Comparação entre Telhado Verde e Convencional nas Temperaturas Internas de Ambientes

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Comparação entre Telhado Verde e Convencional nas Temperaturas Internas de Ambientes"

Transcrição

1 Comparação entre Telhado Verde e Convencional nas Temperaturas Internas de Ambientes Douglas Vaciliev Vacilikio 1 ; Luciano Fleischfresser 2 1 Aluno de Tecnologia em Gestão Ambiental da Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus Campo Mourão; 2 Professor de Engenharia Ambiental da Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus Campo Mourão INTRODUÇÃO Telhado ecológico é o uso de vegetação sobre telhados. Este tipo de cobertura não deixa a radiação solar impingir diretamente na telha, além de armazenar água e atuar como isolante térmico, amenizando o calor nas horas mais quentes, e mantendo-o nas mais frias. Pela capacidade das plantas reterem o carbono, o telhado ecológico melhora a qualidade do ar, e ainda serve como isolante acústico por absorver ruídos. Também pode-se usar a cobertura verde para a produção de alimentos quando espécies para consumo humano são plantadas na mesma. Existem duas maneiras de plantar em telhados: a intensiva e a extensiva. O telhado do tipo intensivo necessita de um solo mais profundo para suportar espécies de maior porte (normalmente de 15 a 20 cm no mínimo), além de precisar de manutenção periódica e serem mais caros. Este tipo normalmente é instalado em superfícies sem declividade devido ao peso da cobertura, o qual pode ser superior a 120 kg/m². A cobertura intensiva exige cuidados posteriores como rega, uso de fertilizantes e poda. As coberturas ajardinadas intensivas formam uma proteção dos edifícios e construções afins, protegendo inclusive a impermeabilização de forma duradoura frente aos efeitos prejudiciais externos, formando uma camada térmica adicional, com a vantagem do belo efeito paisagístico. As coberturas ajardinadas intensivas apresentam condições de distribuição e aproveitamento comparadas as de qualquer jardim ao ar livre. O tipo extensivo necessita de pouco solo por comportar espécies rasteiras e gramados que necessitam de manutenção mínima. Eles também são mais baratos comparativamente, e podem ser instalados em superfícies com declividade por serem mais leves (VELAZQUEZ, 2005). Neste tipo de cobertura aplica-se uma vegetação que, após consolidada, não requer cuidados constantes ou especiais. A camada de substrato tem por volta de 10 cm ou menos, e as plantas são rasteiras como gramíneas. Necessitam de uma camada drenante e retentora de água a base de materiais pré-fabricados capazes de proporcionar tal efeito (eliminar a água que sobra e retornar com uma pequena quantidade capaz de proporcionar umidade à vegetação). Sobre esta camada, se não estiver incorporada, deverá aplicar-se uma capa filtrante. Empregam-se plantas (de tipo Sedum aromáticas e combinações de gramíneas) que são capazes de se adaptarem de forma satisfatória a secas extremas. OBJETIVOS Neste trabalho foram medidas as temperaturas internas de duas (2) caixas iguais de madeira com telhado inclinado de fibrocimento. Uma das caixas teve o telhado revestido com grama formando uma cobertura verde do tipo extensiva. O objetivo foi comprovar as vantagens térmicas do telhado verde em comparação com a caixa sem a eco-telha. O experimento foi realizado nas dependências da Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus Campo Mourão (Figura 1). 1

2 Figura1: UTFPR Campus Campo Mourão Caixa ao fundo representando um cômodo de uma casa com cobertura convencional e a mais a frente com o telhado verde. METODOLOGIA Para medição das temperaturas internas foram utilizados dois termômetros digitais MT-600 da marca Minipa (MINIPA, 2005). Cada termômetro funciona com 2 termopares do tipo K, um deles fixado à face interna da telha com pasta térmica, e o outro suspenso no interior para medição da temperatura (Figura 2). O MT-600 possui também a função de datalogger com capacidade para dados de temperatura. Os experimentos foram realizados em períodos corridos de uma semana em média, e os dados foram registrados a cada 15 minutos para captar a variação diária de temperatura. 2

3 Figura 2: UTFPR Campus Campo Mourão Fixação dos termopares para as medições nas caixas. RESULTADOS E DISCUSSÃO Na figura 3 estão mostradas as temperaturas internas nas duas caixas durante 3 dias. Para este experimento, apenas as telhas de cimento amianto foram utilizadas para verificar a consistência dos termopares em cada uma das caixas. Percebe-se que os valores medidos são os mesmos dentro da faixa de precisão dos termômetros. Estes resultados demonstram a similaridade das caixas e a qualidade das medições. 3

4 Figura 3. Superior: medições pelos termopares suspensos no interior das caixas. Inferior: medições pelos termopares fixados por pasta térmica. A precisão dos termômetros também é indicada conforme especificação técnica. A linha azul refere-se a uma das caixas, e a linha vermelha tracejada à outra. Os resultados do experimento principal mostram que há uma redução significativa na amplitude térmica quando o telhado verde é utilizado (Figura 4). Não só o uso da eco-telha reduziu as temperaturas máximas durante o dia, como também manteve o ambiente interno mais aquecido durante a noite. Embora seja um controle passivo do conforto térmico do ambiente, o uso de telhado verde mostrou-se eficiente para amenizar as temperaturas internas aqui medidas, e confirmou estudos similares realizados anteriormente (VECCHIA, 2005, BEYER, 2007). 4

5 Figura 4. Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus Campo Mourão, Comparação entre as temperaturas internas da telha. CONCLUSÕES O telhado verde apresenta vantagens em relação aos demais telhados no ambiente urbano. Ele diminui as enxurradas, suaviza o calor nas edificações durante o verão, e ameniza o frio durante o inverno (OLIVEIRA, 2009). Ele favorece a fauna, pois conserva o equilíbrio ecológico da área. Outra vantagem do telhado verde é a diminuição do gasto com energia usada em condicionadores de ar (DE MELLO et al., 2010). Esse tipo de cobertura pode ser aplicado em indústrias, residências, escritórios e outras propriedades. E além desses benefícios ele ainda deixa o telhado esteticamente muito bonito. De acordo com os resultados obtidos, podemos afirmar que o telhado verde contribui para o conforto térmico de um ambiente interno. Estudos em andamento irão investigar a relação entre a radiação solar e o fluxo de calor dentro das caixas, além de verificar se há diferenças no conforto térmico entre dois telhados verdes distintos. 5

6 AGRADECIMENTOS Ao Professor José Hilton Bernardino de Araújo, coordenador do curso de Tecnologia em Gerenciamento Ambiental, que autorizou a compra dos termômetros. À FUNTEF pela aquisição dos mesmos. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS BEYER, P. O. Relatório Técnico: Medição do Desempenho Térmico de Eco-telhas. Laboratório de Vapor e Refrigeração. Departamento de Engenharia Mecânica. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, DE MELLO, G. B. P., COSTA, M. D. P., ALBERTI, M. S., FILHO, R. D. G. F. Estudo da Implantação de um Telhado Verde na Faculdade de Engenharia Mecânica. Revista Ciências do Ambiente On-Line, p , Dezembro 2010, Vol. 6, Número 2. MINIPA, 2005: Termômetro Digital MT-600. Manual de Instruções. 19 p. OLIVEIRA, E. W. N. Telhados verdes para habitações de interesse social: retenção das águas pluviais e conforto térmico f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental) Faculdade de Engenharia, Centro de Tecnologia e Ciências, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro. VECCHIA, F. Cobertura Verde Leve (CVL): Ensaio Experimental. In: ENCAC ELACAC 2005, Maceió. Anais... Maceió: p VELAZQUEZ, L.S. Organic Greenroof Architecture: Sustainable Design for the New Millenium. Environmental Quality Management, Wiley Periodicals Inc., p.1-20, Summer

Professora Orientadora - Instituto Federal Catarinense - Campus Rio do Sul, e-mail: karlafunf@ifcriodosul.edu.br

Professora Orientadora - Instituto Federal Catarinense - Campus Rio do Sul, e-mail: karlafunf@ifcriodosul.edu.br TELHADO VERDE E A INFLUÊNCIA NO CONFORTO TÉRMICO EM UMA EDIFICAÇÃO DE MADEIRA NO IFC CAMPUS RIO DO SUL Karla Fünfgelt 1 ; Alexandra Goede de Souza 2 ; Eduardo Augusto Tonet 3 ; Samuel Fachini 4. 1 Professora

Leia mais

ASPECTOS CONSTRUTIVOS E AMBIENTAIS DE TELHADOS VERDES EXTENSIVOS

ASPECTOS CONSTRUTIVOS E AMBIENTAIS DE TELHADOS VERDES EXTENSIVOS I Congresso Baiano de Engenharia Sanitária e Ambiental - I COBESA ASPECTOS CONSTRUTIVOS E AMBIENTAIS DE TELHADOS VERDES EXTENSIVOS Matheus Paiva Brasil (1) Graduando em Engenharia Sanitária e Ambiental

Leia mais

Eco Houses / Casas ecológicas. Juliana Santos Rafaela Castilho Sandra Aparecida Reis Sislene Simões Curso:Tecnologia em Gestão Ambiental

Eco Houses / Casas ecológicas. Juliana Santos Rafaela Castilho Sandra Aparecida Reis Sislene Simões Curso:Tecnologia em Gestão Ambiental Eco Houses / Casas ecológicas Juliana Santos Rafaela Castilho Sandra Aparecida Reis Sislene Simões Curso:Tecnologia em Gestão Ambiental IDHEA - INSTITUTO PARA O DESENVOLVIMENTO DA HABITAÇÃO ECOLÓGICA Conceito:

Leia mais

Estudo comparativo do comportamento térmico de quatro sistemas de cobertura. Um estudo experimental para a reação frente ao calor.

Estudo comparativo do comportamento térmico de quatro sistemas de cobertura. Um estudo experimental para a reação frente ao calor. Estudo comparativo do comportamento térmico de quatro sistemas de cobertura. Um estudo experimental para a reação frente ao calor. Francisco Vecchia Departamento de Hidráulica e Saneamento Escola de Engenharia

Leia mais

Comunicado de imprensa de ZinCo GmbH

Comunicado de imprensa de ZinCo GmbH ZinCo telhado verde com sistema A vida no telhado Dificilmente uma forma de telhado, proporciona tantos usos diferentes, como o telhado plano. Um telhado verde oferece dependendo do desenho de um novo

Leia mais

Resumo. Introdução. Telhados Verdes

Resumo. Introdução. Telhados Verdes - 1 - Telhados de Cobertura Verde e Manejo de Águas Pluviais Dr. Walter Kolb Instituto Estadual de Viticultura e Horticultura do Estado de Bavéria, Departamento de Paisagismo Endereço para correspondência:

Leia mais

ECOTELHADO. Segundo pesquisador da Lawrence Berkley National Laboratory (CA, EUA), cerca de 25% da superfície de uma cidade consiste de telhados.

ECOTELHADO. Segundo pesquisador da Lawrence Berkley National Laboratory (CA, EUA), cerca de 25% da superfície de uma cidade consiste de telhados. ECOTELHADO Segundo pesquisador da Lawrence Berkley National Laboratory (CA, EUA), cerca de 25% da superfície de uma cidade consiste de telhados. TRANSMISSÃO DE CALOR por condução térmica através de materiais

Leia mais

CATÁLOGO DE PRODUTOS

CATÁLOGO DE PRODUTOS CATÁLOGO DE PRODUTOS ISOPORTEC A ISOPORTEC é focada na produção de soluções em isopor de alta performance para a construção civil, valorizando produtos que fazem diferença nos projetos mais complexos.

Leia mais

Andréa Souza Castro 1 e Joel Avruch Goldenfum 2

Andréa Souza Castro 1 e Joel Avruch Goldenfum 2 1USO DE TELHADOS VERDES NO CONTROLE QUALI-QUANTITATIVO DO ESCOAMENTO SUPERFICIAL URBANO Andréa Souza Castro 1 e Joel Avruch Goldenfum 2 RESUMO Os telhados verdes são estruturas que se caracterizam pela

Leia mais

ASSOCIAÇÃO TECNOLOGIA VERDE BRASIL - ATVerdeBrasil MINUTA DE PROJETO DE LEI A SER SUGERIDA AOS PODERES PÚBLICOS

ASSOCIAÇÃO TECNOLOGIA VERDE BRASIL - ATVerdeBrasil MINUTA DE PROJETO DE LEI A SER SUGERIDA AOS PODERES PÚBLICOS ASSOCIAÇÃO TECNOLOGIA VERDE BRASIL - ATVerdeBrasil MINUTA DE PROJETO DE LEI A SER SUGERIDA AOS PODERES PÚBLICOS PROJETO DE LEI DO LEGISLATIVO Dispõe sobre a obrigatoriedade da instalação de telhados verdes

Leia mais

Sistema Laminar. Ecotelhado

Sistema Laminar. Ecotelhado Sistema Laminar Ecotelhado 2 Especificação O Sistema Modular Laminar Ecotelhado é o conjunto dos seguintes elementos: Membrana Ecotelhado de Proteção Anti-Raízes Membrana Ecotelhado de Retenção de Nutrientes

Leia mais

Autor(es) ROSIMARY COUTO PAIXÃO. Orientador(es) ADRIANA PETITO DE ALMEIDA SILVA CASTRO. Apoio Financeiro FAPIC/UNIMEP. 1.

Autor(es) ROSIMARY COUTO PAIXÃO. Orientador(es) ADRIANA PETITO DE ALMEIDA SILVA CASTRO. Apoio Financeiro FAPIC/UNIMEP. 1. 19 Congresso de Iniciação Científica AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO TÉRMICO DE COBERTURAS DE POLICARBONATO E ACRÍLICO: ESTUDO DE CASO NO CAMPUS DA UNIMEP EM SANTA BÁRBARA DOESTE Autor(es) ROSIMARY COUTO PAIXÃO

Leia mais

COMPARATIVO ENTRE ISOLANTES TÉRMICOS PARA COBERTURAS DO TIPO MANTA DE ALUMÍNIO E TELHADO VERDE (GREENROOF)

COMPARATIVO ENTRE ISOLANTES TÉRMICOS PARA COBERTURAS DO TIPO MANTA DE ALUMÍNIO E TELHADO VERDE (GREENROOF) UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENGENHARIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA MECÂNICA COMPARATIVO ENTRE ISOLANTES TÉRMICOS PARA COBERTURAS DO TIPO MANTA DE ALUMÍNIO E TELHADO VERDE (GREENROOF)

Leia mais

Soluções sustentáveis para a vida.

Soluções sustentáveis para a vida. Soluções sustentáveis para a vida. A Ecoservice Uma empresa brasileira que está constantemente em busca de recursos e tecnologias sustentáveis para oferecer aos seus clientes, pessoas que têm como conceito

Leia mais

Chama-se vulgarmente de telhado qualquer tipo de cobertura em uma edificação. Porém, o telhado, rigorosamente, é apenas uma categoria de cobertura,

Chama-se vulgarmente de telhado qualquer tipo de cobertura em uma edificação. Porém, o telhado, rigorosamente, é apenas uma categoria de cobertura, Infinite Cursos. Chama-se vulgarmente de telhado qualquer tipo de cobertura em uma edificação. Porém, o telhado, rigorosamente, é apenas uma categoria de cobertura, em geral caracterizado por possuir um

Leia mais

ECOTELHADO BRANCO. Revestimento Reflexivo

ECOTELHADO BRANCO. Revestimento Reflexivo ECOTELHADO BRANCO Revestimento Reflexivo 2 Especificações Quando se trata de problemas com elevadas temperaturas devido a incidência solar e falta de estrutura para telhado verde, a refletância é a melhor

Leia mais

A Engenharia Civil e as Construções Sustentáveis

A Engenharia Civil e as Construções Sustentáveis Engenharia A Engenharia Civil e as Construções Sustentáveis A construção sustentável é um novo conceito que está surgindo dentro da engenharia civil. A construção sustentável além de tornar a obra ecológica,

Leia mais

PRODUTO DA MARCA SEVENCOAT FICHA TÉCNICA DO PRODUTO

PRODUTO DA MARCA SEVENCOAT FICHA TÉCNICA DO PRODUTO PRODUTO DA MARCA SEVENCOAT FICHA TÉCNICA DO PRODUTO PRODUTO DA MARCA SEVENCOAT É uma tinta isolante térmica, composta de polímeros acrílicos elastoméricos, microesferas de cerâmicas, e aditivos especiais

Leia mais

MCMV-E CASA SUSTENTÁVEL PROPOSTA DE INTERVENÇÃO ARQUITETÔNICO URBANÍSTICA EM GRANDE ESCALA

MCMV-E CASA SUSTENTÁVEL PROPOSTA DE INTERVENÇÃO ARQUITETÔNICO URBANÍSTICA EM GRANDE ESCALA MCMV-E CASA SUSTENTÁVEL PROPOSTA DE INTERVENÇÃO ARQUITETÔNICO URBANÍSTICA EM GRANDE ESCALA Arq. Mario Fundaro Seminário internacional arquitetura sustentável São Paulo 2014 A CASA SUSTENTÁVEL Conceitos

Leia mais

representação de produtos sustentáveis Jardim Vertical, Quadro Vegetal Telhado Verde

representação de produtos sustentáveis Jardim Vertical, Quadro Vegetal Telhado Verde Histórico Somos uma empresa voltada para a representação de produtos sustentáveis. Com o objetivo de apresentar alternativas para amenizar os efeitos da verticalização da região Nordeste. Reunimos marcas

Leia mais

Paulo Sérgio Ferrari Mazzon

Paulo Sérgio Ferrari Mazzon Tecnologia de Aquecimento Solar de Água Abyara, São Paulo, 03 de Julho de 2008 Paulo Sérgio Ferrari Mazzon Luciano Torres Pereira Grupo Soletrol Soletrol Industria e Comércio Soletrol l Tecnologia Universidade

Leia mais

DIMENSIONAMENTO DE TELHADOS VERDES EM UM PONTO CRÍTICO DE SANTA MARIA - RS¹

DIMENSIONAMENTO DE TELHADOS VERDES EM UM PONTO CRÍTICO DE SANTA MARIA - RS¹ DIMENSIONAMENTO DE TELHADOS VERDES EM UM PONTO CRÍTICO DE SANTA MARIA - RS¹ BINS, Fernando Henrique²; TEIXEIRA, Laís³; TEIXEIRA, Marília 4 ; RIBEIRO, Mariana 5 1 Trabalho de pesquisa_unifra ² Acadêmico

Leia mais

Sistemas de aquecimento de água residencial e o ASBC: Aquecedor Solar de Baixo Custo Por Felipe Marques Santos Aluno do curso de Engenharia de Energia Projeto Coordenado por Prof. Dr. Rogério Gomes de

Leia mais

TELHADO VERDE COMO FERRAMENTA DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL NO SEMIÁRIDO NORDESTINO

TELHADO VERDE COMO FERRAMENTA DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL NO SEMIÁRIDO NORDESTINO TELHADO VERDE COMO FERRAMENTA DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL NO SEMIÁRIDO NORDESTINO 1 Jacilândio Adriano de Oliveira Segundo; 2 Bruno Menezes da Cunha Gomes; 3 Laércio Leal dos Santos; 4 Phillipy Johny

Leia mais

TÍTULO: ANALISE DA VIABILIDADE ECONÔMICA NA IMPLANTAÇÃO DE COBERTURAS VERDES E COBERTURAS CONVENCIONAIS COMPOSTA POR MADEIRAS E TELHAS DE CERÂMICA

TÍTULO: ANALISE DA VIABILIDADE ECONÔMICA NA IMPLANTAÇÃO DE COBERTURAS VERDES E COBERTURAS CONVENCIONAIS COMPOSTA POR MADEIRAS E TELHAS DE CERÂMICA TÍTULO: ANALISE DA VIABILIDADE ECONÔMICA NA IMPLANTAÇÃO DE COBERTURAS VERDES E COBERTURAS CONVENCIONAIS COMPOSTA POR MADEIRAS E TELHAS DE CERÂMICA CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS

Leia mais

ESTUDO COMPARATIVO SOBRE OS BENEFÍCIOS ECONÔMICOS E AMBIENTAIS DO TELHADO VERDE E DO TELHADO CONVENCIONAL

ESTUDO COMPARATIVO SOBRE OS BENEFÍCIOS ECONÔMICOS E AMBIENTAIS DO TELHADO VERDE E DO TELHADO CONVENCIONAL ESTUDO COMPARATIVO SOBRE OS BENEFÍCIOS ECONÔMICOS E AMBIENTAIS DO TELHADO VERDE E DO TELHADO CONVENCIONAL Débora Helen dos Reis 1, Érica Reis Costa Carvalho 1 1 Colégio Técnico Antônio Teixeira Fernandes,

Leia mais

DESENHO ARQUITETÔNICO PROFESSORA ELIZABETH CORREIA SUMARA QUERINO ROBERTO DÁLESSANDRO

DESENHO ARQUITETÔNICO PROFESSORA ELIZABETH CORREIA SUMARA QUERINO ROBERTO DÁLESSANDRO DESENHO ARQUITETÔNICO PROFESSORA ELIZABETH CORREIA SUMARA QUERINO ROBERTO DÁLESSANDRO COBERTURA -TELHADOS Cobertura: É a parte superior da construção e serve de proteção contra o sol, a chuva, intempéries,

Leia mais

Armazenamento de energia

Armazenamento de energia Universidade do Vale do Rio dos Sinos UNISINOS Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mecânica 3 º. trimestre, 2015 A energia solar é uma fonte de energia dependente do tempo. As necessidades de energia

Leia mais

Sistemas de Impermeabilização

Sistemas de Impermeabilização Sistemas de Impermeabilização Projecto de Construção CET Seia Eng. Sá Neves Eng. Sá Neve Sistema invertido ou tradicional : Os sistemas em cobertura invertida são os mais aconselháveis devido a maior durabilidade

Leia mais

A EFICIÊNCIA DOS TELHADOS VERDES

A EFICIÊNCIA DOS TELHADOS VERDES ESTUDOS SOBRE AS CONDIÇÕES TERMOHIGROMÉTRICAS QUANDO UTILIZADO OS TELHADOS VERDES Prof. Dr. Humberto Catuzzo Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri UFVJM/Diamantina-MG hcatuzzo@yahoo.com

Leia mais

GESTÃO AMBIENTAL. Aplicação da ecologia na engenharia civil ... Camila Regina Eberle camilaeberle@hotmail.com

GESTÃO AMBIENTAL. Aplicação da ecologia na engenharia civil ... Camila Regina Eberle camilaeberle@hotmail.com ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE SINOP DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL GESTÃO AMBIENTAL Aplicação da ecologia na engenharia

Leia mais

AQUECIMENTO SOLAR PISCINA RESIDENCIAL GRANDE PORTE CDT

AQUECIMENTO SOLAR PISCINA RESIDENCIAL GRANDE PORTE CDT CONHECENDO O SISTEMA DE AQUECIMENTO SOLAR CENTER SOL Componentes do Sistema de Aquecimento Reservatório de Água Fria: É o reservatório principal de água que possui uma ligação direta com o Reservatório

Leia mais

Telhados Verdes. plantas para cultivo de telhados vivos

Telhados Verdes. plantas para cultivo de telhados vivos Telhados Verdes plantas para cultivo de telhados vivos Coberturas Verdes plantas para cultivo de telhados vivos Alonso da Mota Lamas Engº Agrº - CREA 1986D Consultoria em Floricultura alonsolamas@hotmail.com

Leia mais

IMPERMEABILIZAÇÃO DE TELHADO VERDE COM GEOMEMBRANA DE PEAD NEOPLASTIC VINHEDO - SP

IMPERMEABILIZAÇÃO DE TELHADO VERDE COM GEOMEMBRANA DE PEAD NEOPLASTIC VINHEDO - SP IMPERMEABILIZAÇÃO DE TELHADO VERDE COM GEOMEMBRANA DE PEAD NEOPLASTIC VINHEDO - SP AUTOR: Departamento Técnico de Geomembrana NeoPlastic Eng Daniel M. Meucci ANO - 2014 1. INTRODUÇÃO... 3 2. DADOS DA OBRA...

Leia mais

Universidade Federal do Oeste da Bahia UFOB CENTRO DAS CIÊNCIAS EXATAS E DAS TECNOLOGIAS IAD176 - Desenho Técnico Prof. Dennis Coelho Cruz

Universidade Federal do Oeste da Bahia UFOB CENTRO DAS CIÊNCIAS EXATAS E DAS TECNOLOGIAS IAD176 - Desenho Técnico Prof. Dennis Coelho Cruz Universidade Federal do Oeste da Bahia UFOB CENTRO DAS CIÊNCIAS EXATAS E DAS TECNOLOGIAS IAD176 - Desenho Técnico Prof. Dennis Coelho Cruz Aula 6 : Desenho Arquitetônico Planta de Cobertura Índice: UNIDADE

Leia mais

Soluções REHAU PARA A REABILITAÇÃO. www.rehau.pt. Construção Automóvel Indústria

Soluções REHAU PARA A REABILITAÇÃO. www.rehau.pt. Construção Automóvel Indústria Soluções REHAU PARA A REABILITAÇÃO Uma APLICAÇÃO PARA CADA NECESSIDADE www.rehau.pt Construção Automóvel Indústria A REABILITAÇÃO, UMA SOLUÇÃO COM SISTEMAS PARA O AQUECIMENTO E O ARREFECIMENTO POR SUPERFÍCIES

Leia mais

A TEMPERATURA NUM CONTEXTO EDUCACIONAL

A TEMPERATURA NUM CONTEXTO EDUCACIONAL A TEMPERATURA NUM CONTEXTO EDUCACIONAL Mário Talaia e Marta Andreia Silva Departamento de Física, Universidade de Aveiro, 3810-193, Aveiro, Portugal Contacto: mart@fis.ua.pt RESUMO O presente artigo surge

Leia mais

Componentes para telhas Brasilit

Componentes para telhas Brasilit Componentes para telhas Brasilit Selamax Selante Selante elástico para elástico colagem para e vedação colagem e vedação SolarMaxxi Manta impermeável, térmica e acústica LitFoil e LitFoil Plus Mantas térmicas

Leia mais

TERMO HIGRÔMETRO CONFORT CONTROL. Manual de Instruções

TERMO HIGRÔMETRO CONFORT CONTROL. Manual de Instruções TERMO HIGRÔMETRO CONFORT CONTROL MODELO 30.5011 Manual de Instruções Termo-higrômetro Confort Control Funções: Temperatura Interna Umidade relativa do ambiente Valores máximos e mínimos Ponto de orvalho

Leia mais

Automação para desempenho ambiental e desenho universal

Automação para desempenho ambiental e desenho universal Automação para desempenho ambiental e desenho universal 58 pontos providos por sistemas de e equipamentos periféricos Eng. Gabriel Peixoto G. U. e Silva Selos verdes AQUA (selo francês HQE) Alta Qualidade

Leia mais

Capítulo 51 Cobertura verde

Capítulo 51 Cobertura verde Capítulo 51 Cobertura verde Edifício na Alemanha 51-1 Sumário Ordem Assunto Capitulo 51-Cobertura verde 51.1 Introdução 51.2 Aplicabilidade 51.3 Esquema da cobertura verde 51.4 Custos 51.5 Performance

Leia mais

Estado de Santa Catarina. Prefeitura Municipal de Garopaba. Setor de Engenharia PONTO DE ÔNIBUS COM TELHADO VERDE

Estado de Santa Catarina. Prefeitura Municipal de Garopaba. Setor de Engenharia PONTO DE ÔNIBUS COM TELHADO VERDE Estado de Santa Catarina. Prefeitura Municipal de Garopaba. Setor de Engenharia PONTO DE ÔNIBUS COM TELHADO VERDE Praça Governador Ivo Silveira, 296 Centro Garopaba/SC. CEP 88.495-000 Fone/Fax: (048) 3254.8100

Leia mais

TETO VERDE: O USO DE COBERTURAS VEGETAIS EM EDIFICAÇÕES.

TETO VERDE: O USO DE COBERTURAS VEGETAIS EM EDIFICAÇÕES. Departamento de Artes & Design TETO VERDE: O USO DE COBERTURAS VEGETAIS EM EDIFICAÇÕES. Aluna: Manoela de Freitas Ferreira Orientadores: Alfredo Jefferson de Oliveira e Fernando Betim Paes Leme Introdução

Leia mais

TopComfort Brasilit. Temperatura agradável e muito mais conforto.

TopComfort Brasilit. Temperatura agradável e muito mais conforto. TopComfort Brasilit Nova telha térmica de fibrocimento Temperatura agradável e muito mais conforto. TopComfort Telhas Térmicas de Fibrocimento A Brasilit inovou outra vez. Agora, a linha de fibrocimento

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENGENHARIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA MECÂNICA ENG03108 MEDIÇÕES TÉRMICAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENGENHARIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA MECÂNICA ENG03108 MEDIÇÕES TÉRMICAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENGENHARIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA MECÂNICA ENG03108 MEDIÇÕES TÉRMICAS ANÁLISE DA EFICIÊNCIA TÉRMICA DE ISOLAMENTOS EM AQUECIMENTO E RESFRIAMENTO

Leia mais

Drenagem de jardim suspenso de centro empresarial

Drenagem de jardim suspenso de centro empresarial Drenagem de jardim suspenso de centro empresarial Camyla Margarete Magalhães de Oliveira Maccaferri do Brasil, Rio de Janeiro, Brasil, camyla.oliveira@maccaferri.com.br Fernando Xavier Pereira Maccaferri

Leia mais

SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL NA OCUPAÇÃO DE CAMPUS UNIVERSITÁRIO

SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL NA OCUPAÇÃO DE CAMPUS UNIVERSITÁRIO SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL NA OCUPAÇÃO DE CAMPUS UNIVERSITÁRIO Angelina D. L. Costa (1); Eduardo R. V. de Lima (2); Joel S. dos Santos (3); Neusa Paes Leme (4); Rayssa A. de Lira (5); Caroline M. Cevada

Leia mais

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE. Exemplos de projetos e políticas públicas

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE. Exemplos de projetos e políticas públicas MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE Exemplos de projetos e políticas públicas Pegada ecológica Imagem: Jornal Bahianorte Evolução da Pegada Ecológica Imagem: miriamsalles.info Nosso padrão de produção Imagem:

Leia mais

FERROCO S.A. TEMPOS DE CONSERVAÇÃO EM CAIXAS TÉRMICAS FACULDADE DE ENGENHARIA INSTITUTO DE ENGENHARIA QUÍMICA DEPARTAMENTO DE OPERAÇÕES UNITÁRIAS

FERROCO S.A. TEMPOS DE CONSERVAÇÃO EM CAIXAS TÉRMICAS FACULDADE DE ENGENHARIA INSTITUTO DE ENGENHARIA QUÍMICA DEPARTAMENTO DE OPERAÇÕES UNITÁRIAS Faculdade de Engenharia Universidade da República ID. Instituto de Engenharia Química Faculdade de Engenharia FERROCO S.A. TEMPOS DE CONSERVAÇÃO EM CAIXAS TÉRMICAS FACULDADE DE ENGENHARIA INSTITUTO DE

Leia mais

Departamento de Física - ICE/UFJF Laboratório de Física II

Departamento de Física - ICE/UFJF Laboratório de Física II CALORIMETRIA 1 Objetivos Gerais: Determinação da capacidade térmica C c de um calorímetro; Determinação do calor específico de um corpo de prova; *Anote a incerteza dos instrumentos de medida utilizados:

Leia mais

ANÁLISE PROJETUAL DA RESIDÊNCIA SMALL HOUSE TÓQUIO, JAPÃO.

ANÁLISE PROJETUAL DA RESIDÊNCIA SMALL HOUSE TÓQUIO, JAPÃO. UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO E DESIGN DISCIPLINA: CONFORTO AMBIENTAL 1 ANÁLISE PROJETUAL DA RESIDÊNCIA SMALL HOUSE TÓQUIO, JAPÃO. ARQUITETOS: KAZUYO SEJIMA E

Leia mais

www.daliform.com Sistemas para jardins suspensos

www.daliform.com Sistemas para jardins suspensos www.daliform.com Sistemas para jardins suspensos LEGENDA: Drenagem Respeito ambiental Ecológico, amigo do ambiente Aligeiramento da estrutura Certifi cações NÚMERO GERAL Telefone Fax +39 0422 2083 +39

Leia mais

Experiência 03 Ensaio de Fios Condutores

Experiência 03 Ensaio de Fios Condutores Universidade Federal de Santa Catarina Departamento de Engenharia Elétrica Laboratório de Materiais Elétricos EEL 7051 Professor Clóvis Antônio Petry Experiência 03 Ensaio de Fios Condutores Fábio P. Bauer

Leia mais

Ensacado - A Argila Expandida pode ser comprada em sacos de 50l, sendo transportada da mesma maneira. Cada 20 sacos equivalem a 1m 3.

Ensacado - A Argila Expandida pode ser comprada em sacos de 50l, sendo transportada da mesma maneira. Cada 20 sacos equivalem a 1m 3. Argila Expandida A argila expandida é um agregado leve que se apresenta em forma de bolinhas de cerâmica leves e arredondadas, com uma estrutura interna formada por um a espuma cerâmica com micro poros

Leia mais

TELHADOS VERDES COMO UM MEIO SUSTENTÁVEL NAS CIDADES: PROPOSTAS RECICLÁVEIS DE PRODUÇÃO

TELHADOS VERDES COMO UM MEIO SUSTENTÁVEL NAS CIDADES: PROPOSTAS RECICLÁVEIS DE PRODUÇÃO TELHADOS VERDES COMO UM MEIO SUSTENTÁVEL NAS CIDADES: PROPOSTAS RECICLÁVEIS DE PRODUÇÃO Tales Gonçalves Visentin (*), Alcindo Neckel 2, Anaise Breda 3 * Faculdade Meridional IMED. Acadêmico o Curso de

Leia mais

1.2. Estado da arte.

1.2. Estado da arte. 1. Introdução A história recente do Sistema Elétrico Brasileiro é interessante. Depois de um longo período de monopólio estatal, o setor passou por profundas mudanças legais para tentar aumentar a eficiência

Leia mais

Sistema Laminar Alto. Ecotelhado

Sistema Laminar Alto. Ecotelhado Sistema Laminar Alto Sistema Laminar Alto Objetivo O Sistema Laminar Alto tem como objetivo proporcionar a laje plana, uma cobertura vegetada para conforto térmico do ambiente interno e maior convívio

Leia mais

AVALIAÇÃO DO CONFORTO TÉRMICO EM HABITAÇÕES POPULARES NO MUNICÍPIO DE AMORINÓPOLIS GO: período de inverno. 1

AVALIAÇÃO DO CONFORTO TÉRMICO EM HABITAÇÕES POPULARES NO MUNICÍPIO DE AMORINÓPOLIS GO: período de inverno. 1 AVALIAÇÃO DO CONFORTO TÉRMICO EM HABITAÇÕES POPULARES NO MUNICÍPIO DE AMORINÓPOLIS GO: período de inverno. 1 Valdir Specian¹; Priscilla Daiane Soares Martins²; Elis Dener Lima Alves³ ¹Orientador, docente

Leia mais

Melhorias Construtivas. Sustentáveis

Melhorias Construtivas. Sustentáveis Melhorias Construtivas Sustentáveis O que é sustentabilidade? O Projeto Melhorias Habitacionais Sustentáveis na Bomba do Hemetério, foi criado com o objetivo de reduzir o consumo e melhor aproveitar os

Leia mais

Sistema Hidromodular. Ecotelhado

Sistema Hidromodular. Ecotelhado Sistema Hidromodular Sistema Hidromodular Objetivo O Sistema Hidromodular tem como objetivo proporcionar a laje, uma cobertura vegetada para conforto térmico do ambiente interno e maior convívio com a

Leia mais

01- O que é tempo atmosférico? R.: 02- O que é clima? R.:

01- O que é tempo atmosférico? R.: 02- O que é clima? R.: PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA BANCO DE QUESTÕES - GEOGRAFIA - 6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================= TEMPO ATMOSFÉRICO

Leia mais

TELHADO VERDE: um passo para a economia e sustentabilidade

TELHADO VERDE: um passo para a economia e sustentabilidade TELHADO VERDE: um passo para a economia e sustentabilidade João Pedro Nunes da Silveira, Savio Amorim Soares, Wilton Soares Lima.* Alcilene Lopes de Amorim Andrade** Resumo Telhado verde consiste em uma

Leia mais

ANÁLISE DE DEMPENHO DE UM AQUECEDOR SOLAR DE BAIXO CUSTO: RESERVATÓRIO TÉRMICO ALTERNATIVO

ANÁLISE DE DEMPENHO DE UM AQUECEDOR SOLAR DE BAIXO CUSTO: RESERVATÓRIO TÉRMICO ALTERNATIVO ANÁLISE DE DEMPENHO DE UM AQUECEDOR SOLAR DE BAIXO CUSTO: RESERVATÓRIO TÉRMICO ALTERNATIVO Danilo Rezende Bortoletto Faculdade de Engenharia Civil CEATEC danilo.rb@puccampinas.edu.br Claudia Cotrim Pezzuto

Leia mais

Fundamentos de Engenharia Solar. Racine T. A. Prado

Fundamentos de Engenharia Solar. Racine T. A. Prado Fundamentos de Engenharia Solar Racine T. A. Prado Coletores Solares Um coletor solar é um tipo específico de trocador de calor que transforma energia solar radiante em calor. Duffie; Beckman Equação básica

Leia mais

Sistema Construtivo em PAREDES DE CONCRETO PROJETO

Sistema Construtivo em PAREDES DE CONCRETO PROJETO Sistema Construtivo em PAREDES DE CONCRETO PROJETO Arnoldo Wendler Sistema Construtivo 1 Sistema Construtivo 2 Sistema Construtivo Sistema Construtivo 3 Sistema Construtivo Comunidade da Construção DIRETRIZES

Leia mais

Manual de Instalação Onducober

Manual de Instalação Onducober Manual de Instalação Onducober Para instalar correctamente as placas de cobertura Onducober Onduline, siga as instruções deste manual. (Este manual não é valido para Subtelha Onduline!!). A placa Onducober

Leia mais

TECNOLOGIA EM CONSTRUÇÃO DE EDIFÍCIOS. CONFORTO AMBIENTAL Aula 10

TECNOLOGIA EM CONSTRUÇÃO DE EDIFÍCIOS. CONFORTO AMBIENTAL Aula 10 TECNOLOGIA EM CONSTRUÇÃO DE EDIFÍCIOS CONFORTO AMBIENTAL Aula 10 PSICROMETRIA PSICROMETRIA PSICROMETRIA CARTA PSICROMÉTRICA ESTUDOS CLÁSSICOS Olgyay Givoni, Fanger PREOCUPAÇÃO COM O EDIFÍCIO E SEU DESEMPENHO

Leia mais

Climatologia GEOGRAFIA DAVI PAULINO

Climatologia GEOGRAFIA DAVI PAULINO Climatologia GEOGRAFIA DAVI PAULINO Efeito no clima sobre fatores socioeconômicos Agricultura População Diversidade global de climas Motivação! O Clima Fenômeno da atmosfera em si: chuvas, descargas elétricas,

Leia mais

Conceitos e Princípios da Arquitectura Sustentável.

Conceitos e Princípios da Arquitectura Sustentável. Conceitos e Princípios da Arquitectura Sustentável. 1.0 Impacto da Construção: 1.1 Ambiental 1.2 Social 1.3 Económico Procura do Equilíbrio nestes três factores Desenvolvimento de soluções sustentáveis

Leia mais

Aproveitamento Solar Passivo - Aproveitamento da energia para aquecimento de edifícios ou prédios, através de concepções e estratégias construtivas.

Aproveitamento Solar Passivo - Aproveitamento da energia para aquecimento de edifícios ou prédios, através de concepções e estratégias construtivas. GLOSSÁRIO Aproveitamento Solar Passivo - Aproveitamento da energia para aquecimento de edifícios ou prédios, através de concepções e estratégias construtivas. Ar Condicionado - Expressão utilizada largamente

Leia mais

CONCEPÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO DE JARDINS VERTICAIS, ECO-TELHADOS, QUADROS VEGETAIS E JARDINS INTERIOR EM HIDROPONIA

CONCEPÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO DE JARDINS VERTICAIS, ECO-TELHADOS, QUADROS VEGETAIS E JARDINS INTERIOR EM HIDROPONIA CONCEPÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO DE JARDINS VERTICAIS, ECO-TELHADOS, QUADROS VEGETAIS E JARDINS INTERIOR EM HIDROPONIA PROJECTOS SOB CONSULTA MANUTENÇÃO DO SISTEMA GARANTIA 10 ANOS Objectivo: elaborar produtos

Leia mais

Danopol. Lâminas sintéticas à base de PVC para impermeabilização. www.danosa.com

Danopol. Lâminas sintéticas à base de PVC para impermeabilização. www.danosa.com Danopol Lâminas sintéticas à base de PVC para impermeabilização Impermeabilización Aislamiento Acústico Drenajes - Geotextiles Energía Solar www.danosa.com DESCRIÇÃO Lâmina sintética à base de PVC plastificado,

Leia mais

vidro de proteção contra incêndios

vidro de proteção contra incêndios vidro de proteção contra incêndios CONHEÇA-NOS Cada vez mais os edifícios requerem melhores prestações, tanto em serviços como em proteção, e tudo isto da mão da estética e do design. Na arquitetura contemporânea

Leia mais

Sistemas construtivos à base de cimento. Uma contribuição efetiva para a. sustentabilidade da construção civil

Sistemas construtivos à base de cimento. Uma contribuição efetiva para a. sustentabilidade da construção civil Sistemas construtivos à base de cimento. Uma contribuição efetiva para a sustentabilidade da construção civil A CONSCIÊNCIA AMBIENTAL É TEMA DESTE SÉCULO, E PORQUE NÃO DIZER DESTE MILÊNIO REDUZA REUTILIZE

Leia mais

Aula 6 : Desenho Arquitetônico Coberturas

Aula 6 : Desenho Arquitetônico Coberturas Aula 6 : Desenho Arquitetônico Coberturas Cobertura: representa a última planta do nível superior e é uma vista em planta sem cortes - além do aspecto funcional tem diversos materiais e processos construtivos

Leia mais

NTCFLOC Vermiculita Expandida. Vantagens. Na indústria. Por que devo usar Vermiculita Expandida? Aplicações. Na construção civil

NTCFLOC Vermiculita Expandida. Vantagens. Na indústria. Por que devo usar Vermiculita Expandida? Aplicações. Na construção civil NTCFLC Vermiculita Expandida Para quem busca uma argamassa de qualidade, com propriedades isolantes e que não pese na obra, a NTC tem a solução ideal: Vermiculita Expandida. A vermiculita é um minério

Leia mais

AQUECIMENTO SOLAR DE PISCINAS: A S S P. Elaborado por SoSol - Sociedade do Sol. MANUAL DO USUÁRIO Versão Beta Dezembro 2008

AQUECIMENTO SOLAR DE PISCINAS: A S S P. Elaborado por SoSol - Sociedade do Sol. MANUAL DO USUÁRIO Versão Beta Dezembro 2008 AQUECIMENTO SOLAR DE PISCINAS: MANUAL DE INSTRUÇÃO DE MANUFATURA E INSTALAÇÃO EXPERIMENTAL DO AQUECEDOR SOLAR SIMPLIFICADO DE PISCINAS A S S P Elaborado por SoSol - Sociedade do Sol MANUAL DO USUÁRIO Versão

Leia mais

SIMULAÇÃO E AVALIAÇÃO DO EFEITO ESTUFA A PARTIR DA ADIÇÃO DA CO 2 EM UM SISTEMA FECHADO

SIMULAÇÃO E AVALIAÇÃO DO EFEITO ESTUFA A PARTIR DA ADIÇÃO DA CO 2 EM UM SISTEMA FECHADO 1 SIMULAÇÃO E AVALIAÇÃO DO EFEITO ESTUFA A PARTIR DA ADIÇÃO DA CO 2 EM UM SISTEMA FECHADO Diego Oliveira Cordeiro 1 diegoocordeiro@gmail.com Janduir Egito da Silva 1 jaduires@yahoo.com Cláudia Laís Araújo

Leia mais

PAVIMENTAÇÃO INTERTRAVADA: UTILIZAÇÃO DE RESÍDUO DE CONSTRUÇÃO E DEMOLIÇÃO PARA FABRICAÇÃO E ASSENTAMENTO DE PAVERS

PAVIMENTAÇÃO INTERTRAVADA: UTILIZAÇÃO DE RESÍDUO DE CONSTRUÇÃO E DEMOLIÇÃO PARA FABRICAÇÃO E ASSENTAMENTO DE PAVERS PAVIMENTAÇÃO INTERTRAVADA: UTILIZAÇÃO DE RESÍDUO DE CONSTRUÇÃO E DEMOLIÇÃO PARA FABRICAÇÃO E ASSENTAMENTO DE PAVERS XV INIC / X EPG - UNIVAP 2011 Emerson Carlos Miranda Cavalcanti1, Rogério Penna Forte

Leia mais

CASH CARIBBEAN AFFORDABLE SOLAR HOUSE. Casa Solar Acessível Caribenha

CASH CARIBBEAN AFFORDABLE SOLAR HOUSE. Casa Solar Acessível Caribenha CASH CARIBBEAN AFFORDABLE SOLAR HOUSE Casa Solar Acessível Caribenha ESCOLHA DA CASA PAÍS LATINO CLIMA TROPICAL CASA PERMEÁVEL POSSIVEL ALCANCE DE INTERESSE SOCIAL CASH HOME Slogan: Ser verde e acessível.

Leia mais

Coberturas. Prof. Marcos Valin Jr

Coberturas. Prof. Marcos Valin Jr Prof. Marcos Valin Jr A cobertura é a parte superior da construção que serve de proteção contra osol, achuva, os ventos, o calor, o frio, poeiras egases do meio ambiente. www.mvalin.com.br 1 Exigências

Leia mais

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 304, DE 2015

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 304, DE 2015 PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 304, DE 2015 Dispõe sobre a obrigatoriedade da instalação de Terraço Verde nos locais que especifica e dá outras providências. O CONGRESSO NACIONAL decreta: Art. 1º Os projetos

Leia mais

Conjunto de indicadores de sustentabilidade de empreendimentos - uma proposta para o Brasil

Conjunto de indicadores de sustentabilidade de empreendimentos - uma proposta para o Brasil Conjunto de indicadores de sustentabilidade de empreendimentos - uma proposta para o Brasil Texto Preliminar Completo - Agosto 2011 INTRODUÇÃO Começam a existir no Brasil um bom número de edifícios com

Leia mais

AMBIÊNCIA PLANEJAMENTO DO AMBIENTE EM UAN TIPOS DE ILUMINAÇÃO EM UAN 20/11/2010 FONTES DE ILUMINAÇÃO ARTIFICIAL ÍNDICE DE REPRODUÇÃO DE CORES (IRC)

AMBIÊNCIA PLANEJAMENTO DO AMBIENTE EM UAN TIPOS DE ILUMINAÇÃO EM UAN 20/11/2010 FONTES DE ILUMINAÇÃO ARTIFICIAL ÍNDICE DE REPRODUÇÃO DE CORES (IRC) PLANEJAMENTO DO AMBIENTE EM UAN Iluminação Cores Ventilação Temperatura AMBIÊNCIA Umidade Ruído Material de revestimento Profa. Flávia Milagres Campos Ambiente aconchegante e agradável para clientese funcionários:

Leia mais

REUTILIZAÇÃO DA ÁGUA DOS APARELHOS DE AR CONDICIONADO EM UMA ESCOLA DE ENSINO MÉDIO NO MUNICÍPIO DE UMUARAMA-PR

REUTILIZAÇÃO DA ÁGUA DOS APARELHOS DE AR CONDICIONADO EM UMA ESCOLA DE ENSINO MÉDIO NO MUNICÍPIO DE UMUARAMA-PR 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 REUTILIZAÇÃO DA ÁGUA DOS APARELHOS DE AR CONDICIONADO EM UMA ESCOLA DE ENSINO MÉDIO NO MUNICÍPIO DE UMUARAMA-PR Thatiane Rodrigues Mota 1 ; Dyoni Matias

Leia mais

Programa Telhados Verdes São Paulo

Programa Telhados Verdes São Paulo Programa Telhados Verdes São Paulo Um telhado pode ter múltiplas funções inovadoras, atuando simultaneamente em diversas frentes de sustentabilidade. Qual a utilidade de um telhado? Prevenção de enchentes

Leia mais

PORTAS E JANELAS: A LIGAÇÃO DA CASA COM O MUNDO

PORTAS E JANELAS: A LIGAÇÃO DA CASA COM O MUNDO PORTAS E JANELAS: A LIGAÇÃO DA CASA COM O MUNDO É dito no ditado popular que os olhos de uma pessoa são as janelas de sua alma, trazendo este pensamento para uma residência, podemos entender que as janelas

Leia mais

ANÁLISE DO CONFORTO TÉRMICO PARA O PERÍODO DE INVERNO NO HOSPITAL ESCOLA DE SÃO CARLOS

ANÁLISE DO CONFORTO TÉRMICO PARA O PERÍODO DE INVERNO NO HOSPITAL ESCOLA DE SÃO CARLOS ANÁLISE DO CONFORTO TÉRMICO PARA O PERÍODO DE INVERNO NO HOSPITAL ESCOLA DE SÃO CARLOS Marieli Azoia Lukiantchuki (1); Monica Faria de Almeida Prado (2); Rosana Maria Caram (3) (1) Departamento de Arquitetura

Leia mais

ANTEPROJECTOS - Oportunidades de negócio na Construção

ANTEPROJECTOS - Oportunidades de negócio na Construção ANTEPROJECTOS - Oportunidades de negócio na Construção CENTRO DE SAÚDE DA MADALENA Publicado em 23-12-2011, por Carlos Diniz Arquitectura Reportagens 1/6 A presente proposta nasceu da manifesta ambição

Leia mais

INOVAÇÃO PARA O CONFORTO TÉRMICO: ANÁLISE DAS POTENCIALIDADES DA TINTA REFLETIVA

INOVAÇÃO PARA O CONFORTO TÉRMICO: ANÁLISE DAS POTENCIALIDADES DA TINTA REFLETIVA INOVAÇÃO PARA O CONFORTO TÉRMICO: ANÁLISE DAS POTENCIALIDADES DA TINTA REFLETIVA Guilherme Ribeiro de Moura 1 ; Lucas Miranda Santos 2 ; Mauro Jose de Souza Araújo 3 RESUMO: Quer-se pesquisar acerca do

Leia mais

Telhas GraviColor. Beleza e modernidade para o seu projeto.

Telhas GraviColor. Beleza e modernidade para o seu projeto. Telhas GraviColor Telhas e Tijolos www.telhado.com Beleza e modernidade para o seu projeto. Telhas GraviColor Estilo, inovação e qualidade. As Telhas GraviColor chegam ao mercado trazendo o rústico com

Leia mais

Janine Coutinho Canuto

Janine Coutinho Canuto Janine Coutinho Canuto Termologia é a parte da física que estuda o calor. Muitas vezes o calor é confundido com a temperatura, vamos ver alguns conceitos que irão facilitar o entendimento do calor. É a

Leia mais

SUSTENTABILIDADE E CERTIFICAÇÃO AQUA EM EMPREENDIMENTO COMERCIAL

SUSTENTABILIDADE E CERTIFICAÇÃO AQUA EM EMPREENDIMENTO COMERCIAL FICHA TÉCNICA Empresa: Syene Empreendimentos Projeto: Syene Corporate Área Construída: 77.725,45 m² Data de implementação: 01/09/2010 Responsável: Jealva Fonseca Contato: jealva@syene.com.br INTRODUÇÃO

Leia mais

As coberturas planas podem ser classificadas, segundo vários aspectos: - acessíveis a veículos (ligeiros ou pesados);

As coberturas planas podem ser classificadas, segundo vários aspectos: - acessíveis a veículos (ligeiros ou pesados); 9. COBERTURAS DE EDIFÍCIOS 9.1. CLASSIFICAÇÃO DAS COBERTURAS EM TERRAÇO As coberturas planas podem ser classificadas, segundo vários aspectos: quanto à acessibilidade - não acessíveis (à excepção de trabalhos

Leia mais

Nanotech do Brasil. Rua Curupaiti, 199 Jd. Paraíso Santo André SP CEP 09190-040

Nanotech do Brasil. Rua Curupaiti, 199 Jd. Paraíso Santo André SP CEP 09190-040 1 Rev. 3 D.U.M. 28/08/2015 Produto Nanothermic 3 Isolante térmico Nanothermic 3 é um revestimento térmico, contendo as melhores matérias primas. É um revestimento de múltiplas aplicações que soluciona

Leia mais

arquitetura bioclimática e desempenho térmico t edificações

arquitetura bioclimática e desempenho térmico t edificações PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL Construção Metálica Escola de Minas Universidade Federal de Ouro Preto arquitetura bioclimática e desempenho térmico t de edificações Henor Artur de Souza

Leia mais

Técnicas da Construção Civil. Aula 02

Técnicas da Construção Civil. Aula 02 Técnicas da Construção Civil Aula 02 Necessidades do cliente e tipos de Estruturas Taciana Nunes Arquiteta e Urbanista Necessidades do Cliente Função ou tipo de edificação? Como e quanto o cliente quer

Leia mais

VARIAÇÃO DA RADIAÇÃO SOLAR AO LONGO DO ANO EM PORTUGAL

VARIAÇÃO DA RADIAÇÃO SOLAR AO LONGO DO ANO EM PORTUGAL VARIAÇÃO DA RADIAÇÃO SOLAR AO LONGO DO ANO EM PORTUGAL O regime térmico de Portugal acompanha a variação da radiação solar global ao longo do ano. Ao longo do ano, os valores da temperatura média mensal

Leia mais

Sistema Baseado em Regras Fuzzy para Avaliação do Efeito de Lâminas de Irrigação na Produtividade e Diâmetro da Raiz de Cultivares de Beterraba

Sistema Baseado em Regras Fuzzy para Avaliação do Efeito de Lâminas de Irrigação na Produtividade e Diâmetro da Raiz de Cultivares de Beterraba Sistema Baseado em Regras Fuzzy para Avaliação do Efeito de Lâminas de Irrigação na Produtividade e Diâmetro da Raiz de Cultivares de Beterraba Alexsandro O. da Silva, Paulo R. Isler, Joselina S. Correia

Leia mais

POLICARBONATO CHAPAS COMPACTAS. Estilo com Tecnologia. Alveolar - Compacto - Telhas - Acessórios de Instalação

POLICARBONATO CHAPAS COMPACTAS. Estilo com Tecnologia. Alveolar - Compacto - Telhas - Acessórios de Instalação POLICARBONATO CHAPAS COMPACTAS Estilo com Tecnologia Alveolar - Compacto - Telhas - Acessórios de Instalação CHAPAS COMPACTAS Chapa em policarbonato compacto, com tratamento em um dos lados contra o ataque

Leia mais