descarga livre e silenciador de motor de explosão defeituoso, deficiente ou inoperante ;

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "descarga livre e silenciador de motor de explosão defeituoso, deficiente ou inoperante ;"

Transcrição

1 PARECER PARECER Nº :02/CETRAN-2008 PROCESSO N :005/CETRAN/2008 ORIGEM :CETRAN/RO Data :24/09/2008 INTERESSADO :Polícia Militar de Rondônia 4º Batalhão de Polícia Militar ASSUNTO :Escapamento de Motocicletas RELATOR :Conselheiro Edvar José Modesto, representante do DETRAN/RO RELATÓRIO Aportou neste Conselho, ofício nº 134-3/4º BPM, de 06 de abril de 2008, oriundo 4º Batalhão de Policia Militar da cidade de Cacoal RO, devidamente assinado pelo Comandante daquele destacamento, solicitando análise a parecer deste Conselho, quanto a legalidade de autuações efetuadas pela Polícia Militar com base no Artigo 230, XI, do CTB (Código de Trânsito Brasileiro), Principalmente quando se refere a casos de substituição de escapamento original pelo escapamento esportivo, especificamente o tipo denominado turbal, haja vista, aquele Comando ter recebido inúmeras reclamações por parte de condutores de motocicletas, os quais questionam e alegam arbitrariedade por parte da Polícia Militar no momento da autuação. Constatamos que o presente processo, veio instruído com a juntada de correspondência da empresa RONCAR Indústria Comércio e Exportação Ltda, da cidade de Ribeirão Preto, Estado de São Paulo, onde informa da legalidade dos equipamentos por ela comercializada junto ao mercado nacional, bem como o amparo legal para a fabricação de seus escapamentos, junto a legislação pátria em vigor.

2 Para uma melhor apreciação, é oportuno transcrevermos o enunciado do artigo 230, XI do CTB, que assim preleciona: Conduzir o veículo:... XI com descarga livre e silenciador de motor de explosão defeituoso, deficiente ou inoperante ; O objeto da presente consulta é no sentido que esse CETRAN/RO pronuncie quanto, as seguintes indagações: I A substituição do escapamento original da motocicleta por escapamento esportivo é considerada alteração de característica, nos termos do art. 230, VII do Código de Trânsito Brasileiro CTB? II A utilização de escapamento esportivo na motocicleta configura a infração prevista no art. 230, XI, do Código de Trânsito Brasileiro CTB? III Para autuar no caso de infrações previstas no Art. 230, XI do Código de Trânsito Brasileiro CTB, é obrigatória a aferição do nível de ruído produzido pela descarga do veículo por meio de equipamento próprio (decibelímetro)? Em resposta a primeira indagação da consulta formulada, entendemos que a substituição do escapamento original pelo modelo esportivo, não configura alteração de característica do veículo, pois não caracteriza alteração da espécie, tipo, carroçaria ou monobloco, combustível, modelo/versão, cor, potência/capacidade/cilindrada, eixo suplementar, estrutura e sistema de segurança, como estipula a resolução nº 25, de 23 de setembro de 1997 e resolução nº 201 de 25 de agosto de 2006, todas do CONTRAN. Até porque, caso assim não fosse, teríamos que concordar que uma simples troca do escapamento de um automóvel, também teria que se enquadrar dessa forma.

3 Não há nenhuma irregularidade na substituição do escapamento original pelo esportivo. Portanto, não configura nenhuma infração de trânsito. Em resposta a segunda pergunta, entendo que a utilização de escapamento modelo esportivo também não configura infração de trânsito, como já dissemos anteriormente. É Importante lembrar e ressaltar que tais dispositivos (escapamento), original ou esportivo têm que atender as normas técnicas de fabricação e demais exigências legais, especialmente do Órgão Normativo de Trânsito da União, Conselho Nacional do Meio Ambiente e Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial. Estou me referindo, principalmente, no tocante a emissão de ruídos. Vale lembrar que a resolução 228/07/CONTRAN, que entra em vigor no dia 01/01/2009, faz nova exigência para a fabricação de escapamento para motocicletas, sendo exigido doravante que tais equipamentos sejam dimensionados para manter a temperatura de sua superfície externa em nível térmico adequado. O artigo 228 do CTB proíbe o uso em veículos de equipamentos com volume e freqüência não autorizados pelo CONTRAN. A resolução 204/06, do CONTRAN, que regulamentou este artigo, excetuou os equipamentos obrigatórios, deixando de fora daqueles parâmetros. O artigo 227-V do CTB, que cuida especificamente do uso da buzina, foi regulamentado pela resolução 35/98, do CONTRAN. Já o art. 229 do CTB, teve sua regulamentação feita através da resolução 37/98/CONTRAN. Ela fixa normas de utilização de alarmes sonoros e outros acessórios de segurança contra furto ou roubo.

4 Observamos que a legislação de trânsito não tratou especificamente da emissão de ruídos produzido pelos escapamentos dos veículos automotores. Assim considerando, resta a aplicação do artigo 230, inciso XI, combinado com a resolução 252 do CONAMA, de 01/02/1999. No tocante a terceira indagação, referente a autuação no que se refere ao art. 230 XI do CTB, há de se considerar que atualmente, a emissão irregular de ruídos e sons passou a ser um dos principais problemas da fiscalização do trânsito moderno, em especialmente os ruídos originados dos veículos por seus equipamentos motor, surdina, buzina alarme, similares. Vários estudos demonstram que a emissão de ruídos provoca malefícios à saúde humana, causando distúrbios físicos e mentais. Ainda mais: a própria emissão irregular de ruídos, ou sons ocasiona perturbação à segurança viária, ao sossego público e ofende o meio ambiente, afetando o interesse coletivo e difuso de um trânsito seguro e da qualidade de vida. Diversas normas tratam do uso regular e da quantidade de ruídos e com vasta legislação para o combate destas condutas, percebe-se um aumento notório de pessoas utilizando seus veículos com instrumentos ou aparelhagem de som desrespeitando os níveis máximos de ruídos e ocasionando, no mínimo, prejuízo à segurança viária e, na maioria das vezes, desconforto, indignação e descrédito no cumprimento da legislação. Devemos ressaltar que, diversas normas tratam do uso regular e da quantidade de ruídos e sons para convivência saudável num ambiente, sendo ele emitido no trânsito (art. 1º, 1º, do Código de Trânsito Brasileiro), ou não, advindo esta proteção desde a Constituição Federal (art. 225 c/c art. 1º, 5º do CTB, em algumas localidades até leis Municipais especificas.

5 A resolução nº 252/99 do Conselho Nacional do Meio Ambiente CONAMA, estabelece os níveis máximos de ruído para os veículos automotores. Os nossos legisladores, ao editarem o Código de Trânsito Brasileiro, certamente preocupados com o prejuízo ocasionado à segurança viária e, especialmente à saúde humana, indicaram diversas condutas relacionadas com a emissão de ruídos e/ou sons, das quais já citamos anteriormente os artigos 227, 228 e 229. Já o artigo 104 do Código de Trânsito Brasileiro determina a obrigatoriedade de inspeção no controle de emissão de ruídos, os quais deverão ser avaliados através de inspeção periódica. Essa inspeção ainda não foi regulamentada pelo CONTRAM. A interpretação do artigo 230, inciso XI, se dá da seguinte forma: 1) A descarga produzida pela queima do combustível no motor, está com saída livre, seja pela ausência do escapamento, ausência do dispositivo que neutraliza os efeitos do monóxido de carbono (catalisador), ausência do silenciador do motor de explosão ou ainda estando o escapamento furado, rasgado ou danificado; 2) O silenciador do motor de explosão está com defeito; 3) O silenciador do motor de explosão está deficiente; 4) O silenciador do motor de explosão está inoperante. Para caracterizar quaisquer das infrações acima citadas, não é obrigatório a medição do nível de ruído, especialmente para a situação do item 1. Para as demais situações é necessário que o agente fiscalizador tenha toda a atenção e detenha conhecimento sobre a estrutura do escapamento, para poder atestar de forma visual que o silenciador está defeituoso, deficiente ou inoperante. Caso contrário, a autuação sem a devida medição do ruído, por meio de equipamento devidamente homologado pelo

6 INMETRO (conhecemos o decibelímetro), se torna uma medida meramente subjetiva e não deve ser adotada. É o meu parecer, smj. Porto Velho RO, 23 de setembro de Edvar José Modesto - conselheiro membro, representante do DETRAN/RO. O Parecer do Conselheiro Edvar José Modesto foi aprovado por unanimidade, em sessão ordinária deste colegiado, realizada no dia 24 de outubro de Ata nº54. Neil Aldrin Faria Gonzaga-maj PM Presidente do CETRAN

Seu escapamento esportivo é legal?

Seu escapamento esportivo é legal? Seu escapamento esportivo é legal? Esclarecimentos sobre a legalidade do escapamento esportivo Escapamentos esportivos O escapamento esportivo visa deixar a motocicleta com ronco e estilo esportivo, proporcionando

Leia mais

COMISSÃO DE VIAÇÃO E TRANSPORTES. Projeto de Lei nº 5.758, de 2009

COMISSÃO DE VIAÇÃO E TRANSPORTES. Projeto de Lei nº 5.758, de 2009 COMISSÃO DE VIAÇÃO E TRANSPORTES Projeto de Lei nº 5.758, de 2009 Dispõe sobre a utilização de equipamento de segurança em todos os táxis de cidades com mais de 200 mil habitantes. Autor: Deputada Gorete

Leia mais

LEGISLAÇÃO FEDERAL SOBRE POLUIÇÃO SONORA URBANA

LEGISLAÇÃO FEDERAL SOBRE POLUIÇÃO SONORA URBANA LEGISLAÇÃO FEDERAL SOBRE POLUIÇÃO SONORA URBANA JOSÉ DE SENA PEREIRA JR. Consultor Legislativo da Área XI Meio Ambiente e Direito Ambiental, Organização Territorial, Desenvolvimento Urbano e Regional JANEIRO/2002

Leia mais

Resolução CONAMA nº 252, de 01 de fevereiro de 1999

Resolução CONAMA nº 252, de 01 de fevereiro de 1999 Resolução CONAMA nº 252, de 01 de fevereiro de 1999 Estabelece limites máximos de ruídos de poluentes e ruídos emitidos por veículos automotores. O CONSELHO NACIONAL DO MEIO AMBIENTE-CONAMA, no uso das

Leia mais

A Câmara Municipal de São José dos Pinhais, Estado do Paraná, aprovou e eu, Prefeito Municipal, sanciono a seguinte Lei:

A Câmara Municipal de São José dos Pinhais, Estado do Paraná, aprovou e eu, Prefeito Municipal, sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 1.714, DE 25 DE ABRIL DE 2011 Institui o Sistema de Estacionamento Rotativo pago, nas vias e logradouros públicos denominado Zona Azul São José dos Pinhais. A Câmara Municipal de São José dos Pinhais,

Leia mais

AUDITORIA INTERNA RELATÓRIO SOBRE AS CONTAS DO EXERCÍCIO DE 2013

AUDITORIA INTERNA RELATÓRIO SOBRE AS CONTAS DO EXERCÍCIO DE 2013 AUDITORIA INTERNA RELATÓRIO SOBRE AS CONTAS DO EXERCÍCIO DE 2013 Em cumprimento à Instrução Normativa nº 14, de 14.12.2011, especificamente do seu art. 10, e à Decisão Normativa nº 009/2013, ambas do Tribunal

Leia mais

PORTARIA N. 209 DE 28 DE JANEIRO DE 2016

PORTARIA N. 209 DE 28 DE JANEIRO DE 2016 PORTARIA N. 209 DE 28 DE JANEIRO DE 2016 Institui, no âmbito do Estado da Bahia, a obrigatoriedade do Monitoramento das aulas práticas ministradas no Centro de Formação de Condutores da categoria B nos

Leia mais

HOMOLOGADO EM 07/10/2002 1

HOMOLOGADO EM 07/10/2002 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO: UF: MEC/Secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação DF ASSUNTO: Consulta sobre a situação legal dos cursos de Odontologia,

Leia mais

PARECER Nº DE 2015. RELATOR: Senador DOUGLAS CINTRA

PARECER Nº DE 2015. RELATOR: Senador DOUGLAS CINTRA PARECER Nº DE 2015 Da COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO, JUSTIÇA E CIDADANIA, em decisão terminativa, sobre o Projeto de Lei do Senado nº 356 de 2012, do Senador Paulo Paim, que altera o artigo 53 do Código Civil

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 761, DE 2011 (Do Sr. Padre Ton)

PROJETO DE LEI N.º 761, DE 2011 (Do Sr. Padre Ton) CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 761, DE 2011 (Do Sr. Padre Ton) Altera a redação do inciso VI do art. 244 da Lei nº 9.503, de 1997, que institui o Código de Trânsito Brasileiro. DESPACHO: ÀS COMISSÕES

Leia mais

PROJETO DE LEI N 031/2015

PROJETO DE LEI N 031/2015 PROJETO DE LEI N 031/2015 Dispõe sobre as vagas de estacionamento de veículos destinadas exclusivamente às pessoas deficientes e com dificuldade de locomoção e dá outras providências. O Vereador que o

Leia mais

I PRAZO PARA REMOÇÃO DE CONTEÚDO OFENSIVO POSTADO EM REDES SOCIAIS 24 HORAS - RESPONSABILIDADE DOS PROVEDORES DE CONTEÚDO

I PRAZO PARA REMOÇÃO DE CONTEÚDO OFENSIVO POSTADO EM REDES SOCIAIS 24 HORAS - RESPONSABILIDADE DOS PROVEDORES DE CONTEÚDO Ano VI nº 25 I PRAZO PARA REMOÇÃO DE CONTEÚDO OFENSIVO POSTADO EM REDES SOCIAIS 24 HORAS - RESPONSABILIDADE DOS PROVEDORES DE CONTEÚDO Barbara Brentani Roncolatto 01. No dia 19 de junho deste ano, o STJ

Leia mais

PROJETO DE LEI DO SENADO nº de 2011. O CONGRESSO NACIONAL decreta: CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

PROJETO DE LEI DO SENADO nº de 2011. O CONGRESSO NACIONAL decreta: CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 1 PROJETO DE LEI DO SENADO nº de 2011 Disciplina o funcionamento de empresas de desmontagem de veículos automotores terrestres e dá outras providências. O CONGRESSO NACIONAL decreta: CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº / 2012 (Do Senhor Deputado Hugo Leal)

PROJETO DE LEI Nº / 2012 (Do Senhor Deputado Hugo Leal) PROJETO DE LEI Nº / 2012 (Do Senhor Deputado Hugo Leal) Altera os arts. 165, 276, 277, 306 e o Anexo I da Lei nº 9.503, de 23 de setembro de 1997, que institui o Código de Trânsito Brasileiro, para inibir

Leia mais

*A476A87532* COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA. PROJETO DE LEI N o 7.065, DE 2002 I - RELATÓRIO

*A476A87532* COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA. PROJETO DE LEI N o 7.065, DE 2002 I - RELATÓRIO COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA PROJETO DE LEI N o 7.065, DE 2002 Dispõe sobre o comércio de produtos ópticos em geral. Autor: Deputado Arnaldo Faria de Sá Relator: Deputado José Linhares I - RELATÓRIO

Leia mais

LEI Nº 3.743, de 30 de novembro de 2012

LEI Nº 3.743, de 30 de novembro de 2012 LEI Nº 3.743, de 30 de novembro de 2012 EMENTA: Institui o Sistema de Estacionamento Rotativo Pago nas vias e logradouros públicos ora denominados ZONA AZUL no âmbito deste Município da Vitória de Santo

Leia mais

Diário Oficial. Poder Legislativo

Diário Oficial. Poder Legislativo Diário Oficial Estado de São Paulo Poder Legislativo Palácio Nove de Julho Av. Pedro Álvares Cabral, 201 Ibirapuera - CEP: 04097-900 Fone: (011) 3886-6122 Diário da Assembléia Legislativa Nº 41 DOE de

Leia mais

O ART. 29, VIII DO CTB E A RESOLUÇÃO 268/2008 DO CONTRAN AUTORIZAM A LIVRE PARADA E ESTACIONAMENTO PARA VEÍCULOS DE TRANSPORTE DE VALORES?

O ART. 29, VIII DO CTB E A RESOLUÇÃO 268/2008 DO CONTRAN AUTORIZAM A LIVRE PARADA E ESTACIONAMENTO PARA VEÍCULOS DE TRANSPORTE DE VALORES? O ART. 29, VIII DO CTB E A RESOLUÇÃO 268/2008 DO CONTRAN AUTORIZAM A LIVRE PARADA E ESTACIONAMENTO PARA VEÍCULOS DE TRANSPORTE DE VALORES? O presente estudo analisa brevemente a alegada livre parada supostamente

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº. 36 DO CONSELHO SUPERIOR, DE 20 DE JULHO DE 2015.

RESOLUÇÃO Nº. 36 DO CONSELHO SUPERIOR, DE 20 DE JULHO DE 2015. RESOLUÇÃO Nº. 36 DO CONSELHO SUPERIOR, DE 20 DE JULHO DE 2015. O Presidente do Conselho Superior do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano, no uso de suas atribuições

Leia mais

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADA: Associação Princesa Isabel de Educação e Cultura UF: SP ASSUNTO: Consulta sobre validade dos diplomas de mestrado

Leia mais

Ministério da Indústria e do Comércio

Ministério da Indústria e do Comércio Ministério da Indústria e do Comércio Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial - INMETRO Portaria nº 111 de 20 de setembro de 1983 O Presidente do Instituto Nacional de Metrologia,

Leia mais

Dispõe sobre a Cotação Eletrônica de Preços no Estado do Rio Grande do Sul.

Dispõe sobre a Cotação Eletrônica de Preços no Estado do Rio Grande do Sul. LEI Nº 13.179, DE 10 DE JUNHO DE 2009 Business Online Comunicação de Dados Dispõe sobre a Cotação Eletrônica de Preços no Estado do Rio Grande do Sul. A GOVERNADORA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Faço

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 027/2016. O Secretário Municipal de Transportes, no uso das suas atribuições legais, e

RESOLUÇÃO Nº 027/2016. O Secretário Municipal de Transportes, no uso das suas atribuições legais, e RESOLUÇÃO Nº 027/2016 O Secretário Municipal de Transportes, no uso das suas atribuições legais, e CONSIDERANDO os dispositivos da Resolução nº 028/2016, de 21 de janeiro de 2016; CONSIDERANDO o Convênio

Leia mais

Radares de Velocidade. Número de vias 49. Número de pontos com infra-estrutura 137. Número de pontos com equipamento em operação (rodízio)

Radares de Velocidade. Número de vias 49. Número de pontos com infra-estrutura 137. Número de pontos com equipamento em operação (rodízio) A multifuncionalidade apresentada na utilização dos equipamentos eletrônicos nas vias de Campinas. José Vieira de Carvalho; Atílio André Pereira; Jeany Lúcia da Silva Oliveira. EMDEC Empresa Municipal

Leia mais

INDEPENDE DE HOMOLOGAÇÃO (*) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO COLEGIADO: CES

INDEPENDE DE HOMOLOGAÇÃO (*) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO COLEGIADO: CES INDEPENDE DE HOMOLOGAÇÃO (*) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADA: Kátia de Araújo UF: RJ ASSUNTO: Convalidação de estudos realizados no período compreendido entre o 2º semestre

Leia mais

CASSAÇÃO DA CNH CARTEIRA NACIONAL DE HABILITAÇÃO

CASSAÇÃO DA CNH CARTEIRA NACIONAL DE HABILITAÇÃO CASSAÇÃO DA CNH CARTEIRA NACIONAL DE HABILITAÇÃO Em face das discussões já realizadas pelo CETRAN sobre o tema e também das dúvidas suscitadas tanto pelo DETRAN e mais recentemente pelo Chefe da 3ª Delegacia

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA-GERAL CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA-GERAL CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO Origem: Rep 2264/2005 PRT/ 1ª Região Procuradora oficiante: Daniela Ribeiro Mendes Interessado: Assempar Assunto: Proteção à intimidade do empregado: intermediação de dados da vida pessoal EMENTA: 1) Desaparecimento

Leia mais

PARECER HOMOLOGADO Despacho do Ministro, publicado no D.O.U. de 5/4/2010, Seção 1, Pág. 44. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

PARECER HOMOLOGADO Despacho do Ministro, publicado no D.O.U. de 5/4/2010, Seção 1, Pág. 44. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO Despacho do Ministro, publicado no D.O.U. de 5/4/2010, Seção 1, Pág. 44. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO: Ministério Público Federal/Procuradoria da

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 2.689. I - constituir um ou mais representantes no País; II - preencher formulário, cujo modelo constitui o Anexo a esta Resolução;

RESOLUÇÃO Nº 2.689. I - constituir um ou mais representantes no País; II - preencher formulário, cujo modelo constitui o Anexo a esta Resolução; RESOLUÇÃO Nº 2.689 Documento normativo revogado, a partir de 30/3/2015, pela Resolução nº 4.373, de 29/9/2014. Dispõe sobre aplicações de investidor não residente nos mercados financeiro e de capitais.

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE MIMOSO DO SUL

CÂMARA MUNICIPAL DE MIMOSO DO SUL . PREGÃO PRESENCIAL Nº 007/2015 Contrato que entre si celebram a Câmara Municipal de Mimoso do Sul e a Empresa E&L Produções de Software LTDA, na qualidade de CONTRATANTE e CONTRATADA, respectivamente,

Leia mais

PARECER Nº, DE 2009. RELATOR: Senador EXPEDITO JÚNIOR I RELATÓRIO

PARECER Nº, DE 2009. RELATOR: Senador EXPEDITO JÚNIOR I RELATÓRIO PARECER Nº, DE 2009 Da COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO, JUSTIÇA E CIDADANIA, sobre o Substitutivo da Câmara dos Deputados ao Projeto de Lei do Senado nº 203, de 2001 (PL. nº 06302, de 2002, na Câmara), que regulamenta

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS. RESOLUÇÃO CNSP N o 118, DE 2004.

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS. RESOLUÇÃO CNSP N o 118, DE 2004. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS RESOLUÇÃO CNSP N o 118, DE 2004. Dispõe sobre a prestação de serviços de auditoria independente para as sociedades seguradoras, de capitalização

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS

CÂMARA DOS DEPUTADOS PROPOSTA DE FISCALIZAÇÃO E CONTROLE Nº 8, DE 2015 Propõe que a Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados (CFFC) realize, por intermédio do Tribunal de Contas da União (TCU),

Leia mais

DECRETO Nº - 8.614, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2015

DECRETO Nº - 8.614, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2015 DECRETO Nº - 8.614, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2015 Regulamenta a Lei Complementar nº 121, de 9 de fevereiro de 2006, para instituir a Política Nacional de Repressão ao Furto e Roubo de Veículos e Cargas e para

Leia mais

XLIII PLENÁRIA NACIONAL DO FÓRUM DOS CONSELHOS ESTADUAIS DE EDUCAÇÃO - FNCE

XLIII PLENÁRIA NACIONAL DO FÓRUM DOS CONSELHOS ESTADUAIS DE EDUCAÇÃO - FNCE XLIII PLENÁRIA NACIONAL DO FÓRUM DOS CONSELHOS ESTADUAIS DE EDUCAÇÃO - FNCE O Futuro da Educação a Distância na Educação Básica Francisco Aparecido Cordão facordao@uol.com.br Dispositivos da LDB e DECRETOS

Leia mais

2º Para os veículos leves do ciclo Otto ficam estabelecidos os limites máximos de Co, HC, diluição e velocidade angular do motor do Anexo I.

2º Para os veículos leves do ciclo Otto ficam estabelecidos os limites máximos de Co, HC, diluição e velocidade angular do motor do Anexo I. RESOLUÇÃO CONAMA Nº 007, de 31 de agosto de 1993 O CONSELHO NACIONAL DO MEIO AMBIENTE - CONAMA, no uso das atribuições previstas na Lei nº 6.938, de 31 de agosto de 1981, alterada pelas Leis nº 7.804,

Leia mais

Prefeitura Municipal de Ipiranga do Norte

Prefeitura Municipal de Ipiranga do Norte Lei nº 400, de 21 de março de 2013. DISPÕE SOBRE IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA DE INSPEÇÃO MUNICIPAL - SIM DE PRODUTOS DE ORIGEM ANIMAL E VEGETAL NO MUNICIÍPIO DE IPIRANGA DO NORTE-MT E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS

PERGUNTAS E RESPOSTAS PERGUNTAS E RESPOSTAS ASSUNTO: REP REGISTRADOR ELETRÔNICO DE PONTO 2. Quando a portaria entra em vigor? Na data de sua publicação, 25/08/2009, exceto para o uso do REP, que se tornará obrigatório no dia

Leia mais

Apresentação da Superintendência de Registro - SRE

Apresentação da Superintendência de Registro - SRE Apresentação da Superintendência de Registro - SRE Seminário SIAESP Agosto de 2013 andre.marques@ancine.gov.br Principais Atribuições Promover o registro e a classificação de agentes econômicos e obras

Leia mais

OBRIGATORIEDADE DA EXIGÊNCIA DA CERTIDÃO NEGATIVA DE DÉBITOS TRABALHISTAS NAS LICITAÇÕES

OBRIGATORIEDADE DA EXIGÊNCIA DA CERTIDÃO NEGATIVA DE DÉBITOS TRABALHISTAS NAS LICITAÇÕES OBRIGATORIEDADE DA EXIGÊNCIA DA CERTIDÃO NEGATIVA DE DÉBITOS TRABALHISTAS NAS LICITAÇÕES A Lei 8.666/93 foi alterada em 11 de julho de 2011 (artigos 27 e 29), pela Lei 12.440, sendo implementada a exigência

Leia mais

Art. 2º Para os fins da presente Resolução, adotam-se as seguintes

Art. 2º Para os fins da presente Resolução, adotam-se as seguintes RESOLUÇÃO N o 004, de 16 de março de 2015. Estabelece procedimentos para utilização de veículos oficiais da UFSJ, e dá outras providências. A PRESIDENTE DO CONSELHO DIRETOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO

Leia mais

DO Ó CATÃO E MARIA JOSÉ LOURENÇO DA SILVA

DO Ó CATÃO E MARIA JOSÉ LOURENÇO DA SILVA GOVERNO DA PARAÍBA Secretaria de Estado da Receita Conselho de Recursos Fiscais Processo nº 121.778.2012-0 Acórdão 401/2013 Recurso VOL/CRF- nº102/2013 Recorrente: GLOBAL VILLAGE TELECOM LTDA Recorrida:

Leia mais

RESOLUÇÃO nº 076 de 13 de setembro de 2012

RESOLUÇÃO nº 076 de 13 de setembro de 2012 RESOLUÇÃO nº 076 de 13 de setembro de 2012 Dispõe sobre a obrigatoriedade da criação do controle interno nos Poderes Legislativo, Executivo e Judiciário, bem como no Ministério Público e Tribunal de Contas,

Leia mais

CONSULTA Nº 76.842/2013

CONSULTA Nº 76.842/2013 1 CONSULTA Nº 76.842/2013 Assunto: Sobre a hipótese diagnóstica correta no preenchimento de uma declaração de nascimento vivo. Relator: Conselheiro Henrique Carlos Gonçalves e Dr. Luiz Frederico Hoppe,

Leia mais

DECRETO ESTADUAL Nº 52.469, DE 12 DE DEZEMBRO DE 2007

DECRETO ESTADUAL Nº 52.469, DE 12 DE DEZEMBRO DE 2007 DECRETO ESTADUAL Nº 52.469, DE 12 DE DEZEMBRO DE 2007 Altera a redação de dispositivos do Regulamento aprovado pelo Decreto nº 8.468, de 08 de setembro de 1976, que dispõe sobre o controle da poluição

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO MUNICÍPIO DE UBERLÂNDIA INQUÉRITO CIVIL PÚBLICO Nº 1.22.003.000316/2011-10

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO MUNICÍPIO DE UBERLÂNDIA INQUÉRITO CIVIL PÚBLICO Nº 1.22.003.000316/2011-10 INQUÉRITO CIVIL PÚBLICO Nº 1.22.003.000316/2011-10 RECOMENDAÇÃO N 36/2013/PRM/UDI/3 OFÍCIO O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, por meio do Procurador da República signatário, no cumprimento de suas atribuições

Leia mais

Vistos, relatados e discutidos os autos deste Processo, etc...

Vistos, relatados e discutidos os autos deste Processo, etc... Acórdão nº 332/2010 Recurso EBG/CRF-015/2010 EMBARGANTE : RADIO FM CORREIO DE JOÃO PESSSOA LTDA. EMBARGADO : CONSELHO DE RECURSOS FISCAIS REPRESENTANTE: GLÁUCIO MANOEL DE LIMA BARBOSA IVO BARBOSA & ADVOGADOS

Leia mais

DEPARTAMENTO DE TRÂNSITO DO DISTRITO FEDERAL INSTRUÇÃO Nº 961, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2015.

DEPARTAMENTO DE TRÂNSITO DO DISTRITO FEDERAL INSTRUÇÃO Nº 961, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2015. DEPARTAMENTO DE TRÂNSITO DO DISTRITO FEDERAL INSTRUÇÃO Nº 961, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2015. O DIRETOR-GERAL DO DEPARTAMENTO DE TRÂNSITO DO DISTRITO FEDERAL, no uso das atribuições que lhe confere o Artigo

Leia mais

Resolução CONAMA nº 07, de 31 de agosto de 1993. (Publicação - Diário Oficial da União 31/12/1993)

Resolução CONAMA nº 07, de 31 de agosto de 1993. (Publicação - Diário Oficial da União 31/12/1993) Resolução CONAMA nº 07, de 31 de agosto de 1993. (Publicação - Diário Oficial da União 31/12/1993) O CONSELHO NACIONAL DO MEIO AMBIENTE - CONAMA, no uso das atribuições previstas na Lei nº 6.938, de 31

Leia mais

IMPUGNAÇÃO AO EDITAL

IMPUGNAÇÃO AO EDITAL ILMO EXCELENTISSIMO SR. ALCEU RICARDO SWAROWSKI PREFEITO MUNICIPAL DO MUNICIPIO DE RIO NEGRO DO ESTADO DO PARANÁ REFERENTE: PREGÃO PRESENCIAL Nº 117/2010 IMPUGNAÇÃO AO EDITAL A empresa STERMAX PRODUTOS

Leia mais

EQUIPAMENTOS DE AQUECIMENTO SOLAR DE ÁGUA Portarias Inmetro 352/2012, 301/2012 e 164/2012

EQUIPAMENTOS DE AQUECIMENTO SOLAR DE ÁGUA Portarias Inmetro 352/2012, 301/2012 e 164/2012 MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, QUALIDADE E TECNOLOGIA- INMETRO Diretoria de Avaliação da Conformidade Dconf Divisão de Fiscalização

Leia mais

PRESTAÇÃO ANUAL DE CONTAS

PRESTAÇÃO ANUAL DE CONTAS PUBLICADO EM RESUMO NO DOE DE / / PRESTAÇÃO ANUAL DE CONTAS Processo TCM nº 04394-12 Exercício Financeiro de 2011 INSTITUTO DE PREVIDENCIA-IMUPRE Município de CORRENTINA Gestor: Regina de Castro Neves

Leia mais

CONSULTA FUNDAMENTAÇÃO. Quanto às obrigações do médico plantonista ou médico de guarda, o nosso Código de Ética Médica orienta que é vedado ao médico:

CONSULTA FUNDAMENTAÇÃO. Quanto às obrigações do médico plantonista ou médico de guarda, o nosso Código de Ética Médica orienta que é vedado ao médico: PARECER CREMEB Nº 33/12 (Aprovado em Sessão Plenária de 23/10/2012) EXPEDIENTE CONSULTA Nº. 214.608/11 ASSUNTO: Implicações éticas da conduta profissional de médico, único plantonista da unidade, quanto

Leia mais

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Nº. 14/2013.

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Nº. 14/2013. PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Nº. 14/2013. ESTABELECE NORMAS PARA CONCESSÃO DE ALVARÁ DE LICENÇA DE LOCALIZAÇÃO E FUNCIONAMENTO DE FEIRAS E EVENTOS COMERCIAIS, DE CARÁTER ITINERANTE E (OU) TEMPORÁRIO NO

Leia mais

MODELO DE RELATÓRIO DO TOMADOR DE CONTAS ESPECIAL

MODELO DE RELATÓRIO DO TOMADOR DE CONTAS ESPECIAL Anexo IX MODELO DE RELATÓRIO DO TOMADOR DE CONTAS ESPECIAL (PARA TOMADAS DE CONTAS ESPECIAIS QUE NÃO TRATEM DE RECURSOS REPASSADOS POR CONVÊNIO OU INSTRUMENTOS CONGÊNERES) RELATÓRIO DE TCE Nº 999/20XX

Leia mais

LEI N. 6.565 /2015 (Reformula a Lei Municipal n. o 3.149/1994 e dá outras providências) A CÂMARA MUNICIPAL DE RIO VERDE-GO APROVA:

LEI N. 6.565 /2015 (Reformula a Lei Municipal n. o 3.149/1994 e dá outras providências) A CÂMARA MUNICIPAL DE RIO VERDE-GO APROVA: LEI N. 6.565 /2015 (Reformula a Lei Municipal n. o 3.149/1994 e dá outras providências) A CÂMARA MUNICIPAL DE RIO VERDE-GO APROVA: Art. 1º O Fundo Especial Municipal para o Corpo de Bombeiros Militar do

Leia mais

Universidade Federal de Uberlândia Av. João Naves de Ávila, 2121 Campus Santa Mônica CP 593 38400-902 Uberlândia MG

Universidade Federal de Uberlândia Av. João Naves de Ávila, 2121 Campus Santa Mônica CP 593 38400-902 Uberlândia MG RESOLUÇÃO N o 08/2010, DO CONSELHO DIRETOR Dispõe sobre a utilização de espaços físicos da Universidade Federal de Uberlândia para a promoção de eventos artísticos, científicos, culturais, esportivos,

Leia mais

Jaques Sherique. Engenheiro Mecânico e de Segurança do Trabalho Conselheiro Regional

Jaques Sherique. Engenheiro Mecânico e de Segurança do Trabalho Conselheiro Regional Jaques Sherique Engenheiro Mecânico e de Segurança do Trabalho Conselheiro Regional Cidadão que mediante aprendizado formal e específico adquiriu uma reconhecida qualificação para o exercício de uma determinada

Leia mais

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS. Acórdão: 18.309/09/2ª Rito: Sumário PTA/AI: 02.000213991-11 Impugnação: 40.

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS. Acórdão: 18.309/09/2ª Rito: Sumário PTA/AI: 02.000213991-11 Impugnação: 40. Acórdão: 18.309/09/2ª Rito: Sumário PTA/AI: 02.000213991-11 Impugnação: 40.010123733-97 Impugnante: Proc. S. Passivo: Origem: EMENTA Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos IE: 062014462.00-13 Deophanes

Leia mais

a) operações cobertas de venda de ações ou de lançamento de opções;

a) operações cobertas de venda de ações ou de lançamento de opções; Dispõe sobre a Constituição de funcionamento de Clubes de Investimento. O PRESIDENTE DA COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS torna público que o Colegiado, em sessão realizada nesta data, e de acordo com o

Leia mais

Coordenação-Geral de Tributação

Coordenação-Geral de Tributação Fls. 2 1 Coordenação-Geral de Tributação Solução de Consulta nº 3 - Data 6 de janeiro de 2014 Processo Interessado CNPJ/CPF ASSUNTO: IMPOSTO SOBRE A RENDA RETIDO NA FONTE - IRRF SERVIÇOS PROFISSIONAIS.

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL SRRF10 DIVISÃO DE TRIBUTAÇÃO

MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL SRRF10 DIVISÃO DE TRIBUTAÇÃO MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL SRRF10 DIVISÃO DE TRIBUTAÇÃO Solução de Consulta Interna nº: 001 SRRF10/Disit Data: 26 de março de 2012 Origem: DRF Novo Hamburgo/Seort ASSUNTO:

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO FEDERAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA CONFEA. RESOLUÇÃO Nº 1.066, DE 25 DE SETEMBRO de 2015.

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO FEDERAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA CONFEA. RESOLUÇÃO Nº 1.066, DE 25 DE SETEMBRO de 2015. RESOLUÇÃO Nº 1.066, DE 25 DE SETEMBRO de 2015. Fixa os critérios para cobrança das anuidades, serviços e multas a serem pagos pelas pessoas físicas e jurídicas registradas no Sistema Confea/Crea, e dá

Leia mais

PROGRAMA DE CATIVEIRO DE ESPÉCIES AMEAÇADAS

PROGRAMA DE CATIVEIRO DE ESPÉCIES AMEAÇADAS PROGRAMA DE CATIVEIRO DE ESPÉCIES AMEAÇADAS Diário Oficial da União 28//03/2012 Seção 1 pág. 141 INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃODA BIODIVERSIDADE INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 22, DE 27 DE MARÇO DE 2012

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA-GERAL CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA-GERAL CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO Processo PGT/CCR/ICP/Nº 13120/2014 Câmara de Coordenação e Revisão Origem: PRT 2ª Região. MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO Interessados: 1. Fábio Oliveira Freitas 2. CREA/SP Conselho Regional de Engenharia

Leia mais

PARECER Nº, DE 2014. RELATOR: Senador CÍCERO LUCENA I RELATÓRIO

PARECER Nº, DE 2014. RELATOR: Senador CÍCERO LUCENA I RELATÓRIO PARECER Nº, DE 2014 Da COMISSÃO DE MEIO AMBIENTE, DEFESA DO CONSUMIDOR E FISCALIZAÇÃO E CONTROLE, sobre o Projeto de Lei da Câmara (PLC) nº 49, de 2014 (PL nº 7.409/2010, na origem), do Deputado Fabio

Leia mais

Parágrafo 2o - O Certificado é assinado pelo presidente do CONRE ou por seu substituto legal.

Parágrafo 2o - O Certificado é assinado pelo presidente do CONRE ou por seu substituto legal. RESOLUÇÃO CONFE Nº 129, DE 25 DE AGOSTO DE 1982. Dispõe sobre o Certificado Especial de Habilitação, registro provisório, registro definitivo, baixa e reativação de registro de estatístico, transferência

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Secretaria de Administração e dos Recursos Humanos Conselho Estadual de Trânsito

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Secretaria de Administração e dos Recursos Humanos Conselho Estadual de Trânsito ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL A T A N. 039/2012 SESSÃO ORDINÁRIA DO CETRAN-RS REALIZADA EM 13 DE NOVEMBRO DE 2012. No dia treze de novembro de dois mil e doze, às 17h, na sala de reuniões do CETRAN, Plenário

Leia mais

SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DA CÂMARA Nº 85, DE 2015 (Nº 1.759/2007, NA CASA DE ORIGEM) CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DA CÂMARA Nº 85, DE 2015 (Nº 1.759/2007, NA CASA DE ORIGEM) CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DA CÂMARA Nº 85, DE 2015 (Nº 1.759/2007, NA CASA DE ORIGEM) Dispõe sobre as empresas de sistemas eletrônicos de segurança e dá outras providências. O CONGRESSO NACIONAL decreta:

Leia mais

Telefone: (31) 3352-1272 contato@apostilasdamasceno.com. Mem. 32.276 Pertubação do Trab e Sosseg Alheio

Telefone: (31) 3352-1272 contato@apostilasdamasceno.com. Mem. 32.276 Pertubação do Trab e Sosseg Alheio Memorando nº 32.276.3/09-EMPM. Atuação da Polícia em face das ocorrências de contravenção penal de perturbação do trabalho e do sossego alheios. Na forma do artigo 144 da Constituição da República, depreende-se

Leia mais

VOL/CRF-326/2009 RECORRENTE: JMA COMÉRCIO

VOL/CRF-326/2009 RECORRENTE: JMA COMÉRCIO Acórdão nº 156/2010 Recurso VOL/CRF-326/2009 RECORRENTE: JMA COMÉRCIO DE MATERIAIS ELÉTRICOS E FERRAGENS LTDA. EPP RECORRIDA: GERÊNCIA EXECUTIVA DE JULGAMENTO DE PROCESSOS FISCAIS PREPARADORA RECEBEDORIA

Leia mais

Coordenação-Geral de Tributação

Coordenação-Geral de Tributação Fls. 2 1 Coordenação-Geral de Tributação Solução de Consulta nº 62 - Data 30 de dezembro de 2013 Processo Interessado CNPJ/CPF ASSUNTO: IMPOSTO SOBRE A RENDA DE PESSOA FÍSICA - IRPF RENDIMENTOS DO TRABALHO

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA GERAL CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA GERAL CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO PROCESSO PGT/ICP/4601/2013 MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO ORIGEM: PRT 3ª REGIÃO JUIZ DE FORA/MG PROCURADOR OFICIANTE: DR. JOSÉ REIS SANTOS CARVALHO INTERESSADO 1: ANÔNIMO INTERESSADO 2: ASTRA EQUIPAMENTOS

Leia mais

PREFEITO MUNICIPAL DE ARACATI

PREFEITO MUNICIPAL DE ARACATI LEI N.º 064/2013. Dispõe sobre a Reorganização do Fundo Municipal para os Direitos da Criança e do Adolescente-FMDCA de Aracati, e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE ARACATI, no uso de suas

Leia mais

REEXAMINADO PELO PARECER CNE/CEB Nº7/2007 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

REEXAMINADO PELO PARECER CNE/CEB Nº7/2007 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO REEXAMINADO PELO PARECER CNE/CEB Nº7/2007 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO: Fórum Estadual dos Conselhos Municipais de Educação do UF: RS Rio Grande do Sul ASSUNTO: Consulta

Leia mais

REUNIÃO DO FÓRUM NACIONAL DOS CONSELHOS ESTADUAIS DE EDUCAÇÃO - FNCE - REGIÃO NORDESTE

REUNIÃO DO FÓRUM NACIONAL DOS CONSELHOS ESTADUAIS DE EDUCAÇÃO - FNCE - REGIÃO NORDESTE REUNIÃO DO FÓRUM NACIONAL DOS CONSELHOS ESTADUAIS DE EDUCAÇÃO - FNCE - REGIÃO NORDESTE Política Nacional de EAD e a Colaboração inter Sistemas Francisco Aparecido Cordão facordao@uol.com.br EAD: dispositivos

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 170/2012 TCE/TO Pleno

RESOLUÇÃO Nº 170/2012 TCE/TO Pleno RESOLUÇÃO Nº 170/2012 TCE/TO Pleno 1. Processo nº: 12505/2011 (1 vol.) 2. Classe/Assunto: 3. Consulta / 5. Consulta acerca da legalidade do pagamento de despesas com internação de urgência do senhor João

Leia mais

COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO

COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO PROJETO DE LEI N o 3.512, DE 2008 Dispõe sobre a regulamentação do exercício da atividade de Psicopedagogia. Autora: Deputada PROFESSORA RAQUEL

Leia mais

ANÁLISE MARCELO BECHARA DE SOUZA HOBAIKA

ANÁLISE MARCELO BECHARA DE SOUZA HOBAIKA CONSELHEIRO RELATOR ANÁLISE NÚMERO E ORIGEM: 201/2013-GCMB DATA: 22/03/2013 MARCELO BECHARA DE SOUZA HOBAIKA 1. ASSUNTO Pedido formulado por BRASIL TELECOMUNICAÇÕES S/A, Concessionária do Serviço de TV

Leia mais

PROJETO DE LEI N o 3.568, DE 2008 (Apensos os Projetos de Lei nºs 2.076, de 2011, 3.444, de 2012, 5.443, de 2013)

PROJETO DE LEI N o 3.568, DE 2008 (Apensos os Projetos de Lei nºs 2.076, de 2011, 3.444, de 2012, 5.443, de 2013) COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA PROJETO DE LEI N o 3.568, DE 2008 (Apensos os Projetos de Lei nºs 2.076, de 2011, 3.444, de 2012, 5.443, de 2013) Assegura o livre acesso do portador de deficiência

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CONSELHO UNIVERSITÁRIO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CONSELHO UNIVERSITÁRIO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 12/2011/CONSU Estabelece normas para o relacionamento entre a Universidade Federal de

Leia mais

RECOMENDAÇÃO Nº 01/2013

RECOMENDAÇÃO Nº 01/2013 RECOMENDAÇÃO Nº 01/2013 O MINISTÉRIO PÚBLICO, neste ato representado pela Promotora de Justiça da Comarca Sanclerlândia - GO, Dra. Andréia Zanon Marques Junqueira que subscreve ao final, no uso de suas

Leia mais

Conselho Nacional de Justiça

Conselho Nacional de Justiça Conselho Nacional de Justiça PROCEDIMENTO DE CONTROLE ADMINISTRATIVO Nº 200910000039388 RELATOR: REQUERENTE: REQUERIDO: CONSELHEIRO JOSÉ ADONIS CALLOU DE ARAÚJO SÁ JOSÉ FERREIRA LEITE, MARCELO SOUZA DE

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 21ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 21ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 21ª Junta de Recursos Número do Processo: 44232.484282/2015-22 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL AMERICANA Benefício:

Leia mais

COBERTURA - TAXA DE DISPONIBILIDADE OBSTÉTRICA

COBERTURA - TAXA DE DISPONIBILIDADE OBSTÉTRICA COBERTURA - TAXA DE DISPONIBILIDADE OBSTÉTRICA Primeiramente, ressaltamos a relevância do tema e reafirmamos nossa atuação com o intuito de regular o mercado de planos privados de assistência à saúde.

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA DENATRAN Nº 01, de 09 de dezembro de 2003.

INSTRUÇÃO NORMATIVA DENATRAN Nº 01, de 09 de dezembro de 2003. INSTRUÇÃO NORMATIVA DENATRAN Nº 01, de 09 de dezembro de 2003. Estabelece orientações e procedimentos a serem adotados na celebração de Contratos, Convênios, Termos de Cooperação, Acordos de Cooperação

Leia mais

GRUPO I - CLASSE VII - PLENÁRIO TC-002.612/2015-1 Natureza: Administrativo Interessado: Tribunal de Contas da União

GRUPO I - CLASSE VII - PLENÁRIO TC-002.612/2015-1 Natureza: Administrativo Interessado: Tribunal de Contas da União TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO TC 002.62/205- GRUPO I - CLASSE VII - PLENÁRIO TC-002.62/205- Natureza: Administrativo Interessado: Tribunal de Contas da União SUMÁRIO: ADMINISTRATIVO. PROJETO DE INSTRUÇÃO

Leia mais

EDITAL DE CREDENCIAMENTO N 001/2016 - IPMT

EDITAL DE CREDENCIAMENTO N 001/2016 - IPMT EDITAL DE CREDENCIAMENTO N 001/2016 - IPMT CREDENCIAMENTO DE INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS E SIMILARES, SOCIEDADES CORRETORAS, DISTRIBUIDORAS DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS E PESSOAS JURÍDICAS QUE ATUEM COMO

Leia mais

PROCEDIMENTO PARA FISCALIZAÇÃO DE AGENTE REDUTOR LÍQUIDO DE NOx AUTOMOTIVO ARLA 32 Portaria Inmetro 139/2011 - Código: 3469

PROCEDIMENTO PARA FISCALIZAÇÃO DE AGENTE REDUTOR LÍQUIDO DE NOx AUTOMOTIVO ARLA 32 Portaria Inmetro 139/2011 - Código: 3469 MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, QUALIDADE E TECNOLOGIA- INMETRO Diretoria da Qualidade Dqual Divisão de Fiscalização e Verificação

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SR. RONALDO JAIR DONIDA PRESIDENTE DA CÂMARA DE VEREADORES DE GUAPORÉ-RS.

EXCELENTÍSSIMO SR. RONALDO JAIR DONIDA PRESIDENTE DA CÂMARA DE VEREADORES DE GUAPORÉ-RS. EXCELENTÍSSIMO SR. RONALDO JAIR DONIDA PRESIDENTE DA CÂMARA DE VEREADORES DE GUAPORÉ-RS. RODRIGO DE MARCO, vereador com assento nesta Casa Legislativa, pela Bancada do PDT, vem respeitosamente perante

Leia mais

REGRA DE CERTIFICAÇÃO TELECOMUNICAÇÕES

REGRA DE CERTIFICAÇÃO TELECOMUNICAÇÕES Página: 1/08 Elaborado por: Claudio Francisco Verificado por: Karen Martins Aprovado por: Arnaldo Barbulio Filho Data Aprovação: 22/07/13 OBJETIVO Esta Regra de Certificação estabelece os critérios utilizados

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria Federal de Controle Interno

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria Federal de Controle Interno MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria Federal de Controle Interno ORIENTAÇÃO NORMATIVA n.º 02 SFC/MF Em, 21 de dezembro de 2001. Assunto: Orientações técnicas sobre as normas dispostas na Instrução Normativa

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 614 de 06 de julho de 2010

LEI COMPLEMENTAR Nº 614 de 06 de julho de 2010 1 Proc. nº 10.815/10 LEI COMPLEMENTAR Nº 614 de 06 de julho de 2010 Dispõe sobre a instalação de sistema de aquecimento de água por energia solar em edificações no Município de Atibaia, e dá outras providências.

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 257, DE 30 DE JUNHO DE 1999 * Revogada pela Resolução 401, de 4 de novembro de 2008.

RESOLUÇÃO Nº 257, DE 30 DE JUNHO DE 1999 * Revogada pela Resolução 401, de 4 de novembro de 2008. RESOLUÇÃO Nº 257, DE 30 DE JUNHO DE 1999 * Revogada pela Resolução 401, de 4 de novembro de 2008. O Conselho Nacional do Meio Ambiente - Conama, no uso das atribuições e competências que lhe são conferidas

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 193, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2008 Altera os arts. 1º e 11 e o inciso I do art. 2º da Resolução CNSP No 118, de 22 de dezembro de 2004.

RESOLUÇÃO Nº 193, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2008 Altera os arts. 1º e 11 e o inciso I do art. 2º da Resolução CNSP No 118, de 22 de dezembro de 2004. RESOLUÇÃO Nº 193, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2008 Altera os arts. 1º e 11 e o inciso I do art. 2º da Resolução CNSP No 118, de 22 de dezembro de 2004. A SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP, no uso da

Leia mais

ANEXO À RESOLUÇÃO Nº, DE DE DE 2012

ANEXO À RESOLUÇÃO Nº, DE DE DE 2012 ANEXO À RESOLUÇÃO Nº, DE DE DE 2012 PROCEDIMENTOS PARA LICENCIAMENTO DE ESTAÇÕES DE RADIOCOMUNICAÇÃO ASSOCIADAS À PRESTAÇÃO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO DESTINADO AO USO DO PÚBLICO EM GERAL - STFC

Leia mais

OBJETO DA LEI SÍNTESE DA LEI. A Lei é:

OBJETO DA LEI SÍNTESE DA LEI. A Lei é: OBJETO DA LEI O principal objetivo desta nova lei é preservar vidas humanas, garantir o funcionamento seguro das edificações no nosso Estado e proteger patrimônios públicos e privados. A lei 14.376 estabelece

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria de Recursos Humanos Departamento de Normas e Procedimentos Judiciais Coordenação Geral de Elaboração, Sistematização e Aplicação das Normas NOTA

Leia mais

PARTICIPAÇÃO DA SOCIEDADE NO ÂMBITO. DE ATUAÇÃO DA CTNBIO, como forma de. controle social dos Processos Decisórios e. de Regulação naquele colegiado.

PARTICIPAÇÃO DA SOCIEDADE NO ÂMBITO. DE ATUAÇÃO DA CTNBIO, como forma de. controle social dos Processos Decisórios e. de Regulação naquele colegiado. PARTICIPAÇÃO DA SOCIEDADE NO ÂMBITO DE ATUAÇÃO DA CTNBIO, como forma de controle social dos Processos Decisórios e de Regulação naquele colegiado. Princípio da precaução e análise de risco dos Organismos

Leia mais

Manifesta apelo no sentido da regulamentação em nível municipal da atividade entrega de mercadorias por motos (motofrete)

Manifesta apelo no sentido da regulamentação em nível municipal da atividade entrega de mercadorias por motos (motofrete) Sr. Presidente, Srs.Vereadores, Sras. Vereadoras: MOÇÃO DE APELO Manifesta apelo no sentido da regulamentação em nível municipal da atividade entrega de mercadorias por motos (motofrete) Considerando que

Leia mais