VISÃO COMPUTACIONAL. Marcelo Henrique dos Santos

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "VISÃO COMPUTACIONAL. Marcelo Henrique dos Santos"

Transcrição

1 VISÃO COMPUTACIONAL Marcelo Henrique dos Santos São Paulo SP, Agosto/2013 INTRODUÇÃO Processamento de imagens é um processo onde a entrada do sistema é uma imagem e a saída é um conjunto de valores numéricos, que podem ou não compor uma outra imagem. Visão computacional procura emular a visão humana, portanto também possui como entrada uma imagem, porém, a saída é uma interpretação da imagem como um todo, ou parcialmente. 1

2 PROCESSAMENTO DE IMAGENS Os processos de visão computacional, muitas vezes, necessitam de uma etapa de pré-processamento envolvendo o processamento de imagens. PROCESSAMENTO DE IMAGENS As imagens de onde queremos extrair alguma informação em alguns casos precisam ser convertidas para um determinado formato ou tamanho e precisam ainda ser filtradas para remover ruídos provenientes do processo de aquisição da imagem. 2

3 PROCESSAMENTO DE IMAGENS Os ruídos podem aparecer de diversas fontes, como por exemplo, o tipo de sensor utilizado, a iluminação do ambiente, as condições climáticas no momento da aquisição da imagem, a posição relativa entre o objeto de interesse e a câmera. PROCESSAMENTO DE IMAGENS Note que ruído não é apenas interferência no sinal de captura da imagem, mas também interferências que possam atrapalhar a interpretação ou o reconhecimento de objetos na imagem. 3

4 HISTOGRAMA O histograma é uma das formas mais comuns de se representar a distribuição dos tons de cinza (também chamados de digital numbers ou DNs) de uma imagem, e possivelmente a mais útil em processamento digital de imagens. HISTOGRAMA Ele fornece a informação sobre quantos pixels na imagem possuem cada valor possível de DN (que, no caso das imagens de 8 bits, variam de 0 a 255) ou, de forma equivalente, qual a proporção da imagem que corresponde a cada valor de DN. 4

5 HISTOGRAMA Ao se observar o histograma de uma imagem, tem-se uma noção instantânea sobre as características da mesma. HISTOGRAMA 5

6 HISTOGRAMA O histograma nessa imagem tem o pico no lado esquerdo e quase nada no lado direito. Isso significa que a foto tem muitos pontos escuros. HISTOGRAMA 6

7 HISTOGRAMA Na segunda imagem, o histograma tem o pico no lado direito. Isso significa que a foto tem enormes quantidades de pontos claros e poucos pontos escuros. HISTOGRAMA 7

8 FILTRO MEDIANA O filtro de mediana é normalmente usado para reduzir o ruído em uma imagem. Uma de suas vantagens é manter os principais detalhes da imagem. FILTRO MEDIANA A desvantagem é que o seu algoritmo é complexo, visto que utiliza ordenamento de valores para obter o resultado. 8

9 FILTRO MEDIANA O funcionamento do filtro de mediana é basicamente a verificação dos valores dos pixels vizinhos em comparação com o pixel a ser calculado. FILTRO MEDIANA Essa verificação consiste em ordenar os valores vizinhos de forma crescente e então escolher a mediana dessa ordenação como o novo valor do pixel considerado. 9

10 FILTRO MEDIANA FILTRO MEDIANA 10

11 FILTRO MEDIANA A matriz de entrada está na variável input e a matriz de saída na variável output. O percorrimento da matriz de entrada está descrito nas linhas 1 à 4 do algoritmo. FILTRO MEDIANA 11

12 FILTRO MEDIANA Os laços internos, nas linhas 6 à 12, percorrem a vizinhança para cada posição na imagem de entrada e geram um vetor ordenado com os valores dessa vizinhança. A linha 13 tem a instrução que coloca na imagem de saída o valor da mediana do percorrimento da vizinhança. FILTRO MEDIANA 12

13 RECONHECIMENTO DE OBJETOS O reconhecimento de objetos ou padrões em uma imagem é um dos principais objetivos de um processo de visão computacional. Existem diversas técnicas para fazer reconhecimento de padrões, geralmente agrupadas como: Estruturais Baseados em teoria da decisão RECONHECIMENTO DE OBJETOS 13

14 14

15 RECONHECIMENTO DE OBJETOS Reconhecimento de objetos baseado em teoria da decisão: Classificador de distância mínima. Correlação Classificadores Estatísticos Redes Neurais Reconhecimento de objetos baseado em estruturas: Baseado em Forma. RECONHECIMENTO DE OBJETOS Rastreamento de Objetos é uma operação utilizada para, uma vez identificado um objeto, acompanhá-lo em uma seqüência de imagens. Existem diversas aplicações para o rastreamento: Comportamentos Verificação de visada Segurança 15

16 VISÃO COMPUTACIONAL Marcelo Henrique dos Santos São Paulo SP, Agosto/

Visão computacional. Juliana Patrícia Detroz Orientador: André Tavares Silva

Visão computacional. Juliana Patrícia Detroz Orientador: André Tavares Silva Visão computacional Juliana Patrícia Detroz Orientador: André Tavares Silva Visão computacional Tentativa de replicar a habilidade humana da visão através da percepção e entendimento de uma imagem; Fazer

Leia mais

Processamento Digital de Sinais:

Processamento Digital de Sinais: Processamento Digital de Sinais: Conceitos e Aplicações Joseana Macêdo Fechine Régis de Araújo IC-DSC-UFCG 1 Por que estudar PDS? 2 PDS Conceitos Básicos Sinais Padrões de variações que representam uma

Leia mais

PMR2560 Visão Computacional Conversão e Limiarização. Prof. Eduardo L. L. Cabral

PMR2560 Visão Computacional Conversão e Limiarização. Prof. Eduardo L. L. Cabral PMR2560 Visão Computacional Conversão e Limiarização Prof. Eduardo L. L. Cabral Objetivos Processamento de imagens: Conversão de imagens; Histograma; Limiarização. Imagem digital Uma imagem é uma matriz

Leia mais

INTRODUÇÃO AO PROCESSAMENTO DIGITAL DE IMAGENS SENSORIAMENTO REMOTO

INTRODUÇÃO AO PROCESSAMENTO DIGITAL DE IMAGENS SENSORIAMENTO REMOTO INTRODUÇÃO AO PROCESSAMENTO DIGITAL DE IMAGENS SENSORIAMENTO REMOTO PROCESSAMENTO DE IMAGENS Introdução Conceitos básicos Pré-processamento Realce Classificação PROCESSAMENTO DE IMAGENS Extração de Informações

Leia mais

Processamento de imagem a cores

Processamento de imagem a cores A cor é um poderoso descritor que frequentemente simplifica a identificação e extracção de objectos de uma cena Os humanos podem discernir milhares de cores, mas apenas duas dezenas de cinzentos O processamento

Leia mais

T4.1 Processamento de Imagem

T4.1 Processamento de Imagem T4.1 Processamento de Imagem Proc. Sinal e Imagem Mestrado em Informática Médica Miguel Tavares Coimbra Resumo 1. Manipulação ponto a ponto 2. Filtros espaciais 3. Extracção de estruturas geométricas 4.

Leia mais

Capítulo III Processamento de Imagem

Capítulo III Processamento de Imagem Capítulo III Processamento de Imagem Proc. Sinal e Imagem Mestrado em Informática Médica Miguel Tavares Coimbra Resumo 1. Manipulação ponto a ponto 2. Filtros espaciais 3. Extracção de estruturas geométricas

Leia mais

Análise Quantitativa de Tecidos em Úlceras de Perna

Análise Quantitativa de Tecidos em Úlceras de Perna 49 5 Análise Quantitativa de Tecidos em Úlceras de Perna A avaliação das áreas proporcionais de cada tecido interno das úlceras fornece informações importantes sobre seu estado patológico [BERRISS, 2000],

Leia mais

RECONHECIMENTO FACIAL 2D

RECONHECIMENTO FACIAL 2D RECONHECIMENTO FACIAL 2D PARA SISTEMAS DE AUTENTICAÇÃO EM DISPOSITIVOS MÓVEIS Luciano Pamplona Sobrinho Orientador: Paulo César Rodacki Gomes ROTEIRO Introdução Objetivos Fundamentação Teórica Conceitos

Leia mais

VISÃO COMPUTACIONAL PARA RECONHECIMENTO DE FACES APLICADO NA IDENTIFICAÇÃO E AUTENTICAÇÃO DE USUÁRIOS NA WEB. Márcio Koch

VISÃO COMPUTACIONAL PARA RECONHECIMENTO DE FACES APLICADO NA IDENTIFICAÇÃO E AUTENTICAÇÃO DE USUÁRIOS NA WEB. Márcio Koch VISÃO COMPUTACIONAL PARA RECONHECIMENTO DE FACES APLICADO NA IDENTIFICAÇÃO E AUTENTICAÇÃO DE USUÁRIOS NA WEB Márcio Koch Orientador: Jacques Robert Heckmann ROTEIRO Introdução Objetivos do trabalho Fundamentação

Leia mais

PROCESSAMENTO DE IMAGENS

PROCESSAMENTO DE IMAGENS PROCESSAMENTO DE IMAGENS Introdução Conceitos básicos Pré-processamento Realce Classificação PROCESSAMENTO DE IMAGENS- aula de 25/5/10 Introdução Conceitos básicos Pré-processamento Realce Classificação

Leia mais

PROCESSAMENTO DIGITAL DE IMAGENS

PROCESSAMENTO DIGITAL DE IMAGENS UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA SUPERIOR DE AGRICULTURA LUIZ DE QUEIROZ DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE BIOSSISTEMAS DISCIPLINA: LEB450 TOPOGRAFIA E GEOPROCESSAMENTO II PROF. DR. CARLOS ALBERTO VETTORAZZI

Leia mais

FILTRAGEM NO DOMÍNIO ESPACIAL. Daniel C. Zanotta 10/06/2016

FILTRAGEM NO DOMÍNIO ESPACIAL. Daniel C. Zanotta 10/06/2016 FILTRAGEM NO DOMÍNIO ESPACIAL Daniel C. Zanotta 10/06/2016 Passa-Baixas O efeito visual de um filtro passa-baixa é o de suavização da imagem e a diminuição de mudanças abruptas de níveis de cinza. As altas

Leia mais

Processamento de Imagem. Histograma da Imagem Professora Sheila Cáceres

Processamento de Imagem. Histograma da Imagem Professora Sheila Cáceres Processamento de Imagem Histograma da Imagem Professora Sheila Cáceres Histograma É a distribuição de frequência dos níveis de cinza da imagem onde cada entrada no eixo x representa o nível de cinza específico

Leia mais

FILTROS ESPACIAIS PASSA-BAIXA

FILTROS ESPACIAIS PASSA-BAIXA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMPUTAÇÃO CMP65 - INTRODUÇÃO AO PROCESSAMENTO DE IMAGENS PROFESSOR JACOB SCARCHANSKI FILTROS ESPACIAIS PASSA-BAIXA POR DANIEL NEHME

Leia mais

Visão Computacional. Prof. Leandro Augusto Frata Fernandes TCC Introdução à Ciência da Computação (2012.

Visão Computacional. Prof. Leandro Augusto Frata Fernandes TCC Introdução à Ciência da Computação (2012. Visão Computacional Prof. Leandro Augusto Frata Fernandes laffernandes@ic.uff.br TCC-00.169 Introdução à Ciência da Computação (2012.1) Visão Humana Responsável por cerca de 75% de nossa percepção O ato

Leia mais

Diagnóstico Médico de Imagem Auxiliado por Computador

Diagnóstico Médico de Imagem Auxiliado por Computador Diagnóstico Médico de Imagem Auxiliado por Computador Fundamentos de Sistemas Multimídia Flávio Luiz Seixas 2005 Agenda Agenda: Sistemas CAD Telemedicina Princípios da Tomografia Computadorizada Processamento

Leia mais

Processamento de Imagem. Prof. MSc. André Yoshimi Kusumoto

Processamento de Imagem. Prof. MSc. André Yoshimi Kusumoto Processamento de Imagem Prof. MSc. André Yoshimi Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Filtragem de Imagens A utilização de filtros tem como objetivo melhorar a qualidade das imagens através da: ampliação

Leia mais

[2CTA121] Processamento de Imagens em Alimentos: Conceitos e Aplicações

[2CTA121] Processamento de Imagens em Alimentos: Conceitos e Aplicações [2CTA121] Processamento de Imagens em Alimentos: Conceitos e Aplicações Dr. Sylvio Barbon Junior PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DE ALIMENTOS - UEL 2016 Assunto Aula 4 Segmentação de Imagens 2 de

Leia mais

FILTRAGEM DE IMAGEM NO DOMÍNIO ESPACIAL (Operações aritméticas orientadas à vizinhança)

FILTRAGEM DE IMAGEM NO DOMÍNIO ESPACIAL (Operações aritméticas orientadas à vizinhança) PROCESSAMENTO DE IMAGEM #5 Operações Aritméticas Orientadas à Vizinhanças Filtragem no Domínio Espacial (Máscaras) Máscaras de suavização (média e mediana) e aguçamento (laplaciano) Correlação x Convolução

Leia mais

Descritores de Imagem (introdução)

Descritores de Imagem (introdução) Descritores de Imagem (introdução) André Tavares da Silva andre.silva@udesc.br Roteiro da aula Definição de descritor de imagem Extração de Característica Tipos Geral x Específico Global (cor, textura,

Leia mais

Estudando com o MATLAB

Estudando com o MATLAB Estudando com o MATLAB Curso de Extensão Docentes: > Fabiano Araujo Soares > Marcelino M. de Andrade Monitor: >Luan Felipe Aula 4: Aplicações - Parte II 1ª Parte - Estatística Aula 4-1ª Parte: Estatística

Leia mais

Processamento De Imagem. Descritores de Cor

Processamento De Imagem. Descritores de Cor Processamento De Imagem Descritores de Cor Cores Uma das propriedades mais importantes para visão humana. Muito usada em sistemas de recuperação de imagens, CBIRs. Taxonomia Global A informação de cor

Leia mais

Universidade Federal do Paraná Departamento de Informática Ciência da Computação e Informática Biomédica. Tópicos em Computação

Universidade Federal do Paraná Departamento de Informática Ciência da Computação e Informática Biomédica. Tópicos em Computação Universidade Federal do Paraná Departamento de Informática Ciência da Computação e Informática Biomédica Tópicos em Computação Robótica Competitiva e Visão Computacional Processamento de Imagens Prof.

Leia mais

6. FILTRAGEM DE FREQUÊNCIAS ESPACIAIS

6. FILTRAGEM DE FREQUÊNCIAS ESPACIAIS 6. FILTRAGEM DE FREQUÊNCIAS ESPACIAIS 6.1 Introdução A. P. Crósta, Processamento Digital de Imagens de Sensoriamento Remoto 1992 Em uma imagem qualquer de sensoriamento remoto, considerada em uma de suas

Leia mais

O reconhecimento facial é dividido em três etapas: i) detecção da face, ii) extração de características e iii) reconhecimento da face.

O reconhecimento facial é dividido em três etapas: i) detecção da face, ii) extração de características e iii) reconhecimento da face. ESTUDO SOBRE MÉTODOS DE RECONHECIMENTO FACIAL EM FOTOGRAFIAS DIGITAIS Ana Elisa SCHMIDT¹, Elvis Cordeiro NOGUEIRA² ¹ Orientadora e docente do IFC-Campus Camboriú; ² Aluno do curso de Bacharelado em Sistemas

Leia mais

Processamento de Imagens Marcia A. S. Bissaco

Processamento de Imagens Marcia A. S. Bissaco Engenharia Biomédica Processamento de Imagens Marcia A. S. Bissaco 1 Exemplos filtros Média Mediana Passa_B Passa_A Borda_H Borda_V Sobel_Y Sobel_X Oliveira, Henrique J. Quintino (UMC-SP), 2 Media Mediana

Leia mais

Introdução ao Processamento de Imagens

Introdução ao Processamento de Imagens IFSul Eng. Elétrica Processamento de Imagens Digitais Introdução ao Processamento de Imagens Material de apoio organizado por: Glaucius Décio Duarte Atualizado em 18 jul. 2017 Conceitos Processamento digital

Leia mais

Representações de Números Inteiros: Sinal e Magnitude e Representação em Excesso de k

Representações de Números Inteiros: Sinal e Magnitude e Representação em Excesso de k Representações de Números Inteiros: Sinal e Magnitude e Representação em Excesso de k Cristina Boeres Instituto de Computação (UFF) Fundamentos de Arquiteturas de Computadores Material de Fernanda Passos

Leia mais

Introdução ao Processamento de Imagens Digitais Aula 01

Introdução ao Processamento de Imagens Digitais Aula 01 Introdução ao Processamento de Imagens Digitais Aula 01 Douglas Farias Cordeiro Universidade Federal de Goiás 06 de julho de 2015 Mini-currículo Professor do curso Gestão da Informação Formação: Graduação

Leia mais

Universidade Federal do Rio de Janeiro - IM/DCC & NCE

Universidade Federal do Rio de Janeiro - IM/DCC & NCE Universidade Federal do Rio de Janeiro - IM/DCC & NCE Processamento de Imagens Segmentação Antonio G. Thomé thome@nce.ufrj.br Sala AEP/133 Conceituação Segmentação é uma tarefa básica no processo de análise

Leia mais

FREQUÊNCIA EM IMAGENS DIGITAIS

FREQUÊNCIA EM IMAGENS DIGITAIS PROCESSAMENTO DIGITAL DE IMAGENS (SERP11) FILTRAGEM NO DOMÍNIO ESPACIAL E DAS FREQUÊNCIAS Daniel C. Zanotta FREQUÊNCIA EM IMAGENS DIGITAIS Análise da intensidade dos NCs da imagem Banda 7 Landsat TM ao

Leia mais

Filtragem. pixel. perfil de linha. Coluna de pixels. Imagem. Linha. Primeiro pixel na linha

Filtragem. pixel. perfil de linha. Coluna de pixels. Imagem. Linha. Primeiro pixel na linha Filtragem As técnicas de filtragem são transformações da imagem "pixel" a "pixel", que dependem do nível de cinza de um determinado "pixel" e do valor dos níveis de cinza dos "pixels" vizinhos, na imagem

Leia mais

DOCUMENTO TÉCNICO. Hikvision Advanced Image Signal Processing HIKVISION. Redução de ruído. Autor:LiuYang. Para liberação [29/03/2013] TW da Hikvision

DOCUMENTO TÉCNICO. Hikvision Advanced Image Signal Processing HIKVISION. Redução de ruído. Autor:LiuYang. Para liberação [29/03/2013] TW da Hikvision HIKVISION Telefone: 909.895.0400 Fax: 909.595.2788 Marketing@Hikvisionusa.com 908 Canada Court City of Industry, CA 91748 HIKVISION DOCUMENTO TÉCNICO Redução de ruído Autor:LiuYang Para liberação [29/03/2013]

Leia mais

Processamento Digital de Imagens

Processamento Digital de Imagens Ciência da Computação Processamento Digital de Imagens Prof. Sergio Ribeiro Tópicos Introdução Espectro Eletromagnético Aquisição e Digitalização de Imagens Efeitos da Digitalização Digitalização Sensoriamento

Leia mais

AUTOMATED ASSESSMENT OF BREAST TISSUE DENSITY IN DIGITAL MAMMOGRAMS

AUTOMATED ASSESSMENT OF BREAST TISSUE DENSITY IN DIGITAL MAMMOGRAMS AUTOMATED ASSESSMENT OF BREAST TISSUE DENSITY IN DIGITAL MAMMOGRAMS Introdução Câncer de mama É uma das neoplasias mais comuns que afligem as mulheres Globalmente, a cada 3 min uma mulher é diagnosticada

Leia mais

RESTAURAÇÃO E RECONSTRUÇÃO DE IMAGENS. Nielsen Castelo Damasceno

RESTAURAÇÃO E RECONSTRUÇÃO DE IMAGENS. Nielsen Castelo Damasceno RESTAURAÇÃO E RECONSTRUÇÃO DE IMAGENS Nielsen Castelo Damasceno Restauração de imagem Procura recuperar uma imagem corrompida com base em um conhecimento a priori do fenômeno de degradação. Restauração

Leia mais

Planificação Anual. Matemática Dinâmica 7º ano Luísa Faria; Luís Guerreiro Porto Editora. 1 Números inteiros. 10 Sequências e Regularidades

Planificação Anual. Matemática Dinâmica 7º ano Luísa Faria; Luís Guerreiro Porto Editora. 1 Números inteiros. 10 Sequências e Regularidades 3º Período 2º Período 1º Período AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE CASTRO DAIRE Escola EBI de Mões Grupo de Recrutamento 500 MATEMÁTICA Ano lectivo 2012/2013 Planificação Anual Disciplina: Matemática Ano: 7º Carga

Leia mais

Operações Pontuais. 1 operando. 2 operandos. Processamento e Análise de Imagem - A. J. Padilha - v ac

Operações Pontuais. 1 operando. 2 operandos. Processamento e Análise de Imagem - A. J. Padilha - v ac Operações Pontuais 1 operando T OP 2 operandos Pré-Processamento - 1 Operações Pontuais Nas operações pontuais, cada ponto da imagem-resultado - g(i,j) - é obtido por uma transformação T do ponto de coordenadas

Leia mais

4 Detecção de Silhueta

4 Detecção de Silhueta 4 Detecção de Silhueta No decorrer deste capítulo é proposto um modelo de detecção da silhueta da mão capaz de lidar com os erros da segmentação e ruídos na sua morfologia. Num primeiro passo são considerados

Leia mais

3. Conteúdo de um vértice v é conteúdo dos filhos de v.

3. Conteúdo de um vértice v é conteúdo dos filhos de v. Árvore Hierárquica Em inglês é chamada de Heap. Representar: conjunto C de elementos com relação. Operações: Ins x,c (inserir x em C e ExMax C (extrair o máximo do conjunto). Chamado também de Fila de

Leia mais

Biometria: Processamento de Imagem para Reconhecimento de Padrões na Íris

Biometria: Processamento de Imagem para Reconhecimento de Padrões na Íris Biometria: Processamento de Imagem para Reconhecimento de Padrões na Íris Biometria Impressões Digitais Íris Rosto Voz Gestos Etc. João Maltez e Leandro do Vale, 2005 Diapositivo 2 Utilização Geral Identificação/Verificação

Leia mais

Processamento de Imagem. A Imagem digital Professora Sheila Cáceres

Processamento de Imagem. A Imagem digital Professora Sheila Cáceres Processamento de Imagem A Imagem digital Professora Sheila Cáceres Visão Humana Processamento de Imagens 2 Semelhança entre o sistema visual humano e uma câmera fotográfica Várias semelhanças podem ser

Leia mais

1 1 1 *1/ *1/ *1/49

1 1 1 *1/ *1/ *1/49 O que é filtragem? As técnicas de filtragem são transformações da imagem pixel a pixel, que não dependem apenas do nível de cinza de um determinado pixel, mas também do valor dos níveis de cinza dos pixels

Leia mais

2 Reconhecimento Facial

2 Reconhecimento Facial 2 Reconhecimento Facial Em termos gerais, o reconhecimento facial é o processo pelo qual se mede o grau de similaridade entre duas imagens faciais com o proposito de identificar a um indivíduo ou de verificar

Leia mais

Processamento de Imagem. Filtragem no Domínio Espacial Professora Sheila Cáceres

Processamento de Imagem. Filtragem no Domínio Espacial Professora Sheila Cáceres Processamento de Imagem Filtragem no Domínio Espacial Professora Sheila Cáceres Filtragem A filtragem de imagens pode ser realizada no domínio do espaço e da frequência Operadores de filtragem são classificados

Leia mais

Curso de Extensão: Noções de Sensoriamento

Curso de Extensão: Noções de Sensoriamento UFBA Curso de Extensão: Noções de Sensoriamento IPF Institut für Photogrammetrie und Fernerkundung Mauro Alixandrini Universität Karlsruhe (TH) www.kit.edu 04.08 Noções de Sensoriamento Remoto Aula 2 Comportamento

Leia mais

AQUISIÇÃO E REALCE EM IMAGENS UTILIZANDO JAVA COM AUXILIO DO OPENCV

AQUISIÇÃO E REALCE EM IMAGENS UTILIZANDO JAVA COM AUXILIO DO OPENCV AQUISIÇÃO E REALCE EM IMAGENS UTILIZANDO JAVA COM AUXILIO DO OPENCV Rafael Aquino 1 Fabio Gomes 2 Ciência da Computação ciências exatas e tecnológicas ISSN IMPRESSO 1980-1777 ISSN ELETRÔNICO 2316-3135

Leia mais

A Utilização de Filtros Gaussianos na Análise de Imagens Digitais

A Utilização de Filtros Gaussianos na Análise de Imagens Digitais Trabalho apresentado no XXXV CNMAC, Natal-RN, 014. A Utilização de Filtros Gaussianos na Análise de Imagens Digitais Edison O. Jesus, Roberto Costa Jr. Universidade Federal de Itajubá, UNIFEI Instituto

Leia mais

Extração de Características

Extração de Características Extração de Características Alceu S. Britto Jr. Alessandro L. Koerich Aprendizagem de Máquina Mestrado/Doutorado em Informática 2009 Definição Característica: variável ou atributo utilizado na descrição

Leia mais

Processamento digital de imagens

Processamento digital de imagens Processamento digital de imagens Agostinho Brito Departamento de Engenharia da Computação e Automação Universidade Federal do Rio Grande do Norte 3 de março de 2016 Transformação e filtragem de imagens

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA Campus de Sorocaba. Transformações Geométricas

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA Campus de Sorocaba. Transformações Geométricas UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA Campus de Sorocaba Transformações Geométricas .(x,y, P).(x,y, P) Imagem fonte Imagem transformada Deve-se notar que, como uma imagem digital é representada por uma matriz

Leia mais

Autenticação biométrica utilizando impressão digital. Tales Tenorio de Souza Pimentel

Autenticação biométrica utilizando impressão digital. Tales Tenorio de Souza Pimentel Autenticação biométrica utilizando impressão digital Tales Tenorio de Souza Pimentel 1 Índice Objetivos Motivação O quê é biometria? Minúcias da Impressão Digital Pré-Processamento de Imagem Verificação

Leia mais

PLANO CURRICULAR DISCIPLINAR. MATEMÁTICA 7º Ano

PLANO CURRICULAR DISCIPLINAR. MATEMÁTICA 7º Ano PLANO CURRICULAR DISCIPLINAR MATEMÁTICA 7º Ano OBJETIVOS ESPECÍFICOS TÓPICOS SUBTÓPICOS METAS DE APRENDIZAGEM 1º Período - Multiplicar e dividir números inteiros. - Calcular o valor de potências em que

Leia mais

Introdução a Análise de Imagens Digitais

Introdução a Análise de Imagens Digitais Introdução a Análise de Imagens Digitais Uma imagem digital é uma representação de uma cena por meio de um conjunto de elementos discretos e de tamanhos finitos, chamados de pixels, colocados em um arranjo

Leia mais

IMAGE MINING: CONCEITOS E TÉCNICAS

IMAGE MINING: CONCEITOS E TÉCNICAS 125 IMAGE MINING: CONCEITOS E TÉCNICAS Diogo Floriano diiogofloriano@gmail.com Resumo A facilidade em armazenar imagens e a grande concentração de imagens em bases de dados impulsionou a geração de aplicações

Leia mais

Matriz de Referência da área de Matemática Ensino Fundamental

Matriz de Referência da área de Matemática Ensino Fundamental Matemática EF Matriz de Referência da área de Matemática Ensino Fundamental C1 Utilizar o conhecimento numérico para operar e construir argumentos ao interpretar situações que envolvam informações quantitativas.

Leia mais

Projeto - Sistema Multimídia 2014/2 Etapa 01 (N2)

Projeto - Sistema Multimídia 2014/2 Etapa 01 (N2) 1 FURB Universidade Regional de Blumenau DSC Departamento de Sistemas e Computação Grupo de Pesquisa em Computação Gráfica, Processamento de Imagens e Entretenimento Digital Disciplina: Sistemas Multimídia

Leia mais

DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E INFORMÁTICA DISCIPLINA: Matemática (8º Ano) METAS CURRICULARES/CONTEÚDOS ANO LETIVO 2016/

DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E INFORMÁTICA DISCIPLINA: Matemática (8º Ano) METAS CURRICULARES/CONTEÚDOS ANO LETIVO 2016/ DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E INFORMÁTICA DISCIPLINA: Matemática (8º Ano) METAS CURRICULARES/CONTEÚDOS ANO LETIVO 2016/2017... 1º Período Metas/ Objetivos Conceitos/ Conteúdos Aulas Previstas Geometria

Leia mais

Técnicas Básicas de Compressão de Vídeo

Técnicas Básicas de Compressão de Vídeo Aula 11 Técnicas Básicas de Compressão de Vídeo Diogo Pinheiro Fernandes Pedrosa Universidade Federal Rural do Semiárido Departamento de Ciências Exatas e Naturais Curso de Ciência da Computação Introdução

Leia mais

DAINF - Departamento de Informática

DAINF - Departamento de Informática DAINF - Departamento de Informática Algoritmos 2 - Árvore binária de busca Prof. Alex Kutzke ( http://alex.kutzke.com.br/courses ) 30 de Novembro de 2015 Slides adaptados do material produzido pelo Prof.

Leia mais

RECONHECIMENTO IDENTIFICAÇÃO BASEADA EM APARÊNCIA

RECONHECIMENTO IDENTIFICAÇÃO BASEADA EM APARÊNCIA RECONHECIMENTO IDENTIFICAÇÃO BASEADA EM APARÊNCIA Envolve a pergunta: É esta parte da imagem uma parte do objeto X? (modelo dado, região da imagem dada) Utiliza imagens ao invés de características como

Leia mais

Face Recognition using RGB-D Images

Face Recognition using RGB-D Images Face Recognition using RGB-D Images Helder C. R. de Oliveira N.USP: 7122065 Polyana Nunes N.USP: 9043220 Sobre o Artigo Publication: 2013 IEEE Sixth International Conference Author(s) Goswami, G. (Índia

Leia mais

Mapeamento do uso do solo

Mapeamento do uso do solo Multidisciplinar Mapeamento do uso do solo para manejo de propriedades rurais Allan Arnesen Frederico T. Genofre Marcelo Pedroso Curtarelli CAPÍTULO 4 Técnicas de classificação de imagens e processamento

Leia mais

Introdução. Introdução. Quantização de Cor. Quantização de Cor. Efeitos da Discretização Espacial (redução da resolução espacial)

Introdução. Introdução. Quantização de Cor. Quantização de Cor. Efeitos da Discretização Espacial (redução da resolução espacial) Introdução Introdução Uma imagem bitmap está associada a dois processos de discretização: Efeitos da Discretização Espacial (redução da resolução espacial) Discretização Espacial (Processo de Amostragem

Leia mais

Processamento de Imagens: fundamentos. Julio C. S. Jacques Junior

Processamento de Imagens: fundamentos. Julio C. S. Jacques Junior Processamento de Imagens: fundamentos Julio C. S. Jacques Junior juliojj@gmail.com Fronteiras do Processamento de Imagens Processamento de dados Dados / Informação Visão Computacional Computação Gráfica

Leia mais

Filtros de Média Movente

Filtros de Média Movente Processamento Digital de Sinais Filtros de Média Movente Prof. Dr. Carlos Alberto Ynoguti Características É o filtro ótimo para a tarefa de remover ruído aleatório de um sinal, e manter uma resposta a

Leia mais

Ordenação: Heapsort. Algoritmos e Estruturas de Dados II

Ordenação: Heapsort. Algoritmos e Estruturas de Dados II Ordenação: Heapsort Algoritmos e Estruturas de Dados II Introdução Possui o mesmo princípio de funcionamento da ordenação por seleção Selecione o menor item do vetor Troque-o pelo item da primeira posição

Leia mais

P L A N I F I C A Ç Ã 0 3 º C I C L O

P L A N I F I C A Ç Ã 0 3 º C I C L O P L A N I F I C A Ç Ã 0 3 º C I C L O 2015-2016 DISCIPLINA / ANO: Matemática / 8º Ano MANUAL ADOTADO: MATEMÁTICA EM AÇÃO 8 (E.B. 2,3) / MATEMÁTICA DINÂMICA 8 (SEDE) GESTÃO DO TEMPO 1º PERÍODO Nº de tempos

Leia mais

DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E INFORMÁTICA DISCIPLINA: Matemática (8º Ano) METAS CURRICULARES/CONTEÚDOS ANO LETIVO 2017/

DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E INFORMÁTICA DISCIPLINA: Matemática (8º Ano) METAS CURRICULARES/CONTEÚDOS ANO LETIVO 2017/ DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E INFORMÁTICA DISCIPLINA: Matemática (8º Ano) METAS CURRICULARES/CONTEÚDOS ANO LETIVO 2017/2018... 1º Período Metas/ Objetivos Conceitos/ Conteúdos Aulas Previstas Geometria

Leia mais

Compressão de Imagens Usando Wavelets: Uma Solução WEB para a Codificação EZW Utilizando JAVA. Utilizando JAVA. TCC - Monografia

Compressão de Imagens Usando Wavelets: Uma Solução WEB para a Codificação EZW Utilizando JAVA. Utilizando JAVA. TCC - Monografia Compressão de Imagens Usando Wavelets: Uma Solução WEB para a Codificação EZW Utilizando JAVA TCC - Monografia Wanderson Câmara dos Santos Orientador : Prof. Dr. Luiz Felipe de Queiroz Silveira 1 Departamento

Leia mais

Aula 6 - Processamento de Imagens de Radar

Aula 6 - Processamento de Imagens de Radar Aula 6 - Processamento de Imagens de Radar 1. Eliminação de Ruído Speckle A qualidade radiométrica do dado SAR é afetada por fatores inerentes ao instrumento, bem como à geometria de iluminação. As duas

Leia mais

Aprendizagem de Máquina

Aprendizagem de Máquina Aprendizagem de Máquina Alessandro L. Koerich Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica Universidade Federal do Paraná (UFPR) EXTRAÇÃO DE CARACTERÍSTICAS Definição Característica: variável ou atributo

Leia mais

Radix Sorting. Várias aplicações têm chaves que são inteiros, definidos dentro de um intervalo

Radix Sorting. Várias aplicações têm chaves que são inteiros, definidos dentro de um intervalo Radix Sorting Os registros a serem ordenados podem ter chaves bastante complexas, como por exemplo sequências de caracteres (lista telefônica) o Ordenação via comparação de chaves Várias aplicações têm

Leia mais

O que é um jogo digital?

O que é um jogo digital? O que é um jogo digital? Programa de Computador Dados Algoritmos Para que estudar Estrutura de Dados? Para manipular os dados dos programas usamos os ALGORITMOS e para organizar os dados da melhor forma

Leia mais

Aula 8 - Reconhecimento e Interpretação. Prof. Adilson Gonzaga

Aula 8 - Reconhecimento e Interpretação. Prof. Adilson Gonzaga Aula 8 - Reconhecimento e Interpretação Prof. Adilson Gonzaga Elementos de Visão Computacional: Visão Computacional Processamento de Baio Nível Processamento de Nível Intermediário Processamento de Alto

Leia mais

CAPÍTULO 5 RESULTADOS. São apresentados neste Capítulo os resultados obtidos através do programa Classific, para

CAPÍTULO 5 RESULTADOS. São apresentados neste Capítulo os resultados obtidos através do programa Classific, para CAPÍTULO 5 RESULTADOS São apresentados neste Capítulo os resultados obtidos através do programa Classific, para as imagens coletadas no verão II, período iniciado em 18/01 e finalizado em 01/03 de 1999,

Leia mais

Processamento digital de imagens. introdução

Processamento digital de imagens. introdução Processamento digital de imagens introdução Imagem digital Imagem digital pode ser descrita como uma matriz bidimensional de números inteiros que corresponde a medidas discretas da energia eletromagnética

Leia mais

SCC0173 Mineração de Dados Biológicos

SCC0173 Mineração de Dados Biológicos SCC073 Mineração de Dados Biológicos Análise Exploratória de Dados Parte A: Revisão de Estatística Descritiva Elementar Prof. Ricardo J. G. B. Campello SCC / ICMC / USP Tópicos Análise Exploratória de

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Águeda Escola Básica Fernando Caldeira

Agrupamento de Escolas de Águeda Escola Básica Fernando Caldeira Agrupamento de Escolas de Águeda Escola Básica Fernando Caldeira Currículo da disciplina de Matemática - 7ºano Unidade 1 Números inteiros Propriedades da adição de números racionais Multiplicação de números

Leia mais

Para essa conversão utiliza-se o valor posicional

Para essa conversão utiliza-se o valor posicional Conversão de Hexadecimal para decimal Para essa conversão utiliza-se o valor posicional N = d n 16 n + d n-1 16 n-1 +... D 2 16 2 + d 1 16 1 + d 0 16 0 + d -1 16-1 + d -2 16-2 +... Exemplo: a) 23 16 =

Leia mais

Processamento digital de. Distorções

Processamento digital de. Distorções Processamento digital de imagens Distorções Distorções radiométricas No processo de aquisição, o verdadeiro valor da energia é distorcido por diferentes fatores entre os quais podem ser citados: calibração

Leia mais

Prof. André Rabelo LÓGICA DIGITAL INTRODUÇÃO

Prof. André Rabelo LÓGICA DIGITAL INTRODUÇÃO Prof. André Rabelo LÓGICA DIGITAL INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO Um sistema pode ser definido como sendo um conjunto de elementos que são interligados de alguma maneira para compor um todo e assim realizar funcionalidade

Leia mais

Classificação de imagens de Sensoriamento Remoto. Disciplina: Geoprocessamento Profª. Agnes Silva de Araujo

Classificação de imagens de Sensoriamento Remoto. Disciplina: Geoprocessamento Profª. Agnes Silva de Araujo Classificação de imagens de Sensoriamento Remoto Disciplina: Geoprocessamento Profª. Agnes Silva de Araujo Conteúdo programático e Objetivos Conceito de classificação e fotointerpretação Classificações

Leia mais

7. Color Image Processing

7. Color Image Processing Transformação de níveis de cinza para cor a idéia por trás desta técnica é executar 3 transformações independentes sobre níveis de cinza dos pixels de uma imagem de entrada. Cada cor é transformada independentemente

Leia mais

Aula 7: Representações de Números Inteiros: Sinal e Magnitude e Representação em Excesso de k

Aula 7: Representações de Números Inteiros: Sinal e Magnitude e Representação em Excesso de k Aula 7: Representações de Números Inteiros: Sinal e Magnitude e Representação em Excesso de k Diego Passos Universidade Federal Fluminense Fundamentos de Arquiteturas de Computadores Diego Passos (UFF)

Leia mais

Conversão Analógica - Digital. Keylly Eyglys Orientação: Adrião Duarte

Conversão Analógica - Digital. Keylly Eyglys Orientação: Adrião Duarte Conversão Analógica - Digital Keylly Eyglys Orientação: Adrião Duarte Motivação Existem inúmeras técnicas de processamento de digital de sinais Para se armazenar um sinal, ele deve estar na forma digital

Leia mais

Ordenação em Tempo Linear

Ordenação em Tempo Linear Ordenação em Tempo Linear Não realiza comparação entre elementos; Custo é dado por outras operações: Contagens; Atribuições; Espaço empregado; Assume que a sequência de números possui alguma característica

Leia mais

Filtragem de Imagens no Domínio Espacial. 35M34 Sala 3D5 Bruno Motta de Carvalho DIMAp Sala 15 Ramal 227

Filtragem de Imagens no Domínio Espacial. 35M34 Sala 3D5 Bruno Motta de Carvalho DIMAp Sala 15 Ramal 227 Filtragem de Imagens no Domínio Espacial 35M34 Sala 3D5 Bruno Motta de Carvalho DIMAp Sala 15 Ramal 227 Image Enhancement 2 Image enhancement em Português significa algo como melhoria de imagens, mas o

Leia mais

Douglas Antoniazi Kleberson Hayashi Angelossi

Douglas Antoniazi Kleberson Hayashi Angelossi Fundamentos de compressão e codificação de imagens Douglas Antoniazi Kleberson Hayashi Angelossi 1 Sumário Redundância Codificação Interpixel Psicovisual Critérios de fidelidade Erro total Erro médio quadrático

Leia mais

Prova Fundamentos Computação Gráfica

Prova Fundamentos Computação Gráfica Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro Pós-Graduação em Informática Prova Fundamentos Computação Gráfica Nome: Eduardo Ceretta Dalla Favera Matricula: 1012631 Rio de Janeiro, 7 de julho de

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Departamento de Informática. Fundamentos de Computação Gráfica

Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Departamento de Informática. Fundamentos de Computação Gráfica 1. Imagens sísmicas Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro Departamento de Informática Fundamentos de Computação Gráfica Aluno: Stelmo Magalhães Barros Netto Relatório do trabalho Imagens Sísmicas

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANSELMO DE ANDRADE

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANSELMO DE ANDRADE AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANSELMO DE ANDRADE DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS - Grupo 500 Planificação Anual /Critérios de avaliação Disciplina: Matemática 8º ano Ano letivo 2016/2017 Início

Leia mais

8.º Ano. Planificação Matemática 16/17. Escola Básica Integrada de Fragoso 8.º Ano

8.º Ano. Planificação Matemática 16/17. Escola Básica Integrada de Fragoso 8.º Ano 8.º Ano Planificação Matemática 16/17 Escola Básica Integrada de Fragoso 8.º Ano Geometria e medida Números e Operações Domínio Subdomínio Conteúdos Objetivos gerais / Metas Dízimas finitas e infinitas

Leia mais

Aprendizado de Máquina

Aprendizado de Máquina Aprendizado de Máquina Template Matching Luiz Eduardo S. Oliveira Universidade Federal do Paraná Departamento de Informática http://lesoliveira.net October 25, 2012 Luiz S. Oliveira (UFPR) Aprendizado

Leia mais

Busca em Memória Primária Estrutura de Dados II

Busca em Memória Primária Estrutura de Dados II Centro de Ciências Exatas, Naturais e de Saúde Departamento de Computação Busca em Memória Primária Estrutura de Dados II Estrutura de Dados II COM10078 2017-I Prof. Marcelo Otone Aguiar marcelo.aguiar@ufes.br

Leia mais

Busca em Memória Primária Estrutura de Dados II

Busca em Memória Primária Estrutura de Dados II Centro de Ciências Exatas, Naturais e de Saúde Departamento de Computação Busca em Memória Primária Estrutura de Dados II COM10078 Estrutura de Dados II Prof. Marcelo Otone Aguiar marcelo.aguiar@ufes.br

Leia mais

Disciplina Geoprocessamento Aplicadoao Planejamento

Disciplina Geoprocessamento Aplicadoao Planejamento Mestradoem Territorial e Desenvolvimento Sócio-Ambiental MPPT Disciplina Geoprocessamento Aplicadoao Prof a. MarianeAlvesDalSanto Prof. Francisco Henrique de Oliveira EMENTA Conceitos e fundamentos do

Leia mais

Processamento de Sinal e Imagem

Processamento de Sinal e Imagem Processamento de Sinal e Imagem Mestrado em Informática Médica Hélder Filipe Pinto de Oliveira Apresentação do Docente Formação Académica Licenciatura Eng. Eletrotécnica e de Computadores, FEUP (1999 2004)

Leia mais

INF Fundamentos da Computação Gráfica Professor: Marcelo Gattass Aluno: Rogério Pinheiro de Souza

INF Fundamentos da Computação Gráfica Professor: Marcelo Gattass Aluno: Rogério Pinheiro de Souza INF2608 - Fundamentos da Computação Gráfica Professor: Marcelo Gattass Aluno: Rogério Pinheiro de Souza Trabalho 02 Visualização de Imagens Sísmicas e Detecção Automática de Horizonte Resumo Este trabalho

Leia mais