TÓPICOS DESSA APRESENTAÇÃO:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TÓPICOS DESSA APRESENTAÇÃO:"

Transcrição

1 APRESENTAÇÃO Lilian Wesendonck Bióloga e Farmacêutica Membro da Associação Brasileira de Cosmetologia Ministrante de Palestras e Cursos de Aperfeiçoamento em Cosméticos

2 TÓPICOS DESSA APRESENTAÇÃO: INTRODUÇÃO: BREVE EXPLICAÇÃO SOBRE A PELE A RADIAÇÃO SOLAR O CÂNCER DE PELE SITUAÇÃO DOS TRABALHADORES EXPOSTOS AS RADIAÇÕES ULTRAVIOLETAS COMO SE PREVENIR

3 INTRODUÇÃO: BREVE EXPLICAÇÃO SOBRE A PELE

4 A MODA É ESTAR BRONZEADO? UM POUCO DE HISTÓRIA... Uma investigação histórica do banho solar entre os seres humanos Traz conclusões bastante curiosas: [1] ANTES E DEPOIS DA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL: ANTES: BRONZEADO Classe dos Trabalhadores e Escravos NÃO BRONZEADO Aristocratas [2] A CONTRIBUIÇÃO DO MUNDO DA MODA: CHANNEL NA DÉCADA DE 20 PROMOVE O CORPO BRONZEADO 3] A CONTRIBUIÇÃO DA CIÊNCIA E DA REDUÇÃO DA CAMADA DE OZÔNIO: BRONZEADO NÃO É SAÚDE TEMOS QUE NOS PROTEGER!!!

5 O QUE É A PELE? (SUBSTRATO) 1- DEFINIÇÃO Pele constitui o maior órgão do organismo humano. Em indivíduos adultos, pesa aproximadamente 17 Kg e sua superfície chega a 1,8-2,0 m2.; A pele é um envelope elástico que protege o organismo; participa da regulagem da temperatura e age como órgão auxiliar na respiração e excreção; Também é uma reserva importante de gordura e produção de vitamina D. É um verdadeiro órgão sensorial; A pele é constituída de 3 elementos sobrepostos: a epiderme, a derme e a hipoderme.

6 2- FUNÇÃO O QUE É A PELE? (SUBSTRATO) Exerce diversas funções, como: Regulação térmica Função imunológica Controle do fluxo sangüíneo Proteção contra diversos agentes do meio ambiente Funções sensoriais (calor, frio, pressão, dor e tato)

7 O QUE É A PELE? (SUBSTRATO) 3 - CAMADAS DA PELE EPIDERME DERME HIPODERME As três camadas da pele são sensíveis aos raios ultravioleta, que fazem parte da luz solar 4 - TIPOS DE PELE DELICADA E FINA OLEOSA ESPESSA SECA ou XERODÉRMICA

8 5 FOTOTIPOS DE PELE Fototipos* Descrição O- Branca Não pode tomar sol Sensibilidade ao Sol Hiper Sensível ETNIAS Albinos I Branca Queima com facilidade, nunca bronzeia Muito sensível Ruivos II - Branca Queima com facilidade, bronzeia muito pouco Sensível Loiros III - Morena Clara IV - Morena Moderada V - Morena Escura Queima moderadamente, bronzeia moderadamente Queima pouco, bronzeia com facilidade Queima raramente, bronzeia bastante Nunca queima, totamente VI - Negra pigmentada * Segundo a Classificação de Fitzpatrick Normal Normal Pouco sensível Insensível Morenos Claros Latinos Árabes, Mestiços, Asiáticos Negros

9 VOCÊ SABIA... Todos nós temos a mesma quantidade de melanócitos (células que produzem a melanina), porém as melaninas produzidas são distintas. Os negros possuem um filtro melânico de excelente qualidade, enquanto que nas pessoas de cabelos ruivos, este filtro é quase inexistente. Capital solar, noção relativamente recente e fundamental. Cada ser humano nasce com um capital solar que irá consumir no decorrer de sua vida. Este capital representa o número de melanócitos ou seja, o número de células bronzeantes à origem da fabricação da melanina. A quantidade de melanócitos diminui em função da idade. Estima-se que este número cai de 10% a cada 10 anos.

10 6. RESUMINDO, OS FATORES QUE PREDISPÕE À LESÃO SOLAR SÃO: I - TIPO DE PELE DO PACIENTE II - IDADE QUANDO DA EXPOSIÇÃO III - INTENSIDADE DE EXPOSIÇÃO IV - EXPOSIÇÃO CUMULATIVA DE LUZ

11 A RADIAÇÃO SOLAR

12 RADIAÇÃO ULTRAVIOLETA DO SOL ESPECTRO ELETROMAGNÉTICO

13 OS RAIOS ULTRAVIOLETAS SE DIVIDEM EM TRÊS TIPOS: UV-C de nm (camada de ozônio filtra) UV-B de nm atinge camadas mais superficiais, apresenta intensa reação, principal responsável pelas queimaduras solares. UV-A de nm atinge camadas mais profundas da pele, principal responsável pelo bronzeamento, envelhecimento mais precoce e o câncer de pele.

14 FATORES QUE INFLUENCIAM NA INCIDÊNCIA DA RADIAÇÃO A intensidade dos UVR é maior entre 10:00 e 14:00 horas.

15 FATORES QUE INFLUENCIAM NA INCIDÊNCIA DA RADIAÇÃO A altitude também é importante. Para cada 300 metros de altitude observa-se um incremento de 4% na exposição aos UVB. Muitas superfícies, incluindo-se a cimento e a areia, são refletores dos UV. O cimento, por exemplo, pode refletir até 60% da incidência dos UV, a areia tem taxa de reflexão de 17% e a água 5%. As nuvens e a neblina filtram os raios infravermelhos (IR), porém uma quantidade substancial de UV, especialmente os UVB, passam por eles o que explica porque pode-se queimar num dia aparentemente Sem sol, com o céu encoberto. A intensidade dos UV também varia com a estação. Eles aumentam no verão e diminuem no inverno. Isto se deve o menor ângulo de contato entre as radiações solares e a terra no decorrer dos meses de inverno. Alguns aparelhos fabricados pelo homem também podem ser fonte de exposição aos raios UV. Os arcos de solda, as lâmpadas germicidas, e as muito populares, porém extremamente perigosas, lâmpadas de bronzear. A exposição ao UV também aumenta com a diminuição da camada de ozônio da estratosfera.

16 FOTOPROTEÇÃO O Sol faz bem? O Sol faz bem a nossa saúde? DEPENDE. Parece inacreditável tal colocação, contudo estudos científicos dos últimos anos favorecem esta resposta. De fato, o Sol é importante para nossa saúde indiretamente, ao fornecer energia ao meio ambiente que nos cerca. Contudo, à nossa pele, o sol nem sempre é benéfico. Ele determina uma série de alterações que culminam com o envelhecimento precoce e surgimento de cânceres. Danos provocados pela radiação solar QUEIMADURAS (MAL AGUDO DE LESÃO SOLAR) ALTERAÇÕES DE PELE ENVELHECIMENTO CUTÂNEO CÂNCER DE PELE REAÇÕES FOTOTÓXICAS E DOENÇAS FOTOSSENSÍVEIS

17 QUEIMADURAS SOLARES A queimadura solar ordinária, também chamada de eritema solar, é uma queimadura cutânea atribuída em 98% aos UVB e 2% aos UVA. Os UV causam a morte das células e a inflamação da pele. As características variam em função da intensidade e duração da exposição, mas também do tipo de foto-proteção natural do indivíduo, o qual depende de seu fototipo. O eritema actínico aparece de 6 a 24 horas após a exposição (dependendo da latitude e altitude). A pele toma uma coloração vermelha rosada.

18 CERATOSE ACTÍNICA CRÔNICA Uma doença não muito freqüente que afeta homens idosos, principalmente aqueles com história prévia de muita exposição ao sol e que continuam com atividades ao ar livre, como na agricultura. A face, o pescoço e o dorso das mãos são as partes mais afetadas com um eczema provocado e mantido pela radiação UV. ALTERAÇÕES DE PELE DERMATITE SOLAR - Luz ultravioleta é um fator ambiental que agrava lesões faciais de dermatite atópica do adulto - Um número crescente de pacientes adultos com dermatite atópica (DA) no Japão é afetado por lesões eczematosas persistentes na face (assim-chamada face vermelha do atópico).

19 ENVELHECIMENTO CUTÂNEO No foto-envelhecimento, o rosto é o mais atingido. A pele torna-se mais flácida e enrugada, mais densa e com coloração amarelada ou acinzentada, com orifícios dos poros dilatados, parecida com a casca de um limão. Às vezes, a pele pode afinar-se, mas de qualquer forma, ela estará cheia de rugas radiais como no caso do lábio superior, por exemplo. Podem aparecer também uma multiplicidade de ruguinhas, mais finas, também decorrentes de uma exposição excessiva aos raios solares.

20 CÂNCER DE PELE

21 CÂNCER DE PELE Quando falamos de mais de NOVOS CASOS DE CÂNCER DA PELE POR ANO NO BRASIL, estamos falando de um número relacionado apenas com o conhecimento que temos a partir de nossas atividades no âmbito interno da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Podemos, no entanto, estar falando também de um número superior a 100 mil novos casos se levarmos em consideração o contexto global da sociedade brasileira. Alguns anos ainda serão necessários para dispormos de estatísticas totalmente confiáveis e esta é uma das metas do Programa Nacional de Controle do Câncer da Pele. Nos ESTADOS UNIDOS SÃO MAIS DE NOVOS CASOS AO ANO, dos quais estima-se que, em 1999, tenham sido de melanoma, que, nesse mesmo ano, levou à morte aproximadamente pacientes. O crescimento que vem se verificando nestes últimos anos no número de casos de câncer da pele, levou diversas entidades americanas (entre elas a Academia Americana de Dermatologia) à adoção de medidas preventivas e sobretudo educacionais voltadas para a criação de novos hábitos relacionados à exposição à luz solar, que é a principal causa do câncer da pele.

22 CÂNCER DE PELE CARCINOMA BASOCELULAR MELANOMA

23 O QUE É CÂNCER DE PELE? O câncer da pele é um tumor formado por células da pele que sofreram uma transformação e multiplicaram-se de maneira desordenada e anormal dando origem a um novo tecido (neoplasia). Entre as causas que predispõem ao início desta transformação celular aparece como principal agente a exposição prolongada e repetida à radiação ultra-violeta do sol. O câncer da pele atinge principalmente as pessoas de pele branca, que se queimam com facilidade e nunca se bronzeiam ou se bronzeiam com dificuldade. Cerca de 90% das lesões localizam-se nas áreas da pele que ficam expostas ao sol, o que mostra a importância da exposição solar para o surgimento do tumor. A proteção solar é, portanto, a principal forma de prevenção da doença

24 CÂNCER DE PELE Especial atenção merecem as chamadas manchas pigmentadas (melanócitos), sinais, sardas, manchas escuras. A maior parte destes sinais é benigna. Mas qualquer alteração recente do seu tamanho, forma, cor, começar a sentir prurido ou verificar que há vermelhidão ou sangramento pode ser um indício da sua transformação em melanoma. O número de melanomas detectados tem aumentado de ano para ano. Mas, diagnosticado a tempo, a sua percentagem de cura é muito elevada, chegando mesmo a atingir os 95 por cento, pois permite evitar o aparecimento de metástases, que possam comprometer o êxito do tratamento. Tornase assim fundamental a observação periódica dos sinais. Um auto-exame regular, com a ajuda de um espelho inteiro e de um espelho de mão, é a melhor forma de nos familiarizarmos com as manchas pigmentadas

25 REAÇÕES FOTOTÓXICAS E DOENÇAS FOTOSSENSÍVEIS Lupus Fotodermatites As reações de foto-sensibilidade são dermatoses provocadas pela interação dos raios solares e de substâncias foto-sensibilizantes de origem exógena, presentes ao nível da pele por contato ou via sanguínea. As lesões são localizadas, inicialmente, nas áreas descobertas (rosto, decote, parte dorsal das mãos, etc). O agravamento de doenças da pele como o lúpus, o vitiligo e outras deve também ser esperado após uma exposição aos raios solares por pessoas portadoras deste males. Vitiligo

26 SITUAÇÃO DOS TRABALHADORES EXPOSTOS AS RADIAÇÕES ULTRAVIOLETAS O RISCO DO CÂNCER DE PELE

27 Revista Proteção: Novembro 2002

28 Revista Proteção: Novembro 2002

29 Revista Proteção: Novembro 2002

30 Fonte : Revista Proteção - Novembro 2002

31 Enquanto isso... Os números n continuam crescendo!

32 FONTE: INCA INSTITUTO NACIONAL DO CANCER Publicado na Revista Nova da Editora Abril em Dezembro 2001

33 CÂNCER DE PELE EM 2003 Três mil casos de câncer de pele em um dia A 5ª Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer de Pele da Sociedade Brasileira de Dermatologia, realizada em 22 de novembro de 2003, atendeu pessoas. Destas, mais de 3 mil apresentavam lesões de câncer de pele (8,2% dos atendidos). A forma mais grave e perigosa de câncer de pele, o melanoma, estava presente em 190 pessoas. Pesquisa mostrou que 69% das pessoas não se protegem De acordo com a pesquisa realizada durante os atendimentos, quase 70% das pessoas não usam qualquer tipo de proteção quando se expõem ao sol. Entre os homens, este índice chega a 75%. O percentual de mulheres que não se protegem também é elevado: 62%. Dentre os principais efeitos maléficos da exposição descuidada ao sol, o câncer de pele é o mais temido, pois pode, inclusive levar o paciente ao óbito, principalmente nos casos de melanoma. Outros efeitos que vão surgir com o passar do tempo são o envelhecimento precoce, surgimento de manchas, rugas e perda da elasticidade.

34 INCA / 2005 A expectativa era de que o número de novos casos de câncer de pele, considerados não melanoma, que são de baixa letalidade e que em alguns casos podem levar a deformidades físicas, entre a população em geral seja de casos em homens e de em mulheres. Esses valores correspondem a um risco estimado de 62 casos novos a cada 100 mil homens e 60 para cada 100 mil mulheres. INCA / 2006 A expectativa é de que o número de novos casos de câncer de pele, considerados não melanoma, entre a população em geral seja de casos em homens e de em mulheres. Esses valores correspondem a um risco estimado de 61 casos novos a cada 100 mil homens e 65 para cada 100 mil mulheres. Os números atuais, em relação às estimativas da Instituição feitas no ano passado, mostram uma queda de 1.66% na estimativa de casos entre homens e um aumento de 8.05% entre o sexo feminino.

35 COMO SE PREVENIR

36 MEDIDAS DE PROTEÇÃO Todas elas são importantes e se complementam; Os itens abaixo, com exceção da casa e do guarda-sol, se usados para a proteção do trabalhador devem cumprir os artigos 166 e 167 da CLT e serem Certificados pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) de acordo com a NR 6. Óculos de Segurança com filtros de luz já possuem Certificado de Aprovação ( CA.)

37 O Quadro a seguir mostra quanto da luz solar (UVB) é absorvida pelos protetores solares. PROTEÇÃO DOS FILTROS SOLARES MEDIDA DE PROTEÇÃO FPS % de proteção solar da radiação UVB fornecida % Uktra violeta B transmitida pelo protetore solar 2 50,0 50,0 8 87,5 12, ,4 6, ,7 3, ,5 2, ,0 2,0 Como pode ser visto no Quadro acima, nenhum protetor oferece 100% de proteção. O filtro solar com FS 15 bloqueia a maior parte (quase 94%) dos raios UVB. Entretanto, neste caso, o tempo em que o filtro solar continuará a absorver os raios UVB será tanto maior quanto mais alto for o valor de FPS, diminuindo assim, a freqüência de aplicação.

38 PARA UMA MELHOR PREVENÇÃO: O QUE É FPS? FPS= DOSE ERITEMATOSA MÍNIMA (PELE PROTEGIDA - COM FILTRO) DOSE ERITEMATOSA MÍNIMA (PELE NÃO PROTEGIDA - SEM FILTRO) O FPS informa ao consumidor quanto tempo a mais que o normal ele vai precisar para queimar, assumindo que o protetor continua na pele para fazer efeito, obviamente. Assim, um FPS 15 aplicado num indivíduo que normalmente necessita de cerca de 05 minutos para queimar, terá uma proteção durante cerca de 75 minutos (FPS 15 x 05 minutos = 75 minutos).

39 E QUAL A DIFERENÇA A ENTRE PROTETOR E BLOQUEADOR SOLAR? Qual é a diferença entre protetor solar e bloqueador solar? Existem três categorias entre os produtos de proteção solar: moderadores solares, protetores solares e bloqueadores solares. Moderadores solares apresentam FPS menores que 15. Protetores solares apresesentam FPS maiores de 15 e menores que 20. Bloqueadores solares apresentam FPS maiores que 20. O que seria o protetor solar perfeito? Seria aquele que filtre desde os raios UVB até os infravermelhos, não seja irritante nem sensibilizante, tenha alta substantividade e seja de fácil aplicação e qualidade reconhecida.

40 CUIDADOS NA APLICAÇÃO Não basta usar o protetor solar na pele apenas uma vez, como a maioria das pessoas desavisadas costuma fazer. Deve-se reaplicá-lo mais de uma vez, de preferência a cada 2 horas e sempre 20 a 30 minutos antes de se expor ao Sol, para este aderir à pele. Também há a necessidade da reaplicação quando se transpira (se sua) muito e no caso de se tomar banho após a primeira aplicação. Não use filtros solares em bebês com menos de 6 meses de idade. Mantenha-os fora do alcance dos raios solares. Use filtro solar de amplo espectro que proteja contra os raios ultravioletas dos tipos UVA e UVB Passe uma porção equivalente a mais ou menos 3 gramas (rosto, braços, nuca) Mesmo com protetor, use vestuário, chapéu ou boné e óculos escuros. Mesmo em dias nublados, cerca de 80% dos raios UV atravessam as nuvens e a neblina. Cuidado com a luz refletida. A luz do Sol reflete na areia, na neve, nas salinas, no concreto e na água, atingindo a pele, mesmo na sombra. Hidrate a pele após ter tomado sol, para restaurar a umidade perdida, evitando assim o seu ressecamento

41 EXPOSIÇÃO SOLAR: TRABALHO TRABALHADOR TEM PELE COMO NÓS!!

42 MUITO OBRIGADA!

A pele é um sistema orgânico que, quando mantida sua integridade, tem como funções:

A pele é um sistema orgânico que, quando mantida sua integridade, tem como funções: CUIDADOS COM A PELE A pele é um sistema orgânico que, quando mantida sua integridade, tem como funções: Regular a temperatura do nosso corpo; Perceber os estímulos dolorosos e agradáveis; Impedir a entrada

Leia mais

RADIAÇÃO ULTRAVIOLETA E CÂNCER DE PELE

RADIAÇÃO ULTRAVIOLETA E CÂNCER DE PELE UNIFESP UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO ESCOLA PAULISTA DE MEDICINA PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM CIRURGIA PLÁSTICA REPARADORA Coordenadora e Professora Titular: Profa.Dra.Lydia Masako Ferreira RADIAÇÃO

Leia mais

O que é Radiação Ultravioleta (R-UV)?

O que é Radiação Ultravioleta (R-UV)? O que é Radiação Ultravioleta (R-UV)? A radiação solar mais conhecida é a faixa do visível. No entanto, outras duas faixas muito importantes são as do ultravioleta (UV) e do infravermelho (IV). A faixa

Leia mais

A Moda do Bronzeado... Entre as duas grandes Guerras inicia-se a liberação feminina. Coco Chanel lança a moda do bronzeado.

A Moda do Bronzeado... Entre as duas grandes Guerras inicia-se a liberação feminina. Coco Chanel lança a moda do bronzeado. Histórico A Moda do Bronzeado... Entre as duas grandes Guerras inicia-se a liberação feminina. Coco Chanel lança a moda do bronzeado. A pele bronzeada tornou-se moda, sinal de status e saúde. Histórico

Leia mais

Antes de falar sobre protetor solar vamos falar um pouco sobre a Radiação Solar.

Antes de falar sobre protetor solar vamos falar um pouco sobre a Radiação Solar. Proteção Solar PERFECT*SUN Antes de falar sobre protetor solar vamos falar um pouco sobre a Radiação Solar. A Radiação Solar é composta por diversos raios, com diferentes comprimentos de onda, conforme

Leia mais

O verão chegou, e as férias também.

O verão chegou, e as férias também. O verão chegou, e as férias também. Toda a família se prepara para uma viagem rumo à praia, você está pronto para se divertir com ela? Hélios e Hélia têm pressa para encontrar seus amigos e curtir o calor

Leia mais

Proteção Solar na Infância. Cláudia Márcia de Resende Silva (1) Luciana Baptista Pereira(1) Bernardo Gontijo(1, 2) Maria Ester Massara Café(1)

Proteção Solar na Infância. Cláudia Márcia de Resende Silva (1) Luciana Baptista Pereira(1) Bernardo Gontijo(1, 2) Maria Ester Massara Café(1) Proteção Solar na Infância Cláudia Márcia de Resende Silva (1) Luciana Baptista Pereira(1) Bernardo Gontijo(1, 2) Maria Ester Massara Café(1) O sol emite um amplo espectro de radiações eletromagnéticas

Leia mais

A SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia) constatou por meio de uma pesquisa realizada em 2011 que 59,85% dos entrevistados se expõe à luz solar

A SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia) constatou por meio de uma pesquisa realizada em 2011 que 59,85% dos entrevistados se expõe à luz solar A SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia) constatou por meio de uma pesquisa realizada em 2011 que 59,85% dos entrevistados se expõe à luz solar sem qualquer proteção, enquanto apenas 34,31% usam protetor

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE: Protetor Solar, Fotoproteção, Câncer de Pele.

PALAVRAS-CHAVE: Protetor Solar, Fotoproteção, Câncer de Pele. PROTEÇÃO SOLAR PARA ESTETICISTAS, EDUCADORES FÍSICOS E PRATICANTES DE ATIVIDADE FÍSICA. 1. BARBOSA DA SILVA. Samara Cristina; 2. MORO. Rafael; 3. RODRIGUES DE FREITAS. Lígia; 4. OLIVEIRA. Aide Angélica

Leia mais

PROTETOR SOLAR. Priscila Pessoa, bolsista PIBID, Licenciatura em Química, IQ-UNICAMP

PROTETOR SOLAR. Priscila Pessoa, bolsista PIBID, Licenciatura em Química, IQ-UNICAMP PROTETOR SOLAR Priscila Pessoa, bolsista PIBID, Licenciatura em Química, IQ-UNICAMP É a fonte de energia essencial para a vida na terra e muitos são os benefícios trazidos pela luz solar para os seres

Leia mais

2. O índice experimental UV como usá-los

2. O índice experimental UV como usá-los RADIAÇÃO ULTRAVIOLETA SOLAR CUIDADOS ESPECIAIS ÍNDICE 1. Introdução -------------------------------------------------------------------------------------1 2. O índice experimental UV como usá-los ------------------------------------------------1

Leia mais

uriosidades O que é Radiação Ultravioleta? Tipos de Radiação Ultravioleta

uriosidades O que é Radiação Ultravioleta? Tipos de Radiação Ultravioleta C uriosidades Índice de Radiação Ultravioleta e Saúde: Proteja-se! V ocê saberia dizer quais o perigos ao se expor diariamente ao Sol? Quais os efeitos causados pela radiação solar ultravioleta à nossa

Leia mais

Campanha de prevenção do cancro da pele

Campanha de prevenção do cancro da pele Campanha de prevenção do cancro da pele Use o protetor solar adequado. Proteja-se com chapéu e óculos de sol. Evite a exposição solar entre as 11:00 e as 17:00. www.cm-loures.pt facebook.com/municipiodeloures

Leia mais

sol, luz e calor. protetor solar e óculos de sol.

sol, luz e calor. protetor solar e óculos de sol. Com a chegada das férias e o verão, a procura por locais abertos para passeios e diversão é comum, mas é preciso cuidado na exposição ao sol para evitar problemas de saúde. Assim, é necessário adquirir

Leia mais

Os cuidados com. A sua pele

Os cuidados com. A sua pele Os cuidados com A sua pele Supervisão editorial: Dr. Gilberto Ururahy UNIDADE BOTAFOGO Rua Lauro Müller, 116-34º Andar Torre Rio Sul CEP 22290-160 Botafogo Rio de Janeiro RJ Tel.: (21) 2546.3000 UNIDADE

Leia mais

38 Por que o sol queima a nossa pele?

38 Por que o sol queima a nossa pele? A U A UL LA Por que o sol queima a nossa pele? Férias, verão e muito sol... Vamos à praia! Não importa se vai haver congestionamento nas estradas, muita gente na areia, nem mesmo se está faltando água

Leia mais

PROTEÇÃO SOLAR NA INFÂNCIA

PROTEÇÃO SOLAR NA INFÂNCIA PROTEÇÃO SOLAR NA INFÂNCIA Dra. Ana Elisa Kiszewski Bau Vice Presidente do Departamento de Dermatologia da SBP Professora Adjunta de Dermatologia da UFCSPA. Dermatologista Pediatra do Complexo Hospitalar

Leia mais

UVA e UVB. quais são alguns dos BENEFÍCIOS 21/10/2015. QUAL O PROBLEMA então? por que se fala tanto em FOTOPROTEÇÃO? Δ e E Fotossíntese Vitamina D

UVA e UVB. quais são alguns dos BENEFÍCIOS 21/10/2015. QUAL O PROBLEMA então? por que se fala tanto em FOTOPROTEÇÃO? Δ e E Fotossíntese Vitamina D espectro de ondas eletromagnéticas 21/10/2015 FILTRO SOLAR como escolher corretamente seu AMIGO de todos os dias quais são alguns dos BENEFÍCIOS do SOL? Δ e E Fotossíntese Vitamina D QUAL O PROBLEMA então?

Leia mais

Radiação UV e fotodano cutâneo. Luis Fernando Tovo

Radiação UV e fotodano cutâneo. Luis Fernando Tovo Radiação UV e fotodano cutâneo Luis Fernando Tovo EXPECTRO DA RADIAÇÃO SOLAR FOTO-ENVELHECIMENTO X FOTODANO FOTO-ENVELHECIMENTO: superposição do dano crônico do sol sobre processo de envelhecimento intrínseco

Leia mais

PROTETORES SOLARES. Priscila Pessoa, bolsista PIBID, IQ-UNICAMP

PROTETORES SOLARES. Priscila Pessoa, bolsista PIBID, IQ-UNICAMP PROTETORES SOLARES Priscila Pessoa, bolsista PIBID, IQ-UNICAMP O sol é uma fonte de energia essencial para a vida na terra pois, direta ou indiretamente a maioria dos ciclos biológicos dependem da radiação

Leia mais

CÂNCER DA PELE PATROCÍNIO

CÂNCER DA PELE PATROCÍNIO Luizinho e Chiquinho CÂNCER DA PELE PATROCÍNIO SBD: DERMATOLOGISTA COM TÍTULO DE ESPECIALISTA CUIDANDO DE VOCÊ. Luizinho/Chiquinho e o câncer da pele Oi Luiz. NOssO país é privilegiado, pois temos sol

Leia mais

RADIAÇÃO UV E SAÚDE HUMANA 1

RADIAÇÃO UV E SAÚDE HUMANA 1 RADIAÇÃO UV E SAÚDE HUMANA 1 O presente documento apresenta os seguintes tópicos relacionados à radiação UV e Saúde humana: - Efeitos da R-UV sobre a Pele - Examinando sua pele - Tipos de pele - Efeitos

Leia mais

Praticamente todo absorvido pelo ozônio. Pouquíssimo ou nada chegam à biosfera.

Praticamente todo absorvido pelo ozônio. Pouquíssimo ou nada chegam à biosfera. RADIAÇÃO ULTRAVIOLETA A radiação ultravioleta (UV) é uma pequena porção da radiação total recebida do sol. Foi descoberta em 1801 pelo físico alemão Johann Wilhelm Ritter (1776-1810). Tornou-se um tópico

Leia mais

Fátima Cecilia Poleto Piazza * Maria Enói dos Santos Miranda **

Fátima Cecilia Poleto Piazza * Maria Enói dos Santos Miranda ** AVALIAÇÃO DO CONHECIMENTO DOS HÁBITOS DE EXPOSIÇÃO E DE PROTEÇÃO SOLAR DOS ADOLESCENTES DO COLÉGIO DE APLICAÇÃO UNIVALI DE BALNEÁRIO CAMBORIÚ (SC),2007. Fátima Cecilia Poleto Piazza * Maria Enói dos Santos

Leia mais

VIGILÂNCIA EM SAÚDE AMBIENTAL CIEVS- Centro de Informações Estratégicas em Saúde

VIGILÂNCIA EM SAÚDE AMBIENTAL CIEVS- Centro de Informações Estratégicas em Saúde VIGILÂNCIA EM SAÚDE AMBIENTAL CIEVS- Centro de Informações Estratégicas em Saúde Boletim de Alerta do VIGIAR Palmas 09 de setembro de 2014 RECOMENDAÇÕES PARA ENFRENTAR SITUAÇÕES DE A BAIXA UMIDADE RELATIVA

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 2006 (Do Sr. Leonardo Picciani)

PROJETO DE LEI N.º 2006 (Do Sr. Leonardo Picciani) PROJETO DE LEI N.º 2006 (Do Sr. Leonardo Picciani) Dispõe sobre a obrigatoriedade do fornecimento de protetores ou bloqueadores solares, nas condições que específica. O Congresso Nacional decreta: Art.

Leia mais

Brasília Patrimônio Cultural da Humanidade SEPN 511, Bloco C, Edifício Bittar, 4º andar, Asa Norte, Brasília/DF, CEP: 70.750-543 Telefone: (61)

Brasília Patrimônio Cultural da Humanidade SEPN 511, Bloco C, Edifício Bittar, 4º andar, Asa Norte, Brasília/DF, CEP: 70.750-543 Telefone: (61) 2 Telefone: (61) 3214-5602 (Ramal: 5729) PROGRAMA DE PROTEÇÃO À RADIAÇÃO SOLAR NO DISTRITO FEDERAL Plano de Gestão Integrada da Qualidade Ambiental no Distrito Federal Subsecretaria de Saúde Ambiental

Leia mais

Avaliação e Conscientização Quanto a Prevenção do Câncer de Pele

Avaliação e Conscientização Quanto a Prevenção do Câncer de Pele Avaliação e Conscientização Quanto a Prevenção do Câncer de Pele Liliane de Sousa Silva¹, Valéria Rodrigues de Sousa¹, Naiara Maria de Sousa¹, Rosilane Fernanda de Faria¹, Elisângela Gomes Queiroz de Sá¹,

Leia mais

THALITAN Bronzeado mais rápido, seguro e duradouro.

THALITAN Bronzeado mais rápido, seguro e duradouro. THALITAN Bronzeado mais rápido, seguro e duradouro. Thalitan é um complexo formado por um oligossacarídeo marinho quelado a moléculas de magnésio e manganês. Esse oligossacarídeo é obtido a partir da despolimerização

Leia mais

Direcção-Geral da Saúde

Direcção-Geral da Saúde Assunto: PLANO DE CONTINGÊNCIA PARA AS ONDAS DE CALOR 2008 RECOMENDAÇÕES SOBRE VESTUÁRIO APROPRIADO EM PERÍODOS DE TEMPERATURAS ELEVADAS Nº: 21/DA DATA: 07/08/08 Para: Contacto na DGS: Todos os Estabelecimentos

Leia mais

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA UNIDADE FLORIANÓPOLIS CURSO TÉCNICO DE METEOROLOGIA

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA UNIDADE FLORIANÓPOLIS CURSO TÉCNICO DE METEOROLOGIA CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA UNIDADE FLORIANÓPOLIS CURSO TÉCNICO DE METEOROLOGIA Coordenadora: Alexsandra da Cunha Gabriel Dominguez Cordeiro Geison Alves Thuany Schmidt Efeitos

Leia mais

CONFIRA DICAS PARA ENFRENTAR O ALTO ÍNDICE ULTRAVIOLETA

CONFIRA DICAS PARA ENFRENTAR O ALTO ÍNDICE ULTRAVIOLETA PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE Edifício Durval Silva, QD. 103 Sul, Rua SO-07, LT. 03, Centro CEP 77.016-010 Telefone: (63) 3218-5210 / E-mail: cievspalmas@gmail.com VIGILÂNCIA

Leia mais

Sejam bem-vindas a nossa Terça do Conhecimento!

Sejam bem-vindas a nossa Terça do Conhecimento! Sejam bem-vindas a nossa Terça do Conhecimento! Tema: Linha solar Mary Kay Pele A pele é o maior órgão do corpo humano, Tem a função de proteger o corpo contra o calor, a luz e as infecções é responsável

Leia mais

Biofísica 1. Ondas Eletromagnéticas

Biofísica 1. Ondas Eletromagnéticas Biofísica 1 Ondas Eletromagnéticas Ondas Ondas são o modo pelo qual uma perturbação, seja som, luz ou radiações se propagam. Em outras palavras a propagação é a forma na qual a energia é transportada.

Leia mais

13 perguntas sobre o sol e a protecção solar

13 perguntas sobre o sol e a protecção solar 13 perguntas sobre o sol e a protecção solar Estes artigos estão publicados no sítio do Consultório de Pediatria do Dr. Paulo Coutinho. Pág. 01 1.2. O sol faz mal? Não existem benefícios da exposição solar?

Leia mais

Sistema Tegumentar. Arquitetura do Tegumento. Funções do Sistema Tegumentar Proteção 09/03/2015

Sistema Tegumentar. Arquitetura do Tegumento. Funções do Sistema Tegumentar Proteção 09/03/2015 Sistema Tegumentar Sistema Tegumentar É constituído pela pele, tela subcutânea e seus anexos cutâneos Recobre quase toda superfície do corpo Profa Elaine C. S. Ovalle Arquitetura do Tegumento Funções do

Leia mais

Radiação UV, quais são os perigos? Toda pessoa está sujeita a melanomas, possua todas as informações para proteger você e sua família.

Radiação UV, quais são os perigos? Toda pessoa está sujeita a melanomas, possua todas as informações para proteger você e sua família. A referência médica online sobre os danos UV RISCOS SOLARES Radiação UV, quais são os perigos? Toda pessoa está sujeita a melanomas, possua todas as informações para proteger você e sua família. Faça a

Leia mais

28-02-2015. Sumário. Atmosfera da Terra. Interação Radiação-Matéria 23/02/2015

28-02-2015. Sumário. Atmosfera da Terra. Interação Radiação-Matéria 23/02/2015 Sumário Na : Radiação, Matéria e Estrutura Unidade temática 2. O ozono como filtro protetor da Terra. Formação e decomposição do ozono na atmosfera. Filtros solares. Alternativas aos CFC. Como se mede

Leia mais

TRATAMENTO ESTÉTICO DA PELE NEGRA. Prof. Esp. Maria Goreti de Vasconcelos

TRATAMENTO ESTÉTICO DA PELE NEGRA. Prof. Esp. Maria Goreti de Vasconcelos TRATAMENTO ESTÉTICO DA PELE NEGRA Prof. Esp. Maria Goreti de Vasconcelos A etnia confere características herdadas que devem ser valorizadas na indicação de procedimentos e tratamentos e na avaliação de

Leia mais

O que é o ozônio e onde se encontra?

O que é o ozônio e onde se encontra? O que é o ozônio e onde se encontra? Ozônio é um gás naturalmente presente na atmosfera. O Cada molécula contém três átomos de oxigênio e é quimicamente designado por O 3. Raios Ultravioleta Ionosfera

Leia mais

Vitacid tretinoína CREME 0,05% GEL 0,025% Uso adulto Uso externo

Vitacid tretinoína CREME 0,05% GEL 0,025% Uso adulto Uso externo Vitacid tretinoína CREME 0,05% GEL 0,025% Uso adulto Uso externo FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES: Gel 0,025% e Creme dermatológico 0,05%. Gel e Creme: bisnaga com 25g. COMPOSIÇÃO: Cada grama de VITACID

Leia mais

Externato Fernão Mendes Pinto A PELE. Esquema da pele, retirado da Internet. Rafael Galrão (3º ano) e Rita Farricha (4º ano)

Externato Fernão Mendes Pinto A PELE. Esquema da pele, retirado da Internet. Rafael Galrão (3º ano) e Rita Farricha (4º ano) Externato Fernão Mendes Pinto A PELE Esquema da pele, retirado da Internet Rafael Galrão (3º ano) e Rita Farricha (4º ano) INDICE 1. Como é feita a pele? 2. Para que serve a pele? 3. Cuidados a ter com

Leia mais

Espectro Eletromagnético (Parte III)

Espectro Eletromagnético (Parte III) Espectro Eletromagnético (Parte III) Nesta aula estudaremos os raios ultravioleta que são raios muito utilizados em câmaras de bronzeamento artificial, dos raios X que são essenciais para os diagnósticos

Leia mais

(NEVOS ATÍPICOS) E O RISCO DE MELANOMA. nevos (NEVOS ATÍPICOS) E O RISCO DE MELANOMA. www.skincancer.org

(NEVOS ATÍPICOS) E O RISCO DE MELANOMA. nevos (NEVOS ATÍPICOS) E O RISCO DE MELANOMA. www.skincancer.org nevos DISPLÁSICOS (NEVOS ATÍPICOS) E O RISCO DE MELANOMA nevos DISPLÁSICOS (NEVOS ATÍPICOS) E O RISCO DE MELANOMA www.skincancer.org NEVOS E MELANOMA NEVOS NORMAIS são pequenas manchas marrons ou saliências

Leia mais

D E R M A T I T E S HISTÓRIA

D E R M A T I T E S HISTÓRIA D E R M A T I T E S As dermatoses ocupacionais, conhecidas como dermatites de contato, manifestam-se através de alterações da pele e decorrem direta ou indiretamente de certas atividades profissionais.

Leia mais

Batom líquido fácil de aplicar, dá um efeito brilhoso nos lábios.

Batom líquido fácil de aplicar, dá um efeito brilhoso nos lábios. Batom Mais um item de maquiagem indispensável: BATOM. É impossível imaginar uma bela maquiagem sem batom, certo? Apesar de conhecer e ter, muitas mulheres não sabem que existem vários tipos de batom. Há

Leia mais

Avaliação do uso de protetores solares pela população rural de Piracicaba São Paulo Brasil, através da aplicação de questionário

Avaliação do uso de protetores solares pela população rural de Piracicaba São Paulo Brasil, através da aplicação de questionário Dermatologia Pesquisa Avaliação do uso de protetores solares pela população rural de Piracicaba São Paulo Brasil, através da aplicação de questionário Sunscreens evaluation usage by rural population from

Leia mais

EPIDUO adapaleno e peróxido de benzoíla GEL. 1,0 mg/g e 25,0 mg/g

EPIDUO adapaleno e peróxido de benzoíla GEL. 1,0 mg/g e 25,0 mg/g EPIDUO adapaleno e peróxido de benzoíla GEL 1,0 mg/g e 25,0 mg/g 1 EPIDUO adapaleno e peróxido de benzoíla APRESENTAÇÕES Gel contendo adapaleno 1mg/g e peróxido de benzoíla 25mg/g. Apresentado em bisnagas

Leia mais

PREVENÇÃO DO ENVELHECIMENTO CUTÂNEO E ATENUAÇÃO DE LINHAS DE EXPRESSÃO PELO AUMENTO DA SÍNTESE DE COLÁGENO RESUMO

PREVENÇÃO DO ENVELHECIMENTO CUTÂNEO E ATENUAÇÃO DE LINHAS DE EXPRESSÃO PELO AUMENTO DA SÍNTESE DE COLÁGENO RESUMO PREVENÇÃO DO ENVELHECIMENTO CUTÂNEO E ATENUAÇÃO DE LINHAS DE EXPRESSÃO PELO AUMENTO DA SÍNTESE DE COLÁGENO MACIEL, D. 1 ; OLIVEIRA, G.G. 2. 1. Acadêmica do 3ºano do Curso Superior Tecnólogo em Estética

Leia mais

Adapel. Medley Indústria Farmacêutica Ltda. Gel 1 mg/g

Adapel. Medley Indústria Farmacêutica Ltda. Gel 1 mg/g Adapel Medley Indústria Farmacêutica Ltda. Gel 1 mg/g ADAPEL adapaleno APRESENTAÇÃO Gel de 1 mg/g: embalagem com 20 g. USO DERMATOLÓGICO USO ADULTO E PEDIÁTRICO ACIMA DE 12 ANOS COMPOSIÇÃO Cada grama de

Leia mais

AA 2-G (Vitamina C estabilizada)

AA 2-G (Vitamina C estabilizada) AA 2-G (Vitamina C estabilizada) INCI NAME: Ácido ascórbico-2-glicosilado CAS Number: 129499-78-1 Descrição: O AA2G (Ácido Ascórbico 2-Glicosídeo) é a vitamina C (ácido ascórbico) estabilizada com glicose.

Leia mais

O que é o ozônio e onde se encontra?

O que é o ozônio e onde se encontra? O que é o ozônio e onde se encontra? zônio é um gás naturalmente presente na atmosfera. Cada O molécula contém três átomos de oxigênio e é quimicamente designado por O 3. Figura 1: Formação de Ozônio na

Leia mais

ESTE MATERIAL FAZ PARTE DO CURSO 2 em 1: Despigmentantes: Conhecimento, Automedicação Responsável e Visita ao Médico

ESTE MATERIAL FAZ PARTE DO CURSO 2 em 1: Despigmentantes: Conhecimento, Automedicação Responsável e Visita ao Médico ESTE MATERIAL FAZ PARTE DO CURSO 2 em 1: Despigmentantes: Conhecimento, Automedicação Responsável e Visita ao Médico FICHA RESUMO Hiperpigmentação da Pele Condições-chave Hiperpigmentação da pele: Excesso

Leia mais

Belíssima DE BEM COM O ESPELHO. aos 40, 50, 60, 70... Dra. Carla Góes Sallet. setembro 2006

Belíssima DE BEM COM O ESPELHO. aos 40, 50, 60, 70... Dra. Carla Góes Sallet. setembro 2006 DE BEM COM O ESPELHO Dra. Carla Góes Sallet Médica dermatologista. pós graduada em medicina estética pela Universidade John F. Kennedy - Buenos Aires. O texto abaixo foi extraído do livro Belíssima aos

Leia mais

Quais os danos que o verão pode provocar nos cabelos?

Quais os danos que o verão pode provocar nos cabelos? A maioria das brasileiras aproveita o verão para curtir o sol e o calor ao ar livre.. E na hora de aproveitar o verão, não se deve, nunca, dispensar o uso do chapéu e do filtro solar, pois eles protegem

Leia mais

A verdade Sobre os Cosméticos e suas Ações Sobre a Pele

A verdade Sobre os Cosméticos e suas Ações Sobre a Pele Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade física adaptada e saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira A verdade Sobre os Cosméticos e suas Ações Sobre a Pele A cosmetologia atualmente vem ganhando notoriedade,

Leia mais

RADIAÇÃO SOLAR ULTRAVIOLETA E A MODELAGEM MATEMÁTICA

RADIAÇÃO SOLAR ULTRAVIOLETA E A MODELAGEM MATEMÁTICA RADIAÇÃO SOLAR ULTRAVIOLETA E A MODELAGEM MATEMÁTICA Resumo Marinez Cargnin Stieler 1 Vanilde Bisognin 2 Neste trabalho o objetivo é apresentar situações-problema relacionadas ao tema radiação solar ultravioleta,

Leia mais

Conteúdo Eletromagnetismo Aplicações das ondas eletromagnéticas

Conteúdo Eletromagnetismo Aplicações das ondas eletromagnéticas AULA 22.2 Conteúdo Eletromagnetismo Aplicações das ondas eletromagnéticas Habilidades: Frente a uma situação ou problema concreto, reconhecer a natureza dos fenômenos envolvidos, situando-os dentro do

Leia mais

SUN PROTECTION FACTOR: AWARENESS ABOUT THE RISK OF EXPOSURE TO THE SUN WITHOUT PROTECTION AND CORRECTLY AND EFFECTIVE USE OF GUARDS ABSTRACT

SUN PROTECTION FACTOR: AWARENESS ABOUT THE RISK OF EXPOSURE TO THE SUN WITHOUT PROTECTION AND CORRECTLY AND EFFECTIVE USE OF GUARDS ABSTRACT FATOR DE PROTEÇÃO SOLAR: CONSCIENTIZAÇÃO QUANTO AOS RISCOS DA EXPOSIÇÃO SOLAR SEM PROTEÇÃO E A FORMA CORRETA E EFICAZ DO USO DE PROTETORES L. R. L. Dias¹ e E. S. Sousa 2 ¹Graduando em Biologia, Campus

Leia mais

O que é Depilação com Laser?

O que é Depilação com Laser? O que é Depilação com Laser? Autor Prof. Dr. Miguel Francischelli Neto Clínica Naturale Av. Moema, 87 cj 51-52, Moema, São Paulo - SP, Brasil Fone 11 50511075 Clínica Naturale 2008 Pêlos indesejáveis são

Leia mais

Recomendações a doentes para evitar Fotodermatite

Recomendações a doentes para evitar Fotodermatite Recomendações a doentes para evitar Fotodermatite 1. Contra-indicação Antes de prescrever produtos tópicos contendo cetoprofeno, reveja o diagrama no Anexo-1 com o doente. Os produtos contendo cetoprofeno

Leia mais

FILTRUM COLOR FPS 50 PROTEÇÃO SOLAR UVA/UVB COR DE BASE LOÇÃO FLUIDA HIDRATANTE

FILTRUM COLOR FPS 50 PROTEÇÃO SOLAR UVA/UVB COR DE BASE LOÇÃO FLUIDA HIDRATANTE FILTRUM COLOR FPS 50 PROTEÇÃO SOLAR UVA/UVB COR DE BASE LOÇÃO FLUIDA HIDRATANTE INFORMAÇÕES CONSTANTES NA EMBALAGEM (CARTUCHO) FILTRUM COLOR FPS 50 PROTEÇÃO SOLAR UVA/UVB COR DE BASE LOÇÃO FLUIDA HIDRATANTE

Leia mais

Tempo de Sol e de Cuidados

Tempo de Sol e de Cuidados Tempo de Sol e de Cuidados APRESENTAÇÃO Esta Cartilha, que integra a série Tempo de Sol e de Cuidados, destina-se a todas as pessoas, em especial aos profissionais que estão em constante exposição ao sol,

Leia mais

Clindoxyl Control peróxido de benzoíla

Clindoxyl Control peróxido de benzoíla Clindoxyl Control peróxido de benzoíla APRESENTAÇÕES Gel 50 mg/g (5%) ou 100 mg/g (10%) em bisnaga de 45g USO EXTERNO VIA TÓPICA USO ADULTO E PACIENTES ACIMA DE 12 ANOS COMPOSIÇÃO Clindoxyl Control 5%

Leia mais

DERMATITE (ECZEMA) DE CONTATO

DERMATITE (ECZEMA) DE CONTATO DERMATITE (ECZEMA) DE CONTATO A pele exerce a função principal de revestimento e proteção do corpo humano contra fatores físicos e químicos do ambiente. A pele também tem papel importante na regulação

Leia mais

Câncer de Pele. Os sinais de aviso de Câncer de Pele. Lesões pré câncerigenas. Melanoma. Melanoma. Carcinoma Basocelular. PEC SOGAB Júlia Käfer

Câncer de Pele. Os sinais de aviso de Câncer de Pele. Lesões pré câncerigenas. Melanoma. Melanoma. Carcinoma Basocelular. PEC SOGAB Júlia Käfer Lesões pré câncerigenas Os sinais de aviso de Câncer de Pele Câncer de Pele PEC SOGAB Júlia Käfer Lesões pré-cancerosas, incluindo melanoma, carcinoma basocelular e carcinoma espinocelular. Estas lesões

Leia mais

FILTRUM COLOR FPS 50 PROTEÇÃO SOLAR UVA/UVB LOÇÃO FLUIDA HIDRATANTE COR DE BASE EMBALAGEM SECUNDÁRIA: CARTUCHO DE CARTOLINA

FILTRUM COLOR FPS 50 PROTEÇÃO SOLAR UVA/UVB LOÇÃO FLUIDA HIDRATANTE COR DE BASE EMBALAGEM SECUNDÁRIA: CARTUCHO DE CARTOLINA FILTRUM COLOR FPS 50 PROTEÇÃO SOLAR UVA/UVB LOÇÃO FLUIDA HIDRATANTE COR DE BASE EMBALAGEM SECUNDÁRIA: CARTUCHO DE CARTOLINA FACE 1 FILTRUM COLOR FPS 50 PROTEÇÃO SOLAR UVA/UVB COR DE BASE LOÇÃO FLUIDA HIDRATANTE

Leia mais

3M Saúde Ocupacional. Proteção à Pele. Proteção. que você. sente. Protegendo o seu mundo.

3M Saúde Ocupacional. Proteção à Pele. Proteção. que você. sente. Protegendo o seu mundo. 3M Saúde Ocupacional Proteção à Pele Proteção que você sente. Protegendo o seu mundo. PROTEGENDO O SEU MUNDO. Bem-estar é ir além dos sorrisos. Trabalho é ir além de produtividade. E proteção é ir além

Leia mais

Treinamento Online. obrigada pela presença. Bemvindas! Elisandra Uesato Diretora Futura Executiva de Vendas Ind

Treinamento Online. obrigada pela presença. Bemvindas! Elisandra Uesato Diretora Futura Executiva de Vendas Ind Treinamento Online obrigada pela presença Bemvindas! Elisandra Uesato Diretora Futura Executiva de Vendas Ind Produtos de cuidados para pele com manchas Elisandra Uesato Diretora Futura Executiva Vendas

Leia mais

COLÉGIO TÉCNICO SÃO BENTO

COLÉGIO TÉCNICO SÃO BENTO Manchas e Patologias da Pele O espectro das lesões melanócitas vai de suma simples mancha tipo as sardas, nevos atípicos, que podem ser precursores do melanoma. Os cuidados tomados com qualquer tipo de

Leia mais

DIA MUNDIAL DO CÂNCER 08 DE ABRIL

DIA MUNDIAL DO CÂNCER 08 DE ABRIL DIA MUNDIAL DO CÂNCER 08 DE ABRIL Enviado por LINK COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL 04-Abr-2016 PQN - O Portal da Comunicação LINK COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL - 04/04/2016 Que tal aproveitar o Dia Mundial do Câncer

Leia mais

Disciplina: Patologia Bucal 5º período CÂNCER ORAL. http://lucinei.wikispaces.com. Prof.Dr. Lucinei Roberto de Oliveira

Disciplina: Patologia Bucal 5º período CÂNCER ORAL. http://lucinei.wikispaces.com. Prof.Dr. Lucinei Roberto de Oliveira Disciplina: Patologia Bucal 5º período CÂNCER ORAL http://lucinei.wikispaces.com Prof.Dr. Lucinei Roberto de Oliveira 2012 Sigmund Freud ( 1856-1939, 83 anos ) durante 59 anos, mais de 20 charutos/dia

Leia mais

ACADEMIA DE PRODUTOS. Linha Even Complexion

ACADEMIA DE PRODUTOS. Linha Even Complexion ACADEMIA DE PRODUTOS Linha Even Complexion Tipos de Manchas É definida pelo agente produtor daquela mancha: 1. Melasma O melasma é o tipo mais comum de mancha na pele, manifestando-se como pequenas manchas

Leia mais

Uma investigação histórica do

Uma investigação histórica do QUÍMICA e SOCIEDADE Michelle L. Costa Aluna de graduação do Departamento de Química da Universidade de Brasília, Brasília - DF Roberto Ribeiro da Silva Bacharel em Química, doutor em ciências pela Universidade

Leia mais

-10/11/2009. Nosso cartão de visita A PELE. Epiderme. Derme. Hipoderme

-10/11/2009. Nosso cartão de visita A PELE. Epiderme. Derme. Hipoderme ROSTO Nosso cartão de visita A PELE Epiderme Derme Hipoderme -1 Sem vascularização EPIDERME Várias camadas (última: morta) Renova: 14-30 dias DERME Elasticidade, resistência, flexibilidade e hidratação

Leia mais

OZÔNIO O PROTETOR SOLAR DA TERRA ATIVIDADE 5

OZÔNIO O PROTETOR SOLAR DA TERRA ATIVIDADE 5 OZÔNIO O PROTETOR SOLAR DA TERRA ATIVIDADE 5 CARO MONITOR A atividade 5 envolverá as aulas 38 de Biologia e a 13 de Química, vocês notarão que a partir dela estaremos refletindo sobre temas que atualmente

Leia mais

Escudo para férias seguras PROTECTORES SOLARES

Escudo para férias seguras PROTECTORES SOLARES PROTECTORES SOLARES BONS NA DEFESA DA PELE Quase todos os produtos testados protegem a pele, desde que evite os períodos de maior radiação e aplique, no mínimo, a cada 2 horas DESPERDÍCIO NA PRAIA As embalagens

Leia mais

O OZONO NA ATMOSFERA. Maria do Anjo Albuquerque

O OZONO NA ATMOSFERA. Maria do Anjo Albuquerque O OZONO NA ATMOSFERA O buraco na camada de ozono é a região sobre Antárctica com um total de 220 ou menos unidades de Dobson A imagem mostra o buraco em outubro de 2004. Imagem obtida pelo satélite Aura

Leia mais

2 Radiação Ultravioleta

2 Radiação Ultravioleta 2 Radiação Ultravioleta 2.1 Introdução Radiação solar é a energia radiante emitida pelo Sol, em particular aquela que é transmitida sob a forma de radiação electromagnética. O espectro eletromagnético

Leia mais

Use, demostre e venda

Use, demostre e venda Use, demostre e venda Esse material foi criado para você fazer demonstração e venda de produtos onde quer que você esteja! Esses momentos de demonstração são chamados de ENCONTROS DE BELEZA. Essa é a hora

Leia mais

PERGUNTAS. Um planeta 2/ O Sol envia-nos (há várias respostas correctas): Luz Energia Fogo Calor

PERGUNTAS. Um planeta 2/ O Sol envia-nos (há várias respostas correctas): Luz Energia Fogo Calor 1/ O Sol é: Uma estrela 1 PERGUNTAS Um planeta 2/ O Sol envia-nos (há várias respostas correctas): Luz Energia Fogo Calor Chuva 3/ É verdade que o Sol gira à volta da Terra: Sim Não 4/ A camada de ozono

Leia mais

O QUE É REJUVENESCIMENTO A LASER

O QUE É REJUVENESCIMENTO A LASER O QUE É REJUVENESCIMENTO A LASER O TITAN, A LUZ PULSADA e o ND: YAG Clínica Naturale 2008 Autor Prof. Dr. Miguel Francischelli Neto Clínica Naturale Av. Moema, 87 cj 51-52, Moema, São Paulo - SP, Brasil

Leia mais

SETEMBRO PROTEÇÃO SOLAR E PROMOÇÕES

SETEMBRO PROTEÇÃO SOLAR E PROMOÇÕES SETEMBRO PROTEÇÃO SOLAR E PROMOÇÕES O brasileiro consome grandes quantidades de protetor solar: segundo dados da Associação Brasileira de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec), o Brasil responde

Leia mais

MODELO DE BULA. CLARIPEL creme e CLARIPEL Acquagel Hidroquinona 40mg/g. Apresentações: Creme e gel bisnagas com 10 g e 30 g USO EXTERNO

MODELO DE BULA. CLARIPEL creme e CLARIPEL Acquagel Hidroquinona 40mg/g. Apresentações: Creme e gel bisnagas com 10 g e 30 g USO EXTERNO MODELO DE BULA CLARIPEL creme e CLARIPEL Acquagel Hidroquinona 40mg/g Apresentações: Creme e gel bisnagas com 10 g e 30 g USO EXTERNO Uso em adultos e em pacientes acima de 12 anos VENDA SOB PRESCRIÇÃO

Leia mais

Pedro Henrique Bürger Pozzebon 2 e Nilton Vanderlei Rodrigues 3 RESUMO

Pedro Henrique Bürger Pozzebon 2 e Nilton Vanderlei Rodrigues 3 RESUMO Disc. Scientia. Série: Ciências Naturais e Tecnológicas, S. Maria, v. 10, n. 1, p. 15-26, 2009. 15 ISSN 1981-2841 RADIAÇÃO ULTRAVIOLETA EM TRABALHADORES DA CONSTRUÇÃO CIVIL: PROBLEMAS E SOLUÇÕES 1 ULTRAVIOLET

Leia mais

Aline das Chagas Diretora de Vendas Independente

Aline das Chagas Diretora de Vendas Independente Aline das Chagas Diretora de Vendas Independente Recentemente notamos no mercado um aumento na procura por produtos com propriedades luminosas. Uma pele radiante é um benefício cada vez mais desejado em

Leia mais

1.Normas para uso de filtros solares: aspectos legais e técnicos:

1.Normas para uso de filtros solares: aspectos legais e técnicos: GT2: fotoproteção e fotoeducação Consenso prévio brasileiro Introdução: É importante ter em vista que existe uma certa dificuldade em uniformizar estratégias de fotoproteção e fotoeducação devido as diferenças

Leia mais

Disciplina: Patologia Oral 4 e 5º períodos CÂNCER BUCAL. http://lucinei.wikispaces.com. Prof.Dr. Lucinei Roberto de Oliveira

Disciplina: Patologia Oral 4 e 5º períodos CÂNCER BUCAL. http://lucinei.wikispaces.com. Prof.Dr. Lucinei Roberto de Oliveira Disciplina: Patologia Oral 4 e 5º períodos CÂNCER BUCAL http://lucinei.wikispaces.com Prof.Dr. Lucinei Roberto de Oliveira 2012 Sigmund Freud ( 1856-1939, 83 anos ) durante 59 anos, mais de 20 charutos/dia

Leia mais

REVISAGE 3D Dr. Milton Beltrão Jr. Consultor Facial - Onodera

REVISAGE 3D Dr. Milton Beltrão Jr. Consultor Facial - Onodera REVISAGE 3D Dr. Milton Beltrão Jr. Consultor Facial - Onodera Revisage3D Você verá nesta aula: Definição Envelhecimento; Sistema Tegumentar; Alterações Envelhecimento; Revisage 3D; Indicações e Contra-Indicações;

Leia mais

2. Da fundamentação e análise

2. Da fundamentação e análise PARECER COREN-SP 001/2013 CT PRCI n 100.546 e Ticket n 256.298 Assunto: Manuseio de equipamento de fototerapia em dermatologia por Auxiliar de Enfermagem. 1. Do fato A profissional questiona se o Auxiliar

Leia mais

Protector Solar? Claro que sim, vou de férias!

Protector Solar? Claro que sim, vou de férias! Protector Solar? Claro que sim, vou de férias! João BURT COSTA 4 de Junho de 2015 Auditório da Casa das Histórias da Paula Rego Principais destinos de férias Principais destinos de férias Principais destinos

Leia mais

APLICAÇÃO DE LASERS NA MEDICINA

APLICAÇÃO DE LASERS NA MEDICINA APLICAÇÃO DE LASERS NA MEDICINA Questões associadas à aplicação dos lasers na Medicina Princípios Físicos e aspectos técnicos do equipamento Interacção da luz laser com os tecidos: fotocoagulação, fotovaporização,

Leia mais

Arquivos Catarinenses de Medicina. Avaliação do conhecimento e hábitos de pacientes dermatológicos em relação ao câncer da pele

Arquivos Catarinenses de Medicina. Avaliação do conhecimento e hábitos de pacientes dermatológicos em relação ao câncer da pele Arquivos Catarinenses de Medicina ISSN (impresso) 0004-2773 ISSN (online) 1806-4280 ARTIGO ORIGINAL Avaliação do conhecimento e hábitos de pacientes dermatológicos em relação ao câncer da pele Evaluation

Leia mais

O envelhecimento da pele causado pela exposição solar na cidade de Salvador: avaliação e abordagem da fisioterapia dermato-funcional

O envelhecimento da pele causado pela exposição solar na cidade de Salvador: avaliação e abordagem da fisioterapia dermato-funcional O envelhecimento da pele causado pela exposição solar na cidade de Salvador: avaliação e abordagem da fisioterapia dermato-funcional Mariana Alves Braga 1 Milena Alves Medrado 2 Mylana Almeida 3 Rafaela

Leia mais

Clarifique Dermo Radiance

Clarifique Dermo Radiance Clareia e uniformiza o tom da pele Minimiza manchas Ilumina o rosto Protege Hidrata e nutre Treinamento Clareamento 100% seguro Resultados comprovados em 14 dias Clarifique Dermo Radiance é pura paixão

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS IPIRANGA CURSO TECNÓLOGICO DE ESTÉTICA E COSMÉTICA ANA CLAÚDIA PEREIRA DOS SANTOS ABIDEIA CARVALHO DE SÁ

FACULDADES INTEGRADAS IPIRANGA CURSO TECNÓLOGICO DE ESTÉTICA E COSMÉTICA ANA CLAÚDIA PEREIRA DOS SANTOS ABIDEIA CARVALHO DE SÁ FACULDADES INTEGRADAS IPIRANGA CURSO TECNÓLOGICO DE ESTÉTICA E COSMÉTICA ANA CLAÚDIA PEREIRA DOS SANTOS ABIDEIA CARVALHO DE SÁ FOTOENVELHECIMENTO: UMA QUESTÃO DE PROTEÇÃO Belém - PA 2013 FACULDADES INTEGRADAS

Leia mais

Apesar de ser um tumor maligno, é uma doença curável se descoberta a tempo, o que nem sempre é possível, pois o medo do diagnóstico é muito grande,

Apesar de ser um tumor maligno, é uma doença curável se descoberta a tempo, o que nem sempre é possível, pois o medo do diagnóstico é muito grande, Cancêr de Mama: É a causa mais frequente de morte por câncer na mulher, embora existam meios de detecção precoce que apresentam boa eficiência (exame clínico e auto-exame, mamografia e ultrassonografia).

Leia mais

FATORES DE RISCO PARA MELANOMA: UMA REVISÃO INTEGRATIVA

FATORES DE RISCO PARA MELANOMA: UMA REVISÃO INTEGRATIVA 1 UNIVERSIDADE REGIONAL DO NOROESTE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL UNIJUÍ LAÍSE CRISTINE SONDA FATORES DE RISCO PARA MELANOMA: UMA REVISÃO INTEGRATIVA IJUÍ RS 2011 2 LAÍSE CRISTINE SONDA FATORES DE RISCO

Leia mais

Entenda o que é o câncer de mama e os métodos de prevenção. Fonte: Instituto Nacional de Câncer (Inca)

Entenda o que é o câncer de mama e os métodos de prevenção. Fonte: Instituto Nacional de Câncer (Inca) Entenda o que é o câncer de mama e os métodos de prevenção Fonte: Instituto Nacional de Câncer (Inca) O que é? É o tipo de câncer mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil, depois do de pele não

Leia mais

DOENÇAS DO SISTEMA MUSCULAR ESQUELÉTICO. Claudia de Lima Witzel

DOENÇAS DO SISTEMA MUSCULAR ESQUELÉTICO. Claudia de Lima Witzel DOENÇAS DO SISTEMA MUSCULAR ESQUELÉTICO Claudia de Lima Witzel SISTEMA MUSCULAR O tecido muscular é de origem mesodérmica (camada média, das três camadas germinativas primárias do embrião, da qual derivam

Leia mais