REGULAMENTO 09 a 12 de Setembro de 2015

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "REGULAMENTO 09 a 12 de Setembro de 2015"

Transcrição

1 REGULAMENTO 09 a 12 de Setembro de 2015 OBJETIVOS Incentivar os alunos da Educação Infantil, Ensino Fundamental, Ensino Médio e Tecnológico a desenvolver projetos, utilizando o método científico como um dos instrumentos para o desenvolvimento de habilidades específicas; Possibilitar ao aluno a integração com colegas de modo a ampliar suas relações e possibilitar a troca de experiências; Incentivar o interesse pela investigação científica, favorecendo o descobrimento de novas tecnologias; Viabilizar a participação dos alunos premiados em feiras nacionais e internacionais promovidas pelas entidades que incentivam a pesquisa. MODALIDADE DE PARTICIPAÇÃO São aceitos PROJETOS EM GRUPO (até 03 (três) alunos) e INDIVIDUAL. CRITÉRIOS DE PARTICIPAÇÃO Estar matriculado em uma instituição de ensino, devidamente reconhecida pelo MEC nos cursos de Educação Infantil, Ensino Fundamental, Ensino Médio ou Tecnológico (Submissão do Projeto) ou ser oficialmente convidado / credenciado pela coordenação do evento; Possuir um Orientador (Idade mínima: 21 anos); O aluno poderá receber ajuda de profissionais qualificados para o desenvolvimento do trabalho; Submeter seu projeto nos prazos determinados às orientações da comissão organizadora do evento; Após a confirmação da inscrição do projeto, não poderá haver troca ou inclusão de novos integrantes; Participar da feira com apenas 1 (um) projeto, cujo objetivo de estudo se inclua numa das áreas de conhecimento definidas pela feira; Elaborar projeto enfocando uma das seguintes características: Investigação, Inovação ou Divulgação.

2 COMITÊ DE REVISÃO CIENTÍFICA É um grupo de profissionais qualificados, responsáveis por avaliar a pesquisa estudantil e a exposição dos projetos na MTEP, em concordância com as regras, leis e regulamentos pertinentes. O COMITÊ DE REVISÃO CIENTÍFICA EXAMINA OS PROJETOS PARA VERIFICAR: Presença e informações preenchidas nos formulários, assinaturas e datas de realização do projeto; Evidência de pesquisa bibliográfica; Uso de técnicas de investigação permitidas; Cumprimento das regras e leis governamentais quanto à pesquisa com seres humanos e animais; Observação de regras de moral e ética na condução da pesquisa; Comprovação de supervisão adequada na condução da pesquisa; PROJETO EM GRUPO Projetos em grupo não devem exceder a três alunos. A MTEP enquadra o projeto na categoria EM GRUPO (dois ou três alunos) ou INDIVIDUAL (um aluno) conforme o número de alunos inscritos e presentes na feira. Cada membro do grupo deve preencher seu próprio Formulário de Aprovação. Os outros formulários podem ser submetidos em conjunto. O nome completo de TODOS os membros do grupo deve estar presente em todos os formulários juntamente com a série, instituição, cidade, estado e país. Um projeto em grupo não pode se converter em um projeto individual e vice-versa. Um novo membro não pode ser agregado num projeto de continuação, mas dois membros podem continuar a investigação se o terceiro membro já não participa. Cada grupo deve designar um líder para coordenar o trabalho e atuar como porta-voz, porém cada membro do grupo deve ser capaz de ser o porta-voz e deve estar completamente familiarizado com todos os aspectos da investigação. O trabalho final deve refletir os esforços coordenados de cada membro do grupo e serão avaliados com os mesmos regulamentos e critérios de um projeto individual.

3 TODOS OS PROJETOS DECLARAÇÃO DE ÉTICA Fraude científica ou conduta inadequada não são permitidas em nenhum nível de pesquisa ou competição. Plágio, uso ou apresentação de trabalhos de terceiros como sendo seu, falsificação de assinaturas, de dados de aprovação não serão tolerados. Projetos fraudulentos são automaticamente desclassificados. CADERNO DE CAMPO DIÁRIO DE BORDO No Caderno de Campo ou Diário de Bordo o aluno deve ter o registro do desenvolvimento do projeto, relatando todos os fatos e as datas respectivas. O caderno deve conter: Registro detalhado e preciso dos fatos, dos passos, das descobertas, das novas indagações. Registro das datas e locais das investigações. Registro dos testes e resultados. Entrevistas e consultas às pessoas-fonte. Referências bibliográficas. EXPOSIÇÃO Os expositores devem trazer todo o material requerido para a instalação do seu estande. O estande deve ser adquirido com a Coordenação da MTEP. A apresentação visual deve ser em Português. As dimensões do estande para exposição dos trabalhos será de 1m² (1 metro quadrado aproximadamente). Deverá ser exposto no estante o banner com o título do projeto e seu resumo e o diário de bordo com todos os dados da pesquisa. Não será permitido utilizar o espaço do estande para som, decoração em demasia e outros materiais que não tenham relação com a pesquisa.

4 AVALIAÇÃO DOS PROJETOS Do Relatório Sintético: Organização, lógica e coerência do roteiro utilizado; Suficiência dos itens utilizados para o entendimento da pesquisa; Os dados podem estar legitimados no Caderno de Campo ou Diário de Bordo. Da Pesquisa: Nível de inovação; Valor social; Contribuição à ciência. Da aplicação do Método Científico: Título identifica a ação empreendida na realização da pesquisa Identifica o problema a ser pesquisado ou solucionado Formula hipótese Define variáveis Explicita os procedimentos Utiliza materiais e instrumentos adequados Apresenta e analisa resultados Do Caderno de Campo ou Diário de Bordo: O caderno de bordo não faz parte dos documentos para inscrição, porém, deve permanecer no estande para consulta dos avaliadores, caso seja necessário. Da Exibição visual e apresentação oral: A exibição visual dever ser clara e objetiva, salientando os dados mais importantes, para possibilitar o perfeito entendimento do projeto. Critérios de Avaliação: Domínio do assunto Clareza e desenvoltura na exposição Precisão dos dados

5 Compreensão do tema Possíveis aplicações Ilustração e complementos PREMIAÇÃO Será divulgada pela Coordenação da Mostra Técnica de Projetos em conjunto com a Direção Geral do Centro Educacional ArteCeb. Contemplará projetos com certificados, medalhas e troféus para os projetos de primeiro ao quarto colocados, além de credenciamentos para participação em feiras de abrangência regional, nacional e internacional. PENALIDADES A não observância das normas estabelecidas pela Coordenação Geral da MTEP neste Manual implica prejuízos na avaliação dos projetos. Atos de indisciplina, por parte dos expositores, serão encaminhados à Coordenação Geral do evento e estarão sujeitas à perda de pontos ou à desclassificação. Quaisquer outros casos omissos a este, serão analisados pela Coordenação Geral do evento em consonância com a Direção Geral do Centro Educacional ArteCeb.

XIX Ciência Viva. Tema: Ciência, tecnologia e desenvolvimento social. 06 e 07 de Novembro de 2014

XIX Ciência Viva. Tema: Ciência, tecnologia e desenvolvimento social. 06 e 07 de Novembro de 2014 XIX Ciência Viva Tema: Ciência, tecnologia e desenvolvimento social 06 e 07 de Novembro de 2014 A CIÊNCIA VIVA A Ciência Viva é uma exposição anual aberta ao público, em que estudantes da educação básica

Leia mais

6ª BENTOTEC: Feira Cultural e Tecnológica. Etapas. Entrega do regulamento e modelo de projeto para todos os alunos 31 de março

6ª BENTOTEC: Feira Cultural e Tecnológica. Etapas. Entrega do regulamento e modelo de projeto para todos os alunos 31 de março 6ª BENTOTEC: Feira Cultural e Tecnológica Regulamento Etapas Entrega do regulamento e modelo de projeto para todos os alunos 31 de março Entrega dos pré-projetos para avaliação (todas as categorias) -

Leia mais

III FEIRA ESTADUAL DE CIÊNCIAS DA NATUREZA DO ACRE E III MOSTRA CIENTÍFICA DE CIÊNCIAS DA AMAZÔNIA OCIDENTAL

III FEIRA ESTADUAL DE CIÊNCIAS DA NATUREZA DO ACRE E III MOSTRA CIENTÍFICA DE CIÊNCIAS DA AMAZÔNIA OCIDENTAL III FEIRA ESTADUAL DE CIÊNCIAS DA NATUREZA DO ACRE E III MOSTRA CIENTÍFICA DE CIÊNCIAS DA AMAZÔNIA OCIDENTAL Dias 6 e 7 de Novembro de 2013 Realização e apoio: facebook: https://www.facebook.com/fecinac

Leia mais

REGULAMENTO 2015 FEIRA DE PROJETOS E MOSTRA DE INOVAÇÃO DO SENAC-RS

REGULAMENTO 2015 FEIRA DE PROJETOS E MOSTRA DE INOVAÇÃO DO SENAC-RS REGULAMENTO 2015 FEIRA DE PROJETOS E MOSTRA DE INOVAÇÃO DO SENAC-RS 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO 1.1. Evento: FEIRA DE PROJETOS E MOSTRA DE INOVAÇÃO DO SENAC RS Temática: Construindo soluções. Objetivo: Apresentar

Leia mais

XX JORNADA JURÍDICA ACADÊMICA DO CURSO DE DIREITO

XX JORNADA JURÍDICA ACADÊMICA DO CURSO DE DIREITO Estado, Direito Penal e Segurança Pública: perspectivas para o controle social São Luís/MA, 29 a 31 de outubro de 2013 Hotel Luzeiros. CAPITULO I - Das disposições gerais REGULAMENTO DA II MOSTRA CIENTÍFICA

Leia mais

II Encontro de Ciência e Tecnologia FARO/IJN. Edital 2015. Tema: LUZ, CIÊNCIA E VIDA.

II Encontro de Ciência e Tecnologia FARO/IJN. Edital 2015. Tema: LUZ, CIÊNCIA E VIDA. II Encontro de Ciência e Tecnologia FARO/IJN Edital 2015 Tema: LUZ, CIÊNCIA E VIDA. A Direção da Faculdade de Rondônia FARO/IJN torna público, por meio deste edital, as informações para realização do II

Leia mais

EDITAL 01/2015 MUSEU ITINERANTE PONTO UFMG. III FEBRAT - Feira Brasileira de Colégios de Aplicação e Escolas

EDITAL 01/2015 MUSEU ITINERANTE PONTO UFMG. III FEBRAT - Feira Brasileira de Colégios de Aplicação e Escolas EDITAL 01/2015 MUSEU ITINERANTE PONTO UFMG III FEBRAT - Feira Brasileira de Colégios de Aplicação e Escolas Técnicas na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2015 "Luz, ciência e vida" NORMAS DE PARTICIPAÇÃO

Leia mais

JÚNIOR/2013 Mostra de Trabalhos do Ensino Fundamental REGRAS DE EXPOSIÇÃO E SEGURANÇA

JÚNIOR/2013 Mostra de Trabalhos do Ensino Fundamental REGRAS DE EXPOSIÇÃO E SEGURANÇA JÚNIOR/2013 Mostra de Trabalhos do Ensino Fundamental REGRAS DE EXPOSIÇÃO E SEGURANÇA O Comitê de Revisão Científica CRC, a Comissão Organizadora da Mostratec Júnior e a Comissão de Segurança, Saúde e

Leia mais

I ENCONTRO DE CIÊNCIA & TECNOLOGIA IJN/FARO - EDITAL 2014 -

I ENCONTRO DE CIÊNCIA & TECNOLOGIA IJN/FARO - EDITAL 2014 - A Direção da Faculdade de Rondônia - IJN/FARO torna público por meio deste edital, as informações para realização do I Encontro de Ciência & Tecnologia, que acontecerá nos dias 16 e 17 de outubro de 2014.

Leia mais

IV Mostra de Iniciação Científica no Pantanal

IV Mostra de Iniciação Científica no Pantanal A IV MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA NO PANTANAL organizada pelo Centro de Educação e Investigação em Ciências e Matemática (CEICIM) e coordenada pelos docentes do Departamento de Matemática da Universidade

Leia mais

FEIRA DE CIÊNCIAS E MOSTRA ITINERANTE: O DESPERTAR DE VOCAÇÕES CIENTÍFICAS

FEIRA DE CIÊNCIAS E MOSTRA ITINERANTE: O DESPERTAR DE VOCAÇÕES CIENTÍFICAS 1. Quem poderá participar da Feira de Ciências?... 2 2. Regras para formação das equipes participantes da Feira de Ciências... 2 2.1. Composição das equipes... 2 2.2. Observação... 3 3. Modalidades dos

Leia mais

2ª Olimpíada de Empreendedorismo Universitário

2ª Olimpíada de Empreendedorismo Universitário 2ª Olimpíada de Empreendedorismo Universitário da Universidade Federal de Goiás CATEGORIA 2 EMPREENDEDORISMO SOCIAL Agosto de 2015 REGULAMENTO CATEGORIA 2 EMPREENDEDORISMO SOCIAL 1. APRESENTAÇÃO A Categoria

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS DA VITÓRIA DE SANTO ANTÃO - FAINTVISA NÚCLEO DE PESQUISA - NUPEQ EDITAL Nº 01/2014 PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

FACULDADES INTEGRADAS DA VITÓRIA DE SANTO ANTÃO - FAINTVISA NÚCLEO DE PESQUISA - NUPEQ EDITAL Nº 01/2014 PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACULDADES INTEGRADAS DA VITÓRIA DE SANTO ANTÃO - FAINTVISA NÚCLEO DE PESQUISA - NUPEQ EDITAL Nº 01/2014 PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA 1 - APRESENTAÇÃO As Faculdades Integradas da Vitória

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DA FGV DIREITO RIO. Capítulo I OBJETIVOS E ATRIBUTOS

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DA FGV DIREITO RIO. Capítulo I OBJETIVOS E ATRIBUTOS REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DA FGV DIREITO RIO Capítulo I OBJETIVOS E ATRIBUTOS Art. 1º - O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) é um componente curricular obrigatório (RESOLUÇÃO CNE/CES

Leia mais

Este evento busca oportunizar a divulgação de resultados de pesquisa de alunos regularmente matriculados em cursos de graduação.

Este evento busca oportunizar a divulgação de resultados de pesquisa de alunos regularmente matriculados em cursos de graduação. MANUAL OFICIAL O EVENTO O IDEAU Instituto de Desenvolvimento Educacional do Alto Uruguai reconhece a importância do trabalho acadêmico, as habilidades de criação e de inovação dos alunos de cada um de

Leia mais

critérios para indicação referem-se à abrangência e qualidade do trabalho, sua permanência, amplitude e articulação das ações.

critérios para indicação referem-se à abrangência e qualidade do trabalho, sua permanência, amplitude e articulação das ações. Art. 1º O Prêmio VIVALEITURA foi criado por meio da Portaria Interministerial nº 214, de 23 de novembro de 2005, publicado no D.O.U. de 28.11.2005, do Ministério da Cultura e do Ministério da Educação.

Leia mais

EDITAL DE INSCRIÇÃO DE TRABALHO CIENTÍFICO

EDITAL DE INSCRIÇÃO DE TRABALHO CIENTÍFICO EDITAL DE INSCRIÇÃO DE TRABALHO CIENTÍFICO REGULAMENTO PARA ENVIO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS Poderão ser inscritos trabalhos científicos de todo o território brasileiro que se enquadrem na área temática

Leia mais

SELEÇÃO EXTERNA DE PROJETOS PARA A VI JACITEC. (Realização de 03 a 06 de novembro de 2015)

SELEÇÃO EXTERNA DE PROJETOS PARA A VI JACITEC. (Realização de 03 a 06 de novembro de 2015) SELEÇÃO EXTERNA DE PROJETOS PARA A VI JACITEC (Realização de 03 a 06 de novembro de 2015) Os Coordenadores da Comissão designada pela Portaria nº 244, de 15 de junho de 2015, do Diretor Geral do Instituto

Leia mais

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS CATEGORIAS: Estudantes, Graduados e Especialista, Pós-graduados Stricto Sensu 1. Participação 1.1. Para o VI Fórum serão aceitos trabalhos de graduação,

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA 2015

CHAMADA PÚBLICA 2015 EDITAL - N º 30/PROPPI/2015 CHAMADA PÚBLICA 2015 PROGRAMA DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS TÉCNICOS COM FINALIDADE DIDÁTICO- PEDAGÓGICA EM CURSOS REGULARES NO EXECUÇÃO: SETEMBRO À DEZEMBRO DE 2015

Leia mais

REGULAMENTO DO PRÊMIO MULHERES QUE FAZEM A DIFERENÇA

REGULAMENTO DO PRÊMIO MULHERES QUE FAZEM A DIFERENÇA REGULAMENTO DO PRÊMIO MULHERES QUE FAZEM A DIFERENÇA O Prêmio Mulheres que Fazem a Diferença é uma realização do Núcleo Multissetorial da Mulher Empresária da Associação Comercial e Industrial de Florianópolis

Leia mais

Universidade CEUMA REITORIA Gerência de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão

Universidade CEUMA REITORIA Gerência de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão EDITAL DE APOIO A PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS ACADÊMICOS, CIENTÍFICOS E TECNOLÓGICOS, ESTÁGIOS DE CURTA DURAÇÃO E CURSOS DE PÓS- GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EDITAL No. 010/GPG/2015 A Universidade CEUMA, por meio

Leia mais

I Seleção de Projetos A Quatro G incentiva a sua pesquisa científica.

I Seleção de Projetos A Quatro G incentiva a sua pesquisa científica. A Quatro G Pesquisa & Desenvolvimento Ltda. (Quatro G P&D) torna pública a I Seleção de Projetos de Mestrado e Doutorado e convida alunos a apresentarem seus projetos a fim de receber o fornecimento de

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA CÂMPUS SÃO BORJA BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA CÂMPUS SÃO BORJA BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO EDITAL Nº 021/2015 CONCURSO DE DESENVOLVIMENTO DE APLICATIVOS PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS ANDROID SãoBorja.apk A coordenação do Curso Bacharelado em Sistemas de Informação do Instituto Federal de Educação

Leia mais

EDITAL CONCURSO DE FOTOGRAFIA III Semana de Arte Médica

EDITAL CONCURSO DE FOTOGRAFIA III Semana de Arte Médica EDITAL CONCURSO DE FOTOGRAFIA Faculdade de Medicina Universidade Federal do Ceará 1. PÚBLICO ALVO Acadêmicos e profissionais da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará. 2. DA INSCRIÇÃO 2.1

Leia mais

FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA DA ASSOCIAÇÃO CRISTÃ DE MOÇOS DE SOROCABA GRUPO DE PESQUISAS - FEFISO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA DA ASSOCIAÇÃO CRISTÃ DE MOÇOS DE SOROCABA GRUPO DE PESQUISAS - FEFISO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA DA ASSOCIAÇÃO CRISTÃ DE MOÇOS DE SOROCABA GRUPO DE PESQUISAS - FEFISO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA O Programa de Iniciação Científica da FEFISO destina-se

Leia mais

MANUAL DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA OS CURSOS DE BACHARELADO EM SAÚDE

MANUAL DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA OS CURSOS DE BACHARELADO EM SAÚDE 1 MANUAL DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA OS CURSOS DE BACHARELADO EM SAÚDE Olinda PE Agosto / 2014 2 Introdução As atividades complementares representam um conjunto de atividades extracurriculares que

Leia mais

XIX SEMANA DA TECNOLOGIA & XVIII ENCONTRO ESCOLA COMUNIDADE REGULAMENTO GERAL 2013

XIX SEMANA DA TECNOLOGIA & XVIII ENCONTRO ESCOLA COMUNIDADE REGULAMENTO GERAL 2013 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro Campus Nilópolis XIX SEMANA DA TECNOLOGIA & XVIII ENCONTRO

Leia mais

EDITAL DE TEMAS LIVRES XXVI ECAM

EDITAL DE TEMAS LIVRES XXVI ECAM EDITAL DE TEMAS LIVRES XXVI ECAM 1. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Poderão ser inscritos no XXVI Encontro Científico dos Acadêmicos de Medicina (XXVI ECAM), a ser realizado entre os dias 24 e 26 de setembro de

Leia mais

FACULDADE DE ENGENHARIA

FACULDADE DE ENGENHARIA FACULDADE DE ENGENHARIA CURSO DE ENGENHARIA CIVIL REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) DOS CURSOS DA FACULDADE DE ENGENHARIA REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DOS CURSOS DA FACULDADE

Leia mais

REGULAMENTO 2015 PRÊMIO SER HUMANO ABRH PB MODALIDADE: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL RESPONSABILIDADE SOCIAL- TERCEIRO SETOR

REGULAMENTO 2015 PRÊMIO SER HUMANO ABRH PB MODALIDADE: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL RESPONSABILIDADE SOCIAL- TERCEIRO SETOR Página 1 A. OBJETIVO A.1. O Prêmio Ser Humano ABRH-PB - Desenvolvimento Sustentável e Responsabilidade Social / Organização do Terceiro Setor tem o objetivo de reconhecer e premiar projetos desenvolvidos

Leia mais

B2. Os cases poderão ser de autoria individual ou em coautoria, porém será entregue apenas um troféu por case vencedor.

B2. Os cases poderão ser de autoria individual ou em coautoria, porém será entregue apenas um troféu por case vencedor. PRÊMIO SER HUMANO PAULO FREIRE 2014 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS / PROFISSIONAL A. OBJETIVO A1. O Prêmio Ser Humano Paulo Freire Modalidade Gestão de Pessoas / Profissional premia casos de caráter técnico

Leia mais

REGULAMENTO. Conteúdo. Cláusula Segunda - Da Participação Dos Departamentos / Comitês Científicos No Prêmio... 2

REGULAMENTO. Conteúdo. Cláusula Segunda - Da Participação Dos Departamentos / Comitês Científicos No Prêmio... 2 Conteúdo Cláusula Primeira - Do Objetivo... 2 Cláusula Segunda - Da Participação Dos Departamentos / Comitês Científicos No Prêmio... 2 Cláusula Terceira Das Inscrições De Trabalhos Para Primeira Fase...

Leia mais

Instituto Educacional Mayrink Vieira Ensino Infantil Ensino Fundamental Ensino Médio

Instituto Educacional Mayrink Vieira Ensino Infantil Ensino Fundamental Ensino Médio Instituto Educacional Mayrink Vieira Ensino Infantil Ensino Fundamental Ensino Médio REGULAMENTO PARA FEIRA DE CIÊNCIAS MAYRINK 2014 A Feira de Ciências do Instituto Educacional Mayrink Vieira, 2014, é

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL N 01/2012 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO PROBEXT-SERVIDOR

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL N 01/2012 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO PROBEXT-SERVIDOR PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL N 01/2012 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO PROBEXT-SERVIDOR 1- PREÂMBULO O PROBEXT SERVIDOR é um instrumento que abrange Programas e Projetos de Extensão, com

Leia mais

Regulamento do Trabalho de Conclusão de Curso TCC

Regulamento do Trabalho de Conclusão de Curso TCC Regulamento do Trabalho de Conclusão de Curso TCC Capítulo I Das Condições Gerais 1 O aluno do curso, cuja estrutura curricular contemple o TCC, deve se matricular na disciplina conforme as normas institucionais

Leia mais

4ª GINCANA PERNAMBUCANA DE ECONOMIA CORECON-PE REGULAMENTO

4ª GINCANA PERNAMBUCANA DE ECONOMIA CORECON-PE REGULAMENTO 4ª GINCANA PERNAMBUCANA DE ECONOMIA CORECON-PE REGULAMENTO CAPÍTULO I OBJETIVOS Art. 1º - OBJETIVOS GERAIS 1. O Torneio Gincana Pernambucana de Economia - Corecon-PE é uma competição de caráter educacional,

Leia mais

Edital do Programa Jovens Talentos para a Ciência 2014/2015

Edital do Programa Jovens Talentos para a Ciência 2014/2015 Edital do Programa Jovens Talentos para a Ciência 2014/2015 A Comissão de Gerenciamento do Programa Jovens Talentos para Ciência da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre, nomeada pela

Leia mais

1. Normas para inscrição de trabalhos

1. Normas para inscrição de trabalhos I CONGRESSO DE ENFERMAGEM DA FACULDADE ASCES DESAFIOS DO CUIDADO INTEGRAL: UM OLHAR PARA OS CENÁRIOS DE TRANSFORMAÇÃO 25 e 26/09/2014 FACULDADE ASCES, CAMPUS II NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA SUBMISSÃO, SELEÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO DA SEMANA DA ENGENHARIA

REGULAMENTO DA SEMANA DA ENGENHARIA REGULAMENTO DA SEMANA DA ENGENHARIA A Coordenadora da Faculdade de Ciência e Tecnologia de Montes Claros FACIT, no uso de suas atribuições regimentais, considerando que o projeto dos cursos de engenharia

Leia mais

A1. A modalidade Gestão de Pessoas/Acadêmica está dividida nas seguintes categorias:

A1. A modalidade Gestão de Pessoas/Acadêmica está dividida nas seguintes categorias: PRÊMIO SER HUMANO OSWALDO CHECCIA 2013 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS/ACADÊMICA A. OBJETIVO A modalidade Gestão de Pessoas/Acadêmica premia trabalhos de caráter técnico ou científico produzidos por alunos

Leia mais

IV TALENTO CIENTÍFICO JOVEM João Pessoa/2015 REGULAMENTO IV TALENTO CIENTÍFICO JOVEM DATA: 15 A 18 DE SETEMBRO DE 2015 LOCAL: HALL DA REITORIA DA UFPB

IV TALENTO CIENTÍFICO JOVEM João Pessoa/2015 REGULAMENTO IV TALENTO CIENTÍFICO JOVEM DATA: 15 A 18 DE SETEMBRO DE 2015 LOCAL: HALL DA REITORIA DA UFPB REGULAMENTO IV TALENTO CIENTÍFICO JOVEM DATA: 15 A 18 DE SETEMBRO DE 2015 LOCAL: HALL DA REITORIA DA UFPB O IV TALENTO CIENTÍFICO JOVEM consiste na apresentação de trabalhos científicos, orientados por

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC MINAS UNIDADE BELO HORIZONTE

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC MINAS UNIDADE BELO HORIZONTE REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC MINAS UNIDADE BELO HORIZONTE CAPÍTULO I DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Art. 1º - O programa de Iniciação Científica da

Leia mais

REGULAMENTO 2015 PRÊMIO SER HUMANO ABRH PB MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS - ORGANIZAÇÃO

REGULAMENTO 2015 PRÊMIO SER HUMANO ABRH PB MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS - ORGANIZAÇÃO Página 1 A. OBJETIVO A.1. O Prêmio Ser Humano ABRH PB - Modalidade Gestão de Pessoas - Profissional, premia casos de caráter técnico ou organizacional, relacionados à projetos implantados pelo profissional,

Leia mais

EDITAL N 2012.11.29.01 EDITAL PÚBLICO PARA A SELEÇÃO DE MONITOR DE TELECENTRO

EDITAL N 2012.11.29.01 EDITAL PÚBLICO PARA A SELEÇÃO DE MONITOR DE TELECENTRO INSTITUTO PARA O DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E SOCIAL - IDEAR PROGRAMA NACIONAL DE APOIO A TELECENTROS COMUNITÁRIOS - TELECENTROS.BR REDE NACIONAL DE FORMAÇÃO PARA INCLUSÃO DIGITAL - POLO REGIONAL NORDESTE

Leia mais

EDITAL 2015 4 o PRÊMIO PADRE FRANCISCO XAVIER ROSER S.J. DE EMPREENDEDORISMO DE INOVAÇÃO

EDITAL 2015 4 o PRÊMIO PADRE FRANCISCO XAVIER ROSER S.J. DE EMPREENDEDORISMO DE INOVAÇÃO EDITAL 2015 4 o PRÊMIO PADRE FRANCISCO XAVIER ROSER S.J. DE EMPREENDEDORISMO DE INOVAÇÃO Objetivando fomentar a relação entre pesquisa, inovação e empreendedorismo no cenário regional, nacional e internacional,

Leia mais

1 DA FINALIDADE E DO PÚBLICO ALVO

1 DA FINALIDADE E DO PÚBLICO ALVO A Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências torna público as Normas Complementares do Processo Seletivo Ano Letivo 2015, aos candidatos a discente do Programa de Pós-Graduação em Ensino

Leia mais

XX Ciência Viva. Tema: Luz, ciência e vida. 12 e 13 de Novembro de 2015

XX Ciência Viva. Tema: Luz, ciência e vida. 12 e 13 de Novembro de 2015 XX Ciência Viva Tema: Luz, ciência e vida 12 e 13 de Novembro de 2015 A CIÊNCIA VIVA A Ciência Viva é uma exposição anual aberta ao público, em que estudantes da educação básica das instituições de ensino

Leia mais

XXII JORNADA ACADÊMICA DE MEDICINA Edital Para Envio de Trabalhos Científicos

XXII JORNADA ACADÊMICA DE MEDICINA Edital Para Envio de Trabalhos Científicos XXII JORNADA ACADÊMICA DE MEDICINA Edital Para Envio de Trabalhos Científicos 1) DISPOSIÇÕES GERAIS 1.1. O prazo para inscrição de trabalhos científicos terá início em 30 de Março de 2015 às 00:00 e prazo

Leia mais

II SALÃO DE EXTENSÃO 03 de novembro de 2014 Av. Assis Brasil 8450, Bairro Sarandi, Porto Alegre RS

II SALÃO DE EXTENSÃO 03 de novembro de 2014 Av. Assis Brasil 8450, Bairro Sarandi, Porto Alegre RS II SALÃO DE EXTENSÃO 03 de novembro de 2014 Av. Assis Brasil 8450, Bairro Sarandi, Porto Alegre RS REGULAMENTO GERAL O Salão de Extensão (SE) da Faculdade de Tecnologia SENAI Porto Alegre representa o

Leia mais

10º FÓRUM INTERNACIONAL DE TURISMO DO IGUASSU FOZ DO IGUAÇU-PR 15 A 17 DE JUNHO DE 2016 Tema: TURISMO E OS MEGAEVENTOS NO BRASIL

10º FÓRUM INTERNACIONAL DE TURISMO DO IGUASSU FOZ DO IGUAÇU-PR 15 A 17 DE JUNHO DE 2016 Tema: TURISMO E OS MEGAEVENTOS NO BRASIL 10º FÓRUM INTERNACIONAL DE TURISMO DO IGUASSU FOZ DO IGUAÇU-PR 15 A 17 DE JUNHO DE 2016 Tema: TURISMO E OS MEGAEVENTOS NO BRASIL EDITAL PARA SUBMISSÃO DE TRABALHO Objeto: O presente edital versa sobre

Leia mais

FCGTURH III FÓRUM CIENTÍFICO DE GASTRONOMIA,

FCGTURH III FÓRUM CIENTÍFICO DE GASTRONOMIA, FCGTURH III 18, 19 e 20 DE NOVEMBRO DE Tema: A INOVAÇÃO E A INTERNACIONALIZAÇÃO NO ENSINO E NA PESQUISA EM GASTRO- NOMIA, PROMOÇÃO ABBTUR Seccional Santa Catarina UNIVALI Universidade do Vale do Itajaí

Leia mais

NORMAS DE TRABALHO DE CURSO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DO CÂMPUS CERES DO IF GOIANO

NORMAS DE TRABALHO DE CURSO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DO CÂMPUS CERES DO IF GOIANO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO CÂMPUS CERES NORMAS DE TRABALHO DE CURSO DOS

Leia mais

EDITAL nº 01/2015 Submissão de Trabalhos. VII Chamada de Trabalhos. X Semana de Petróleo e Gás SPE/UFRJ 10ª SPEtro

EDITAL nº 01/2015 Submissão de Trabalhos. VII Chamada de Trabalhos. X Semana de Petróleo e Gás SPE/UFRJ 10ª SPEtro EDITAL nº 01/2015 Submissão de Trabalhos VII Chamada de Trabalhos X Semana de Petróleo e Gás SPE/UFRJ 10ª SPEtro O Capítulo de Estudantes SPE da UFRJ torna público o presente Edital para a comunidade técnico-científica

Leia mais

JÚNIOR Mostra de Trabalhos do Ensino Fundamental

JÚNIOR Mostra de Trabalhos do Ensino Fundamental FUNDAÇÃO ESCOLA TÉCNICA LIBERATO SALZANO VIEIRA DA CUNHA Rua Inconfidentes, 395 Caixa Postal 621 - Novo Hamburgo - RS - CEP 93340-140 Telefone: (51) 3584-2000 - Fax: (51) 3584-2008 - CNPJ 91683474/0001-30

Leia mais

REGULAMENTO DOS TRABALHOS CIENTÍFICOS

REGULAMENTO DOS TRABALHOS CIENTÍFICOS REGULAMENTO DOS TRABALHOS CIENTÍFICOS 1- Apresentação A coordenação do curso de Fisioterapia da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) torna público o edital de inscrições de trabalhos científicos, na

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO ECO DESAFIO PROJETOS SUSTENTÁVEIS DE CAPTAÇÃO, ARMAZENAMENTO, TRATAMENTO E UTILIZAÇÃO DA ÁGUA DA CHUVA.

REGULAMENTO DO CONCURSO ECO DESAFIO PROJETOS SUSTENTÁVEIS DE CAPTAÇÃO, ARMAZENAMENTO, TRATAMENTO E UTILIZAÇÃO DA ÁGUA DA CHUVA. REGULAMENTO DO CONCURSO ECO DESAFIO PROJETOS SUSTENTÁVEIS DE CAPTAÇÃO, ARMAZENAMENTO, TRATAMENTO E UTILIZAÇÃO DA ÁGUA DA CHUVA. APRESENTAÇÃO A Divisão de Gestão Ambiental DGA, unidade responsável pelo

Leia mais

ESCOLA SENAI ÍTALO BOLOGNA. INOVAÇÃO Ítalo Bologna

ESCOLA SENAI ÍTALO BOLOGNA. INOVAÇÃO Ítalo Bologna ESCOLA SENAI ÍTALO BOLOGNA INOVAÇÃO Ítalo Bologna REGULAMENTO VERSÃO 01/2011 1 REGULAMENTO TÍTULO I DA DENOMINAÇÃO E FINALIDADES Capítulo I Das Finalidades e Objetivos Terá como principal objetivo desenvolver

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE NITERÓI EDITAL N 005/2015

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE NITERÓI EDITAL N 005/2015 PUBLICADA EM 15/09/2015 SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE NITERÓI EDITAL N 005/2015 O presente Edital torna pública a abertura de inscrições e estabelece as diretrizes gerais para

Leia mais

MINISTÉRIO DE EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA DIREÇÃO-GERAL - CAMPUS JOÃO PESSOA EDITAL N 09/2015

MINISTÉRIO DE EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA DIREÇÃO-GERAL - CAMPUS JOÃO PESSOA EDITAL N 09/2015 MINISTÉRIO DE EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA DIREÇÃO-GERAL - CAMPUS JOÃO PESSOA EDITAL N 09/2015 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DO IFPB CAMPUS JOÃO PESSOA EDITAL

Leia mais

REGULAMENTO. Modalidade Gestão de Pessoas Categoria Empresa

REGULAMENTO. Modalidade Gestão de Pessoas Categoria Empresa A. Objetivo O Prêmio Ser Humano ABRH Amazonas, premia casos relacionados à Gestão de Pessoas, implantados, preferencialmente desenvolvidos por equipes, no âmbito da organização, seja ela de qualquer ramo

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA 2014

CHAMADA PÚBLICA 2014 EDITAL N º 34/PROPPI/2014 CÂMPUS URUPEMA CHAMADA PÚBLICA 2014 PROGRAMA DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS TÉCNICOS COM FINALIDADE DIDÁTICO-PEDAGÓGICA EM CURSOS REGULARES NO CÂMPUS URUPEMA EXECUÇÃO:

Leia mais

CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS: ADMINISTRAÇÃO; ARQUITETURA E URBANISMO; CIÊNCIAS CONTÁBEIS; DIREITO.

CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS: ADMINISTRAÇÃO; ARQUITETURA E URBANISMO; CIÊNCIAS CONTÁBEIS; DIREITO. CONCURSO FOTOGRÁFICO COM O FOCO E A LENTE NA INOVAÇÃO, CIDADANIA E AÇÃO SOCIAL (EXPERIÊNCIAS NA URI ERECHIM, NOS MUNICÍPIOS, NO ESTADO, NO BRASIL E NO EXTERIOR) CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS: ADMINISTRAÇÃO;

Leia mais

REGULAMENTO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO

REGULAMENTO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO REGULAMENTO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO A pesquisa como princípio educativo é um dos eixos propostos e pelo Ensino Integrado, visando a formação de um profissional com perfil investigativo e inovador,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA UNILA CONSELHO UNIVERSITÁRIO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA UNILA CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO CONSUN Nº 029 DE 1º DE OUTUBRO DE 2014 Aprova as Diretrizes da Política de Mobilidade Acadêmica da Universidade Federal da Integra ção Latino-Americana UNILA. O Conselho Universitário da Universidade

Leia mais

JÚNIOR/2015 Mostra de Trabalhos do Ensino Fundamental REGULAMENTO

JÚNIOR/2015 Mostra de Trabalhos do Ensino Fundamental REGULAMENTO JÚNIOR/2015 Mostra de Trabalhos do Ensino Fundamental REGULAMENTO 1 DENOMINAÇÃO A Mostra de Trabalhos do Ensino Fundamental 2015, neste regulamento denominada MOSTRATEC JUNIOR 2015, é organizada pela Fundação

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA CONSELHO REGIONAL DE PSICOLOGIA - 7ª Região

CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA CONSELHO REGIONAL DE PSICOLOGIA - 7ª Região Ofício Circular CRP07-187/2009 Porto Alegre, 23 de julho de 2009. I MOSTRA DE PRÁTICAS EM PSICOLOGIA NO CAMPO DAS POLÍTICAS PÚBLICAS PSICÓLOGO, SEU FAZER NOS INTERESSA. Em 2009, o Conselho Regional de

Leia mais

PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON 2015 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS CATEGORIAS: 1) EMPRESAS PRIVADAS E ÓRGÃOS PÚBLICOS e 2) ESTUDANTES

PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON 2015 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS CATEGORIAS: 1) EMPRESAS PRIVADAS E ÓRGÃOS PÚBLICOS e 2) ESTUDANTES PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON 2015 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS CATEGORIAS: 1) EMPRESAS PRIVADAS E ÓRGÃOS PÚBLICOS e 2) ESTUDANTES MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS CATEGORIA: EMPRESAS PRIVADAS E

Leia mais

REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE NUTRIÇÃO CAPÍTULO I DEFINIÇÃO

REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE NUTRIÇÃO CAPÍTULO I DEFINIÇÃO REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE NUTRIÇÃO CAPÍTULO I DEFINIÇÃO Artigo 1 o. Considerando a Resolução CNE/CES N o 5, de 7 de novembro de 2001, artigo 12, a qual institui diretrizes

Leia mais

INSCRIÇÃO E SUBMISSÃO DE PROJETOS TEMÁTICOS E ATIVIDADES NA IX SEMANA ACADÊMICA, VIII JORNADA CIENTÍFICA.

INSCRIÇÃO E SUBMISSÃO DE PROJETOS TEMÁTICOS E ATIVIDADES NA IX SEMANA ACADÊMICA, VIII JORNADA CIENTÍFICA. EDITAL Nº05/2015 INSCRIÇÃO E SUBMISSÃO DE PROJETOS TEMÁTICOS E ATIVIDADES NA IX SEMANA ACADÊMICA, VIII JORNADA CIENTÍFICA. A do Rio de Janeiro - IFRJ - Campus Paracambi torna público o presente documento,

Leia mais

1 Orientações 1.1 Inscrições: As inscrições poderão ser realizadas até 13 de fevereiro de 2015.

1 Orientações 1.1 Inscrições: As inscrições poderão ser realizadas até 13 de fevereiro de 2015. UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA UNISC DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL 2/2015 - PUIC Inovação Tecnológica A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROPPG)

Leia mais

2. O apresentador do trabalho deverá confirmar sua adesão ao congresso antes da inscrição do trabalho.

2. O apresentador do trabalho deverá confirmar sua adesão ao congresso antes da inscrição do trabalho. REGULAMENTO DOS TRABALHOS DE LIVRE INSCRIÇÃO CONGRESSO INTERNACIONAL DE ODONTOLOGIA DE SÃO PAULO PERÍODO DE INSCRIÇÃO DOS TRABALHOS As inscrições serão feitas através do site do congresso, no item Inscrever

Leia mais

EDITAL 32 / 2015 12ª SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA LUZ, CIÊNCIA E VIDA 09 A 14 DE NOVEMBRO DE 2015

EDITAL 32 / 2015 12ª SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA LUZ, CIÊNCIA E VIDA 09 A 14 DE NOVEMBRO DE 2015 EDITAL 32 / 2015 12ª SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA LUZ, CIÊNCIA E VIDA 09 A 14 DE NOVEMBRO DE 2015 MOSTRA DE TRABALHOS O IF Sudeste MG Campus Barbacena, por meio da Comissão Organizadora da Semana

Leia mais

I a Jornada de Pós-graduação da UERGS UNIDADE EM FREDERICO WESTPHALEN CAMPUS REGIONAL III. PERÍODO DE REALIZAÇÃO 23 a 25 de setembro de 2015

I a Jornada de Pós-graduação da UERGS UNIDADE EM FREDERICO WESTPHALEN CAMPUS REGIONAL III. PERÍODO DE REALIZAÇÃO 23 a 25 de setembro de 2015 & I a Jornada de Pós-graduação da UERGS UNIDADE EM FREDERICO WESTPHALEN CAMPUS REGIONAL III PERÍODO DE REALIZAÇÃO 23 a 25 de setembro de 2015 EDITAL DE ABERTURA - RETIFICADO O Pró-Reitor de Extensão, Prof.

Leia mais

Regulamento Atividades Complementares. Faculdade da Cidade de Santa Luzia - FACSAL

Regulamento Atividades Complementares. Faculdade da Cidade de Santa Luzia - FACSAL Regulamento Atividades Complementares Faculdade da Cidade de Santa Luzia - 2014 Regulamento das Atividades Complementares CAPÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Artigo 1º - As Atividades

Leia mais

I FESTIVAL DE CINEMA DE CARUARU REGULAMENTO CONVOCATÓRIA FINAL

I FESTIVAL DE CINEMA DE CARUARU REGULAMENTO CONVOCATÓRIA FINAL REGULAMENTO CONVOCATÓRIA FINAL I. DAS FINALIDADES O é um espaço de difusão dos elementos culturais locais. Está em sintonia com o desenvolvimento econômico e acadêmico de Caruaru e região nas últimas décadas

Leia mais

REGULAMENTO DE MONOGRAFIA

REGULAMENTO DE MONOGRAFIA REGULAMENTO DE MONOGRAFIA Lavras - 2010 Regulamento de Monografia CAPÍTULO I DA ORIGEM E FINALIDADE Art. 1º - Este regulamento disciplina a apresentação, depósito e a avaliação da Monografia de conclusão

Leia mais

1ª GINCANA PARANAENSE DE ECONOMIA DO CORECON-PR. Regulamento

1ª GINCANA PARANAENSE DE ECONOMIA DO CORECON-PR. Regulamento 1ª GINCANA PARANAENSE DE ECONOMIA DO CORECON-PR Regulamento CAPÍTULO I OBJETIVOS ART 1º - OBJETIVOS GERAIS 1. O Torneio Gincana Paranaense - CORECON-PR é uma competição de caráter educacional, promovida

Leia mais

Módulo 5 Interpretação da norma NBR ISO 19011:2002 requisitos: 7, 7.1, 7.2, 7.3, 7.3.1, 7.3.2, 7.3.3, 7.3.4, 7.4, 7.4.1, 7.4.2, 7.4.3, 7.4.4, 7.

Módulo 5 Interpretação da norma NBR ISO 19011:2002 requisitos: 7, 7.1, 7.2, 7.3, 7.3.1, 7.3.2, 7.3.3, 7.3.4, 7.4, 7.4.1, 7.4.2, 7.4.3, 7.4.4, 7. Módulo 5 Interpretação da norma NBR ISO 19011:2002 requisitos: 7, 7.1, 7.2, 7.3, 7.3.1, 7.3.2, 7.3.3, 7.3.4, 7.4, 7.4.1, 7.4.2, 7.4.3, 7.4.4, 7.5, 7.5.1, 7.5.2, 7.6, 7.6.1, 7.6.2 Exercícios 7 Competência

Leia mais

EDITAL. Ciência Política UFPE

EDITAL. Ciência Política UFPE VII Seminário de Pós-Graduação em Ciência Política e Relações Internacionais da e II Seminário de Graduação em Ciência Política e Relações Internacionais da Local:, CFCH e NIATE CFCH-CCSA Datas: 21 a 25

Leia mais

NORMAS PARA REALIZAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DE GRADUAÇÃO EM FONOAUDIOLOGIA.

NORMAS PARA REALIZAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DE GRADUAÇÃO EM FONOAUDIOLOGIA. UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CURSO DE GRADUAÇÃO EM FONOAUDIOLOGIA COORDENAÇÃO DE TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) NORMAS PARA REALIZAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DE GRADUAÇÃO EM

Leia mais

2.1.3.1 Atender aos requisitos de qualificação básica para membro da Diretoria;

2.1.3.1 Atender aos requisitos de qualificação básica para membro da Diretoria; POLÍTICA DE ELEIÇÕES DO PMI RIO I ABRANGÊNCIA Esta política se aplica ao processo de Eleições bianual promovido pelo PMI RIO em acordo com o Estatuto do chapter. II - REQUISITOS PARA O CREDENCIAMENTO:

Leia mais

REGULAMENTO CONCURSO DE PROJETO ARQUITETÔNICO: PARADA DO BUSÃO

REGULAMENTO CONCURSO DE PROJETO ARQUITETÔNICO: PARADA DO BUSÃO REGULAMENTO CONCURSO DE PROJETO ARQUITETÔNICO: PARADA DO BUSÃO 1.0 DO OBJETO O presente instrumento regula o Concurso Cultural Projeto Arquitetônico: Parada do Busão do curso de Arquitetura e Urbanismo

Leia mais

COMPARTILHE SUA IDEIA SOBRE ENSINO SUPERIOR INOVADOR REGULAMENTO PARA SUBMISSÃO DE RESUMOS SOBRE ENSINO SUPERIOR INOVADOR

COMPARTILHE SUA IDEIA SOBRE ENSINO SUPERIOR INOVADOR REGULAMENTO PARA SUBMISSÃO DE RESUMOS SOBRE ENSINO SUPERIOR INOVADOR COMPARTILHE SUA IDEIA SOBRE ENSINO SUPERIOR INOVADOR REGULAMENTO PARA SUBMISSÃO DE RESUMOS SOBRE ENSINO SUPERIOR INOVADOR SEMANA ACADÊMICA DO CURSO DE PSICOLOGIA 2015 CESUCA, FACULDADE INEDI A Semana Acadêmica

Leia mais

Parâmetros para avaliação de mestrado profissional*

Parâmetros para avaliação de mestrado profissional* Parâmetros para avaliação de mestrado profissional* 1. Natureza do mestrado profissional A pós-graduação brasileira é constituída, atualmente, por dois eixos claramente distintos: o eixo acadêmico, representado

Leia mais

CURSOS DE ENFERMAGEM, FONOAUDIOLOGIA E NUTRIÇÃO FACULDADE FÁTIMA MANUAL ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS (APS)

CURSOS DE ENFERMAGEM, FONOAUDIOLOGIA E NUTRIÇÃO FACULDADE FÁTIMA MANUAL ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS (APS) CURSOS DE ENFERMAGEM, FONOAUDIOLOGIA E NUTRIÇÃO FACULDADE FÁTIMA MANUAL ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS (APS) APRESENTAÇÃO Este Manual tem como objetivo fornecer orientações para a realização das Atividades

Leia mais

CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA Santa Maria, RS. 2012 SUMÁRIO CAPÍTULO I... 3 DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS... 3 CAPÍTULO II... 4 REGULARIZAÇÃO DO ESTÁGIO... 4 CAPÍTULO III... 5 DOS ASPECTOS LEGAIS... 5

Leia mais

REGULAMENTO 1º PRÊMIO SPORT INFRATECH DE INFRAESTRUTURA ESPORTIVA

REGULAMENTO 1º PRÊMIO SPORT INFRATECH DE INFRAESTRUTURA ESPORTIVA REGULAMENTO 1º PRÊMIO SPORT INFRATECH DE INFRAESTRUTURA ESPORTIVA 1. OBJETIVOS O 1º Prêmio Sport Infratech de Infraestrutura Esportiva visa reconhecer o esforço de organizações e profissionais envolvidos

Leia mais

UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE REGIMENTO INTERNO DO CURSO DE MESTRADO EM PATRIMÔNIO CULTURAL E SOCIEDADE

UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE REGIMENTO INTERNO DO CURSO DE MESTRADO EM PATRIMÔNIO CULTURAL E SOCIEDADE UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE REGIMENTO INTERNO DO CURSO DE MESTRADO EM PATRIMÔNIO CULTURAL E SOCIEDADE Campus I Joinville 2008 SUMÁRIO CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS... 03 CAPÍTULO II DA ORGANIZAÇÃO

Leia mais

PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON 2015 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS CATEGORIAS: 1) EMPRESAS PRIVADAS E ÓRGÃOS PÚBLICOS E 2) TERCEIRO SETOR

PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON 2015 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS CATEGORIAS: 1) EMPRESAS PRIVADAS E ÓRGÃOS PÚBLICOS E 2) TERCEIRO SETOR PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON 2015 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS CATEGORIAS: 1) EMPRESAS PRIVADAS E ÓRGÃOS PÚBLICOS E 2) TERCEIRO SETOR MODALIDADE: Desenvolvimento Sustentável CATEGORIA: EMPRESA

Leia mais

REGULAMENTO PARA A SUBMISSÃO DE ARTIGOS - ADMINISTRAR 2015

REGULAMENTO PARA A SUBMISSÃO DE ARTIGOS - ADMINISTRAR 2015 Este Regulamento tem como objetivo comunicar as orientações, normas e demais informações pertinentes a submissão de artigos do ADMINISTRAR 2015 a ser realizado nos dias 16,17 e 18 de outubro de 2015, com

Leia mais

Edital DESAFIO FAI / Edição 2015

Edital DESAFIO FAI / Edição 2015 Edital DESAFIO FAI / Edição 2015 1 Do Concurso 1.1 O Desafio FAI tem caráter educativo, sendo a participação voluntária e gratuita. 1.2 Não envolve qualquer modalidade de sorteio ou pagamento, nem é vinculado

Leia mais

REGULAMENTO Programa Parceria Social 10 anos!

REGULAMENTO Programa Parceria Social 10 anos! REGULAMENTO Programa Parceria Social 10 anos! 2013 é um ano significativo para o Instituto Embraer: estamos comemorando 10 anos do Programa Parceria Social! Ao longo desses anos o Instituto Embraer pôde,

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS DA BAHIA FATEC/BA REGULAMENTO DE PROJETOS INTERDISCIPLINARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FATEC/BA

FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS DA BAHIA FATEC/BA REGULAMENTO DE PROJETOS INTERDISCIPLINARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FATEC/BA 0 FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS DA BAHIA FATEC/BA REGULAMENTO DE PROJETOS INTERDISCIPLINARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FATEC/BA ALAGOINHAS 2014 1 SUMÁRIO DAS CARACTERÍSTICAS DO PROJETO INTERDISCIPLINAR...

Leia mais

2.2 Valorizar o magistério, incentivando os estudantes que optam pela carreira docente; 2.3 Promover a melhoria da qualidade da educação básica;

2.2 Valorizar o magistério, incentivando os estudantes que optam pela carreira docente; 2.3 Promover a melhoria da qualidade da educação básica; MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS CAMPUS BAMBUÍ GABINETE DO DIRETOR GERAL Fazenda Varginha Rodovia

Leia mais

Regulamento do Trabalho de Conclusão do Curso de Ciências Contábeis

Regulamento do Trabalho de Conclusão do Curso de Ciências Contábeis Regulamento do Trabalho de Conclusão do Curso de Ciências Contábeis O regulamento do Trabalho de Conclusão do Curso (TCC) de Ciências Contábeis do (UNIFEB) utiliza como embasamento a resolução nº 10 de

Leia mais

B.3. Os projetos que concorrerem ao PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON, deverão ser apresentados conforme a seguir:

B.3. Os projetos que concorrerem ao PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON, deverão ser apresentados conforme a seguir: MODALIDADE: Desenvolvimento Sustentável CATEGORIA: EMPRESA A. Objetivo: O PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON, Modalidade: Desenvolvimento Sustentável, Categoria: Empresa objetiva premiar projetos sociais

Leia mais

REGULAMENTO CIDADANIA ABRH-RS EDIÇÃO 2012 CATEGORIA ESTUDANTE

REGULAMENTO CIDADANIA ABRH-RS EDIÇÃO 2012 CATEGORIA ESTUDANTE REGULAMENTO CIDADANIA ABRH-RS EDIÇÃO 2012 CATEGORIA ESTUDANTE ARTIGO I DEFINIÇÃO E NATUREZA O Prêmio Cidadania, categoria Estudante, premia trabalhos de caráter técnico ou científico, referente a implementação

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS ANEXO I REGULAMENTO GERAL DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES I Da Exigência das Atividades Complementares As Atividades Complementares

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA 2015

CHAMADA PÚBLICA 2015 EDITAL N º 13 /PRPPGI/2015 CHAMADA PÚBLICA 2015 PROGRAMA DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS COM FINALIDADE DIDÁTICO- PEDAGÓGICA EM CURSOS REGULARES NO EXECUÇÃO: MAIO A NOVEMBRO DE 2015. A Reitora

Leia mais