CZM-1 P5006. Módulo de Remoto de Laço Convencional ESPECIFICAÇÕES DE ARQUITETURA E ENGENHARIA NÚMERO DE CATÁL

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CZM-1 P5006. Módulo de Remoto de Laço Convencional ESPECIFICAÇÕES DE ARQUITETURA E ENGENHARIA NÚMERO DE CATÁL"

Transcrição

1 CZM-1 Módulo de Remoto de Laço Convencional ESPECIFICAÇÕES DE ARQUITETURA E ENGENHARIA Permite Zoneamento Convencional Distribuído Um Circuito Convencional de Dispositivos de Inicialização Conecta aos Circuitos ALD do MXL Alimenta até 15 Detectores de Fumaça Número Ilimitado de Dispositivos de Corto-Circuito Classe A (Modalidade D) ou Classe B (Modalidade B) LED de Alarme de Travamento Mensagem Alfanumérica Personalizada de 32 Caracteres Recurso para Verificação de Alarme Recurso para Teste de Marcha Não Requer Nenhuma Programação Mecânica de Endereçamento Inclui Cobertura de Proteção de Metal Circuitos Limitados em Potência conforme NEC 760 Registrado pelo, Registrado pelo ULC, Aprovado por CSFM, NYMEA Aprovado pelo FM como Intrinsecamente Seguro com ISI-1 Descrição O CZM-1 é um dispositivo inteligente que se conecta com um loop ALD e provê o sistema com um circuito de dispositivos de inicialização convencionais. Este circuito pode alimentar até 15 detectores de fumaça da Série 3, fotoelétricos ou de ionização à dois fios. Pode também monitorar dispositivos de encurtamento causadores de alarme, que se acham devidamente registrados, válvulas de fluxo de água, detectores térmicos e estações manuais, etc. Cada CZM-1 pode ser dotado com uma mensagem alfanumérica personalizada de 32 caracteres. Também inclui um LED de sinalização de alarme de travamento que é visível através da cobertura de proteção. O CZM-1 comporta ligações elétricas tanto Classe A (Modalidade D) como Classe B (Modalidade B). Inclui uma cobertura de proteção bem ajustada. O CZM-1 ocupa um endereço no circuito ALD. Não requer nenhuma programação mecânica de endereço. Ë programado e testado pelo Programador/Medidor FPI-32 SensorLINK da Cerberus Pyrotronics. A ISI-1, uma Barreira de Isolamento Intrinsecamente Segura, Aprovada pelo Mútuo de Fábrica, torna possível agora converter uma zona convencional em uma zona Intrinsecamente Segura. Aplicação A utilização dos módulos CZM-1 permite que um sistema seja projetado usando um combinação de dispositivos inteligentes e convencionais com uma substancial redução em condutores elétricos. Os dispositivos inteligentes podem ser empregados naquelas áreas que requerem uma sinalização precisa da localização de pontos assim como características analógicas de detecção. Áreas coletivas e outras podem ser protegidas usando detecção convencional por zonas conectada aos circuitos CZM- 1. Este método de zoneamento convencional distribuído através da utilização de módulos conectados a circuitos inteligentes, pode resultar em uma substancial economia de custos com instalação. A ISI-1, uma Barreira de Isolamento Intrinsecamente Segura, aprovada pelo Mútuo de Fábrica, torna possível agora converter uma zona convencional em uma zona Intrinsecamente Segura. A ISI-1 é projetada para trabalhar com um CZM-1 e em conjunto com os sistemas MXL e MXL-IQ. Os detectores aprovados para serem usados em locais Classe I Div. I com a ISI-1 são os Detectores de Ion DI-3IS e os Detectores de Chamas S-121 e S-122. É permitido um máximo de dez (10) detectores DI-3IS e um máximo de cinco (5) Detectores de Chama S-12 ou S-122. NÚMERO DE CATÁL TÁLOGO P5006

2 Considerando que ISI-1 é um dispositivo passivo, dispensa potência. Somente dispositivos mecânicos (sem armazenamento de potência) de encurtamento, tal como a Estação Manual MS- 51, podem ser usados. Além disso, S-121 e S122 também são aprovados para usar em locais Classe II e Classe III, Grupos E, F e G. Para uma orientação quanto a instalação, ver ANSI/ISA RP 12.6, Instalação de Sistemas de Instrumentação Intrinsecamente Seguros em Locais de Risco Classe l. Para informações sobre DI-3IS, ver as Instruções para Instalação da Série DI-3, P/N Para informações sobre S-121 e S-122, ver as instruções de instalação P/N Especificações de Arquitetura e Engenharia O Módulo Inteligente Remoto de Laço Convencional CZM-1 se conectará com um circuito inteligente analógico de detecção ADL do MXL e proverá o sistema com um (1) circuito de dispositivos de inicialização convencionais. Este circuito suportará o uso de até 15 detectores de fumaça à dois fios Série 3 e um número irrestrito de dispositivos de encurtamento detonadores de alarme aprovados, tais como, válvulas de fluxo de água, detectores térmicos, estações manuais, etc. O CZM-1 suportará ligações elétricas em Classe A (Modalidade D) ou Classe B (Modalidade B). Seus circuitos serão supervisionados quanto a interrupção do circuito e falhas de aterramento. Falhas e alarme serão reportados no(s) mostrador(es) do MXL com uma mensagem alfanuméríca personalizada de 32 caracteres. Mediante a utilização dos recursos do modo de degradação do MXL, o CZM-1 será capaz de reportar uma condição de alarme local, mesmo no caso de falha do processador central ou de interrupção da comunicação de rede. O CZM-1 será alimentado por uma fonte com potência limitada em 24 Vcc fornecida pelas fontes remotas de potência do MXL ou PSR-1. O circuito de dispositivos de inicialização do CZM-1 também serão limitados em potência conforme NEC 760. O CZM-1 será equipado com um LED sinalizador de alarme de travamento que é visível através da cobertura de proteção. Cada CZM-1 ocupará um endereço no circuito ALD-2. Os módulos CZM-1 poderão ser programados para operar com a função de verificação de alarme (NOTA: Dispositivos de encurtamento não serão usados com a função de verificação de alarme.). O CZM-1 poderá ser reinicializado através do dispositivo MXL. Dispositivos conectados com o CZM-1 podem ser testados usando a função de One Person Walk Test (Teste de marcha individual). O CZM-1 não precisará de qualquer programação mecânica de endereço. Será totalmente endereçado por software usando o Programador/Medidor modelo FPI-32 da Cerberus Pyrotronics. Será fornecida uma tomada para conexão deste programador. O CZM-1 será registrado pelo Underwriters Laboratories. Dados Técnicos Dados Elétricos do CZM-1 1. Dados Elétricos do Circuito de Dispositivo de Inicialização: Voltagem de Supervisão 18-24,5 Vcc Corrente de Supervisão 4mA máx. Corrente de Alarme 45mA máx. Resistência de Zona 35 ohms total 2. Dispositivos EOL (fim-de-linha) 4.7K, ¼ W, P/N Todos os circuitos são limitados em potência conforme NFPA 70 segundo NEC 760. O detector, ou grupo de detectores, requerem um circuito à dois fios termoplásticos de 18 AWG, envolvidos em conduite ou cabo blindado 18 AWG para potência limitada, sem conduite, se permitido pelo código de leis local. CONEXÕES ELÉTRICAS 1. Dispositivos de Inicialização: O CZM-1 aceita uma zona de dispositivos de inicialização na configuração de Classe A ou Classe B (Modalidade D ou B). Podem ser usados até quinze detectores de fumaça convencionais de dois fios, qualquer combinação dentre aqueles listados no N 4 abaixo; pode ser usado uma quantidade ilimitada de dispositivos de encurtamento. 2. Loops Analógicos: O CZM-1 comunica-se com o MXL através dos loops analógicos do MXL, que pode estar no módulo MMB-1 ou ALD-2, opcional. Os loops analógicos podem ter ligação elétrica de Classe A ou Classe B. 3. Potência CC de 24 Volt: O CZM-1 deriva sua potência da saída de potência do CZM-1 no MMB-1. Essa potência fica disponível no TB5 do MMB-1 nos terminais A potência pode ser ligada como Classe A ou Classe B. Como o CZM-1 controla a potência nos terminais aparafusados, é possível fazer conexão em estrela ou em derivação em T ; isso, porém, só pode ser feito na configuração de Classe B. 4. No que se refere à compatibilidade, os identificadores UL são os mesmos dos nomes de modelo especificados abaixo. Os detectores compatíveis da Cerberus Pyrotronics são: Detector Instruções de Instalação DI-3/3H N/P DI-A3/A3H N/P AD-3I3P N/P AD-3XRI/RP N/P PE-3000/3000T N/P PEC-3/3T N/P Ligação Mínima 18 AWG, 35W Máx. Supervisionado, Limitado em Potência, conforme NEC 760 POTÊNCIA LOOP ANALÓGICO Modalidade D (Classe A) * O Dispositivo EOL (fim-de-linha) é 4.7K, ¼W (P/N ) LIGAÇÃO ELÉTRICA DO CIRCUITO DO DISPOSITIVO DE INICIALIZAÇÃO DA MODALIDADE D (CLASSE A) DO CZM-1

3 Instalação Classe A (Modalidade 6) Não é permitida Derivação em T Instalação Classe B (Modalidade 4) Permitida Derivação em T Resistência de Loop de 100 OHMS Máx. Toda fiação mínimo de 18 AWG NÃO é necessário Dispositivo EOL Supervisionado, Limitado em Potência conforme NEC 760 LIGAÇÃO ELÉTRICA DE LOOP ANALÓGICO DO CZM-1 POTÊNCIA DO MMB-1 CZM-1 (TB5, 9-12) 1. A alimentação do CZM-1 está disponível no TB5, terminais 9 a Toda a fiação deve atender ao NEC 760 ou códigos de construção municipais. 3. A potência de CZM-1 é limitada em potência, em atendimento à NFPA 70, segundo NEC Dados Elétricos: Vcc 1A máx. 5a. Você pode conectar um máximo de 20 CZM-1s a essa fonte de potência. Observe as diretrizes abaixo, ao fazer a conexão elétrica. 5b. Essa potência deve ser ligada como Classe A, como exibido no diagrama de ligações elétricas sob o título Potência do CZM-1, Ligação Elétrica Classe A. A ligação elétrica Classe A pode aceitar um máximo de 10 CZM-1s, com resistência de fiação total de 4 ohms máx. A derivação em T não é permitida 5c. Consulte o diagrama de ligação elétrica sob o título Potência do CZM-1, Ligação Elétrica Classe B. A ligação elétrica de Classe B pode ser usada para obter um máximo de 20 CZM- 1s. Cada descarregamento de ligação elétrica Classe B pode aceitar um máximo de 10 CZM-1s, 4 ohms máx. podem ser usadas as conexões múltiplas de potência Classe B, desde que não exceda os dados elétricos acima (20 CZM-1s máx. e 4 ohms por descarregamento, máx.). Por exemplo, você poderia ter quatro descarregamentos de potência de Classe B, para um total de 20 dispositivos (6, 4, 3 e 7 CZM-1s, cada um dos 4 descarregamentos não excedendo a resistência de 4 ohms). A derivação em T é permitida, desde que a resistência total de toda a fiação não seja superior a 4 ohms. * O Dispositivo EOL (fim-de-linha) é 4.7K, ¼W (P/N ) Ligação Mínima 18 AWG, 35W Máx. Supervisionado, Limitado em Potência conforme NEC 760 POTÊNCIA LOOP ANALÓGICO Modalidade B (Classe B) LIGAÇÃO ELÉTRICA DO CIRCUITO DO DISPOSITIVO DE INICIALIZAÇÃO DA MODALIDADE B (CLASSE B) DO CZM-1

4 Ligação Elétrica Classe A Ligação Elétrica Classe B Derivação em T Não Permitido LIGAÇÃO ELÉTRICA, CLASSE A, DO CZM-1 Permitida Derivação em T LIGAÇÃO ELÉTRICA DE CLASSE B DO CZM-1 FORNECIMENTO DE POTÊNCIA DO PSR-1 A CZM-1 (TB3) O TB3 é dotado de uma saída de Classe A limitada em potência para uso com o CZM Essa potência está disponível no TB3, terminais 1 a Toda a fiação deve atender ao Artigo 760 ou NEC, ou códigos de construção municipais. 3. A potência de CZM-1 e PS-5 é limitada em atendimento à NFPA 70, segundo NEC Dados Elétricos: Vcc 2A máx. 5a. Você pode conectar um máximo de 40 CZM-1s à fonte de potênciatb3. Observe as diretrizes abaixo, ao fazer a conexão elétrica. 5b. Essa potência pode ser ligada como Classe A, como exibido no diagrama de ligações elétricas sob o título Potência do CZM-1, Ligação Elétrica Classe A. A ligação elétrica Classe A pode aceitar um máximo de 20 CZM-1s, com resistência de fiação total de 4 ohms máx. A derivação em T não é permitida. 5c. Consulte o diagrama de ligação elétrica sob o título Potência do CZM-1, Ligação Elétrica Classe B. A ligação elétrica de Classe B pode ser usada para obter um máximo de 40 CZM- 1s. Cada descarregamento de ligação elétrica Classe B pode aceitar um máximo de 20 CZM-1s, 4 ohms máx. As conexões múltiplas de potência Classe B podem ser usadas, desde que você não exceda os dados elétricos acima (40 CZM-1s máx. e 4 ohms por descarregamento, máx.). Por exemplo, você poderia ter quatro descarregamentos de potência de Classe B, para um total de 40 dispositivos (por exemplo, 12, 8, 6 e 14 CZM-1s), cada um dos quatro descarregamentos não excedendo a resistência de 4 ohms. A derivação em T é permitida, desde que a resistência total de toda a fiação não seja superior a 4 ohms. INSTALAÇÃO MECÂNICA 1. Monte o CZM-1 em uma caixa de eletricidade em tandem. A caixa deve ter uma profundidade não inferior a 3 ½ polegadas. 2. Quando a ligação elétrica in loco estiver conectada, pressione o CZM-1 na caixa e aperte-o com os quatro parafusos. 3. Prenda, se necessário, um engaste de alinhamento, assegurando-se de que o LED de ALARME fique alinhado com o orifício do engaste. Ligação Elétrica Classe A Derivação em T Não Permitida Vcc 2A Máx. Limitado em Potência de acordo com NFPA 70, segundo NEC OHMS Máx. (Total) 18 AWG Mín. LIGAÇÃO ELÉTRICA DE CLASSE A DO CZM-1 Ligação Elétrica Classe B Derivação em T Permitida Vcc 2A Máx. Limitado em Potência de acordo com NFPA 70, segundo NEC OHMS Máx. por Par (Total) 18 AWG Mín. LIGAÇÃO ELÉTRICA DE CLASSE B DO CZM-1

5 FRENTE FUNDO LATERAL ALARME RECEPTÁCULO DE PROGRAMAÇÃO MODELO CZM-1 LOCALIZAÇÃO NÃO PERIGOSA LOCALIZAÇÃO PERIGOSA CLASSE I, DIVISÃO 1, GRUPOS A, B, C e D LIGAÇÃO ELÉTRICA DO ISOLADOR CC PARA ÁREA PERIGOSA DEVE SER EM CONDUITE RÍGIDO. VOLTAGEM DE LINHA (CIRCUITO ABERTO): 28 Vcc, CORRENTE DE SAÍDA (DE ENCURTAMENTO): 93mA PARA LIGAÇÃO EM ÁREA PERIGOSA, CONSULTE O ARTIGO 540 DA NEC. LOCALIZAÇÃO NÃO PERIGOSA LOCALIZAÇÃO PERIGOSA CLASSE I, II e III DIVISÃO 1, GRUPOS A, B, C, D, E, F e G RESISTOR DE FIM- DE-LINHA DETECTOR IONIZANTE (NOTA 7) DISPOSITIVOS DE ENCURTAMENTO (NOTA 6) DISPOSITIVO DE ENCURTAMENTO (NOTA 6) S121 ou S122 DETECTOR INFRAVERMELHO (NOTA 8) ADVERTÊNCIA: NÃO FAÇA NENHUMA CONEXÃO AO TERMINAL 6 DA BASE DB-3S POIS ESTA CONEXÃO ANULARÁ A APROVAÇÃO PARA USO EM APLICATIVO INTRINSECAMENTE SEGURO. DIAGRAMA DE LIGAÇÃO ELÉTRICA DE ZONA INTRINSECAMENTE SEGURA Notas: 1. Saída Intrinsecamente Segura: Voltagem de Circuito Aberto: 28 Vcc Corrente de Encurtamento: 93mA 2. A resistência máxima de loop não deve exceder 35 ohms. 3. Podem ser usados no máximo dez Detectores Ionizantes DI- 3IS ou até cinco Detectores a Chama S121 ou S122 além dos dispositivos de encurtamento mecânicos (sem armazenamento de potência). 4. A voltagem máxima de segurança do sistema é 250 Vca. 5. Para montagem e instalação do ISI-1, consulte as instruções do ISI Só podem ser usados dispositivos de encurtamento mecânicos (sem armazenamento de potência) como a Estação Manual MS ADVERTÊNCIA: Não faça nenhuma conexão ao terminal 6 da base do DI-3IS. A referida conexão anularia o uso em um aplicativo intrinsecamente seguro. 8. Além disso, S121 e S122 também são aprovados para uso na Classe II e Classe III, Grupos E, F e G. 9. Para obter as diretrizes sobre a instalação, consulte ANSI/ISA RP 12.6, Instalação de Instrumento Intrinsecamente Seguro em Sistemas de Localizações Perigosas Classe I. 10. Para obter informações sobre o DI-3IS, consulte as Instruções de Instalação da Série DI-3, (P/N ). 11. Para obter informações sobre o S121 e S122, consulte as Instruções de Instalação P/N

6 Cerberus Pyrotronics Ltda Av. Adolfo Pinheiro, o andar São Paulo/SP Brasil Tel.: (011) Fax: (011) /98 1M CPY-IG Impresso nos EUA Cerberus Pyrotronics 8 Fernwood Road Florham Park, NJ Tel.: (973) Fax: (973) Website: Abril 1997 Substitui a folha datada de 3/96

CENTRAL DE ALARME DE incêndio MODELO NGSG101. Versão 1.03, Agosto 2006 ERP:30303964

CENTRAL DE ALARME DE incêndio MODELO NGSG101. Versão 1.03, Agosto 2006 ERP:30303964 1 CENTRALNGSG101.DOC CENTRAL DE ALARME DE incêndio MODELO NGSG101 Manual de Instalação e de Operação INDICE 1. Generalidades 2. Especificações técnicas 3. Estrutura e configuração 3.1 Aspecto exterior

Leia mais

Controlador de Segurança para chamas de Gás

Controlador de Segurança para chamas de Gás Controlador de Segurança para chamas de Gás Para queimadores de gás atmosféricos de 2 estágios: Detecção de chamas: - Sonda de Ionização - Detector de Infra-vermelho IRD 1020 - Sensor de chamas Ultravioleta

Leia mais

Série Mobrey MCU900 Controlador compatível com 4 20 ma + HART

Série Mobrey MCU900 Controlador compatível com 4 20 ma + HART IP2030-PT-BR/QS, Rev AA Série Mobrey MCU900 Controlador compatível com 4 20 ma + HART Guia de início rápido de instalação ADVERTÊNCIA Podem ocorrer mortes ou ferimentos graves se estas instruções de instalação

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES PARA ENGENHEIROS E ARQUITETOS

ESPECIFICAÇÕES PARA ENGENHEIROS E ARQUITETOS Cymphany ACU2 Controlador Inteligente de Rede Cerberus Division ESPECIFICAÇÕES PARA ENGENHEIROS E ARQUITETOS Oito Leitoras de Cartões, Duas Portas de Multiconexão Lógica RS-485 com Quatro Leitoras Cada

Leia mais

com FlashScan Seção: Dispositivos Inteligentes/Endereçáveis

com FlashScan Seção: Dispositivos Inteligentes/Endereçáveis 31 de janeiro de 2006 DP-6720 H-220 FMM-1, FMM-101, FZM-1, FDM-1 Módulos de Monitoramento com FlashScan Seção: Dispositivos Inteligentes/Endereçáveis GERAL Existem quatro tipos diferentes de módulos de

Leia mais

CHANDER FIRE DO BRASIL. equipamentos de segurança

CHANDER FIRE DO BRASIL. equipamentos de segurança CHANDER FIRE DO BRASIL equipamentos de segurança www.chanderfiredobrasil.com.br SISTEMA ENDEREÇÁVEL CENTRAL ENDEREÇÁVEL DE 250 ENDEREÇOS Especificações Técnicas: - Alimentação primária: 110V ou 220V AC

Leia mais

PARA ARQUITETURA E ENGENHARIA

PARA ARQUITETURA E ENGENHARIA PS-5N7 Fonte de Alimentação 5 Vcc e Interface para Rede M-Net Fire Safety ESPECIFICAÇÕES PARA ARQUITETURA E ENGENHARIA Interface da Rede do MXL Comunicação na Modalidade 4 ou na Modalidade 7 Alimentação

Leia mais

CENTRAL DE ALARME DE INCÊNDIO MULTIPLEX Série AIM48 (Final)

CENTRAL DE ALARME DE INCÊNDIO MULTIPLEX Série AIM48 (Final) 1 - INTRODUÇÃO: CENTRAL DE ALARME DE INCÊNDIO MULTIPLEX Série AIM48 (Final) Trata-se de uma sistema de alarme de incêndio para utilização onde há somente acionadores manuais e sirenes convencionais, não

Leia mais

FireFinder XLS. Respostas de infraestrutura. Ajuda os bombeiros a combaterem incêndios. Ajuda a proteger seu futuro.

FireFinder XLS. Respostas de infraestrutura. Ajuda os bombeiros a combaterem incêndios. Ajuda a proteger seu futuro. Fire Safety Division Siemens Building Technologies, Inc. 8 Fernwood Road Florham Park, New Jersey 07932 EUA 973-593-2600 FireFinder XLS Ajuda os bombeiros a combaterem incêndios. Ajuda a proteger seu futuro.

Leia mais

Processador HomeWorks QS

Processador HomeWorks QS O processador HomeWorksR QS oferece controle e comunicação para os componentes do sistema HomeWorksR QS. As ligações da Ethernet permitem realizar a comunicação com o software do HomeWorksR QS, integração

Leia mais

Sistemas de Detecção e Alarme Central de Alarme Multi-Loop

Sistemas de Detecção e Alarme Central de Alarme Multi-Loop Sistemas de Detecção e Alarme Central de Alarme Multi-Loop Características Gerais Painel Inteligente de Detecção, Alarme e Supressão Lógica de Inteligência Distribuída Interligação de até 255 Dispositivos

Leia mais

FC721 Central de detecção de incêndio

FC721 Central de detecção de incêndio FC72 Central de detecção de incêndio Série FS720 (MP3.0) Cerberus PRO Central compacta de detecção de incêndio, prefabricada, controlada por microprocessador para a conexão de até 26 endereços A central

Leia mais

110,5 x 22,5 x 114 (term. mola)

110,5 x 22,5 x 114 (term. mola) Supervisão de parada de emergência e monitoramento de portas Supervisão de sensores de segurança magnéticos codificados Entrada para 1 ou 2 canais Categoria de Segurança até 4 conforme EN 954-1 Para aplicações

Leia mais

Interface de controle QSE-CI-DMX

Interface de controle QSE-CI-DMX Interface de controle A interface executa diferentes funções, dependendo do sistema em que opera. Os canais (no máximo 32) são mapeados para as zonas HomeWorks e podem ser programados como 1 canal de iluminação,

Leia mais

Cabeça de Rede de Campo PROFIBUS-DP

Cabeça de Rede de Campo PROFIBUS-DP Descrição do Produto O módulo, integrante da Série Ponto, é uma cabeça escrava para redes PROFIBUS-DP do tipo modular, podendo usar todos os módulos de E/S da série. Pode ser interligada a IHMs (visores

Leia mais

MANUAL DO PRODUTO MANUAL DO PRODUTO SISTEMA SEM FIO PARA ALARME DE INCÊNDIO ENDEREÇÁVEL WALMONOF ROTEADOR

MANUAL DO PRODUTO MANUAL DO PRODUTO SISTEMA SEM FIO PARA ALARME DE INCÊNDIO ENDEREÇÁVEL WALMONOF ROTEADOR SISTEMA SEM FIO PARA ALARME DE INCÊNDIO ENDEREÇÁVEL WALMONOF ACIONADOR MANUAL BWF/3V6 ROTEADOR RTWF/24 DETECTOR DE FUMAÇA DFEWF CRIA UMA ZONA SEM FIO QUE POSSIBILITAR COLOCAR BOTOEIRAS E DETECTORES SEM

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES Indicador Microprocessado - IT-IND-2S-LC INFORMAÇÕES DO PRODUTO. Versão: 1.xx / Rev. 03

MANUAL DE INSTRUÇÕES Indicador Microprocessado - IT-IND-2S-LC INFORMAÇÕES DO PRODUTO. Versão: 1.xx / Rev. 03 1 Introdução: Os indicadores possuem uma entrada analógica configurável por software, que permite a conexão de diverstos tipos de sensores de temperatura e outras grandezas elétricas sem a necessidade

Leia mais

AlArMES. instalador. o l i v r o d o. Hélio Reis Magaldi. Guia Completo de instalação de Sistemas de Alarmes de intrusão. Novatec

AlArMES. instalador. o l i v r o d o. Hélio Reis Magaldi. Guia Completo de instalação de Sistemas de Alarmes de intrusão. Novatec AlArMES o l i v r o d o instalador Guia Completo de instalação de Sistemas de Alarmes de intrusão Hélio Reis Magaldi Novatec Sumário Parte 1 Fundamentos de eletrônica... 19 Capítulo 1 Teoria elétrica...21

Leia mais

INFORMATIVO DE PRODUTO

INFORMATIVO DE PRODUTO Sensor / Detector de Fumaça Óptico Endereçável 04 Níveis de Detecção Com Módulo Isolador - Código: AFS130IS. (Uso Conjunto às Centrais de Alarme da Série IRIS). O detector de fumaça código AFS130IS é um

Leia mais

Manual de Instalação, Operação e Manutenção. Chave Eletrônica de Nível LIDEC 91-92

Manual de Instalação, Operação e Manutenção. Chave Eletrônica de Nível LIDEC 91-92 Chave Eletrônica de Nível LIDEC 91-92 Manual de Instalação, Operação e Manutenção INFORMAÇÕES DE DIREITOS AUTORAIS Este documento não pode ser reproduzido, no todo ou em parte e por quaisquer meios, sem

Leia mais

2.5. Placas eletrônicas da central

2.5. Placas eletrônicas da central 2.5. Placas eletrônicas da central Placa eletrônica de laço Piezo Placa de laço Na placa eletrônica de laço podem ser ligados quatro laços de detecção, compostos por detectores de fumaça, detectores termovelocimétricos

Leia mais

Modelo 775 da Micro Motion

Modelo 775 da Micro Motion Suplemento às Ligações P/N MMI-20016036, Rev. AA Setembro 2009 Modelo 775 da Micro Motion Adaptador Inteligent THUM de Montagem Integral Sem Fios Conteúdo Visão geral do Adaptador THUM..................................

Leia mais

Interface de controle GRX-CI-NWK-E

Interface de controle GRX-CI-NWK-E grx-ci-nwk-e 1 02/04/05 Interface de controle Descrição Integra um Sistema de controle de persianas e iluminação GAFIK Eye com um touchscreen, um PC, ou outro equipamento digital que ofereça suporte a

Leia mais

Connect-i Manual do Usuário - Português

Connect-i Manual do Usuário - Português Connect-i Manual do Usuário - Português Connect-i Manual do Usuário Contronics Automação Ltda. Rua Tenente Silveira, 225 Ed. Hércules - 10 andar Centro - Florianópolis - SC, 88010-300 Brasil Fone: (48)

Leia mais

ProdutoDescontinuado

ProdutoDescontinuado Guia de Instalação Rápida Transmissor de Pressão de Gás Seco ProdutoDescontinuado Início Calibração de Bancada Sim Não Configure/Verifique Passo 1: Monte o Transmissor Passo 2: Faça a Ligação dos Fios

Leia mais

Convencional. endereçável? Conheça as diferenças e saiba qual a tecnologia ideal para cada projeto

Convencional. endereçável? Conheça as diferenças e saiba qual a tecnologia ideal para cada projeto Convencional ou endereçável? Conheça as diferenças e saiba qual a tecnologia ideal para cada projeto As centrais de alarme de incêndio se diferenciam de acordo com a tecnologia, o local de aplicação, o

Leia mais

Manual do instalador Box Output DC Rev. 0.01.000. Figura 01 Apresentação do Box Output DC.

Manual do instalador Box Output DC Rev. 0.01.000. Figura 01 Apresentação do Box Output DC. Pág. 1/10 Apresentação Equipamento para acionamento de cargas em corrente contínua. Comunicação com outros dispositivos por rede CAN. 6 entradas digitais para acionamento local ou remoto. 6 entradas/saídas

Leia mais

Ambientais Processamento ecológico Materiais recicláveis Material electrônico e sintético facilmente separável

Ambientais Processamento ecológico Materiais recicláveis Material electrônico e sintético facilmente separável OH720, OP720, HI720, HI722 Detectores automáticos de incêndio Para o bus de detecção C-NET Cerberus PRO O detector de fumaça ideal para todas as aplicações Processamento de sinais com algoritmos de detecção

Leia mais

CAE 80. Manual de Instruções. Revisão 4

CAE 80. Manual de Instruções. Revisão 4 CAE 80 Manual de Instruções Revisão 4 1. INTRODUÇÃO. Parabéns pela aquisição da central endereçável da ILUMAC, modelo CAE80, este equipamento será uma excelente ferramenta na proteção e prevenção contra

Leia mais

CHANDER FIRE DO BRASIL. Equipamentos de Segurança

CHANDER FIRE DO BRASIL. Equipamentos de Segurança CHANDER FIRE DO BRASIL Equipamentos de Segurança SISTEMA ENDEREÇÁVEL: Central Endereçável Especificações Técnicas: - CENTRAL ENDEREÇÁVEL DE 250 ENDEREÇOS - Alimentação primária: 110V ou 220V AC - 60Hz

Leia mais

Os termômetros de resistência podem ser isolados de altas tensões. Todavia, na prática, o espaço de instalação disponível é frequentemente pequeno

Os termômetros de resistência podem ser isolados de altas tensões. Todavia, na prática, o espaço de instalação disponível é frequentemente pequeno ProLine P 44000 Medições Precisas de Temperatura em Altas Tensões, até 6,6 kv Quando as temperaturas precisam ser medidas com termômetros de resistência Pt100 em ambientes sob altas tensões, os transmissores

Leia mais

1 Introdução. 2 REDES sem fio de comunicações

1 Introdução. 2 REDES sem fio de comunicações 1 Introdução Neste manual serão apresentados os procedimentos de instalação e configuração do sistema de detecção e prevenção de incêndio GALBA V251, além de dicas que certamente agilizarão os trabalhos

Leia mais

Instruções de Operação. Sistema de avaliação para sensores de fluxo VS3000

Instruções de Operação. Sistema de avaliação para sensores de fluxo VS3000 Instruções de Operação Sistema de avaliação para sensores de fluxo VS3000 Conteúdo Instruções de segurança... pág. 03 Função e características... pág. 04 Montagem... pág. 04 Conexão elétrica... pág. 05

Leia mais

Painel de Controle Analógico de Alarme de Incêndio. Manual de Instalação

Painel de Controle Analógico de Alarme de Incêndio. Manual de Instalação Painel de Controle Analógico de Alarme de Incêndio Manual de Instalação Esta página foi deixada, intencionalmente, em branco. Página 2 Copyright 2002 Robert Bosch Conteúdo Índice 1.0 Observações... 5 1.1

Leia mais

Painel de Controle de Alarme Contra Incêndio D10024A Manual de Instalação

Painel de Controle de Alarme Contra Incêndio D10024A Manual de Instalação Índice 1 Introdução... 1 1.1 Aviso...1 1.2 Advertências e Precauções...1 1.3 Aprovações UL / Aprovações Nacionais...2 1.4 Compatibilidade EMC...2 2 Desembalagem... 3 3 Instalação... 4 3.1 Instalação da

Leia mais

MANUAL. - Leia cuidadosamente este manual antes de ligar o Driver. - A Neoyama Automação se reserva no direito de fazer alterações sem aviso prévio.

MANUAL. - Leia cuidadosamente este manual antes de ligar o Driver. - A Neoyama Automação se reserva no direito de fazer alterações sem aviso prévio. 1 P/N: AKDMP16-4.2A DRIVER PARA MOTOR DE PASSO MANUAL ATENÇÃO: - Leia cuidadosamente este manual antes de ligar o Driver. - A Neoyama Automação se reserva no direito de fazer alterações sem aviso prévio.

Leia mais

ANEXO I PROJETO EXECUTIVO. Ref: Intimação CONTRU processo nº 2004.0165.823-2 www.prefeitura.sp.gov.br/processos

ANEXO I PROJETO EXECUTIVO. Ref: Intimação CONTRU processo nº 2004.0165.823-2 www.prefeitura.sp.gov.br/processos ANEXO I PROJETO EXECUTIVO Ref: Intimação CONTRU processo nº 2004.0165.823-2 www.prefeitura.sp.gov.br/processos Ass: Escopo para Contratação de Empresa Qualificada. Tipo da contratação: Obra de Engenharia.

Leia mais

Sistema de Alarme de Incêndio Endereçável

Sistema de Alarme de Incêndio Endereçável Sistema de Alarme de Incêndio Endereçável Certificação EN54-2/4 Até 4 laços 250 endereços por laço 40 símbolos para identificar dispositivos 96 zonas- cada zona com 40 símbolos para identificar dispositivos

Leia mais

MANUAL DRIVE PARA MOTOR DE PASSO MODELO AKDMP5-5.0A

MANUAL DRIVE PARA MOTOR DE PASSO MODELO AKDMP5-5.0A MANUAL DRIVE PARA MOTOR DE PASSO MODELO AKDMP5-5.0A V01R12 Atenção: - Leia cuidadosamente este manual antes de ligar o Driver. - A Akiyama Tecnologia se reserva no direito de fazer alterações sem aviso

Leia mais

1.3 Conectando a rede de alimentação das válvulas solenóides

1.3 Conectando a rede de alimentação das válvulas solenóides 1.3 Conectando a rede de alimentação das válvulas solenóides CONTROLE DE FLUSHING AUTOMÁTICO LCF 12 Modo Periódico e Horário www.lubing.com.br (19) 3583-6929 DESCALVADO SP 1. Instalação O equipamento deve

Leia mais

CURSO OPERACIONAL TOPOLOGIA SISTEMA SIGMA 485-E

CURSO OPERACIONAL TOPOLOGIA SISTEMA SIGMA 485-E SIGMA Sistema Integrado de Combate a Incêndio CURSO OPERACIONAL TOPOLOGIA SISTEMA SIGMA 485-E CABO BLINDADO (SHIELD) 4 VIAS 2X2,50 MM + 2X0,75 MM IHM Possibilidade de até 95 loops. LOOP LOOP LOOP CABO

Leia mais

PORTEIROS ELETRÔNICOS COLETIVOS

PORTEIROS ELETRÔNICOS COLETIVOS 9.0 - INTRODUÇÃO AOS PORTEIROS ELETRÔNICOS Os Porteiros Eletrônicos Coletivos THEVEAR são sistemas constituídos de quatro componentes básicos. 9.1 - PRIMEIRO COMPONENTE: A PLACA DE RUA É um painel instalado,

Leia mais

Manual de Instruções Central de Alarme de Incêndio Convencional.

Manual de Instruções Central de Alarme de Incêndio Convencional. Manual de Instruções Central de Alarme de Incêndio Convencional. ICS 24 INTRODUÇÃO. Parabéns pela aquisição da central convencional digital da ILUMAC, modelo ICS 24, este equipamento será uma excelente

Leia mais

SISTEMAS INTELIGENTES DE CONTROLE DE ALARME DE INCÊNDIO

SISTEMAS INTELIGENTES DE CONTROLE DE ALARME DE INCÊNDIO SISTEMAS INTELIGENTES DE CONTROLE DE ALARME DE INCÊNDIO NÃO É SEU PAINEL PADRÃO DE ALARME DE INCÊNDIO FLEXIBILIDADE, VELOCIDADE, INTELIGÊNCIA - CyberCat - O sistema digital de comunicação bi-direcional

Leia mais

KIT D162 GII CENTRAL COM SUPERVISÃO GRÁFICA ATÉ 1000 SETORES INTERLIGAÇÕES / CONEXÕES ENTRE EQUIPAMENTOS QUE COMPÕEM O SISTEMA. www.decibel.com.

KIT D162 GII CENTRAL COM SUPERVISÃO GRÁFICA ATÉ 1000 SETORES INTERLIGAÇÕES / CONEXÕES ENTRE EQUIPAMENTOS QUE COMPÕEM O SISTEMA. www.decibel.com. CERTIFICADO DE GARANTIA A garante este equipamento por (doze) meses a contar da emissão da Nota Fiscal. Esta garantia assegura ao adquirente a correção dos eventuais defeitos de fabricação, desde que sejam

Leia mais

PROTEÇÃO PERIMETRAL COMPROVADA NOVO SIMPLICIDADE DE PLATAFORMA ÚNICA.

PROTEÇÃO PERIMETRAL COMPROVADA NOVO SIMPLICIDADE DE PLATAFORMA ÚNICA. SISTEMAS DE DETECÇÃO PERIMETRAL MAIS INTELIGENTES MicroPoint II Sistema de Detecção em Cercas MicroTrack II Sistema de Detecção de Cabo Enterrado MicroWave 330 Barreira de Microondas Digital PROTEÇÃO PERIMETRAL

Leia mais

Simples. V-Series Sistemas Inteligentes de Segurança V I G I L A N T B R A N D F I R E & L I F E S A F E T Y F R O M E D W A R D S.

Simples. V-Series Sistemas Inteligentes de Segurança V I G I L A N T B R A N D F I R E & L I F E S A F E T Y F R O M E D W A R D S. Simples. V-Series Sistemas Inteligentes de Segurança S e e V I G I L A N T B R A N D F I R E & L I F E S A F E T Y F R O M E D W A R D S w h a t ' s p o s s i b l e n o w... Simplicidade e Elegância Configuração

Leia mais

Manual do instalador Box Output AC Rev. 0.01.000. Figura 01 Apresentação do Box Output AC.

Manual do instalador Box Output AC Rev. 0.01.000. Figura 01 Apresentação do Box Output AC. Pág. 1/10 Apresentação Equipamento para acionamento de cargas em corrente alternada 110/220V. Comunicação com outros dispositivos por rede CAN. 6 entradas digitais para acionamento local ou remoto. 6 entradas/saídas

Leia mais

Manual de instalação e operação

Manual de instalação e operação Manual de instalação e operação Central de alarme de incêndio endereçável INC 2000 Central de alarme de incêndio INC 2000 Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Engesul.

Leia mais

Instalando e configurando appliances de análise Rialto

Instalando e configurando appliances de análise Rialto Instalando e configurando appliances de análise Rialto Informações de segurança importantes Este manual fornece informações de instalação e operação, bem como precauções para o uso desta câmera. A instalação

Leia mais

INDICADOR MULTI-PONTOS TM-2100CS

INDICADOR MULTI-PONTOS TM-2100CS INDICADOR MULTI-PONTOS TM-2100CS Introdução Obrigado por ter escolhido nosso INDICADOR MULTI-PONTOS TM-2100CS. Para garantir o uso correto e eficiente do TM-2100CS, leia este manual completo e atentamente

Leia mais

1 Componentes da Rede Gestun

1 Componentes da Rede Gestun PROCEDIMENTO PARA DETECÇÃO DE FALHAS EM REDES DATA: 23/06/14. Controle de Alterações DATA 23/06/14 MOTIVO Versão Inicial RESPONSÁVEL Márcio Correia 1 Componentes da Rede Gestun -Módulo de comunicação:

Leia mais

Guia de Seleção Rápida Periféricos dos sistemas de alarme de incêndio LSN

Guia de Seleção Rápida Periféricos dos sistemas de alarme de incêndio LSN Rede de Segurança Local Caracte- rística Cablagem de ligação fácil Capacidade de configuração automática (modo de auto-aprendizagem) Programação de todas as configurações do dispositivo a partir do painel

Leia mais

OH720, OP720, HI720, HI722

OH720, OP720, HI720, HI722 OH720, OP720, HI720, HI722 Cerberus PRO Detectores de incêndio automáticos Para o barramento endereçável automático de detector C-NET yo detector de fumaça ideal para todas as aplicações yprocessamento

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO DO SUPORTE PARA VEÍCULO CRD TC7X CVCD1 01

GUIA DE INSTALAÇÃO DO SUPORTE PARA VEÍCULO CRD TC7X CVCD1 01 GUIA DE INSTALAÇÃO DO SUPORTE PARA VEÍCULO CRD TC7X CVCD1 01 2 Suporte para Veículo CRD-TC7X-CVCD1-01 A Zebra reserva o direito de fazer alterações em qualquer produto para melhorar a confiabilidade, as

Leia mais

Manual de Instruções de Operação e Manutenção Monitor de Posição

Manual de Instruções de Operação e Manutenção Monitor de Posição Manual de Instruções de Operação e Manutenção Monitor de Posição 1. INFORMAÇÕES GERAIS... 3 2. ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS... 3 3. DESENHO DIMENSIONAL... 4 4. INSTALAÇÃO... 5 4.1 MONTAGEM EM ATUADOR ROTATIVO...

Leia mais

Manual do aplicativo Conexão ao telefone

Manual do aplicativo Conexão ao telefone Manual do aplicativo Conexão ao telefone Copyright 2003 Palm, Inc. Todos os direitos reservados. O logotipo da Palm e HotSync são marcas registradas da Palm, Inc. O logotipo da HotSync e Palm são marcas

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul PREFEITURA MUNICIPAL DE PELOTAS S.A.F.- DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE MATERIAIS E PATRIMÔNIO 1/5 ANEXO I

Estado do Rio Grande do Sul PREFEITURA MUNICIPAL DE PELOTAS S.A.F.- DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE MATERIAIS E PATRIMÔNIO 1/5 ANEXO I S.A.F.- DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE MATERIAIS E PATRIMÔNIO 1/5 ANEXO I MEMORIAL TÉCNICO DESCRITIVO CENTRAIS DE ALARMES O presente memorial tem por objetivo descrever as instalações do sistema de proteção

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO CENTRAL MC 4D

MANUAL DO USUÁRIO CENTRAL MC 4D 12 Manual do Usuário Intrusos podem entrar em zonas sem proteção, ou ter sofisticação para isolar um sensor ou desconectar dispositivos de aviso de alarme; Central, detectores, sensores só funcionam quando

Leia mais

OPT-700 - CONVERSOR SERIAL PARA FIBRA ÓPTICA

OPT-700 - CONVERSOR SERIAL PARA FIBRA ÓPTICA MANUAL DO USUÁRIO OPT-700 - CONVERSOR SERIAL PARA FIBRA ÓPTICA JUL / 05 OPT-700 VERSÃO 1 TM FOUNDATION O P T 7 0 0 M P smar www.smar.com.br Especificações e informações estão sujeitas a modificações sem

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO F 19

GUIA DE INSTALAÇÃO F 19 GUIA DE INSTALAÇÃO F 19 1. Instalação do equipamento (1)Cole o modelo de montagem na (2) Remova o parafuso na parte (3) Tire a placa traseira. parede, Faça os furos de acordo inferior do dispositivo com

Leia mais

Manual de Instalação. GPRS Universal

Manual de Instalação. GPRS Universal Manual de Instalação GPRS Universal INTRODUÇÃO O módulo GPRS Universal Pináculo é um conversor de comunicação que se conecta a qualquer painel de alarme monitorado que utilize o protocolo de comunicação

Leia mais

SUBESTAÇÕES. SCMS Sistema de monitoramento de corrente de fuga

SUBESTAÇÕES. SCMS Sistema de monitoramento de corrente de fuga SUBESTAÇÕES SCMS Sistema de monitoramento de corrente de fuga SCMS / STRAY CURRENT MONITORING SYSTEM (SISTEMA DE MONITORAMENTO DE CORRENTE DE FUGA) Definição de corrente de fuga O funcionamento dos sistemas

Leia mais

Teclados dinâmicos HomeWorks QS

Teclados dinâmicos HomeWorks QS dinâmicos HomeWorks QS Os teclados dinâmicos oferecem a funcionalidade de múltiplos teclados Lutron de uma forma intuitiva e fácil de navegar. Os teclados dinâmicos ajudam a aumentar a estética da parede

Leia mais

Relés de Nível. Manual de Instalação. Relé de Nível Inferior (RNAI) Relé de Nível Superior (RNAS) C205726 - REV 1

Relés de Nível. Manual de Instalação. Relé de Nível Inferior (RNAI) Relé de Nível Superior (RNAS) C205726 - REV 1 Relés de Nível Relé de Nível Inferior (RNAI) Relé de Nível Superior (RNAS) Manual de Instalação C205726 - REV 1 1) Apresentação Relés de Nível RNAI e RNAS Este manual descreve as características de funcionamento,

Leia mais

MANUAL. Leia cuidadosamente este manual antes de ligar o Driver. A Neoyama Automação se reserva no direito de fazer alterações sem aviso prévio.

MANUAL. Leia cuidadosamente este manual antes de ligar o Driver. A Neoyama Automação se reserva no direito de fazer alterações sem aviso prévio. 1 P/N: AKDMP5-1.7A DRIVER PARA MOTOR DE PASSO MANUAL ATENÇÃO Leia cuidadosamente este manual antes de ligar o Driver. A Neoyama Automação se reserva no direito de fazer alterações sem aviso prévio. 2 SUMÁRIO

Leia mais

Rev Modificação Data Projetista Desenhista Aprovo. Área do sítio GERAL TPS. Especialidade / Subespecialidade SDAI - PROJETOS / OBRAS

Rev Modificação Data Projetista Desenhista Aprovo. Área do sítio GERAL TPS. Especialidade / Subespecialidade SDAI - PROJETOS / OBRAS Rev Modificação Data Projetista Desenhista Aprovo Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária Escala Sem escala Data JULHO/ 2008 Desenhista JOÃO PAULO Autor do Projeto CREA UF REGINA M. C. EVANGELISTA

Leia mais

Módulo de relé PowPak com Softswitch

Módulo de relé PowPak com Softswitch Módulo de relé PowPak com Softswitch O Módulo de relé PowPak com Softswitch é dispositivo de radiofrequência (RF) que usa a tecnologia patenteada Softswitch Lutron para controlar até 16 A de cargas de

Leia mais

Central de Detecção de Incêndio 4 Zonas Manual de Instalação

Central de Detecção de Incêndio 4 Zonas Manual de Instalação Central de Detecção de Incêndio 4 Zonas Manual de Instalação Características Quatro zonas com capacidade de teste/isolamento. Dois circuitos de alarme com possibilidade de isolamento. Fonte de alimentação

Leia mais

Indicador Digital Processos MODO DE USO. Dados Técnicos Conexões elétricas Utilização do teclado Dimensional. ABB Automação.

Indicador Digital Processos MODO DE USO. Dados Técnicos Conexões elétricas Utilização do teclado Dimensional. ABB Automação. Indicador Digital Processos MODO DE USO Dados Técnicos Conexões elétricas Utilização do teclado Dimensional ABB Automação Hartmann & Braun Dados Técnicos (NRB5180) Entrada -mvdc: -Vdc -madc Alimentação

Leia mais

PALESTRA NOVA NBR 17240 DE ALARME DE INCÊNDIO

PALESTRA NOVA NBR 17240 DE ALARME DE INCÊNDIO PALESTRA NOVA NBR 17240 DE ALARME DE INCÊNDIO O que mudou em relação à antiga NBR? Por que o empresário e o síndico tem que estar atentos a essa nova NBR? Quais os riscos que os tomadores de decisão estão

Leia mais

Sistemas de Detecção e Alarme Detector de Fumaça de Alta Sensibilidade (HSSD)

Sistemas de Detecção e Alarme Detector de Fumaça de Alta Sensibilidade (HSSD) Sistemas de Detecção e Alarme Detector de Fumaça de Alta Sensibilidade (HSSD) Detector AnaLASER II com Display Opcional Detector AnaLASER II Características Detector de Fumaça por Amostragem de Ar para

Leia mais

SITRANS LVL200H.ME****A****

SITRANS LVL200H.ME****A**** Vibrating Switches SITRANS LVL200H.ME****A**** NCC 14.03368 X Ex d IIC T6 Ga/Gb, Gb Instruções de segurança 0044 Índice 1 Validade... 3 2 Geral... 3 3 Dados técnicos... 4 4 Condições de utilização... 4

Leia mais

ABB Automação. 13.82kV 119.4kA. 13.81kV 121.3kA. 13.85kV 120.2kA IDR 144 INDICADOR DIGITAL REMOTO MODO DE USO

ABB Automação. 13.82kV 119.4kA. 13.81kV 121.3kA. 13.85kV 120.2kA IDR 144 INDICADOR DIGITAL REMOTO MODO DE USO IDR 144 INDICADOR DIGITAL REMOTO MODO DE USO 13.82kV 119.4kA 13.81kV 121.3kA 13.85kV 120.2kA Dados Técnicos Conexões elétricas Utilização do teclado Protocolo de comunicação Modbus RTU Dimensional ABB

Leia mais

Sistemas de Gerenciamento de Corrosão em Refinarias com as Tecnologias Microcor e Corrater

Sistemas de Gerenciamento de Corrosão em Refinarias com as Tecnologias Microcor e Corrater Rohrback Cosasco Systems, Inc. 11841 East Smith Avenue Santa Fe Springs, CA 90670 Tel.: +1 (562) 949-0123 Fax: +1 (562) 949-3065 www.rohrbackcosasco.com ISO 9001:2000 Certificado Nº FM 10964 Sistemas de

Leia mais

PowerCommand iwatch. 100

PowerCommand iwatch. 100 PowerCommand iwatch. 100 Monitoração Remota de Rede Descrição O sistema PowerCommand. iwatch. 100 proporciona os meios convenientes de monitoração remota de grupos geradores e de chaves de transferência

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÕES ELÉTRICAS SITE: www.amm.org.br- E-mail: engenharia@amm.org.br AV. RUBENS DE MENDONÇA, N 3.920 CEP 78000-070 CUIABÁ MT FONE: (65) 2123-1200 FAX: (65) 2123-1251 MEMORIAL DESCRITIVO ELÉTRICO MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÕES

Leia mais

INFORMATIVO DE PRODUTO

INFORMATIVO DE PRODUTO Acionador Manual de Alarme de Incêndio Convencional Á Prova de Tempo (IP67) Resetável Código: AFMCPEIP67. O acionador manual de alarme de incêndio AFMCPEIP67 é um equipamento que deve ser instalado na

Leia mais

CAE-R. Manual de Instruções. Revisão 2

CAE-R. Manual de Instruções. Revisão 2 CAE-R Manual de Instruções Revisão 2 1. INTRODUÇÃO. Parabéns pela aquisição da central endereçável da ILUMAC, linha CAE-R, este equipamento será uma excelente ferramenta na proteção e prevenção contra

Leia mais

Painel de Controle Linha DXc

Painel de Controle Linha DXc Painel de Controle Linha DXc Sistema Endereçável Analógico DX Connexion- 2 ou 4 Laços O painel Morley-IASDX Connexionfoi concebido para ser usado na proteção de projetos da área de construção civil, associando

Leia mais

Fontes de Alimentação

Fontes de Alimentação Fontes de Alimentação MÓDULO DA FONTE DE ALIMENTAÇÃO AC Código de Pedido: PS-AC-R (Fonte de Alimentação 90 a 260 Vac Redundante) Descrição Esta Fonte de Alimentação Redundante trabalha independente ou

Leia mais

PAINEL DE ACESSO FRONTAL CATEGORIA 5 ENHANCED

PAINEL DE ACESSO FRONTAL CATEGORIA 5 ENHANCED PAINEL DE ACESSO FRONTAL CATEGORIA 5 ENHANCED Aplicações imagens, segundo requisitos da norma ANSI/TIA/EIA-568A, uso interno, para cabeamento horizontal ou secundário, em salas de telecomunicações (cross-connect)

Leia mais

Manual. Controle de motores via Bluetooth. William Trevine

Manual. Controle de motores via Bluetooth. William Trevine A Manual Controle de motores via Bluetooth 1 William Trevine Sumário 1 Introdução... 4 2 Características... 5 3 Instalação... 6 3.1 Alimentação... 7 3.2 Motores... 8 3.3 Liga e desliga... 9 3.4 Saídas

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES DE ARQUITETURA E ENGENHARIA

ESPECIFICAÇÕES DE ARQUITETURA E ENGENHARIA MXLV Sistema Multiplex de Alarme/ Comunicação de Voz de Emergência Cerberus Division ESPECIFICAÇÕES DE ARQUITETURA E ENGENHARIA Telefones para Corpo de Bombeiro e Multiplex de Áudio Chaveado Design Modular

Leia mais

Mini Aquecedor série SEC 016 8W, 10W, 13W

Mini Aquecedor série SEC 016 8W, 10W, 13W Mini Aquecedor série SEC 016 8W, 10W, 13W Limitador de temperatura Ampla faixa de alimentação Aquecimento dinâmico Economia de energia elétrica Compacto Aquecedor para aplicação em invólucros de pequeno

Leia mais

Fontes de Alimentação Repetidoras. IsoAmp PWR A 20100

Fontes de Alimentação Repetidoras. IsoAmp PWR A 20100 Fontes de Alimentação Repetidoras Fonte de alimentação repetidora em alojamento de 6 mm com chaveamento calibrado dos sinais de saída, transmissão HART e separação protetora. A Tarefa Alimentação flexível

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO Renz Multimedidor MGG-92 ÍNDICE 1.0 INTRODUÇÃO 3 1.1 Aplicação 2.0 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS 2.1 Mecânicas 2.2 Elétricas 2.3 Grandezas Elétricas medidas e/ou calculadas 3.0

Leia mais

FPA-1000 Painéis de Incêndio Endereçáveis Analógicos

FPA-1000 Painéis de Incêndio Endereçáveis Analógicos Sistemas de Alarmes de Incêndio FPA-000 Painéis de Incêndio Endereçáveis Analógicos FPA-000 Painéis de Incêndio Endereçáveis Analógicos www.bosch-sul.com.br u Suporte de até 508 pontos em dois loops endereçáveis

Leia mais

Adaptador Smart Wireless THUM. Manual de referência 00809-0122-4075, Rev CA Março de 2014

Adaptador Smart Wireless THUM. Manual de referência 00809-0122-4075, Rev CA Março de 2014 Adaptador Smart Wireless THUM Manual de referência Manual de referência Adaptador Smart Wireless THUM Revisão do hardware do Adaptador Smart Wireless THUM 1 Revisão do dispositivo HART 1 Revisão do dispositivo

Leia mais

Fonte de Alimentação de Modo de Seleção S8VE (Modelos 60/90/120/180/240-W)

Fonte de Alimentação de Modo de Seleção S8VE (Modelos 60/90/120/180/240-W) Fonte de Alimentação de Modo de Seleção S8VE (Modelos 60/90/0/180/240-W) Modelos 60/90/0/180/240W Versões Aprimoradas de Fontes de Alimentação de Tipo Padrão sem Monitor de Indicação. Padrões de segurança:

Leia mais

PA-500 Hardware Reference Guide. 8/31/11 Esboço de Revisão Final - Palo Alto Networks CONFIDENCIAL DA EMPRESA

PA-500 Hardware Reference Guide. 8/31/11 Esboço de Revisão Final - Palo Alto Networks CONFIDENCIAL DA EMPRESA PA-500 Hardware Reference Guide 8/31/11 Esboço de Revisão Final - Palo Alto Networks CONFIDENCIAL DA EMPRESA Palo Alto Networks, Inc. www.paloaltonetworks.com Copyright 2011 Palo Alto Networks. Todos os

Leia mais

Estes módulos estão disponível para: DST4602, GCXXX DST4601PX

Estes módulos estão disponível para: DST4602, GCXXX DST4601PX DITHERM, DIGRIN, DIVIT são módulos eletrônicos microprocessados que permitem expandir as entradas analógicas de vários controladores SICES para grupos geradores. Mais concretamente: O módulo DITHERM permite

Leia mais

8200-1104-0104 B0. Gravador de vídeo de rede HOLNVR04100 HOLNVR04200 HOLNVR04400 Guia de início rápido

8200-1104-0104 B0. Gravador de vídeo de rede HOLNVR04100 HOLNVR04200 HOLNVR04400 Guia de início rápido 8200-1104-0104 B0 Gravador de vídeo de rede HOLNVR04100 HOLNVR04200 HOLNVR04400 Guia de início rápido Aviso Leia este manual completamente e guarde-o para uso posterior antes de tentar conectar ou operar

Leia mais

Módulo de Alimentação de Controlo do Motor LQSE-4M-D Controlador de Motor CA 4 saídas. Unidade do. Painel de parede seetouch QSR.

Módulo de Alimentação de Controlo do Motor LQSE-4M-D Controlador de Motor CA 4 saídas. Unidade do. Painel de parede seetouch QSR. LUTRON Módulo de de Controlo do Motor Controlador de Motor CA 4 saídas Módulo de de Controlo do Motor O módulo de alimentação de controlo do motor consiste numa interface que disponibiliza a integração

Leia mais

Manual de Instruções. Estação de Solda HK-936B

Manual de Instruções. Estação de Solda HK-936B Manual de Instruções Estação de Solda HK-936B Para sua segurança, leia este Manual de Instruções atenciosamente antes da operação deste equipamento. Mantenha-o sempre ao seu alcance para consultas futuras.

Leia mais

T500 Elite - Hotbus TM Sistema de Amplo Monitoramento de Planta para Elevadores de Caçamba e Transportadores de Correia

T500 Elite - Hotbus TM Sistema de Amplo Monitoramento de Planta para Elevadores de Caçamba e Transportadores de Correia TM Sistema de Amplo Monitoramento de Planta para Elevadores de Caçamba e Transportadores de Correia APLICAÇÃO Monitor para alinhamento de correia, velocidade da correia, temperatura de rolamento contínua,

Leia mais

CLIMATIZAÇÃO. Relação de Entradas e Saídas

CLIMATIZAÇÃO. Relação de Entradas e Saídas CLIMATIZAÇÃO O exemplo apresentado aqui controla um sistema que envolve bombas, torres, chillers e fan-coils para climatização ambiente para conforto térmico. Pode-se montar controles para sistemas dos

Leia mais

KBR - A Solução Definitiva. KBR Eletrônica Ltda.

KBR - A Solução Definitiva. KBR Eletrônica Ltda. KBR Eletrônica Ltda. KBR - A Solução Definitiva Iluminação de emergência Alarme de incêndio Luminária fluorescente para acendimento em tensão contínua (VCC) Inversor para lâmpada fluorescente Reator eletrônico

Leia mais