ORDEM DOS ARQUITECTOS - CONSELHO DIRECTIVO NACIONAL PLANO DE ACTIVIDADES 2007 APROVADO NA 33.ª REUNIÃO PLENÁRIA DO CDN, EM

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ORDEM DOS ARQUITECTOS - CONSELHO DIRECTIVO NACIONAL PLANO DE ACTIVIDADES 2007 APROVADO NA 33.ª REUNIÃO PLENÁRIA DO CDN, EM 20.03."

Transcrição

1 Pág. 1/ DEFESA DA ARQUITECTURA E DO TERRITÓRIO DIREITO À ARQUITECTURA INICIATIVA LEGISLATIVA - REVOGAÇÃO DO DECRETO 73/73 HR CD VOTAÇÃO FINAL HR CD Aprovação de projecto lei em Conselho de Ministros, PROVEDOR DA ARQUITECTURA HR FM PLATAFORMA ART.º 65-HABITAÇÃO PARA HR HR CD, RP Reuniões 1 x/mês na OA - JORNADAS DA HABITAÇÃO 24 de Fevereiro POLÍTICA NACIONAL DE ARQUITECTURA POLÍTICA NACIONAL DE ARQUITECTURA HR CD DECLARAÇÃO SOBRE POLÍTICA DE ARQUITECTURA FG PROTOCOLOS COM CM'S OU ASSOCIAÇÕES MUNICIPAIS CS,CM TL PROTOCOLO TIPO COM ANMP CS,CM TL, CM EM COOPERAÇÃO COM AS SR'S PROMOÇÃO DA ARQUITECTURA EXPOSIÇÕES JAF HABITAR PORTUGAL Itinerância JAF/AVM RP, GAME, AP Concluida 1.ª fase prevista para 2006-Transita itinerância p/ MOSTRA INTERNACIONAL HABITAR PORTUGAL Itinerância JAF/AVM CF GEOGRAFIAS VIVAS (Gonçalo Byrne) - Apresentação em Itália AVM SM "A ESTRANHEZA DE UMA COISA NATURAL", FOTOGRAFIAS de JOSÉ MANUEL RODRIGUES da obra de Alvaro Siza AVM AP Inauguração e Itinerância PANCHO GUEDES Apoio via documentário JAF AP EM BUSCA DA ARQUITECTURA DO SÉC. XX Itinerância JAF RP, GAME EDUARDO SOUTO MOURA 22 CASAS - Itinerância AVM RP, GAME EXPOSIÇÃO ITINERANTE DIREITO A HABITAR JAF PRÉMIO SECIL 2006 JAF

2 Pág. 2/ PRÉMIOS JAF PRÉMIO MOBILIDADE 2006 (c/santa Casa da Misericórdia de Lisboa) JAF RP, AP deveria ter sido lançado em Novembro de 2006, não foi PRÉMIO TEKTÓNICA 2007 (c/ AIP-FIL) JAF CS SECIL UNIVERSIDADES 2006 JAF RP, CS SECIL UNIVERSIDADES 2007 JAF AP SECIL 2006 JAF RP, CS Reunião do Júri agendada para 5 de Fevereiro de CONFERÊNCIAS E DEBATES JAF PRÉMIOS UIA - Álvaro Siza AVM AP, RP TERÇAS TÉCNICAS JAF GAME ENCERRAMENTO HABITAR PORTUGAL , EM COLABORAÇÃO C/ CENTRO DE ARTES DA CALHETA, CASA DAS MUDAS AVM ESPAÇO DA MEMÓRIA JAF/HR EDIÇÕES AVM LIVRO - CANDIDATURAS PRÉMIOS UIA - ÁLVARO SIZA AVM SM, GAME LIVRO - ANTOLOGIA DE TEXTOS PANCHO GUEDES AVM SM, GAME LIVRO - ANTOLOGIA DE TEXTOS PEDRO VIEIRA DE ALMEIDA AVM SM, GAME LIVRO ARQUITECTURA POPULAR DOS AÇORES REEDIÇÃO JAF CM, CD LIVRO - COLECTÂNEA DE TEXTOS DE ARQUITECTURA PORTUGUESES DO SÉCULO XX AVM SM, GAME DVD - UMA VISÃO DA ARQ. PORTUGUESA - PAISAGENS INVERTIDAS JAF SM, GAME DVD - UMA VISÃO DA ARQ. PORTUGUESA - PANCHO GUEDES JAF SM, GAME LIVRO - CONCLUSÕES "CIDADE PARA O CIDADÃO" FG CM, GAME ARQUITECTURA TERMAL EM PORTUGAL JAF JAF SERVIÇO EDUCATIVO JAF DEFINIR PROGRAMA E OBJECTIVOS JAF AP

3 Pág. 3/ MATERIAIS ON'LINE JAF AP COLABORAÇÃO C/ "NOESIS"/MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO JAF AP DIA MUNDIAL DA ARQUITECTURA HR SESSÃO SOLENE - 01/10/2007 HR CD, RP, GAME, CF IAP-XX JAF BASE DADOS JAF AP AVALIAÇÃO DO PROJECTO JAF AP INTRODUÇÃO DE CORRECÇÕES JAF AP IMPLEMENTAÇÃO DO SISTEMA EXTERNO DE ACOMPANHAMENTO JAF AP EAP20-PROJECTO ARQUITECTURA EUROPEIA DO SÉC. XX-PROGRAMA CULTURA 2007/2013 JAF APRESENTAÇÃO DA CANDIDATURA JAF CF Entrega em Fevereiro º FASE DE PROJECTO JAF CF Novembro 02 PRÁTICA PROFISSIONAL OBSERVATÓRIO DA PROFISSÃO CS,CM INQUÉRITO À PROFISSÃO CS,CM CM APRESENTAÇÃO PÚBLICA CS,CM CM PUBLICAÇÃO DO INQUÉRITO À PROFISSÃO QUADRO DO EXERCÍCIO DA PROFISSÃO HR DIRECTIVA QUALIFICAÇÕES HR HA, CF, TL ACOMPANHAMENTO DA REFORMA DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E IMPLEMENTAÇÃO DO PRACE HR HA, CF, TL

4 Pág. 4/ ACOMPANHAMENTO DA LEGISLAÇÃO HR TL ANÁLISE DE PROJECTOS LEGISLATIVOS E EMISSÃO DE PARECERES (Nacionais e Comunitários) QUALIFICAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DE PLANEAMENTO DO TERRITÓRIO Diploma em preparação pela Secretaria de Estado do Ordenamento do Território e das Cidades APRESENTAÇÃO DE PROPOSTA LEGISLATIVA CONTRA O ABUSO URBANÍSTICO Deliberação do Congresso da Ordem CONTRATAÇÃO HR CONTRATOS E CADERNOS DE ENCARGOS TIPO CS,CM CD on'line Deliberação do Congresso "Ordem deverá promover um estudo CRITÉRIOS DE REFERÊNCIA P/ O CÁLCULO DE HONORÁRIOS HR comparativo sobre os honorários de arquitecto ( ) que permita a publicação de valores de referência para honorários profissionais; NOVO CÓDIGO DE CONTRATOS PÚBLICOS HR REGISTO DE AUTORIAS PM CRIAÇÃO DO SISTEMA PM CANDIDATURAS A PROGRAMAS DE APOIO PM 03 DEONTOLOGIA E DISCIPLINA FM REVISÃO DO REGULAMENTO DE DEONTOLOGIA HR FM, TL PROPOSTA HR FM (apresentação no 1.º semestre de 2007) DEBATE E APROVAÇÃO HR PERITAGEM HR TL, CD ACOMPANHAMENTO DA IMPLEMENTAÇÃO DO DL 12/2007, DE 19 DE JANEIRO MEDIAÇÃO E ARBITRAGEM HR TRIBUNAL ARBITRAL DO IMOPPI - Instituto dos Mercados de Obras Públicas e Particulares e do Imobiliário HR CD, TL

5 Pág. 5/10 04 INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO COORDENAÇÃO GERAL DE CONTEÚDOS PM CM JA JAF;TMS Nº 225 a 229 JAF;TMS GAME, SM (edição n.º 225 é referente a 2006) ON-LINE PM CM, SM BOLETIM JAF Nº 168 a 179 JAF CM, GAME, SM ON-LINE PM CM, SM PORTAL PM CM GESTÃO DE CONTEÚDOS E EDIÇÃO PM CM, SM, CD FÓRUNS ON'LINE HR HR CD, CM GALERIA DE PROJECTOS PM INTERVENÇÃO NA COMUNICAÇÃO SOCIAL HR ASSESSORIA DE IMPRENSA HR CD, CM ORDEM DO DIA (TSF) HR CD Participação de Helena Roseta/Francisco Silva Dias/ José António Bandeirinha /Alexandre Alves Costa OA - IMAGEM PM FOLHETO INFORMATIVO PM CM, SM produzida proposta em AGENDA DE ARQUITECTURA 2008 JAF GAME 05 ADMISSÃO, FORMAÇÃO CONTÍNUA E INOVAÇÃO JAF APLICAÇÃO DO REGULAMENTO DE INSCRIÇÃO JAF HA FORMAÇÃO COMPLEMENTAR JAF JD AVALIAÇÃO EM ETATUTO E DEONTOLOGIA JAF JD PROCESSOS JUDICIAIS DECORRENTES DOS REGULAMENTOS DE ADMISSÃO ANTERIORES JAF JD

6 Pág. 6/ PROVEDOR DO ESTAGIÁRIO HR FM QUADRO LEGAL DA FORMAÇÃO EM ARQUITECTURA JAF JD ACOMPANHAMENTO DO SISTEMA DE AVALIAÇÃO DO ENSINO SUPERIOR/ENQA JAF HA DEFINIÇÃO E IMPLEMENTAÇÃO DE METODOLOGIA PARA A AVALIAÇÃO E CONSEQUENTE EMISSÃO DE PARECERES RELATIVOS À INCLUSÃO NA DIRECTIVA JAF JD APOIO À PARTICIPAÇÃO NO COMITÉ CONSULTIVO DA DIRECTIVA JAF JD FORMAÇÃO PROFISSIONAL HR JD ESTRATÉGIA NACIONAL DE FORMAÇÃO CONTÍNUA ACESSIBILIDADE JAF JD ACREDITAÇÃO DA OA COMO ENTIDADE FORMADORA JUNTO DO IQF - ACOMPANHAMENTO PM JD INOVAÇÃO EM ARQUITECTURA E CONSTRUÇÃO HR PLATAFORMA TECNOLÓGICA NACIONAL - IMOPPI HR CD O arranque da Plataforma Portuguesa estava previsto para Dez. de Transita para RELAÇÕES INSTITUCIONAIS HR FORUM ARQUITECTURA E CIDADE HR colaboração com a CMLisboa na definição de um programa para o Pavilhão de Portugal. Audiência c/ Presidente da Câmara em CASA DA ARQUITECTURA HR Em colaboração c/ a CM Matosinhos CNOP - CONSELHO NACIONAL DAS ORDENS PROFISSIONAIS HR CAE - CONSELHO DOS ARQUITECTOS DA EUROPA PG CF ASS. GERAL PG CF 2 em Abril e Outubro/Novembro GRUPO DE TRABALHO EDUCAÇÃO (CPD ) PG CF previstas 3 reuniões COMITÉ FINANCEIRO TMS CF Previstas 2 reuniões GRUPO DE TRABALHO QUESTÕES URBANAS E INVEST. FG CF previstas 3 reuniões APOIO À PARTICIPAÇÃO NO CONSELHO EXECUTIVO Previstas 4 reuniões/pagamento pelo CAE

7 Pág. 7/ FORUM EUROPEU POLÍTICAS DE ARQUITECTURA HR CF Audiência c/ Ministro dos Negócios Estrangeiros FORUM EM PORTUGAL FG CF em Portugal no 2.º semestre PARTICIPAÇÃO PERMANENTE FG CF UIA - UNIÃO INTERNACIONAL DOS ARQUITECTOS PG REUNIÕES REGIÃO I PG CF Previstas 2 reuniões GRUPO DE TRABALHO CPD TMS,PG CF Previstas 3 reuniões UMAR - UNIÃO DOS ARQUITECTOS DO MEDITERRÂNEO PG CF REUNIÕES AG PG CF Previstas 2 reuniões REUNIÕES CONSELHO EXECUTIVO Previstas 2 reuniões GRUPO DE TRABALHO PATRIMÓNIO PG CF Previstas 2 reuniões CIALP - CONSELHO INTERNACIONAL DOS ARQUITECTOS DE LINGUA PORTUGUESA HR CF EUROPAN PF CF/HA DOCOMOMO IBÉRICO HR CF ASS. GERAL JAF CF 1 reunião PRESIDÊNCIA DA DIRECÇÃO HR CF COMITÉ TÉCNICO JAF CF Previstas 4 reuniões OUTRAS RELAÇÕES INTERNACIONAIS PG CF CONSELHO SUPERIOR ARQUITECTOS ESPANHA PG CF Previstas 2 reuniões UNESCO PG CF Previstas 4 reuniões ÓRGÃOS DE SOBERANIA E UE HR CD PRESIDENTE DA REPÚBLICA HR CD Reunião com o Presidente da República em 23,01, PARLAMENTO PORTUGUÊS HR CD/HA GOVERNO HR CD/HA PARLAMENTO EUROPEU HR CD TRIBUNAL DE CONTAS HR CD

8 Pág. 8/ ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E LOCAL HR CD RELAÇÕES BILATERAIS COM OUTRAS ORDENS HR CD RELAÇÕES COM ASSOCIAÇÕES E ONG'S HR CD GESTÃO DE PROTOCOLOS E PARCERIAS HR GAME, CD, TL 07 MODERNIZAÇÃO E DESCENTRALIZAÇÃO BASE DE DADOS NACIONAL HR,PM CD Deliberação da 19.ª reunião Plenária do CDN, de , presente à Assembleia Geral de Aprovado o Regulamento sobre Tratamento de dados Pessoais de Membros, na 26.ª RP do CDN, de CRIAÇÃO DE SISTEMA DE DADOS PM CONSOLIDAÇÃO DA INFORMAÇÃO EXISTENTE PM DISPONIBILIZAÇÃO E ACTUALIZAÇÃO ON'LINE AOS MEMBROS PM REFORMA DA GESTÃO JAF RECURSOS HUMANOS JAF JPS FORMAÇÃO DOS COLABORADORES JAF JPS INFRAESTRUTURAS E EQUIPAMENTOS JAF JPS GESTÃO DE PROTOCOLOS COMERCIAIS JAF GAME REFORMA ORÇAMENTAL E CONTABILÍSTICA TMS IMPLEMENTAÇÃO PROGRAMA PRIMAVERA TMS JPS REFORMA DOS ESTATUTOS HR PROPOSTA DE METODOLOGIA JAF AC, JM DEBATE PÚBLICO AC, JM PROJECTO DE REVISÃO DO ESTATUTO AC, JM DEBATE DA PROPOSTA DE REVISÃO DO ESTATUTO AC, JM ASSEMBLEIA GERAL OU REFERENDO HR AC, JM

9 Pág. 9/ SEDES JAF LISBOA (Regularização do protocolo com C.M.L.) JAF TL, CD ACOMPANHAMENTO DA SITUAÇÃO DAS SEDES DO PORTO, COIMBRA E FARO OPTIMIZAÇÃO DA CIRCULAÇÃO DE INFORMAÇÃO PM INTRANET PM JPS DE MEMBROS PM CÉDULA PROFISSIONAL E CERTIFICAÇÃO DIGITAL PM EMISSÃO DE CARTÕES DE MEMBROS PM PREPARAÇÃO DE CANDIDATURA DE CERTIFICAÇÃO DIGITAL PM JPS LANÇAMENTO DO PROCESSO PM JPS ESPÓLIO OA / ARQUIVO HISTÓRICO JAF CLASSIFICAÇÃO E CATALOGAÇÃO AVM CM GESTÃO DOCUMENTAL PM IMPLEMENTAÇÃO DO SOFTWARE JPS FORMAÇÃO DE COLABORADORES JPS IMPLEMENTAÇÃO DO SISTEMA JPS 08 VIDA ASSOCIATIVA HR ASSEMBLEIA GERAL HR AG - ORÇAMENTO 2007 TMS JPS, CD AG - CONTAS 2006 TMS JPS, CD REVISÃO DO ESTATUTO JAF AC Proposta de metodologia de avaliação e revisão do Estatuto da AO em 1,02, CONSELHO NACIONAL DE DELEGADOS HR FM REUNIÃO MENSAL CONSELHO DIRECTIVO NACIONAL HR CD REUNIÃO MENSAL CONSELHO NACIONAL DE ADMISSÃO HR JAF JD REUNIÃO SEMANAL

10 Pág. 10/ CONSELHO NACIONAL DE DISCIPLINA HR FM REUNIÃO MENSAL CONSELHO FISCAL NACIONAL HR TMS FM, CD REUNIÃO TRIMESTRAL COLÉGIOS DE ESPECIALIDADE HR COLÉGIO DE ESPECIALIDADE DE URBANISMO HR,FG CM COMISSÃO INSTALADORA HR,FG GRUPOS DE TRABALHO HR CD Criado o GT "Saídas Profissionais", por deliberação da 24ª Reunião Plenária do CDN, 18 de Julho de INICIATIVAS DE ASSOCIADOS HR ELEIÇÕES HR JAF LEGENDA: Adiantamento - 0; 1 - lançado; 2-30%; 3-50%; 4-70%; 5-90%; 6 - Concluído; 7 - Pago E - Encerrado (não pressupõe pagamentos) C - Contínua COORDENADOR PROJECTO/RESPONSÁVEL ACTIVIDADE: HR - HELENA ROSETA JAF - JOÃO AFONSO TMS - TIAGO MOTA SARAIVA PM - PEDRO MILHARADAS PG - PEDRO GUILHERME AVM - ANA VAZ MILHEIRO CS - CRISTINA SALVADOR CM - ANA CRISTINA MACHADO FG - FERNANDO GONÇALVES PF - PAULO FONSECA COLABORADORES: AC - ANDRÉ CRUZ AP - ANA PAULISTA CD - CIDALINA DUARTE CF - CLÉLIA FERNANDES CM - CRISTINA MENESES CS - CARLA SANTOS FM - FÁTIMA MARQUES GAME - GABINETE DE APOIO A MARKETING E EVENTOS (MARIA MIGUEL) HA - HELDER ALMEIDA JD - JOÃO DANIEL JPS - JOÃO PAULO SARAIVA JM - JOÃO MIRANDA LG - LUÍS GONÇALVES RP - RITA PALMA SM - SOFIA MARQUES TL - TERESA LANÇA

ORDEM DOS ARQUITECTOS - CONSELHO DIRECTIVO NACIONAL PLANO DE ACTIVIDADES 2006 APROVADO NO CDN DE 16/02/2006

ORDEM DOS ARQUITECTOS - CONSELHO DIRECTIVO NACIONAL PLANO DE ACTIVIDADES 2006 APROVADO NO CDN DE 16/02/2006 Pág. 1/15 01. DEFESA DA ARQUITECTURA E DO TERRITÓRIO 01.01 DIREITO À ARQUITECTURA 01.01.01 INICIATIVA LEGISLATIVA - REVOGAÇÃO DO DECRETO 73/73 HR 01.01.01.01 - Apresentação na AR HR concluido 01.01.01.02

Leia mais

ESTRUTURA ORGÂNICA E FUNCIONAL

ESTRUTURA ORGÂNICA E FUNCIONAL ESTRUTURA ORGÂNICA E FUNCIONAL Diretor Geral O Diretor Geral supervisiona e coordena o funcionamento das unidades orgânicas do Comité Olímpico de Portugal, assegurando o regular desenvolvimento das suas

Leia mais

REUNIÕES DA DIRECÇÃO DO CDL

REUNIÕES DA DIRECÇÃO DO CDL 1. Reuniões realizadas Reuniões Plenárias 23 Reuniões da Comissão Executiva 8 2. Reuniões Plenárias Reuniões Plenárias 5.Janeiro 12.Janeiro 19.Janeiro 26.Janeiro 3. Definição dos objectivos programáticos

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ÉTICA, DEONTOLOGIA E LEGISLAÇÃO Ano Lectivo 2013/2014

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ÉTICA, DEONTOLOGIA E LEGISLAÇÃO Ano Lectivo 2013/2014 Programa da Unidade Curricular ÉTICA, DEONTOLOGIA E LEGISLAÇÃO Ano Lectivo 2013/2014 1. Unidade Orgânica Arquitectura e Artes (1º Ciclo) 2. Curso Arquitectura 3. Ciclo de Estudos 2º 4. Unidade Curricular

Leia mais

a favor do contributo profissional e cívico dos arquitectos Os anos do mandato que terminámos foram anos difíceis para a profissão.

a favor do contributo profissional e cívico dos arquitectos Os anos do mandato que terminámos foram anos difíceis para a profissão. Projecto Os anos do mandato que terminámos foram anos difíceis para a profissão. Tempo de escassa encomenda e recursos económicos e consequentemente de alteração de paradigmas sociais e profissionais.

Leia mais

ANEXO I ORDENS DE TRABALHO DAS REUNIÕES DO PLENÁRIO DA CPEE

ANEXO I ORDENS DE TRABALHO DAS REUNIÕES DO PLENÁRIO DA CPEE ANEXO I ORDENS DE TRABALHO DAS REUNIÕES DO PLENÁRIO DA CPEE Durante o ano de 2009, nas 8 (oito) reuniões de Plenário da CPEE os assuntos abordados e as matérias alvo de deliberação foram as constantes

Leia mais

Instituições europeias

Instituições europeias Envelhecer com Prazer Rua Mariana Coelho, nº 7, 1º E 2900-486 Setúbal Portugal Tel: +351 265 548 128 Tlm: 96 938 3068 E-mail: envelhecimentos@gmail.com www.envelhecer.org Instituições europeias Inês Luz

Leia mais

ESCLARECIMENTO ORDEM DOS ARQUITECTOS, ENCOMENDA PÚBLICA E PARQUE ESCOLAR. UMA CRONOLOGIA 29-03-2010

ESCLARECIMENTO ORDEM DOS ARQUITECTOS, ENCOMENDA PÚBLICA E PARQUE ESCOLAR. UMA CRONOLOGIA 29-03-2010 ESCLARECIMENTO ORDEM DOS ARQUITECTOS, ENCOMENDA PÚBLICA E PARQUE ESCOLAR. UMA CRONOLOGIA 29-03-2010 Por forma a melhor esclarecer os membros da OA quanto à posição e actuação da Ordem, nos últimos dois

Leia mais

REGULAMENTO REGRESSO À CASA I. PREÂMBULO. Concurso para a selecção da REDACÇÃO e CONSELHO EDITORIAL do JORNAL ARQUITECTOS

REGULAMENTO REGRESSO À CASA I. PREÂMBULO. Concurso para a selecção da REDACÇÃO e CONSELHO EDITORIAL do JORNAL ARQUITECTOS REGRESSO À CASA Concurso para a selecção da REDACÇÃO e CONSELHO EDITORIAL do JORNAL ARQUITECTOS REGULAMENTO I. PREÂMBULO O Jornal Arquitectos (adiante designado por JA), é um projecto editorial que integra

Leia mais

7.ª GRANDE CONFERÊNCIA DO JORNAL ARQUITECTURAS

7.ª GRANDE CONFERÊNCIA DO JORNAL ARQUITECTURAS UMA INICIATIVA INTEGRADA NA: URBAVERDE FEIRA DAS CIDADES SUSTENTÁVEIS ª 7.ª GRANDE CONFERÊNCIA DO JORNAL ARQUITECTURAS ARRENDAMENTO E REABILITAÇÃO: DINAMIZAR O MERCADO, REGENERAR A CIDADE 12 de Abril de

Leia mais

Licenciatura em Ciências da Comunicação, Vertente Jornalismo, pela Universidade Autónoma de Lisboa, completada com média final de 13 valores

Licenciatura em Ciências da Comunicação, Vertente Jornalismo, pela Universidade Autónoma de Lisboa, completada com média final de 13 valores Informação Pessoal Nome Nuno Miguel Fernandes Aires Data de Nascimento 24 de Julho de 1971 Morada Avenida 5 Outubro, 25 6º andar 8000 Faro Nacionalidade Portuguesa Telemóvel 915 333 112 E-mail naires@msn.com

Leia mais

Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa

Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa I Curso de Extensão Universitária em Direito do Desporto 2010-2011 Coordenador científico Prof. Doutor José Manuel Meirim Coordenação Prof. Doutor José

Leia mais

GOVERNO. Estatuto Orgânico do Ministério da Administração Estatal

GOVERNO. Estatuto Orgânico do Ministério da Administração Estatal REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE TIMOR LESTE GOVERNO Decreto N. 2/ 2003 De 23 de Julho Estatuto Orgânico do Ministério da Administração Estatal O Decreto Lei N 7/ 2003 relativo à remodelação da estrutura orgânica

Leia mais

Instituto Superior da Maia ISMAI CET. Realização de Eventos Multimédia

Instituto Superior da Maia ISMAI CET. Realização de Eventos Multimédia Instituto Superior da Maia ISMAI CET Realização de Eventos Multimédia CoordenadorA Professora Doutora Célia Sousa Vieira cvieira@ismai.pt fundamentos e Objectivos A área de formação deste CET reside nos

Leia mais

APRESENTAÇÃO A.C.G. CONSULTORES

APRESENTAÇÃO A.C.G. CONSULTORES APRESENTAÇÃO A.C.G. CONSULTORES We Reach Targets Uma Companhia Consultora Especializada no Desenvolvimento de Equipas e Projectos Comerciais. Definição A A.C.G. CONSULTORES, é uma Empresa de Consultoria,

Leia mais

3. PRINCIPAIS TEMÁTICAS E CARACTERÍSTICAS DE ORGANIZAÇÃO DOS OPEN DAYS 2008

3. PRINCIPAIS TEMÁTICAS E CARACTERÍSTICAS DE ORGANIZAÇÃO DOS OPEN DAYS 2008 1. INTRODUÇÃO Em apenas 5 anos os OPEN DAYS Semana Europeia das Regiões e Cidades tornaram-se um evento de grande importância para a demonstração da capacidade das regiões e das cidades na promoção do

Leia mais

Habitar Portugal 2009/2011

Habitar Portugal 2009/2011 Habitar Portugal 2009/2011 A Exposição Habitar Portugal constitui uma das mais importantes mostras de arquitetura no nosso País. Organizada pela Ordem dos Arquitectos, apresenta um amplo conjunto de obras

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA INOV-ART NOS TERMOS DA PORTARIA N.º 1103/2008 DE 2 DE OUTUBRO

REGULAMENTO DO PROGRAMA INOV-ART NOS TERMOS DA PORTARIA N.º 1103/2008 DE 2 DE OUTUBRO REGULAMENTO DO PROGRAMA INOV-ART NOS TERMOS DA PORTARIA N.º 1103/2008 DE 2 DE OUTUBRO CAPÍTULO I Disposições gerais Artigo 1.º- Âmbito de aplicação O presente Regulamento aplica -se à medida INOV-Art -

Leia mais

I - Disposições gerais. Artigo 1.º Âmbito da cooperação

I - Disposições gerais. Artigo 1.º Âmbito da cooperação Decreto n.º 25/2002 Acordo de Cooperação na Área da Educação e Cultura entre a República Portuguesa e a Região Administrativa Especial de Macau da República Popular da China, assinado em Lisboa, em 29

Leia mais

OCPLP Organização Cooperativista dos Povos de Língua Portuguesa. Proposta de Plano de Atividades e Orçamento 2014-2015

OCPLP Organização Cooperativista dos Povos de Língua Portuguesa. Proposta de Plano de Atividades e Orçamento 2014-2015 Proposta de Plano de Atividades e Orçamento 2014-2015 1 Índice: I Enquadramento II Eixos de Intervenção Estratégica III Proposta de Orçamento IV Candidaturas a Programas de Apoio 2 I Enquadramento Estratégico

Leia mais

MINISTÉRIO DO COMÉRCIO

MINISTÉRIO DO COMÉRCIO MINISTÉRIO DO COMÉRCIO REGULAMENTO INTERNO DAS REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS DA REPÚBLICA DE ANGOLA NO ESTRANGEIRO CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1º (Natureza) As representações são órgãos de execução

Leia mais

Regulamento do Colégio de Especialidade de Gestão, Direcção e Fiscalização

Regulamento do Colégio de Especialidade de Gestão, Direcção e Fiscalização Regulamento do Colégio de Especialidade de Gestão, Direcção e Fiscalização de Obras ÍNDICE CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1.º Objecto Artigo 2.º Princípios Artigo 3.º Finalidades Artigo 4.º Atribuições

Leia mais

Relatório de Actividades do Ano de 2013 do Conselho Consultivo da Reforma Jurídica. Conselho Consultivo da Reforma Jurídica

Relatório de Actividades do Ano de 2013 do Conselho Consultivo da Reforma Jurídica. Conselho Consultivo da Reforma Jurídica Relatório de Actividades do Ano de 2013 do Conselho Consultivo da Reforma Jurídica Conselho Consultivo da Reforma Jurídica Março de 2014 Índice 1. Resumo das actividades....1 2. Perspectivas para as actividades

Leia mais

O 7º PROGRAMA QUADRO

O 7º PROGRAMA QUADRO O 7º PROGRAMA QUADRO de I&DT Eduardo Maldonado (Coordenador de NCP) Gabinete de Promoção do 7º Programa-Quadro de IDT Estratégia de Lisboa Conselho Europeu extraordinário de Lisboa (Março de 2000): para

Leia mais

3601 - SECRETARIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA E RELAÇÕES INTERNACIONAIS - ADMINISTRAÇÃO DIRETA

3601 - SECRETARIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA E RELAÇÕES INTERNACIONAIS - ADMINISTRAÇÃO DIRETA 3601 - SECRETARIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA E RELAÇÕES INTERNACIONAIS - ADMINISTRAÇÃO DIRETA Legislação: Lei nº 15.506, de 31 de julho de 1991; Decreto nº 15.813, de 24 de abril de 1992; Lei nº 15.738, de

Leia mais

3.ª CONFERÊNCIA MOBILIDADE URBANA. Das Novas Tecnologias à Eficiência dos Sistemas. 18 de Setembro MUDE Museu do Design e da Moda, Lisboa PARCERIA

3.ª CONFERÊNCIA MOBILIDADE URBANA. Das Novas Tecnologias à Eficiência dos Sistemas. 18 de Setembro MUDE Museu do Design e da Moda, Lisboa PARCERIA 3.ª CONFERÊNCIA MOBILIDADE URBANA ORGANIZAÇÃO PARCERIA UMA PUBLICAÇÃO Das Novas Tecnologias à Eficiência dos Sistemas 18 de Setembro MUDE Museu do Design e da Moda, Lisboa APRESENTAÇÃO Depois de duas edições,

Leia mais

CURRICULUM VITAE. Ana Filipa Sequeira Raimundo

CURRICULUM VITAE. Ana Filipa Sequeira Raimundo CURRICULUM VITAE Ana Filipa Sequeira Raimundo Índice 1. IDENTIFICAÇÃO... 3 2. HABILITAÇÕES... 3 3. ATIVIDADE PROFISSIONAL... 4 4. AFILIAÇÕES... 5 5. CERTIFICADOS... 5 6. ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS... 5 7.

Leia mais

Matriz de Competências

Matriz de Competências Adriano José Vaz Domingos Ana Cristina Pereira Borges Ana Maria Craveiro Ana Paula Monteiro António Cardoso Simões António José C. Castro Pita Carla Alexandra Ferreira Santos GRH Conhecimentos básicos

Leia mais

REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE. (Aprovado na 23ª Reunião Ordinária de Câmara Municipal, realizada em 21 de Novembro de 2001)

REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE. (Aprovado na 23ª Reunião Ordinária de Câmara Municipal, realizada em 21 de Novembro de 2001) REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE (Aprovado na 23ª Reunião Ordinária de Câmara Municipal, realizada em 21 de Novembro de 2001) REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE (Aprovado na 23ª Reunião

Leia mais

XX CONGRESSO ENGENHARIA 2020 UMA ESTRATÉGIA PARA PORTUGAL 17 a 19 de outubro de 2014 ALFÂNDEGA DO PORTO

XX CONGRESSO ENGENHARIA 2020 UMA ESTRATÉGIA PARA PORTUGAL 17 a 19 de outubro de 2014 ALFÂNDEGA DO PORTO XX CONGRESSO ENGENHARIA 2020 UMA ESTRATÉGIA PARA PORTUGAL 17 a 19 de outubro de 2014 ALFÂNDEGA DO PORTO COLÉGIOS DE ESPECIALIDADE E ESPECIALIZAÇÕES 1.. Especialidades e Presidentes de CNC; Especializações

Leia mais

REGULAMENTO DE QUOTAS DA ORDEM DOS ARQUITECTOS

REGULAMENTO DE QUOTAS DA ORDEM DOS ARQUITECTOS REGULAMENTO DE QUOTAS DA ORDEM DOS ARQUITECTOS PREÂMBULO Passados cinco anos sobre a aprovação do Regulamento de Quotas da Ordem dos Arquitectos, adiante designada por Ordem, entendeu o Conselho Directivo

Leia mais

Plano de Formação 2010

Plano de Formação 2010 Plano de Formação 2010 Formando Unidade Orgânica Designação das acções de formação Data e duração Entidade Formadora/ Local Custo c/iva DIRIGENTES Participação no Colóquio "Quality of Legislation" da International

Leia mais

Estatuto do Provedor do Estagiário Ordem dos Arquitectos. Estatuto do Provedor do Estagiário

Estatuto do Provedor do Estagiário Ordem dos Arquitectos. Estatuto do Provedor do Estagiário Estatuto do Provedor do Estagiário Apreciado pelo CND, em 07.01.2006 Aprovado pelo CNA, em 31.01.2006 Aprovado pelo CDN, em 12.09.2006 1 Preâmbulo 1. Conforme previsto no artigo 3º do Decreto Lei n.º 176/98,

Leia mais

EDITAL PARA A ATRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE GESTÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA (BGCT) ATRIBUIÇÃO DE 6 (SEIS) BOLSAS DE GESTÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA

EDITAL PARA A ATRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE GESTÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA (BGCT) ATRIBUIÇÃO DE 6 (SEIS) BOLSAS DE GESTÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL PARA A ATRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE GESTÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA (BGCT) ATRIBUIÇÃO DE 6 (SEIS) BOLSAS DE GESTÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA No âmbito de protocolo celebrado com a Fundação de Ciência e

Leia mais

As matérias objecto do exame são definidas por despacho do ministro que tutela o IMOPPI, nos termos do n.º 3 do número 7.º do mesmo diploma.

As matérias objecto do exame são definidas por despacho do ministro que tutela o IMOPPI, nos termos do n.º 3 do número 7.º do mesmo diploma. Legislação Despacho conjunto n.º 707/2004, de 3 de Dezembro Publicado no D.R. n.º 283, II Série, de 3 de Dezembro de 2004 SUMÁRIO: Determina as matérias sobre as quais incidem os exames a realizar para

Leia mais

DE QUOTAS DA ORDEM DOS ARQUITECTOS

DE QUOTAS DA ORDEM DOS ARQUITECTOS ORDEM Preâmbulo DOS ARQUITECTOS REGULAMENTO designada Passados cinco anos sobre a aprovação do Regulamento de Quotas da Ordem dos Arquitectos, adiante DE QUOTAS DA ORDEM DOS ARQUITECTOS proceder articulado,

Leia mais

SEDE - Carnaxide. Número de postos de trabalho - Presidente (1) - 1. Cargo/carreira/categoria. Técnico Superior. Técnico Superior Direito 3

SEDE - Carnaxide. Número de postos de trabalho - Presidente (1) - 1. Cargo/carreira/categoria. Técnico Superior. Técnico Superior Direito 3 2009 MAPA DE PESSOAL DA ANPC (Artigo 5º da Lei nº 2-A/2008, 27 Fevereiro) SEDE - Carnaxi Competências/Actividas Área formação académica e/ou - Presinte () - - Director Nacional () - 3 - Comandante Operacional

Leia mais

Arquitecto João Santa-Rita, adiante designado por Ordem dos Arquitectos;

Arquitecto João Santa-Rita, adiante designado por Ordem dos Arquitectos; Entre CONTRATO Ordem dos Arquitectos, pessoa colectiva nº 500802025, com sede em Lisboa, na Travessa do Carvalho, nº 23, representada neste acto pelo Presidente do Conselho Directivo Nacional, Arquitecto

Leia mais

Regulamento para atribuição do Título de Especialista no Instituto Superior de Ciências Educativas

Regulamento para atribuição do Título de Especialista no Instituto Superior de Ciências Educativas Regulamento para atribuição do Título de Especialista no Instituto Superior de Ciências Educativas No âmbito do ensino politécnico é conferido o título de especialista, o qual comprova a qualidade e a

Leia mais

2.ª CONFERÊNCIA MOBILIDADE URBANA

2.ª CONFERÊNCIA MOBILIDADE URBANA 2.ª CONFERÊNCIA MOBILIDADE URBANA Gestão Inteligente e Competitividade 15 de Setembro 2011 Museu da Carris Conheça as estratégias nacionais e internacionais para uma gestão eficiente da mobilidade urbana

Leia mais

RELATÓRIO DE ACTIVIDADES RELATÓRIO DE CONTAS

RELATÓRIO DE ACTIVIDADES RELATÓRIO DE CONTAS ASSOCIAÇÃO DOS BOLSEIROS DE INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA RELATÓRIO DE ACTIVIDADES RELATÓRIO DE CONTAS 2003 RELATÓRIO DE ACTIVIDADES 2003 A Associação dos Bolseiros de Investigação Científica, doravante denominada

Leia mais

CONSELHO DE MINISTROS

CONSELHO DE MINISTROS CONSELHO DE MINISTROS Decreto n.º 35/02 de 28 de Junho Considerando a importância que a política comercial desempenha na estabilização económica e financeira, bem como no quadro da inserção estrutural

Leia mais

Ministério dos Petróleos

Ministério dos Petróleos Ministério dos Petróleos Decreto Lei nº 10/96 De 18 de Outubro A actividade petrolífera vem assumindo nos últimos tempos importância fundamental no contexto da economia nacional, constituindo por isso,

Leia mais

Sistemas de Incentivos

Sistemas de Incentivos Sistemas de Incentivos Iniciativa i MERCA Protocolo Iniciativa Merca Medida 3 Incentivos a projectos de PME integrados em Estratégias de Valorização Económica de Base Territorial Acções de Regeneração

Leia mais

Regulamento da Faculdade de Direito Universidade Católica Portuguesa

Regulamento da Faculdade de Direito Universidade Católica Portuguesa Regulamento da Faculdade de Direito da Universidade Católica Portuguesa (Proposta aprovada por unanimidade na reunião do Conselho Científico Plenário da Faculdade de Direito realizada no dia 14 de Outubro

Leia mais

Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa. II Curso de Extensão Universitária em Direito do Desporto

Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa. II Curso de Extensão Universitária em Direito do Desporto Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa II Curso de Extensão Universitária em Direito do Desporto 2011 2012 Coordenador científico Prof. Doutor José Manuel Meirim Coordenação Prof. Doutor José

Leia mais

Revista de Imprensa. 10 - Jornal de Cascais, 10-02-2009, Educação e sensibilização ambiental para os alunos de Cascais

Revista de Imprensa. 10 - Jornal de Cascais, 10-02-2009, Educação e sensibilização ambiental para os alunos de Cascais Revista de Imprensa Agenda 21 1 - Jornal de Cascais, 10-02-2009, Educação e sensibilização ambiental para os alunos de Cascais 2 - Jornal da Costa do Sol, 05-02-2009, Ambiente de Cascais chegou a Seia

Leia mais

Dados Pessoais. Contactos profissionais: joaomiranda@fd.ul.pt jmiranda@falm.pt

Dados Pessoais. Contactos profissionais: joaomiranda@fd.ul.pt jmiranda@falm.pt I Dados Pessoais JOÃO PEDRO OLIVEIRA DE MIRANDA Nascido a 28 de Agosto de 1972 Natural de Lisboa Contactos profissionais: joaomiranda@fd.ul.pt jmiranda@falm.pt 1 II Dados Curriculares 1. Ocupações actuais

Leia mais

INFORMAÇÃO PESSOAL FORMAÇÃO ACADÉMICA JOÃO MIGUEL ALCOBIO CURVACHO 1. ESQ, 2300 TMR. jcurvacho@hotmail.com / joao.curvacho@ipt.pt.

INFORMAÇÃO PESSOAL FORMAÇÃO ACADÉMICA JOÃO MIGUEL ALCOBIO CURVACHO 1. ESQ, 2300 TMR. jcurvacho@hotmail.com / joao.curvacho@ipt.pt. C U R R I C U L U M V I T A E INFORMAÇÃO PESSOAL Nome JOÃO MIGUEL ALCOBIO CURVACHO Correio electrónico Morada RUA JOSÉ RELVAS Nº. 532 A 538, 2090-106 ALPIARÇA/RUA PAULO OLIVEIRA N.º 44 1. ESQ, 2300 TMR

Leia mais

PROGRAMA DIREITO DA ECONOMIA 3.º Ano

PROGRAMA DIREITO DA ECONOMIA 3.º Ano Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa (FDL) Ano lectivo 2014-2015 Introdução PROGRAMA DIREITO DA ECONOMIA 3.º Ano Professor Doutor Nuno Cunha Rodrigues DIREITO DA ECONOMIA PROGRAMA Setembro 2014

Leia mais

REGULAMENTO DO CURSO DE PREPARAÇÃO PARA REVISORES OFICIAIS DE CONTAS

REGULAMENTO DO CURSO DE PREPARAÇÃO PARA REVISORES OFICIAIS DE CONTAS REGULAMENTO DO CURSO DE PREPARAÇÃO PARA REVISORES OFICIAIS DE CONTAS PREÂMBULO Na sequência da transposição para o ordenamento jurídico nacional da Directiva n.º 2006/43/CE, do Parlamento Europeu e do

Leia mais

ACORDO DE COOPERAÇÃO PROGRAMA DA REDE NACIONAL DE BIBLIOTECAS ESCOLARES. Preâmbulo

ACORDO DE COOPERAÇÃO PROGRAMA DA REDE NACIONAL DE BIBLIOTECAS ESCOLARES. Preâmbulo ACORDO DE COOPERAÇÃO PROGRAMA DA REDE NACIONAL DE BIBLIOTECAS ESCOLARES Preâmbulo Considerando a criação e o desenvolvimento de uma Rede de Bibliotecas Escolares, assumida como política articulada entre

Leia mais

CURRICULUM VITAE JOÃO MARTINS CLARO

CURRICULUM VITAE JOÃO MARTINS CLARO CURRICULUM VITAE JOÃO MARTINS CLARO I - QUALIFICAÇÕES ACADÉMICAS 1. Licenciado em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa em 1976, com a classificação final de 15 valores. 2. Pós-graduado

Leia mais

Missão: Melhorar a qualidade de vida dos munícipes e promover a modernização administrativa com vista à aproximação dos serviços aos cidadãos.

Missão: Melhorar a qualidade de vida dos munícipes e promover a modernização administrativa com vista à aproximação dos serviços aos cidadãos. OBJECTIVOS DAS UNIDADES ORGÂNICAS - 2011 MUNICÍPIO DA MARINHA GRANDE UNIDADE ORGÂNICA: Divisão de Cooperação, Comunicação e Modernização Missão: Melhorar a qualidade de vida dos munícipes e promover a

Leia mais

PLANO DE ACÇÃO E ORÇAMENTO PARA 2008

PLANO DE ACÇÃO E ORÇAMENTO PARA 2008 PLANO DE ACÇÃO E ORÇAMENTO PARA 2008 O ano de 2008 é marcado, em termos internacionais, pela comemoração dos vinte anos do Movimento Internacional de Cidades Saudáveis. Esta efeméride terá lugar em Zagreb,

Leia mais

Regulamento do Conselho Municipal de Juventude. de S. João da Madeira. Artigo 1º. Definição. Artigo 2º. Objecto. Artigo 3º.

Regulamento do Conselho Municipal de Juventude. de S. João da Madeira. Artigo 1º. Definição. Artigo 2º. Objecto. Artigo 3º. Regulamento do Conselho Municipal de Juventude de S. João da Madeira Artigo 1º Definição O Conselho Municipal de Juventude é o órgão consultivo do município sobre matérias relacionadas com a política de

Leia mais

O e-gov em Portugal. Fórum Vale do Minho Digital Melgaço 30 de Setembro de 2008

O e-gov em Portugal. Fórum Vale do Minho Digital Melgaço 30 de Setembro de 2008 O e-gov em Portugal Fórum Vale do Minho Digital Melgaço 30 de Setembro de 2008 O Plano Tecnológico é uma estratégia de mudança da base competitiva através do conhecimento, tecnologia e inovação 2 Conhecimento

Leia mais

ORÇAMENTO 2015 - RESUMO

ORÇAMENTO 2015 - RESUMO ORÇAMENTO 2015 ORÇAMENTO 2015 - RESUMO ORÇAMENTO 2015 - RESUMO Re-Investimento Resultados 1. CUSTOS DE ESTRUTURA 166.440,00 180.000,00-13.560,00 1. 1. Pessoal 105.840,00 1. 2. Instalações 14.980,00 1.

Leia mais

5948 DIÁRIO DA REPÚBLICA. Decreto Presidencial n.º 232/12 de 4 de Dezembro. administrativa das actividades do Ministério,

5948 DIÁRIO DA REPÚBLICA. Decreto Presidencial n.º 232/12 de 4 de Dezembro. administrativa das actividades do Ministério, 5948 DIÁRIO DA REPÚBLICA Decreto Presidencial n.º 232/12 de 4 de Dezembro Havendo necessidade de se dotar o Ministério do Urbanismo e Habitação do respectivo Estatuto Orgânico, na sequência da aprovação

Leia mais

PAZ, FRAGILIDADE E SEGURANÇA A AGENDA PÓS-2015 E OS DESAFIOS À CPLP

PAZ, FRAGILIDADE E SEGURANÇA A AGENDA PÓS-2015 E OS DESAFIOS À CPLP PAZ, FRAGILIDADE E SEGURANÇA A AGENDA PÓS-2015 E OS DESAFIOS À CPLP 7 Maio 10 Horas NÚCLEO DE ESTUDANTES DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS ORGANIZAÇÃO: COM A PARTICIPAÇÃO: Paz, Fragilidade e Segurança A A G E

Leia mais

Rotary Clube de S. João da Madeira Câmara Municipal de S. João da Madeira SOLIDARIEDADE a) Localização do Salão b) Comité Organizador

Rotary Clube de S. João da Madeira Câmara Municipal de S. João da Madeira SOLIDARIEDADE a) Localização do Salão b) Comité Organizador II SALÃO INTERNACIONAL DE ARTES PLÁSTICAS 2009 18 a 31 de Abril de 2009 S. JOÃO DA MADEIRA 1 A organização deste Salão Internacional de Artes Plásticas de S. João da Madeira, é da responsabilidade do Rotary

Leia mais

NEWSLETTER Nº 9 SETEMBRO CONHECIMENTO INOVAÇÃO CRIATIVIDADE EFICIÊNCIA VALOR POTENCIAMOS O VALOR DAS ORGANIZAÇÕES

NEWSLETTER Nº 9 SETEMBRO CONHECIMENTO INOVAÇÃO CRIATIVIDADE EFICIÊNCIA VALOR POTENCIAMOS O VALOR DAS ORGANIZAÇÕES NEWSLETTER Nº 9 SETEMBRO CONHECIMENTO INOVAÇÃO CRIATIVIDADE EFICIÊNCIA VALOR POTENCIAMOS O VALOR DAS ORGANIZAÇÕES O Novo Regime Jurídico do Sector Empresarial Local O novo regime jurídico do sector empresarial

Leia mais

Conferência Espaço de Arquitectura 2010

Conferência Espaço de Arquitectura 2010 Nota Introdutória: O tema da reabilitação urbana é um dos tópicos centrais da análise actual sobre Planeamento e Urbanismo e uma janela aberta para encontrar soluções na recuperação dos centros históricos

Leia mais

Projectos de Diplomas Ponto da Situação?

Projectos de Diplomas Ponto da Situação? Projectos de Diplomas Ponto da Situação? Lisboa 15 de Maio de 2006 João Rodrigues Missão para os Cuidados de Saúde Primários À MCSP foi entregue o mandato de: coordenar e apoiar tecnicamente o processo

Leia mais

O Projeto Casa Brasil de inclusão digital e social

O Projeto Casa Brasil de inclusão digital e social II Fórum de Informação em Saúde IV Encontro da Rede BiblioSUS O Projeto Casa Brasil de inclusão digital e social Maria de Fátima Ramos Brandão Outubro/2007 1 Apresentação O Projeto Casa Brasil Modelos

Leia mais

NOTA CURRICULAR. Fundadora e membro da Direcção do ICA Instituto de Conciliação e Arbitragem (1990/2005).

NOTA CURRICULAR. Fundadora e membro da Direcção do ICA Instituto de Conciliação e Arbitragem (1990/2005). NOTA CURRICULAR Iva Carla Vieira Angolana Advogada Foi Directora Técnica de uma IPSS, com escopo Assistencial de Menores, entre 1977 e1984. No âmbito da Formação Profissional, exerceu o cargo de membro

Leia mais

REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE JUVENTUDE DE TRANCOSO

REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE JUVENTUDE DE TRANCOSO REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE JUVENTUDE DE TRANCOSO ÍNDICE Regulamento do Conselho Municipal de Juventude de Trancoso... 1 Preâmbulo... 1 CAPÍTULO I... 2 Parte Geral... 2 Artigo 1º... 2 Lei Habilitante

Leia mais

Plataforma de Formação e Discussão para a Promoção do Emprego Qualificado Porto, julho2012

Plataforma de Formação e Discussão para a Promoção do Emprego Qualificado Porto, julho2012 Plataforma de Formação e Discussão para a Promoção do Emprego Qualificado Porto, julho2012 Enquadramento As sucessivas e dependentes crises financeiras - do subprime e das dívidas soberanas - têm levado

Leia mais

II. COMISSÃO NACIONAL DE ELEIÇÕES

II. COMISSÃO NACIONAL DE ELEIÇÕES 7 0 * ATA N. 116/XIV Teve lugar no dia um de outubro de dois mil e treze, a reunião número cento e dezasseis da Comissão Nacional de Eleições, na sala de reuniões sita na D. Carlos 1, n. 128 andar, em

Leia mais

Respostas aos pedidos de esclarecimento Cloud Habitar Portugal 2012 14

Respostas aos pedidos de esclarecimento Cloud Habitar Portugal 2012 14 Respostas aos pedidos de esclarecimento Cloud Habitar Portugal 2012 14 1/5 Organização Patrocínios Parceiros institucionais 10.07.2015 2/5 1 É possível obter o contacto directo de alguém nas empresas patrocinadoras

Leia mais

CURRICULUM VITAE. A - Identificação, habilitações, profissão e actividades na área do Direito. Participação: colóquios; encontros; cursos; seminários.

CURRICULUM VITAE. A - Identificação, habilitações, profissão e actividades na área do Direito. Participação: colóquios; encontros; cursos; seminários. CURRICULUM VITAE A - Identificação, habilitações, profissão e actividades na área do Direito Nome: GUILHERME COELHO DOS SANTOS FIGUEIREDO. Naturalidade: FREGUESIA DE MASSARELOS, CONCELHO DO PORTO. Data

Leia mais

Desafios Tecnológicos do Novo Código dos Contratos Públicos

Desafios Tecnológicos do Novo Código dos Contratos Públicos As Compras Como Fonte de Inovação e Valorização Impactos Apresentação da nova Corporativa legislação Confidencial Desafios Tecnológicos do Novo Código dos Contratos Públicos Miguel Sobral Administrador

Leia mais

VICE-PRESIDÊNCIA DO GOVERNO REGIONAL, S.R. DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE SOCIAL Despacho n.º 492/2009 de 28 de Abril de 2009

VICE-PRESIDÊNCIA DO GOVERNO REGIONAL, S.R. DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE SOCIAL Despacho n.º 492/2009 de 28 de Abril de 2009 VICE-PRESIDÊNCIA DO GOVERNO REGIONAL, S.R. DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE SOCIAL Despacho n.º 492/2009 de 28 de Abril de 2009 O Decreto Regulamentar n.º 84-A/2007, de 10 de Dezembro, estabeleceu o enquadramento

Leia mais

CURSO GESTÃO DA MOBILIDADE E DESLOCAÇÕES

CURSO GESTÃO DA MOBILIDADE E DESLOCAÇÕES CURSO GESTÃO DA MOBILIDADE E DESLOCAÇÕES NAS EMPRESAS PLANEAR PARA A REDUÇÃO DE CUSTOS E OPTIMIZAÇÃO DE SOLUÇÕES 19 e 20 Fevereiro 2013 Auditório dos CTT- Correios de Portugal Lisboa Horário Laboral: 09h30

Leia mais

CURRICULUM VITAE AGOSTINHO CORREIA BRANQUINHO

CURRICULUM VITAE AGOSTINHO CORREIA BRANQUINHO CURRICULUM VITAE AGOSTINHO CORREIA BRANQUINHO Casado (2 filhos) Casa da Música Porto 2001, SA HABILITAÇÕES ACADÉMICAS E PROFISSIONAIS (Relevantes): - Licenciatura em História pela Faculdade de Letras da

Leia mais

Decreto n.º 17/2000 Acordo entre a República Portuguesa e a República de Cuba sobre Cooperação Cultural, assinado em Havana em 8 de Julho de 1998

Decreto n.º 17/2000 Acordo entre a República Portuguesa e a República de Cuba sobre Cooperação Cultural, assinado em Havana em 8 de Julho de 1998 Decreto n.º 17/2000 Acordo entre a República Portuguesa e a República de Cuba sobre Cooperação Cultural, assinado em Havana em 8 de Julho de 1998 Nos termos da alínea c) do n.º 1 do artigo 197.º da Constituição,

Leia mais

1º FÓRUM UNIÃO DE EXPORTADORES CPLP 26 E 27 DE JUNHO DE 2015 CENTRO DE CONGRESSOS DE LISBOA. JUNTOS IREMOS LONGE www.uecplp.org

1º FÓRUM UNIÃO DE EXPORTADORES CPLP 26 E 27 DE JUNHO DE 2015 CENTRO DE CONGRESSOS DE LISBOA. JUNTOS IREMOS LONGE www.uecplp.org 1º FÓRUM UNIÃO DE EXPORTADORES CPLP 26 E 27 DE JUNHO DE 2015 CENTRO DE CONGRESSOS DE LISBOA JUNTOS IREMOS LONGE www.uecplp.org CONCEITO Realização do 1º Fórum União de Exportadores CPLP (UE-CPLP) que integra:

Leia mais

Regulamento de Atribuição do Título de Especialista Escola Superior de Educação João de Deus. na ESE João de Deus

Regulamento de Atribuição do Título de Especialista Escola Superior de Educação João de Deus. na ESE João de Deus Escola Superior de Educação João de Deus de Atribuição do Título de Especialista Escola Superior de Educação João de Deus na ESE João de Deus O Regime Jurídico das Instituições de Ensino Superior, aprovado

Leia mais

Ministério da Comunicação Social

Ministério da Comunicação Social Ministério da Comunicação Social ESTATUTO ORGÂNICO DO MINISTERIO DA COMUNICAÇÃO SOCIAL Missão 1. Ministério da Comunicação Social é o órgão do Governo encarregue de organizar e controlar a execução da

Leia mais

Nos termos da alínea c) do n.º 1 do artigo 197.º da Constituição, o Governo decreta o seguinte: Artigo único

Nos termos da alínea c) do n.º 1 do artigo 197.º da Constituição, o Governo decreta o seguinte: Artigo único Decreto n.º 13/98, de 17 de Abril Segundo Protocolo Adicional de Cooperação no Domínio da Comunicação Social entre a República Portuguesa e a República de Moçambique, assinado em Maputo aos 28 de Novembro

Leia mais

1. CARACTERIZAÇÃO DA ENTIDADE. 1.1 Identificação

1. CARACTERIZAÇÃO DA ENTIDADE. 1.1 Identificação 1. CARACTERIZAÇÃO DA ENTIDADE 1.1 Identificação Espinho é uma cidade situada no distrito de Aveiro, região Norte e subregião do Grande Porto. Segundo os censos de 2001, o concelho tem uma população residente

Leia mais

Ano Internacional das Cooperativas 2012. Seminário As Cooperativas e a Economia Social

Ano Internacional das Cooperativas 2012. Seminário As Cooperativas e a Economia Social Ano Internacional das Cooperativas 2012 Seminário As Cooperativas e a Economia Social Cooperativa das Iniciativas de Economia Solidária Origem As primeiras iniciativas de Economia Solidária surgiram nos

Leia mais

Sistema de Informação e Comunicação da Rede Social de Alcochete. Sistema de Informação e Comunicação - REDE SOCIAL DE ALCOCHETE

Sistema de Informação e Comunicação da Rede Social de Alcochete. Sistema de Informação e Comunicação - REDE SOCIAL DE ALCOCHETE . Sistema de Informação e Comunicação da Rede Social de Alcochete . Objectivos e Princípios Orientadores O Sistema de Informação e Comunicação (SIC) da Rede Social de Alcochete tem como objectivo geral

Leia mais

Ricardo Marques Candeias

Ricardo Marques Candeias CURRICULUM VITAE Ricardo Marques Candeias 1. IDENTIFICAÇÃO Nome: Ricardo Jorge Marques Candeias. Profissão: Advogado / Jurisconsulto; Docente do Instituto Politécnico de Coimbra Instituto Superior de Contabilidade

Leia mais

QUERES SER VOLUNTÁRIO(A) NO GEOTA?

QUERES SER VOLUNTÁRIO(A) NO GEOTA? INVENTARIAÇÃO DE POPULAÇÕES DE AVIFAUNA DA RESERVA NATURAL LOCAL DO PAUL DE TORNADA - Quais os objetivos da tarefa? Manter, incrementar e divulgar os valores naturais da Reserva Natural Local do Paul de

Leia mais

PROGRAMA DE COOPERAÇÃO ENTRE AS ADMINISTRAÇÕES PARLAMENTARES DA ASSEMBLEIA NACIONAL POPULAR DA REPÚBLICA DA GUINÉ BISSAU E A ASSEMBLEIA NACIONAL DA

PROGRAMA DE COOPERAÇÃO ENTRE AS ADMINISTRAÇÕES PARLAMENTARES DA ASSEMBLEIA NACIONAL POPULAR DA REPÚBLICA DA GUINÉ BISSAU E A ASSEMBLEIA NACIONAL DA REPÚBLICA DA GUINÉ-BISSAU ASSEMBLEIA NACIONAL POPULAR REPÚBLICA DE CABO VERDE ASSEMBLEIA NACIONAL PROGRAMA DE COOPERAÇÃO ENTRE AS ADMINISTRAÇÕES PARLAMENTARES DA ASSEMBLEIA NACIONAL POPULAR DA REPÚBLICA

Leia mais

III ASSEMBLEIA PARLAMENTAR DA CPLP (AP CPLP) PARLAMENTO NACIONAL DE TIMOR-LESTE. Díli, Timor-leste. 20 a 23 de Setembro de 2011

III ASSEMBLEIA PARLAMENTAR DA CPLP (AP CPLP) PARLAMENTO NACIONAL DE TIMOR-LESTE. Díli, Timor-leste. 20 a 23 de Setembro de 2011 III ASSEMBLEIA PARLAMENTAR DA CPLP (AP CPLP) PARLAMENTO NACIONAL DE TIMOR-LESTE Díli, Timor-leste 20 a 23 de Setembro de 2011 1 Enquadramento Teve lugar, em Díli (República Democrática de Timor - Leste),

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2009

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2009 RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2009 1. Introdução A Rede de Língua Portuguesa de Avaliação de Impactos (REDE) é um projeto da APAI Associação Portuguesa de Avaliação de Impactes, única filiada de língua

Leia mais

I CURSO PÓS-GRADUADO DE APERFEIÇOAMENTO EM DIREITO DO URBANISMO E DA CONSTRUÇÃO

I CURSO PÓS-GRADUADO DE APERFEIÇOAMENTO EM DIREITO DO URBANISMO E DA CONSTRUÇÃO I CURSO PÓS-GRADUADO DE APERFEIÇOAMENTO EM DIREITO DO URBANISMO E DA CONSTRUÇÃO Coordenação Científica: Prof. Doutor Marcelo Rebelo de Sousa, Prof. Doutora Carla Amado Gomes, Prof. Doutor João Miranda

Leia mais

C U R R I C U L U M V I T A E

C U R R I C U L U M V I T A E C U R R I C U L U M V I T A E INFORMAÇÃO PESSOAL Nome GONÇALVES, RUI MANUEL DA SILVA Morada (1) TRAVESSA DA SANTA QUITÉRIA, 32 3º 1250-212 LISBOA Morada (2) RUA FERNANDO NAMORA, 147 3º DTº, 4425-651 MAIA

Leia mais

XX CONGRESSO ENGENHARIA 2020 UMA ESTRATÉGIA PARA PORTUGAL 17 a 19 de outubro de 2014 ALFÂNDEGA DO PORTO

XX CONGRESSO ENGENHARIA 2020 UMA ESTRATÉGIA PARA PORTUGAL 17 a 19 de outubro de 2014 ALFÂNDEGA DO PORTO XX CONGRESSO ENGENHARIA 2020 UMA ESTRATÉGIA PARA PORTUGAL 17 a 19 de outubro de 2014 ALFÂNDEGA DO PORTO 18 de outubro de 2014 / Carlos Matias Ramos A LEI N.º 2/2013 BASES DA PROPOSTA ASPETOS MAIS RELEVANTES

Leia mais

Workshop Regional de Disseminação do Pacote da Mobilidade

Workshop Regional de Disseminação do Pacote da Mobilidade Workshop Regional de Disseminação do Pacote da Mobilidade Évora, Universidade de Évora, 24 de Abril de 2012 Programa Preliminar Tema Intervenientes 9h30 Receção aos Participantes 9h45 Boas Vindas e Abertura

Leia mais

REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE JUVENTUDE DE SOBRAL DE MONTE AGRAÇO

REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE JUVENTUDE DE SOBRAL DE MONTE AGRAÇO REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE JUVENTUDE DE SOBRAL DE MONTE AGRAÇO Reunião de Câmara: Reunião da Assembleia: Entrada em vigor: CAPITULO I Disposições Gerais Artigo 1.º Lei Habilitante O presente

Leia mais

Sistema de Incentivos

Sistema de Incentivos Sistema de Incentivos Qualificação e Internacionalização de PME amrconsult 13 de Maio de 2010 1 Agenda 1 Enquadramento 2 Condições de elegibilidade 3 Despesas elegíveis 4 Incentivo 2 1 Enquadramento 3

Leia mais

Bashen Agro Consultoria e sistemas de gestão AgroPecuária

Bashen Agro Consultoria e sistemas de gestão AgroPecuária Abril de 2008 Bashen Agro Consultoria e sistemas de gestão AgroPecuária 1 Bashen Agro Um projecto Consultoria e sistemas de gestão AgroPecuária Parceria FZ AGROGESTÃO Consultoria em Meio Rural, Lda Av.

Leia mais

Ao abrigo do disposto nos artigos 7.º e 26.º do Decreto-Lei n.º 211/2004, de 20 de Agosto:

Ao abrigo do disposto nos artigos 7.º e 26.º do Decreto-Lei n.º 211/2004, de 20 de Agosto: Legislação Portaria n.º 1326/2004, de 19 de Outubro Publicada no D.R. n.º 246, I Série-B, de 19 de Outubro de 2004 SUMÁRIO: Define a avaliação da capacidade profissional, bem como os critérios de adequação

Leia mais

CURSO PÓS-GRADUADO DE ACTUALIZAÇÃO SOBRE DIREITO E GESTÃO DO TURISMO

CURSO PÓS-GRADUADO DE ACTUALIZAÇÃO SOBRE DIREITO E GESTÃO DO TURISMO CURSO PÓS-GRADUADO DE ACTUALIZAÇÃO SOBRE DIREITO E GESTÃO DO TURISMO Coordenação científica: Prof. Doutor Claudio Monteiro / Prof. Doutor João Miranda Dra. Cristina Siza Vieira / Dra. Ana Mendes Godinho

Leia mais

NCE/09/01302 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos

NCE/09/01302 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos NCE/09/01302 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos Caracterização do pedido Perguntas 1 a 7 1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: Universidade De Aveiro 1.a. Descrição

Leia mais

DOSSIER II EDIÇÃO DO CURSO DE EMPREENDEDORISMO E CRIAÇÃO DE EMPRESAS. 4 de Maio a 12 de Outubro

DOSSIER II EDIÇÃO DO CURSO DE EMPREENDEDORISMO E CRIAÇÃO DE EMPRESAS. 4 de Maio a 12 de Outubro DOSSIER II EDIÇÃO DO CURSO DE EMPREENDEDORISMO E CRIAÇÃO DE EMPRESAS 4 de Maio a 12 de Outubro Índice 1. Denominação 2. Objectivos 3. Destinatários 4. Avaliação 5. Conteúdo Programático 6. Programa indicativo

Leia mais