Estágio extracurricular I: Relatórios de audiências, júri e estágio em órgão jurídico

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Estágio extracurricular I: Relatórios de audiências, júri e estágio em órgão jurídico"

Transcrição

1 José Ricardo Simões Rodrigues Estágio extracurricular I: Relatórios de audiências, júri e estágio em órgão jurídico Cacoal - RO Dezembro de 2007

2

3 José Ricardo Simões Rodrigues Estágio extracurricular I: Relatórios de audiências, júri e estágio Relatórios de audiências, júri e estágio em órgão jurídico apresentados em cumprimento às exigências da Disciplina de Estágio extracurricular I do curso de Bacharelado em Ciências Jurídicas da universidade Federal de Rondônia, Campus de Cacoal, coordenada pelo Professor Silvério dos Santos Oliveira, Esp. Professor Silvério dos Santos Oliveira, Esp. Universidade Federal de Rondônia Campus de Cacoal Departamento de Direito Curso de Bacharelado em Ciências Jurídicas Disciplina de Estágio Extracurricular I Cacoal - RO Dezembro de 2007

4 Sumário Introdução...3 Relatórios de audiências Criminais...4 Relatório de Júri...23 Relatórios de audiências Cíveis...30 Relatórios de audiências do Juizado Especial Cível...46 Relatórios de audiências do Juizado Especial Criminal...57 Relatório de estágio extracurricular em órgão jurídico...66 Conclusão...69 Bibliografia consultada...70

5 3 Introdução O curso de Bacharelado em Ciências Jurídicas objetiva a formação técnica e científica de Bacharéis, fornecendo-lhes meios indispensáveis ao exercício profissional, com métodos modernos de ensino, pesquisa adequada, e amplas atividades de extensão. Sua metodologia observa a indissociabilidade entre o ensino, a pesquisa e a extensão, resultante do ajustamento global do Projeto do Curso às normas vigentes e aos postulados da Comissão de Especialistas em Ensino do Direito do Ministério da Educação e da Ordem dos Advogados do Brasil. Assim, atento ao acima exposto e em cumprimento às disposições da Resolução CNE/CES n. 9, de 29 de setembro de 2004 e Resolução n. 001/DEP/ DIR de 20 de fevereiro de 2006, o acadêmico procedeu ao acompanhamento de audiências cíveis e criminais e sessão do Tribunal do Júri na Comarca de Rolim de Moura, cujos relatórios fazem parte integrante do presente trabalho, bem como estágio em órgão jurídico, conforme documentos de fl. 66 e seguintes (Relatório de estágio extracurricular em órgão jurídico). A quantidade e os tipos da audiências são aqueles mencionados no anexo I da Resolução n. 001/DEP/DIR de 20 de fevereiro de 2006.

6 4 Relatórios de audiências Criminais Tratam-se de audiências criminais realizadas no âmbito da 1ª Vara Criminal da Comarca de Rolim de Moura no mês de novembro de As audiências, num total de dez, foram realizadas nos autos abaixo: N. Autos Classe da ação Tipo da audiência Ação penal crime contra a vida Interrogatório Ação penal tóxico Ação penal crime contra o patrimônio Interrogatório e instrução Interrogatório Ação penal réu solto Interrogatório Ação penal crime contra o patrimônio Ação penal crime contra o patrimônio Interrogatório Interrogatório Ação penal crime de trânsito Interrogatório Carta precatória Criminal Inquirição Ação penal crime contra o patrimônio Ação penal crime contra o patrimônio Interrogatório Interrogatório

7 23 Relatório de Júri Trata-se da 2ª sessão da 4ª reunião periódica do Tribunal do Júri na Comarca de Rolim de Moura sob presidência do MM. Juiz de Direito João Batista Chagas dos Santos. O julgamento pelo Tribunal do Júri foi realizado nos autos abaixo: N. Autos Classe da ação Ação penal crime contra a vida

8 30 Relatórios de audiências Cíveis Tratam-se de audiências cíveis de tentativa de conciliação e de instrução realizadas no âmbito da 2ª Vara Cível da Comarca de Rolim de Moura nos meses de agosto a novembro de As audiências, num total de dez, foram realizadas nos autos abaixo: N. Autos Classe da ação Tipo da audiência Anulação de ato administrativo Instrução Execução de título extrajudicial Conciliação Indenização Instrução Rescisão de contrato Instrução Indenização Instrução Indenização Instrução Restituição de coisa Conciliação Indenização Conciliação Embargos de retenção Conciliação Declaratória Conciliação

9

10 46 Relatórios de audiências do Juizado Especial Cível Tratam-se de audiências cíveis de tentativa de conciliação realizadas no âmbito da 1ª Vara do Juizado Especial Cível da Comarca de Rolim de Moura nos meses de setembro a novembro de As audiências, num total de cinco, foram realizadas nos autos abaixo: N. Autos Classe da ação Tipo da audiência Cobrança Conciliação Declaratória Conciliação Rescisão de contrato Conciliação Execução de título extrajudicial Conciliação Execução de título extrajudicial Conciliação

11 57 Relatórios de audiências do Juizado Especial Criminal Tratam-se de audiências criminais preliminares e de instrução realizadas no âmbito da 1ª Vara do Juizado Especial Criminal da Comarca de Rolim de Moura no mês de novembro de As audiências, num total de cinco, foram realizadas nos autos abaixo: N. Autos Classe da ação Tipo da audiência Termo circunstanciado Preliminar Termo circunstanciado Preliminar Termo circunstanciado Preliminar Termo circunstanciado Instrução Termo circunstanciado Instrução

12 66 Relatório de estágio extracurricular em órgão jurídico Trata-se de estágio extracurricular em órgão jurídico realizado no âmbito da 1ª Vara do Juizado Especial Criminal e na 1ª Vara do Juizado Especial Cível da Comarca de Rolim de Moura no mês de novembro de Referido estágio totalizou trinta e uma horas de atividades, conforme controle de freqüência e certidão de atividades desempenhadas adiante.

13 69 Conclusão O Estágio Supervisionado e especificamente o presente Estágio Extracurricular, permitiu ao acadêmico a aplicação prática dos conhecimentos obtidos nas aulas teóricas das diversas disciplinas ministradas ao longo do curso nas áreas de direito civil, processual civil, penal e processual penal. Foram acompanhadas a realização de audiências cíveis (Relatórios de audiências Cíveis na p. 30 e Relatórios de audiências do Juizado Especial Cível na p. 46), Relatórios de audiências Criminais e Relatórios de audiências do Juizado Especial Criminal (vide p. 4 e p. 57, respectivamente). O acompanhamento de uma sessão do Tribunal do Júri (p. 23) também foi acompanhado. Finalmente, foi realizado Relatório de estágio extracurricular em órgão jurídico (p. 66). Tal estágio veio complementar o aprendizado, permitindo uma visão mais realista das atividades práticas exercidas pelos profissionais da área jurídica, e também uma visão do mercado, além de ser o primeiro passo da iniciação profissional.

14 70 Bibliografia consultada BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Superior. Resolução n. 09 de Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Direito e dá outras providências. Disponível em <http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/rces09_04.pdf>. Acesso em nov CAHALI, Yussef Said (Org.) Código Civil, Código de Processo Civil e Constituição Federal. 8 ed. São Paulo: Saraiva: FÜHER, M. C. A; e FÜHER, M. R. E. Resumo de processo penal. 13 ed. São Paulo: Malheiros, GOMES, Luiz Flávio (Org.) Código Penal, Código de Processo Penal e Constituição Federal. 7 ed. São Paulo: Saraiva: GRECO FILHO, Vicente. Direito processual civil brasileiro. 17 ed. São Paulo: Saraiva, Volume 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA. Campus de Cacoal. Departamento de Direito. Resolução n. 01 de Dispõe sobre o estágio acadêmico curricular e extracurricular e dá outras providências. Publicação interna.

UNIESP Faculdade Birigui - FABI Curso: DIREITO MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO. Birigui-SP

UNIESP Faculdade Birigui - FABI Curso: DIREITO MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO. Birigui-SP UNIESP Faculdade Birigui - FABI Curso: DIREITO MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO Birigui-SP 1 SUMÁRIO Índice Apresentação do Curso de Direito 2 Estágio de Prática Jurídica 2 a) Estágio Curricular 2 b) Estágio

Leia mais

FACULDADE CATÓLICA DOM ORIONE FACDO CURSO DE DIREITO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA - NUPJUR MANUAL DO ESTAGIÁRIO 2013.

FACULDADE CATÓLICA DOM ORIONE FACDO CURSO DE DIREITO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA - NUPJUR MANUAL DO ESTAGIÁRIO 2013. FACULDADE CATÓLICA DOM ORIONE FACDO CURSO DE DIREITO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA - NUPJUR MANUAL DO ESTAGIÁRIO 2013.1 PRÁTICA SIMULADA A P R E S E N T A Ç Ã O Visando uma completa integração dos acadêmicos

Leia mais

Portfólio para Atividades Complementares e Extensão Curso de Direito e NPJ - UNES ANEXO I

Portfólio para Atividades Complementares e Extensão Curso de Direito e NPJ - UNES ANEXO I ANEXO I ESPECIFICAÇÃO DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES CARGA HORÁRIA LIMITE MÁXIMO PARA APROVEITAMENTO REQUISITO TRIBUNAL DO JURI Assistência comprovada à sessões do Tribunal

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº09/2011 Aprova a estrutura curricular do Curso de Administração do Centro de

Leia mais

FACULDADE DE EDUCAÇÃO SÃO LUÍS CURSO DE DIREITO ESTÁGIO SUPERVISIONADO 2011/2015. ESTÁGIO SUPERVISIONADO I 3º. Período

FACULDADE DE EDUCAÇÃO SÃO LUÍS CURSO DE DIREITO ESTÁGIO SUPERVISIONADO 2011/2015. ESTÁGIO SUPERVISIONADO I 3º. Período Art.41 O programa de Estágio Supervisionado compreende as atividades de prática jurídica simulada e real: (Regulamento do Curso). 1- O discente deverá comparecer em todos os encontros agendados, sábados,

Leia mais

FACULDADE ZUMBI DOS PALMARES CURSO DE DIREITO PRÁTICA JURÍDICA

FACULDADE ZUMBI DOS PALMARES CURSO DE DIREITO PRÁTICA JURÍDICA FACULDADE ZUMBI DOS PALMARES CURSO DE DIREITO PRÁTICA JURÍDICA Regras Básicas para as Atividades de Prática Jurídica a partir do ano letivo de 2013 Visitas Orientadas 72 Horas Obrigatórias Visitas Justiça

Leia mais

MANUAL DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA MNPJ

MANUAL DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA MNPJ 1 MANUAL DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA MNPJ INTRODUÇÃO Destina-se o Núcleo de Prática Jurídica (NPJ) a organizar, coordenar e supervisionar o estágio obrigatório para os quatro últimos semestres do curso,

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DE PRÁTICA JURÍDICA DO CURSO DE DIREITO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DE PRÁTICA JURÍDICA DO CURSO DE DIREITO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DE PRÁTICA JURÍDICA DO CURSO DE DIREITO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA Art. 1º - O Estágio Supervisionado obrigatório tem por finalidade ministrar a prática

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO DA FACULDADE DO GUARUJÁ

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO DA FACULDADE DO GUARUJÁ REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO DA FACULDADE DO GUARUJÁ I DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Art. 1º As atividades complementares são componentes curriculares enriquecedores

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO Núcleo de Prática Jurídica Faculdade de Direito FAAP SUMÁRIO 1. O que é Estágio... 3 2. O Estágio Supervisionado na Faculdade de Direito... 3 3. Planejamento e desenvolvimento

Leia mais

FESURV-UNIVERSIDADE DE RIO VERDE FACULDADE DE DIREITO NACE - NÚCLEO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES E EXTENSÃO

FESURV-UNIVERSIDADE DE RIO VERDE FACULDADE DE DIREITO NACE - NÚCLEO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES E EXTENSÃO FESURV-UNIVERSIDADE DE RIO VERDE FACULDADE DE DIREITO NACE - NÚCLEO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES E EXTENSÃO MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES 2º SEMESTRE RIO VERDE GO 2010 MANUAL DO NÚCLEO DE ATIVIDADES

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE DIREITO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA MANUAL DO ESTAGIÁRIO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE DIREITO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA MANUAL DO ESTAGIÁRIO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE DIREITO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA MANUAL DO ESTAGIÁRIO GOIÂNIA 2011 DIRETOR Prof. Dr. Cleuler Barbosa das Neves COORDENAÇÃO CURSO DE GRADUAÇÃO Prof. Dr. Nivaldo

Leia mais

III REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE DE DIREITO DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM

III REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE DE DIREITO DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM III REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE DE DIREITO DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM I Das Disposições Preliminares Art. 1º - O presente regulamento tem por

Leia mais

A Câmara Superior de Ensino do Conselho Universitário da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições,

A Câmara Superior de Ensino do Conselho Universitário da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições, RESOLUÇÃO Nº 07/2014 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO Aprova a estrutura curricular contida no Projeto Pedagógico do Curso

Leia mais

CURSO DE DIREITO REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO (NÚCLEO DE PRÁTICAS JURÍDICAS)

CURSO DE DIREITO REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO (NÚCLEO DE PRÁTICAS JURÍDICAS) CURSO DE DIREITO REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO (NÚCLEO DE PRÁTICAS JURÍDICAS) REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA E DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO TÍTULO I DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA

Leia mais

- CURSO DE DIREITO - REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO

- CURSO DE DIREITO - REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO - CURSO DE DIREITO - REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO PORTO VELHO (RO) 2013 Página 0 de 7 Capítulo I DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º. O curso de Direito da Faculdade Interamericana de Porto Velho UNIRON

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO Pires do Rio Fevereiro, 2010. A justiça tem numa das mãos a balança em que pesa o direito, e na outra a espada de que se serve para

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO RESOLUÇÃO 001/2012 UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO Dispõe sobre a regulamentação do núcleo curricular flexível do curso de Bacharelado em Direito

Leia mais

CONTROLE DE ATIVIDADES, FREQUENCIA E AVALIAÇÃO 2011/2

CONTROLE DE ATIVIDADES, FREQUENCIA E AVALIAÇÃO 2011/2 FESURV UNIVERSIDADE DE DIREITO FACULDADE DE DIREITO SPPS SETOR DE PRATICA SIMULADA NPJ NUCLEO DE PRATICA JURIDICA CONTROLE DE ATIVIDADES, FREQUENCIA E AVALIAÇÃO 2011/2 Eu,, me comprometo a cumprir às 36

Leia mais

REDE GONZAGA DE ENSINO SUPERIOR REGES FACULDADE REGES DE DRACENA

REDE GONZAGA DE ENSINO SUPERIOR REGES FACULDADE REGES DE DRACENA REGULAMENTO _ DAS ACADEMICAS Em cumprimento às exigências da Resolução CNE/CES nº 9, de 29 de setembro de 2004 (do Conselho Nacional de Educação Câmara de Educação Superior) e ao Projeto Pedagógico do

Leia mais

C U R S O D IREITO Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.

C U R S O D IREITO Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág. C U R S O D IREITO Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.145 Componente Curricular: Serviço de Assistência Jurídica Estágio I Código: DIR-480 Pré-requisito:

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 16/2012 Aprova a estrutura curricular contida no Projeto Pedagógico do Curso

Leia mais

Curso de Direito NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA Autorizado pela Port. nº 584 de 26 de junho de 2007 MEC

Curso de Direito NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA Autorizado pela Port. nº 584 de 26 de junho de 2007 MEC NORMAS COMPLEMENTARES DO NPJ FAR 2º SEMESTRE 2015 NORMAS COMPLEMENTARES PARA ESTAGIÁRIOS DO NPJ FAR 2º SEMESTRE 2015 1. OBJETIVOS: Estas Normas Complementares implantadas pelo Núcleo de prática Jurídica

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DA MAGISTRATURA TRABALHALISTA DA 6ª REGIÃO. Diretor: Desembargador Sergio Torres Teixeira

ESCOLA SUPERIOR DA MAGISTRATURA TRABALHALISTA DA 6ª REGIÃO. Diretor: Desembargador Sergio Torres Teixeira ESCOLA SUPERIOR DA MAGISTRATURA TRABALHALISTA DA 6ª REGIÃO Diretor: Desembargador Sergio Torres Teixeira QUINTA SELEÇÃO PARA ADMISSÃO AO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO PROCESSUAL CIVIL E DO TRABALHO

Leia mais

Centro Universitário de Brusque - UNIFEBE

Centro Universitário de Brusque - UNIFEBE REGULAMENTO DO PROGRAMA DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DE PRÁTICA JURÍDICA DO CURSO DE DIREITO DA UNIFEBE Aprovado pela Resolução CONSUNI nº 36/14, de 10/12/14. CAPÍTULO I DISPOSIÇÃO

Leia mais

Faculdade de Educação de Alta Floresta FEAFLOR

Faculdade de Educação de Alta Floresta FEAFLOR REGIMENTO DE PRÁTICA DE FORMAÇÃO DO CURSO DE PEDAGOGIA DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO DE ALTA FLORESTA - Alta Floresta/2009 SUMÁRIO 1 Apresentação... 3 2 DA DEFINIÇÃO... 3 3 DA FINALIDADE... 5 4 DAS DISPOSIÇOES

Leia mais

Regulamento de Atividades Complementares do Curso de Direito da Faculdade São Salvador. Capítulo I Das Disposições Preliminares

Regulamento de Atividades Complementares do Curso de Direito da Faculdade São Salvador. Capítulo I Das Disposições Preliminares 1 Regulamento de Atividades Complementares do Curso de Direito da Faculdade São Salvador Capítulo I Das Disposições Preliminares Art.1º - As atividades Complementares são componentes curriculares exigidos

Leia mais

REGULALMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE DE PRESIDENTE PRUDENTE

REGULALMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE DE PRESIDENTE PRUDENTE 1 REGULALMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE DE PRESIDENTE PRUDENTE CAPÍTULO I DA FINALIDADE Artigo 1º O Núcleo de Prática Jurídica é órgão destinado a coordenar, executar

Leia mais

O suspeito, o acusado e o condenado frente aos direitos humanos fundamentais

O suspeito, o acusado e o condenado frente aos direitos humanos fundamentais Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Departamento VI Direitos Difusos e Coletivos Programa de Ensino - Núcleo de Prática Jurídica - 2016 Professor: Plínio Antônio Britto Gentil O suspeito, o acusado

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 07/2004-A (Alterada pela Resolução Nº 22/2007 e Resolução Nº 16/2009)

RESOLUÇÃO Nº 07/2004-A (Alterada pela Resolução Nº 22/2007 e Resolução Nº 16/2009) SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 07/2004-A (Alterada pela Resolução Nº 22/2007 e Resolução Nº 16/2009) Regulamenta

Leia mais

ASSOCIAÇÃO RANIERI DE EDUCAÇÃO E CULTURA Faculdades Integradas de Bauru FIB Graduação em Direito, Bacharelado

ASSOCIAÇÃO RANIERI DE EDUCAÇÃO E CULTURA Faculdades Integradas de Bauru FIB Graduação em Direito, Bacharelado REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO, BACHARELADO DAS FACULDADES INTEGRADAS DE BAURU Em cumprimento às exigências da Resolução CNE/CES nº 9, de 29 de setembro de 2004

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE

FACULDADE DE DIREITO REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CAPÍTULO I DA FINALIDADE ART. 1º - O Núcleo de Prática Jurídica, subordinado à Faculdade de Direito

Leia mais

C U R S O D IREITO Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.

C U R S O D IREITO Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág. C U R S O D IREITO Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.145 Componente Curricular: Serviço de Assistência Jurídica Estágio II Código:DIR- 480 Pré-requisito:

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL PENAL IV

DIREITO PROCESSUAL PENAL IV AULA DIA 25/05/2015 Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA E-mail: tiago_csouza@hotmail.com DIREITO PROCESSUAL PENAL IV Procedimento Sumaríssimo (Lei 9.099/95) - Estabelece a possibilidade de conciliação civil,

Leia mais

Relatório de Atividades desenvolvidas pela DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE ALAGOAS de Janeiro a Dezembro de 2002. Capital Área Cível

Relatório de Atividades desenvolvidas pela DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE ALAGOAS de Janeiro a Dezembro de 2002. Capital Área Cível Relatório de Atividades desenvolvidas pela DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE ALAGOAS de Janeiro a Dezembro de 2002. Capital Área Cível Atendimentos 11874 Ações ajuizadas 1770 Acordos 1135 Contestações 307

Leia mais

2 ESTÁGIO SUPERVISIONADO (RESOLUÇÃO CNE/CES 09/2004)

2 ESTÁGIO SUPERVISIONADO (RESOLUÇÃO CNE/CES 09/2004) 2 ESTÁGIO SUPERVISIONADO (RESOLUÇÃO CNE/CES 09/2004) No Estágio Supervisionado, o acadêmico tomará contato com o ambiente de trabalho e com a prática cotidiana de sua futura área de atuação. O estágio

Leia mais

Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados. Enfam

Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados. Enfam Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados Enfam ROTEIRO DE CREDENCIAMENTO 1. Identificação do Requerente Escola: Escola do Poder Judiciário ESJUD Diretor: Desembargador Francisco Djalma

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 08/2011 Aprova a estrutura curricular do Curso de Enfermagem, modalidade bacharelado,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DE SÃO FRANCISCO REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Norma N.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DE SÃO FRANCISCO REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Norma N. UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DE SÃO FRANCISCO REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Norma N.º 01/2012 O Colegiado de Ciências Farmacêuticas (CFARM) da Universidade

Leia mais

Regulamento do Núcleo de Atividades Complementares NAC (Resolução CNE/CES nº 9/2004)

Regulamento do Núcleo de Atividades Complementares NAC (Resolução CNE/CES nº 9/2004) CURSO DE DIREITO DA UniEVANGÉLICA DIREÇÃO DE CURSO Regulamento do Núcleo de Atividades Complementares NAC (Resolução CNE/CES nº 9/2004) DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º. A carga horária da matriz 2009.1

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO INTRODUÇÃO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO (PPC) Articulação com o Plano de Desenvolvimento Institucional PDI Projeto Político Pedagógico Indissociabilidade entre ensino, pesquisa

Leia mais

NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA FACULDADE CATHEDRAL ESTÁGIO DE PRÁTICA JURÍDICO FORENSE SUPERVISIONADO I E II EDITAL N 2014.2 NPJ 21 DE JULHO DE 2014.

NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA FACULDADE CATHEDRAL ESTÁGIO DE PRÁTICA JURÍDICO FORENSE SUPERVISIONADO I E II EDITAL N 2014.2 NPJ 21 DE JULHO DE 2014. NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA FACULDADE CATHEDRAL ESTÁGIO DE PRÁTICA JURÍDICO FORENSE SUPERVISIONADO I E II EDITAL N 2014.2 NPJ 21 DE JULHO DE 2014. A Coordenação do Curso de Direito e a Coordenação do Núcleo

Leia mais

Regulamento do Estágio Curricular Supervisionado

Regulamento do Estágio Curricular Supervisionado Regulamento do Estágio Curricular Supervisionado INTRODUÇÃO O Manual de Estágio Supervisionado tem como objetivo orientar o aluno do Curso de Direito da Universidade de Santo Amaro sobre a Prática do Estágio

Leia mais

ACÓRDÃO PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA. Apelação Cível ri 026.2006.000553-0/001 Origem : 2 4 Vara da Comarca de naná

ACÓRDÃO PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA. Apelação Cível ri 026.2006.000553-0/001 Origem : 2 4 Vara da Comarca de naná ACÓRDÃO PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DA PARAÍBA Apelação Cível ri 026.2006.000553-0/001 Origem : 2 4 Vara da Comarca de naná TRIBUNAL DE JUSTIÇA Relator : Desembargador Frederico Martinho da NObrega Coutinho

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO REGULAMENTO DE ESTÁGIO Regulamento do Estágio Supervisionado de prática Jurídica CAPÍTULO I DA NATUREZA Art. 1º - A presente norma de Estágio Supervisionado refere-se à formação de bacharéis em Direito

Leia mais

Processo CEE nº 498./91 Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo. Autorização para funcionamento do Curso de

Processo CEE nº 498./91 Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo. Autorização para funcionamento do Curso de CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO Processo CEE nº 498./91 Interessada: Assunto: Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo Autorização para funcionamento do Curso de RELATOR: Especialização em Direito Civil

Leia mais

A Câmara Superior de Ensino do Conselho Universitário da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições;

A Câmara Superior de Ensino do Conselho Universitário da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições; 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 13/2012 Aprova a estrutura curricular contida no Projeto Pedagógico do Curso

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça CONFLITO DE COMPETÊNCIA Nº 87.156 - RJ (2007/0145923-6) RELATOR : MINISTRO SIDNEI BENETI AUTOR : EVANDRO DA SILVA ADVOGADO : CARLOS LIMA CASTRO RÉU : SAINT GOBAIN CANALIZAÇÃO S/A ADVOGADO : HISASHI KATAOKA

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO DE CONSELHEIRO LAFAIETE FDCL,

FACULDADE DE DIREITO DE CONSELHEIRO LAFAIETE FDCL, Especialização: Direito Penal Ênfase: Segurança Pública PÓS-GRADUAÇÃO 2012 A FACULDADE DE DIREITO DE CONSELHEIRO LAFAIETE FDCL, Instituição de Ensino Superior, aprovada pelo Decreto Estadual n. 73.815,

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FACULDADE INTEGRADA BRASIL AMAZÔNIA FIBRA CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FACULDADE INTEGRADA BRASIL AMAZÔNIA FIBRA CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FACULDADE INTEGRADA BRASIL AMAZÔNIA FIBRA Regula o funcionamento do Núcleo de Prática Jurídica NPJ do curso de Direito Bacharelado da Fibra. CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES

Leia mais

IESB / PREVE. CURSO DE DIREITO Núcleo de Prática Jurídica Escritório de Assistência Jurídica ORIENTAÇÕES GERAIS

IESB / PREVE. CURSO DE DIREITO Núcleo de Prática Jurídica Escritório de Assistência Jurídica ORIENTAÇÕES GERAIS IESB / PREVE CURSO DE DIREITO Núcleo de Prática Jurídica Escritório de Assistência Jurídica ORIENTAÇÕES GERAIS MISSÃO / IESB Proporcionar um espaço de contínua aprendizagem onde alunos, professores e colaboradores

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação

Plano de Ensino. Identificação Identificação Plano de Ensino Curso: direito Disciplina: processo penal I Ano/semestre: 2012/1º Carga horária: Total: 80h Semanal: 8h Professor: Breno José Bermudes Brandão Período/turno: 6 periodo A e

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL http://www.ead.ifsc.edu.br CRONOGRAMA CURSO

Leia mais

Curso de Direito. Prof. Me. Heitor Miranda Guimarães

Curso de Direito. Prof. Me. Heitor Miranda Guimarães 1 UNIVERSIDADE CATÓLICA DOM BOSCO Curso de Direito Prof. Me. Heitor Miranda Guimarães Disciplinas na UCDB: - Direito Processual Civil I, II, III, IV e V - Estágio Supervisionado (NUPRAJUR - 9.º e 10.º

Leia mais

DIRETORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES FARMÁCIA

DIRETORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES FARMÁCIA DIRETORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES FARMÁCIA CACOAL - RO 2011 Considerando as exigências da LEGISLAÇÃO EDUCACIONAL, no atinente às Atividades Complementares

Leia mais

A Câmara Superior de Ensino do Conselho Universitário da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições;

A Câmara Superior de Ensino do Conselho Universitário da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições; SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 06/2014 Aprova a estrutura curricular contida no Projeto Pedagógico do Curso

Leia mais

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DO CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE UBERABA - CESUBE CAPÍTULO I

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DO CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE UBERABA - CESUBE CAPÍTULO I REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DO CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE UBERABA - CESUBE CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente regulamento disciplina

Leia mais

PLANO DE ENSINO FICHA N o 2

PLANO DE ENSINO FICHA N o 2 PLANO DE ENSINO FICHA N o 2 Disciplina: Prática Jurídica Trabalhista Código:? Natureza: ( x ) obrigatória ( ) optativa Semestral ( ) Anual ( x ) Modular ( ) Pré-requisito: 3º ano completo Co-requisito:

Leia mais

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES - 2014

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES - 2014 REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES - 2014 O presente regulamento visa a atender os requisitos propostos pela Resolução CNE/CES n 9/2004 normatizando as Atividades Acadêmicas Complementares dos cursos

Leia mais

A Câmara Superior de Ensino da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições,

A Câmara Superior de Ensino da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições, SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE COLEGIADO PLENO DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 02/2012 Aprova a estrutura curricular contida no Projeto

Leia mais

- CURSO DE DIREITO -

- CURSO DE DIREITO - REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO - CURSO DE DIREITO - FACULDADE METROPOLITANA DE CAMAÇARI FAMEC - SUMÁRIO CAPÍTULO I... 3 DOS PRINCÍPIOS GERAIS... 3 CAPÍTULO II... 3 DA NATUREZA... 3 CAPÍTULO III...

Leia mais

CURSO DE DIREITO Regulamento do Núcleo de Prática Jurídica NPJ/FA7 CAPÍTULO - I DA FINALIDADE CAPITÚLO II DA ESTRUTURA DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA

CURSO DE DIREITO Regulamento do Núcleo de Prática Jurídica NPJ/FA7 CAPÍTULO - I DA FINALIDADE CAPITÚLO II DA ESTRUTURA DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA CURSO DE DIREITO Regulamento do Núcleo de Prática Jurídica NPJ/FA7 CAPÍTULO - I DA FINALIDADE Art. 1º. O Núcleo de Prática Jurídica, subordinado ao Curso de Direito da Faculdade 7 de Setembro FA7, vetor

Leia mais

Faculdade de Direito Milton Campos Reconhecida pelo Ministério da Educação Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Ciências Penais

Faculdade de Direito Milton Campos Reconhecida pelo Ministério da Educação Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Ciências Penais Faculdade de Direito Milton Campos Reconhecida pelo Ministério da Educação Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Ciências Penais Direito Processual Penal (Ritos) Carga Horária: 28 H/A 1 -Ementa A atual

Leia mais

ANEXO F: ANEXO DO PROJETO PEDAGÓGICO VERSÃO 2007.

ANEXO F: ANEXO DO PROJETO PEDAGÓGICO VERSÃO 2007. ANEXO F: ANEXO DO PROJETO PEDAGÓGICO VERSÃO 2007. DESCRIÇÃO DAS EMENTAS, OBJETIVOS, PLANO DE DISCIPLINAS E BIBLIOGRAFIA. DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS: CONTABILIDADE PÚBLICA II Ementa: Princípios Fundamentais

Leia mais

Simões Rodrigues Advogados Associados S. C. José Ricardo Simões Rodrigues OAB RO 8888 Cláudio Roberto Simões Rodrigues OAB RO 9999

Simões Rodrigues Advogados Associados S. C. José Ricardo Simões Rodrigues OAB RO 8888 Cláudio Roberto Simões Rodrigues OAB RO 9999 EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) JUIZ(A) DE DIREITO DA 4ª VARA CÍVEL DA COMARCA DE ROLIM DE MOURA - RO Autos N.: 010060099999 Classe: AÇÃO DE REPARAÇÃO POR DANOS MORAIS E MATERIAIS Requerente: TATIANE DAS FLORES

Leia mais

PDI 2012-2016 Implementação da Instituição e Organização Acadêmica

PDI 2012-2016 Implementação da Instituição e Organização Acadêmica PDI 2012-2016 Implementação da Instituição e Organização Acadêmica Pró-Reitoria de Ensino do IFG Gilda Guimarães Dulcinéia de Castro Santana Goiânia_ 2012/1 1- PARÂMETROS LEGAIS LEI Nº 11.892, DE 29 DE

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 02/2011 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO Aprova a estrutura curricular do Curso de Nutrição, na modalidade bacharelado,

Leia mais

"CURSO DE FORMAÇÃO DE PERITOS JUDICIAIS e ASSISTENTES TÉCNICOS"

CURSO DE FORMAÇÃO DE PERITOS JUDICIAIS e ASSISTENTES TÉCNICOS "CURSO DE FORMAÇÃO DE PERITOS JUDICIAIS e ASSISTENTES TÉCNICOS" 1. Objetivo do Curso: Torne-se um perito judicial, profissão com grande flexibilidade de horários, prazos e que figura como uma das atividades

Leia mais

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás Dispõe sobre a implantação e estabelece normas para o funcionamento do processo eletrônico no Poder Judiciário do Estado de Goiás. O TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE GOIÁS, por seu Órgão Especial, no exercício

Leia mais

PROCESSO PENAL RESUMO DE PROCESSO PENAL 3 Rosivaldo Russo 1) AÇÃO PENAL: 2. INÍCIO DA AÇÃO PENAL

PROCESSO PENAL RESUMO DE PROCESSO PENAL 3 Rosivaldo Russo 1) AÇÃO PENAL: 2. INÍCIO DA AÇÃO PENAL PROCESSO PENAL RESUMO DE PROCESSO PENAL 3 Rosivaldo Russo 1) AÇÃO PENAL: 2. INÍCIO DA AÇÃO PENAL AÇÃO PENAL PÚBLICA tem início através de uma peça que se chama denúncia. Essa é a petição inicial dos crimes

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 01/2013 Aprova a estrutura curricular contida no Projeto Pedagógico do Curso

Leia mais

PLANO DE ENSINO - 2016. série: 4ª Turma (s): A e B Turno (s):[diurno] - [noturno] Carga Horária Semanal: 144 h/ano + 150 h/a atividades de estágio

PLANO DE ENSINO - 2016. série: 4ª Turma (s): A e B Turno (s):[diurno] - [noturno] Carga Horária Semanal: 144 h/ano + 150 h/a atividades de estágio PLANO DE ENSINO - 2016 1 INFORMAÇÕES GERAIS. Professor Doutor José Antônio de Faria Martos Departamento: Direito Público Disciplina: Prática Jurídica I série: 4ª Turma (s): A e B Turno (s):[diurno] - [noturno]

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO

Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO 1) IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Disciplina LEGISLAÇÃO PARA ENGENHARIA

Leia mais

JUIZ TITULAR PROMOTORIA DE JUSTIÇA SECRETARIA DE VARA METODOLOGIA PROCESSOS

JUIZ TITULAR PROMOTORIA DE JUSTIÇA SECRETARIA DE VARA METODOLOGIA PROCESSOS O original deste documento é eletrônico e foi assinado digitalmente por JOSE TARCILIO SOUZA DA SILVA e ANTONIO PADUA SILVA e FRANCISCO JAIME MEDEIROS NETO e EDITE BRINGEL OLINDA ALENCAR em 02/07/2012 às

Leia mais

SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 11

SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 11 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 11 Capítulo I PROVAS... 13 1. Introdução... 13 2. Das provas aspectos gerais (arts. 155 a 157 do CPP)... 13 3. Ônus da prova, provas antecipadas e provas de ofício... 14 4. Prova

Leia mais

ANEXO ÚNICO À PORTARIA 004/2003 - ESTABELECE CRITÉRIOS PARA VALIDAÇÃO E REGISTRO DE CARGA HORÁRIA DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES

ANEXO ÚNICO À PORTARIA 004/2003 - ESTABELECE CRITÉRIOS PARA VALIDAÇÃO E REGISTRO DE CARGA HORÁRIA DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES ANEXO ÚNICO À PORTARIA 004/2003 - ESTABELECE CRITÉRIOS PARA VALIDAÇÃO E REGISTRO DE CARGA HORÁRIA DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES O Diretor da Faculdade de Direito do Vale do Rio Doce FADIVALE, em vista do

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR PARA TURMAS INGRESSANTES A PARTIR DE 2013. Carga Horária Teórica Prática 1º SEMESTRE Ciência Política e Teoria Geral do Estado

MATRIZ CURRICULAR PARA TURMAS INGRESSANTES A PARTIR DE 2013. Carga Horária Teórica Prática 1º SEMESTRE Ciência Política e Teoria Geral do Estado ESTRUTURA E CONTEÚDO CURRICULAR Organização Curricular do Curso O curso de Bacharelado em Direito possui uma estrutura curricular desenvolvida para atender, permanentemente, mas com flexibilidade, à demanda

Leia mais

SÚMULA DA 137ª REUNIÃO DA CÂMARA DE GRADUAÇÃO, REALIZADA EM 11.11.2010. INÍCIO: 9h10 - ENCERRAMENTO: 10h40 CÂMARA DE GRADUAÇÃO

SÚMULA DA 137ª REUNIÃO DA CÂMARA DE GRADUAÇÃO, REALIZADA EM 11.11.2010. INÍCIO: 9h10 - ENCERRAMENTO: 10h40 CÂMARA DE GRADUAÇÃO SÚMULA DA 137ª REUNIÃO DA CÂMARA DE GRADUAÇÃO, REALIZADA EM 11.11.2010 INÍCIO: 9h10 - ENCERRAMENTO: 10h40 CÂMARA DE GRADUAÇÃO 01) Processo n o 05/2010 Unidade: Centro de Ciências Humanas e Sócias Aplicadas

Leia mais

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: TEORIA GERAL DO PROCESSO NOME DO CURSO: DIREITO 2. EMENTA

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: TEORIA GERAL DO PROCESSO NOME DO CURSO: DIREITO 2. EMENTA 1. IDENTIFICAÇÃO PERÍODO: 3 CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: TEORIA GERAL DO PROCESSO NOME DO CURSO: DIREITO 2. EMENTA CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 Noções introdutórias e históricas.

Leia mais

R E S O L V E consolidar as disposições sobre as Atividades Complementares do Curso do Curso de Graduação em Direito, como segue:

R E S O L V E consolidar as disposições sobre as Atividades Complementares do Curso do Curso de Graduação em Direito, como segue: REGIMENTO INTERNO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO DA DA ESCOLA DE FORMAÇÃO JURÍDICA DA FACULDADE DE DESENVOLVIMENTO DO RIO GRANDE DO SUL FADERGS. O Diretor da Escola de Formação Jurídica

Leia mais

EDITAL CCC/CGF Nº 001/2014 SELEÇÃO SIMPLIFICADA DE ALUNOS INTERNOS PARA O PROJETO DE EXTENSÃO ORÇAMENTO DOMÉSTICO.

EDITAL CCC/CGF Nº 001/2014 SELEÇÃO SIMPLIFICADA DE ALUNOS INTERNOS PARA O PROJETO DE EXTENSÃO ORÇAMENTO DOMÉSTICO. INSTITUTO EDUCACIONAL SUPERIOR DA PARAÍBA FACULDADE DE TECNOLOGIA DA PARAÍBA DIRETORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS COORDENAÇÃO DO CURSO DE GESTÃO FINANCEIRA EDITAL CCC/CGF Nº 001/2014

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO fls. 1 ACÓRDÃO Registro: 2013.0000216806 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 0196471-72.2012.8.26.0000, da Comarca de São Paulo, em que é agravante SOCIORTHO COMERCIO

Leia mais

PARECER. Justificativa

PARECER. Justificativa Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás IFG - Campus Anápolis Departamento das Áreas Acadêmicas Parecer: Do:

Leia mais

Regulamento do Trabalho de Conclusão do Curso de Ciências Contábeis

Regulamento do Trabalho de Conclusão do Curso de Ciências Contábeis Regulamento do Trabalho de Conclusão do Curso de Ciências Contábeis O regulamento do Trabalho de Conclusão do Curso (TCC) de Ciências Contábeis do (UNIFEB) utiliza como embasamento a resolução nº 10 de

Leia mais

RESOLUÇÃO nº 177, de 11 de setembro de 2015. R E S O L V E:

RESOLUÇÃO nº 177, de 11 de setembro de 2015. R E S O L V E: RESOLUÇÃO nº 177, de 11 de setembro de 2015. O Conselho Universitário CONSUNI, no uso de suas atribuições, em conformidade com Parecer nº 030, de 20 de agosto de 2015, R E S O L V E: Art. 1º - Aprovar

Leia mais

7ª CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL N.º 798.202-7 DA COMARCA DE CERRO AZUL VARA ÚNICA

7ª CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL N.º 798.202-7 DA COMARCA DE CERRO AZUL VARA ÚNICA 7ª CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL N.º 798.202-7 DA COMARCA DE CERRO AZUL VARA ÚNICA Apelante: MUNICÍPIO DE CERRO AZUL Apelado: ESTADO DO PARANÁ Relator: Des. GUILHERME LUIZ GOMES APELAÇÃO CÍVEL AÇÃO ANULATÓRIA

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO DE DIREITO, BACHARELADO REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO Das Disposições Gerais O estágio não obrigatório,

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE DIREITO (2014)

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE DIREITO (2014) 1º SEMESTRE 1 História e Institutos Jurídicos 4 80 2 Informática Aplicada ao Direito 4 80 3 Linguagem Jurídica 4 80 4 Ciência Política e TGE 4 80 5 Teoria Geral do Direito 4 80 6 Iniciação à Pesquisa Científica

Leia mais

PLANO DE ENSINO EMENTA

PLANO DE ENSINO EMENTA Faculdade de Direito Milton Campos Disciplina: Direito Processual Penal I Curso: Direito Carga Horária: 64 Departamento: Direito Público Área: Direito Penal e Processo Penal PLANO DE ENSINO EMENTA Direito

Leia mais

I Simpósio de Direitos Fundamentais

I Simpósio de Direitos Fundamentais FRENTE I Simpósio de Direitos Fundamentais DIA 28 DE OUTUBRO/2014 MANHÃ E NOITE PROGRAMAÇÃO DO EVENTO MANHÃ 08h00 CREDENCIAMENTO 08h30 ABERTURA (Composição da mesa) 09h00 às 09h40 PRIMEIRA EXPOSIÇÃO O

Leia mais

Dados Básicos. Legislação. Ementa. Íntegra

Dados Básicos. Legislação. Ementa. Íntegra Dados Básicos Fonte: 1.0024.05.707278-7/001(1) Tipo: Acórdão TJMG Data de Julgamento: 27/04/2011 Data de Aprovação Data não disponível Data de Publicação:13/05/2011 Estado: Minas Gerais Cidade: Belo Horizonte

Leia mais

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES 2015 SUMÁRIO CAPÍTULO I...4 Disposições preliminares...4 CAPÍTULO II...4 Das atividades complementares...4 Seção I...4 Atividades de iniciação científica...4 Seção

Leia mais

Responsabilidade em saúde

Responsabilidade em saúde Responsabilidade em saúde Cível:obrigação de indenização indene de prejuízo Constituição Federal/Código civil/cdc Elementos de responsabilidade Autor Ato Culpa Dano Nexo causal CÓDIGO CIVIL Art. 186 Aquele

Leia mais

FUNDAÇÃO ARMANDO ALVARES PENTEADO FACULDADE DE DIREITO

FUNDAÇÃO ARMANDO ALVARES PENTEADO FACULDADE DE DIREITO REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA DA FUNDAÇÃO ARMANDO ALVARES PENTEADO TÍTULO I DA FINALIDADE E DO OBJETO Art. 1º O Núcleo de Prática Jurídica da Faculdade de Direito da Fundação Armando Alvares

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENGENHARIA AGRONÔMICA

REGULAMENTO GERAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENGENHARIA AGRONÔMICA REGULAMENTO GERAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENGENHARIA AGRONÔMICA 2014 São Luís de Montes Belos Goiás Faculdade Montes Belos Curso de Engenharia Agronômica São Luis de Montes Belos - Goiás

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES O presente Regulamento dispõe acerca das Atividades Complementares e dá outras providências. Art. 1.º O presente Regulamento tem por finalidade normatizar as Atividades

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SERVIÇOS PENAIS FADERGS - LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES

REGIMENTO INTERNO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SERVIÇOS PENAIS FADERGS - LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES REGIMENTO INTERNO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SERVIÇOS PENAIS FADERGS - LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES A Diretora Acadêmica da FACULDADE DE DESENVOLVIMENTO DO

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DE PRÁTICA JURÍDICA DO CURSO DE DIREITO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DE PRÁTICA JURÍDICA DO CURSO DE DIREITO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DE PRÁTICA JURÍDICA DO CURSO DE DIREITO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA Art. 1º - O Estágio Supervisionado obrigatório tem por finalidade ministrar a prática

Leia mais

CURRÍCULO RESUMIDO. Curso de Direito FIC 2004 a 2006 FAROL FAFIBE

CURRÍCULO RESUMIDO. Curso de Direito FIC 2004 a 2006 FAROL FAFIBE CURRÍCULO RESUMIDO I DADOS PESSOAIS Nome: Andrea das Graças Souza Camacho Gimenez Garcia e-mail: II QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL FORMAÇAÕ ÁREA/SUBÁREA CONHECIMENTO INSTITUIÇÃO ANO INÍCIO ANO CONCLUSÃO Graduação

Leia mais