RESUMO UNITERMOS INTRODUÇÃO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RESUMO UNITERMOS INTRODUÇÃO"

Transcrição

1 Perfil epidemiológico dos casos de líquen plano oral pertencentes aos arquivos da disciplina de patologia bucal da Faculdade de Odontologia de São José dos Campos UNESP Oral lichen planus cases epidemic profile from Oral Pathology Discipline from FOSJC UNESP Fernando Augusto Cervantes Garcia de SOUSA Mestrando Programa de Pós-Graduação Biopatologia Bucal Faculdade de Odontologia de São José dos Campos UNESP São José dos Campos SP Brasil Luiz Eduardo Blumer ROSA Professor Assistente Doutor Disciplina de Patologia Bucal Faculdade de Odontologia de São José dos Campos UNESP São José dos Campos SP Brasil RESUMO O líquen plano é a mais comum das doenças dermatológicas com manifestações bucais, acometendo de 0,02 a 1,2% da população. Devido a essa elevada prevalência, o presente trabalho tem por objetivo traçar um perfil dos pacientes acometidos pelo líquen plano oral, a partir dos casos pertencentes aos arquivos da Patologia Cirúrgica da FOSJC UNESP no período de 1974 a UNITERMOS Líquen plano; epidemiologia; patologia bucal; humano INTRODUÇÃO O líquen plano é uma doença auto-imune relativamente freqüente, com prevalência estimada entre 0,02 e 1,2% na população geral (DUFFLEY et al. 4, 1996), sendo a mais comum das doenças dermatológicas com manifestações bucais (DORTA et al. 3, 2000). Neville et al. 8 (1995) classificam o líquen plano oral (LPO) em dois tipos principais: reticular e erosivo. Sendo que o tipo reticular é o mais freqüentemente observado e se caracteriza pelo desenvolvimento de linhas esbranquiçadas que se entrecruzam assumindo um aspecto de rede conhecida como estrias de Wickham, acometendo, em geral, a mucosa jugal bilateralmente. No entanto é comum, o acometimento de outros locais da cavidade bucal, incluindo a semimucosa labial. Por outro lado, o tipo erosivo apresenta um comportamento ulcerativo, sintomático, com áreas atróficas e eritematosas. O tratamento do LPO limita-se apenas ao alívio dos sintomas, não existindo uma conduta totalmente satisfatória e definitiva (SCULLY et al. 12, 1998; RE- GEZI & SCIUBBA 11, 1999). Contudo, os pacientes com LPO devem ser examinados dois a quatro vezes por ano e questionados sobre as eventuais mudanças nas características ou nos sintomas das lesões. Esta preocupação se deve ao seu possível potencial de malignização. Alguns autores relataram o desenvolvimento do carcinoma epidermóide em locais previamente acometidos pelo LPO (VAN DER MEIJ et al. 7, 1999; EISEN 5, 2002). Considerando a elevada prevalência desta doença e sua possível correlação com carcinoma epidermóide é fundamental que o cirurgião-dentista reconheça as 96

2 suas principais características clínicas e saiba a necessidade de se acompanhar o paciente a longo prazo. Pensando assim, o presente trabalho tem por objetivo traçar o perfil dos pacientes acometidos pelo LPO, a partir dos dados pertencentes aos arquivos da Patologia Cirúrgica da FOSJC UNESP no período de 1974 a 2003, contribuindo desta maneira com o diagnóstico precoce da doença. MATERIAS E MÉTODOS Foram avaliados todos os casos de LPO pertencentes aos arquivos da Patologia Cirúrgica da Faculdade de Odontologia de São José dos Campos FOSJC UNESP no período de 1974 a Inicialmente coletaram-se os dados referentes ao sexo, raça e idade dos pacientes, além da localização da lesão. A seguir, os dados obtidos foram tabulados e comparados. RESULTADOS E DISCUSSÃO No período de 1974 a 2003, foram diagnosticados 79 casos de LPO pelo serviço de Patologia Cirúrgica da Faculdade de Odontologia de São José dos Campos UNESP, com uma média de 2,64 casos por ano. Observou-se, no entanto, que a média anual de casos entre 1974 e 1994 foi de 0,81, número bem inferior ao observado entre 1995 e 2003, 6,87 (Figura 1). O acréscimo no número de casos diagnosticados a partir de 1994 pode ser explicado tanto por um aumento na demanda de pacientes atendidos pelo serviço de Patologia Cirúrgica da Faculdade de Odontologia de São José dos Campos UNESP, quanto por uma maior capacitação profissional no que se refere ao diagnóstico desta doença. Outros fatores também podem estar relacionados a este acréscimo, todavia faltam dados que nos permitam chegar a uma conclusão definitiva. FIGURA 1 Distribuição do número de casos diagnosticados por triênio Atualmente questiona-se que o aumento no número de casos de LPO esteja associado a uma maior prevalência de doenças como o diabetes tipo I e a hepatite C na população geral. Pretou-Amerikanous et al. 10 (1998) observaram que a prevalência do LPO em pacientes com diabetes tipo I foi significativamente maior, quando comparada à prevalência em pacientes com diabetes tipo II e em pacientes do grupo controle. Já a relação do LPO com a hepatite C tem sido descrita em pacientes do sul da Europa, principalmente da região do mediterrâneo há quase duas décadas (AYALA et al. 2, 1986). Quanto ao sexo e a raça dos pacientes acometidos pela doença, observamos que dos 79 casos levantados, 62 acometeram mulheres, sendo que a maioria, 80,64%, era da raça branca. Os homens representaram 21,52% dos casos, no entanto, no sexo masculino também pudemos observar uma maior predileção da doença pela raça branca, 64,7%. Considerando ambos os sexos, a raça negra foi responsável por 15,19% dos casos e a amarela por 1,26% (Figura 2). A elevada prevalência do LPO no sexo feminino talvez se justifique por uma maior susceptibilidade das 97

3 FIGURA 2 Número de casos de acordo com sexo e raça mulheres ao estresse emocional. Nossa experiência no atendimento de pacientes acometidos pelo LPO nos mostrou haver uma forte relação entre os períodos de exacerbação da doença e os níveis de ansiedade. Entretanto, Allen et al. 1 (1986), após aplicarem questionários para identificar a ansiedade ou o estresse emocional de pacientes com LPO comparados com grupo controle, não encontraram diferenças significativas entre os dois grupos, o que contradiz essa relação. Quanto à predileção do LPO pela raça branca, pouco se sabe. Acredita-se, no entanto, que esteja associada a fatores gênicos. Kofoed et al. 6 (1985) notaram casos de história familiar em que se observou um aumento na expressão das moléculas de histocompatibilidade HLA-3 e HLA-5. Estudos futuros talvez possam elucidar o papel destas moléculas no desenvolvimento da doença. Em nosso levantamento verificamos uma maior ocorrência do LPO entre a quarta e a sexta décadas de vida, totalizando 54,43% dos casos. Por outro lado, notamos que a distribuição do número de casos por faixa etária foi bem mais ampla, abrangendo desde a segunda até a oitava década de vida, sendo a média de idade no momento do diagnóstico de 42,74 anos. Vale ressaltar que 17,72% dos pacientes tinham menos de trinta anos, sugerindo um aumento no número de casos entre os adulto-jovens em relação ao que se menciona na literatura (Figura 3). FIGURA 3 Distribuição dos casos por faixa etária 98

4 No que se refere à localização, 60,76% das lesões acometeram a mucosa jugal, tornando-a o principal sítio da doença. A gengiva e a língua corresponderam respectivamente a 16,46 e 13,92% dos casos. Lesões em outras localizações que não as citadas foram raras, não ultrapassando em nosso estudo 8,86%. Acreditamos que a predileção do LPO pela mucosa jugal se deva tanto a espessura do epitélio quanto ao seu grau de queratinização, pois possibilitam que as alterações histopatológicas observadas no LPO se reflitam clinicamente com mais facilidade do que em outras mucosas (Figura 4). FIGURA 4 Número de casos por localização Frente ao exposto, verificamos que os dados obtidos em nosso levantamento corroboram com os mencionados na literatura (NEVILLE et al. 8, 1995; REGEZI & SCIUBBA 11, 1999; EISEN 5, 2002) e, embora, não nos permitam opinar conclusivamente a respeito do potencial de malignização do LPO, eles nos permitem afirmar que o perfil dos pacientes acometidos por essa doença é bem diferente daquele observado em pacientes com carcinoma epidermóide. Em outras palavras, enquanto o LPO apresenta maior prevalência entre mulheres brancas em torno dos quarenta anos, o carcinoma epidermóide acomete preferencialmente homens brancos na faixa etária de cinqüenta a setenta anos (PARISE JÚNIOR 14, 2000). CONCLUSÃO Conhecer o perfil do paciente acometido por determinada doença, não nos permite confirmar ou excluir qualquer uma das hipóteses diagnósticas, entretanto, tal conhecimento nos orienta de forma decisiva no processo de diagnóstico. Levando em conta o grande número de doenças a serem consideras frente a suspeita de LPO, toda e qualquer informação torna-se imprescindível. Acrescido ao fato de que LPO é uma doença crônica relativamente freqüente na população, seu possível potencial de malignização aumenta a responsabilidade do cirurgião-dentista em ter plena noção dos aspectos clínicos e histopatológicos dessa doença, possibilitando não só um diagnóstico correto como também uma proservação adequada do paciente. 99

5 ABSTRACT Lichen planus is the more common lesion among dermatologic diseases with oral clinical manifestations, accounting between 0,02 to 1,2 per cent of the whole population. Due to high index of prevalence observed in this disease, the main concern of this paper was has to establish oral lichen planus profile in that group. All available data with histological diagnosis of oral lichen planus, in the period from 1974 up to 2003, belonging to the Surgical Pathology files, were retrieved and analyzed. UNITERMS Lichen planus; epidemiology; pathology, oral; human. REFERÊNCIAS 1. Allen CM, Beck FM, Rossie KM, Kaul TJ. Relation of stress and anxiety to oral lichen planus. Oral Surg Oral Med Oral Pathol 1986; 61(1): Ayala F, Balato N, Tranfaglia A, Guadagnino V, Orlando R. Oral erosive lichen planus and chronic liver disease. J Am Acad Dermatol 1986; 14(1): Dorta RG, Colaço CS, Costa CG, Oliveira DT. Conduta médica em pacientes com líquen plano cutâneo e bucal. Rev. FOB 2000; 8(3/4): Duffly DC, Eversole LR, Abemayor E. Oral lichen planus and its association witch squamous cell carcinoma: an update on pathogenesis and treatment implications. Laryngoscope 1996; 106: Eisen D. The clinical features, malignant potential and systemic associations of oral lichen planus: a study of 723 patients. J Am Acad Dermatol 2002; 46(2): Kofoed ML, Wantzin GL. Familial lichen planus. J Am Acad Dermatol 1985; 13(1): van der Meij EH, Schepman KP, Smeele LE, Van der Wal JE, Bezemer PD, Van der Waal I. A review of the recent literature regarding malignant transformation of oral lichen planus. Oral Surg Oral Med Oral Pathol Oral Radiol Endod 1999; 88(3): Neville BW, Damm DD, Allen CM, Bouquot JE. Oral & Maxillofacial Pathology. Philadelphia: W. B. Saunders Company; p Parise Júnior, O. Câncer de Boca Aspectos Básicos e Terapêuticos. São Paulo: Sarvier; p Petrou-Amerikanou C, Markopoulos AK, Belazi M, Karamitsos D, Papanayotou P. Prevalence of oral lichen planus in diabetes mellitus according to the type of diabetes. Oral Dis 1998; 4(1): Regezi JA, Sciubba JJ. Oral Pathology Clinical Pathologic Correlations. Philadelphia: W. B. Saunders Company; p Scully C, Beyli M, Ferreiro MC, Ficarra G, Gill Y, Griffiths M et al. Update in oral lichen planus: etiopathogenesis and management. Crit Rev Oral Biol Med 1998; 9(1): Recebido em:19/08/04 Aprovado em:08/04/05 Fernando Augusto Cervantes Garcia de Sousa Rua Irmã Maria Demétria Kfuri 196 São José dos Campos-SP Tel.: (0XX12)

Estudo Comparativo entre o Líquen Plano e o Carcinoma Epidermóide em Mucosa Bucal

Estudo Comparativo entre o Líquen Plano e o Carcinoma Epidermóide em Mucosa Bucal Estudo Comparativo entre o Líquen Plano e o Carcinoma Epidermóide em Mucosa Bucal Comparative Study Between the Oral Lichen Planus and the Squamous Cell Carcinoma in Oral Mucosa Fernando Augusto Cervantes

Leia mais

INTRODUÇÃO EPIDEMIOLOGIA, DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO DO LÍQUEN PLANO NO PROJETO DE LESÕES BUCAIS DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ

INTRODUÇÃO EPIDEMIOLOGIA, DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO DO LÍQUEN PLANO NO PROJETO DE LESÕES BUCAIS DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ Arq bras odontol 2007; 3(2):87-94 ISSN 1808-2998 EPIDEMIOLOGIA, DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO DO LÍQUEN PLANO NO PROJETO DE LESÕES BUCAIS DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ EPIDEMIOLOGY, DIAGNOSIS AND TREATMENT

Leia mais

LESÕES POTENCIALMENTE MALIGNAS: A IMPORTÂNCIA DO DIAGNÓSTICO PRECOCE NA PREVENÇÃO DO CÂNCER BUCAL

LESÕES POTENCIALMENTE MALIGNAS: A IMPORTÂNCIA DO DIAGNÓSTICO PRECOCE NA PREVENÇÃO DO CÂNCER BUCAL 1182 LESÕES POTENCIALMENTE MALIGNAS: A IMPORTÂNCIA DO DIAGNÓSTICO PRECOCE NA PREVENÇÃO DO CÂNCER BUCAL Caroline Ferreira1; Maria Ramos2; 1. Bolsista FAPESB, Graduanda do curso de Odontologia, Universidade

Leia mais

Líquen plano bucal. Oral lichen planus. Artigo de Caso Clínico. Resumo. Abstract. Introdução

Líquen plano bucal. Oral lichen planus. Artigo de Caso Clínico. Resumo. Abstract. Introdução ISSN 1806-7727 Artigo de Caso Clínico Oral lichen planus Hanny Paula Rodrigues MARTINS* Gabriele Apoluceno de SOUZA* Elídio RODRIGUES NETO** Roberta Francisca Martins CASTRO*** Endereço para correspondência:

Leia mais

Lesões e Condições Pré-neoplásicas da Cavidade Oral

Lesões e Condições Pré-neoplásicas da Cavidade Oral Disciplina: Semiologia Lesões e Condições Pré-neoplásicas da Cavidade Oral PARTE Parte 12 http://lucinei.wikispaces.com Prof.Dr. Lucinei Roberto de Oliveira 2012 2012 LESÕES E CONDIÇÕES CANCERIZÁVEIS DA

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE ODONTOLOGIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA NÍVEL MESTRADO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE ODONTOLOGIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA NÍVEL MESTRADO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE ODONTOLOGIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA NÍVEL MESTRADO ÁREA DE CONCENTRAÇÃO CLÍNICA ODONTOLÓGICA - PERIODONTIA Linha de pesquisa: Epidemiologia,

Leia mais

Avaliação clínica das lesões orais associadas a doenças dermatológicas *

Avaliação clínica das lesões orais associadas a doenças dermatológicas * 150 INVESTIGAÇÃO Avaliação clínica das lesões orais associadas a doenças dermatológicas * Clinical evaluation of oral lesions associated with dermatologic diseases Letícia Machado Gonçalves 1 José Ribamar

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CIRURGIA DE CABEÇA E PESCOÇO LESÕES CANCERIZÁVEIS DA BOCA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CIRURGIA DE CABEÇA E PESCOÇO LESÕES CANCERIZÁVEIS DA BOCA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CIRURGIA DE CABEÇA E PESCOÇO LESÕES CANCERIZÁVEIS DA BOCA Ubiranei Oliveira Silva INTRODUÇÃO Conceitos de Lesão e Condição Cancerizável Lesão cancerizável (pré-câncer, prémalignidade)

Leia mais

Conduta médica em pacientes com líquen plano cutâneo e bucal

Conduta médica em pacientes com líquen plano cutâneo e bucal Rev. FOB V.8, n. 3/4, p.23-28, jul./dez. 2000 23 Conduta médica em pacientes com líquen plano cutâneo e bucal Medical management in patients with cutaneous and oral lichen planus Regina Garcia DORTA Mestranda

Leia mais

2 MATERIAL E MÉTODOS 1.1 OBJETIVOS DO TRABALHO

2 MATERIAL E MÉTODOS 1.1 OBJETIVOS DO TRABALHO AVALIAÇÃO CLÍNICA E EPIDEMIOLÓGICA DA HANSENÍASE NO PERÍODO DE AGOSTO DE 1937 A DEZEMBRO DE 1980, NO SERVIÇO DE DERMATOLOGIA SANÍTARIA DO CENTRO DE SAÚDE DE CAMPOS Luiz Augusto Nunes TEIXEIRA 1 Luiz Fernando

Leia mais

Prevalência de lesões bucais diagnosticadas pelo laboratório de patologia bucal da Faculdade de Odontologia da Funorte no período de 2005 a 2008

Prevalência de lesões bucais diagnosticadas pelo laboratório de patologia bucal da Faculdade de Odontologia da Funorte no período de 2005 a 2008 Prevalência de lesões bucais diagnosticadas pelo laboratório de patologia bucal da Faculdade de Odontologia da Funorte no período de 2005 a 2008 Prevalence of oral lesions observed by the oral pathology

Leia mais

Histopathological diagnosis of oral lichen planus is

Histopathological diagnosis of oral lichen planus is Braz J Otorhinolaryngol. 2009;75(5):716-20. Líquen plano bucal versus displasia epitelial: dificuldades diagnósticas ARTIGO ORIGINAL ORIGINAL ARTICLE Oral lichen planus versus epithelial dysplasia: difficulties

Leia mais

Lívia Souza de Castro, Maria de Fátima Nunes, Sandra Lúcia Ventorin von Zeidler, Rejane Faria Ribeiro-Rotta

Lívia Souza de Castro, Maria de Fátima Nunes, Sandra Lúcia Ventorin von Zeidler, Rejane Faria Ribeiro-Rotta Análise histopatológica das lâminas com diagnóstico de leucoplasia arquivadas no Laboratório de Patologia Bucal da Faculdade de Odontologia da Universidade Federal de Goiás Lívia Souza de Castro, Maria

Leia mais

Melanoma maligno cutâneo primário: estudo retrospectivo de 1963 a 1997 no Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo

Melanoma maligno cutâneo primário: estudo retrospectivo de 1963 a 1997 no Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo MELANOMA MALIGNO Artigo de Comunicação Melanoma maligno cutâneo primário: estudo retrospectivo de 1963 a 1997 no Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo P. R. CRIADO, C. VASCONCELLOS, J. A.

Leia mais

PREVALENCIA DAS DOENÇAS CRONICAS NÃO-TRANSMISSIVEIS EM IDOSOS NO ESTADO DA PARAIBA

PREVALENCIA DAS DOENÇAS CRONICAS NÃO-TRANSMISSIVEIS EM IDOSOS NO ESTADO DA PARAIBA PREVALENCIA DAS DOENÇAS CRONICAS NÃO-TRANSMISSIVEIS EM IDOSOS NO ESTADO DA PARAIBA Rita de Cássia Sousa Silva (1); Daniele Fidelis de Araújo (1); Ítalo de Lima Farias (2); Socorro Malaquias dos Santos

Leia mais

MORTALIDADE POR DE CÂNCER DE MAMA NO ESTADO DA PARAÍBA ENTRE 2006 E 2011

MORTALIDADE POR DE CÂNCER DE MAMA NO ESTADO DA PARAÍBA ENTRE 2006 E 2011 MORTALIDADE POR DE CÂNCER DE MAMA NO ESTADO DA PARAÍBA ENTRE 2006 E 2011 Tayná Lima dos Santos; Ideltonio José Feitosa Barbosa Universidade Federal da Paraíba. Email: taynalima95@hotmail.com Universidade

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DOS PROGRAMAS DE APRIMORAMENTO PROFISSIONAL DA FACULDADE DE ODONTOLOGIA DO CÂMPUS DE ARARAQUARA - UNESP PROGRAMA OFERECIDO

PROCESSO SELETIVO DOS PROGRAMAS DE APRIMORAMENTO PROFISSIONAL DA FACULDADE DE ODONTOLOGIA DO CÂMPUS DE ARARAQUARA - UNESP PROGRAMA OFERECIDO ANEXO I PROCESSO SELETIVO DOS PROGRAMAS DE APRIMORAMENTO PROFISSIONAL DA FACULDADE DE ODONTOLOGIA DO CÂMPUS DE ARARAQUARA - UNESP PROGRAMA OFERECIDO Programa de Aprimoramento em Estomatologia Profª Drª

Leia mais

Clarisse Alvim Portilho et all

Clarisse Alvim Portilho et all 294 CASUÍSTICA DE CÃES E GATOS ATENDIDOS COM SUSPEITA DE NEOPLASIA NO HOSPITAL VETERINÁRIO UNIVIÇOSA NO PERÍODO DE 2010 A 20141 Clarisse Alvim Portilho2, Alessandra Arreguy3, Anna Laura Alves dos Santos⁴,

Leia mais

ODONTOLOGIA PREVENTIVA. Saúde Bucal. Dores na mandíbula e na face.

ODONTOLOGIA PREVENTIVA. Saúde Bucal. Dores na mandíbula e na face. ODONTOLOGIA PREVENTIVA Saúde Bucal Dores na mandíbula e na face. O que é ATM? ATM significa articulação temporomandibular, que é a articulação entre a mandíbula e o crânio. Portanto, temos duas ATM, cada

Leia mais

REVISÃO. Líquen plano oral (LPO): diagnóstico clínico e complementar *

REVISÃO. Líquen plano oral (LPO): diagnóstico clínico e complementar * REVISÃO 669 Líquen plano oral (LPO): diagnóstico clínico e complementar * Oral lichen planus (OLP): clinical and complementary diagnosis Alan Motta do Canto 1 Helena Müller 2 Ronaldo Rodrigues de Freitas

Leia mais

Estudo epidemiológico descritivo do carcinoma epidermóide bucal em uma população brasileira

Estudo epidemiológico descritivo do carcinoma epidermóide bucal em uma população brasileira Estudo epidemiológico descritivo do carcinoma epidermóide bucal em uma população brasileira Descriptive epidemiological study of oral squamous cell carcinoma in a brazilian population Fernando Augusto

Leia mais

Líquen plano bucal versus diabete melito e infecção pelo HCV - revisão atualizada

Líquen plano bucal versus diabete melito e infecção pelo HCV - revisão atualizada Líquen plano bucal versus diabete melito e infecção pelo HCV - revisão atualizada Orallichen planus versus diabetes mellitus and infection by Hepatitis C virusan up-to-date review José Ricardo Sousa Costs'

Leia mais

Leucoplasias bucais: relação clínico-histopatológica

Leucoplasias bucais: relação clínico-histopatológica Pesqui Odontol Bras v. 14, n. 4, p. 357-361, out./dez. 2000. Semiologia Leucoplasias bucais: relação clínico-histopatológica Oral leukoplakias: clinical-histopathologic relation Tânia Lemos Coelho RODRIGUES*

Leia mais

Estudo retrospectivo de melanomas cutâneos e mucosos na população do estado do Rio Grande do Norte, Brasil

Estudo retrospectivo de melanomas cutâneos e mucosos na população do estado do Rio Grande do Norte, Brasil J Bras Patol Med Lab v. 45 n. 6 p. 493-499 dezembro 2009 artigo original original article Estudo retrospectivo de melanomas cutâneos e mucosos na população do estado do Rio Grande do Norte, Brasil Primeira

Leia mais

Introdução à Disciplina de Patologia Oral

Introdução à Disciplina de Patologia Oral Disciplina: Patologia Oral Introdução à Disciplina de Patologia Oral Prof.Dr. Lucinei Roberto de Oliveira 2º Semestre - 2012 Introdução à Disciplina de Patologia Bucal CONCEITOS Patologia - É o estudo

Leia mais

DHGNA Transplante de Fígado

DHGNA Transplante de Fígado DHGNA Transplante de Fígado EDISON ROBERTO PARISE Disciplina de Gastroenterologia Grupo de Fígado Universidade Federal de São Paulo UNIFESP Changes in the Prevalence of the Most Common Causes of Chronic

Leia mais

Correlação entre diagnóstico clínico e patológico das lesões brancas da cavidade oral

Correlação entre diagnóstico clínico e patológico das lesões brancas da cavidade oral rev port estomatol med dent cir maxilofac.2013;54(3):156 160 Revista Portuguesa de Estomatologia, Medicina Dentária e Cirurgia Maxilofacial www.elsevier.pt/spemd Investigação Correlação entre diagnóstico

Leia mais

TÍTULO: PERFIL SÓCIO-DEMOGRÁFICO DOS PACIENTES COM CÂNCER DE BOCA ATENDIDOS NO HOSPITAL DE CÂNCER DE MATO GROSSO (HCMT)

TÍTULO: PERFIL SÓCIO-DEMOGRÁFICO DOS PACIENTES COM CÂNCER DE BOCA ATENDIDOS NO HOSPITAL DE CÂNCER DE MATO GROSSO (HCMT) TÍTULO: PERFIL SÓCIO-DEMOGRÁFICO DOS PACIENTES COM CÂNCER DE BOCA ATENDIDOS NO HOSPITAL DE CÂNCER DE MATO GROSSO (HCMT) CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE SUBÁREA: MEDICINA INSTITUIÇÃO:

Leia mais

PERFIL DE CELÍACOS, ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA BÁSICA NO TRATAMENTO A PATOLOGIA DE PACIENTES CADASTRADOS NA ASSOCIAÇÃO DOS CELÍACOS DO BRASIL 1

PERFIL DE CELÍACOS, ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA BÁSICA NO TRATAMENTO A PATOLOGIA DE PACIENTES CADASTRADOS NA ASSOCIAÇÃO DOS CELÍACOS DO BRASIL 1 459 PERFIL DE CELÍACOS, ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA BÁSICA NO TRATAMENTO A PATOLOGIA DE PACIENTES CADASTRADOS NA ASSOCIAÇÃO DOS CELÍACOS DO BRASIL 1 Mauricia Bebiana Silva 2, Cinthia Soares Cardoso Quintão

Leia mais

OCORRÊNCIA DE ANTECEDENTES FAMILIARES EM PACIENTES COM DISTÚRBIOS DO MOVIMENTO DO HOSPITAL DAS CLÍNICAS NO ESTADO DE GOIÁS

OCORRÊNCIA DE ANTECEDENTES FAMILIARES EM PACIENTES COM DISTÚRBIOS DO MOVIMENTO DO HOSPITAL DAS CLÍNICAS NO ESTADO DE GOIÁS Introdução: Os distúrbios do movimento (DM) englobam doenças agudas e crônicas caracterizadas por movimentos involuntários e/ou perda do controle ou eficiência em movimentos voluntários. DM são diversos

Leia mais

LESÕES LIQUENÓIDES ORAIS

LESÕES LIQUENÓIDES ORAIS LEVANTAMENTO DE LESÕES LIQUENÓIDES ORAIS EM UM LABORATÓRIO DE PATOLOGIA BUCAL DO ESTADO DE ALAGOAS NO PERÍODO DE 2003 A 2013 EPIDEMIOLOGICAL ASSESSEMENT OF ORAL LICHENOID LESIONS IN A LABORATORY OF PATHOLOGY

Leia mais

P L A N O D E E N S I N O

P L A N O D E E N S I N O UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CCS ODT - CURSO DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA P L A N O D E E N S I N O DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Semestre: 2011/2 Nome da disciplina ODT 7001 ODONTOLOGIA

Leia mais

Aim: The present study aimed to evaluate the prevalence

Aim: The present study aimed to evaluate the prevalence Rev Bras Otorrinolaringol 2008;74(3):423-8. Prevalência das alterações da mucosa bucal em pacientes diabéticos: estudo preliminar artigo original original article Prevalence of oral mucosa lesions in diabetic

Leia mais

Perfil epidemiológico das neoplasias de glândulas salivares diagnosticadas em São Luís-MA

Perfil epidemiológico das neoplasias de glândulas salivares diagnosticadas em São Luís-MA J Bras Patol Med Lab v. 45 n. 5 p. 413-420 outubro 2009 artigo original original article Perfil epidemiológico das neoplasias de glândulas salivares diagnosticadas em São Luís-MA Primeira submissão em

Leia mais

DIAGNÓSTICO CLÍNICO E HISTOPATOLÓGICO DE NEOPLASMAS CUTÂNEOS EM CÃES E GATOS ATENDIDOS NA ROTINA CLÍNICA DO HOSPITAL VETERINÁRIO DA UNIVIÇOSA 1

DIAGNÓSTICO CLÍNICO E HISTOPATOLÓGICO DE NEOPLASMAS CUTÂNEOS EM CÃES E GATOS ATENDIDOS NA ROTINA CLÍNICA DO HOSPITAL VETERINÁRIO DA UNIVIÇOSA 1 361 DIAGNÓSTICO CLÍNICO E HISTOPATOLÓGICO DE NEOPLASMAS CUTÂNEOS EM CÃES E GATOS ATENDIDOS NA ROTINA CLÍNICA DO HOSPITAL VETERINÁRIO DA UNIVIÇOSA 1 Márcia Suelen Bento 2, Marcelo Oliveira Chamelete 3,

Leia mais

O ral lichen planus is one of the most common

O ral lichen planus is one of the most common Rev Bras Otorrinolaringol 2008;74(2):284-92. Líquen plano bucal: considerações clínicas e histopatológicas artigo de revisão REVIEW article Oral lichen planus: clinical and histopathological considerations

Leia mais

Levantamento epidemiológico dos casos de carcinoma epidermóide da cavidade bucal registrados no serviço de ARTIGO CIENTÍFICO

Levantamento epidemiológico dos casos de carcinoma epidermóide da cavidade bucal registrados no serviço de ARTIGO CIENTÍFICO ARTIGO CIENTÍFICO Levantamento epidemiológico dos casos de carcinoma epidermóide da cavidade bucal registrados no serviço de diagnóstico histopatológico do Instituto de Ciências Biológicas da Universidade

Leia mais

QUEILITE ACTÍNICA: prevalência na clínica estomatológica da PUCPR, Curitiba, Brasil

QUEILITE ACTÍNICA: prevalência na clínica estomatológica da PUCPR, Curitiba, Brasil QUEILITE ACTÍNICA: prevalência na clínica estomatológica da PUCPR, Curitiba, Brasil Actinic cheilitis: prevalence in the Oral Medicine Clinics of the PUCPR, Curitiba, PR, Brazil Fabíola Michalak Corso

Leia mais

Banca: Prof. Dr. Wilson Galhego Garcia- Orientador - (FOA/Unesp) Profa. Dra. Nemre Adas Saliba - Orientadora - FOA/Unesp)

Banca: Prof. Dr. Wilson Galhego Garcia- Orientador - (FOA/Unesp) Profa. Dra. Nemre Adas Saliba - Orientadora - FOA/Unesp) Nome: LUIZA NAKAMA Nível: Doutorado defesa em 12/08/1999 Orientador: Wilson Galhego Garcia Banca: Prof. Dr. Wilson Galhego Garcia- Orientador - (FOA/Unesp) Profa. Dra. Nemre Adas Saliba - Orientadora -

Leia mais

Qualidade de vida de pacientes idosos com artrite reumatóide: revisão de literatura

Qualidade de vida de pacientes idosos com artrite reumatóide: revisão de literatura Qualidade de vida de pacientes idosos com artrite reumatóide: revisão de literatura André Ricardo Bezerra Bonzi (1); Renata Soares Ferreira (2) Edécio Bona Neto (3); Daniel Sarmento Bezerra (4); Tânia

Leia mais

AVALIAÇÃO DA CONDIÇÃO PSICOLÓGICA E DE SAÚDE DE PACIENTES PORTADORES DE LÍQUEN PLANO

AVALIAÇÃO DA CONDIÇÃO PSICOLÓGICA E DE SAÚDE DE PACIENTES PORTADORES DE LÍQUEN PLANO AVALIAÇÃO DA CONDIÇÃO PSICOLÓGICA E DE SAÚDE DE PACIENTES PORTADORES DE LÍQUEN PLANO EVALUATION OF THE PSYCHOLOGICAL AND HEALTH CONDITIONS OF PATIENTS WITH LICHEN PLANUS Lira Marcela MONTI 1 Mirella Martins

Leia mais

Imagem da Semana: Ressonância nuclear magnética

Imagem da Semana: Ressonância nuclear magnética Imagem da Semana: Ressonância nuclear magnética Imagem 01. Ressonância Margnética do Abdomen Imagem 02. Angiorressonância Abdominal Paciente masculino, 54 anos, obeso, assintomático, em acompanhamento

Leia mais

Definição do grupo de risco para leucoplasias bucais: estudo retrospectivo entre os anos de 1999 e 2009

Definição do grupo de risco para leucoplasias bucais: estudo retrospectivo entre os anos de 1999 e 2009 Definição do grupo de risco para leucoplasias bucais: estudo retrospectivo entre os anos de 1999 e 2009 Definition of risk group for oral leukoplakia: retrospective study between the years 1999 and 2009

Leia mais

Líquen Plano Oral em Paciente Jovem: Relato de Caso

Líquen Plano Oral em Paciente Jovem: Relato de Caso RELATO Revista Brasileira de Ciências da Saúde Report Volume 13 Número 3 Páginas 93-98 2009 ISSN 1415-2177 Líquen Plano Oral em Paciente Jovem: Relato de Caso Oral Lichen Planus in a Young Patient: Case

Leia mais

Correlação entre a classificação TNM, gradação histológica e localização anatômica em carcinoma epidermóide oral

Correlação entre a classificação TNM, gradação histológica e localização anatômica em carcinoma epidermóide oral Pesqui Odontol Bras 2002;16(3):216-220 Patologia Correlação entre a classificação TNM, gradação histológica e localização anatômica em carcinoma epidermóide oral Correlation between TNM classification,

Leia mais

TÍTULO: ESTUDO RADIOGRÁFICO DA PNEUMATIZAÇÃO DO TUBÉRCULO ARTICULAR E FOSSA DA MANDÍBULA DO OSSO TEMPORAL, POR MEIO DAS ELIPSOPANTOMOGRAFIAS

TÍTULO: ESTUDO RADIOGRÁFICO DA PNEUMATIZAÇÃO DO TUBÉRCULO ARTICULAR E FOSSA DA MANDÍBULA DO OSSO TEMPORAL, POR MEIO DAS ELIPSOPANTOMOGRAFIAS 16 TÍTULO: ESTUDO RADIOGRÁFICO DA PNEUMATIZAÇÃO DO TUBÉRCULO ARTICULAR E FOSSA DA MANDÍBULA DO OSSO TEMPORAL, POR MEIO DAS ELIPSOPANTOMOGRAFIAS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE SUBÁREA:

Leia mais

Perfil epidemiológico dos pacientes atendidos no CEO Cidade Tiradentes - Município de

Perfil epidemiológico dos pacientes atendidos no CEO Cidade Tiradentes - Município de Perfil epidemiológico dos pacientes atendidos no CEO Cidade Tiradentes - Município de São Paulo - na especialidade de Estomatologia. Epidemiologic profile of the patients treated at Stomatology Service

Leia mais

Hanseníase: realidade no seu diagnóstico clínico Leprosy: reality of the clinical diagnosis

Hanseníase: realidade no seu diagnóstico clínico Leprosy: reality of the clinical diagnosis ARTIGO ORIGINAL LASTÓRIA, J.C. et. al. Hanseníase: realidade no seu diagnóstico clínico Hanseníase: realidade no seu diagnóstico clínico Leprosy: reality of the clinical diagnosis Joel Carlos Lastória

Leia mais

PLANO DE DISCIPLINA. 1. Identificação. 2. Ementa. 3. Objetivo Geral. 4. Objetivos Específicos

PLANO DE DISCIPLINA. 1. Identificação. 2. Ementa. 3. Objetivo Geral. 4. Objetivos Específicos 1. Identificação PLANO DE DISCIPLINA Departamento: Formação Específica Disciplina: Estomatopatologia Cód.: FFE00043 Período Ministrado / Semestre / Ano / Turma: 6º P; 7º P; 8º P; 9º P / 1º S / 2010 / F1

Leia mais

Liga de Neurociências: Dia Mundial da Doença de Parkinson

Liga de Neurociências: Dia Mundial da Doença de Parkinson 14. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido - ISSN 2238-9113 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE

Leia mais

ANSIEDADE FRENTE AO TRATAMENTO ODONTOLÓGICO EM PSFS DO MUNICÍPIO DE PONTE NOVA 1

ANSIEDADE FRENTE AO TRATAMENTO ODONTOLÓGICO EM PSFS DO MUNICÍPIO DE PONTE NOVA 1 177 ANSIEDADE FRENTE AO TRATAMENTO ODONTOLÓGICO EM PSFS DO MUNICÍPIO DE PONTE NOVA 1 Guilherme Saporetti Filho 2, Bernardo Sollar Godoi 2, Daniel Silvério da Silva 2, Augusto Provensani de Almeida da Cunha

Leia mais

A hiperidrose é condição caracterizada por sudorese excessiva, generalizada ou focal. A hiperidrose generalizada envolve todo o corpo e

A hiperidrose é condição caracterizada por sudorese excessiva, generalizada ou focal. A hiperidrose generalizada envolve todo o corpo e 1. Introdução A hiperidrose é condição caracterizada por sudorese excessiva, generalizada ou focal. A hiperidrose generalizada envolve todo o corpo e geralmente está associada a problemas sistêmicos, como

Leia mais

Estudo retrospectivo de Líquen Plano Bucal em um Centro de Especialidades Odontológicas

Estudo retrospectivo de Líquen Plano Bucal em um Centro de Especialidades Odontológicas Artigo Original Estudo retrospectivo de Líquen Plano Bucal em um Centro de Especialidades Odontológicas A retrospective study of Oral Lichen Planus in a Dental Specialties Center RESUMO Foi realizado um

Leia mais

Estudo da prevalência de Leishmaniose Tegumentar Americana com repercussão na cavidade bucal no município de Alagoa Grande (PB)

Estudo da prevalência de Leishmaniose Tegumentar Americana com repercussão na cavidade bucal no município de Alagoa Grande (PB) ARTIGO ORIGINAL ISSN 1677-5090 2010 Revista de Ciências Médicas e Biológicas Ana Carolina Lyra de Albuquerque et al. Estudo da prevalência de Leishmaniose Tegumentar Americana com repercussão na cavidade

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO E EPIDEMIOLOGIA DAS DOENÇAS PERIODONTAIS

CLASSIFICAÇÃO E EPIDEMIOLOGIA DAS DOENÇAS PERIODONTAIS INAPÓS - Faculdade de Odontologia e Pós Graduação DISCIPLINA DE PERIODONTIA CLASSIFICAÇÃO E EPIDEMIOLOGIA DAS DOENÇAS PERIODONTAIS Parte II Prof.Dr. Lucinei Roberto de Oliveira http://lucinei.wikispaces.com

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO GOLD E SINTOMAS RESPIRATÓRIOS EM IDOSOS ESTUDO GERIA

CLASSIFICAÇÃO GOLD E SINTOMAS RESPIRATÓRIOS EM IDOSOS ESTUDO GERIA CLASSIFICAÇÃO GOLD E SINTOMAS RESPIRATÓRIOS EM IDOSOS ESTUDO GERIA TERESA PALMEIRO, JOANA BELO, IOLANDA CAIRES, RUI SOUSA, DIOGO MONTEIRO, AMÁLIA BOTELHO, PEDRO MARTINS, NUNO NEUPARTH CLASSIFICAÇÃO GOLD

Leia mais

Objetivo. Investigar o conhecimento da população brasileira sobre hepatite C.

Objetivo. Investigar o conhecimento da população brasileira sobre hepatite C. Objetivo Investigar o conhecimento da população brasileira sobre hepatite C. 1 Metodologia Amostra Foram realizadas 2.125 entrevistas em todo o Brasil, distribuídas em 120 municípios. A margem de erro

Leia mais

- Descrito na década de 70, mas com aumento constante na incidência desde os anos 90

- Descrito na década de 70, mas com aumento constante na incidência desde os anos 90 INTRODUÇÃO - Descrito na década de 70, mas com aumento constante na incidência desde os anos 90 - Caracterizada pela infiltração de eosinófilos na mucosa esofágica - Pode ser isolada ou como manifestação

Leia mais

TÍTULO: EFEITO DA TERAPIA PERIODONTAL NÃO CIRÚRGICA SOBRE O CONTROLE GLICÊMICO EM INDIVÍDUOS COM DIABETES TIPO2 E PERIODONTITE CRÔNICA: ENSAIO CLÍNICO

TÍTULO: EFEITO DA TERAPIA PERIODONTAL NÃO CIRÚRGICA SOBRE O CONTROLE GLICÊMICO EM INDIVÍDUOS COM DIABETES TIPO2 E PERIODONTITE CRÔNICA: ENSAIO CLÍNICO 16 TÍTULO: EFEITO DA TERAPIA PERIODONTAL NÃO CIRÚRGICA SOBRE O CONTROLE GLICÊMICO EM INDIVÍDUOS COM DIABETES TIPO2 E PERIODONTITE CRÔNICA: ENSAIO CLÍNICO CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS

Leia mais

IMPACTO DA RINITE SOBRE CONTROLE CLÍNICO E GRAVIDADE DA ASMA EM UM PROGRAMA DE REFERÊNCIA DO ESTADO DO MARANHÃO

IMPACTO DA RINITE SOBRE CONTROLE CLÍNICO E GRAVIDADE DA ASMA EM UM PROGRAMA DE REFERÊNCIA DO ESTADO DO MARANHÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DA UFMA IMPACTO DA RINITE SOBRE CONTROLE CLÍNICO E GRAVIDADE DA ASMA EM UM PROGRAMA DE REFERÊNCIA DO ESTADO DO MARANHÃO J A N A I N A O L I V E I

Leia mais

REVISTA CIENTÍFICA ELETRÔNICA DE MEDICINA VETERINÁRIA ISSN: Ano IX Número 18 Janeiro de 2012 Periódicos Semestral

REVISTA CIENTÍFICA ELETRÔNICA DE MEDICINA VETERINÁRIA ISSN: Ano IX Número 18 Janeiro de 2012 Periódicos Semestral ESTUDO RETROSPECTIVO DA APLICAÇÃO DO DIAGNÓSTICO CITOPATOLÓGICO E AVALIAÇÃO DA SOBREVIDA DAS NEOPLASIAS MAMÁRIAS DE CADELAS ATENDIDAS HOSPITAL VETERINÁRIO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO NORTE DO PARANÁ UENP-CLM

Leia mais

Briefing. Boletim Epidemiológico 2011

Briefing. Boletim Epidemiológico 2011 Briefing Boletim Epidemiológico 2011 1. HIV Estimativa de infectados pelo HIV (2006): 630.000 Prevalência da infecção (15 a 49 anos): 0,61 % Fem. 0,41% Masc. 0,82% 2. Números gerais da aids * Casos acumulados

Leia mais

Título do Trabalho: Ansiedade e Depressão em Pacientes com Esclerose Múltipla em Brasília Autores: Tauil CB; Dias RM; Sousa ACJ; Valencia CEU; Campos

Título do Trabalho: Ansiedade e Depressão em Pacientes com Esclerose Múltipla em Brasília Autores: Tauil CB; Dias RM; Sousa ACJ; Valencia CEU; Campos Introdução Esclerose Múltipla (EM) é desordem crônica, autoimune e desmielinizante do sistema nervoso central 1. Áreas de desmielinização levam a incapacidade e espectro heterogêneo de evoluções. Prognóstico

Leia mais

DOENÇA DE GRAVES EM IDADE PEDIÁTRICA: AVALIAÇÃO DA EFICÁCIA DOS ANTITIROIDEUS

DOENÇA DE GRAVES EM IDADE PEDIÁTRICA: AVALIAÇÃO DA EFICÁCIA DOS ANTITIROIDEUS DOENÇA DE GRAVES EM IDADE PEDIÁTRICA: AVALIAÇÃO DA EFICÁCIA DOS ANTITIROIDEUS Resultados do Hospital de Braga 1 Serviço de Endocrinologia; 2 Serviço de Pediatria; C.Grupo Endocrinológico Pediátrico, Hospital

Leia mais

diferenciação adotados foram as variáveis: gênero, faixa etária, caráter do atendimento e óbitos.

diferenciação adotados foram as variáveis: gênero, faixa etária, caráter do atendimento e óbitos. Introdução AVE- Acidente Vascular Encefálico, também conhecido como AVC e derrame cerebral, é classicamente caracterizado pelo entupimento ou rompimento de algum vaso sanguíneo no cérebro. A American Heart

Leia mais

DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO DA HEPATITE AUTO- IMUNE

DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO DA HEPATITE AUTO- IMUNE Hospital do Servidor Público Municipal DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO DA HEPATITE AUTO- IMUNE ERIKA BORGES FORTES São Paulo 2011 ERIKA BORGES FORTES DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO DA HEPATITE AUTO- IMUNE Trabalho

Leia mais

FERNANDO AUGUSTO CERVANTES GARCIA DE SOUSA

FERNANDO AUGUSTO CERVANTES GARCIA DE SOUSA FERNANDO AUGUSTO CERVANTES GARCIA DE SOUSA ESTUDO DAS ALTERAÇÕES CELULARES SUGESTIVAS DE MALIGNIDADE NO LÍQUEN PLANO BUCAL Dissertação apresentada à Faculdade de Odontologia de São José dos Campos, Universidade

Leia mais

Displasia Fibrosa Aspectos Radiográficos e Tomográficos

Displasia Fibrosa Aspectos Radiográficos e Tomográficos Displasia Fibrosa Aspectos Radiográficos e Tomográficos De modo geral a substituição da arquitetura óssea por tecido fibroso caracteriza um grupo de patologias denominadas de lesões fibro ósseas; dentro

Leia mais

INVESTIGAÇÃO. An Bras Dermatol. 2011;86(5):905-9.

INVESTIGAÇÃO. An Bras Dermatol. 2011;86(5):905-9. INVESTIGAÇÃO 905 Estudo epidemiológico das doenças dermatológicas imunologicamente mediadas na cavidade oral * An epidemiological study of immune-mediated skin diseases affecting the oral cavity Cyntia

Leia mais

O Risco de morrer por doença crónica em Portugal de 1980 a 2012: tendência e padrões de sazonalidade

O Risco de morrer por doença crónica em Portugal de 1980 a 2012: tendência e padrões de sazonalidade O Risco de morrer por doença crónica em Portugal de 198 a 212: tendência e padrões de sazonalidade Baltazar Nunes Departamento de Epidemiologia Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge IV Congresso

Leia mais

Características epidemiológicas de pacientes portadores de neoplasias de cabeça e pescoço submetidos à radioterapia em Juiz de Fora MG.

Características epidemiológicas de pacientes portadores de neoplasias de cabeça e pescoço submetidos à radioterapia em Juiz de Fora MG. Características epidemiológicas de pacientes portadores de neoplasias de cabeça e pescoço submetidos à radioterapia em Juiz de Fora MG Bruna Quintão Costa Rocha * Luis Eneas * Rodrigo Guerra de Oliveira

Leia mais

16/03/12 TUMORES DE GLÂNDULAS SALIVARES TUMORES DE GLÂNDULAS SALIVARES TUMORES DE GLÂNDULAS SALIVARES TUMORES DE GLÂNDULAS SALIVARES

16/03/12 TUMORES DE GLÂNDULAS SALIVARES TUMORES DE GLÂNDULAS SALIVARES TUMORES DE GLÂNDULAS SALIVARES TUMORES DE GLÂNDULAS SALIVARES Universidade Federal de Goiás Faculdade de Odontologia Programa de Pós-Graduação Disciplina de Biologia Oral Conhecimento da Anatomia das Glândulas Salivares MESTRANDOS ÉRIKA MARIA CARVALHO BITENCOURT

Leia mais

saúde bucal no estado de São Paulo

saúde bucal no estado de São Paulo O retrato da saúde bucal no estado de São Paulo Estudo feito com 17.560 pessoas em 162 municípios revela indicadores surpreendentes sobre as condições bucais da população paulista em 2015 24 REVISTA do

Leia mais

Neoplasias de glândulas salivares menores: estudo retrospectivo de 83 casos

Neoplasias de glândulas salivares menores: estudo retrospectivo de 83 casos ORIGINAL ORIGINAL Neoplasias de glândulas salivares menores: estudo retrospectivo de 83 casos Minor salivary gland neoplasms: retrospective study of 83 cases Marília Queiroga Rocha da NÓBREGA 1 Luciana

Leia mais

VARIAÇÕES FISIOLÓGICAS DA PRESSÃO DO LÍQUIDO CEFALORRAQUEANO NA CISTERNA MAGNA

VARIAÇÕES FISIOLÓGICAS DA PRESSÃO DO LÍQUIDO CEFALORRAQUEANO NA CISTERNA MAGNA VARIAÇÕES FISIOLÓGICAS DA PRESSÃO DO LÍQUIDO CEFALORRAQUEANO NA CISTERNA MAGNA A. SPINA-FRANÇA * A pressão normal do líquido cefalorraqueano (LCR) ao nível do fundo de saco lombar varia entre 7 e 18 cm

Leia mais

Estudo epidemiológico do carcinoma epidermóide de boca no estado de Sergipe

Estudo epidemiológico do carcinoma epidermóide de boca no estado de Sergipe Estudo epidemiológico do carcinoma epidermóide de boca no estado de Sergipe Epidemiological study of the oral squamous cell carcinoma of the state of Sergipe Ignez Aurora dos ANJOS HORA Mestre em Patologia

Leia mais

Prevalência da Doença de Peyronie em população masculina, adulta em Botucatu/SP Brasil

Prevalência da Doença de Peyronie em população masculina, adulta em Botucatu/SP Brasil Prevalência da Doença de Peyronie em população masculina, adulta em Botucatu/SP Brasil FERNANDO DA ROCHA CAMARA ADRIANO DIAS EDUARDO MILANESI RUBIO Departamento de Urologia, Faculdade de Medicina de Botucatu

Leia mais

PÊNFIGO VULGAR a importância do conhecimento do cirurgião dentista para um correto diagnóstico

PÊNFIGO VULGAR a importância do conhecimento do cirurgião dentista para um correto diagnóstico CASOS CLÍNICOS PÊNFIGO VULGAR a importância do conhecimento do cirurgião dentista para um correto diagnóstico Deyvid Silva Rebouças*, Lucas Souza Cerqueira*, Tila Fortuna Costa*, Thaise Gomes Ferreira*,

Leia mais

Jacy Bruns. Declaração de conflito de interesse

Jacy Bruns. Declaração de conflito de interesse Jacy Bruns Declaração de conflito de interesse Não recebi qualquer forma de pagamento ou auxílio financeiro de entidade pública ou privada para pesquisa ou desenvolvimento de método diagnóstico ou terapêutico

Leia mais

Artigo Original TRATAMENTO DO CÂNCER DE CABEÇA E PESCOÇO NO IDOSO ACIMA DE 80 ANOS

Artigo Original TRATAMENTO DO CÂNCER DE CABEÇA E PESCOÇO NO IDOSO ACIMA DE 80 ANOS Artigo Original TRATAMENTO DO CÂNCER DE CABEÇA E PESCOÇO NO IDOSO ACIMA DE 80 ANOS HEAD AND NECK CANCER TREATMENT IN ELDERLY PATIENTS OVER 80 YEARS OLD 1,4,6 TERENCE PIRES DE FARIAS 5 GABRIEL MANFRO 1,2,3

Leia mais

Prevalência do temperamento ansioso em usuários do Centro de Referência em Hipertensão Arterial e Diabetes Mellitus de Rio Verde, GO.

Prevalência do temperamento ansioso em usuários do Centro de Referência em Hipertensão Arterial e Diabetes Mellitus de Rio Verde, GO. Introdução A hipertensão arterial sistêmica (HAS) é um grave problema de saúde pública, constituindo-se no principal fator de risco para a ocorrência de doenças cardiovasculares graves (EORY et al., 2014).

Leia mais

Avaliação da telelaringoscopia no diagnóstico das lesões benignas da laringe

Avaliação da telelaringoscopia no diagnóstico das lesões benignas da laringe Hospital do Servidor Público Municipal de São Paulo Avaliação da telelaringoscopia no diagnóstico das lesões benignas da laringe Márcio Cavalcante Salmito SÃO PAULO 2012 Márcio Cavalcante Salmito Avaliação

Leia mais

UERGS Administração de Sistemas e Serviços de Saúde Introdução ao Método Epidemiológico

UERGS Administração de Sistemas e Serviços de Saúde Introdução ao Método Epidemiológico UERGS Administração de Sistemas e Serviços de Saúde Introdução ao Método Epidemiológico 1. Assunto: Indicadores epidemiológicos, de morbidade: incidência, prevalência, taxa de ataque e taxa de ataque secundária..

Leia mais

RESUMO INTRODUÇÃO. Arquivos em Odontologia, Belo Horizonte, v.42, n.4, p , out./dez. 2006

RESUMO INTRODUÇÃO. Arquivos em Odontologia, Belo Horizonte, v.42, n.4, p , out./dez. 2006 PREVALÊNCIA DAS ALTERAÇÕES DA NORMALIDADE E LESÕES DA MUCOSA BUCAL EM PACIENTES ATENDIDOS NAS CLÍNICAS INTEGRADAS DE ATENÇÃO PRIMÁRIA (CIAPS) DA FACULDADE DE ODONTOLOGIA DA UFMG DEVELOPMENT ALTERATIONS

Leia mais

Epidemiologia e história natural da DHGNA. Prof Ana LC Martinelli Depto Clinica Médica Gastroenterologia FMRP-USP

Epidemiologia e história natural da DHGNA. Prof Ana LC Martinelli Depto Clinica Médica Gastroenterologia FMRP-USP Epidemiologia e história natural da DHGNA Prof Ana LC Martinelli Depto Clinica Médica Gastroenterologia FMRP-USP DECLARAÇÃO DE CONFLITO DE INTERESSE Em conformidade com a RDC 96 de 17/12/2008 declaro não

Leia mais

FREQÜÊNCIA DE RAÍZES FUSIONADAS, SEPARADAS DIVERGENTES, SEPARADAS CONVERGENTES, SEPARADAS RETILÍNEAS E DILACERADAS DOS TERCEIROS MOLARES

FREQÜÊNCIA DE RAÍZES FUSIONADAS, SEPARADAS DIVERGENTES, SEPARADAS CONVERGENTES, SEPARADAS RETILÍNEAS E DILACERADAS DOS TERCEIROS MOLARES Rev. Odont. UNESP, São Paulo, 19:277-282,1990. FREQÜÊNCIA DE RAÍZES FUSIONADAS, SEPARADAS DIVERGENTES, SEPARADAS CONVERGENTES, SEPARADAS RETILÍNEAS E DILACERADAS DOS TERCEIROS MOLARES Roberto Antonio NICODEMO*

Leia mais

LÍNGUA GEOGRÁFICA. Organizadores: Erno Harzheim Milena Rodrigues Agostinho Natan Katz. Autores: Carlos Pilz Vinicius Coelho Carrard

LÍNGUA GEOGRÁFICA. Organizadores: Erno Harzheim Milena Rodrigues Agostinho Natan Katz. Autores: Carlos Pilz Vinicius Coelho Carrard LÍNGUA GEOGRÁFICA Organizadores: Erno Harzheim Milena Rodrigues Agostinho Natan Katz Autores: Carlos Pilz Vinicius Coelho Carrard LESÕES BENIGNAS DA LÍNGUA Parte 1 - Língua Geográfica Introdução Também

Leia mais

PERFIL EPIDEMIOLÓGICO, TRATAMENTO E SOBREVIDA DE PACIENTES COM CÂNCER BUCAL EM TAUBATÉ E REGIÃO

PERFIL EPIDEMIOLÓGICO, TRATAMENTO E SOBREVIDA DE PACIENTES COM CÂNCER BUCAL EM TAUBATÉ E REGIÃO PERFIL EPIDEMIOLÓGICO, TRATAMENTO E SOBREVIDA DE PACIENTES COM CÂNCER BUCAL EM TAUBATÉ E REGIÃO EPIDEMIOLOGICAL PROFILE, TREATMENT AND SURVIVAL OF PATIENTS WITH ORAL CANCER IN TAUBATÉ AREA Ana Cristina

Leia mais

Patologia Buco Dental Prof. Dr. Renato Rossi Jr.

Patologia Buco Dental Prof. Dr. Renato Rossi Jr. Cistos Odontogênicos Introdução Os cistos derivados dos tecidos odontogênicos são caracterizados como lesões de extraordinária variedade. O complexo desenvolvimento das estruturas dentárias é refletido

Leia mais

UTILIZAÇÃO DO ML FLOW PARA AUXÍLIO DIAGNÓSTICO E CARACTERIZAÇÃO DO TIPO DE HANSENÍASE NO RIO GRANDE DO SUL. UM ESTUDO DE CUSTO-EFETIVIDADE

UTILIZAÇÃO DO ML FLOW PARA AUXÍLIO DIAGNÓSTICO E CARACTERIZAÇÃO DO TIPO DE HANSENÍASE NO RIO GRANDE DO SUL. UM ESTUDO DE CUSTO-EFETIVIDADE PPG Saúde Coletiva UNISINOS UTILIZAÇÃO DO ML FLOW PARA AUXÍLIO DIAGNÓSTICO E CARACTERIZAÇÃO DO TIPO DE HANSENÍASE NO RIO GRANDE DO SUL. UM ESTUDO DE CUSTO-EFETIVIDADE Marlisa Siega Freitas Nêmora Tregnago

Leia mais

Determinação do grau de incapacidade em hansenianos não tratados *

Determinação do grau de incapacidade em hansenianos não tratados * * Trabalho realizado no setor de Hanseníase/FIOCRUZ auxílio Financeiro da CERPHA. * Fisioterapeuta/Terapeuta Ocupacional. * * Médica/Pesquisadora da FIOCRUZ. ***Assistente Social/Sanitarista. ****Técnica

Leia mais

LÍQUEN PLANO BUCAL E HEPATITE C

LÍQUEN PLANO BUCAL E HEPATITE C LÍQUEN PLANO BUCAL E HEPATITE C ORAL LICHEN PLANUS AND HEPATITIS C Soraya de Mattos Camargo Grossmann 1 Maria Cássia Ferreira de Aguiar 2 Rosângela Teixeira 3 Maria Auxiliadora Vieira do Carmo 2 RESUMO

Leia mais

LÍQUEN PLANO BUCAL E HEPATITE C: REVISÃO DA LITERATURA. Oral lichen planus and hepatitis C: review of the literature

LÍQUEN PLANO BUCAL E HEPATITE C: REVISÃO DA LITERATURA. Oral lichen planus and hepatitis C: review of the literature LÍQUEN PLANO BUCAL E HEPATITE C: REVISÃO DA LITERATURA Oral lichen planus and hepatitis C: review of the literature Amanda Rocha Randazzo 1 Simone Angélica de Faria Amormino 2 Carlos Roberto Martins 3

Leia mais

EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA MULTIDISCIPLINAR: RELATO DE EXPERIÊNCIA DAS ATIVIDADES DA LIGA DA MAMA EM 2010

EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA MULTIDISCIPLINAR: RELATO DE EXPERIÊNCIA DAS ATIVIDADES DA LIGA DA MAMA EM 2010 EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA MULTIDISCIPLINAR: RELATO DE EXPERIÊNCIA DAS ATIVIDADES DA LIGA DA MAMA EM 2010 GOMES, Higor Costa 1 ; CABERO, Flávia Vidal 2 ; FREITAS-JUNIOR, Ruffo 3 ; RAHAL, Rosemar Macedo Sousa

Leia mais

Avaliação do padrão e número de sítios de fosforilação (EPIYA) da proteína CagA de H. pylori e risco de carcinoma gástrico e úlcera duodenal

Avaliação do padrão e número de sítios de fosforilação (EPIYA) da proteína CagA de H. pylori e risco de carcinoma gástrico e úlcera duodenal UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MICROBIOLOGIA Avaliação do padrão e número de sítios de fosforilação (EPIYA) da proteína CagA de H. pylori

Leia mais