O ISS e as tarifas bancárias

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O ISS e as tarifas bancárias"

Transcrição

1 O ISS e as tarifas bancárias No jargão bancário, tarifa é a contrapartida de uma prestação de serviço, é a receita decorrente do serviço prestado. Por conseguinte, sempre que o Banco registra uma receita sob o título de tarifa, sabe-se de antemão que se trata da cobrança de uma prestação de serviço. Neste sentido, pouco importa a conta onde a receita de tarifa foi contabilizada, pois tarifa sempre será decorrente de um serviço. Assim, no plano de contas instituído pelo Banco Central, e obrigatório para todas as instituições financeiras, temos tarifas em todos os subgrupos de contas de receita. As Instituições Financeiras distribuem suas receitas de serviços em diversas áreas de atividades, a saber: A - Tarifas decorrentes de Contas Correntes e de Poupança; B - Tarifas e Comissões decorrentes das operações de cartões de crédito; C - Tarifas e Comissões decorrentes de operações de crédito; D - Taxas de administração de fundos em geral; E - Tarifas decorrentes dos serviços de cobrança; F - Tarifas decorrentes dos serviços de câmbio; G - Tarifas decorrentes dos serviços de arrecadação de tributos e contas; H - Tarifas de garantias prestadas; I - Tarifas de outros serviços. A - Os serviços decorrentes das Contas Correntes (e de poupança) estão descritos nos subitens 15.02, 15.07, e da lista de serviços anexa à Lei Complementar n. 116/03. Os serviços denominados de Ressarcimento de Despesas telefone e fax encontram-se discriminados no subitem Em relação às tarifas dos serviços denominados de Ressarcimento de despesas telefonemas ou fax o uso errôneo da expressão ressarcimento pode dar a ideia de que se trata, tecnicamente, de reembolso de uma despesa efetuada pelo Banco por conta do cliente. Mas, não é. Trata-se de um serviço que o Banco presta ao cliente, mediante contato telefônico ou por fax, transmitindo informações de utilidade e relacionadas com as contas bancárias do próprio cliente. E tanto é assim que os Bancos cobram tarifas de valores previamente fixados e tabelados, sem qualquer relação ao valor da despesa do telefonema ou do fax. Ora, se fosse ressarcimento, o valor cobrado teria de ser o mesmo da despesa efetuada pelo Banco. Ademais, ressarcimento de despesa não afeta o resultado da instituição, ou seja, não participa na apuração do lucro (ou prejuízo) do exercício. E o Banco Central determina que o valor do dito ressarcimento ingresse como receita do exercício. A dizer, portanto, que essa receita é incorporada ao patrimônio da instituição financeira, provocando mutações patrimoniais e não se comportando como um mero reembolso de despesas, cujos lançamentos ficam restritos às contas de ativo.

2 Deste modo, além de ser uma tarifa, os Bancos cobram valores fixos pelos serviços prestados através de telefonia e fax. Abaixo, valores fixos cobrados por evento em algumas instituições financeiras, segundo o Banco Central: Ressarcimento de Despesas Telefonemas ou fax por folha: Banco Fator R$10,00 Banco Safra R$9,00 Banco Santander R$6,60 Banco Bradesco R$5,90 Banco Mercantil do Brasil R$4,00 Por mais evidente que seja prestação de serviço, alguns Tribunais de Justiça rejeitam a incidência do ISS sob a influência da malfadada expressão ressarcimento, quando deveriam examinar com maior cuidado a natureza verdadeira da cobrança. B - Os serviços decorrentes dos cartões de crédito estão descritos nos subitens da referida lista de serviços. Existem tarifas cobradas dos portadores dos cartões e taxas cobradas dos Estabelecimentos que operam com cartões. As tarifas cobradas dos portadores de cartões de crédito/débito são as seguintes: I Tarifa de anuidade cobrada ao receber o cartão e a cada 12 meses; II Tarifa de manutenção cobrada quando houver uso do cartão e do limite de crédito; III Tarifa de inatividade cobrada quando não houver uso do cartão em período igual ou superior a 60 dias; IV Tarifa de 2ª via de senha cobrada a cada solicitação de 2ª via de senha; V Tarifa de pagamento de contas, inclusive débitos automáticos cobrada a cada conta; VI Tarifa de saque internacional cobrada a cada saque no exterior; VII Tarifa de excesso de limite cobrada a cada excesso ocorrido; VIII Tarifa de análise cobrada a cada análise de despesa solicitada; IX Tarifa de 2ª via de cartão cobrada a cada solicitação de cartão. O Conselho Monetário Nacional determina aos Bancos somente cobrança das seguintes tarifas aos portadores de cartões: Anuidade; Segunda via do Cartão; Saque em terminal eletrônico; Pagamentos de contas; Avaliação emergencial do limite de crédito. As Operadoras de cartão de crédito, na posição de administradoras, sofrem incidência do ISS conforme estabelece o subitem da lista. Já os Bancos

3 Emissores também recebem comissões pela intermediação que efetua na cobrança da taxa de desconto a favor das operadoras. Esta receita pode se enquadrar no subitem da lista de serviços. Tal fato ocorre porque a agência do Banco Emissor (a agência que emitiu o cartão de crédito/débito para o seu cliente) participa na receita cobrada ao Estabelecimento lojista. Esta receita, denominada de Taxa de Desconto pela Operadora do Cartão, tem uma parcela retida pelo Banco Emissor. Esta parcela é chamada usualmente de Taxa de Intermediação e é receita efetiva da Agência bancária. O contrato de adesão com o Estabelecimento afiliado deixa clara a participação do Banco Emissor, conforme se observa na leitura do contrato abaixo da Operadora Cielo, como exemplo: Cláusula 18ª - O ESTABELECIMENTO reconhece que a sua adesão ao SISTEMA CIELO implica na contratação da CIELO para administrar a liquidação, e também na contratação do EMISSOR do CARTÃO para que este realize a cobrança do valor da TRANSAÇÃO junto ao PORTADOR, devendo tal valor ser repassado ao ESTABELECIMENTO no prazo acordado com a CIELO, desde que a TRANSAÇÃO tenha sido realizada de acordo com este CONTRATO, e depois de deduzidas a COMISSÃO, taxas e encargos aplicáveis (grifo nosso). Parágrafo Primeiro Quando do recebimento pelo EMISSOR do valor da TRANSAÇÃO em pagamento do valor devido pelo PORTADOR, o EMISSOR poderá deduzir e reter a parte que lhe for aplicável da quantia correspondente à COMISSÃO (grifo nosso). Deste modo, fácil observar que o Banco Emissor participa efetivamente na operação, com a devida anuência do Estabelecimento e expressa autorização da Operadora em reter a parcela que lhe for destinada. A Cláusula 25ª do mesmo Contrato reforça esse entendimento: Cláusula 25ª - Em decorrência da afiliação e serviços previstos no CONTRATO, o ESTABELECIMENTO pagará uma COMISSÃO, da qual uma parte remunerará os serviços prestados pelo EMISSOR do respectivo CARTÃO ou MEIO DE PAGAMENTO e a outra parte remunerará os serviços prestados pela CIELO (grifo nosso). O contrato da Operadora Redecard (atual Rede) segue o mesmo caminho: 1.2. Os serviços e atividades de que trata essa Cláusula são prestados e/ou propiciados aos ESTABELECIMENTOS pelos integrantes do SISTEMA REDECARD (dentre eles, EMISSORES e BANDEIRAS), por intermédio da REDECARD, cabendo a cada um deles, conforme acordado em contratos próprios, uma parcela da TAXA DE DESCONTO, da TARIFA POR TRANSAÇÃO ou, conforme o caso, de outras formas de remuneração previstas neste CONTRATO (grifo nosso).

4 O Contrato acima traz as seguintes definições: TARIFA POR TRANSAÇÃO Remuneração por TRANSAÇÃO, em moeda corrente e com valor fixo estipulado entre as Partes, paga pelo ESTABELECIMENTO à REDECARD, sendo composta de valores devidos à REDECARD, ao EMISSOR e à BANDEIRA, que possuem denominações e condições acertadas em contratos próprios (grifo nosso). TAXA DE DESCONTO Remuneração por TRANSAÇÃO que consiste em um percentual incidente sobre o VALOR BRUTO das TRANSAÇÕES, cujo fator é estipulado entre as Partes. Trata-se de remuneração paga pelo ESTABELECIMENTO à REDECARD, sendo composta de valores devidos à REDECARD, ao EMISSOR e à BANDEIRA, que possuem denominações e condições acertadas em contratos próprios (grifo nosso). Contudo, as agências bancárias emissoras do cartão não costumam recolher o ISS de tais serviços, sob a alegação de que a respectiva receita foi contabilizada na matriz, ou, então, fato constatado em uma fiscalização, a referida receita foi contabilizada na conta COSIF Rendas de Participações tendo o Banco alegado que se tratava de rendimento originário de participação em outras empresas, e não de prestação de serviços. A alegação, por evidência, não prospera, por se tratar nitidamente de prestação de serviço, aliás, conforme o próprio contrato acima enfatiza. C São diversas as tarifas e comissões auferidas pelos Bancos nas operações de crédito. Por exemplo: Adiantamento em Conta Corrente Tarifa por operação ou por evento; Confecção de Ficha Cadastral Tarifa por cliente ou por evento; Renovação de Ficha Cadastral Tarifa por cliente; Abertura de Crédito Tarifa por operação ou por evento; Renegociação da Dívida Tarifa por operação ou por evento; Substituição de Garantia Tarifa por operação ou por evento; Rescisão Contratual Tarifa por operação ou por evento; Cancelamento de contrato; Comissão de intermediação. Grande parte dessas tarifas é contabilizada no código do COSIF, ou seja, Rendas de Operações de Crédito, e por este motivo os Bancos costumam alegar que se trata de rendas de operações de crédito e não de serviços. Vale observar que adiantamento em conta corrente ou abertura de crédito não se refere à operação de empréstimo, mas, sim, pelo serviço de analisar o risco de crédito do cliente e ser aprovado um limite de valor que poderá vir a ser usado. Caso o cliente utilize o crédito concedido, o Banco cobrará os juros decorrentes. Duas operações distintas, portanto. Uma prévia, que é a

5 concessão do limite (serviço); outra posterior, de operação financeira, caso o limite venha a ser utilizado pelo cliente (operação de crédito). As tarifas das operações de crédito estão descritas no subitem 15.08, podendo, também, ser utilizado o subitem As operações de leasing estão, de forma específica, referidas no subitem Exemplos de serviços em Operações de Leasing: Confecção de Ficha Cadastral Tarifa por operação; Consulta a serviço de proteção ao crédito Tarifa por evento; Abertura de Crédito Tarifa por operação; Elaboração de contrato Tarifa por operação; Rescisão Contratual Quitação Antecipada Tarifa por operação; (e sem contar a própria operação de leasing, que é considerada serviço) D - As taxas de administração de fundos estão enquadradas no subitem As instituições financeiras, em geral, concentram esses serviços em empresas do grupo financeiro denominadas de Administradoras de Fundos Mobiliários, porém, quem fecha normalmente as operações são as agências do Banco Múltiplo, repassando-as à Administradora, sendo esta que cobra a taxa de administração. Vai daí que o ISS será devido no Município onde o Fundo estiver sediado. E Exemplos de tarifas decorrentes de serviços de cobrança: Emissão de carnê; Cobrança por boleto; Emissão de aviso; Impressão e postagem; Extrato de posição da carteira; Agendamento de débito automático; Tarifa de cobrança; Recuperação de bloqueto; Relação de títulos em carteira. As tarifas de cobrança são enquadradas no subitem da lista de serviços. F São exemplos de tarifas relacionadas com serviços de câmbio: Exportação - Edição de Contrato de Câmbio; Exportação - Edição de Contrato de Câmbio via Internet; Exportação - Liquidação com Ordem de Pagamento; Exportação - Conferência de Documentos; Exportação - Câmbio Simplificado (todas as despesas do cliente no Banco); Importação - Câmbio Simplificado (Todas as despesas do cliente no Banco); Importação - Edição de Contrato de Câmbio; Importação - Emissão de Ordem de Pagamento;

6 Importação - Demais Tarifas (Não incluem despesas no Exterior); Ingresso de Recursos - Liquidação com Ordem de pagamento; Ingresso de Recursos - Confecção de ROF; Ingresso de Recursos - Confecção de esquema de ROF; Ingresso de Recursos - Confecção de Cadastro no CADEMP; Remessa de Recursos - Edição de Contrato de Câmbio; Remessa de Recursos - Edição de Contrato de Câmbio Via Internet; Remessa de Recursos - Emissão de Ordem de Pagamento; Remessa de Recursos - Alteração de ROF. Tais serviços são enquadrados no subitem da lista de serviços. G Serviços de recebimentos por conta de terceiros estão enquadrados no subitem da lista de serviços. Alguns exemplos de serviços: Arrecadação; Débito automático; Estorno de lançamento; Reprocessamento de lançamento; Fichas de compensação. H São serviços de garantia aqueles relacionados com avais, atestados, fianças e outras garantias, tipo performance bond. São enquadrados nos subitens e Exemplos: Abono de assinatura; Atestado de capacidade técnica; Atestado de idoneidade financeira; Carta de fiança; Contratação de aval e fiança.. I Os Bancos prestam outros variados serviços, tais como: Entrega ou recebimento de numerário em domicílio (subitem 15.06); Locação e manutenção de cofres particulares (subitem 15.03); Administração de cheques pré-datados (subitem 15.01); Agenciamento fiduciário ou depositário (subitem 15.06); Devolução de bens em custódia (subitem 15.06); Custódia de bens em geral (subitem 15.12); Administração de Consórcios (subitem 15.01); Consultorias em geral (subitem 17.01). Conclui-se, pois, que o uso da expressão tarifa se relaciona direta e inquestionavelmente à prestação de serviços. E todos eles são tributados pelo ISS, levando em conta a amplitude da lista de serviços anexa à Lei Complementar n. 116/03, bem diferente, aliás, da acanhada e limitada relação de serviços bancários que constavam do Decreto-lei n. 406/68 e da Lei Complementar n. 56/87. Em outras palavras, a alegação da taxatividade da

7 lista já não é mais argumentação lógica da não incidência nos casos de serviços bancários. Basta examinar a lista atual de serviços. A propósito, o artigo Tarifas Bancárias Uma Luz para o Debate, de 2007, e divulgado em nome da FEBRABAN, inicia assim: Tarifa é a contrapartida de uma prestação de serviço, frase adotada no início deste artigo. Logo, a própria Federação dos Bancos reconhece essa verdade insofismável. Roberto A. Tauil Junho de 2014

Art. 2º. Esta resolução entrará em vigor na data da sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

Art. 2º. Esta resolução entrará em vigor na data da sua publicação, revogadas as disposições em contrário. RESOLUÇÃO SMF N.º 3 DE 19 DE AGOSTO DE 2004 Complementa normas de escrituração fiscal do ISQN para contribuintes que exerçam atividades bancárias e financeiras e dá outras providências. O SECRETÁRIO DE

Leia mais

LEI Nº 2465/2013 SÚMULA: II 15.01, no caso da prestação dos serviços de administração de cartão de crédito ou débito e congêneres;

LEI Nº 2465/2013 SÚMULA: II 15.01, no caso da prestação dos serviços de administração de cartão de crédito ou débito e congêneres; LEI Nº 2465/2013 SÚMULA: Estabelece normas de incidência do ISS, relativas às operações efetuadas com cartões de crédito e de débito, e dá outras providências. AUTORIA: Poder Executivo A Câmara Municipal

Leia mais

PACOTE PADRONIZADO DE SERVIÇOS PRIORITÁRIOS - PESSOA NATURAL

PACOTE PADRONIZADO DE SERVIÇOS PRIORITÁRIOS - PESSOA NATURAL PACOTE PADRONIZADO DE SERVIÇOS PRIORITÁRIOS - PESSOA NATURAL Vigência a partir de 18/07/2014 As tarifas listadas podem ser reduzidas parcial ou totalmente, a critério exclusivo do Banco BNP Paribas Brasil,

Leia mais

LEI Nº. 845/2014 DE 14 DE MAIO DE 2014. O PREFEITO MUNICIPAL DE VÁRZEA ALEGRE, no uso de suas atribuições legais e em pleno exercício do cargo;

LEI Nº. 845/2014 DE 14 DE MAIO DE 2014. O PREFEITO MUNICIPAL DE VÁRZEA ALEGRE, no uso de suas atribuições legais e em pleno exercício do cargo; LEI Nº. 845/2014 DE 14 DE MAIO DE 2014. Projeto de Lei que estabelece normas para acompanhamento fiscal do ISS, relativo as operações efetuadas com cartões de crédito e de débito, e dá outras providências.

Leia mais

CODIGO DA LISTA SERVIÇOS CÓDIGO DE TRIBIBUTAÇÃO DESIF DESCRIÇÃO DO CÓDIGO DE TRIBIBUTAÇÃO DESIF ALÍQUOTA

CODIGO DA LISTA SERVIÇOS CÓDIGO DE TRIBIBUTAÇÃO DESIF DESCRIÇÃO DO CÓDIGO DE TRIBIBUTAÇÃO DESIF ALÍQUOTA CODIGO DA LISTA SERVIÇOS CÓDIGO DE TRIBIBUTAÇÃO DESIF DESCRIÇÃO DO CÓDIGO DE TRIBIBUTAÇÃO DESIF ALÍQUOTA 101 10100001 Análise e desenvolvimento de sistemas 5,00% 102 10200001 Programação 5,00% 103 10300001

Leia mais

Tabela de Tarifas e Comissões Bancárias. Tarifas Avulsas. CONTA CORRENTE Tipo FORMA DE DÉBITO

Tabela de Tarifas e Comissões Bancárias. Tarifas Avulsas. CONTA CORRENTE Tipo FORMA DE DÉBITO Tabela de Tarifas e Comissões Bancárias Tarifas Avulsas CONTA CORRENTE Tipo FORMA Confecção de Ficha Cadastral P. Abertura da Conta Sistema R$ 50,00 Confecção de Ficha Cadastral P. Física Abertura da Conta

Leia mais

Resumo do Regulamento de Utilização do Cartão American Express Business

Resumo do Regulamento de Utilização do Cartão American Express Business Resumo do Regulamento de Utilização do Cartão American Express Business IMPORTANTE: LEIA ESTE SUMÁRIO COM ATENÇÃO Este Sumário apresenta um resumo das principais informações que a Empresa Associada e o

Leia mais

SERVIÇOS PERIODICIDADE VALOR (R$) VIGÊNCIA Cadastro 1.000,00 01/04/2014

SERVIÇOS PERIODICIDADE VALOR (R$) VIGÊNCIA Cadastro 1.000,00 01/04/2014 SERVIÇOS PERIODICIDADE VALOR (R$) VIGÊNCIA Cadastro Confecção de Ficha Cadastral 1.000,00 01/04/2014 Renovação de Ficha Cadastral 1.000,00 01/04/2014 Consultas a Serviços de Proteção ao Crédito 20,00 14/02/2011

Leia mais

Tabela de Tarifas - Pessoa Física

Tabela de Tarifas - Pessoa Física Tabela de Tarifas - Pessoa Física VIGÊNCIA A PARTIR DE 22/05/2014 SERVIÇOS PRIORITÁRIOS SERVIÇOS CANAIS E FORMAS DE ENTREGA TARIFA - R$ 1. CADASTRO 1.1. Confecção de cadastro para início de relacionamento

Leia mais

TABELA DE TARIFAS PESSOA JURÍDICA Divulgada em 04/02/2015 Vigência a partir de 06/03/2015 (*)

TABELA DE TARIFAS PESSOA JURÍDICA Divulgada em 04/02/2015 Vigência a partir de 06/03/2015 (*) TABELA DE TARIFAS PESSOA JURÍDICA Divulgada em 04/02/2015 Vigência a partir de 06/03/2015 (*) PRODUTOS E SERVIÇOS SIGLA NO EXTRATO COBRANÇA POR Conta Salário Cartões e Pagamentos Emissão de Cartão Salário

Leia mais

1.8. Cartões emitidos para pagamento de benefícios ou repasse de programas sociais devem ser considerados?

1.8. Cartões emitidos para pagamento de benefícios ou repasse de programas sociais devem ser considerados? PAGAMENTOS DE VAREJO E CANAIS DE ATENDIMENTO Perguntas freqüentes 1. Arquivo ESTATCRT.TXT Informações relativas aos cartões com função saque e e-money 1.1. Devo informar os saques efetuados sobre linhas

Leia mais

Resumo do Contrato de seu Cartão de Crédito Business Card do HSBC.

Resumo do Contrato de seu Cartão de Crédito Business Card do HSBC. Resumo do Contrato de seu Cartão de Crédito Business Card do HSBC. Leia estas informações importantes para aproveitar todas as vantagens do seu novo cartão de crédito. Resumo do Contrato de seu Cartão

Leia mais

Resumo do Contrato de seu Cartão de Crédito do HSBC

Resumo do Contrato de seu Cartão de Crédito do HSBC Resumo do Contrato de seu Cartão de Crédito do HSBC Leia estas informações importantes para aproveitar todas as vantagens do seu novo cartão de crédito. Resumo do Contrato de seu Cartão de Crédito do

Leia mais

Comentários ao ISS nas operações com cartões de crédito e débito (I)

Comentários ao ISS nas operações com cartões de crédito e débito (I) Comentários ao ISS nas operações com cartões de crédito e débito (I) Alguns conceitos e definições O cartão de crédito é um meio para facilitar as transações financeiras, notadamente nas operações comerciais

Leia mais

Resumo do Contrato de seu Cartão de Crédito Instituto HSBC Solidariedade

Resumo do Contrato de seu Cartão de Crédito Instituto HSBC Solidariedade Resumo do Contrato de seu Cartão de Crédito Instituto HSBC Solidariedade Leia estas informações importantes para aproveitar todas as vantagens do seu novo cartão de crédito. Resumo do Contrato de seu

Leia mais

Tabela de Tarifas. Pessoa Jurídica. Divulgada em 01/08/2013 Vigência a partir de: 01/09/2013. sicoobes.com.br

Tabela de Tarifas. Pessoa Jurídica. Divulgada em 01/08/2013 Vigência a partir de: 01/09/2013. sicoobes.com.br Tabela de Tarifas Pessoa Jurídica Divulgada em 01/08/2013 Vigência a partir de: 01/09/2013 Relação dos serviços tarifados e respectivos valores vigentes. Os valores máximos foram estabelecidos pela Cooperativa,

Leia mais

TABELA DE CAPTAÇÃO DAS TAXAS DE JUROS PARA PESSOA FÍSICA PRATICADAS PELAS INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS EM 02/05/12

TABELA DE CAPTAÇÃO DAS TAXAS DE JUROS PARA PESSOA FÍSICA PRATICADAS PELAS INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS EM 02/05/12 TABELA DE CAPTAÇÃO DAS S DE JUROS PARA PESSOA FÍSICA EM 02/05/12 BANCO DO BRASIL BRADESCO CAIXA ECONÔMICA FEDERAL HSBC MODALIDADES DE CRÉDITO CARTÃO DE CRÉDITO 2,94* 13,56* 2,10* 14,99* 1,90* 2,85** 6,03*

Leia mais

SECRETARIA DA JUSTIÇA E DA DEFESA DA CIDADANIA FUNDAÇÃO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR DIRETORIA DE ESTUDOS E PESQUISAS

SECRETARIA DA JUSTIÇA E DA DEFESA DA CIDADANIA FUNDAÇÃO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR DIRETORIA DE ESTUDOS E PESQUISAS Resultados dos estudos sobre a redução de taxas de juros praticadas por bancos públicos e privados. Orientações aos consumidores. Face aos diversos anúncios de redução de juros veiculados na mídia a partir

Leia mais

TABELA DE TARIFAS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

TABELA DE TARIFAS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS TABELA DE TARIFAS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Pessoa Física PF RELAÇÃO DOS SERVIÇOS PRESTADOS Confecção de cadastro para início de relacionamento Fornecimento de 2ª via de cartão com função de débito com

Leia mais

Este regulamento está em vigor a partir do 11/07/2007 (inclusive) substituindo e cancelando o anterior

Este regulamento está em vigor a partir do 11/07/2007 (inclusive) substituindo e cancelando o anterior Este regulamento está em vigor a partir do 11/07/2007 (inclusive) substituindo e cancelando o anterior REGULAMENTO DE ACÚMULO DE PONTOS NO PROGRAMA BRADESCO COM TRANSFERÊNCIA PARA O PROGRAMA FIDELIDADE

Leia mais

ROTEIRO DE ENCERRAMENTO DE CONTAS CORRENTES

ROTEIRO DE ENCERRAMENTO DE CONTAS CORRENTES Como resultado de uma série de reuniões técnicas envolvendo representantes da Febraban, do Sistema Nacional de Defesa do Consumidor e do Banco Central do Brasil, no sentido de aprimorar ainda mais os procedimentos

Leia mais

Sumário Executivo 7 1 430

Sumário Executivo 7 1 430 43017 Sumário Executivo SUMÁRIO EXECUTIVO CARTÃO DE CRÉDITO BANDEIRA VISA INTERNACIONAL: Este documento contém as informações essenciais e resumidas relacionadas ao seu cartão extraídas das Condições Gerais

Leia mais

Tabela de Tarifas Pessoa Natural

Tabela de Tarifas Pessoa Natural Divulgada em: 02/03/205 Vigência a partir de: 20/04/205 PADRONIZAÇÃO DOS S PRIORITÁRIOS 2 LISTA DE S CANAIS DE ENTREGA SIGLA NO EXTRATO VALOR DA TARIFA CADASTRO. CADASTRO R$ 25,00 CONTA DE DEPÓSITOS 2.

Leia mais

Resumo do Contrato Cartão Colombo visa

Resumo do Contrato Cartão Colombo visa Resumo do Contrato Cartão Colombo visa Leia estas informações importantes para aproveitar todas as vantagens do seu novo cartão de crédito. SuMÁRIO EXECUTIVO Este resumo apresenta informações essenciais

Leia mais

Agência de Propaganda

Agência de Propaganda Agência de Propaganda Um assinante do Consultor Municipal fez a seguinte consulta: As empresas de propaganda e marketing são consideradas agências? E qual seria a base de cálculo do ISS? Por ser um assunto

Leia mais

Sumário Executivo do Contrato dos Cartões de Crédito Private Label Híbrido

Sumário Executivo do Contrato dos Cartões de Crédito Private Label Híbrido BANCO DO BRASIL S.A. Sumário Executivo do Contrato dos Cartões de Crédito Private Label Híbrido Conceito e Características do Cartão de Crédito O cartão de crédito Private Label Híbrido, de uso doméstico

Leia mais

Este regulamento está em vigor a partir do 11/07/2007 (inclusive) substituindo e cancelando o anterior

Este regulamento está em vigor a partir do 11/07/2007 (inclusive) substituindo e cancelando o anterior Este regulamento está em vigor a partir do 11/07/2007 (inclusive) substituindo e cancelando o anterior REGULAMENTO DE ACÚMULO DE PONTOS NO PROGRAMA BRADESCO COM TRANSFERÊNCIA PARA O PROGRAMA FIDELIDADE

Leia mais

NORMATIVO SARB 002/2008

NORMATIVO SARB 002/2008 O Conselho de Auto-Regulação Bancária, com base no art. 1 (b), do Código de Auto-Regulação Bancária, sanciona as regras abaixo dispostas, formalizando preceitos comuns a todas as signatárias da auto-regulação

Leia mais

Tabela de Tarifas e Comissões Bancárias

Tabela de Tarifas e Comissões Bancárias SAC Credicana: (18) 3321-1700 Ouvidoria Credicana: 0800 940 9360 Banco Central: 0800 979 2345 Estes telefones destinam-se ao atendimento de denúncias ou reclamações Valores vigentes a partir de 02/01/2014.

Leia mais

Tabela de Tarifas Pessoa Física - Serviços Diferenciados Divulgada em 16.05.2014 Vigência a partir de 16.06.2014

Tabela de Tarifas Pessoa Física - Serviços Diferenciados Divulgada em 16.05.2014 Vigência a partir de 16.06.2014 Vigência a partir de 16.06.2014 Produtos e Serviços / Periodicidade Cobrança por Tarifa - R$ Cheques - Remessa de talão via Correios Evento 6,00 Extratos - Extrato de Poupança, via Correios Extrato 2,00

Leia mais

RESOLUÇÃO N 3.518. Documento normativo revogado pela Resolução 3.919, de 25/11/2010.

RESOLUÇÃO N 3.518. Documento normativo revogado pela Resolução 3.919, de 25/11/2010. RESOLUÇÃO N 3.518 Documento normativo revogado pela Resolução 3.919, de 25/11/2010. Disciplina a cobrança de tarifas pela prestação de serviços por parte das instituições financeiras e demais instituições

Leia mais

Considerando a necessidade de atender a Resolução 3.518 de 06 de dezembro de 2007 e a 3.919 de 25 de novembro de 2010.

Considerando a necessidade de atender a Resolução 3.518 de 06 de dezembro de 2007 e a 3.919 de 25 de novembro de 2010. Circular da Sicoob Autocred nº. 006 Regula as Taxas e Tarifas praticadas com os associados Considerando a necessidade de atender a Resolução 3.518 de 06 de dezembro de 2007 e a 3.919 de 25 de novembro

Leia mais

TARIFAS BANCÁRIAS VOCÊ VALORIZA CADA CENTAVO DO SEU DINHEIRO. E A CAIXA TAMBÉM.

TARIFAS BANCÁRIAS VOCÊ VALORIZA CADA CENTAVO DO SEU DINHEIRO. E A CAIXA TAMBÉM. TARIFAS BANCÁRIAS VOCÊ VALORIZA CADA CENTAVO DO SEU DINHEIRO. E A CAIXA TAMBÉM. Por norma do Conselho Monetário Nacional (CMN), foram padronizados os Serviços Prioritários e os serviços isentos para Pessoa

Leia mais

TABELA DE TARIFAS (*) Vigência a partir de 02 de maio de 2007 SERVIÇOS R$

TABELA DE TARIFAS (*) Vigência a partir de 02 de maio de 2007 SERVIÇOS R$ Adesão à Tarifa Inteligente - Pacotes de Tarifas - cobrança mensal (a) CONTAS TABELA DE TARIFAS (*) Vigência a partir de 02 de maio de 2007 SERVIÇOS R$ Pacote Verde 7,00 Pacote Vermelho 9,50 Pacote Azul

Leia mais

RESOLUÇÃO N 3518. Parágrafo único. Para efeito desta resolução:

RESOLUÇÃO N 3518. Parágrafo único. Para efeito desta resolução: RESOLUÇÃO N 3518 Disciplina a cobrança de tarifas pela prestação de serviços por parte das instituições financeiras e demais instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil. O BANCO CENTRAL

Leia mais

d) participação em competições esportivas, incluídos gastos com treinamento;

d) participação em competições esportivas, incluídos gastos com treinamento; CAPÍTULO : 10 - Viagens Internacionais, Cartões de Uso Internacional e Transferências Postais SEÇÃO : 1 - Viagens Internacionais 1. Esta seção trata das compras e das vendas de moeda estrangeira, inclusive

Leia mais

ESTADO DO PIAUÍ PREFEITURA MUNICIPAL DE TERESINA

ESTADO DO PIAUÍ PREFEITURA MUNICIPAL DE TERESINA DECRETO Nº 3.624, DE 11 DE DEZEMBRO DE 1997. Complementa normas para escrituração fiscal do ISS, para os contribuintes que exerçam atividades financeiras, bancárias e congêneres, e institui o PROBAN -

Leia mais

COOPERATIVA DE CRÉDITO DOS PRODUTORES RURAIS E EMPRESÁRIOS DO INTERIOR PAULISTA - SICOOBCOCRED

COOPERATIVA DE CRÉDITO DOS PRODUTORES RURAIS E EMPRESÁRIOS DO INTERIOR PAULISTA - SICOOBCOCRED Tarifas por instituição - PESSOA FÍSICA - SERVIÇOS PRIORITÁRIOS - POSIÇÃO EM 01/04/2010 Produtos e serviços mais usuais 11. CADASTRO Unidade máximo Periodicidade 11.1 - Confecção de cadastro para início

Leia mais

Manual Cartão Pesquisa /CNPq. Atualizado em 25/08/2014

Manual Cartão Pesquisa /CNPq. Atualizado em 25/08/2014 Manual Cartão Pesquisa /CNPq Atualizado em 25/08/2014 Sumário Introdução... 3 Cartão BB Pesquisa... 4 Passo a Passo... 8 Perguntas e Respostas.... 14 Cartão BB Pesquisa O Cartão BB Pesquisa éresultado

Leia mais

Sumário Executivo. Cartão Emitido pelo Banco Fibra S.A.

Sumário Executivo. Cartão Emitido pelo Banco Fibra S.A. Sumário Executivo Cartão Emitido pelo Banco Fibra S.A. Emissor: Banco Fibra S.A. CNPJ/MF nº 58.616.418/0001-08 Endereço para correspondência: Al. Santos, 1.787, 7º Andar, São Paulo/SP, CEP. 01419-100.

Leia mais

PLANO FÁCIL. R$ 6.000,00 a R$ 12.000,00 16,65 18,75 R$ 12.000,01 a R$ 18.000,00 11,10 12,50 Acima de R$ 18.000,00 Isento Isento. Transações Excedentes

PLANO FÁCIL. R$ 6.000,00 a R$ 12.000,00 16,65 18,75 R$ 12.000,01 a R$ 18.000,00 11,10 12,50 Acima de R$ 18.000,00 Isento Isento. Transações Excedentes (1) PLANO FÁCIL Serviços Quantidade Mensal de Transações Fácil 1 Fácil 2 (2) (3) (4) Cheques Cheque Depositado 300 300 Cheque Emitido (exceto Transferência Bancária TB/TBG) Disponível 20 Extrato de Últimos

Leia mais

poupança meios eletrônicos, bem como internet Correspondente Bancário EXTRATO MÊS (C) ( ND )

poupança meios eletrônicos, bem como internet Correspondente Bancário EXTRATO MÊS (C) ( ND ) Serviços prestados pela instituição - Tarifas aplicáveis a partir de 01/06/2012 Pessoas Físicas - Tabela I LISTA DE SERVIÇOS CANAIS DE ENTREGA SIGLA NO EXTRATO VALOR DA TARIFA 1 CADASTRO 1 1.1 Confecção

Leia mais

SERVIÇOS PRESTADOS E TARIFAS - Pessoas Físicas Vigente a partir de 01/08/2015

SERVIÇOS PRESTADOS E TARIFAS - Pessoas Físicas Vigente a partir de 01/08/2015 SERVIÇOS PRESTADOS E TARIFAS - Pessoas Físicas Vigente a partir de 01/08/2015 Item MODALIDADE/NOMENCLATURA FATO GERADOR DA TARIFA VALOR R$ 1. CONTA DE DEPÓSITOS 1.1 Cadastro 1.2 Cartão 1.1.1. Cadastro

Leia mais

DIVULGADA EM: 14/07/2015 VALORES VIGENTES A PARTIR DE: 12/08/2015 SERVIÇOS ESSENCIAIS

DIVULGADA EM: 14/07/2015 VALORES VIGENTES A PARTIR DE: 12/08/2015 SERVIÇOS ESSENCIAIS ESSENCIAIS CARTÃO DÉBITO SAQUE TRANSFERÊNCIAS EXTRATO CONSULTAS CHEQUES Fornecimento de cartão com função débito. Fornecimento de segunda via do cartão, exceto nos casos de pedidos de reposição decorrentes

Leia mais

Internet Banking - Serviços Bancários - Tabela de Tarifas Vigência 01.11.2015 SERVIÇOS ESPECIAIS. Unidade e/ou Forma de Cobrança.

Internet Banking - Serviços Bancários - Tabela de Tarifas Vigência 01.11.2015 SERVIÇOS ESPECIAIS. Unidade e/ou Forma de Cobrança. Serviços de Simples/ Vinculada/ Desconto Comercial/Vendor/ sem Registro/ Indexada 10,00 Por título registrado/pago Escritural 6,00 Por título Escritural Interna com Registro 5,70 (a) 6,17 (b) Por título

Leia mais

Atualizado em 10/09/2015

Atualizado em 10/09/2015 Atualizado em 10/09/2015 O Cartão BB Pesquisa é um produto oferecido pelo Banco do Brasil para facilitar o dia a dia dos pesquisadores. Destina-se ao pagamento de bens, serviços e demais despesas autorizadas.

Leia mais

Bank of America Merrill Lynch Brazil Pricing List

Bank of America Merrill Lynch Brazil Pricing List Cadastro Confecção de Ficha Cadastral Por Conta Por Evento R$ 32,00 Renovação da Ficha Cadastral Por Cliente A cada 360 dias R$ 40,00 Conta Corrente Manutenção de Conta Ativa Por Conta A cada 30 dias R$

Leia mais

Parágrafo 2º As operações de crédito contratadas a taxas prefixadas passam a ser informadas, a partir de 01.07.95

Parágrafo 2º As operações de crédito contratadas a taxas prefixadas passam a ser informadas, a partir de 01.07.95 CIRCULAR Nº 2568/95 Altera a classificação de fatores de risco de operações ativas, bem como os procedimentos para contabilização de operações de cessão de crédito e de receitas e despesas a apropriar.

Leia mais

Empréstimo. Pagamento em até 30 meses; Sem taxa de abertura de crédito; Parcelas debitadas em conta; Limites analisados pela renda.

Empréstimo. Pagamento em até 30 meses; Sem taxa de abertura de crédito; Parcelas debitadas em conta; Limites analisados pela renda. Produtos Conta Corrente Com isenção de tarifas de manutenção, dez folhas cheques, quatro extratos mensais, emissão de extratos on-line, tarifas reduzidas, só na Credlíder. Conta Poupança A Poupança Credlider

Leia mais

SOLUÇÕES DE RECEBIMENTO

SOLUÇÕES DE RECEBIMENTO Cobrança On Line Simples/Cobrança Vinculada /Desconto Comercial/Vendor/ Cobrança sem Registro/Cobrança Indexada 6,24 (a) 9,00 (b) Escritural 4,74 (a) 5,40 (b) Escritural Interna com Registro 3,70 Escritural

Leia mais

E m p r é s t i m o E cartão consignado direcionados a aposentados E pensionistas

E m p r é s t i m o E cartão consignado direcionados a aposentados E pensionistas Empréstimo e ca rt ã o c o n s i g n a d o d irec io na do s a apos e nta do s e pe ns io nis ta s Todo aquele que recebe benefícios de aposentadoria ou pensão por morte pagos pela Previdência Social,

Leia mais

SOLUÇÕES DE RECEBIMENTO

SOLUÇÕES DE RECEBIMENTO Cobrança On Line Simples/Cobrança Vinculada /Desconto Comercial/Vendor/ Cobrança sem Registro/Cobrança Indexada 6,24 Escritural 4,74 Escritural com Débito Automático 2,25 DEBITO DE COBRANCA C/C Escritural

Leia mais

Unidade I CONTABILIDADE EMPRESARIAL. Prof. Amaury Aranha

Unidade I CONTABILIDADE EMPRESARIAL. Prof. Amaury Aranha Unidade I CONTABILIDADE EMPRESARIAL Prof. Amaury Aranha Sumário Unidade I Unidade I Provisão para devedores duvidosos Operações financeiras (duplicatas) Unidade II Empréstimos (pré e pós) Aplicações financeiras

Leia mais

Conta corrente de depósitos à vista. Conta de depósitos de poupança. Lista de Serviços Tarifa *

Conta corrente de depósitos à vista. Conta de depósitos de poupança. Lista de Serviços Tarifa * Serviços Prestados pela Instituição - s aplicáveis a partir de 01/08/2013 Lista de Serviços * I II Conta corrente de depósitos à vista a) Fornecimento de cartão com função débito b) Fornecimento de dez

Leia mais

O mútuo, objeto deste contrato, será concedido conforme condições que se seguem:

O mútuo, objeto deste contrato, será concedido conforme condições que se seguem: SÃO PARTES DESTE CONTRATO: CONTRATO DE EMPRÉSTIMO FUNCEF NA MODALIDADE DE CREDINÂMICO FUNCEF 13º SALÁRIO QUE ENTRE SI FAZEM AS PARTES ABAIXO IDENTIFICADAS, NAS CONDIÇÕES QUE SE SEGUEM: A FUNDAÇÃO DOS ECONOMIÁRIOS

Leia mais

SUMÁRIO EXECUTIVO. Resumo do Regulamento da Utilização dos Cartões de Crédito Bradesco Empresariais IMPORTANTE: LEIA ESTE SUMÁRIO COM ATENÇÃO

SUMÁRIO EXECUTIVO. Resumo do Regulamento da Utilização dos Cartões de Crédito Bradesco Empresariais IMPORTANTE: LEIA ESTE SUMÁRIO COM ATENÇÃO SUMÁRIO EXECUTIVO Resumo do Regulamento da Utilização dos Cartões de Crédito Bradesco Empresariais IMPORTANTE: LEIA ESTE SUMÁRIO COM ATENÇÃO Este sumário representa um resumo das principais informações

Leia mais

a) agências de turismo e prestadores de serviços turísticos; b) embaixadas, legações estrangeiras e organismos internacionais;

a) agências de turismo e prestadores de serviços turísticos; b) embaixadas, legações estrangeiras e organismos internacionais; SEÇÃO : 1 - Disposições Gerais 1. Podem ser titulares de contas em moeda estrangeira no País na forma da legislação e regulamentação em vigor, observadas as disposições deste título: a) agências de turismo

Leia mais

PLANO FÁCIL. Valor da Mensalidade (R$) 22,20 24,00

PLANO FÁCIL. Valor da Mensalidade (R$) 22,20 24,00 (1) PLANO FÁCIL Serviços Quantidade Mensal de Transações Fácil 1 Fácil 2 (2) (3) (4) Cheques Cópia de Imagem 5 5 Cheque Depositado 300 300 Cheque Emitido (exceto Transferência Bancária TB/TBG) Disponível

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos DEREX Declaração decorrentes a recursos mantidos no exterior.

Parecer Consultoria Tributária Segmentos DEREX Declaração decorrentes a recursos mantidos no exterior. DEREX Declaração decorrentes a recursos mantidos no exterior. 18/03/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 4 3.1 Conceito...

Leia mais

REGULAMENTO DO CARTÃO BOM+ Funcionalidade Pré-Pago

REGULAMENTO DO CARTÃO BOM+ Funcionalidade Pré-Pago REGULAMENTO DO CARTÃO BOM+ Funcionalidade Pré-Pago O BOM+ é um cartão pré-pago que oferece aos seus clientes as funcionalidades de pagamento de compras em toda a rede MasterCard e também pagamento de tarifas

Leia mais

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL GERDAU PREVIDÊNCIA

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL GERDAU PREVIDÊNCIA REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL GERDAU PREVIDÊNCIA Capítulo I Da Finalidade Artigo 1 - O presente Regulamento de Empréstimo Pessoal, doravante denominado Regulamento, tem por finalidade definir normas

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO E ADESÃO AO SISTEMA DE EMISSÃO E RESERVA DE BILHETE AÉREO

TERMO DE COMPROMISSO E ADESÃO AO SISTEMA DE EMISSÃO E RESERVA DE BILHETE AÉREO TERMO DE COMPROMISSO E ADESÃO AO SISTEMA DE EMISSÃO E RESERVA DE BILHETE AÉREO STEEL SERVIÇOS EM VIAGENS E TURISMO LTDA, estabelecida a Avenida Presidente Vargas no 2121 sala 906 9o andar em Ribeirão Preto

Leia mais

SOLUÇÕES DE RECEBIMENTO

SOLUÇÕES DE RECEBIMENTO Até R$ Cobrança On Line Simples/Cobrança Vinculada /Desconto Comercial/Vendor/ Cobrança sem Registro/Cobrança Indexada 6,24 Escritural 4,74 Escritural com Débito Automático 2,00 DEBITO DE COBRANCA C/C

Leia mais

PRODUTOS BANCÁRIOS POUPANÇA

PRODUTOS BANCÁRIOS POUPANÇA POUPANÇA Popular: Rural ou Habitacional Juros Menor Saldo Período Rentabilidade: Mensal PF e PJ (sem fins lucrativos) Trimestral PJ (demais) Dias 29, 30, 31 Aniversário 1 Possui Cobertura do FGC CEF: Garantido

Leia mais

TARIFAS DE SERVIÇOS SICOOB BLUCREDI SC

TARIFAS DE SERVIÇOS SICOOB BLUCREDI SC TARIFAS DE SERVIÇOS SICOOB BLUCREDI SC Valores vigentes a partir de: 01/08/2014. Cartão de débito Saque Transferências Extrato Consultas (Saldo e extrato) Compensação de cheques Talão de cheque SERVIÇOS

Leia mais

O ISS das Instituições Financeiras

O ISS das Instituições Financeiras O ISS das Instituições Financeiras As instituições financeiras prestam serviços e esses são tributados pelo Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza. Há, porém, duas grandes dificuldades para fiscalizar

Leia mais

Como funcionam os fundos de investimentos

Como funcionam os fundos de investimentos Como funcionam os fundos de investimentos Fundos de Investimentos: são como condomínios, que reúnem recursos financeiros de um grupo de investidores, chamados de cotistas, e realizam operações no mercado

Leia mais

SERVIÇOS ESSENCIAIS - Pessoa FÍSICA

SERVIÇOS ESSENCIAIS - Pessoa FÍSICA TABELA GERAL DE TARIFAS E TAXAS DE SERVIÇOS FINANCEIROS DO SICOOB COOPERCREDI-SP Valores vigentes a partir de: 03/09/2012 SERVIÇOS ESSENCIAIS - Pessoa FÍSICA Pessoas naturais, detentoras de contas de depósito

Leia mais

A seguir você encontrará um resumo dos seus direitos e deveres e das principais condições e informações a respeito do seu Cartão.

A seguir você encontrará um resumo dos seus direitos e deveres e das principais condições e informações a respeito do seu Cartão. SUMÁRIO EXECUTIVO Resumo do Contrato de Utilização American Express Linha Crédito A seguir você encontrará um resumo dos seus direitos e deveres e das principais condições e informações a respeito do seu

Leia mais

Obrigações CMVM Comissão do Mercado de Valores Mobiliários OUTUBRO 2012 1

Obrigações CMVM Comissão do Mercado de Valores Mobiliários OUTUBRO 2012 1 CMVM Comissão do Mercado de Valores Mobiliários OUTUBRO 2012 1 O que são obrigações As obrigações são instrumentos financeiros que representam um empréstimo contraído junto dos investidores pela entidade

Leia mais

manual do portador de cartão

manual do portador de cartão O que você precisa saber sobre a utilização. PREZADO PORTADOR, Muito mais do que uma forma de pagamento prática, ágil e segura, os cartões representam uma facilidade incorporada por milhões de pessoas

Leia mais

h) TERMO DE ADESÃO Documento formal ao qual a EMPRESA CREDENCIADA adere ao PROGRAMA MAXXIMO FIDELIDADE nas condições do presente contrato.

h) TERMO DE ADESÃO Documento formal ao qual a EMPRESA CREDENCIADA adere ao PROGRAMA MAXXIMO FIDELIDADE nas condições do presente contrato. CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE GESTÃO DE PROGRAMA DE FIDELIDADE inscrita no CNPJ/MF sob o n. 09.016.557/0001-95, com sede na Rua Dr. Sodré 122 Sala 53, Vila Nova Conceição, São Paulo SP - CEP: 04535-110,

Leia mais

Regulamento da Carteira de Empréstimo - Antecipação do Abono Anual

Regulamento da Carteira de Empréstimo - Antecipação do Abono Anual Regulamento da Carteira de Empréstimo - Antecipação do Abono Anual Art. 1º - O presente Regulamento tem por finalidade disciplinar o funcionamento da Carteira de Empréstimo - Antecipação do Abono Anual,

Leia mais

Relatórios. Financeiro... 3. Detalhes financeiros da classe... 3. Detalhes financeiros do plano... 4. Detalhes financeiros dos alunos...

Relatórios. Financeiro... 3. Detalhes financeiros da classe... 3. Detalhes financeiros do plano... 4. Detalhes financeiros dos alunos... Relatórios Financeiro... 3 Detalhes financeiros da classe... 3 Detalhes financeiros do plano... 4 Detalhes financeiros dos alunos... 5 Vencimento diferenciado... 6 Não emitir boleto... 7 Diferenças entre

Leia mais

GUIA DE SERVIÇOS E BENEFÍCIOS

GUIA DE SERVIÇOS E BENEFÍCIOS GUIA DE SERVIÇOS E BENEFÍCIOS VEJA COMO UTILIZAR O DE FORMA PRÁTICA E SEGURA. DESBLOQUEIO DO CARTÃO Sua senha foi enviada anteriormente para seu endereço. Caso não a tenha recebido, ligue para a Central

Leia mais

CIRCULAR Nº 3.376. Altera o Regulamento do Mercado de Câmbio e Capitais Internacionais (RMCCI).

CIRCULAR Nº 3.376. Altera o Regulamento do Mercado de Câmbio e Capitais Internacionais (RMCCI). CIRCULAR Nº 3.376 Altera o Regulamento do Mercado de Câmbio e Capitais Internacionais (RMCCI). A Diretoria Colegiada do Banco Central do Brasil, em sessão realizada em 7 de fevereiro de 2008, com base

Leia mais

Resumo do Contrato de seu Cartão de Crédito do HSBC

Resumo do Contrato de seu Cartão de Crédito do HSBC Resumo do Contrato de seu Cartão de Crédito do HSBC Leia estas informações importantes para aproveitar todas as vantagens do seu novo cartão de crédito. Resumo do Contrato de seu Cartão de Crédito do

Leia mais

PACOTES DE SERVIÇOS UNIVERSITÁRIOS. Pacotes de Serviços que não estão mais disponíveis para novas contratações pelo público em geral.

PACOTES DE SERVIÇOS UNIVERSITÁRIOS. Pacotes de Serviços que não estão mais disponíveis para novas contratações pelo público em geral. PACOTES DE SERVIÇOS Pacotes de Serviços que não estão mais disponíveis para novas contratações pelo público em geral. ÍNDICE PÁG. 3 PÁG. PÁG. 5 501-PACOTE DE SERVIÇOS EM CONTA 5309-CONTA COMBINADA UNIVERSITÁRIA

Leia mais

DIVULGADA EM: 06/04/2015 VALORES VIGENTES A PARTIR DE: 06/05/2015 SERVIÇOS ESSENCIAIS

DIVULGADA EM: 06/04/2015 VALORES VIGENTES A PARTIR DE: 06/05/2015 SERVIÇOS ESSENCIAIS ESSENCIAIS CARTÃO DÉBITO SAQUE TRANSFERÊNCIAS EXTRATO CONSULTAS CHEQUES Fornecimento de cartão com função débito. Fornecimento de segunda via do cartão, exceto nos casos de pedidos de reposição formulados

Leia mais

Escola Secundária de Paços de Ferreira 12º Ano do Curso Técnicas de Secretariado 2009/2010. Formas de Pagamento no comércio Internacional

Escola Secundária de Paços de Ferreira 12º Ano do Curso Técnicas de Secretariado 2009/2010. Formas de Pagamento no comércio Internacional Formas de Pagamento no comércio Internacional Formas de Pagamento Tanto o exportador como o importador devem evitar os riscos de natureza comercial a que estão sujeitas as transacções internacionais. Ao

Leia mais

CONTRATO DE 1. DEFINIÇÕES 2. CONTRATAÇÃO DO CARTÃO

CONTRATO DE 1. DEFINIÇÕES 2. CONTRATAÇÃO DO CARTÃO CONTRATO DE Cartão DE CRÉDITO 1. DEFINIÇÕES a) Bandeira é a empresa proprietária dos sistemas que permitem a emissão do Cartão e utilização nos Estabelecimentos. b) Cartão é o cartão de crédito emitido

Leia mais

Conhecendo os Processos de Cobrança

Conhecendo os Processos de Cobrança Conhecendo os Processos de Cobrança 03 Processos de Cobrança Entenda a Fatura Ferramentas de Suporte Consulta de Extratos 05 09 11 16 Consumo Consciente 02 Processos de Cobrança conheça os processos de

Leia mais

CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE PROGRAMAS DE VIAGENS

CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE PROGRAMAS DE VIAGENS 1 CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE PROGRAMAS DE VIAGENS IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES O(a)Sr(a)., RG n.º, CPF, telefone(s),e-mail, endereço, Bairro,Cidade, Cep, de ora em diante denominado(a) simplesmente

Leia mais

d) participação em competições esportivas, incluídos gastos com treinamento;

d) participação em competições esportivas, incluídos gastos com treinamento; CAPÍTULO : 10 - Viagens Internacionais, Cartões de Uso Internacional e Transferências Postais SEÇÃO : 1 - Viagens Internacionais 1. Esta seção trata das compras e das vendas de moeda estrangeira, inclusive

Leia mais

CONTRATO PARA UTILIZAÇÃO DE CARTÃO CLUBE DEMAIS ALIMENTAÇÃO, QUE ENTRE SI CELEBRAM: SUPERMERCADOS DB LTDA E,

CONTRATO PARA UTILIZAÇÃO DE CARTÃO CLUBE DEMAIS ALIMENTAÇÃO, QUE ENTRE SI CELEBRAM: SUPERMERCADOS DB LTDA E, CONTRATO PARA UTILIZAÇÃO DE CARTÃO CLUBE DEMAIS ALIMENTAÇÃO, QUE ENTRE SI CELEBRAM: SUPERMERCADOS DB LTDA E, NAS MODALIDAES PAT- PROGRAMA DE ALIMENTAÇÃO DOS TRABALHADORES E/OU PRÊMIO - PREMIAÇÃO E INCENTIVO

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ADMINISTRAÇÃO, EMISSÃO E UTILIZAÇÃO DOS CARTÕES VITAL HELP

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ADMINISTRAÇÃO, EMISSÃO E UTILIZAÇÃO DOS CARTÕES VITAL HELP CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ADMINISTRAÇÃO, EMISSÃO E UTILIZAÇÃO DOS CARTÕES VITAL HELP Pelo presente instrumento contratual de um lado, VITAL HELP BENEFÍCIOS LTDA emissora e administradora de

Leia mais

Condições Gerais Contrato de Abertura de Crédito em Conta Corrente de Depósito CEP Plus PF

Condições Gerais Contrato de Abertura de Crédito em Conta Corrente de Depósito CEP Plus PF Condições Gerais Contrato de Abertura de Crédito em Conta Corrente de Depósito CEP Plus PF 1. Partes 1.1. Cliente - é o cliente do Personnalité e solicitante da abertura de crédito em conta corrente de

Leia mais

BRADESCO MINICARD VISA NACIONAL

BRADESCO MINICARD VISA NACIONAL BRADESCO MINICARD VISA NACIONAL Ele foi criado para lhe oferecer um conjunto de benefícios e facilitar seu dia-a-dia, especialmente nos momentos em que você mais precisa de um Cartão. Para o Bradesco,

Leia mais

Excertos. Código Comercial. Carta de Lei de 28 de junho de 1888. TÍTULO I Disposições gerais. Artigo 96.º Liberdade de língua nos títulos comerciais

Excertos. Código Comercial. Carta de Lei de 28 de junho de 1888. TÍTULO I Disposições gerais. Artigo 96.º Liberdade de língua nos títulos comerciais Excertos do Código Comercial Carta de Lei de 28 de junho de 1888 Livro Segundo Dos Contratos Especiais de Comércio TÍTULO I Disposições gerais Artigo 96.º Liberdade de língua nos títulos comerciais Os

Leia mais

CONTRATO DE EMISSÃO E UTILIZAÇÃO DO CARTÃO OUROCARD PRÉ-PAGO RECARREGÁVEL VISA DO BANCO DO BRASIL S.A - CORRENTISTAS PESSOAS FÍSICAS

CONTRATO DE EMISSÃO E UTILIZAÇÃO DO CARTÃO OUROCARD PRÉ-PAGO RECARREGÁVEL VISA DO BANCO DO BRASIL S.A - CORRENTISTAS PESSOAS FÍSICAS CONTRATO DE EMISSÃO E UTILIZAÇÃO DO CARTÃO OUROCARD PRÉ-PAGO RECARREGÁVEL VISA DO BANCO DO BRASIL S.A - CORRENTISTAS PESSOAS FÍSICAS Pelo presente contrato, o BANCO DO BRASIL S.A., com sede em Brasília

Leia mais

COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO

COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO PROJETO DE LEI N o 4.804-A, DE 2001 Dispõe sobre a atividade de empresa emissora de cartão de crédito, e dá outras providências. Autor: Deputado

Leia mais

1. EMENTA 2. INTRODUÇÃO

1. EMENTA 2. INTRODUÇÃO TARIFAS BANCÁRIAS 1. EMENTA O presente estudo tem por objetivo analisar a padronização das Tarifas Bancárias no Brasil através das Resoluções nº 3.518/07, nº 3.693/09 e demais alterações implementadas

Leia mais

ÁREA DE FORMAÇÃO: CONTRAIR CRÉDITO CARTÃO DE CRÉDITO

ÁREA DE FORMAÇÃO: CONTRAIR CRÉDITO CARTÃO DE CRÉDITO ÁREA DE FORMAÇÃO: CONTRAIR CRÉDITO CARTÃO DE CRÉDITO Índice O que é o cartão de crédito? Ficha de Informação Normalizada (FIN) Modalidades de reembolso Custo do crédito Taxas máximas Livre revogação Contrato

Leia mais

CONTRATO DE UTILIZAÇÃO DO CARTÃO CREDZ

CONTRATO DE UTILIZAÇÃO DO CARTÃO CREDZ CONTRATO DE UTILIZAÇÃO DO CARTÃO CREDZ CREDZ ADMINISTRADORA DE CARTÕES LTDA., empresa com sede na Avenida Brigadeiro Faria Lima, 1309, 11º andar, inscrita no CNPJ sob o nº 12.109.247/0001-20, doravante

Leia mais

FUNÇÕES DO SEU CARTÃO PONTO FRIO

FUNÇÕES DO SEU CARTÃO PONTO FRIO FUNÇÕES DO SEU CARTÃO PONTO FRIO 1. Modalidades de Operação: compras à vista, compras parceladas, pagamento de contas, financiamento de despesas, empréstimo pessoal. 2. Tarifas Específicas (sem prejuízo

Leia mais

Empréstimo e cartão consignado

Empréstimo e cartão consignado outubro/2014 Empréstimo e cartão consignado direcionados a aposentados e pensionistas Todo aquele que recebe benefícios de aposentadoria ou pensão por morte pagos pela Previdência Social pode obter crédito

Leia mais

1.6.5 Extrato Movimento (E) 1,00. Não disponível Conforme Tabela Bancoob Conforme Tabela Bancoob Conforme Tabela Bancoob Conforme Tabela Bancoob

1.6.5 Extrato Movimento (E) 1,00. Não disponível Conforme Tabela Bancoob Conforme Tabela Bancoob Conforme Tabela Bancoob Conforme Tabela Bancoob Página 2 de 11 RDE nº2013/005 SERVIÇOS PRESTADOS E TARIFAS - Pessoa Física Vigente a partir de 01/11/2013 Item Modalidade/Nomenclatura Fato Gerador R$ 1 CONTA DE DEPÓSITOS 1.1 Cadastro 1.1.1 Cadastro 1.1.2

Leia mais

Ficha de Informação Normalizada para Depósitos Depósitos à Ordem

Ficha de Informação Normalizada para Depósitos Depósitos à Ordem Designação Condições de Acesso Modalidade Meios de Movimentação Conta Completa Clientes Particulares, maiores de 18 anos, que sejam trabalhadores por conta de outrem e que aceitem domiciliar ou transferir,

Leia mais

BANCO CENTRAL DE VENEZUELA

BANCO CENTRAL DE VENEZUELA BANCO CENTRAL DE VENEZUELA AVISO OFICIAL O Banco Central de Venezuela, em exercício das faculdades que lhe conferem os artigos 21 (numeral 26) e 50 da Lei Especial que o rege, em concordância com o disposto

Leia mais

h) CADASTRO Documento formal ao qual a EMPRESA CREDENCIADA adere ao PROGRAMA MAXXIMO FIDELIDADE nas condições do presente contrato.

h) CADASTRO Documento formal ao qual a EMPRESA CREDENCIADA adere ao PROGRAMA MAXXIMO FIDELIDADE nas condições do presente contrato. CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE GESTÃO DE PROGRAMA DE FIDELIDADE inscrita no CNPJ/MF sob o n. 09.016.557/0001-95, com sede na Rua Dr. Sodré 122 Sala 53, Vila Nova Conceição, São Paulo SP - CEP: 04535-110,

Leia mais