Resoluções de Exercícios

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Resoluções de Exercícios"

Transcrição

1 Resoluções de Exercícios EA: EXERCÍCIOS DE APRENDIZAGEM EH: EXERCITANDO HABILIDADES TC: TAREFA DE CASA BIOLOGIA I DARWIN 04 Aspectos Fisiológicos do Sistema Excretor Dentre as excretas nitrogenadas, a amônia (A) é a substância que requer maior quantidade de água para sua eliminação. O ácido úrico (C), por sua vez praticamente insolúvel, pode ser eliminado com quantidades mínimas de água. EA - BLOCO B Um dos produtos residuais do metabolismo das proteínas é a amônia, que nos mamíferos é convertida em ureia. Tal conversão ocorre em um procedimento chamado ciclo da ornitina que acontece no fígado. Assim sendo, a ingestão de carne que é um alimento rico em proteína ira aumentar a produção de ureia. 02 D A função dos túbulos proximais é proceder à reabsorção ativa dos solutos e à reabsorção passiva do solvente. EA BLOCO E O principal produto nitrogenado de excreção dos mamíferos é a ureia, eles são ureotélicos. 02 E A eliminação excessiva de sal requer também a perda de grandes volumes de água, no que acorrerá a desidratação do indivíduo. Outros distúrbios estão relacionados à ingestão de água do mar, como por exemplo, dianeio. TC BLOCO A) Néfron B) (A) representa a arteríola aferente e (B) representa o glomérulo. C) Filtração do sangue para formar o filtrado glomerular. D) As substâncias reabsorvidas em C (túbulo proximal), em D (Alça de Henle) e em E (tubo coletor) são devolvidas ao sangue. A homeostase é traduzida pela regulagem do equilíbrio osmótico e a retirada de substâncias indesejáveis do organismo. Essas funções são relativas aos rins. A constituição da urina a ser excretada é resultante do filtrado glomerular adicionado de substâncias secretas e diminuído de água e outras substâncias reabsorvidas no túbulo. 04 E O hormônio ADH é secretado pela neuro-hipófise e não pelos rins. Da mesma forma, está errada a afirmativa 2, posto que a ureia não é reabsorvida nos túbulos renais. 05 As aves e os répteis são ureotélicos, isto quer dizer que o principal produto nitrogenado, por eles eliminado, é o acido úrico. O hormônio em questão é o ADH, a sua não liberação inibe reabsorção de água, acarretando um maior fluxo de urina e, consequentemente, o sangue fica mais concentrado. 08 D A água é reabsorvida modestamente no túbulo proximal, um pouco mais no colo descendente da alça e sob a influência do ADH, mais acentuadamente no túbulo distal. Os sais minerais são reabsorvidos efetivamente no túbulo proximal, porém na alça, no túbulo distal, a reabsorção também acontece de forma tímida. A glicose e os aminoácidos são reabsorvidos ao longo do túbulo proximal. 09 C As estruturas funcionais dos rins são os néfrons, eles filtram (glomérulo) e reabsorvem (túbulos renais). 10 B A heparina é anticoagulante, evitando que o sangue coagule durante a sessão de hemodiálise. 11 A A diferença de concentração entre os meios gera um gradiente que irá promover a difusão de substancias entre eles. 12 E Observe que a presença do ADH inibe a produção de urina. 13 D Veja comentário da questão anterior. 14 A O estudo da morfologia do sistema urinário nos mostra com muita clareza que: Uretra lança urina para o meio externo. Bexiga armazena urina Néfron estrutura renal que filtra o sangue e produz a urina Ureter condutos responsáveis pela condução da urina do néfron para a bexiga. 15 A 1. Rim; 2. Ureter; 3. Bexiga; 4. Uretra. 16 B Não ocorre permeabilidade nas paredes dos túbulos renais (deficiência na secreção de ADH), a retenção de água para o organismo fica comprometida. 17 V, V, F, V, V. O rim é o órgão responsável pela filtragem do sangue para que este volte depurado ao sistema circulatório. 18 E Após a filtração, fica na cápsula a urina primária com certa taxa de sais e de glicose. BIOLOGIA I BIOLOGIA Volume 02 01

2 TC BLOCO D Veja comentário da questão 01 de aprendizagem. 05 Aspectos Fisiológicos do Sistema Nervoso Dentre as inúmeras consequências do processo de filtração do sangue feita pelos néfrons dos rins, destacamos a remoção de substâncias tóxicas e excessos de sais, de água etc. As afirmações I, II e III especificam diretamente as funções do sistema excretor. Os elementos especificados na coluna de amostra I indica indivíduo normal. Não se espante com a presença do ácido úrico, pois ele aparece em concentração muito baixa (traços). 05 A Quando faz calor, os vasos sanguíneos periféricos se dilatam, aumentando a circulação nessa região. Isso provoca maior liberação de suor. Com o aumento da sudorese, o sangue pede água e sua pressão osmótica aumenta (hipertônico). Esse acontecimento faz com que a neuro-hipótese seja estimulada e passe a secretar mais intensamente o hormônio ADH. Taxa mais elevada desse hormônio provoca uma maior permeabilidade dos túbulos renais, o que acarretará maior reabsorção de água, que por consequência reduzira o fluxo de urina. 06 A O metabolismo proteico libera substâncias nitrogenadas tóxicas que são removidos durante a sessões de hemodiálise. 07 A O mau funcionamento dos rins compromete a filtração do sangue e logicamente provoca acúmulo de produto nitrogenados tóxicos no sangue, e o aumento de volume do sangue que leva a hipertensão. 08 E Os rins artificiais farão as vezes de rins naturais, e, como já exaustivamente comentado, irão filtrar o sangue e remover excessos e substâncias tóxicas. 09 B Nós túbulos renais, algumas substâncias são reabsorvidas, pois não podem ser eliminadas; é o caso da glicose e da água em quantidade adequada. O filtro do glomerular contém água, sais, glicose etc. Só não se verificam proteínas, logo tem constituição semelhante ao plasma sanguíneo. Nos túbulos renais é processada a reabsorção de substâncias que serão reaproveitadas pelo metabolismo. 12 C As proteínas contém grande quantidade de grupamentos aminas que são precursores da amônia, a qual é convertida no fígado em ureia (mamíferos). Logo, quanto mais proteína na dieta, mais ureia na urina. 13 A) Arteríola aferente. B) Glomérulo. C) Filtrado glomerular ou urina inicial. 14 O álcool inibe a secreção do hormônio antidiurético (ADH) secretado pela neurohipófise. Este hormônio é responsável pela reabsorção de água nos túbulos renais e, consequentemente, pela diminuição na produção de urina. Em menor concentração no sangue, o indivíduo que bebeu urina muito. Desidratado, sente muita sede no dia seguinte. EA BLOCO A, B, E, F Nervos simpáticos e parassimpáticas formam o sistema nervoso autônomo. Item C errado. A afirmativa D também está errada; o SNC é diferente do S. N. P. Cerebelo Controle do equilíbrio Bulho Controle dos movimentos respiratórios, vômito e outros. Córtex cerebral Consciente, atividade cerebral. Medula espinhal Arco reflexo. TC BLOCO A) O SN Central é dividido em: encéfalo e medula espinhal. B) O SNC é responsável pela recepção, processamento e armazenamento de informações, envio de respostas a estímulos externos ou internos, controle dos órgãos dos sentidos, controle dos movimentos, além de controlar o funcionamento de outros órgãos. C) O líquor tem a função de proteger o encéfalo e a medula espinhal contra choques mecânicos. Ele funciona com um amortecedor, diminuindo o impacto sobre os órgãos do SNC. 02 Soma: Falso. O aumento do nível de insulina no sangue faz diminuir a concentração de glicose. 03 Soma: Falso. Os nervos simpáticos e parassimpáticos pertencem ao Sistema Nervoso Autônomo. 08. Falso. O sistema neurovegetativo é o SN Autônomo. (1) SNP; (2) noradrenalina; (3) acetilcolina. 05 D Em I, temos uma ação voluntária comandada pelo cérebro. Em 2, temos uma ação involuntária (reflexo) comandada pela medula. O sistema nervoso autônomo simpático promove a aceleração dos batimentos cardíacos. 07 C O sistema nervoso, juntamente com o sistema hormonal, faz o controle das atividades do corpo, entre elas a regulagem da temperatura corpórea através da transpiração. 08 D Fibras simpáticas e parassimpáticas agem de forma antagônica, logo, quando o simpático acelera os movimentos cardíacos o parassimpático inibe. 09 A O nervo vago (S. N. A) produz acetilcolina que reduz os batimentos cardíacos. A adrenalina acelera os citados batimentos. Não havendo oxigenação das células nervosas do lobo frontal, está prejudicando principalmente o telencéfalo que trabalha coordenando a percepção consciente: pensamento. Nesse sentido não há como o motorista ter a consciência para preencher uma ficha cadastral. A liberação de acetilcolina estando bloqueada, o músculo terá baixa produção de ATP e por consequência ficará sem energia (relaxa). 02 BIOLOGIA Volume 02 BIOLOGIA I

3 12 A As contrações cardíacas são involuntárias, pois recebem inervasão do sistema nervoso autônomo. 13 B Os nervos involuntários recebem inervasão do S. N. autônomo e os nervos voluntários do S. N. Central. 14 C Distúrbio no cerebelo trará problemas nos movimentos e no equilíbrio corporal. 15 C O reflexo flexor trata-se de um arco reflexo composto polissáptico, em que temos: um neurônio sensitivo, um neurônio associativo ou interneurônio (localizado no interior da medula espinhal) e o neurônio motor que irá inovar os músculos flexores do braço. 16 A O bulbo é o centro controlador das ações respiratórias. Canais semicirculares localizados no ouvido interno, trabalham em conjunção com o cerebelo para promover o equilíbrio corporal. 18 C O centro respiratório no bulbo. 19 E O preenchimento de uma ficha cadastral requer interferência de praticamente todos os setores do S. N. C. Para tal tarefa é necessário: consciência, fazer associações (telencéfalo); movimento; coordenação motora (metencéfalo). Em acidentes deve-se manter a vítima imobilizada para evitar algum trauma na medula espinhal. 11 B A retina é responsável pela formação de imagens, enquanto o sistema nervoso parassimpático estimula a salivação. 12 B A fisiologia dos órgãos apontados na questão está plenamente inter- -relacionada, isto é, um feedback. 13 A O bulbo faz o controle do ritmo respiratório, este controle está atrelado à concentração de gás carbônico no líquido que o envolve. Quando a concentração deste gás aumenta, o movimento do diafragma e dos músculos intercostais também aumenta, isso acarretará um aumento do ritmo respiratório. 14 B O sistema nervoso simpático acelera os movimentos cardíacos e por consequência aumenta a pressão arterial. 15 B A seta está indicando o cerebelo. 16 D O cerebelo controla o equilíbrio do indivíduo. Essa região afetada impossibilitará a pessoa de caminhar em linha reta. Em situação de alerta, como a descrita na questão, o sistema nervoso autônomo simpático libera adrenalina (fibras adrenérgicas). TC BLOCO D Os nervos espinhais são constituídos por duas raízes: a raiz posterior, que é formada por um conjunto de neurônios sensitivos (aferentes), enquanto que a raiz anterior é feita de neurônios motores (eferentes). 06 Aspectos Fisiológicos do Sistema Hormonal O cerebelo é responsável pela manutenção do equilíbrio corporal. É graças a ele que podemos realizar ações complexas como andar de bicicleta ou tocar violão. O órgão controlador da frequência respiratória é o bulbo (IV) e o equilíbrio é controlado pelo cerebelo (III) ou também o metencéfalo, pois o cerebelo é parte do metencéfalo. 04 I. Centro de fala; II. Centro de visão; III. Equilíbrio; IV. Respiração. 05 C O cerebelo coordena movimentos, tônus muscular, equilíbrio etc. Os neurotransmissores do impulso nervoso são adrenalina e acetilcolina. 07 E O organismo é controlado por dois sistemas integradores ou controladores, que são o sistema nervoso e o sistema hormonal. O hipotálamo está contido no diencéfalo. 09 C O hormônio adrenocorticotrófico (ACTH) age no córtex das glândulas suprarrenais, mas é produzido pela adeno-hipófise. EH BLOCO C A progesterona age induzindo a formação do endométrio esponjoso, o que significa que tem atuação protetiva da gestação. O provera obstaculiza a nidação. 02 E Os sítios da progesterona são o corpo lúteo do ovário e a placenta. TC BLOCO A) A via B, pois após a evolução as células foliculares, sob ação do hormônio LH, formam o corpo amarelo. B) Não há nidação, uma vez que o corpo lúteo é responsável pela produção de progesterona, hormônio necessário pela irrigação ou formação do endométrio esponjoso, ação esta que prepara o útero para uma possível gravidez. C) Esse mecanismo é caracterizado pela inibição de determinado hormônio por um outro, cuja produção foi estimulada pelo primeiro. No exemplo acima, o LH estimula a produção de progesterona que, por sua vez, inibe a produção de LH. 02 F, V, F, V, V. Primeiro parêntese de cima para baixo (F). O TSH é hormônio hipofisário que estimula as tireoides. Terceiro parêntese (F). Os hormônios FSH e LH são secretados pela adeno-hipófise. 03 B THS produzido NA adeno-hipófise, estimula as tireoides que passam a produzir e liberar T3 e T4. BIOLOGIA I BIOLOGIA Volume 02 03

4 04 B O hormônio ADH ou vasopressina é hipotalâmico, mas é secretado pela neuro-hipófise e age nos túbulos renais promovendo a reabsorção de água. 05 B A taxa baixa de cálcio no sangue induz o aparecimento de cãibras e estimula as paratireoides a secretar o paratormônio que vai estimular o aumento da liberação de cálcio dos ossos. 06 D Os hormônios produzidos pela adeno-hipófise são: hormônio tireotrófito (TSH), hormônio adrenocorticotrófico (ACTH), hormônio folículo estimulante (FSH), hormônio luteinizante (LH), somatotrofina (também chamada de hormônio do crescimento) e prolactina. Os hormônios produzidos pela neuro-hipófise são: ocitocina, hormônio antidiurético, conhecido como vasopressina ou ADH. A insulina é produzida pelo pâncreas; a tiroxina e a calcitonina são produzidas pela tireoide; e a adrenalina e a aldosterona são produzidas pela suprarrenal. 07 C A hipófise controla os ovários pela atividade do FSH e LH, controla as tireoides por ação do TSH e as suprarrenais por intermédio do ACTH. O pâncreas não recebe controle direto do hipófise. Hipófise diminuição na produção STH nanismo Tireoides diminuição na produção de T 3 e T 4 cretinismo Pâncreas diminuição na produção de insulina diabetes Adrenais diminuição na produção de aldosterona hipertensão 09 B O ATH induz o crescimento em jovens. Para tanto se faz necessário energia, maior absorção de cálcio e de proteína. 10 A A figura mostra distúrbios do crescimento, que sejam nanismo e gigantismo. Estas anomalias estão relacionadas com o hormônio do crescimento (STH) que é produzido e secretado pela hipófise. TC BLOCO A) O nível aumentado de cortisol na circulação, após sua administração, inibe a produção do hormônio adrenocorticotrófico (ACTH) pelo lobo anterior da hipófise (adenoipófise), o que promove uma diminuição do estímulo da produção do cortisol pelas glândulas suprarrenais. B) A retirada progressiva do cortisol permite um aumento também progressivo do ACTH circulante, evitando um quadro de hipofunção do córtex suprarrenal após o término do tratamento. 02 B O único item errado é o III, posto que o hipotireoidismo pode ser causado por carências alimentares (iodo), logo, não necessariamente pela diminuição do nivel de TSH. 03 B A proteína receptora de membrana tem sítio para a glicose, cuja regulação é função do hormônio insulino. As sensações experimentadas pelo vestibulando estão condizentes com emoções fortes e estas estão associadas à adrenalina, que é produzida pela medula das adrenais. 05 B O glucagon não é glicorticoide estes são produzidos nas adrenais. A insulina é de natureza proteica, mas não tem função enzimática. 06 C Os hormônios I e II são o glucagon e a insulina, respectivamente, ambos produzidos pelo pâncreas. O primeiro pelas células alfa e o segundo pelas células beta. Após as refeições, há um aumento considerável na produção de insulina, hormônio II. A medula das glândulas suprarrenais produz adrenalina, que tem várias influências no organismo, entre elas o aumento da pressão arterial e o aumento da velocidade dos batimentos cardíacos (taquicardia). Ponto E As tireoides produzem, além da calcitonina, os hormônios tri-iodo e tetraiodotironina que atuam estimulando o metabolismo basal do indivíduo. A retirada dessas glândulas provocaria uma drástica redução metabólica, onde uma das consequências seria a queda da temperatura corpórea. 09 E O hormônio adrenalina, ao contrário do que está afirmado nas opções A e B, faz aumentar a glicemia e os movimentos respiratórios, portanto esses itens estão errados. O item C está errado, já que a adrenalina é secretada pela medula das suprarrenais. No item D, o diâmetro dos brônquios é dilatado para aumentar a capacidade de oxigenação. Por fim o item certo é o E, pois uma das atividades da adrenalina é aumentar a pressão arterial. 10 D Veja comentário da questão 04 deste bloco. O paratormônio é hipercalcemiante, isto quer dizer que a medida que faz presente no sangue pequena concentração de cálcio, maior é a atividade das paratireoides. 12 D glucagon Pâncreas Adrenalina Medula das adrenais Somatotrófico Adeno-hipófise Noradrenalina Adrenais Insulina Pâncreas 13 C A) Errado. O hormônio somatotrófico é secretado pela adeno-hipófise, mas tem a função de estimular o crescimento geral do corpo. B) Errado. A adrenalina é produzida na suprarrenal, mas, uma vez no sangue, provoca taquicardia, aumento da pressão arterial e maior excitabilidade do sistema nervoso. C) Certo. O paratormônio, produzido nas paratireoides eleva a concentração de cálcio no sangue e estimula a liberação de cálcio nos ossos. D) Errado. A insulina é produzida no pâncreas e estimula o armazenamento de glicose pelas células, reduzindo a concentração de glicose no sangue. E) Errado. O ADH, também chamado de hormônio antidiurético ou vasopressina, é produzido na neuro-hipófise e é liberado quando a concentração de água no sangue cai abaixo de certo nível, sendo que seu principal efeito é a diminuição do volume de urina excretado. 14 C O Indivíduo acometido de diabetes mellitus, apresenta um quadro de carência total ou parcial de insulina. Esta falta de insulina acarreta déficit de glicose nas células e isso proporciona falta de energia para uso celular. TC BLOCO A) Hipotálamo e ACTH. B) Base do crânio, na sela túrcica do osso esfenoide. C) ADH (vasopressina) e FSH ou LH. 02 B M.S.H ou intermedina produzido na hipófise intermediária, com ação nos melanócitos e determinando pigmentação. 03 C A estimulação das glândulas é feita tanto pelo sistema nervoso autônomo, como pelo próprio sistema hormonal (neuro-hormonal). 04 BIOLOGIA Volume 02 BIOLOGIA I

5 04 E O cretinismo: hipofunção das tireoides em jovens; nanismo: deficiência de STH em jovens, hipofunção da adeno-hipófise. 05 A O lobo posterior da hipófise libera ADH que tem ação na absorção de água nos néfrons; caso ocorra inibição desta parte da hipófise, o indivíduo terá a Diabetes insipidus. A Diabetes mellitus decorre de uma insuficiência do pâncreas que não produz insulina. 06 E Em situação de perigo, medo ou até mesmo em processo de raiva, a medula das glândulas adrenais libera, no sangue, adrenalina, o hormônio que induz o organismo à defesa. O hormônio vasopressina ou ADH é produzido no hipotálamo, armazenado e secretado pela neuro-hipófise, age nos túbulos do néfron promovendo reabsorção da água. Os caracteres sexuais secundários no homem são devidos à testosterona, hormônio produzido pelas células de Leydig ou células intersticiais dos testículos. 09 D O FSH e LH são hormônios produzidos no adeno-lipófise que agem estimulando os ovários na fêmea e os testículos no macho. 10 B Apenas a afirmativa I está errada, pois as tiroxinas não podem ser denominadas por paratormônio, estes são dos paratireoides. 11 A O esquema mostra um feedback negativo, isto é, o hormônio tiroxina, em concentração alta, passa a inibir a hipófise. 12 A Ao consumir o sorvete, rico em glicose, o pâncreas de Magali secretou a insulina, hormônio hipoglicemiante. Na greve de fome haverá secreção do glucagon pela células do pâncreas. Esse hormônio estimula a quebra do glicogênio hepático, ou seja, apresenta função hiperglicemiante. 13 A O ADH estimula a reabsorção de água nos túmulos renais. 14 B O Cerebelo é responsável pelo controle do equilíbrio. 15 B Observe que no período E o nível de progesterona no sangue da mulher atinge valores mínimos, o que caracteriza a ocorrência da menstruação. Quando está próxima a ovulação, ou até mesmo logo após a ovulação, o nível de LH é máximo. 16 A A) Certa. A ocitocina é liberada pela neuro-hipófise, também chamada de lobo posterior da hipófise. B) Errado. A somatotrofina ou hormônio do crescimento é secretado pela adeno-hipófise e tem a função de promover o crescimento das cartilagens e ossos. C) Errado. A insulina é produzida pelo pâncreas e estimula o armazenamento de glicose pelas células, reduzindo a concentração de glicose no sangue. D) Errado. A adrenalina é produzida nas suprarrenais, mas, uma vez no sangue, a adrenalina provoca taquicardia, aumento da pressão arterial e maior excitabilidade do sistema nervoso. E) Errado. O estrógeno é produzido pelas células do folículo ovariano e determina as características secundárias da mulher, como o desenvolvimento das mamas, alargamento dos quadris etc. Questão conceitual. 18 D A testosterona, hormônio sexual masculino, que produz desenvolvimento da musculatura, logo proporciona melhores condições atléticas; pelo menos por um certo tempo. 19 E Em períodos próximos à menstruação a taxa de LH aumenta, FSH diminui e a progesterona aumenta. 20 A Em indivíduos saudáveis o sódio deve ser reabsorvidos e a glicose excretada. 21 E Os ovários produzem estrógeno células toliculares. Progesterona corpo lútero 22 A Na ovulação a taxa de LH é alta. 23 Solução A) Os hormônios T3 e T4 estimulam o metabolismo celular e, portanto, podem ajudar no crescimento do tumor; talvez isso não ocorra com o hipotireodismo. B) Os hormônios são: Tri-iodotironina (T3), tetraiodotironina (T4) ou tiroxina e calcitonina. A secreção dos hormônios T3 e T4 é controlada pelo hormônio tireotrópico (TSH), produzido pela hipófise. Já a secreção de calcitonina é controlada pela concentração de cálcio no sangue. C) Iodo. Leia mais... Biocombustíveis é tema forte para provas de vestibular. Compreenda a Organização Celular. Questões resolvidas sobre Especiação. Questões resolvidas sobre Sistema Digestivo. Prova resolvida de Biologia da Unicamp Compreenda funcionamento das Pílulas Anticoncepcionais. 24 A O ADH é um hormônio proveniente da hipófise e que atua nos rins, favorecendo a reabsorção de água. 25 E A integração das atividades do organismo depende da ação das células nervosas que atuam rapidamente e por curto espaço de tempo, conduzindo impulsos que são transmitidos de um neurônio para outro através de regiões de conexão chamadas sinapses, mesmo estando os corpos celulares destas células em partes do corpo espacialmente separadas, como o hipotálamo e a medula espinhal. 26 E Insulina mobilização de glicose do sangue para as células. STH estimula a síntese proteica. Progesterona prepara o útero para receber o concepto. H. antidiurético (ADH) faz com que ocorra maior reabsorção de água nos rins. Hormônio da paratireoide viabiliza a excreção de íons fosfatos. 27 C O sistema nervoso simpático prepara o indivíduo para situações de fuga e/ou estresse e é responsável pela aceleração dos batimentos cardíacos, pelo aumento da pressão sanguínea, pelo aumento da glicemia entre outros efeitos. 28 E Todos os itens estão corretos, pois expressam as funções do sistema excretor. 29 B Néfron Filtra sangue, produz urina. Bexiga armazena urina para posterior eliminação. Uretra tubo que conduz a urina para meio extracorpóreo. Ureter Conduto que leva urina dos rins para a bexiga. 30 A A) Certa. O estrógeno é produzido pelos ovários e tem a função de estimular o crescimento da mucosa uterina, além de desenvolver e manter as características sexuais secundárias femininas. B) Errado. Os andrógenos são produzidos nos testículos e têm função de estimular a produção de espermatozoides, desenvolver e manter as características sexuais secundárias masculinas. C) Errado. A progesterona atua na preparação da parede uterina para receber o embrião. D) Errado. A testosterona é responsável pelo aparecimento das características sexuais secundárias masculinas, mas é produzida nos testículos. E) Errado. A ocitocina estimula a contração da musculatura do útero e das glândulas mamárias, mas é produzida na neuro-hipófise. BIOLOGIA I BIOLOGIA Volume 02 05

Excreção. Manutenção do equilíbrio de sal, água e remoção de excretas nitrogenadas.

Excreção. Manutenção do equilíbrio de sal, água e remoção de excretas nitrogenadas. Fisiologia Animal Excreção Manutenção do equilíbrio de sal, água e remoção de excretas nitrogenadas. Sistema urinario Reabsorção de açucar, Glicose, sais, água. Regula volume sangue ADH: produzido pela

Leia mais

Sistema endócrino + Sistema nervoso. integração e controle das funções do organismo

Sistema endócrino + Sistema nervoso. integração e controle das funções do organismo Sistema endócrino Sistema endócrino + Sistema nervoso integração e controle das funções do organismo Sistema endócrino Conjunto de glândulas endócrinas que secretam hormônio Relembrando Glândulas que liberam

Leia mais

Sistema Endócrino Sistema Endócrino Sistema Endócrino Sistema Endócrino Sistema Endócrino Sistema Endócrino Mensagem Química: Hormônios Os hormônios são substâncias químicas liberadas na corrente sanguínea

Leia mais

ZOOLOGIA E HISTOLOGIA ANIMAL

ZOOLOGIA E HISTOLOGIA ANIMAL ZOOLOGIA E HISTOLOGIA ANIMAL Sistema Endócrino Prof. Fernando Stuchi Introdução Os mensageiros químicos do corpo (hormônios) são produzidos pelas glândulas endócrinas ou glândulas de secreção interna,

Leia mais

FISIOLOGIA RENAL EXERCÍCIOS DE APRENDIZAGEM

FISIOLOGIA RENAL EXERCÍCIOS DE APRENDIZAGEM EXERCÍCIOS DE APRENDIZAGEM FISIOLOGIA RENAL 01. A sudorese (produção de suor) é um processo fisiológico que ajuda a baixar a temperatura do corpo quando está muito calor ou quando realizamos uma atividade

Leia mais

Glândulas endócrinas:

Glândulas endócrinas: SISTEMA ENDOCRINO Glândulas endócrinas: Funções: Secreções de substâncias (hormônios) que atuam sobre célula alvo Regulação do organismo (homeostase) Hormônios: Substâncias químicas que são produzidas

Leia mais

SISTEMA ENDÓCRINO. Prof. Diego Ceolin

SISTEMA ENDÓCRINO. Prof. Diego Ceolin SISTEMA ENDÓCRINO Prof. Diego Ceolin INTRODUÇÃO Função: Atua juntamente com o sistema nervoso para o equilíbrio corporal ( Homeostase ) HOMEOSTASE Tendência permanente do organismo manter a constância

Leia mais

10/09/2015. Glândula pineal. Hormônio Melatonina : produzido à noite, na ausência de luz. Crescimento; Regulação do sono; CONTROLE HORMONAL

10/09/2015. Glândula pineal. Hormônio Melatonina : produzido à noite, na ausência de luz. Crescimento; Regulação do sono; CONTROLE HORMONAL Glândulas endócrinas e tecidos que secretam hormônios; Coordena funções do organismo CONTROLE HORMONAL S. Nervoso + S. endócrino = Homeostase Mensageiros químicos; Atuam em um tecido ou órgão alvo específico;

Leia mais

Sistema Endócrino: controle hormonal

Sistema Endócrino: controle hormonal Sistema Endócrino: controle hormonal Todos os processos fisiológicos estudados até agora, como digestão, respiração, circulação e excreção, estão na dependência do sistema que fabrica os hormônios. O sistema

Leia mais

Anatomia e Fisiologia Humana

Anatomia e Fisiologia Humana Introdução Boa parte do funcionamento do corpo humano depende da comunicação entre as células por meio de mensageiros químicos que viajam pelos sangue. Conjunto de células produtoras de hormônios. Hormônios

Leia mais

Sistema endócrino. Apostila 3 Página 22

Sistema endócrino. Apostila 3 Página 22 Sistema endócrino Apostila 3 Página 22 Sistema mensageiro Hormônios: informacionais, produzidas pelas glândulas endócrinas e distribuídas pelo sangue. Órgão-alvo: reage ao estímulo do hormônio. Sistema

Leia mais

Sistemas Excretores. Professor Fernando Stuchi

Sistemas Excretores. Professor Fernando Stuchi Sistemas Excretores Definição Para manutenção da vida de um organismo animal, todo alimento e substancia que são digeridas, as células absorvem os nutrientes necessários para o fornecimento de energia.

Leia mais

SISTEMA URINÁRIO. Prof. Me. Leandro Parussolo

SISTEMA URINÁRIO. Prof. Me. Leandro Parussolo SISTEMA URINÁRIO Prof. Me. Leandro Parussolo SISTEMA URINÁRIO Conjunto de órgãos e estruturas responsáveis pela filtração do sangue e consequente formação da urina; É o principal responsável pela eliminação

Leia mais

Sistema endócrino I. As células produtoras de hormônios estão geralmente reunidas em órgãos denominados glândulas endócrinas.

Sistema endócrino I. As células produtoras de hormônios estão geralmente reunidas em órgãos denominados glândulas endócrinas. RESUMO DE AULA Sistema endócrino I O funcionamento e equilíbrio fisiológico do corpo humano dependem em parte da comunicação entre as células por meio de mensageiros químicos denominados de hormônios.

Leia mais

PROFESSOR: Mônica Narciso ALUNO(A): - N.: 2ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO - TURMA:

PROFESSOR: Mônica Narciso ALUNO(A): - N.: 2ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO - TURMA: PROFESSOR: Mônica Narciso ALUNO(A): - N.: 2ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO - TURMA: Lista de Exercícios de Revisão de Biologia 3ª etapa 1. (Ufrgs 2013) A coluna da esquerda, abaixo, lista cinco estruturas que fazem

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Ciências Aeronáuticas. Sistema Endócrino. Prof. Raimundo Júnior M.Sc.

Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Ciências Aeronáuticas. Sistema Endócrino. Prof. Raimundo Júnior M.Sc. Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Ciências Aeronáuticas Sistema Endócrino Prof. Raimundo Júnior M.Sc. Sistema Hormonal atua como um sistema de controle e regulação (assim como o

Leia mais

Sistema circulatório. Componentes: - Vasos sanguíneos. - Sangue (elementos figurados e plasma) - Coração

Sistema circulatório. Componentes: - Vasos sanguíneos. - Sangue (elementos figurados e plasma) - Coração Fisiologia Humana Sistema circulatório Componentes: - Sangue (elementos figurados e plasma) - Vasos sanguíneos - Coração Vasos sanguíneos Artérias Vasos com paredes espessas e elásticas por onde circula

Leia mais

29/03/2012. Biologia. Principais glândulas endócrinas humanas

29/03/2012. Biologia. Principais glândulas endócrinas humanas Biologia Tema: Módulo 01: Anatomia e fisiologia Marcos Vinícius Introdução É um sistema que juntamente com o sistema nervoso atua no controle das funções gerais do nosso organismo. É representado pelos

Leia mais

SISTEMA EXCRETOR PROFª CLÁUDIA LOBO

SISTEMA EXCRETOR PROFª CLÁUDIA LOBO SISTEMA EXCRETOR PROFª CLÁUDIA LOBO Excreção Mecanismo pelo qual os seres vivos recolhem seu lixo celular, como a amônia (NH 3 ), CO 2, água e sais. Desta forma, os seres vivos mantém a homeostase, isto

Leia mais

Existem três tipos de glândulas: endócrinas (tireóide, suprarrenal), exócrinas (lacrimais, mamárias) e anfícrinas ou mistas (pâncreas)

Existem três tipos de glândulas: endócrinas (tireóide, suprarrenal), exócrinas (lacrimais, mamárias) e anfícrinas ou mistas (pâncreas) Existem três tipos de glândulas: endócrinas (tireóide, suprarrenal), exócrinas (lacrimais, mamárias) e anfícrinas ou mistas (pâncreas) É formado pelas glândulas endócrinas Essas tem origem no tecido epitelial

Leia mais

Sistema Endócrino. Introdução. Glândulas e suas secreções. 1. Hipotálamo: 2. Hipófise anterior (adeno-hipófise):

Sistema Endócrino. Introdução. Glândulas e suas secreções. 1. Hipotálamo: 2. Hipófise anterior (adeno-hipófise): Introdução Sistema Endócrino O sistema endócrino é composto por um grupo de tecidos especializados (glândulas) cuja função é produzir e liberar na corrente sanguínea substâncias chamadas Hormônios. Os

Leia mais

SISTEMA EXCRETOR (URINÁRIO) RIO) Rins: morfologia e funcionamento Regulação hormonal Distúrbios mais comuns Excreção de compostos nitrogenados

SISTEMA EXCRETOR (URINÁRIO) RIO) Rins: morfologia e funcionamento Regulação hormonal Distúrbios mais comuns Excreção de compostos nitrogenados SISTEMA EXCRETOR (URINÁRIO) RIO) Rins: morfologia e funcionamento Regulação hormonal Distúrbios mais comuns Excreção de compostos nitrogenados Regulação osmótica SISTEMA URINÁRIO HUMANO adrenal Veia cava

Leia mais

GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: MARIO NETO

GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: MARIO NETO GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: MARIO NETO DISCIPLINA: CIÊNCIAS NATURAIS SÉRIE: 2º ALUNO(a): No Anhanguera você é + Enem 1) Elabore o roteiro de estudos: a. Quais são as vias excretoras do nosso corpo? b.

Leia mais

SISTEMA ENDÓCRINO SISTEMA HORMONAL

SISTEMA ENDÓCRINO SISTEMA HORMONAL SISTEMA ENDÓCRINO SISTEMA HORMONAL HORMÔNIOS 1. MENSAGEIROS QUÍMICOS PRODUZIDOS PELAS GLÂNDULAS ENDÓCRINAS. 2. REGULADORES: - (ESTIMULANTES OU INIBIDORES) - (CRESCIMENTO, METABOLISMO, REPRODUÇÃO, ETC.)

Leia mais

Regulação dos níveis iônicos do sangue (Na +, K +, Ca 2+, Cl -, HPO 4. , K +, Mg 2+, etc...)

Regulação dos níveis iônicos do sangue (Na +, K +, Ca 2+, Cl -, HPO 4. , K +, Mg 2+, etc...) Regulação dos níveis iônicos do sangue (Na +, K +, Ca 2+, Cl -, HPO 4 2-, K +, Mg 2+, etc...) Regulação do equilíbrio hidrossalino e da pressão arterial; Regulação do ph sanguíneo (H +, HCO 3- ); Síntese

Leia mais

Anatomia e Fisiologia Animal Sistema Endócrino. Profa. Valdirene Zabot Unochapecó

Anatomia e Fisiologia Animal Sistema Endócrino. Profa. Valdirene Zabot Unochapecó Anatomia e Fisiologia Animal Sistema Endócrino Profa. Valdirene Zabot Unochapecó Sistema de Comunicação Corpórea: Endócrino Nervoso Produtos = Hormônios: ajudam a enviar informações para outras células

Leia mais

FISIOLOGIA ENDÓCRINA

FISIOLOGIA ENDÓCRINA EXERCÍCIOS DE APRENDIZAGEM FISIOLOGIA ENDÓCRINA 01. Os chamados hormônios trópicos da hipófise são aqueles que estimulam: a) o desenvolvimento e a função de outras glândulas b) a produção e a eliminação

Leia mais

Fisiologia humana 0 (parte IV) Hormônios e reprodução. Natália A. Paludetto nataliaapaludetto@gmail.com http://proenem.sites.ufms.

Fisiologia humana 0 (parte IV) Hormônios e reprodução. Natália A. Paludetto nataliaapaludetto@gmail.com http://proenem.sites.ufms. Fisiologia humana 0 (parte IV) Hormônios e reprodução Natália A. Paludetto nataliaapaludetto@gmail.com http://proenem.sites.ufms.br/ Sistema Endócrino Composto pelas glândulas endócrinas integra e regula

Leia mais

Sistema Respiratório

Sistema Respiratório Sistema Respiratório Importância: A partir da utilização de oxigênio é possível oxidar substâncias orgânicas e produzir energia na forma de ATP. Uma estrutura de trocas deve ser úmida, permeável e fina.

Leia mais

Aula 23 Sistema endócrino

Aula 23 Sistema endócrino Aula 23 Sistema endócrino O sistema endócrino é formado por órgãos e tecidos que secretam hormônios. Os hormônios são lançados na corrente sangüínea e influenciam a atividade de células, órgãos ou sistemas.

Leia mais

Sistema Nervoso. Aula Programada Biologia. Tema: Sistema Nervoso

Sistema Nervoso. Aula Programada Biologia. Tema: Sistema Nervoso Aula Programada Biologia Tema: Sistema Nervoso 1) Introdução O sistema nervoso é responsável pelo ajustamento do organismo ao ambiente. Sua função é perceber e identificar as condições ambientais externas,

Leia mais

Biologia. Aulas 33, 34 e 35 Setor B. Prof. Rafa

Biologia. Aulas 33, 34 e 35 Setor B. Prof. Rafa Biologia Aulas 33, 34 e 35 Setor B Prof. Rafa Tipos de glândulas: Exócrinas: com ducto de saída lacrimais, mamárias, salivares, sebáceas e sudoríparas Endócrinas: sem ducto de saída, secreções (hormônios)

Leia mais

Fisiologia do Sistema Endócrino-I

Fisiologia do Sistema Endócrino-I Curso Preparatório para Residência em Enfermagem-2012 Fisiologia do Sistema Endócrino-I Prof. Fernando Ramos Gonçalves -Msc Glândulas endócrinas: Funções: Secreções de substâncias (hormônios) que atuam

Leia mais

BIOLOGIA - 2 o ANO MÓDULO 13 SUPRARRENAL, PÂNCREAS E GÔNADAS

BIOLOGIA - 2 o ANO MÓDULO 13 SUPRARRENAL, PÂNCREAS E GÔNADAS BIOLOGIA - 2 o ANO MÓDULO 13 SUPRARRENAL, PÂNCREAS E GÔNADAS Fixação 1) (UERJ) O esquema abaixo representa a ação de alguns hormônios a captação ou na liberação de glicose pela célula hepática. Cite:

Leia mais

Sistema Nervoso. Função: ajustar o organismo animal ao ambiente.

Sistema Nervoso. Função: ajustar o organismo animal ao ambiente. Sistema Nervoso Função: ajustar o organismo animal ao ambiente. Perceber e identificar as condições ambientais externas e as condições internas do organismo 1 LOCALIZAÇÃO: SISTEMA NERVOSO - CORPOS CELULARES:

Leia mais

Vestibular1 A melhor ajuda ao vestibulando na Internet Acesse Agora! www.vestibular1.com.br HORMÔNIOS

Vestibular1 A melhor ajuda ao vestibulando na Internet Acesse Agora! www.vestibular1.com.br HORMÔNIOS HORMÔNIOS Hormônio, substância produzida pelos animais e vegetais para regular processos corporais, tais como o crescimento, o metabolismo, a reprodução e o funcionamento dos diversos órgãos. Nos animais,

Leia mais

3) (UFABC/2009) Leia a tirinha:

3) (UFABC/2009) Leia a tirinha: Lista de Exercícios Pré Universitário Uni-Anhanguera Aluno(a): Nº. Professor: Mário Neto Série: 2 Ano Disciplina: Biologia 11) (Fuvest-1998) Uma jovem que sempre foi saudável chegou a um hospital em estado

Leia mais

Sistema nervoso Sistema Nervoso Central (SNC) Sistema Nervoso Periférico

Sistema nervoso Sistema Nervoso Central (SNC) Sistema Nervoso Periférico SISTEMA NERVOSO Sistema nervoso Funções: Coordena o funcionamento dos outros sistemas. Controla os movimentos (voluntários e involuntários). É responsável pela recepção de estímulos externos e pela resposta

Leia mais

Profº André Montillo www.montillo.com.br

Profº André Montillo www.montillo.com.br Profº André Montillo www.montillo.com.br Introdução: A célula é uma entidade isolada em sua própria membrana, bem como as suas organelas que também se encontram envoltas em sua próprias membranas, separando-as

Leia mais

SISTEMA NERVOSO. Juntamente com o sistema endócrino, capacitam o organismo a:

SISTEMA NERVOSO. Juntamente com o sistema endócrino, capacitam o organismo a: SISTEMA NERVOSO Juntamente com o sistema endócrino, capacitam o organismo a: perceber as variações do meio (interno e externo), a difundir as modificações que essas variações produzem executar as respostas

Leia mais

FISIOLOGIA DO SISTEMA NERVOSO HUMANO

FISIOLOGIA DO SISTEMA NERVOSO HUMANO FISIOLOGIA DO SISTEMA NERVOSO HUMANO Controle do funcionamento do ser humano através de impulsos elétricos Prof. César Lima 1 Sistema Nervoso Função: ajustar o organismo animal ao ambiente. Perceber e

Leia mais

SISTEMA ENDÓCRINO. Prof. TIAGO

SISTEMA ENDÓCRINO. Prof. TIAGO SISTEMA ENDÓCRINO Prof. TIAGO CARACTERÍSTICAS GERAIS INTEGRAÇÃO DOS SISTEMAS. CONTROLEDEATIVIDADES FISIOLOGICAS. SEMELHANTE AO SISTEMA NERVOSO. EFETUADO POR HORMÔNIOS TRANSPORTADO PELA CORRENTE SANGUINEA

Leia mais

Organização do sistema nervoso

Organização do sistema nervoso Sistema nervoso Organização do sistema nervoso Sistema Nervoso Central (SNC) O encéfalo: O encéfalo dos mamíferos é dividido em: telencéfalo (cérebro), diencéfalo (tálamo, epitálamo e hipotálamo), mesencéfalo

Leia mais

Sistema neuro-hormonal

Sistema neuro-hormonal Sistema neuro-hormonal O que é o sistema neuro-hormonal? Qualquer alteração no exterior ou no interior do corpo corresponde a um Estímulo que provoca uma resposta do sistema neurohormonal. Como funciona

Leia mais

Profª Leticia Pedroso

Profª Leticia Pedroso Profª Leticia Pedroso Sistema Endócrino O homem apresenta em seu organismo várias glândulas endócrinas (glândulas que secretam hormônios para dentro do sangue). Hormônios são mensageiros químicos responsáveis

Leia mais

BIOLOGIA SISTEMA EXCRETOR

BIOLOGIA SISTEMA EXCRETOR BIOLOGIA Prof. Helder SISTEMA EXCRETOR ANATOMIA O sistema excretor é formado por um conjunto de órgãos que filtram o sangue, produzem e excretam a urina - o principal líquido de excreção do organismo.

Leia mais

ZOOLOGIA E HISTOLOGIA ANIMAL

ZOOLOGIA E HISTOLOGIA ANIMAL ZOOLOGIA E HISTOLOGIA ANIMAL Sistema Endócrino Prof. Fernando Stuchi Introdução à Endocrinologia As múltiplas atividades das células, tecidos e órgãos do corpo são coordenadas pelo inter-relacionamento

Leia mais

SISTEMA ENDÓCRINO PROFESSOR CLERSON

SISTEMA ENDÓCRINO PROFESSOR CLERSON SISTEMA ENDÓCRINO PROFESSOR CLERSON CARACTERÍSTICAS FUNCIONAMENTO DO CORPO COMUNICAÇÃO COM CÉLULAS: AÇÃO HORMONAL LIBERAÇÃO POR DETERMINADAS CÉLULAS GLÂNDULAS ENDÓCRINAS: CÉLULAS PRODUTORAS DE HORMÔNIOS

Leia mais

Sistema Endócrino. Introdução

Sistema Endócrino. Introdução Introdução A coordenação das funções do organismo é feita pelos sistemas nervoso e endócrino. Este é formado pelo conjunto das glândulas, que produzem os hormônios, substâncias lançadas no sangue que influenciam

Leia mais

REGULAÇÃO HIDROELETROLÍTICA FUNÇÃO RENAL

REGULAÇÃO HIDROELETROLÍTICA FUNÇÃO RENAL REGULAÇÃO HIDROELETROLÍTICA FUNÇÃO RENAL Bioquímica Profa. Dra. Celene Fernandes Bernardes Referências Bioquímica Clínica M A T Garcia e S Kanaan Bioquímica Mèdica J W Baynes e M H Dominiczack Fundamentos

Leia mais

BIOLOGIA IACI BELO. www.iaci.com.br. 01. Identifique, na figura, as partes indicadas pelos números: 10:

BIOLOGIA IACI BELO. www.iaci.com.br. 01. Identifique, na figura, as partes indicadas pelos números: 10: BIOLOGIA IACI BELO www.iaci.com.br ASSUNTO: FISIOLOGIA Série: 2EM 01. Identifique, na figura, as partes indicadas pelos números: 1: 2: 3: 4 5: 6 7: 8 9: 10: 02. Explique por que o ventrículo esquerdo é

Leia mais

OSMORREGULAÇÃO um exemplo de regulação hormonal

OSMORREGULAÇÃO um exemplo de regulação hormonal OSMORREGULAÇÃO um exemplo de regulação hormonal A composição química do nosso meio interno está continuamente sujeita a modificações (principalmente devido ao metabolismo celular), pelo que é importante

Leia mais

Sistema Endócrino É UM SISTEMA SOFISTICADO E SENSÍVEL FORMADO POR VÁRIOS ÓRGÃOS OU

Sistema Endócrino É UM SISTEMA SOFISTICADO E SENSÍVEL FORMADO POR VÁRIOS ÓRGÃOS OU SISTEMA ENDRÓCRINO Sistema Endócrino É UM SISTEMA SOFISTICADO E SENSÍVEL FORMADO POR VÁRIOS ÓRGÃOS OU GLÂNDULAS DIFERENTES QUE SECRETAM HORMÔNIOS. OS HORMÔNIOS SÃO MENSAGEIROS QUÍMICOS,GERALMENTE TRANSPORTADOS

Leia mais

Mensageiros Químicos. Introdução: As Comunicações entre as células: 3 Tipos de Moléculas: Receptores:

Mensageiros Químicos. Introdução: As Comunicações entre as células: 3 Tipos de Moléculas: Receptores: Introdução: A célula é uma entidade isolada em sua própria membrana, bem como as suas organelas que também se encontram envoltas em sua próprias membranas, separando-as do restante da célula. Desta forma

Leia mais

EXERCÍCIOS ON LINE DE CIÊNCIAS 8 AN0

EXERCÍCIOS ON LINE DE CIÊNCIAS 8 AN0 EXERCÍCIOS ON LINE DE CIÊNCIAS 8 AN0 1- Que órgão do sistema nervoso central controla nosso ritmo respiratório? Bulbo 2- Os alvéolos são formados por uma única camada de células muito finas. Explique como

Leia mais

HORMÔNIOS SEXUAIS SISTEMA ENDÓCRINO FISIOLOGIA HUMANA

HORMÔNIOS SEXUAIS SISTEMA ENDÓCRINO FISIOLOGIA HUMANA HORMÔNIOS SEXUAIS SISTEMA ENDÓCRINO FISIOLOGIA HUMANA GLÂNDULAS SEXUAIS GÔNADAS MASCULINAS = TESTÍCULOS GÔNADAS FEMININAS = OVÁRIOS PRODUZEM GAMETAS E HORMÔNIOS SEXUAIS CONTROLE HORMONAL DO SISTEMA TESTÍCULOS

Leia mais

FISIOLOGIA HUMANA III

FISIOLOGIA HUMANA III FISIOLOGIA HUMANA III UNIVERSIDADE VEIGA DE ALMEIDA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM FISIOLOGIA DO EXERCÍCIO Profª Drª Silvia Aparecida Pieta Interação dos sistemas nervoso e endócrino Os sistemas nervoso e

Leia mais

SISTEMA ENDÓCRINO. Ornólia Paracampos

SISTEMA ENDÓCRINO. Ornólia Paracampos SISTEMA ENDÓCRINO Ornólia Paracampos CARACTERÍSTICAS Sistema de regulação e integração de funções O mediador químico é um hormônio Alcança o alvo via sangue Aã Ação mais lenta e mais duradoura d São glândulas

Leia mais

SISTEMA ENDÓCRINO - 1 Figuras desta aula são do livro de Silverthorn

SISTEMA ENDÓCRINO - 1 Figuras desta aula são do livro de Silverthorn SISTEMA ENDÓCRINO - 1 Figuras desta aula são do livro de Silverthorn Bernardo Baldisserotto Departamento de Fisiologia e Farmacologia Universidade Federal de Santa Maria, Brasil Sistema nervoso: usualmente

Leia mais

Sistema Urinário. Profe. Cristiane Rangel 8º ano Ciências

Sistema Urinário. Profe. Cristiane Rangel 8º ano Ciências Sistema Urinário Profe. Cristiane Rangel 8º ano Ciências O sistema urinário ANTONIA REEVE / SCIENCE PHOTO LIBRARY O rim foi o primeiro órgão vital a ser transplantado com sucesso em pessoas. Qual a função

Leia mais

Samba, suor e cerveja!

Samba, suor e cerveja! A UU L AL A Samba, suor e cerveja! O carnaval está chegando e você não vê a hora de sambar ao ritmo da bateria das escolas de samba ou de ir atrás do trio elétrico. Tanto calor e tanto exercício vão dar

Leia mais

Sistema Nervoso. Corpo celular constituída pela membrana, organelas e núcleo celular.

Sistema Nervoso. Corpo celular constituída pela membrana, organelas e núcleo celular. Neurônio Sistema Nervoso Corpo celular constituída pela membrana, organelas e núcleo celular. Dendritos prolongamentos ramificados que captam os estímulos nervosos. Axônio prolongamento único e responsável

Leia mais

Hipófise (ou glândula Pituitária)

Hipófise (ou glândula Pituitária) Sistema Hormonal Sistema Hormonal O sistema endócrino é formado pelo conjunto de glândulas endócrinas, as quais são responsáveis pela secreção de substância denominadas hormonas. As glândulas endócrinas

Leia mais

Regulação nervosa e hormonal Sistema nervoso Sistema hormonal Natureza das mensagens nervosas e hormonais Desequilíbrios e doenças

Regulação nervosa e hormonal Sistema nervoso Sistema hormonal Natureza das mensagens nervosas e hormonais Desequilíbrios e doenças Funcionamento e coordenação nervosa Regulação nervosa e hormonal Sistema nervoso Sistema hormonal Natureza das mensagens nervosas e hormonais Desequilíbrios e doenças No Sistema Nervoso as mensagens são

Leia mais

ANATOMIA E FISIOLOGIA DO SISTEMA REPRODUTOR FEMININO. Curso Inicial & Integração Novos Representantes

ANATOMIA E FISIOLOGIA DO SISTEMA REPRODUTOR FEMININO. Curso Inicial & Integração Novos Representantes ANATOMIA E FISIOLOGIA DO SISTEMA REPRODUTOR FEMININO Curso Inicial & Integração Novos Representantes 1 SISTEMA REPRODUTOR FEMININO O conjunto de órgãos do sistema reprodutor feminino tem como função principal

Leia mais

Lista de Exercícios. Aluno(a): Nº. Pré Universitário Uni-Anhanguera. Disciplina: Biologia

Lista de Exercícios. Aluno(a): Nº. Pré Universitário Uni-Anhanguera. Disciplina: Biologia Lista de Exercícios Pré Universitário Uni-Anhanguera Aluno(a): Nº. Professor: Mário Neto Série: 2 Ano Disciplina: Biologia 1) (Fuvest-1998) Uma jovem que sempre foi saudável chegou a um hospital em estado

Leia mais

Sistema Nervoso. Sistema Nervoso Central (SNC) Sistema Nervoso Periférico (SNP) Cérebro. Cerebelo. Encéfalo. Mesencéfalo Ponte Bulbo Medula

Sistema Nervoso. Sistema Nervoso Central (SNC) Sistema Nervoso Periférico (SNP) Cérebro. Cerebelo. Encéfalo. Mesencéfalo Ponte Bulbo Medula Introdução O corpo humano é coordenado por dois sistemas: o nervoso e o endócrino. O sistema nervoso é o que coordena, por meio da ação dos neurônios, as respostas fisiológicas, como a ação dos músculos

Leia mais

Hipófise. 1.1. Relações anatômicas. Hipotálamo interface entre os sistemas nervoso e endócrino. Remoção cirúrgica morte 1 a 2 dias

Hipófise. 1.1. Relações anatômicas. Hipotálamo interface entre os sistemas nervoso e endócrino. Remoção cirúrgica morte 1 a 2 dias 1. CARACTERÍSTICAS GERAIS DO SISTEMA HIPOTÂMICO HIPÓFISÁRIO 1.1. Relações anatômicas Hipófise Hipotálamo interface entre os sistemas nervoso e endócrino Infundíbulo Controla a função hipofisária através

Leia mais

Sistema Urinário. Para eliminar estes resíduos, o organismo possui várias vias de eliminação

Sistema Urinário. Para eliminar estes resíduos, o organismo possui várias vias de eliminação Sistema Urinário Profa Juliana Normando Pinheiro Morfofuncional IV juliana.pinheiro@kroton.com.br O organismo animal depende de várias reações metabólicas para se manter vivo e saudável. Estas reações

Leia mais

Glândulas endócrinas:

Glândulas endócrinas: Sistema Endócrino Glândulas endócrinas: Funções: Secreções de substâncias (hormônios) que atuam sobre célula alvo Hormônios: Substâncias informacionais distribuídas pelo sangue. Eles modificam o funcionamento

Leia mais

Projeto Medicina. Dr. Onésimo Duarte Ribeiro Júnior Professor Assistente da Disciplina de Anestesiologia da Faculdade de Medicina do ABC

Projeto Medicina. Dr. Onésimo Duarte Ribeiro Júnior Professor Assistente da Disciplina de Anestesiologia da Faculdade de Medicina do ABC Projeto Medicina Dr. Onésimo Duarte Ribeiro Júnior Professor Assistente da Disciplina de Anestesiologia da Faculdade de Medicina do ABC Neurociência DIVISÃO DO SISTEMA NERVOSO Sistema Nervoso Central Sistema

Leia mais

Introdução ao Sistema Nervoso - O Encéfalo

Introdução ao Sistema Nervoso - O Encéfalo Introdução ao Sistema Nervoso - O Encéfalo Profa Juliana Normando Pinheiro Morfofuncional V juliana.pinheiro@kroton.com.br O sistema nervoso é um sistema complexo de comunicação e controle no corpo animal.

Leia mais

Mas por que só pode entrar um espermatozóide no óvulo???

Mas por que só pode entrar um espermatozóide no óvulo??? Mas por que só pode entrar um espermatozóide no óvulo??? Lembre-se que os seres humanos só podem ter 46 cromossomos, sendo um par sexual, por exemplo: se dois espermatozóides com cromossomo sexual X e

Leia mais

Sistema excretor e osmorregulação

Sistema excretor e osmorregulação Sistema excretor e osmorregulação Natureza geral e desenvolvimento dos rins São os órgãos excretores dos adultos Outros órgãos que realizam esta função: brânquias, pulmões, pele e glândulas produtoras

Leia mais

Sistema Endócrino. Objetivo da Aula. Anatomia I. Aula 10 p. 76

Sistema Endócrino. Objetivo da Aula. Anatomia I. Aula 10 p. 76 Sistema Endócrino Objetivo da Aula Compreender a divisão, forma e função do sistema endócrino. Adquirir a capacidade de aplicar este conhecimento na prática acadêmica e profissional da Educação Física.

Leia mais

Classificação: valores

Classificação: valores ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS BARREIRO 1º Teste Sumativo DISCIPLINA DE BIOLOGIA 12ºano Turma A TEMA : Reprodução Humana 20 de Outubro de 2011 90 minutos Nome: Nº Classificação: valores A professora:

Leia mais

SISTEMA ENDÓCRINO. Informações gerais

SISTEMA ENDÓCRINO. Informações gerais SISTEMA ENDÓCRINO Algumas das mais importantes funções do nosso corpo são reguladas e integradas pelo sistema endócrino, frequentemente interagindo com o sistema nervoso: o sistema nervoso pode fornecer

Leia mais

Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - UFVJM. Fisiologia Endócrina. Introdução ao Sistema Endócrino

Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - UFVJM. Fisiologia Endócrina. Introdução ao Sistema Endócrino Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - UFVJM Fisiologia Endócrina Introdução ao Sistema Endócrino Prof. Wagner de Fátima Pereira Departamento de Ciências Básicas Faculdade de Ciências

Leia mais

Biologia Fascículo 02 Juvenal Carlos Schalch

Biologia Fascículo 02 Juvenal Carlos Schalch Biologia Fascículo 02 Juvenal Carlos Schalch Índice Fisiologia Animal II... 1 Sistema nervoso... 1 Sistema excretor... 5 Sistema endócrino... 8 Exercícios... 12 Gabarito... 15 Fisiologia Animal II Sistema

Leia mais

SISTEMA NERVOSO 2 Profº Moisés Araújo

SISTEMA NERVOSO 2 Profº Moisés Araújo SISTEMA NERVOSO 2 Profº Moisés Araújo www.bioloja.com EMBRIOGÊNESE DO SN DIVISÃO DO SN O SISTEMA NERVOSO O SNC recebe, analisa e integra informações. É o local onde ocorre a tomada de decisões e o envio

Leia mais

9/30/2014. Por que engenheiros biomédicos precisam estudar anatomia e fisiologia? Introdução. Fisiologia. Anatomia

9/30/2014. Por que engenheiros biomédicos precisam estudar anatomia e fisiologia? Introdução. Fisiologia. Anatomia Por que engenheiros biomédicos precisam estudar anatomia e fisiologia? Introdução à Anatomia e Fisiologia EN2319-Bases Biológicas para Engenharia I Reginaldo K Fukuchi Universidade Federal do ABC Por que

Leia mais

Sugestão de avaliação

Sugestão de avaliação Sugestão de avaliação 8 CIÊNCIAS Professor, esta sugestão de avaliação corresponde ao terceiro bimestre escolar ou às Unidades 4 e 5 do Livro do Aluno. Avaliação - Ciências NOME: TURMA: escola: PROfessOR:

Leia mais

47 Por que preciso de insulina?

47 Por que preciso de insulina? A U A UL LA Por que preciso de insulina? A Medicina e a Biologia conseguiram decifrar muitos dos processos químicos dos seres vivos. As descobertas que se referem ao corpo humano chamam mais a atenção

Leia mais

Aluno (a): Turma: Data: / / Lista de exercícios de Ciências 8º ano

Aluno (a): Turma: Data: / / Lista de exercícios de Ciências 8º ano Aluno (a): Turma: Data: / / Lista de exercícios de Ciências 8º ano 1. Na pirâmide alimentar, que alimentos precisam ser consumidos em maior quantidade? a) Carboidratos complexos, como alimentos integrais

Leia mais

Ciências/15 8º ano Turma: 2º trimestre Nome: Data: / / Projeto-síntese de Ciências 8º ano 2º trimestre

Ciências/15 8º ano Turma: 2º trimestre Nome: Data: / / Projeto-síntese de Ciências 8º ano 2º trimestre Ciências/15 8º ano Turma: 2º trimestre Nome: Data: / / 8ºcie302r Caros alunos, Projeto-síntese de Ciências 8º ano 2º trimestre No 2º trimestre nos dedicamos ao estudo do funcionamento do corpo humano,

Leia mais

Sistema neuro-hormonal. EPL Hélder Giroto Paiva

Sistema neuro-hormonal. EPL Hélder Giroto Paiva Sistema neuro-hormonal EPL Hélder Giroto Paiva O que é o sistema neuro-hormonal? + Sistema nervoso Sistema hormonal O que é o sistema neuro-hormonal? Qualquer alteração no exterior ou no interior do corpo

Leia mais

Introdução. Renata Loretti Ribeiro - Enfermeira

Introdução. Renata Loretti Ribeiro - Enfermeira Introdução O sistema urinário é constituído pelos órgãos uropoéticos, isto é, incumbidos de elaborar a urina e armazená- la temporariamente até a oportunidade de ser eliminada para o exterior. Na urina

Leia mais

SISTEMA ENDÓCRINO - HORMONAL

SISTEMA ENDÓCRINO - HORMONAL SISTEMA ENDÓCRINO - HORMONAL As funções corporais são reguladas por dois grandes sistemas de controle: 1. Sist. Nervoso 2. Sist. Hormonal ou Endócrino envolvido com: - diferentes funções metabólicas -

Leia mais

APARELHO EXCRETOR HUMANO

APARELHO EXCRETOR HUMANO Disciplina: Biologia Série: 2ª série EM - 1º TRIM Professora: Ivone Azevedo da Fonseca Assunto: Aparelho Excretor Humano APARELHO EXCRETOR HUMANO O descarte dos produtos indesejáveis e a regulação hidrossalina

Leia mais

Fluxo sanguíneo - 21% do débito cardíaco.

Fluxo sanguíneo - 21% do débito cardíaco. Função renal: excreção, controle do volume e composição dos líquidos corporais. Composto por um par de rins, um par de ureteres, pela bexiga urinária e pela uretra. Os rins situam-se na parte dorsal do

Leia mais

Exercícios de Coordenação Endócrina

Exercícios de Coordenação Endócrina Exercícios de Coordenação Endócrina 1. (UFABC) Leia a tirinha: Material de apoio do Extensivo Enquanto o futuro não chega, diabéticos controlam a glicemia através de injeções diárias de insulina ou mesmo

Leia mais

EXCREÇÃO COMPARADA. Profº Moisés Myra Araújo, por www.bioloja.com

EXCREÇÃO COMPARADA. Profº Moisés Myra Araújo, por www.bioloja.com EXCREÇÃO COMPARADA Profº Moisés Myra Araújo, por www.bioloja.com EXCREÇÃO Através da excreção são eliminadas substâncias tóxicas do organismo (como resíduos nitrogenados provenientes do metabolismo de

Leia mais

ELIANE E MAITHÊ. Leis de Newton. Força peso

ELIANE E MAITHÊ. Leis de Newton. Força peso ELIANE E MAITHÊ Leis de Newton Força peso Objetivo: Evidenciar que a força peso atua em um corpo mesmo ele não estando em queda livre e investigar a direção da força peso. Materiais:Duas garrafas PET do

Leia mais

SISTEMA DIGESTÓRIO - GABARITO:

SISTEMA DIGESTÓRIO - GABARITO: Prof. Helder SISTEMA DIGESTÓRIO - GABARITO: Resposta da questão 1: [E] A pepsina é uma enzima digestiva, produzida por glândulas da parede do estômago, que atua sobre as proteínas alimentares transformando-as

Leia mais

Prof. Laila Bekai 7ª série - Ciências

Prof. Laila Bekai 7ª série - Ciências Prof. Laila Bekai 7ª série - Ciências SISTEMA NERVOSO Sistema nervoso central (SNC) Sistema nervoso periférico (SNP) Encéfalo Medula espinhal SNP autônomo SNP somático Parassimpático Simpático Nervos motores

Leia mais

ANATOMIA DOS ANIMAIS DOMÉSTICOS Sistema Endócrino

ANATOMIA DOS ANIMAIS DOMÉSTICOS Sistema Endócrino ANATOMIA DOS ANIMAIS DOMÉSTICOS Sistema Endócrino O sistema nervoso e as glândulas endócrinas são os dois principais mecanismos de comunicação e coordenação do corpo humano. Eles regulam quase todos os

Leia mais

SISTEMA ENDÓCRINO. Prof. André Maia

SISTEMA ENDÓCRINO. Prof. André Maia SISTEMA ENDÓCRINO O sistema endócrino e formado pelo conjunto de glândulas endócrinas, as quais são responsáveis pela secreção de substancias denominadas hormônios. As glândulas endócrinas (do grego endos,

Leia mais

Glândulas endócrinas:

Glândulas endócrinas: SISTEMA ENDÓCRINO Glândulas endócrinas: Funções: Secreções de substâncias (hormônios) que atuam sobre célula alvo Regulação do organismo (homeostase) Hormônios: Substâncias químicas que são produzidas

Leia mais