Classificação: valores

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Classificação: valores"

Transcrição

1 ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS BARREIRO 1º Teste Sumativo DISCIPLINA DE BIOLOGIA 12ºano Turma A TEMA : Reprodução Humana 20 de Outubro de minutos Nome: Nº Classificação: valores A professora: (Isabel Lopes) O E. Educação: O Homo sapiens sapiens reproduz-se exclusivamente de forma sexuada e apresenta dimorfismo sexual. A reprodução humana envolve uma anatomia intrincada e um comportamento complexo, originando de geração em geração indivíduos semelhantes mas únicos. 1. A figura 1 esquematiza os aparelhos reprodutores feminino e masculino: Figura Faz a legenda das estruturas assinaladas pelas letras e pelos números: 1- A- 2- B- 3- C- 4- D- 5- E- 6- F Explica, de acordo com a figura 1, porque razão, o órgão assinalado com o número 7, se encontra suspenso na estrutura assinalada com o número 5, no exterior do corpo. 1

2 1.3. Num corte histológico transversal ao nível do testículo, é possível observar túbulos seminíferos como o representado na figura 2. No seu interior distinguem-se dois tipos de células. Indica os seus nomes e respetiva função. Figura O processo de espermatogénese desenvolve-se (assinala a opção correta) A. apenas no centro dos túbulos seminíferos. B. apenas na periferia dos túbulos seminíferos. C. da periferia para o centro dos túbulos seminíferos. D. do centro para a periferia dos túbulos seminíferos. 1.5 A figura 3 representa o processo de espermiogénese Refere qual a etapa da espermatogénese em que ocorrem as transformações acima representadas (assinala a opção correta): Figura 3 A. Multiplicação B. Crescimento C. Maturação D. Diferenciação Descreve as transformações ocorridas (referindo o nome das células inicial e final) Indica o número de cromossomas presente no núcleo no inicio e no fim do processo representado. 1.6 Relativamente à regulação hormonal no homem, classifica como verdadeiras (V) ou falsas (F), as seguintes afirmações: A testosterona é produzida nas células de Leydig. As hormonas hipotalâmicas estimulam o lobo anterior da hipófise. A FSH estimula indiretamente a espermatogénese. A LH inibe a produção de testosterona. As hormonas gonadotrópicas são segregadas pelo hipotálamo. Uma elevada concentração de testosterona no sangue induz uma inibição da produção de GnRH. A produção de testosterona também é influenciada por estímulos nervosos que coordenam a atividade do hipotálamo. Uma baixa concentração de testosterona no sangue induz uma inibição da produção de GnRH. 2

3 2. Observa a figura 4, representativa do ciclo sexual na mulher Identifica as hormonas representadas no gráfico pelas letras A, B, C e D Figura Refere as hormonas que atuam sobre o ovário: 2.3. Refere as que são as hormonas ováricas: 2.4. Indica dois acontecimentos foliculares dependentes da influência da hormona representada por B Denomina o fenómeno representado pela letra A Refere qual a interação hormonal responsável pelo fenómeno A (assinala a opção correta). A. Aumento dos níveis de estrogénios B. Aumento dos níveis de LH C. Diminuição da secreção de FSH D. Diminuição da secreção da progesterona 2.7. Justifica o facto de os valores da hormona C, diminuírem após o fenómeno A. 3

4 2.8. Após o fenómeno A, o corpo amarelo produz (assinala a opção correta): A. Estrogénio, B. Progesterona C. Oxitocina D. FSH E. LH 3. Assinala no esquema da figura 4, as 3 etapas do ciclo uterino, identificando o período (inicio e fim) de cada uma. 4. Todo o ciclo sexual é regulado por mecanismos de retroação. O quadro seguinte resume uma situação experimental, relacionada com o ciclo ovárico: Experiência Resultados Injeção de estrogénios e progesterona em Ciclo ovárico bloqueado. concentração elevada Não há ovulação. Tendo em atenção os resultados, assinala as letras corretas da chave e depois coloca-as por ordem lógica de acontecimentos. A1 A hipófise é inibida A2 A hipófise é estimulada B1 O hipotálamo é inibido B2 O hipotálamo é estimulado C1 Há maior produção de LH C2 Há menor produção de FSH 5. Observa a figura 5, que representa a oogénese e responde às seguintes questões: 5.1. Os glóbulos polares são... (assinala a opção correcta) A. células diplóides, com uma grande quantidade de citoplasma, que entram em degenerescência; B. células diplóides, com uma pequena quantidade de citoplasma, que entram em degenerescência; C. células haplóides, com uma grande quantidade de citoplasma que entram em degenerescência; D. células haplóides, com uma pequena quantidade de citoplasma que entram em degenerescência; 5.2. Explica por que razão ocorre uma desigual distribuição do citoplasma aquando da formação dos glóbulos polares. Figura Menciona em que momento termina a divisão meiótica da oogénese. 4

5 6. Observe a figura 6, que ilustra o fenómeno da fecundação Figura Completa os espaços em branco de forma a legendar corretamente a figura Observa agora a figura 7, que representa algumas etapas do desenvolvimento embrionário humano Identifica as fases, representadas pelas letras A, B e C, da figura Indica as alterações sofridas pelo embrião durante a fase A. 7.3 Faz corresponder a cada uma das etapas seguintes, um dos algarismos da figura: A. Formação do bastocisto B. Formação da mórula C. Nidação D. Formação da gástrula C. Formação da placenta 7.4 Nos embriões humanos, a gástrula, representada na figura pelo número 4, é formada por três folhetos germinativos, X, Y e Z. Identifica-os. Figura 7 5

6 7.5. Refere o folheto germinativo que dá origem: a) ao sistema nervoso b) ao tubo digestivo 8. Atribui a cada um dos anexos embrionários da coluna I, a letra da respetiva função da coluna II Coluna I Coluna II Córion A. Órgão rudimentar sem função específica Âmnio B. Forma uma superfície de trocas entre o embrião e o meio envolvente Alantóide C. Saco membranoso sem substância de reserva que forma parte do tubo digestivo. Vesícula vitelina D. Saco que envolve o embrião e o mantém num meio líquido. Placenta E. Permite a troca de nutrientes e excreções entre o feto e a mãe. 9. Considera os seguintes dados: Os primeiros testes de gravidez são baseados na presença da hormona X na urina da mãe. Após a nidação, as paredes do útero mantém-se espessas. Identifica a hormona X. 10. O gráfico da figura 8, apresenta a variação hormonal no momento do parto: Como varia a concentração de oxitocina ao longo dos dias? Explica como é estimulada a produção de oxitocina antes do parto. Figura Compara a variação de produção de oxitocina com a intensidade das contrações uterinas. 6

7 11. Observa agora o gráfico da figura 9 Figura Procura encontrar uma explicação, para a diferença verificada na produção das hormonas FSH e LH, entre a situação I e a situação II Qual a hormona cuja acção pode explicar a situação anterior? Que tipo de mecanismo de retroação a envolve? 12. Nas seguintes questões assinala a opção correta: A sucessão de acontecimentos que ocorre durante o parto é A. Expulsão da placenta, expulsão do bebé e dilatação. B. Expulsão da placenta, dilatação e expulsão do bebé. C. Dilatação, expulsão da placenta e expulsão do bebé. D. Dilatação, expulsão do bebé e expulsão da placenta A função da gonadotropina coriónica humana é A. Manter a secreção de progesterona e de estrogénios pelo endométrio. B. Manter a secreção de progesterona e de estrogénios pelo corpo lúteo. C. Manter a secreção de progesterona e de estrogénios pelo folículo. D. Manter a secreção de progesterona e de estrogénios pelo corpo lúteo e pelo folículo A oxitocina estimula a produção de A. Prostaglandinas pela placenta. B. Prostaglandinas pelo córion. C. Prolactina pela placenta. D. Prolactina pelo córion. 7

8 12.4. Relativamente à regulação hormonal da gestação, parto e aleitamento A. A oxitocina produzida nos ovários induz os receptores de estrogénio no útero. B. As prostaglandinas produzidas pela placenta estimulam as contracções uterinas. C. A prolactina secretada pela hipófise posterior estimula a produção de leite. D. A oxitocina secretada pela hipófise anterior controla a libertação de leite pelas glândulas mamárias A prolactina A. É produzida pela hipófise posterior. B. Estimula a produção de leite a seguir ao parto. C. Controla a produção de leite pelas glândulas mamárias D. Estimula a produção de prostaglandinas Fim do teste! Tabela de Cotação Questão cotação Questão cotação Total

Outubro 2013 VERSÂO 1. 1. Observe a figura a lado que representa o sistema reprodutor masculino.

Outubro 2013 VERSÂO 1. 1. Observe a figura a lado que representa o sistema reprodutor masculino. BIOLOGIA 1 12º A Outubro 2013 VERSÂO 1 1. Observe a figura a lado que representa o sistema reprodutor masculino. Figura 1 1.1. Complete a legenda da figura 1. 1.2. Identifique a estrutura onde ocorre a

Leia mais

Biologia 12ºA Outubro 2013

Biologia 12ºA Outubro 2013 Biologia 12ºA Outubro 2013 1 VERSÂO 2 1. Observe a figura a lado que representa o sistema reprodutor masculino. Figura 1 1.1. Complete a legenda da figura. 1.2. Identifique a estrutura onde ocorre a maturação

Leia mais

Fecundação, desenvolvimento embrionário e gestação. Isabel Dias CEI Biologia 12

Fecundação, desenvolvimento embrionário e gestação. Isabel Dias CEI Biologia 12 Fecundação, desenvolvimento embrionário e gestação Formação de um novo ser encontro do oócito II com espermatozóides Fecundação formação de um ovo desenvolvimento contínuo e dinâmico, com a duração em

Leia mais

Lê com atenção e reflecte antes de responder. Boa sorte!

Lê com atenção e reflecte antes de responder. Boa sorte! Agrupameo de Escolas de Casquilh Escola Secundária de Casquilh 2º Teste Sumativo (90 minut) DISCIPLINA DE BIOLOGIA 12ºano Turmas A e B TEMA: Reprodução Humana e Engenharia Genética Dezembro 2013 Professora

Leia mais

Bem Explicado - Centro de Explicações Lda. C.N. 9º Ano Reprodução humana

Bem Explicado - Centro de Explicações Lda. C.N. 9º Ano Reprodução humana Bem Explicado - Centro de Explicações Lda. C.N. 9º Ano Reprodução humana Nome: Data: / / 1. Os sistemas reprodutores masculino e feminino são diferentes apesar de serem constituídos por estruturas com

Leia mais

Transmissão da Vida... Fisiologia do aparelho reprodutor Ciclos Sexuais Gravidez e Parto

Transmissão da Vida... Fisiologia do aparelho reprodutor Ciclos Sexuais Gravidez e Parto Transmissão da Vida... Fisiologia do aparelho reprodutor Ciclos Sexuais Gravidez e Parto Transmissão da Vida... - Morfologia do Aparelho Reprodutor Feminino Útero Trompa de Falópio Colo do útero Vagina

Leia mais

GAMETOGÊNESES & SISTEMAS REPRODUTORES HUMANOS PROF. CARLOS FREDERICO

GAMETOGÊNESES & SISTEMAS REPRODUTORES HUMANOS PROF. CARLOS FREDERICO GAMETOGÊNESES & SISTEMAS REPRODUTORES HUMANOS PROF. CARLOS FREDERICO GAMETOGÊNESES O processo de formação de gametas, na maioria dos animais, se dád através s da meiose e recebe a denominação de gametogênese..

Leia mais

HORMÔNIOS SEXUAIS SISTEMA ENDÓCRINO FISIOLOGIA HUMANA

HORMÔNIOS SEXUAIS SISTEMA ENDÓCRINO FISIOLOGIA HUMANA HORMÔNIOS SEXUAIS SISTEMA ENDÓCRINO FISIOLOGIA HUMANA GLÂNDULAS SEXUAIS GÔNADAS MASCULINAS = TESTÍCULOS GÔNADAS FEMININAS = OVÁRIOS PRODUZEM GAMETAS E HORMÔNIOS SEXUAIS CONTROLE HORMONAL DO SISTEMA TESTÍCULOS

Leia mais

e) O indivíduo X é o esporófito proveniente da multiplicação celular mitótica.

e) O indivíduo X é o esporófito proveniente da multiplicação celular mitótica. Aula n ọ 05 01. A meiose é um processo de divisão celular que ocorre na natureza e que visa à produção de esporos ou gametas. Esta divisão celular produz células-filhas com a metade dos cromossomos da

Leia mais

O que é gametogênese?

O que é gametogênese? O que é gametogênese? É o processo pelo qual os gametas são produzidos nos organismos dotados de reprodução sexuada. Nos animais, a gametogênese acontece nas gônadas, órgãos que também produzem os hormônios

Leia mais

BIOLOGIA 12ºano Parte I Reprodução Humana. A estrutura anatómica reprodutiva do homem

BIOLOGIA 12ºano Parte I Reprodução Humana. A estrutura anatómica reprodutiva do homem BIOLOGIA 12ºano Parte I Reprodução Humana Mitose / Meiose Mitose Processo que decorre na divisão do núcleo das células eucarióticas, pelo que se formam núcleos com o mesmo número de cromossomas do núcleo

Leia mais

Bom trabalho! FICHA DE TRABALHO BIOLOGIA 12ºANO. Grupo I ESCOLA SECUNDÁRIA DOM MANUEL MARTINS 2007/08. Tigres vs. Alunos (Descubra as diferenças!

Bom trabalho! FICHA DE TRABALHO BIOLOGIA 12ºANO. Grupo I ESCOLA SECUNDÁRIA DOM MANUEL MARTINS 2007/08. Tigres vs. Alunos (Descubra as diferenças! ESCOLA SECUNDÁRIA DOM MANUEL MARTINS 2007/08 BIOLOGIA 12ºANO FICHA DE TRABALHO Bom trabalho! Tigres vs. Alunos (Descubra as diferenças! ) Grupo I Nos estudos efectuados nos últimos anos verificou-se a

Leia mais

EXERCÌCIOS GLOBAIS. - as células 3 são duas vezes mais numerosas do que as 2; - as células 4 são duas vezes mais numerosas do que as 3;

EXERCÌCIOS GLOBAIS. - as células 3 são duas vezes mais numerosas do que as 2; - as células 4 são duas vezes mais numerosas do que as 3; EXERCÌCIOS GLOBAIS 1. Atente às figuras 1 e 2 e responda às questões que se seguem: A fig.1 mostra um corte esquemático de uma estrutura estudada e a sua análise mostra que: - as células 3 são duas vezes

Leia mais

Fisiologia Endócrina do Sistema Reprodutivo

Fisiologia Endócrina do Sistema Reprodutivo Fisiologia Endócrina do Sistema Reprodutivo Profa. Letícia Lotufo Função Reprodutiva: Diferenciação sexual Função Testicular Função Ovariana Antes e durante a gravidez 1 Diferenciação sexual Sexo Genético

Leia mais

Mas por que só pode entrar um espermatozóide no óvulo???

Mas por que só pode entrar um espermatozóide no óvulo??? Mas por que só pode entrar um espermatozóide no óvulo??? Lembre-se que os seres humanos só podem ter 46 cromossomos, sendo um par sexual, por exemplo: se dois espermatozóides com cromossomo sexual X e

Leia mais

Isabel Dias CEI Biologia 12

Isabel Dias CEI Biologia 12 Ciclo biológico do Homem A espécie humana reproduz-se sexuadamente com participação de indivíduos de sexo diferente. A recombinação genética assegura descendência com grande variabilidade. O ciclo de vida

Leia mais

BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 42 APARELHO REPRODUTOR FEMININO

BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 42 APARELHO REPRODUTOR FEMININO BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 42 APARELHO REPRODUTOR FEMININO Fixação 1) (UERJ) O gráfico abaixo ilustra um padrão de níveis plasmáticos de vários hormônios durante o ciclo menstrual da mulher. a) Estabeleça

Leia mais

(www.gineco.com.br) Com relação às alterações hormonais que ocorrem no ciclo menstrual, é correto afirmar que

(www.gineco.com.br) Com relação às alterações hormonais que ocorrem no ciclo menstrual, é correto afirmar que 01 - (Unicastelo SP) O gráfico representa os níveis de concentração dos diferentes hormônios femininos, no organismo, durante o ciclo menstrual. (www.gineco.com.br) Com relação às alterações hormonais

Leia mais

Excreção. Manutenção do equilíbrio de sal, água e remoção de excretas nitrogenadas.

Excreção. Manutenção do equilíbrio de sal, água e remoção de excretas nitrogenadas. Fisiologia Animal Excreção Manutenção do equilíbrio de sal, água e remoção de excretas nitrogenadas. Sistema urinario Reabsorção de açucar, Glicose, sais, água. Regula volume sangue ADH: produzido pela

Leia mais

09. GAMETOGÊNESE CICLO MENSTRUAL EMBRIOLOGIA

09. GAMETOGÊNESE CICLO MENSTRUAL EMBRIOLOGIA 09. GAMETOGÊNESE CICLO MENSTRUAL EMBRIOLOGIA QUESTÃO - 102 A perpetuação da vida em nosso planeta deve-se à característica mais típica dos seres vivos: sua capacidade de se reproduzir. Sobre os mecanismos

Leia mais

Biologia 12ºAno. Autor: Francisco Cubal. Unidade da Reprodução Humana até Anexos Embrionários

Biologia 12ºAno. Autor: Francisco Cubal. Unidade da Reprodução Humana até Anexos Embrionários Biologia 12ºAno Autor: Francisco Cubal Unidade da Reprodução Humana até Anexos Embrionários 1. Aparelho Reprodutor Masculino Aparelho Reprodutor Masculino Órgãos Externos Órgãos Internos Escroto (Envolve

Leia mais

Reprodução humana. Aula 01. Sistema genital masculino Sistema genital feminino Gametogênese. Espermatogênese Ovogênese UNIDADE 3 ESPÉCIE HUMANA

Reprodução humana. Aula 01. Sistema genital masculino Sistema genital feminino Gametogênese. Espermatogênese Ovogênese UNIDADE 3 ESPÉCIE HUMANA Reprodução humana UNIDADE 3 ESPÉCIE HUMANA Sistema genital masculino Sistema genital feminino Gametogênese CAPÍTULO 11 Espermatogênese Ovogênese Aula 01 1. SISTEMA GENITAL MASCULINO ÓRGÃOS DO SISTEMA GENITAL

Leia mais

APARELHO REPRODUTOR MASCULINO. É constituído pelos testículos, dutos genitais, glândulas acessórias e pênis.

APARELHO REPRODUTOR MASCULINO. É constituído pelos testículos, dutos genitais, glândulas acessórias e pênis. REPRODUÇÃO HUMANA APARELHO REPRODUTOR MASCULINO É constituído pelos testículos, dutos genitais, glândulas acessórias e pênis. TESTÍCULO O testículo produz espermatozóides e hormônio masculino e localiza-se

Leia mais

ANATOMIA E FISIOLOGIA DO SISTEMA REPRODUTOR FEMININO. Curso Inicial & Integração Novos Representantes

ANATOMIA E FISIOLOGIA DO SISTEMA REPRODUTOR FEMININO. Curso Inicial & Integração Novos Representantes ANATOMIA E FISIOLOGIA DO SISTEMA REPRODUTOR FEMININO Curso Inicial & Integração Novos Representantes 1 SISTEMA REPRODUTOR FEMININO O conjunto de órgãos do sistema reprodutor feminino tem como função principal

Leia mais

Unidade 1 - REPRODUÇÃO E MANIPULAÇÃO DA FERTILIDADE

Unidade 1 - REPRODUÇÃO E MANIPULAÇÃO DA FERTILIDADE Que modificações ocorrem no organismo feminino após a nidação? A nidação e as primeiras fases de gestação encontram-se sob estreito controlo hormonal. A hormona hcg estimula o corpo lúteo a produzir hormonas,

Leia mais

OVÁRIOS. Fonte de gametas e hormônios

OVÁRIOS. Fonte de gametas e hormônios OVÁRIOS Fonte de gametas e hormônios OVOGÊNESE No feto células germinativas multiplicamse ovogônias Cresce meiose I para na prófase I ovócito I nascimento milhares de ovócitos primários. Ovócito primário

Leia mais

FISIOLOGIA DO SISTEMA REPRODUTOR FEMININO

FISIOLOGIA DO SISTEMA REPRODUTOR FEMININO 1 UNIVERSIDADE DE CUIABÁ Atividade Presencial: estudo através de Textos e Questionários realizado em sala de aula SOBRE A FISIOLOGIA DO SISTEMA REPRODUTOR FEMININO CADA ESTUDANTE DEVERÁ IMPRIMIR E LEVAR

Leia mais

SISTEMA REPRODUTOR. Sistema reprodutor feminino

SISTEMA REPRODUTOR. Sistema reprodutor feminino SISTEMA REPRODUTOR A reprodução é de importância tremenda para os seres vivos, pois é por meio dela que os organismos transmitem suas características hereditariamente e garantem a sobrevivência de suas

Leia mais

Testículos Epidídimos URI Campus de Santo Ângelo Curso de Psicologia - Anatomofisiologia Prof. Claudio Alfredo Konrat. Prof. Claudio A.

Testículos Epidídimos URI Campus de Santo Ângelo Curso de Psicologia - Anatomofisiologia Prof. Claudio Alfredo Konrat. Prof. Claudio A. Aparelho Reprodutor Masculino Sistema Reprodutor Testículos Epidídimos URI Campus de Santo Ângelo Curso de Psicologia - Anatomofisiologia Prof. Claudio Alfredo Konrat Canais Deferentes Vesículas Seminais

Leia mais

GAMETOGÊNESE MASCULINA: ESPERMATOGÊNESE ESPERMATOGÊNESE

GAMETOGÊNESE MASCULINA: ESPERMATOGÊNESE ESPERMATOGÊNESE GAMETOGÊNESE MASCULINA: ESPERMATOGÊNESE Prof. Dr. Wellerson Rodrigo Scarano 1 ESPERMATOGÊNESE Definição Processo pelo qual se formam os gametas masculinos, os espermatozóides, a partir de células germinativas

Leia mais

CICLO OVARIANO. Estas alterações estão sob influencia dos hormônios gonadotrópicos da hipófise anterior.

CICLO OVARIANO. Estas alterações estão sob influencia dos hormônios gonadotrópicos da hipófise anterior. CICLO OVARIANO Formado por várias alterações em um ovário, os quais se repetem a intervalos mensais Estas alterações estão sob influencia dos hormônios gonadotrópicos da hipófise anterior. Principais fases

Leia mais

SISTEMA REPRODUTOR FEMININO. Professor: João Paulo

SISTEMA REPRODUTOR FEMININO. Professor: João Paulo SISTEMA REPRODUTOR FEMININO Professor: João Paulo SISTEMA REPRODUTOR FEMININO É constituído por: uma vulva (genitália externa), uma vagina, um útero, duas tubas uterinas (ovidutos ou trompas de Falópio),

Leia mais

EMBRIOLOGIA HUMANA. -Disciplina: Genética e Embriologia. -Profª: Ana Cristina Confortin -2014/1

EMBRIOLOGIA HUMANA. -Disciplina: Genética e Embriologia. -Profª: Ana Cristina Confortin -2014/1 EMBRIOLOGIA HUMANA -Disciplina: Genética e Embriologia -Profª: Ana Cristina Confortin -2014/1 ÚTERO * Compreender a estrutura do tero é base para compreensão dos ciclos reprodutivos e da implantação do

Leia mais

Exercícios de Biologia Divisões Celulares - Gametogênese

Exercícios de Biologia Divisões Celulares - Gametogênese Exercícios de Biologia Divisões Celulares - Gametogênese Esta lista foi feita para complementar as vídeo-aulas sobre Divisões Celulares disponibilizadas em Parceria com O Kuadro www.okuadro.com TEXTO PARA

Leia mais

1. (Ufg 2014) Analise a figura a seguir que representa a gástrula, uma estrutura embrionária.

1. (Ufg 2014) Analise a figura a seguir que representa a gástrula, uma estrutura embrionária. 1. (Ufg 2014) Analise a figura a seguir que representa a gástrula, uma estrutura embrionária. Considerando a figura: a) denomine os folhetos embrionários primordiais X, Y e Z, respectivamente, e identifique

Leia mais

GAMETOGÊNESE. especializadas chamadas de GAMETAS. As células responsáveis pela formação desses gametas são chamadas de GÔNIAS

GAMETOGÊNESE. especializadas chamadas de GAMETAS. As células responsáveis pela formação desses gametas são chamadas de GÔNIAS Embriologia GAMETOGÊNESE É o processo de formação e desenvolvimento de células especializadas chamadas de GAMETAS As células responsáveis pela formação desses gametas são chamadas de GÔNIAS Espermatogônias

Leia mais

ATENÇÃO. Enunciado de Prova Escrita de Avaliação Sumativa

ATENÇÃO. Enunciado de Prova Escrita de Avaliação Sumativa Enunciado de Prova Escrita de Avaliação Sumativa Ano Lectivo: 2008/2009 Disciplina: Biologia Ano: 12º Turma: CT Curso: C.H. - C.T. Duração: 90 min. Data: 24 / 10 /2008 Docente: Catarina Reis NOTA: Todas

Leia mais

O que é a sexualidade?

O que é a sexualidade? O que é a sexualidade? Desde cedo, tendo em conta as características do nosso corpo, é-nos atribuído um sexo: Possuem um pénis. Masculino Feminino Possuem uma vagina. Caracteres sexuais primários Apresentam

Leia mais

Professor Fernando Stuchi

Professor Fernando Stuchi REPRODUÇÃO Aulas 2 a 5 1º Bimestre Professor Fernando Stuchi Seres Vivos Segundo a Teoria Celular, todos os seres vivos (animais e vegetais) são constituídos por células (exceção dos vírus que não possuem

Leia mais

SISTEMA GENITAL MASCULINO. Testículos

SISTEMA GENITAL MASCULINO. Testículos SISTEMA GENITAL MASCULINO Testículos - São as gônadas ou glândulas sexuais masculinas. Estes encontram-se alojados numa bolsa de pele, o escroto (saco escrotal); - Na fase embrionária estão dentro da cavidade

Leia mais

Quais hormônios regulam a ovogênese?

Quais hormônios regulam a ovogênese? Controle Endócrino da Ovogênese Ciclo Sexual Feminino Prof. Dr. Wellerson Rodrigo Scarano Departamento de Morfologia 1 Quais hormônios regulam a ovogênese? 2 1 CONTROLE HORMONAL DA OVOGÊNESE A ovogênese

Leia mais

Hipófise (ou glândula Pituitária)

Hipófise (ou glândula Pituitária) Sistema Hormonal Sistema Hormonal O sistema endócrino é formado pelo conjunto de glândulas endócrinas, as quais são responsáveis pela secreção de substância denominadas hormonas. As glândulas endócrinas

Leia mais

A g r u p a m e n t o d e E s c o l a s A n t ó n i o S é r g i o V. N. G a i a E S C O L A S E C U N D Á R I A / 3 A N T Ó N I O S É R G I O

A g r u p a m e n t o d e E s c o l a s A n t ó n i o S é r g i o V. N. G a i a E S C O L A S E C U N D Á R I A / 3 A N T Ó N I O S É R G I O A g r u p a m e n t o d e E s c o l a s A n t ó n i o S é r g i o V. N. G a i a E S C O L A S E C U N D Á R I A / 3 A N T Ó N I O S É R G I O BIOLOGIA Módulo 1 12º CTec CURSO CIENTÍFICO-HUMANÍSTICO DE

Leia mais

Sistema genital feminino pudendo feminino lábios maiores lábios menores clitóris vestíbulo vaginal clitóris uretra

Sistema genital feminino pudendo feminino lábios maiores lábios menores clitóris vestíbulo vaginal clitóris uretra Sistema Reprodutor 1. Sistema genital feminino a) Órgãos - Clítoris - Vagina - Útero - Tubas uterinas - Ovários b) Hormônios sexuais femininos c) Controle hormonal do ciclo menstrual d) Fecundação O sistema

Leia mais

Sistema endócrino I. As células produtoras de hormônios estão geralmente reunidas em órgãos denominados glândulas endócrinas.

Sistema endócrino I. As células produtoras de hormônios estão geralmente reunidas em órgãos denominados glândulas endócrinas. RESUMO DE AULA Sistema endócrino I O funcionamento e equilíbrio fisiológico do corpo humano dependem em parte da comunicação entre as células por meio de mensageiros químicos denominados de hormônios.

Leia mais

Utilize-se das informações acima e de seus conhecimentos sobre esse assunto e assinale a melhor resposta a ser fornecida pelo ginecologista:

Utilize-se das informações acima e de seus conhecimentos sobre esse assunto e assinale a melhor resposta a ser fornecida pelo ginecologista: Avaliação: Aluno: Data: Ano: Turma: Professor: Biologia Questão 1 A questão da fertilização é muito discutida hoje na mídia, principalmente em programas que visam a informação para leigos interessados

Leia mais

Tipos de óvulos: os óvulos possuem uma substancia de reserva nutritiva chamada vitelo, de acordo com a quantidade e a distribuição do vitelo, os

Tipos de óvulos: os óvulos possuem uma substancia de reserva nutritiva chamada vitelo, de acordo com a quantidade e a distribuição do vitelo, os Embriologia Embriologia é a parte da Biologia que estuda as transformações que se processa no embrião, desde a formação da célula-ovo até o nascimento. Tipos de óvulos: os óvulos possuem uma substancia

Leia mais

LICENCIATURA EM ENGª DA PRODUÇÃO ANIMAL ENDOCRINOLOGIA MECANISMO DE ACÇÃO HORMONAL DOCENTE RESPONSÁVEL PAULA AZEVEDO paula.azevedo@esa.ipsantarem.pt 1 MECANISMO DE ACÇÃO HORMONAL Glândula endócrina glândula

Leia mais

Ciclo Sexual ou Estral dos Animais Domésticos Prof. Dr. Wellerson Rodrigo Scarano Departamento de Morfologia Instituto de Biociências de Botucatu

Ciclo Sexual ou Estral dos Animais Domésticos Prof. Dr. Wellerson Rodrigo Scarano Departamento de Morfologia Instituto de Biociências de Botucatu Controle Hormonal da Gametogênese Feminina Ciclo Sexual ou Estral dos Animais Domésticos Prof. Dr. Wellerson Rodrigo Scarano Departamento de Morfologia Instituto de Biociências de Botucatu Ovários Formato

Leia mais

Escola Básica Vasco da Gama de Sines A REPRODUÇÃO HUMANA

Escola Básica Vasco da Gama de Sines A REPRODUÇÃO HUMANA Página1 A REPRODUÇÃO HUMANA Reprodução sexuada e dimorfismo sexual A reprodução é uma função dos seres vivos que permite dar origem a outros seres da mesma espécie. Reprodução sexuada Na espécie humana

Leia mais

Nome Nº Turma Data / /20. Avaliação NS S SB EX

Nome Nº Turma Data / /20. Avaliação NS S SB EX Teste Avaliação Ciências Naturais 9º Ano Nome Nº Turma Data / /20 Classificação Competências Conhecimento Raciocínio Comunicação (Língua Materna) Avaliação NS S SB EX Cotação % Professor(a) Enc. de Educação

Leia mais

ZOOLOGIA E HISTOLOGIA ANIMAL

ZOOLOGIA E HISTOLOGIA ANIMAL ZOOLOGIA E HISTOLOGIA ANIMAL Sistema Endócrino Prof. Fernando Stuchi Introdução Os mensageiros químicos do corpo (hormônios) são produzidos pelas glândulas endócrinas ou glândulas de secreção interna,

Leia mais

ZOOLOGIA E HISTOLOGIA ANIMAL

ZOOLOGIA E HISTOLOGIA ANIMAL ZOOLOGIA E HISTOLOGIA ANIMAL Sistema Endócrino Prof. Fernando Stuchi Introdução à Endocrinologia As múltiplas atividades das células, tecidos e órgãos do corpo são coordenadas pelo inter-relacionamento

Leia mais

REPRODUÇÃO HUMANA. Profª Fernanda Biazin

REPRODUÇÃO HUMANA. Profª Fernanda Biazin REPRODUÇÃO HUMANA Profª Fernanda Biazin Puberdade: período de transição do desenvolvimento humano, correspondente à passagem da fase da infância para adolescência. Alterações morfológicas e fisiológicas

Leia mais

Puberdade Normal. Mª Joana Santos, Olinda Marques Serviço de Endocrinologia - Hospital de Braga

Puberdade Normal. Mª Joana Santos, Olinda Marques Serviço de Endocrinologia - Hospital de Braga Puberdade Normal Mª Joana Santos, Olinda Marques Serviço de Endocrinologia - Hospital de Braga Definição Fase do processo contínuo de desenvolvimento, que vai desde o início dos primeiros sinais pubertários

Leia mais

1- REPRODUÇÃO HUMANA

1- REPRODUÇÃO HUMANA 1- REPRODUÇÃO HUMANA 1.1 O que é a Sexualidade? Sexualidade: a energia que encontra a sua expressão física, psicológica e social no desejo de contacto, ternura e amor. Caracteres sexuais primários: órgãos

Leia mais

Resumo Aula 5- Estrutura e Função dos Sistemas Endócrino e Reprodutor. Funções corporais são reguladas por dois sistemas principais: Sistema Nervoso

Resumo Aula 5- Estrutura e Função dos Sistemas Endócrino e Reprodutor. Funções corporais são reguladas por dois sistemas principais: Sistema Nervoso Curso - Psicologia Disciplina: Bases Biológicas do Comportamento Resumo Aula 5- Estrutura e Função dos Sistemas Endócrino e Reprodutor Sistema Endócrino Funções corporais são reguladas por dois sistemas

Leia mais

CIÊNCIAS MORFOFUNCIONAIS DO SISTEMA REPRODUTOR ESTUDO DIRIGIDO 3

CIÊNCIAS MORFOFUNCIONAIS DO SISTEMA REPRODUTOR ESTUDO DIRIGIDO 3 CIÊNCIAS MORFOFUNCIONAIS DO SISTEMA REPRODUTOR ESTUDO DIRIGIDO 3 1. (Unir-RO) Sobre a reprodução humana, todos os itens abaixo estão corretos, exceto: a) A fecundação ocorre no útero. b) A espermatogênese

Leia mais

Embriologia: É a parte da Biologia que estuda as transformações que se tem no embrião, desde a formação da célula-ovo até o nascimento.

Embriologia: É a parte da Biologia que estuda as transformações que se tem no embrião, desde a formação da célula-ovo até o nascimento. Embriologia Embriologia: É a parte da Biologia que estuda as transformações que se tem no embrião, desde a formação da célula-ovo até o nascimento. Fecundação Mitoses sucessivas; Crescimento celular: Zigoto:

Leia mais

BIOLOGIA - 3 o ANO MÓDULO 37 REPRODUTOR MASCULINO

BIOLOGIA - 3 o ANO MÓDULO 37 REPRODUTOR MASCULINO BIOLOGIA - 3 o ANO MÓDULO 37 REPRODUTOR MASCULINO Bexiga urinária Vesícula seminal Canal deferente Osso Púbis Pênis Uretra Corpos cavernosos Glande peniana Prepúcio Escroto Testículo Glândula bulbouretal

Leia mais

Glândulas endócrinas:

Glândulas endócrinas: SISTEMA ENDOCRINO Glândulas endócrinas: Funções: Secreções de substâncias (hormônios) que atuam sobre célula alvo Regulação do organismo (homeostase) Hormônios: Substâncias químicas que são produzidas

Leia mais

Exercícios de Reprodução Comparada

Exercícios de Reprodução Comparada Exercícios de Reprodução Comparada Material de apoio do Extensivo 1. (PUC) Os seres vivos podem reproduzir-se sexuada ou assexuadamente. Sobre este assunto, destaque a afirmativa correta: a) A reprodução

Leia mais

Posso fazer a barba?

Posso fazer a barba? A UU L AL A Posso fazer a barba? Você estudou na Aula 6 as transformações que acontecem durante a puberdade feminina. Agora chegou a hora de falarmos da puberdade masculina. Para os meninos, a puberdade

Leia mais

Minha filha está ficando uma moça!

Minha filha está ficando uma moça! Minha filha está ficando uma moça! A UU L AL A O que faz as meninas se transformarem em mulheres? O que acontece com seu corpo? Em geral, todos nós, homens e mulheres, somos capazes de lembrar muito bem

Leia mais

BIOLOGIA - 3 o ANO MÓDULO 41 EMBRIOLOGIA: FECUNDAÇÃO

BIOLOGIA - 3 o ANO MÓDULO 41 EMBRIOLOGIA: FECUNDAÇÃO BIOLOGIA - 3 o ANO MÓDULO 41 EMBRIOLOGIA: FECUNDAÇÃO Membrana que impede a penetração de outros espermatozóides Fusão das membranas plasmáticas do óvulo e do espermatozóide Núcleo do espermatozóide no

Leia mais

Conhecer a morfologia do complexo hipotálamo-hipófise.

Conhecer a morfologia do complexo hipotálamo-hipófise. Conhecer a morfologia do complexo hipotálamo-hipófise. Compreender o mecanismo de regulação do hipotálamo sobre a hipófise. Conhecer a ação das principais hormonas sexuais femininas estrogénios e progesterona.

Leia mais

SISTEMA ENDÓCRINO - HORMONAL

SISTEMA ENDÓCRINO - HORMONAL SISTEMA ENDÓCRINO - HORMONAL As funções corporais são reguladas por dois grandes sistemas de controle: 1. Sist. Nervoso 2. Sist. Hormonal ou Endócrino envolvido com: - diferentes funções metabólicas -

Leia mais

Reprodução Humana Assistida 2011/2012

Reprodução Humana Assistida 2011/2012 Reprodução Humana Assistida 2011/2012 HORMONAS SEXUAIS HIPOFIOTRÓFICAS HORMONAS PRODUZIDAS PELA HIPÓFISE ANTERIOR Reprodução Humana Assistida (2011-2012) Acção das Hormonas Sexuais Fisiologia da Reprodução

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Ciências Aeronáuticas. Sistema Endócrino. Prof. Raimundo Júnior M.Sc.

Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Ciências Aeronáuticas. Sistema Endócrino. Prof. Raimundo Júnior M.Sc. Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Ciências Aeronáuticas Sistema Endócrino Prof. Raimundo Júnior M.Sc. Sistema Hormonal atua como um sistema de controle e regulação (assim como o

Leia mais

7ª série / 8º ano 2º bimestre U. E. 10

7ª série / 8º ano 2º bimestre U. E. 10 7ª série / 8º ano 2º bimestre U. E. 10 Tipos de reprodução Reprodução é a capacidade que os seres vivos têm de gerar descendentes da mesma espécie. A união dos gametas é chamada fecundação, ou fertilização,

Leia mais

GAMETOGÊNESE E INTERAÇÃO HORMONAL: ESPERMATOGÊNESE E OVOGÊNESE

GAMETOGÊNESE E INTERAÇÃO HORMONAL: ESPERMATOGÊNESE E OVOGÊNESE GAMETOGÊNESE E INTERAÇÃO HORMONAL: ESPERMATOGÊNESE E OVOGÊNESE Professora: Valeska Silva Lucena valeskasl@hotmail.com OBJETIVOS Conhecer o que é gametogênese; Reconhecer a importância da gametogênese e

Leia mais

BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 43 MÉTODOS CONTRACEPTIVOS

BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 43 MÉTODOS CONTRACEPTIVOS BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 43 MÉTODOS CONTRACEPTIVOS Como pode cair no enem? (UFC) A pílula do dia seguinte é composta de hormônios, os mesmos da pílula anticoncepcional comum, só que em doses mais elevadas.

Leia mais

Na figura, a seta indica o I. Essa estrutura mantém-se ativa durante a gravidez, pois produz II, que III.

Na figura, a seta indica o I. Essa estrutura mantém-se ativa durante a gravidez, pois produz II, que III. 21 d Assinale a alternativa correta a respeito da origem da vida. a) Ao simular as características da atmosfera primitiva em seu aparelho, Miller contribuiu para a confirmação da teoria de abiogênese.

Leia mais

Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa Instituto Politécnico de Lisoba MODELO DE QUESTÕES DA PROVA ESPECÍFICA DE BIOLOGIA

Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa Instituto Politécnico de Lisoba MODELO DE QUESTÕES DA PROVA ESPECÍFICA DE BIOLOGIA Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa Instituto Politécnico de Lisoba MODELO DE QUESTÕES DA PROVA ESPECÍFICA DE BIOLOGIA Concurso especial para maiores de 23 anos Ano Lectivo 2009/2010 NOTA:

Leia mais

Biologia Professor Vianna 2ª série / 1º trimestre

Biologia Professor Vianna 2ª série / 1º trimestre Biologia Professor Vianna 2ª série / 1º trimestre Módulo 1 EMBRIOLOGIA 1 Atualmente já existem protocolos de pesquisa utilizando células-tronco embrionárias na busca de tratamento para várias doenças humanas,

Leia mais

1º Período. Subtemas Competências essenciais específicas Conceitos Estratégias Blocos. -Saúde -Esperança média de vida; -Prevenção da saúde;

1º Período. Subtemas Competências essenciais específicas Conceitos Estratégias Blocos. -Saúde -Esperança média de vida; -Prevenção da saúde; Saúde individual e comunitária 1º Período Indicadores do estado de saúde de uma população Medidas de ação para a promoção da saúde Compreender o conceito de saúde; Conhecer os indicadores do estado de

Leia mais

Sistema reprodutor masculino

Sistema reprodutor masculino Sistema reprodutor masculino O sistema reprodutor masculino é composto por: Testículos Vias espermáticas Glândulas anexas Pênis Saco escrotal Assim como o pênis está localizado externamente ao corpo,

Leia mais

29/03/2012. Biologia. Principais glândulas endócrinas humanas

29/03/2012. Biologia. Principais glândulas endócrinas humanas Biologia Tema: Módulo 01: Anatomia e fisiologia Marcos Vinícius Introdução É um sistema que juntamente com o sistema nervoso atua no controle das funções gerais do nosso organismo. É representado pelos

Leia mais

Sistema Endócrino: controle hormonal

Sistema Endócrino: controle hormonal Sistema Endócrino: controle hormonal Todos os processos fisiológicos estudados até agora, como digestão, respiração, circulação e excreção, estão na dependência do sistema que fabrica os hormônios. O sistema

Leia mais

Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - UFVJM. Fisiologia Endócrina. Introdução ao Sistema Endócrino

Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - UFVJM. Fisiologia Endócrina. Introdução ao Sistema Endócrino Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - UFVJM Fisiologia Endócrina Introdução ao Sistema Endócrino Prof. Wagner de Fátima Pereira Departamento de Ciências Básicas Faculdade de Ciências

Leia mais

AGRUPAMENTO DE CLARA DE RESENDE COD. 346 779 COD. 152 870

AGRUPAMENTO DE CLARA DE RESENDE COD. 346 779 COD. 152 870 CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO (Aprovados em Conselho Pedagógico, 21 outubro de 2014) CIÊNCIAS NATURAIS 9º ano de escolaridade Saúde Individual e comunitária Indicadores do estado de saúde de uma população

Leia mais

FISIOLOGIA ENDÓCRINA

FISIOLOGIA ENDÓCRINA EXERCÍCIOS DE APRENDIZAGEM FISIOLOGIA ENDÓCRINA 01. Os chamados hormônios trópicos da hipófise são aqueles que estimulam: a) o desenvolvimento e a função de outras glândulas b) a produção e a eliminação

Leia mais

CURSOS ESPECIAIS MED - 03

CURSOS ESPECIAIS MED - 03 Méd Aplicada - Profa. Emanuelli CURSOS ESPECIAIS MED - 03 REPRODUÇÃO HUMANA 01-(UNIFESP-08) Louise Brown nasceu em julho de 1978, em Londres, e foi o primeiro bebê de proveta, por fecundação artificial

Leia mais

DIFERENCIAÄÅO DIFERENCIAÄÅO SEXUALSEXUAL

DIFERENCIAÄÅO DIFERENCIAÄÅO SEXUALSEXUAL DIFERENCIAÄÅO DIFERENCIAÄÅO SEXUALSEXUAL Desenvolvimento de gçnadas e de sexuais internos e externos sexo genütico - sexo gonádico - sexo fenotàpico ÉrgÑos 1 Os cromossomos sexuais determinam o sexo genético

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL - UNISC DEPARTAMENTO DE FARMÁCIA DISCIPLINA DE FISIOLOGIA GERAL HORMÔNIOS MASCULINOS

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL - UNISC DEPARTAMENTO DE FARMÁCIA DISCIPLINA DE FISIOLOGIA GERAL HORMÔNIOS MASCULINOS UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL - UNISC DEPARTAMENTO DE FARMÁCIA DISCIPLINA DE FISIOLOGIA GERAL HORMÔNIOS MASCULINOS Andiara Onizzolo Marques Isadora Schmachtenberg Manoela Zaccani Maristela Ullrich

Leia mais

UNOCHAPECÓ Disciplina: Genética e Embriologia Professora: Ana Cristina Confortin 2014/01 1) Introdução A Embriologia, é a parte da Biologia que estuda a formação e o desenvolvimento do embrião. Didaticamente

Leia mais

REPRODUÇÃO HUMANA. Lásaro Henrique

REPRODUÇÃO HUMANA. Lásaro Henrique REPRODUÇÃO HUMANA Lásaro Henrique GAMETOGÊNESE Processo de formação de gametas. Pode ser: Espermatogênese Ovulogênese ESPERMATOGÊNESE Ocorre nos tubos seminíferos,das paredes para a luz de cada tubo. ETAPAS

Leia mais

2. Numa observação ao microscópio ótico, que peça deves rodar para obteres uma imagem nítida e bem focada?

2. Numa observação ao microscópio ótico, que peça deves rodar para obteres uma imagem nítida e bem focada? Este teste é constituído por 20 questões que abordam diversas temáticas da Biologia. Lê-as atentamente e seleciona a opção correta unicamente na Folha de Respostas, marcando-a com um X no quadrado respetivo.

Leia mais

Embriologia humana: primeira semana de desenvolvimento embrionário

Embriologia humana: primeira semana de desenvolvimento embrionário Embriologia humana: primeira semana de desenvolvimento embrionário Prof. Dr. Daniel F. P. Vasconcelos (Professor Adjunto de Histologia e Embriologia Colegiado de Biomedicina Campus de Parnaíba - UFPI )

Leia mais

REPRODUÇÃO HUMANA: FECUNDAÇÃO

REPRODUÇÃO HUMANA: FECUNDAÇÃO Autores: Priscila Mayumi Kashiwabara Ana Beatriz Vitiritti Débora Frigi Rodrigues Dimitson Ferreira de Oliveira Elisama Silva de Oliveira Márcio Moreno REPRODUÇÃO HUMANA: FECUNDAÇÃO Contexto: Esta aula

Leia mais

Guia do Professor. Introdução

Guia do Professor. Introdução Objeto de Aprendizagem Regulação da liberação dos hormônios sexuais masculinos Á rea do conhecimento: Biologia Guia do Professor Um dos aspectos mais interessantes das TIC é sua natureza acultural, pois

Leia mais

Resoluções de Exercícios

Resoluções de Exercícios Resoluções de Exercícios BIOLOGIA IV 01 Embriologia Humana A espermatogônia é uma célula diploide (2n) e o espermatócito II é uma célula haploide (n), portanto, a espermatogônia terá o dobro do número

Leia mais

a) multiplicação de células, através de mitoses sucessivas.

a) multiplicação de células, através de mitoses sucessivas. Embbr ri iiool llooggi iiaa Huumaannaa... 1 Introdução... 1 Gastrulação... 1 Tipos de óvulos (ovos): classificação e ocorrência.... 2 Tipos de clivagem:... 2 Fases do Desenvolvimento... 3 Destino dos Folhetos

Leia mais

3º ano-lista de exercícios-reprodução humana

3º ano-lista de exercícios-reprodução humana 1. (Udesc) Observe o gráfico a seguir em que estão representadas as curvas de crescimento (médias) de diferentes partes do corpo. (HARRISON, G. A. et al., apud SANTOS, M. A. dos. BIOLOGIA EDUCACIONAL.

Leia mais

SISTEMA REPRODUTOR MASCULINO

SISTEMA REPRODUTOR MASCULINO SISTEMA REPRODUTOR MASCULINO Anatomia Genitália externa: pênis e bolsa escrotal; Órgãos reprodutores internos: testículos culos, epidídimos dimos, ductos(deferente, ejaculador e uretra) e as glândulas

Leia mais