UECE-PROPLAN-NIT. Junho de 2012 PRÊMIO ODEBRECHT DE PESQUISA HISTÓRICA CLARIVAL DO PRADO VALLADARES

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UECE-PROPLAN-NIT. Junho de 2012 PRÊMIO ODEBRECHT DE PESQUISA HISTÓRICA CLARIVAL DO PRADO VALLADARES"

Transcrição

1

2 PRÊMIO ODEBRECHT DE PESQUISA HISTÓRICA CLARIVAL DO PRADO VALLADARES INSCRIÇÕES: até 29 de junho. OBJETIVO: incentivar, mediante patrocínio financeiro, a pesquisa histórica e a produção editorial que, pela originalidade e ineditismo, representem efetiva contribuição para a historiografia do Brasil, ampliando o conhecimento e a compreensão da história econômica, da evolução sociopolítica e da criação artística brasileiras, enriquecendo o acervo documental do país sobre fatos, processos e indivíduos cuja memória deva ser resgatada, difundida e preservada. PÚBLICO-ALVO: trabalhos inéditos cujo enfoque não guarda semelhanças com as iniciativas já publicadas. PRÊMIO: publicação em forma de livro, em texto documentário, ou analítico, acompanhado de ilustrações, com o apurado tratamento gráfico que caracteriza a coleção de Edições culturais Odebrecht MAIS INFORMAÇÕES:

3 CHAMADA UNIVERSAL MCTI/CNPQ Nº 14/2012 INSCRIÇÕES: até 02 de julho. OBJETIVO: apoiar projetos de pesquisa científica e tecnológica que visem contribuir significativamente para o desenvolvimento científico e tecnológico do País, em qualquer área do conhecimento. PÚBLICO-ALVO: doutor, com vinculo formal com instituição de ensino superior, institutos e centros de pesquisa e desenvolvimento, públicos ou privados sem fins lucrativos, empresas públicas, que executem atividades de pesquisa em Ciência, Tecnologia ou Inovação; candidatos aposentado podem participar, desde que com título de doutor. VALOR: Faixa A até ,00, Faixa B de R$ ,00 a R$ ,00, Faixa C de R$ ,00 até R$ ,00. MAIS INFORMAÇÕES:

4 EDITAL DE INTERCÂMBIO Nº 01/2012 MINISTÉRIO DA CULTURA INSCRIÇÕES: Viagens Previstas Inscrições até: setembro 02 de julho OBJETIVO: processo seletivo de candidaturas à percepção de apoio financeiro para participação em eventos culturais nacionais e internacionais, promovendo a difusão e o intercâmbio da cultura brasileira nas áreas das artes visuais, do circo, da dança, do teatro, da música, do audiovisual, da memória, do movimento social negro, do patrimônio cultural, das novas mídias, do design, dos serviços criativos, das humanidades, da diversidade cultural e de outras expressões culturais consideradas relevantes. PÚBLICO-ALVO: artistas, técnicos, agentes culturais e estudiosos da cultura brasileira: brasileiros ou estrangeiros com residência permanente no Brasil. Os pedidos poderão ser apresentados por pessoa física, grupo ou instituição cultural privada sem finalidade lucrativa. CATEGORIAS: Categoria Grupo e Categoria Individual. VALORES: valores destinados a este certame serão de R$ ,00 (três milhões e trezentos mil reais). Serão distribuídos em percentuais iguais, havendo a disponibilidade mínima de R$ ,00 (quinhentos e cinquenta mil e reais) para cada período. MAIS INFORMAÇÕES:

5 EDITAL DE CONCURSO Nº 01/2012 PRÊMIO DE INCENTIVO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA PARA O SUS XI EDIÇÃO ANO 2012 INSCRIÇÕES: até 06 de julho. OBJETIVO: incentivar a produção de trabalhos técnico-científicos na área de ciência e tecnologia, de interesse do SUS. PÚBLICO-ALVO: candidatos com teses de doutorado; com dissertações de mestrado; com artigos científicos ou texto completo publicado em revista científica indexada; e concludentes de especialização ou residência que possuam monografia; Tais trabalhos devem ter sido aprovados no período de 13 de junho de 2011 a 20 de maio de CATEGORIAS/PRÊMIOS: Tese de Doutorado R$ ,00 (vinte mil reais); Dissertação de Mestrado R$ ,00 (quinze mil reais); Trabalho científico publicado R$ ,00 (quinze mil reais); Monografia R$ ,00 (dez mil reais). TEMAS: Ciência e Tecnologia em Saúde, potencial de incorporação pelo SUS e serviços de saúde. MAIS INFORMAÇÕES:

6 PRÊMIO MERCOSUL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA 2012 INSCRIÇÕES: até 09 de julho. OBJETIVO: reconhecer e premiar os melhores trabalhos de estudantes, jovens pesquisadores e equipes de pesquisa, que representem potencial contribuição para o desenvolvimento científico e tecnológico dos países membros e associados ao MERCOSUL. Contribuir para o processo de integração regional entre os países membros e associados, mediante o incremento na difusão das realizações e dos avanços no campo do desenvolvimento científico e tecnológico. PÚBLICO-ALVO/CATEGORIAS: Iniciação Científica estudantes do ensino médio, inclusive da modalidade de Educação de Jovens e Adultos, de escolas públicas e privadas; Estudante Universitário categoria individual para os estudantes que estejam cursando o ensino superior (graduandos), sem limite de idade; Jovem Pesquisador categoria individual para pesquisadores com ensino superior completo, que tenham no máximo até 35 anos de idade; Integração - para equipes com ensino superior completo, sem limite de idade. Todos os candidatos ao prêmio devem estar vinculados ao MERCOSUL, seja pela nacionalidade, naturalidade ou pela residencia nos países membros e associados. TEMAS: Inovação tecnológica na Saúde - prevenção, tratamento, desenvolvimento de vacinas, diagnósticos, medidas sanitárias e novas tecnologias biomédicas e farmacêuticas para enfermidades relevantes; PRÊMIOS: Iniciação científica US$ 2.000,00; Estudante Universitário US$ 3.500,00; Jovem Pesquisador US$ 5.000,00 e; Integração US$ ,00; MAIS INFORMAÇÕES:

7 PROGRAMA CAPES-COFECUB EDITAL Nº 020/2012 INSCRIÇÕES: até 10 de julho. OBJETIVO: selecionar projetos conjuntos de pesquisa para início das atividades no anos de 2013 nas diversas áreas de conhecimento objetivando o intercâmbio científico entre Instituições de Ensino Superior (IES) do Brasil e da França e à formação de recursos humanos de alto nível nos dois países. PÚBLICO-ALVO: programas de doutorado avaliados pela CAPES, com equipe brasileira do projeto composta de no mínimo 4 (quatro) doutores, sendo a coordenação brasileira exercida por docente brasileiro com título de doutor obtido há pelo menos 5 (cinco) anos. BENEFÍCIOS: Missões de trabalho Diárias a membros da equipe francesa, de 10 a 21 dias, no valor de R$ 240,00; Auxílio deslocamento para até 2 membros da equipe brasileira por ano. Missões de estudo Bolsa no Exterior no valor de 1.300,00/mês para Doutorado sanduíche e 2.100,00/mês para Pós-doutorado; Auxílio instalação no valor de 110,00/mês para estágios de duração superior a 4 meses; seguro saúde no valor de 70,00/mês; Auxílio deslocamento no valor de US$ 1.706,00, para bolsas de estudos de 4 meses, US$ 3.412,00 para bolsas de estudos de 10 meses. MAIS INFORMAÇÕES:

8 CONCURSO NACIONAL DE MONOGRAFIAS CONSELHEIRO HENRIQUE SANTILLO TRIBUNAL DE CONTAS DE GOIÁS INSCRIÇÕES: até 30 de julho. OBJETIVO: fomentar a pesquisa voltada para a otimização da Administração Pública, com ênfase nos mecanismos de controle da atuação estatal, identificar experiências bem-sucedidas na área e selecionar políticas e ações que possam ser adotadas por governos e sociedade. PÚBLICO-ALVO: trabalhos individuais e em grupo, de candidatos de qualquer nacionalidade e formação acadêmica (graduação e pós-graduação). Candidatos portadores de diploma de instituições de ensino superior reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC). CATEGORIAS: Servidores do TCE-GO monografias produzidas por servidor(es) que estejam regularmente lotado(s) e em exercício no TCO de GO, com no mínimo diploma de graduação. Profissionais monografias produzidas por candidatos que tenham, no mínimo, diploma de graduação. TEMAS: Tema 1 Controle social e combate à corrupção ; Tema 2 Controles interno e externo ; e Tema 3 Tecnologia da Informação e controle de contas ; PRÊMIOS: Servidores 1º Lugar: R$ 8.000,00 (oito mil reais) e 2º Lugar: R$ 4.000,00 (quatro mil reais); Profissionais 1º Lugar: R$ ,00 (doze mil reais) e 2º Lugar: R$ 6.000,00 (seis mil reais). MAIS INFORMAÇÕES:

9 PRÊMIO CELSO FURTADO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL INSCRIÇÕES: até 31 de julho. OBJETIVO: promover a reflexão, do ponto de vista teórico e prático, acerca do desenvolvimento regional no Brasil, envolvendo o poder público e a sociedade civil organizada na discussão e na identificação de medidas concretas para a redução das desigualdades de nível de vida entre as regiões brasileiras e a promoção da equidade no acesso a oportunidades de desenvolvimento. CATEGORIAS E PÚBLICO-ALVO: Categoria I Produção do Conhecimento Acadêmico teses de doutorado e dissertações de mestrado (já aprovadas por banca examinadora), com temas para o aprofundamento do conhecimento da questão regional brasileira ou para a implementação de ações comprometidas com a redução das desigualdades regionais; Categoria II Práticas Exitosas de produção e Gestão Institucional: relatos de experiências em andamento, com resultados positivos concretos, implementadas por instituições governamentais das esferas federal, estadual ou municipal, por entidades privadas e pela sociedade civil, que tenham gerado mudanças estruturais e transformações no território onde está instalada. PRÊMIOS: Categoria I 1º Lugar: Tese de doutorado: R$ ,00 (vinte e sete mil e novecentos reais); Dissertação de Mestrado R$ ,00 (dezoito mil e seiscentos reais); 2º Lugar: Tese de doutorado R$ ,00 (treze mil novecentos e cinquenta) e; Dissertação de Mestrado R$ 9.300,00 (nove mil e trezentos reais); Categoria II 1º Lugar: R$ ,00 (quarenta e seis mil e quinhentos reais); 2º Lugar: R$ ,00 (vinte e três mil, duzentos e cinquenta reais). MAIS INFORMAÇÕES:

10 MAIS INFORMAÇÕES: UECE-PROPLAN-NIT INSCRIÇÕES: até 16 de agosto. PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO 15ª EDIÇÃO OBJETIVO: reconhecer e divulgar esforços inovadores realizados por empresas, instituições sem fins lucrativos e inventores brasileiros, desenvolvidos no Brasil e já aplicados no País ou no exterior. PÚBLICO-ALVO: empresas ou Instituições de Ciências e Tecnologia (ICTs), públicas ou privadas, OSCIPs e Organizações não Governamentais (ONGs) com sede no País e que tenham a inovação como elemento relevante em suas estratégias de atuação há pelo menos 3 (três) anos. CATEGORIAS: Etapa Regional - Micro/Pequena Empresa (MPE); Média Empresa (ME); ICT; Tecnologia Assistiva (TA) e Inventor Inovador (II), Inovação Sustentável (IS), Tecnologia Social (TS). Etapa Nacional Grande Empresa (GE), Inovar Fundos (IF) e demais categorias. PRÊMIO: Etapa Regional Etapa Nacional j MPE até R$200 mil até R$200 mil ME até R$300 mil até R$300 mil GE - até R$600 mil 1º lugar ICT até R$200 mil até R$200 mil TA até R$100 mil até R$100 mil II até R$100 mil até R$100 mil IS até R$100 mil até R$100 mil TS até R$200 mil até R$200 mil IF - até R$ 600 mil

11 PRÊMIO FINEP JOVEM INOVADOR 2012 FOTOGRAFIA TEMA: ENERGIA SUSTENTÁVEL INSCRIÇÕES: até 16 de agosto. OBJETIVO: incentivar a participação dos jovens em questões relevantes para o País, por meio da seleção de fotografias digitais inéditas de produtos e o consumo de energia, ou seja, na qual a fonte utilizada para a geração da energia é gasta em uma quantidade e a uma velocidade nas quais a natureza consegue ter a capacidade de reposição. PÚBLICO-ALVO: jovens que tenham entre 14 e 18 anos completos em 31 de dezembro 2012, regularmente matriculados em instituições de ensino públicos ou privadas. PRÊMIO: Regional: 1º lugar - Os vencedores receberão o Troféu Ouro e o seguinte prêmio em espécie: R$ 2.500,00 (dois mil e quinhentos reais); 2º e 3º lugares - Troféus Prata e Bonze. Nacional: o vencedor receberá Troféu nacional e o seguinte prêmio em espécie, em adição à premiação regional: R$ 2.500,00 (dois mil e quinhentos reais). MAIS INFORMAÇÕES:

12 XXVI PRÊMIO JOVEM JOVEM CIENTISTA TEMA: INOVAÇÃO TECNOLÓGICA NOS ESPORTES INSCRIÇÕES: até 31 de agosto. OBJETIVO: promover a reflexão e a pesquisa, revelar talentos e investir em estudantes e jovens pesquisadores que procuram inovar na solução dos desafios brasileiros. CATEGORIAS E PÚBLICO-ALVO: Graduação (G) candidatos que já concluíram o curso de graduação e que tenham menos de 40 (quarenta) anos de idade em 31 de agosto de Estudante do Ensino Superior (EES) estudantes que estejam frequentando cursos de graduação e que tenham menos de 30 (trinta) anos de idade, em 31 de agosto de Estudante do Ensino Médio (EEM) alunos regularmente matriculados em escolas públicas ou privadas de Ensino Médio e em escolas técnica e que tenham menos de 25 (vinte e cinco) anos de idade em 31 de agosto de Mérito Institucional (MI) Instituições de Ensino Superior e outra de Ensino Médio, as quais estiver vinculado o maios número de trabalhos com mérito científico, oriundos de candidatos inscritos nas categorias Graduado, Estudante do Ensino Superior e Estudante do Ensino Médio. PRÊMIO: Para as categorias: G - 1º lugar valor de R$30.000,00, 2º lugar valor de R$20.000,00, 3º lugar valor de R$15.000,00; EES - 1º lugar valor de R$15.000,00, 2º lugar valor de R$12.000,00, 3º lugar valor de R$10.000,00; EEM - para os três primeiros colocados um Laptop: Macbook Pro para cada; MI 1º lugar valor de R$35.000,00 para uma Instituição de Ensino Superior, e 1º lugar valor de R$35.000,00 para uma Instituição de Ensino Médio; Menção Honrosa ao pesquisador doutor no valor de R$20.000,00. MAIS INFORMAÇÕES:

13 PRÊMIO FUNARTE DE COMPOSIÇÃO CLÁSSICA 2012 INSCRIÇÕES: até 28 de setembro. OBJETIVO: seleção de trinta composições inéditas para conjuntos orquestrais e camerísticos e para solistas, que terão estreia mundial na XX Bienal de Música Brasileira Contemporânea, em outubro de PÚBLICO-ALVO: compositores brasileiros ou radicados no país há no minimo três anos. PRÊMIO: Duas obras sinfônicas, uma das quais poderá ser para orquestra de sopros, cada uma com R$ ,00; Três obras para orquestra de câmara, cada uma com R$ ,00; Três obras para orquestra de cordas, cada uma com R$ ,00; Seis obras para conjuntos de seis a dez intérpretes, cada uma com R$ ,0; Oito para coros ou para trios, quartetos ou quintetos instrumentais e/ou vocais, ou para música eletroacústica misa, cada uma com R$ ,00; Oito para solos e duos instrumentais e/ou vocais, ou para abras acusmáticas, cada uma com R$ 8.000,00. OBSERVAÇÃO: Os participantes poderão concorrer com até duas obras, das quais apenas uma poderá ser premiada. MAIS INFORMAÇÕES:

14 3º PRÊMIO FECOMERCIO DE SUSTENTABILIDADE INSCRIÇÕES: até 28 de setembro. OBJETIVO: seleção de relato de casos práticos ou de estudos acadêmicos, baseados nos denominados Princípios Fundamentais do Varejo Responsável e estimular em seus participantes, representantes de empresas, o importante papel de agentes na transformação cultural, fundamentados nos princípios balizares da sustentabilidade. CATEGORIA E PÚBLICO-ALVO: Empresa Microempresa, Pequena/Média Empresa, Grande Empresa, Entidades empresariais, Indústria. Órgãos Públicos órgãos integrantes da administração direta ou indireta, nos três poderes, na esfera, estadual ou municipal que exerçam atividades ligadas aos interesses do varejo, sua cadeia de valor ou do consumidor de produtos ou serviços. Academias professores universitários, em atividade, em escolas de nível superior; estudantes regularmente matriculados em cursos de graduação, pósgraduação, e outros, lato sensu ou stricto sensu em qualquer fase. PRÊMIO: para a categoria Empresa premiação em títulos de capitalização ou previdência no valor de R$ ,00 para cada subcategoria; Para a categoria Órgãos Públicos e Academias premiação em títulos de capitalização ou previdência no valor de R$ ,00. MAIS INFORMAÇÕES:

15 XVII PRÊMIO TESOURO NACIONAL 2012 INSCRIÇÕES: até 01 de novembro. OBJETIVO: estimular a pesquisa na área de Finanças Públicas, reconhecendo os trabalhos de qualidade técnica e de aplicabilidade na Administração Pública. PÚBLICO-ALVO: trabalhos individuais e em grupo, de candidatos de qualquer nacionalidade e formação acadêmica (graduação ou pós-graduação). Serão aceitas, ainda, monografias de candidatos que estejam cursando o último ano da graduação. TEMA: Política Fiscal e Dívida Pública; Economia e Contabilidade do Setor Público; Tópicos Especiais de Finanças Públicas. PRÊMIO: 1º R$ ,00 (vinte mil reais), 2º R$ ,00 (dez mil reais), 3º R$ 5.000,00 para cada categoria. MAIS INFORMAÇÕES:

16 V PRÊMIO SOF DE MONOGRAFIA 2012 INSCRIÇÕES: até 01 de novembro. OBJETIVO: estimular a pesquisa sobre orçamento público, seus problemas, desafios e perspectivas, reconhecendo trabalhos de qualidade e de aplicabilidade na Administração Pública. PÚBLICO-ALVO: trabalhos individuais ou coletivos de candidatos de qualquer nacionalidade e formação acadêmica (graduação ou pós-graduação). Serão aceitas monografias de candidatos que estejam cursando o último ano da graduação. TEMA: Qualidade do Gasto Público Indicadores para aferição de desempenho e de impacto das ações orçamentárias; Impactos macroeconômicos da execução orçamentária; Avaliação do uso de recursos federais descentralizados; Experiência de gestão pública com foco na eficiência do gasto, seus benefícios e implantação; entre outas. Novas Abordagens do Orçamento Público Orçamento em perspectiva comparada; Nova lei de finanças públicas; Participação social na gestão orçamentária; Desafios e incentivos à plurianualidade do orçamento. PRÊMIO: 1º R$ ,00 (vinte mil reais), 2º R$ ,00 (dez mil reais), 3º R$ 5.000,00, certificado e publicação da monografia. MAIS INFORMAÇÕES:

17 CHAMADA DE PROJETOS MEC/MCTI/CAPES/CNPQ/FAPS Nº 60/2011 PROGRAMA CIÊNCIAS SEM FRONTEIRAS BOLSAS NO PAÍS MODALIDADE ATRAÇÃO DE JOVENS TALENTOS INSCRIÇÕES: 3ª Chamada até 01 de novembro OBJETIVO: atrair e estimular a fixação, no Brasil, de jovens pesquisadores residentes no exterior, preferencialmente brasileiros, que tenham destacada produção científica e tecnológica nas áreas prioritárias do Programa Ciências sem Fronteiras. PÚBLICO-ALVO: o coordenador do projeto deverá ter título de doutor e ter vínculo formal com a instituição conforme as Linhas: 1 instituição de ensino superior, instituto e centro de pesquisa e desenvolvimento, público ou privado avaliados e reconhecidos pela CAPES; 2 Unidades de pesquisa do MCTI, Institutos Nacionais de Ciências e Tecnologia (INCTI) do CNPq, Instituições de ensino superior, instituto e centro de pesquisa e desenvolvimento, público ou privado, empresas públicas, que executem atividades de pesquisa em CT&I. ÁREAS PRIORITÁRIAS: Engenharia e demais Áreas Tecnológicas; Ciências Exatas e da Terra; Biologia, Ciências Biomédicas e da Saúde; Computação e Tecnologias da Informação; Fármacos; Produção Agrícola Sustentável; Petróleo, Gás e Carvão Mineral; entre outras. BENEFÍCIOS: Mensalidade R$7.000,00 (sete mil reais); Auxilio à pesquisa, no valor de R$20.000,00 (vinte mil reais) por ano; Passagens aéreas ou auxílio deslocamento; Auxílio instalação, no valor de R$7.000,00 (sete mil reais); Cota adicional de bolsa de Iniciação Científica IC ou Iniciação Tecnológica e Industrial ITI pelo período correspondente à execução do projeto. MAIS INFORMAÇÕES:

18 CHAMADA DE PROJETOS MEC/MCTI/CAPES/CNPQ/FAPS Nº 61/2011 PROGRAMA CIÊNCIAS SEM FRONTEIRAS BOLSAS NO PAÍS MODALIDADE PESQUISADOR VISITANTE ESPECIAL INSCRIÇÕES: 3ª Chamada até 01 de novembro OBJETIVO: fomentar o intercâmbio e a cooperação científica e tecnológica entre grupos de pesquisa nacionais e do exterior, por meio da atração de lideranças internacionais que tenham destacada produção científica e tecnológica nas áreas prioritárias do Programa. PÚBLICO-ALVO: o coordenador do projeto deverá ter título de doutor e ter vínculo formal com a instituição conforme as Linhas: 1 instituição de ensino superior, instituto e centro de pesquisa e desenvolvimento, público ou privado avaliados e reconhecidos pela CAPES; 2 Unidades de pesquisa do MCTI, Institutos Nacionais de Ciências e Tecnologia (INCTI) do CNPq, Instituições de ensino superior, instituto e centro de pesquisa e desenvolvimento, público ou privado, empresas públicas, que executem atividades de pesquisa em CT&I. ÁREAS PRIORITÁRIAS: Engenharia e demais Áreas Tecnológicas; Ciências Exatas e da Terra; Biologia, Ciências Biomédicas e da Saúde; Computação e Tecnologias da Informação; Fármacos; Produção Agrícola Sustentável; Petróleo, Gás e Carvão Mineral; entre outras. BENEFÍCIOS: Mensalidade R$14.000,00 (quatorze mil reais); Auxilio à pesquisa, no valor de R$50.000,00 (cinquenta mil reais) por ano; Passagens aéreas ou auxílio deslocamento; Cota adicional de bolsa de Doutorado Sanduíche no Exterior, para acompanhar as pesquisas do Pesquisador Visitante Especial em sua instituição de origem, e conta adicional de bolsa de Pós Doutorado no País, para manter as pesquisas e o contato com o Pesquisador Especial durante a ausência deste no Brasil. MAIS INFORMAÇÕES:

19 CHAMADA MCTI/CNPQ/FINEP Nº 06/ ARC INSCRIÇÕES: Eventos a serem realizados Inscrições até entre 01/01/13 a 30/06/13 20 de novembro de 2012 OBJETIVO: apoiar a realização, no Brasil, de congressos, simpósios, workshops, seminários, ciclos de conferências e outros eventos similares, de abrangência nacional ou internacional, relacionados necessariamente à Ciência, Tecnologia e Inovação. PÚBLICO-ALVO: pesquisadores, professores e especialistas com vínculo formal com Instituições de Ensino Superior (IES), públicas ou privadas sem fins lucrativas, empresas públicas que executem atividades de pesquisa em Ciência, Tecnologia ou Inovação, pesquisadores aposentados e Dirigentes de Associações Científicas ou Tecnológicas de âmbito nacional. VALORES: valor máximo de R$ ,00 (cento e cinquenta mil reais). OBS: Os eventos deverão ser necessariamente relacionados à Ciência, Tecnologia ou Inovação. MAIS INFORMAÇÕES:

20 CNPq - PRODUTIVIDADE EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E EXTENSÃO INOVADORA DT (Fomento Tecnológico e Extensão Inovadora) INSCRIÇÕES: até o dia 05 de cada mês OBJETIVO: As bolsas de Fomento Tecnológico e Extensão Inovadora são destinadas à formação e capacitação de recursos humanos e à agregação de especialistas, que contribuam para a execução de projetos de pesquisa básica, aplicada ou de desenvolvimento tecnológico, assim como atividades de extensão inovadora e transferência de tecnologia. PÚBLICO-ALVO: Pesquisadores Doutores ou com Perfil Equivalente. MODALIDADES DE BOLSAS: I) Bolsas de Longa Duração, Desenvolvimento Tecnológico e Industrial (DTI), Iniciação Tecnológica e Industrial (ITI), Especialista Visitante (EV), Extensão no País (EXP) e Apoio Técnico em Extensão no País (ATP). II) Bolsa de Curta Duração: Especialista Visitante (BEV), Estágio/Treinamento no País (BEP) e Estágio/Treinamento no Exterior (BSP). MAIS INFORMAÇÕES:

21 CNPq- BOLSAS POR QUOTA NO PAÍS INSCRIÇOES: até o dia 15 de cada mês OBJETIVO: As quotas de bolsas de Iniciação Científica, de Iniciação Tecnológica, de Mestrado e Doutorado são oferecidas às instituições de ensino e pesquisa e aos cursos de pós-graduação. Os interessados devem solicitar as bolsas dessas modalidades diretamente às referidas instituições, não ao CNPq. PÚBLICO ALVO: Destinam-se a instituições, programas de pós-graduação ou pesquisadores individualmente para promover a formação de recursos humanos e/ou seu aperfeiçoamento. MODALIDADES DE BOLSAS POR QUOTA NO PAÍS: Apoio Técnico (AT); Iniciação Científica (IC); Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC); Pós- Graduação, Mestrado (GM) e Doutorado (GD); Iniciação Científica Júnior (ICJ); Programa Institucional de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBITI). MAIS INFORMAÇÕES:

22 CNPq- BOLSAS INDIVIDUAIS NO PAÍS INSCRIÇÕES: até o dia 15 de cada mês PÚBLICO-ALVO: Pesquisadores e estudantes. MODALIDADES DE BOLSAS INDIVIDUAIS NO PAÍS: - Produtividade em Pesquisa (PQ) - Produtividade em Desenvolvimento Tecnológico e Extensão Inovadora (DT) - Pesquisador Visitante (PV) - Pós-doutorado Junior (PDJ) - Pós-doutorado Sênior (PDS) - Doutorado-Sanduíche no País (SWP) - Pós-Doutorado Empresarial (PDI) - Doutorado-Sanduíche Empresarial (SWI) - Desenvolvimento Científico e Tecnológico Regional (DCR) MAIS INFORMAÇÕES:

23 EDITAL DRI/CGCI Nº 58/2010 INTERCÂMBIO CIENTÍFICO BRASIL- ALEMANHA DE CURTA DURAÇÃO INSCRIÇÕES: 03 meses antes do início da viagem. OBJETIVO: financiar a ida de pesquisadores de instituições brasileiras à Alemanha e a vinda de pesquisadores de instituições alemãs ao Brasil, visando ao fortalecimentos da cooperação científica entre os países parceiros. PÚBLICO ALVO: doutores há, pelo menos, 2 anos que possuam atuação acadêmica qualificada na área e reconhecida competência profissional com produção intelectual consistente; ser pesquisador ou docente vinculado a uma instituição de ensino superior e/ou de pesquisa preferencialmente com atuação na pós-graduação; ser brasileiro ou ter visto de residência permanente no Brasil, no caso de estrangeiro. BENEFÍCIOS: Auxílio-deslocamento no valor de US$ 2.200,00 (dois mil e duzentos dólares), concedido ao pesquisador brasileiro e destinado ao custeiro de todas as despesas referentes à aquisição de passagens áreas e/ou terrestres no trecho Brasil/Alemanha/Brasil; Diárias no valor de R$ 240,00 (duzentos e quarenta reais), concedidas ao pesquisador visitante. MAIS INFORMAÇÕES:

24 AUXILIO A PESQUISADOR VISITANTE (APV) CNPQ INSCRIÇÕES: 90 dias antes do início da atividade ou evento OBJETIVO: possibilitar ao pesquisador brasileiro ou estrangeiro, de reconhecida competência, a colaboração com grupos de pesquisa, de instituições públicas ou comunitárias nacionais, para o desenvolvimento de linhas de pesquisa ou desenvolvimento tecnológico. PÚBLICO ALVO: Solicitante - pesquisador de comprovada qualificação e experiência; e estar vinculado à instituição de pesquisa ou pesquisa e ensino no País. Visitante doutorpesquisador de comprovada qualificação e experiência, em sua área de atuação. BENEFÍCIOS: passagens aéreas nacionais ou internacionais; diárias no País. MAIS INFORMAÇÕES:

25 AUXILIO PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS (AVG) CNPQ INSCRIÇÕES: 90 dias antes do início da atividade ou evento OBJETIVO: apoiar a participação de pesquisador com desempenho destacado em sua área de atuação em eventos científicos no exterior como congressos e similares, intercâmbio científico ou tecnológico, ou visitas de curta duração. PÚBLICO ALVO: doutores, que apresentem carta convite ou de aceitação da organização do evento ou intercâmbio e ter domínio do idioma oficial utilizado no evento ou no intercâmbio. BENEFÍCIOS: passagens aéreas internacional, ida e volta; diárias no exterior; somente para projetos de cooperação internacional, auxílio para seguro-saúde no valor de R$ 150,00 (cento e cinqüenta reais) nos países. MAIS INFORMAÇÕES:

26 CHAMADA PÚBLICA MCT/FINEP/FSA PRODECINE - 03/2010 INSCRIÇÕES: fluxo contínuo. OBJETIVO: seleção de projetos de comercialização de obras audiovisuais cinematográficas brasileiras de produção independente de longa-metragem de ficção, documentação ou de animação, para exploração em todos os segmentos de mercado, desde que a destinação e exibição inicial seja prioritariamente no mercado de salas de exibição. PÚBLICO-ALVO: empresas distribuidoras brasileiras independentes registradas na ANCINE e nas respectivas Juntas Comerciais. VALOR: total de até R$ ,00 (cinco milhões de reais). OBSERVAÇÃO: não há limites para apresentação de propostas por proponente. MAIS INFORMAÇÕES:

27 OPORTUNIDADES ACADÊMICAS EUA INSCRIÇÕES: fluxo contínuo. OBJETIVOS: oferecer bolsas a jovens talentos internacionais, inclusive brasileiros, que precisam de auxílio financeiro para dar os primeiros passos em direção às melhores instituições de Ensino Superior nos Estados Unidos. PÚBLICO ALVO: estudantes que tenham mérito acadêmico. BENEFÍCIOS: auxílio único para despesas iniciais de acomodação e auxílio financeiro limitado para complementar a ajuda oferecida pela instituição de Ensino Superior e Americana MAIS INFORMAÇÕES:

28 EDITAL FUNCAP/CNPQ Nº 05/ DCR INSCRIÇÕES: fluxo contínuo. OBJETIVOS: estimular a atração e fixação de Doutores em instituições de educação superior e pesquisa, institutos de pesquisa, empresas públicas de pesquisa e desenvolvimento, empresas privadas e microempresas que atuem em investigação científica ou tecnológica em duas vertentes Regionalização e Interiorização. PÚBLICO ALVO: Instituição manter setor de pesquisa ou de desenvolvimento tecnológico e inovação, independentemente de sua natureza jurídica, pública ou privada, localizada no Estado do Ceará; Candidato doutor, sem vínculo empregatício. BENEFÍCIOS: bolsa de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Regional DCR, pelo período de até 24 meses; auxílio instalação; auxílio à pesquisa no valor de até R$ 8.400,00 (oito mil e quatrocentos reais), especificamente para candidatos que irão desenvolver o projeto em Instituições de ensino superior e pesquisa. MAIS INFORMAÇÕES:

29 EDITAL Nº 023/2006-CGCI/CAPES ESCOLA DE ALTOS ESTUDOS INSCRIÇÕES: fluxo contínuo. OBJETIVOS: fomentar a cooperação acadêmica e o intercâmbio internacional em cursos e programas de pós-graduação stricto sensu de mestrado, doutorado e pósdoutorado. Trazer professores e pesquisadores estrangeiros de elevado conceito internacional para realização de cursos monográficos, a fim de fortalecer, ampliar e qualificar os programas de pós-graduação de instituições brasileiras PÚBLICO ALVO: cursos e programas de pós-graduação stricto sensu, preferencialmente com notas 5,6 e 7 da CAPES; sociedades de pesquisa científica credenciadas junto à Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência - SBPC. BENEFÍCIOS: ao professor visitante passagens aéreas internacionais, diárias e bolsa de disseminação de estudos no valor de R$24.000,00 (vinte e quatro mil reais) por mês. VALOR: R$ ,00 (cento e cinqüenta mil reais) por projeto MAIS INFORMAÇÕES:

30 BOLSA DE VALORES SOCIAIS E AMBIENTAIS (BVS&A) BOVESPA INSCRIÇÕES: fluxo contínuo. OBJETIVOS: criar espaços de aproximação entre as Organizações Sem Fins Lucrativos do Terceiro Setor (ONG s) que desenvolvam projetos sociais e ambientais e Investidores Institucionais ou Individuais que estarão apoiando tais projetos. PÚBLICO ALVO: ONG s nacionais com 3 anos de legalidade, Fundações e Associações mantidas com recursos públicos ou empresas privadas e Fundações empresariais. CATEGORIAS: Área Social educação cultural; educação para capacitação profissional; educação para a cidadania; educação especial; para competência em leitura e escrita; e educação para saúde. Área Ambiental educação para sustentabilidade; mudanças climáticas; recursos hídricos; biodiversidade e florestas; e cidades sustentáveis. MAIS INFORMAÇÕES:

31 CHAMADA PÚBLICA MEC/MDIC/MCT - 01/2007 INSCRIÇÕES: fluxo contínuo OBJETIVO: incentivar a pesquisa, o desenvolvimento de processos e produtos inovadores no País por meio da associação entre instituições científicas e tecnológicas(icts) e empresas. Além disso, dinamizar a obtenção de direitos de propriedade industrial e intelectual pelas ICTs e pelas empresas nacionais, mediante concessão de incentivos fiscais a projetos de pesquisa científica e de inovação tecnológica. PÚBLICO-ALVO: instituições caracterizadas como ICT pela legislação vigente. MAIS INFORMAÇÕES:

32 BOLSAS PARA FIXAÇÃO RH QUALIFICADOS DO PROGRAMA DE ESTÍMULO À FIXAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS DE INTERESSE DOS FUNDOS SETORIAIS PROSET INSCRIÇÕES: fluxo contínuo OBJETIVO: estimular a fixação no pais de recursos humanos com destacado desempenho acadêmico e/ou reconhecida competência profissional em áreas vinculadas aos Fundos Setoriais. PÚBLICO ALVO: doutor e mestre com experiência na execução de projetos cientificotecnológicos ou participação em projetos relevantes e Técnico qualificado com experiência mínima de 2 (dois) anos na implementação de processos gerenciais ou participação na execução de atividades em projetos de ciência, tecnologia e inovação C&I. MAIS INFORMAÇÕES:

33 CENTRO INTERNACIONAL DE ENGENHARIA GENÉTICA E BIOTECNOLOGIA - CIEGB/ICGEB MCT - PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO BOLSAS FLEXÍVEIS CURTA DURAÇÃO INSCRIÇÕES: fluxo contínuo OBJETIVO: promover treinamentos de curto prazo em pesquisa industrial e acadêmica na área de engenharia genética e biotecnologia. PÚBLICO ALVO: essas bolsas serão oferecidas somente para pesquisa colaborativa em andamento entre pesquisadores dos Países Membros do CIEGB e grupos de pesquisa dos laboratórios do CIEGB na Itália e na Índia MAIS INFORMAÇÕES:

34 CENTRO INTERNACIONAL DE ENGENHARIA GENÉTICA E BIOTECNOLOGIA - CIEGB/ICGEB MCT - PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO BOLSAS FLEXÍVEIS E PROGRAMA DE DOUTORADO SANDUÍCHE INSCRIÇÕES: fluxo contínuo OBJETIVO: ajudar alunos que estejam envolvidos num projeto de Doutorado em seus próprios países e estejam pesquisando assunto correlato à uma das áreas pesquisadas pelos grupos do CIEGB. Os estudantes serão capazes de desenvolver nos laboratórios do CIEGB da Itália e da Índia alguns dos experimentos previstos em seus projetos de Doutorado PÚBLICO ALVO: estudante matriculado no Doutorado em uma instituição de seu país e com projeto bem definido em andamento sob orientação de um pesquisador nacional MAIS INFORMAÇÕES:

35 CREDENCIAMENTO DAS INSTITUIÇÕES DE PESQUISA & DESENVOLVIMENTO(P&D) JUNTO A ANP INSCRIÇÕES: fluxo contínuo OBJETIVO: reconhecimento formal de que a instituição atua em áreas de relevante interesse para indústria do petróleo, gás natural e biocombustíveis e/ou segmentos correlatos, como meio ambiente, energia e formação de recursos humanos, com reconhecida idoneidade e competência tecnológica e posse de infra-estrutura e condições operacionais para a execução das atividades de pesquisa e desenvolvimento, relacionadas ao grupo de serviços credenciados. PÚBLICO ALVO: qualquer instituição (departamento, laboratório e outros) pertencente a entidades como universidades, institutos tecnológicos e centros de pesquisa, públicos ou privados estabelecidas no Brasil, de comprovada competência técnica e cientifica para prestação de serviços tecnológicos nas áreas de petróleo, gás natural e correlatas. MAIS INFORMAÇÕES: http

36 PDA MATA ATLÂNTICA - CHAMADA PARA O COMPONENTE AÇÕES DE CONSERVAÇÃO DA MATA ATLÂNTICA CHAMADA 5 - Projetos de Apoio a Processos de Geração de Conhecimento em Rede INSCRIÇÕES: até se esgotarem os recursos destinados a esta chamada. OBJETIVO: assegurar a conservação da Mata Atlântica, reduzindo perdas em sua biodiversidade, por meio da ampliação do número e da área de unidades de conservação, com melhoria na efetividade da sua gestão e redução do desmatamento ilegal. Promover o desenvolvimento sustentável, assegurando a utilização dos recursos naturais de forma ecologicamente sustentável e socialmente justa, contribuindo para a redução do empobrecimento biológico e sócio-cultural na Mata Atlântica. Promover a recuperação de áreas degradadas na Mata Atlântica. PÚBLICO-ALVO: organizações sem fins lucrativos da sociedade civil brasileira, com atuação na área de meio ambiente e desenvolvimento sustentável, preferencialmente em parceria com instituições públicas, interessadas em realizar ações na área de domínio do bioma Mata Atlântica, conforme definido pelo Decreto 750/93 MAIS INFORMAÇÕES:

UECE-PROPLAN-NIT. Maio de 2012 11º PRÊMIO BNB TALENTOS UNIVERSITÁRIOS

UECE-PROPLAN-NIT. Maio de 2012 11º PRÊMIO BNB TALENTOS UNIVERSITÁRIOS 11º PRÊMIO BNB TALENTOS UNIVERSITÁRIOS INSCRIÇÕES: até 28 de maio. OBJETIVO: estimular a participação de jovens universitários no processo de construção de uma nova realidade regional. O objetivo é fazer

Leia mais

Ciência sem Fronteiras : O Programa Brasileiro de Mobilidade Científica no CNPq/MCT

Ciência sem Fronteiras : O Programa Brasileiro de Mobilidade Científica no CNPq/MCT Ciência sem Fronteiras : O Programa Brasileiro de Mobilidade Científica no CNPq/MCT Objetivos Avanço da ciência brasileira em tecnologia, inovação e competitividade, através da expansão da mobilidade internacional:

Leia mais

Núcleo de Inovação Tecnológica UECE-PROPLAN-NIT Dezembro de 2010. Oportunidades ICT s (85) 31019665 31019667

Núcleo de Inovação Tecnológica UECE-PROPLAN-NIT Dezembro de 2010. Oportunidades ICT s (85) 31019665 31019667 Oportunidades ICT s (85) 31019665 31019667 PRÊMIO PETROBRAS DE TECNOLOGIA 2010/2011 INSCRIÇÕES: até 17 de dezembro. OBJETIVO: visa conhecer a contribuição da comunidade acadêmica brasileira para o desenvolvimento

Leia mais

Avaliação de Políticas Públicas (Resolução nº 44, de 2013)

Avaliação de Políticas Públicas (Resolução nº 44, de 2013) Avaliação de Políticas Públicas (Resolução nº 44, de 2013) Presidente: SENADOR CRISTOVAM BUARQUE Vice-Presidente: SENADOR HÉLIO JOSÉ Relator: SENADOR OMAR AZIZ Proposta de Plano de Trabalho Avaliação de

Leia mais

Núcleo de Inovação Tecnológica UECE-PROPLAN-NIT Outubro de 2010. Oportunidades ICT s (85) 31019665 31019667

Núcleo de Inovação Tecnológica UECE-PROPLAN-NIT Outubro de 2010. Oportunidades ICT s (85) 31019665 31019667 Oportunidades ICT s (85) 31019665 31019667 EDITAL MCT/CNPQ/CBAB - Nº 60/2010 CURSOS PARA FORMAÇÃO DE RH EM BIOTECNOLOGIA CBAB INSCRIÇÕES: prorrogado até 26 de outubro. OBJETIVO: apoio a projetos de cursos

Leia mais

2 de fevereiro de 2015. Ano 4. Nº 33. Editais curto prazo

2 de fevereiro de 2015. Ano 4. Nº 33. Editais curto prazo 2 de fevereiro de 2015. Ano 4. Nº 33 NACIONAL Editais curto prazo Orgao CNPq Edital Prêmio Mercosul de Ciência e Tecnologia Termino 23/2/2015 Direcionado a Reconhecer e premiar os melhores trabalhos de

Leia mais

Programa Centros Associados para o Fortalecimento da Pós-Graduação Brasil/Argentina - (CAFP/BA) Edital CGCI n. 028 /2007

Programa Centros Associados para o Fortalecimento da Pós-Graduação Brasil/Argentina - (CAFP/BA) Edital CGCI n. 028 /2007 Programa Centros Associados para o Fortalecimento da Pós-Graduação Brasil/Argentina - (CAFP/BA) Edital CGCI n. 028 /2007 1 Do programa e objetivo 1.1 O Programa CAFP/BA (Centros Associados para o Fortalecimento

Leia mais

Elaboração de Projetos

Elaboração de Projetos DE E DE Elaboração de Projetos PROGRAMAÇÃO DA AULA Estrutura de projetos de inovação Avaliação de projetos de inovação DE E DE Características dos Projetos de P&D DE E DE OPORTUNIDADES Parceiros Recursos

Leia mais

Núcleo de Inovação Tecnológica UECE-PROPLAN-NIT Maio de 2011. Oportunidades ICT s (85) 31019665 31019667

Núcleo de Inovação Tecnológica UECE-PROPLAN-NIT Maio de 2011. Oportunidades ICT s (85) 31019665 31019667 Oportunidades ICT s (85) 31019665 31019667 PRÊMIO NACIONAL DE INOVAÇÃO NA INDÚSTRIA CNI/MBC INSCRIÇÕES: até 13 de maio. OBJETIVO: reconhecer as empresas industriais que contribuíram para o aumento da competitividade

Leia mais

Núcleo de Inovação Tecnológica UECE-PROPLAN-NIT Março de 2011. Oportunidades ICT s (85) 31019665 31019667

Núcleo de Inovação Tecnológica UECE-PROPLAN-NIT Março de 2011. Oportunidades ICT s (85) 31019665 31019667 Oportunidades ICT s (85) 31019665 31019667 EDITAL PARA APOIO A PROJETOS EXTERNOS: PROJETOS DE PRODUÇÃO, EDIÇÃO E PUBLICAÇÃO DE LIVROS E COLEÇÕES COMITE GESTOR DA INTERNET NO BRASIL (CGI.BR) INSCRIÇÕES:

Leia mais

V - promover a cooperação internacional na área de ciência, tecnologia e inovação;

V - promover a cooperação internacional na área de ciência, tecnologia e inovação; DECRETO Nº 7.642, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2011 * Programa Ciência sem Fronteiras. * Institui o Programa Ciência sem Fronteiras. A Presidenta da República, no uso das atribuições que lhe confere o art. 84,

Leia mais

Núcleo de Inovação Tecnológica UECE-PROPLAN-NIT Julho de 2011. Oportunidades ICT s (85) 31019665 31019667

Núcleo de Inovação Tecnológica UECE-PROPLAN-NIT Julho de 2011. Oportunidades ICT s (85) 31019665 31019667 Oportunidades ICT s (85) 31019665 31019667 PRÊMIO FUNDAÇÃO BANCO DO BRASIL DE TECNOLOGIA SOCIAL - 2011 INSCRIÇÕES: prorrogado até 22 de julho OBJETIVO: Identificar, certificar, premiar e difundir Tecnologias

Leia mais

3 de novembro de 2015. Ano 4. Nº 42. Editais curto prazo

3 de novembro de 2015. Ano 4. Nº 42. Editais curto prazo 3 de novembro de 2015. Ano 4. Nº 42 ESPIRITO SANTO Editais curto prazo Orgao FAPES Edital EDITAL FAPES nº 01/2015 COOPERAÇÃO VALE/FAPES/FAPERJ PARA Termino 30/11/2015 APOIO À PESQUISA EM LOGÍSTICA, MEIO

Leia mais

Fomento a Projetos Culturais nas Áreas de Música e de Artes Cênicas

Fomento a Projetos Culturais nas Áreas de Música e de Artes Cênicas Programa 0166 Música e Artes Cênicas Objetivo Aumentar a produção e a difusão da música e das artes cênicas. Público Alvo Sociedade em geral Ações Orçamentárias Indicador(es) Número de Ações 7 Taxa de

Leia mais

PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO 15ª EDIÇÃO REGULAMENTO

PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO 15ª EDIÇÃO REGULAMENTO PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO 15ª EDIÇÃO REGULAMENTO 1. Objetivo O Prêmio FINEP de Inovação foi criado para reconhecer e divulgar esforços inovadores realizados por empresas, instituições sem fins lucrativos

Leia mais

1. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

1. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA PROCESSO SELETIVO 2012 DE ALUNOS DA GRADUAÇÃO PARA O PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS UnG/CNPq - GRADUAÇÃO SANDUÍCHE NO EXTERIOR O Magnífico Reitor da Universidade Guarulhos, Prof.

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE, UNICENTRO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS. Graduação Sanduíche nos EUA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE, UNICENTRO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS. Graduação Sanduíche nos EUA Chamada Pública UNICENTRO/CAPES nº 01/2011 Em atendimento a chamada CAPES 01/211 do Programa Ciência sem Fronteiras, a UNICENTRO torna pública a seleção de estudantes de graduação em áreas e temas de estudo

Leia mais

Estratégias do CNPq para a Pesquisa e Inovação

Estratégias do CNPq para a Pesquisa e Inovação Estratégias do CNPq para a Pesquisa e Inovação Dr. Glaucius Oliva Presidente CNPq Publicações Matrículas no Ensino Superior Docentes com Doutorado Orçamento - MCTI Orçamento - CNPq Orçamento - Capes Orçamento

Leia mais

Programa Especial de Mobilidade Internacional Governo Federal (CAPES e CNPq) Bolsas para capacitação no exterior

Programa Especial de Mobilidade Internacional Governo Federal (CAPES e CNPq) Bolsas para capacitação no exterior Programa Especial de Mobilidade Internacional Governo Federal (CAPES e CNPq) Bolsas para capacitação no exterior Início do Programa: 75 mil bolsas (2011-2015) Graduação-Sanduíche 27.100 Doutorado Sanduíche

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei nº 5.152, de 21/10/1966 São Luís - Maranhão.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei nº 5.152, de 21/10/1966 São Luís - Maranhão. UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei nº 5.152, de 21/10/1966 São Luís - Maranhão. Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS SELEÇÃO INTERNA

Leia mais

2 de março de 2015. Ano 4. Nº 34

2 de março de 2015. Ano 4. Nº 34 2 de março de 2015. Ano 4. Nº 34 Editais curto prazo NACIONAL Orgao CNPq Edital 12º Prêmio Destaque na Iniciação Científica e Tecnológica - 2014 Termino 30/3/2015 Direcionado a Premiar bolsistas de Iniciação

Leia mais

8. Excelência no Ensino Superior

8. Excelência no Ensino Superior 8. Excelência no Ensino Superior PROGRAMA: 08 Órgão Responsável: Contextualização: Excelência no Ensino Superior Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior - SETI O Programa busca,

Leia mais

1ª CHAMADA PÚBLICA PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS (CsF) PROCESSO SELETIVO INTERNO DO CsF RESOLUÇÃO 04/2013

1ª CHAMADA PÚBLICA PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS (CsF) PROCESSO SELETIVO INTERNO DO CsF RESOLUÇÃO 04/2013 1ª CHAMADA PÚBLICA PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS (CsF) PROCESSO SELETIVO INTERNO DO CsF RESOLUÇÃO 04/2013 Ciência sem Fronteiras é um programa do Governo Federal que busca promover a consolidação, expansão

Leia mais

Núcleo de Inovação Tecnológica UECE-PROPLAN-NIT Janeiro de 2011. Oportunidades ICT s (85) 31019665 31019667

Núcleo de Inovação Tecnológica UECE-PROPLAN-NIT Janeiro de 2011. Oportunidades ICT s (85) 31019665 31019667 Oportunidades ICT s (85) 31019665 31019667 IV CONGRESSO TECNOLÓGICO INFOBRASIL CHAMADA DE TRABALHOS INSCRIÇÕES: até 31 de janeiro. OBJETIVO: seleção de trabalhos para participarem do Congresso, que será

Leia mais

CHAMADA DE SELEÇÃO INTERNA PARA ALUNOS DA UEA REFERENTE A GRADUAÇÃO SANDUICHE NA ALEMANHA. Chamada pública Programa Ciência sem Fronteiras n.

CHAMADA DE SELEÇÃO INTERNA PARA ALUNOS DA UEA REFERENTE A GRADUAÇÃO SANDUICHE NA ALEMANHA. Chamada pública Programa Ciência sem Fronteiras n. CHAMADA DE SELEÇÃO INTERNA PARA ALUNOS DA UEA REFERENTE A GRADUAÇÃO SANDUICHE NA ALEMANHA Chamada pública Programa Ciência sem Fronteiras n. 118/2012 O QUE É GESTOR Processo de seleção de candidatos de

Leia mais

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS CNPQ/IFTM MODALIDADE GRADUAÇÃO SANDUÍCHE NO EXTERIOR

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS CNPQ/IFTM MODALIDADE GRADUAÇÃO SANDUÍCHE NO EXTERIOR INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TRIÂNGULO MINEIRO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E INOVAÇÃO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS CNPq/IFTM PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS CNPQ/IFTM MODALIDADE

Leia mais

INFORMATIVO DO PESQUISADOR BOLETIM SEMANAL INFORMATIVO PRPPG/UFPI - 10/12/2009 CAPES

INFORMATIVO DO PESQUISADOR BOLETIM SEMANAL INFORMATIVO PRPPG/UFPI - 10/12/2009 CAPES INFORMATIVO DO PESQUISADOR BOLETIM SEMANAL INFORMATIVO PRPPG/UFPI - 10/12/2009 CAPES 1. Programa CAPES/MES-Cuba PRAZO DE INSCRIÇÃO: 30 de março de 2010 OBJETIVOS: O Programa CAPES/MES-Cuba visa apoiar

Leia mais

Programa Ciência sem Fronteiras. Graduação Sanduíche nos EUA Chamada Pública CAPES nº 01/2011

Programa Ciência sem Fronteiras. Graduação Sanduíche nos EUA Chamada Pública CAPES nº 01/2011 Programa Ciência sem Fronteiras Graduação Sanduíche nos EUA Chamada Pública CAPES nº 01/2011 A CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, vinculada ao Ministério da Educação,

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS NA UNICESUMAR

REGULAMENTO DO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS NA UNICESUMAR 1 REGULAMENTO DO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS NA UNICESUMAR Com a finalidade de acompanhar a participação de seus estudantes de graduação APROVADOS no Programa Ciência sem Fronteiras (PCsF), o Centro

Leia mais

Resumo de Editais Abertos Capes

Resumo de Editais Abertos Capes Resumo de Editais Abertos Capes www.capes.gov.br/editais/abertos Programa Capes/MINCyT O objetivo do Programa Capes/MINCyT é estimular, por meio de projetos conjuntos de pesquisa, o intercâmbio de docentes

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE, UNICENTRO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS. Graduação Sanduíche no Exterior/CNPq (SWG)

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE, UNICENTRO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS. Graduação Sanduíche no Exterior/CNPq (SWG) Edital N o 01 SWG/UNICENTRO/CNPq A Universidade Estadual do Centro-Oeste, por meio da Coordenação Institucional do Programa Ciência sem Fronteiras, com base no Termo de Concessão 800773/2011-0 do Programa

Leia mais

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS Pré-seleção para Bolsas de Graduação Sanduíche na Itália (Chamada Pública Programa Ciência sem Fronteiras/Universidade de Bolonha nº 105/2011) A Pró-Reitora de Graduação

Leia mais

PRÓ-DIRETORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU - PROPESP POLÍTICA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU

PRÓ-DIRETORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU - PROPESP POLÍTICA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU PRÓ-DIRETORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU - PROPESP POLÍTICA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU A Pesquisa e a Pós-Graduação Stricto Sensu são atividades coordenadas por uma mesma

Leia mais

EDITAL Nº 14/2011 Programa Ciência sem Fronteiras Bolsas Graduação Sanduíche no Exterior/CNPq

EDITAL Nº 14/2011 Programa Ciência sem Fronteiras Bolsas Graduação Sanduíche no Exterior/CNPq EDITAL Nº 14/2011 Programa Ciência sem Fronteiras Bolsas Graduação Sanduíche no Exterior/CNPq A Pró-reitoria de Pós-graduação, Pesquisa e Extensão comunica que estão abertas, de 09 a 30 de setembro de

Leia mais

Núcleo de Inovação Tecnológica Faculdade Luciano Feijão

Núcleo de Inovação Tecnológica Faculdade Luciano Feijão Oportunidades ICT s NOVO! Núcleo de Inovação Tecnológica Chamada MCTI/MPA/CNPq Nº 22/2015 Ordenamento da Pesca Marinha Brasileira INSCRIÇÕES: até 16 de ; OBJETIVO: propostas para apoio financeiro a projetos

Leia mais

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS Pré-seleção para Bolsas de Graduação Sanduíche na França (Chamada Pública Programa Ciência sem Fronteiras/Campus France nº 104/2011) A Pró-Reitora de Graduação da PUCRS

Leia mais

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS Pré-seleção para Bolsas de Graduação Sanduíche (SWG) nos EUA (Chamada Pública Programa Ciência sem Fronteiras/IIE nº 102/2011) A Pró-Reitora de Graduação da PUCRS faz saber

Leia mais

Av. Itália, Km8 Campus Carreiros Rio Grande, RS Brasil 96201-900 fone: 53.32336772 e- mail:propesp@furg.br

Av. Itália, Km8 Campus Carreiros Rio Grande, RS Brasil 96201-900 fone: 53.32336772 e- mail:propesp@furg.br As Pró-reitorias de Pesquisa e Pós-Graduação (PROPESP) e de Graduação (PROGRAD), no uso de suas atribuições, tornam público o edital de seleção interna para o Programa Ciência sem Fronteiras - Graduação

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS MARIA THEREZA E PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRA GRADUAÇÃO SANDUÍCHE

FACULDADES INTEGRADAS MARIA THEREZA E PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRA GRADUAÇÃO SANDUÍCHE FACULDADES INTEGRADAS MARIA THEREZA E PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRA GRADUAÇÃO SANDUÍCHE O PROGRAMA: Ciência sem Fronteiras é um programa que busca promover a consolidação, expansão e internacionalização

Leia mais

Auxílios à Participação Individual em Eventos Científicos (APE) - FAPERGS

Auxílios à Participação Individual em Eventos Científicos (APE) - FAPERGS Auxílios à Participação Individual em Eventos Científicos (APE) - FAPERGS Objetivo Esta modalidade de auxílio destina-se a apoiar pesquisadores doutores, com expressiva produção científica, tecnológica,

Leia mais

NORMAS PARA PROGRAMAS DE CONCESSÃO DE BOLSAS DE FORMAÇÃO, DE PESQUISA E TECNOLÓGICA - FAPEG-I

NORMAS PARA PROGRAMAS DE CONCESSÃO DE BOLSAS DE FORMAÇÃO, DE PESQUISA E TECNOLÓGICA - FAPEG-I RESOLUÇÃO N. 001/2007 ANEXO NORMAS PARA PROGRAMAS DE CONCESSÃO DE BOLSAS DE FORMAÇÃO, DE PESQUISA E TECNOLÓGICA - FAPEG-I 1. Conceituação As normas relativas à concessão de Bolsas de Formação, de Pesquisa

Leia mais

MACRO-OBJETIVOS DO PROGRAMA MACRO-METAS DO PROGRAMA LINHA DO TEMPO

MACRO-OBJETIVOS DO PROGRAMA MACRO-METAS DO PROGRAMA LINHA DO TEMPO MACRO-OBJETIVOS DO PROGRAMA 1- FORTALECER O SETOR DE SOFTWARE E SERVIÇOS DE TI, NA CONCEPÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE TECNOLOGIAS AVANÇADAS; 2- CRIAR EMPREGOS QUALIFICADOS NO PAÍS; 3- CRIAR E FORTALECER EMPRESAS

Leia mais

Programa Ciência sem Fronteira

Programa Ciência sem Fronteira Programa Ciência sem Fronteira Graduação Sanduíche Pró-reitoria de Pesquisa Coesão interna para inserção externa Bolsas no país e exterior: número de bolsas-ano concedidas pelas agências federais, 2003-2009

Leia mais

1. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

1. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS PRÓ-REITORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU COORDENAÇÃO DE GRADUAÇÃO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS GRADUAÇÃO SANDUÍCHE A Universidade

Leia mais

EDITAIS AGOSTO 2015 QUEM PODE PROPOR

EDITAIS AGOSTO 2015 QUEM PODE PROPOR DATA LIMITE DE ENVIO OBJETO EDITAL 016/2015 Concurso Ideias Inovadoras 2015 QUEM PODE PROPOR ÓRGÃO FINANCIADOR LINK DO EDITAL 20/8/2015 A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia FAPESB, no âmbito

Leia mais

CONSELHO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 144, DE 10 DE SETEMBRO DE 2015.

CONSELHO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 144, DE 10 DE SETEMBRO DE 2015. CONSELHO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 144, DE 10 DE SETEMBRO DE 2015. Institui os Programas de Apoio ao Desenvolvimento da Ciência, Tecnologia e Inovação à Pesquisa e à Formação de Recursos Humanos em Ciência

Leia mais

Programa UNIBRAL Edital CGCI n. 014 /2007

Programa UNIBRAL Edital CGCI n. 014 /2007 Programa UNIBRAL Edital CGCI n. 014 /2007 1 Do programa e objetivo 1.1 O Programa UNIBRAL, apoiado no acordo de cooperação assinado entre Brasil e Alemanha em 31 de outubro de 2000, tem como objetivo estimular

Leia mais

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS Pré-seleção para Bolsas de Graduação Sanduíche no Reino Unido (Chamada Pública Programa Ciência sem Fronteiras/Organização Britânica Universities UK - UUK nº 106/2011) A

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS PRÓ-REITORIA DE ENSINO E ASSESSORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS PRÓ-REITORIA DE ENSINO E ASSESSORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS PRÓ-REITORIA DE ENSINO E ASSESSORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS CHAMADA PÚBLICA PROEN BOLSAS SANDUÍCHE NA GRADUAÇÃO Nº 01/2011

Leia mais

CHAMADAS FEVEREIRO DE 2015 Países em destaque:

CHAMADAS FEVEREIRO DE 2015 Países em destaque: CHAMADAS FEVEREIRO DE 2015 Países em destaque: UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI Av. Tenente Raimundo Rocha, S/N, Cidade Universitária Juazeiro do Norte CE DIRETORIA DE COOPERAÇÃO INTERNACIONAL DCI Sala 45,

Leia mais

Edital 01/2015 SELEÇÃO PARA BOLSISTA DE PÓS-DOUTORADO (PNPD 2013/CAPES)

Edital 01/2015 SELEÇÃO PARA BOLSISTA DE PÓS-DOUTORADO (PNPD 2013/CAPES) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO FACULDADE DE ARTES VISUAIS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ARTE E CULTURA VISUAL Edital 01/2015

Leia mais

EDITAL 06/2012 EDITAL MOBILIDADE PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS - EUA

EDITAL 06/2012 EDITAL MOBILIDADE PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS - EUA EDITAL 06/2012 EDITAL MOBILIDADE PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS - EUA O Reitor da Universidade Estadual de Feira de Santana, Prof. José Carlos Barreto de Santana, no uso de suas atribuições, torna público

Leia mais

Seminário Internacional Portugal - Brasil

Seminário Internacional Portugal - Brasil UM PROGRAMA ESPECIAL DE MOBILIDADE INTERNACIONAL EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA e INOVAÇÃO Gustavo Santos ast.porto@itamaraty.gov.br Setor de Cooperação Científica Superior Consulado-Geral do Brasil no Porto Seminário

Leia mais

CHAMADAS MARÇO DE 2015 Países em destaque:

CHAMADAS MARÇO DE 2015 Países em destaque: CHAMADAS MARÇO DE 2015 Países em destaque: UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI Av. Tenente Raimundo Rocha, S/N, Cidade Universitária Juazeiro do Norte CE DIRETORIA DE COOPERAÇÃO INTERNACIONAL DCI Sala 45, bloco

Leia mais

RESOLUÇÃO n o 35 de 16/12/2011- CAS

RESOLUÇÃO n o 35 de 16/12/2011- CAS RESOLUÇÃO n o 35 de 16/12/2011- CAS Estabelece a política de pesquisa, desenvolvimento, inovação e extensão da Universidade Positivo (UP). O CONSELHO ACADÊMICO SUPERIOR (CAS), órgão da administração superior

Leia mais

Núcleo de Inovação Tecnológica UECE-PROPLAN-NIT Maio de 2009. Oportunidades ICT s (85) 31019665 31019667

Núcleo de Inovação Tecnológica UECE-PROPLAN-NIT Maio de 2009. Oportunidades ICT s (85) 31019665 31019667 Oportunidades ICT s (85) 31019665 31019667 EDITAL SENAI/SESI DE INOVAÇÃO 2009 INSCRIÇÕES: prorrogado até 15 de maio de 2009. OBJETIVOS: estimular a habilidade de desenvolver projetos de pesquisa nas entidades

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PRÉ-SELEÇÃO DE CANDIDATOS AO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PRÉ-SELEÇÃO DE CANDIDATOS AO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PRÉ-SELEÇÃO DE CANDIDATOS AO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS A Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa da Pontifícia

Leia mais

Graduação Sanduíche - Programa Ciência sem fronteiras

Graduação Sanduíche - Programa Ciência sem fronteiras Graduação Sanduíche - Programa Ciência sem fronteiras Chamadas em aberto Estão abertas até o dia 30 de abril chamadas para os seguintes países: Canadá, Bélgica, Austrália, Portugal, Coréia do Sul, Espanha

Leia mais

Chamada MCTI/CNPq/FINEP Nº 06/2012 ARC

Chamada MCTI/CNPq/FINEP Nº 06/2012 ARC Chamada MCTI/CNPq/FINEP Nº 06/2012 ARC O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação MCTI, o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq e a Financiadora de Estudos e Projetos

Leia mais

Não fique para trás! Submeta seu projeto. Fonte de recursos para projetos julho 2012

Não fique para trás! Submeta seu projeto. Fonte de recursos para projetos julho 2012 Não fique para trás! Submeta seu projeto. Fonte de recursos para projetos julho 2012 1. Patrocínios 1.1 Patrocínio a Eventos e Publicações Data limite: 60 dias de antecedência da data de início do evento

Leia mais

INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA. TERMO DE REFERÊNCIA CONS - OPE 03 01 Vaga

INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA. TERMO DE REFERÊNCIA CONS - OPE 03 01 Vaga INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA CONS - OPE 03 01 Vaga 1. IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA Consultoria para promover estudos, formular proposições e apoiar as Unidades

Leia mais

EDITAIS JUNHO 2015. http://www.fapesb.ba. gov.br/?page_id=18996 DATA LIMITE DE ENVIO OBJETO QUEM PODE PROPOR ÓRGÃO FINANCIADOR LINK DO EDITAL

EDITAIS JUNHO 2015. http://www.fapesb.ba. gov.br/?page_id=18996 DATA LIMITE DE ENVIO OBJETO QUEM PODE PROPOR ÓRGÃO FINANCIADOR LINK DO EDITAL DATA LIMITE DE ENVIO 15/6/2015 OBJETO QUEM PODE PROPOR ÓRGÃO FINANCIADOR LINK DO EDITAL Edital Fapesb nº 13/2015 Projeto de pesquisa e produção de conhecimento na área de Tecnologia da Informação e Comunicação

Leia mais

EDITAL 1/2014 DE SELEÇÃO INTERNA DE CANDIDATOS AO PROGRAMA GRADUAÇÃO SANDUÍCHE NO ÂMBITO DO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS CNPq/CAPES

EDITAL 1/2014 DE SELEÇÃO INTERNA DE CANDIDATOS AO PROGRAMA GRADUAÇÃO SANDUÍCHE NO ÂMBITO DO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS CNPq/CAPES EDITAL 1/2014 DE SELEÇÃO INTERNA DE CANDIDATOS AO PROGRAMA GRADUAÇÃO SANDUÍCHE NO ÂMBITO DO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS CNPq/CAPES A Universidade Católica de Brasília é participante do Programa Ciência

Leia mais

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS (CAPES-CNPq)

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS (CAPES-CNPq) PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS (CAPES-CNPq) EDITAL PROPEPG Nº 06 de 04 de Junho de 2013 A Pró-Reitoria de Pesquisa, Extensão e Pós-Graduação vêm através deste Edital, divulgar no âmbito da Instituição

Leia mais

EDITAL UnC 137/2011 I DISPOSIÇÕES GERAIS:

EDITAL UnC 137/2011 I DISPOSIÇÕES GERAIS: EDITAL UnC 137/2011 Dispõe sobre a Concessão de cotas de bolsa na modalidade Graduação Sanduíche no Exterior SWG do Programa Ciência sem Fronteiras do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e

Leia mais

EDITAL Nº 01/2014 1. DISPOSIÇÕES GERAIS

EDITAL Nº 01/2014 1. DISPOSIÇÕES GERAIS CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FACULDADE ESTÁCIO DE SÁ DE BELO HORIZONTE Coordenação de Pesquisa e Extensão Coordenação Institucional-Programa Ciência sem Fronteiras EDITAL Nº 01/2014 SELEÇÃO DE ALUNOS PARA GRADUAÇÃO

Leia mais

EIXO III CRONOGRAMA DE IMPLANTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO E DE CADA UM DE SEUS CURSOS

EIXO III CRONOGRAMA DE IMPLANTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO E DE CADA UM DE SEUS CURSOS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA EIXO III CRONOGRAMA DE IMPLANTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO E DE CADA UM DE SEUS CURSOS EIXO III - CRONOGRAMA DE IMPLANTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO

Leia mais

Fomento a Projetos Culturais na Área do Livro e da Leitura

Fomento a Projetos Culturais na Área do Livro e da Leitura Programa 0168 LIVRO ABERTO Objetivo Estimular o hábito da leitura, facilitando o acesso às bibliotecas públicas e propiciar a difusão do conhecimento científico, acadêmico e literário. Indicador(es) Taxa

Leia mais

Programa Binacional Centros Associados de Pós-graduação Brasil/Argentina - (CAPG/BA) Edital CGCI n. /2008

Programa Binacional Centros Associados de Pós-graduação Brasil/Argentina - (CAPG/BA) Edital CGCI n. /2008 Programa Binacional Centros Associados de Pós-graduação Brasil/Argentina - (CAPG/BA) Edital CGCI n. /2008 1 Do programa e objetivo 1.1 O Programa CAPG/BA (Programa de Centros Associados de Pós-Graduação),

Leia mais

Maiores informações: http://www.cultura.gov.br/site/2009/03/03/edital-n%c2%ba-12009-doprograma-de-intercambio-e-difusao-cultural/

Maiores informações: http://www.cultura.gov.br/site/2009/03/03/edital-n%c2%ba-12009-doprograma-de-intercambio-e-difusao-cultural/ RESUMO DE EDITAIS DE CULTURA ABERTOS EM MAIO/09 Ministério da Cultura: Programa de Intercâmbio e Difusão Cultural Para viagens em junho, inscrições até 10 de maio. A iniciativa, coordenada pela Secretaria

Leia mais

Núcleo de Inovação Tecnológica UECE-PROPLAN-NIT Dezembro de 2009. Oportunidades ICT s (85) 31019665 31019667

Núcleo de Inovação Tecnológica UECE-PROPLAN-NIT Dezembro de 2009. Oportunidades ICT s (85) 31019665 31019667 Oportunidades ICT s (85) 31019665 31019667 EDITAL MCT/CNPQ Nº 41/2009 INSCRIÇÕES: prorrogado até 10 de dezembro de 2009 OBJETIVO: apoiar o desenvolvimento de projetos conjuntos de pesquisa científica e

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO SUPERIOR

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO SUPERIOR PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO REGIONAL DCR/CEARÁ EDITAL FUNCAP/CNPq Nº 02/2012 DCR A FUNCAP, vinculada à Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior SECITECE, em parceria

Leia mais

EDITAL Nº 006/2011-PRPI

EDITAL Nº 006/2011-PRPI EDITAL Nº 006/2011-PRPI A Pró-reitora de Pesquisa e Inovação e a Coordenadora de Relações Internacionais Pró-reitoria de Extensão do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará - IFCE,

Leia mais

NUCLEO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA - UESC

NUCLEO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA - UESC Boletim 13 Editais / FAPESB Visite nosso blog: / Edital 029/2010 Popularização da Ciência Educação Científica - financiamento de projetos institucionais de educação científica que propiciem a difusão e

Leia mais

EDITAL Nº 035-2011/PROPP/UEMS Programa - CsF-SWG /CNPq

EDITAL Nº 035-2011/PROPP/UEMS Programa - CsF-SWG /CNPq EDITAL Nº 035-2011/PROPP/UEMS Programa - CsF-SWG /CNPq SELEÇÃO DE ALUNOS AO PROGRAMA INSTITUCIONAL CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS BOLSAS SANDUÍCHE NA GRADUAÇÃO CsF-SWG /CNPq 1. OBJETO A Pró-Reitora de Pesquisa

Leia mais

PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO

PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO Objetivo: O Prêmio FINEP de Inovação foi criado para reconhecer e divulgar esforços inovadores realizados por empresas, Instituições Científicas e Tecnológicas - ICTs e inventores

Leia mais

Edital para publicação no site período de 23 a 30 de junho de 2013. PROJETO BRA/04/029 Seleciona CONSULTOR na modalidade PRODUTO* CÓD.

Edital para publicação no site período de 23 a 30 de junho de 2013. PROJETO BRA/04/029 Seleciona CONSULTOR na modalidade PRODUTO* CÓD. Edital para publicação no site período de 23 a 30 de junho de 203. PROJETO BRA/04/029 Seleciona CONSULTOR na modalidade PRODUTO* CÓD. GESTÃO EAD Os currículos deverão ser encaminhados para o endereço eletrônico

Leia mais

Formação de Recursos Humanos na área de fármacos e medicamentos

Formação de Recursos Humanos na área de fármacos e medicamentos Formação de Recursos Humanos na área de fármacos e medicamentos A formação em Farmácia Seminário do BNDES 7 de maio de 2003 Por que RH para Fármacos e Medicamentos? Fármacos e Medicamentos como campo estratégico

Leia mais

Regulamento Programa Institucional de Bolsa de Iniciação Científica Sênior do Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá

Regulamento Programa Institucional de Bolsa de Iniciação Científica Sênior do Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá Regulamento Programa Institucional de Bolsa de Iniciação Científica Sênior do I. CONSIDERAÇÕES GERAIS ART. 1º - Este regulamento tem por objetivo orientar a apresentação, tramitação, aprovação, execução,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS GRADUAÇÃO SANDUÍCHE CHAMADAS PÚBLICAS 108 A 116/2012

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS GRADUAÇÃO SANDUÍCHE CHAMADAS PÚBLICAS 108 A 116/2012 O QUE É REQUISITOS PARA O CANDIDATO ÁREAS E TEMAS DE ESTUDO PRIORITÁRIOS Processo de seleção de candidatos de instituições brasileiras a bolsas de graduação-sanduíche no exterior para estudo em instituições

Leia mais

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS GRADUAÇÃO-SANDUÍCHE NA ESPANHA

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS GRADUAÇÃO-SANDUÍCHE NA ESPANHA PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS GRADUAÇÃO-SANDUÍCHE NA ESPANHA CHAMADA PÚBLICA PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS/ MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO, CULTURA E ESPORTE DA ESPANHA Nº 115/2012 A Coordenação de Aperfeiçoamento

Leia mais

POLÍTICA INSTITUCIONAL DE FORMAÇÃO E DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DA UNIVERSIDADE SEVERINO SOMBRA

POLÍTICA INSTITUCIONAL DE FORMAÇÃO E DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DA UNIVERSIDADE SEVERINO SOMBRA POLÍTICA INSTITUCIONAL DE FORMAÇÃO E DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DA UNIVERSIDADE SEVERINO SOMBRA Capítulo I Do Regulamento Art. 1º. O presente Regulamento define e regula a Política de Formação e Desenvolvimento

Leia mais

CHAMADA INTERNA 40/2011 PRPGP-PROGRAD-SAI PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS CNPq - UFSM

CHAMADA INTERNA 40/2011 PRPGP-PROGRAD-SAI PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS CNPq - UFSM Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa Pró-Reitoria de Graduação Secretaria de Apoio Internacional CHAMADA INTERNA 40/ PRPGP-PROGRAD-SAI PROGRAMA

Leia mais

Programa CAPES/BRAFITEC. Brasil/França Ingénieur Technologie. Edital CGCI n. 022/2007

Programa CAPES/BRAFITEC. Brasil/França Ingénieur Technologie. Edital CGCI n. 022/2007 Programa CAPES/ Brasil/França Ingénieur Technologie Edital CGCI n. 022/2007 1 Do programa O Programa (Brasil/França Ingénieur Technologie) é uma iniciativa da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal

Leia mais

- ATENÇÃO PESQUISADORES -

- ATENÇÃO PESQUISADORES - - ATENÇÃO PESQUISADORES - Informamos abaixo os últimos editais para fomento à pesquisa divulgados pela FAPESB e CNPQ, para conhecimento e possível envio de propostas de projetos: Órgão Responsável: FAPESP

Leia mais

Portaria nº 64, de 24 de março de 2010

Portaria nº 64, de 24 de março de 2010 Portaria nº 64, de 24 de março de 2010 O PRESIDENTE DA COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR CAPES, no uso das atribuições conferidas pelo art. 26, inciso IX, do Decreto nº 6.316,

Leia mais

EDITAL Nº 02/2012 PROPP/UEMS/MCT/FINEP/CT- INFRA PROINFRA 01/2011

EDITAL Nº 02/2012 PROPP/UEMS/MCT/FINEP/CT- INFRA PROINFRA 01/2011 UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO DIVISÃO DE PESQUISA EDITAL Nº 02/2012 PROPP/UEMS/MCT/FINEP/CT- INFRA PROINFRA 01/2011 SELEÇÃO DE PROPOSTAS PARA APOIO

Leia mais

Av. Itália, Km8 Campus Carreiros Rio Grande, RS Brasil 96201-900 fone: 53.32336772 e- mail:propesp@furg.br

Av. Itália, Km8 Campus Carreiros Rio Grande, RS Brasil 96201-900 fone: 53.32336772 e- mail:propesp@furg.br As Pró-reitorias de Pesquisa e Pós-Graduação (PROPESP) e de Graduação (PROGRAD), no uso de suas atribuições, tornam público o edital de seleção interna para o Programa Ciência sem Fronteiras - Graduação

Leia mais

Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas

Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS E ECONÔMICAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA BOLSA DE PÓS-DOUTORADO A coordenação do Programa

Leia mais

EDITAL Nº 005/2011-PRPI

EDITAL Nº 005/2011-PRPI EDITAL Nº 005/2011-PRPI A Pró-reitora de Pesquisa e Inovação do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará - IFCE, no uso de suas atribuições, torna público que estão abertas as inscrições

Leia mais

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS GRADUAÇÃO-SANDUÍCHE NA ESPANHA

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS GRADUAÇÃO-SANDUÍCHE NA ESPANHA PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS GRADUAÇÃO-SANDUÍCHE NA ESPANHA CHAMADA PÚBLICA PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS/ MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO, CULTURA E ESPORTE DA ESPANHA Nº 115/2012 A Coordenação de Aperfeiçoamento

Leia mais

ORIENTAÇÕES GERAIS PARA UTILIZAÇÃO DE RECURSOS DO PROEX (2015)

ORIENTAÇÕES GERAIS PARA UTILIZAÇÃO DE RECURSOS DO PROEX (2015) UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Instituto de Medicina Social Rua São Francisco Xavier, 524 / 7º andar / Bloco D - Maracanã CEP: 20550-013 - Rio de Janeiro - BRASIL TEL: 55-021- 2334-0235 FAX:

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE CONSULTOR PESSOA FÍSICA MODALIDADE PRODUTO

TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE CONSULTOR PESSOA FÍSICA MODALIDADE PRODUTO TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE CONSULTOR PESSOA FÍSICA MODALIDADE PRODUTO Número e Título do Projeto Função no Projeto: Resultado: Atividades: Antecedentes: (breve histórico justificando a contratação)

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO INSTITUCIONAL

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO INSTITUCIONAL REGULAMENTO DO PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO INSTITUCIONAL CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS E METAS Art. 1º. O Programa de Capacitação Institucional PCI tem por objetivo promover a melhoria da qualidade das funções

Leia mais

EDITAIS FEVEREIRO 2015 OBJETO QUEM PODE PROPOR ÓRGÃO FINANCIADOR

EDITAIS FEVEREIRO 2015 OBJETO QUEM PODE PROPOR ÓRGÃO FINANCIADOR DATA LIMITE DE ENVIO OBJETO QUEM PODE PROPOR ÓRGÃO FINANCIADOR LINK DO EDITAL 21/2/2015 Chamada Pública DPMRQ/MDA nº 006/2014 - Seleção de Entidades Executoras de Assistência Técnica e Extensão Rural para

Leia mais

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO INSTITUCIONAL (PCI) Edital nº002/2015. 2º Processo Seletivo do PCI/IBICT de 2015

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO INSTITUCIONAL (PCI) Edital nº002/2015. 2º Processo Seletivo do PCI/IBICT de 2015 PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO INSTITUCIONAL (PCI) Edital nº002/2015 2º Processo Seletivo do PCI/IBICT de 2015 O INSTITUTO BRASILEIRO DE INFORMAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA (IBICT), Unidade de Pesquisa do Ministério

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE M I N UT A EDITAL FOPIN 2015

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE M I N UT A EDITAL FOPIN 2015 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE M I N UT A INSTRUÇÃO DE SERVIÇO PROPPI N o 06 de 09 de Julho de 2015 EDITAL FOPIN 2015 PROGRAMA DE FOMENTO À PESQUISA DAS

Leia mais

1ª Retificação do Edital Nº 024/2015

1ª Retificação do Edital Nº 024/2015 1ª Retificação do Edital Nº 024/2015 O Diretor Geral do Câmpus Juiz de Fora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais (IF Sudeste MG), no uso de suas atribuições

Leia mais

REGULAMENTO. 1º - Serão aceitos projetos inovadores desenvolvidos em 2009 e 2010, e que já estejam no mercado por um período mínimo de 6 meses.

REGULAMENTO. 1º - Serão aceitos projetos inovadores desenvolvidos em 2009 e 2010, e que já estejam no mercado por um período mínimo de 6 meses. REGULAMENTO APRESENTAÇÃO Art. 1º O Prêmio de Nacional de Inovação na Indústria, promovido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e pelo Movimento Brasil Competitivo (MBC), com o apoio da Financiadora

Leia mais

Programa Consórcios em Educação Superior Brasil e Estados Unidos

Programa Consórcios em Educação Superior Brasil e Estados Unidos Programa Consórcios em Educação Superior Brasil e Estados Unidos CAPES/FIPSE Edital Nº 8/2010 CAPES A Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), por meio de sua Diretoria

Leia mais