ENTUPIMENTO DE GOTEJADORES EM FUNÇÃO DO USO DA FERTIRRIGAÇÃO E CONTROLE COM ÁCIDO FOSFÓRICO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ENTUPIMENTO DE GOTEJADORES EM FUNÇÃO DO USO DA FERTIRRIGAÇÃO E CONTROLE COM ÁCIDO FOSFÓRICO"

Transcrição

1 ENTUPIMENTO DE GOTEJADORES EM FUNÇÃO DO USO DA FERTIRRIGAÇÃO E CONTROLE COM ÁCIDO FOSFÓRICO Gabiane S. Santos 1, Pedro R. F. de Medeiros 2, Elton C. P. V. A. Teles 3, Dayane R. Gonçalves 3, Roberto C. Nascimento 3 RESUMO: O objetivo do trabalho foi avaliar o entupimento de gotejadores em função do uso na fertirrigação, e a tentativa de controle do entupimento utilizando ácido fosfórico. O trabalho foi realizado no Laboratório de Irrigação da UNIVASF, Campus Juazeiro/BA. Foram realizados testes de vazão em linhas de irrigação com emissores usados há 5 anos na cultura da uva, advindas do Perímetro irrigado Nilo Coelho, Petrolina-PE. Como principais resultados, os valores de vazão relativa e grau de entupimento foram praticamente constantes durante o período avaliado; os coeficientes de uniformidade ficaram acima dos 90%; os valores do coeficiente de Hart não foram tão próximos de Christiansen, demonstrando que a lâmina de água aplicada não apresentou uma distribuição normal; e o uso do ácido fosfórico não foi eficiente, sendo necessário um melhor ajuste na metodologia aplicada. Palavras chaves: Irrigação Localizada, Fertilizantes, Desobstrução de emissores. LOGGING OF DRIPPERS FERTIRRIGATION IN THE USE OF THE FUNCTION AND CONTROL WITH ACID PHOSPHORIC SUMMARY: The objective was to evaluate the clogging of drippers due to the use in fertigation and trying to clogging control using phosphoric acid. The study was conducted in the Laboratory of Irrigation UNIVASF, Campus Juazeiro / BA. Flow tests were performed on irrigation lines with issuers used for 5 years in grape culture, coming from the irrigated perimeter Nilo Coelho, Petrolina-PE. The main results, the relative flow rates and degree of blockage were almost constant during the study period; The uniformity coefficient were above 90%; values Hart coefficient were not as close Christiansen, demonstrating that the applied water depth did not show a normal distribution; and the use of phosphoric acid was not efficient, requiring a better fit in the methodology applied. 1 Mestrando CPGEA/UNIVASF. Campus Juazeiro/BA. 2 Prof. Dr. Adjunto, Colegiado de Engenharia Agrícola e Ambiental, Coordenador do Laboratório de Irrigação, UNIVASF, Campus Juazeiro/BA

2 Keywords: Located irrigation, fertilizers, Clearing issuers. INTRODUÇÃO Em regiões onde a precipitação pluvial não é suficiente para atender às necessidades de água para as plantas, o uso adequado da irrigação torna-se necessária para o completo desenvolvimento das espécies cultivadas (TEIXEIRA, et al., 2014). E a escolha pela irrigação localizada por gotejamento tem sido uma ótima opção, pois a água é fornecida em quantidade e no momento adequado, próximo a zona radicular das plantas. Além disso, a aplicação de fertilizantes via água de irrigação possibilita uma maior eficiência e aproveitamento de nutriente e água pelas plantas (BERNARDO et al., 2006). Nesse sistema de irrigação, existem algumas limitações, como, o pequeno diâmetro que os emissores possuem, e ainda este fato pode ser agravado com a aplicação de fertilizantes via água de irrigação, ocasionando entupimento dos emissores, perda da uniformidade de irrigação ao longo do tempo, e consequentemente, perdas na produtividade (CUNHA et al., 2013). Uma das práticas que tem sido utilizada para desobstrução de emissores é o uso de ácidos, pois diminui as obstruções provocadas por precipitados químicos, reduzindo o ph da água, aumentando a solubilidade desses elementos, mantendo-os em solução (TEIXEIRA, 2006; MEDEIROS et al., 2008; NAKAYAMA &BUCKS, 1986). Assim, o presente trabalho teve como objetivo avaliar o entupimento de gotejadores em função do uso da fertirrigação, e a tentativa de controle do entupimento de emissores utilizando ácido fosfórico. MATERIAL E MÉTODOS O trabalho foi desenvolvido no Laboratório de Irrigação da UNIVASF, Campus de Juazeiro-BA. As linhas de irrigação utilizadas para os testes de uniformidade foram adquiridas do Perímetro irrigado Nilo Coelho, localizado em Petrolina-PE. As mesmas se encontravam com 5 anos de uso na cultura da uva. Em cada linha lateral, foram selecionados 10 emissores. A pressão de serviço foi de 150 kpa. Utilizou-se o método gravimétrico para cálculo de vazão. A água utilizada foi do Rio São Francisco, onde foi adicionada os 1003

3 fertilizantes para a cultura da uva. As fontes foram uréia, cloreto de potássio e superfosfato simples. O bombeamento das águas foi realizado por meio de uma bomba hidráulica de 1 cv acoplada a uma caixa d água de 500 L ligada diretamente à bancada de teste de emissores. Para medir a pressão de serviço utilizou-se um manômetro metálico tipo Bourdon, instalado na saída da bomba. Depois de transcorridas horas de funcionamento do sistema de irrigação, foi dado início à aplicação de ácido fosfórico (PO4H3) a ph 2, para desobstrução dos emissores. O produto agiu por 192 h nas linhas de irrigação com o sistema ligado. Foram analisados os seguintes parâmetros para os dados obtidos, Vazão média dos emissores ( ), Vazão Relativa (Qr), Desvio-padrão ( ),Coeficiente de Variação de Vazão (CVq), Coeficiente de Variação de Vazão (CVq), Grau de Entupimento (GE). Como também, o CUC (Coeficiente de Uniformidade de Christiansen), CUD (Coeficiente de Uniformidade de Distribuição), CUE (Coeficiente de Uniformidade Estatístico), Coeficiente de Uniformidade de Hart (CUH). RESULTADOS E DISCUSSÃO A partir da utilização da água do Rio São Francisco juntamente com as concentrações de fertilizantes recomendados para a cultura da uva, com o tempo de 816 horas de funcionamento do sistema de irrigação (Tabela 1), os valores de vazão relativa foram aumentando, o que ocorreu diretamente um baixo grau de entupimento. Isto pode ter ocorrido, pelas partículas terem desprendido dos emissores, e com isso liberado mais a passagem de água pelos orifícios dos emissores. Tabela 1. Dados médios para emissores usados com 5 anos de uso na cultura da uva, utilizando água tratada urbana (SAAE) e água do Rio São Francisco com adição de fertilizantes na cultura da uva. Água do Rio São Francisco Tratada (SAAE) C/fertilizantes (Uva) Ác. Fosfórico Tempo de Irrigação (h) Parâmetros Emissores Usados Qr (%) 91,26 91,35 89,61 90,43 89,40 80,

4 GE (%) 8,73 9,79 10,39 9,57 10,60 19,31 CUC 97,59 97,59 97,75 97,75 97,75 97,80 CUD 98,17 97,17 97,94 97,52 96,46 95,00 CUH 89,51 86,89 88,93 87,80 85,77 83,70 CUE 98,11 97,11 97,95 97,42 96,62 95,80 Para Carvalho et al. (2015), que avaliaram a susceptibilidade de diferentes tubos gotejadores convencionais ao entupimento por ferro solúvel na água de irrigação via duas qualidades de água (com e sem carga orgânica) e sólidos suspensos (solo), observaram que alguns modelos apresentaram melhor desempenho, mantendo suas vazões praticamente constantes em um tempo de 1368 horas de funcionamento do sistema de irrigação. Com a aplicação do ácido fosfórico por 190 horas de funcionamento, houve diminuição da vazão relativa dos emissores. O que pode ser evidenciado imediatamente um aumento no grau de entupimento, próximo a 20%, considerado um elevado grau de entupimento. O que se pode notar que a utilização do ácido fosfórico não foi eficiente para desobstrução dos emissores, e um dos motivos seria pelo desprendimento das partículas nas paredes das linhas de irrigação, ocasionadas pelo ácido, e essas podem ter se concentrado nas saídas dos emissores, elevando o grau de entupimento. Barros et al. (2009), avaliando a possibilidade da utilização do superfosfato simples via gotejamento, como alternativa ao uso de outros adubos fosfatados, e a tentativa de controle do entupimento utilizando ácido nítrico, observaram em seus resultados que a aplicação do ácido teve efeito negativo na maioria dos tratamentos estudados, elevando o grau de entupimento. Os valores de coeficientes de uniformidade de distribuição de água para os emissores testados, durante o tempo de irrigação avaliado de 1.272h de funcionamento no laboratório de irrigação, e considerando a utilização dos mesmos após 5 anos de uso na fertirrigação na cultura da uva, e após a aplicação do ácido fosfórico, os valores de coeficientes (CUC, CUD e CUE), mantiveram-se na faixa excelente para os emissores avaliados, conforme classificação proposta por Mantovani (2002). Cunha et al. (2013), avaliaram a uniformidade de distribuição da água ao longo do tempo um sistema de gotejamento subsuperficial, e observaram que no tempo de funcionamento de 100 h, dois modelos apresentaram valores de CUD de 91,57 e 93,36%; já no tempo de 200 h apresentaram valores do CUD de 94,09 e 85,96%. Verifica-se que os valores de CUH foram diferentes em relação aos de CUC, indicando que a lâmina aplicada não apresentará uma distribuição normal, pois segundo Rocha et al. 1005

5 (1999), quando a lâmina aplicada pelos emissores tem uma distribuição normal, o CUC será igual ao CUH. Segundo VIEIRA et al (2004), constataram que a aplicação de ácido fosfórico na água para controle do ph junto ao hipoclorito de sódio resultou em melhor uniformidade de aplicação de água pelo sistema de irrigação, devido ao aumento nos valores do coeficiente de uniformidade de distribuição (CUD) e do coeficiente de uniformidade de Christiansen (CUC). CONCLUSÕES Os valores de vazão relativa e grau de entupimento foram praticamente constantes mesmo quando submetido a aplicação de fertirrigação nos emissores usados. Os coeficientes CUC, CUD e o CUE, para emissores usados quanto novos apresentaram valores excelentes, segundo a literatura. A aplicação do ácido fosfórico para desobstrução de emissores usados não foi eficiente, sendo necessário um melhor ajuste na metodologia aplicada. AGRADECIMENTOS À Deus, a Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia de Pernambuco (FACEPE), pela concessão da Bolsa. Agradeço ao Laboratório de Irrigação da UNIVASF Campus Juazeiro/BA. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS BARROS, A. C.; COELHO, R. D.; MEDEIROS, P. R. F.; MELO, R. F.; BARBOZA JUNIOR, C.R.A.; DIAS, S. T. C. Entupimento de gotejadores em função da aplicação de superfosfato simples e ácido nítrico. Engenharia Agrícola, Jaboticabal, v. 29, n. 1, p , BERNARDO, S.; SOARES, A. A.; MANTOVANI, E. C. Manual de irrigação. 8. ed. Viçosa: UFV. 2006, 625p. 1006

6 CARVALHO, L.C.C.; COELHO, R.D.; TEIXEIRA, M.B.; SOARES, F.A.L.; CUNHA, F.N.; SILVA, N. F. Tubos gotejadores convencionais submetidos a aplicação de óxido de ferro via água com carga orgânica e sólidos suspensos. Revista Brasileira de Agricultura Irrigada, v.9, nº.2, p , CUNHA, F. N.; OLIVEIRA, R. C.; SILVA, N. F.; MOURA, L. M. F.; TEIXEIRA, M. B.; GOMES FILHO, R. R. Variabilidade temporal da uniformidade de distribuição em sistema de gotejamento. Revista Brasileira de Agricultura Irrigada, v.7, n. 4, p , MANTOVANI, E. C. AVALIA Manual do usuário. Viçosa: DEA/UFV PNP&D/Café/EMBRAPA p. MEDEIROS, P.R.F.; COELHO, R.D.; BARROS, A.C.; MELO, R.F. Dinâmica do entupimento de gotejadores em função da aplicação de carbonato de potássio. Irriga, Botucatu, v.13, n.2, p , NAKAYAMA, F.S.; BUCKS, D.A. Trickle irrigation of crop: production design, operation and management. Amsterdam: Elsevier, p. ROCHA, E. M. M; COSTA, R.N.T.; MAPURUNGA, S.M.S. CASTRO, P. T. Uniformidade de distribuição água por aspersão convencional na superfície e no perfil do solo. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v.3, n.2, p , TEIXEIRA, M.B. Efeitos de dosagens extremas de cloro e ph na vazão de gotejadores autocompensantes (irrigação localizada) f. Tese (Doutorado em Irrigação e Drenagem) - Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, Universidade de São Paulo, Piracicaba, TEIXEIRA, M.B.; COELHO, R.D.; CUNHA, F.N.; SILVA, N.F. DA.Curva característica da vazão de gotejadores em diferentes temperaturas da água e ação do cloro ou ácido. Fortaleza, CE. Revista Brasileira de Agricultura Irrigada, v.8, nº. 3, p , VIEIRA G.H.S. et al. Recuperação de gotejadores obstruídos devido à utilização de águas ferruginosas. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v.8, n.1, p.1-6,

OBSTRUÇÃO DE EMISSORES UTILIZANDO ÁGUA DO RIO SÃO FRANCISCO COM FERTIRRIGAÇÃO PARA A CULTURA DO MELAO

OBSTRUÇÃO DE EMISSORES UTILIZANDO ÁGUA DO RIO SÃO FRANCISCO COM FERTIRRIGAÇÃO PARA A CULTURA DO MELAO OBSTRUÇÃO DE EMISSORES UTILIZANDO ÁGUA DO RIO SÃO FRANCISCO COM FERTIRRIGAÇÃO PARA A CULTURA DO MELAO D. R. Gonçalves 1,P. R. F. Medeiros 2,G. S. Santos 1, E.C.P.V.A. Teles 1,R. C.Nascimento 1 RESUMO:

Leia mais

ESTIMATIVA DA UNIFORMIDADE EM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO POR GOTEJAMENTO

ESTIMATIVA DA UNIFORMIDADE EM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO POR GOTEJAMENTO ESTIMATIVA DA UNIFORMIDADE EM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO POR GOTEJAMENTO Denise de Jesus Lemos Ferreira 1, Mayra Gislayne Melo de Lima 2, Jordânio Inácio Marques 3 Delfran Batista dos Santos 4, Vera Lúcia Antunes

Leia mais

UNIFORMIDADE DE DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA EM UM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO COM O USO DE ASPERSORES SETORIAIS

UNIFORMIDADE DE DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA EM UM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO COM O USO DE ASPERSORES SETORIAIS UNIFORMIDADE DE DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA EM UM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO COM O USO DE ASPERSORES SETORIAIS W. M. Queiroz 1 ; M. Simeão 2 ; A. R. B. Santos 2 ; F. E. P. Mousinho 3 RESUMO: O trabalho teve como objetivo

Leia mais

Avaliação do sistema de irrigação por aspersão via catch3d

Avaliação do sistema de irrigação por aspersão via catch3d Avaliação do sistema de irrigação por aspersão via catch3d João Paulo Chaves Couto 1, Antônio Ramos Cavalcante 1, Neilon Duarte da Silva 1, Tatyana Keyty de Souza Borges 2 Resumo: A uniformidade de aplicação

Leia mais

DESEMPENHO DE UM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO POR MICROASPERSÃO NA CULTURA DA MANGUEIRA (Mangifera indica L.) EM IGUATU-CE 1

DESEMPENHO DE UM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO POR MICROASPERSÃO NA CULTURA DA MANGUEIRA (Mangifera indica L.) EM IGUATU-CE 1 DESEMPENHO DE UM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO POR MICROASPERSÃO NA CULTURA DA MANGUEIRA (Mangifera indica L.) EM IGUATU-CE 1 G. P. Gomes 2 ; M. M. Pereira 3 ; E. P. Miranda 4 ; K. A. Duarte 5 ; M. G. Silva 1 ;

Leia mais

Kelly Nascimento Leite 1, Diego Natan Bonifacio Rodrigues 2, Eugenio Paceli de Miranda 3. Raimundo Nonato F. Monteiro 4

Kelly Nascimento Leite 1, Diego Natan Bonifacio Rodrigues 2, Eugenio Paceli de Miranda 3. Raimundo Nonato F. Monteiro 4 AVALIAÇÃO DA UNIFORMIDADE DE DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA EM UM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO LOCALIZADA POR MICROTUBOS, SOB DIFERENTES FATORES: DISPOSIÇÃO EM CAMPO, PRESSÕES E TAMANHOS. Kelly Nascimento Leite 1, Diego

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO HIDRÁULICA DE DIFERENTES MARCAS DE GOTEJADORES

CARACTERIZAÇÃO HIDRÁULICA DE DIFERENTES MARCAS DE GOTEJADORES CARACTERIZAÇÃO HIDRÁULICA DE DIFERENTES MARCAS DE GOTEJADORES Lucas Henrique Lara 1,4 ; Delvio Sandri 2,4 ; Oliver da Silva Porto Bernardes 3,4 1,4 PBIC-UEG, UnUCET 3,4 PVIC-UEG, UnUCET 2,4 Pesquisador

Leia mais

DESEMPENHO DE UM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO POR GOTEJAMENTO GRAVITACIONAL EM CAMPO COM A CULTURA DA ABÓBORA 1

DESEMPENHO DE UM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO POR GOTEJAMENTO GRAVITACIONAL EM CAMPO COM A CULTURA DA ABÓBORA 1 DESEMPENHO DE UM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO POR GOTEJAMENTO GRAVITACIONAL EM CAMPO COM A CULTURA DA ABÓBORA 1 M. Valnir Júnior 2 ; L. S. de Sousa 3 ; C. M. de Carvalho 3 ; M. J.B. Ramos 3, N. de S. Luna 3 ;

Leia mais

AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DE UM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO LOCALIZADO EM CONSÓRCIO DE GRAMINIA COM LEGUMINOSA

AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DE UM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO LOCALIZADO EM CONSÓRCIO DE GRAMINIA COM LEGUMINOSA AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DE UM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO LOCALIZADO EM CONSÓRCIO DE GRAMINIA COM LEGUMINOSA P. FREITAS ALCÂNTARA 1 ; F.T. de ALBUQUERQUE ARAGÃO 2 ; T. V. de ARAÚJO VIANA 3 ; S. ALVES DE SOUSA

Leia mais

AVALIAÇÃO DE UM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO POR GOTEJAMENTO GRAVITACIONAL EM CAMPO COM A CULTURA DA MELANCIA 1

AVALIAÇÃO DE UM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO POR GOTEJAMENTO GRAVITACIONAL EM CAMPO COM A CULTURA DA MELANCIA 1 AVALIAÇÃO DE UM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO POR GOTEJAMENTO GRAVITACIONAL EM CAMPO COM A CULTURA DA MELANCIA 1 M. Valnir Júnior 2 ; L. S. de Sousa 3 ; C. M. de Carvalho 4 ; N. de S. Luna 4 ; O. P. Araújo 4 ;

Leia mais

AVALIAÇÃO DE SISTEMA DE IRRIGAÇÃO LOCALIZADA SOB DIFERENTES VAZÕES E COMPRIMENTO DE MICROTUBOS

AVALIAÇÃO DE SISTEMA DE IRRIGAÇÃO LOCALIZADA SOB DIFERENTES VAZÕES E COMPRIMENTO DE MICROTUBOS AVALIAÇÃO DE SISTEMA DE IRRIGAÇÃO LOCALIZADA SOB DIFERENTES VAZÕES E COMPRIMENTO DE MICROTUBOS Janielle Lima Fernandes 1, Monikuelly Mourato Pereira 2, Gerlange Soares da Silva 3, Gean Duarte da Silva

Leia mais

Manejo de água em cultivo orgânico de banana nanica

Manejo de água em cultivo orgânico de banana nanica Manejo de água em cultivo orgânico de banana nanica Water management in organic cultivation of banana nanica PINTO, José Maria. Embrapa Semiárido, Petrolina, PE, jmpinto@cpatsa.embrapa.br; GALGARO, Marcelo.

Leia mais

AVALIAÇÃO DE UM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO POR MICROASPERSÃO NA CULTURA DO MARACUJÁ (Passiflora sp.)

AVALIAÇÃO DE UM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO POR MICROASPERSÃO NA CULTURA DO MARACUJÁ (Passiflora sp.) AVALIAÇÃO DE UM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO POR MICROASPERSÃO NA CULTURA DO MARACUJÁ (Passiflora sp.) C. F. G. ALVES 1, J. C. B. LUCIO 2, S. M. de MENEZES 2, R. S. de ALMEIDA 2, F. B. da SILVA 2, J. C. da SILVA

Leia mais

AVALIAÇÃO DE SISTEMAS DE IRRIGAÇÃO POR PIVÔ CENTRAL E GOTEJAMENTO, UTILIZADOS NA CAFEICULTURA DA REGIÃO OESTE DA BAHIA 1

AVALIAÇÃO DE SISTEMAS DE IRRIGAÇÃO POR PIVÔ CENTRAL E GOTEJAMENTO, UTILIZADOS NA CAFEICULTURA DA REGIÃO OESTE DA BAHIA 1 AVALIAÇÃO DE SISTEMAS DE IRRIGAÇÃO POR PIVÔ CENTRAL E GOTEJAMENTO, UTILIZADOS NA CAFEICULTURA DA REGIÃO OESTE DA BAHIA 1 Marcelo R. VICENTE 2 E mail: marcelo@irriga.com.br, Everardo C. MANTOVANI 2, André

Leia mais

UNIFORMIDADE EM UM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO FAMILIAR POR GOTEJAMENTO SOB DIFERENTES CARGAS HIDRÁULICAS

UNIFORMIDADE EM UM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO FAMILIAR POR GOTEJAMENTO SOB DIFERENTES CARGAS HIDRÁULICAS UNIFORMIDADE EM UM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO FAMILIAR POR GOTEJAMENTO SOB DIFERENTES CARGAS HIDRÁULICAS F. L. Suszek 1 ; M. A. Vilas Boas 2 ; M. R. Klein 2 ; C. Reis 3 ; C. Ay Moré 4 ; F. D. Szekut 5 RESUMO.

Leia mais

NÚCLEO DE ENGENHARIA DE ÁGUA E SOLO

NÚCLEO DE ENGENHARIA DE ÁGUA E SOLO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA Centro de Ciências Agrárias, Biológicas e Ambientais NÚCLEO DE ENGENHARIA DE ÁGUA E SOLO Vital Pedro da Silva Paz vpspaz@ufba.br Francisco A. C. Pereira pereiras@ufba.br

Leia mais

PRODUTIVIDADE E CRESCIMENTO VEGETATIVO DO CAFEEIRO IRRIGADO, NA REGIÃO DE VIÇOSA-MG, PRIMEIRO ANO DE RESULTADO 1

PRODUTIVIDADE E CRESCIMENTO VEGETATIVO DO CAFEEIRO IRRIGADO, NA REGIÃO DE VIÇOSA-MG, PRIMEIRO ANO DE RESULTADO 1 PRODUTIVIDADE E CRESCIMENTO VEGETATIVO DO CAFEEIRO IRRIGADO, NA REGIÃO DE VIÇOSA-MG, PRIMEIRO ANO DE RESULTADO 1 2 VIEIRA, G. H. S.; 3 MANTOVANI, E. C.; 4 SOARES, A. R.; 5 SOUSA, M. B. A. 1 Trabalho financiado

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias Mestradoe Doutorado

Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias Mestradoe Doutorado UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA Centro de Ciências Agrárias, Ambientais e Biológicas NEAS - Núcleo de Engenharia de Água e Solo Campus Universitário de Cruz das Almas, Bahia Programa de Pós-Graduação

Leia mais

BEHAVIOR OF THE FLOW OF A DRIP TAPE (NETAFIM STREAMLINE 16060) IN FUNCTION DIFFERENT OPERATING PRESSURES

BEHAVIOR OF THE FLOW OF A DRIP TAPE (NETAFIM STREAMLINE 16060) IN FUNCTION DIFFERENT OPERATING PRESSURES COMPORTAMENTO DA VAZÃO DE UMA FITA GOTEJADORA (NETAFIM STREAMLINE 16060) EM FUNÇÃO DE DIFERENTES PRESSÕES DE OPERAÇÃO. J. A. S. Barreto 1, F. de. A. Oliveira 2, T. F. Cirilo 3, R. M. Lima 4, T. S. da Silva

Leia mais

Aplicação de cloro orgânico no tratamento de tubogotejador utilizado na irrigação com água ferruginosa

Aplicação de cloro orgânico no tratamento de tubogotejador utilizado na irrigação com água ferruginosa DOI: 0.4025/actasciagron.v32i.589 Aplicação de cloro orgânico no tratamento de tubogotejador utilizado na irrigação com água ferruginosa Cristiani Campos Martins *, Antônio Alves Soares, Márcio Mota Ramos

Leia mais

INFLUÊNCIA DO ESPAÇAMENTO ENTRE COTONETES NA UNIFORMIDADE DE DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA EM SISTEMA ALTERNATIVO DE IRRIGAÇÃO DE BAIXO CUSTO.

INFLUÊNCIA DO ESPAÇAMENTO ENTRE COTONETES NA UNIFORMIDADE DE DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA EM SISTEMA ALTERNATIVO DE IRRIGAÇÃO DE BAIXO CUSTO. XLIII Congresso Brasileiro de Engenharia Agrícola - CONBEA 2014 Centro de Convenções Arquiteto Rubens Gil de Camillo - Campo Grande -MS 27 a 31 de julho de 2014 INFLUÊNCIA DO ESPAÇAMENTO ENTRE COTONETES

Leia mais

AVALIAÇÃO DO ASPERSOR AGROPOLO SETORIAL MODELO NY-23 S

AVALIAÇÃO DO ASPERSOR AGROPOLO SETORIAL MODELO NY-23 S AVALIAÇÃO DO ASPERSOR AGROPOLO SETORIAL MODELO NY-23 S J. C. M. Deamo 1 ; A. C. Barreto 2 ; O. C. da Cruz 2 RESUMO: Esse trabalho teve por objetivo avaliar o CUC do aspersor Agropolo setorial modelo NY-23

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO HIDRÁULICA E HISTERESE EM TUBOS GOTEJADORES UTILIZADOS NA IRRIGAÇÃO SUBSUPERFICIAL

CARACTERIZAÇÃO HIDRÁULICA E HISTERESE EM TUBOS GOTEJADORES UTILIZADOS NA IRRIGAÇÃO SUBSUPERFICIAL 430 ISSN 1808-3765 CARACTERIZAÇÃO HIDRÁULICA E HISTERESE EM TUBOS GOTEJADORES UTILIZADOS NA IRRIGAÇÃO SUBSUPERFICIAL PEDRO HENRIQUE PINTO RIBEIRO 1 ; MARCONI BATISTA TEIXEIRA 2 ; RUBENS DUARTE COELHO 3

Leia mais

ANALYSIS OF UNIFORMITY COEFFICIENTS ON CENTER PIVOTS INSTALLED IN THE REGION OF SOUTHWEST GOIÁS

ANALYSIS OF UNIFORMITY COEFFICIENTS ON CENTER PIVOTS INSTALLED IN THE REGION OF SOUTHWEST GOIÁS Revista Brasileira de Agricultura Irrigada v.7, nº. 3, p. 181-190, 2013 ISSN 1982-7679 (On-line) Fortaleza, CE, INOVAGRI http://www.inovagri.org.br DOI: 10.7127/rbai.v7n300020 Protocolo 020.13 04/04/2013

Leia mais

DESEMPENHO DE EMISSORES DE BAIXO CUSTO PARA USO EM IRRIGAÇÃO LOCALIZADA

DESEMPENHO DE EMISSORES DE BAIXO CUSTO PARA USO EM IRRIGAÇÃO LOCALIZADA http://dx.doi.org/10.12702/ii.inovagri.2014-a713 DESEMPENHO DE EMISSORES DE BAIXO CUSTO PARA USO EM IRRIGAÇÃO LOCALIZADA F. P. Santos 1, J. C. Texeira 1, E. F. Coelho 2, R. C. Oliveira¹, R. T. M. Araújo¹

Leia mais

IRRIGATION SYSTEM EVALUATION BY KELLER AND KARMELI AND BY DENÍCULI METHODOLOGIES, IN CITRUS BY DRIP IRRIGATION

IRRIGATION SYSTEM EVALUATION BY KELLER AND KARMELI AND BY DENÍCULI METHODOLOGIES, IN CITRUS BY DRIP IRRIGATION Revista Brasileira de Agricultura Irrigada v.6, nº. 2, p. 74-80, 2012 ISSN 1982-7679 (On-line) Fortaleza, CE, INOVAGRI http://www.inovagri.org.br DOI: 10.7127/rbai.v6n200085 Protocolo 085 24/01/2012 Aprovado

Leia mais

UNIFORMITY OF APPLICATION OF FERTILIZERS UNDER A SYSTEM OF SUBSURFACE DRIP

UNIFORMITY OF APPLICATION OF FERTILIZERS UNDER A SYSTEM OF SUBSURFACE DRIP Revista Brasileira de Agricultura Irrigada v.8, nº. 5, p.391-402, 2014 ISSN 1982-7679 (On-line) Fortaleza, CE, INOVAGRI http://www.inovagri.org.br DOI: 10.7127/rbai.v8n500253 Protocolo 253.14 31/05/2014

Leia mais

ENTUPIMENTO DE TUBOS GOTEJADORES CONVENCIONAIS COM APLICAÇÃO DE CLORETO DE POTÁSSIO (BRANCO E VERMELHO) VIA DUAS QUALIDADES DE ÁGUA

ENTUPIMENTO DE TUBOS GOTEJADORES CONVENCIONAIS COM APLICAÇÃO DE CLORETO DE POTÁSSIO (BRANCO E VERMELHO) VIA DUAS QUALIDADES DE ÁGUA ENTUPIMENTO DE TUBOS GOTEJADORES CONVENCIONAIS COM APLICAÇÃO DE CLORETO DE POTÁSSIO (BRANCO E VERMELHO) VIA DUAS QUALIDADES DE ÁGUA PABBLO A. DE A. RIBEIRO 1, RUBENS D. COELHO 2, MARCONI B. TEIXEIRA 3

Leia mais

DISCIPLINAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM IRRIGAÇÃO NO CERRADO - PPGIC DISCIPLINAS CRÉDITOS CH MATRIZ CURRICULAR CARACTERÍSTICA

DISCIPLINAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM IRRIGAÇÃO NO CERRADO - PPGIC DISCIPLINAS CRÉDITOS CH MATRIZ CURRICULAR CARACTERÍSTICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO GERÊNCIA DE PÓSGRADUAÇÃO, PESQUISA E INOVAÇÃO PROGRAMA DE PÓSGRADUAÇÃO EM IRRIGAÇÃO NO CERRADO DISCIPLINAS DO PROGRAMA DE PÓSGRADUAÇÃO EM IRRIGAÇÃO

Leia mais

VIABILIDADE TÉCNICA E ECONÔMICA DO CULTIVO DO TOMATEIRO IRRIGADO *

VIABILIDADE TÉCNICA E ECONÔMICA DO CULTIVO DO TOMATEIRO IRRIGADO * VIABILIDADE TÉCNICA E ECONÔMICA DO CULTIVO DO TOMATEIRO IRRIGADO * VIEIRA, T.A. 1 ; SANTANA, M.J. 2 ; BARRETO, A.C. 2 * Projeto financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG).

Leia mais

GOTEJADORES SUBMETIDOS A CONDIÇÕES CRÍTICAS DE QUALIDADE DA ÁGUA 1 RESUMO

GOTEJADORES SUBMETIDOS A CONDIÇÕES CRÍTICAS DE QUALIDADE DA ÁGUA 1 RESUMO 368 ISSN 1808-3765 GOTEJADORES SUBMETIDOS A CONDIÇÕES CRÍTICAS DE QUAIDADE DA ÁGUA PABBO ATAHUAPA DE AGUIAR RIBEIRO 1 ; MARCONI BATISTA TEIXEIRA 2 ; RUBENS DUARTE COEHO 1 ; EENISON MOREIRA FRANCO 1 ; NEMÍCIO

Leia mais

EFEITO DOS NÍVEIS DE SALINIDADE DA ÁGUA DE IRRIGAÇÃO NA PRODUÇÃO DO FEIJOEIRO COMUM*

EFEITO DOS NÍVEIS DE SALINIDADE DA ÁGUA DE IRRIGAÇÃO NA PRODUÇÃO DO FEIJOEIRO COMUM* EFEITO DOS NÍVEIS DE SALINIDADE DA ÁGUA DE IRRIGAÇÃO NA PRODUÇÃO DO FEIJOEIRO COMUM* SILVEIRA, A.L. 1 ; SANTANA, M.J. ; BARRETO, A.C. ; VIEIRA, T.A. 3 * Projeto com apoio da FAPEMIG. 1 Estudante Agronomia

Leia mais

INFLUÊNCIA DA UNIFORMIDADE DE IRRIGAÇÃO NA PRODUÇÃO E NA RENTABILIDADE DE SILAGEM DE MILHO IRRIGADO

INFLUÊNCIA DA UNIFORMIDADE DE IRRIGAÇÃO NA PRODUÇÃO E NA RENTABILIDADE DE SILAGEM DE MILHO IRRIGADO 103 ISSN ONLINE 1808-8546/ISSN CD 1808-3765 INFLUÊNCIA DA UNIFORMIDADE DE IRRIGAÇÃO NA PRODUÇÃO E NA RENTABILIDADE DE SILAGEM DE MILHO IRRIGADO FLÁVIO GONÇALVES OLIVEIRA¹; ROBERTH GABRIEL NOBRE LOPES²;

Leia mais

Uniformidade de Irrigação por Microaspersão sob Condição de Cobertura Morta e Doses De Água na Cultura do Coqueiro Anão

Uniformidade de Irrigação por Microaspersão sob Condição de Cobertura Morta e Doses De Água na Cultura do Coqueiro Anão IV Seminário de Iniciação Científica e Pós-Graduação da Embrapa Tabuleiros Costeiros 54 Uniformidade de Irrigação por Microaspersão sob Condição de Cobertura Morta e Doses De Água na Cultura do Coqueiro

Leia mais

COMPARAÇÃO DE EQUAÇÕES PARA CÁLCULO DA UNIFORMIDADE DE APLICAÇÃO DE ÁGUA PARA DIFERENTES SISTEMAS DE IRRIGAÇÃO RESUMO ABSTRACT

COMPARAÇÃO DE EQUAÇÕES PARA CÁLCULO DA UNIFORMIDADE DE APLICAÇÃO DE ÁGUA PARA DIFERENTES SISTEMAS DE IRRIGAÇÃO RESUMO ABSTRACT COMPARAÇÃO DE EQUAÇÕES PARA CÁLCULO DA UNIFORMIDADE DE APLICAÇÃO DE ÁGUA PARA DIFERENTES SISTEMAS DE IRRIGAÇÃO Fernando França da Cunha 1, Carlos Augusto Brasileiro de Alencar 2, Marcelo Rossi Vicente

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO HIDRÁULICA DE MICRO ASPERSOR

CARACTERIZAÇÃO HIDRÁULICA DE MICRO ASPERSOR CARACTERIZAÇÃO HIDRÁULICA DE MICRO ASPERSOR M. A. D. Marques 1 ; L. F. S. M. Campeche 2 RESUMO: O propósito deste trabalho foi avaliar hidraulicamente o emissor da marca Agropolo de um sistema de irrigação

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias Mestrado e Doutorado

Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias Mestrado e Doutorado UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA Centro de Ciências Agrárias, Ambientais e Biológicas NEAS - Núcleo de Engenharia de Água e Solo Campus Universitário de Cruz das Almas, Bahia Programa de Pós-Graduação

Leia mais

AVALIAÇÃO DE UM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO POR GOTEJAMENTO

AVALIAÇÃO DE UM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO POR GOTEJAMENTO AVALIAÇÃO DE UM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO POR GOTEJAMENTO V. M. Vidal 1 ; J. F. V. Bessa 1 ; J. S. Pedrosa 2 ; F. L. V.alério 3 ; F. A. L. Soares 4 ; M. B. Teixeira 4 RESUMO - Para determinar a uniformidade

Leia mais

AVALIAÇÃO DE TRATAMENTOS UTILIZADOS PARA DESOBSTRUÇÃO DE TUBOS GOTEJADORES

AVALIAÇÃO DE TRATAMENTOS UTILIZADOS PARA DESOBSTRUÇÃO DE TUBOS GOTEJADORES 43 Revista Brasileira de Agricultura Irrigada v.4, n.1, p.43 55, 2010 ISSN 1982-7679 (On-line) Fortaleza, CE, INOVAGRI http://www.inovagri.org.br Protocolo 025.09 09/09/2009 Aprovado em 09/03/2010 AVALIAÇÃO

Leia mais

EFICIÊNCIA DE DIFERENTES FILTRAGENS UTILIZADAS NA REMOÇÃO DE SÓLIDOS SUSPENSOS E FERRO EM ÁGUA PARA IRRIGAÇÃO

EFICIÊNCIA DE DIFERENTES FILTRAGENS UTILIZADAS NA REMOÇÃO DE SÓLIDOS SUSPENSOS E FERRO EM ÁGUA PARA IRRIGAÇÃO EFICIÊNCIA DE DIFERENTES FILTRAGENS UTILIZADAS NA REMOÇÃO DE SÓLIDOS SUSPENSOS E FERRO EM ÁGUA PARA IRRIGAÇÃO R.C. LIMA 1 ; F.B.T. HERNANDEZ 2 ; G.C. BARBOSA 3 ; R..M. FRANCO 4 ; A.J.C. D'ALMEIDA JUNIOR

Leia mais

Otimização do Uso da Água na Agricultura Irrigada

Otimização do Uso da Água na Agricultura Irrigada São Mateus, ES 02 de setembro de 2016 Otimização do Uso da Água na Agricultura Irrigada Prof. Ds. Robson Bonomo Programa de Pós-graduação em Agricultura Tropical Departamento de Ciências Agrárias e Biológicas

Leia mais

RESSALVA. Atendendo solicitação do autor, o texto completo desta tese será disponibilizado somente a partir de 30/06/2016.

RESSALVA. Atendendo solicitação do autor, o texto completo desta tese será disponibilizado somente a partir de 30/06/2016. RESSALVA Atendendo solicitação do autor, o texto completo desta tese será disponibilizado somente a partir de 30/06/2016. UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS

Leia mais

UNIFORMITY AUTO COMPENSATING DRIPPERS SUBJECTED TO APPLICATION OF A CONCENTRATED SOLUTION OF IRON AND ORGANIC LOAD

UNIFORMITY AUTO COMPENSATING DRIPPERS SUBJECTED TO APPLICATION OF A CONCENTRATED SOLUTION OF IRON AND ORGANIC LOAD Revista Brasileira de Agricultura Irrigada v.9, nº.6, p.366-375, 2015 ISSN 1982-7679 (On-line) Fortaleza, CE, INOVAGRI http://www.inovagri.org.br DOI: 10.7127/rbai.v9n600303 Protocolo 303.15 05/06/2015

Leia mais

1. Nitrato de potássio para uma nutrição vegetal eficiente

1. Nitrato de potássio para uma nutrição vegetal eficiente Nitrato de potássio é uma fonte única de potássio devido ao seu valor nutricional e a sua contribuição para a sanidade e a produtividade das plantas. O nitrato de potássio possui desejáveis características

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO HIDRÁULICA DO ASPERSOR SENNIGER

CARACTERIZAÇÃO HIDRÁULICA DO ASPERSOR SENNIGER CARACTERIZAÇÃO HIDRÁULICA DO ASPERSOR SENNIGER 4023-2 S. M. Cidrão; M. A. Ferreira; A. S. Teixeira RESUMO: O experimento foi desenvolvido no Laboratório de Hidráulica e Irrigação do Departamento de Engenharia

Leia mais

Fertirrigação da cultura de linhaça Linum usitatissimum¹

Fertirrigação da cultura de linhaça Linum usitatissimum¹ Revista Brasileira de Energias Renováveis Fertirrigação da cultura de linhaça Linum usitatissimum¹ Marines Rute de Oliveira ²,Reginaldo Ferreira Santos ², Helton Aparecido Rosa ²,Onobio Werner ², Maycon

Leia mais

AVALIAÇÃO DA IRRIGAÇÃO POR CANHÃO ASPERSOR COM USO DE MOTORBOMBA E ELETROBOMBA

AVALIAÇÃO DA IRRIGAÇÃO POR CANHÃO ASPERSOR COM USO DE MOTORBOMBA E ELETROBOMBA AVALIAÇÃO DA IRRIGAÇÃO POR CANHÃO ASPERSOR COM USO DE MOTORBOMBA E ELETROBOMBA Marcos Antonio Liodorio dos Santos 1, Samuel Silva 2, José Dantas Neto 3, Rodollpho Artur Souza Lima 4, Pedro Henrique Pinto

Leia mais

MÉTODOS DE MANEJO DA IRRIGAÇÃO NO CULTIVO DA ALFACE AMERICANA

MÉTODOS DE MANEJO DA IRRIGAÇÃO NO CULTIVO DA ALFACE AMERICANA MÉTODOS DE MANEJO DA IRRIGAÇÃO NO CULTIVO DA ALFACE AMERICANA VIEIRA, T.A. 1 ; SANTANA, M.J. 2 ; BIULCHI, P.A. 2 ; VASCONCELOS, R.F. 3 1 Estudante de Agronomia do CEFET Uberaba MG, bolsista FAPEMIG, e-mail:

Leia mais

DESEMPENHO DE UM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO POR MICROASPERSÃO NA CULTURA DA GOIABA EM BARBALHA-CE

DESEMPENHO DE UM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO POR MICROASPERSÃO NA CULTURA DA GOIABA EM BARBALHA-CE 55 Revista Brasileira de Agricultura Irrigada v.3, n.2, p.5561, 2009 ISSN 1982-7679 (On-line) Fortaleza, CE, INOVAGRI http://www.inovagri.org.br Protocolo 018.09-19/03/2009 Aprovado em 12/09/2009 DESEMPENHO

Leia mais

Continuando nossa parte de formas de economizar água de irrigação temos:

Continuando nossa parte de formas de economizar água de irrigação temos: MANEIRAS DE ECONOMIZAR ÁGUA NA IRRIGAÇÃO: TÓPICO I: IRRIGAÇÃO PARA PAISAGISMO RESIDENCIAL PARTE II Continuando nossa parte de formas de economizar água de irrigação temos: 1.8. Utilização de bocais mais

Leia mais

EFEITO DA FREQÜÊNCIA DE FERTIRRIGAÇÃO NITROGENADA NA CULTURA DA MELANCIA

EFEITO DA FREQÜÊNCIA DE FERTIRRIGAÇÃO NITROGENADA NA CULTURA DA MELANCIA EFEITO DA FREQÜÊNCIA DE FERTIRRIGAÇÃO NITROGENADA NA CULTURA DA MELANCIA C. N. V. Fernandes 1 ; J. R. DO Nascimento Neto 2 ; A. R. Campêlo 1 ; R. H. Lima 3 ; J. B. R. de Mesquita 4 ; B. M. de Azevedo 5

Leia mais

FERTIRRIGACAO POTÁSSICA DO CAJUEIRO COM DIFERENTES FONTES E FORMAS DE DILUIÇÃO DO CLORETO DE POTASSIO

FERTIRRIGACAO POTÁSSICA DO CAJUEIRO COM DIFERENTES FONTES E FORMAS DE DILUIÇÃO DO CLORETO DE POTASSIO 325 ISSN 1808-3765 http://dx.doi.org/10.15809/irriga.2014v19n2p325 FERTIRRIGACAO POTÁSSICA DO CAJUEIRO COM DIFERENTES FONTES E FORMAS DE DILUIÇÃO DO CLORETO DE POTASSIO BENITO MOREIRA DE AZEVEDO 1 ; CARLOS

Leia mais

PERDA DE CARGA EM MANGUEIRAS GOTEJADORAS NOVAS E USADAS

PERDA DE CARGA EM MANGUEIRAS GOTEJADORAS NOVAS E USADAS 329 ISSN 1808-3765 PERDA DE CARGA EM MANGUEIRAS GOTEJADORAS NOVAS E USADAS Jayme Laperuta Neto, Raimundo Leite Cruz, Jayme Laperuta Filho, Thalita Aparecida Pletsch Departamento de Engenharia Rural, Faculdade

Leia mais

Avaliação de Qualidade de Uvas Syrah para Vinificação em Função de Doses de Nitrogênio e Potássio Aplicadas via Fertirrigação

Avaliação de Qualidade de Uvas Syrah para Vinificação em Função de Doses de Nitrogênio e Potássio Aplicadas via Fertirrigação Avaliação de Qualidade de Uvas Syrah para Vinificação em Função de Doses de Nitrogênio e Potássio Aplicadas via Fertirrigação Quality Assessment of Syrah Grapes for Winemaking in Function of Nitrogen and

Leia mais

ESTUDO DA VIABILIDADE DE DISPONIBILIZAÇÃO DE POTÁSSIO E FÓSFORO EM SOLOS DE CERRADO COM A UTILIZAÇÃO DO PENERGETIC 4 SAFRAS

ESTUDO DA VIABILIDADE DE DISPONIBILIZAÇÃO DE POTÁSSIO E FÓSFORO EM SOLOS DE CERRADO COM A UTILIZAÇÃO DO PENERGETIC 4 SAFRAS ESTUDO DA VIABILIDADE DE DISPONIBILIZAÇÃO DE POTÁSSIO E FÓSFORO EM SOLOS DE CERRADO COM A UTILIZAÇÃO DO PENERGETIC 4 SAFRAS ANDRÉ L.T. FERNANDES DR. ENGENHARIA DE ÁGUA E SOLO, PROF. UNIUBE E FACULDADES

Leia mais

UNIFORMIDADE DE UM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO POR GOTEJAMENTO DESTINADO À AGRICULTURA FAMILIAR

UNIFORMIDADE DE UM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO POR GOTEJAMENTO DESTINADO À AGRICULTURA FAMILIAR UNIFORMIDADE DE UM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO POR GOTEJAMENTO DESTINADO À AGRIULTURA FAMILIAR F. D. Szekut 1 ; M. R. Klein 2 ;. F. Reis 3 ; F. L. Suszek 2 ; M. A. Vilas Boas 4 RESUMO: A irrigação é uma pratica

Leia mais

Anais do Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão- CONPEEX (2010)

Anais do Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão- CONPEEX (2010) Anais do Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão- CONPEEX (2010) 5771-5775 AVALIAÇÃO DE GENÓTIPOS DE ARROZ IRRIGADO NO USO DE NITROGÊNIO CARVALHO, Glaucilene Duarte 1 ; DE CAMPOS, Alfredo Borges 2 & FAGERIA,

Leia mais

Balanço Hídrico Seriado de Petrolina, Pernambuco

Balanço Hídrico Seriado de Petrolina, Pernambuco Balanço Hídrico Seriado de Petrolina, Pernambuco Antônio Heriberto de Castro Teixeira, Bernardo Barbosa da Silva (Professo) Pesquisador, Embrapa Semi-Árido, CP 23 CEP 56300-000 Petrolina-PE, Brazil Fone:

Leia mais

FLÁVIO FAVARO BLANCO Engenheiro Agrônomo. Orientador: Prof. Dr. MARCOS VINÍCIUS FOLEGATTI

FLÁVIO FAVARO BLANCO Engenheiro Agrônomo. Orientador: Prof. Dr. MARCOS VINÍCIUS FOLEGATTI TOLERÂNCIA DO TOMATEIRO À SALINIDADE SOB FERTIRRIGAÇÃO E CALIBRAÇÃO DE MEDIDORES DE ÍONS ESPECÍFICOS PARA DETERMINAÇÃO DE NUTRIENTES NA SOLUÇÃO DO SOLO E NA PLANTA FLÁVIO FAVARO BLANCO Tese apresentada

Leia mais

VERIFICAÇÃO DE BULBO MOLHADO EM SOLO ARGILOSO PELO MÉTODO DA TRINCHEIRA EM IGUATU-CE

VERIFICAÇÃO DE BULBO MOLHADO EM SOLO ARGILOSO PELO MÉTODO DA TRINCHEIRA EM IGUATU-CE VERIFICAÇÃO DE BULBO MOLHADO EM SOLO ARGILOSO PELO MÉTODO DA TRINCHEIRA EM IGUATU-CE R. M. S. Lima 1 ; P. C. Viana 1 ; M. M. Pereira 2 ; K. A. Duarte 3 ; J. M. de Souza 3 RESUMO: A técnica de estudo de

Leia mais

DESEMPENHO DOS SISTEMAS DE IRRIGAÇÃO NA MICROBACIA DO CÓRREGO DO COQUEIRO 1

DESEMPENHO DOS SISTEMAS DE IRRIGAÇÃO NA MICROBACIA DO CÓRREGO DO COQUEIRO 1 DESEMPENHO DOS SISTEMAS DE IRRIGAÇÃO NA MICROBACIA DO CÓRREGO DO COQUEIRO 1 D. G. FEITOSA 2, F. B. T. HERNANDEZ 3, R. A. M. FRANCO 4, G. O. SANTOS 5, J. L. ZOCOLER 6 RESUMO: A microbacia do Córrego do

Leia mais

Irrigação de Fruteiras

Irrigação de Fruteiras Fruticultura Geral Irrigação de Fruteiras Alessandra Alves Rodrigues DCR / FAPESQ / CNPq Prof a Railene Hérica Carlos Rocha UAGRA / CCTA / UFCG Introdução Definição de irrigação: é a aplicação artificial

Leia mais

Índice de clorofila em variedades de cana-de-açúcar tardia, sob condições irrigadas e de sequeiro

Índice de clorofila em variedades de cana-de-açúcar tardia, sob condições irrigadas e de sequeiro Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica, 7., 2010, Belo Horizonte Índice de clorofila em variedades de cana-de-açúcar tardia, sob condições irrigadas e de sequeiro Thiago Henrique Carvalho de Souza

Leia mais

ANALYSIS OF PRODUCTIVE PARAMETERS IN BANANA "PRATA CATARINA" ON THE CONDITIONS OF EDAPHOCLIMATIC THE CHAPADA DO APODI -CE

ANALYSIS OF PRODUCTIVE PARAMETERS IN BANANA PRATA CATARINA ON THE CONDITIONS OF EDAPHOCLIMATIC THE CHAPADA DO APODI -CE ANÁLISE DE PARAMETROS PRODUTIVOS NA BANANEIRA PRATA CATARINA SOBRE AS CONDIÇÕES EDAFOCLIMÁTICAS DA CHAPADA DO APODÍ -CE F. K. K. Silva (IC)¹;L. F. Sousa (IC)² ; V. A. S. Lino (IC) 3 ; S. C. Costa (PQ)

Leia mais

Jorge Luiz Moretti de Souza 2, José Antônio Frizzone 3, Eliezer Santurbano Gervásio 4

Jorge Luiz Moretti de Souza 2, José Antônio Frizzone 3, Eliezer Santurbano Gervásio 4 SIMULAÇÃO DOS CUSTOS COM ENERGIA E ÁGUA PARA IRRIGAÇÃO DO CAFEEIRO, EM UMA PROPRIEDADE COM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO POR GOTEJAMENTO, SITUADA EM LAVRAS-MG 1 Jorge Luiz Moretti de Souza 2, José Antônio Frizzone

Leia mais

Manejo da adubação nitrogenada na cultura do milho

Manejo da adubação nitrogenada na cultura do milho Manejo da adubação nitrogenada na cultura do milho Atualmente, pode-se dizer que um dos aspectos mais importantes no manejo da adubação nitrogenada na cultura do milho refere-se à época de aplicação e

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias Mestradoe Doutorado

Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias Mestradoe Doutorado UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA Centro de Ciências Agrárias, Ambientais e Biológicas NEAS - Núcleo de Engenharia de Água e Solo Campus Universitário de Cruz das Almas, Bahia Programa de Pós-Graduação

Leia mais

ANÁLISE DA PRECIPITAÇÃO E DO NÚMERO DE DIAS DE CHUVA NO MUNICÍPIO DE PETROLINA - PE

ANÁLISE DA PRECIPITAÇÃO E DO NÚMERO DE DIAS DE CHUVA NO MUNICÍPIO DE PETROLINA - PE CAPTAÇÃO E MANEJO DE ÁGUA DE CHUVA PARA SUSTENTABILIDADE DE ÁREAS RURAIS E URBANAS TECNOLOGIAS E CONSTRUÇÃO DA CIDADANIA TERESINA, PI, DE 11 A 14 DE JULHO DE 2 ANÁLISE DA PRECIPITAÇÃO E DO NÚMERO DE DIAS

Leia mais

DISTURBANCES IN FLOW DRIPPERS DUE TO WATER USE WITH PRESENCE OF IRON

DISTURBANCES IN FLOW DRIPPERS DUE TO WATER USE WITH PRESENCE OF IRON Revista Brasileira de Agricultura Irrigada v.8, nº., p. 24-246, 2014 ISSN 1982-7679 (On-line) Fortaleza, CE, INOVAGRI http://www.inovagri.org.br DOI: 10.7127/rbai.v8n00215 Protocolo 215/14 15/01/2014 Aprovado

Leia mais

EVALUATION OF THE UNIFORMITY AND EFFICIENCY OF WATER APPLICATION IN SYSTEMS OF IRRIGATION FOR SPRINKLE IRRIGATION

EVALUATION OF THE UNIFORMITY AND EFFICIENCY OF WATER APPLICATION IN SYSTEMS OF IRRIGATION FOR SPRINKLE IRRIGATION 48 Revista Brasileira de Agricultura Irrigada v.3, n.2, p.48-54, 2009 ISSN 1982-7679 (On-line) Fortaleza, CE, INOVAGRI http://www.inovagri.org.br Protocolo 011.09-10/05/2009 Aprovado em 15/09/2009 AVALIAÇÃO

Leia mais

IRRIGAÇÃO LOCALIZADA. Valmir Netto Wegner EMATER/RS 06/2007

IRRIGAÇÃO LOCALIZADA. Valmir Netto Wegner EMATER/RS 06/2007 IRRIGAÇÃO LOCALIZADA Valmir Netto Wegner EMATER/RS 06/2007 IRRIGAÇÃO LOCALIZADA Métodos de irrigação onde a água é aplicada ao solo diretamente sobre a região radicular, em pequena intensidade, porém com

Leia mais

Avaliação da velocidade de reação do corretivo líquido na camada superficial de um Latossolo Vermelho distroférrico

Avaliação da velocidade de reação do corretivo líquido na camada superficial de um Latossolo Vermelho distroférrico Avaliação da velocidade de reação do corretivo líquido na camada superficial de um Latossolo Vermelho distroférrico Bruna de Souza SILVEIRA 1 ; André Luís XAVIER 1 ; Sheila Isabel do Carmo PINTO 2 ; Fernando

Leia mais

Produção de tomate rasteiro por irrigação localizada

Produção de tomate rasteiro por irrigação localizada Produção de tomate rasteiro por irrigação localizada Moisés Camilo Reis de Andrade 1 João Manuel Araújo dos Santos 2 Paulo Maurício Ribeiro Silva 3 Núria Mariana Campos 4 Resumo A produção de tomate é

Leia mais

AVALIAÇÃO E MONITORAMENTO DA QUALIDADE DE ÁGUA DO DISTRITO DE IRRIGAÇÃO DOS TABULEIROS DE SÃO BERNARDO, MARANHÃO

AVALIAÇÃO E MONITORAMENTO DA QUALIDADE DE ÁGUA DO DISTRITO DE IRRIGAÇÃO DOS TABULEIROS DE SÃO BERNARDO, MARANHÃO 1 AVALIAÇÃO E MONITORAMENTO DA QUALIDADE DE ÁGUA DO DISTRITO DE IRRIGAÇÃO DOS TABULEIROS DE SÃO BERNARDO, MARANHÃO M. E. C. Veloso 1 ; F. E. P. Mousinho 2 ; F. F.Blanco 1 ; A. F. Rocha Junior 3 ; A. Borges

Leia mais

DESEMPENHO DE GOTEJADORES, UTILIZANDO ÁGUA DE BAIXA QUALIDADE QUÍMICA E BIOLÓGICA

DESEMPENHO DE GOTEJADORES, UTILIZANDO ÁGUA DE BAIXA QUALIDADE QUÍMICA E BIOLÓGICA Original Article 739 DESEMPENHO DE GOTEJADORES, UTILIZANDO ÁGUA DE BAIXA QUALIDADE QUÍMICA E BIOLÓGICA DRIP LINES PERFORMANCE USING WATER OF LOW CHEMICAL AND BIOLOGICAL QUALITY Cristiani Campos Martins

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias Mestradoe Doutorado

Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias Mestradoe Doutorado UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA Centro de Ciências Agrárias, Ambientais e Biológicas NEAS - Núcleo de Engenharia de Água e Solo Campus Universitário de Cruz das Almas, Bahia Programa de Pós-Graduação

Leia mais

DESEMPENHO DE GOTEJADORES EM FUNÇÃO DA APLICAÇÃO DE TURFA GEL NA ÁGUA DE IRRIGAÇÃO RESUMO

DESEMPENHO DE GOTEJADORES EM FUNÇÃO DA APLICAÇÃO DE TURFA GEL NA ÁGUA DE IRRIGAÇÃO RESUMO Revista Brasileira de Agricultura Irrigada v.7, nº. 1, p. 27-41, 2013 ISSN 1982-7679 (On-line) Fortaleza, CE, INOVAGRI http://www.inovagri.org.br DOI: 10.7127/rbai.v7n100101 Protocolo 101.12 15/10/2012

Leia mais

OTIMIZAÇÃO DA DOSAGEM DE COAGULANTE NAS ETAS DE VIÇOSA-MG

OTIMIZAÇÃO DA DOSAGEM DE COAGULANTE NAS ETAS DE VIÇOSA-MG OTIMIZAÇÃO DA DOSAGEM DE COAGULANTE NAS ETAS DE VIÇOSA-MG Henrique Freitas Santana (1) Chefe do Setor de Qualidade e Tratamento do SAAE de Viçosa-MG, Mestre em Bioquímica e Imunologia pela Universidade

Leia mais

QUANTIFICAÇÃO DE SAIS E NUTRIENTES APLICADOS VIA ÁGUA EM MELOEIRO NO VALE DO SALITRE 1

QUANTIFICAÇÃO DE SAIS E NUTRIENTES APLICADOS VIA ÁGUA EM MELOEIRO NO VALE DO SALITRE 1 QUANTIFICAÇÃO DE SAIS E NUTRIENTES APLICADOS VIA ÁGUA EM MELOEIRO NO VALE DO SALITRE 1 José Maria Pinto 2 Nivaldo Duarte Costa 3 Joston Simão de Assis 3 RESUMO - Realizou-se no Vale do Salitre, Juazeiro,

Leia mais

PRODUTIVIDADE DA CEBOLA EM FUNÇÃO DA ADUBAÇÃO NITROGENADA

PRODUTIVIDADE DA CEBOLA EM FUNÇÃO DA ADUBAÇÃO NITROGENADA PRODUTIVIDADE DA CEBOLA EM FUNÇÃO DA ADUBAÇÃO NITROGENADA Daniel Rodrigues Ribeiro (1), Sanzio Mollica Vidigal (2), Maria Aparecida Nogueira Sediyama (2), Paulo Roberto Gomes Pereira (3), Rachel Soares

Leia mais

FUNÇÃO DE PRODUÇÃO DO CAFÉ ARÁBICA, CULTIVAR CATUAÍ, SOB DIFERENTES LÂMINAS DE IRRIGAÇÃO.

FUNÇÃO DE PRODUÇÃO DO CAFÉ ARÁBICA, CULTIVAR CATUAÍ, SOB DIFERENTES LÂMINAS DE IRRIGAÇÃO. FUNÇÃO DE PRODUÇÃO DO CAFÉ ARÁBICA, CULTIVAR CATUAÍ, SOB DIFERENTES LÂMINAS DE IRRIGAÇÃO. Marcelo G. e SILVA 1 E mail: mgsilva@uenf.br, Elias F. de SOUSA 1, Salassier BERNARDO 1, Maurício C. R. GOMES 2,

Leia mais

AVALIAÇÃO DE UM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO POR GOTEJAMENTO EM AMBIENTE PROTEGIDO

AVALIAÇÃO DE UM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO POR GOTEJAMENTO EM AMBIENTE PROTEGIDO AVALIAÇÃO DE UM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO POR GOTEJAMENTO EM AMBIENTE PROTEGIDO H. F. de Araújo 1 ; D. L. Ferrari 2 ; P. A. M. Leal 3 RESUMO: Em condições de ambiente protegido a avaliação dos sistemas de irrigação

Leia mais

Resposta das bananeiras BRS Platina e PA 9401 à irrigação no segundo ciclo nas condições do Norte de Minas

Resposta das bananeiras BRS Platina e PA 9401 à irrigação no segundo ciclo nas condições do Norte de Minas Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica, 10., 2013. Belo Horizonte Resposta das bananeiras BRS Platina e PA 9401 à irrigação no segundo ciclo nas condições do Norte de Minas Miquéias Gomes dos

Leia mais

XXV CONIRD Congresso Nacional de Irrigação e Drenagem 08 a 13 de novembro de 2015, UFS - São Cristóvão/SE

XXV CONIRD Congresso Nacional de Irrigação e Drenagem 08 a 13 de novembro de 2015, UFS - São Cristóvão/SE MANEJO DE ÁGUA E NUTRIENTES NA CULTURA DO MELÃO SOB IRRIGAÇÃO POR GOTEJAMENTO 1 José Maria Pinto 2 ; Nivaldo Duarte Costa 3 ; Jony E. Yuri 3 ; Marcelo Calgaro 3 ; Rebert Coelho Correia 3 RESUMO - Realizou-se,

Leia mais

EFICIÊNCIA DA CLORAÇÃO DA ÁGUA DE IRRIGAÇÃO NO TRATAMENTO DE GOTEJADORES COM ENTUPIMENTO DE CAUSA BIOLÓGICA 1

EFICIÊNCIA DA CLORAÇÃO DA ÁGUA DE IRRIGAÇÃO NO TRATAMENTO DE GOTEJADORES COM ENTUPIMENTO DE CAUSA BIOLÓGICA 1 382 D. F. de CARVALHO et al. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v.4, n.3, p.382-389, 2 Campina Grande, PB, DEAg/UFPB EFICIÊNCIA DA CLORAÇÃO DA ÁGUA DE IRRIGAÇÃO NO TRATAMENTO DE GOTEJADORES

Leia mais

DIAGNÓSTICO DA CONCENTRAÇÃO DE FERRO NAS ÁGUAS SUPERFICIAIS E SEUS IMPACTOS PARA A IRRIGAÇÃO LOCALIZADA NA REGIÃO NOROESTE PAULISTA 1

DIAGNÓSTICO DA CONCENTRAÇÃO DE FERRO NAS ÁGUAS SUPERFICIAIS E SEUS IMPACTOS PARA A IRRIGAÇÃO LOCALIZADA NA REGIÃO NOROESTE PAULISTA 1 DIAGNÓSTICO DA CONCENTRAÇÃO DE FERRO NAS ÁGUAS SUPERFICIAIS E SEUS IMPACTOS PARA A IRRIGAÇÃO LOCALIZADA NA REGIÃO NOROESTE PAULISTA 1 R.A.M. FRANCO 2, F.B.T. HERNANDEZ 3, G.C. BARBOZA 4, L.S. VANZELA 5

Leia mais

Influência da aplicação de esgoto sanitário tratado no desempenho de um sistema de irrigação por gotejamento montado em campo

Influência da aplicação de esgoto sanitário tratado no desempenho de um sistema de irrigação por gotejamento montado em campo Influência da aplicação de esgoto sanitário tratado no desempenho de um sistema de irrigação por gotejamento montado em campo Rafael Oliveira Batista *, Antônio Alves Soares, Antonio Teixeira de Matos

Leia mais

DESEMPENHO DE UM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO POR MICROASPERSÃO NA CULTURA DE Citrus sinensis L. Osbeck cv. FOLHA MURCHA RESUMO

DESEMPENHO DE UM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO POR MICROASPERSÃO NA CULTURA DE Citrus sinensis L. Osbeck cv. FOLHA MURCHA RESUMO DESEMPENHO DE UM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO POR MICROASPERSÃO NA CULTURA DE Citrus sinensis L. Osbeck cv. FOLHA MURCHA Michelle Machado Rigo 1, Talita Miranda Teixeira Xavier 2, Camila Aparecida da Silva Martins

Leia mais

EFICIÊNCIA DE APLICAÇÃO DA IRRIGAÇÃO EM PIVÔ CENTRAL UTILIZANDO INVERSOR DE FREQUÊNCIA NO SISTEMA DE BOMBEAMENTO

EFICIÊNCIA DE APLICAÇÃO DA IRRIGAÇÃO EM PIVÔ CENTRAL UTILIZANDO INVERSOR DE FREQUÊNCIA NO SISTEMA DE BOMBEAMENTO EFICIÊNCIA DE APLICAÇÃO DA IRRIGAÇÃO EM PIVÔ CENTRAL UTILIZANDO INVERSOR DE FREQUÊNCIA NO SISTEMA DE BOMBEAMENTO J. L. ZOCOLER 1, A. S. LIMA 2, F.B.T. HERNANDEZ 3, M.F. MAGGI 4, E.H. YANO 5 RESUMO: Neste

Leia mais

16 EFEITO DA APLICAÇÃO DO FERTILIZANTE FARTURE

16 EFEITO DA APLICAÇÃO DO FERTILIZANTE FARTURE 16 EFEITO DA APLICAÇÃO DO FERTILIZANTE FARTURE EM RELAÇÃO AO FORMULADO PADRÃO O objetivo deste trabalho foi avaliar o desempenho do fertilizante Farture (00-12-12) em diferentes dosagens em relação ao

Leia mais

FILTRAÇÃO DE ESGOTO SANITÁRIO TRATADO DESTINADO À FERTIRRIGAÇÃO VIA SISTEMAS DE IRRIGAÇÃO POR GOTEJAMENTO RESUMO

FILTRAÇÃO DE ESGOTO SANITÁRIO TRATADO DESTINADO À FERTIRRIGAÇÃO VIA SISTEMAS DE IRRIGAÇÃO POR GOTEJAMENTO RESUMO FILTRAÇÃO DE ESGOTO SANITÁRIO TRATADO DESTINADO À FERTIRRIGAÇÃO VIA SISTEMAS DE IRRIGAÇÃO POR GOTEJAMENTO Rafael Oliveira Batista 1 ; Antônio Alves Soares 2 ; Everardo Chartuni Mantovani 3 ; Antonio Teixeira

Leia mais

MATURAÇÃO E PRODUTIVIDADE DO CAFEEIRO CONILON SUBMETIDO Á DIFERENTES ÉPOCAS DE IRRIGAÇÃO 2º ANO AGRÍCOLA

MATURAÇÃO E PRODUTIVIDADE DO CAFEEIRO CONILON SUBMETIDO Á DIFERENTES ÉPOCAS DE IRRIGAÇÃO 2º ANO AGRÍCOLA MATURAÇÃO E PRODUTIVIDADE DO CAFEEIRO CONILON SUBMETIDO Á DIFERENTES ÉPOCAS DE IRRIGAÇÃO 2º ANO AGRÍCOLA J.M. Correa¹; G.H.S. Vieira ²; J.B.Loss³; R. Birchler 4 ; G. Peterle 4 RESUMO: A qualidade do café

Leia mais

FILTRO DE AREIA PORTÁTIL PARA PEQUENOS PROJETOS DE IRRIGAÇÃO LOCALIZADA

FILTRO DE AREIA PORTÁTIL PARA PEQUENOS PROJETOS DE IRRIGAÇÃO LOCALIZADA 1 FILTRO DE AREIA PORTÁTIL PARA PEQUENOS PROJETOS DE IRRIGAÇÃO LOCALIZADA M. B. Teixeira 1 ; C. F. de Oliveira 2 ; R. M. da Silva 3 ; F. N. Cunha 4 ; J. A. Frizzone 5 ; A. Ramos 6 RESUMO: O filtro de areia

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA SUPERIOR DE AGRICULTURA LUIZ DE QUEIROZ DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE BIOSSISTEMAS AULA 8 ROTEIRO

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA SUPERIOR DE AGRICULTURA LUIZ DE QUEIROZ DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE BIOSSISTEMAS AULA 8 ROTEIRO UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA SUPERIOR DE AGRICULTURA LUIZ DE QUEIROZ DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE BIOSSISTEMAS LEB 0472 HIDRÁULICA Prof. Fernando Campos Mendonça AULA 8 ROTEIRO Tópicos da aula: )

Leia mais

Tubo-Gotejador XF-SDI com Tecnologia Escudo de Cobre para Irrigação Sub-Superficial Especificações Técnicas

Tubo-Gotejador XF-SDI com Tecnologia Escudo de Cobre para Irrigação Sub-Superficial Especificações Técnicas Tubo-Gotejador XF-SDI com Tecnologia Escudo de Cobre Tubo-Gotejador XF-SDI com Tecnologia Escudo de Cobre para Irrigação Sub-Superficial Especificações Técnicas Aplicações O tubo-gotejador XF-SDI com Escudo

Leia mais

INFLUÊNCIA DE DIFERENTES LÂMINAS E FORMA DE MANEJO DA IRRIGAÇÃO NO CRESCIMENTO DO CAFEEIRO

INFLUÊNCIA DE DIFERENTES LÂMINAS E FORMA DE MANEJO DA IRRIGAÇÃO NO CRESCIMENTO DO CAFEEIRO INFLUÊNCIA DE DIFERENTES LÂMINAS E FORMA DE MANEJO DA IRRIGAÇÃO NO CRESCIMENTO DO CAFEEIRO 1 VALDINEY J. SILVA 1, HUDSON P. CARVALHO 2 e CLÁUDIO R. SILVA 3 1 Mestrando em Agronomia, Instituto de Ciências

Leia mais

DISTRIBUIÇÃO DE LÂMINAS DE ÁGUA EM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO POR ASPERSÃO FIXO

DISTRIBUIÇÃO DE LÂMINAS DE ÁGUA EM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO POR ASPERSÃO FIXO DISTRIBUIÇÃO DE LÂMINAS DE ÁGUA EM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO POR ASPERSÃO FIXO D. C. da C. Ribeiro 1 ; P. H. P. Ribeiro 2 ; M. B. Teixeira 3 ; F. A. L. Soares 4 ; H. C. R. de Lima 5 ; R. R. Gomes Filho 6 RESUMO:

Leia mais

EFEITOS DO REUSO DE ÁGUA RESIDUÁRIA NA PRODUÇÃO DE MUDAS DE EUCALIPTO

EFEITOS DO REUSO DE ÁGUA RESIDUÁRIA NA PRODUÇÃO DE MUDAS DE EUCALIPTO EFEITOS DO REUSO DE ÁGUA RESIDUÁRIA NA PRODUÇÃO DE MUDAS DE EUCALIPTO DA Moreira 1, JAR Souza 2, WB Carvalho 3 e CVM e Carvalho 4 RESUMO: Neste trabalho objetivou-se analisar os efeitos do reuso de água

Leia mais

AVALIAÇÃO DE UM HIDROCICLONE DE GEOMETRIA RIETEMA OPERANDO COM DIFERENTES RAZÕES DE LÍQUIDO

AVALIAÇÃO DE UM HIDROCICLONE DE GEOMETRIA RIETEMA OPERANDO COM DIFERENTES RAZÕES DE LÍQUIDO AVALIAÇÃO DE UM HIDROCICLONE DE GEOMETRIA RIETEMA OPERANDO COM DIFERENTES RAZÕES DE LÍQUIDO INES, E.A.S. 1 ; CRUZ, O.C. 2. 1 Estudante período em Tecnologia em Irrigação e Drenagem, CEFET Uberaba MG, bolsista

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO DO ARMAZENAMENTO DE UMA SOLUÇÃO DE NITRATO DE POTÁSSIO APLICADO VIA IRRIGAÇÃO POR GOTEJAMENTO NA CULTURA DO PIMENTÃO 1

CARACTERIZAÇÃO DO ARMAZENAMENTO DE UMA SOLUÇÃO DE NITRATO DE POTÁSSIO APLICADO VIA IRRIGAÇÃO POR GOTEJAMENTO NA CULTURA DO PIMENTÃO 1 CARACTERIZAÇÃO DO ARMAZENAMENTO DE UMA SOLUÇÃO DE NITRATO DE POTÁSSIO APLICADO VIA IRRIGAÇÃO POR GOTEJAMENTO NA CULTURA DO PIMENTÃO 1 B. L. Santoro 2 ; C. F. Souza 3 ; L. M. Sato 2 ; R. C. M. Pires 4 RESUMO:

Leia mais