Doutrina. a c e r c a d o : Breve Exposição das Principais Doutrinas Cristã - Trindade. Vidanova I G R E J A B A T I S T A

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Doutrina. a c e r c a d o : Breve Exposição das Principais Doutrinas Cristã - Trindade. Vidanova I G R E J A B A T I S T A"

Transcrição

1

2 Doutrina a c e r c a d o :

3 da Doutrina: Até meados do sec. IV a doutrina do E.S. se resume a Declaração Ortodoxa testemunhada pela Igreja Primitiva por meio da fórmula batismal, do credo apostólico e no combate a desvios doutrinários que surgiam.

4 da Doutrina: Montanismo (170 d.c.): Como fruto do Ministério de Montano e suas duas auxiliares, Priscila e Maximiliana, o Montanismo surgiu como uma proposta de reação contra a rigidez e frieza da igreja organizada, e a intelectualidade causada pelo gnosticismo. Pregavam a necessidade de uma vida mais espiritual, entretanto foi combatido pela insistência de uma revelação adicional com o contraponto de que o E.S. já havia cessado a revelação, sendo totalmente suficiente o que já estava registrado.

5 da Doutrina: Sabelianismo (215 d.c.): Primeiro grande erro doutrinário com respeito a Trindade. Negava a Trindade Divina e afirmavam que o Pai, o Filho e o E.S. eram papéis, funções desempenhadas pelo Único Deus.

6 da Doutrina: Arianismo (325 d.c.): A controvérsia ariana, basicamente gira em torno da pessoa de Cristo, afirmando que Jesus foi a primeira coisa criada pelo Pai. Acreditavam que o E.S. foi a primeira coisa criada pelo Filho, pois todas as coisas foram formadas por Ele. Como resposta o Concílio de Nicéia formula a defesa da Pessoa e Divindade do Filho, e quanto ao E.S. se limita a frase Creio no Espírito Santo.

7 da Doutrina: Concílio de Constantinopla (381 d.c.): Após o Conc. de Nicéia, apesar do ensino ortodoxo e detalhado dos líderes da igreja. Logo em seguida surgem os Pneumatoquianos, liderados por Macedônio, que negavam a divindade do E.S. A controvérsia se estende ao ponto da convocação do concílio, onde neste é reformulada a declaração com respeito ao E.S.: Cremos no Espírito Santo, Senhor e fonte de vida, que procede do Pai; e com o Pai e o Filho é adorado e glorificado: Ele falou pelos profetas.

8 da Doutrina: Contemporaneidade: Arminianismo (XVI): Nega a obra de Regeneração do E.S. a substituindo pela vontade humana. Neo-ortodoxia: Basicamente o E.S. é considerado como uma atividade de Deus e não uma pessoa da deidade. Neoliberalismo: Nega a Trindade e o E.S. é uma mera função de Deus. Pentecostalismo: Afirma a divindade do E.S., e seus erros se resumem às más compreensões de Sua obra.

9 2. A Pessoa do Espírito Qual o erro desta afirmação? O espírito santo é o poder de Deus em ação, é sua força ativa. A Bíblia diz que Deus envia seu espírito. Como ele faz isso? Ele projeta sua energia para onde for necessário a fim de fazer sua vontade.

10 2. A Pessoa do Espírito O Espírito Santo tem personalidade: Inteligência: Rm 8.27; 1 Co Emoções: Is 63.10; Ef 4.30 Vontade: 1 Co 12.11

11 2. A Pessoa do Espírito O Espírito Santo tem personalidade: Ações pessoais atribuídas ao E.S.: É possível blasfemar contra Ele (Mt ); É possível mentir para Ele (At 5.3); Ele ensina os crentes (Jo 14.26); Ele guia os crentes (Rm 8.14); Ele testifica aos crentes (Rm 8.16); Ele intercede pelos crentes (Rm 8.26); Ele fala aos crentes (Ap 2.7).

12 3. A Divindade do Espírito O Espírito Santo como Deus: Ele é chamado como Deus: At 5.3-4; 2 Co 3.17 Ele tem atributos divinos: Eternidade: Hb 9.14; Onipresença: Sl ; Onipotência: Lc 1.35; Onisciência: 1 Co

13 3. A Divindade do Espírito O Espírito Santo como Deus: Ele é chamado como Deus: At 5.3-4; 2 Co 3.17 Ele tem atributos divinos: Hb 9.14; Sl ; Lc 1.35; 1 Co Ele realiza obras divinas: Criação: Gn 1.2; Jó 33.4; Transmissão de Vida: Rm 8.11; Autoria da profecia divina: 2 Pe

14 3. A Divindade do Espírito O Espírito Santo como Deus: Ele é chamado como Deus: At 5.3-4; 2 Co 3.17 Ele tem atributos divinos: Hb 9.14; Sl ; Lc 1.35; 1 Co Ele realiza obras divinas: Gn 1.2; Jó 33.4; Rm 8.11; 2 Pe Ele é identificado como Deus: Is ; At Associação com o Pai e o Filho: Mt 28.19; 2 Co 13.14

15 4. A Obra do Espírito Regeneração: O E.S. opera o novo nascimento (Jo 3.3-6); Batismo: Inserção do crente no corpo espiritual de Cristo, i.e. a igreja (1 Co ) Realizado por Cristo (Jo 1.33) Ocorre no momento da conversão (Rm 8.9)

16 4. A Obra do Espírito Habitação: Habitação permanente do E.S. no crente Ocorre no momento da conversão (At 19.2; 1 Co 6,19) Torna o corpo do cristão um templo (1 Co ) Traz segurança e paz ao crente (Rm )

17 4. A Obra do Espírito Selo (Ef ): Relacionada a habitação O Espírito Santo atua como selo de propriedade Permanece até o dia que o Senhor vier resgatar sua propriedade

18 4. A Obra do Espírito Plenitude: É o controle que E.S. exerce sobre a vida crente. Plenitude Ocasional: dada para fins específicos (At 4.8,31) Plenitude Vivencial: um estilo de vida dominado pelo E.S. (Ef )

19 4. A Obra do Espírito Fruto: Conjunto de virtudes produzidas pelo E.S. no crente (Gl ) Produzido a medida que o crente se deixa dominar pelo E.S. (Gl 5.16)

20

CONHECENDO O ESPÍRITO SANTO. APOSTILA DA CLASSE DE NOVOS MEMBROS Volume 06 de 07

CONHECENDO O ESPÍRITO SANTO. APOSTILA DA CLASSE DE NOVOS MEMBROS Volume 06 de 07 CONHECENDO O ESPÍRITO SANTO APOSTILA DA CLASSE DE NOVOS MEMBROS Volume 06 de 07 A trindade sempre existiu, mas se apresenta com maior clareza com vinda de Cristo e a redação do Novo Testamento. Por exemplo,

Leia mais

O SENHOR JESUS CRISTO

O SENHOR JESUS CRISTO O SENHOR JESUS CRISTO I. SUA EXISTÊNCIA A) Provada pelo Antigo Testamento: (Mq 5.2; Is 9:6 Pai da Eternidade ) B) Provada pelo Novo Testamento: 1) João 1.1, em comparação com o versículo 14. 2) Jo 8.58

Leia mais

DECLARAÇÃO DE FÉ 27/06/15 PLANO DE SALVAÇÃO

DECLARAÇÃO DE FÉ 27/06/15 PLANO DE SALVAÇÃO DECLARAÇÃO DE FÉ Pr Josemeire Ribeiro CRM PR 2015 O que é credo? É o que eu creio. PLANO DE SALVAÇÃO QUEDA REDENÇÃO RESTAURAÇÃO Declaração de Fé da IEQ foi compilada por sua fundadora Aimeé Semple McPherson,

Leia mais

JESUS, DEUS FILHO, É A 2a PESSOA DA TRINDADE

JESUS, DEUS FILHO, É A 2a PESSOA DA TRINDADE JESUS, DEUS FILHO, É A 2a PESSOA DA TRINDADE JESUS CRISTO: DEUS EM FORMA DE HOMEM A DIVINDADE DE CRISTO O Filho de Deus: A Pessoa e a Obra de Jesus Cristo Jesus Cristo, que é eternamente a segunda pessoa

Leia mais

CRISTOLOGIA: DOUTRINA DE CRISTO

CRISTOLOGIA: DOUTRINA DE CRISTO CRISTOLOGIA: DOUTRINA DE CRISTO ETERNIDADE DEUS PAI LOGUS ESPIRITO SANTO A TRINDADE 1Jo.5.7 LOGUS QUER DIZER PALAVRA OU VERBO SE REFERE AO FILHO NA ETERNIDADE I - SUA PRÉ-EXISTÊNCIA 1 - SUA EXISTÊNCIA

Leia mais

Introdução à 26/05/2011 A doutrina de Cristo segundo as escrituras Divindade de Cristo O que a história da igreja fala sobre o assunto? A Igreja Primitiva No início do século II, o cristianismo era uma

Leia mais

Santificação e Práticas Cristãs

Santificação e Práticas Cristãs Santificação e Práticas Cristãs EBA IBCU Jul 15 Wagner Fonseca 3ª Aula 1ª Aula Santidade Perfeita Crescimento em Santidade Vida Cristã Morte Física Escravo do Pecado Não Cristão SALVAÇÃO 2ª Aula Palavra

Leia mais

MINISTÉRIO PESSOAL (1) TEXTO BASE 1PEDRO 4:10-11. Rev. Helio Sales Rios Igreja Presbiteriana do Jardim Brasil Estudo Bíblico Quartas-Feiras

MINISTÉRIO PESSOAL (1) TEXTO BASE 1PEDRO 4:10-11. Rev. Helio Sales Rios Igreja Presbiteriana do Jardim Brasil Estudo Bíblico Quartas-Feiras MINISTÉRIO PESSOAL (1) TEXTO BASE 1PEDRO 4:10-11 Rev. Helio Sales Rios Igreja Presbiteriana do Jardim Brasil Estudo Bíblico Quartas-Feiras INTRODUÇÃO O grande problema que a igreja enfrenta hoje, para

Leia mais

EBA- IBCU Out e Nov 12 Wagner Fonseca João Mengaldo

EBA- IBCU Out e Nov 12 Wagner Fonseca João Mengaldo EBA- IBCU Out e Nov 12 Wagner Fonseca João Mengaldo Origem do Pentecostalismo Credo do Montanismo, 170 d.c.: Porta-vozes do Espírito Santo Fim do mundo próximo Nova Jerusalém, na Frígia Ascetismo rigoroso

Leia mais

Perfil da Igreja que possui maturidade

Perfil da Igreja que possui maturidade Perfil da Igreja que possui maturidade TEXTO BÍBLICO BÁSICO Atos 2.7-45 7 - E, ouvindo eles isto, compungiram-se em seu coração, e perguntaram a Pedro e aos demais apóstolos: Que faremos, homens irmãos?

Leia mais

2015 O ANO DO DISCIPULADO

2015 O ANO DO DISCIPULADO IGREJA DE CRISTO NO BRASIL MINISTÉRIO ICRV 2015 O ANO DO DISCIPULADO NOSSA FUNDAÇÃO A Igreja de Cristo no Brasil foi fundada em 13 de dezembro de 1932, na cidade de Mossoró RN. Como organização denominacional,

Leia mais

OS SACRAMENTOS. O que é um Sacramento?

OS SACRAMENTOS. O que é um Sacramento? OS SACRAMENTOS Os sacramentos da nova lei foram instituídos por Cristo e são sete, a saber: o Batismo, a Crisma ou Confirmação, a Eucaristia, a Penitência, a Unção dos Enfermos, a Ordem e o Matrimônio.

Leia mais

O Dom do Espírito Santo

O Dom do Espírito Santo Apostila Fundamentos O Dom do Espírito Santo... e recebereis o dom do Espírito Santo. At 2:38 D o n s d o E s p í r i t o S a n t o P á g i n a 2 O Dom do Espírito Santo Este é outro ensino fundamental

Leia mais

EDIFICANDO SUA CONGREGAÇÃO

EDIFICANDO SUA CONGREGAÇÃO EDIFICANDO SUA CONGREGAÇÃO Transformando Freqüentadores em Membros INTRODUÇÃO A Bíblia usa diversas ilustrações para descrever a Igreja. Destacaremos a descrição da Igreja como família de Deus. Assim,

Leia mais

95 SEMANA 6 ESBOÇO. ESBOÇO evangelho da glória de Cristo

95 SEMANA 6 ESBOÇO. ESBOÇO evangelho da glória de Cristo 95 SEMANA 6 ESBOÇO ESBOÇO evangelho da glória de Cristo Leitura bíblica: 2Co 4:3-7; 1Tm 1:11 Dia 1 Dia 2 I. Glória é um atributo de Deus; glória é a expressão de Deus, Deus expressado em esplendor (Êx

Leia mais

Apesar de toda diversidade a Bíblia toda contém uma só idéia central: Jesus Cristo, o Senhor, que ama e salva o homem pecador. Gn 3.15; Ap 19.

Apesar de toda diversidade a Bíblia toda contém uma só idéia central: Jesus Cristo, o Senhor, que ama e salva o homem pecador. Gn 3.15; Ap 19. Apresentação do Curso Existem duas formas de se estudar teologia, uma é através da Teologia Bíblica que extrai as verdades que formularão as doutrinas diretamente do texto. A outra maneira é através da

Leia mais

O CAMINHO DA VIDA ESPIRITUAL EM CASAL A ESPIRITUALIDADE CONJUGAL

O CAMINHO DA VIDA ESPIRITUAL EM CASAL A ESPIRITUALIDADE CONJUGAL O CAMINHO DA VIDA ESPIRITUAL EM CASAL A ESPIRITUALIDADE CONJUGAL 1 Porquê um Tema de Estudo na pedagogia das ENS 1.1 As três Atitudes Procura Assídua da Vontade de Deus Escritura Doutrina Cultura Razões

Leia mais

Saiamos pois, a Ele, fora do arraial... Ademir Ifanger

Saiamos pois, a Ele, fora do arraial... Ademir Ifanger Saiamos pois, a Ele, fora do arraial... Introdução Almejamos uma nova compreensão da espiritualidade, que nos impulsione a realizar o projeto integral de Deus, expressando assim genuína adoração (Jo 4.23-24).

Leia mais

QUESTIONÁRIO DE TEOLOGIA SISTEMATICA (PERGUNTAS E RESPOSTAS)

QUESTIONÁRIO DE TEOLOGIA SISTEMATICA (PERGUNTAS E RESPOSTAS) QUESTIONÁRIO DE TEOLOGIA SISTEMATICA (PERGUNTAS E RESPOSTAS) 1. O que é Revelação segundo a Bíblia? Revelação segundo a Bíblia é trazer a luz aquilo que estava oculto, no que se refere ao programa de Deus

Leia mais

Plano Para a vida e a Missão da Igreja

Plano Para a vida e a Missão da Igreja Plano Para a vida e a Missão da Igreja O "Plano para a Vida e a Missão da Igreja" é continuação dos Planos Quadrienais de 1973 e 1978 e conseqüência direta da consulta nacional de 1981 sobre a Vida e a

Leia mais

8º Capítulo. Petros Os Dons Pilares 1ª Parte

8º Capítulo. Petros Os Dons Pilares 1ª Parte 8º Capítulo Petros Os Dons Pilares 1ª Parte O texto de I Co 12:7-11 fala sobre os dons espirituais, aqui chamados de carismáticos; O texto de Ef 4:11 fala sobre os dons ministeriais, aqui chamados de dons

Leia mais

DA CRIAÇÃO A JOSÉ DO EGITO DIA PROFESSOR TEMA DA AULA ESTUDO BÍBLICO BASE BÍBLICA VERSÍCULO JANEIRO

DA CRIAÇÃO A JOSÉ DO EGITO DIA PROFESSOR TEMA DA AULA ESTUDO BÍBLICO BASE BÍBLICA VERSÍCULO JANEIRO "Ensina a criança no caminho em que deve andar e, ainda quando for velho, não se desviará dele." Provérbios 22.6 PROGRAMA EBD 4-7 ANOS ANO 2015 DA CRIAÇÃO A JOSÉ DO EGITO DIA PROFESSOR TEMA DA AULA ESTUDO

Leia mais

INTRODUÇÃO Introdução ao Hinduísmo

INTRODUÇÃO Introdução ao Hinduísmo INTRODUÇÃO Introdução ao Hinduísmo Denominação do conjunto de princípios, doutrinas e práticas religiosas que surgiram na Índia, a partir de 2000 a.c. O termo é ocidental e é conhecido pelos seguidores

Leia mais

Lição 10. Como entender a realidade da morte? Texto Bíblico: 1Coríntios 15.20-28; 43-58

Lição 10. Como entender a realidade da morte? Texto Bíblico: 1Coríntios 15.20-28; 43-58 Lição 10 Como entender a realidade da morte? Texto Bíblico: 1Coríntios 15.20-28; 43-58 Introdução: O Apóstolo Paulo estava trabalhando algumas discrepâncias doutrinárias na Igreja de Corinto e, especificamente,

Leia mais

HISTÓRIA DA IGREJA. Prof. GUILHERME WOOD. APOSTILA NO SITE: http://www.ibcu.org.br/apostilas/historiaigreja.pdf

HISTÓRIA DA IGREJA. Prof. GUILHERME WOOD. APOSTILA NO SITE: http://www.ibcu.org.br/apostilas/historiaigreja.pdf HISTÓRIA DA IGREJA Prof. GUILHERME WOOD APOSTILA NO SITE: http://www.ibcu.org.br/apostilas/historiaigreja.pdf Reforma Protestante - Antinomismo Acusação contra Lutero Lutero x Johann Schneider (João (

Leia mais

CONFISSÃO BATISTA DE NEW HAMPSHIRE

CONFISSÃO BATISTA DE NEW HAMPSHIRE CONFISSÃO BATISTA DE NEW HAMPSHIRE A Confissão de Fé de New Hampshire foi redigida pelo Rev. John Newton Brown (1803-1868), no Estado de New Hampshire, EUA, por volta de 1833, e publicada por uma comissão

Leia mais

E CONHECEREIS A VERDADE, E A VERDADE VOS LIBERTARÁ

E CONHECEREIS A VERDADE, E A VERDADE VOS LIBERTARÁ ADIVINHOS: O que a Bíblia diz sobre eles? Lv 19. 31; Dt 18. 10; Is 8. 19-20; At 16.16-19 CASAMENTO: Posso casar com uma pessoa desigual na fé? II Co 6. 14 18 CARNE DE PORCO: È proibido comer ou não? Col

Leia mais

Ungidos Para Servir. Continua sendo um déficit entre o povo de Deus, o discernimento de seus ministérios e o entendimento do propósito da unção.

Ungidos Para Servir. Continua sendo um déficit entre o povo de Deus, o discernimento de seus ministérios e o entendimento do propósito da unção. Ungidos Para Servir Apesar dos esforços teológicos, a história cristã avançou dois mil anos e não conseguiu, em sua trajetória, evitar a má interpretação sobre o chamado ministerial dos santos e sobre

Leia mais

2 Timóteo 4.3 Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo grande desejo de ouvir coisas agradáveis, ajuntarão para si mestres, segundo os seus próprios desejos, Verdade Aplicada O

Leia mais

ASSEMBLEIA DO RENOVAMENTO CARISMÁTICO DA DIOCESE DO PORTO 21 de Abril de 2012

ASSEMBLEIA DO RENOVAMENTO CARISMÁTICO DA DIOCESE DO PORTO 21 de Abril de 2012 ASSEMBLEIA DO RENOVAMENTO CARISMÁTICO DA DIOCESE DO PORTO 21 de Abril de 2012 Mantendo-vos, portanto, firmes, tendo cingido os vossos rins com a verdade, vestindo a couraça da justiça e calçando os pés

Leia mais

CAPÍTULO 2. O Propósito Eterno de Deus

CAPÍTULO 2. O Propósito Eterno de Deus CAPÍTULO 2 O Propósito Eterno de Deus Já falamos em novo nascimento e uma vida com Cristo. Mas, a menos que vejamos o objetivo que Deus tem em vista, nunca entenderemos claramente o porque de tudo isso.

Leia mais

A Diferença entre DEUS e seu FILHO

A Diferença entre DEUS e seu FILHO A Diferença entre DEUS e seu FILHO João 4.22 Vós adorais o que não sabeis; nós adoramos o que sabemos porque a salvação vem dos judeus. Mateus 15.9 Mas, em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos

Leia mais

Tema Geral da IELB: Igreja comunica a Vida! Cristo para todos! Enfoque 2014: Comunicando sempre: Jesus a fonte da água viva.

Tema Geral da IELB: Igreja comunica a Vida! Cristo para todos! Enfoque 2014: Comunicando sempre: Jesus a fonte da água viva. Introdução Falar sobre água, na Bíblia, é tocar num assunto vital, tendo em vista o clima daquela região. Água, mesmo em uso metafórico, é uma imagem bem impactante, num clima semiárido. No entanto, o

Leia mais

A TEOLOGIA DE GENESIS Márcio Martins

A TEOLOGIA DE GENESIS Márcio Martins A TEOLOGIA DE GENESIS Márcio Martins O LIVRO DE GENESIS PODE SER CONSIDERADO COMO A BASE TEOLÓGICA DO NOVO TESTAMENTO. GENESIS DE CERTA FORMA ESTÁ MAIS PROXIMO DO NOVO TESTAMENTO DO QUE DO VELHO. VARIOS

Leia mais

O SER DE DEUS E A TRINDADE

O SER DE DEUS E A TRINDADE O SER DE DEUS E A TRINDADE INTRODUÇÃO 1. O que é a disciplina? É o estudo sobre a Pessoa de Deus como é revelada na Bíblia e na Revelação Geral. 2. Importância: - Conhecer quem é Deus é fundamental para

Leia mais

Festa Sagrada Família

Festa Sagrada Família Festa Sagrada Família Homilia para a Família Salesiana (P. J. Rocha Monteiro) Sagrada Família de Jesus, Maria e José 1. No Domingo, dentro da oitava do Natal, celebra-se sempre a festa da Sagrada Família.

Leia mais

PRESENTES DO CÉU O ESPÍRITO SANTO E OS DONS ESPIRITUAIS

PRESENTES DO CÉU O ESPÍRITO SANTO E OS DONS ESPIRITUAIS PRESENTES DO CÉU O ESPÍRITO SANTO E OS DONS ESPIRITUAIS ATROFIA SINTOMAS DE ATROFIA CAUSAS DE ATROFIA 1. ATROFIA POR IGNORÂNCIA Irmãos, quanto aos dons espirituais, não quero que vocês sejam ignorantes.

Leia mais

A ESCRITURA SAGRADA: A PALAVRA DA BÍBLIA É A REVELAÇÃO DO PAI E O ENCONTRO COM JESUS PELA AÇÃO DO ESPIRITO. É PRECISO FUNDAMENTAR TODA A NOSSA VIDA

A ESCRITURA SAGRADA: A PALAVRA DA BÍBLIA É A REVELAÇÃO DO PAI E O ENCONTRO COM JESUS PELA AÇÃO DO ESPIRITO. É PRECISO FUNDAMENTAR TODA A NOSSA VIDA INSTRUMENTAL BÍBLICO ANO DA FÉ: A ESCRITURA SAGRADA: A PALAVRA DA BÍBLIA É A REVELAÇÃO DO PAI E O ENCONTRO COM JESUS PELA AÇÃO DO ESPIRITO. É PRECISO FUNDAMENTAR TODA A NOSSA VIDA NA ROCHA DA PALAVRA

Leia mais

Breve Catecismo de Westminster

Breve Catecismo de Westminster Breve Catecismo de Westminster PERGUNTA 1. Qual é o fim principal do homem? RESPOSTA. O fim principal do homem é glorificar a Deus, e gozá-lo para sempre. Referências: Rm 11.36; 1Co 10.31; Sl 73.25-26;

Leia mais

Liderança Cristã SEFO 2013

Liderança Cristã SEFO 2013 Liderança Cristã SEFO 2013 3ª Aula Fabio Codo Fábio Codo - http://teologiaaservicoevangelho.wordpress.com Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Madureira Campo de Mogi das Cruzes Conteúdo Programático

Leia mais

A SINGULARIDADE DE CRISTO Artigo para a Resvista Defesa da Fe (Cpi)

A SINGULARIDADE DE CRISTO Artigo para a Resvista Defesa da Fe (Cpi) 1 A SINGULARIDADE DE CRISTO Artigo para a Resvista Defesa da Fe (Cpi) Introdução Albert Einstein, segundo Charles Misner, achou que os pregadores que tinha ouvido, blasfemavam. Einstein achou que não tinham

Leia mais

O Discipulado e a Vida da Igreja

O Discipulado e a Vida da Igreja Série Estudos Bíblicos Nº 2 O Discipulado e a Vida da Igreja Um Estudo Bíblico Essencial ao Crescimento e Maturidade Cristã Ademir Ifanger E s t u d o s B í b l i c o s P á g i n a 2 Índice Estudo Bíblico

Leia mais

Lourenço Stelio Rega www.etica.pro.br diretor@teologica.br

Lourenço Stelio Rega www.etica.pro.br diretor@teologica.br Como desenvolver um melhor projeto de Escola Bíblica na igreja Lourenço Stelio Rega www.etica.pro.br diretor@teologica.br O ENSINO NA BÍBLIA Princípio Objetivos do ensino Abrangência do ensino, estratégia,

Leia mais

Epidemias Globais. Aula 25/10/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira

Epidemias Globais. Aula 25/10/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Epidemias Globais Aula 25/10/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Conceituação O que é Endemia? Epidemia? Pandemia? Endemia: surto de doença que ocorre em apenas um determinado local ou região (febre

Leia mais

www.autoresespiritasclassicos.com

www.autoresespiritasclassicos.com www.autoresespiritasclassicos.com A Importância da Bíblia para a Doutrina Espírita Astrid Sayegh Filósofa, é Diretora de Cursos Básicos da Federação Espírita do Estado de São Paulo A Humanidade já foi

Leia mais

IGREJA PRESBITERIANA DO JARDIM BRASIL ESTUDO BÍBLICO QUARTA-FEIRA REV. HELIO SALES RIOS

IGREJA PRESBITERIANA DO JARDIM BRASIL ESTUDO BÍBLICO QUARTA-FEIRA REV. HELIO SALES RIOS IGREJA PRESBITERIANA DO JARDIM BRASIL ESTUDO BÍBLICO QUARTA-FEIRA REV. HELIO SALES RIOS INTRODUÇÃO Culto é um serviço Espiritual oferecido a Deus. Expressão mais profunda do nossos sentimentos de adoração

Leia mais

A palavra do Senhor descarta a ideia de triteísmo (três Deuses) e de unicismo (Religião,Prática de

A palavra do Senhor descarta a ideia de triteísmo (três Deuses) e de unicismo (Religião,Prática de Aula 1 19/11/2014 A palavra do Senhor descarta a ideia de triteísmo (três Deuses) e de unicismo (Religião,Prática de adoração a um só Deus; Negam a existência da santa trindade.) A Trindade pode ser definida

Leia mais

Ademir Ifanger A COMUNIDADE VIVENDO EM DISCIPULADO

Ademir Ifanger A COMUNIDADE VIVENDO EM DISCIPULADO Ademir Ifanger A COMUNIDADE VIVENDO EM DISCIPULADO 2 C o m u n i d a d e V i v e n d o e m d i s c i p u l a d o A COMUNIDADE VIVENDO EM DISCIPULADO A d e m i r I f a n g e r 3 Índice I. Espiritualidade

Leia mais

SEMINARIO DE ESCATOLOGIA. III) Segunda vinda de Cristo ( Sinais da vinda ) I) INTRODUÇÃO A ESCATOLOGIA. 1- O que é Escatologia?

SEMINARIO DE ESCATOLOGIA. III) Segunda vinda de Cristo ( Sinais da vinda ) I) INTRODUÇÃO A ESCATOLOGIA. 1- O que é Escatologia? SEMINARIO DE ESCATOLOGIA INDICE I) Introdução à Escatologia II) Dispensações III) Segunda vinda de Cristo ( Sinais da vinda ) IV) Milênio de paz V) Juízo Final VI) Estado Perfeito I) INTRODUÇÃO A ESCATOLOGIA.

Leia mais

SUA SEGURANÇA COM DEUS

SUA SEGURANÇA COM DEUS SUA SEGURANÇA COM DEUS Deus deseja que você tenha convicções em sua vida espiritual. Seu pai celestial não quer que você viva com dúvidas e inseguranças acerca de sua condição espiritual e relacionamento

Leia mais

Lição 07 A COMUNIDADE DO REI

Lição 07 A COMUNIDADE DO REI Lição 07 A COMUNIDADE DO REI OBJETIVO: Apresentar ao estudante, o ensino bíblico sobre a relação entre a Igreja e o Reino de Deus, para que, como súdito desse reino testemunhe com ousadia e sirva em amor.

Leia mais

Comunidade Vida em Família Ministério de Intercessão Curso de Intercessão I.

Comunidade Vida em Família Ministério de Intercessão Curso de Intercessão I. Comunidade Vida em Família Ministério de Intercessão Curso de Intercessão I. Introdução. Na Carta aos Efésios 6.18, podemos perceber que há diversos tipos de oração, instruindo-nos o Espírito Santo que

Leia mais

PÁSCOA (Lv. 23:5) 1. O que é a Páscoa: 2. O Dia da Páscoa: Calendário Lunar Judaico e seus meses correspondentes no Calendário Solar ou Juliano

PÁSCOA (Lv. 23:5) 1. O que é a Páscoa: 2. O Dia da Páscoa: Calendário Lunar Judaico e seus meses correspondentes no Calendário Solar ou Juliano PÁSCOA (Lv. 23:5) 1. O que é a Páscoa: Páscoa no hebraico é pessach que significa passagem ou passar por cima: "...é a páscoa do Senhor" (Ex.12:11), "Porque o Senhor passará para ferir os egípcios..."

Leia mais

A lei de IHVH, dado por ele desde a criação e mediada por anjos para todos os profetas, é a palavra hebraica Torah, que significa ensino ou instrução.

A lei de IHVH, dado por ele desde a criação e mediada por anjos para todos os profetas, é a palavra hebraica Torah, que significa ensino ou instrução. A Brit Hadasha fala sobre a Torah A lei de IHVH, dado por ele desde a criação e mediada por anjos para todos os profetas, é a palavra hebraica Torah, que significa ensino ou instrução. A Brit Hadasha /

Leia mais

O pai que clamou a Jesus

O pai que clamou a Jesus LIÇÃO 7 O pai que clamou a Jesus 14 de Agosto de 2011 Senhor, tem misericórdia de meu filho, que é lunático e sofre muito; pois muitas vezes cai no fogo, e muitas vezes na água. Mt 17.15 O clamor sincero

Leia mais

1ª Edição CPAD Rio de Janeiro 2011

1ª Edição CPAD Rio de Janeiro 2011 1ª Edição CPAD Rio de Janeiro 2011 Todos os direitos reservados. Copyright 2011 para a língua portuguesa da Casa Publicadora das Assembleias de Deus. Aprovado pelo Conselho de Doutrina. Preparação dos

Leia mais

O CRISTÃO E A IDENTIDADE DOUTRINÁRIA. Uma introdução do curso

O CRISTÃO E A IDENTIDADE DOUTRINÁRIA. Uma introdução do curso O CRISTÃO E A IDENTIDADE DOUTRINÁRIA Sugestões bibliográficas: Uma introdução do curso BAVINCK, Herman. Dogmática Reformada. Vol 1-4. BERKHOF, Louis. Teologia Sistemática. 791pp. O Catecismo Maior de Westminster.

Leia mais

Classe Adultos. Esperança e Glória para os Salvos

Classe Adultos. Esperança e Glória para os Salvos Classe Adultos Esperança e Glória para os Salvos OBJETIVOS OBJETIVO GERAL Explicar o real significado da Escatologia Bíblica. OBJETIVOS ESPECÍFICOS Após esta aula, o aluno deverá estar apto a: I. Definir

Leia mais

www.projeto-timoteo.org 2ª edição Como Viver a Plenitude de Deus Projeto Timóteo Apostila do Aluno

www.projeto-timoteo.org 2ª edição Como Viver a Plenitude de Deus Projeto Timóteo Apostila do Aluno Como Viver a Plenitude de Deus Projeto Timóteo 1 Apostila do Aluno Como Viver a Plenitude de Deus Projeto Timóteo Coordenador do Projeto Dr. John Barry Dyer Equipe Pedagógica Marivete Zanoni Kunz Tereza

Leia mais

DECLARAÇÃO DOUTRINÁRIA DOS BATISTAS - COMENTADA

DECLARAÇÃO DOUTRINÁRIA DOS BATISTAS - COMENTADA A DECLARAÇÃO DOS BATISTAS É UM LEGADO HISTÓRICO DE UM POVO CRENTE, E SUA FILOSOFIA NÃO PERTENCE A QUEM QUER QUE SEJA EM PARTICULAR, MAS A UM GRUPO DE PESSOAS QUE CRÊ DE MANEIRA ESPECÍFICA NAS ESCRITURAS

Leia mais

O No encerramento do estudo sobre a escatologia, analisaremos a questão do destino final dos mortos.

O No encerramento do estudo sobre a escatologia, analisaremos a questão do destino final dos mortos. O No encerramento do estudo sobre a escatologia, analisaremos a questão do destino final dos mortos. O A morte física não é senão o início de nossa existência na eternidade. www.portalebd.org.br Slide

Leia mais

Há Harmonia entre os Evangelhos?

Há Harmonia entre os Evangelhos? Há Harmonia entre os Evangelhos? AULA 4 Mar/Abr/2015 Rodrigo Hernandes e Felipe Coelho 22/3/2015 Algumas Passagens Difíceis dos Evangelhos Definindo Astrologia Uma estrela no céu narra o nascimento de

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DAS ESCRITURAS Conforme registra, por exemplo, o salmo 19.1-6, é através da Criação

A IMPORTÂNCIA DAS ESCRITURAS Conforme registra, por exemplo, o salmo 19.1-6, é através da Criação 1 LIÇÃO 1 A IMPORTÂNCIA DAS ESCRITURAS Conforme registra, por exemplo, o salmo 19.1-6, é através da Criação que Deus tem Se revelado ao homem. Deus revela-se também através da Palavra Escrita, a Bíblia

Leia mais

PARÓQUIA SANT ANA DE CAMPINAS

PARÓQUIA SANT ANA DE CAMPINAS I- O CREDO CATÓLICO Por Credo designamos o conjunto dos artigos da Fé Católica elencados no Símbolo dos Apóstolos, que a Igreja apresenta como síntese da doutrina que um cristão deve seguir. A Igreja levou

Leia mais

O OBREIRO E O RELACIONAMENTO FAMILIAR Ef 5:22-23 Ef 6:1-4 I Pe 3:1-7 I Cor 7:3-5 I Cor 7:33-34

O OBREIRO E O RELACIONAMENTO FAMILIAR Ef 5:22-23 Ef 6:1-4 I Pe 3:1-7 I Cor 7:3-5 I Cor 7:33-34 O OBREIRO E O RELACIONAMENTO FAMILIAR Ef 5:22-23 Ef 6:1-4 I Pe 3:1-7 I Cor 7:3-5 I Cor 7:33-34 INTRODUÇÃO: De conformidade com a palavra de Deus, o obreiro deve ter um bom, correto e eficaz relacionamento

Leia mais

Etimologia Honesto vem do latim honestus que se dizia de alguém honrado ou respeitado. Refere-se diretamente a dignidade, reputação de alguém.

Etimologia Honesto vem do latim honestus que se dizia de alguém honrado ou respeitado. Refere-se diretamente a dignidade, reputação de alguém. Cap. 2. 11-12 Sermão manhã IBFé 29Nov2015 Pr. Cantoca Introdução: O Apóstolo Pedro vai se tornar mais prático ainda em sua carta com relação a como devemos nos comportar durante nossa peregrinação / treinamento

Leia mais

As diversas eclesiologias do Novo Testamento

As diversas eclesiologias do Novo Testamento FAJE Departamento de Teologia Curso de Eclesiologia Prof. Paulo César Barros, SJ As diversas eclesiologias do Novo Testamento A Igreja emlucas Estabelece-se a relação entre Igreja e história. Lc está atento

Leia mais

O Que é o Batismo com o Espírito Santo Deivinson Bignon

O Que é o Batismo com o Espírito Santo Deivinson Bignon O Que é o Batismo com o Espírito Santo Deivinson Bignon Todos os direitos reservados 2007 2 O Que é o Batismo com o Espírito Santo INTRODUÇÃO Eis um assunto muito polêmico no meio evangélico! Alguns profetas

Leia mais

Seguindo a Verdade em Amor Gálatas 5:22-26 Introdução:

Seguindo a Verdade em Amor Gálatas 5:22-26 Introdução: Seguindo a Verdade em Amor Gálatas 5:22-26 Introdução: Observações Preliminares: Fruto do Espírito aparece no singular porque na visão de Paulo ele é conjunto de qualidade morais que caracterizam o cristão.

Leia mais

COPYRIGHT 2016 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - SABER E FÉ

COPYRIGHT 2016 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - SABER E FÉ Aviso importante! Esta disciplina é uma propriedade intelectual de uso exclusivo e particular do aluno da Saber e Fé, sendo proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo, exceto em breves citações

Leia mais

COMO SE PREPARAR PARA ORAR

COMO SE PREPARAR PARA ORAR COMO SE PREPARAR PARA ORAR PR. OTILONE LOPES DE OLIVEIRA VEJA: COMO SE PREPARAR PARA ORAR A- HOJE TEMOS EM NOSSAS IGREJAS, ESCOLAS PARA TODOS OS FINS, MENOS PARA ENSINAR A ORAR. B- SEGUNDO PESQUISA, A

Leia mais

Lições Bíblicas 1º Trimestre de 2008. Título: Jesus Cristo Verdadeiro homem, verdadeiro Deus. Comentarista: Esequias Soares

Lições Bíblicas 1º Trimestre de 2008. Título: Jesus Cristo Verdadeiro homem, verdadeiro Deus. Comentarista: Esequias Soares Atenção: Você que é evangélico, católico, espírita etc; que ver o mundo melhor? Então junte-se a nós. E ajude espalhar a palavra do Evangelho de Cristo Jesus. Não custa tão caro pra você curtir, recomendar,

Leia mais

O Discipulado e a Vida da Igreja

O Discipulado e a Vida da Igreja Série Estudo Bíblico Nº 06 O Discipulado e a Vida da Igreja Um Estudo Bíblico Sobre Adoração e Louvor Ademir Ifanger E s t u d o s B í b l i c o s P á g i n a 2 Índice Introdução... 03 1. Definindo Adoração

Leia mais

REGULAMENTO DEVERES E DIREITOS DA ESCOLA E DOS ALUNOS. www.ctbr.com.br

REGULAMENTO DEVERES E DIREITOS DA ESCOLA E DOS ALUNOS. www.ctbr.com.br www.ctbr.com.br CENTRO DE TREINAMENTO BÍBLICO RESTAURAÇÃO MBRC - MINISTÉRIO BÍBLICO DA RESTAURAÇÃO EM CRISTO 02 APRESENTAÇÃO O CENTRO DE TREINAMENTO BÍBLICO RESTAURAÇÃO CTBR é uma entidade educacional

Leia mais

IGREJA PENTECOSTAL DA MISSÃO SALVAÇÃO SEDE: QNO 16 CONJUTNO F LOTE 06 AREA ESPECIAL CEILANDIA - DF REGIMENTO INTENO IPMS

IGREJA PENTECOSTAL DA MISSÃO SALVAÇÃO SEDE: QNO 16 CONJUTNO F LOTE 06 AREA ESPECIAL CEILANDIA - DF REGIMENTO INTENO IPMS REGIMENTO INTENO IPMS 1 COMPETENCIA DA DIRETORIA LOCAL. 1.1 compete ao Pastor local quando na direção da Igreja: a) Presidir, organizar e marcar as reuniões ordinárias e extraordinárias. b) Escolher o

Leia mais

DECLARAÇÃO DOUTRINÁRIA DA CONVENÇÃO BATISTA BRASILEIRA

DECLARAÇÃO DOUTRINÁRIA DA CONVENÇÃO BATISTA BRASILEIRA 1 DECLARAÇÃO DOUTRINÁRIA DA CONVENÇÃO BATISTA BRASILEIRA Preâmbulo Os discípulos de Jesus Cristo que vieram a ser designados pelo nome batista se caracterizavam pela sua fidelidade às Escrituras e por

Leia mais

Amor o fruto da maturidade

Amor o fruto da maturidade Amor o fruto da maturidade TEXTO BÍBLICO BÁSICO I Coríntios 13.1-10 1 - Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine. 2

Leia mais

4 A Divindade e a Preexistência Eterna de Cristo

4 A Divindade e a Preexistência Eterna de Cristo Questões sobre Doutrina 78 4 A Divindade e a Preexistência Eterna de Cristo PERGUNTA 4 Os adventistas do sétimo dia são frequentemente acusados de negar a divindade real e a eterna preexistência de Cristo,

Leia mais

PARACLETOLOGIA. A bíblia mostra a personalidade do Espírito Santo quando diz que:

PARACLETOLOGIA. A bíblia mostra a personalidade do Espírito Santo quando diz que: Pr. Jorge Luiz Silva Vieira P á g i n a 1 PARACLETOLOGIA É um ramo da teologia sistemática que estuda a pessoa do Espírito Santo de Deus, ou seja, claramente falando é a ciência que estuda o Espírito Santo,

Leia mais

LEITURA BÍBLICA A BÍBLIA LER

LEITURA BÍBLICA A BÍBLIA LER LEITURA BÍBLICA A BÍBLIA LER INTRODUÇÃO: Qualquer que seja meu objetivo, ler é a atividade básica do aprendizado. Alguém já disse: Quem sabe ler, pode aprender qualquer coisa. Se quisermos estudar a Bíblia,

Leia mais

DESENVOLVENDO MEMBROS MADUROS

DESENVOLVENDO MEMBROS MADUROS DESENVOLVENDO MEMBROS MADUROS Movendo Pessoas da Congregação para os Comprometidos para que não mais sejamos como meninos Mas, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo.

Leia mais

O batismo nas águas. Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.

O batismo nas águas. Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. O batismo nas águas Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. (Mt 28:19 NVI) OBJETIVO Apresentar ao aluno o sentido bíblico do batismo

Leia mais

LIÇÃO 6 A LEI, A CARNE E O ESPÍRITO

LIÇÃO 6 A LEI, A CARNE E O ESPÍRITO PORTAL ESCOLA DOMINICAL SEGUNDO TRIMESTRE DE 2016 ADULTOS MARAVILHOSA GRAÇA O evangelho de Jesus Cristo revelado na carta aos Romanos COMENTARISTA: JOSÉ GONÇALVES COMENTÁRIO: PR. JOSAPHAT BATISTA SOARES

Leia mais

9 Princípios Bíblicos

9 Princípios Bíblicos 9 Princípios Bíblicos...E promessas em áreas básicas no aconselhamento de jovens por Ken Collins ABUSO FÍSICO E PESSOAL APARÊNCIA Deus pode consolar e fortalecer Sl 86 Deus dá maior valor à beleza interior

Leia mais

Escola Bíblica Dominical COMPREENDENDO BATALHA ESPIRITUAL

Escola Bíblica Dominical COMPREENDENDO BATALHA ESPIRITUAL Escola Bíblica Dominical COMPREENDENDO BATALHA ESPIRITUAL Introdução Há um movimento dentro das Igrejas evangélicas de forte influência que ficou conhecido como: MOVIMENTO DE BATALHA ESPIRITUAL Características

Leia mais

FORMAÇÃO LITÚRGICA: LITURGIA: O QUE É?

FORMAÇÃO LITÚRGICA: LITURGIA: O QUE É? Escola de Maria: Escola da Fé FORMAÇÃO LITÚRGICA: LITURGIA: O QUE É? Formação Litúrgica: Liturgia: conceito O que é Liturgia? Termo de origem grega. ERGON (OBRA, AÇÃO, EMPREENDIMEN TO) (PÚBLICO) LEITON

Leia mais

Preparando-se para a luta espiritual (O capacete da salvação e a espada do Espírito) Efésios 6.17,18 Pr. Vlademir Silveira Série Armadura de Deus

Preparando-se para a luta espiritual (O capacete da salvação e a espada do Espírito) Efésios 6.17,18 Pr. Vlademir Silveira Série Armadura de Deus Preparando-se para a luta espiritual (O capacete da salvação e a espada do Espírito) Efésios 6.17,18 Pr. Vlademir Silveira Série Armadura de Deus Mensagem # 5 IBMC 03/11/12 INTRODUÇÃO Vídeo: Como ter a

Leia mais

Nós não estamos aqui para dizer que Davi foi o maior exemplo de pai

Nós não estamos aqui para dizer que Davi foi o maior exemplo de pai E há de ser que, se ouvires tudo o que eu te mandar, e andares pelos meus caminhos, e fizeres o que é reto aos meus olhos, guardando os meus estatutos e os meus mandamentos, como fez Davi, meu servo, eu

Leia mais

SECEC Seminário de Crescimento e Edificação Cristã Construindo as Pontes para a Maturidade Espiritual

SECEC Seminário de Crescimento e Edificação Cristã Construindo as Pontes para a Maturidade Espiritual TEMA: O CRENTE COMO ARVORE PLANTADA JUNTO ÀS CORRENTES DE ÀGUAS TEXTO BÍBLICO: Pois será como a árvore plantada junto às correntes de águas, a qual dá o seu fruto na estação própria, e cuja folha não cai;

Leia mais

2. Fé Cristã e Filosofias: enfocando a necessidade da apologia cristã no ambiente escolar e Universitário

2. Fé Cristã e Filosofias: enfocando a necessidade da apologia cristã no ambiente escolar e Universitário 2. Fé Cristã e Filosofias: enfocando a necessidade da apologia cristã no ambiente escolar e Universitário Apresentação dos participantes (nome; Escola, faculdade ou Univerdidade) Quem é o seu Deus? E qual

Leia mais

CONFISSÃO DE FÉ DA IGREJA PRESBITERIANA RENOVADA DO BRASIL

CONFISSÃO DE FÉ DA IGREJA PRESBITERIANA RENOVADA DO BRASIL CONFISSÃO DE FÉ DA IGREJA PRESBITERIANA RENOVADA DO BRASIL Capítulo 1: De Deus e da Santíssima Trindade Cremos na existência de um Deus Trino, Todo Poderoso, vivo e verdadeiro, sem corpo, membros ou paixões,

Leia mais

STOTT, John R. W. Batismo e plenitude do Espírito Santo. São Paulo: Vida Nova, 1966.

STOTT, John R. W. Batismo e plenitude do Espírito Santo. São Paulo: Vida Nova, 1966. Azusa Revista de Estudos Pentecostais 1 STOTT, John R. W. Batismo e plenitude do Espírito Santo. São Paulo: Vida Nova, 1966. Josias Novak 1 1 A promessa do Espírito Em sua exposição Stott afirma que a

Leia mais

O significado de um viver santo

O significado de um viver santo O significado de um viver santo TEXTO BÍBLICO BÁSICO Efésios 4.4-3 4 - E vos revistais do novo homem, que segundo Deus é criado em verdadeira justiça e santidade. 5 - Por isso deixai a mentira, e falai

Leia mais

O Que é a Graça? Roger L. Smalling

O Que é a Graça? Roger L. Smalling 1 O Que é a Graça? Roger L. Smalling Porquanto a graça de Deus se manifestou salvadora a todos os homens... Tito 2:11. Posto que a graça traz salvação, é crucial compreender o que a graça significa. Se

Leia mais

(universais), para dissipar os erros dos hereges. Os mais importantes para definir os dogmas básicos da fé cristã, foram os Concílios de Nicéia (325)

(universais), para dissipar os erros dos hereges. Os mais importantes para definir os dogmas básicos da fé cristã, foram os Concílios de Nicéia (325) O que é o Credo? No encerramento do Ano da Fé (30/6/67 a 30/6/68), em comemoração dos 1900 anos dos martírios de São Pedro e São Paulo, o Papa Paulo VI quis oferecer à Igreja a sua Profissão de Fé, que

Leia mais

Público Alvo: Investimento: Disciplinas:

Público Alvo: Investimento: Disciplinas: A Universidade Católica Dom Bosco - UCDB com mais de 50 anos de existência, é uma referência em educação salesiana no país, sendo reconhecida como a melhor universidade particular do Centro-Oeste (IGC/MEC).

Leia mais

igrejabatistaagape.org.br [1] Deus criou o ser humano para ter comunhão com Ele, mas ao criá-lo concedeu-lhe liberdade de escolha.

igrejabatistaagape.org.br [1] Deus criou o ser humano para ter comunhão com Ele, mas ao criá-lo concedeu-lhe liberdade de escolha. O Plano da Salvação Contribuição de Pr. Oswaldo F Gomes 11 de outubro de 2009 Como o pecado entrou no mundo e atingiu toda a raça humana? [1] Deus criou o ser humano para ter comunhão com Ele, mas ao criá-lo

Leia mais