Microprocessadores II - ELE 1084

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Microprocessadores II - ELE 1084"

Transcrição

1 Microprocessadores II - ELE 1084 CAPÍTULO III OS PROCESSADORES

2 3.1 Gerações de Processadores

3 3.1 Gerações de Processadores Primeira Geração (P1) Início da arquitetura de 16 bits CPU 8086 e 8088; Arquiteturas PC e PC-XT SO DOS ( Microsoft); Outros Fabricantes: AMD, Harris, Hitachi, NEC, IBM e microcontroladores e sistemas embarcados; Segunda Geração (P2) Processador 80286; Arquitetura PC-AT e Barramento ISA; 24 bits de endereçamento;

4 3.1 Gerações de Processadores Segunda Geração (P2)... Continuação 24 bits de endereçamento; Modos Real e Protegido; Ambiente DOS; Primeiros Chipsets. Terceira Geração (P3) CPU bits; Arquitetura PC AT 386 Compaq; Modos Real, Protegido; 386 DX (32 bits) e 386 SX (16 bits);

5 3.1 Gerações de Processadores Terceira Geração (P3) cont.. CPU bits; Primeiras Memórias Caches; Clones Am386 da AMD, 386SLC da IBM. Quarta Geração (P4) CPU bits Coprocessador Integrado; 486 DX, 486 SX (+ 487 SX) e Overdrive; 486 DX2 e 486 DX4; Clones Am486 da AMD, 5x85 Cyrix;

6 3.1 Gerações de Processadores Quinta Geração (P5) Pentium (586) 32 bits; Instruções MMX; Concorrente K5 (AMD). Sexta Geração (P6) Pentium Pro Cache na dupla cavidade; Projeto Caro e orientado a 32 bits - servidores; Pentium II hibrido 16 e 32 bits; Versões Celeron e Xeon; Recursos 3D Pentium III;

7 3.1 Gerações de Processadores Sexta Geração (P6) cont... AMD: K6-2, K6-3 Sétima Geração (P7) AMD: Athlon; Intel: Pentium 4; Oitava Geração (P8) Tecnologia Hyper-Threading (HT); Processamento de Programa em Paralelo; Nona Geração (P9) Processadores Integrados no mesmo núcleo (core); EM64T processamento em 64 bits

8 3.1 Gerações de Processadores Nona Geração (P9) Processadores Integrados no mesmo núcleo (core); EM64T processamento em 64 bits; Athlon X2; Phenom X3, Phenom X4; Opteron Quad-Core

9 3.2 - A CPU 80286

10 3.2 - A CPU de Fevereiro linhas de endereço (16 MB de memória) No 8086 era de 1 MB. Relógio mais rápido (6, 8 10, 12, 16, 20 até 25 MHz) Tecnologia CMOS, 1,5 μm, transístores, 1,2 MIPS, encapsulamento PGA de 68 pinos Novas instruções para ambiente multitarefa; Menor número de períodos de relógio por instrução; Em 6 anos, foram vendidos mais de 6 milhões de unidades;

11 3.2 - A CPU Foi usado no AT (Advanced Tecnology) (agosto de 1984, com 80286, 256 KB RAM, floppy de 1,2 MB, $5.469,00) PC XT (1983, 128 KB RAM e HD de 10 MB, $4.995,00), Compatibilidade com o PC-XT, podendo executar todos os softwares desenvolvidos anteriormente e sendo várias vezes mais rápido (0,33 MIPS 4,77 MHz x 1,2 MIPS 6 MHz) Razão dos clocks: 1,26 Execução de instruções de forma mais eficiente: 8086: 12 ciclos; 286: 4,5 ciclos; 286 manuseia dados de 16 bits com o barramento externo

12 3.2 - A CPU Modo Real: atua como um 8086 e é completamente compatível ao nível de código objeto com o 8086 e Modo protegido com um gerenciador de memória integrado: 1 gigabyte de endereço virtual. processador poderia utilizar outras fontes de memória externas para simular memória interna acesso a 16MB de memória de hardware. multitarefa e verificação dos direitos de acesso em uma única instrução,

13 3.2 - A CPU Registradores idênticos aos do 8086 (16 bits) Outros fabricantes montaram clones compatíveis com o PC- AT: Compaq Poucos programas usaram os recursos do (Windows 3.0) multitarefa: caso um programa bloqueasse ou falhasse, não fosse necessário resetar o sistema; o que acontece numa área da memória não afeta os demais programas. DOS inibiu o uso dessa característica No 286 e chips posteriores foi necessário um sistema operacional que trabalhava cooperativamente com o chip para fornecer tal proteção.

14 3.2 - A CPU Coprocessador É o mesmo chip matemático que o 8087, com diferente pinagem; divide internamente a freqüência do clock do sistema por 3; muitos PC-AT rodam com a um terço da velocidade do clock do sistema, que é também igual a 2/3 da velocidade de clock do 80286; o 286 e 287 são assíncronos e a interface entre eles não é tão eficiente como aquela entre o 8088 e 8087; em resumo: o e 8087 tem desempenho semelhante; o ganho no desempenho com a inserção do 8087 era muito superior que aquele obtido com o no sistema com o 286.

15 3.2 - A CPU Coprocessador Coprocessador matemático (Unidade de Ponto Flutuante) ou FPU (Floating Point Unit) ou NPD. Projetados para realizar tarefas específicas: aritmética, ponto flutuante, gráfica Processador passa operandos e operação a ser realizada e recebe resultado; Na sua ausência, processador realiza as operações por software; 80287: Desenvolvido para trabalhar em conjunto com o Encapsulamento DIP (como o 8086) Freqüência de operação deve ser maior ou igual que o

16 3.2 - A CPU Placas-mãe: componentes discretos como controlador de interrupções, controlador de DMA, temporizador, memória CMOS, etc. Atualmente todos integrados ficam num único circuito (chipset).

17 3.3 - A CPU Geração P3

18 3.3 - A CPU Representa a mudança mais significativa desde o primeiro PC; Migração para sistemas de 32 bits: cerca de 10 anos antes de serem efetivamente utilizados; Velocidades 16, 20, 25, 33 MHz. clones da AMD e da Cyrix atingiram um máximo de 40 MHZ; CMOS, 1,5 e 1,0 microns, transistores em VLSI, 132 pinos, 400 ma; Processador 386DX primeiro a ser introduzido pela Intel; endereçamento de 4 GB e memória virtual de 64 TB. Introduzido em 1985 e usado efetivamente entre 1986 e Compaq Deskpro 386 e linha PS/2 Model 80 da IBM Pode executar as instruções do 8086/8088 no modo real em menos ciclos de clock

19 3.3 - A CPU memory management unit (MMU). Pode chavear entre os modos protegido e real por software Apresentava o modo virtual que possibilitava que diversas sessões do modo real fossem executadas simultaneamente no modo protegido No modo protegido é totalmente compatível com o 286. Modo protegido: modo nativo: projetado para sistemas operacionais como o OS/2 e Windows NT, que só rodam nesse modo Modo Virtual: o 386 podia executar proteção de memória com hardware enquanto simulava operações no modo real; Programas DOS podiam ser executados simultaneamente, em áreas de memória protegida.

20 3.3 - A CPU Foram fabricados outros tipos de 386: Processador 386SX: projetado para atender sistemas baseados no 286 sistemas de 16 bits externos e 32 bits internos; usa 24 bits de endereços (16 MB); Esta CPU sinalizou o fim do 286 devido a MMU superior e existência do Modo Virtual; O 386SX não era compatível pino a pino com o 286 e não podia ser substituído diretamente no mesmo soquete; Processador 386SL: variação do 386 para sistemas em laptop gerenciamento de potência e modos de espera para conservar energia; Cache de 16 a 64 KB, transístores.

21 21/48

22 3.3 - A CPU Coprocessador 80387: processador matemático de alto desempenho, desenvolvido para trabalhar com o Projetado para trabalhar a mesma velocidade da CPU 387DX: projetado para o 386DX 387SX: projetado para o 386SX, SL ou SLC

23 3.3 - A CPU 80386

24 3.3 - A CPU 80386

25 3.3 - A CPU 80386

26 3.3 - A CPU 80386

27 3.3 - A CPU 80386

28 3.3 - A CPU 80386

29 29/48

30 3.3 - A CPU 80386

31 3.3 - A CPU 80386

32 Família P4

33 3.4 - A CPU DX: Abril de 1989, com 1,2 milhões de transístores; Velocidades de 25, 33, 50 MHz, PGA de alimentação de 5 V (posteriormente, com 3,3 V e 208 pinos Família SL) CMOS, 32 bits registradores, dados e de endereços Endereçamento de 4GB de memória física e 64 TB de memória virtual (como o 386DX) Representou grande avanço em relação ao 386 e promoveu grande crescimento na industria de software (Windows e OS/2)

34 3.4 - A CPU principais características deram ao 486 o dobro de velocidade de um 386 de mesma velocidade: 1. Reduzido tempo de execução de instrução: instrução executada em dois ciclos (mais que 4 no 386); 2. Memória Cachê Interna (Level L1) de 8 KB. Construída no núcleo do processador, com taxa de acerto de mais de 90 %. 3. Ciclos de memória no modo estendido (burst-mode): transferência de 4 bytes tomam dois ciclos de clock os próximos 12 bytes podem ser transferidos em um ciclo de clock para cada 4 bytes; 16 bytes são transferidos usando-se 5 ciclos (ao invés de 8) 4. Coprocessador matemático avançado embutido: execução síncrona: desempenho de 3 a 4 vezes mais rápido que um 387 externo

35 3.4 - A CPU Acentuou o uso das Interfaces Gráficas Integra coprocessador matemático, controlador de cache e cache num único chip. Projetado para ser atualizado: DX2, DX4 e Overdrive. Contém a CPU, unidade de ponto flutuante, unidade de gerenciamento da memória,e controlador de cachê de 8 KB (RAM). Compatível com todos os processadores da Intel e tem diversas instruções adicionais (controle da cachê)

36 3.4 - A CPU Suporta os modos Real, Protegido e Virtual. Modo Real: executa programas desenvolvidos para o 8086; Modo Protegido: oferece paginação de memória e chaveamento de programas; Modo Virtual: executa programas DOS e simula o 8086 no mode real. Sob Windows ou OS/2 pode rodar programas de 16 ou 32 bits simultaneamente com proteção de memória

37 3.4 - A CPU Pipeline

38 3.4 - A CPU Pipeline

39 3.4 - A CPU DX Pipeline

40 3.4 - A CPU SX Pipeline

41 3.4 - A CPU 80486

42 3.4 - A CPU Outras CPUs 486SL: processador que incorporava uma arquitetura para gerenciamento de potencia, permitia baixa consumo de potência (laptops ou notebook) 486SX Abril de 1991, versão de baixo custo, sem o coprocessador (alguns eram 486 DX com o coprocessador desabilitado) 487SX Processador 486DX, pois desabilita o 486SX, servindo de degrau para o DX2 e Overdrive.

43 3.4 - A CPU Outras CPUs 486DX 50 MHZ: Problemas em Chipsets e placamãe interferência eletromagnética pouco utilizado;

44 3.4 - A CPU Outras CPUS DX2/OverDrive Março de 1992 foi introduzido o DX2: processadores com velocidade dobrada Maio de 1992: Overdrive ( para 486SX) DX2/OverDrive roda no dobro da velocidade apenas internamente ao processador na mesma placa-mãe. 40MHz DX2 / OverDrive para sistemas de 16 e 20MHz 50MHz DX2 / OverDrive para sistemas de 25MHz - 80% do desempenho do 486-DX 50 MHz 66MHz DX2 / OverDrive para sistemas de 33MHz DX4: 3.3V, com multiplicador de clock 2x, 2.5x, ou 3x Pentium OverDrive para 486SX2 e DX2 1995

45 3.4 - A CPU Flags

46 3.4 - A CPU Flags Revista Byte a

47 3.4 - A CPU Flags Revista Byte 1993 Julho - a

48 3.4 - A CPU Flags Revista Byte 1993 Julho - b

49 3.4 - A CPU Flags Revista Byte 1994 Agosto - a

50 3.5 Resumo Geral

51 3.5 Resumo Geral

52

53

54

55 55/48

56 56/48

57 57/48

58 58/48

59 59/48

Microprocessadores II - ELE 1084

Microprocessadores II - ELE 1084 Microprocessadores II - ELE 1084 CAPÍTULO III OS PROCESSADORES 3.1 Gerações de Processadores 3.1 Gerações de Processadores Primeira Geração (P1) Início da arquitetura de 16 bits CPU 8086 e 8088; 20 bits

Leia mais

Microprocessadores II - ELE 1084

Microprocessadores II - ELE 1084 Microprocessadores II - ELE 1084 CAPÍTULO III PROCESSADORES P5 3.1 Gerações de Processadores 3.1 Gerações de Processadores Quinta Geração (P5) Pentium (586) 32 bits; Instruções MMX; Concorrente K5 (AMD).

Leia mais

A história do Processadores O que é o processador Características dos Processadores Vários tipos de Processadores

A história do Processadores O que é o processador Características dos Processadores Vários tipos de Processadores A história do Processadores O que é o processador Características dos Processadores Vários tipos de Processadores As empresas mais antigas e ainda hoje no mercado que fabricam CPUs é a Intel, AMD e Cyrix.

Leia mais

HARDWARE Montagem e Manutenção de Computadores Instrutor: Luiz Henrique Goulart 15ª AULA OBJETIVOS: PROCESSADORES EVOLUÇÃO / GERAÇÕES BARRAMENTO (BITS) FREQÜÊNCIA (MHZ) OVERCLOCK ENCAPSULAMENTO APOSTILA

Leia mais

Sumário. Velocidade do processador. Velocidade do processador. Velocidade do processador. Velocidade do processador. Manutenção de Hardware.

Sumário. Velocidade do processador. Velocidade do processador. Velocidade do processador. Velocidade do processador. Manutenção de Hardware. Manutenção de Hardware Sumário CPU Clock Interno e Externo Palavra binária Cronologia dos processadores Multiplicação de clock Tipos de soquetes e famílias de processadores Tecnologias proprietárias de

Leia mais

Sumário. Manutenção de Hardware. Clock

Sumário. Manutenção de Hardware. Clock Manutenção de Hardware CPU Reinaldo Gomes reinaldo@cefet-al.br Clock Interno e Externo Sumário Palavra binária Cronologia dos processadores Multiplicação de clock Tipos de soquetes e famílias de processadores

Leia mais

AULA4: PROCESSADORES. Figura 1 Processadores Intel e AMD.

AULA4: PROCESSADORES. Figura 1 Processadores Intel e AMD. AULA4: PROCESSADORES 1. OBJETIVO Figura 1 Processadores Intel e AMD. Conhecer as funcionalidades dos processadores nos computadores trabalhando suas principais características e aplicações. 2. INTRODUÇÃO

Leia mais

Processadores. Prof. Alexandre Beletti Ferreira

Processadores. Prof. Alexandre Beletti Ferreira Processadores Prof. Alexandre Beletti Ferreira Introdução O processador é um circuito integrado de controle das funções de cálculos e tomadas de decisão de um computador. Também é chamado de cérebro do

Leia mais

Manutenção de Computadores Montagem de microcomputadores: Entendendo melhor os processadores. Professor: Francisco Ary

Manutenção de Computadores Montagem de microcomputadores: Entendendo melhor os processadores. Professor: Francisco Ary Manutenção de Computadores Montagem de microcomputadores: Entendendo melhor os processadores Professor: Francisco Ary Introdução O processador é um dos componentes mais importantes (e geralmente o mais

Leia mais

Hardware de Computadores

Hardware de Computadores Placa Mãe Hardware de Computadores Introdução Placa-mãe, também denominada mainboard ou motherboard, é uma placa de circuito impresso eletrônico. É considerado o elemento mais importante de um computador,

Leia mais

Cap. 5 - Microprocessadores

Cap. 5 - Microprocessadores Cap. 5 - Microprocessadores Arquitectura de Computadores 2010/2011 Licenciatura em Informática de Gestão Dora Melo (Responsável) Originais cedidos gentilmente por António Trigo (2009/2010) Instituto Superior

Leia mais

Hardware. Objetivos da aula. Fornecer exemplos de processadores Intel. Esclarecer as diferenças e as tecnologias embutidas nos processadores Intel.

Hardware. Objetivos da aula. Fornecer exemplos de processadores Intel. Esclarecer as diferenças e as tecnologias embutidas nos processadores Intel. Hardware UCP Unidade Central de Processamento Características dos processadores Intel Disciplina: Organização e Arquitetura de Computadores Prof. Luiz Antonio do Nascimento Faculdade Nossa Cidade Objetivos

Leia mais

29/3/2011. Primeira unidade de execução (pipe U): unidade de processamento completa, capaz de processar qualquer instrução;

29/3/2011. Primeira unidade de execução (pipe U): unidade de processamento completa, capaz de processar qualquer instrução; Em 1993, foi lançada a primeira versão do processador Pentium, que operava a 60 MHz Além do uso otimizado da memória cache (tecnologia já amadurecida) e da multiplicação do clock, o Pentium passou a utilizar

Leia mais

Técnicas de Manutenção de Computadores

Técnicas de Manutenção de Computadores Técnicas de Manutenção de Computadores Professor: Luiz Claudio Ferreira de Souza Processadores É indispensável em qualquer computador, tem a função de gerenciamento, controlando todas as informações de

Leia mais

Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET

Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET Hardware de Computadores Questionário II 1. A principal diferença entre dois processadores, um deles equipado com memória cache o

Leia mais

Aula 11 27/10/2008 Universidade do Contestado UnC/Mafra Sistemas de Informação Arquitetura de Computadores Prof. Carlos Guerber PROCESSADOR INTRODUÇÃO

Aula 11 27/10/2008 Universidade do Contestado UnC/Mafra Sistemas de Informação Arquitetura de Computadores Prof. Carlos Guerber PROCESSADOR INTRODUÇÃO Aula 11 27/10/2008 Universidade do Contestado UnC/Mafra Sistemas de Informação Arquitetura de Computadores Prof. Carlos Guerber PROCESSADOR INTRODUÇÃO O processador é um dos componentes que mais determina

Leia mais

CPU Unidade Central de Processamento. História e progresso

CPU Unidade Central de Processamento. História e progresso CPU Unidade Central de Processamento História e progresso O microprocessador, ou CPU, como é mais conhecido, é o cérebro do computador e é ele que executa todos os cálculos e processamentos necessários,

Leia mais

Processadores. Fabricantes dos processadores: Intel e AMD

Processadores. Fabricantes dos processadores: Intel e AMD Processadores Os processadores (ou CPUs, de Central Processing Unit) são chips responsáveis pela execução de cálculos, decisões lógicas e instruções que resultam em todas as tarefas que um computador pode

Leia mais

Bits internos e bits externos. Barramentos. Processadores Atuais. Conceitos Básicos Microprocessadores. Sumário. Introdução.

Bits internos e bits externos. Barramentos. Processadores Atuais. Conceitos Básicos Microprocessadores. Sumário. Introdução. Processadores Atuais Eduardo Amaral Sumário Introdução Conceitos Básicos Microprocessadores Barramentos Bits internos e bits externos Clock interno e clock externo Memória cache Co-processador aritmético

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO MANUTENÇÃO

IDENTIFICAÇÃO MANUTENÇÃO IDENTIFICAÇÃO MANUTENÇÃO ESTRUTURA DOS MICROS PADRÃO PC AULA 01 Sobre aula 1 Números binários e hexadecimais Dispositivos digitais e analógicos Circuitos integrados Estrutura dos micros padrão PC Micros

Leia mais

Microprocessadores II - ELE 1084

Microprocessadores II - ELE 1084 Microprocessadores II - ELE 1084 CAPÍTULO III PROCESSADORES P5 3.1 Gerações de Processadores 3.1 Gerações de Processadores Quinta Geração (P5) Pentium (586) 32 bits; Instruções MMX; Concorrente K5 (AMD).

Leia mais

A Intel e a AMD são os mais conhecidos fabricantes de processadores ambos tiveram a sua evolução em termos de fabrico de processadores

A Intel e a AMD são os mais conhecidos fabricantes de processadores ambos tiveram a sua evolução em termos de fabrico de processadores A Intel e a AMD são os mais conhecidos fabricantes de processadores ambos tiveram a sua evolução em termos de fabrico de processadores De seguida mencionamos a evolução de ambos os fabricantes Intel 8086

Leia mais

ENIAC (Electronic Numerical Integrator Analyzer and Computer)

ENIAC (Electronic Numerical Integrator Analyzer and Computer) No final do século XIX os computadores mecânicos, que realizavam cálculos através de um sistema de engrenagens, acionado por uma manivela ou outro sistema mecânico qualquer. PROF. MARCEL SANTOS SILVA O

Leia mais

Organização de Computadores 2005/2006 Processadores Intel

Organização de Computadores 2005/2006 Processadores Intel Organização de Computadores 2005/2006 Processadores Intel Paulo Ferreira paf a dei.isep.ipp.pt Março de 2006 Pré História 2 8080.............................................................................................

Leia mais

PROCESSADOR. Montagem e Manutenção de Microcomputadores (MMM).

PROCESSADOR. Montagem e Manutenção de Microcomputadores (MMM). PROCESSADOR Montagem e Manutenção de Microcomputadores (MMM). INTRODUÇÃO O processador é o C.I. mais importante do computador. Ele é considerado o cérebro do computador, também conhecido como uma UCP -

Leia mais

Universidade Tuiuti do Paraná Faculdade de Ciências Exatas Hardware. Arquitetura básica de Processadores. Profº André Luiz andreluizsp@gmail.

Universidade Tuiuti do Paraná Faculdade de Ciências Exatas Hardware. Arquitetura básica de Processadores. Profº André Luiz andreluizsp@gmail. Universidade Tuiuti do Paraná Faculdade de Ciências Exatas Hardware Arquitetura básica de Processadores Profº André Luiz andreluizsp@gmail.com 1 Microprocessador Ao comprar um desktop ou notebook, quase

Leia mais

Capítulo 1 Introdução

Capítulo 1 Introdução Capítulo 1 Introdução Programa: Seqüência de instruções descrevendo como executar uma determinada tarefa. Computador: Conjunto do hardware + Software Os circuitos eletrônicos de um determinado computador

Leia mais

História. Pioneiros AMD

História. Pioneiros AMD História Pioneiros AMD Marco na História 1969 AMD estabelece sede em Sunnyvale, Califórnia. 1970 AMD lança seu primeiro contador Lógico. 1982 A pedido da IBM, AMD assina um acordo para servir como uma

Leia mais

Capítulo. Processadores descontinuados

Capítulo. Processadores descontinuados Capítulo 6 Processadores descontinuados Para entender a fundo os processadores modernos, você precisa estudar também este capítulo sobre processadores mais antigos. Aqui explicarmos todos os avanços tecnológicos

Leia mais

Capítulo 2. AMD K6, K6-2, K6-III Super 7 Cyrix MII / 6x86 / 6x86MX Super 7 ou Socket 7 AMD K5, Pentium, Pentium MMX Socket 7

Capítulo 2. AMD K6, K6-2, K6-III Super 7 Cyrix MII / 6x86 / 6x86MX Super 7 ou Socket 7 AMD K5, Pentium, Pentium MMX Socket 7 Processadores Capítulo 2 O processador e o seu soquete Existem vários processadores para PCs. A maioria deles são produzidos pela Intel e AMD. É preciso levar em conta que cada processador exige um tipo

Leia mais

SIS17 - Arquitetura de Computadores. Introdução (Parte III)

SIS17 - Arquitetura de Computadores. Introdução (Parte III) SIS17 - Arquitetura de Computadores Introdução (Parte III) Espectro Computacional (Visão Geral) Servidor Estações de Trabalho Mainframe Supercomputador TIPO Computadores de uso comum (pequenos chips) Computadores

Leia mais

ORGANIZACÃO DE COMPUTADORES PROCESSADORES CHIPS TRANSISTORES

ORGANIZACÃO DE COMPUTADORES PROCESSADORES CHIPS TRANSISTORES PROCESSADORES CHIPS TRANSISTORES O que é um chip? - conhecido como circuito integrado; - pequeno e fino pedaço de silício no qual os transistores, que formam o microprocessador, foram encapsulados; - processadores

Leia mais

Processadores clock, bits, memória cachê e múltiplos núcleos

Processadores clock, bits, memória cachê e múltiplos núcleos Processadores clock, bits, memória cachê e múltiplos núcleos Introdução Os processadores (ou CPUs, de Central Processing Unit) são chips responsáveis pela execução de cálculos, decisões lógicas e instruções

Leia mais

1.3. Componentes dum sistema informático HARDWARE SOFTWARE

1.3. Componentes dum sistema informático HARDWARE SOFTWARE 1.3. Componentes dum sistema informático Computador Sistema Informático HARDWARE SOFTWARE + Periféricos Sistema Operativo Aplicações HARDWARE - representa todos os componentes físicos de um sistema informático,

Leia mais

AULA1 Introdução a Microprocessadores gerais

AULA1 Introdução a Microprocessadores gerais AULA1 Introdução a Microprocessadores gerais Disciplina: Aplicações Avançadas de Microprocessadores (AAM) Prof. Eduardo Henrique Couto ehcouto@hotmail.com 2014/1 Apresentação do Professor: Cronograma:

Leia mais

Processador ( CPU ) E/S. Memória. Sistema composto por Processador, Memória e dispositivos de E/S, interligados por um barramento

Processador ( CPU ) E/S. Memória. Sistema composto por Processador, Memória e dispositivos de E/S, interligados por um barramento 1 Processadores Computador Processador ( CPU ) Memória E/S Sistema composto por Processador, Memória e dispositivos de E/S, interligados por um barramento 2 Pastilha 3 Processadores (CPU,, Microcontroladores)

Leia mais

Evolução dos Microcomputadores PC

Evolução dos Microcomputadores PC Evolução dos Microcomputadores PC O IBM PC, ou Personal Computer (Computador Pessoal), surgiu em 1981 e se tornou um padrão de microcomputador, o qual passou a ter uma evolução muito rápida, e difícil

Leia mais

Processadores de Núcleo Duplo

Processadores de Núcleo Duplo Processadores de Núcleo Duplo Autor: Fernando Galdino de Moraes Processadores de Núcleo Duplo A sensação desta edição do IDF foi, sem dúvida alguma, o anúncio e a demonstração pública dos processadores

Leia mais

Microprocessadores. Prof. Leonardo Barreto Campos 1

Microprocessadores. Prof. Leonardo Barreto Campos 1 Microprocessadores Prof. Leonardo Barreto Campos 1 Sumário Introdução; Arquitetura de Microprocessadores; Unidade de Controle UC; Unidade Lógica Aritméticas ULA; Arquitetura de von Neumann; Execução de

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS PRONATEC

FACULDADE PITÁGORAS PRONATEC FACULDADE PITÁGORAS PRONATEC DISCIPLINA: ARQUITETURA DE COMPUTADORES Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos carlos@oficinadapesquisa.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Objetivos Ao final desta apostila,

Leia mais

Introdução à Ciência da Computação

Introdução à Ciência da Computação UESC Introdução à Ciência da Computação Dispositivos de entrada CPU Memória Dispositivos de saída Fluxo de Informações Central Processing Unit - CPU Unidade Central de Processamento - UCP Responsável

Leia mais

TABELA DE PROCESSADORES TABELA DE ESPECIFICAÇÕES DE PROCESSADORES

TABELA DE PROCESSADORES TABELA DE ESPECIFICAÇÕES DE PROCESSADORES TABELA DE ESPECIFICAÇÕES DE PROCESSADORES A intenção da presente Tabela é concentrar numa única fonte de consulta as informações sobre processadores, a partir da sua Quinta Geração, e suas principais características,

Leia mais

Hardware - Microprocessador

Hardware - Microprocessador Introdução Um microprocessador é um circuito integrado encarregue de executar as instruções de todos os programas armazenados na memória. É o motor que põe tudo a trabalhar desde o momento em que se liga

Leia mais

Curso Técnico em Informática. Rafael Barros Sales Tecnólogo em Redes de Computadores Técnico em Informatica CREA/AC

Curso Técnico em Informática. Rafael Barros Sales Tecnólogo em Redes de Computadores Técnico em Informatica CREA/AC Curso Técnico em Informática Rafael Barros Sales Tecnólogo em Redes de Computadores Técnico em Informatica CREA/AC Athlon e Duron O Athlon (em formato de cartucho, com cache L2 externo) Assim como o Pentium

Leia mais

INSTITUTO DE EMPREGO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL, I.P.

INSTITUTO DE EMPREGO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL, I.P. INSTITUTO DE EMPREGO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL, I.P. Centro de Emprego e Formação Profissional da Guarda Curso: Técnico de Informática Sistemas (EFA-S4A)-NS Trabalho Realizado Por: Igor_Saraiva nº 7 Com

Leia mais

Processadores. Guilherme Pontes

Processadores. Guilherme Pontes Processadores Guilherme Pontes Já sabemos o básico! Como já sabemos, o processador exerce uma das mais importantes funções do computador. Vamos agora nos aprofundar em especificações mais técnicas sobre

Leia mais

ARTIGO IV PRINCIPAIS PARTES DA CPU

ARTIGO IV PRINCIPAIS PARTES DA CPU ARTIGO IV PRINCIPAIS PARTES DA CPU Principais partes da CPU: Nos primeiros computadores as partes da CPU eram construídas separadamente, ou seja, um equipamento fazia o papel de unidade lógica e aritmética

Leia mais

Microprocessadores II - ELE 1084

Microprocessadores II - ELE 1084 Microprocessadores II - ELE 1084 CAPÍTULO III PROCESSADORES P5 3.1 Gerações de Processadores 3.1 Gerações de Processadores Primeira Geração (P1) Início da arquitetura de 16 bits CPU 8086 e 8088; Arquiteturas

Leia mais

CPU - Significado CPU. Central Processing Unit. Unidade Central de Processamento

CPU - Significado CPU. Central Processing Unit. Unidade Central de Processamento CPU - Significado CPU Central Processing Unit Unidade Central de Processamento CPU - Função Na CPU são executadas as instruções Instrução: comando que define integralmente uma operação a ser executada

Leia mais

Estrutura e funcionamento de um sistema informático

Estrutura e funcionamento de um sistema informático Estrutura e funcionamento de um sistema informático 2006/2007 Sumário A constituição de um sistema informático: hardware e software. A placa principal. O processador, o barramento e a base digital. Ficha

Leia mais

Hardware Avançado. Laércio Vasconcelos Rio Branco, mar/2007 www.laercio.com.br

Hardware Avançado. Laércio Vasconcelos Rio Branco, mar/2007 www.laercio.com.br Hardware Avançado Laércio Vasconcelos Rio Branco, mar/2007 www.laercio.com.br Avanços recentes em Processadores Chipsets Memórias Discos rígidos Microeletrônica Um processador moderno é formado por mais

Leia mais

Co-processador matemático equivalente ao 80387DX.

Co-processador matemático equivalente ao 80387DX. 5.5 O 80486 A Intel estava tranqüila, pois o 386 é um microprocessador muito bom, no entanto, o público especializado ansiava por um microprocessador novo e mais rápido, para aplicações mais pesadas. E

Leia mais

Arquitetura de Computadores Pentium 4 e PCIe

Arquitetura de Computadores Pentium 4 e PCIe Pentium 4 Arquitetura de Computadores Pentium 4 e PCIe O Pentium 4 é um descendente direto da CPU 8088 usada no IBM PC original. O primeiro Pentium 4 foi lançado em novembro de 2000 com uma CPU de 42 milhõcs

Leia mais

Evolução dos Processadores

Evolução dos Processadores Evolução dos Processadores Comparação das Famílias de Processadores Intel e AMD Rafael Bruno Almeida Instituto de Computação Unicamp rafaelbruno82@gmail.com RESUMO Em 1965 um dos fundadores da Intel, Gordon

Leia mais

Microprocessadores II - ELE 1084 Aula 1

Microprocessadores II - ELE 1084 Aula 1 Microprocessadores II - ELE 1084 Aula 1 Prof. Carlos Antonio Alves SALA 59 Fone 3743-1224 caa@dee.feis.unesp.br 1.1 - INTRODUÇÃO As tecnologias: Válvulas Transistores Circuitos Integrados LSI ( Large-Scale

Leia mais

U E S C. Introdução à Ciência da Computação

U E S C. Introdução à Ciência da Computação U E S C Introdução à Ciência da Computação Roteiro Unidades componentes de hardware CPU UC; ULA; Cache; Registradores. Introdução Informática é a ciência que desenvolve e utiliza a máquina para tratamento,

Leia mais

Evolução das CPUs: Dual e Quad Core

Evolução das CPUs: Dual e Quad Core Evolução das CPUs: Dual e Quad Core Cesar Sposito Mário J. Filho Rodrigo Ferrassa... os computadores sequenciais estão se aproximando do limite físico fundamental em sua energia potencial computacional.

Leia mais

Trabalho de: Alexandre / Paulo / Rui

Trabalho de: Alexandre / Paulo / Rui Trabalho de: Alexandre / Paulo / Rui Índice 1 - CPU-Processador 2 - Chipset Intel/AMD 3 - Cache 4 - Núcleo 5 - CISC/RISC 1. CPU / Processador A unidade central de processamento ou CPU (Central Processing

Leia mais

Automação e Computadores

Automação e Computadores Automação e Computadores MICROCOMPUTADORES Curso Profissional de Técnico de Eletrónica, Automação e Computadores O Computador Hardware Unidades Funcionais de um Sistema Informático Dispositivos de Entrada

Leia mais

Introdução a Informática. Prof.: Roberto Franciscatto

Introdução a Informática. Prof.: Roberto Franciscatto Introdução a Informática Prof.: Roberto Franciscatto 3.1 EXECUÇÃO DAS INSTRUÇÕES A UCP tem duas seções: Unidade de Controle Unidade Lógica e Aritmética Um programa se caracteriza por: uma série de instruções

Leia mais

INFORMÁTICA BÁSICA AULA 02. Docente: Éberton da Silva Marinho e-mail: ebertonsm@gmail.com

INFORMÁTICA BÁSICA AULA 02. Docente: Éberton da Silva Marinho e-mail: ebertonsm@gmail.com 1 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE INFORMÁTICA BÁSICA AULA 02 Docente: Éberton da Silva Marinho e-mail: ebertonsm@gmail.com 04/06/2014 2 SUMÁRIO O computado Componentes

Leia mais

MODULO II - HARDWARE

MODULO II - HARDWARE MODULO II - HARDWARE AULA 01 O Bit e o Byte Definições: Bit é a menor unidade de informação que circula dentro do sistema computacional. Byte é a representação de oito bits. Aplicações: Byte 1 0 1 0 0

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: ARQUITETURA DE COMPUTADORES

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: ARQUITETURA DE COMPUTADORES FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: ARQUITETURA DE COMPUTADORES Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br ESQUEMA EXTERNO DE UM MICROCOMPUTADOR Agora que

Leia mais

Fundamentos de Hardware

Fundamentos de Hardware Fundamentos de Hardware Curso Técnico em Informática SUMÁRIO PROCESSADOR... 3 CLOCK... 4 PROCESSADORES COM 2 OU MAIS NÚCLEOS... 5 NÚCLEOS FÍSICOS E LÓGICOS... 6 PRINCIPAIS FABRICANTES E MODELOS... 6 PROCESSADORES

Leia mais

Sistemas Computacionais

Sistemas Computacionais 2 Introdução Barramentos são, basicamente, um conjunto de sinais digitais com os quais o processador comunica-se com o seu exterior, ou seja, com a memória, chips da placa-mãe, periféricos, etc. Há vários

Leia mais

PROCESSADORES. INTEL x AMD

PROCESSADORES. INTEL x AMD PROCESSADORES INTEL x AMD 1 Microprocessadores Definição: Um microprocessador é um circuito integrado digital que realiza operações matemáticas e lógicas para cumprir determinada tarefa de acordo com uma

Leia mais

Capítulo. Processadores modernos

Capítulo. Processadores modernos Capítulo 7 Processadores modernos É um pouco difícil definir o que é um processador moderno. O que é moderno hoje pode ser obsoleto dentro de dois anos, e ser descontinuado (ou seja, deixar de ser fabricado)

Leia mais

Processador, Memória, disco, periféricos. Adriano Mauro Cansian 2

Processador, Memória, disco, periféricos. Adriano Mauro Cansian 2 Conceitos sobre Computadores Adriano Mauro Cansian André Proto UNESP - São José do Rio Preto http://adriano.acmesecurity.org/lc Neste tópico veremos: Componentes físicos dos computadores O hardware: :

Leia mais

Laboratório de Hardware

Laboratório de Hardware Laboratório de Hardware Um PC é composto por diversos componentes, incluindo o processador, pentes de memória, HD, placa de rede e assim por diante. Prof. Marcel Santos Silva No início, as placas-mãe serviam

Leia mais

Organização de Computadores 1

Organização de Computadores 1 Organização de Computadores 1 3 ARQUITETURA DE VON NEUMANN E DESEMPENHO DE COMPUTADORES Prof. Luiz Gustavo A. Martins Tipos de Arquitetura Arquitetura de von Neumann: Conceito de programa armazenado; Dados

Leia mais

Hardware Básico. Processador. Professor: Wanderson Dantas

Hardware Básico. Processador. Professor: Wanderson Dantas Hardware Básico Processador Professor: Wanderson Dantas Processador Este componente é um dos principais responsáveis pelo desempenho de um computador. Um microprocessador é um chip que contem o que chamamos

Leia mais

Tabela de soquetes para CPU

Tabela de soquetes para CPU Tabela de soquetes para CPU Soquete Número de Pinos Soquete 0 168 Soquete 1 169 Exemplos de Processadores Compatíveis 486 DX 486 DX 486 DX2 486 SX 486 SX2 Soquete 2 238 486 DX 486 DX2 486 SX 486 SX2 Pentium

Leia mais

FUNDAMENTOS DE HARDWARE PROCESSADORES. Professor Carlos Muniz

FUNDAMENTOS DE HARDWARE PROCESSADORES. Professor Carlos Muniz FUNDAMENTOS DE HARDWARE Processadores Apesar de ser o componente principal de um microcomputador, o processador depende da ajuda dos demais componentes. Caso apenas um componente apresente baixo desempenho,

Leia mais

CEFET-RS Curso de Eletrônica

CEFET-RS Curso de Eletrônica CEFET-RS Curso de Eletrônica Organização de Computadores Profs. Sandro Silva & Ulisses Santos sandro@cefetrs.tche.br e uls_br@yahoo.com.br Bibliografia: WEBER, Raul Fernando. Arquitetura de Computadores

Leia mais

Sistema de Computação

Sistema de Computação Sistema de Computação Máquinas multinível Nível 0 verdadeiro hardware da máquina, executando os programas em linguagem de máquina de nível 1 (portas lógicas); Nível 1 Composto por registrados e pela ALU

Leia mais

CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA Menor Duração. 6.1 Modo operacional de processadores com 32bits, 64bits e além...

CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA Menor Duração. 6.1 Modo operacional de processadores com 32bits, 64bits e além... Unidade III 6 ARQUITETURA DE PROCESSADORES 6.1 Modo operacional de processadores com 32bits, 64bits e além... Os dois maiores fabricantes de processadores (Intel e AMD) já lançaram no mercado uma nova

Leia mais

5.7.2 Pentium II slot 1

5.7.2 Pentium II slot 1 5.7.2 Pentium II O processador Pentium II é um processador Intel de 6ª geração que também usa a arquitetura P6. Ao contrário do Pentium Pro, o Pentium II foi direcionado aos usuários caseiros e não ao

Leia mais

Contil Informática. Curso Tecnico em Informatica Rafael Barros Sales Tecnologo em Redes de Computadores Tecnico em Informatica CREA/AC

Contil Informática. Curso Tecnico em Informatica Rafael Barros Sales Tecnologo em Redes de Computadores Tecnico em Informatica CREA/AC Contil Informática Curso Tecnico em Informatica Rafael Barros Sales Tecnologo em Redes de Computadores Tecnico em Informatica CREA/AC Processadores O processador é o cérebro do micro, encarregado de processar

Leia mais

Guilherme Pina Cardim. Relatório de Sistemas Operacionais I

Guilherme Pina Cardim. Relatório de Sistemas Operacionais I Guilherme Pina Cardim Relatório de Sistemas Operacionais I Presidente Prudente - SP, Brasil 30 de junho de 2010 Guilherme Pina Cardim Relatório de Sistemas Operacionais I Pesquisa para descobrir as diferenças

Leia mais

Processadores Parte 1

Processadores Parte 1 Processadores Parte 1 1 Conhecendo os Processadores...3 1.1. Características Básicas...3 1.2. Coprocessador aritmético...3 1.3. Memória Cache...4 1.4. Diferenças na arquitetura...4 1.5. 8088...5 1.6. 80286...5

Leia mais

Capítulo 1. Introdução ao hardware de PCs

Capítulo 1. Introdução ao hardware de PCs Capítulo 1 Introdução ao hardware de PCs Hardware para principiantes Entender hardware a fundo é uma tarefa árdua. São tantos detalhes que o aprendizado pode se tornar bastante difícil. Vamos então facilitar

Leia mais

SSC510 Arquitetura de Computadores. 12ª aula

SSC510 Arquitetura de Computadores. 12ª aula SSC510 Arquitetura de Computadores 12ª aula EVOLUÇÃO DA ARQUITETURA INTEL PROFA. SARITA MAZZINI BRUSCHI 1 Pentium - Modelos 2 Pentium - Arquiteturas Netburst P7 Sétima geração dos processadores da arquitetura

Leia mais

Instituto Politécnico Superior Gaya Engenharia Informática Programação e Computadores

Instituto Politécnico Superior Gaya Engenharia Informática Programação e Computadores Instituto Politécnico Superior Gaya Engenharia Informática Programação e Computadores Tiago Nuno P. Silva Nuno Filipe Soares Indice 1. PLACA MOTHERBOARD... 3 1.1. Padrões de barramento das motherboards...

Leia mais

Arquitetura e Organização de Computadores

Arquitetura e Organização de Computadores Arquitetura e Organização de Computadores Aula 01 Tecnologias e Perspectiva Histórica Edgar Noda Pré-história Em 1642, Blaise Pascal (1633-1662) construiu uma máquina de calcular mecânica que podia somar

Leia mais

Hardware 2. O Gabinete. Unidades Derivadas do BYTE. 1 KB = Kilobyte = 1024B = 2 10 B. 1 MB = Megabyte = 1024KB = 2 20 B

Hardware 2. O Gabinete. Unidades Derivadas do BYTE. 1 KB = Kilobyte = 1024B = 2 10 B. 1 MB = Megabyte = 1024KB = 2 20 B 1 2 MODULO II - HARDWARE AULA 01 OBiteoByte Byte 3 Definições: Bit é a menor unidade de informação que circula dentro do sistema computacional. Byte é a representação de oito bits. 4 Aplicações: Byte 1

Leia mais

CISC RISC Introdução A CISC (em inglês: Complex Instruction Set Computing, Computador com um Conjunto Complexo de Instruções), usada em processadores Intel e AMD; suporta mais instruções no entanto, com

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: ARQUITETURA DE COMPUTADORES

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: ARQUITETURA DE COMPUTADORES FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: ARQUITETURA DE COMPUTADORES Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br ESQUEMA DE UM COMPUTADOR Uma Unidade Central de

Leia mais

ARQUITETURA E ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES. Prof. André Dutton

ARQUITETURA E ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES. Prof. André Dutton ARQUITETURA E ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES Prof. André Dutton EMENTA: Conceitos fundamentais e histórico da ciência da computação; Histórico dos computadores, evolução e tendências; Modalidades de computadores

Leia mais

Duo Core Autor: Luciano Pinheiro dos Santos

Duo Core Autor: Luciano Pinheiro dos Santos 3 Duo Core Autor: Luciano Pinheiro dos Santos 4 História do Core Duo A idéia de processamento duplo adota-se já faz tempo. Esse emprego é mais perceptível nos computadores de grande porte, servidores ou

Leia mais

Informática. Aulas: 01 e 02/12. Prof. Márcio Hollweg. www.conquistadeconcurso.com.br. Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM.

Informática. Aulas: 01 e 02/12. Prof. Márcio Hollweg. www.conquistadeconcurso.com.br. Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM. Informática Aulas: 01 e 02/12 Prof. Márcio Hollweg UMA PARCERIA Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM.BR Visite a loja virtual www.conquistadeconcurso.com.br MATERIAL DIDÁTICO EXCLUSIVO

Leia mais

Organização de Computadores 2005/2006 Processadores Intel

Organização de Computadores 2005/2006 Processadores Intel GoBack Organização de Computadores 2005/2006 Processadores Intel Paulo Ferreira paf a dei.isep.ipp.pt Março de 2006 ORGC Processadores Intel slide 1 Pré 8080 8086 80286 Pré ORGC Processadores Intel slide

Leia mais

ARQUITETURA DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br

ARQUITETURA DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br - Aula 3 - ORGANIZAÇÃO DE SISTEMAS COMPUTACIONAIS - PROCESSADORES 1. INTRODUÇÃO Um computador eletrônico digital é um sistema composto por um conjunto de processadores, memórias e dispositivos de entrada/saída

Leia mais

Microprocessadores II - ELE 1084

Microprocessadores II - ELE 1084 Microprocessadores II - ELE 1084 CAPÍTULO III PROCESSADORES P5 e P6 3.1 Gerações de Processadores 3.1 Gerações de Processadores Primeira Geração (P1) Início da arquitetura de 16 bits CPU 8086 e 8088; Arquiteturas

Leia mais

Componentes de um computador. CPU Cache de Memória Barramento Armazenamento

Componentes de um computador. CPU Cache de Memória Barramento Armazenamento Componentes de um computador Memória CPU Cache de Memória Barramento Armazenamento Memória A memória, também chamada de memória de acesso aleatório, ou RAM (Random Access Memory). Armazena temporariamente

Leia mais

ARQUITETURA DE COMPUTADORES

ARQUITETURA DE COMPUTADORES 01001111 01110010 01100111 01100001 01101110 01101001 01111010 01100001 11100111 11100011 01101111 00100000 01100100 01100101 00100000 01000011 01101111 01101101 01110000 01110101 01110100 01100001 01100100

Leia mais

Diminui o gargalo existente entre processador e memória principal; 5 a 10 vezes mais rápidas que a memória principal; Ligada diretamente à MP;

Diminui o gargalo existente entre processador e memória principal; 5 a 10 vezes mais rápidas que a memória principal; Ligada diretamente à MP; Diminui o gargalo existente entre processador e memória principal; Diferença de velocidade 5 a 10 vezes mais rápidas que a memória principal; Ligada diretamente à MP; Tecnologia semelhante à da CPU e,

Leia mais

Aplicativos Informatizados da Administração. Hardware A evolução e o impacto dos computadores nas áreas de negócios.

Aplicativos Informatizados da Administração. Hardware A evolução e o impacto dos computadores nas áreas de negócios. Aplicativos Informatizados da Administração Hardware A evolução e o impacto dos computadores nas áreas de negócios. Habilidades, Competências e Bases Tecnológicas Bases tecnológicas: Fundamentos de equipamentos

Leia mais

INSTALAÇÃO e MANUTENÇÃO de MICRO COMPUTADORES

INSTALAÇÃO e MANUTENÇÃO de MICRO COMPUTADORES INSTALAÇÃO e MANUTENÇÃO de MICRO COMPUTADORES 2010/2011 1 Processador O microprocessador, popularmente conhecido como processador, é um circuito integrado que realiza as funções de cálculo e tomada de

Leia mais

CPU Fundamentos de Arquitetura de Computadores. Prof. Pedro Neto

CPU Fundamentos de Arquitetura de Computadores. Prof. Pedro Neto Fundamentos de Arquitetura de Computadores Prof. Pedro Neto Aracaju Sergipe - 2011 Conteúdo 4. i. Introdução ii. O Trabalho de um Processador iii. Barramentos iv. Clock Interno e Externo v. Bits do Processador

Leia mais