REGULAMENTO DA 1ª FEIRA DE CIÊNCIAS DO COLÉGIO ESTUAL JARDIM PORTO ALEGRE

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "REGULAMENTO DA 1ª FEIRA DE CIÊNCIAS DO COLÉGIO ESTUAL JARDIM PORTO ALEGRE"

Transcrição

1 Colégio Estadual Jardim Porto Alegre - Ensino Fundamental, Médio e Profissional Rua Paraná, 299,Jardim Porto Alegre - Toledo-PR Telefone: (45) REGULAMENTO DA 1ª FEIRA DE CIÊNCIAS DO COLÉGIO ESTUAL JARDIM PORTO ALEGRE Para a realização da 1ª Feira de Ciências e Tecnologia foi definido o tema O Mundo Mágico da Ciência em Busca da Inovação para que os alunos desenvolvam seus trabalhos. Os trabalhos poderão envolver conteúdos de ciências e tecnologia e de questões relativas ao planeta e à sustentabilidade. Sendo que os trabalhos deverão apresentar proposta visando a inovação do conhecimento já produzido. Outros assuntos correlacionados ao tema poderão ser abordados, desde que contemplem a relação entre tecnologia e ciência. 1. OBJETIVO 1.1. A presente Feira de Ciências e Tecnologia tem como meta incentivar a atividade científica, através da elaboração e execução de projetos científicos, auxiliando assim os alunos na construção do conhecimento e o despertar para vocações. 2. COMISSÃO ORGANIZADORA 2.1. A Comissão de avaliação/organização dos projetos expostos será constituída por direção, funcionários, professores, estudantes, e ainda, representantes da comunidade externa, a convite do comitê organizador. 3. MODALIDADES 3.1. Trabalhos práticos/ experimentos; 3.2. Moda reciclável/ Roupas confeccionadas a partir de material reciclável; 3.3. Outro (música, paródia, poesia); 4. ÁREAS 4.1. Os projetos deverão atender as áreas de conhecimento conforme segue: I - das ciências exatas compreende-se: a matemática, a geometria, a física, a química, a astronomia, a gestão e a ciências da computação; II - das ciências humanas compreende-se: letras, literatura, sociologia, filosofia, antropologia, arqueologia, história geografia, psicologia, educação, ciência política e artes; III - das ciências da saúde compreende-se: a medicina em geral, farmácia, nutrição, fisioterapia, terapia ocupacional e educação física; IV - das ciências biológica compreende-se: biologia em geral, genética, botânica, zoologia, ecologia, morfologia, fisiologia, bioquímica, farmacologia, microbiologia e parasitologia; V - das ciências agrárias compreende-se: agronomia, recursos florestais, engenharia florestal, engenharia agrícola, zootecnia, medicina veterinária, recursos pesqueiros e engenharia da pesca, ciências e tecnologia de alimentos;

2 VI - das engenharias compreende-se: a eletrônica, eletrotécnica, mecânica química, civil, de minas, de materiais, metalúrgica, sanitária, de produção, nuclear, transporte, naval, oceânica, aeroespacial e biomédica; 5. COMPOSIÇÃO DOS GRUPOS 5.1. As equipes deverão ser formadas por alunos da instituição, podendo ter em sua composição alunos de séries variadas, englobando desde o 6º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio regular e todo o ensino técnico (integrado ou subsequente) Os participantes deverão organizar-se em equipes compostas especificamente por alunos do Colégio Estadual Jardim Porto Alegre Cada equipe deverá possuir no máximo 4 (quatro) integrantes, sendo que cada grupo poderá inscrever um único projeto Para a modalidade de Moda Sustentável, obrigatoriamente deverão ser inscritos dois participantes para o desfile Cada equipe deverá indicar de 2 (dois) a 4 (quatro) professores para possível orientação do projeto, dos quais 1 (um) será selecionado pela comissão organizadora Cada equipe fará a contribuição de R$ 4,00 (quatro), que deverá ser entregue no ato da inscrição. 6. INSCRIÇÃO 6.1. A ficha de inscrição pode ser retirada na biblioteca e deverá ser entregue preenchida corretamente na mesma A inscrição deve conter o nome completo dos participantes, assim como suas respectivas turmas e números de chamada. Projetos entregues sem título serão desclassificados A ficha de inscrição deverá ser entregue no período de 23/09 a 09/10/2015 na biblioteca do colégio, em qualquer turno, de segunda a sexta-feira A elaboração do projeto é de inteira responsabilidade do grupo. Entretanto, caso existam dúvidas, elas poderão ser esclarecidas com os professores do colégio que tenham conhecimento na área do projeto Havendo 02 (dois) ou mais projetos com a mesma linha de pesquisa, será aceito o primeiro a ser apresentado enquanto os demais serão devolvidos e deverão ser refeitos; No caso de ser entregues no mesmo dia, será classificado o que estiver melhor elaborado segundo os padrões exigidos na ficha de inscrição Os materiais necessários para a realização do experimento, bem como recursos (energia, fogo, vidraria, etc), devem estar especificados na ficha de inscrição, caso contrário pode não haver disponibilidade no dia da realização da feira. 7. PROJETOS 7.1 O projeto de pesquisa, deverá ser elaborado conforme anexo O Relatório de Pesquisa é o Pré-Trabalho de Pesquisa que deve ser elaborado de forma sintética e entregue ao orientador até a data estipulada neste edital; 8. PROIBIÇÕES 8.1. É terminantemente proibido na ocasião da 1ª Feira de Ciências e Tecnologia:

3 Toda e qualquer atividade que possa pôr em risco a integridade física ou moral das pessoas, do espaço físico e do patrimônio da Instituição O uso de barracas, tendas, lonas, TNT, divisórias e qualquer outro equipamento ou utensílio que comprometa o espaço pré-estabelecido pela comissão organizadora O uso de todo e qualquer tipo de som nos estandes, bem como o consumo de qualquer bebida ou alimento durante as apresentações O uso de roupas curtas e ou decotes, (shorts, saias, miniblusas, etc). Será obrigatório o uso do uniforme escolar ou camisetas de projetos do colégio É obrigatório o uso de equipamentos de proteção (jaleco, óculos, calça comprida, calçado fechado, cabelo preso, etc) para alunos que realizarem práticas com produtos químicos Será proibida a exposição no estande de: organismos vivos; espécimes (ou partes) dissecados; animais vertebrados ou invertebrados; órgãos ou membros de animais/humanos; substâncias tóxicas ou de uso controlado; colocação em marcha de motores ou similares; materiais cortantes (seringas, agulhas, vidros que possam provocar ferimentos); fotografias ou quaisquer outras formas de apresentação visual que possam chocar o público (técnicas cirúrgicas, dissecação, necropsia ou outras técnicas similares); aparelhos de áudio que não façam parte do projeto; quaisquer sistemas que produzam som maior do que 80 db (decibéis); sistemas que produzam sons contínuos ou trilhas musicais que não sejam indispensáveis à apresentação e compreensão do projeto; A utilização de materiais não recicláveis deve ser reduzida, materiais como isopor só serão permitidos caso não houver um substituto; Qualquer proibição acima citada que for cometida no processo de montagem dos projetos bem como no transcorrer da 1ª Feira de Ciências e Tecnologia será punida com a DESCLASSIFICAÇÃO automática do grupo causador do ato de infração, bem como a exigência da desmontagem imediata de seu projeto. A mesma regra também desabilita o direito à pontuação nas disciplinas para o(s) aluno(s) infrator(es). Parágrafo Único: Caso seja compreendido pela comissão organizadora do evento, coordenação ou direção da escola, que a infração realizada pelo aluno ou grupo seja considerada grave, os principais responsáveis se colocam no direito de suspender o(s) infrator(es) de acordo com as regras escolares vigentes. 9. EXECUÇÃO DO PROJETO 9.1. Cada equipe contará com um espaço de 2,00m x 2,00m e serão disponibilizadas carteiras padrão para cada grupo para a montagem de seu trabalho. Parágrafo Único: Caso haja necessidade, o espaço físico poderá ser reduzido de acordo com o número de trabalhos inscritos e aprovados Todo e qualquer material a ser utilizado pela equipe para a realização de sua apresentação será de inteira responsabilidade do grupo A escola não fará o empréstimo de nenhum material não laboratorial para a execução dos trabalhos.

4 9.4. Será de inteira responsabilidade das equipes todo e qualquer objeto ou equipamento que trouxerem para apresentação de seus trabalhos, tais como TV, vídeo, DVD, computadores, entre outros Cada grupo será responsável pela montagem e desmontagem de seus trabalhos, devendo cumprir rigorosamente o calendário estipulado pela Comissão Organizadora do evento para cada acontecimento, sob pena de perda de pontos A participação dos pais/responsáveis se limitará á montagem e desmontagem dos estantes, sendo terminantemente proibida a participação durante as apresentações. 10. AVALIAÇÃO A avaliação ocorrerá durante a apresentação dos trabalhos, sendo levados em conta todos os aspectos exigidos no projeto, que são: conhecimento científico, relevância social, alcance dos objetivos, participação de todos os componentes da equipe, aspecto visual do trabalho, exposição oral e organização geral, limpeza e a organização do local da exposição Será desclassificado o grupo que desobedecer às normas pré-estabelecidas nesse regulamento e que tiver problemas de comportamento durante a 1ª Feira de Ciências e Tecnologia A nota será calculada realizando a média das notas de cada avaliador. O peso da avaliação será de 0 a 30. A nota será validada para o 4º bimestre em todas as disciplinas Os critérios adotados pela Comissão de Avaliação para o julgamento e classificação dos trabalhos de pesquisa serão os seguintes itens: criatividade e inovação, a aplicação do método científico ou método de engenharia, profundidade e clareza, apresentação oral, trabalho em equipe, relevância social, empreendedorismo, organização e invenção. I - Durante a exposição dos trabalhos na Feira, será avaliado o Diário de Campo (registro cronológico do trabalho), a execução e construção do projeto, a apresentação oral dos estudantes e o desempenho durante a entrevista realizada pelos avaliadores; II Os avaliadores analisarão também eventuais materiais complementares (opcionais) expostos pelos estudantes como vídeos, fotografias, modelos, maquetes, experimentos, etc. A apresentação de materiais complementares deverá seguir as normas éticas e de segurança da feira e respeitar o espaço destinado a cada equipe O grupo deverá entregar o projeto escrito para o orientador até dia 12/10/2015 para avaliação do projeto, caso não atenda aos requisitos da feira será devolvido e deverá ser entregue corrigido até o dia 23/10/ PREMIAÇÃO Os 5 (cinco) melhores trabalhos e o melhor diário de campo ou diário de bordo ganharão medalhas. 12. APRESENTAÇÃO DOS TRABALHOS A exposição dos trabalhos para o público em geral será realizada nos dias 30/10/2015 das 19h às 22h e no dia 31/10/2015 das 08h às 11h, das 14h às 17h Todos os integrantes da equipe devem estar presentes na apresentação, sendo descontados pontos dos grupos nos quais houverem membros ausentes.

5 12.3. Os alunos expositores deverão montar seu estande no dia 30/10/2015 fora do horário de aula, estando automaticamente desclassificados os que não montarem nesse período Nos dias da exposição, os alunos deverão estar no local com 30 minutos (trinta) de antecedência Ao final da apresentação, é de responsabilidade da equipe a desmontagem, deixando o espaço limpo, sob pena de desclassificação. 13. DISPOSIÇÕES GERAIS Caso ocorra algum fato que não esteja descrito nesse regulamento, será estudado pela comissão organizadora Este edital entra em vigor na presente data. Toledo, 22 de setembro de 2015 Rubens Bragagnollo Diretor Salete Polônia Borilli Diretora Auxiliar

Projetos de Extensão. Prof. Msc. Marcílio Meira <marcilio.meira@ifrn.edu.br> Informátic ca

Projetos de Extensão. Prof. Msc. Marcílio Meira <marcilio.meira@ifrn.edu.br> Informátic ca Extensão Projetos de Extensão Prof. Msc. Marcílio Meira Informátic ca Objetivos da aula a. Compreender o que é um Projeto de Extensão, e seus objetivos; b Aprender como se

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ANÁPOLIS SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA

PREFEITURA MUNICIPAL DE ANÁPOLIS SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA PREFEITURA MUNICIPAL DE ANÁPOLIS SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA REGIMENTO PARA PARTICIPAR DA FEIRA DE CIÊNCIAS N.º 001/2011 PREFEITURA MUNICIPAL DE ANÁPOLIS SECRETARIA MUNICIPAL DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA

Leia mais

IV Mostra de Iniciação Científica no Pantanal

IV Mostra de Iniciação Científica no Pantanal A IV MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA NO PANTANAL organizada pelo Centro de Educação e Investigação em Ciências e Matemática (CEICIM) e coordenada pelos docentes do Departamento de Matemática da Universidade

Leia mais

Universidade Federal de Mato Grosso do Sul UFMS Instituto de Química IQ Grupo Arandú de Tecnologia e Ensino de Ciências GATEC

Universidade Federal de Mato Grosso do Sul UFMS Instituto de Química IQ Grupo Arandú de Tecnologia e Ensino de Ciências GATEC V Feira de Tecnologia Engenharia e Ciência de Mato Grosso do Sul [FETECMS] IV Feira de Tecnologia, Ciência e Criatividade do Ensino Fundamental de Mato Grosso do Sul [FETECCMS-JR] II Exposição de Projetos

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO RESUMO A SER PUBLICADO NOS ANAIS DO 22º ENCONTRO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA PUC-SP 2013 MODELO DE RESUMO

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO RESUMO A SER PUBLICADO NOS ANAIS DO 22º ENCONTRO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA PUC-SP 2013 MODELO DE RESUMO MODELO DE RESUMO 8.00.00.00-2 LINGÜÍSTICA, LETRAS E ARTES (grande área) 8.02.00.00-1 LETRAS (área da pesquisa e não curso do aluno) TÍTULO DO PROJETO OU DO PLANO DE TRABALHO DO ALUNO/BOLSISTA NOME... ORIENTADOR(A)

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO RESUMO A SER PUBLICADO NOS ANAIS DO 21º ENCONTRO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA PUC-SP 2012

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO RESUMO A SER PUBLICADO NOS ANAIS DO 21º ENCONTRO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA PUC-SP 2012 O texto deve ser conciso e ocupar no máximo 20 linhas, em um único parágrafo; utilizar linguagem objetiva, evitando frases inteiras do texto original (expressar apenas a idéia principal e não transcrevê-la);

Leia mais

REGULAMENTO DA I FEIRA DE CIÊNCIAS E MOSTRA CIENTÍFICA DE SERRA TALHADA: UM SALTO PARA A CIÊNCIA NO SERTÃO DO PAJEÚ

REGULAMENTO DA I FEIRA DE CIÊNCIAS E MOSTRA CIENTÍFICA DE SERRA TALHADA: UM SALTO PARA A CIÊNCIA NO SERTÃO DO PAJEÚ REGULAMENTO DA I FEIRA DE CIÊNCIAS E MOSTRA CIENTÍFICA DE SERRA TALHADA: UM SALTO PARA A CIÊNCIA NO SERTÃO DO PAJEÚ Poderão participar da I Feira de Ciências e Mostra Científica de Serra Talhada estudantes

Leia mais

1. DADOS DO(S) ESTUDANTE(S)

1. DADOS DO(S) ESTUDANTE(S) Este formulário é válido apenas para projetos submetidos através do correio. Visite o nosso site www.lsi.usp.br/febrace para submeter o projeto eletronicamente. A FEBRACE não recebe projetos submetidos

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL Tabela com as Áreas de Conhecimentos relativas à Educação Formal, com relação DIRETA aos Ambientes Organizacionais (Decreto 5.824/2006 de 29 de Junho de 2006 - ANEXO III) ADMINISTRATIVO INFRA-ESTRUTURA

Leia mais

REGULAMENTO DA FEIRA DE CIÊNCIAS & INOVAÇÃO DO MCT-PUCRS EDIÇÃO 2015

REGULAMENTO DA FEIRA DE CIÊNCIAS & INOVAÇÃO DO MCT-PUCRS EDIÇÃO 2015 REGULAMENTO DA FEIRA DE CIÊNCIAS & INOVAÇÃO DO MCT-PUCRS EDIÇÃO 2015 Poderão participar da Feira de Ciências & Inovação do MCT-PUCRS, estudantes e professores(as) do Ensino Fundamental (5ª a 8ª Séries

Leia mais

REGULAMENTO DA III MOSTRA DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO IFES CAMPUS GUARAPARI

REGULAMENTO DA III MOSTRA DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO IFES CAMPUS GUARAPARI REGULAMENTO DA III MOSTRA DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO IFES CAMPUS GUARAPARI Poderão participar da III Mostra de Ciência, Tecnologia e Inovação do IFES campus Guarapari estudantes e professores(as)

Leia mais

PORTARIA Nº 9, DE 29 DE JUNHO DE 2006

PORTARIA Nº 9, DE 29 DE JUNHO DE 2006 PORTARIA Nº 9, DE 29 DE JUNHO DE 2006 O MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso de sua competência e em conformidade com o estabelecido no 1o- do art 10, da Lei no- 11.091, de 12 de janeiro de 2005, resolve:

Leia mais

Anexo C Cursos de capacitação que não sejam de educação formal

Anexo C Cursos de capacitação que não sejam de educação formal Anexo C Cursos de capacitação que não sejam de educação formal Para todos os ambientes organizacionais para todos os servidores, independentemente do ambiente organizacional: Administração pública Estado,

Leia mais

Lançamento da Chamada Pública e adesão das escolas 13/03 a 03/06/2015

Lançamento da Chamada Pública e adesão das escolas 13/03 a 03/06/2015 CHAMADA PÚBLICA Nº 02/2015 PARA REALIZAÇÃO DE FEIRAS ESCOLARES DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA, E SUBMISSÃO DE PROJETOS À 5ª FEIRA DE CIÊNCIAS DA BAHIA E 10ª FEIRA BAIANA DE MATEMÁTICA A Secretaria da Educação

Leia mais

6ª BENTOTEC: Feira Cultural e Tecnológica. Etapas. Entrega do regulamento e modelo de projeto para todos os alunos 31 de março

6ª BENTOTEC: Feira Cultural e Tecnológica. Etapas. Entrega do regulamento e modelo de projeto para todos os alunos 31 de março 6ª BENTOTEC: Feira Cultural e Tecnológica Regulamento Etapas Entrega do regulamento e modelo de projeto para todos os alunos 31 de março Entrega dos pré-projetos para avaliação (todas as categorias) -

Leia mais

IV TALENTO CIENTÍFICO JOVEM João Pessoa/2015 REGULAMENTO IV TALENTO CIENTÍFICO JOVEM DATA: 15 A 18 DE SETEMBRO DE 2015 LOCAL: HALL DA REITORIA DA UFPB

IV TALENTO CIENTÍFICO JOVEM João Pessoa/2015 REGULAMENTO IV TALENTO CIENTÍFICO JOVEM DATA: 15 A 18 DE SETEMBRO DE 2015 LOCAL: HALL DA REITORIA DA UFPB REGULAMENTO IV TALENTO CIENTÍFICO JOVEM DATA: 15 A 18 DE SETEMBRO DE 2015 LOCAL: HALL DA REITORIA DA UFPB O IV TALENTO CIENTÍFICO JOVEM consiste na apresentação de trabalhos científicos, orientados por

Leia mais

Este regulamento se destina a normatizar os procedimentos para realização da I Feira Estadual de Ciências e Tecnologia FECETE.

Este regulamento se destina a normatizar os procedimentos para realização da I Feira Estadual de Ciências e Tecnologia FECETE. Este regulamento se destina a normatizar os procedimentos para realização da I Feira Estadual de Ciências e Tecnologia FECETE. A FECETE está prevista para ser realizada nos dias 07, 08 de 09 de outubro

Leia mais

I Feira de Ciências e Engenharias da Universidade Federal da Grande Dourados (FECEN/UFGD) Edital FECEN nº 1, 04 de Maio de 2015

I Feira de Ciências e Engenharias da Universidade Federal da Grande Dourados (FECEN/UFGD) Edital FECEN nº 1, 04 de Maio de 2015 I Feira de Ciências e Engenharias da Universidade Federal da Grande Dourados (FECEN/UFGD) Edital FECEN nº 1, 04 de Maio de 2015 A I Feira de Ciências e Engenharias da Universidade Federal da Grande Dourados

Leia mais

Manual Comitê de Ética em Pesquisa Universidade do Sagrado Coração

Manual Comitê de Ética em Pesquisa Universidade do Sagrado Coração Manual Comitê de Ética em Pesquisa Universidade do Sagrado Coração Bauru SP Resolução CNS 196/96:...Assim, também são consideradas pesquisas envolvendo seres humanos as entrevistas, aplicações de questionários,

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA DEPOSITAR O PROJETO DE PESQUISA NO CEP/FATEA

INSTRUÇÕES PARA DEPOSITAR O PROJETO DE PESQUISA NO CEP/FATEA INSTRUÇÕES PARA DEPOSITAR O PROJETO DE PESQUISA NO CEP/FATEA Este texto tem por finalidade orientar a preparação dos Protocolos de Pesquisa que devem ser analisados pelo Comitê de Ética em Pesquisa (CEP)

Leia mais

V MOSTRA CIENTÍFICA DO PARQUE CINTURÃO VERDE

V MOSTRA CIENTÍFICA DO PARQUE CINTURÃO VERDE V MOSTRA CIENTÍFICA DO PARQUE CINTURÃO VERDE REGULAMENTO GERAL 1. A V MOSTRA CIENTÍFICA DO PARQUE CINTURÃO VERDE é dirigida aos estudantes da rede pública e privada de ensino de Cianorte e à sociedade

Leia mais

FEIRA DE CIÊNCIAS E MOSTRA ITINERANTE: O DESPERTAR DE VOCAÇÕES CIENTÍFICAS

FEIRA DE CIÊNCIAS E MOSTRA ITINERANTE: O DESPERTAR DE VOCAÇÕES CIENTÍFICAS 1. Quem poderá participar da Feira de Ciências?... 2 2. Regras para formação das equipes participantes da Feira de Ciências... 2 2.1. Composição das equipes... 2 2.2. Observação... 3 3. Modalidades dos

Leia mais

2ª FEIRA DE CIÊNCIAS, TECNOLOGIA, EDUCAÇÃO E CULTURA

2ª FEIRA DE CIÊNCIAS, TECNOLOGIA, EDUCAÇÃO E CULTURA EDITAL 01/2015 INSCRIÇÃO DE TRABALHOS PARA A 2ª FEIRA DE CIÊNCIAS, TECNOLOGIA, EDUCAÇÃO E CULTURA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA CAMPUS UFV FLORESTAL A Universidade Federal de Viçosa Campus UFV Florestal

Leia mais

LISTA DOS CURSOS DE MESTRADO AVALIADOS PELA CAPES NO PARANÁ Cursos novos que ainda não possuem nota não constam na lista

LISTA DOS CURSOS DE MESTRADO AVALIADOS PELA CAPES NO PARANÁ Cursos novos que ainda não possuem nota não constam na lista LISTA DOS CURSOS DE MESTRADO AVALIADOS PELA CAPES NO PARANÁ Cursos novos que ainda não possuem nota não constam na lista INSTITUIÇÃO CURSO NOTA DA CAPES CENTRO UNIVERSITÁRIO CAMPOS DE ANDRADE (UNIANDRADE)

Leia mais

PROGRESSÃO POR CAPACITAÇÃO DOS SERVIDORES TÉCNICOS-ADMINISTRATIVOS

PROGRESSÃO POR CAPACITAÇÃO DOS SERVIDORES TÉCNICOS-ADMINISTRATIVOS PROGRESSÃO POR CAPACTAÇÃO DOS SERVDORES TÉCNCOS-ADMNSTRATVOS O que é É a progressão que consiste na mudança de nível de capacitação dos servidores que obtiverem certificados de capacitação profissional

Leia mais

Regulamento Geral da I FECITI FEIRA DE CIÊNCIAS, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO DO IFSUL - CÂMPUS SAPIRANGA

Regulamento Geral da I FECITI FEIRA DE CIÊNCIAS, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO DO IFSUL - CÂMPUS SAPIRANGA Regulamento Geral da I FECITI FEIRA DE CIÊNCIAS, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO DO IFSUL - CÂMPUS SAPIRANGA 1. Definição e finalidade 1.1 A FECITI é uma feira de ciências, tecnologia e inovação que tem por objetivo

Leia mais

EDITAL DE LEVANTAMENTO DE DEMANDA PARA CURSOS DE MESTRADO E DOUTORADO EM TECNOLOGIA NUCLEAR IPEN/IFRO EDITAL Nº 6/IFRO/2015

EDITAL DE LEVANTAMENTO DE DEMANDA PARA CURSOS DE MESTRADO E DOUTORADO EM TECNOLOGIA NUCLEAR IPEN/IFRO EDITAL Nº 6/IFRO/2015 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, INOVAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU TECNOLOGIA NUCLEAR EDITAL

Leia mais

EDITAL 01/2015 MUSEU ITINERANTE PONTO UFMG. III FEBRAT - Feira Brasileira de Colégios de Aplicação e Escolas

EDITAL 01/2015 MUSEU ITINERANTE PONTO UFMG. III FEBRAT - Feira Brasileira de Colégios de Aplicação e Escolas EDITAL 01/2015 MUSEU ITINERANTE PONTO UFMG III FEBRAT - Feira Brasileira de Colégios de Aplicação e Escolas Técnicas na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2015 "Luz, ciência e vida" NORMAS DE PARTICIPAÇÃO

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO Edital Nº 7/205 ANEXO II QUADRO DE VAGAS CAMPUS SIGLA ÁREA PERFIL TOTAL ARRAIAL DO CABO CAC Geografia Licenciatura em Geografia. Análise Instrumental Química Industrial ou Engenharia Química ou Farmácia

Leia mais

Edital Interno de Seleção do Programa Ciência Sem Fronteiras CAPES/CNPq Graduação Sanduíche na Alemanha, EUA, França, Itália e Reino Unido

Edital Interno de Seleção do Programa Ciência Sem Fronteiras CAPES/CNPq Graduação Sanduíche na Alemanha, EUA, França, Itália e Reino Unido Edital Interno de Seleção do Programa Ciência Sem Fronteiras CAPES/CNPq Graduação Sanduíche na Alemanha, EUA, França, Itália e Reino Unido O Diretor de Relações da Universidade Federal de Minas Gerais

Leia mais

REQUERIMENTO DE PROGRESSÃO POR CAPACITAÇÃO

REQUERIMENTO DE PROGRESSÃO POR CAPACITAÇÃO P. 1/2 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul 1. DADOS DO SERVIDOR Data do ingresso / / Nome

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO REITORIA COORDENADORIA DE ASSUNTOS INTERNACIONAIS RETIFICAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO REITORIA COORDENADORIA DE ASSUNTOS INTERNACIONAIS RETIFICAÇÃO RETIFICAÇÃO DO EDITAL 09/014/CAINT/UFOP, DE 08 DE SETEMBRO DE 014 PROGRAMA DE MOBILIDADE ACADÊMICA INTERNACIONAL GRADUAÇÃO Onde se lê:. VAGAS País Universidade Áreas abrangidas Vagas* África do Sul Universidade

Leia mais

DIRETORIA DE CONCURSO VESTIBULAR

DIRETORIA DE CONCURSO VESTIBULAR DIRETORIA DE CONCURSO VESTIBULAR EDITAL Nº 001/2011-DCV PUBLICAÇÃO DA RELAÇÃO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO CONSIDERADOS COMO CURSOS AFINS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UNIOESTE. O Diretor de Concurso Vestibular

Leia mais

ANEXO III. Domínios e áreas científicas

ANEXO III. Domínios e áreas científicas ANEXO III Domínios e áreas científicas Ciências da Vida e da Saúde Neurociências - Molecular e Celular Neurociências, Envelhecimento e Doenças Degenerativas Imunologia e Infeção Diagnóstico, Terapêutica

Leia mais

EDITAL Nº 13/2012-PROGRAD

EDITAL Nº 13/2012-PROGRAD 1 EDITAL Nº 13/2012-PROGRAD PUBLICAÇÃO DA RELAÇAO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO CONSIDERADOS COMO CURSOS AFINS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UNIOESTE - PROVOU. A Pró-reitora de Graduação da Universidade Estadual

Leia mais

Edital Interno de Seleção do Programa CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS - CAPES/CNPq. Graduação Sanduíche na Áustria, Bélgica, China, Finlândia e Irlanda

Edital Interno de Seleção do Programa CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS - CAPES/CNPq. Graduação Sanduíche na Áustria, Bélgica, China, Finlândia e Irlanda Edital Interno de Seleção do Programa CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS - CAPES/CNPq Graduação Sanduíche na Áustria, Bélgica, China, Finlândia e Irlanda EDITAL DE SELEÇÃO 002 2013 O Diretor de Relações Internacionais

Leia mais

Instituto Educacional Mayrink Vieira Ensino Infantil Ensino Fundamental Ensino Médio

Instituto Educacional Mayrink Vieira Ensino Infantil Ensino Fundamental Ensino Médio Instituto Educacional Mayrink Vieira Ensino Infantil Ensino Fundamental Ensino Médio REGULAMENTO PARA FEIRA DE CIÊNCIAS MAYRINK 2014 A Feira de Ciências do Instituto Educacional Mayrink Vieira, 2014, é

Leia mais

FEIRA ANUAL TÉCNICO-CIENTÍFICA DO IFSP CAMPUS CUBATÃO

FEIRA ANUAL TÉCNICO-CIENTÍFICA DO IFSP CAMPUS CUBATÃO FEIRA ANUAL TÉCNICO-CIENTÍFICA DO IFSP CAMPUS CUBATÃO Será organizada anualmente a FEIRA ANUAL TÉCNICO-CIENTÍFICA DO IFSP - CAMPUS CUBATÃO. O objetivo principal é integrar estudantes e professores do Ensino

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO Edital Nº 7/205 ANEXO II QUADRO DE VAGAS (RETIFICADO) CAMPUS SIGLA ÁREA PERFIL TOTAL ARRAIAL DO CABO DUQUE DE CAXIAS CAC Geografia Análise Instrumental Biologia Geral/ Bioquímica / Processos Bioquímicos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO PRÓ-REITORIA DE ENSINO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO PRÓ-REITORIA DE ENSINO EDITAL 07/2012 - PROEN (Processo Seletivo de Vagas Ociosas para Ingresso nos Cursos de Graduação em 1º/2012) A UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO, por intermédio da Pró- Reitoria de Ensino (PROEN), com base

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO AMAZONAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS Gabinete da Reitora EDITAL Nº 27/2009

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO AMAZONAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS Gabinete da Reitora EDITAL Nº 27/2009 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO AMAZONAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS Gabinete da Reitora EDITAL Nº 27/2009 A FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO AMAZONAS torna público que o Processo Seletivo para preenchimento de

Leia mais

SAÍDAS PROFISSIONAIS

SAÍDAS PROFISSIONAIS SAÍDAS PROFISSIONAIS Telf: 234 340 220 * Fax: 234 343 272 * info@aesbernardo.pt * www.aesbernardo.pt Página 1 de 6 CURSO CIÊNCIAS E TECNOLOGIAS ÁREA DAS CIÊNCIAS ÁREA DA ANIMAÇÃO ÁREA DA SAÚDE AREA DO

Leia mais

REGULAMENTO 2015 FEIRA DE PROJETOS E MOSTRA DE INOVAÇÃO DO SENAC-RS

REGULAMENTO 2015 FEIRA DE PROJETOS E MOSTRA DE INOVAÇÃO DO SENAC-RS REGULAMENTO 2015 FEIRA DE PROJETOS E MOSTRA DE INOVAÇÃO DO SENAC-RS 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO 1.1. Evento: FEIRA DE PROJETOS E MOSTRA DE INOVAÇÃO DO SENAC RS Temática: Construindo soluções. Objetivo: Apresentar

Leia mais

Cadastro de denominações consolidadas para Cursos de Graduação (bacharelado e licenciatura) do Ministério da Educação

Cadastro de denominações consolidadas para Cursos de Graduação (bacharelado e licenciatura) do Ministério da Educação Cadastro de denominações consolidadas para Cursos de Graduação (bacharelado e licenciatura) do Ministério da Educação Justificativa Desde a edição da nova LDB (Lei nº 9.394/1996), promulgada em decorrência

Leia mais

Área de Ciências Biologia. Biologia e Geologia. Bioquímica. Ciência Alimentar Código Par Instituição / Curso: 1204 / 9693

Área de Ciências Biologia. Biologia e Geologia. Bioquímica. Ciência Alimentar Código Par Instituição / Curso: 1204 / 9693 Área de Ciências Biologia Código Par Instituição / Curso: 1204 / 9011 Nota do último colocado: 2012: 139,9 2013: 134,0 Biologia e Geologia Código Par Instituição / Curso: 1204 / 9012 Nota do último colocado:

Leia mais

REGULAMENTO DA IX MOSTRACLAK ENSINO MÉDIO E CURSOS TÉCNICOS

REGULAMENTO DA IX MOSTRACLAK ENSINO MÉDIO E CURSOS TÉCNICOS TEMA GERAL A pesquisa como instrumento de promoção do bem-estar humano FOCO DE 2015 2015: Ano Internacional da Luz (Organização das Nações Unidas - ONU) REFERÊNCIA BÍBLICA Disse Deus: haja luz; e houve

Leia mais

Ministério da Educação. Gabinete do Ministro

Ministério da Educação. Gabinete do Ministro Ministério da Educação Gabinete do Ministro PORTARIA Nº 556, de 25 de fevereiro de 2005 (DOU nº 39, Seção 1 página 23, de 28/2/2005) O MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso de suas atribuições e tendo

Leia mais

SELEÇÃO EXTERNA DE PROJETOS PARA A VI JACITEC. (Realização de 03 a 06 de novembro de 2015)

SELEÇÃO EXTERNA DE PROJETOS PARA A VI JACITEC. (Realização de 03 a 06 de novembro de 2015) SELEÇÃO EXTERNA DE PROJETOS PARA A VI JACITEC (Realização de 03 a 06 de novembro de 2015) Os Coordenadores da Comissão designada pela Portaria nº 244, de 15 de junho de 2015, do Diretor Geral do Instituto

Leia mais

REGULAMENTO. IV Mostra de Conhecimento, Cultura e Arte e 16ª Feira de Ciências

REGULAMENTO. IV Mostra de Conhecimento, Cultura e Arte e 16ª Feira de Ciências REGULAMENTO IV Mostra de Conhecimento, Cultura e Arte e 16ª Feira de Ciências MARÇO/2010 APRESENTAÇÃO Motivados pelo grande sucesso que é a Mostra de Conhecimento, Cultura e Arte e a Feira de Ciências,

Leia mais

FACULDADE CATÓLICA SALESIANA DO ESPÍRITO SANTO

FACULDADE CATÓLICA SALESIANA DO ESPÍRITO SANTO FACULDADE CATÓLICA SALESIANA DO ESPÍRITO SANTO SECRETARIA /FCSES EDITAL Nº002/2013 EDITAL DE SELEÇÃO DO PROGRAMA DE MONITORIA VOLUNTÁRIA PARA O 1º SEMESTRE DE 2013 A Secretária Geral da Faculdade Católica

Leia mais

SIC 36/05. Belo Horizonte, 23 de junho de 2005. ENADE. Distribuído a assessorados da CONSAE.

SIC 36/05. Belo Horizonte, 23 de junho de 2005. ENADE. Distribuído a assessorados da CONSAE. SIC 36/05 Belo Horizonte, 23 de junho de 2005. ENADE PORTARIA Nº 2.205, de 22 de junho de 2005. Ministro da Educação. O MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso de suas atribuições e tendo em vista o disposto

Leia mais

MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS E SUBPROJETOS DE PESQUISA

MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS E SUBPROJETOS DE PESQUISA MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS E SUBPROJETOS DE PESQUISA O projeto deve, OBRIGATORIAMENTE, ser elaborado pelo Coordenador do Projeto (titulação mínima Mestre PBIC/UniEVANGÉLICA; titulação mínima Doutor

Leia mais

OFERTA INSTITUICAO CAMPUS CURSO GRAU TURNO

OFERTA INSTITUICAO CAMPUS CURSO GRAU TURNO 106137 UFPE CARUARU MEDICINA Bacharelado Integral (Mat/Vesp) 50 807,69 810,71 810,14 106117 UFPE RECIFE MEDICINA Bacharelado Integral (Mat/Vesp) 87 782,54 786,23 787,68 94728 UNIVASF CENTRO PETROLINA MEDICINA

Leia mais

3º Encontro de Iniciação Científica FIMCA

3º Encontro de Iniciação Científica FIMCA EDITAL 07/2009-Coordenação do Centro Integrado de Iniciação Científica e Extensão- CIFICE/FIMCA A Coordenação do CIFICE das Faculdades Integradas Aparício Carvalho FIMCA torna pública a abertura das inscrições

Leia mais

ANEXO LISTA DOS CURSOS DE GRADUAÇÂO ELEGIVEIS PELO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS

ANEXO LISTA DOS CURSOS DE GRADUAÇÂO ELEGIVEIS PELO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS ANEXO LISTA DOS CURSOS DE GRADUAÇÂO ELEGIVEIS PELO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS Agricultura Sustentável Agrimensura Agroecologia Agroindústria Agroindústria - Alimentos Agroindústria - Madeira Agronegócio

Leia mais

EDITAL Nº 01/COPERVE/2016

EDITAL Nº 01/COPERVE/2016 EDITAL Nº 01/COPERVE/2016 A Universidade Federal de Santa Catarina UFSC, através da Comissão Permanente do Vestibular COPERVE, considerando o disposto na Portaria Normativa MEC nº 21, de 05 de novembro

Leia mais

211A02 Artes Visuais - Bacharelado 212C02 Produção cênica - Tecnológico

211A02 Artes Visuais - Bacharelado 212C02 Produção cênica - Tecnológico Código Área Nome Área 1 Educação 2 Humanidades e Artes TABELA DE CURSO DE FORMAÇÃO SUPERIOR Código OCDE Nome do Curso - Grau Grau 142C01 Ciência da educação - 142P01 Pedagogia - Licenciatura Licenciatura

Leia mais

ANEXO 1 PERFIS DE PROFESSOR

ANEXO 1 PERFIS DE PROFESSOR ANEXO 1 PERFIS DE PROFESSOR EDITAL 162/2013 Curso Sem. Disciplina Perfil do Docente Administração 1º Teoria Geral da Administração Administração 1º Empreendedorismo Administração 1º Sociologia das Organizações

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ GABINETE DA REITORIA EDITAL N 08/2015 CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSOR EFETIVO - MACAPÁ, SANTANA E MAZAGÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ GABINETE DA REITORIA EDITAL N 08/2015 CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSOR EFETIVO - MACAPÁ, SANTANA E MAZAGÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ GABINETE DA REITORIA EDITAL N 08/2015 CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSOR EFETIVO - MACAPÁ, SANTANA E MAZAGÃO ANEXO I - RELAÇÃO DAS VAGAS E REQUISITOS ESPECÍFICOS POR ÁREA DE

Leia mais

5º Congresso de Pesquisa e Iniciação Científica. 3º Encontro de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação

5º Congresso de Pesquisa e Iniciação Científica. 3º Encontro de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação 5º Congresso de Pesquisa e Iniciação Científica 3º Encontro de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação Inovação e Tecnologia: Ações para um novo mundo 2ª Circular O Centro Universitário do

Leia mais

REGULAMENTO GERAL FEIRA DE INOVAÇÃO DAS CIÊNCIAS E ENGENHARIAS. FOZ DO IGUAÇU PR/FPTI - ME 2014 www.ficiencias.org

REGULAMENTO GERAL FEIRA DE INOVAÇÃO DAS CIÊNCIAS E ENGENHARIAS. FOZ DO IGUAÇU PR/FPTI - ME 2014 www.ficiencias.org REGULAMENTO GERAL FEIRA DE INOVAÇÃO DAS CIÊNCIAS E ENGENHARIAS FOZ DO IGUAÇU PR/FPTI - ME 2014 www.ficiencias.org Sumário CONCEITUAÇÃO E FINALIDADE...3 Da Conceituação...3 Dos Objetivos e Finalidades...3

Leia mais

Disciplina. Matemática - 1

Disciplina. Matemática - 1 FACULDADE CATÓLICA SALESIANA DO ESPÍRITO SANTO SECRETARIA /FCSES EDITAL Nº00/204 EDITAL DE SELEÇÃO DO PROGRAMA DE MONITORIA VOLUNTÁRIA PARA O º SEMESTRE DE 204 A Secretária Geral da Faculdade Católica

Leia mais

XV UFMG Jovem EDITAL DDC nº 03/2014

XV UFMG Jovem EDITAL DDC nº 03/2014 UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO DIRETORIA DE DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA XV UFMG Jovem EDITAL DDC nº 03/2014 A Diretoria de Divulgação Científica, da Pró-Reitoria de Extensão da

Leia mais

FACULDADE CATÓLICA SALESIANA DO ESPÍRITO SANTO

FACULDADE CATÓLICA SALESIANA DO ESPÍRITO SANTO FACULDADE CATÓLICA SALESIANA DO ESPÍRITO SANTO SECRETARIA GERAL/FCSES EDITAL Nº009/2010 EDITAL DE SELEÇÃO DO PROGRAMA DE MONITORIA VOLUNTÁRIA PARA O 2º SEMESTRE DE 2010 A Secretária Geral da Faculdade

Leia mais

Ecologia Vegetal 01 ADJ DE Graduação em Ciências Biológicas. 01 ADJ DE Graduação em Engenharia. Ecologia Animal 01 ADJ DE Graduação em Ciências

Ecologia Vegetal 01 ADJ DE Graduação em Ciências Biológicas. 01 ADJ DE Graduação em Engenharia. Ecologia Animal 01 ADJ DE Graduação em Ciências Centro de Ciências Agrárias, Ambientais e Resumo: 12 vagas para Professor Adjunto e 05 vagas para Professor Assistente Ecologia Vegetal 01 ADJ DE Graduação em Ciências Doutorado em Ecologia, Biologia Vegetal

Leia mais

Universidade Federal de Santa Catarina - Código e-mec: 585. Cursos de Graduação

Universidade Federal de Santa Catarina - Código e-mec: 585. Cursos de Graduação Universidade Federal de Santa Catarina - Código e-mec: 585 Cursos de Graduação Curso Grau Campus Código e-mec Administração Bacharelado Florianópolis 14213 Agronomia Bacharelado Florianópolis 14214 Agronomia

Leia mais

Regulamento das Unidades do Centro Paula Souza

Regulamento das Unidades do Centro Paula Souza Regulamento das Unidades do Centro Paula Souza 1. Cronograma Geral 2. Participação Período / 2013 03 de abril a 05 de maio Etapas Inscrição dos Projetos no site (www.feteps.com.br) Etecs e Fatecs 18 de

Leia mais

Visitas Monitoradas USP Calendário 2013

Visitas Monitoradas USP Calendário 2013 Orientação Profissional Visitas Monitoradas USP Calendário 2013 Obs.: 1 As inscrições deverão ser feitas com a Marisa (Orientadora), mediante a entrega da autorização dos Pais e pagamento do transporte.

Leia mais

ANEXO I CRONOGRAMA. (horário de Cuiabá) 7:30 às 11:30 h. 13:30 às 17:30 h. Período de inscrições

ANEXO I CRONOGRAMA. (horário de Cuiabá) 7:30 às 11:30 h. 13:30 às 17:30 h. Período de inscrições ANEXO I CRONOGRAMA DATA 17 à 21 de outubro de 2011 A partir do dia 07/11/2011 Até dia 17/11/2011 Até dia 17/11/2011 28/11/2011 8:00h às 12:00 h Até 07/12/2011 Até 14/12/2011 A partir de 17/12/2011 HORÁRIO

Leia mais

Relação da Nota Mínima e Máxima por Curso e Categoria de Concorrência dos Candidatos Convocados para a 2ª Fase Lei n.º 12.711/2012

Relação da Nota Mínima e Máxima por Curso e Categoria de Concorrência dos Candidatos Convocados para a 2ª Fase Lei n.º 12.711/2012 Relação da e por e Categoria de Concorrência dos Candidatos para a 2ª Fase Administração - M 24 24 2 13 52 26 13 40 13 28 53 44 37 67 120 Administração - N 16 30 9 19 37 43 15 38 11 29 50 40 33 53 123

Leia mais

3º Encontro de Iniciação Científica FIMCA

3º Encontro de Iniciação Científica FIMCA EDITAL 07/2009-Coordenação do Centro Integrado de Iniciação Científica e Extensão- CIFICE/FIMCA A Coordenação do CIFICE das Faculdades Integradas Aparício Carvalho FIMCA torna pública a abertura das inscrições

Leia mais

EDITAL DA I FEIRA DE CIÊNCIAS E ENGENHARIA DO ESTADO DO AMAPÁ

EDITAL DA I FEIRA DE CIÊNCIAS E ENGENHARIA DO ESTADO DO AMAPÁ GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO ESPECÍFICA NÚCLEO DE EDUCAÇÃO ESPECIAL CENTRO DE ATIVIDADES DE ALTAS HABILIDADES/SUPERDOTAÇÃO EDITAL DA I FEIRA DE

Leia mais

JÚNIOR/2013 Mostra de Trabalhos do Ensino Fundamental REGRAS DE EXPOSIÇÃO E SEGURANÇA

JÚNIOR/2013 Mostra de Trabalhos do Ensino Fundamental REGRAS DE EXPOSIÇÃO E SEGURANÇA JÚNIOR/2013 Mostra de Trabalhos do Ensino Fundamental REGRAS DE EXPOSIÇÃO E SEGURANÇA O Comitê de Revisão Científica CRC, a Comissão Organizadora da Mostratec Júnior e a Comissão de Segurança, Saúde e

Leia mais

Anexo I. Concurso Vestibular 2015 Carreiras e Cursos. Área de Humanidades

Anexo I. Concurso Vestibular 2015 Carreiras e Cursos. Área de Humanidades Carreira 100 Administração - Ribeirão Preto Curso 10: Administração - Diurno - Ribeirão Preto Curso 11: Administração - Noturno - Ribeirão Preto Concurso Vestibular 2015 Carreiras e Cursos Área de Humanidades

Leia mais

EDITAL 01/2013 INSCRIÇÃO DE PROJETOS PARA A FEIRA DE CIÊNCIAS

EDITAL 01/2013 INSCRIÇÃO DE PROJETOS PARA A FEIRA DE CIÊNCIAS UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA- Campus FLORESTAL CENTRAL DE ENSINO E DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO DE FLORESTAL EDITAL 01/2013 INSCRIÇÃO DE PROJETOS PARA A FEIRA DE CIÊNCIAS A Universidade Federal de Viçosa

Leia mais

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR 2015-1ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO Resultados

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR 2015-1ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO Resultados ACESSO AO ENSINO SUPERIOR 2015-1ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO Resultados Código Instit. Código Curso Instituição Curso Grau Vagas Iniciais Colocados Nota do últ. colocado (cont. geral) (1) (2)

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA - UFSM PROGRAD - COMISSÃO PERMANENTE DO VESTIBULAR CONCURSO VESTIBULAR UFSM 2013

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA - UFSM PROGRAD - COMISSÃO PERMANENTE DO VESTIBULAR CONCURSO VESTIBULAR UFSM 2013 - Cota Curso: 3004 - ADMINISTRAÇÃO - Bacharelado - SILVEIRA MARTINS Curso: 501 - ADMINISTRAÇÃO - Diurno Curso: 2004 - ADMINISTRAÇÃO - Diurno - CESNORS - P.M. Curso: 515 - ADMINISTRAÇÃO - Noturno Curso:

Leia mais

EP2A - Ensino Médio em escola pública, autodeclarado preto, pardo e indígena. EP2 - Ensino Médio em escola pública Cota B - Necessidades Especiais

EP2A - Ensino Médio em escola pública, autodeclarado preto, pardo e indígena. EP2 - Ensino Médio em escola pública Cota B - Necessidades Especiais Curso: 3004 - ADMINISTRAÇÃO - Bacharelado - SILVEIRA MARTINS Curso: 501 - ADMINISTRAÇÃO - Diurno 1 4 0,25 10 5 17 31 0,55 12 4 76 5 15,20 12 4 57 4 14,25 211 6,84 Curso: 2004 - ADMINISTRAÇÃO - Diurno -

Leia mais

NORMAS DO PRIMEIRO PROCESSO SELETIVO DE CANDIDATOS ÀS VAGAS REMANESCENTES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA PUC-CAMPINAS 1 o SEMESTRE DE 2016

NORMAS DO PRIMEIRO PROCESSO SELETIVO DE CANDIDATOS ÀS VAGAS REMANESCENTES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA PUC-CAMPINAS 1 o SEMESTRE DE 2016 NORMAS DO PRIMEIRO PROCESSO SELETIVO DE CANDIDATOS ÀS VAGAS REMANESCENTES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA PUCCAMPINAS 1 o SEMESTRE DE 2016 Capítulo I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1 o Este Processo Seletivo tem

Leia mais

Pontos de corte do SiSU 2015 1ª edição Chamada Única

Pontos de corte do SiSU 2015 1ª edição Chamada Única COORDENADORIA DE ASSUNTOS E REGISTROS ACADÊMICOS - CDARA CAMPUS UNIVERSITÁRIO - MARTELOS - JUIZ DE FORA - MG CEP 36036-900 TEL. (32)2102-3733 FAX (32) 2102-3732 e-mail: cdara@ufjf.edu.br Pontos de corte

Leia mais

Colégio Madre Carmen Sallés

Colégio Madre Carmen Sallés Educando para um mundo novo. REGULAMENTO DA X FEIRA CIENTÍFICO-CULTURAL (FeCC 2015) A FeCC 2015 irá comemorar o 10º ano de Feira de Ciência e Cultura do Colégio Madre Carmen Sallés e tem como objetivo

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DO 1º SEMESTRE DE 2016 // CURSOS MODALIDADE LOCAL Administração - manhã (* 3 )/noite bacharelado Cid. Universitária 8 Agronomia - manhã bacharelado Cid. Universitária 10 Arquitetura e

Leia mais

Programa Ciência sem Fronteiras (Portugal) Ofertas formativas de Graduação para o ano letivo 2013/14

Programa Ciência sem Fronteiras (Portugal) Ofertas formativas de Graduação para o ano letivo 2013/14 Programa Ciência sem Fronteiras (Portugal) Ofertas formativas de Graduação para o ano letivo 2013/14 (Atualizado a 11.01.2013) Universidade dos Açores Universidade do Algarve Ciências Agrárias Ciências

Leia mais

V MOCISC V MOSTRA CIENTÍFICA DA REGIÃO DO CONTESTADO DE SANTA CATARINA. Etapa Classificatória REGULAMENTO

V MOCISC V MOSTRA CIENTÍFICA DA REGIÃO DO CONTESTADO DE SANTA CATARINA. Etapa Classificatória REGULAMENTO V MOCISC V MOSTRA CIENTÍFICA DA REGIÃO DO CONTESTADO DE SANTA CATARINA Etapa Classificatória REGULAMENTO A Universidade do Contestado apresenta a 5ª edição da MOCISC Mostra Científica da Região do Contestado

Leia mais

CURSOS DO ENSINO SECUNDÁRIO. Cursos Científico- Humanísticos. Ensino Superior. Mercado de Trabalho

CURSOS DO ENSINO SECUNDÁRIO. Cursos Científico- Humanísticos. Ensino Superior. Mercado de Trabalho CURSOS DO ENSINO SECUNDÁRIO Cursos Científico- Humanísticos Ensino Superior Cursos Profissionais Mercado de Trabalho CURSOS DO ENSINO SECUNDÁRIO Cursos Científico- Humanísticos Exames Nacionais (obrigatórios)

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DIPI N 10/2013

EDITAL DE SELEÇÃO DIPI N 10/2013 EDITAL DE SELEÇÃO DIPI N 10/2013 O Departamento de Intercâmbio e Programas Internacionais (DIPI) da Universidade Federal de Pelotas, no uso de suas atribuições legais, em conformidade com o Edital complementar

Leia mais

Curso. Administração. Arquitetura. Ciências Biológicas

Curso. Administração. Arquitetura. Ciências Biológicas FACULDADE CATÓLICA SALESIANA DO ESPÍRITO SANTO SECRETARIA /FCSES EDITAL Nº002/2014 EDITAL DE SELEÇÃO DO PROGRAMA DE MONITORIA VOLUNTÁRIA PARA O 2º SEMESTRE DE 2014 1 A Secretária Geral da Faculdade Católica

Leia mais

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR 2015-1ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO Resultados

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR 2015-1ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO Resultados ACESSO AO ENSINO SUPERIOR 215-1ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO Resultados Instit. Curso Instituição Curso Grau Vagas Iniciais Ministério da Educação e Ciência - Direcção Geral do Ensino Superior

Leia mais

Programa Ciência sem Fronteiras (Portugal) Ofertas formativas de Graduação para o ano letivo 2013/14

Programa Ciência sem Fronteiras (Portugal) Ofertas formativas de Graduação para o ano letivo 2013/14 Programa Ciência sem Fronteiras (Portugal) Ofertas formativas de Graduação para o ano letivo 2013/14 (Atualizado a 1.03.2013) Universidade dos Açores Universidade do Algarve Ciências Biológicas e da Saúde

Leia mais

III FEIRA ESTADUAL DE CIÊNCIAS DA NATUREZA DO ACRE E III MOSTRA CIENTÍFICA DE CIÊNCIAS DA AMAZÔNIA OCIDENTAL

III FEIRA ESTADUAL DE CIÊNCIAS DA NATUREZA DO ACRE E III MOSTRA CIENTÍFICA DE CIÊNCIAS DA AMAZÔNIA OCIDENTAL III FEIRA ESTADUAL DE CIÊNCIAS DA NATUREZA DO ACRE E III MOSTRA CIENTÍFICA DE CIÊNCIAS DA AMAZÔNIA OCIDENTAL Dias 6 e 7 de Novembro de 2013 Realização e apoio: facebook: https://www.facebook.com/fecinac

Leia mais

Reitoria EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES PARA MONITORIA DE ENSINO

Reitoria EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES PARA MONITORIA DE ENSINO 1 EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES PARA MONITORIA DE ENSINO EDITAL Nº 26/2015 Estarão abertas as inscrições para o preenchimento de vagas de Monitoria de Ensino, no período de 03 a 14.08.2015, na secretaria

Leia mais

ANEXO II - ESPECIFICAÇÕES DO FORNECIMENTO

ANEXO II - ESPECIFICAÇÕES DO FORNECIMENTO ANEXO II - ESPECIFICAÇÕES DO FORNECIMENTO GENERALIDADES A contratada se obriga a entregar todos os materiais, em único momento, na quantidade informada em cada Autorização de Fornecimento (AF). O pagamento

Leia mais

EDITAL 05/COPERVE/2015

EDITAL 05/COPERVE/2015 EDITAL 05/COPERVE/2015 (Retifica o Edital 03/COPERVE/2015) A Universidade Federal de Santa Catarina UFSC, por meio da Comissão Permanente do Vestibular COPERVE, tendo em vista a Resolução Normativa n o

Leia mais

Edital Interno de Seleção do Programa CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS - CAPES/CNPq

Edital Interno de Seleção do Programa CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS - CAPES/CNPq Edital Interno de Seleção do Programa CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS - CAPES/CNPq Graduação Sanduíche na Alemanha, Austrália, Canadá, Coreia do Sul, Estados Unidos, Finlândia, Hungria, Japão, Nova Zelândia e Reino

Leia mais

EP2A - Ensino Médio em escola pública, autodeclarado preto, pardo e indígena. EP1 - Ensino Médio em escola pública, cota social

EP2A - Ensino Médio em escola pública, autodeclarado preto, pardo e indígena. EP1 - Ensino Médio em escola pública, cota social Curso: 3004 - ADMINISTRAÇÃO - Bacharelado - SILVEIRA MARTINS 3 6 6 7 0,86 1 5 0,20 6 7 0,86 62 2,77 Curso: 501 - ADMINISTRAÇÃO - Diurno 10 6 1,67 48 7 6,86 5 5 54 7 7,71 222 1 Curso: 2004 - ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

Programa Ciência sem Fronteiras (Portugal) Ofertas formativas de Graduação para o ano letivo 2013/14

Programa Ciência sem Fronteiras (Portugal) Ofertas formativas de Graduação para o ano letivo 2013/14 Programa Ciência sem Fronteiras (Portugal) Ofertas formativas de Graduação para o ano letivo 2013/14 (Atualizado a 17.04.2013) Universidade dos Açores Universidade do Algarve Ciências Biológicas e da Saúde

Leia mais

COD Curso Inscritos Vagas Concorrência

COD Curso Inscritos Vagas Concorrência COD Curso Inscritos Vagas Concorrência A105 Agronomia (bacharelado) 496 56 8.8571 A110 Ciências da Computação (bacharelado) 183 32 5.7188 A115 Engenharia de Alimentos (bacharelado) 188 48 3.9167 A120 Engenharia

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO CENTRO DE SELEÇÃO DA UFG PROCESSO SELETIVO 2013-1

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO CENTRO DE SELEÇÃO DA UFG PROCESSO SELETIVO 2013-1 A105 Agronomia (bacharelado) Goiânia 56 8,86 A110 Ciências da Computação (bacharelado) Goiânia 32 5,72 A115 Engenharia de Alimentos (bacharelado) Goiânia 48 3,92 A120 Engenharia Civil (bacharelado) Goiânia

Leia mais

VAGAS NO CAMPUS MARCO ZERO, EM MACAPÁ-AP

VAGAS NO CAMPUS MARCO ZERO, EM MACAPÁ-AP UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ GABINETE DA REITORIA EDITAL Nº 13/2013 CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSOR EFETIVO ANEXO I VAGAS POR ÁREA DE CONHECIMENTO VAGAS NO CAMPUS MARCO ZERO, EM MACAPÁ-AP 135-Área de

Leia mais

Elcival José de Souza Machado Diretor do úcleo de Seleção Universidade Estadual de Goiás

Elcival José de Souza Machado Diretor do úcleo de Seleção Universidade Estadual de Goiás Titulação: Docente - Doutor Anápolis, de março de 00. Região: Centro Goiano Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Bioquímica e Tecnologia de Alimentos 8 8,00 Ciências Agrárias - Engenharia

Leia mais