! ~/. '<) \~ ~ I 01. DA ABRANGÊNCIA E DA VIGÊNCIA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "! ~/. '<) \~ ~ I 01. DA ABRANGÊNCIA E DA VIGÊNCIA"

Transcrição

1 t! /. '<) \.. 4 SINDICATO DOS TRA.BALHADORES NAS INDÚSTRIAS DE P ANIFICAÇÀO E CONFEITARIA. '" MASSAS ALIMENTICIAS E BISOCITOS DE CRA TO JUAZEIRO DO NORTE BARBALHA CAMPOS SALES MILAGRES ICÓ IGUATÚ E BREJO SANTO. Rua: Bárbara de Alecar 996 Sala Cetro - Foe: (88) I 90 " CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO O SINDICATO DA INDÚSTRIA DE PANIFICAÇÃO E CONFEITARIA NO ESTADO DO CEARÁ sediado este. capital à Av. Barão de Studart Aldeota órgão represetativo da categoria ecoômica o Estado do Ceará este ato represetado pelo seu Presidete Sr. RfCARDO PEREIRA SALES e do outro lado o SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS DE PANIFICAÇÃO E CONFEITARIA MASSAS ALIMENTíCIAS E BISCOITOS DE CRA TO JUAZEIRO DO NORTE BARBALHA CAMPOS SALES MILAGRES Icá IGUA TÚ E BREJO SANTO" etidade sidical represetativa da categoria dos trabalhadores as idústrias de paificação e cofeitaria massas alimetícias e biscoitos de C rato Juazeiro do Norte Barbalha Campos Sales Milagres"lço iguatú e Brejo Sato este ato represetado pelo seu Presidete Sr. JOSE ABREU JUSTINO ambos autorizados pelas respectivas assembléias gerais os termos do que dispõe os Arts. 611 e seguites da CL T celebram a presete CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO o que fazem mediate as cláusulas e codições seguites: 01. DA ABRANGÊNCIA E DA VIGÊNCIA A presete Coveção Coletiva de Trabalho abrage todos os trabalhadores e empresários das idústrias de paificação e cofeitaria em C rato Juazeiro do orte Barbalha Campos Sales Milagres Iço Iguatú e Brejo Sato Estados do Ceará cotado o seu termo iicial a data de 1 (primeiro) de maio de 2004 e com termo fial previsto para 30 (trita) de abril de DOS PISOS SALARIAIS Fica estabelecido que o piso salarial dos empregados as idústrias de paificação e cofeitaria de Crato Juazeiro do orte Barbalha Campos Sales Milagres Iço Iguatú e Brejo Sato Estados do Ceará a partir de 1 (primeiro) de maio de 2004 será o seguité: 01. PESSOAL DA PRODUÇÃO: valor correspodete a R$ (duzetos e oiteta e dois reais); 02. ATENDENTE ENTREGADOR CAIXA BALCONISTA ZELADOR CONTíNUO SERViÇOS GERAIS E DEMAIS FUNÇÕES EXTRA PRODUÇÃO (ÁREA COMERCIAL): o valor correspodete a R$ (duzetos e seteta e dois reais). I I i

2 \ r SINDICATO DOS TRA.BALHADORES NAS INDÚSTRIAS DE P ANIFICAÇÀO E CONFEIT ARI Q.N" C. MASSAS ALIMENTICIAS E BISOCITOS DE CRATO JUAZEIRO DO NORTE BARBALHA CAMPOS SALES MILAGRES ICÓ IGUA TÚ E BREJO SANTO. Rua: Bárbara de Alecar 996 Sala Cetro - Foe: (88) Parágrafo Úico - O piso salarial de admissão para os empregados admitidos a categoria pela primeira vez sem que uca teham trabalhado em A - empresa (oveta) de dias paificação será o valor durate de R$ o período (duzetos de experiêcia e sesseta que e é seis o máximo reais). Após de 90 o período de experiêcia passa o empregado a perceber o míimo o piso salarial previsto as alíeas acima. 03. DO REAJUSTE SALARIAL A partir de 1 (primeiro) de maio de 2004 data base da categoria profissioal abragida este pacto a parcela salarial dos trabalhadores que ão exceda de R$ (quatrocetos e quareta reais) será reajustada com o percetual de o () míimo 85% (oito e meio por ceto). A parcela salarial acima da prevista retro será reajustada através de livre egociação. 04. DO ENQUADRAMENTO NA CATEGORIA Qualquer outra atividade desevolvida por empregado a idústria de paificação e cofeitaria estará equadrada a categoria dos trabalhadores as idústrias de paificação e cofeitaria e será regida por esta Coveção. 05. DO ADICIONAL DE INSALUBRIDADE Aos empregados que exerçam suas atividades em locais isalubres devidamete comprovado por laudo elaborado por profissioais cotratados pela empresa e/ou pelo sidicato da categoria profissioal será devido 20% 30% ou 40% do salário míimo depededo do grau (míimo médio ou máximo) a título de adicioal de isalubridade que será aotado a CTPS do trabalhador. 06. DO ADICIONAL NOTURNO Aos empregados que exerçam suas atividades o período oturo será devido 20% (vite por ceto) do seu salário a título de adicioal oturo. 07. DAS ANOTAÇÕES NA CTPS As empresas de paificação e cofeitaria e de outras atividades em cojuto com as paificadoras ao admitirem o empregado terá o prazo de 48 (quareta e oito) horas para fazer a aotação a CTPS e devolvê-ia ao empregado mediate recibo de acordo com o Art. 29 da CL T. 08. DO FARDAMENTO As empresas que exigem de seus empregados o uso de uiformes para serviços itero ou exteros obrigam-se a custear em sua totalidade referidos uiformes sedo tal obrigação equadrada o que dispõe o 2 do art. 458 da CL T. 09. DA FOLGA DA EMPREGADA GESTANTE Todas as empregadas abragidas por esta Coveção o período de gestação terão direito a um dia de folga em cada mês remuerado pelas empresas sem qualquer dimiuição do salário para realização de exames pré-atal. 2

3 .. SINDICA TO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS DE P ANIFICAÇÀO E CONFEIT 'Y C A\..(.: MASSAS ALIMENTICIAS E BISOCITOS DE CRATO.JUAZEIRO DO NORTE BARBALH CAMPOS SALES MILAGRES ICÓ IGUA TÚ E BREJO SANTO. Rua: Bárbara de Alecar 996 Sala Cetro - Foe: (88) 523.4] 90 CEP.63.] CRATO-CEARÁ 10. DA ESTABILIDADE NO PÓS-NATAL.- gestates As empresas desde a cofirmação comprometem-se até cico dar meses garatia após de o emprego parto os às termos empregadas do que preceitua a Costituição Federal. 11. DO INTERVALO PARA REPOUSO E ALIMENTAÇÃO As empresas poderão optar em forecer refeições gratuitas aos seus empregados durate o horário destiado para repouso e alimetação ou forecer vale trasporte suficiete para que os empregados possam se deslocar até suas residêcias e retorarem para o trabalho. Parágrafo Primeiro - No itervalo para repouso ou alimetação os empregados poderão permaecer os estabelecimetos de trabalho caso queiram ão podedo estes cobrarem o referido horário como serviço extra pelo fato de permaecerem o local de trabalho. Parágrafo Segudo - O itervalo referido o caput desta cláusula poderá ser de até quatro horas de acordo com a ecessidade da empresa (Art. 71 e seu 2 da CL T) podedo qualquer trabalho desevolvido este período ser compesado o fial da jorada. 12. DO TRABALHO NOS DIAS FERIADOS A empresa que ecessitar do trabalho dos empregados as idústrias de paificação e cofeitaria ou qualquer outra atividade em cojuto com a Paificação ou Cofeitaria os dias de feriados poderá utilizá-lo mediate pagameto de um dia extra de salário. ('\ 13. DO TRABALHO NOS DOMINGOS No caso do trabalho os domigos fica coservado outro dia da semaa imediatamete posterior para o repouso semaal do empregado ão podedo a cocessão do repouso recair em dia feriado. Parágrafo Úico - O empregado ão poderá trabalhar por mais de 03 (três) domigos cosecutivos. 14. DA JORNADA DE TRABALHO Fica permitida a jorada de trabalho de 48 (quareta e oito) horas semaais distribuídas durate a semaa sem ultrapassar o limite legal de oito horas diárias. Parágrafo Úico - A remueração das horas extraordiárias de que trata a presete cláusula será efetuada de acordo com a legislação em vigor. 15. DO DIA DO PADEIRO As empresas abragidas este istrumeto recohecem o dia 29 (vite e ove) de Outubro como sedo o "O DIA DO TRABALHADOR NA INDÚSTRIA DE PANIFICAÇÃO E CONFEITARIA" devedo estas remuerarem seus empregados esta data com um dia de salário adicioal desde que o empregado em tal dia ão teha faltado ijustificadamete ao serviço..&!

4 t'. '1'/"'". SINDICATO DOS TRA.BALHADORES NAS INDÚSTRIAS DE PANIFICAÇÀO E CONFEITARI\FIs. "ç' MASSAS ALIMENTICIAS E BISOCITOS DE CRA TO JUAZEIRO DO NORTE BARBALHA CAMPOS SALE MILAGRES ICÓ IGUA TÚ E BREJO SANTO. Rua: Bárbara de Alecar 996 Sala Cetro - Foe: (88) DA CONTRIBUiÇÃO ASSISTENCIAL A fim de fazer face às despesas com a presete coveção respeitado o direito de oposição do empregado até 10 dias após o descoto e o Precedete Normativo 119 do TST as empresas descotarão dos empregados e recolherão ao. sidicato da categoria profissioal até o décimo dia após o descoto o valor de R$ 1000 (dez reais) o mês de Juho do correte ao a título de cotribuição assistecial. O recolhimeto dos valores ao sidicato da categoria profissioal deverá acotecer através de guia de pagameto a ser remetida a cada empresa pelo Sidicato Profissioal. Caso o Sidicato Profissioal ão remeta em tempo hábil a guia sidicato de pagameto profissioal o que valor deverá descotado receber ficará o valor a empresa devido mediate aguardado recibo. a iiciativa do r--'1 17. DA CONTRIBUiÇÃO CONFEDERATIVA PATRONAL ' Em cumprimeto aq Art. 8 da Costituição Federal Brasileira as coformidades do Edital d Covocação publicado em 14 de dezembro de 1990 e de acordo com o istituído em assembléia geral extraordiária datado de 19 de dezembro de 1990 ficam as empresas itegrates da categoria ecoômica represetadas pelo sistema patroal obrigadas a recolher até o dia 31 de Julho de 2004 a cotribuição para o custeio do SISTEMA CONFEDERA TIVO DA REPRESENTAÇÃO SINDICAL PATRONAL cujos valores foram fixados em assembléia geral realizada em 29 de abril de DOS DESCONTOS PARA O SINDICATO As empresas se comprometem a descotar em folha de pagameto de seus empregados desde que por eles devidamete autorizados a cotribuição mesal de R$ 840 (oito reais e quareta cetavos) correspodete a 3% (três por ceto) do Piso salarial da Categoria o valor de R$ (duzetos e oiteta e dois reais) de todos os seus empregados recolhedo-a aos cofres da tesouraria do sidicato da categoria profissioal respectiva até o 10 (décimo) dia do mês subsequete ao vecido tudo de coformidade com o que dispõe o art. 545 da CL T. 19. DO ATESTADO MÉDICO As empresas recohecerão os termos das leis da Previdêcia Social os atestados médicos forecidos aos empregados pelo setor médico ou odotológico do sidicato da categoria profissioal bem como daquelas istituições coveiadas com o Sistema Úico de Saúde - SUS devedo o documeto costar idetificação da istituição coveiada (timbre carimbo etc.) o Código de Idetificação da Doeça - CIO bem como carimbo e o úmero de registro o CRM do profissioal que expedir o documeto. 20. DO AuxíliO FUNERAL Falecedo o empregado a empresa pagará ao depedete habilitado a título de auxílio fueral jutamete com o saldo de salário e outras verbas remaescetes um salário do empregado em caso de morte atural e dois salários em caso de morte por acidete de trabalho. 4

5 SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS DE PANIFICAÇÃO E CONFEITARIA MASSAS ALIMENTÍCIAS E BISOCITOS DE CRA TO JUAZEIRO DO NORTE BARBALHA CAMPOS SALES MILAGRES ICÓ IGUA TÚ E BREJO SANTO. Rua: Bárbara de Alecar 996 Sala Cetro - Foe: (88) DO ABONO DE PONTO AO EMPREGADO ESTUDANTE Serão aboadas sem qualquer prejuízo de ordem ecoômica e/ou fucioal as faltas do empregado o decorrer de sua vida estudatil para prestar exames. escolares ou vestibulares desde que comuicado expressamete com atecedêcia míima de 48 (quareta e oito) horas sedo exigido a devida comprovação. 22. DAS RESCISÕES DE CONTRATO Todas as rescisões de cotrato de trabalho dos empregados abragidos por. O esta coveção com mais de um ao de trabalho serão obrigatoriamete h.om.olgadas o sidicato da catgoria prfissioal em sua sede ou delegacias '"'. \ sidicais Parágrafo detro do Úico prazo - estabelecido Após o decurso em lei. do prazo da lei as empresas obrigar-se- ão a pagar sobre o motate líquido do recibo de rescisão do empregado o percetual de 10% (dez por ceto) para cada cico dias de atraso a título de multa a favor do trabalhador sem prejuízo das demais ormas pertietes. 23. DO EMPREGADO ACIDENTADO Os empregados abragidos pela presete coveção acidetado o trabalho ou acometido de doeça profissioal têm garatia de emprego de coformidade com o que preceitua o art. 118 da lei de DO PERíODO DE CARNAVAL! As empresas cocederão uma folga obrigatória durate o período de caraval podedo optar em coceder a folga a Seguda ou a Terça-feira de caraval. 25. DA REPRESENTAÇÃO SINDICAL A empresa que cote com até 50 (ciqüeta) empregados ão pode ter mais \ de um cadidato por chapa a cocorrer a cargo de direção ou represetação a etidade sidical profissioal- iclusive como suplete. 26. DA COMISSO DE CONCILIAÇÃO PRÉVIA Fica istituída a Comissão Itersidical de Cociliação Prévia - CICP cotudo seu fucioameto forma composição custeio e demais exigêcias da lei de 12 de jaeiro de 2000 serão defiidos em egociação etre os sidicatos coveetes. 27. DA SOlUÇÃO DE PENDÊNCIAS As cotrovérsias resultates da aplicação da presete Coveção Coletiva de Trabalho serão dirimidas pela justiça do Trabalho se ates ão forem resolvidas pelas partes coveetes em comissão costituída pelos Presidetes das Etidades ou represetates omeados pelas etidades iteressadas. I 5

6 r c. SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS DE PANIFICAÇÀO E CONFEITARIA.. MASSAS ALIMENTICIAS E BISOCITOS DE CRA TO JUAZEIRO DO NORTE BARBALHA CAMPOS SALES MILAGRES ICÓ IGUATÚ E BREJO SANTO. Rua: Bárbara de Alecar 996 Sala Cetro - Foe: (88) ' DE COLETIVA 28. DAS PENALIDADES A empresa que descumprir o cotido a presete CONVENÇÃO COLETIVA TRABALHO pagará ao sidicato da categoria profissioal ou patroal coforme o caso o correspodete a 05 (cico) Pisos Salariais da categoria vigetes à época do pagameto. 29. DO FORO COMPETENTE É competete para resolver qualquer dúvida decorrete da aplicação dos dispositivos deste istrumeto o juízo trabalhista da comarca de Grato. E por estarem acordados assiam as partes a presete CONVENÇÃO DE TRABALHO a preseça das testemuhas abaixo omeadas em 06 (seis) vias de igual teor e forma fazedo o competete registro a Delegacia Regioal do Trabalho o Ceará. Crato(CE) 01 de Maio de / (Presidete RICA DO R SALES E EU J STINO o dicato da Idústria de Pa- (Preso do ido O s Trabso dso de Paificação ificação e Cofeitaria o Estado do Ceará) e Cofeit ria M ssas Alimetícias e Biscoitos de Crato Juazeiro do Norte Barbalha Campos Sales Milagres Iço Iguatú e Brejo Sato). '..! TESTEMU 01. Veício G elo (OAB-CE 6.435) 02. Abdo CE 6.722) M. 6

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO Page 1 of 10 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SC001530/2013 DATA DE REGISTRO NO MTE: NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR022315/2013 NÚMERO DO PROCESSO: 46301.004377/2013-77 DATA

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2015/2016

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2015/2016 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SC002716/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 16/11/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR064091/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46220.006426/2015-78 DATA DO

Leia mais

Parágrafo Único -- Não serão compensados os aumentos decorrentes de promoção, transferência, equiparação salarial e término de aprendizagem.

Parágrafo Único -- Não serão compensados os aumentos decorrentes de promoção, transferência, equiparação salarial e término de aprendizagem. CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO CELEBRADA ENTRE O SINDIMVET SINDICATO DOS MÉDICOS VETERINÁRIOS DO ESTADO DE SÃO PAULO e SINPAVET SINDICATO PATRONAL DOS MÉDICOS VETERINÁRIOS DO ESTADO DE SÀO PAULO PERÍODO

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO Pelo presente instrumento, de um lado o Sindicato dos Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Estado de Alagoas, estabelecido na Rua Prof. José da Silveira Camerino, 930,

Leia mais

Jornal Oficial da União Europeia. de 21 de Abril de 2004. que cria o título executivo europeu para créditos não contestados

Jornal Oficial da União Europeia. de 21 de Abril de 2004. que cria o título executivo europeu para créditos não contestados 30.4.2004 L 143/15 REGULAMENTO (CE) N. o 805/2004 DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO de 21 de Abril de 2004 que cria o título executivo europeu para créditos ão cotestados O PARLAMENTO EUROPEU E O CONSELHO

Leia mais

ACORDO COLETIVO 2008/2009

ACORDO COLETIVO 2008/2009 SINDICATO DO COMÉRCIO VAREJISTA E ATACADISTA DE VITÓRIA DA CONQUISTA ACORDO COLETIVO 2008/2009 SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMÉRCIO EM VITÓRIA DA CONQUISTA - BAHIA 01 DE MARÇO DE 2008 CONVENÇÃO COLETIVA

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO Page 1 of 6 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2010/2011 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ000276/2011 DATA DE REGISTRO NO MTE: 15/02/2011 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR005346/2011 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.024928/2011-26

Leia mais

Dispensa e Redução de Contribuições

Dispensa e Redução de Contribuições Dispesa Temporária do Pagameto de Cotribuições Dec - Lei º 89/95, de 6 de Maio Dec - Lei º 34/96, de 18 de Abril Dec - Lei º 51/99, de 20 de Fevereiro Lei º 103/99, de 26 de Julho Taxa Cotributiva Dec

Leia mais

Conceito 31/10/2015. Módulo VI Séries ou Fluxos de Caixas Uniformes. SÉRIES OU FLUXOS DE CAIXAS UNIFORMES Fluxo de Caixa

Conceito 31/10/2015. Módulo VI Séries ou Fluxos de Caixas Uniformes. SÉRIES OU FLUXOS DE CAIXAS UNIFORMES Fluxo de Caixa Módulo VI Séries ou Fluxos de Caixas Uiformes Daillo Touriho S. da Silva, M.Sc. SÉRIES OU FLUXOS DE CAIXAS UNIFORMES Fluxo de Caixa Coceito A resolução de problemas de matemática fiaceira tora-se muito

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2014 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: AL000089/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 07/04/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR002498/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46201.000506/2014-67 DATA

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO PISO SALARIAL

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO PISO SALARIAL ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: PR003439/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 26/08/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR046249/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46212.012779/2015 14 DATA DO

Leia mais

SINDICATO DOS EMPREGADOS EM ESTABELECIMENTOS DE SERVIÇOS DE SAÚDE DE ANÁPOLIS C/ EXTENSÃO DE BASE

SINDICATO DOS EMPREGADOS EM ESTABELECIMENTOS DE SERVIÇOS DE SAÚDE DE ANÁPOLIS C/ EXTENSÃO DE BASE CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2015 CAPÍTULO I DAS PARTES CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO QUE ENTRE SI CELEBRAM, DE UM LADO O SINDICATO DOS EMPREGADOS EM ESTABELECIMENTOS DE SERVIÇOS DE SAÚDE DE ANÁPOLIS

Leia mais

Manual Prático Trabalhista e Previdenciário

Manual Prático Trabalhista e Previdenciário Manual Prático Trabalhista e Previdenciário Qual é o prazo para pagamento dos salários dos empregados? R: O pagamento deve ser realizado até o 5º dia útil do mês seguinte. Esta deve ser a data em que deve

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA 2011

CONVENÇÃO COLETIVA 2011 SINDICATO DO COMÉRCIO VAREJISTA E ATACADISTA DE VITÓRIA DA CONQUISTA CONVENÇÃO COLETIVA 2011 SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMÉRCIO EM VITÓRIA DA CONQUISTA - BAHIA CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO PELO PRESENTE

Leia mais

1º Rol de negociação 2013 a 2014

1º Rol de negociação 2013 a 2014 1º Rol de negociação 2013 a 2014 Celebram entre si o SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS DE MATERIAIS PLÁSTICOS E SIMILARES DE CHAPECÓ E REGIÃO OESTE DE SANTA CATARINA com CNPJ Nº 80.623.929/0001-06,

Leia mais

http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/resumo/resumovisualizar?nrsolicitacao...

http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/resumo/resumovisualizar?nrsolicitacao... Página 1 de 5 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: GO000542/2013 DATA DE REGISTRO NO MTE: 13/06/2013 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR024046/2013 NÚMERO DO PROCESSO: 46290.001101/2013-11 DATA DO PROTOCOLO: 23/05/2013 CONVENÇÃO

Leia mais

CAPÍTULO I - VIGÊNCIA E ABRANGÊNCIA CAPÍTULO II - REMUNERAÇÃO E PAGAMENTO

CAPÍTULO I - VIGÊNCIA E ABRANGÊNCIA CAPÍTULO II - REMUNERAÇÃO E PAGAMENTO CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO, QUE ENTRE SI FAZEM, DE UM LADO O SINDICATO DOS CONDUTORES DE VEÍCULOS RODOVIÁRIOS E TRABALHADORES EM TRANSPORTES DE CARGAS EM GERAL E PASSAGEIROS NO MUNICÍPIO DO RIO DE

Leia mais

Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Teresópolis, Guapimirim e Magé

Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Teresópolis, Guapimirim e Magé Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Teresópolis, Guapimirim e Magé Fundado em 01 de março de 1996 Entidade reconhecida no Arquivo de Entidades Sindicais do MTE sob o nº 46000-006947/96

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2009/2010

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2009/2010 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2009/2010 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: PB000202/2009 DATA DE REGISTRO NO MTE: 17/06/2009 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR021878/2009 NÚMERO DO PROCESSO: 46224.002474/2009-17 DATA

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 1/5 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO O SINDICATO DOS EMPREGADOS EM ENTIDADES CULTURAIS, RECREATIVAS, DE ASSISTÊNCIA SOCIAL, DE ORIENTAÇÃO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL, NO ESTADO DO PARANÁ SENALBA/PR, CNPJ 75.992.446/0001-49,

Leia mais

PARÁGRAFO ÚNICO: Os empregados admitidos após setembro de 2003 terão reajustes proporcionais ao número de meses trabalhados.

PARÁGRAFO ÚNICO: Os empregados admitidos após setembro de 2003 terão reajustes proporcionais ao número de meses trabalhados. SINDICATO DOS EMPREGADOS EM EMPRESAS DE COMPRA, VENDA, LOCAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO DE IMÓVEIS RESIDENCIAIS E COMERCIAIS NO ESTADO DE GOIÁS. Fundada em 21/07/1983 - Reconhecido em: 03/01/1988 - (D.O.U.) 14/10/1988

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RS000787/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 18/05/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR024630/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46218.008066/2015-98 DATA

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR029594/2015 DATA E HORÁRIO DA TRANSMISSÃO: 21/05/2015 ÀS 15:50 SINDICATO DOS EMP NO COM DE CONSELHEIRO LAFAIETE, CNPJ n. 19.721.463/0001-70,

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2013

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2013 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2013 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: MG001633/2013 DATA DE REGISTRO NO MTE: 30/04/2013 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR017942/2013 NÚMERO DO PROCESSO: 46211.001682/2013-16 DATA DO

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO Page 1 of 8 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2012/2013 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ001959/2012 DATA DE REGISTRO NO MTE: 19/09/2012 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR046033/2012 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.023134/2012-26

Leia mais

PARÁGRAFO SEGUNDO: Os empregados, nos 90 (noventa) dias iniciais do contrato de trabalho, receberão o piso equivalente ao Salário Mínimo Nacional.

PARÁGRAFO SEGUNDO: Os empregados, nos 90 (noventa) dias iniciais do contrato de trabalho, receberão o piso equivalente ao Salário Mínimo Nacional. CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABA- LHO, QUE ENTRE SI FAZEM O SINDI- CATO DOS EMPREGADOS NO CO- MÉRCIO DE BARRA MANSA, INSCRI- TO NO CNPJ COM O N 29.175. 098 /0001-08 E O SINDICATO DO CO- MÉRCIO VAREJISTA DE

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RS002341/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 15/10/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR056758/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46218.016381/2014-16 DATA

Leia mais

Matemática Financeira I 3º semestre 2013 Professor Dorival Bonora Júnior Lista de teoria e exercícios

Matemática Financeira I 3º semestre 2013 Professor Dorival Bonora Júnior Lista de teoria e exercícios www/campossalles.br Cursos de: dmiistração, Ciêcias Cotábeis, Ecoomia, Comércio Exterior, e Sistemas de Iformação - telefoe (11) 3649-70-00 Matemática Fiaceira I 3º semestre 013 Professor Dorival Boora

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 1 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 SINDICATO DOS FARMACÊUTICOS DO ESTADO DE ALAGOAS - SINDFAL, inscrito no CNPJ/MF sob o nº 00.276.333/0001-48, neste ato representado por seu Presidente, Sr. HUGO

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011/2013

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011/2013 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011/2013 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: GO000422/2011 DATA DE REGISTRO NO MTE: 24/06/2011 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR028733/2011 NÚMERO DO PROCESSO: 46208.005494/2011-54 DATA

Leia mais

DA REPOSIÇÃO SALARIAL

DA REPOSIÇÃO SALARIAL SINDICATO DOS EMPREGADOS EM EMPRESAS DE COMPRA, VENDA, LOCAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO DE IMÓVEIS RESIDENCIAIS E COMERCIAIS NO ESTADO DE GOIÁS. Fundada em 21/07/1983 - Reconhecido em: 03/01/1988 - (D.O.U.) 14/10/1988

Leia mais

FETIA ESP FEDERAÇÃO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS DE ALIMENTAÇÃO DO ESTADO DE SÃO PAULO CONVEÇÃO COLETIVA DE TRABALHO

FETIA ESP FEDERAÇÃO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS DE ALIMENTAÇÃO DO ESTADO DE SÃO PAULO CONVEÇÃO COLETIVA DE TRABALHO FETIA ESP FEDERAÇÃO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS DE ALIMENTAÇÃO DO ESTADO DE SÃO PAULO CONVEÇÃO COLETIVA DE TRABALHO Entre as partes, de um lado, SINDICATO DAS INDÚSTRIAS DE PANIFICAÇÃO E CONFEITARIA

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: GO000742/2013 DATA DE REGISTRO NO MTE: 14/08/2013 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR016555/2013 NÚMERO DO PROCESSO: 46208.008711/2013-20 DATA DO PROTOCOLO: 09/08/2013 CONVENÇÃO COLETIVA

Leia mais

ADITAMENTO DO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO

ADITAMENTO DO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO Pelo presente instrumento, de um lado: SINDICATO DOS SECURITÁRIOS DO RIO GRANDE DO NORTE, inscrito no CNPJ/MF sob o n 35.296.193/0001-54, com o registro sindical n DTN 24390.000613/91, com sede na Rua

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: AM000540/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 22/10/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR066158/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46202.016710/2014-90 DATA

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO SUSCITANTE: SINDICATO DOS PSICÓLOGOS NO ESTADO DE SÃO PAULO - SINPSI-SP, Entidade Sindical Profissional, com registro no MTb sob nº012.228.026.60-5 e inscrita no CNPJ/MF

Leia mais

(Rec. conf. Carta Sindical MTB de 2/9/82 - DOU 14/9/82)

(Rec. conf. Carta Sindical MTB de 2/9/82 - DOU 14/9/82) r ()I':\I' LJ21J/~ _W.~~ SINDICATO DOS MÉDICOS VETERINÁRIOS CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO CELEBRADA ENTRE O SINDIMVET - SINDICATO DOS MÉDICOS VETERINÁRIOS DO ESrADO DE SÃO PAULO e SINPAVET - SINDICATO

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 C O N V E N Ç Ã O C O L E T I V A D E T R A B A L H O 2014/2015 SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS DE ALIMENTAÇÃO DE RIO DO SUL E REGIÃO DO ALTO VALE DO ITAJAÍ SINTIAVI SINDICATO DAS INDÚSTRIAS

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016. Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016. Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SC000601/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 07/04/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR016325/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46305.000436/2015-60 DATA

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. 1 de 9 22/10/2015 11:01 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: ES000447/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 21/08/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR051169/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46207.006715/2015-45

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015. Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015. Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: MG002515/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 10/07/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR038779/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46211.004745/2014-77 DATA

Leia mais

CLÁUSULA 1 A. - ATUALIZAÇÃO SALARIAL CLÁUSULA 2 A. SALÁRIO NORMATIVO CLÁUSULA 3 A. - SALÁRIO ADMISSIONAL CLÁUSULA 5 A. - ADICIONAL DE INSALUBRIDADE

CLÁUSULA 1 A. - ATUALIZAÇÃO SALARIAL CLÁUSULA 2 A. SALÁRIO NORMATIVO CLÁUSULA 3 A. - SALÁRIO ADMISSIONAL CLÁUSULA 5 A. - ADICIONAL DE INSALUBRIDADE CONVENÇÃO COLETIVA COM VIGÊNCIA A PARTIR DE 01 DE ABRIL DE 2007 FEITA ENTRE O SINDICATO DOS EMPREGADOS EM INSTITUIÇOES BENEFICENTES, RELIGIOSAS E FILANTRÓPICAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO E O SINDICATO

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2014

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2014 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2014 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RS000953/2013 DATA DE REGISTRO NO MTE: 10/06/2013 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR029282/2013 NÚMERO DO PROCESSO: 46218.009097/2013-02 DATA DO

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO - 2009/2011

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO - 2009/2011 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO - 2009/2011 Que entre si celebram, de um lado, E de outro lado, SINDICATO DOS AEROVIÁRIOS DE PORTO ALEGRE, com sede na Rua Augusto Severo, 82 - Porto Alegre RS, CEP 90.240-480,

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO Page 1 of 12 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SC001220/2013 DATA DE REGISTRO NO MTE: NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR026338/2013 NÚMERO DO PROCESSO: 46301.004014/2013-31 DATA

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SC003161/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 19/12/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR083843/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46304.003527/2014-86 DATA

Leia mais

PAUTA DE REVINDICAÇÃO - 2014/2015 ELENCO DE REIVINDICAÇÃO DOS TRABALHADORES DO SERVICO SOCIAL DO DISTRITO FEDERAL

PAUTA DE REVINDICAÇÃO - 2014/2015 ELENCO DE REIVINDICAÇÃO DOS TRABALHADORES DO SERVICO SOCIAL DO DISTRITO FEDERAL PAUTA DE REVINDICAÇÃO - 2014/2015 ELENCO DE REIVINDICAÇÃO DOS TRABALHADORES DO SERVICO SOCIAL DO DISTRITO FEDERAL O SINDICATO DOS EMPREGADOS EM ENTIDADES DE ASSISTÊNCIA SOCIAL E DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2010/2012

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2010/2012 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2010/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ002030/2010 DATA DE REGISTRO NO MTE: 30/09/2010 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR054079/2010 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.033057/2010-51 DATA

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2009/2010

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2009/2010 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2009/2010 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SC000812/2009 DATA DE REGISTRO NO MTE: 19/06/2009 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR017988/2009 NÚMERO DO PROCESSO: 46220.002440/2009-54 DATA

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2014 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: MS000222/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 05/06/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR028253/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46312.002753/2014-41 DATA

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2010/2010 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: CE001071/2009 DATA DE REGISTRO NO MTE: 15/12/2009 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR057155/2009 NÚMERO DO PROCESSO: 46205.017363/2009-25 DATA

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011/2012

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011/2012 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SC001604/2011 DATA DE REGISTRO NO MTE: 26/07/2011 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR039885/2011 NÚMERO DO PROCESSO: 46305.001487/2011-85 DATA

Leia mais

SINDICATO DOS PROFISSIONAIS DE ENFERMAGEM E EMPREGADOS EM

SINDICATO DOS PROFISSIONAIS DE ENFERMAGEM E EMPREGADOS EM CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO PARA VIGÊNCIA DE 1º DE FEVEREIRO DE 2.005 A 31 DE JANEIRO DE 2.006, CELEBRADA ENTRE O ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE DO ESTADO DO MARANHÃO-SINPEEES/MA E O SINDICATO DE HOSPITAIS,

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO Página 1 de 7 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2012/2013 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SC002511/2012 DATA DE REGISTRO NO MTE: NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR053502/2012 NÚMERO DO PROCESSO: 46220.005004/2012-32 DATA

Leia mais

DA REPOSIÇÃO SALARIAL

DA REPOSIÇÃO SALARIAL CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO que entre si fazem, de um lado O SINDICATO DOS EMPREGADOS EM EMPRESAS DE COMPRA, VENDA, LOCAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO DE IMÓVEIS RESIDENCIAIS E COMERCIAIS NO ESTADO DE GOIÁS SEI-GO

Leia mais

Gerente- R$ 1.388,02 (hum mil trezentos e oitenta e oito reais e dois centavos);

Gerente- R$ 1.388,02 (hum mil trezentos e oitenta e oito reais e dois centavos); CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ001086/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 26/06/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR034950/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46230.003739/2014-74 DATA

Leia mais

DISSÍDIO COLETIVO PROCESSO TRT/SP Nº 20280200500002004

DISSÍDIO COLETIVO PROCESSO TRT/SP Nº 20280200500002004 DISSÍDIO COLETIVO PROCESSO TRT/SP Nº 20280200500002004 PELO PRESENTE INSTRUMENTO E NA MELHOR FORMA DE DIREITO, DE UM LADO O SINDICATO DOS EMPREGADOS EM CASAS DE DIVERSÕES DE SÃO PAULO E REGIÃO, ENTIDADE

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: PA000361/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 02/06/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR031936/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46222.003478/2015-72 DATA

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: GO000007/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 09/01/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR072509/2013 NÚMERO DO PROCESSO: 46208.000014/2014-10 DATA

Leia mais

PARÁGRAFO ÚNICO: Os empregados admitidos após setembro de 2004 terão reajustes proporcionais ao número de meses trabalhados.

PARÁGRAFO ÚNICO: Os empregados admitidos após setembro de 2004 terão reajustes proporcionais ao número de meses trabalhados. , SINDICATO DOS EMPREGADOS EM EMPRESAS DE COMPRA, VENDA, LOCAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO DE IMÓVEIS RESIDENCIAIS E COMERCIAIS NO ESTADO DE GOIÁS. Fundada em 21/07/1983 - Reconhecido em: 03/01/1988 - (D.O.U.) 14/10/1988

Leia mais

Da Abrangência. Da Vigência. Formas de Pagamento do Salário. Da Redução de Carga Horária

Da Abrangência. Da Vigência. Formas de Pagamento do Salário. Da Redução de Carga Horária CONVENÇÃO COLETIVA DE CONDIÇÕES DE TRABALHO E REAJUSTAMENTO SALARIAL, que celebram entre o SINPROR - SINDICATO DOS PROFESSORES EM ESTABELECIMENTOS PRIVADOS DE ENSINO DE ANÁPOLIS E REGIÃO Rua Arinesto de

Leia mais

MINUTA DE CONTRATO DE MANUTENÇÃO EM VEÍCULOS CHEVROLET

MINUTA DE CONTRATO DE MANUTENÇÃO EM VEÍCULOS CHEVROLET 20 MINUTA DE CONTRATO DE MANUTENÇÃO EM VEÍCULOS CHEVROLET CONTRATANTE: TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO, iscrito o CNPJ/MF sob o.º 00.509.968/0001-48, sediado a Praça dos Tribuais Superiores, bloco D, s/.º,

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2012/2013

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2012/2013 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2012/2013 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ002547/2012 DATA DE REGISTRO NO MTE: 29/11/2012 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR069674/2012 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.031201/2012-86 DATA

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ000674/2012 DATA DE REGISTRO NO MTE: 26/04/2012 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR015796/2012 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.011911/2012-90 DATA

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: MT000334/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 08/07/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR039626/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46210.001278/2014-33 DATA DO

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO PISO SALARIAL

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO PISO SALARIAL 1 de 5 05/11/2014 10:02 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SC002761/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 04/11/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR066410/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46220.007110/2014-12

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: PR001254/2011 DATA DE REGISTRO NO MTE: 18/04/2011 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR017099/2011 NÚMERO DO PROCESSO: 46212.006142/2011-57 DATA DO

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015 / 2016

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015 / 2016 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015 / 2016 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO QUE FAZEM ENTRE SI, DE UM LADO O SINDICATO DOS EMPREGADOS EM ESTACIONAMENTOS E GARAGENS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO E DE OUTRO

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO PISO SALARIAL

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO PISO SALARIAL ediador - Extrato Convenção Coletiva 1 de 7 27/10/2015 11:23 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ001167/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 08/07/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO:

Leia mais

TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014

TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR029334/2013 NÚMERO DO PROCESSO DA CONVENÇÃO COLETIVA PRINCIPAL: DATA DE REGISTRO DA CONVENÇÃO COLETIVA PRINCIPAL: 46261.003131/2012-11

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR035802/2015 DATA E HORÁRIO DA TRANSMISSÃO: 12/06/2015 ÀS 18:03 SIND. TRAB. COM. NOVA IGUACU, NILOPOLIS, ITAGUAI, PARACAMBI, BELFORD ROXO,

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO PISO SALARIAL

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO PISO SALARIAL 1 de 6 5/6/2014 09:22 TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RS000915/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 04/06/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR023217/2014 NÚMERO DO

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015 SINDICATO DOS TECNICOS EM SEGURANCA TRABALHO DO ESTADO DE MINAS GERAIS, CNPJ n. 25.578.642/0001-01, neste ato representado por seu Presidente, Sr. CLÁUDIO FERREIRA SANTOS;

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: MG000363/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 03/02/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR002753/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46211.000337/2015-27 DATA DO

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2015 DA ABRANGÊNCIA:

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2015 DA ABRANGÊNCIA: CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2015 DA ABRANGÊNCIA: Cláusula 1ª - Esta convenção coletiva de trabalho que entre si celebram, de um lado o Sindicato dos Médicos de Anápolis e, do outro lado, o Sindicato

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2008/2009 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: PI000036/2008 DATA DE REGISTRO NO MTE: 11/09/2008 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR015042/2008 NÚMERO DO PROCESSO: 46214.002894/2008-23 DATA DO

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: PR001621/2011 DATA DE REGISTRO NO MTE: 17/05/2011 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR020706/2011 NÚMERO DO PROCESSO: 46212.008089/2011-29 DATA DO

Leia mais

A seguir, na íntegra, o teor das cláusulas que foram mantidas pelo acórdão:

A seguir, na íntegra, o teor das cláusulas que foram mantidas pelo acórdão: CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 01.07.2007 A 30.06.2009 (conforme decisão judicial em dissídio coletivo acórdão TRT 24ª Região no processo nº. 179/2007-000-24-00-9-DC.0 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO entre

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011/2012

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011/2012 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011/2012 Suscitante: Sindicato dos Enfermeiros do Estado de São Paulo, com sede à Rua Rondinha, 72/78, Chácara Inglesa, São Paulo, S.P, CEP: 04140-010, inscrito no CNPJ/MF

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA 2014

CONVENÇÃO COLETIVA 2014 CONVENÇÃO COLETIVA 2014 SINDICATO DOS MENSAGEIROS MOTOCICLISTAS E CICLISTAS, MOTO- FRETE, MOTOBOYS E MOTO-TAXISTAS DE CURVELO E REGIÃO, CNPJ n 17.437.757/0001-40, NESTE ATO REPRESENTADO POR SEU PRESIDENTE,

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2010/2012

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2010/2012 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2010/2012 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR061795/2010 NÚMERO DO PROCESSO: 46219.010162/2010-81 DATA DO PROTOCOLO: 27/10/2010 SINDICATO DOS EMPREGADOS EM CASAS DE DIVERSOES DE SAO

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RS000145/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 31/01/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR080680/2013 NÚMERO DO PROCESSO: 46218.001357/2014-74 DATA

Leia mais

Easy PDF Creator is professional software to create PDF. If you wish to remove this line, buy it now.

Easy PDF Creator is professional software to create PDF. If you wish to remove this line, buy it now. CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO CELEBRADA ENTRE O SINDICATO DO COMÉRCIO VAREJISTA DE CONGONHAS E A FEDERAÇÃO DOS TRABALHADORES NO COMÉRCIO DO ESTADO DE MINAS GERAIS, CONFORME AS SEGUINTES CLÁUSULAS E CONDIÇÕES:

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2016

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2016 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2016 SINDICATO DOS HOSPITAIS BENEFICENTES RELIGIOSOS E FILANTROPICOS DO RIO GRANDE DO SUL, CNPJ n. 95.179.792/0001-10, neste ato representado(a) por seu Procurador,

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ002142/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 23/10/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR067522/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46666.003592/2015-83 DATA

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABAHO 2015/2016

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABAHO 2015/2016 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABAHO 2015/2016 SIND DOS TÉCNICOS E AUXILIARES EM RADIOLOGIA DO ESTADO DO CEARÁ, CNPJ n. 86.831.047/0001-12, neste ato representado pela sua Presidenta, Sra. ANEMERY RAMALHO MARTINS

Leia mais

1 - Qual o prazo que o empregador tem para efetuar o pagamento de salário ao empregado?

1 - Qual o prazo que o empregador tem para efetuar o pagamento de salário ao empregado? 1 - Qual o prazo que o empregador tem para efetuar o pagamento de salário ao empregado? O pagamento em moeda corrente, mediante recibo, deverá ser feito até o 5º dia útil do período (mês, quinzena, semana)

Leia mais

PARÁGRAFO ÚNICO: Os empregados admitidos após setembro de 2007 terão reajustes proporcionais ao número de meses trabalhados.

PARÁGRAFO ÚNICO: Os empregados admitidos após setembro de 2007 terão reajustes proporcionais ao número de meses trabalhados. CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO que entre si fazem, de um lado O SINDICATO DOS EMPREGADOS EM EMPRESAS DE COMPRA, VENDA, NO ESTADO DE GOIÁS - SEI e, de outro lado, o SINDICATO DAS EMPRESAS DE COMPRA, VENDA,

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO/2006 SESCOOP SINDAF/DF

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO/2006 SESCOOP SINDAF/DF ACORDO COLETIVO DE TRABALHO/2006 SESCOOP SINDAF/DF ACORDO COLETIVO DE TRABALHO, que celebram de um lado, o Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo SESCOOP NACIONAL - CNPJ N.º 03.087.543/0001-86,

Leia mais

NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: DATA DE REGISTRO NO MTE: NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: NÚMERO DO PROCESSO: DATA DO PROTOCOLO: Página 1 de 8

NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: DATA DE REGISTRO NO MTE: NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: NÚMERO DO PROCESSO: DATA DO PROTOCOLO: Página 1 de 8 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO ENTRE A EMPRESA MOINHO CANUELAS LTDA E O SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS DE ALIMENTAÇÃO E AFINS DO ESTADO DA BAHIA SINDALIMENTAÇÃO-BA 2013/2014 NÚMERO DE REGISTRO

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2006 / 2007

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2006 / 2007 2006 / 2007 O SINDICATO NACIONAL DAS EMPRESAS DE AVIAÇÃO AGRÍCOLA SINDAG e o SINDICATO DOS TÉCNICOS AGRÍCOLAS DE NÍVEL MÉDIO NO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SINTARGS, firmam a presente CONVENÇÃO COLETIVA

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO Página 1 de 5 TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RS000882/2011 DATA DE REGISTRO NO MTE: 10/06/2011 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR028482/2011 NÚMERO DO PROCESSO:

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2008/2009

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2008/2009 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2008/2009 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ000433/2008 DATA DE REGISTRO NO MTE: 14/10/2008 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR015947/2008 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.032963/2008-13 DATA DO

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. SINDICATO EMPREGADOS TUR HOSPITALIDADE ESTADO GOIAS, CNPJ n. 01.078.153/0001-14,

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO Suscitante: Sindicato dos Corretores de Planos de Saúde Médicos e Odontológicos no Estado de São Paulo, inscrito no CNPJ/MF sob o nº 09.606.143/0001-16, com sede à Rua Conselheiro

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2008/2009 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: CE000175/2008 DATA DE REGISTRO NO MTE: 01/09/2008 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR012368/2008 NÚMERO DO PROCESSO: 46205.011244/2008-88 DATA

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2012/2013 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR034439/2012 SINDICATO DOS FARMACEUTICOS DO ESTADO DE M GROSSO DO SU, CNPJ n. 15.939.572/0001-08, neste ato representado(a) por seu Presidente,

Leia mais

Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Teresópolis, Guapimirim e Magé

Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Teresópolis, Guapimirim e Magé Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Teresópolis, Guapimirim e Magé Fundado em 01 de março de 1996 Entidade reconhecida no Arquivo de Entidades Sindicais do MTE sob o nº 46000-006947/96

Leia mais