Falência, Recuperação Judicial e Extrajudicial

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Falência, Recuperação Judicial e Extrajudicial"

Transcrição

1 Falência, Recuperação Judicial e Extrajudicial Prof. Márcio Guimarães

2 INSOLVÊNCIA Insolvência Civil (arggo 748 a 786- A do CPC) Desproporção negagva patrimonial Insolvência Empresarial Impontualidade Atos de Falência

3 ObjeGvo art. 75 FALÊNCIAS Lei /05 (P.L /93 - P.L.C. 71/03) Função Social da Empresa Ação Estatal Execução ColeGva? Celeridade e economia processual (art. 75, p.ú.) e prioridade no julgamento (art. 79).

4 PROCESSO FALIMENTAR FASES DA FALÊNCIA PRELIMINAR OU PRÉ-FALENCIAL INVESTIGATIVA OU DE SINDICÂNCIA e SATISFATIVA OU DE LIQÜIDAÇÃO

5 Impontualidade ou Situação de Falência Ar9go 94 - Será decretada a falência do devedor que: I sem relevante razão de direito, não paga, no vencimento, obrigação líquida materializada em Ktulo ou Ktulos execu9vos protestados cuja soma ultrapasse o equivalente a 40 (quarenta) salários- mínimos na data do pedido de falência

6 Protesto - ArGgo 23 da Lei 9.492/97 Os termos dos protestos lavrados, inclusive para fins especiais, por falta de pagamento, de aceite ou de devolução serão registrados em um único livro e conterão as anotações do 9po e do mo9vo do protesto, além dos requisitos previstos no ar9go anterior. - Art. 23, p.ú. Protesto para fins de falência.

7 - Protesto Especial?! (art. 94, 3 ). - Lei 9.492/97 - Interrompe a prescrição art. 202, III, NCC - NoGficação Pessoal - jurisprudência, a seguir: - Termo Legal - Protesto Levado a Efeito por Terceiros desaparece?

8 STJ - INFO 110-3ª Turma O acórdão recorrido não contestou a fé pública do servidor, mas, apenas, afirmou que a nogficação que apontava o jtulo a protesto foi irregular, porque não indicada a pessoa que recebeu a nogficação. A regularidade da nogficação exige seja idengficada a pessoa que a recebeu. A falta leva a que não se possa, com base naquele jtulo cambial, pedir- se falência. REsp SC, Rel. Min. Carlos Alberto Menezes Direito, julgado em 25/9/2001.

9 Falência Confessada ou Autofalência Art O devedor em crise econômico- financeira que julgue não atender aos requisitos para pleitear sua recuperação judicial deverá requerer ao juízo sua falência, expondo as razões da impossibilidade de prosseguimento da a9vidade empresarial, acompanhadas dos seguintes documentos.

10 Atos de Falência ArGgo 94, II e III da nova Lei Atos que presumem a insolvência quando perpetrados Não há que se falar em protesto

11 LegiGmidade AGva Credores Quirografários (40 salários) Empresário Irregular Credores com GaranGa Real Credor Fiduciário Fazenda Pública?!

12 LegiGmidade Passiva Empresário (menor?) Sociedade Empresária Sociedade Economia Mista Empresa Pública InsGtuições Financeiras Consórcios Seguradoras CooperaGvas Plano de saúde Previdência Privada

13 JUÍZO FALIMENTAR Art. 3º Lei /05 (art.7º do D.L /45) Principal estabelecimento, jurisprudência a seguir: Competência absoluta (RTJ 106/825) JusGça Federal?! Universalidade, Unidade e Indivisibilidade

14 Exceções à universalidade Art. 5 da Lei /05 (art. 23, p.ú da lei anterior) Desaparece - Execução com praça designada arggo 24, 1º da Lei de Falências. Processos ilíquidos - art. 6, 1º Credores Trabalhistas art. 6, 2º Fazenda Pública arts. 186 e 187 do CTN e art. 6, 7º. Pedido de reserva - art. 6, 3º

15 SENTENÇA QUEBRA DENEGATÓRIA

16 SENTENÇA DE QUEBRA Impontualidade ou Ato de Falência ArGgo 99 do D.L /45 Natureza ConsGtuGva Publicidade Fixação do Termo Legal Recurso

17 SENTENÇA DENEGATÓRIA DE FALÊNCIA Coisa julgada (desaparece o anggo art. 19, p.ú. da lei anterior). ArGgo 101 Indenização por danos causados Recurso

18 CONSEQÜÊNCIAS DA QUEBRA Vencimento antecipado das dívidas art. 77. Juros art Prescrição art. 6. Massa falida.

19 Efeitos da sentença quanto à pessoa

20 Efeitos quanto à pessoa do falido Falido Direito de Locomoção art. 104, III Sigilo de Correspondência art. 22, III, d Prisão (# prisão prevengva) desobediência (art. 104, p.ú.) Alcance dos administradores art. 81, 2º.

21 Efeitos da sentença quanto aos bens

22 Arrecadação e Avaliação Bens (art. 108) Fase material. Celeridade. Eficácia lacre do estabelecimento (art. 109). Presentes e indicados pelo falido (art. 104, I, e e V). Crime desobediência (art. 104, p.ú.) + art DOI. Despesas (art. 84, III).

23 Alcance Arrecadação Bens impenhoráveis (art.108, 4 ). Cláusulas restrigvas. Bens em praça (fazenda). Bens desviados Plano Recuperação.

24 Pedido de ResGtuição Art. 85 e ss. InsGtuições Credijcias Não se submetem ao plano (art. 49, 3 ), restando a suspensão (art. 6, 4 ). ACC (antecipação de contrato de câmbio) art. art. 49, 4. Condicionante art. 151 (salários 3 meses). Embargos de Terceiro art. 93.

25 Efeitos quanto aos bens do falido ARRECADAÇÃO Bens impenhoráveis Cláusulas restrigvas Bens em praça (desaparece) Ação de ResGtuição Embargos de Terceiro ALIENAÇÃO ANTECIPADA DE BENS (desaparece?) CONTINUAÇÃO DO NEGÓCIO

26 Efeitos da sentença quanto aos contratos

27 Efeitos quanto aos contratos do falido Unilateral Bilateral Pacto de rescisão Conta corrente Alienação Fiduciária em GaranHa e Leasing ACC Antecipação de Contrato de Câmbio

28 Administração da Falência Título do Organograma AGENTES DA FALÊNCIA JUÍZO MINISTÉRIO PÚBLICO ADMINISTRADOR

29 JUÍZO AGvidade decisória e de dar impulso processual, atentando para o princípio da inércia.

30 Ministério Público - Atua como custos legis (fiscal da lei) e parte na ação penal, revocatória e demais demandas para tutela de interesses transindividuais. - Arts. 127 e 129 da C.R.. - Art. 189 LF (art. 82, III CPC). - Veto ao art. 4 - O representante do Ministério Público intervirá nos processos de recuperação judicial e falência. - Parágrafo único Além das disposições previstas nesta lei, o representante do Ministério Público intervirá em toda ação proposta pela massa falida ou contra esta.

31 Administrador Judicial Art preferencialmente advogado, economista, administrador de empresas ou contador, ou pessoa jurídica especializada. Remuneração Não pode exceder 5% do passivo habilitado ou montante obgdo alineação bens (40% só após encerramento) art. 24 e art. 84, I. Pessoas contratadas pelo administrador (crédito extraconcursal) art. 84, I.

32 Comitê de Credores Composição 3 membros (art. 26) ou juízo (art.28). Atribuições art. 27. Não há remuneração (art. 29).

33 Disposições Comuns Administrador e Comitê DesGtuição art. 31. Responsabilidade art. 32. Termo de compromisso art. 33.

34 Assembléia Geral de Credores RECUPERAÇÃO - aprovação, rejeição ou modificação do plano de recuperação judicial; - a consgtuição do Comitê de Credores; - a subsgtuição do administrador judicial e a indicação do subsgtuto; - gestor judicial, quando do afastamento do devedor;

35 Assembléia Geral de Credores FALÊNCIA - a subsgtuição do administrador judicial e a indicação do subsgtuto; - a consgtuição do Comitê de Credores, a escolha de seus membros e sua subsgtuição; - a adoção de outras modalidades de realização do agvo, na forma do art. 145;

36 Da Assembléia Convocação art. 36. Regra judicial; Pelos credores 25% da classe (art. 36, 2 ) Presidência Administrador. Secretariada Um dos credores. Voto proporcional ao seu crédito, salvo trabalhistas (art. 38, 4 ). Credor s/ voto Art. 45, 3.

37 InconsGtucionalidade?!? Art Não será deferido provimento liminar, de caráter cautelar ou antecipatório dos efeitos da tutela, para a suspensão ou adiamento da assembléia geral de credores em razão de pendência de discussão acerca da existência, a quan9ficação ou a classificação de créditos.

38 Credores não compreendidos pelo Plano InsGtuições Credijcias Não se submetem ao plano (art. 49, 3 ), restando a suspensão (art. 6, 4 ). ACC (antecipação de contrato de câmbio) art. art. 49, 4.

39 AÇÃO REVOCATÓRIA ArGgos 129 e seguintes da Lei /05

40 Ineficácia ArGgo 129 Não produzem efeito relahvamente à massa, tenha ou não o contratante conhecimento do estado econômico do devedor, seja ou não intenção deste fraudar credores: Diversa da ação pauliana (eventus damni e consilium fraudis) Termo Legal = Período Suspeito (Prof. Rubens Requião)

41 Lei 6.015/73 Art. 215 São nulos os registros efetuados após a sentença de abertura de falência, ou do termo legal nele fixado, salvo se a apresentação 9ver sido feita anteriormente. Art. 40, 1 LF anterior - 1º - Não pode o devedor, desde aquele momento, pra9car qualquer ato que se refira direta ou indiretamente aos bens, interesses, direitos e obrigações compreendidos na falência sob pena de nulidade que o juiz pronunciará de ogcio, independentemente de prova de prejuízo.

42 Art. 129, VIII - a venda, ou transferência de estabelecimento comercial ou industrial, feita sem o consen9mento expresso ou o pagamento de todos os credores, a esse tempo existentes, não tendo restado ao falido bens suficientes para solver o seu passivo, salvo se, dentro de 30 dias, nenhuma oposição fizeram os credores à venda ou transferência que lhes foi no9ficada; essa no9ficação será feita judicialmente ou pelo oficial do registro de Ktulos e documentos. Art NCC Se ao alienante não restarem bens suficientes para solver o seu passivo, a eficácia da alienação do estabelecimento depende do pagamento de todos os credores, ou do consen9mento destes, de modo expresso ou tácito, em trinta dias a par9r de sua no9ficação.

43 Revogação ArGgo 130 São, também, revogáveis, rela9vamente à massa, os atos pra9cados com a intenção de prejudicar credores, provando- se a fraude do devedor e do terceiro que com ele contratar. Análoga à ação pauliana (concilium fraudis e eventus damni) Atos não elencados no rol do arggo 129 ou fora do termo legal.

44 LegiGmidade (síndico + credores + Ministério Público). Juízo Competente. Prazo decadencial. Rito Ordinário. Sequestro de Bens. Devolução dos Bens. Rescisória de Sentença que deu respaldo ao ato.

45 HABILITAÇÃO DOS CRÉDITOS

46 Habilitação Administrador elabora quadro art. 7º. Habilitações ausência no quadro. - Retardatária Na recuperação não vota (art. 10, 1 e 3 ). Na falência não tem direito ao rateio. Homologação QGC art. 14. Rescisória do QGC art. 19.

47 Classe de Credores (art. 83) Trabalhistas e acidente do trabalho (150 s.m.). GaranGa real. Fiscal. Privilégio especial. Privilégio geral. Quirografários (crédito trabalhista cedido art. 83, 4 ). Multas e penalidades (inclusive fiscais). Subordinados.

48 MOMENTO DE LIQUIDAÇÃO Realizar o ahvo para saldar o passivo habilitado

49 Função Social da Empresa Art. 75. A falência, ao promover o afastamento do devedor de suas a9vidades, visa a preservar e o9mizar a u9lização produ9va dos bens, a9vos e recursos produ9vos, inclusive os intangíveis, da empresa.

50 DesHno dos Bens Regra alienação imediata art Alienação antecipada dos bens art Adjudicação pelos credores art Forma alienação art ConGnuação do negócio - art. 99, XI (falido depositário art. 108, 1.

51 Alienação dos Bens Arrematação livre de tributos (art. 141, II e art. 133, 1 do CTN. Arrematação livre de sucessão trabalhista (art. 141, II e 2 ). InGmação M.P. (nulidade) art. 141, 7.

52 Sentença de Encerramento Art Apresentado o relatório final, o juiz encerrará a falência por sentença.

53 Reabilitação do Falido Art O prazo prescricional rela9vo às obrigações do falido recomeça a correr a par9r do dia em que transitar em julgado a sentença do encerramento da falência.

54 Recuperação Judicial (Aspecto Econômico e Social) Art A recuperação judicial tem por obje9vo viabilizar a superação da situação de crise econômico- financeira do devedor, a fim de permi9r a manutenção da fonte produtora, do emprego dos trabalhadores e dos interesses dos credores, promovendo, assim, a preservação da empresa, sua função social e o eskmulo à a9vidade econômica.

55 Requisitos SubjeGvo empresário ou sociedade empresária regular ou art. 48, p.ú. ObjeGvo art. 48. Não é mais um ato de falência. Protesto (Art. 51, VIII).

56 Abrangência Trabalhistas pgto 1 ano (art. 54) e 3 meses (art. 54, p.ú.). Todos os credores (extraconcursais art.67) Fazenda Pública (arts. 57 e 68) Avalistas e Fiadores Alienação Fiduciária, Leasing, ACC Busca e Apreensão? Reintegração de Posse?

57 Processamento da Recuperação PEDIDO Voluntário ou em defesa. Exposição patrimonial e situação econômico- financeira (40 salários?). Relação de credores (até 2 anos art. 61). Relação empregados. Relação bens controladores e administradores. Impede alienação de bens (art. 66).

58 Processamento Análise da documentação Ministério Público Juízo Peritos

59 Deferimento Processamento Decisão ou despacho? Enunciado 264 STJ 60 dias para juntada plano de recuperação (180 dias de suspensão art. 6, 4 )

60 Nomeação administrador InGmação M.P. Expedição Edital (prazo para objeção?). Requerimento AGC e Comitê (art. 52, 2 ou 56). Desistência plano. Suspensão ações e execuções (art. 6º). Verificação e Habilitação de créditos (art. 7º, 1 )

61 Plano de Recuperação Arts. 50 e 53. Liberdade cláusulas V. TJ/SP (Companhia Brasileira de Açúcar e Álcool): anulação cláusula genérica. Visão econômica, financeira e contábil. Alienação unidade produgva (art. 60) Aprovação impede a ação revocatória.

62 AGC 150 dias do processamento (?) slide seguinte. Indicação membros do Comitê. Alterações. Rejeição.

63 AGC Prazo para a realização da AG. (150 dias art. 56 1º) dias ( apresentação do plano. Art. 53) dias ( impugnação do plano. Art. 55) dias ( edital convocação. Art. 36) dias. Conclusão:Limite máximo para a realização da AG: 45 dias, entre o 106 e o 150 dia após o deferimento do processamento.

64 ASSEMBLÉIA GERAL DE CREDORES Participação dos credores Três classes: 1) Trabalhistas e acidente de trabalho. 2) Garantia real. 3) Quirografários e Privilégio Especial, Geral e Subordinados.

65 Aprovação Plano Ausência credores. Aprovação AGC (art. 58). Recurso de agravo.

66 Cumprimento Plano Prazo? CND. Administradores originais (art. 64) # Administrador judicial e Comitê. Gestor judicial (art. 65). Sentença de encerramento art. 63. Convolação em falência art. 73. Pedido de falência no curso da recuperação? Descumprimento Falência (art. 61, 1 ) status ante quo (arts. 59 e 61, 2 ).

67 PeGção inicial (art. 47 e 51) Deferimento do processamento. Nomeação do Administrador Judicial, suspensão ações e execuções Publicação da decisão Publicação do edital com Relação De Credores feita pelo Devedor 15 Dias Impugnação 60 Dias-Apresentação do Plano de Recuperação 45 Dias-Publicação da Relação dos Credores feita pelo Adm.Judicial 30 Dias-Objeções dos Credores ao Plano de Recuperação Procedimentos de impugnação Julgamento dos créditos 150 Dias-Assembléia Geral Aprova ou rejeita o Plano Q G C. Decisão concedendo a Recuperação Judicial 180 Dias Termina Prazo da suspensão

68 Recuperação Judicial ME e EPP e Recuperação Extrajudicial

69 Recuperação Judicial ME e EPP Alcança apenas os credores quirografários (art. 71, I). Credores não contemplados impedidos de habilitar (art. 70, p.ú.). 1ª parcela deve ser paga em 180 dias (art. 71, III) - Pagamento em parcelas iguais, mensais e sucessivas, em até 36 vezes, corrigidas e acrescidas de 12% de juros a.a. Não haverá A.G.C. Objeção de credores (art. 55) Falência (art. 72, p.ú.).

70 Recuperação Extrajudicial Disposições Credores selecionados pelo devedor Exceção: Fisco, Trabalhista e Bancos e ACC (art. 161, 1 ) Necessidade adesão ao plano ou art. 163 (3/5 dos credores). Homologação Judicial art. 162 e 165 obrigatória. Edital para conhecimento credores arrolados e os demais (art. 164).

OAB EXTENSIVO FINAL DE SEMANA Disciplina: Direito Empresarial Prof.ª Elisabete Vido Data: 05.12.2009 Aula nº. 05

OAB EXTENSIVO FINAL DE SEMANA Disciplina: Direito Empresarial Prof.ª Elisabete Vido Data: 05.12.2009 Aula nº. 05 OAB EXTENSIVO FINAL DE SEMANA Disciplina: Direito Empresarial Prof.ª Elisabete Vido Data: 05.12.2009 Aula nº. 05 TEMAS TRATADOS EM AULA I FALÊNCIA (Lei 11.101/05) 1) Legitimidade Passiva (Art. 1º e 2º

Leia mais

Recuperação Extrajudicial, Judicial e Falência. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda

Recuperação Extrajudicial, Judicial e Falência. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda Recuperação Extrajudicial, Judicial e Falência Recuperação Extrajudicial, Judicial e Falência Decreto-lei nº 7.661, de 21 de junho de 1945 Lei de Falências revogado. Lei nº 11.101, de 09 de fevereiro de

Leia mais

DIREITO EMPRESARIAL. Falência e Recuperação de Empresas

DIREITO EMPRESARIAL. Falência e Recuperação de Empresas Falência e Recuperação de Empresas 1. Considere as afirmativas a respeito das manifestações processuais nos processos de falência e de recuperação judicial de empresas, nos termos da Lei 11.101/05: I.

Leia mais

6.3 Competência específica à falência, 64 7 Remuneração, 74

6.3 Competência específica à falência, 64 7 Remuneração, 74 Nota do autor, xxi 1 INSOLVÊNCIA, 1 1 O risco de empreender, 1 2 Obrigação e solução, 3 3 Princípio geral da solvabilidade jurídica, 4 4 Execução coletiva, 7 5 Histórico, 8 2 INSOLVÊNCIA EMPRESÁRIA, 13

Leia mais

Visão panorâmica do processo falimentar. O processo de falência tem 3 fases:

Visão panorâmica do processo falimentar. O processo de falência tem 3 fases: FALÊNCIA (LEI 11.101/05) Visão panorâmica do processo falimentar O processo de falência tem 3 fases: 1. Fase pré falencial Vai da petição inicial até a sentença, já que até antes da sentença ainda não

Leia mais

DIREITO EMPRESARIAL FALÊNCIA. Cláudio Basques. A garantia dos credos é o patrimônio do devedor.

DIREITO EMPRESARIAL FALÊNCIA. Cláudio Basques. A garantia dos credos é o patrimônio do devedor. DIREITO EMPRESARIAL FALÊNCIA Cláudio Basques A garantia dos credos é o patrimônio do devedor. LEI N. 11.101, DE 9 DE FEVEREIRO DE 2005 Nova Lei de Falências Art. 1º Esta lei disciplina a recuperação judicial,

Leia mais

Sumário. Proposta da Coleção Leis Especiais para Concursos... 11. Roteiro simplificado da Falência... 13

Sumário. Proposta da Coleção Leis Especiais para Concursos... 11. Roteiro simplificado da Falência... 13 Lei de Falência e Recuperação de Empresas Sumário Proposta da Coleção Leis Especiais para Concursos... 11 Roteiro simplificado da Falência... 13 Roteiro simplificado da Recuperação Judicial... 15 Resumo

Leia mais

Recente alteração: Modificação da nomenclatura passando de Varas de Falências e Concordatas para Falência e Recuperação de Empresas.

Recente alteração: Modificação da nomenclatura passando de Varas de Falências e Concordatas para Falência e Recuperação de Empresas. Francisco Marcelo Avelino Junior, Msc. Presidente APCEC 2010-20122012 (85) 96.145600 Contexto atual Recente alteração: Modificação da nomenclatura passando de Varas de Falências e Concordatas para Falência

Leia mais

RECUPERAÇÃO JUDICIAL E FALÊNCIA PRAZOS NA LEI Nº 11.101/2005 OBJETO ARTIGO PRAZO

RECUPERAÇÃO JUDICIAL E FALÊNCIA PRAZOS NA LEI Nº 11.101/2005 OBJETO ARTIGO PRAZO RECUPERAÇÃO JUDICIAL E FALÊNCIA PRAZOS NA LEI Nº 11.101/2005 OBJETO ARTIGO PRAZO Alienação antecipada de bens perecíveis: manifestação do comitê e do falido. 113 48:00hs Apresentação de documento compromisso

Leia mais

Prefácio... xxi Introdução... 1

Prefácio... xxi Introdução... 1 SUMÁRIO Prefácio... xxi Introdução... 1 CAPÍTULO I BREVE HISTÓRICO... 5 1. O comércio e o direito comercial... 5 2. A falência... 9 3. A evolução do direito falimentar... 11 4. O direito falimentar no

Leia mais

Falência e Recuperação Judicial e Extrajudicial da Sociedade Empresária

Falência e Recuperação Judicial e Extrajudicial da Sociedade Empresária Falência e Recuperação Judicial e Extrajudicial da Sociedade Empresária Palestrantes: José Augusto S. Figueira Miguel Manente março de 2016 Falência e Recuperação Judicial e Extrajudicial da Sociedade

Leia mais

Utilizava-se como sinônimo de falência a expressão quebra, haja vista que, a banca dos devedores era quebrada pelos credores.

Utilizava-se como sinônimo de falência a expressão quebra, haja vista que, a banca dos devedores era quebrada pelos credores. Legislação Societária / Direito Comercial Profª Mestre Ideli Raimundo Di Tizio p 33 NOVA LEI DE FALÊNCIA E RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS FALÊNCIA: Evolução do Instituto - a palavra "falência" vem do latim: fallere

Leia mais

CURSO DE ATUALIZAÇÃO JURÍDICA Disciplina: Direito Comercial Tema: Recuperação Judicial Prof.: Alexandre Gialluca Data: 12/04/2007 RESUMO

CURSO DE ATUALIZAÇÃO JURÍDICA Disciplina: Direito Comercial Tema: Recuperação Judicial Prof.: Alexandre Gialluca Data: 12/04/2007 RESUMO RESUMO 1) Falência. Continuação. 1.1) Da realização ativo. Art. 108, Lei 11.101/05. O administrador Judicial providenciará a realização do ativo. Pode ser por: leilão; proposta fechada ou pregão O porduto

Leia mais

Resumo. Sentença Declaratória pode ser executada quando houver o reconhecimento de uma obrigação.

Resumo. Sentença Declaratória pode ser executada quando houver o reconhecimento de uma obrigação. 1. Execução Resumo A Lei 11.232/05 colocou fim à autonomia do Processo de Execução dos Títulos Judiciais, adotando o processo sincrético (a fusão dos processos de conhecimento e executivo a fim de trazer

Leia mais

A LEI DE FALÊNCIAS E RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS: PANORAMA GERAL E ASPECTOS PRÁTICOS GUILIANO COLOMBO

A LEI DE FALÊNCIAS E RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS: PANORAMA GERAL E ASPECTOS PRÁTICOS GUILIANO COLOMBO A LEI DE FALÊNCIAS E RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS: PANORAMA GERAL E ASPECTOS PRÁTICOS GUILIANO COLOMBO NOVO SISTEMA FALIMENTAR BRASILEIRO OBJETIVOS: LEI nº 11.101, de 9.2.2005: evitar a liquidação de empresas

Leia mais

AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO

AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO E AÇÃO DE DEPÓSITO 1 Parte I AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO 2 1) O DIREITO MATERIAL DE PAGAMENTO POR CONSIGNAÇÃO a) Significado da palavra consignação b) A consignação

Leia mais

DIREITO FALIMENTAR. Conceito de falência. Direito Falimentar - Prof. Armindo AULA 1 1. Falência (do latim fallere e do grego sphallein ):

DIREITO FALIMENTAR. Conceito de falência. Direito Falimentar - Prof. Armindo AULA 1 1. Falência (do latim fallere e do grego sphallein ): DIREITO FALIMENTAR ARMINDO DE CASTRO JÚNIOR E-mail: armindocastro@uol.com.br Homepage: www.armindo.com.br Facebook: Armindo Castro Celular: (82) 9143-7312 Conceito de falência Falência (do latim fallere

Leia mais

SEGUROGARANTIA NAMODALIDADEJUDICIAL FUNDAMENTOS, RECEPTIVIDADE PELOPODER JUDICIÁRIOE NOVASPERSPECTIVAS

SEGUROGARANTIA NAMODALIDADEJUDICIAL FUNDAMENTOS, RECEPTIVIDADE PELOPODER JUDICIÁRIOE NOVASPERSPECTIVAS SEGUROGARANTIA NAMODALIDADEJUDICIAL FUNDAMENTOS, RECEPTIVIDADE PELOPODER JUDICIÁRIOE NOVASPERSPECTIVAS Gladimir Adriani Poletto Poletto & Possamai Sociedade de Advogados SUMÁRIO: I. INTRODUÇÃO II. ESTRUTURA

Leia mais

10 ANOS DA LEI DE RECUPERAÇÃO E FALÊNCIA

10 ANOS DA LEI DE RECUPERAÇÃO E FALÊNCIA 10 ANOS DA LEI DE RECUPERAÇÃO E FALÊNCIA LEI 11.101/2005 FALÊNCIA António Manuel França Aires Agosto 2015 FALÊNCIA -RECORTE Convolação da Recuperação em Falência Venda de ativos Extensão dos efeitos a

Leia mais

Índice Sistemático do Novo Código de Processo Civil

Índice Sistemático do Novo Código de Processo Civil Índice Sistemático do Novo Código de Processo Civil LEI CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL Parte Geral Livro I DAS NORMAS PROCESSUAIS CIVIS TÍTULO ÚNICO DAS NORMAS FUNDAMENTAIS E DA APLICAÇÃO DAS NORMAS PROCESSUAIS

Leia mais

Recuperação Extrajudicial de Empresas em Crise Financeira. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda

Recuperação Extrajudicial de Empresas em Crise Financeira. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda de Empresas em Crise Financeira Lei nº 11.101, de 09 de fevereiro de 2005 Companhias em Crise Principais Causas: Desvalorização do Real; Problemas setoriais; Concentração de vencimentos; Alavancagem excessiva;

Leia mais

Preliminarmente à inscrição em dívida ativa, é necessário, sob pena de nulidade, a constituição do crédito tributário através do lançamento.

Preliminarmente à inscrição em dívida ativa, é necessário, sob pena de nulidade, a constituição do crédito tributário através do lançamento. A intimação do contribuinte por edital e o protesto da dívida tributária à luz da A constituição da dívida ativa tributária e não tributária do Município pressupõe a inscrição do crédito tributário e não

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA NURER - NÚCLEO DE REPERCUSSÃO GERAL E RECURSOS REPETITIVOS - RESOLUÇÃO Nº 021/2012/TP

ESTADO DE MATO GROSSO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA NURER - NÚCLEO DE REPERCUSSÃO GERAL E RECURSOS REPETITIVOS - RESOLUÇÃO Nº 021/2012/TP RESP 1046768 RESP 1003530 RESP 1062648 Capitalização mensal de juros em ação revisional de contrato bancário. Possibilidade ou não de capitalização de juros mensais em contratos bancários, especialmente

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ TRADIÇÃO, EXPERIÊNCIA E OUSADIA DE QUEM É PIONEIRO Data: 23/03/2010 Estudo dirigido Curso: DIREITO Disciplina: DIREITO FINANCEIRO E TRIBUTÁRIO II Professora: ILZA MARIA

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos MEDIDA PROVISÓRIA Nº 303, DE 29 DE JUNHO DE 2006. Sem eficácia Texto para impressão Dispõe sobre parcelamento de débitos junto à Secretaria

Leia mais

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI N o 11.101, DE 9 DE FEVEREIRO DE 2005. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: ( ) CAPÍTULO VII DISPOSIÇÕES PENAIS Seção I Dos Crimes em

Leia mais

DIREITO EMPRESARIAL - EXERCÍCIOS ICMS/DF AULA 3 ANTÔNIO NÓBREGA E RICARDO GOMES

DIREITO EMPRESARIAL - EXERCÍCIOS ICMS/DF AULA 3 ANTÔNIO NÓBREGA E RICARDO GOMES Prezados Alunos! Chegamos ao nosso 3º Encontro (3ª Aula)! Apenas nos encontramos na Aula 0, não foi? Nas Aulas 1 e 2 tiveram a tutoria e o ensino do grande e competente amigo Antônio Nóbrega! Por ora,

Leia mais

SEMINÁRIO - O PODER JUDICIÁRIO E O NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL ENUNCIADOS APROVADOS

SEMINÁRIO - O PODER JUDICIÁRIO E O NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL ENUNCIADOS APROVADOS 1) Entende-se por fundamento referido no art. 10 do CPC/2015 o substrato fático que orienta o pedido, e não o enquadramento jurídico atribuído pelas partes. 2) Não ofende a regra do contraditório do art.

Leia mais

DIREITO EMPRESARIAL Módulo I Matutino Prof. ELISABETE VIDO Data: 24.06.2009 Aula: 6 e 7

DIREITO EMPRESARIAL Módulo I Matutino Prof. ELISABETE VIDO Data: 24.06.2009 Aula: 6 e 7 TEMAS TRATADOS EM AULA DIREITO EMPRESARIAL 1) Títulos de crédito (continuação): a) Cheque (Lei 7.357/85). A lei diz que cheque é ordem de pagamento à vista. A Súmula 370 do STJ menciona a expressão cheque

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Pró-Reitoria de Graduação ORGANIZAÇÃO BÁSICA DAS DISCIPLINAS CURRICULARES

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Pró-Reitoria de Graduação ORGANIZAÇÃO BÁSICA DAS DISCIPLINAS CURRICULARES 2007/1 UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Pró-Reitoria de Graduação ORGANIZAÇÃO BÁSICA DAS DISCIPLINAS CURRICULARES Disciplina: DIREITO PROCESSUAL CIVIL III Curso: DIREITO Código CR PER Co-Requisito Pré-Requisito

Leia mais

OAB. 2 a FASE PRÁTICA CIVIL E EMPRESARIAL. Wander Garcia. 3 a Edição 2012. Wander Garcia, Robinson Barreirinhas e Henrique Subi

OAB. 2 a FASE PRÁTICA CIVIL E EMPRESARIAL. Wander Garcia. 3 a Edição 2012. Wander Garcia, Robinson Barreirinhas e Henrique Subi na Wander Garcia Coordenador da coleção Como Passar OAB 3 a Edição 2012 2 a FASE PRÁTICA CIVIL E EMPRESARIAL Wander Garcia, Robinson Barreirinhas e Henrique Subi SUMÁRIO ORIENTAÇÕES AO EXAMINANDO...15

Leia mais

Apostila Exclusiva Direitos Autorais Reservados www.thaisnunes.com.br 1

Apostila Exclusiva Direitos Autorais Reservados www.thaisnunes.com.br 1 Direito - Técnico do TRF 4ª Região É possível estudar buscando materiais e aulas para cada uma das matérias do programa do concurso de Técnico do TRF 4ª Região. Basta disciplina e organização. Sugestão

Leia mais

PONTO 1: Execução Trabalhista. Fase de Liquidação de Sentença Trabalhista é uma fase preparatória da execução trabalhista art. 879 da CLT.

PONTO 1: Execução Trabalhista. Fase de Liquidação de Sentença Trabalhista é uma fase preparatória da execução trabalhista art. 879 da CLT. 1 DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO PONTO 1: Execução Trabalhista 1. EXECUÇÃO TRABALHISTA: ART. 876 ART. 892 da CLT Fase de Liquidação de Sentença Trabalhista é uma fase preparatória da execução trabalhista

Leia mais

VALOR (R$) ou FORMA de CÁLCULO (Cód. Tributário RJ)

VALOR (R$) ou FORMA de CÁLCULO (Cód. Tributário RJ) TAXA JUDICIÁRIA: Classes processuais - Justiça Estadual (1º GRAU) Cód. VALOR (R$) ou FORMA de CÁLCULO (Cód. Tributário RJ) JUIZADOS DA INFÂNCIA E DA JUVENTUDE 547 Seção Cível 1385 Cartas 1450 Carta de

Leia mais

O OFICIAL DE JUSTIÇA E O NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL

O OFICIAL DE JUSTIÇA E O NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL O OFICIAL DE JUSTIÇA E O NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL O novo Código de Processo Civil revela-se positivo para atuação dos Oficiais de Justiça, pelo menos essa foi a perspectiva desde a criação do projeto.

Leia mais

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX PREVIDÊNCIA SOCIAL. Débitos Previdenciários Municípios Parcelamento Normatização

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX PREVIDÊNCIA SOCIAL. Débitos Previdenciários Municípios Parcelamento Normatização TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX PREVIDÊNCIA SOCIAL Orientador Empresarial Débitos Previdenciários Municípios Parcelamento Normatização INSTRUÇÃO NORMATIVA SRP 10/2005 DOU:

Leia mais

DECRETO-LEI Nº 05, DE 15 DE MARÇO DE 1975. (Redação atual) INSTITUI O CÓDIGO TRIBUTÁRIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

DECRETO-LEI Nº 05, DE 15 DE MARÇO DE 1975. (Redação atual) INSTITUI O CÓDIGO TRIBUTÁRIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. DECRETO-LEI Nº 05, DE 15 DE MARÇO DE 1975. (Redação atual) INSTITUI O CÓDIGO TRIBUTÁRIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, no uso das atribuições

Leia mais

Suspensão da Exigibilidade do Crédito Tributário

Suspensão da Exigibilidade do Crédito Tributário Faculdades Integradas IPEP Campinas/SP Disciplina: Legislação Tributária Administração de Empresas Apostila 02 Professor: Rodrigo Tomas Dal Fabbro Suspensão da Exigibilidade do Crédito Tributário Muitas

Leia mais

RESUMO DIREITO FALIMENTAR 9ª ETAPA - UNAERP

RESUMO DIREITO FALIMENTAR 9ª ETAPA - UNAERP RESUMO DIREITO FALIMENTAR 9ª ETAPA - UNAERP 1. Falência A Falência e a Recuperação Judicial e Extrajudicial encontram-se regulamentados pela Lei 11.101/2005. O patrimônio do devedor é a garantia dos credores,

Leia mais

BR MALLS PARTICIPAÇÕES S.A. CNPJ nº 06.977.745/0001-91 PLANO DE OPÇÃO DE COMPRA DE AÇÕES

BR MALLS PARTICIPAÇÕES S.A. CNPJ nº 06.977.745/0001-91 PLANO DE OPÇÃO DE COMPRA DE AÇÕES 1. OBJETIVOS DO PLANO BR MALLS PARTICIPAÇÕES S.A. CNPJ nº 06.977.745/0001-91 PLANO DE OPÇÃO DE COMPRA DE AÇÕES 1.1. Os objetivos do Plano de Opção de Compra de Ações da BR Malls Participações S.A. ( Companhia

Leia mais

Insolvência e restruturação de empresas - Maria do Rosário Epifânio 2015/2016

Insolvência e restruturação de empresas - Maria do Rosário Epifânio 2015/2016 Insolvência e restruturação de empresas - Maria do Rosário Epifânio 2015/2016 I. Introdução 1. A crise da empresa 2. Mecanismos contratuais e legais 3. Recuperação extrajudicial, judicial e híbrida II.

Leia mais

Como pensa a Cesgranrio?

Como pensa a Cesgranrio? AÇÃO CIVIL PÚBLICA antecipação de tutela coisa julgada competência direitos indisponíveis inquérito civil legitimidade ativa legitimidade ativa da Defensoria Pública legitimidade ativa da União e dos Estados,

Leia mais

JUIZADO ESPECIAL DA FAZENDA PÚBLICA

JUIZADO ESPECIAL DA FAZENDA PÚBLICA JUIZADO ESPECIAL DA FAZENDA PÚBLICA O termo Fazenda Pública significa a presença em juízo de pessoa jurídica de direito público interno, descritas no artigo 41 do Código Civil como sendo a União, os Estados,

Leia mais

ANOTAÇÃO DE AULA. E ainda, o administrador terá preferência nos honorários (crédito extraconcursal).

ANOTAÇÃO DE AULA. E ainda, o administrador terá preferência nos honorários (crédito extraconcursal). MATERIAL DE APOIO Disciplina: Direito Empresarial Professor: Elisabete Vido Aula: 17 e 18 Data: 06/10/2015 ANOTAÇÃO DE AULA SUMÁRIO 7. Falência (continuação) 7.4 Órgãos 7.5 Credores 7.6 Procedimento da

Leia mais

CURSO ON-LINE DIREITO COMERCIAL RECEITA FEDERAL PROFESSOR: YURI MACHADO

CURSO ON-LINE DIREITO COMERCIAL RECEITA FEDERAL PROFESSOR: YURI MACHADO Olá amigos! Chegamos à quarta aula do nosso curso de direito comercial para a Receita Federal. Seguindo o esquema até aqui adotado, nesta aula trataremos dos temas incluídos no item 6: Recuperação judicial

Leia mais

CASO ABRAPP X FND, BNDES, UF PROCEDIMENTOS PARA COBRANÇA JUDICIAL

CASO ABRAPP X FND, BNDES, UF PROCEDIMENTOS PARA COBRANÇA JUDICIAL CASO ABRAPP X FND, BNDES, UF PROCEDIMENTOS PARA COBRANÇA JUDICIAL STATUS ATÉ DEZEMBRO DE 2010 - O Devedor FND é uma autarquia federal, criada pelo Decreto Lei nº 2.288 e que, pela atividade privada que

Leia mais

ÍNDICE SISTEMÁTICO DO NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL

ÍNDICE SISTEMÁTICO DO NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL ÍNDICE SISTEMÁTICO DO NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL PARTE GERAL LIVRO I - DAS NORMAS PROCESSUAIS CIVIS TÍTULO ÚNICO - DAS NORMAS FUNDAMENTAIS E DA APLICAÇÃO DAS NORMAS PROCESSUAIS CAPÍTULO I - DAS NORMAS

Leia mais

Decido. 1.0. Quanto ao pedido de recuperação judicial

Decido. 1.0. Quanto ao pedido de recuperação judicial Consulta de 1º Grau Poder Judiciário do Estado do Rio Grande do Sul Número do Processo: 11300041826 Comarca: Marau Órgão Julgador: 2ª Vara Judicial: 1 / 1 Data: 11 de dezembro de 2013 Julgador: Simone

Leia mais

NOVA LEI DE FALÊNCIAS: RECUPERAÇÃO JUDICIAL

NOVA LEI DE FALÊNCIAS: RECUPERAÇÃO JUDICIAL NOVA LEI DE FALÊNCIAS: RECUPERAÇÃO JUDICIAL Iran Santos Nunes a Iran Santos Nunes Júnior b Márcio Medeiros Oliveira c Mariana Pirkel Tsukahara d RESUMO A Lei nº 11.101/2005, apelidada de Nova Lei de Falências,

Leia mais

Modelo de Projeto de Lei (Origem Poder Executivo) Dispõe sobre as diretrizes para a elaboração da lei orçamentária de 2011.

Modelo de Projeto de Lei (Origem Poder Executivo) Dispõe sobre as diretrizes para a elaboração da lei orçamentária de 2011. Modelo de Projeto de Lei (Origem Poder Executivo) Dispõe sobre as diretrizes para a elaboração da lei orçamentária de 2011. CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1 o São estabelecidas, em cumprimento

Leia mais

Capítulo III DIREITO DE PROPRIEDADE INDUSTRIAL

Capítulo III DIREITO DE PROPRIEDADE INDUSTRIAL Sumário Capítulo I EVOLUÇÃO HISTÓRICA DO DIREITO COMERCIAL 1. Origens do direito comercial 2. Da definição do regime jurídico dos atos de comércio 2.1. Definição e descrição dos atos de comércio e sua

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA PODER JUDICIÁRIO Comarca de Biguaçu 2ª Vara Cível

ESTADO DE SANTA CATARINA PODER JUDICIÁRIO Comarca de Biguaçu 2ª Vara Cível fls. 476 Autos n 0301469-22.2015.8.24.0007 Ação: Recuperação Judicial/PROC Autor: Sulcatarinense - Mineração, Artefatos de Cimento, Britagem e Construções Ltda e outro: Vistos para decisão. 1. Trata-se

Leia mais

I. Processo Administrativo Federal

I. Processo Administrativo Federal I. Processo Administrativo Federal a) Princípios C.R. Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade

Leia mais

Curso Resultado. Jurisprudência ordenada por matérias e assuntos Processo Civil

Curso Resultado. Jurisprudência ordenada por matérias e assuntos Processo Civil Curso Resultado Jurisprudência ordenada por matérias e assuntos Processo Civil Atualizado em 18 de dezembro de 2015 Sumário Ação coletiva / civil pública Ação contra seguradora Ação de adjudicação compulsória

Leia mais

Efeitos a partir de 1º de janeiro de 2010)

Efeitos a partir de 1º de janeiro de 2010) Artigo 586-4º - 3 - o contribuinte detentor do crédito acumulado, por qualquer de seus estabelecimentos, não poderá ter débito pendente de liquidação, inclusive decorrente de auto de infração e imposição

Leia mais

PADRÃO DE RESPOSTA PEÇA PROFISSIONAL

PADRÃO DE RESPOSTA PEÇA PROFISSIONAL PEÇA PROFISSIONAL Espera-se que o(a) examinando(a) elabore ação revocatória, com fulcro no art. 130 e ss. da Lei n. o 11.101/2005: São revogáveis os atos praticados com a intenção de prejudicar credores,

Leia mais

Núcleo de Pesquisa e Extensão do Curso de Direito NUPEDIR VII MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA (MIC) 25 de novembro de 2014

Núcleo de Pesquisa e Extensão do Curso de Direito NUPEDIR VII MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA (MIC) 25 de novembro de 2014 UM ESTUDO SOBRE OS CRÉDITOS EXTRACONCURSAIS RELATIVOS A DESPESAS COM FORNECEDORES DE BENS OU SERVIÇOS CONTRAÍDOS DURANTE A RECUPERAÇÃO JUDICIAL Luísa Gauer Anschau 1 Patrícia Heinen Griebeler 2 Scheila

Leia mais

1. CABIMENTO DAS PEÇAS.

1. CABIMENTO DAS PEÇAS. 1. CABIMENTO DAS PEÇAS. Após o Nascimento do Tributo, mas antes do lançamento: Ação Declaratória de Inexistência da relação jurídica tributária; Mandado de Segurança Preventivo. Após a notificação do contribuinte

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO

Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO 1) IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Disciplina Direito Empresarial III

Leia mais

PROPOSTAS PARA VOTAÇÃO PLENÁRIA

PROPOSTAS PARA VOTAÇÃO PLENÁRIA 1º CICLO DE DEBATES DE DIREITO MATERIAL E PROCESSUAL DO TRT DA 17ª REGIÃO PROPOSTAS PARA VOTAÇÃO PLENÁRIA EJUD TRT 17ª REGIÃO PROPOSTAS DE DIREITO PROCESSUAL 2 Proposta nº 01: Autor: Juiz Roque Messias

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ESTATÍSTICA - 1ª REGIÃO DF, AC, AM, AP, GO, PA, RO, RR NOTA TÉCNICA CONJUR 02/2012.

CONSELHO REGIONAL DE ESTATÍSTICA - 1ª REGIÃO DF, AC, AM, AP, GO, PA, RO, RR NOTA TÉCNICA CONJUR 02/2012. NOTA TÉCNICA CONJUR 02/2012. Trata dos procedimentos nos termos da legislação tributária vigente relacionada a anuidade, juros, multa, isenção, dívida ativa, execução fiscal e outras providências. 1. Na

Leia mais

LEI DE LOCAÇÕES - ALTERAÇÕES LEGISLATIVAS

LEI DE LOCAÇÕES - ALTERAÇÕES LEGISLATIVAS LEI DE LOCAÇÕES - ALTERAÇÕES LEGISLATIVAS Diogo L. Machado de Melo Nathália Annette Vaz de Lima NORMA ANTERIOR (LEI 8245/91) ALTERAÇÃO TRAZIDA PELA LEI 12.112/09 (COM JUSTIFICATIVAS DE VETOS) (EM VIGOR

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO GABINETE DO DESEMBARGADOR FEDERAL FRANCISCO WILDO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO GABINETE DO DESEMBARGADOR FEDERAL FRANCISCO WILDO AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 105819/PE (0005639-71.2010.4.05.0000) AGRTE : JOACYR FONSECA SOARES ADV/PROC : MARCO ANTÔNIO DE ALBUQUERQUE MEIRA AGRDO : FAZENDA NACIONAL PARTE R : CARTAGO REVENDEDORA AUTORIZADA

Leia mais

Resumo Aula-tema 05: Legislação empresarial especial

Resumo Aula-tema 05: Legislação empresarial especial Resumo Aula-tema 05: Legislação empresarial especial Em termos gerais, as relações jurídicas empresariais estão regidas pelo Código Civil de 2002. No entanto, sobre matérias específicas, existem leis específicas

Leia mais

Prefácio, xxv Nota à 8ª edição, xxvii Introdução, 1

Prefácio, xxv Nota à 8ª edição, xxvii Introdução, 1 Prefácio, xxv Nota à 8ª edição, xxvii Introdução, 1 16 MEDIDAS DE URGÊNCIA - ANTECIPAÇÃO DE TUTELA E AÇÃO CAUTELAR, 5 16.1 Medidas de urgência - considerações gerais, 6 16.2 Diferenças ontológicas entre

Leia mais

A execução incide somente sobre o patrimônio do executado. É sempre real.

A execução incide somente sobre o patrimônio do executado. É sempre real. PRINCÍPIOS DA EXECUÇÃO - Princípio da Patrimonialidade A execução incide somente sobre o patrimônio do executado. É sempre real. Art. 591. O devedor responde, para o cumprimento de suas obrigações, com

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL Nº 202.733 - PR (2012/0144391-7) RELATOR AGRAVANTE ADVOGADOS AGRAVADO AGRAVADO AGRAVADO ADVOGADO : MINISTRO SIDNEI BENETI : BANCO BRADESCO S/A : MATILDE DUARTE GONÇALVES DANIEL

Leia mais

AS RESTRIÇÕES JUDICIAIS FACE ÀS TRANSMISSÕES DA PROPRIEDADE IMOBILIÁRIA. Telma Lúcia Sarsur Outubro de 2011

AS RESTRIÇÕES JUDICIAIS FACE ÀS TRANSMISSÕES DA PROPRIEDADE IMOBILIÁRIA. Telma Lúcia Sarsur Outubro de 2011 AS RESTRIÇÕES JUDICIAIS FACE ÀS TRANSMISSÕES DA PROPRIEDADE IMOBILIÁRIA Telma Lúcia Sarsur Outubro de 2011 Para conceituarmos restrição judicial, há de se definir restrição, que é limitação imposta ao

Leia mais

Analista Judiciário TRT/RS

Analista Judiciário TRT/RS 8. EXECUÇÃO A execução é fase diferenciada do processo, visando o cumprimento da sentença ou do acordo firmado entre as partes. Regra geral, é deflagrada de ofício pelo juiz (embora possa ser deflagrada

Leia mais

ÍNDICE GERAL. PARTE INTRODUTÓRIA O Processo de Insolvência. PARTE I Pressupostos do Processo de Insolvência

ÍNDICE GERAL. PARTE INTRODUTÓRIA O Processo de Insolvência. PARTE I Pressupostos do Processo de Insolvência ÍNDICE GERAL SIGLAS PARTE INTRODUTÓRIA O Processo de Insolvência 1O Direito da insolvência 11 2 O processo de insolvência 12 3 Fontes 15 4 Ordem de sequência 15 PARTE I Pressupostos do Processo de Insolvência

Leia mais

COMPETÊNCIA DOS JUIZADOS ESPECIAIS DA FAZENDA PÚBLICA

COMPETÊNCIA DOS JUIZADOS ESPECIAIS DA FAZENDA PÚBLICA COMPETÊNCIA DOS JUIZADOS ESPECIAIS DA FAZENDA PÚBLICA Fabiano Samartin Fernandes * BREVE HISTÓRICO Os Juizados Especiais foram criados pela Lei n. 9.099, de 26 de setembro de 1995, inspirados diretamente

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Page 1 of 7 Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 8.429, DE 2 DE JUNHO DE 1992. Dispõe sobre as sanções aplicáveis aos agentes públicos nos casos de enriquecimento

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO 34 a Câmara Seção de Direito Privado Julgamento sem segredo de justiça: 27 de julho de 2009, v.u. Relator: Desembargador Irineu Pedrotti. Apelação Cível nº 968.409-00/3 Comarca de São Paulo Foro Central

Leia mais

Resolução nº 9, de 16 de julho de 1997 (publicada no Diário Oficial da União de 13.8.97)

Resolução nº 9, de 16 de julho de 1997 (publicada no Diário Oficial da União de 13.8.97) Ministério da Justiça Conselho Administrativo de Defesa Econômica CADE SCN Quadra 2 Projeção C, Brasília, DF CEP 70712-902 Tel.: (61) 426-8599 Fax: (61) 328-5523 cade@cade.gov.br Resolução nº 9, de 16

Leia mais

CONTRATO QUE DISCIPLINA A CONSTITUIÇÃO E O FUNCIONAMENTO DE GRUPOS DE CONSÓRCIO REFERENCIADOS EM BENS IMÓVEIS.

CONTRATO QUE DISCIPLINA A CONSTITUIÇÃO E O FUNCIONAMENTO DE GRUPOS DE CONSÓRCIO REFERENCIADOS EM BENS IMÓVEIS. CONTRATO QUE DISCIPLINA A CONSTITUIÇÃO E O FUNCIONAMENTO DE GRUPOS DE CONSÓRCIO REFERENCIADOS EM BENS IMÓVEIS. Cláusula 1ª - A Proposta de Adesão é o instrumento pelo qual o proponente, doravante denominado

Leia mais

EXTRAJUDICIAL DE EMPRESAS

EXTRAJUDICIAL DE EMPRESAS luis FELIPE SPINELLI Doutorando em Direito Comercial pela USP Mestre em Direito Privado pela UFRGS Advogado RODRIGO TELLECHEA Doutorando em Direito Comercial pela USP Advogado JOÃO PEDRO SCALZILLI Doutorando

Leia mais

SUMÁRIO. Parte I. Recomendações Iniciais, Relatório, Fundamentação e Dispositivo

SUMÁRIO. Parte I. Recomendações Iniciais, Relatório, Fundamentação e Dispositivo SUMÁRIO Parte I Recomendações Iniciais, Relatório, Fundamentação e Dispositivo 1. CONCEITO E RECOMENDAÇÕES INICIAIS 1.1 Rascunho 1.2 Apresentação do texto 1.3 Tempo de prova, simulação e prática 1.4 Redação

Leia mais

APELAÇÃO CÍVEL Nº 434.737-5 - 19.08.2004

APELAÇÃO CÍVEL Nº 434.737-5 - 19.08.2004 -1- EMENTA: EMBARGOS DE TERCEIRO - PENHORA DE BEM IMÓVEL - INEXISTÊNCIA DE INTIMAÇÃO DO CÔNJUGE - NULIDADE DOS ATOS PROCESSUAIS POSTERIORES ART. 669, PARÁGRAFO ÚNICO DO CPC. Nos termos do art. 669, parágrafo

Leia mais

LEGALE RESPONDE DIREITO DO TRABALHO. Aula 2

LEGALE RESPONDE DIREITO DO TRABALHO. Aula 2 LEGALE RESPONDE DIREITO DO TRABALHO Aula 2 Mais que um curso prático, uma nova ferramenta que surge para auxiliar o operador do Direito! É o LEGALE mais uma vez preocupado com seu SUCESSO PROFISSIONAL!!

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO. Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO. Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo ACÓRDÃO ACÓRDÃO Registro: 2013.0000251389 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0128060-36.2010.8.26.0100, da Comarca de São Paulo, em que é apelante AGÊNCIA ESTADO LTDA, é apelado IGB ELETRÔNICA

Leia mais

Credfaz Servidor Federal

Credfaz Servidor Federal COOPERATIVA DE CRÉDITO DO SERVIDOR FEDERAL LTDA. SICOOB CREDFAZ SERVIDOR FEDERAL Credfaz Servidor Federal Edifício CREDFAZ - SCS - Quadra 05 Bloco C - Ent. 165/9 - CEP 70305-921 - Brasília - Fone: 61 3035

Leia mais

STJ Imóvel que, pertencente à sociedade comercial que serve de residência para os

STJ Imóvel que, pertencente à sociedade comercial que serve de residência para os Imóvel que, pertencente à sociedade comercial que serve de residência para os sócios; Penhorabilidade, porque a caracterização do bem de família supõe que a propriedade seja da entidade familiar. (, 3ª

Leia mais

APELAÇÃO CÍVEL Nº 460.698-6 - 26.08.2004

APELAÇÃO CÍVEL Nº 460.698-6 - 26.08.2004 -1- EMENTA: ANULATÓRIA ADMINISTRADORAS DE CARTÃO DE CRÉDITO NÃO INTEGRAÇÃO AO SISTEMA FINANCEIRO NACIONAL ENCARGOS LIMITAÇÃO CLÁUSULA MANDATO VALIDADE APORTE FINANCEIRO OBTIDO NECESSIDADE DE COMPROVAÇÃO.

Leia mais

http://www.profmarcelomoura.blogspot.com EXAME DE ORDEM ( CESPE/UnB ) 2009.2

http://www.profmarcelomoura.blogspot.com EXAME DE ORDEM ( CESPE/UnB ) 2009.2 EXAME DE ORDEM ( CESPE/UnB ) 2009.2 OBSERVAÇÃO O gabarito pretende abranger diversos aspectos do tema abordado. Assim, o fato do candidato não ter abordado todos os temas referidos neste comentário não

Leia mais

Conteúdo: Pessoa Jurídica: Entes Despersonalizados; Desconsideração da Personalidade Jurídica. - PESSOA JURÍDICA -

Conteúdo: Pessoa Jurídica: Entes Despersonalizados; Desconsideração da Personalidade Jurídica. - PESSOA JURÍDICA - Turma e Ano: Flex A (2014) Matéria / Aula: Civil (Parte Geral) / Aula 09 Professor: Rafael da Motta Conteúdo: Pessoa Jurídica: Entes Despersonalizados; Desconsideração da Personalidade Jurídica. - PESSOA

Leia mais

Penhor, Hipoteca e Anticrese

Penhor, Hipoteca e Anticrese Penhor, Hipoteca e Anticrese Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo Departamento de Direito Civil Professor Doutor Antonio Carlos Morato Classificação Direitos de Garantia Penhor (art. 1.225,

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL VIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL VIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Em 29/01/2010, ABC Barraca de Areia Ltda. ajuizou sua recuperação judicial, distribuída à 1ª Vara Empresarial da Comarca da Capital do Estado do Rio de Janeiro. Em

Leia mais

Estado do Acre DECRETO Nº 4.971 DE 20 DE DEZEMBRO DE 2012

Estado do Acre DECRETO Nº 4.971 DE 20 DE DEZEMBRO DE 2012 DECRETO Nº 4.971 DE 20 DE DEZEMBRO DE 2012. Publicado no DOE nº 10.952 de 21-12-2012.. Alterado pelos Decretos nºs 5.089/2013, 6.287/2013, 7.299, 8.251/2014, 1.490/2015, 2.301/2015, 2.884/2015 e 3.472/2015..

Leia mais

DIREITO TRIBUTÁRIO Parte III. Manaus, abril de 2013 Jorge de Souza Bispo, Dr. 1

DIREITO TRIBUTÁRIO Parte III. Manaus, abril de 2013 Jorge de Souza Bispo, Dr. 1 DIREITO TRIBUTÁRIO Parte III Manaus, abril de 2013 Jorge de Souza Bispo, Dr. 1 Processo Administrativo Fiscal Decreto nº 70.235, de 1972. (Leis nº 8.748, de 1993; nº 9.532, de 1997 e MP nº 2.158-35, de

Leia mais

DIREITO COMERCIAL FALÊNCIA E RECUPERAÇÃO JUDICIAL E EXTRAJUDICIAL

DIREITO COMERCIAL FALÊNCIA E RECUPERAÇÃO JUDICIAL E EXTRAJUDICIAL DIREITO COMERCIAL FALÊNCIA E RECUPERAÇÃO JUDICIAL E EXTRAJUDICIAL 1. Falência...1 1.1 Pressupostos para a falência...1 1.1.1 Ser empresário devedor...1 1.1.2 Estar em insolvência jurídica...2 1.1.3 Sentença

Leia mais

A jurisprudência da Lei de Falências e Recuperação de Empresas e a

A jurisprudência da Lei de Falências e Recuperação de Empresas e a A jurisprudência da Lei de Falências e Recuperação de Empresas e a Lei Complementar 147/14 Impactos para o mercado de crédito. Glauco Alves Martins Objetivo geral: aperfeiçoamento do SIMPLES e modificações

Leia mais

Instrução Normativa RFB nº 1.311, de 31 de dezembro de 2012

Instrução Normativa RFB nº 1.311, de 31 de dezembro de 2012 Instrução Normativa RFB nº 1.311, de 31 de dezembro de 2012 DOU de 31.12.2012 Altera a Instrução Normativa RFB nº 1.131, de 21 de fevereiro de 2011, que dispõe sobre os procedimentos a serem adotados para

Leia mais

1º LABORATÓRIO DE PEÇAS

1º LABORATÓRIO DE PEÇAS 1º LABORATÓRIO DE PEÇAS PRÁTICA TRABALHISTA Peça 01 Márcio trabalhava para a empresa Boi Fresco LTDA., exercendo a função de coordenador de frigorífico. Laborava sempre das 8h00 às 17h00, com intervalo

Leia mais

- Três são os pressupostos para que se instaure a falência:

- Três são os pressupostos para que se instaure a falência: FALÊNCIA - XV I - Introdução: - Constitui o patrimônio do devedor a garantia dos credores, e, em assim sendo, não cumprindo o devedor com as suas obrigações, poderá o credor promover perante o Poder Judiciário

Leia mais

SUMÁRIO. I - Introdução ao Direito Processual do Trabalho, 1

SUMÁRIO. I - Introdução ao Direito Processual do Trabalho, 1 SUMÁRIO I - Introdução ao Direito Processual do Trabalho, 1 1 Fontes do direito processual do trabalho, 2 1.1 Fontes materiais, 2 1.2 Fontes formais, 3 1.2.1 Fontes formais diretas, 3 1.2.2 Fontes formais

Leia mais

JUSTIÇA FEDERAL/TRF 3ª REGIÃO

JUSTIÇA FEDERAL/TRF 3ª REGIÃO JUSTIÇA FEDERAL/TRF 3ª REGIÃO Lei nº 9.289/1996 - Art. 14 e Resolução nº 278/2007, alterada pela Resolução nº 411/2010 DO RECOLHIMENTO DAS CUSTAS Custas, despesas processuais e preparo para recursos que

Leia mais

DECRETO N 28.662, DE 08 DE MARÇO DE 2007

DECRETO N 28.662, DE 08 DE MARÇO DE 2007 ESTADO DO CEARÁ DECRETO N 28.662, DE 08 DE MARÇO DE 2007 * Publicado no DOE em 12/03/2007. REGULAMENTA O ART.25 DA LEI COMPLEMENTAR Nº58, DE 31 DE MARÇO DE 2006 (DOE-CE DE 31.03.2006), QUE DISPÕE SOBRE

Leia mais

Lei núm. 11101, de 9 de fevereiro de 2005

Lei núm. 11101, de 9 de fevereiro de 2005 LEI 11.101, DE 9 DE FEVEREIRO DE 2005 Lei núm. 11101, de 9 de fevereiro de 2005 (DOU 9.2.2005) LGL\2005\2646 Regula a recuperação judicial, a extrajudicial e a falência do empresário e da sociedade empresária.

Leia mais

LEI Nº 9.639, DE 25 DE MAIO DE 1998. Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

LEI Nº 9.639, DE 25 DE MAIO DE 1998. Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 9.639, DE 25 DE MAIO DE 1998. Dispõe sobre amortização e parcelamento de dívidas oriundas de contribuições sociais e outras importâncias devidas ao Instituto Nacional do Seguro Social INSS, altera

Leia mais

LEI Nº 1047/2012. O Prefeito do Município de Pinhalão, Estado do Paraná. Faço saber que a Câmara Municipal decreta, e eu, sanciono a seguinte Lei:

LEI Nº 1047/2012. O Prefeito do Município de Pinhalão, Estado do Paraná. Faço saber que a Câmara Municipal decreta, e eu, sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 1047/2012 O Prefeito do Município de Pinhalão,. SÚMULA: Dispõe sobre as Diretrizes Orçamentárias para o exercício de 2013 e dá outras providências. Faço saber que a Câmara Municipal decreta, e eu,

Leia mais