AUTORES E ILUSTRADORES: GIOVANNA CHICARINO ROSA JOÃO VICTOR CAPUTO E SILVA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "AUTORES E ILUSTRADORES: GIOVANNA CHICARINO ROSA JOÃO VICTOR CAPUTO E SILVA"

Transcrição

1 AUTORES E ILUSTRADORES: GIOVANNA CHICARINO ROSA JOÃO VICTOR CAPUTO E SILVA 1ºA

2 APRESENTAÇÃO AO LONGO DESTE SEMESTRE AS CRIANÇAS DO 1º ANO REALIZARAM EM DUPLA UM TRABALHO DE PRODUÇÃO DE TEXTOS A PARTIR DE HISTÓRIAS MUITO CONHECIDAS POR ELAS- OS CONTOS DE FADAS. ESTE TRABALHO É O QUE CHAMAMOS DE REESCRITA E NÃO CONSISTE NA CÓPIA DE UM TEXTO LITERÁRIO, MAS SIM EM PRODUZIR UMA HISTÓRIA JÁ CONHECIDA. OS GRANDES DESAFIOS DESTA PROPOSTA SÃO: PRODUZIR UMA HISTÓRIA RESPEITANDO A ORDEM DOS EPISÓDIOS, CONSIDERAR O VOCABULÁRIO CARACTERÍSTICO DESTE GÊNERO E CUIDAR DA ORTOGRAFIA DE ALGUMAS PALAVRAS. AS CRIANÇAS FORAM COLOCADAS EM SITUAÇÕES DE REVISÃO DO TEXTO RELENDO E ACRESCENTANDO TRECHOS DA HISTÓRIA PARA QUE ELA SE TORNASSE CADA VEZ MELHOR. A PONTUAÇÃO E A ORTOGRAFIA FORAM ASPECTOS APRESENTADOS EM SITUAÇÕES DE ANÁLISE MAS NESTE MOMENTO NÃO TEMOS A EXPECTATIVA QUE AS CRIANÇAS PRODUZAM RESPEITANDO DE FORMA CONVENCIONAL TAIS REGULARIDADES. VOCÊS VERIFICARÃO NESTES TEXTOS QUE ESCREVERAM DA FORMA COMO CONSEGUEM FAZÊ-LO NESTE MOMENTO. AS HISTÓRIAS PRODUZIDAS PELAS CRIANÇAS GANHARAM ILUSTRAÇÕES TAMBÉM FEITAS POR ELAS, DANDO ORIGEM A ESTE LIVRO DIGITAL. APROVEITEM ESTE MOMENTO LENDO AS HISTÓRIAS NA COMPANHIA DAS CRIANÇAS.

3 ERA UMA VEZ UMA RAINHA QUE ESTAVA COSTURAMDO E PICOU O DEDO NUMA AGULHA E ELA FALOU QUERO TER UMA FILHA COM PELE BRANCA COMO A NEVE LABIOS COMO O SANGUE E CABELOS COMO ÉBANO. E ALGUNS DIAS DEPOIS NASEU UM BEBÊ COMO A RAINHA TINHA DESEJADO E LOGO DEPOIS DO PARTO A RAINHA MORREU DEPOIS DE UM ANO O REI SE CAZOU NOVAMENTE

4 A RAINHA VIVIA PERGUNTANDO PARA O ESPELHO MAGICO ESPELHO ESPELHO MEU EZISTE ALGUEM MAIS BELA DO QUE EU E O ESPELHO VIVIA RESPONDENDO NÃO MINHA RAINHA. QUANDO A BRANCA DE NEVE FEZ SETE ANOS O ESPELHO DEU OUTRA RESPOSTA QUAMDO A RAINHA OUVIU AQUÉLAS PALAVRAS FICOU FURIOSA E CHAMOU O CASADOR E A RAINHA FALOU LÉVE A BRANCA DE NEVE PARA A FLORESTA E MATE A E PÉGUE O CORAÇÃO E O FÍGADO E O CASADOR COMCORDOU EM LEVAR A BRANCA DE NEVE PARA FLORÉSTA

5 QUAMDO ELES ESTAVAM NO MEIO DA FLORÉSTA PEGOU A ESPADA E MIROU NA DIREÇÃO DA BRANCA DE NEVE ELA FALOU POR FAVOR NÃO ME MATE E O CASADOR FICOU COM PENA DA MENINA E FALOU VA PARA O MEIO DA FLORESTA E NUMCA MAIS VOUTE PARA CA O CASADOR MATOU UM FILHOTE DE JAVALI E A BRANCA DE NEVE CORREU NO MEIO DA FLORESTA ESCURA ESCORREGOU E CAIU E DESMAIOU QUANDO JA ERA DIA ACORDOU E AVISTOU UMA CASINHA E REZOLVEU ENTRAR QUANDO BATEU NA PORTA VIU QUE NÃO TINHA NINGUEN E ENTROU E VIU UMA MEZINHA PARA SETE LUGARES E VIU SETE PRATINHOS SETE COPINHOS E BEBEU UM POUQUINHO DE CADA COPO E COMEU UM POUQUINHO DE CADA PRATO E FICOU COM SONO E SUBIU A ESCADA E EMCOMTROU SETE CAMINHAS AS SEIS PRIMEIRAS ACHOU PEQUENAS SOU MUITO GRANDE DEMAIS E POR FIM SE ACOMODOU NA SÉTIMA E DORMIU

6 DEPOIS OS ANÕES CHEGARAM NA CASA DA FLORESTA E OS SETE ANÕES VIRAM QUE A PORTA ESTAVA ABERTA E ENTRARAM NA CASA E PERGUNTARAM UMS AOS OUTROS QUEM BEBEU DO MEU COPO QUEM COMEU DO MEU PRATO E SUBIRAM A ESCADA E EMCOMTRARAM A BRANCA DE NEVE E ACHARAM ÉLA MUITO BONITA E FICARAM OLHANDO QUAMDO JÁ ERA NOITE OS ANÕES FORAM DORMIR O SÉTIMO ANÃO FICOU COM PENA DA MENINA E REZOLVEU DORMIR NAS CAMAS DOS IRMÃOS QUANDO AMANHECEU A BRANCA DE NEVE ACORDOU E SE ASUSTOU COM OS ANÕES

7

8 E OS ANÕES FALARAN NÓS SOMOS OS SETE ANÕES E A BRANCA DE NEVE FALOU EU SOU A BRANCA DE NEVE FILHA DA RAINHA OS ANÕES DISERÃO SE CUIDAR DE NÓS TANBEIN CUIDAREMOS DE VOCÊ ENQUANTO ISSO A RAINHA PERGUMTA ESPELHO ESPELHO MEU QUEM É MAIS BELA DO QUE EU O ESPELHO RESPOMDEU DEPOIS DAS SETE COLINAS NA CASA DOS SETE ANÕES A BRANCA DE NEVE ESTÁ A RAINHA FICOU NERVOSA E RESOLVEU IR A SETE COLINAS SE VESTIU DE VENDEDORA DE FITAS E FOI PARA A CASA DOS 7 ANÕES E BATEU NA PORTA A BRANCA DE NEVE ABRIU A PORTA E A VELHA FALOU QUER COMPRAR UMA FITA A BRANCA DE NEVE FALOU NÃO OBRIGADA MINHA SENHORA MAS EU INCISTO ENTÃO A BRANCA DE NEVE FALOU JA QUE VOCE INCISTE ESTA BEN E A VELHA COLOCOU A FITA TÃO FORTE NO PESCOSO DA MENINA QUE ELA DESAMAIOU OS ANÕES CHEGARAN NA CASA VIRAN A MENINA DESMAIADA NO CHÃO E TIVERAN A IDEIA DE TIRAR DE TIRAR A FITA DA MENINA E ELA DESPERTOU

9 A RAINHA PERGUNTA AO ESPELHO ESPELHO MEU ESISTE ALGUEN MAIS BELA DO QUE EU SIM MINHA RAINHA É A BRANCA DE NEVE QUANDO OUVIU AQUELAS PALAVRAS FICOU FURIOSA E REZOLVEU TENTAR OUTRA VEZ IR LÁ E SE VESTIU DE VENDEDORA DE PENTES E FOI PARA A CASA DOS 7 ANÕES. A VELHA CHEGOU E PERGUNTOU QUER CONPRAR UM PENTE E A BRANCA DE NEVE FALOU NÃO OBRIGADA MINHA SENHORA QUANDO OS ANÕES FORAM EMBORA DISERAM PARA NÃO ABRIR A PORTA A BRANCA DE NEVE CONCORDOU EM NÃO ABRIR MAS EU INCISTO ENTÃO BRANCA DE NEVE FALOU JÁ QUE VOCE INCISTE ESTÁ BEM E A VELHA COLOCOU O PENTE ENVENENADO NO CABELO DA MENINA ELA DESMAIOU OS ANÕES CHEGARAN NA CASA VIRAN A MENINA DESMAIADA NO CHÃO E TIVERAM A IDEIA DE TIRAR O PEINTE DO CABELO DA MENINA E ELA DESPERTOU NESA ORA

10 A RAINHA PERGUNTA AO ESPELHO ESPELHO ESPELHO MEU ESISTE ALGUEN MAIS BELA DO QUE EU SIM MINHA RAINHA E A BRANCA DE NEVE QUANDO OUVIU AQUELAS PALAVRAS FICOU FURIOSA E REZOLVEU IR A SETE COLINAS E SE VESTIU DE VENDEDORA DE FITAS E FOI PARA CASA DOS 7 ANÕES E BATEU NA PORTA A BRANCA DE NEVE ABRIU A PORTA E A VELHA FALOU QUER COMPRAR UMA FITA A BRANCA D ENEVE FALOU NÃO OBRIGADA MINHA SENHORA MAS EU INCISTO ENTÃO A BRANCA DE NEVE FALOU JA QUE VOCE INCISTE ESTA BEM E A VELHA COLOCOU A FITA TÃO FORTE NO PESCOSO DA MENINA QUE ELA DESMAIOU OS ANÕES CHEGARAM NA CASA E SALVARAM A MENINA

11 NESA ORA A RAINHA PERGUNTA AO ESPELHO ESPELHO ESPELHO MEU ESISTE ALGUEN MAIS BELA DO QUE EU SIM MINHA RAINHA É A BRANCA DE NEVE QUANDO OUVIU AQUELAS PALAVRAS FICOU FURIOSA E REZOLVEU TENTAR OUTRA VEZ IR LA SE VESTIU DE VENDEDORA DE PENTES E SAIU A BUSCA MAIS UMA VEZ OS ANÕES DISERAM PARA NÃO ABRIR A PORTA A BRANCA DE NEVE CONCORDOU EN NÃO ABRIR QUANDO OS ANÕES FORAN ENBORA A VELHA CHEGOU E PERGUNTOU QUER CONPRAR UM PENTE E A BRANCA DE NEVE FALOU NÃO OBRIGADA MINHA SENHORA OS MEUS COMPANHEIROS NÃO DEIXARAN EU ABRIR A PORTA MAS EU INSISTO QUE VOCE ESPERIMENTE ENTÃO BRANCA DE NEVE ABRIU A PORTA E A VELHA COLOCOU O PENTE ENVENENADO NO CABELO DA MENINA E ELA DESMAIOU OS ANÕES CHEGARAM NA CASA E SALVARAM A MENINA

12 BRANCA DE NEVE CONTOU QUE A RAINHA TENTOU MATAR ELA E LÁ NO CASTELO A RAINHA PERGUNTOU PARA O ESPELHO ESPELHO ESPELHO MEU QUEM É MAIS BELA DO QUE EU E O ESPELHO RESPONDEU NÃO É VOCE MINHA RAINHA MUITO NERVOSA DECIDE FAZER UMA MAÇA ENVENENADA NA PARTE VERMELHA COLOCA VENENO E NA PARTE BRANCA A MAÇA É NORMAL ELA SE VESTE DE VENDEDORA DE MAÇAS E VAI ATÉ A CASA DOS SETES ANÕES AO CHEGAR LÁ FALA PARA BRANCA DE NEVE QUER COMPRAR UMA MAÇA E A MENINA RESPONDE EU NÃO POSSO ABRIR A PORTA ENTÃO A VENDEDORA FALOU JÁ QUE VOCÊ NÃO PODE ABRIR A PORTA PEGUE PELA JANELA EU FICO COM A PARTE BRANCA E VOCÊ COM A PARTE VERMELHA A VENDEDORA MORDEU UM PEDAÇO DA SUA PARTE E A BRANCA DE NEVE SE ONVECEU DE MORDER A MAÇA ASSIM QUE COMEU CAIU MORTA NO CHÃO E A RAINHA FOI EMBORA FELIZ DANDO RISADA

13 QUANDO CHEGA NO CASTELO A RAINHA PERGUNTA PARA O ESPELHO ESPELHO ESPELHO MEU EXISTE ALGUÉM MAIS BELA DO QUE EU NÃO MINHA RAINHA TU CONTINUAS SENDO A MAIS BELA OS ANÕES CHEGAM EM CASA E ENCONTRAM BRANCA DE NEVE CAÍDA NO CHÃO ELES TENTAM DE TUDO PARA FAZER ELA VOLTAR A VIVER JÁ QUE ELA NÃO ACORDAVA ELES CONSTRUÍRAM UM CAIXÃO DE VIDRO E COLOCARAM ELA DENTRO E LEVARAM PARA O JARDIM E ESCREVERAM NO CAIXÃO COM LETRAS DE OURO O NOME DELA OS ANÕES FICAM EM VOLTA DO CAIXÃO POR MUITOS DIAS REZANDO PARA ELA ACORDAR EM UMA MANHÃ UM PRÍNCIPE MONTADO EM UM CAVALO APARECEU E FICOU PAIXONADO PELA BELEZA DE BRANCA DE NEVE E QUIS LEVAR ELA PARA O SEU CASTELO

14 OS ANÕES NÃO DEIXAM ELE LEVAR O CAIXÃO O PRÍNCIPE CONVENCE OS ANÕES PORQUE ELE DISSE QUE IRIA CUIDAR MUITO BEM DELA O PRÍNCIPE CHAMA OS SOLDADOS PARA CARREGAR O CAIXÃO E LEVAR PARA O CASTELO NO MEIO DO CAMINHO UM DELES TROPEÇOU E A MAÇA QUE ESTAVA ENTALADA NA GARGANTA DA MOÇA SAIU PARA FORA DA BOCA DELA E ELA ACORDOU BRANCA DE NEVE FICOU MUITO ASSUSTADA E O PRÍNCIPE FALOU O QUE TINHA ACONTECIDO COM ELA ELES SE APAIXONAM E MARCAM O CASAMENTO NO CASTELO DO PRÍNCIPE NO DIA TODO MUNDO FOI CONVIDADO A RAINHA TAMBÉM NO COMEÇO ELA NÃO QUERIA IR MAS DEPOIS ACHOU QUE PODIA FAZER MAIS UM PLANO PARA MATAR BRANCA DE NEVE QUANDO ELA CHEGOU O PRÍNCIPE TINHA PREPARADO SAPATOS DE FERRO PARA A RAINHA CALÇAR E OBRIGARAM ELA A DANÇAR ATÉ MORRER E ELES VIVERAM FELIZES PARA SEMPRE.

15

AUTORES E ILUSTRADORES: FELIPE DE ROSSI GUERRA JULIA DE ANGELIS NOGUEIRA VOGES

AUTORES E ILUSTRADORES: FELIPE DE ROSSI GUERRA JULIA DE ANGELIS NOGUEIRA VOGES AUTORES E ILUSTRADORES: FELIPE DE ROSSI GUERRA JULIA DE ANGELIS NOGUEIRA VOGES 1ºC - 2011 APRESENTAÇÃO AO LONGO DESTE SEMESTRE AS CRIANÇAS DO 1º ANO REALIZARAM EM DUPLA UM TRABALHO DE PRODUÇÃO DE TEXTOS

Leia mais

AUTORES E ILUSTRADORES: HUGO CARLETTI MRÁZ LUCAS BARBOSA FIGUEIRA

AUTORES E ILUSTRADORES: HUGO CARLETTI MRÁZ LUCAS BARBOSA FIGUEIRA AUTORES E ILUSTRADORES: HUGO CARLETTI MRÁZ LUCAS BARBOSA FIGUEIRA 1ºA - 2011 APRESENTAÇÃO AO LONGO DESTE SEMESTRE AS CRIANÇAS DO 1º ANO REALIZARAM EM DUPLA UM TRABALHO DE PRODUÇÃO DE TEXTOS A PARTIR DE

Leia mais

Apoio: Patrocínio: Realização:

Apoio: Patrocínio: Realização: 1 Apoio: Patrocínio: Realização: 2 CINDERELA 3 CINDERELA Cinderela era uma moça muito bonita, boa, inteligente e triste. Os pais tinham morrido e ela morava num castelo. A dona do castelo era uma mulher

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele O Plantador e as Sementes Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele sabia plantar de tudo: plantava árvores frutíferas, plantava flores, plantava legumes... ele plantava

Leia mais

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a João do Medo Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a mamãe dele. Um dia, esse menino teve um sonho ruim com um monstro bem feio e, quando ele acordou, não encontrou mais

Leia mais

Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri.

Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri. Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri.com Página 1 1. HISTÓRIA SUNAMITA 2. TEXTO BÍBLICO II Reis 4 3.

Leia mais

Ana. e o e o. Jardim de Flores

Ana. e o e o. Jardim de Flores Ana e o e o Jardim de Flores Era uma vez um grande rei que morava em um lindo castelo rodeado de pequenos vilarejos. O rei amava muito o seu povo, e o povo também o amava. Ele visitava frequentemente os

Leia mais

Amanda Pereira de Farias Fernandes Lima. A Boneca da Imaginação. Biblioteca Popular de Afogados BPA Recife - PE

Amanda Pereira de Farias Fernandes Lima. A Boneca da Imaginação. Biblioteca Popular de Afogados BPA Recife - PE Amanda Pereira de Farias Fernandes Lima A Boneca da Imaginação Biblioteca Popular de Afogados BPA Recife - PE Amanda Pereira de Farias Fernandes Lima Capa e pesquisa de imagens Amanda P. F. Lima A Boneca

Leia mais

DESENGANO CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA

DESENGANO CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA DESENGANO FADE IN: CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA Celular modelo jovial e colorido, escovas, batons e objetos para prender os cabelos sobre móvel de madeira. A GAROTA tem 19 anos, magra, não

Leia mais

Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa

Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa Olhando as peças Histórias de Deus:Gênesis-Apocalipse 3 a 6 anos Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa História Bíblica: Gênesis 41-47:12 A história de José continua com ele saindo da prisão

Leia mais

4ºano. 3º período 1.4 LÍNGUA PORTUGUESA. 30 de agosto de 2013

4ºano. 3º período 1.4 LÍNGUA PORTUGUESA. 30 de agosto de 2013 4ºano 1.4 LÍNGUA PORTUGUESA 3º período 30 de agosto de 2013 Cuide da organização da sua avaliação, escreva de forma legível, fique atento à ortografia e elabore respostas claras. Tudo isso será considerado

Leia mais

Laranja-fogo. Cor-de-céu

Laranja-fogo. Cor-de-céu Laranja-fogo. Cor-de-céu Talita Baldin Eu. Você. Não. Quero. Ter. Nome. Voz. Quero ter voz. Não. Não quero ter voz. Correram pela escada. Correram pelo corredor. Espiando na porta. Olho de vidro para quem

Leia mais

Sei... Entra, Fredo, vem tomar um copo de suco, comer um biscoito. E você também, Dinho, que está parado aí atrás do muro!

Sei... Entra, Fredo, vem tomar um copo de suco, comer um biscoito. E você também, Dinho, que está parado aí atrás do muro! Capítulo 3 N o meio do caminho tinha uma casa. A casa da Laila, uma menina danada de esperta. Se bem que, de vez em quando, Fredo e Dinho achavam que ela era bastante metida. Essas coisas que acontecem

Leia mais

Cópia autorizada. II

Cópia autorizada. II II Sugestões de avaliação Português Compreensão de texto 2 o ano Unidade 5 5 Unidade 5 Compreensão de texto Nome: Data: Leia este texto expositivo e responda às questões de 1 a 5. As partes de um vulcão

Leia mais

"A felicidade consiste em preparar o futuro, pensando no presente e esquecendo o passado se foi triste"

A felicidade consiste em preparar o futuro, pensando no presente e esquecendo o passado se foi triste "A felicidade consiste em preparar o futuro, pensando no presente e esquecendo o passado se foi triste" John Ruskin "O Instituto WCF-Brasil trabalha para promover e defender os direitos das crianças e

Leia mais

Luís Norberto Pascoal

Luís Norberto Pascoal Viver com felicidade é sucesso com harmonia e humildade. Luís Norberto Pascoal Agradecemos aos parceiros que investem em nosso projeto. ISBN 978-85-7694-131-6 9 788576 941316 Era uma vez um pássaro que

Leia mais

Atividades Lição 5 ESCOLA É LUGAR DE APRENDER

Atividades Lição 5 ESCOLA É LUGAR DE APRENDER Atividades Lição 5 NOME: N º : CLASSE: ESCOLA É LUGAR DE APRENDER 1. CANTE A MÚSICA, IDENTIFICANDO AS PALAVRAS. A PALAVRA PIRULITO APARECE DUAS VEZES. ONDE ESTÃO? PINTE-AS.. PIRULITO QUE BATE BATE PIRULITO

Leia mais

Autor (a): Januária Alves

Autor (a): Januária Alves Nome do livro: Crescer não é perigoso Editora: Gaivota Autor (a): Januária Alves Ilustrações: Nireuda Maria Joana COMEÇO DO LIVRO Sempre no fim da tarde ela ouvia no volume máximo uma musica, pois queria

Leia mais

A Branca de Neve e os sete anões

A Branca de Neve e os sete anões A Branca de Neve e os sete anões Era Inverno, e a neve caía como se fosse uma leve penugem... Uma jovem rainha cosia, sentada defronte da janela enquadrada de madeira de ébano. Quando olhou para os flocos

Leia mais

Olga, imigrante de leste, é empregada nessa casa. Está vestida com um uniforme de doméstica. Tem um ar atrapalhado e está nervosa.

Olga, imigrante de leste, é empregada nessa casa. Está vestida com um uniforme de doméstica. Tem um ar atrapalhado e está nervosa. A Criada Russa Sandra Pinheiro Interior. Noite. Uma sala de uma casa de família elegantemente decorada. Um sofá ao centro, virado para a boca de cena. Por detrás do sofá umas escadas que conduzem ao andar

Leia mais

ESTUDO DIRIGIDO - 2º Ano EF- JULHO/ 2014 2º ANO: DATA DE ENTREGA: 31/07/14. Atividade de Férias

ESTUDO DIRIGIDO - 2º Ano EF- JULHO/ 2014 2º ANO: DATA DE ENTREGA: 31/07/14. Atividade de Férias 1 NOME: Nº: 2º ANO: DATA DE ENTREGA: 31/07/14 Atividade de Férias O primeiro semestre está chegando ao final. As férias se aproximam e o merecido descanso vem em boa hora! Período de descontração, lazer

Leia mais

A CURA DE UM MENINO Lição 31

A CURA DE UM MENINO Lição 31 A CURA DE UM MENINO Lição 31 1 1. Objetivos: Mostrar o poder da fé. Mostrar que Deus tem todo o poder. 2. Lição Bíblica: Mateus 17.14-21; Marcos 9.14-29; Lucas 9.37-43 (Leitura bíblica para o professor)

Leia mais

MARK CARVALHO. Capítulo 1

MARK CARVALHO. Capítulo 1 MARK CARVALHO Capítulo 1 Mark era um menino com altura média, pele clara, pequenos olhos verdes, cabelos com a cor de avelãs. Um dia estava em casa vendo televisão, até que ouviu: Filho, venha aqui na

Leia mais

chuva forte suas filhas não estavam em casa, decidiram chamar moradores vizinhos a ajudar a encontrá-las. Procuraram em cada casa, loja e beco que

chuva forte suas filhas não estavam em casa, decidiram chamar moradores vizinhos a ajudar a encontrá-las. Procuraram em cada casa, loja e beco que As Três Amigas Em 1970, em uma cidade pequena e calma, havia três amigas muito felizes, jovens e bonitas. O povo da cidade as conhecia como um trio de meninas que não se desgrudavam, na escola só tiravam

Leia mais

O trabalho com as cantigas e parlendas

O trabalho com as cantigas e parlendas O trabalho com as cantigas e parlendas nós na sala de aula - módulo: língua portuguesa 1º ao 3º ano - unidade 4 Cantigas e parlendas ajudam a introduzir a criança no mundo da leitura. Isso porque são textos

Leia mais

Narrador Era uma vez um livro de contos de fadas que vivia na biblioteca de uma escola. Chamava-se Sésamo e o e o seu maior desejo era conseguir contar todas as suas histórias até ao fim, porque já ninguém

Leia mais

1 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Língua Portuguesa. Nome: ARTE NA CASA

1 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Língua Portuguesa. Nome: ARTE NA CASA 1 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Língua Portuguesa Nome: ARTE NA CASA Certo domingo, meus donos saíram e eu passeava distraidamente no jardim, quando vi que tinham esquecido uma janela aberta.

Leia mais

O LIVRO SOLIDÁRIO. Texto: Letícia Soares Ilustração: Hildegardis Bunda Turma 9º A

O LIVRO SOLIDÁRIO. Texto: Letícia Soares Ilustração: Hildegardis Bunda Turma 9º A O LIVRO SOLIDÁRIO Texto: Letícia Soares Ilustração: Hildegardis Bunda Turma 9º A 1 Era uma vez um rapaz que se chamava Mau-Duar, que vivia com os pais numa aldeia isolada no Distrito de Viqueque, que fica

Leia mais

SAMUEL, O MENINO SERVO DE DEUS

SAMUEL, O MENINO SERVO DE DEUS Bíblia para crianças apresenta SAMUEL, O MENINO SERVO DE DEUS Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Janie Forest Adaptado por: Lyn Doerksen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia

Leia mais

DANIEL EM BABILÔNIA Lição 69. 1. Objetivos: Ensinar que devemos cuidar de nossos corpos e recusar coisas que podem prejudicar nossos corpos

DANIEL EM BABILÔNIA Lição 69. 1. Objetivos: Ensinar que devemos cuidar de nossos corpos e recusar coisas que podem prejudicar nossos corpos DANIEL EM BABILÔNIA Lição 69 1 1. Objetivos: Ensinar que devemos cuidar de nossos corpos e recusar coisas que podem prejudicar nossos corpos 2. Lição Bíblica: Daniel 1-2 (Base bíblica para a história e

Leia mais

Bíblia para crianças. apresenta O SÁBIO REI

Bíblia para crianças. apresenta O SÁBIO REI Bíblia para crianças apresenta O SÁBIO REI SALOMÃO Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Lazarus Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia na Linguagem

Leia mais

Tenho um espelho mágico no porão e vou usá-lo.

Tenho um espelho mágico no porão e vou usá-lo. Capítulo um Meu espelho mágico deve estar quebrado Tenho um espelho mágico no porão e vou usá-lo. Jonah está com as mãos paradas em frente ao espelho. Está pronta? Ah, sim! Com certeza estou pronta. Faz

Leia mais

Iracema estava na brinquedoteca

Iracema estava na brinquedoteca Estórias de Iracema Maria Helena Magalhães Ilustrações de Veridiana Magalhães Iracema estava na brinquedoteca com toda a turma quando recebeu a notícia de que seu sonho se realizaria. Era felicidade que

Leia mais

Condições didáticas geradas para o desenvolvimento do Projeto

Condições didáticas geradas para o desenvolvimento do Projeto Condições didáticas geradas para o desenvolvimento do Projeto Propor a reflexão sobre o literário a partir de situações de leitura e essencialmente de escrita. Propor situações didáticas que favoreçam

Leia mais

Frequentemente você utiliza certos termos que não

Frequentemente você utiliza certos termos que não 10 Não se distraia demais Frequentemente você utiliza certos termos que não dão o mínimo problema na hora da fala, mas que, na escrita, podem fazê-lo oscilar entre uma forma ou outra. Ainda há muita gente

Leia mais

Anexo II - Guião (Versão 1)

Anexo II - Guião (Versão 1) Anexo II - Guião (Versão 1) ( ) nº do item na matriz Treino História do Coelho (i) [Imagem 1] Era uma vez um coelhinho que estava a passear no bosque com o pai coelho. Entretanto, o coelhinho começou a

Leia mais

UMA ESPOSA PARA ISAQUE Lição 12

UMA ESPOSA PARA ISAQUE Lição 12 UMA ESPOSA PARA ISAQUE Lição 12 1 1. Objetivos: Ensinar que Eliézer orou pela direção de Deus a favor de Isaque. Ensinar a importância de pedir diariamente a ajuda de Deus. 2. Lição Bíblica: Gênesis 2

Leia mais

MEU TIO MATOU UM CARA

MEU TIO MATOU UM CARA MEU TIO MATOU UM CARA M eu tio matou um cara. Pelo menos foi isso que ele disse. Eu estava assistindo televisão, um programa idiota em que umas garotas muito gostosas ficavam dançando. O interfone tocou.

Leia mais

A Cura de Naamã - O Comandante do Exército da Síria

A Cura de Naamã - O Comandante do Exército da Síria A Cura de Naamã - O Comandante do Exército da Síria Samaria: Era a Capital do Reino de Israel O Reino do Norte, era formado pelas 10 tribos de Israel, 10 filhos de Jacó. Samaria ficava a 67 KM de Jerusalém,

Leia mais

Os dois foram entrando e ROSE foi contando mais um pouco da história e EDUARDO anotando tudo no caderno.

Os dois foram entrando e ROSE foi contando mais um pouco da história e EDUARDO anotando tudo no caderno. Meu lugar,minha história. Cena 01- Exterior- Na rua /Dia Eduardo desce do ônibus com sua mala. Vai em direção a Rose que está parada. Olá, meu nome é Rose sou a guia o ajudara no seu projeto de história.

Leia mais

DAVI, O REI (PARTE 1)

DAVI, O REI (PARTE 1) Bíblia para crianças apresenta DAVI, O REI (PARTE 1) Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Lazarus Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia na Linguagem

Leia mais

COLÉGIO NOSSA SENHORA DE SION LIÇÕES DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS - 3 ano Semana de 23 a 27 de março de 2015.

COLÉGIO NOSSA SENHORA DE SION LIÇÕES DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS - 3 ano Semana de 23 a 27 de março de 2015. COLÉGIO NOSSA SENHORA DE SION LIÇÕES DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS - 3 ano Semana de 23 a 27 de março de 2015. Leia o texto a seguir para realizar as lições de Matemática da semana. Os alunos do 3º ano foram

Leia mais

2011 ano Profético das Portas Abertas

2011 ano Profético das Portas Abertas 2011 ano Profético das Portas Abertas Porta Aberta da Oportunidade I Samuel 17:26 - Davi falou com alguns outros que estavam ali, para confirmar se era verdade o que diziam. "O que ganhará o homem que

Leia mais

Tyll, o mestre das artes

Tyll, o mestre das artes Nome: Ensino: F undamental 5 o ano urma: T ata: D 10/8/09 Língua Por ortuguesa Tyll, o mestre das artes Tyll era um herói malandro que viajava pela antiga Alemanha inventando golpes para ganhar dinheiro

Leia mais

Estórias de Iracema. Maria Helena Magalhães. Ilustrações de Veridiana Magalhães

Estórias de Iracema. Maria Helena Magalhães. Ilustrações de Veridiana Magalhães Estórias de Iracema Maria Helena Magalhães Ilustrações de Veridiana Magalhães 2 No dia em que Iracema e Lipe voltaram para visitar a Gê, estava o maior rebuliço no hospital. As duas crianças ficaram logo

Leia mais

Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava

Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava O Príncipe das Histórias Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava histórias. Ele gostava de histórias de todos os tipos. Ele lia todos os livros, as revistas, os jornais, os

Leia mais

Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão. Jorge Esteves

Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão. Jorge Esteves Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão Jorge Esteves Objectivos 1. Reconhecer que Jesus se identifica com os irmãos, sobretudo com os mais necessitados (interpretação e embora menos no

Leia mais

Toca a trocar as histórias de encantar

Toca a trocar as histórias de encantar Toca a trocar as histórias de encantar Autora: Teresa Adão Ilustrações: Manuela Câmara GUIÃO de LEITURA ORIENTADA Nome Ano Turma Antes de ler: Nome da obra Autor(a) Ilustração Editora Assim começa a história

Leia mais

História de Trancoso

História de Trancoso Aluno(a): Professor(a): Turma: n o : Data: Leia o texto a seguir com atenção. História de Trancoso Joel Rufi no dos Santos Era uma vez um fazendeiro podre de rico, que viajava solitário. Ah, quem me dera

Leia mais

O PRÍNCIPE TORNA-SE UM PASTOR

O PRÍNCIPE TORNA-SE UM PASTOR Bíblia para crianças apresenta O PRÍNCIPE TORNA-SE UM PASTOR Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:M. Maillot; Lazarus Adaptado por: E. Frischbutter; Sarah S. Traduzido por: Berenyce Brandão Produzido

Leia mais

História Para as Crianças. A menina que caçoou

História Para as Crianças. A menina que caçoou História Para as Crianças A menina que caçoou Bom dia crianças, feliz sábado! Uma vez, do outro lado do mundo, em um lugar chamado Austrália vivia uma menina. Ela não era tão alta como algumas meninas

Leia mais

25ª Semana Literária do Colégio Bom Conselho

25ª Semana Literária do Colégio Bom Conselho 25ª Semana Literária do Colégio Bom Conselho Turmas 4º ano A e B Professoras Adriana Bukowski Cittolin e Paula Fernanda Nogueira de Oliveira Café Literário 2015 OS CLÁSSICOS E A POESIA Vamos nos apresentar

Leia mais

Lista de Diálogo - Cine Camelô

Lista de Diálogo - Cine Camelô Lista de Diálogo - Cine Camelô Oi amor... tudo bem? Você falou que vinha. É, eu tô aqui esperando. Ah tá, mas você vai vir? Então tá bom vou esperar aqui. Tá bom? Que surpresa boa. Oh mano. Aguá! Bolha!

Leia mais

AS MULHERES DE JACÓ Lição 16

AS MULHERES DE JACÓ Lição 16 AS MULHERES DE JACÓ Lição 16 1 1. Objetivos: Ensinar que Jacó fez trabalho duro para ganhar um prêmio Ensinar que se nós pedirmos ajuda de Deus, Ele vai nos ajudar a trabalhar com determinação para obter

Leia mais

Arthur de Carvalho Jaldim Rubens de Almeida Oliveira CÃO ESTELAR. EDITORA BPA Biblioteca Popular de Afogados

Arthur de Carvalho Jaldim Rubens de Almeida Oliveira CÃO ESTELAR. EDITORA BPA Biblioteca Popular de Afogados Arthur de Carvalho Jaldim Rubens de Almeida Oliveira O CÃO ESTELAR EDITORA BPA Biblioteca Popular de Afogados Texto e Pesquisa de Imagens Arthur de Carvalho Jaldim e Rubens de Almeida Oliveira O CÃO ESTELAR

Leia mais

A História dos Três Porquinhos

A História dos Três Porquinhos SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA DATA: 0 / / 03 UNIDADE: III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR:

Leia mais

P/1 Seu Ivo, eu queria que o senhor começasse falando seu nome completo, onde o senhor nasceu e a data do seu nascimento.

P/1 Seu Ivo, eu queria que o senhor começasse falando seu nome completo, onde o senhor nasceu e a data do seu nascimento. museudapessoa.net P/1 Seu Ivo, eu queria que o senhor começasse falando seu nome completo, onde o senhor nasceu e a data do seu nascimento. R Eu nasci em Piúma, em primeiro lugar meu nome é Ivo, nasci

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VILA VIÇOSA Ficha de Avaliação de Língua Portuguesa 4º Ano Nome: Data: Resultado: Professor:

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VILA VIÇOSA Ficha de Avaliação de Língua Portuguesa 4º Ano Nome: Data: Resultado: Professor: AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VILA VIÇOSA Ficha de Avaliação de Língua Portuguesa 4º Ano Nome: Data: Resultado: Professor: Era uma velha muito velha que vivia numa casa velhíssima. E dentro da casa só havia

Leia mais

AUTORAS E ILUSTRADORAS: ELISA CHRISTIANE COQUILLARD GUERRIERI REZENDE VERIDIANA SOUSA MARQUES

AUTORAS E ILUSTRADORAS: ELISA CHRISTIANE COQUILLARD GUERRIERI REZENDE VERIDIANA SOUSA MARQUES AUTORAS E ILUSTRADORAS: ELISA CHRISTIANE COQUILLARD GUERRIERI REZENDE VERIDIANA SOUSA MARQUES 1ºB - 2011 APRESENTAÇÃO AO LONGO DESTE SEMESTRE AS CRIANÇAS DO 1º ANO REALIZARAM EM DUPLA UM TRABALHO DE PRODUÇÃO

Leia mais

REGÊNCIA DO ALÉM CONTADOR (VOICE OVER)

REGÊNCIA DO ALÉM CONTADOR (VOICE OVER) REGÊNCIA DO ALÉM FADE IN SEQUÊNCIA # 01: CENA 01: EXT. IMAGENS DA CIDADE DE ARARAS DIA. Imagem do Obelisco da praça central da cidade, da igreja Matriz, Centro Cultural, rodoviária, Lago Municipal e cemitério.

Leia mais

Duração: Aproximadamente um mês. O tempo é flexível diante do perfil de cada turma.

Duração: Aproximadamente um mês. O tempo é flexível diante do perfil de cada turma. Projeto Nome Próprio http://pixabay.com/pt/cubo-de-madeira-letras-abc-cubo-491720/ Público alvo: Educação Infantil 2 e 3 anos Disciplina: Linguagem oral e escrita Duração: Aproximadamente um mês. O tempo

Leia mais

José teve medo e, relutantemente, concordou em tomar a menina como esposa e a levou para casa. Deves permanecer aqui enquanto eu estiver fora

José teve medo e, relutantemente, concordou em tomar a menina como esposa e a levou para casa. Deves permanecer aqui enquanto eu estiver fora Maria e José Esta é a história de Jesus e de seu irmão Cristo, de como nasceram, de como viveram e de como um deles morreu. A morte do outro não entra na história. Como é de conhecimento geral, sua mãe

Leia mais

Alô, alô. www.bibliotecapedrobandeira.com.br

Alô, alô. www.bibliotecapedrobandeira.com.br Alô, alô Quero falar com o Marcelo. Momento. Alô. Quem é? Marcelo. Escuta aqui. Eu só vou falar uma vez. A Adriana é minha. Vê se tira o bico de cima dela. Adriana? Que Adriana? Não se faça de cretino.

Leia mais

017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997.

017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997. 017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997. Acordei hoje como sempre, antes do despertador tocar, já era rotina. Ao levantar pude sentir o peso de meu corpo, parecia uma pedra. Fui andando devagar até o banheiro.

Leia mais

- Você sabe que vai ter que falar comigo em algum momento, não sabe?

- Você sabe que vai ter que falar comigo em algum momento, não sabe? Trecho do romance Caleidoscópio Capítulo cinco. 05 de novembro de 2012. - Você sabe que vai ter que falar comigo em algum momento, não sabe? Caçulinha olha para mim e precisa fazer muita força para isso,

Leia mais

Não é o outro que nos

Não é o outro que nos 16º Plano de aula 1-Citação as semana: Não é o outro que nos decepciona, nós que nos decepcionamos por esperar alguma coisa do outro. 2-Meditação da semana: Floresta 3-História da semana: O piquenique

Leia mais

Os pássaros louvam a Deus

Os pássaros louvam a Deus Os pássaros louvam a Deus Mais um dia nasceu na floresta, dia de sol, de alegria, de festa. Dia de entoar um perfeito louvor ao Deus dos céus, bondoso Senhor. Os pássaros se reúnem em alegria para celebrar

Leia mais

1 o ano Ensino Fundamental Data: / / Nome:

1 o ano Ensino Fundamental Data: / / Nome: 1 o ano Ensino Fundamental Data: / / Nome: Leia o texto com ajuda do professor. EU QUERO! EU QUERO! A Júlia é pequenininha, mas quando quer alguma coisa grita mais do que qualquer pessoa grandona. Esta

Leia mais

JÓ Lição 05. 1. Objetivos: Jô dependeu de Deus com fé; as dificuldades dele o deu força e o ajudou a ficar mais perto de Deus.

JÓ Lição 05. 1. Objetivos: Jô dependeu de Deus com fé; as dificuldades dele o deu força e o ajudou a ficar mais perto de Deus. JÓ Lição 05 1 1. Objetivos: Jô dependeu de Deus com fé; as dificuldades dele o deu força e o ajudou a ficar mais perto de Deus. 2. Lição Bíblica: Jô 1 a 42 (Base bíblica para a história e o professor)

Leia mais

Caridade quaresmal. Oração Avé Maria. Anjinho da Guarda. S. João Bosco Rogai por nós. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Bom dia a todos!

Caridade quaresmal. Oração Avé Maria. Anjinho da Guarda. S. João Bosco Rogai por nós. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Bom dia a todos! 2ª feira, 09 de março: Dar esmola Esta semana iremos tentar aprender a dar. A dar aos que mais precisam. E vamos ver que Dar é BRU TAL!!!! Um dia, uma mulher vestida de trapos velhos percorria as ruas

Leia mais

Mais um ano está começando... Tempo de pensar no que passou Avaliar. Tempo de pensar no que virá Planejar

Mais um ano está começando... Tempo de pensar no que passou Avaliar. Tempo de pensar no que virá Planejar Mais um ano está começando... Tempo de pensar no que passou Avaliar Tempo de pensar no que virá Planejar Hámomentos em nossa vida em que temos duas opções: Desistir Recomeçar Quando a VIDA decepciona João

Leia mais

A CRIAÇÃO DO MUNDO-PARTE II Versículos para decorar:

A CRIAÇÃO DO MUNDO-PARTE II Versículos para decorar: Meditação Crianças de 7 a 9 anos NOME:DATA: 03/03/2013 PROFESSORA: A CRIAÇÃO DO MUNDO-PARTE II Versículos para decorar: 1 - O Espírito de Deus me fez; o sopro do Todo-poderoso me dá vida. (Jó 33:4) 2-

Leia mais

AS VIAGENS ESPETACULARES DE PAULO

AS VIAGENS ESPETACULARES DE PAULO Bíblia para crianças apresenta AS VIAGENS ESPETACULARES DE PAULO Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Janie Forest Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da

Leia mais

Meu pássaro de papel

Meu pássaro de papel ALUNO (A): ANO: 3º TURMA: (A) (C) PROFESSOR (A): VALOR DA AVALIAÇÃO: 40 pontos DATA: CENTRO EDUCACIONAL SAGRADA FAMÍLIA 22 / 08 / 2013 TRIMESTRE: 2º NOTA: COMPONENTE CURRICULAR: LÍNGUA PORTUGUESA ENSINO

Leia mais

GÊNERO LITERÁRIO: DESCRIÇÃO. Compartilharam a produção escrita com um colega e ao final fizeram desenhos ilustrativos desses nobres personagens.

GÊNERO LITERÁRIO: DESCRIÇÃO. Compartilharam a produção escrita com um colega e ao final fizeram desenhos ilustrativos desses nobres personagens. GÊNERO LITERÁRIO: DESCRIÇÃO Os alunos do estudaram as descrições de personagens e a partir da criação de um personagem da imaginação deles puderam escrever um texto descritivo. Compartilharam a produção

Leia mais

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar MELHORES MOMENTOS Expressão de Louvor Acordar bem cedo e ver o dia a nascer e o mato, molhado, anunciando o cuidado. Sob o brilho intenso como espelho a reluzir. Desvendando o mais profundo abismo, minha

Leia mais

Coleção Amigos da Floresta. Festa na Floresta. Patrícia Engel Secco. Ilustrações Maria Eugênia

Coleção Amigos da Floresta. Festa na Floresta. Patrícia Engel Secco. Ilustrações Maria Eugênia Coleção Amigos da Floresta Festa na Floresta Patrícia Engel Secco Ilustrações Maria Eugênia Coleção Amigos da Floresta Festa na Projeto Folclore, Alegria e Tradição Coleção Amigos da Floresta Floresta

Leia mais

DISCIPLINA DE EDUCAÇÃO PARA A SAÚDE

DISCIPLINA DE EDUCAÇÃO PARA A SAÚDE UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS FACULDADE DE ODONTOLOGIA DE PIRACICABA DISCIPLINA DE EDUCAÇÃO PARA A SAÚDE SUGESTÃO DE ATIVIDADES DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE COMO UM TEMA TRANSVERSAL, PERMEANDO AS OUTRAS ÁREAS

Leia mais

A Sociedade dos Espiões Invisíveis

A Sociedade dos Espiões Invisíveis A Sociedade dos Espiões Invisíveis Tem dias em que tudo o que mais quero é embarcar na minha rede mágica e viajar para bem longe! Talvez, em algum outro lugar, não me sinta tão, tão... diferente! Eu sei

Leia mais

Estava na sua casa do Pólo Norte e seguia pela televisão a cerimónia do desembrulhar das prendas em todas as casas do mundo.

Estava na sua casa do Pólo Norte e seguia pela televisão a cerimónia do desembrulhar das prendas em todas as casas do mundo. Por momentos, o Pai Natal só conseguia ver papéis de embrulho amarfanhados e laços coloridos que muitos pés, grandes e pequenos, de botifarras, sapatos de tacão, de atacadores e de pala, de pantufas e

Leia mais

Sal, Pimenta, Alho e Noz Moscada.

Sal, Pimenta, Alho e Noz Moscada. Sal, Pimenta, Alho e Noz Moscada. Cláudia Barral (A sala é bastante comum, apenas um detalhe a difere de outras salas de apartamentos que se costuma ver ordinariamente: a presença de uma câmera de vídeo

Leia mais

DOMINGO V DA QUARESMA

DOMINGO V DA QUARESMA DOMINGO V DA QUARESMA LEITURA I Ez 37, 12-14 «Infundirei em vós o meu espírito e revivereis» Leitura da Profecia de Ezequiel Assim fala o Senhor Deus: «Vou abrir os vossos túmulos e deles vos farei ressuscitar,

Leia mais

Escola EB1 de Brunheiras

Escola EB1 de Brunheiras Escola EB1 de Brunheiras O dia dos namorados Era uma vez uma princesa chamada Francesca que estava apaixonada pelo príncipe Marco. Um dia o príncipe foi salvar a Francesca que estava presa na torre do

Leia mais

Visite nossa biblioteca! Centenas de obras grátis a um clique! http://www.portaldetonando.com.br

Visite nossa biblioteca! Centenas de obras grátis a um clique! http://www.portaldetonando.com.br Sobre a digitalização desta obra: Esta obra foi digitalizada para proporcionar de maneira totalmente gratuita o benefício de sua leitura àqueles que não podem comprá-la ou àqueles que necessitam de meios

Leia mais

Quem te fala mal de. 10º Plano de aula. 1-Citação as semana: Quem te fala mal de outra pessoa, falará mal de ti também." 2-Meditação da semana:

Quem te fala mal de. 10º Plano de aula. 1-Citação as semana: Quem te fala mal de outra pessoa, falará mal de ti também. 2-Meditação da semana: 10º Plano de aula 1-Citação as semana: Quem te fala mal de outra pessoa, falará mal de ti também." Provérbio Turco 2-Meditação da semana: Mestre conselheiro- 6:14 3-História da semana: AS três peneiras

Leia mais

Afonso levantou-se de um salto, correu para a casa de banho, abriu a tampa da sanita e vomitou mais uma vez. Posso ajudar? perguntou a Maria,

Afonso levantou-se de um salto, correu para a casa de banho, abriu a tampa da sanita e vomitou mais uma vez. Posso ajudar? perguntou a Maria, O Afonso levantou-se de um salto, correu para a casa de banho, abriu a tampa da sanita e vomitou mais uma vez. Posso ajudar? perguntou a Maria, preocupada, pois nunca tinha visto o primo assim tão mal

Leia mais

Material Didáctico O Rapaz de Bronze A comissão organizadora da Festa das Flores

Material Didáctico O Rapaz de Bronze A comissão organizadora da Festa das Flores O Rapaz de Bronze A comissão organizadora da Festa das Flores NARRADOR No jardim mágico do Rapaz de bronze, à noite, as flores ganham vida, conversam, brincam, saltam como as pessoas. Este jardim era dividido

Leia mais

JOÁS, O MENINO REI Lição 65. 1. Objetivos: Ensinar que devemos permanecer fiéis a Deus embora nossos amigos parem de segui-lo.

JOÁS, O MENINO REI Lição 65. 1. Objetivos: Ensinar que devemos permanecer fiéis a Deus embora nossos amigos parem de segui-lo. JOÁS, O MENINO REI Lição 65 1 1. Objetivos: Ensinar que devemos permanecer fiéis a Deus embora nossos amigos parem de segui-lo. 2. Lição Bíblica: 2 Reis 11; 2 Crônicas 24.1-24 (Base bíblica para a história

Leia mais

Eu sempre ouço dizer. Que as cores da pele são diferentes. Outros negros e amarelos. Há outras cores na pele dessa gente

Eu sempre ouço dizer. Que as cores da pele são diferentes. Outros negros e amarelos. Há outras cores na pele dessa gente De todas as cores Eu sempre ouço dizer Que as cores da pele são diferentes Que uns são brancos Outros negros e amarelos Mas na verdade Há outras cores na pele dessa gente Tem gente que fica branca de susto

Leia mais

Fantasmas da noite. Uma peça de Hayaldo Copque

Fantasmas da noite. Uma peça de Hayaldo Copque Fantasmas da noite Uma peça de Hayaldo Copque Peça encenada dentro de um automóvel na Praça Roosevelt, em São Paulo-SP, nos dias 11 e 12 de novembro de 2011, no projeto AutoPeças, das Satyrianas. Direção:

Leia mais

ENTRE FRALDAS E CADERNOS

ENTRE FRALDAS E CADERNOS ENTRE FRALDAS E CADERNOS Entre Fraldas e Cadernos Proposta metodológica: Bem TV Educação e Comunicação Coordenação do projeto: Márcia Correa e Castro Consultoria Técnica: Cláudia Regina Ribeiro Assistente

Leia mais

FIM DE SEMANA. Roteiro de Curta-Metragem de Dayane da Silva de Sousa

FIM DE SEMANA. Roteiro de Curta-Metragem de Dayane da Silva de Sousa FIM DE SEMANA Roteiro de Curta-Metragem de Dayane da Silva de Sousa CENA 1 EXTERIOR / REUNIÃO FAMILIAR (VÍDEOS) LOCUTOR Depois de uma longa semana de serviço, cansaço, demoradas viagens de ônibus lotados...

Leia mais

Segmentos da Entrevista do Protocolo 5: Alunos do Pré-Escolar

Segmentos da Entrevista do Protocolo 5: Alunos do Pré-Escolar Segmentos da Entrevista do Protocolo 5: Alunos do Pré-Escolar CATEGORIAS OBJECTIVOS ESPECÍFICOS S. C. Sim, porque vou para a beira de um amigo, o Y. P5/E1/UR1 Vou jogar à bola, vou aprender coisas. E,

Leia mais

Título: O senhor do seu nariz e outras histórias Texto: 2006, Álvaro Magalhães Ilustração: 2010, João Fazenda 2010, Edições ASA II, S.A.

Título: O senhor do seu nariz e outras histórias Texto: 2006, Álvaro Magalhães Ilustração: 2010, João Fazenda 2010, Edições ASA II, S.A. Título: O senhor do seu nariz e outras histórias Texto: 2006, Álvaro Magalhães Ilustração: 2010, João Fazenda 2010, Edições ASA II, S.A. Portugal ISBN 9789892311340 Reservados todos os direitos Edições

Leia mais

Bartolomeu Campos Queirós. Agradecemos aos parceiros que investem em nosso projeto. I SBN 85-7694 - 111-2

Bartolomeu Campos Queirós. Agradecemos aos parceiros que investem em nosso projeto. I SBN 85-7694 - 111-2 Ficava intrigado como num livro tão pequeno cabia tanta história. O mundo ficava maior e minha vontade era não morrer nunca para conhecer o mundo inteiro e saber muito da vida como a professora sabia.

Leia mais

Uma estrela subiu ao céu

Uma estrela subiu ao céu Compaixão 1 Compaixão Não desprezes aqueles a quem a vida desfavoreceu, mas ajuda-os no que estiver ao teu alcance. Cada pessoa tem em si algo de bom que é preciso fazer desabrochar. Uma estrela subiu

Leia mais

Bíblia para crianças. apresenta O ENGANADOR

Bíblia para crianças. apresenta O ENGANADOR Bíblia para crianças apresenta JACÓ O ENGANADOR Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:M. Maillot; Lazarus Adaptado por: M Kerr; Sarah S. Traduzido por: Berenyce Brandão Produzido por: Bible for Children

Leia mais

Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha. Ensino Fundamental

Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha. Ensino Fundamental Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha Ensino Fundamental Turma: PROJETO INTERPRETA AÇÂO (INTERPRETAÇÃO) Nome do (a) Aluno (a): Professor (a): DISCIPLINA:

Leia mais

POR QUE O MEU É DIFERENTE DO DELE?

POR QUE O MEU É DIFERENTE DO DELE? POR QUE O MEU É DIFERENTE DO DELE? Rafael chegou em casa um tanto cabisbaixo... Na verdade, estava muito pensativo. No dia anterior tinha ido dormir na casa de Pedro, seu grande amigo, e ficou com a cabeça

Leia mais