e de seus conhecimentos sobre esse assunto e assinale a melhor resposta a ser fornecida pelo ginecologista:

Utilize-se das informações acima e de seus conhecimentos sobre esse assunto e assinale a melhor resposta a ser fornecida pelo ginecologista: Avaliação: Aluno: Data: Ano: Turma: Professor: Biologia Questão 1 A questão da fertilização é muito discutida hoje na mídia, principalmente em programas que visam a informação para leigos interessados

Leia mais

substância intercelular sólida, dura e resistente.

substância intercelular sólida, dura e resistente. Tecido ósseo É um dos tecidos que formam o esqueleto de nosso corpo, tendo como função principal a sustentação. Além disso: serve de suporte para partes moles; protege órgão vitais; aloja e protege a medula

Leia mais

Segmentação ou clivagem; Gastrulação; Organogênese.

Segmentação ou clivagem; Gastrulação; Organogênese. A embriologia é o estudo do crescimento e da diferenciação sofridos por um organismo no curso de seu desenvolvimento, desde o estágio de ovo até o de um ser altamente complexo, de vida independente e semelhante

Leia mais

Embriogênese (parte II) Histologia animal (parte I) Natália A. Paludetto nataliaapaludetto@gmail.com

Embriogênese (parte II) Histologia animal (parte I) Natália A. Paludetto nataliaapaludetto@gmail.com Embriogênese (parte II) Histologia animal (parte I) Natália A. Paludetto nataliaapaludetto@gmail.com Anteriormente... Zigoto Mórula Blástula Gástrula Neurula Organogênese Anexos embrionários Gêmeos Dos

Leia mais

C O NJUNTIVO D I C E T

C O NJUNTIVO D I C E T C NJUNTIVO TECIDO ORIGEM EMBRIONÁRIA Mesoderma OBS.: Os tecidos conjuntivos da cabeça se originam das células das cristas neurais (neuroectoderma). CARACTERISTICAS MORFOLÓGICAS Formado por inúmeros tipos

Leia mais

HISTOLOGIA ESTUDO DOS TECIDOS

HISTOLOGIA ESTUDO DOS TECIDOS HISTOLOGIA ESTUDO DOS TECIDOS Tipos de tecidos: Tecido Epitelial Tecido Conjuntivo Tecido Muscular Tecido Nervoso Tecido Epitelial Funções: Tecido Epitelial Revestimento Proteção Absorção de impacto Secreção

Leia mais

Matéria: Biologia Assunto: Tecidos Animais - Tecidos Conjuntivos Prof. Enrico Blota

Matéria: Biologia Assunto: Tecidos Animais - Tecidos Conjuntivos Prof. Enrico Blota Matéria: Biologia Assunto: Tecidos Animais - Tecidos Conjuntivos Prof. Enrico Blota Biologia Moléculas, células e tecidos - Tecidos animais Tecidos conjuntivos São constituídos predominantemente por material

Leia mais

EXERCÄCIOS DE HISTOLOGIA. 1- (PUC-2006) Associe o tipo de tecido animal Å sua correlaçéo:

EXERCÄCIOS DE HISTOLOGIA. 1- (PUC-2006) Associe o tipo de tecido animal Å sua correlaçéo: EXERCÄCIOS DE HISTOLOGIA 1- (PUC-2006) Associe o tipo de tecido animal Å sua correlaçéo: 1) Tecido Ñsseo compacto 2) Tecido Ñsseo esponjoso 3) Cartilagem hialina 4) Cartilagem elöstica 5) Cartilagem fibrosa

Leia mais

Embriologia. Prof. César Lima

Embriologia. Prof. César Lima Embriologia A embriologia é a parte da Biologia que estuda o desenvolvimento dos embriões animais. Há grandes variações, visto que os animais invertebrados e vertebrados apresentam muitos diferentes aspectos

Leia mais

Histologia Animal. Prof. Milton

Histologia Animal. Prof. Milton Histologia Animal Prof. Milton Origem: Ectoderme Tecido Epitelial Características Gerais: Células justapostas Células poliédricas Células lábeis ( E! ) Ausência de substância Intersticial ( Matriz ) Avascular

Leia mais

EPITELIAL CONJUNTIVO MUSCULAR NERVOSO

EPITELIAL CONJUNTIVO MUSCULAR NERVOSO www.iaci.com.br BIOLOGIA Iaci Belo EPITELIAL CONJUNTIVO MUSCULAR NERVOSO Células justapostas com pouco material intercelular Ausência de vasos sanguíneos ou nervos Funções de revestimento e secreção NARINAS

Leia mais

- pouco vitelo distribuído uniformemente nos polos vegetativo e animal; - clivagens do tipo holoblásticas iguais.

- pouco vitelo distribuído uniformemente nos polos vegetativo e animal; - clivagens do tipo holoblásticas iguais. 1. (Unifor 2014) Imagine que você é um cientista! Ao chegar a um laboratório de embriologia, verificou que havia um material a ser identificado no microscópio. O material tratava-se de um zigoto (ou ovo)

Leia mais

Está(ao) correta(s): a) a afirmação III. b) a afirmação II. c) as afirmações I e III. d) as afirmações II e III.

Está(ao) correta(s): a) a afirmação III. b) a afirmação II. c) as afirmações I e III. d) as afirmações II e III. 1. (Udesc 2014) O desenvolvimento embrionário é diversificado entre os diferentes grupos animais, e ocorre, de maneira geral, em três fases consecutivas. Assinale a alternativa correta quanto ao desenvolvimento

Leia mais

REPRODUÇÃO. Prof. Edgard Manfrim - Biologia

REPRODUÇÃO. Prof. Edgard Manfrim - Biologia REPRODUÇÃO Prof. Edgard Manfrim - Biologia REPRODUÇÃO ASSEXUADA BROTAMENTO OU GEMIPARIDADE ESPONGIÁRIO E CELENTERADO ESTROBILIZAÇÃO MEDUSAS REGENERAÇÃO PLANÁRIAS Prof. Edgard Manfrim - Biologia Prof. Edgard

Leia mais

1. (Ufg 2014) Analise a figura a seguir que representa a gástrula, uma estrutura embrionária.

1. (Ufg 2014) Analise a figura a seguir que representa a gástrula, uma estrutura embrionária. 1. (Ufg 2014) Analise a figura a seguir que representa a gástrula, uma estrutura embrionária. Considerando a figura: a) denomine os folhetos embrionários primordiais X, Y e Z, respectivamente, e identifique

Leia mais

28.03. As plaquetas são os elementos figurados do sangue responsáveis pela coagulação sanguínea.

28.03. As plaquetas são os elementos figurados do sangue responsáveis pela coagulação sanguínea. BIO 10E aula 28 28.01. Para fazer a defesa do organismo, alguns leucócitos podem atravessar a parede dos vasos sanguíneos e atuar no tecido conjuntivo. Este processo é denominado diapedese. 28.02. A coagulação

Leia mais

BIOLOGIA HISTOLOGIA ANIMAL

BIOLOGIA HISTOLOGIA ANIMAL ANIMAL Módulo 12 Página 15 à 36 FECUNDAÇÃO -Mórula = células iguais (células tronco) DIFERENCIAÇÃO TECIDOS FECUNDAÇÃO -Mórula = células iguais (células tronco) DIFERENCIAÇÃO TECIDOS TECIDOS = Conjunto

Leia mais

Tecido Conjuntivo. Prof Leonardo M. Crema

Tecido Conjuntivo. Prof Leonardo M. Crema Tecido Conjuntivo Prof Leonardo M. Crema Variedades de Tecido Conjuntivo Propriamente dito (frouxo, denso modelado e não modelado) Com propriedades especiais (tecido elástico, reticular, adiposo, mielóide,

Leia mais

Histologia animal (parte II) Natália A. Paludetto nataliaapaludetto@gmail.com

Histologia animal (parte II) Natália A. Paludetto nataliaapaludetto@gmail.com Histologia animal (parte II) Natália A. Paludetto nataliaapaludetto@gmail.com Anteriormente... Tecido Epitelial Revestimento Uniestratificado Pseudoestratificado Estratificado Pavimentoso Cúbico Colunar

Leia mais

HISTOLOGIA. Tecidos Conjuntivos

HISTOLOGIA. Tecidos Conjuntivos HISTOLOGIA Tecidos Conjuntivos TECIDOS CONJUNTIVOS Características: Vários tipos de células separadas por muito material intercelular. Funções diversas como: Sustentação estrutural; Preenchimento; Defesa

Leia mais

Cap. 8: A arquitetura corporal dos animais. Equipe de Biologia

Cap. 8: A arquitetura corporal dos animais. Equipe de Biologia Cap. 8: A arquitetura corporal dos animais Equipe de Biologia Histologia Estuda os tecidos orgânicos. Tecido: Agrupamento de células com as mesmas características e função. Além de suas próprias células,

Leia mais

TECIDO CONJUNTIVO 9º ano

TECIDO CONJUNTIVO 9º ano TECIDO CONJUNTIVO 9º ano O tecido conjuntivo apresenta células separadas por matriz intercelular. É quase sempre vascularizado. (exceção tecido cartilaginoso) TIPOS DE TECIDO CONJUNTIVO TCP D TCP D Frouxo

Leia mais

Questões de Embriologia 01

Questões de Embriologia 01 Questões de Embriologia 01 1) (F. M. Catanduva-SP) Assinale a afirmativa incorreta. a) A notocorda está ausente no embrião dos crustáceos. b) Ovos pobres em vitelo são característicos exclusivamente de

Leia mais

EMBRIOLOGIA. Prof. André Maia. Conceito. 1. Ovos Isolécitos

EMBRIOLOGIA. Prof. André Maia. Conceito. 1. Ovos Isolécitos EMBRIOLOGIA Prof. André Maia Conceito É a parte da Biologia que estuda os processos através dos quais se forma o embrião, a partir da célula ovo ou zigoto (embriogênese). Períodos de desenvolvimento Clivagem

Leia mais

EMBRIOLOGIA. Prof. Leonardo F. Stahnke. Embriologia (Ontogênese)

EMBRIOLOGIA. Prof. Leonardo F. Stahnke. Embriologia (Ontogênese) EMBRIOLOGIA Prof. Leonardo F. Stahnke Embriologia (Ontogênese) São os processos de transformação que ocorrem no zigoto após a fecundação e que levam à formação de um indivíduo. 1 Embriologia (Ontogênese)

Leia mais

TECIDOS. 1º ano Pró Madá

TECIDOS. 1º ano Pró Madá TECIDOS 1º ano Pró Madá CARACTERÍSTICAS GERAIS Nos animais vertebrados há quatro grandes grupos de tecidos: o muscular, o nervoso, o conjuntivo(abrangendo também os tecidos ósseo, cartilaginoso e sanguíneo)

Leia mais

BIOVESTIBA.NET BIOLOGIA VIRTUAL Profº Fernando Teixeira UFRGS EMBRIOLOGIA

BIOVESTIBA.NET BIOLOGIA VIRTUAL Profº Fernando Teixeira UFRGS EMBRIOLOGIA UFRGS EMBRIOLOGIA 1. (Ufrgs 2012) Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas do enunciado abaixo, na ordem em que aparecem. Em mamíferos, o... e as células trofoblásticas interagem com

Leia mais

Embriologia. Prof. Mateus Grangeiro

Embriologia. Prof. Mateus Grangeiro Embriologia Prof. Mateus Grangeiro OBJETIVOS DA AULA Comparar a espermatogênese com a ovulogênese. Descrever os principais eventos da fecundação. Introduzir os processos básicos do desenvolvimento embrionário,

Leia mais

ORIGEM: TECIDO CONJUNTIVO

ORIGEM: TECIDO CONJUNTIVO ORIGEM: TECIDO CONJUNTIVO TECIDO EPITELIAL MUITAS CÉLULAS; CÉLULAS JUSTAPOSTAS; POUCA OU NENHUMA SUBSTÂNCIA INTERCELULAR; FORMADO POR UMA OU VÁRIAS CAMADAS DE CÉLULAS; NÃO POSSUI FIBRAS; É AVASCULARIZADO;

Leia mais

Exercícios de Biologia Tipos de Ovos e Segmentação

Exercícios de Biologia Tipos de Ovos e Segmentação Exercícios de Biologia Tipos de Ovos e Segmentação TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO (Ufsc) Na(s) questão(ões) a seguir escreva nos parênteses a soma dos itens corretos. 1. A figura a seguir representa a estrutura

Leia mais

DISCIPLINA BIOLOGIA APLICADA ESCOLA NOVAERENSE

DISCIPLINA BIOLOGIA APLICADA ESCOLA NOVAERENSE DISCIPLINA BIOLOGIA APLICADA ESCOLA NOVAERENSE Prof. Thais Regina Silva Domingues DISCIPLINA BIOLOGIA APLICADA ESCOLA NOVAERENSE Thais Regina Silva Domingues Enfermeira da Estratégia Saúde da Família Pós-Graduanda

Leia mais

TC DE CIÊNCIAS 8º ANO ENSINO FUNDAMENTAL II

TC DE CIÊNCIAS 8º ANO ENSINO FUNDAMENTAL II Professor(es): Samuel Bitu ALUNO(A): Nº TURMA: TURNO: DATA: / / COLÉGIO: 01. Vinte pessoas normais beberam, cada uma, 2 litros de água num intervalo de 2 horas. A seguir temos os gráficos que registram

Leia mais

Embriogênese. Natália A. Paludetto

Embriogênese. Natália A. Paludetto Embriogênese Natália A. Paludetto nataliaapaludetto@gmail.com Embriogênese Após fusão dos núcleos durante a fecundação, formase uma célula ovo ou zigoto. Zigoto primeira célula de um novo ser vivo (2n).

Leia mais

Diversas funções no organismo: revestimento, absorção, secreção. Tecido epitelial e tecido conjuntivo. Prof. Mauro. Quanto ao formato da célula:

Diversas funções no organismo: revestimento, absorção, secreção. Tecido epitelial e tecido conjuntivo. Prof. Mauro. Quanto ao formato da célula: TECIDO EPITELIAL Diversas funções no organismo: revestimento, absorção, secreção. Tecido epitelial e tecido conjuntivo Característica principal: Células justapostas, permitindo a existência de pouco material

Leia mais

Histologia Animal. - Estuda a classificação, estrutura, distribuição e função dos tecidos animais.

Histologia Animal. - Estuda a classificação, estrutura, distribuição e função dos tecidos animais. Histologia Animal - Estuda a classificação, estrutura, distribuição e função dos tecidos animais. - Tecidos: Grupamento de células harmonizadas e diferenciadas que realizam uma determinada função. - Principais

Leia mais

CÉLULA - TRONCO. São células com capacidade de autorenovação,eficiente

CÉLULA - TRONCO. São células com capacidade de autorenovação,eficiente CÉLULA - TRONCO São células com capacidade de autorenovação,eficiente proliferação, gerando células-filhas com as mesmas características fenotípicas da célula precursora e, ainda, com habilidade de gerar

Leia mais

TECIDOS EPITELIAIS HISTOLOGIA

TECIDOS EPITELIAIS HISTOLOGIA TECIDOS EPITELIAIS HISTOLOGIA Tecidos: Células justapostas, nas quais o material intersticial é escasso ou inexistente. TECIDOS EPITELIAIS FUNÇÕES: PROTEÇÃO ABSORÇÃO E SECREÇÃO DE SUBSTÂNCIAS PERCEPÇÃO

Leia mais

Histologia Animal. Prof. Santhiago Dalcin

Histologia Animal. Prof. Santhiago Dalcin Histologia Animal Prof. Santhiago Dalcin Histologia Animal Após a fecundação do espermatozoide com o óvulo forma-se o embrião que sofre interruptas divisões ocorrendo diferenciação celular. No desenvolvimento

Leia mais

Tecido Conjuntivo. Histologia Geral Msc. Rafael Quirino Moreira

Tecido Conjuntivo. Histologia Geral Msc. Rafael Quirino Moreira Tecido Conjuntivo Histologia Geral Msc. Rafael Quirino Moreira Tecido Conjuntivo Estabelecimento e manutenção da forma do corpo Papel conferido pela Matriz Extracelular MEC principal constituinte do Tecido

Leia mais

Prof. Rita Martins rita.martins@ibmr.br

Prof. Rita Martins rita.martins@ibmr.br Prof. Rita Martins rita.martins@ibmr.br Classificação: A. Tecidos conjuntivos embrionários: 1- Tecido Conjuntivo Mesenquimal (mesênquima) 2- Tecido Conjuntivo Mucoso B. Tecidos conjuntivos propriamente

Leia mais

Resoluções de Exercícios

Resoluções de Exercícios Resoluções de Exercícios BIOLOGIA IV 01 Embriologia Humana A espermatogônia é uma célula diploide (2n) e o espermatócito II é uma célula haploide (n), portanto, a espermatogônia terá o dobro do número

Leia mais

HISTOLOGIA ESTUDO DOS TECIDOS

HISTOLOGIA ESTUDO DOS TECIDOS HISTOLOGIA ESTUDO DOS TECIDOS TIPOS DE TECIDOS DO CORPO HUMANO O organismo humano é formado por quatro tipos básicos de tecidos: o epitelial, o conjuntivo, o muscular e o nervoso. Estes tecidos são formados

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO DOS EPITÉLIOS DE REVESTIMENTO - SIMPLES X ESTRATIFICADO - FORMATO DAS CÉLULAS. células cúbicas. células prismáticas

CLASSIFICAÇÃO DOS EPITÉLIOS DE REVESTIMENTO - SIMPLES X ESTRATIFICADO - FORMATO DAS CÉLULAS. células cúbicas. células prismáticas HISTOLOGIA ANIMAL Histologia é a parte da Biologia que estuda os tecidos. Tecidos são agrupamentos de células semelhantes e/ou que possuem função semelhante, tomadas em conjunto com a substância intercelular.

Leia mais

As células formam os tecidos

As células formam os tecidos As células formam os tecidos Sabemos que células com formas e funções semelhantes se organizam em tecidos. Anote Os tecidos são agrupamentos de células que se diferenciam e se especializam para realizar,

Leia mais

INSTITUTO DOM FERNANDO GOMES APOSTILA DE BIOLOGIA (IV UNIDADE)

INSTITUTO DOM FERNANDO GOMES APOSTILA DE BIOLOGIA (IV UNIDADE) INSTITUTO DOM FERNANDO GOMES ALUNO (A): PROFESSOR (A): Rubiana SÉRIE: 9ºano APOSTILA DE BIOLOGIA (IV UNIDADE) Histologia é a ciência que estuda os tecidos do corpo humano, sua anatomia microscópica e sua

Leia mais

ANATOMIA E FISIOLOGIA. Renata Loretti Ribeiro Enfermeira Coren/SP 42883

ANATOMIA E FISIOLOGIA. Renata Loretti Ribeiro Enfermeira Coren/SP 42883 ANATOMIA E FISIOLOGIA Renata Loretti Ribeiro Enfermeira Coren/SP 42883 Renata Loretti Ribeiro - Enfermeira 2 DEFINIÇÕES Anatomia é a ciência que estuda, macro e microscopicamente, a constituição e o desenvolvimento

Leia mais

. Hematos = sangue + poese = formação.

. Hematos = sangue + poese = formação. Marco Biaggi - 2015 . Hematos = sangue + poese = formação. transporte de nutrientes, gases respiratórios, hormônios e excretas Sangue participa da defesa do organismos, juntamente com a linfa e o sistema

Leia mais

TECIDO EPITELIAL HISTOLOGIA ANIMAL

TECIDO EPITELIAL HISTOLOGIA ANIMAL HISTOLOGIA Histologia é a parte da Biologia que estuda os tecidos. Tecidos são agrupamentos de células semelhantes e/ou que possuem função semelhante, tomadas em conjunto com a substância intercelular.

Leia mais

Vestibular1 A melhor ajuda ao vestibulando na Internet Acesse Agora! www.vestibular1.com.br. Histologia

Vestibular1 A melhor ajuda ao vestibulando na Internet Acesse Agora! www.vestibular1.com.br. Histologia Histologia O que é Histologia? É a parte da Biologia que estuda os tecidos Mas o que é Tecido? "Tecido é uma especialização morfológica, físico-químico e fisiológica de células"(grasse). "Tecido é um conjunto

Leia mais

RESUMO TECIDOS ÓSSEO, HEMATOPOÉTICO E SANGUÍNEO, SANGUÍNEO E IMUNIDADE, MUSCULAR E NERVOSO

RESUMO TECIDOS ÓSSEO, HEMATOPOÉTICO E SANGUÍNEO, SANGUÍNEO E IMUNIDADE, MUSCULAR E NERVOSO RESUMO TECIDOS ÓSSEO, HEMATOPOÉTICO E SANGUÍNEO, SANGUÍNEO E IMUNIDADE, MUSCULAR E NERVOSO TECIDO ÓSSEO - Características: apresenta matriz calcificada e atua como o principal depósito de cálcio e fósforo

Leia mais

BIO E EXTENSIVO AULA 30

BIO E EXTENSIVO AULA 30 BIO E EXTENSIVO AULA 30 30.01 - Uma célula nervosa (neurônio) é constituída basicamente por: corpo celular, onde se encontram as organelas e o núcleo; dendritos, que são ramificações que recebem o estímulo

Leia mais

1. Os óvulos de aves e répteis, por possuírem grande quantidade vitelo no pólo vegetativo, denominam-se:

1. Os óvulos de aves e répteis, por possuírem grande quantidade vitelo no pólo vegetativo, denominam-se: 1. Os óvulos de aves e répteis, por possuírem grande quantidade vitelo no pólo vegetativo, denominam-se: a) oligolécitos b) heterolécitos c) mediolécitos d) telolécitos e) centrolécitos 2. O esquema abaixo

Leia mais

SISTEMA NERVOSO. Juntamente com o sistema endócrino, capacitam o organismo a:

SISTEMA NERVOSO. Juntamente com o sistema endócrino, capacitam o organismo a: SISTEMA NERVOSO Juntamente com o sistema endócrino, capacitam o organismo a: perceber as variações do meio (interno e externo), a difundir as modificações que essas variações produzem executar as respostas

Leia mais

Prof André Montillo www.montillo.com.br

Prof André Montillo www.montillo.com.br Prof André Montillo www.montillo.com.br Qual é a Menor Unidade Viva? Célula Qual é a Menor Unidade Viva? Tecidos Órgãos Aparelhos Sistemas Célula Células Tecidos Órgãos Sistemas ou Aparelhos Sistemas ou

Leia mais

Bio. Semana 17. Rubens Oda Alexandre Bandeira (Hélio Fresta) (Rebeca Khouri)

Bio. Semana 17. Rubens Oda Alexandre Bandeira (Hélio Fresta) (Rebeca Khouri) Semana 17 Rubens Oda Alexandre Bandeira (Hélio Fresta) (Rebeca Khouri) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos

Leia mais

Como nosso corpo está organizado

Como nosso corpo está organizado Após sua formação, a célula-ovo passa por vários processos de divisão até formar todas as células do corpo e originar um novo indivíduo. espermatozoide fecundação óvulo a célula-ovo se divide HIROE SASAKI

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação PROVA DE RECUPERAÇÃO ANUAL DE CIÊNCIAS

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação PROVA DE RECUPERAÇÃO ANUAL DE CIÊNCIAS COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2012 PROVA DE RECUPERAÇÃO ANUAL DE CIÊNCIAS Aluno(a): Nº Ano: 8º Turma: Data: / /2013 Nota: Professor(a): Karina Valor da Prova: 90 pontos MATUTINO: Orientações

Leia mais

SISTEMA CIRCULATÓRIO

SISTEMA CIRCULATÓRIO SISTEMA CIRCULATÓRIO FUNÇÕES DO SISTEMA CIRCULATÓRIO: Transporte de substâncias : * Nutrientes para as células. * Resíduos vindos das células. *Gases respiratórios. * Hormônios. OBS: O sangue também pode

Leia mais

Etapas de desenvolvimento embrionário. Prof. Weber

Etapas de desenvolvimento embrionário. Prof. Weber Etapas de desenvolvimento embrionário. Prof. Weber Etapas de desenvolvimento embrionário. A embriologia compreende o estudo do desenvolvimento do embrião a partir da célula-ovo, ou zigoto, até a formação

Leia mais

ANEXOS EMBRIONÁRIOS EMBRIOLOGIA

ANEXOS EMBRIONÁRIOS EMBRIOLOGIA ANEXOS EMBRIONÁRIOS EMBRIOLOGIA Embriologia A embriologia é a parte da Biologia que estuda o desenvolvimento dos embriões animais. Há grandes variações, visto que os animais invertebrados e vertebrados

Leia mais

BANCO DE QUESTÕES - BIOLOGIA - 2ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO ==============================================================================================

BANCO DE QUESTÕES - BIOLOGIA - 2ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO ============================================================================================== PROFESSOR: Mônica Narciso BANCO DE QUESTÕES - BIOLOGIA - 2ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO ============================================================================================== Questões Discursivas 01-

Leia mais

Existem 4 tipos básicos de tecidos: Epitelial. Conjuntivo. Muscular. Nervoso

Existem 4 tipos básicos de tecidos: Epitelial. Conjuntivo. Muscular. Nervoso Histologia Animal Existem 4 tipos básicos de tecidos: 1) Epitelial 2) Conjuntivo 3) Muscular 4) Nervoso Tecido epitelial de revestimento Tecido conjuntivo denso modelado Tecido muscular liso Tecido Nervoso

Leia mais

SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR

SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR SARGENTO NADER ALVES DOS SANTOS SÉRIE/ANO: 1ª TURMA(S):

Leia mais

Nome: Nº Ano: 1º Turma: Disciplina: Biologia Professor: Wanessa Data: / / Lista de exercícios exame final 1ºano

Nome: Nº Ano: 1º Turma: Disciplina: Biologia Professor: Wanessa Data: / / Lista de exercícios exame final 1ºano Nome: Nº Ano: 1º Turma: Disciplina: Biologia Professor: Wanessa Data: / / Lista de exercícios exame final 1ºano Questão 01) Carboidratos (glicídios ou hidratos de carbono) são moléculas orgânicas constituídas

Leia mais

Apresenta abundante material intersticial (matriz intersticial) e células afastadas.

Apresenta abundante material intersticial (matriz intersticial) e células afastadas. TECIDO CONJUNTIVO Apresenta abundante material intersticial (matriz intersticial) e células afastadas. A matriz intersticial apresenta: substância fundamental amorfa. fibras proteicas. Os principais tipos

Leia mais

TECIDO NERVOSO. Prof. Esp. André Luís Souza Stella

TECIDO NERVOSO. Prof. Esp. André Luís Souza Stella TECIDO NERVOSO Prof. Esp. André Luís Souza Stella TECIDO NERVOSO Tecido de origem ectodérmica sendo caracterizado pela propriedade de reação a estímulos ambientais; Estes estímulos são percebidas pelo

Leia mais

Segmentação Gastrulação Organogênese

Segmentação Gastrulação Organogênese APOSTILA DE EMBRIOLOGIA Prof. Cristiano Nogueira A embriologia é o estudo do desenvolvimento embrionário, que se inicia com a fecundação e se caracteriza não só por uma rápida seqüência de divisões celulares

Leia mais

1. o ANO ENSINO MÉDIO PROF.ª SABRINA ARAÚJO PROF.ª SARAH SANTOS

1. o ANO ENSINO MÉDIO PROF.ª SABRINA ARAÚJO PROF.ª SARAH SANTOS 1. o ANO ENSINO MÉDIO PROF.ª SABRINA ARAÚJO PROF.ª SARAH SANTOS Unidade IV Estudo dos tecidos. 2 Aula 13.1 Conteúdo Tecido Conjuntivo I. 3 Habilidade Conhecer as características e as funções do tecido

Leia mais

ANATOMIA DE UM ESPERMATOZÓIDE

ANATOMIA DE UM ESPERMATOZÓIDE EMBRIOLOGIA ANATOMIA DE UM ESPERMATOZÓIDE Acrossomo: vesícula formada por lisossomos, com função de romper as barreiras do óvulo. Gameta masculino Responsável pela determinação do sexo do bebê. Região

Leia mais

Biologia 1 aula 11 COMENTÁRIOS ATIVIDADES PARA SALA COMENTÁRIOS ATIVIDADES PROPOSTAS TECIDOS CONJUNTIVOS I

Biologia 1 aula 11 COMENTÁRIOS ATIVIDADES PARA SALA COMENTÁRIOS ATIVIDADES PROPOSTAS TECIDOS CONJUNTIVOS I Biologia 1 aula 11 TECIDOS CONJUNTIVOS I 1. T.C.D. modelado: fibras colágenas dispostas em feixes ordenados paralelamente, dando-lhe enorme resistência e pouca elasticidade. Esse tecido forma os tendões

Leia mais

Característica exclusiva dos seres vivos. Fundamental para a manutenção da espécie e não do indivíduo. Em nível molecular a reprodução está associada

Característica exclusiva dos seres vivos. Fundamental para a manutenção da espécie e não do indivíduo. Em nível molecular a reprodução está associada Prof. Júlio Característica exclusiva dos seres vivos. Fundamental para a manutenção da espécie e não do indivíduo. Em nível molecular a reprodução está associada à capacidade do DNA se autoduplicar. SEXUADA

Leia mais

Aula: Histologia I. Serão abordados os temas sobre Células Tronco,Tecido Epitelial, Tecido Conjuntivo TCPD, Cartilaginoso e Ósseo.

Aula: Histologia I. Serão abordados os temas sobre Células Tronco,Tecido Epitelial, Tecido Conjuntivo TCPD, Cartilaginoso e Ósseo. Aula: Histologia I Serão abordados os temas sobre Células Tronco,Tecido Epitelial, Tecido Conjuntivo TCPD, Cartilaginoso e Ósseo. PROFESSOR: Brenda Braga DATA: 03/04/2014 Histologia (Estudo dos Tecidos)

Leia mais

Exercícios de Aprofundamento Biologia - Embriologia

Exercícios de Aprofundamento Biologia - Embriologia 1. (Fgv 2015) A figura ilustra os vasos sanguíneos maternos e fetais na região da placenta, responsável pela troca dos gases respiratórios oxigênio e dióxido de carbono. Como a circulação e a ventilação

Leia mais

Tipos de Ovos ou. óvulos ou. ovócitos ou. gametas femininos. Onde Ficam?

Tipos de Ovos ou. óvulos ou. ovócitos ou. gametas femininos. Onde Ficam? Tipos de Ovos ou óvulos ou ovócitos ou gametas femininos Onde Ficam? Nos ovários ou gônadas (glândulas) das fêmeas. artropodes Total blastômeros Holoblástica ocorre em todo o ovo; Meroblástica ocorre em

Leia mais

ENEM. E correto apenas o que se afirma em a) I. b) II. c) III. d) I e II. e) II e III.

ENEM. E correto apenas o que se afirma em a) I. b) II. c) III. d) I e II. e) II e III. 01. (ENEM) No primeiro semestre de 2006, o Movimento Global pela Criança, em parceria com o UNICEF, divulgou o relatório Salvando vidas: o direito das crianças ao tratamento de HIV e AIDS. Nesse relatório,

Leia mais

TECIDO CONJUNTIVO. Embrionário. - Conjuntivo Propriamente Dito. - Especializados - Cartilaginoso - Ósseo - Sanguineo

TECIDO CONJUNTIVO. Embrionário. - Conjuntivo Propriamente Dito. - Especializados - Cartilaginoso - Ósseo - Sanguineo TECIDO CONJUNTIVO Embrionário - Conjuntivo Propriamente Dito - Especializados - Cartilaginoso - Ósseo - Sanguineo Origem Embrionária Mesoderma Células Mesenquimais Funções Gerais Fornecer suporte estrutural

Leia mais