FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO"

Transcrição

1 Sist. Nac. de Informações Culturais SNIC FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Depto.de Identificação e Documentação-DID Nome do Sítio: JOSÉ GRANDE Outras designações ou siglas: ZÉ GRANDE Município: SEROPÉDICA Localidade: Outras designações da localidade: Descrição sumária: CNSA : (campo reservado) Localizado em platô de área de pequeno relevo a cerca de dois quilômetros da BR-493, o sítio se encontra em uma jazida ainda utilizada como área de empréstimo de aterro para as obras do Arco Metropolitano do Rio de Janeiro. É um sítio histórico e foi um dos últimos a ser localizado em função das atividades de Monitoramentos das obras do Arco Metropolitano durante a abertura de uma estrada de acesso para a Jazida Zé Grande, situada a sudoeste em direção ao litoral. Esta estrada de acesso corta a periferia de algumas pequenas elevações onde também houve ocorrência de material arqueológico. Neste conjunto, foram então identificados e registrados os sítios São Sebastião I, São Sebastião II e São Sebastião III em terras da Fazenda Noruega, cuja sede se encontra ao lado contrário (e mais distanciada) do leito da estrada. Apresenta material histórico à superfície, mas até o momento, apesar do grande risco de destruição e a determinação do IPHAN para se efetuar seu resgate isto ainda não aconteceu. Frente aos fatos descritos e sem a possibilidade de abordagem, contamos apenas com as informações da coleta de superfície do sítio, com as quais se pode aventar apenas a hipótese de representar mais uma das típicas ocupações rurais do final do período colonial ou das primeiras décadas do período nacional (século XIX). Sítios relacionados: Sítios Fazenda Seropédica I, Fazenda Seropédica III filiação cultural. Sítios Lagoa da Noruega, Rafael Bispo, Morro da Noruega, da Pedra e São Sebastião I, II e III proximidade física. Nome do proprietário do terreno: Senhor José Grande Endereço: Estrada João Ferreira 911 Cidade: Seropédica CEP: Fone/Fax Ocupante atual: Senhor Adilson Silva como caseiro Acesso ao sítio: Chegando ao município de Seropédica, pela rodovia Presidente Dutra, após o pedágio pegar o retorno na BR 465 sentido Avenida Brasil, entrar na estrada João Ferreira e seguir até o número 911, Este dista 2300 metros da rodovia até a propriedade. Para localizar o sítio, deverá ter o auxílio de GPS com leitura de coordenadas em UTMs Medidas do sítio: Comprimento: 90m Largura: 80m Altura máxima: 44m (a partir do nível do solo) Área: 7200m2 Medição: Estima Passo Mapa Instrumento Nome e sigla do documento cartográfico:

2 Ano de edição: Órgão: Escala: IBGE DSG OUTRO Delimitação da área/coordenadas UTM: dados atualizados na escavação E: N: Perímetro: E: N: GPS Em mapa DATUM: SAD 69 Margem de erro 3 m E: E: E: N: N: N: Unidade geomorfológica: (vide tabela) Compartimento topográfico: (vide tabela) Serra Altitude: (com relação ao nivel do mar) 32 m Outras referência de localização: Agua mais próxima: Rio Valão dos Bois Meia encosta Distância: Rio: 650 m Valão dos Bois Bacia: Guandu / Baia de Sepetiba Vegetação atual: Floresta ombrófita Campinarana Savana-estépica (caatinga Capoeira Floresta estacional Savana (cerrado) Estepe Outra: pastagem forrageira Uso atual do terreno: Atividade urbana Estrutura da fazenda Plantio Via pública Pasto Área não utilizada Outro: jazida de solo Propriedade da terra: Área pública Área privada Área militar Área indígena Outra: Proteção legal Unidade de conservação ambiental Categoria: Municipal Estadual Federal Patrimônio da humanidade/unesco Exposição: Contexto de deposição: Unicomponencial Multicomponencial Pré-colonial De contato Histórico Céu aberto Gruta Abrigo sob rocha Submerso Outra: Em superfície Em profundidade Tipo de sítio: Moradia rural do período colonial? Forma: (vide tabela) Não delimitada Estratigrafia: (indicar o número, espessura e profundidade das camadas arqueológicas) Tipo de solo Areno argiloso. Estruturas Área de refugo Vestígios de mineração Buracos de estacas De Lascamento Fossas Alinhamento de pedras De Combustão (fogueira, forno, fogão) Manchas pretas Muros de Pedra Funerárias Canais tipo trincheira, valetas Palafitas Vestígios de edificação Círculo de pedra Paliçadas Concentrações cerâmicas Quantidades Outras:

3 Artefatos: Lítico lascado Lítico político Cerâmico Sobre concha Sobre material orgânico Outros vestígios líticos: Material histórico: Outros vestígios orgânicos: Outros vestígios inorgânicos: Acervo:Instituições: (em que se encontra o material coletado) INSTITUTO DE ARQUEOLOGIA BRASILEIRA (IAB) Arte rupestre: Pintura Gravura Ausente Artefatos líticos - Filiação cultural: Tradições: Fases: Números de catálogo: Complementos: Outras atribuições: Artefatos cerâmicos - Filiação cultural: Tradições: Fases: Complementos: Outras atribuições: Arte rupestre - Filiação cultural: Tradições: Fases: Complementos: Outras atribuições: Datações absolutas: Datações relativas: Grau de integridade: Fatores de destruição: mais de 75% entre 25 e 75% Sim menos de 25% Erosão eólica Erosão pluvial Construção de estradas Vandalismo Erosão Fluvial Atividades agrícolas Construções de moradias Outros fatores naturais:

4 Outros fatores antrópicos: Área utilizada para pasto Possibilidades de destruição: Retirada de solo da Jazida Medidas para preservação: Salvamento do material cultural Relevância do sítio: Alta Média Baixa Atividades desenvolvidas no local: Registro Coleta de Superfície Sondagem ou Corte estratigráfico Escavação de grande superfície Levantamento de gráficos rupestres Responsável pelo registro: Encontrado durante atividades de Monitoramento Arqueológico nas proximidades da obra Por Rhuam Carlos Alves de Souza arqueólogo IAB Registros no Iphan - - Ondemar Ferreira Dias Junior e Josefa Jandira Neto Ferreira Dias Cidade: Estrada Sarapui, 3199 Belford Roxo CEP: Fone/Fax: Nome do projeto: Projeto de Monitoramento, Salvamento Arqueológico e Valorização do Patrimônio Cultural nas Obras da Estrada 493/ -109 Trecho C do Arco Metropolitano. Nome da instituição: INSTITUTO DE ARQUEOLOGIA BRASILEIRA (IAB) Endereço: Estrada da Cruz Vermelha, 45 Vila Santa Tereza Belford Roxo Cidade: Belford Roxo CEP Fone/Fax: (21) Documentação produzida: (quantidade) Mapa com sítio plotado: Planta baixa dos locais afetados: Perfil topográfico: Foto preto e branco: Cópia total de arte rupestre: Caderneta de campo: Croqui: Planta baixa de estrutura: Foto aérea: Reprografia de imagem: Cópia parcial de arte rupestre: Video/filme: Planta baixa do sítio: Perfil estratigráfico: Foto colorida: Imagem de satélite: Ilustração de imagem: Outra: Bibliografia: Quantidade de imagens anexadas à Ficha de registro para inclusão no Banco de imagens: Vide Relatório Final no IPHAN

5 Observações: 1. Apesar das recomendações do IAB e do IPHAN, este sítio não foi resgatado até o presente momento. 2. Todos os processos de atividades de Educação Patrimonial e Estudos de Patrimônio Cultural Imaterial desenvolvidos ao longo de cinco anos se encontram no Relatório Final 3. Atenção! Esta Ficha de Registro foi refeita ao final da pesquisa e deverá substituir a anterior no CNSA. Belford Roxo, 28 /08/2014 Assinatura: Mapas e fotos, abaixo: Mapas

6 Fotos Sítio José Grande supressão vegetal Sítio José Grande - Tradagem Sítio José Grande - Tradagem Sítio José Grande - Tradagem

7 Sítio José Grande - Tradagem Decapagem do solo Decapagem do solo Retirada de terra para as obras da BR-493

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Sist. Nac. de Informações Culturais SNIC FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Depto.de Identificação e Documentação-DID Nome do Sítio: SÍTIO SÃO SEBASTIÃO I Outras designações ou siglas: Município:

Leia mais

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Sist. Nac. de Informações Culturais SNIC FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Depto.de Identificação e Documentação-DID Nome do Sítio: MORRO DA OLARIA Outras designações ou siglas: Município: SEROPÉDICA

Leia mais

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO -Sist. Nac. de Informações Culturais SNIC FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Depto.de Identificação e Documentação-DID Nome do Sítio: reservado) CNSA : (campo ÁGUAS LINDAS Outras designações ou siglas:

Leia mais

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Sist. Nac. de Informações Culturais SNIC FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Depto.de Identificação e Documentação-DID Nome do Sítio: K1- A Outras designações ou siglas: Município: DUQUE DE CAXIAS

Leia mais

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Sist. Nac. de Informações Culturais SNIC FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Depto.de Identificação e Documentação-DID Nome do Sítio: FAZENDA SEROPÉDICA I Outras designações ou siglas: CNSA: (campo

Leia mais

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Sist. Nac. de Informações Culturais SNIC FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Depto.de Identificação e Documentação-DID Nome do Sítio: ARY SCHIAVO Outras designações ou siglas: Município: JAPERI Localidade:

Leia mais

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Sist. Nac. de Informações Culturais SNIC FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Depto.de Identificação e Documentação-DID Nome do Sítio: SÍTIO ALDEIA DAS IGAÇABAS Outras designações ou siglas: SÍTIO DAS

Leia mais

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Sist. Nac. de Informações Culturais SNIC FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Depto.de Identificação e Documentação-DID Nome do Sítio: SÍTIO SANTA ÂNGELA Outras designações ou siglas: Município: SEROPÉDICA

Leia mais

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Sist. Nac. de Informações Culturais SNIC FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Depto.de Identificação e Documentação-DID Nome do Sítio: ENGENHO DO ALTO Outras designações ou siglas: CNSA: (campo reservado)

Leia mais

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Sist. Nac. de Informações Culturais SNIC FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Depto.de Identificação e Documentação-DID Nome do Sítio: SAMBAQUI DE IGUAÇU Outras designações ou siglas: CNSA : (campo

Leia mais

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Sist. Nac. de Informações Culturais SNIC FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Depto.de Identificação e Documentação-DID Nome do Sítio: AREAL II Outras designações ou siglas: CNSA : (campo reservado)

Leia mais

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Sist. Nac. de Informações Culturais SNIC FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Depto.de Identificação e Documentação-DID Nome do Sítio: ANABAL Outras designações ou siglas: Município: SEROPÉDICA Localidade:

Leia mais

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Sist. Nac. de Informações Culturais SNIC Depto.de Identificação e Documentação-DID

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Sist. Nac. de Informações Culturais SNIC Depto.de Identificação e Documentação-DID FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Sist. Nac. de Informações Culturais SNIC Depto.de Identificação e Documentação-DID Nome do Sítio: CNSA : (campo reservado) SÍTIO TERRA PROMETIDA Outras designações

Leia mais

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Sist. Nac. de Informações Culturais SNIC FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Depto.de Identificação e Documentação-DID Nome do Sítio: SÍTIO DA BAIXADA Outras designações ou siglas: RJ-LP-03 Município:

Leia mais

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Sist. Nac. de Informações Culturais SNIC FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Depto.de Identificação e Documentação-DID Nome do Sítio: SÍTIO MATO DOS ÍNDIOS IV Outras designações ou siglas: Município:

Leia mais

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Sist. Nac. de Informações Culturais SNIC FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Depto.de Identificação e Documentação-DID Nome do Sítio: SÍTIO MATO DOS ÍNDIOS III Outras designações ou siglas: Município:

Leia mais

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Sist. Nac. de Informações Culturais SNIC FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Depto.de Identificação e Documentação-DID Nome do Sítio: SÍTIO MATO DOS ÍNDIOS V Outras designações ou siglas: Município:

Leia mais

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Sist. Nac. de Informações Culturais SNIC FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Depto.de Identificação e Documentação-DID Nome do Sítio: MORRO DA NORUEGA Outras designações ou siglas: Município: SEROPÉDICA

Leia mais

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Sist. Nac. de Informações Culturais SNIC FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Depto.de Identificação e Documentação-DID Nome do Sítio: SÍTIO DO MORRO Outras designações ou siglas: ALDEIA 2 Município:

Leia mais

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Sist. Nac. de Informações Culturais SNIC FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Depto.de Identificação e Documentação-DID Nome do Sítio: CNSA : (campo reservado) SÍTIO SAMBAQUI DA MARQUESA Outras designações

Leia mais

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Sist. Nac. de Informações Culturais SNIC FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Depto.de Identificação e Documentação-DID Nome do Sítio: SÍTIO DO CRUZEIRO Outras designações ou siglas: CNSA : (campo reservado)

Leia mais

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Sist. Nac. de Informações Culturais SNIC FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Depto.de Identificação e Documentação-DID Nome do Sítio: K 4 Outras designações ou siglas: Município: DUQUE DE CAXIAS Localidade:

Leia mais

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Sist. Nac. de Informações Culturais SNIC FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Depto.de Identificação e Documentação-DID Nome do Sítio: SITIO OLARIA SÃO JOÃO Outras designações ou siglas: Município:

Leia mais

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Sist. Nac. de Informações Culturais SNIC FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Depto.de Identificação e Documentação-DID Nome do Sítio: CNSA : (campo reservado) SITIO MADAME PICUCHA - RJ LP - 1 Outras

Leia mais

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Sist. Nac. de Informações Culturais SNIC FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Depto.de Identificação e Documentação-DID Nome do Sítio: SÍTIO DAS PALMEIRAS Outras designações ou siglas: Município: NOVA

Leia mais

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Sist. Nac. de Informações Culturais SNIC FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Depto.de Identificação e Documentação-DID Nome do Sítio: LAGOA DA NORUEGA Outras designações ou siglas: Município: SEROPÉDICA

Leia mais

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO

FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Sist. Nac. de Informações Culturais SNIC FICHA DE REGISTRO DE SÍTIO ARQUEOLÓGICO Depto.de Identificação e Documentação-DID Nome do Sítio: SÍTIO ALDEIA DAS ESCRAVAS II Outras designações ou siglas: CNSA

Leia mais

Anexo II.5.3-4 Ficha de Sítios Cadastrados por Daivisson Santos Durante a Etapa de Campo para Confecção do Diagnóstico Arquelógico do Gasoduto do

Anexo II.5.3-4 Ficha de Sítios Cadastrados por Daivisson Santos Durante a Etapa de Campo para Confecção do Diagnóstico Arquelógico do Gasoduto do Anexo II.5.3-4 Ficha de Sítios Cadastrados por Daivisson Santos Durante a Etapa de Campo para Confecção do Diagnóstico Arquelógico do Gasoduto do Pará Nome do sítio: Ilha da Montanha Outras designações

Leia mais

Aula 1 de 4 Versão Aluno

Aula 1 de 4 Versão Aluno Aula 1 de 4 Versão Aluno O QUE É ARQUEOLOGIA? Arqueologia é a ciência que busca entender as culturas humanas a partir do estudo do registro arqueológico, que é o conjunto de todos os traços materiais da

Leia mais

CONTRIBUIÇÃO AO CONHECIMENTO DA BIOTA DO AÇUDE ITANS EM CAICÓ/RN: ANÁLISE DO USO E OCUPAÇÃO DO SOLO

CONTRIBUIÇÃO AO CONHECIMENTO DA BIOTA DO AÇUDE ITANS EM CAICÓ/RN: ANÁLISE DO USO E OCUPAÇÃO DO SOLO CONTRIBUIÇÃO AO CONHECIMENTO DA BIOTA DO AÇUDE ITANS EM CAICÓ/RN: ANÁLISE DO USO E OCUPAÇÃO DO SOLO Renato de Medeiros Rocha¹; João Paulo de Oliveira Medeiros¹; Diógenes Félix da Silva Costa¹; Ibsen Pereira

Leia mais

Relatório de prospecção arqueológica. Dr. Marcos Albuquerque Arqueólogo, Coordenador do Projeto SAB Nº 12

Relatório de prospecção arqueológica. Dr. Marcos Albuquerque Arqueólogo, Coordenador do Projeto SAB Nº 12 Prospecção arqueológica de superfície e de subsuperfície na área de instalação da Jazida E2D (Povoado Salomezinho), no município de Porto Real do Colégio, estado de Alagoas. Relatório de prospecção arqueológica

Leia mais

*Nome/Denominação social *Identificação fiscal nº, *residência/sede em, *Província ; *Município, *Comuna ; *Telefone ; *Telemóvel ; *Fax ; * ;

*Nome/Denominação social *Identificação fiscal nº, *residência/sede em, *Província ; *Município, *Comuna ; *Telefone ; *Telemóvel ; *Fax ; * ; Constituição de Direitos fundiários (artigo 71.º do RUGRH) Os dados assinalados com * devem ser obrigatoriamente apresentados com o pedido de título de utilização dos recursos hídricos. Os restantes dados

Leia mais

Fazenda da Soledade SÍTIO NATURAL. Ituiutaba MG. 01. Município. 02. Distrito Sede. 03. Designação Lagoa da soledade. 04.

Fazenda da Soledade SÍTIO NATURAL. Ituiutaba MG. 01. Município. 02. Distrito Sede. 03. Designação Lagoa da soledade. 04. SÍTIO NATURAL 01. Município Ituiutaba MG 02. Distrito Sede 03. Designação Lagoa da soledade 04. Localização Fazenda da Soledade 05. Carta Topográfica AMVAP 2003 06. Acesso Estrada Municipal 369 07. Propriedade

Leia mais

Planejamento de Uso Integrado da Terra Disciplina de Classificação de Solos

Planejamento de Uso Integrado da Terra Disciplina de Classificação de Solos Planejamento de Uso Integrado da Terra Disciplina de Classificação de Solos Para um planejamento de uso é necessário que se conheça informações do ambiente como os solos, clima, relevo, vegetação, drenagem

Leia mais

O RELEVO DA TERRA Capítulo 2

O RELEVO DA TERRA Capítulo 2 O RELEVO DA TERRA Capítulo 2 Ciclo da erosão RETIRADA TRANSPORTE SEDIMENTAÇÃO OU DEPOSIÇÃO A EROSÃO É UM PROCESSO NATURAL De uma forma simplificada, existe uma tendência em considerar a erosão como algo

Leia mais

A arqueologia como elemento indispensável nos processos de licenciamento ambiental. O papel da consultoria

A arqueologia como elemento indispensável nos processos de licenciamento ambiental. O papel da consultoria A arqueologia como elemento indispensável nos processos de licenciamento ambiental O papel da consultoria Arqueologia aplicada O bem arqueológico como direito difuso: Direito ao passado. Arqueologia como

Leia mais

USO E OCUPAÇÃO DO SOLO

USO E OCUPAÇÃO DO SOLO 7.3.1 - USO E OCUPAÇÃO DO SOLO Este relatório refere-se a uma análise ambiental dos tipos de uso e padrões de ocupação do solo da região de Itatiba, onde está localizada a área de estudo, compondo o Estudo

Leia mais

Relatório dos trabalhos arqueológicos efectuados no âmbito do EIA - Terminal de Cruzeiros de Angra do Heroísmo. Trabalho solicitado pela IAS

Relatório dos trabalhos arqueológicos efectuados no âmbito do EIA - Terminal de Cruzeiros de Angra do Heroísmo. Trabalho solicitado pela IAS Relatório dos trabalhos arqueológicos efectuados no âmbito do EIA - Terminal de Cruzeiros de Angra do Heroísmo Trabalho solicitado pela IAS Horta, 20 de Junho de 2010 Relatório dos trabalhos arqueológicos

Leia mais

Casas subterrâneas: a arqueologia nas regiões Sul e Sudeste do Brasil

Casas subterrâneas: a arqueologia nas regiões Sul e Sudeste do Brasil Universidade de São Paulo Biblioteca Digital da Produção Intelectual - BDPI Museu de Arqueologia e Etnologia - MAE Livros e Capítulos de Livros - MAE 2014 Casas subterrâneas: a arqueologia nas regiões

Leia mais

Kit educativo de Lagoa Santa

Kit educativo de Lagoa Santa Universidade de São Paulo Biblioteca Digital da Produção Intelectual - BDPI Museu de Arqueologia e Etnologia - MAE Livros e Capítulos de Livros - MAE 2014 Kit educativo de Lagoa Santa http://www.producao.usp.br/handle/bdpi/47565

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA EXECUÇÃO DE SERVIÇOS TOPOGRÁFICOS

TERMO DE REFERÊNCIA PARA EXECUÇÃO DE SERVIÇOS TOPOGRÁFICOS TERMO DE REFERÊNCIA PARA EXECUÇÃO DE SERVIÇOS TOPOGRÁFICOS 1. Escopo 1.1. Levantamento Planialtimétrico Cadastral Execução de levantamento planialtimétrico cadastral conforme serviços abaixo especificados,

Leia mais

SNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA

SNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA SNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA GLT 16 14 a 17 Outubro de 2007 Rio de Janeiro - RJ GRUPO III GRUPO DE ESTUDO DE LINHA DE TRANSMISSÃO NOVAS TECNOLOGIAS PARA ESTUDO

Leia mais

Estudo de Viabilidade Ambiental e Fundiária para elaboração do Traçado Virtual da LT 500KV SE Porto de Sergipe.

Estudo de Viabilidade Ambiental e Fundiária para elaboração do Traçado Virtual da LT 500KV SE Porto de Sergipe. Estudo de Viabilidade Ambiental e Fundiária para elaboração do Traçado Virtual da LT 500KV SE Porto de Sergipe. 1 - IDENTIFICAÇÃO DO EMPREENDIMENTO/ESTUDO: Nome: LT 500KV SE Porto de Sergipe Objeto do

Leia mais

Núcleo de Pesquisas Arqueológicas do Alto Rio Grande

Núcleo de Pesquisas Arqueológicas do Alto Rio Grande Núcleo de Pesquisas Arqueológicas do Alto Rio Grande Relatório de Visita a Sítio Arqueológico Pinturas da Princesa Mar de Espanha Este relatório pode ser reproduzido total ou parcialmente, desde que citada

Leia mais

LAVAGEM AUTOMOTIVA. Bairro: Município: CEP: CNPJ/CPF: Telefone: Fax:

LAVAGEM AUTOMOTIVA. Bairro: Município: CEP: CNPJ/CPF: Telefone: Fax: LAVAGEM AUTOMOTIVA 1. Identificação Empresa/Interessado: Endereço: Bairro: Município: CEP: CNPJ/CPF: Telefone: Fax: E-mail: Atividade: Localização do empreendimento (Endereço): Bairro: CEP: Contato: Cargo/Função:

Leia mais

Consultando o cadastro, informaram que o imóvel é rural, não havendo dados na Prefeitura.

Consultando o cadastro, informaram que o imóvel é rural, não havendo dados na Prefeitura. OBJETIVO: LOCALIZAÇÃO DOS IMÓVEIS MATRÍCULA nº 21.159 CONSULTA LOCAL PREFEITURA DE SANTA GERTRUDES Endereço: Rua 01A, 332 Centro Telefone: (19) 3545-8000 Consultando o cadastro, informaram que o imóvel

Leia mais

Relatório mergulho Nossa Senhora do Rosário e Santo André (1737) Baía de Todos os Santos/BA

Relatório mergulho Nossa Senhora do Rosário e Santo André (1737) Baía de Todos os Santos/BA Projeto Naufrágios do Brasil Colonial: Relatório mergulho Nossa Senhora do Rosário e Santo André (1737) Baía de Todos os Santos/BA Salvador, 5 de agosto de 2001. Índice: Introdução:... 3 Localização:...

Leia mais

RELATÓRIO TÉCNICO. Ref.: ICP / TAC n.º 006/2008 de 29 de setembro de Participaram da vistoria os seguintes representantes:

RELATÓRIO TÉCNICO. Ref.: ICP / TAC n.º 006/2008 de 29 de setembro de Participaram da vistoria os seguintes representantes: PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO MUNICÍPIO DE CRICIÚMA RELATÓRIO TÉCNICO RELATÓRIO N.º 004/2011 Origem: ATEC PRM/Criciúma Destino: Darlan Airton Dias Procurador da República Ref.: ICP 1.33.003.001011/2005-01

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO E QUANTITATIVO DE MATERIAIS PROJETO DE TERRAPLENAGEM

MEMORIAL DESCRITIVO E QUANTITATIVO DE MATERIAIS PROJETO DE TERRAPLENAGEM MEMORIAL DESCRITIVO E QUANTITATIVO DE MATERIAIS PROJETO DE TERRAPLENAGEM RESPONSÁVEL: CREA: EDIANIR BONATH 5063825690-SP CONTRATANTE: OBRA: LOCAL: UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL BAHIA - UFSB UFSB CAMPUS JORGE

Leia mais

Data: /08/2014 Bimestre: 2. Nome: 6 ANO B Nº. Disciplina: Geografia Professor: Geraldo

Data: /08/2014 Bimestre: 2. Nome: 6 ANO B Nº. Disciplina: Geografia Professor: Geraldo Data: /08/2014 Bimestre: 2 Nome: 6 ANO B Nº Disciplina: Geografia Professor: Geraldo Valor da Atividade: 2,0 (Dois) Nota: GRUPO 3 1- (0,5) Embora haja dificuldade em oficializar a data do primeiro mapa

Leia mais

Associação de Desenvolvimento da Microbacia do Ribeirão das Pedras Taió (SC)

Associação de Desenvolvimento da Microbacia do Ribeirão das Pedras Taió (SC) Associação de Preservação do Meio Ambiente do Alto Vale do Itajaí Rua XV de Novembro, 218 sala 27 Rio do Sul (SC) Fone/fax: (47) 3521-0326 Email: info@apremavi.org.br Associação de Desenvolvimento da Microbacia

Leia mais

QUADRO RESUMO DA LEI /12 ÁREA DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE

QUADRO RESUMO DA LEI /12 ÁREA DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE CÓDIGO FLORESTAL QUADRO RESUMO DA LEI 12.651/12 ÁREA DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE Eng. Agr. Renata Inês Ramos Eng. Ftal. Irene Tosi Ahmad 1 QUADRO RESUMO DA LEI 12.651/12, alterada pela Lei 12.727/12 ÁREA

Leia mais

QUEM SOMOS. Empresa de tecnologia e engenharia, especializada em mapeamento 3D, que visa facilitar a gestão e. acompanhamento com precisão - da

QUEM SOMOS. Empresa de tecnologia e engenharia, especializada em mapeamento 3D, que visa facilitar a gestão e. acompanhamento com precisão - da QUEM SOMOS Empresa de tecnologia e engenharia, especializada em mapeamento 3D, que visa facilitar a gestão e acompanhamento com precisão - da execução de projetos. TOPOGRAFIA Ciência que estuda todos os

Leia mais

Ficha do sítio Pedra Preta do Sul

Ficha do sítio Pedra Preta do Sul Ficha do sítio Pedra Preta do Sul Sigla de identificação: PPS Nome do sítio: Pedra Preta do Sul Localidade: Ilha do Campeche Município: Florianópolis Coordenadas Geográficas - UTM / Zona 22J, SAD-69 UTM

Leia mais

Instituto Estadual do Patrimônio Cultural. Inventário de Identificação dos Reservatórios da CEDAE. Secretaria de Estado de Cultura - RJ

Instituto Estadual do Patrimônio Cultural. Inventário de Identificação dos Reservatórios da CEDAE. Secretaria de Estado de Cultura - RJ Instituto Estadual do Patrimônio Cultural Secretaria de Estado de Cultura - RJ Inventário de Identificação dos Reservatórios da CEDAE Denominação: Represa do Camorim Localização: Parque Estadual da Pedra

Leia mais

A EGD Engenharia. Natural

A EGD Engenharia. Natural Proteção Catódica Manutenção de Dutos e Faixas Instalações Elétricas Industriais A EGD Engenharia A EGD ENGENHARIA é uma empresa brasileira, fundada em Abril de 1995, no município de São José dos Campos,

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA DO SISTEMA DE MEIO AMBIENTE SMA Nº 001/2016

INSTRUÇÃO NORMATIVA DO SISTEMA DE MEIO AMBIENTE SMA Nº 001/2016 INSTRUÇÃO NORMATIVA DO SISTEMA DE MEIO AMBIENTE SMA Nº 001/2016 DISPÕE SOBRE CRITÉRIOS DA DISPENSA DO LICENCIAMENTO AMBIENTAL PARA A ATIVIDADE DE TERRAPLENAGEM, CORTE, ATERRO, BOTA-FORA E ÁREA DE EMPRÉSTIMO

Leia mais

SUMÁRIO. Pág. LISTA DE FIGURAS... xxi LISTA DE TABELAS... xxv INTRODUÇÃO... 1

SUMÁRIO. Pág. LISTA DE FIGURAS... xxi LISTA DE TABELAS... xxv INTRODUÇÃO... 1 SUMÁRIO Pág. LISTA DE FIGURAS... xxi LISTA DE TABELAS... xxv INTRODUÇÃO... 1 CAPÍTULO 1 CONSIDERAÇÕES SOBRE O DESENVOLVIMENTO RURAL... 7 1.1 O Panorama Mundial... 7 1.2 O Panorama Brasileiro... 9 1.2.1

Leia mais

Ariel Rodrigues, Ian Pozzobon e Marcos Reco Borges (levantamento de campo); Jovina Coli (AutoCad)

Ariel Rodrigues, Ian Pozzobon e Marcos Reco Borges (levantamento de campo); Jovina Coli (AutoCad) Parceria: denominação Fazenda do Coqueiro códice AI - F05 - Res localização Boca do Leão município Resende época de construção século XIX estado de conservação detalhamento no corpo da ficha uso atual

Leia mais

TT70 CONTROVÉRSIA NO TRAÇADO DA LINHA DE PREAMAR DE 1831

TT70 CONTROVÉRSIA NO TRAÇADO DA LINHA DE PREAMAR DE 1831 TT70 CONTROVÉRSIA NO TRAÇADO DA LINHA DE PREAMAR DE 1831 MARCELO GADELHA CAVALCANTE MARCELO GADELHA CAVALCANTE É ENGENHEIRO CIVIL COM ESPECIALIZAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO E MESTRADO EM ENGENHARIA CIVIL

Leia mais

Arqueologia e Patrimônio

Arqueologia e Patrimônio Arqueologia e Patrimônio O que você precisa saber sobre Arqueologia no Licenciamento Ambiental Felipe S. Sales, Arqueólogo Sócio-Diretor Núcleo de Arqueologia e Patrimônio CRN-Bio Consultoria Sócio-Ambiental

Leia mais

ARQUEOLOGIA DO PLANALTO SUL-RIO-GRANDENSE: O ESTUDO DA OCUPAÇÃO DE DUAS CASAS SUBTERRÂNEAS

ARQUEOLOGIA DO PLANALTO SUL-RIO-GRANDENSE: O ESTUDO DA OCUPAÇÃO DE DUAS CASAS SUBTERRÂNEAS ARQUEOLOGIA DO PLANALTO SUL-RIO-GRANDENSE: O ESTUDO DA OCUPAÇÃO DE DUAS CASAS SUBTERRÂNEAS CÁTIA ANDRÉIA GRESPAN 1, PEDRO IGNÁCIO SCHMITZ 2 RESUMO O presente artigo tem por objetivo apresentar a metodologia

Leia mais

Consultando o cadastro, informaram que o imóvel é rural, não havendo dados na Prefeitura.

Consultando o cadastro, informaram que o imóvel é rural, não havendo dados na Prefeitura. RELATÓRIO DA VISITA A RIO CLARO 14/01/2016 Saída SP: 09:30 h Retorno SP: 19:30 h Horas gastas: 10 h OBJETIVO: LOCALIZAÇÃO DOS IMÓVEIS MATRÍCULA nº 21.159 CONSULTA LOCAL PREFEITURA DE SANTA GERTRUDES Endereço:

Leia mais

06/03/2017. Sondagem. A investigação das propriedades dos solos é fundamental para que sobre ele seja feita uma edificação com segurança.

06/03/2017. Sondagem. A investigação das propriedades dos solos é fundamental para que sobre ele seja feita uma edificação com segurança. FUNDAÇÕES e escolha do tipo de fundação Engenharia Civil Prof. Luiz Antonio do Nascimento Investigação para saber o tipo de solo em um terreno, sua resistência, espessura das camadas, profundidade, nível

Leia mais

USO DA TERRA, EROSÃO ACELERADA E ASSOREAMENTO NA MICROBACIA DO CÓRREGO DOS GÓIS, ANÁPOLIS (GO) Karine Vicência Souto 1 ; Homero Lacerda 2

USO DA TERRA, EROSÃO ACELERADA E ASSOREAMENTO NA MICROBACIA DO CÓRREGO DOS GÓIS, ANÁPOLIS (GO) Karine Vicência Souto 1 ; Homero Lacerda 2 USO DA TERRA, EROSÃO ACELERADA E ASSOREAMENTO NA MICROBACIA DO CÓRREGO DOS GÓIS, ANÁPOLIS (GO) 1 Bolsista PBIC/UEG; Karine Vicência Souto 1 ; Homero Lacerda 2 2 Orientador, Curso de Geografia, Unidade

Leia mais

Orientação Técnica N 004/09 - DIBAP, de 17 de novembro de 2009.

Orientação Técnica N 004/09 - DIBAP, de 17 de novembro de 2009. Orientação Técnica N 004/09 - DIBAP, de 17 de novembro de 2009. PARA OS MAPAS DOS IMÓVEIS NOS PROCESSOS DE SISLEG A Diretora de Biodiversidade e Áreas Protegidas - DIBAP, do Instituto Ambiental do Paraná

Leia mais

INSTITUTO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E ARTÍSITICO NACIONAL FICHA DE CADASTRO DE BEM ARQUEOLÓGICO MÓVEL

INSTITUTO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E ARTÍSITICO NACIONAL FICHA DE CADASTRO DE BEM ARQUEOLÓGICO MÓVEL INSTITUTO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E ARTÍSITICO NACIONAL ANEXO II - PORTARIA N. 196, DE 18 DE MAIO DE 2016 FICHA DE CADASTRO DE BEM ARQUEOLÓGICO MÓVEL A Ficha deverá ser preenchida pelo detentor da portaria

Leia mais

DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO

DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO OBJETIVO DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO Definir diretrizes para implantação do Sistema de Manutenção, Recuperação e Proteção da Reserva Florestal Legal e Áreas de Preservação Permanente SISLEG nos imóveis,

Leia mais

São Paulo Nome Instituição Gestora IBAMA-Gerex SP Tipo de instituição x governamental não governamental empresa mista x Federal Estadual Municipal

São Paulo Nome Instituição Gestora IBAMA-Gerex SP Tipo de instituição x governamental não governamental empresa mista x Federal Estadual Municipal Ficha Resumo de Unidade de Conservação/Área Protegida Informações Básicas Nome da Unidade/Área Protegida APA Mananciais da bacia hidrográfica do rio Paraíba do Sul Estado Municipio (s) São Paulo Nome Instituição

Leia mais

Exercícios de Azimutes, Rumos e Estaqueamento

Exercícios de Azimutes, Rumos e Estaqueamento UNICAP Universidade Católica de Pernambuco Exercícios de Azimutes, Rumos e Estaqueamento Autores: Prof. Fernando José de Lima Botelho Prof. Eduardo Oliveira Barros Prof. Glauber Carvalho Costa Prof. Diogo

Leia mais

PMI-2963 Avaliação de Impactos Ambientais I Prof. Luis Enrique Sánchez Prof. Luís César de Souza Pinto. Caso 8 Mina de calcário

PMI-2963 Avaliação de Impactos Ambientais I Prof. Luis Enrique Sánchez Prof. Luís César de Souza Pinto. Caso 8 Mina de calcário PMI-2963 Avaliação de Impactos Ambientais I Prof. Luis Enrique Sánchez Prof. Luís César de Souza Pinto Trabalho Prático 2. Identificação de impactos e seleção de questões relevantes Caso 8 Mina de calcário

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE AGRONOMIA DEPARTAMENTO DE GEOCIÊNCIAS CURSO DE GEOLOGIA

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE AGRONOMIA DEPARTAMENTO DE GEOCIÊNCIAS CURSO DE GEOLOGIA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE AGRONOMIA DEPARTAMENTO DE GEOCIÊNCIAS CURSO DE GEOLOGIA Mapeamento Geológico-Geotécnico da Bacia do Rio Piloto envolvendo a Área Experimental do

Leia mais

OS INCÊNDIOS DE 2010 NOS PARQUES NACIONAIS DO CERRADO

OS INCÊNDIOS DE 2010 NOS PARQUES NACIONAIS DO CERRADO 1 OS INCÊNDIOS DE 2010 NOS PARQUES NACIONAIS DO CERRADO Dra. Helena França Centro de Engenharia e Ciências Sociais Aplicadas Universidade Federal do ABC email: helena.franca@ufabc.edu.br Este relatório

Leia mais

ANÁLISE DAS ÁREAS DE RISCO A ENCHENTES E INUNDAÇÕES EM ALFENAS-MG.

ANÁLISE DAS ÁREAS DE RISCO A ENCHENTES E INUNDAÇÕES EM ALFENAS-MG. ANÁLISE DAS ÁREAS DE RISCO A ENCHENTES E INUNDAÇÕES EM ALFENAS-MG. FONSECA, Homero Ferreira da¹ homeros77@hotmail.com BONASSI, Igor Rafael Pernambuco¹ igor1505@hotmail.com SANTOS, Clibson Alves dos² clibsonsantos@gmail.com

Leia mais

FICHA DE CADASTRO DE SÍTIOS ARQUEOLÓGICOS

FICHA DE CADASTRO DE SÍTIOS ARQUEOLÓGICOS 28 FICHA DE CADASTRO DE SÍTIOS ARQUEOLÓGICOS CADASTRO N : 011 Coordenadas Planas: N-S = 363275 E-VV = 6984425 01. NOME DO SÍTIO: Amandio Vortmann 02. LOCALIDADE: Linha Borboleta Baixa 03. MUNICÍPIO: Há

Leia mais

Documento legal de criação: Lei x Decreto Portaria Federal x Estadual Municipal

Documento legal de criação: Lei x Decreto Portaria Federal x Estadual Municipal Ficha Resumo de Unidade de Conservação/Área Protegida Informações Básicas Nome da Unidade/Área Protegida PARQUE ESTADUAL DOS MANANCIAIS DE CAMPOS DO JORDÃO Estado Municipio (s) SÃO PAULO CAMPOS DO JORDÃO

Leia mais

SÍNTESE. AUTORES: MSc. Clibson Alves dos Santos, Dr. Frederico Garcia Sobreira, Shirlei de Paula Silva.

SÍNTESE. AUTORES: MSc. Clibson Alves dos Santos, Dr. Frederico Garcia Sobreira, Shirlei de Paula Silva. Mapeamento da cobertura vegetal e uso do solo nas bacias do ribeirão Carioca, córrego do Bação e córrego da Carioca, no município de Itabirito - MG: uma análise preliminar. AUTORES: MSc. Clibson Alves

Leia mais

1.1 - PORCENTAGEM DAS ESTRADAS PAVIMENTADAS E NÃO-PAVIMENTADAS (MUNICIPAIS E ESTADUAIS) NO ESTADO DE SÃO PAULO...2

1.1 - PORCENTAGEM DAS ESTRADAS PAVIMENTADAS E NÃO-PAVIMENTADAS (MUNICIPAIS E ESTADUAIS) NO ESTADO DE SÃO PAULO...2 vii Lista de Figuras Figura n o Página 1.1 - PORCENTAGEM DAS ESTRADAS PAVIMENTADAS E NÃO-PAVIMENTADAS (MUNICIPAIS E ESTADUAIS) NO ESTADO DE SÃO PAULO....2 2.1 - PORCENTAGEM DOS TIPOS DE SOLOS DAS ESTRADAS

Leia mais

DIAGNÓSTICO DE RISCOS AMBIENTAIS E ALTERNATIVAS PARA RECUPERAÇÃO AMBIENTAL DE TRECHO DO RIO GUANDU

DIAGNÓSTICO DE RISCOS AMBIENTAIS E ALTERNATIVAS PARA RECUPERAÇÃO AMBIENTAL DE TRECHO DO RIO GUANDU DIAGNÓSTICO DE RISCOS AMBIENTAIS E ALTERNATIVAS PARA RECUPERAÇÃO AMBIENTAL DE TRECHO DO RIO GUANDU Albieri, Rafael 1 ; Firmino, Felipe 2 ; Ribeiro, Ariel 2 1 Colégio Técnico da Universidade Federal Rural

Leia mais

ESTRUTURA BÁSICA LAUDO DE AVALIAÇÃO DE IMÓVEIS RURAIS

ESTRUTURA BÁSICA LAUDO DE AVALIAÇÃO DE IMÓVEIS RURAIS MODELO SIMPLIFICADO (MODELO PARA FINS ACADÊMICOS) REFERÊNCIA NORMATIVA: ABNT- NBR 14.653-3 I- DADOS PRELIMINARES 1) PROPRIETÁRIO: Informar, sempre que possível, o proprietário do imóvel, citando a fonte

Leia mais

Geoprocessamento na delimitação de áreas de conflito em áreas de preservação permanente da sub-bacia do Córrego Pinheirinho

Geoprocessamento na delimitação de áreas de conflito em áreas de preservação permanente da sub-bacia do Córrego Pinheirinho 1 Geoprocessamento na delimitação de áreas de conflito em áreas de preservação permanente da sub-bacia do Córrego Pinheirinho A preservação da mata ciliar é importante para a manutenção do equilíbrio natural

Leia mais

Nome Instituição Gestora INSTITUTO FLORESTAL Tipo de instituição X governamental não governamental empresa mista Federal x Estadual Municipal

Nome Instituição Gestora INSTITUTO FLORESTAL Tipo de instituição X governamental não governamental empresa mista Federal x Estadual Municipal Ficha Resumo de Unidade de Conservação/Área Protegida Informações Básicas Nome da Unidade/Área Protegida PARQUE ESTADUAL DE CAMPOS DO JORDÃO Estado Municipio (s) SÃO PAULO CAMPOS DO JORDÃO Nome Instituição

Leia mais

CÁLCULO DOS TEORES DE CARBONO NO SOLO NA ZONA DE TRANSIÇÃO DO BIOMA DE MATA ATLÂNTICA COM O CERRADO BRASILEIRO

CÁLCULO DOS TEORES DE CARBONO NO SOLO NA ZONA DE TRANSIÇÃO DO BIOMA DE MATA ATLÂNTICA COM O CERRADO BRASILEIRO CÁLCULO DOS TEORES DE CARBONO NO SOLO NA ZONA DE TRANSIÇÃO DO BIOMA DE MATA ATLÂNTICA COM O CERRADO BRASILEIRO Renata Soares Pinto (*), Carlos Fernando Lemos Universidade Federal de Santa Maria- renatasoares261@gmail.com

Leia mais

16º Relatório de Monitoramento Socioambiental UHE Belo Monte

16º Relatório de Monitoramento Socioambiental UHE Belo Monte XXXXXXXXXXX Foto 49: CCBM. Travessão 27. O Travessão 27, que serve de acesso para o Canal de Derivação, a Casa de Força Auxiliar (Pimental) e várias propriedades rurais, está sendo recuperada pelo CCBM.

Leia mais

Reyes-Pérez, Y.A. Tese de Doutorado 51

Reyes-Pérez, Y.A. Tese de Doutorado 51 Reyes-Pérez, Y.A. Tese de Doutorado 51 4.3.1- MODELO ESTÁTICO 3D Nesta etapa foi empregado o software Gocad em sua versão 2.1 para integrar, modelar e visualizar tridimensionalmente os dados geológicos

Leia mais

II Semana de Geografia UNESP / Ourinhos 29 de Maio a 02 de Junho de 2006

II Semana de Geografia UNESP / Ourinhos 29 de Maio a 02 de Junho de 2006 USO E OCUPAÇÃO DO SOLO NA MICROBACIA CÓRREGO DO PORTO-TRÊS LAGOAS MS SILVA, Laís C.N. Universidade Federal de Mato Grosso do Sul- UFMS lais_cns@yahoo.com.br DELGADO, Valeria P. Universidade Federal de

Leia mais

Dinâmica da paisagem no parque nacional de Jurubatiba e seu entorno (Rio de Janeiro, Brasil)

Dinâmica da paisagem no parque nacional de Jurubatiba e seu entorno (Rio de Janeiro, Brasil) Dinâmica da paisagem no parque nacional de Jurubatiba e seu entorno (Rio de Janeiro, Brasil) Carla Bernadete Madureira Cruz Simone R. Freitas Vinicius Seabra Rafael Barros Departamento de. Geografia Universidade

Leia mais

Endereço da sede da unidade Estrada do Parque Nacional, km 8,5 Municipio Itatiaia - RJ Telefo(24) /7001 Endereço Eletrônico da unidade

Endereço da sede da unidade Estrada do Parque Nacional, km 8,5 Municipio Itatiaia - RJ Telefo(24) /7001 Endereço Eletrônico da unidade Ficha Resumo de Unidade de Conservação/Área Protegida Informações Básicas Nome da Unidade/Área Protegida Parque Nacional do Itatiaia Estado Municipio (s) RJ e MG Itatiaia e Resende (RJ), Itamonte e Bocaina

Leia mais

A representação topográfica na Geografia. Disciplina FLG 141 Introdução à Cartografia Prof a Fernanda Padovesi Fonseca

A representação topográfica na Geografia. Disciplina FLG 141 Introdução à Cartografia Prof a Fernanda Padovesi Fonseca A representação topográfica na Geografia Disciplina FLG 141 Introdução à Cartografia Prof a Fernanda Padovesi Fonseca O que é topografia A topografia é um conjunto de saberes técnicos que contribuíram

Leia mais

FICHA DE CADASTRO DE SÍTIOS ARQUEOLÓGICOS

FICHA DE CADASTRO DE SÍTIOS ARQUEOLÓGICOS 127 FICHA DE CADASTRO DE SÍTIOS ARQUEOLÓGICOS CADASTRO N : 061 Coordenadas Planas: N-S = 381900 E-VV = 6980200 01. NOME DO SÍTIO: José DeI Posso 02. LOCALIDADE: Linha Poço Rico 03. MUNICÍPIO: Concórdia

Leia mais

A RECUPERAÇÃO DA CAPELA DE NOSSA SENHORA DA ESCADA. ARQUEOLOGIA URBANA EM BARUERI

A RECUPERAÇÃO DA CAPELA DE NOSSA SENHORA DA ESCADA. ARQUEOLOGIA URBANA EM BARUERI Rev. do Museu de Arqueologia e Etnologia, São Paulo, 13: 331-335, 2003. A RECUPERAÇÃO DA CAPELA DE NOSSA SENHORA DA ESCADA. ARQUEOLOGIA URBANA EM BARUERI Maria Cristina Mineiro Scatamacchia (Coord.)* 1

Leia mais

Determinação de coordenadas geográficas e altitudes de duas estações a partir de estações de referência.

Determinação de coordenadas geográficas e altitudes de duas estações a partir de estações de referência. SERVIÇO: IMPLANTAÇÃO DE DUAS ESTAÇÕES GPS PARA APOIO TOPOGRÁFICO. LOCAL: TERESÓPOLIS / RJ DATA: MAIO / 2017 1. Objeto RELATÓRIO TÉCNICO Levantamento de campo por rastreamento de satélites GPS 2. Período

Leia mais

SUMÁRIO. laboração Revisão Data da revisão Aprovado (ou Aprovação) Data aprovação Luiz Fernando J. Albrecht

SUMÁRIO. laboração Revisão Data da revisão Aprovado (ou Aprovação) Data aprovação Luiz Fernando J. Albrecht SUMÁRIO 1. Objetivo e campo de aplicação...2 2. Referências...2 3. Definições...2 4. Condições para início dos serviços...2 5. Materiais e equipamentos necessários...3 5.1 Materiais...3 5.2 Equipamentos...3

Leia mais

Metodologia para elaboração de diagnóstico físico e ambiental no Programa de Gestão de Solo e Água em Microbacias com uso do gvsig

Metodologia para elaboração de diagnóstico físico e ambiental no Programa de Gestão de Solo e Água em Microbacias com uso do gvsig Metodologia para elaboração de diagnóstico físico e ambiental no Programa de Gestão de Solo e Água em Microbacias com uso do gvsig Milton Satoshi Matsushita Instituto Emater e Facsul Curitiba Paraná Brasil

Leia mais

STT 409 Geomática I Prof. Ricardo Schaal. Locação de obras

STT 409 Geomática I Prof. Ricardo Schaal. Locação de obras STT 409 Geomática I Prof. Ricardo Schaal Locação de obras 1 Locação é a operação de passar o projeto para o terreno. 2 Gabarito de locação 3 Locação do gabarito no meio urbano Espaçamentos legais 4 Gabarito

Leia mais

N1a Levantamento, Histórico e Danos. patrimônio arquitetônico prof. lucas jordano

N1a Levantamento, Histórico e Danos. patrimônio arquitetônico prof. lucas jordano N1a Levantamento, Histórico e Danos conteúdo 1. Levantamento plani-altimétrico - plantas, um corte (passando pela escada social principal) e fachada principal 2. Ficha de identificação no padrão do IPHAN

Leia mais

PERFIL DE APRENDIZAGENS 7ºANO

PERFIL DE APRENDIZAGENS 7ºANO 7ºANO No final do 7º ano, o aluno deverá ser capaz de: Compreender o objeto e o método da Geografia. Conhecer diferentes formas de representação da superfície terrestre. Compreender diferentes tipos de

Leia mais

Marcelo Augusto de Barros 1 Janeiro 2010 I. LEGISLAÇÃO APLICÁVEL

Marcelo Augusto de Barros 1 Janeiro 2010 I. LEGISLAÇÃO APLICÁVEL Supressão de vegetação para edificação em área urbana no Estado de São Paulo aplicação a loteamentos Biomas Cerrado e Mata Atlântica - Quadro comparativo Marcelo Augusto de Barros 1 marcelo@fortes.adv.br

Leia mais

PROGRAMA DE REFLORESTAMENTO

PROGRAMA DE REFLORESTAMENTO PROGRAMA DE REFLORESTAMENTO Lagoa Misteriosa Samuel Duleba CRBio - 34.623-03D Jardim - Mato Grosso do Sul - Brasil 2008 Introdução Com o objetivo de recuperar áreas que já sofreram algum tipo de interferência

Leia mais

AVALIAÇÃO AMBIENTAL A PARTIR DO USO DO SOLO NOS BAIRROS ROQUE E MATO GROSSO EM PORTO VELHO RO

AVALIAÇÃO AMBIENTAL A PARTIR DO USO DO SOLO NOS BAIRROS ROQUE E MATO GROSSO EM PORTO VELHO RO AVALIAÇÃO AMBIENTAL A PARTIR DO USO DO SOLO NOS BAIRROS ROQUE E MATO GROSSO EM PORTO VELHO RO 1 Tito José de Barba Avaroma Universidade Federal de Rondônia - UNIR tito.geo.ro@gmail.com Introdução Porto

Leia mais