CADERNO DE EXERCÍCIOS 1A

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CADERNO DE EXERCÍCIOS 1A"

Transcrição

1 CADERNO DE EXERCÍCIOS 1A Ensino Médio Ciências Natureza II Questão Conteúdo Habilidade da Matriz da EJA/FB 1 Identificar a função dos órgãos do corpo humano. H30 2 Mecanismos de integração do corpo humano em situações cotidianas resposta imunológica 3 Função dos nutrientes H34 4 Descobertas científicas em benefício da saúde H18 5 Estados físicos das substâncias e suas transformações H1 6 Tipos de misturas e métodos de separação H5 7 Identificar soluto e solvente em uma solução H6 8 Identificar que o ar atmosférico é uma mistura de gases com características próprias 9 Resolver problemas de densidade H9 10 Procedimentos de segurança Conservação dos alimentos H39 11 Uso benéfico de fungos e bactérias H36 12 Medidas preventivas para evitar doenças H41 H31 H7 1

2 1) Na hora do almoço as pessoas se servem do mais variado cardápio nas diversas regiões do país. As proteínas encontradas nas refeições dos brasileiros são digeridas na (o): a) estômago e intestino. b) esôfago e estômago. c) intestino e esôfago. d) traqueia e estômago. e) boca e esôfago. 2) (Enem 2003) Quando o corpo humano é invadido por elementos estranhos, o sistema imunológico reage. No entanto, muitas vezes o ataque é tão rápido que pode levar a pessoa à morte. A vacinação permite ao organismo preparar sua defesa com antecedência. Mas, se existe suspeita de mal já instalado, é recomendável o uso do soro, que combate de imediato os elementos estranhos, enquanto o sistema imunológico se mobiliza para entrar em ação. Considerando essas informações, o soro específico deve ser usado quando: a) um idoso deseja se proteger contra gripe. b) uma criança for picada por cobra peçonhenta. c) um bebê deve ser imunizado contra poliomielite. d) uma cidade quer prevenir uma epidemia de sarampo. e) uma pessoa vai viajar para região onde existe febre amarela. 3) Os cinco grupos de nutrientes que precisamos para garantir a saúde de nossas células são: carboidratos, gorduras (lipídios), proteínas, vitaminas e sais minerais. De acordo com o que estudamos sobre esse assunto, analise as afirmações abaixo: I. As proteínas fazem parte da estrutura das células, formam as enzimas e os anticorpos. II. Os lipídios constituem o reservatório de energia, formando o tecido adiposo. III. Os carboidratos, responsáveis pelo fornecimento de energia para o nosso organismo, são absorvidos pelo sangue sem sofrer nenhuma transformação. IV. Quando a glicose está em excesso, ela é armazenada no fígado sob a forma de glicogênio. V. As vitaminas e os sais minerais, por serem considerados micronutrientes, devem ser ingeridos em grandes quantidades para suprir as necessidades do organismo. Estão corretas: a) I, II e III b) I, II e IV c) II, III e IV d) I, IV e V e) I, II, III e V 2

3 4) (ENEM 2009) Estima-se que haja atualmente no mundo 40 milhões de pessoas infectadas pelo HIV (o vírus que causa a AIDS), sendo que as taxas de novas infecções continuam crescendo, principalmente na África, Ásia e Rússia. Nesse cenário de pandemia, uma vacina contra o HIV teria imenso impacto, pois salvaria milhões de vidas. Certamente seria um marco na história planetária e também uma esperança para as populações carentes de tratamento antiviral e de acompanhamento médico. Uma vacina eficiente contra HIV deveria: a) induzir a imunidade, para proteger o organismo da contaminação viral. b) ser capaz de alterar o genoma do organismo portador, induzindo a síntese de enzimas protetoras. c) produzir antígenos capazes de se ligarem ao vírus, impedindo que este entre nas células do organismo humano. d) ser amplamente aplicada em animais, visto que esses são os principais transmissores do vírus para os seres humanos. e) estimular a imunidade, minimizando a transmissão do vírus por gotículas de saliva. 5) Num dia muito quente, onde a temperatura média foi de 33 C, no laboratório químico um técnico desatento deixou os frascos de algumas substâncias destampados e pouco tempo depois, foi possível sentir o cheiro de uma das substâncias. Analisando as informações na tabela a seguir, assinale a alternativa que apresenta a substância cujo vapor pode ser sentido pelo olfato, naquele ambiente: Substância PF ( C), a 1atm PE ( C), a 1atm Etanol n-pentano Anilina Benzeno 5 80 Ácido acético a) etanol b) n-pentano c) anilina d) benzeno e) ácido acético 6) Analise as afirmações a seguir sobre misturas e técnicas de separação de misturas: I. É possível usar a decantação como método de separação dos componentes de uma mistura de sal dissolvido em água, que é uma solução. II. A destilação é uma técnica que envolve os processos de evaporação e condensação. III. Não é possível separar os componentes de uma solução, uma vez que, a solução é uma mistura de uma única fase, ou seja, é uma mistura homogênea. 3

4 IV. A filtração é uma técnica utilizada para separação de sólido da fase líquida de uma mistura heterogênea. V. A decantação é uma técnica de separação de misturas heterogêneas utilizada para separar componentes de densidades diferentes. Sobre essas afirmações estão corretas as: a) I, II e III b) II, III e IV c) II, II e V d) II, IV e V e) III, IV e V 7) O coeficiente de solubilidade indica a quantidade máxima de soluto que pode ser dissolvida em certa quantidade de solvente, a uma dada temperatura. Sabendo-se que o coeficiente de solubilidade do cloreto de sódio (sal de cozinha), a 25 C é 36 g/100 g de água, assinale a afirmação correta: a) O cloreto de sódio é o soluto e a água é o solvente e, a mistura que se forma quando se dissolve 36 g de sal em 100 g de água, à 25 C é uma solução saturada. b) É possível dissolver mais de 36 g de cloreto de sódio em 100 g de água a 25 C. c) A água é o soluto e o cloreto de sódio é o solvente e a mistura que se forma é uma solução insaturada, pois tem mais água que sal. d) Não é possível preparar misturas de cloreto de sódio em água em outras temperaturas, só a 25 C. e) A mistura que se forma quando se dissolve mais de 36 g em 100 g de água, a 25 C é conhecida como supersaturada. 8) O ar atmosférico é uma de vários gases. Os que estão presentes em maior concentração são e. Além desses, tem ainda o, que apesar de estar em pequena concentração é um dos responsáveis pelo aquecimento global. O ar que chamamos de puro, não é uma, é uma mistura que não contém poluentes. Assinale a alternativa que contém a sequência de palavras que preenche corretamente os espaços em branco: a) mistura heterogênea, nitrogênio, água, dióxido de carbono e substância simples b) mistura heterogênea, oxigênio, nitrogênio, hidrogênio e substância composta c) mistura homogênea, nitrogênio, oxigênio, dióxido de carbono, substância pura d) mistura homogênea, nitrogênio, hidrogênio, água, substância pura e) mistura homogênea, oxigênio, hidrogênio, dióxido de carbono e substância simples 4

5 9) Um objeto feito de um metal puro tem massa, aproximadamente, igual a18 g. Quando esse objeto foi colocado num recipiente com água o volume deslocado foi de 2 cm 3, ou seja, esse é o volume do objeto. Dado o valor de densidade de alguns metais: Metal Densidade (g/cm 3 ) magnésio 1,7 alumínio 2,7 ferro 7,8 cobre 8,9 ouro 193,3 Analisando a tabela de densidade de metais é possível afirmar que o objeto é feito de: a) magnésio b) alumínio c) ferro d) cobre e) ouro 10) Uma fruta mantida à temperatura ambiente apodrece em consequência da proliferação de micro-organismos decompositores. O mesmo não acontece quando uma fruta conservada numa grande concentração de açúcar, como a bananada. Leia as afirmações a seguir sobre conservação de alimentos: I. Salgamento utilizado na produção da carne seca. II. Refrigeração de alimentos perecíveis. III. Utilização de conservantes na produção de alimentos. IV. Armazenamento em locais quentes e úmidos. Assinale a alternativa que apresente as afirmações corretas sobre a conservação de alimentos: a) I e II b) I, II e III c) II, III e IV d) I, III e IV e) I, II, III e IV 5

6 11) Alguns representantes de fungos e bactérias são causadores de doenças, porém muitos outros são utilizados em benefício do homem. Os fungos e bactérias são responsáveis pela: I. Produção de iogurtes e queijos II. Decomposição de restos de matéria orgânica III. Fixação de nitrogênio no solo pelo cultivo de leguminosas IV. Alergias respiratórias Quais das ações, mencionadas acima, beneficiam o homem? a) I, III e IV b) II, III e IV c) I, II e III d) III e IV e) II e III 12) Duas formas de prevenir doenças como ascaridíase e amebíase são: a) vacinar as crianças em idade escolar e eliminar os mosquitos transmissores de doenças. b) eliminar os criadouros de mosquitos e melhorar as condições de saneamento básico. c) higienização dos alimentos em geral e vacinar as crianças em idade escolar. d) melhorar as condições de saneamento básico e a higienização dos alimentos, em geral. e) melhorar as condições de saneamento básico e vacinar as crianças em idade escolar. 6

7 GABARITO COMENTADO 1) Alternativa a. H30 A digestão de proteínas começa no estômago, onde estas se decompõem em proteases, peptonas e polipeptídeos grandes, e continua no intestino delgado pela ação das enzimas proteolíticas provenientes do pâncreas e da mucosa intestinal. No estômago, o pepsinogênio inativo é convertido na enzima pepsina quando ela entra em contato com o ácido clorídrico e outras moléculas de pepsina por estímulo da presença do alimento. Esta enzima começa a quebra das proteínas dos alimentos, principalmente o colágeno, a principal proteína do tecido conjuntivo. 2) Alternativa b. H31 Os venenos de cobra agem rapidamente no organismo, e não há tempo para a produção de anticorpos contra essas toxinas pelo indivíduo picado. É necessária, portanto, a utilização de anticorpos prontos, que agirão de imediato, misturando-se ao veneno e neutralizando sua ação pouco a pouco. A vacina desempenha esse papel, ela provoca a produção de anticorpos específicos para a defesa prévia do organismo, agilizando o processo de defesa do corpo. 3) Alternativa b. H34 Uma dieta saudável e equilibrada deve conter em quantidades suficientes todos os nutrientes que o organismo necessita. As proteínas fazem parte da estrutura das células e formam as enzimas e os anticorpos. Os carboidratos fornecem a energia que o organismo necessita para as atividades. Se forem ingeridos em excesso ficam armazenados no tecido adiposo; e quando transformado em glicose, é armazenada no fígado, na forma de glicogênio. No entanto, os carboidratos devem ser quebrados em moléculas menores (monossacarídeos) para ser absorvidos pelo sangue. Os lipídios são importantes para a manutenção do organismo, porém em excesso é acumulado na forma de tecido adiposo. As vitaminas e os sais minerais, apesar de essenciais ao organismo, devem ser consumidos em pequenas quantidades. 4) Alternativa a. H18 A vacina vai induzir o organismo a produzir a produzir anticorpos para combater o vírus. Assim, aumenta a imunidade contra o vírus a ser combatido pela vacina. 5) Alternativa b. H1 A temperatura ou ponto de ebulição (PE) é a temperatura máxima que um líquido pode atingir e nesta temperatura, enquanto a substância receber energia, ela se transforma totalmente do estado líquido para o estado gasoso. Não é preciso atingir o ponto de ebulição para a substância vaporizar, mesmo em condições ambientes, algumas partículas (mais energéticas) 7

8 do líquido podem vaporizar. A substância que tem o menor ponto de ebulição vaporiza primeiro. No caso do exercício, o n-pentano é a substância de menor ponto de ebulição, cujo valor, é bem próximo da temperatura do dia. Assim, se os frascos ficaram abertos há vapores de todas as substâncias no ar, mas o que está em maior concentração e que, inclusive, pode ser sentido pelo olfato é o n-pentano. Dizemos que entre as substâncias listadas o n-pentano é o mais volátil (maior facilidade em se transformar em vapor). 6) Alternativa d. H5 Se a mistura de sal dissolvido em água forma uma solução, os componentes dessa mistura não podem ser separados por decantação, portanto, a afirmação I é falsa. A decantação é uma técnica utilizada para separar os componentes que não se misturam, por diferença de densidade. O componente mais denso fica abaixo daquele com densidade menor, ou seja, decanta. Logo, a afirmação V é verdadeira. A afirmação II é verdadeira. A destilação é uma técnica de separação dos componentes de uma mistura homogênea. Assim, a afirmação III é falsa, é possível separar os componentes de uma mistura homogênea. Na destilação, a mistura sofre um aquecimento e, a substância que tem menor ponto de ebulição evapora. Esses vapores passam por um tudo resfriado (condensador) onde sofre condensação e a substância se transforma em líquido novamente. Esse líquido é recolhido num outro recipiente na saída do condensador. Segue representação da aparelhagem do processo de destilação simples: Disponível em: < > Acesso em: 07 mar h25min. Na filtração, os componentes de uma mistura podem ser separados, pois o sólido fica retido no filtro e o líquido passa. 8

9 7) Alternativa a. H6 Quando se diz que o coeficiente de solubilidade do cloreto de sódio é 36 g/100 g de água, a 25 C isso quer nessa temperatura, é possível dissolver no máximo 36 g de cloreto de sódio em 100 g de água. Como a massa do cloreto de sódio é menor essa substância é o soluto e a água é o solvente e a mistura de cloreto de sódio dissolvida em água é a solução. Solução insaturada é a solução em que se pode dissolver mais soluto, naquela quantidade de solvente, na temperatura referida. Por exemplo, considerando o coeficiente de solubilidade do cloreto de sódio, a 25 C, ao se preparar uma solução dissolvendo 20 g de cloreto de sódio em 100 g de água, essa mistura é uma solução insaturada, pois ainda é possível dissolver 16 g de soluto, até que a solução se torne saturada (com a quantidade máxima de soluto dissolvido). 8) Alternativa c. H7 O ar atmosférico é uma mistura homogênea de vários gases. Toda mistura de gases é homogênea. O ar é composto por 78 % de nitrogênio, que é um gás inerte, ou seja, não reativo; 21 % de gás oxigênio, que é gás que usamos na respiração e o restante é dióxido de carbono, vapor de água, argônio, outros gases poluentes etc. Mesmo estando em concentrações mínimas o dióxido de carbono é um dos principais gases responsável pelo aquecimento global. Como mencionado anteriormente, no ar, além das substâncias que o compõem naturalmente, tem os poluentes. Com é uma mistura de substâncias não é uma substância pura. Erroneamente, quando as pessoas dizem que o ar é limpo ou está limpo, elas querem dizer que está isento de poluentes. 9) Alternativa d. H9 A densidade é uma propriedade que relaciona massa e volume e caracteriza uma substância pura. É possível determinar a densidade (d) de uma substância por: d = mm vv, assim se a massa do objeto é 18 g e o volume é 2 cm3, temos: d = 18/2 d = 9 g/cm 3 Analisando a tabela de densidade dos metais, é possível afirmar que o objeto é feito de cobre. 10) Alternativa b. H39 Afirmativa I - CORRETA - Salgamento utilizado na produção da carne seca o sal ajuda a desidratar o alimento, evitando a proliferação de micro-organismo. Afirmativa II CORRETA - Refrigeração de alimentos perecíveis - Os micro-organismos necessitam de condições ideias de temperatura para que se desenvolva e prolifere. Baixas temperaturas inibem o desenvolvimento e proliferação desses agentes, auxiliando na conservação dos alimentos. 9

10 Afirmativa III CORRETA - Utilização de conservantes na produção de alimentos - Os conservantes inibem a proliferação das bactérias e fungos. Afirmativa V INCORRETA - Armazenamento em locais quentes e úmidos apresentam condições ideais para a sobrevivência de fungos e bactérias. 11) Alternativa c. H36 Afirmativa I - CORRETA - Produção de iogurtes e queijos é realizada pela fermentação realizada por fungos e bactérias. Afirmativa II - CORRETA - Decomposição de restos de matéria orgânica - Os fungos e bactérias são decompositores da matéria orgânica auxiliando na reciclagem da matéria no ambiente. Essa reciclagem natural da matéria orgânica devolve ao solo nutrientes necessários para o cultivo de vegetais. Afirmativa III- CORRETA - Fixação de nitrogênio no solo pelo cultivo de leguminosas as bactérias Rhizobium auxiliam a fixação do nitrogênio no solo, facilitam a absorção desse íon pelas leguminosas. Afirmativa IV INCORRETA - Alergias respiratórias podem até serem causadas pela ação de micro-organismos, porém não beneficia o homem. 12) Alternativa d. H41 Ascaridíase é uma verminose provocada pela lombriga que parasita o homem causando prejuízos a sua saúde. Apesar da lombriga de ser muito comum em crianças em idade escolar, não existe vacina para prevenção da doença, apenas hábitos saudáveis de higiene. A amebíase é uma protozooze causada pela ameba, comum em água contaminada. Nenhumas dessas doenças possuem o mosquito como vetor, sendo assim, as formas de prevenção adequada dessas doenças são saneamento básico adequado (tratamento de água e esgoto) e higienização dos alimentos, isto é, lavar bem frutas e verduras, além da higiene pessoal, lavar as mãos antes de leva-la a boca. 10

Exercícios de Aprofundamento Biologia Proteínas e Núcleo Celular

Exercícios de Aprofundamento Biologia Proteínas e Núcleo Celular 1. (Fuvest 2013) Louis Pasteur realizou experimentos pioneiros em Microbiologia. Para tornar estéril um meio de cultura, o qual poderia estar contaminado com agentes causadores de doenças, Pasteur mergulhava

Leia mais

BIOVESTIBA.NET BIOLOGIA VIRTUAL Profº Fernando Teixeira ENEM. Citologia

BIOVESTIBA.NET BIOLOGIA VIRTUAL Profº Fernando Teixeira ENEM. Citologia ENEM Citologia 1. (Enem 2014) Segundo a teoria evolutiva mais aceita hoje, as mitocôndrias, organelas celulares responsáveis pela produção de ATP em células eucariotas, assim como os cloroplastos, teriam

Leia mais

LISTA 1 NÍVEL 1. Material Extra

LISTA 1 NÍVEL 1. Material Extra LISTA 1 NÍVEL 1 01. (UEMA) Das três fases de uma substância, a que possui menor energia cinética é a fase, cuja característica é apresentar. Os termos que preenchem corretamente as lacunas são: a) Sólida

Leia mais

DIGESTÃO: TRANSFORMAÇÃO DOS ALIMENTOS

DIGESTÃO: TRANSFORMAÇÃO DOS ALIMENTOS DIGESTÃO: TRANSFORMAÇÃO DOS ALIMENTOS DIGESTÃO E SISTEMA DIGESTÓRIO FUNÇÕES = Ingestão e Digestão = Alimentos = Absorção = Nutrientes = Eliminação = Restos (não-digeridos / não-absorvidos) 1. Mecânicos

Leia mais

COMENTÁRIO GERAL (EQUIPE DE BIOLOGIA)

COMENTÁRIO GERAL (EQUIPE DE BIOLOGIA) COMENTÁRIO GERAL (EQUIPE DE BIOLOGIA) A prova de Biologia ENEM 2010 apresentou como eixo central questões envolvendo meio ambiente e ecologia geral. Desta forma houve um desequilíbrio na distribuição de

Leia mais

FOME E EPIDEMIA NA ÁFRICA. Col. Santa Clara Prof. Marcos

FOME E EPIDEMIA NA ÁFRICA. Col. Santa Clara Prof. Marcos FOME E EPIDEMIA NA ÁFRICA Col. Santa Clara Prof. Marcos EPIDEMIA E PANDEMIA EPIDEMIA [ epi = sobre + demia = doença]: é a ocorrência simultânea de um grande número de casos da mesma doença, em um determinado

Leia mais

CADERNO DE EXERCÍCIOS 3B

CADERNO DE EXERCÍCIOS 3B CADERNO DE EXERCÍCIOS 3B Ensino Fundamental Ciências da Natureza Conteúdo Habilidade da Questão Matriz da EJA/FB 1 Fungos e bactérias: Decomposição da H16/H36 matéria orgânica. 2 O papel dos nutrientes

Leia mais

BIOLOGIA AULA 03. c) diabetes tipo II. d) hipertensão arterial.

BIOLOGIA AULA 03. c) diabetes tipo II. d) hipertensão arterial. BIOLOGIA Prof. Hélder Telles AULA 03 1. (Fgv 2015) O pâncreas é uma glândula anfícrina, ou seja, com dupla função, desempenhando um papel junto ao sistema digestório na produção de enzimas, tais como amilases

Leia mais

Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE PARECER RECURSO DISCIPLINA QUÍMICA

Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE PARECER RECURSO DISCIPLINA QUÍMICA 33) Assinale a alternativa correta, na qual todas as substâncias são compostas e líquidas à temperatura ambiente. A O 3, O 2 ; CH 3 CH 2 OH B H 2 ; CO 2 ; CH 3 OH C H 2 O; NH 3 ; CO D H 2 O; CH 3 CH 2

Leia mais

Elementos essenciais a vida: Zn, Mo e o Co. - Água; - Macronutrientes: C, H, O, N e o P mais importantes, mas também S, Cl, K, Na, Ca, Mg e Fe;

Elementos essenciais a vida: Zn, Mo e o Co. - Água; - Macronutrientes: C, H, O, N e o P mais importantes, mas também S, Cl, K, Na, Ca, Mg e Fe; Elementos essenciais a vida: - Água; - Macronutrientes: C, H, O, N e o P mais importantes, mas também S, Cl, K, Na, Ca, Mg e Fe; - Micronutrientes principais: Al, Bo, Cr, Zn, Mo e o Co. Bio organismos

Leia mais

QUÍMICA - 3 o ANO MÓDULO 27 PROPRIEDADES COLIGATIVAS

QUÍMICA - 3 o ANO MÓDULO 27 PROPRIEDADES COLIGATIVAS QUÍMICA - 3 o ANO MÓDULO 27 PROPRIEDADES COLIGATIVAS 800 pressão de vapor de água (mmhg) 760 700 600 500 400 300 200 100 líquido benzeno puro benzeno + soluto p vapor p.e. do benzeno puro t p.e. do

Leia mais

CIÊNCIAS PROVA 1º BIMESTRE 4º ANO

CIÊNCIAS PROVA 1º BIMESTRE 4º ANO PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO CIÊNCIAS PROVA 1º BIMESTRE 4º ANO 2010 Questão 1 PROVA DE CIÊNCIAS 4 ANO Boa alimentação

Leia mais

Soluções Químicas são misturas homogêneas de duas ou mais substâncias, onde o solvente aparece em maior quantidade e o soluto em menor quantidade. O estado de agregação do solvente é que determina o estado

Leia mais

Comida suficiente e nutritiva. 25 Introdução. Comida 25 - Introdução

Comida suficiente e nutritiva. 25 Introdução. Comida 25 - Introdução Comida 25 - Introdução 63 4 Comida suficiente e nutritiva 25 Introdução Existem vários sistemas simples e de baixo custo que podem melhorar a segurança alimentar e a nutrição. Estes incluem, por exemplo,

Leia mais

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico FISPQ PRODUTO: FLASH CLEAN POP REVISÃO Nº: 002 05/2013

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico FISPQ PRODUTO: FLASH CLEAN POP REVISÃO Nº: 002 05/2013 1 INDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Desinfetante para uso geral. Nome comercial: Flash Clean Pop. Empresa: Quimifel Indústria e Comércio de Produtos de Limpeza Ltda. Autorização de

Leia mais

XVIII Maratona Cearense de Química ABQ-CE

XVIII Maratona Cearense de Química ABQ-CE XVIII Maratona Cearense de Química ABQ-CE Ensino Fundamental 8 o Ano 1) As seguintes figuram identificam matéria, corpo, objeto e substância: VITAMINA C NUVENS FOLHA DE GASOLINA TIJOLO ALUMÍNIO Com respeito

Leia mais

SEPARAÇÃO DE MISTURAS. Pr ofª Tatiana Lima

SEPARAÇÃO DE MISTURAS. Pr ofª Tatiana Lima SEPARAÇÃO DE MISTURAS Pr ofª Tatiana Lima As separações de misturas estão baseadas nas diferenças de propriedades entre os componentes de uma mistura. Soluções são misturas homogêneas, onde o solvente

Leia mais

Ficha de informação de segurança de produto químico (FISPQ) DETERGENTE NEUTRO MALTEX

Ficha de informação de segurança de produto químico (FISPQ) DETERGENTE NEUTRO MALTEX Ficha de informação de segurança de produto químico (FISPQ) 01/06 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto:. Aplicação: Utilizado para limpeza manual de louças e remoção de resíduos de

Leia mais

~ 1 ~ PARTE 1 TESTES DE ESCOLHA SIMPLES. Olimpíada de Química do Rio Grande do Sul 2011

~ 1 ~ PARTE 1 TESTES DE ESCOLHA SIMPLES. Olimpíada de Química do Rio Grande do Sul 2011 Questão 2: O grafite e o diamante são substâncias simples e naturais do elemento carbono. Outras estruturas de substâncias simples do carbono, como o fulereno-60, fulereno-70 e nanotubos de carbono, são

Leia mais

As questões de 1 a 9 referem-se às notícias sobre problemas ambientais. Enchentes afetam 66 municípios de MG e matam oito pessoas

As questões de 1 a 9 referem-se às notícias sobre problemas ambientais. Enchentes afetam 66 municípios de MG e matam oito pessoas Instruções: Todas as trinta questões desta prova devem ser respondidas assinalando a alternativa adequada ao enunciado. A tabela periódica se encontra no final desta prova. As questões de 1 a 9 referem-se

Leia mais

1 Separação de Misturas.

1 Separação de Misturas. 1 Separação de Misturas. VII. Análise Imediata: Conjunto de processos físicos de separação de substâncias puras presentes nas misturas. A figura abaixo ilustra um procedimento mais completo. Algumas considerações:

Leia mais

CIÊNCIAS PROVA 2º BIMESTRE 8º ANO

CIÊNCIAS PROVA 2º BIMESTRE 8º ANO PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO CIÊNCIAS PROVA 2º BIMESTRE 8º ANO 2010 QUESTÃO 1 O bem-estar do organismo depende

Leia mais

CADERNO DE EXERCÍCIOS 1A

CADERNO DE EXERCÍCIOS 1A CADERNO DE EXERCÍCIOS 1A Ensino Fundamental Ciências da Natureza Questão Conteúdo 1 Biomas brasileiros - Mangue H18 2 Sistema solar duração da translação H4 3 Eclipse lunar H8 4 Eclipse solar H8 5 Movimento

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO 2. COMPOSIÇÃO E INFORMAÇÕES SOBRE OS INGREDIENTES

1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO 2. COMPOSIÇÃO E INFORMAÇÕES SOBRE OS INGREDIENTES 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO NOME DO PRODUTO:...CONTROLADOR DE METAIS 2. COMPOSIÇÃO E INFORMAÇÕES SOBRE OS INGREDIENTES SUBSTÂNCIA QUÍMICA:...Ácido(1-Hidróxietilideno) disfofônico CAS:...2809-21-4 PORCENTAGEM:...29

Leia mais

BIOLOGIA Nutrição e digestão

BIOLOGIA Nutrição e digestão Módulo 29 Página 29 à 41 MORFOFISIOLOGIA É o estudo da estrutura e do funcionamento do corpo humano Sobre os sistemas dos animais: Finalidade Importância Sobre os filos: As adaptações Aspectos gerais da

Leia mais

ALIMENTOS, NUTRIENTES E SAÚDE. Profª MSc Monyke Lucena

ALIMENTOS, NUTRIENTES E SAÚDE. Profª MSc Monyke Lucena ALIMENTOS, NUTRIENTES E SAÚDE Profª MSc Monyke Lucena Para podermos praticar esportes, estudar ou realizar qualquer outra atividade, devemos ter energia no nosso organismo; Essa energia é fornecida pelos

Leia mais

Química - Profa. GRAÇA PORTO

Química - Profa. GRAÇA PORTO Disciplina: Química Química - Profa. GRAÇA PORTO ESTUDO DAS SUBSTÂNCIAS E MISTURAS Você sabe caracterizar a quanto ao sabor, a cor e ao cheiro? E o sal? Quais são as características do açúcar? Agora, tente

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO EDITAL N o 135/2011 (NOME COMPLETO EM LETRA DE FORMA) INSTRUÇÕES

CONCURSO PÚBLICO EDITAL N o 135/2011 (NOME COMPLETO EM LETRA DE FORMA) INSTRUÇÕES UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO CONCURSO PÚBLICO EDITAL N o 135/2011 FUNÇÃO: NUTRICIONISTA (NOME COMPLETO EM LETRA DE FORMA) INSTRUÇÕES (N o DE INSCRIÇÃO) 1. Verifique

Leia mais

SISTEMA DIGESTÓRIO. Quitéria Paravidino

SISTEMA DIGESTÓRIO. Quitéria Paravidino SISTEMA DIGESTÓRIO Quitéria Paravidino PROCESSOS DIGESTÓRIOS Ingestão:captar alimento pela boca; Mistura e movimentação do alimento:contrações musculares misturam o alimento e as secreções e movimentam

Leia mais

DIGESTÃO HUMANA. Sistema Digestório. Professor: Fernando Stuchi. Enzimas Caminho da digestão Etapas da digestão

DIGESTÃO HUMANA. Sistema Digestório. Professor: Fernando Stuchi. Enzimas Caminho da digestão Etapas da digestão DIGESTÃO HUMANA 1. 2. 3. Enzimas Caminho da digestão Etapas da digestão Sistema Digestório Professor: Fernando Stuchi Dúvidas sobre Digestão Afinal o que é digestão? Conjunto de transformações físico-químicas

Leia mais

Ciências E Programa de Saúde

Ciências E Programa de Saúde Governo do Estado de São Paulo Secretaria de Estado da Educação Ciências E Programa de Saúde 13 CEEJA MAX DADÁ GALLIZZI PRAIA GRANDE SP Vai e avisa a todo mundo que encontrar que ainda existe um sonho

Leia mais

FICHA TÉCNICA DE SEGURANÇA DO PRODUTO QUÍMICO - FISPQ

FICHA TÉCNICA DE SEGURANÇA DO PRODUTO QUÍMICO - FISPQ 01. Identificação do Produto e da Empresa. Nome do Produto: Sulfato de Alumínio Nome da Empresa: Domingos Araújo Neto Endereço: Av. Francisco Sá,3405 Monte Castelo Fortaleza Ce CEP: 60130-000 Telefone:

Leia mais

MicroBingo TABELA GERAL

MicroBingo TABELA GERAL MicroBingo TABELA GERAL DOENÇAS CAUSADAS POR VÍRUS Poliomielite (paralisia infantil) pelo Poliovírus. que causa esta doença é oral (boca) ou fecal (fezes) e pode contaminar quem não tomou as Gotinhas do

Leia mais

SISTEMAS MATERIAIS - 2012

SISTEMAS MATERIAIS - 2012 SISTEMAS MATERIAIS - 2012 1- (UFV) A obtenção de gasolina a partir do petróleo é feita por: A) destilação fracionada; B) destilação simples; C) filtração simples; D) filtração sob pressão reduzida; E)

Leia mais

FISPQ - Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico

FISPQ - Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico FISPQ - Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: FUNDO PREPARADOR BASE ÁGUA PREMIUM NOVOTOM Código interno: Empresa: FLEXOTOM INDÚSTRIA

Leia mais

Lembrete: Antes de começar a copiar cada unidade, coloque o cabeçalho da escola e a data! CIÊNCIAS - UNIDADE 4 RESPIRAÇÃO E EXCREÇÃO

Lembrete: Antes de começar a copiar cada unidade, coloque o cabeçalho da escola e a data! CIÊNCIAS - UNIDADE 4 RESPIRAÇÃO E EXCREÇÃO Lembrete: Antes de começar a copiar cada unidade, coloque o cabeçalho da escola e a data! Use canetas coloridas ou escreva palavras destacadas, para facilitar na hora de estudar. E capriche! Não se esqueça

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO MANTA PARA LAMINAÇÃO

FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO MANTA PARA LAMINAÇÃO FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO MANTA PARA LAMINAÇÃO 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: Manta para Laminação Fabricante: Brasolv Indústria Química Ltda Endereço:

Leia mais

PROPRIEDADES DA MATÉRIA

PROPRIEDADES DA MATÉRIA PROPRIEDADES DA MATÉRIA Profª Marcelly da Silva Sampaio RELEMBRANDO Matéria é tudo que tem massa e ocupa lugar no espaço. Não existe vida nem manutenção da vida sem matéria. Corpo- Trata-se de uma porção

Leia mais

Resolução da Prova de Química Vestibular Verão UERGS/2003 Prof. Emiliano Chemello

Resolução da Prova de Química Vestibular Verão UERGS/2003 Prof. Emiliano Chemello Fácil Resolução da Prova de Química Vestibular Verão UERGS/2003 Prof. Emiliano Chemello Médio www.quimica.net/emiliano emiliano@quimica.net Difícil Níveis de dificuldade das Questões 01. Em um frasco,

Leia mais

Equipe de Química QUÍMICA

Equipe de Química QUÍMICA Aluno (a): Série: 3ª Turma: TUTORIAL 11R Ensino Médio Equipe de Química Data: QUÍMICA SOLUÇÕES As misturas podem ser homogêneas ou heterogêneas. As misturas homogêneas possuem uma fase distinta. As misturas

Leia mais

Edital Nº. 04/2009-DIGPE 10 de maio de 2009

Edital Nº. 04/2009-DIGPE 10 de maio de 2009 Caderno de Provas BIOCOMBUSTÍVEIS Edital Nº. 04/2009-DIGPE 10 de maio de 2009 INSTRUÇÕES GERAIS PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA Use apenas caneta esferográfica azul ou preta. Escreva o seu nome completo e o

Leia mais

Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos CARBOLÁSTICO 1

Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos CARBOLÁSTICO 1 1. Identificação do produto e da empresa Nome do produto: Códigos internos de identificação do produto: 112085, 121510, 121610, 112082 e 112080 Nome da empresa: Otto Baumgart Ind. e Com. S/A Endereço:

Leia mais

Ficha de informação de segurança de produto químico (FISPQ) DESINFETANTE NÁUTICO MALTEX

Ficha de informação de segurança de produto químico (FISPQ) DESINFETANTE NÁUTICO MALTEX 1.IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DO DISTRIBUIDOR Nome do produto: desinfetante náutico maltex. Aplicação: para um ambiente livre de germes e bactérias, utilize o desinfetante maltex na limpeza de louças sanitárias,

Leia mais

PROPRIEDADES ESPECÍFICAS E USOS DOS MATERIAIS

PROPRIEDADES ESPECÍFICAS E USOS DOS MATERIAIS SITUAÇÃO DE APRENDIZAGEM 1 PROPRIEDADES ESPECÍFICAS E USOS DOS MATERIAIS Etapa 1 Página 3 Os alunos devem escolher a roupa de algodão, e não a de lã. Além disso, é importante que tentem justificar essa

Leia mais

Ficha Técnica de Informação de Segurança de Produto Químico FISPQ

Ficha Técnica de Informação de Segurança de Produto Químico FISPQ Produto: COLA MINERAL ENGELITE Página 1 de 7 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Cola Mineral ENGELITE Componente predominante Enxofre Nome da empresa: ENGEMAN ENGENHARIA DE MANUTENÇÃO

Leia mais

Ficha de informação de segurança de produto químico (FISPQ) LIMPEZA PESADA

Ficha de informação de segurança de produto químico (FISPQ) LIMPEZA PESADA 01/05 1. DENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto:. Aplicação: Limpa e desengordura superfícies laváveis, como fogões, coifas, azulejos, pisos, e similares. Diluição até 1:20 Telefone de emergência:

Leia mais

Lembrete: Antes de começar a copiar cada unidade, coloque o cabeçalho da escola e a data!

Lembrete: Antes de começar a copiar cada unidade, coloque o cabeçalho da escola e a data! Lembrete: Antes de começar a copiar cada unidade, coloque o cabeçalho da escola e a data! Use canetas coloridas ou escreva palavras destacadas, para facilitar na hora de estudar. E capriche! Não se esqueça

Leia mais

Ano: 8 Turma: 8.1 e 8.2

Ano: 8 Turma: 8.1 e 8.2 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Final 2ª Etapa 2014 Disciplina: Ciências Professor (a): Felipe Cesar Ano: 8 Turma: 8.1 e 8.2 Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

Química C Extensivo V. 2

Química C Extensivo V. 2 Química C Extensivo V. 2 Exercícios 01) E 02) E Situação 1. Sistema heterogêneo solução saturada com corpo de fundo; 20 C = 46,5/100 g H 2 Na situação 1 há 80 g de soluto em 100 g de água a 20 C. excesso

Leia mais

Ficha de Dados de Segurança

Ficha de Dados de Segurança Conforme o Regulamento (CE) Nº 1907/2006 (REACH) 1.- Identificação da substância ou do preparado e da sociedade ou empresa Identificação da substância ou do preparado Identificação da sociedade ou empresa:

Leia mais

As Propriedades das Misturas (Aulas 18 a 21)

As Propriedades das Misturas (Aulas 18 a 21) As Propriedades das Misturas (Aulas 18 a 21) I Introdução Em Química, solução é o nome dado a dispersões cujo tamanho das moléculas dispersas é menor que 1 nanometro (10 Angstrons). A solução ainda pode

Leia mais

FISPQ - Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico Óleo Petroquil 600

FISPQ - Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico Óleo Petroquil 600 FISPQ - Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico Óleo Petroquil 600 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Óleo Petroquil 600 Nome da empresa: Inoquímica Indústria e Comércio

Leia mais

Jogo: Ciclos Biogeoquímicos

Jogo: Ciclos Biogeoquímicos Jogo: Ciclos Biogeoquímicos Tema: Ciclagem de Nutrientes Autores: Daniele, Paola, Polyana e Sabrina. Público alvo: Sétima série do ensino fundamental. Objetivo: Transmitir os conceitos relacionados ciclos

Leia mais

SISTEMA EXCRETOR P R O F E S S O R A N A I A N E

SISTEMA EXCRETOR P R O F E S S O R A N A I A N E SISTEMA EXCRETOR P R O F E S S O R A N A I A N E O que não é assimilado pelo organismo O que o organismo não assimila, isto é, os materiais inúteis ou prejudiciais ao seu funcionamento, deve ser eliminado.

Leia mais

Principais propriedades físicas da água.

Principais propriedades físicas da água. BIOQUÍMICA CELULAR Principais propriedades físicas da água. Muitas substâncias se dissolvem na água e ela é comumente chamada "solvente universal". Por isso, a água na natureza e em uso raramente é pura,

Leia mais

Vida saudável. Dicas e possibilidades nos dias de hoje.

Vida saudável. Dicas e possibilidades nos dias de hoje. CENTRO UNIVERSITÁRIO ASSUNÇÃO- Vida saudável. Dicas e possibilidades nos dias de hoje. Profa. Dra. Valéria Batista O que é vida saudável? O que é vida saudável? Saúde é o estado de complexo bem-estar físico,

Leia mais

Biologia Professor Leandro Gurgel de Medeiros

Biologia Professor Leandro Gurgel de Medeiros Biologia Professor Leandro Gurgel de Medeiros Vírus e Viroses 1. O que são Vírus? Os vírus são definidos com base em suas propriedades: São considerados entidades biológicas e não seres vivos; São parasitas

Leia mais

SEPARAÇÃO DE MISTURAS HETEROGÊNEAS. (Processos mecânicos de separação) Sistema sólido - sólido

SEPARAÇÃO DE MISTURAS HETEROGÊNEAS. (Processos mecânicos de separação) Sistema sólido - sólido SEPARAÇÃO DE MISTURAS HETEROGÊNEAS (Processos mecânicos de separação) Sistema sólido - sólido Separação magnética: Separa misturas do tipo sólido-sólido nas quais um dos componentes tem propriedades magnéticas

Leia mais

FORTALECENDO SABERES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES CIÊNCIAS DESAFIO DO DIA. Aula: 17.1 Conteúdo: Doenças relacionadas à água I

FORTALECENDO SABERES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES CIÊNCIAS DESAFIO DO DIA. Aula: 17.1 Conteúdo: Doenças relacionadas à água I CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Aula: 17.1 Conteúdo: Doenças relacionadas à água I 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Habilidades: Identificar algumas

Leia mais

CADERNO DE EXERCÍCIOS 3A

CADERNO DE EXERCÍCIOS 3A CADERNO DE EXERCÍCIOS 3A Ensino Fundamental Ciências da Natureza II Questão Conteúdo Habilidade da Matriz da EJA/FB 1 Principais nutrientes H49 2 Função dos nutrientes no organismo H50 3 Alimentação balanceada

Leia mais

ESTUDO DA MATÉRIA. QUÍMICA - Prof. Marcelo Uchida -

ESTUDO DA MATÉRIA. QUÍMICA - Prof. Marcelo Uchida - ESTUDO DA MATÉRIA QUÍMICA - Prof. Marcelo Uchida - Matéria Material ou matéria é tudo aquilo que tem massa e ocupa lugar no espaço. Água Ar Madeira Ouro Corpo Porção limitada da matéria Barra de Ouro Tronco

Leia mais

Texto: QUÍMICA NO COTIDIANO. Outras disciplinas que são citadas com frequência são a química molecular, a eletroquímica, a

Texto: QUÍMICA NO COTIDIANO. Outras disciplinas que são citadas com frequência são a química molecular, a eletroquímica, a Texto: QUÍMICA NO COTIDIANO Outras disciplinas que são citadas com frequência são a química molecular, a eletroquímica, a química nuclear, a radioquímica e a estereoquímica. É de costume incluir a química

Leia mais

RESUMOS TEÓRICOS de QUÍMICA GERAL e EXPERIMENTAL

RESUMOS TEÓRICOS de QUÍMICA GERAL e EXPERIMENTAL RESUMOS TEÓRICOS de QUÍMICA GERAL e EXPERIMENTAL 5 ESTUDO DA MATÉRIA 1 DEFINIÇÕES Matéria é tudo que ocupa lugar no espaço e tem massa. Nem tudo que existe no universo e matéria. Por exemplo, o calor e

Leia mais

Noções de química. Conceitos Química molécula substância mistura solução diluição fórmula I NTROD U ÇÃO AO M Ó DULO DE S E RV I Ç O S GE R A I S

Noções de química. Conceitos Química molécula substância mistura solução diluição fórmula I NTROD U ÇÃO AO M Ó DULO DE S E RV I Ç O S GE R A I S I NTROD U ÇÃO AO M Ó DULO DE S E RV I Ç O S GE R A I S Noções de química Conceitos Química molécula substância mistura solução diluição fórmula ficha10_al_serv_gerais_educador_01a.indd 1 5/4/2011 16:11:32

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICOS FISPQ 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E EMPRESA

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICOS FISPQ 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E EMPRESA Pág. 1/8 FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICOS FISPQ 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E EMPRESA Nome do produto: CERA Cód. Interno de Identificação do Produto: Nome da Empresa: POLIDENTAL INDÚSTRIA

Leia mais

Cólera e Escarlatina

Cólera e Escarlatina Cólera e Escarlatina Nome do Aluno Daiane, Lisandra e Sandra Número da Turma 316 Disciplina Higiene e Profilaxia Data 30 de Maio de 2005 Nome da Professora Simone Introdução O presente trabalho irá apresentar

Leia mais

SOLUÇÕES. As misturas homogêneas possuem uma fase distinta. As misturas heterogêneas possuem duas ou mais fases distintas.

SOLUÇÕES. As misturas homogêneas possuem uma fase distinta. As misturas heterogêneas possuem duas ou mais fases distintas. QUÍMICA PROF - 3C13 SOLUÇÕES As misturas podem ser homogêneas ou heterogêneas. As misturas homogêneas possuem uma fase distinta. As misturas heterogêneas possuem duas ou mais fases distintas. Solução é

Leia mais

FISPQ (FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS.) DETERGENTE EUCALIPTO GEL 1- IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA:

FISPQ (FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS.) DETERGENTE EUCALIPTO GEL 1- IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA: 1- IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA: 1.1 Nome Comercial: Detergente Eucalipto Gel Maranso 1.2 Código de Venda:004 1.3 Nome do Fabricante: QOB MATERIAIS DOMISSANEANTES LTDA EPP Rua Ministro Joaquim

Leia mais

Sistemas de Trocas Gasosas

Sistemas de Trocas Gasosas Sistemas de Trocas Gasosas 1 Generalidades os seres vivos habitam diversos tipos de ambientes, sendo fundamentalmente o terrestre, o aquático e o aéreo. As diferenças existentes entre os diversos ambientes,

Leia mais

FISPQ FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUIMICOS

FISPQ FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUIMICOS DATA DE APROVAÇÃO: 22/11/2011 Página 1 de 6 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto LW 55 - Primer Nome da empresa Lwart Química Ltda. Endereço Rodovia Marechal Rondon, Km 303,5, Lençóis

Leia mais

GABARITO DE BIOLOGIA FRENTE 3

GABARITO DE BIOLOGIA FRENTE 3 Módulo 09 GABARITO DE BIOLOGIA FRENTE 3 Quando ocorre o fechamento dos estômatos a condução de seiva bruta fica prejudicado bem como a entrada de gás carbônico para o processo fotossintético. 02. C O deslocamento

Leia mais

O esquema representa uma provável filogenia dos Deuterostomados. Assinale a opção que apresenta CORRETAMENTE as características I, II, III e IV.

O esquema representa uma provável filogenia dos Deuterostomados. Assinale a opção que apresenta CORRETAMENTE as características I, II, III e IV. 1 PROVA DE BIOLOGIA I QUESTÃO 31 O esquema representa uma provável filogenia dos Deuterostomados. Assinale a opção que apresenta CORRETAMENTE as características I, II, III e IV. I II III IV a) Coluna vertebral

Leia mais

FISPQ FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUIMICOS

FISPQ FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUIMICOS DATA DE APROVAÇÃO: 31/08/2012 Página 1 de 5 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto Manta Piscina Fabricado por Lwart Química Endereço Rodovia Marechal Rondon, Km 303,5, Lençóis Paulista-SP

Leia mais

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico - FISPQ

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico - FISPQ PRODUTO: LUBRAX OB 10 Página 1 de 6 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: LUBRAX OB 10 Código interno de identificação: Pb0048. Nome da empresa: Petróleo Brasileiro S. A. Endereço:

Leia mais

2. COMPOSIÇÃO E INFORMAÇÕES SOBRE OS COMPONENTES QUÍMICOS

2. COMPOSIÇÃO E INFORMAÇÕES SOBRE OS COMPONENTES QUÍMICOS PÁGINA 1/5 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA NOME DO PRODUTO: PROPOOL ALGICIDA PLUS NOME DO FORNECEDOR:PROPISCINAS PRODUTO PARA PISCINAS Ltda. Rua Prefeito José Carlos, 400 Jd. Santa Júlia Itupeva-SP

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO 1 de 5 FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Wash primer. Empresa: MG Tintas Ltda. Endereço: Rua Olavo Baldessar, 246. Cidade: Santa

Leia mais

Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos VEDACIL

Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos VEDACIL 1. Identificação do produto e da empresa Nome do produto: Códigos internos de identificação do produto: 116050, 116052, 116055, 116058, 121576 e 121641 Nome da empresa: Otto Baumgart Ind. e Com. S/A Endereço:

Leia mais

IX Olimpíada Catarinense de Química 2013. Etapa I - Colégios

IX Olimpíada Catarinense de Química 2013. Etapa I - Colégios I Olimpíada Catarinense de Química - 2013 I Olimpíada Catarinense de Química 2013 Etapa I - Colégios Imagem: Oxidação Fonte:Gilson Rocha Reynaldo, 2013 Primeiro Ano Conselho Regional de Química CRQ III

Leia mais

Questão 1. Questão 3. Questão 2. Resposta. Resposta

Questão 1. Questão 3. Questão 2. Resposta. Resposta Questão 1 Uma enzima, extraída da secreção de um órgão abdominal de um cão, foi purificada, dissolvida em uma solução fisiológica com ph 8 e distribuída em seis tubos de ensaio. Nos tubos 2, 4 e 6, foi

Leia mais

Bichos que a gente não vê

Bichos que a gente não vê Material elaborado pelo Ético Sistema de Ensino Ensino fundamental Publicado em 2012 Projetos temáticos 5 o ano Data: / / Nível: Escola: Nome: Bichos que a gente não vê Justificativa O projeto Bichos que

Leia mais

Resoluções das Atividades

Resoluções das Atividades Resoluções das Atividades Sumário Módulo 1 Estudo das dispersões Definição, classificação, estudo dos coloides, coeficiente de solubilidade... 1 Módulo 2 Concentração de soluções... 3 Módulo 3 Propriedades

Leia mais

UFU 2014 VESTIBULAR DE MAIO 1ª FASE

UFU 2014 VESTIBULAR DE MAIO 1ª FASE UFU 2014 VESTIBULAR DE MAIO 1ª FASE 1-O iodo-132, devido à sua emissão de partículas beta e radiação gama, tem sido muito empregado no tratamento de problemas na tireoide. A curva abaixo ilustra o decaimento

Leia mais

ESTA FISPQ FOI PREPARADA PELO FABRICANTE. AS INFORMAÇÕES AQUI CONTIDAS SÃO NECESSÁRIAS PARA UTILIZAÇÃO SEGURA DO MATERIAL NO LOCAL DE TRABALHO.

ESTA FISPQ FOI PREPARADA PELO FABRICANTE. AS INFORMAÇÕES AQUI CONTIDAS SÃO NECESSÁRIAS PARA UTILIZAÇÃO SEGURA DO MATERIAL NO LOCAL DE TRABALHO. ESTA FISPQ FOI PREPARADA PELO FABRICANTE. AS INFORMAÇÕES AQUI CONTIDAS SÃO NECESSÁRIAS PARA UTILIZAÇÃO SEGURA DO MATERIAL NO LOCAL DE TRABALHO. 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA NOME DO PRODUTO...

Leia mais

PROPRIEDADES COLIGATIVAS. Prof.: Rodrigo Rocha Monteiro

PROPRIEDADES COLIGATIVAS. Prof.: Rodrigo Rocha Monteiro PROPRIEDADES COLIGATIVAS Prof.: Rodrigo Rocha Monteiro Propriedades Coligativas São mudanças que ocorrem no comportamento de um líquido. Quando comparamos, em análise química, um líquido puro e uma solução

Leia mais

Curso Técnico Segurança do Trabalho. Identificação e Análise de Riscos MÄdulo 1 NoÇÉes de Higiene Ocupacional

Curso Técnico Segurança do Trabalho. Identificação e Análise de Riscos MÄdulo 1 NoÇÉes de Higiene Ocupacional Curso Técnico Segurança do Trabalho Identificação e Análise de Riscos MÄdulo 1 NoÇÉes de Higiene Ocupacional Noções de Higiene do Ocupacional Higiene Ocupacional é um conjunto de medidas preventivas multidisciplinares

Leia mais

Aula sobre Soluções Aula 01 (ENEM) Profº.: Wesley de Paula

Aula sobre Soluções Aula 01 (ENEM) Profº.: Wesley de Paula Aula sobre Soluções Aula 01 (ENEM) Profº.: Wesley de Paula Propriedades das Soluções Classificação das Misturas: Soluções e Dispersões Classificação das soluções O Processo de Dissolução em soluções Relações

Leia mais

Biologia CITOLOGIA - UNICAMP - VESTIBULARES DE 2016-2010

Biologia CITOLOGIA - UNICAMP - VESTIBULARES DE 2016-2010 1. (Unicamp 2015) O vírus Ebola foi isolado em 1976, após uma epidemia de febre hemorrágica ocorrida em vilas do noroeste do Zaire, perto do rio Ebola. Esse vírus está associado a um quadro de febre hemorrágica

Leia mais

HIPEX SECANT Abrilhantador Secante para Louças

HIPEX SECANT Abrilhantador Secante para Louças Página 1 de 5 FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS HIPEX SECANT Abrilhantador Secante para Louças 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Produto: Nome Comercial: Empresa: Abrilhantador

Leia mais

NUTRIÇÃO DE GATOS. DUTRA, Lara S. 1 ; CENTENARO, Vanessa B. 2 ; ARALDI, Daniele Furian 3. Palavras-chave: Nutrição. Gatos. Alimentação.

NUTRIÇÃO DE GATOS. DUTRA, Lara S. 1 ; CENTENARO, Vanessa B. 2 ; ARALDI, Daniele Furian 3. Palavras-chave: Nutrição. Gatos. Alimentação. NUTRIÇÃO DE GATOS DUTRA, Lara S. 1 ; CENTENARO, Vanessa B. 2 ; ARALDI, Daniele Furian 3 Palavras-chave: Nutrição. Gatos. Alimentação. Introdução Nutrição veterinária é a ciência que tem por objetivo descobrir

Leia mais

Características dos Nematoides

Características dos Nematoides Nematoides Características dos Nematoides Possuem o corpo cilíndrico e alongado, com pontas afiladas e musculatura desenvolvida. Apresentam tamanhos variados. Tubo digestório completo (boca e ânus). Podem

Leia mais

Ex.: A B C D E 2 Boa Sorte! TESTE -1ªEliminatória

Ex.: A B C D E 2 Boa Sorte! TESTE -1ªEliminatória Este teste é constituído por 20 questões que abordam diversas temáticas da Biologia. Lê-as atentamente e seleciona a opção correta unicamente na Folha de Respostas, marcando-a com um X no quadrado respetivo.

Leia mais

Nutrientes. E suas funções no organismo humano

Nutrientes. E suas funções no organismo humano Nutrientes E suas funções no organismo humano O corpo humano necessita de uma série de substâncias básicas indispensáveis para a formação de tecidos, para obtenção de energia, para a realização de atividades

Leia mais

Verdades e mentiras sobre a Toxoplasmose

Verdades e mentiras sobre a Toxoplasmose Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade Física Adaptada e Saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira Verdades e mentiras sobre a Toxoplasmose Muito se tem falado sobre a Toxoplasmose e seus perigos,

Leia mais

Tabela 1 - conteúdo de umidade em alguns alimentos:

Tabela 1 - conteúdo de umidade em alguns alimentos: UMIDADE EM ALIMENTOS Umidade, ou teor de água, de um alimento constitui-se em um dos mais importantes e mais avaliados índices em alimentos. É de grande importância econômica por refletir o teor de sólidos

Leia mais

FISPQ - Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos em acordo com a NBR-14725 Fat Yellow3G-CN Página 1 / 6

FISPQ - Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos em acordo com a NBR-14725 Fat Yellow3G-CN Página 1 / 6 Fat Yellow3G-CN Página 1 / 6 1. Identificação do produto e da empresa Nome comercial: Fat Yellow3G-CN nº Material: 197950 nº Material:197950 Código Interno de Produto : 000000189695 Identificação da sociedade/empresa

Leia mais

concentração do íon bicarbonato depende fortemente do fluxo salivar e a termodinâmica desse sistema é complicada pelo fato de envolver o gás

concentração do íon bicarbonato depende fortemente do fluxo salivar e a termodinâmica desse sistema é complicada pelo fato de envolver o gás UFU -2011/1 1-Existe uma série de substâncias de mesma fórmula molecular, mas cujos arranjos espaciais são tais que suas estruturas são relacionadas entre si como a imagem não sobreponível refletida em

Leia mais

HIPOCLORITO DE SODIO

HIPOCLORITO DE SODIO FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO - FISPQ HIPOCLORITO DE SODIO 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: HIPOCLORITO DE SODIO Nome da Empresa: Nitrogenius Produtos Químicos

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FISPQ. Produto: POROSO SC - C Data da última revisão: 01/11/2010 Página: 1 de 5 POROSO SC - C

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FISPQ. Produto: POROSO SC - C Data da última revisão: 01/11/2010 Página: 1 de 5 POROSO SC - C Data da última revisão: 01/11/2010 Página: 1 de 5 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome: Código interno de identificação: 000884 Nome da empresa: Endereço: POROSO SC - C Telefone para emergências:

Leia mais

FISPQ FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUIMICOS

FISPQ FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUIMICOS DATA DE APROVAÇÃO: 22/11/2011 Página 1 de 6 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto LW Hidroprimer Nome da empresa Lwart Química Ltda. Endereço Rodovia Marechal Rondon, Km 303,5, Lençóis

Leia mais