I Feira de Ciências e Engenharias da Universidade Federal da Grande Dourados (FECEN/UFGD) Edital FECEN nº 1, 04 de Maio de 2015

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "I Feira de Ciências e Engenharias da Universidade Federal da Grande Dourados (FECEN/UFGD) Edital FECEN nº 1, 04 de Maio de 2015"

Transcrição

1 I Feira de Ciências e Engenharias da Universidade Federal da Grande Dourados (FECEN/UFGD) Edital FECEN nº 1, 04 de Maio de 2015 A I Feira de Ciências e Engenharias da Universidade Federal da Grande Dourados é uma ação promovida pelos acadêmicos dos cursos de graduação e pós graduação na área de Ciências Exatas, Ciências Biológicas e Ambientais e Engenharias juntamente com seus parceiros. Esta feira, que recebe apoio financeiro de patrocinadores, visa desenvolver a atividade científica no ensino superior, e aproximar estudantes e professores do ensino básico à Universidade. Para simplificar a notação, adotaremos a sigla FECEN/UFGD e/ou FECEN para designar I Feira de Ciências e Engenharias da Universidade Federal da Grande Dourados e Engenhoca para designar Projeto. O coordenador geral do evento, juntamente com seu orientador torna pública a realização da seleção e da Mostra de Projetos da I FECEN/UFGD DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Este Edital dispõe sobre as diretrizes, os procedimentos e os prazos da I FECEN/UFGD, apoiados pelo Edital PROEX nº. 37/2012 Fluxo Contínuo para 2013/2014 (Sem ônus à UFGD) A FECEN obedecerá ao seguinte cronograma geral: As inscrições serão realizadas do dia 04 de Maio de 2015 às 23h59min do dia 06 de Novembro de 2015, horário oficial de Mato Grosso do Sul A Mostra de Projetos será realizada do dia 16 à 20 de Novembro de A FECEN é dividida em três categorias: i) Ciências Exatas; ii) Ciências Biológicas ou Ambientais; iii) Engenharias. 2. DOS REQUISITOS BÁSICOS PARA INSCRIÇÃO 2.1. Estar matriculado em uma Instituição de Ensino Superior (IES) ou Ensino Técnico, pública ou privada, e estar cursando técnico, graduação ou pós graduação nas seguintes áreas:

2 i) Ciências Exatas; ii) Ciências Biológicas ou Ambientais; iii) Engenharias Possuir um orientador que atenda os seguintes requisitos: i) Ter concluído a graduação em IES reconhecida pelo Ministério da Educação; 3. DAS INSCRIÇÕES 3.1. As inscrições deverão ser realizadas exclusivamente pelo site da FECEN Resumo, seguindo as especificações informadas no site É obrigatório que o resumo a ser anexado seja enviado no formado PDF As informações devem ser inseridas até o fechamento do sistema de inscrições (ver Item do Edital) Uma vez submetidas as informações e enviada, os dados dos projetos não poderá ser editados Não serão aceitos trabalhos submetidos fora do prazo do período de inscrição sob nenhuma justificativa, mesmo que tal justificativa venha ser uma falha ou instabilidade no sistema de inscrições da FECEN É dado o direito à Comissão Organizadora de indeferir inscrições cujos dados tenham sido informados de forma incorreta pelos participantes. 4. DA PRÉ-AVALIAÇÃO DE PROJETOS 4.1. Todos os projetos (engenhocas) serão submetidos a uma pré-avaliação de caráter eliminatório Os projetos serão examinados por professores com título de mestre e/ou doutor Será enviado, para o cadastrado, um parecer indicando a aprovação ou não A pré-avaliação seguirá o cronograma disposto na tabela abaixo: Finalização do envio de resumos (projetos de engenhocas) FECEN 2015 Envio dos pareceres dos avaliadores quanto à aprovação do projeto 25 de Outubro de de Novembro de A Comissão Organizadora reserva-se o direito de alterar as datas do cronograma acima, conforme haja necessidade, sendo que tais alterações

3 serão comunicadas através do site e nas redes sociais da FECEN. 5. DA MOSTRA DE PROJETOS FINALISTAS 5.1. A Mostra de Projetos Finalistas ocorrerá no ginásio de esportes da Universidade Federal da Grande Dourados (Unidade II), em Dourados, de 16 à 20 de novembro de A programação está listada no item 8 deste Edital Todas as normas sobre a Mostra de Projetos Finalistas serão publicadas em julho no site A Comissão de Organização reserva-se no direito de impedir a participação de projetos que desrespeitem alguma norma sobre a Mostra de Projetos Finalistas. 6. DOS CASOS PRELIMINARES E OUTRAS DISPOSIÇÕES 6.1. Não será permitida nos estandes dos projetos a presença e utilização de organismos vivos, excluindo plantas. Espécimes mortos, mesmo que contidos em recipientes hermeticamente fechados, não serão permitidos. Espécimes, ou mesmo partes, conservados através de taxidermia não serão permitidos, assim como explosivos Não será permitida, nos estandes da feira, a presença e manuseio de substâncias e materiais perigosos, tais como venenos, drogas ilícitas, material inflamável ou bélico Os experimentos que estiverem expostos devem estar de acordo com as normas técnicas de segurança. Não serão aceitos experimentos que coloquem em risco a integridade do ambiente da Feira ou de seus participantes/visitantes Os trabalhos deverão ser apresentados usando pôster no tamanho padrão de 0,9m X 1,0m contendo as informações básicas do trabalho O caderno de campo ou diário de bordo deve estar junto com os alunos durante a feira, caso seja necessário para o trabalho Os trabalhos serão apresentados em estandes padrão, nas medidas especificadas 2,00 x 1m. A comissão organizadora oferecerá local para apoio do estande. [Republicado em 14/05/2015] 6.7. A divulgação de um evento educativo deste nível poderá influenciar muitos estudantes a se interessar pela pesquisa científica. Devido a isto, os participantes da I FECEN UFGD autorizam, desde já, a divulgação de suas imagens e nomes na mídia (jornais, rádios, televisão, internet, informativos, etc.) sem qualquer ônus para a FECEN, desde que essa veiculação se destine a promoção da própria I FEIRA DE CIÊNCIAS E ENGENHARIAS DA UFGD ou de evento similar.

4 7. DA AVALIAÇÃO DE PROJETOS 7.1. Durante a Mostra de Projetos Finalistas, todos os projetos serão submetidos a um processo de avaliação Participarão da avaliação professores convidados com título de mestres e/ou doutores e representantes de empresas patrocinadoras que concederão prêmios durante a Cerimonia de Premiação Os avaliadores seguirão os seguintes critérios: Escrita científica: i) Resumo; - Atendendo às exigências contidas nas DICAS E INFORMAÇÕES PARA APRESENTAÇÃO DOS PROJETOS. - Obedecendo às normas da língua escrita padrão, atrelado à clareza e objetividade. - Escrita com linguagem científica. - Apresentar referências bibliográficas segundo a NBR Conclusões coerentes com o texto que as fundamenta. ii) Apresentação oral; - Mostrar os fatos significativos sobre o desenvolvimento do projeto. - Apresentar domínio do assunto expressando suas ideias de forma organizada, sucinta e objetiva. iii) Apresentação visual; - O protótipo / engenhoca deverá estar à mostra, no estande, na exposição do trabalho durante à feira. - O banner / pôster deverá atender as exigências de medidas contidas nas normas da Mostra de Projetos Finalistas (Item 5.2 deste Edital) e apresentar a informação de uma maneira visualmente atrativa. - Exibir de forma sintetizada: introdução, objetivos, desenvolvimento, resultados e conclusões do projeto, podendo fazer uso de imagens, gráficos, esquemas, entre outros. - Apresentar bibliográfia segundo a NBR Em obediência às normas da língua escrita padrão e atrelado à clareza e objetividade. iv) Avaliação global; - Articulação entre os elementos: escrita científica, apresentação oral e apresentação visual.

5 - Originalidade: quanto ao objeto, quanto a abordagem metodológica e/ou quanto à conclusão A decisão do comitê de avaliação é absoluta, não sendo permitido o pedido de revisão de notas e/ou recurso Durante o período de avaliação, pelo menos um acadêmico deverá permanecer no estande de apresentação Caso o projeto seja individual, o aluno poderá deixar o estande vazio para ir ao banheiro ou beber água, desde que deixe um aviso sobre o estande Caso não tenha nenhum acadêmico no estande e/ou não tenha nenhum aviso (somente para projetos individuais) quando um professor for avaliar o projeto, o grupo receberá zero Não será permitido que o orientador, coorientador ou demais terceiros apresentem ou interfiram durante a apresentação dos acadêmicos. 8. DA CLASSIFICAÇÃO E PREMIAÇÃO 8.1. Todos os projetos participantes receberão certificados Caso o grupo, no ato de inscrição, envie um ou mais nomes abreviados e/ou com erro (s) de digitação, não haverá correção no certificado Serão premiados com medalhas: - Um projeto por área da categoria individual; - Um projeto por área da categoria em grupo; - Melhor Banner / Pôster; - Melhor protótipo / engenhoca; - Melhor apresentação oral Serão premiados com medalhas e troféus: - Um projeto por área, considerado o melhor projeto Poderá haver ainda premiações extras de nossos patrocinadores Nenhum prêmio poderá, em hipótese alguma, ser convertido em dinheiro.

6 9. DA PROGRAMAÇÃO 9.1. A Comissão Organizadora reserva o direito de alterar a programação até a data da Mostra de Projetos Finalistas Qualquer modificação será informada através do site Dourados (MS), 04 de Maio de Prof. Dr. Heberth Juliano Vieira Orientador da I FECEN/UFGD Francisnei Luiz Nunes Filho Coordenador da I FECEN/UFGD ANEXO I A I Feira de Ciências e Engenharias - I FECEN, a ser realizada na Universidade Federal da Grande Dourados - UFGD (Unidade II), no período de 16 à 20 de Novembro de 2015, tratará de forma contextualizada inserir os alunos de educação básica no meio acadêmico, de forma com que os alunos possam conhecer as atividades que são desenvolvidas dentro da Universidade. Dentre as atividades a ser apresentadas aos estudantes e visitantes do evento, também será realizado atividades com todos os acadêmicos participantes da FECEN, dentre elas palestras e atividades culturais. 1. OBJETIVOS O objetivo da I Feira de Ciências e Engenharias, é aproximar a comunidade ao meio acadêmico, tornando o evento uma extensão, além de fazer com que os alunos dos anos finais do Ensino Fundamental e anos iniciais do Ensino Médio se estimulem a fazer uma graduação, nas respectivas áreas. É importante que os alunos tenha um conhecimento sólido nas ciências, esclarecendo as dúvidas (Para que estudar? O que o profissional faz? Onde atua? Quais as disciplinas que estudam no curso? Quais impactos esse

7 profissional tem na sociedade?) e mostrar ao aluno um experimento, um jogo, ou algo concreto para que possa ser visualizado por ele. O enfoque principal é torná-lo futuramente um estudante de ciência, engenharia ou áreas afins Estimular novas vocações através da realização de projetos criativos e inovadores, e aproximar as escolas públicas e privadas das Universidades e outras instituições de ensino, criando oportunidades de interação espontânea entre os alunos e professores das escolas com a comunidade universitária; 1.2. Promover a articulação, estruturação e fortalecimento das redes tecnológicas regionais; 1.3. Incentivar as pesquisas e aperfeiçoar os trabalhos produzidos nas instituições de ensino, aproximando as escolas do ensino fundamental, médio e técnico das Universidades; 1.4. Promover o desenvolvimento e a consolidação de atividades de iniciação científica entre os estudantes de graduação e pós graduação. 2. JUSTIFICATIVA A I FECEN - Feira de Ciências e Engenharias, conta com o apoio e participação dos cursos de Química, Física, Matemática, Ciências Biológicas, Biotecnologia, Gestão Ambiental, Engenharia Civil, Engenharia Mecânica, Engenharia de Aquicultura, Engenharia de Energia, Engenharia de Produção, Engenharia de Alimentos, Engenharia Agrícola e Engenharia da Computação. A realização do evento constitui-se em mais uma contribuição para a disseminação da ciência na Região Sul do Estado, além de aproximar a comunidade ao meio acadêmico. A feira almeja despertar nos visitantes o interesse no ingresso em cursos superiores, principalmente na área de ciências e engenharias e nos acadêmicos participantes o interesse pela produção científica e tecnológica, desta forma, que a Universidade exerce um papel importante na transferência de tecnologias e conhecimentos. O desenvolvimento científico e tecnológico pode ser um forte aliado na inclusão do conhecimento e na educação na vida das pessoas. A consciência dos benefícios ao cotidiano da sociedade brasileira deve ser construída desde o ensino básico, de modo a trazer a ciência e a tecnologia para o universo infanto-juvenil e assim para grande parte da população, fomentando a cultura

8 da criatividade e capacidade de inovação. É necessário que se estabeleçam métodos e programas de popularização e educação em ciências que aliam o crescimento pessoal com o profissional para estimular em cada indivíduo o aprendizado contínuo e o desenvolvimento de uma cultura científica e tecnológica. 3. PÚBLICO ALVO O evento destina-se a toda a comunidade, as escolas atendendo prioritariamente os alunos dos anos finais do Ensino Fundamental e anos iniciais do Ensino Médio, aos acadêmicos de cursos de graduação e pós graduação, empresas e profissionais que atuam na área de biológicas, engenharias, exatas e afins. 4. ÁREA DE CONHECIMENTO a) Ciências Exatas e da Terra: matemática, probabilidade e estatística, ciência da computação, astronomia, física, química e geociências; b) Ciências Biológicas: oceanografia, biologia geral, genética, botânica, zoologia, morfologia, fisiologia, bioquímica, biofísica, farmacologia, imunologia, microbiologia, parasitologia e ecologia; c) Engenharias: engenharia civil, engenharia sanitária, engenharia de transportes, engenharia de minas, engenharia de materiais e metalúrgica, engenharia química, engenharia nuclear, engenharia mecânica, engenharia de produção, engenharia naval e oceânica, engenharia aeroespacial, engenharia elétrica, engenharia biomédica, engenharia de alimentos, engenharia de aquicultura, e demais engenharias.

Universidade Federal de Mato Grosso do Sul UFMS Instituto de Química IQ Grupo Arandú de Tecnologia e Ensino de Ciências GATEC

Universidade Federal de Mato Grosso do Sul UFMS Instituto de Química IQ Grupo Arandú de Tecnologia e Ensino de Ciências GATEC V Feira de Tecnologia Engenharia e Ciência de Mato Grosso do Sul [FETECMS] IV Feira de Tecnologia, Ciência e Criatividade do Ensino Fundamental de Mato Grosso do Sul [FETECCMS-JR] II Exposição de Projetos

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ANÁPOLIS SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA

PREFEITURA MUNICIPAL DE ANÁPOLIS SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA PREFEITURA MUNICIPAL DE ANÁPOLIS SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA REGIMENTO PARA PARTICIPAR DA FEIRA DE CIÊNCIAS N.º 001/2011 PREFEITURA MUNICIPAL DE ANÁPOLIS SECRETARIA MUNICIPAL DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA

Leia mais

Projetos de Extensão. Prof. Msc. Marcílio Meira Informátic ca

Projetos de Extensão. Prof. Msc. Marcílio Meira <marcilio.meira@ifrn.edu.br> Informátic ca Extensão Projetos de Extensão Prof. Msc. Marcílio Meira Informátic ca Objetivos da aula a. Compreender o que é um Projeto de Extensão, e seus objetivos; b Aprender como se

Leia mais

REGULAMENTO DA IX MOSTRACLAK ENSINO MÉDIO E CURSOS TÉCNICOS

REGULAMENTO DA IX MOSTRACLAK ENSINO MÉDIO E CURSOS TÉCNICOS TEMA GERAL A pesquisa como instrumento de promoção do bem-estar humano FOCO DE 2015 2015: Ano Internacional da Luz (Organização das Nações Unidas - ONU) REFERÊNCIA BÍBLICA Disse Deus: haja luz; e houve

Leia mais

EDITAL DE LEVANTAMENTO DE DEMANDA PARA CURSOS DE MESTRADO E DOUTORADO EM TECNOLOGIA NUCLEAR IPEN/IFRO EDITAL Nº 6/IFRO/2015

EDITAL DE LEVANTAMENTO DE DEMANDA PARA CURSOS DE MESTRADO E DOUTORADO EM TECNOLOGIA NUCLEAR IPEN/IFRO EDITAL Nº 6/IFRO/2015 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, INOVAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU TECNOLOGIA NUCLEAR EDITAL

Leia mais

Este regulamento se destina a normatizar os procedimentos para realização da I Feira Estadual de Ciências e Tecnologia FECETE.

Este regulamento se destina a normatizar os procedimentos para realização da I Feira Estadual de Ciências e Tecnologia FECETE. Este regulamento se destina a normatizar os procedimentos para realização da I Feira Estadual de Ciências e Tecnologia FECETE. A FECETE está prevista para ser realizada nos dias 07, 08 de 09 de outubro

Leia mais

6ª BENTOTEC: Feira Cultural e Tecnológica. Etapas. Entrega do regulamento e modelo de projeto para todos os alunos 31 de março

6ª BENTOTEC: Feira Cultural e Tecnológica. Etapas. Entrega do regulamento e modelo de projeto para todos os alunos 31 de março 6ª BENTOTEC: Feira Cultural e Tecnológica Regulamento Etapas Entrega do regulamento e modelo de projeto para todos os alunos 31 de março Entrega dos pré-projetos para avaliação (todas as categorias) -

Leia mais

5º Congresso de Pesquisa e Iniciação Científica. 3º Encontro de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação

5º Congresso de Pesquisa e Iniciação Científica. 3º Encontro de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação 5º Congresso de Pesquisa e Iniciação Científica 3º Encontro de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação Inovação e Tecnologia: Ações para um novo mundo 2ª Circular O Centro Universitário do

Leia mais

1. DADOS DO(S) ESTUDANTE(S)

1. DADOS DO(S) ESTUDANTE(S) Este formulário é válido apenas para projetos submetidos através do correio. Visite o nosso site www.lsi.usp.br/febrace para submeter o projeto eletronicamente. A FEBRACE não recebe projetos submetidos

Leia mais

Regulamento Geral da I FECITI FEIRA DE CIÊNCIAS, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO DO IFSUL - CÂMPUS SAPIRANGA

Regulamento Geral da I FECITI FEIRA DE CIÊNCIAS, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO DO IFSUL - CÂMPUS SAPIRANGA Regulamento Geral da I FECITI FEIRA DE CIÊNCIAS, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO DO IFSUL - CÂMPUS SAPIRANGA 1. Definição e finalidade 1.1 A FECITI é uma feira de ciências, tecnologia e inovação que tem por objetivo

Leia mais

EDITAL 01/2015 MUSEU ITINERANTE PONTO UFMG. III FEBRAT - Feira Brasileira de Colégios de Aplicação e Escolas

EDITAL 01/2015 MUSEU ITINERANTE PONTO UFMG. III FEBRAT - Feira Brasileira de Colégios de Aplicação e Escolas EDITAL 01/2015 MUSEU ITINERANTE PONTO UFMG III FEBRAT - Feira Brasileira de Colégios de Aplicação e Escolas Técnicas na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2015 "Luz, ciência e vida" NORMAS DE PARTICIPAÇÃO

Leia mais

V JORNADA ACADÊMICA DE NUTRIÇÃO CLÍNICA. Escola de Enfermagem da UFMG Av. Alfredo Balena, 190 CEP 30130-100 - BH / MG

V JORNADA ACADÊMICA DE NUTRIÇÃO CLÍNICA. Escola de Enfermagem da UFMG Av. Alfredo Balena, 190 CEP 30130-100 - BH / MG V JORNADA ACADÊMICA DE NUTRIÇÃO CLÍNICA Escola de Enfermagem da UFMG Av. Alfredo Balena, 190 CEP 30130-100 - BH / MG Índice 1. DO OBJETIVO 2. JORNADA ACADÊMICA DE NUTRIÇÃO CLÍNICA 3. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

Leia mais

2ª FEIRA DE CIÊNCIAS, TECNOLOGIA, EDUCAÇÃO E CULTURA

2ª FEIRA DE CIÊNCIAS, TECNOLOGIA, EDUCAÇÃO E CULTURA EDITAL 01/2015 INSCRIÇÃO DE TRABALHOS PARA A 2ª FEIRA DE CIÊNCIAS, TECNOLOGIA, EDUCAÇÃO E CULTURA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA CAMPUS UFV FLORESTAL A Universidade Federal de Viçosa Campus UFV Florestal

Leia mais

REGULAMENTO DA 1ª FEIRA DE CIÊNCIAS DO COLÉGIO ESTUAL JARDIM PORTO ALEGRE

REGULAMENTO DA 1ª FEIRA DE CIÊNCIAS DO COLÉGIO ESTUAL JARDIM PORTO ALEGRE Colégio Estadual Jardim Porto Alegre - Ensino Fundamental, Médio e Profissional Rua Paraná, 299,Jardim Porto Alegre - Toledo-PR Telefone: (45) 3278-8292 REGULAMENTO DA 1ª FEIRA DE CIÊNCIAS DO COLÉGIO ESTUAL

Leia mais

I a Jornada de Pós-graduação da UERGS UNIDADE EM FREDERICO WESTPHALEN CAMPUS REGIONAL III. PERÍODO DE REALIZAÇÃO 23 a 25 de setembro de 2015

I a Jornada de Pós-graduação da UERGS UNIDADE EM FREDERICO WESTPHALEN CAMPUS REGIONAL III. PERÍODO DE REALIZAÇÃO 23 a 25 de setembro de 2015 & I a Jornada de Pós-graduação da UERGS UNIDADE EM FREDERICO WESTPHALEN CAMPUS REGIONAL III PERÍODO DE REALIZAÇÃO 23 a 25 de setembro de 2015 EDITAL DE ABERTURA - RETIFICADO O Pró-Reitor de Extensão, Prof.

Leia mais

Instituto Federal do Espírito Santo EDITAL 04 /2015. VI SEMINÁRIO MUNICIPAL DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO _ 21 e 22 DE OUTUBRO DE 2015_

Instituto Federal do Espírito Santo EDITAL 04 /2015. VI SEMINÁRIO MUNICIPAL DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO _ 21 e 22 DE OUTUBRO DE 2015_ Instituto Federal do Espírito Santo EDITAL 04 /2015 VI SEMINÁRIO MUNICIPAL DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO _ 21 e 22 DE OUTUBRO DE 2015_ O Diretor do Instituto Federal do Espírito Santo e a Comissão

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO RESUMO A SER PUBLICADO NOS ANAIS DO 21º ENCONTRO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA PUC-SP 2012

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO RESUMO A SER PUBLICADO NOS ANAIS DO 21º ENCONTRO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA PUC-SP 2012 O texto deve ser conciso e ocupar no máximo 20 linhas, em um único parágrafo; utilizar linguagem objetiva, evitando frases inteiras do texto original (expressar apenas a idéia principal e não transcrevê-la);

Leia mais

2ª MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DOS CURSOS DE ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO E ENGENHARIA CIVIL FACULDADE CAPIXABA DA SERRA MULTIVIX SERRA

2ª MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DOS CURSOS DE ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO E ENGENHARIA CIVIL FACULDADE CAPIXABA DA SERRA MULTIVIX SERRA 2ª MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DOS CURSOS DE ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO E ENGENHARIA CIVIL FACULDADE CAPIXABA DA SERRA MULTIVIX SERRA O presente Edital visa divulgar as regras e as datas que

Leia mais

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE SERGIPE DESO PRESIDÊNCIA ASSESSORIA DE MARKETING GESTÃO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE SERGIPE DESO PRESIDÊNCIA ASSESSORIA DE MARKETING GESTÃO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL COMPANHIA DE SANEAMENTO DE SERGIPE DESO PRESIDÊNCIA ASSESSORIA DE MARKETING GESTÃO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL Primeiro Concurso de Desenho, Poesia e Redação da DESO: Por uma cultura de Saneamento Ambiental

Leia mais

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES EDITAL Nº 056/2013 Prêmio Emerald/Capes 2013 de Pesquisa nas áreas de Ciência da Informação e Administração e Gestão A Fundação Coordenação

Leia mais

IV Mostra de Iniciação Científica no Pantanal

IV Mostra de Iniciação Científica no Pantanal A IV MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA NO PANTANAL organizada pelo Centro de Educação e Investigação em Ciências e Matemática (CEICIM) e coordenada pelos docentes do Departamento de Matemática da Universidade

Leia mais

1 DA FINALIDADE E DO PÚBLICO ALVO

1 DA FINALIDADE E DO PÚBLICO ALVO A Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências torna público as Normas Complementares do Processo Seletivo Ano Letivo 2015, aos candidatos a discente do Programa de Pós-Graduação em Ensino

Leia mais

Este evento busca oportunizar a divulgação de resultados de pesquisa de alunos regularmente matriculados em cursos de graduação.

Este evento busca oportunizar a divulgação de resultados de pesquisa de alunos regularmente matriculados em cursos de graduação. MANUAL OFICIAL O EVENTO O IDEAU Instituto de Desenvolvimento Educacional do Alto Uruguai reconhece a importância do trabalho acadêmico, as habilidades de criação e de inovação dos alunos de cada um de

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BELO HORIZONTE UNIBH VIII EDIÇÃO DO PRÊMIO DE INTERDISCIPLINARIDADE REGULAMENTO

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BELO HORIZONTE UNIBH VIII EDIÇÃO DO PRÊMIO DE INTERDISCIPLINARIDADE REGULAMENTO CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BELO HORIZONTE UNIBH VIII EDIÇÃO DO PRÊMIO DE INTERDISCIPLINARIDADE REGULAMENTO Art. 1º - O presente regulamento estabelece regras para a premiação dos trabalhos desenvolvidos durante

Leia mais

Mostra de Ciência e Tecnologia da Zona Norte de Natal INSTRUÇÕES PARA AUTORES FINALISTAS COMISSÃO DE ORGANIZAÇÃO DA MOCITECZN 2014

Mostra de Ciência e Tecnologia da Zona Norte de Natal INSTRUÇÕES PARA AUTORES FINALISTAS COMISSÃO DE ORGANIZAÇÃO DA MOCITECZN 2014 Mostra de Ciência e Tecnologia da Zona Norte de Natal INSTRUÇÕES PARA AUTORES FINALISTAS COMISSÃO DE ORGANIZAÇÃO DA MOCITECZN 2014 NATAL/RN NOVEMBRO DE 2014 LOCAL DA EXPOSIÇÃO A MOCITECZN será realizada

Leia mais

Lançamento da Chamada Pública e adesão das escolas 13/03 a 03/06/2015

Lançamento da Chamada Pública e adesão das escolas 13/03 a 03/06/2015 CHAMADA PÚBLICA Nº 02/2015 PARA REALIZAÇÃO DE FEIRAS ESCOLARES DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA, E SUBMISSÃO DE PROJETOS À 5ª FEIRA DE CIÊNCIAS DA BAHIA E 10ª FEIRA BAIANA DE MATEMÁTICA A Secretaria da Educação

Leia mais

SELEÇÃO EXTERNA DE PROJETOS PARA A VI JACITEC. (Realização de 03 a 06 de novembro de 2015)

SELEÇÃO EXTERNA DE PROJETOS PARA A VI JACITEC. (Realização de 03 a 06 de novembro de 2015) SELEÇÃO EXTERNA DE PROJETOS PARA A VI JACITEC (Realização de 03 a 06 de novembro de 2015) Os Coordenadores da Comissão designada pela Portaria nº 244, de 15 de junho de 2015, do Diretor Geral do Instituto

Leia mais

Regulamento Geral da Gincana Acadêmica Trilhas da Informação. 7 ª Edição: 2012 CAPÍTULO I DA FINALIDADE

Regulamento Geral da Gincana Acadêmica Trilhas da Informação. 7 ª Edição: 2012 CAPÍTULO I DA FINALIDADE Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais Instituto de Ciências Exatas e Informática Regulamento Geral da Gincana Acadêmica Trilhas da Informação 7 ª Edição: 2012 Tema: Vida Saudável: diga não às

Leia mais

V MOCISC V MOSTRA CIENTÍFICA DA REGIÃO DO CONTESTADO DE SANTA CATARINA. Etapa Classificatória REGULAMENTO

V MOCISC V MOSTRA CIENTÍFICA DA REGIÃO DO CONTESTADO DE SANTA CATARINA. Etapa Classificatória REGULAMENTO V MOCISC V MOSTRA CIENTÍFICA DA REGIÃO DO CONTESTADO DE SANTA CATARINA Etapa Classificatória REGULAMENTO A Universidade do Contestado apresenta a 5ª edição da MOCISC Mostra Científica da Região do Contestado

Leia mais

EDITAL 001/2015 - ARTIGOS CIENTÍFICOS A SEREM SUBMETIDOS NA III SEMANA DE ENGENHARIA DO ESTADO DO MARANHÃO - III SENGE MA.

EDITAL 001/2015 - ARTIGOS CIENTÍFICOS A SEREM SUBMETIDOS NA III SEMANA DE ENGENHARIA DO ESTADO DO MARANHÃO - III SENGE MA. EDITAL 001/2015 - ARTIGOS CIENTÍFICOS A SEREM SUBMETIDOS NA III SEMANA DE ENGENHARIA DO ESTADO DO MARANHÃO - III SENGE MA. 1 - DISPOSIÇÕES INICIAIS Este edital tem por objetivo, organizar, divulgar e orientar

Leia mais

EDITAL 2015 4 o PRÊMIO PADRE FRANCISCO XAVIER ROSER S.J. DE EMPREENDEDORISMO DE INOVAÇÃO

EDITAL 2015 4 o PRÊMIO PADRE FRANCISCO XAVIER ROSER S.J. DE EMPREENDEDORISMO DE INOVAÇÃO EDITAL 2015 4 o PRÊMIO PADRE FRANCISCO XAVIER ROSER S.J. DE EMPREENDEDORISMO DE INOVAÇÃO Objetivando fomentar a relação entre pesquisa, inovação e empreendedorismo no cenário regional, nacional e internacional,

Leia mais

2º A confecção do pôster eletrônico deverá seguir as seguintes diretrizes:

2º A confecção do pôster eletrônico deverá seguir as seguintes diretrizes: Regulamento para Apresentação de Trabalho Acadêmico da VIII Mostra de Iniciação Científica e Extensão Comunitária e VII Mostra de Pesquisa de Pós-Graduação da IMED 2014 Artigo 1º - Para os efeitos do presente

Leia mais

XIX Ciência Viva. Tema: Ciência, tecnologia e desenvolvimento social. 06 e 07 de Novembro de 2014

XIX Ciência Viva. Tema: Ciência, tecnologia e desenvolvimento social. 06 e 07 de Novembro de 2014 XIX Ciência Viva Tema: Ciência, tecnologia e desenvolvimento social 06 e 07 de Novembro de 2014 A CIÊNCIA VIVA A Ciência Viva é uma exposição anual aberta ao público, em que estudantes da educação básica

Leia mais

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS (CAPES-CNPq)

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS (CAPES-CNPq) PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS (CAPES-CNPq) EDITAL PROPEPG Nº 06 de 04 de Junho de 2013 A Pró-Reitoria de Pesquisa, Extensão e Pós-Graduação vêm através deste Edital, divulgar no âmbito da Instituição

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO RESUMO A SER PUBLICADO NOS ANAIS DO 22º ENCONTRO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA PUC-SP 2013 MODELO DE RESUMO

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO RESUMO A SER PUBLICADO NOS ANAIS DO 22º ENCONTRO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA PUC-SP 2013 MODELO DE RESUMO MODELO DE RESUMO 8.00.00.00-2 LINGÜÍSTICA, LETRAS E ARTES (grande área) 8.02.00.00-1 LETRAS (área da pesquisa e não curso do aluno) TÍTULO DO PROJETO OU DO PLANO DE TRABALHO DO ALUNO/BOLSISTA NOME... ORIENTADOR(A)

Leia mais

2.1 Fazer um justo reconhecimento a todos os alunos e professores que contribuem no empenho em ações que resultem em um mundo melhor;

2.1 Fazer um justo reconhecimento a todos os alunos e professores que contribuem no empenho em ações que resultem em um mundo melhor; REGULAMENTO 3º Prêmio UniBH de Sustentabilidade 1 CARACTERIZAÇÃO 1.1 O Prêmio UniBH de Sustentabilidade tem o propósito de identificar, reconhecer, valorizar e premiar os esforços dos alunos e dos professores

Leia mais

2º PRÊMIO DE INOVAÇÃO DE JOINVILLE 2014

2º PRÊMIO DE INOVAÇÃO DE JOINVILLE 2014 2º PRÊMIO DE INOVAÇÃO DE JOINVILLE 2014 REGULAMENTO Art. 1º Do Objetivo e Perfil dos Participantes O 2º. Prêmio de Inovação de Joinville é motivado pelo cumprimento da Lei 7170/2011, em seu art. 7º, que

Leia mais

XV UFMG Jovem EDITAL DDC nº 03/2014

XV UFMG Jovem EDITAL DDC nº 03/2014 UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO DIRETORIA DE DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA XV UFMG Jovem EDITAL DDC nº 03/2014 A Diretoria de Divulgação Científica, da Pró-Reitoria de Extensão da

Leia mais

Cidadania e Desenvolvimento Social. Universidade Federal do Paraná Curitiba Paraná Brasil 03, 04 e 05 de outubro de 2012

Cidadania e Desenvolvimento Social. Universidade Federal do Paraná Curitiba Paraná Brasil 03, 04 e 05 de outubro de 2012 XX Jornadas de Jovens Pesquisadores da Associação de Universidades do Grupo Montevideo (AUGM) Cidadania e Desenvolvimento Social Universidade Federal do Paraná Curitiba Paraná Brasil 03, 04 e 05 de outubro

Leia mais

REGULAMENTO MONSTAR GAMES 2016

REGULAMENTO MONSTAR GAMES 2016 REGULAMENTO MONSTAR GAMES 2016 ETAPA SÃO PAULO 1. CATEGORIAS 1.1 O Monstar Games 2016 ETAPA SÃO PAULO será disputado no Ginásio Geraldo José de Almeida no Complexo do Ibirapuea, em São Paulo-SP, nos dias

Leia mais

EDITAL Nº 01/2014 1. DISPOSIÇÕES GERAIS

EDITAL Nº 01/2014 1. DISPOSIÇÕES GERAIS CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FACULDADE ESTÁCIO DE SÁ DE BELO HORIZONTE Coordenação de Pesquisa e Extensão Coordenação Institucional-Programa Ciência sem Fronteiras EDITAL Nº 01/2014 SELEÇÃO DE ALUNOS PARA GRADUAÇÃO

Leia mais

Anexo C Cursos de capacitação que não sejam de educação formal

Anexo C Cursos de capacitação que não sejam de educação formal Anexo C Cursos de capacitação que não sejam de educação formal Para todos os ambientes organizacionais para todos os servidores, independentemente do ambiente organizacional: Administração pública Estado,

Leia mais

REGULAMENTO DA SEMANA DA ENGENHARIA

REGULAMENTO DA SEMANA DA ENGENHARIA REGULAMENTO DA SEMANA DA ENGENHARIA A Coordenadora da Faculdade de Ciência e Tecnologia de Montes Claros FACIT, no uso de suas atribuições regimentais, considerando que o projeto dos cursos de engenharia

Leia mais

EDITAL DE TEMAS LIVRES XXVI ECAM

EDITAL DE TEMAS LIVRES XXVI ECAM EDITAL DE TEMAS LIVRES XXVI ECAM 1. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Poderão ser inscritos no XXVI Encontro Científico dos Acadêmicos de Medicina (XXVI ECAM), a ser realizado entre os dias 24 e 26 de setembro de

Leia mais

CHAMADA DE SELEÇÃO INTERNA PARA ALUNOS DA UEA REFERENTE A GRADUAÇÃO SANDUICHE NA ALEMANHA. Chamada pública Programa Ciência sem Fronteiras n.

CHAMADA DE SELEÇÃO INTERNA PARA ALUNOS DA UEA REFERENTE A GRADUAÇÃO SANDUICHE NA ALEMANHA. Chamada pública Programa Ciência sem Fronteiras n. CHAMADA DE SELEÇÃO INTERNA PARA ALUNOS DA UEA REFERENTE A GRADUAÇÃO SANDUICHE NA ALEMANHA Chamada pública Programa Ciência sem Fronteiras n. 118/2012 O QUE É GESTOR Processo de seleção de candidatos de

Leia mais

CHAMADA INTERNA 40/2011 PRPGP-PROGRAD-SAI PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS CNPq - UFSM

CHAMADA INTERNA 40/2011 PRPGP-PROGRAD-SAI PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS CNPq - UFSM Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa Pró-Reitoria de Graduação Secretaria de Apoio Internacional CHAMADA INTERNA 40/ PRPGP-PROGRAD-SAI PROGRAMA

Leia mais

EDITAL nº 01/2015 Submissão de Trabalhos. VII Chamada de Trabalhos. X Semana de Petróleo e Gás SPE/UFRJ 10ª SPEtro

EDITAL nº 01/2015 Submissão de Trabalhos. VII Chamada de Trabalhos. X Semana de Petróleo e Gás SPE/UFRJ 10ª SPEtro EDITAL nº 01/2015 Submissão de Trabalhos VII Chamada de Trabalhos X Semana de Petróleo e Gás SPE/UFRJ 10ª SPEtro O Capítulo de Estudantes SPE da UFRJ torna público o presente Edital para a comunidade técnico-científica

Leia mais

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS (CAPES E CNPq) EDITAL nº 06 de 28 de Março de 2012

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS (CAPES E CNPq) EDITAL nº 06 de 28 de Março de 2012 PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS (CAPES E CNPq) EDITAL nº 06 de 28 de Março de 2012 A Pró-Reitoria de Pesquisa, Extensão e Pós-Graduação vêm através deste Edital, divulgar no âmbito da Instituição a todos

Leia mais

Edital do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Tecnológica e Inovação BIT/UFRGS - 2015/2016

Edital do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Tecnológica e Inovação BIT/UFRGS - 2015/2016 Edital do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Tecnológica e Inovação BIT/UFRGS - 2015/2016 A Universidade Federal do Rio Grande do Sul, por intermédio da Secretaria de Desenvolvimento Tecnológico

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE NITERÓI EDITAL N 005/2015

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE NITERÓI EDITAL N 005/2015 PUBLICADA EM 15/09/2015 SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE NITERÓI EDITAL N 005/2015 O presente Edital torna pública a abertura de inscrições e estabelece as diretrizes gerais para

Leia mais

I PREMIO BRASILEIRO DE FOTOGEOGRAFIA Tema: Paisagens Brasileiras Edição 2015 REGULAMENTO RETIFICADO

I PREMIO BRASILEIRO DE FOTOGEOGRAFIA Tema: Paisagens Brasileiras Edição 2015 REGULAMENTO RETIFICADO I PREMIO BRASILEIRO DE FOTOGEOGRAFIA Tema: Paisagens Brasileiras Edição 2015 DISPOSIÇÕES INICIAIS REGULAMENTO RETIFICADO O PREMIO BRASILEIRO DE FOTOGEOGRAFIA, é uma iniciativa do Laboratório de Geoiconografia

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ ASSESSORIA DE COOPERAÇÃO INTERNACIONAL COORDENAÇÃO INSTITUCIONAL PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS EDITAL Nº 01/2014

UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ ASSESSORIA DE COOPERAÇÃO INTERNACIONAL COORDENAÇÃO INSTITUCIONAL PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS EDITAL Nº 01/2014 UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ ASSESSORIA DE COOPERAÇÃO INTERNACIONAL COORDENAÇÃO INSTITUCIONAL PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS EDITAL Nº 01/2014 SELEÇÃO DE ALUNOS PARA GRADUAÇÃO SANDUÍCHE, ATRAVÉS DO PROGRAMA

Leia mais

PORTARIA Nº 9, DE 29 DE JUNHO DE 2006

PORTARIA Nº 9, DE 29 DE JUNHO DE 2006 PORTARIA Nº 9, DE 29 DE JUNHO DE 2006 O MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso de sua competência e em conformidade com o estabelecido no 1o- do art 10, da Lei no- 11.091, de 12 de janeiro de 2005, resolve:

Leia mais

Regulamento Programa Institucional de Bolsa de Iniciação Científica Sênior do Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá

Regulamento Programa Institucional de Bolsa de Iniciação Científica Sênior do Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá Regulamento Programa Institucional de Bolsa de Iniciação Científica Sênior do I. CONSIDERAÇÕES GERAIS ART. 1º - Este regulamento tem por objetivo orientar a apresentação, tramitação, aprovação, execução,

Leia mais

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RAIMUNDO SÁ DESENVOLVENDO COM EDUCAÇÃO

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RAIMUNDO SÁ DESENVOLVENDO COM EDUCAÇÃO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RAIMUNDO SÁ DESENVOLVENDO COM EDUCAÇÃO EDITAL N 01/2015 Ementa: Torna Pública a abertura de inscrições e estabelece normas relativas à participação na VII Semana de Exposição

Leia mais

Edital do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Tecnológica e Inovação PROBITI/FAPERGS/UFRGS - 2015/2016

Edital do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Tecnológica e Inovação PROBITI/FAPERGS/UFRGS - 2015/2016 Edital do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Tecnológica e Inovação PROBITI/FAPERGS/UFRGS - 2015/2016 A Universidade Federal do Rio Grande do Sul, por intermédio da Secretaria de Desenvolvimento

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO EDITAL PROCESSO SELETIVO ESPECIAL PARA CANDIDATOS INDÍGENAS ALDEADOS OU REMANESCENTES DE COMUNIDADES QUILOMBOLAS

Leia mais

Graduação Sanduíche - Programa Ciência sem fronteiras

Graduação Sanduíche - Programa Ciência sem fronteiras Graduação Sanduíche - Programa Ciência sem fronteiras Chamadas em aberto Estão abertas até o dia 30 de abril chamadas para os seguintes países: Canadá, Bélgica, Austrália, Portugal, Coréia do Sul, Espanha

Leia mais

FACULDADES SÃO CAMILO RIO DE JANEIRO II JORNADA CIENTÍFICA 17 DE MAIO DE 2008

FACULDADES SÃO CAMILO RIO DE JANEIRO II JORNADA CIENTÍFICA 17 DE MAIO DE 2008 FACULDADES SÃO CAMILO RIO DE JANEIRO II JORNADA CIENTÍFICA 17 DE MAIO DE 2008 EDITAL QUE REGULAMENTA A INSCRIÇÃO, APRESENTAÇÃO, AVALIAÇÃO E PREMIAÇÃO DOS TRABALHOS PARA A II JORNADA CIENTÍFICA DAS FACULDADES

Leia mais

2.4. PÚBLICO ALVO Alunos de Graduação em Direito e/ou áreas afins e Pós-Graduação das Instituições de Ensino Superior e Professores Pesquisadores.

2.4. PÚBLICO ALVO Alunos de Graduação em Direito e/ou áreas afins e Pós-Graduação das Instituições de Ensino Superior e Professores Pesquisadores. EDITAL Nº 01//2015 Ementa: Torna pública a abertura de inscrições e estabelece normas relativas à participação no IX Ciclo de Estudos Jurídicos do Instituto de Educação Superior Raimundo Sá O Instituto

Leia mais

EDITAL Nº 9/2010 IFRS-BG TRANSFERÊNCIA DE ALUNOS E INGRESSO DE PORTADORES DE DIPLOMA EM CURSOS SUPERIORES

EDITAL Nº 9/2010 IFRS-BG TRANSFERÊNCIA DE ALUNOS E INGRESSO DE PORTADORES DE DIPLOMA EM CURSOS SUPERIORES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL CAMPUS BENTO GONÇALVES EDITAL Nº 9/2010 IFRS-BG TRANSFERÊNCIA

Leia mais

3º Encontro de Iniciação Científica FIMCA

3º Encontro de Iniciação Científica FIMCA EDITAL 07/2009-Coordenação do Centro Integrado de Iniciação Científica e Extensão- CIFICE/FIMCA A Coordenação do CIFICE das Faculdades Integradas Aparício Carvalho FIMCA torna pública a abertura das inscrições

Leia mais

INSCRIÇÃO E SUBMISSÃO DE PROJETOS TEMÁTICOS E ATIVIDADES NA IX SEMANA ACADÊMICA, VIII JORNADA CIENTÍFICA.

INSCRIÇÃO E SUBMISSÃO DE PROJETOS TEMÁTICOS E ATIVIDADES NA IX SEMANA ACADÊMICA, VIII JORNADA CIENTÍFICA. EDITAL Nº05/2015 INSCRIÇÃO E SUBMISSÃO DE PROJETOS TEMÁTICOS E ATIVIDADES NA IX SEMANA ACADÊMICA, VIII JORNADA CIENTÍFICA. A do Rio de Janeiro - IFRJ - Campus Paracambi torna público o presente documento,

Leia mais

EDITAL 32 / 2015 12ª SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA LUZ, CIÊNCIA E VIDA 09 A 14 DE NOVEMBRO DE 2015

EDITAL 32 / 2015 12ª SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA LUZ, CIÊNCIA E VIDA 09 A 14 DE NOVEMBRO DE 2015 EDITAL 32 / 2015 12ª SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA LUZ, CIÊNCIA E VIDA 09 A 14 DE NOVEMBRO DE 2015 MOSTRA DE TRABALHOS O IF Sudeste MG Campus Barbacena, por meio da Comissão Organizadora da Semana

Leia mais

PROJETO IV SEMANA DA INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA CHRISTUS FACULDADE DO PIAUÍ - CHRISFAPI PIRIPIRI 2013

PROJETO IV SEMANA DA INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA CHRISTUS FACULDADE DO PIAUÍ - CHRISFAPI PIRIPIRI 2013 ASSOCIAÇÃO PIRIPIRIENSE DE ENSINO SUPERIOR APES CHRISTUS FACULDADE DO PIAUÍ - CHRISFAPI NÚCLEO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, EXTENSÃO E PÓS-GRADUAÇÃO - NICEP IV SEMANA DA INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA CHRISTUS FACULDADE

Leia mais

Nossa Visão. E, por meio da Divisão Global Santander Universidades, reforça seu compromisso com a comunidade acadêmica

Nossa Visão. E, por meio da Divisão Global Santander Universidades, reforça seu compromisso com a comunidade acadêmica Nossa Visão O Santander acredita que o investimento no ensino superior é a forma mais direta e eficaz de apostar no desenvolvimento nos 20 países em que está presente E, por meio da Divisão Global Santander

Leia mais

FEIRA DE CIÊNCIAS E MOSTRA ITINERANTE: O DESPERTAR DE VOCAÇÕES CIENTÍFICAS

FEIRA DE CIÊNCIAS E MOSTRA ITINERANTE: O DESPERTAR DE VOCAÇÕES CIENTÍFICAS 1. Quem poderá participar da Feira de Ciências?... 2 2. Regras para formação das equipes participantes da Feira de Ciências... 2 2.1. Composição das equipes... 2 2.2. Observação... 3 3. Modalidades dos

Leia mais

EDITAL PROPI 07/2012 PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU/2013

EDITAL PROPI 07/2012 PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU/2013 EDITAL PROPI 07/2012 PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU/2013 O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí - IFPI, através da Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação, torna públicas para

Leia mais

II Encontro de Ciência e Tecnologia FARO/IJN. Edital 2015. Tema: LUZ, CIÊNCIA E VIDA.

II Encontro de Ciência e Tecnologia FARO/IJN. Edital 2015. Tema: LUZ, CIÊNCIA E VIDA. II Encontro de Ciência e Tecnologia FARO/IJN Edital 2015 Tema: LUZ, CIÊNCIA E VIDA. A Direção da Faculdade de Rondônia FARO/IJN torna público, por meio deste edital, as informações para realização do II

Leia mais

Manual Comitê de Ética em Pesquisa Universidade do Sagrado Coração

Manual Comitê de Ética em Pesquisa Universidade do Sagrado Coração Manual Comitê de Ética em Pesquisa Universidade do Sagrado Coração Bauru SP Resolução CNS 196/96:...Assim, também são consideradas pesquisas envolvendo seres humanos as entrevistas, aplicações de questionários,

Leia mais

EDITAL INTERNO Nº 06/2014

EDITAL INTERNO Nº 06/2014 EDITAL INTERNO Nº 06/2014 HOMOLOGAÇÃO DAS INSCRIÇÕES DOS CANDIDATOS DO IFRJ PARA SELEÇÃO DO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS - BOLSA DE GRADUAÇÃO SANDUÍCHE A Pró-Reitora de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação

Leia mais

Guia de Instruções para Inscrições no Programa Ciência Sem Fronteiras

Guia de Instruções para Inscrições no Programa Ciência Sem Fronteiras Guia de Instruções para Inscrições no Programa Ciência Sem Fronteiras A Coordenadoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão do Centro Universitário de Sete Lagoas UNIFEMM, no uso de suas atribuições, divulga

Leia mais

PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON 2015 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS CATEGORIAS: 1) EMPRESAS PRIVADAS E ÓRGÃOS PÚBLICOS e 2) ESTUDANTES

PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON 2015 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS CATEGORIAS: 1) EMPRESAS PRIVADAS E ÓRGÃOS PÚBLICOS e 2) ESTUDANTES PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON 2015 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS CATEGORIAS: 1) EMPRESAS PRIVADAS E ÓRGÃOS PÚBLICOS e 2) ESTUDANTES MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS CATEGORIA: EMPRESAS PRIVADAS E

Leia mais

INSTRUÇÕES NORMATIVAS

INSTRUÇÕES NORMATIVAS INSTRUÇÕES NORMATIVAS INSCRIÇÃO DE TRABALHOS ATÉ 30/09/2015 A Comissão organizadora da XIX Jornada Científica sugere que, antes de iniciarem o processo de inscrição, todos os autores leiam as orientações

Leia mais

REGULAMENTO DA XXXIX FEIRA DE CIÊNCIAS DA IENH

REGULAMENTO DA XXXIX FEIRA DE CIÊNCIAS DA IENH REGULAMENTO DA XXXIX FEIRA DE CIÊNCIAS DA IENH 1. JUSTIFICATIVA 1.1. A Feira de Ciências da Instituição Evangélica de Novo Hamburgo é um empreendimento técnico-científico-cultural que se destina a estabelecer

Leia mais

I I Mostra de Trabalhos acadêmicos do Curso de Fisioterapia: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde/CCBS/Univates

I I Mostra de Trabalhos acadêmicos do Curso de Fisioterapia: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde/CCBS/Univates Centro Universitário UNIVATES Curso de Fisioterapia I I Mostra de Trabalhos acadêmicos do Curso de Fisioterapia: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde/CCBS/Univates Coordenação: Marilucia Vieira dos

Leia mais

Processo de seleção de candidatos de instituições brasileiras a bolsas de graduação-sanduíche no exterior para estudo em instituições do Reino Unido

Processo de seleção de candidatos de instituições brasileiras a bolsas de graduação-sanduíche no exterior para estudo em instituições do Reino Unido CHAMADA DE SELEÇÃO INTERNA PARA ALUNOS DA UEA REFERENTE À GRADUAÇÃO SANDUICHE NO REINO UNIDO Chamada pública Programa Ciência sem Fronteiras n. 123/2012 O QUE É GESTOR Processo de seleção de candidatos

Leia mais

EDITAL 001/2015 SIMPÓSIO REGIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA - RESÍDUOS SÓLIDOS MOSTRA DE PROJETOS

EDITAL 001/2015 SIMPÓSIO REGIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA - RESÍDUOS SÓLIDOS MOSTRA DE PROJETOS EDITAL 001/2015 SIMPÓSIO REGIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA - RESÍDUOS SÓLIDOS Tema: TRATAMENTO DE RESÍDUOS MOSTRA DE PROJETOS As Universidades parceiras: FATEC de Mogi Mirim- Arthur de Azevedo, Faculdade

Leia mais

SELEÇÃO DE PROFESSORES - 2015/1 Edital nº 01/2015

SELEÇÃO DE PROFESSORES - 2015/1 Edital nº 01/2015 SELEÇÃO DE PROFESSORES - 25/1 Edital nº /25 O Diretor Acadêmico da FAESA torna pública a abertura de inscrição, para seleção de professores de educação superior com titulação de doutor, mestre ou especialista,

Leia mais

REGULAMENTO 09 a 12 de Setembro de 2015

REGULAMENTO 09 a 12 de Setembro de 2015 REGULAMENTO 09 a 12 de Setembro de 2015 OBJETIVOS Incentivar os alunos da Educação Infantil, Ensino Fundamental, Ensino Médio e Tecnológico a desenvolver projetos, utilizando o método científico como um

Leia mais

IV Feira de Inovação e Tecnologia De 7 a 11 de Maio de 2012 Computação e Tecnologias do Eixo Informação e Comunicação

IV Feira de Inovação e Tecnologia De 7 a 11 de Maio de 2012 Computação e Tecnologias do Eixo Informação e Comunicação IV Feira de Inovação e Tecnologia De 7 a 11 de Maio de 2012 Computação e Tecnologias do Eixo Informação e Comunicação Ciência da Computação CST Análise e Desenvolvimento de Sistemas CST Gestão da Tecnologia

Leia mais

RETIFICAÇÃO DO EDITAL SECTTI Nº 001/2015 - FECIENG

RETIFICAÇÃO DO EDITAL SECTTI Nº 001/2015 - FECIENG RETIFICAÇÃO DO EDITAL SECTTI Nº 001/2015 - FECIENG Chamada para a seleção de projetos para a IV Feira Estadual de Ciências e Engenharia do Espírito Santo (FECIENG-ES) a serem apresentados durante a 12ª

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA APÓSTOLOS DA INOVAÇÃO V Edição (Julho de 2014)

EDITAL DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA APÓSTOLOS DA INOVAÇÃO V Edição (Julho de 2014) EDITAL DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA APÓSTOLOS DA INOVAÇÃO V Edição (Julho de 2014) 1. DISPOSIÇÕES GERAIS O Programa Apóstolos da Inovação é uma ação do INDI Instituto de Desenvolvimento Industrial e da FIEC

Leia mais

DOUTORADO EDITAL PPGAS 6/2014 I. PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ANTROPOLOGIA SOCIAL

DOUTORADO EDITAL PPGAS 6/2014 I. PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ANTROPOLOGIA SOCIAL UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS INSTITUTO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ANTROPOLOGIA SOCIAL PROCESSO SELETIVO 2014 INGRESSO 1º SEMESTRE 2015 DOUTORADO EDITAL PPGAS 6/2014

Leia mais

III FEIRA ESTADUAL DE CIÊNCIAS DA NATUREZA DO ACRE E III MOSTRA CIENTÍFICA DE CIÊNCIAS DA AMAZÔNIA OCIDENTAL

III FEIRA ESTADUAL DE CIÊNCIAS DA NATUREZA DO ACRE E III MOSTRA CIENTÍFICA DE CIÊNCIAS DA AMAZÔNIA OCIDENTAL III FEIRA ESTADUAL DE CIÊNCIAS DA NATUREZA DO ACRE E III MOSTRA CIENTÍFICA DE CIÊNCIAS DA AMAZÔNIA OCIDENTAL Dias 6 e 7 de Novembro de 2013 Realização e apoio: facebook: https://www.facebook.com/fecinac

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL Ministério da Educação Secretária de Educação Profissional e Tecnológica Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL Ministério da Educação Secretária de Educação Profissional e Tecnológica Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL Ministério da Educação Secretária de Educação Profissional e Tecnológica Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TECNOLOGICO

Leia mais

REGULAMENTO CIDADANIA ABRH-RS EDIÇÃO 2012 CATEGORIA ESTUDANTE

REGULAMENTO CIDADANIA ABRH-RS EDIÇÃO 2012 CATEGORIA ESTUDANTE REGULAMENTO CIDADANIA ABRH-RS EDIÇÃO 2012 CATEGORIA ESTUDANTE ARTIGO I DEFINIÇÃO E NATUREZA O Prêmio Cidadania, categoria Estudante, premia trabalhos de caráter técnico ou científico, referente a implementação

Leia mais

EDITAL Nº 003/2015/PROPE SELEÇÃO DE ORIENTADORES E PROJETOS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

EDITAL Nº 003/2015/PROPE SELEÇÃO DE ORIENTADORES E PROJETOS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL Nº 003/2015/PROPE SELEÇÃO DE ORIENTADORES E PROJETOS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PRIMEIROS PASSOS NA CIÊNCIA PROGRAMA INTEGRADO DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PARA ENSINO SUPERIOR E ENSINO MÉDIO

Leia mais

Prêmio CAPES-INTERFARMA de Inovação e Pesquisa Edital 09/2015

Prêmio CAPES-INTERFARMA de Inovação e Pesquisa Edital 09/2015 Prêmio CAPES-INTERFARMA de Inovação e Pesquisa Edital 09/2015 A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior Capes, instituída como Fundação Pública, criada pela Lei nº. 8.405, de 09 de

Leia mais

EDITAL PARA SELEÇÃO DO CURSO PRÉ-ENEM COMUNITÁRIO TO NA UFAC 2015 RIO BRANCO URBANO TURMA II

EDITAL PARA SELEÇÃO DO CURSO PRÉ-ENEM COMUNITÁRIO TO NA UFAC 2015 RIO BRANCO URBANO TURMA II GRUPO DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO GERAÇÃO XXI DIRETÓRIO CENTRAL DOS ESTUDANTES EDITAL PARA SELEÇÃO DO CURSO PRÉ-ENEM COMUNITÁRIO TO NA UFAC 2015 RIO BRANCO URBANO TURMA II EDITAL 08/2015 O Curso Pré-Enem Comunitário

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO ECO DESAFIO PROJETOS SUSTENTÁVEIS DE CAPTAÇÃO, ARMAZENAMENTO, TRATAMENTO E UTILIZAÇÃO DA ÁGUA DA CHUVA.

REGULAMENTO DO CONCURSO ECO DESAFIO PROJETOS SUSTENTÁVEIS DE CAPTAÇÃO, ARMAZENAMENTO, TRATAMENTO E UTILIZAÇÃO DA ÁGUA DA CHUVA. REGULAMENTO DO CONCURSO ECO DESAFIO PROJETOS SUSTENTÁVEIS DE CAPTAÇÃO, ARMAZENAMENTO, TRATAMENTO E UTILIZAÇÃO DA ÁGUA DA CHUVA. APRESENTAÇÃO A Divisão de Gestão Ambiental DGA, unidade responsável pelo

Leia mais

ANEXO LISTA DOS CURSOS DE GRADUAÇÂO ELEGIVEIS PELO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS

ANEXO LISTA DOS CURSOS DE GRADUAÇÂO ELEGIVEIS PELO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS ANEXO LISTA DOS CURSOS DE GRADUAÇÂO ELEGIVEIS PELO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS Agricultura Sustentável Agrimensura Agroecologia Agroindústria Agroindústria - Alimentos Agroindústria - Madeira Agronegócio

Leia mais

DIRETRIZES DE ORIENTAÇÃO DAS ATIVIDADES DO TRABALHO DE CURSO

DIRETRIZES DE ORIENTAÇÃO DAS ATIVIDADES DO TRABALHO DE CURSO Manual de Orientação das Atividades do Trabalho de Conclusão de Curso INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE RIO VERDE - IESRIVER CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DIRETRIZES DE ORIENTAÇÃO DAS ATIVIDADES DO TRABALHO DE

Leia mais

Programa de Iniciação Científica da Faculdade de Tecnologia de São Vicente (PIC-FATEF)

Programa de Iniciação Científica da Faculdade de Tecnologia de São Vicente (PIC-FATEF) FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO VICENTE Programa de Iniciação Científica da Faculdade de Tecnologia de São Vicente (PIC-FATEF) Introdução O Programa de Iniciação Científica da Faculdade de Tecnologia de

Leia mais

MANUAL DO AVALIADOR. Fundação Milset Brasil. Movimento Internacional para o Desenvolvimento Científico e Técnico no Brasil

MANUAL DO AVALIADOR. Fundação Milset Brasil. Movimento Internacional para o Desenvolvimento Científico e Técnico no Brasil MANUAL DO AVALIADOR Fundação Milset Brasil Movimento Internacional para o Desenvolvimento Científico e Técnico no Brasil Fortaleza, 25 de Março de 2015. PROGRAMAÇÃO DA EXPO MILSET (26 a 30 de Maio de 2015)

Leia mais

EDITAL Nº 004/2014 SELEÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA

EDITAL Nº 004/2014 SELEÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL Nº 004/2014 SELEÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA Chamada para seleção de Projetos para o Edital de Pesquisa e Iniciação Científica da Faculdade Capixaba de Nova Venécia. A Professora

Leia mais

EDITAL TEMA LIVRE XII JANP

EDITAL TEMA LIVRE XII JANP EDITAL TEMA LIVRE XII JANP A Comissão Organizadora da XII Jornada Acadêmica de Anatomia Aplicada faz saber que estarão abertas, no período de 19 de junho de 2015 a 03 de julho de 2015, as inscrições para

Leia mais

MANUAL DO AVALIADOR. Fundação Milset Brasil. Movimento Internacional para o Desenvolvimento Científico e Técnico no Brasil

MANUAL DO AVALIADOR. Fundação Milset Brasil. Movimento Internacional para o Desenvolvimento Científico e Técnico no Brasil MANUAL DO AVALIADOR Fundação Milset Brasil Movimento Internacional para o Desenvolvimento Científico e Técnico no Brasil Fortaleza, 10 de Abril de 2014. PROGRAMAÇÃO DA EXPO MILSET (26 a 30 de Maio de 2014)

Leia mais

I STMDVA I SIMPÓSIO TOCANTINENSE DE MICROBIOLOGIA E DOENÇAS VEICULADAS POR ALIMENTOS

I STMDVA I SIMPÓSIO TOCANTINENSE DE MICROBIOLOGIA E DOENÇAS VEICULADAS POR ALIMENTOS I STMDVA I SIMPÓSIO TOCANTINENSE DE MICROBIOLOGIA E DOENÇAS VEICULADAS POR ALIMENTOS I SIMPÓSIO TOCANTINENSE DE MICROBIOLOGIA E DOENÇAS VEICULADAS POR ALIMENTOS O Primeiro Simpósio Tocantinense de Microbiologia

Leia mais

2ª Olimpíada de Empreendedorismo Universitário

2ª Olimpíada de Empreendedorismo Universitário 2ª Olimpíada de Empreendedorismo Universitário da Universidade Federal de Goiás CATEGORIA 2 EMPREENDEDORISMO SOCIAL Agosto de 2015 REGULAMENTO CATEGORIA 2 EMPREENDEDORISMO SOCIAL 1. APRESENTAÇÃO A Categoria

Leia mais