RONALDO LUIS FERREIRA DE SIQUEIRA, TATIANE SOARES DA SILVA, VITOR GABRIEL COIMBRA FARIAS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RONALDO LUIS FERREIRA DE SIQUEIRA, TATIANE SOARES DA SILVA, VITOR GABRIEL COIMBRA FARIAS"

Transcrição

1 Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial E.E.P. Senac Pelotas Centro Histórico Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego Curso Técnico em Informática RONALDO LUIS FERREIRA DE SIQUEIRA, TATIANE SOARES DA SILVA, VITOR GABRIEL COIMBRA FARIAS PESQUISA SOBRE DISPOSITIVOS DE SEGURANÇA DS_MMH_ MANUTENÇÃO E MONTAGEM DE HARDWARE Professor Nataniel da Silva Vieira Pelotas 2014

2 PESQUISA Dentro da área de segurança software/hardware, pode-se afirmar que, com o desenvolvimento da utilização de internet, cada vez mais empresas abrem seu sistema de informação aos seus parceiros e fornecedores. Por conseguinte torna-se essencial conhecer os recursos da empresa para proteger e dominar o controle de acesso e os direitos dos utilizadores do sistema de informação, mesmo quando da abertura do acesso à empresa na Internet. Além disso, é permitido ao pessoal com equipamento móvel logar-se no sistema de informação a partir de qualquer lugar. Esse mesmo pessoal é levado a transportar uma parte do sistema de informação causando muitas vezes sobrecargas aos sistemas. Neste momento entram então os equipamento disponíveis no mercado de hardware. São nobreaks, filtros de linha, estabilizadores, pulseiras anti estáticas com ou sem fio, disjuntores, condutor terra. Se seu micro dá choque, descarregue Medidas simples para evitar a eletricidade estática, que danifica peças, permitem o manuseio seguro do computador. Se você já instalou alguma placa de expansão em seu micro (FAX/Modem, som etc.) deve ter notado que ela vem embalada em plástico especial, chamado de anti-estático. Se chegou a ler o manual da placa (coisa que poucos fazem...), deve ter notado também que há algumas precauções para evitar danos aos componentes do micro causados pela eletricidade estática. Para quem ainda não sabe; eletricidade estática nada mais é do que o acúmulo de cargas elétricas em uma superfície não-condutora, como a mão, o carpete etc. Ela é gerada pelo desbalanceamento entre cargas positivas e negativas. Quando esfregamos dois materiais nãocondutores como nossos sapatos no carpete da sala estamos gerando eletricidade estática no corpo. O problema ocorre quando esta eletricidade é "descarregada". O fenômeno é conhecido como "descarga eletrostática" (em inglês, ESD, Eletro-Static Discharge). A descarga eletrostática acontece quando a superfície condutora "carregada" (a mão, por exemplo) encontra uma superfície condutora, que pode ser uma trilha de circuito da placa de som ou uma outra pessoa. Esta descarga pode atingir dezenas de milhares de volts. Felizmente a corrente elétrica gerada é muito baixa, e, normalmente, o máximo que sentimos é um pequeno choque.

3 A descarga eletrostática pode danificar total ou parcialmente os componentes eletrônicos de seu micro. Módulos de memória, por exemplo, podem ser danificados pelo manuseio quando são vendidos no comércio. Se o dano for total, o módulo não passará no autoteste executado quando o micro é ligado. Mas se for parcial, o erro na memória poderá ocorrer quando já estivermos trabalhando no micro, dentro do Windows por exemplo. Este tipo de falha é difícil de ser detectada, e causa grandes dores de cabeça aos técnicos de manutenção. A forma mais comum para evitar que a descarga eletrostática danifique seu micro é "se descarregar" propositadamente antes de começar a manusear os componentes. Quem tiver a curiosidade de ler o manual das placas que estão sendo instaladas vai encontra a recomendação para que se toque com as mãos uma maçaneta de metal ou mesmo uma parte não-pintada do gabinete do micro, antes de começar a manusear as peças. Isto vai forçar uma descarga, e permitir um manuseio mais seguro. Pulseira anti-estática Se o trabalho no micro for mais demorado, como numa montagem, por exemplo, talvez seja necessário usar uma pulseira "anti-estática". Esta pulseira tem a função de descarregar a eletricidade estática presente em nosso corpo. É um dispositivo muito simples, composto de uma pulseira de velcro com um contato metálico que deve ser colocada no pulso. A esta pulseira está ligado um fio que deve ser conectado a um pino-terra da tomada ou à superfície condutora (como as partes metálicas não-pintadas do gabinete). A pulseira é indicada nos trabalhos mais demorados porque, enquanto o tempo passa e trabalhamos no micro, a eletricidade estática continua se acumulando no corpo. Esta pulseira é encontrada normalmente em lojas de material eletrônico. Para quem não quiser gastar dinheiro, sugiro descarregar a eletricidade estática do corpo a cada 10 ou 15 minutos (tocando com a mão em um condutor). Uma observação importante: a eletricidade estática é mais comum em cidades com baixa umidade do ar, como Brasília. Em cidades como Rio de Janeiro, São Paulo, Salvador e outras, o fenômeno é menos freqüente. Mas não podemos esquecer que escritórios com ar-refrigerado são ambientes altamente propícios à geração de eletricidade estática, pois o aparelho "seca" o ambiente, reduzindo a umidade do ar. Pior ainda se o piso for acarpetado.

4 Fio-terra Costumo comentar que a primeira dificuldade que todo usuário tem quando compra um computador é ligá-lo à tomada. Isto porque o micro usa um sistema diferente da maioria dos eletrodomésticos. Em vez da tomada-padrão com apenas "dois furos", o microcomputador exige uma tomada com três furos, ou seja, totalmente diferente da padrão. O terceiro furo na tomada é chamado de "fio-terra". Na tomada-padrão de dois furos estão ligados dois fios: fase (o fio que "dá choque") e neutro. Na tomada de três furos, além do fase e do neutro existe o fio-terra. Podemos usar adaptadores que transformam tomadas de dois furos em tomadas com três furos. Na verdade, não é necessário usar uma tomada com três furos para que o micro funcione. O micro só precisa do fase e do neutro. Então, para que serve o fio-terra? O terra é um fio de segurança. Se houver qualquer problema elétrico no micro a corrente elétrica gerada "escoará" pelo fio terra, protegendo o usuário contra possíveis choques. O problema é que quase ninguém tem tomadas de três furos em casa. E mesmo quem tem deve verificar se há três fios conectados a ela. Na maioria das vezes, apenas fase e neutro estão presentes. Como fazer um fio-terra? Fio-terra é uma coisa simples na teoria, mas complicada na prática. Para obtermos o fio-terra basta conectar um fio ao "solo", daí seu nome. O problema é a forma em que essa conexão deve ser feita. Devemos fincar no solo uma haste de cobre com 2 metros de comprimento e soldar um fio a esta haste (para um melhor desempenho, recomenda-se utilizar 3 hastes de 2,5 metros interligadas entre si e ligadas ao fio). Este fio deve chegar à tomada de três furos e ser conectado ao furo inferior (ligeiramente arredondado). Acho que deu para perceber que este tipo de operação é quase impossível de ser feito nos apartamentos em andar alto. Mesmo em casas dá um bom trabalho. É importante lembrar que a tomada de três furos segue um padrão para ligação dos fios. O fioterra é conectado ao furo inferior arredondado, o neutro tem que ser ligado ao furo superior do lado esquerdo e o fase ligado ao furo superior do lado direito.

5 Alguns técnicos criam um fio-terra conectando o neutro ao terceiro furo da tomada (no lugar de um terra verdadeiro). Esta será uma prática correta se pudermos garantir que não haverá alguma mudança no caminho percorrido pelos fios neutro e fase entre o relógio de luz (onde o neutro está ligado ao terra) e a tomada onde está o micro. Porém, se alguém, mesmo sem intenção, inverter os fios neutro e fase antes de chegarem à tomada do micro, teremos o fioterra ligado ao fase, em vez de ao neutro. E aí, prepare-se para o choque. Aliás, se seu micro está "dando choque" e você usa um "adaptador", tente inverter o encaixe do plugue na tomada, pois o problema deverá desaparecer. É claro que se existir um terra verdadeiro no micro este nunca deverá "dar choque". Antes de tentar uma solução "mirabolante" para obter o terra em sua casa, lembre-se que pior que a ausência de terra é o fio-terra mal feito. Se vocês seguirem as dicas apresentadas neste artigo, com certeza terão menos dores de cabeça com o micro. Disjuntores São chaves especiais que interrompem de forma automática a passagem da corrente elétrica quando sua intensidade é maior que o valor máximo suportável pela intsalação. Caso você esteja em uma região onde a rede elétrica é realmente instável, com surtos e spikes frequentes, outra opção é usar um DPS para entrada de força. Eles são geralmente anunciados como "protetores contra raios" e são instalados depois do disjuntor no quadro de entrada, um por fase. Eles são dispositivo de proteção que combinam um MOV (varistor de óxido de zinco) e um dispositivo de desconexão térmica, que absorve os surtos de tensão (o excedente é convertido em calor) e desarma em caso de surtos prolongados. Em caso de raios, o varistor age como uma válvula, que impede a passagem da corrente em direção aos equipamentos, fazendo com que ela seja direcionada ao terra. Assim como no caso dos filtros de linha, o circuito do DPS tem uma vida útil, que varia de acordo com a gravidade e a incidência dos surtos. Todo bom DPS possui um indicador de estado, que fica vermelho quando o circuito é danificado, indicando que ele precisa ser reparado ou substituído.

6 De acordo com o modelo, o DPS pode interromper o circuito quando o MOV atinge o fim de sua vida útil (te deixando sem luz até que ele seja substituído) ou manter o fornecimento elétrico (sem proteção), se limitando a mostrar o indicador vermelho até que você faça a substituição. A desvantagem no segundo caso é que nada impede que você procrastine a substituição até que os surtos danifiquem algum equipamento.

7 QUESTIONAMENTOS: 1. Qual a principal função de um estabilizador? Rta: O estabilizador tem como principal função proteger aparelhos eletrônicos das mudanças de tensão repentinas que recebe da rede elétrica, comparando a tensão elétrica a voltagem de rede, fazendo com que os picos de energia não atinjam diretamente os aparelhos. 2. Normalmente, o que vem a compor um estabilizador? Rta: Normalmente um estabilizador é composto por um fusível de proteção, uma chave seletora da tensão de rede, tomadas de saída para ligar aparelhos, uma chave para ligar e desligar e uma proteção para linha telefônica(em determinados modelos). 3. Qual é o equipamento que minimiza os ruídos da rede elétrica, quando se é ligado a outros equipamentos da rede elétrica como soldadores, furadeiras, motores etc? Rta: É o filtro de linha 4. Coloque V para as questões que forem verdadeiras e F para as falsas: (V) O disjuntor tem como principal função interromper automaticamente uma instalação elétrica contra possíveis danos causados por curtos-circuitos e sobrecargas elétricas. (F) Os disjuntores não podem ser rearmados manualmente, logo após interrupção da corrente em virtude de uma falha. (V) O disjuntor além de proteger a corrente, ele também serve como dispositivo de manobra. (F) O nobreak é reconhecido como um aparelho responsável por alimentar dispositivos a ele conectado. Entretanto quando ha interrupção de energia os dispositivos a ele conectado deixam de ser alimentados. (F) Quanto maior a quantidade de equipamentos conectados ao nobreak, maior será a sua autonomia.

8 (F) O condutor terra, também conhecido como condutor de proteção, tem como principal função desviar possíveis ondas eletromagnéticas, evitando assim um choque elétrico que poderiam provocar graves danos ao organismo humano. 5. Sabe-se que um disjuntor, dispositivo eletromecânico, tem por função básica constatar oscilações de corrente que ultrapassem o padrão adequado para o circuito, finalizando imediatamente antes que possam causar danos à instalação elétrica protegida. Entretanto, só encontramos disjuntores no formato de pequenos dispositivos com o objetivo de proteger instalações elétricas em residências. ( ) Certo ( x ) Errado

9 FONTES Pesquisa: Puseiras antiestáticas sem fio: Se seu micro dá choque: Jornal do Brasil - Rio de Janeiro/RJ

Capítulo 1: Eletricidade. Corrente continua: (CC ou, em inglês, DC - direct current), também chamada de

Capítulo 1: Eletricidade. Corrente continua: (CC ou, em inglês, DC - direct current), também chamada de Capítulo 1: Eletricidade É um fenômeno físico originado por cargas elétricas estáticas ou em movimento e por sua interação. Quando uma carga encontra-se em repouso, produz força sobre outras situadas em

Leia mais

www.rfv.com.br PROTEÇÃO MAIS RÁPIDA QUE UM RAIO.

www.rfv.com.br PROTEÇÃO MAIS RÁPIDA QUE UM RAIO. www.rfv.com.br PROTEÇÃO MAIS RÁPIDA QUE UM RAIO. Proteção contra efeitos dos raios DPS - Dispositivos de Proteção contra Surtos elétricos Os DPS são dispositivos que protegem os equipamentos eletroeletrônicos

Leia mais

Um dos grandes receios de qualquer radioamador é ter sua estação atingida por uma descarga atmosférica. Os estragos em geral não são pequenos e nem

Um dos grandes receios de qualquer radioamador é ter sua estação atingida por uma descarga atmosférica. Os estragos em geral não são pequenos e nem Um dos grandes receios de qualquer radioamador é ter sua estação atingida por uma descarga atmosférica. Os estragos em geral não são pequenos e nem sempre temos proteção suficiente. O Brasil é o país com

Leia mais

sorayachristiane@globo.com

sorayachristiane@globo.com sorayachristiane@globo.com 1 CABEAMENTO ESTRUTURADO INTERNACIONAIS EIA/TIA 568 B - Sistemas de Cabeamento para Edificios Comerciais. EIA/TIA 569 A - Adequações e Estruturas Internas para Cabeamento em

Leia mais

Professor João HardWare. professorjoao@terra.com.br

Professor João HardWare. professorjoao@terra.com.br Professor João HardWare professorjoao@terra.com.br 1 Eletricidade É o fenômeno físico associado a cargas elétricas estáticas ou em movimento. 2 Eletricidade Dinâmica Estática 3 Eletricidade Dinâmica CORRENTE

Leia mais

MANUAL REDE CABEADA UTP

MANUAL REDE CABEADA UTP MANUAL REDE CABEADA UTP volt.ind.br 1-QUADRO COMPLETO 2-DISJUNTOR 3-PROTETOR ELÉTRICO 4-FONTE PRIMÁRIA VT 800 5-BATERIAS 6-PD (PONTO DE DISTRIBUIÇÃO) volt.ind.br Pág. 1 1-QUADRO COMPLETO: Equipado por

Leia mais

Montagem e Manutenção de Computadores

Montagem e Manutenção de Computadores Montagem e Manutenção de Computadores Aula 04 Eletricidade estática, gabinetes e fontes. Professores: Rafael Antônio Marques Gomes Isabel Medeiros Eletricidade estática: A eletricidade estática é o fenômeno

Leia mais

MANUTENÇÃO DE COMPUTADORES

MANUTENÇÃO DE COMPUTADORES MANUTENÇÃO DE COMPUTADORES Prof. Esp. Fabiano Taguchi fabianotaguchi@gmail.com http://fabianotaguchi.wordpress.com MANUTENÇÃO EM COMPUTADORES Carga horária: 32 horas/aula Competência: Conhecer a arquitetura

Leia mais

O paradigma de que se mexer no computador ele pode quebrar.

O paradigma de que se mexer no computador ele pode quebrar. 1 O paradigma de que se mexer no computador ele pode quebrar. Tópicos: 2 Números Binários Unidades de Medida de Informação Arquitetura Básica Hardware Software Periféricos de Entrada Periféricos de saída

Leia mais

Carga Elétrica e Eletrização dos Corpos

Carga Elétrica e Eletrização dos Corpos ELETROSTÁTICA Carga Elétrica e Eletrização dos Corpos Eletrostática Estuda os fenômenos relacionados às cargas elétricas em repouso. O átomo O núcleo é formado por: Prótons cargas elétricas positivas Nêutrons

Leia mais

FONTE NO-BREAK MANUAL TÉCNICO

FONTE NO-BREAK MANUAL TÉCNICO FONTE NO-BREAK MANUAL TÉCNICO Sat5 Telecom www.sat5.com.br Última Revisão: 25/01/2012 Manual Técnico.:. Fonte No-Break.:. Sat5 Telecom 1 1. Modelos e diferenças As fontes no-break, são fornecidas em 2

Leia mais

INFORMATIVO DE PRODUTO

INFORMATIVO DE PRODUTO Central de Iluminação de Emergência 12 V(cc), 20 A, com Capacidade de 240 W. Código AFB240 A central de iluminação de emergência é alimentada pela rede elétrica predial (110 ou 220 volts) e também possui

Leia mais

CENTRAL DE ALARME COM FIO AW-201

CENTRAL DE ALARME COM FIO AW-201 CENTRAL DE ALARME COM FIO AW201 CARACTERÍSTICAS DO APARELHO Central de alarme de 1 setor com fio; Caixa plástica com alojamento para bateria selada de 7 A/H; Carregador de bateria incorporado; Tempo de

Leia mais

1. Eletroeletrônica. 1.1. Introdução. 1.2. Fundamentos de Eletricidade

1. Eletroeletrônica. 1.1. Introdução. 1.2. Fundamentos de Eletricidade 1. Eletroeletrônica 1.1. Introdução Os computadores e seus periféricos, bem como todos os equipamentos de informática, são aparelhos eletrônicos. Podemos dizer, mais precisamente, que os computadores são

Leia mais

GUIA PRÁTICO DE ATERRAMENTO

GUIA PRÁTICO DE ATERRAMENTO 2014 GUIA PRÁTICO DE ATERRAMENTO MAURÍCIO RODRIGUES DOS REIS SENAI-MG 15/02/2014 GUIA PRÁTICO SOBRE ATERRAMENTO INTRODUÇÃO... Pág.02 CONCEITOS BÁSICOS... Pág.02 MONTAGEM PASSO A PASSO DE ATERRAMENTO...

Leia mais

Multímetro, um grande amigo do operador de som

Multímetro, um grande amigo do operador de som Multímetro, um grande amigo do operador de som Autor: Fernando Antônio Bersan Pinheiro O multímetro, ou multitester, é um equipamento utilizado para medições de componentes elétricos, mas muitos dos seus

Leia mais

Dispositivos de Proteção

Dispositivos de Proteção 4 Dispositivos de Proteção Todos os circuitos deverão ser protegidos, a fim de garantir a integridade física das pessoas das instalações e equipamentos. Para isso, existem diversos dispositivos e equipamentos

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MULTÍMETRO ANALÓGICO MODELO SK-20 rev. 01/2006

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MULTÍMETRO ANALÓGICO MODELO SK-20 rev. 01/2006 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MULTÍMETRO ANALÓGICO MODELO SK-20 rev. 01/2006 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 1 2. REGRAS DE

Leia mais

Manual de proteção contra raios DPS STAL ENGENHARIA ELÉTRICA. Saiba como proteger você, seus aparelhos eletroeletrônicos e o seu imóvel.

Manual de proteção contra raios DPS STAL ENGENHARIA ELÉTRICA. Saiba como proteger você, seus aparelhos eletroeletrônicos e o seu imóvel. Manual de proteção contra raios DPS Saiba como proteger você, seus aparelhos eletroeletrônicos e o seu imóvel. Nuvens carregadas e muita chuva em todo o pais A posição geográfica situa o Brasil entre os

Leia mais

CENTRAL DE ALARME SEM FIO AS-321

CENTRAL DE ALARME SEM FIO AS-321 CENTRAL DE E SEM FIO AS- CARACTERÍSTICAS DO APARELHO - Central de alarme sem fio com setor misto ( com e/ou sem fio ); - Caixa plástica com alojamento para bateria selada de 7 A/H; - Carregador de bateria

Leia mais

Workshop. Proteção em redes de serviços via cabo coaxial

Workshop. Proteção em redes de serviços via cabo coaxial Workshop Proteção em redes de serviços via cabo coaxial Distúrbios em sistemas elétricos Surto Surtos elétricos Incidência de Descargas Atmosféricas na região sudeste, sul, Mato Grosso e Goiás (em milhões)

Leia mais

Manual de Instruções. C o n t r o l a d o r D i f e r e n c i a l para P i s c i n a. Rev. B

Manual de Instruções. C o n t r o l a d o r D i f e r e n c i a l para P i s c i n a. Rev. B Manual de Instruções C o n t r o l a d o r D i f e r e n c i a l para P i s c i n a Rev. B 1. Descrição Índice 1.Descrição... pág 1 2.Dados Técnicos... pág 2 3.Instalação... pág 3 4.Ajuste e Operação...

Leia mais

FAÇA VOCÊ MESMO O ATERRAMENTO DO SEU COMPUTADOR

FAÇA VOCÊ MESMO O ATERRAMENTO DO SEU COMPUTADOR FAÇA VOCÊ MESMO O ATERRAMENTO DO SEU COMPUTADOR Por Ivan Max Freire de Lacerda ivanmaxlacerda@gmail.com A instalação elétrica voltada para alimentar um computador, requer alguns cuidados especiais. Primeiramente,

Leia mais

Nomes: Augusto, Gabriel Vaz e Monique.

Nomes: Augusto, Gabriel Vaz e Monique. Nomes: Augusto, Gabriel Vaz e Monique. O filtro de linha é um elemento de proteção para equipamentos eletrônicos. Ele atenua as impurezas da rede elétrica que causam interferências eletromagnéticas (EMI)

Leia mais

Como reduzir sua conta de energia elétrica

Como reduzir sua conta de energia elétrica Como reduzir sua conta de energia elétrica Com REDULIGHT você tem energia de melhor qualidade e economiza até 25% na conta Saiba como O que é e como funciona o filtro REDULIGHT O Redulight é um Filtro

Leia mais

Lição 5. Instrução Programada

Lição 5. Instrução Programada Instrução Programada Lição 5 Na lição anterior, estudamos a medida da intensidade de urna corrente e verificamos que existem materiais que se comportam de modo diferente em relação à eletricidade: os condutores

Leia mais

Controle de acesso FINGER

Controle de acesso FINGER Controle de acesso FINGER MANUAL DE INSTRUÇÕES Sobre esse Guia Esse guia fornece somente instruções de instalação. Para obter informações sobre instruções de uso, favor ler o Manual do usuário.. ÍNDICE

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MEGÔHMETRO DIGITAL MODELO MG-3055 rev. 01

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MEGÔHMETRO DIGITAL MODELO MG-3055 rev. 01 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MEGÔHMETRO DIGITAL MODELO MG-3055 rev. 01 Leia cuidadosamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do megôhmetro ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 1 2. REGRAS DE SEGURANÇA...

Leia mais

Lista de Exercícios de Física II Lei de Ohm - circuitos Prof: Tadeu Turma: 3 Ano do Ensino Médio Data: 16/07/2009

Lista de Exercícios de Física II Lei de Ohm - circuitos Prof: Tadeu Turma: 3 Ano do Ensino Médio Data: 16/07/2009 Lista de Exercícios de Física II Lei de Ohm - circuitos Prof: Tadeu Turma: 3 Ano do Ensino Médio Data: 16/07/2009 1ª Questão) Num circuito elétrico, dois resistores, cujas resistências são R 1 e R 2, com

Leia mais

2.5. Placas eletrônicas da central

2.5. Placas eletrônicas da central 2.5. Placas eletrônicas da central Placa eletrônica de laço Piezo Placa de laço Na placa eletrônica de laço podem ser ligados quatro laços de detecção, compostos por detectores de fumaça, detectores termovelocimétricos

Leia mais

SOBRETENSÃO. saiba como se proteger

SOBRETENSÃO. saiba como se proteger SOBRETENSÃO saiba como se proteger O QUE É UMA DESCARGA ELÉTRICA? Descargas atmosféricas são relâmpagos que produzem uma quantidade extremamente grande de energia elétrica pulsada de milhares de ampères

Leia mais

Ronaldo Luis Ferreira de Siqueira, Vitor Gabriel Coimbra Farias

Ronaldo Luis Ferreira de Siqueira, Vitor Gabriel Coimbra Farias Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial E.E.P. Senac Pelotas Centro Histórico Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego Curso Técnico em Informática Ronaldo Luis Ferreira de Siqueira,

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MEGÔHMETRO DIGITAL MODELO MG-3100

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MEGÔHMETRO DIGITAL MODELO MG-3100 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MEGÔHMETRO DIGITAL MODELO MG-3100 Leia cuidadosamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do megôhmetro ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 1 2. REGRAS DE SEGURANÇA...

Leia mais

Manual de Instruções. Crossover 4 Vias HD-X4W. Especificações Técnicas (Crossover 4 Vias) Nível máximo de entrada

Manual de Instruções. Crossover 4 Vias HD-X4W. Especificações Técnicas (Crossover 4 Vias) Nível máximo de entrada Especificações Técnicas (Crossover 4 Vias) Nível máximo de entrada 9V RMS Tweeter CH Crossover /octave 2K, 4K, 6K, 8K Mid CH Crossover /octave Low: 0, 0, 0Hz em Flat High:,, 1,Hz Mid Bass Crossover /octave

Leia mais

MESA DMX 512 MANUAL DE OPERAÇÃO

MESA DMX 512 MANUAL DE OPERAÇÃO MESA DMX 512 MANUAL DE OPERAÇÃO 1 - INSTRUÇÕES INICIAIS IMPORTANTE LEIA COM ATENÇÃO!. Certifique-se de que a voltagem no equipamento é compatível com a tensão da rede elétrica. Este equipamento foi desenvolvido

Leia mais

MANUAL CARREGADOR DE BATERIAS 12V 5A/7A 110/220V

MANUAL CARREGADOR DE BATERIAS 12V 5A/7A 110/220V 1 MANUAL CARREGADOR DE BATERIAS 12V 5A/7A 110/220V Cuidado Perigo A utilização imprópria do equipamento assim como a não observância das normas de segurança, pode agravar em ferimentos graves. Leia o manual

Leia mais

Aula 5 Infraestrutura Elétrica

Aula 5 Infraestrutura Elétrica Aula 5 Infraestrutura Elétrica Prof. José Maurício S. Pinheiro 2010 1 Ruído Elétrico Os problemas de energia elétrica são as maiores causas de defeitos no hardware das redes de computadores e conseqüente

Leia mais

REDE CABEADA CFTV MANUAL DO USUÁRIO

REDE CABEADA CFTV MANUAL DO USUÁRIO REDE CABEADA CFTV MANUAL DO USUÁRIO Sumário Página 4: Quadro completo Disjuntores Transformador isolador Protetor elétrico Fonte primária VT CFTV Funcionalidades Baterias Página 6: Ponto de distribuição

Leia mais

Estabilizada de. PdP. Autor: Luís Fernando Patsko Nível: Intermediário Criação: 22/02/2006 Última versão: 18/12/2006

Estabilizada de. PdP. Autor: Luís Fernando Patsko Nível: Intermediário Criação: 22/02/2006 Última versão: 18/12/2006 TUTORIAL Fonte Estabilizada de 5 Volts Autor: Luís Fernando Patsko Nível: Intermediário Criação: 22/02/2006 Última versão: 18/12/2006 PdP Pesquisa e Desenvolvimento de Produtos http://www.maxwellbohr.com.br

Leia mais

PAR 36 Manual de Operações

PAR 36 Manual de Operações PAR 36 Manual de Operações INSTRUÇÕES DE SEGURANÇA Este equipamento foi desenvolvido para uso interno. Mantenha-o protegido contra umidade, respingos ou excesso de poeira e calor. Para prevenir fogo ou

Leia mais

ATERRAMENTO ELÉTRICO 1 INTRODUÇÃO 2 PARA QUE SERVE O ATERRAMENTO ELÉTRICO? 3 DEFINIÇÕES: TERRA, NEUTRO, E MASSA.

ATERRAMENTO ELÉTRICO 1 INTRODUÇÃO 2 PARA QUE SERVE O ATERRAMENTO ELÉTRICO? 3 DEFINIÇÕES: TERRA, NEUTRO, E MASSA. 1 INTRODUÇÃO O aterramento elétrico, com certeza, é um assunto que gera um número enorme de dúvidas quanto às normas e procedimentos no que se refere ao ambiente elétrico industrial. Muitas vezes, o desconhecimento

Leia mais

Amplificadores, Caixas Acústicas e uma tal de impedância - Parte 2

Amplificadores, Caixas Acústicas e uma tal de impedância - Parte 2 Amplificadores, Caixas Acústicas e uma tal de impedância - Parte 2 Autor: Fernando Antônio Bersan Pinheiro No artigo anterior, tratamos da teoria envolvendo os fatores citados acima. Neste, vamos tentar

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MULTÍMETRO DIGITAL MODELO MD-1600

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MULTÍMETRO DIGITAL MODELO MD-1600 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MULTÍMETRO DIGITAL MODELO MD-1600 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...3 2. REGRAS DE SEGURANÇA...3

Leia mais

Mas antes de manuseá-la devemos saber o seguinte: Placa eletrônica de condicionadores de ar tipo SPLIT

Mas antes de manuseá-la devemos saber o seguinte: Placa eletrônica de condicionadores de ar tipo SPLIT 1 Placa eletrônica É o conjunto de componentes eletrônicos montados em uma placa de circuito impresso, ela é Responsável pelo controle e operação de toda unidade. Não devemos esquecer que a placa eletrônica

Leia mais

PLANATC. Manual de Instalação. Scanner SC-7000

PLANATC. Manual de Instalação. Scanner SC-7000 Manual de Instalação Scanner SC-7000 1 Sistema de comunicação e análise da injeção eletrônica - Scanner SC-7000. O Scanner SC-7000 é um equipamento de fácil utilização para profissionais em injeção eletrônica

Leia mais

INCENTIVO AO ATERRAMENTO ELÉTRICO RESIDENCIAL RESUMO

INCENTIVO AO ATERRAMENTO ELÉTRICO RESIDENCIAL RESUMO INCENTIVO AO ATERRAMENTO ELÉTRICO RESIDENCIAL Fernando Nascimento 1-21370122 Gabriela Sampaio Rêma 2-21370051 Marcos Vinícius Lemos da Silva 3-21270116 Paula da Silva Nogueira 4-21370049 RESUMO Poucas

Leia mais

na nuvem/terra como se houvesse uma longa vara de metal conectando-as. Veja como a "quebra" funciona. Quando o campo elétrico se torna muito forte

na nuvem/terra como se houvesse uma longa vara de metal conectando-as. Veja como a quebra funciona. Quando o campo elétrico se torna muito forte Introdução (relâmpago/raios) O relâmpago é um dos fenômenos mais bonitos da natureza e também um dos mais mortais. Com as temperaturas dos raios sendo maiores do que a da superfície do Sol e com as ondas

Leia mais

GUIA PRÁTICO DE ATERRAMENTO

GUIA PRÁTICO DE ATERRAMENTO 2014 GUIA PRÁTICO DE ATERRAMENTO MAURÍCIO RODRIGUES DOS REIS 15/02/2014 GUIA PRÁTICO SOBRE ATERRAMENTO 1. INTRODUÇÃO...Pág.02 2. CONCEITOS BÁSICOS...Pág.02 3. ELETRICIDADE ESTÁTICA...Pág.04 4. PARA QUE

Leia mais

Atividade 1. Dispositivo que transforma alguma modalidade de energia em energia potencial elétrica.

Atividade 1. Dispositivo que transforma alguma modalidade de energia em energia potencial elétrica. Atividade 1 1) PROBLEMATIZAÇÃO: Se observarmos uma lanterna, um rádio ou alguns tipos de brinquedos, perceberemos que estes aparelhos só funcionam enquanto estão sendo alimentados por uma fonte de energia

Leia mais

DICAS PARA REDUÇÃO DO CONSUMO DE ENERGIA ELÉTRICA EM CASA

DICAS PARA REDUÇÃO DO CONSUMO DE ENERGIA ELÉTRICA EM CASA DICAS PARA REDUÇÃO DO CONSUMO DE ENERGIA ELÉTRICA EM CASA SELO PROCEL Prefira equipamentos com SELO PROCEL, e/ou consumo A de consumo de energia. GELADEIRA Evitar abrir a porta toda hora. Regular o termostato

Leia mais

REDE CABEADA UTP MINI MANUAL DO USUÁRIO

REDE CABEADA UTP MINI MANUAL DO USUÁRIO REDE CABEADA UTP MINI MANUAL DO USUÁRIO Quadro de Distribuição Completo 1 DISJUNTOR 2 FONTE PRIMÁRIA VT200 3 BATERIAS (4) 4 PD 02 MINI 5 PD 03 MINI QUADRO COMPLETO: Equipado por, uma Fonte Primária nobreak

Leia mais

www.powersystemsaudio.com.br

www.powersystemsaudio.com.br Prezado Cliente, Parabéns pela aquisição de um dos mais conceituados amplificadores automotivos do mercado brasileiro. Os produtos Power Systems são fabricados com as melhores marcas de componentes do

Leia mais

3. Cite o nome e características do ponto mais alto e do ponto mais baixo de uma onda?

3. Cite o nome e características do ponto mais alto e do ponto mais baixo de uma onda? Exercícios: 1. Sobre:Ondas Responda: a. O que é a Natureza de Ondas? b. O que origina as Ondas Mecânicas? c. As Ondas Mecânicas se propagam no vácuo? Explique a sua resposta. d. Quais são os elementos

Leia mais

CENTRAL DE ALARME COM FIO AW-211 CONTROLE REMOTO

CENTRAL DE ALARME COM FIO AW-211 CONTROLE REMOTO CENTRAL DE ALARME COM FIO AW2 CONTROLE REMOTO CARACTERÍSTICAS DO APARELHO Central de alarme de setor com fio; Caixa plástica com alojamento para bateria selada de 7 A/H; Carregador de bateria incorporado;

Leia mais

0. Introdução aos servidores SGI 1200

0. Introdução aos servidores SGI 1200 0. Introdução aos servidores SGI 1200 O objetivo deste documento é ajudá-lo a desembalar, conectar e ligar o novo servidor SGI. Embora a família de servidores SGI 1200 seja composta de vários modelos,

Leia mais

Placa Acessório Modem Impacta

Placa Acessório Modem Impacta MANUAL DO USUÁRIO Placa Acessório Modem Impacta Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. A Placa Modem é um acessório que poderá ser utilizado em todas as centrais

Leia mais

Manual de Instruções FURADEIRA PARAFUSADEIRA ELÉTRICA PE 735

Manual de Instruções FURADEIRA PARAFUSADEIRA ELÉTRICA PE 735 Manual de Instruções FURADEIRA PARAFUSADEIRA ELÉTRICA PE 735 ADVERTÊNCIA: Leia atentamente este manual antes de usar o produto. ÍNDICE SEÇÃO PÁGINA Introdução 3 Normas gerais de segurança 3 Uso e cuidados

Leia mais

Fonte de alimentação AT, ATX e ATX12V

Fonte de alimentação AT, ATX e ATX12V Fonte de alimentação AT, ATX e ATX12V Introdução As fontes de alimentação são as responsáveis por distribuir energia elétrica a todos os componentes do computador. Por isso, uma fonte de qualidade é essencial

Leia mais

Inspiron 23 Manual do proprietário

Inspiron 23 Manual do proprietário Inspiron 23 Manual do proprietário Modelo do computador: Inspiron 23 Modelo 5348 Modelo normativo: W10C Tipo normativo: W10C001 Notas, avisos e advertências NOTA: Uma NOTA indica informações importantes

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. FONTE NoBreak 360W

MANUAL DO USUÁRIO. FONTE NoBreak 360W MANUAL DO USUÁRIO FONTE NoBreak 360W 2 1 Contém: 1 cabo tripolar; 1 manual do usuário; 1 fonte NoBreak Fonte NoBreak Online 24V/10A 360W: Procedimento de instalação: Ao receber a fonte, verificar a integridade

Leia mais

Rede Cabeada UTP. Manual do Usuário. ccntelecom.com.br

Rede Cabeada UTP. Manual do Usuário. ccntelecom.com.br Rede Cabeada UTP Manual do Usuário ccntelecom.com.br www.ccntelecom.com.br USUÁRIO, PARABÉNS PELA SUA ESCOLHA Você adquiriu um produto projetado com a qualidade e garantia CCN. A partir de agora, você

Leia mais

TF-830 MOTOCICLETA. Leia cuidadosamente antes do uso

TF-830 MOTOCICLETA. Leia cuidadosamente antes do uso TF-830 MOTOCICLETA Leia cuidadosamente antes do uso Leia este manual cuidadosamente antes de usar este produto. O manual o informará como operar e montar o produto de uma forma correta para que nenhuma

Leia mais

SKATE ELÉTRICO MANUAL DE INSTRUÇÕES. Leia atentamente este Manual, antes de usar seu SKATE ELÉTRICO. Guarde-o em local seguro, para futuras consultas.

SKATE ELÉTRICO MANUAL DE INSTRUÇÕES. Leia atentamente este Manual, antes de usar seu SKATE ELÉTRICO. Guarde-o em local seguro, para futuras consultas. SKATE ELÉTRICO MANUAL DE INSTRUÇÕES Leia atentamente este Manual, antes de usar seu SKATE ELÉTRICO. Guarde-o em local seguro, para futuras consultas. SEVEN SKATE ELÉTRICO SAC: (11) 5660.2600 Uso doméstico

Leia mais

Construindo um Filtro de Linha

Construindo um Filtro de Linha Construindo um Filtro de Linha Eng Roberto Bairros dos Santos. Um empreendimento Bairros Projetos didáticos> Este artigo descreve como construir de forma prática um filtro de linha para PC. 1 Índice: Conteúdo:

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MULTÍMETRO DIGITAL MODELO MD-1000

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MULTÍMETRO DIGITAL MODELO MD-1000 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MULTÍMETRO DIGITAL MODELO MD-1000 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento =1= ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. REGRAS DE SEGURANÇA...

Leia mais

Deu curto! Como o nosso assunto é a eletricidade, poderíamos

Deu curto! Como o nosso assunto é a eletricidade, poderíamos A U A UL LA Deu curto! Como o nosso assunto é a eletricidade, poderíamos dizer que a história do banho interrompido serviu para melhorar a ligação entre o pai e o filho. Ernesto, percebendo que aquele

Leia mais

ADVERTÊNCIA: Instruções gerais de segurança

ADVERTÊNCIA: Instruções gerais de segurança ADVERTÊNCIA: Instruções gerais de segurança Consulte as instruções de segurança a seguir para ajudar a garantir a sua segurança pessoal e para ajudar a proteger o seu equipamento e ambiente de trabalho

Leia mais

Carregador de baterias. Manual do usuário. Antes de iniciar a operação do dispositivo, recomenda-se a leitura atenta deste manual do usuário.

Carregador de baterias. Manual do usuário. Antes de iniciar a operação do dispositivo, recomenda-se a leitura atenta deste manual do usuário. BATERIA PORTÁTIL MULTIFUNCIONAL 13.600 ma h Partida EM VEÍCULOS Carregador de baterias LANTERNA LED MULTIFUNÇÕES Manual do usuário Antes de iniciar a operação do dispositivo, recomenda-se a leitura atenta

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO, OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO

MANUAL DE INSTALAÇÃO, OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO M A N U A L B A T E R I A C H U M B O - Á C I D A S E L A D A MANUAL DE INSTALAÇÃO, OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO BATERIAS CHUMBO-ÁCIDAS SELADAS COM RECOMBINAÇÃO DE GÁS POWERSAFE VF ÍNDICE 1.0 INSTRUÇÕES DE SEGURANÇA

Leia mais

1.3 Conectando a rede de alimentação das válvulas solenóides

1.3 Conectando a rede de alimentação das válvulas solenóides 1.3 Conectando a rede de alimentação das válvulas solenóides CONTROLE DE FLUSHING AUTOMÁTICO LCF 12 Modo Periódico e Horário www.lubing.com.br (19) 3583-6929 DESCALVADO SP 1. Instalação O equipamento deve

Leia mais

INV300CC-3T MANUAL DE INSTRUÇÕES

INV300CC-3T MANUAL DE INSTRUÇÕES INV300CC-3T MANUAL DE INSTRUÇÕES Leia e siga todas as instruções e indicações de segurança com cuidado. Somente pessoal treinado pode instalar e operar este equipamento. Entre em contato com a CAMAR se

Leia mais

Guia Rápido para o Usuário

Guia Rápido para o Usuário Guia Rápido para o Usuário Mini PC - DC2B-U Guia Rápido para correto uso do Mini PC DC2B-U. Caro cliente, obrigado pela confiança. Você acaba de fazer um excelente investimento, um mini PC DATEN. Este

Leia mais

Fechadura de códigos por Impressão Digital. Manual de instalação e utilização

Fechadura de códigos por Impressão Digital. Manual de instalação e utilização Fechadura de códigos por Impressão Digital Manual de instalação e utilização CARACTERÍSTICAS SUMÁRIO CARACTERÍSTICAS ---------------------------------------------------------------------- P2 COMPONENTES,

Leia mais

Corrente elétrica corrente elétrica.

Corrente elétrica corrente elétrica. Corrente elétrica Vimos que os elétrons se deslocam com facilidade em corpos condutores. O deslocamento dessas cargas elétricas é chamado de corrente elétrica. A corrente elétrica é responsável pelo funcionamento

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MULTÍMETRO DIGITAL MODELO IK-1000

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MULTÍMETRO DIGITAL MODELO IK-1000 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MULTÍMETRO DIGITAL MODELO IK-1000 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento ÍNDICE 1. Introdução...01 2. Regras de segurança...01

Leia mais

Caro cliente. Guia do cliente. Página 1

Caro cliente. Guia do cliente. Página 1 Caro cliente. Os procedimentos a seguir se destinam somente em resolver problemas referentes á internet, não servindo para resolver qualquer outro problema no computador, como por exemplo, um computador

Leia mais

BOLETIM DE GARANTIA. (N o 05 / 2013) LED do TIMER pisca frequência de 1Hz / segundo. LED do TIMER pisca freqüência de 1Hz / segundo.

BOLETIM DE GARANTIA. (N o 05 / 2013) LED do TIMER pisca frequência de 1Hz / segundo. LED do TIMER pisca freqüência de 1Hz / segundo. BOLETIM DE GARANTIA (N o 05 / 2013) Código de erro do Cassete e Piso-Teto No. TIPO DESCRIÇÃO Flash Blink Código Nota 1 Falha 2 Falha 3 Falha 4 Falha 5 Falha 6 Falha Placa acusa erro no sensor de temperatura

Leia mais

Proteção contra. choques elétricos e incêndios. Proteção contra. choques elétricos e incêndios

Proteção contra. choques elétricos e incêndios. Proteção contra. choques elétricos e incêndios Proteção contra choques elétricos e incêndios Proteção contra choques elétricos e incêndios Fabricado no Brasil Dispositivos D Proteção contra correntes de fuga à terra em instalações elétricas de baixa

Leia mais

Manual de Instruções. Aquecedor de Ambiente Halógeno. Modelo: MA - 012 H. Versão 191212. www.martau.com.br SAC: 0800 51 7546. ATENÇÃO: Não Cobrir

Manual de Instruções. Aquecedor de Ambiente Halógeno. Modelo: MA - 012 H. Versão 191212. www.martau.com.br SAC: 0800 51 7546. ATENÇÃO: Não Cobrir ATENÇÃO: Não Cobrir www.martau.com.br SAC: 0800 5 7546 Versão 922 Aquecedor de Ambiente Halógeno Modelo: MA - 02 H Anotações Índice - Introdução...4 2 - Recomendações de segurança...5 2. - Símbolos e

Leia mais

LEIA TODO O CONTEÚDO DESTE MANUAL ANTES DE INICIAR A INSTALAÇÃO

LEIA TODO O CONTEÚDO DESTE MANUAL ANTES DE INICIAR A INSTALAÇÃO ELETRIFICADOR DE CERCA EC- rural MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO LEIA TODO O CONTEÚDO DESTE MANUAL ANTES DE INICIAR A INSTALAÇÃO Esta página foi intencionalmente deixada em branco. CUIDADOS NA INSTALAÇÃO

Leia mais

11/06 119-32/00 012807 REV.0. www.britania.com.br sac@britania.com.br Manual de Instruções

11/06 119-32/00 012807 REV.0. www.britania.com.br sac@britania.com.br Manual de Instruções 11/06 119-32/00 012807 REV.0 www.britania.com.br sac@britania.com.br Manual de Instruções CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS INTRODUÇÃO Tensão Corrente Potência/Consumo Freqüência Rotações Diâmetro Área de ventilação

Leia mais

PROTEÇÃO CONTRA DESCARGAS ELETROSTÁTICAS EM PLATAFORMAS DE COLETA DE DADOS

PROTEÇÃO CONTRA DESCARGAS ELETROSTÁTICAS EM PLATAFORMAS DE COLETA DE DADOS PROTEÇÃO CONTRA DESCARGAS ELETROSTÁTICAS EM PLATAFORMAS DE COLETA DE DADOS Alexandre Pinhel Soares Engenheiro do Departamento de Equipamentos Eletroeletrônicos de Furnas Centrais Elétricas S.A. Coordenador

Leia mais

Manual de Instruções Lavadora Tanquinho

Manual de Instruções Lavadora Tanquinho Manual de Instruções Lavadora Tanquinho Lavadora Tanquinho LIBELL 1 - MANUAL DE USUÁRIO Parabéns por ter escolhido a Libell Eletrodomésticos Ltda. para fazer parte do seu dia a dia. Neste manual você encontrará

Leia mais

PdP. Autor: Luís Fernando Patsko Nível: Intermediário Criação: 28/08/2006 Última versão: 18/12/2006

PdP. Autor: Luís Fernando Patsko Nível: Intermediário Criação: 28/08/2006 Última versão: 18/12/2006 TUTORIAL Utilizando uma Fonte de Computador Autor: Luís Fernando Patsko Nível: Intermediário Criação: 28/08/2006 Última versão: 18/12/2006 PdP Pesquisa e Desenvolvimento de Produtos http://www.maxwellbohr.com.br

Leia mais

SPOT RGB MANUAL DE OPERAÇÃO

SPOT RGB MANUAL DE OPERAÇÃO SPOT RGB MANUAL DE OPERAÇÃO INSTRUÇÕES DE SEGURANÇA Este equipamento foi desenvolvido para uso interno. Mantenha-o protegido contra umidade, respingos ou excesso de poeira e calor. Para prevenir fogo ou

Leia mais

Eletricidade e Sonorização - Parte 5 - Filtragem, Estabilização e Suprimento alternativo de energia

Eletricidade e Sonorização - Parte 5 - Filtragem, Estabilização e Suprimento alternativo de energia Eletricidade e Sonorização - Parte 5 - Filtragem, Estabilização e Suprimento alternativo de energia Autor: Fernando Antônio Bersan Pinheiro Já vimos que a energia elétrica que utilizamos pode estar contaminada

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO BEBEDOURO REFRIGERADO CADENCE PURE VITÀ BEB100

MANUAL DO USUÁRIO BEBEDOURO REFRIGERADO CADENCE PURE VITÀ BEB100 MANUAL DO USUÁRIO BEBEDOURO REFRIGERADO CADENCE PURE VITÀ BEB100 Obrigado por adquirir o Bebedouro Pure Vità Cadence, um produto de alta tecnologia, seguro e eficiente. É Muito importante ler atentamente

Leia mais

Placa Acessório Modem Impacta

Placa Acessório Modem Impacta manual do usuário Placa Acessório Modem Impacta Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. A Placa Modem é um acessório que poderá ser utilizado em todas as centrais

Leia mais

PROTEÇÃO CONTRA SOBRE CORRENTES

PROTEÇÃO CONTRA SOBRE CORRENTES 9 PROTEÇÃO CONTRA SOBRE CORRENTES 9.1 INTRODUÇÃO O aumento da temperatura nos condutores de uma instalação elétrica, devido a circulação de corrente (efeito Joule), projetada para o funcionamento normal,

Leia mais

Critérios Construtivos do Padrão de Entrada

Critérios Construtivos do Padrão de Entrada Notas: Critérios Construtivos do Padrão de Entrada A fiação do ramal de saída deve ser a mesma fiação do ramal de entrada. O padrão de entrada na zona rural deverá ficar no mínimo de 10 metros e no máximo

Leia mais

Motocicleta Elétrica para Crianças TF-840

Motocicleta Elétrica para Crianças TF-840 Motocicleta Elétrica para Crianças TF-840 Manual para Instalação e Operação Design de simulação de motocicleta Funções para frente e para trás Função de reprodução de música na parte frontal O produto

Leia mais

SOBRE NoBreak s Perguntas e respostas. Você e sua empresa Podem tirar dúvidas antes de sua aquisição. Contulte-nos. E-mail = gsrio@gsrio.com.

SOBRE NoBreak s Perguntas e respostas. Você e sua empresa Podem tirar dúvidas antes de sua aquisição. Contulte-nos. E-mail = gsrio@gsrio.com. SOBRE NoBreak s Perguntas e respostas Você e sua empresa Podem tirar dúvidas antes de sua aquisição. Contulte-nos. E-mail = gsrio@gsrio.com.br O que é um nobreak? A principal função do nobreak é fornecer

Leia mais

Orientações para a falta de Energia Elétrica na residência

Orientações para a falta de Energia Elétrica na residência Orientações para a falta de Energia Elétrica na residência Copyright 2015 Home Health Care Doctor Ser viços Médicos Domiciliares S/S Ltda. Rua Capitão Francisco Teixeira Nogueira, 154 Água Branca Cep:

Leia mais

Manual do Usuário. Climatizador de Ar

Manual do Usuário. Climatizador de Ar Climatizador de Ar SUMÁRIO TERMO DE GARANTIA...03 PRECAUÇÕES DE SEGURANÇA...04 INFORMAÇÕES IMPORTANTES...05 VISTA GERAL DO APARELHO...06 PAINEL DE CONTROLE KC05LFM...07 RETIRADA E LIMPEZA DO FILTRO...08

Leia mais

Prof. Jener Toscano Lins e Silva

Prof. Jener Toscano Lins e Silva Prof. Jener Toscano Lins e Silva *É de fundamental importância a completa leitura do manual e a obediência às instruções, para evitar possíveis danos ao multímetro, ao equipamento sob teste ou choque elétrico

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO DO SUPORTE PARA VEÍCULO CRD TC7X CVCD1 01

GUIA DE INSTALAÇÃO DO SUPORTE PARA VEÍCULO CRD TC7X CVCD1 01 GUIA DE INSTALAÇÃO DO SUPORTE PARA VEÍCULO CRD TC7X CVCD1 01 2 Suporte para Veículo CRD-TC7X-CVCD1-01 A Zebra reserva o direito de fazer alterações em qualquer produto para melhorar a confiabilidade, as

Leia mais

Manutenção de Computadores

Manutenção de Computadores Manutenção de Computadores Assunto a ser estudado: Armazenamento; Energia; Dispositivos de Entrada e Saída; Placa Mãe; Sistema de Arquivo; Processadores; Refrigeração; Memória; Vídeo; Instalação de sistemas

Leia mais

Trabalho sobre No-breaks

Trabalho sobre No-breaks Trabalho sobre No-breaks Grupo: Leandro Porto Cristiano Porto Diego Martins Diogo Rubin Os nobreaks protegem os equipamentos contra quatro problemas principais causados pela variação da energia elétrica.

Leia mais

SKY SHOW Manual de Operações

SKY SHOW Manual de Operações SKY SHOW Manual de Operações INSTRUÇÕES DE SEGURANÇA Este equipamento foi desenvolvido para uso interno. Mantenha-o protegido contra umidade, respingos ou excesso de poeira e calor. Para prevenir fogo

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES

MANUAL DE INSTRUÇÕES ICE MAKER MÁQUINA DE GELO MANUAL DE INSTRUÇÕES Leia atentamente este Manual, antes de usar seu ICE MAKER. Guarde-o em local seguro, para futuras consultas. Modelo: NI1000A - (Preto 127V) / NI1000B (Preto

Leia mais