A FCT e a CooperaçãoemCiênciae Tecnologia com ospaísesdo EspaçoCPLP

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A FCT e a CooperaçãoemCiênciae Tecnologia com ospaísesdo EspaçoCPLP"

Transcrição

1 A FCT e a CooperaçãoemCiênciae Tecnologia com ospaísesdo EspaçoCPLP 2ª CONFERÊNCIA SOBRE O FUTURO DA LÍNGUA PORTUGUESA NO SISTEMA MUNDIAL 30 de outubro2013 Maria João Maia Departamento das Relações Internacionais, FCT

2 A FCT A FCT PROCURA TORNAR PORTUGAL UMA REFERÊNCIA MUNDIAL EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO. E ASSEGURAR QUE O CONHECIMENTO GERADO PELA INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA SEJA UTILIZADO PARA O CRESCIMENTO ECONÓMICO DE PORTUGAL E O BEM-ESTAR DOS CIDADÃOS. A FCT É UM INSTITUTO PÚBLICO, TUTELADO PELO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA.

3 FCT A FCT TEMUMORÇAMENTODECERCADE400 MILHÕESDEEUROS, COM CONTRIBUIÇÕES MAIORITÁRIAS DO ORÇAMENTO DO ESTADO E DA UNIÃO EUROPEIA. Em 2012/13

4 O quefazemos fazemos? PESSOAS IDEIAS CENTROS DE I&D TRANSFERÊNCIA DE CONHECIMENTO COOPERAÇÃO INTERNACIONAL Com maisde SOCIEDADE DE INFORMAÇÃO 200 milhões /ano Apoioa mais de investigadores 428 milhões paraapoioa circa3 400 Projetos 293 Unidadesde I&D e 26 Laboratórios Associados com ~ investigadores Apoioa start-ups e ligação com empresas Formação e ligação com a indústria CERN & ESA 60 países(emc&t e Cultura) Membrode Organizações Internacionais (CERN, ESO, ESA, EMBO) Políticas Públicas paraa Sociedadede Informação

5 Pessoas Investimento total da FCT ( ) em formação avançada de recursos humanos a nacionais dos países da CPLP (exceto Portugal) 25,1M C. Naturais e do Ambiente; C. da Saúde e da Vida; C. Sociais e Humanidades; Ciências Exatas e das Engenharias;

6 Pessoas Investimento da FCT em formação avançada de recursos humanos a cidadãos nacionais dos países da CPLP (exceto Portugal) Ciências Exat e Engenharia C. Sociais e Humanidades C. Naturais e do Ambiente C. da Saúde e da Vida

7 Pessoas Em 2009 Portugal apresentou à Reunião Extraordinária dos Ministros responsáveis pela Ciência e Ensino Superior dos Estados-membros da CPLP, o projeto de criação de um Centro de categoria 2 da UNESCO para a formação Avançada de cientistas da CPLP nas áreas das Ciências Básicas, que mereceu a aprovação todos os países. Nesse contexto foi lançado em Outubro de 2009 o programa Ciência Global Objetivos do Programa formação avançada de cientistas (Doutoramento e Pós-doutoramento) inseridos nas universidades e instituições de investigação de todos os países da CPLP inserção dos estudantes em redes científicas internacionais estáveis disseminação do conhecimento pelos cientistas e respetivas instituições melhoria da investigação nos países de origem dos candidatos luta contra o brain drain científico.

8 Pessoas Programa Ciência Global No âmbito do único Concurso lançado no âmbito do Programa Ciência Global que decorreu entre outubro e novembro de 2009 foram recebidas 438 candidaturas. 384 candidaturas a Bolsas de Doutoramento e 54 de Bolsas de Pós-Doutoramento em todas as áreas científicas. Candidaturas por nacionalidade Bolsas de Doutoramento Bolsas de Pós Doutoramento Angola Cabo Verde Guiné Bissau Moçambique São Tomé e Príncipe Timor Leste Resultados: 36 bolsas financiadas

9 Programas de doutoramento FCT A FCT apoia Programas de Doutoramento competitivos a nível internacional, que contribuem para formar a próxima geração de investigadores e docentes altamente qualificados. Os Programas de Doutoramento FCT têm como objetivo aproximar instituições de ensino superior, instituições de I&D e empresas de forma a: Promover a formação pós-graduada de excelência, baseada em investigação internacionalmente competitiva; Fomentar a colaboração e partilha de recursos entre instituições portuguesas, e contribuir para o reforço da relevância e reconhecimento internacional das instituições; Dotar os estudantes de competências profissionais transversais para que se tornem cientistas de excelência e membros ativos das comunidades académica e socioeconómica em que se encontram Os Programas de Doutoramento FCT subdividem-se em três tipos: Nacionais, Em Ambiente Empresarial e Internacionais Programas de doutoramento internacionais com instituições brasileiras: Ciências Naturais e do Ambiente: 2 em 3 Ciências Sociais e Humanidades: 1 em 2.

10 O PGCD é organizado pelo Instituto Gulbenkian de Ciência (IGC), com o apoio do Ministério do Ensino Superior, Ciência e Inovação (MESCI) de Cabo-Verde, da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) do Brasil e da Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) de Portugal. Esforço conjunto para a concretização de um programa piloto de Doutoramento na área das Ciências da Vida, destinado aos PALOP e Timor-Leste, de acordo com os objectivos de política científica e de formação superior avançada que têm vindo a ser prosseguidos por estas Instituições e pela UNESCO.

11 Ideias Projetos nacionais financiados (59) pela FCT com a participação de instituições de países da CPLP ( ) - investimento total 7,8 M Ciências da Saúde 9% Ciências Sociais e Humanidades 41% Ciências Exatas e Engenharias 25% Ciências Naturais 25%

12 Ideias Participações (74) de instituições da países da CPLP em projetos nacionais financiados pela FCT ( )

13 Ideias Bolsas a nacionais da CPLP atribuídas no âmbito de projetos financiados pela FCT (exceto PT) Brasil Cabo Verde Moçambique Angola São Tomé e Príncipe

14 Cooperação internacional Angola: Acordo Intergovernamental em C&T, 2006 Brasil: Acordos Bilaterais com Países da CPLP - Convénio FCT/Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Convénio FCT/Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), Convénio FCT/Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), 1991, renovado em 2013 Cabo Verde: - Acordo Intergovernamental em C&T e Ensino Superior, Acordo Intergovernamental em C&T, 2012 Guiné Bissau: : Acordo Intergovernamental em C&T e Ensino Superior, 2004 Moçambique: -Acordo Intergovernamental em C&T e Ensino Superior, Acordo Intergovernamental em C&T, 2010 S. Tomé e Príncipe: Acordo Intergovernamental em C&T e Ensino Superior, 2004

15 Projetos bilaterais FCT/ Brasil (CAPES e CNPq) Ciências da Saúde Ciências Naturais Ciências Exatas e Engenharias Ciências Sociais e Humanidades

16 Projetos bilaterais FCT/ Brasil (CAPES e CNPq) Comparativo Brasil e restantes países não lusófonos (12) 21% 79% Total de projetos financiados com outros países Total de projetos financiados com o Brasil

17 EXCELÊNCIA CONHECIMENTO IMPACTO

A FUNDAÇÃO PARA A CIÊNCIA E A TECNOLOGIA (FCT)

A FUNDAÇÃO PARA A CIÊNCIA E A TECNOLOGIA (FCT) A FUNDAÇÃO PARA A CIÊNCIA E A TECNOLOGIA (FCT) É A AGÊNCIA PÚBLICA NACIONAL PARA A INVESTIGAÇÃO E A INOVAÇÃO EM PORTUGAL WWW.FCT.PT A VISÃO DA FCT É: TORNAR PORTUGAL UMA REFERÊNCIA MUNDIAL EM CIÊNCIA,

Leia mais

Sustentabilidade: Desafio Actual do Ensino Superior

Sustentabilidade: Desafio Actual do Ensino Superior Os desafios da Gestão e da Qualidade do Ensino Superior nos Países e Regiões de Língua Portuguesa 15 de Novembro de 2011 Sustentabilidade: Desafio Actual do Ensino Superior Instituto Superior Técnico,

Leia mais

ESTATÍSTICAS DA FUNDAÇÃO PARA A CIÊNCIA E A TECNOLOGIA (FCT)

ESTATÍSTICAS DA FUNDAÇÃO PARA A CIÊNCIA E A TECNOLOGIA (FCT) ESTATÍSTICAS DA FUNDAÇÃO PARA A CIÊNCIA E A TECNOLOGIA (FCT) VISÃO GLOBAL Este documento sintetiza a informação estatística sobre a execução orçamental da FCT. Divide-se em duas secções: (1) investimento

Leia mais

Quadro de Avaliação e Responsabilização

Quadro de Avaliação e Responsabilização ANO: Ministério da Educação e Ciência Fundação para a Ciência e Tecnologia, I.P. MISSÃO: A FCT tem por missão apoiar, financiar e avaliar o Sistema Nacional de Investigação e Inovação, desenvolver a cooperação

Leia mais

Programa de Doutoramento em Gestão, Liderança e Políticas no Sector Agroalimentar

Programa de Doutoramento em Gestão, Liderança e Políticas no Sector Agroalimentar Programa de Doutoramento em Gestão, Liderança e Políticas no Sector Agroalimentar Workshop Colaboração entre Moçambique e Portugal nos Sectores Agrícola, Alimentar e Florestal, Maputo, 2 de Junho 2015

Leia mais

DECLARAÇÃO DE LISBOA

DECLARAÇÃO DE LISBOA DECLARAÇÃO DE LISBOA Os Procuradores Gerais dos Estados Membros da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), reunidos por ocasião e do XIV Encontro, entre 13 e 14 de Outubro de 2016, na cidade

Leia mais

PROGRAMA GULBENKIAN PARCERIAS PARA O DESENVOLVIMENTO SERVIÇO DE BOLSAS GULBENKIAN

PROGRAMA GULBENKIAN PARCERIAS PARA O DESENVOLVIMENTO SERVIÇO DE BOLSAS GULBENKIAN PROGRAMA GULBENKIAN PARCERIAS PARA O DESENVOLVIMENTO SERVIÇO DE BOLSAS GULBENKIAN Regulamento do Concurso Bolsas de apoio à investigação para estudantes de doutoramento dos PALOP 2016 Artigo 1º Âmbito

Leia mais

VII REUNIÃO DE MINISTROS DA CULTURA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA. Declaração Final

VII REUNIÃO DE MINISTROS DA CULTURA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA. Declaração Final VII REUNIÃO DE MINISTROS DA CULTURA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA Palácio Nacional de Sintra, Sintra, 18 de junho de 2010 Declaração Final Os Ministros e os representantes dos Ministérios

Leia mais

Memorando de Entendimento. Entre A COMUNIDADE DE PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA A ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE TURISMO

Memorando de Entendimento. Entre A COMUNIDADE DE PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA A ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE TURISMO Memorando de Entendimento Entre A COMUNIDADE DE PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA E A ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE TURISMO Considerando que a Comunidade de Países de Língua Oficial Portuguesa doravante designada por

Leia mais

Quadro de Avaliação e Responsabilização

Quadro de Avaliação e Responsabilização ANO:2018 Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P. MISSÃO: A FCT tem por missão desenvolver, financiar e avaliar o Sistema Nacional de Investigação

Leia mais

Regulamento Interno de Atribuição de Bolsas a Estudantes Internacionais Versão: 03 Data:10/01/2017

Regulamento Interno de Atribuição de Bolsas a Estudantes Internacionais Versão: 03 Data:10/01/2017 Regulamento Interno de Atribuição de Bolsas a Estudantes Internacionais Versão: 03 Data:10/01/2017 Elaborado: Verificado: Aprovado: RG PR12 09 Vice Presidente do IPB Pró Presidente para os Assuntos Académicos

Leia mais

DECLARAÇÃO DE LUANDA IV REUNIÃO DOS PONTOS FOCAIS DE GOVERNAÇÃO ELETRÓNICA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA

DECLARAÇÃO DE LUANDA IV REUNIÃO DOS PONTOS FOCAIS DE GOVERNAÇÃO ELETRÓNICA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA DECLARAÇÃO DE LUANDA IV REUNIÃO DOS PONTOS FOCAIS DE GOVERNAÇÃO ELETRÓNICA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA Os Pontos Focais da Governação Eletrónica da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa

Leia mais

Conclusões. II Conferência de Ministros de Turismo da CPLP

Conclusões. II Conferência de Ministros de Turismo da CPLP Conclusões II Conferência de Ministros de Turismo da CPLP Na sequência de uma decisão da VIII Reunião Ordinária do Conselho de Ministros da Comunidade de Países de Língua Portuguesa, que se reuniu em Coimbra

Leia mais

Isabel Pedreira, Cláudia Roriz e Joana Duarte. Introdução

Isabel Pedreira, Cláudia Roriz e Joana Duarte. Introdução Os estudantes estrangeiros provenientes de países da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa no ensino superior em Portugal: contributos para uma caracterização Isabel Pedreira, Cláudia Roriz e Joana

Leia mais

COOPERAÇÃO INTERNACIONAL NO ÂMBITO DO CNPq

COOPERAÇÃO INTERNACIONAL NO ÂMBITO DO CNPq INSTRUMENTOS DE COOPERAÇÃO OPORTUNIDADES INTERNACIONAL DE NO AMBITO DO CNPq COOPERAÇÃO INTERNACIONAL NO ÂMBITO DO CNPq Reunião das Sociedades e Associações de Física da América Latina 2 de fevereiro de

Leia mais

FÓRUM EMPREGO FEUP. Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto 25 de Novembro Joana Bárbara Silva

FÓRUM EMPREGO FEUP. Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto 25 de Novembro Joana Bárbara Silva FÓRUM EMPREGO FEUP degrau Científico Carreiras pós graduadas nas empresas Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto 25 de Novembro 2005 Joana Bárbara Silva A Adi, em colaboração com a Fundação para

Leia mais

INICIATIVAS GULBENKIAN PARA A INOVAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO. Concurso para apoio a iniciativas-piloto na educação pré-escolar

INICIATIVAS GULBENKIAN PARA A INOVAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO. Concurso para apoio a iniciativas-piloto na educação pré-escolar INICIATIVAS GULBENKIAN PARA A INOVAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO Concurso para apoio a iniciativas-piloto na educação pré-escolar Nota: Este concurso decorre em duas etapas. ENQUADRAMENTO A Fundação Calouste

Leia mais

DECLARAÇÃO FINAL DA II REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DOS MINISTROS DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA

DECLARAÇÃO FINAL DA II REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DOS MINISTROS DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA DECLARAÇÃO FINAL DA II REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DOS MINISTROS DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA Os Ministros responsáveis pela Ciência e Tecnologia da República de Angola,

Leia mais

Juntos vamos mais longe. Jorge Santos

Juntos vamos mais longe. Jorge Santos Angola Guiné-Bissau Portugal Brasil Guiné Equatorial São Tomé e Príncipe Cabo Verde Moçambique Timor-Leste Programa de Internacionalização Agronegócio CPLP Jorge Santos Presidente O programa de internacionalização

Leia mais

1. Portugal no Mundo Promover a Paz e a Segurança PORTUGAL NO MUNDO PROMOVER A PAZ E A SEGURANÇA

1. Portugal no Mundo Promover a Paz e a Segurança PORTUGAL NO MUNDO PROMOVER A PAZ E A SEGURANÇA 1. Portugal no Mundo Promover a Paz e a Segurança PORTUGAL NO MUNDO PROMOVER A PAZ E A SEGURANÇA 2º Encontro Conhecimento e Cooperação - Lisboa, 06-06-2013 2. Portugal no Mundo Promover a Paz e a Segurança

Leia mais

I PROGRAMA DOCTV CPLP

I PROGRAMA DOCTV CPLP DOSSIER DE IMPRENSA I PROGRAMA DOCTV CPLP I ANTECEDENTES O DOCTV CPLP surge na sequência de experiências bem sucedidas de âmbito nacional DOCTV Brasil e transnacional DOCTV Ibero-América lançadas pelo

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO FREQUÊNCIA DO CURSO GESTÃO DE CIÊNCIA

REGULAMENTO DO CONCURSO FREQUÊNCIA DO CURSO GESTÃO DE CIÊNCIA REGULAMENTO DO CONCURSO PARA FREQUÊNCIA DO CURSO GESTÃO DE CIÊNCIA 5 A 9 DE FEVEREIRO DE 2018 EM LISBOA E 10 A 14 DE SETEMBRO DE 2018 EM BARCELONA Artigo 1º Âmbito 1. O presente Regulamento estabelece

Leia mais

Acção 1. Quem pode participar? Programas conjuntos de mestrado e doutoramento, incluindo um sistema de bolsas de estudo

Acção 1. Quem pode participar? Programas conjuntos de mestrado e doutoramento, incluindo um sistema de bolsas de estudo Co m i s s ã o E u r o p e i a m e s t Acção 1 Programas conjuntos de mestrado e doutoramento, incluindo um sistema de bolsas de estudo Os programas conjuntos de reconhecida qualidade académica são concebidos

Leia mais

Assembleia Geral Anual da Portucel Empresa Produtora de Pasta e Papel, S.A. de 10 de Abril de 2012

Assembleia Geral Anual da Portucel Empresa Produtora de Pasta e Papel, S.A. de 10 de Abril de 2012 Assembleia Geral Anual da Portucel Empresa Produtora de Pasta e Papel, S.A. de 10 de Abril de 2012 Proposta relativa ao Ponto 8. da Ordem de Trabalhos Considerando que se encontra vago o cargo de Presidente

Leia mais

Instituto de Higiene e Medicina Tropical Global Health and Tropical Medicine Henrique Silveira

Instituto de Higiene e Medicina Tropical Global Health and Tropical Medicine Henrique Silveira Instituto de Higiene e Medicina Tropical Global Health and Tropical Medicine Henrique Silveira hsilveira@ihmt.unl.pt FAPESP 09/05/14 Areas de atividade Ciências Biomédicas, Medicina Tropical, Saúde Global

Leia mais

FCT Instrumentos para o apoio à investigação clínica e de translação

FCT Instrumentos para o apoio à investigação clínica e de translação FCT Instrumentos para o apoio à investigação clínica e de translação Andréia Feijão Coordenadora Executiva Conselho Científico das Ciências da Vida e da Saúde 9 de Julho, 2015 SOBRE AFCT A Fundação para

Leia mais

Acordo Geral. e a. Universidade de Aveiro, adiante designada por UA, doravante denominados Partes.

Acordo Geral. e a. Universidade de Aveiro, adiante designada por UA, doravante denominados Partes. Acordo Geral A Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior CAPES do Ministério da Educação - MEC, República Federativa do Brasil e a Universidade de Aveiro, adiante designada por

Leia mais

CONCURSO PARA BOLSAS DE DOUTORAMENTO INDIVIDUAIS Agronegócio e Governação para o Desenvolvimento Agrobiotecnologia Ciências da Saúde

CONCURSO PARA BOLSAS DE DOUTORAMENTO INDIVIDUAIS Agronegócio e Governação para o Desenvolvimento Agrobiotecnologia Ciências da Saúde CONCURSO PARA BOLSAS DE DOUTORAMENTO INDIVIDUAIS Agronegócio e Governação para o Desenvolvimento Agrobiotecnologia Ciências da Saúde Encontra-se aberto concurso para atribuição de nove (9) Bolsas de Doutoramento

Leia mais

As Universidades Públicas e a Cooperação Internacional

As Universidades Públicas e a Cooperação Internacional As Universidades Públicas e a Cooperação Internacional António Rendas Presidente do Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas (CRUP) Reitor da Universidade Nova de Lisboa Seminário Diplomático

Leia mais

XXIII REUNIÃO ORDINÁRIA DE PONTOS FOCAIS DE COOPERAÇÃO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA - CPLP

XXIII REUNIÃO ORDINÁRIA DE PONTOS FOCAIS DE COOPERAÇÃO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA - CPLP XXIII REUNIÃO ORDINÁRIA DE PONTOS FOCAIS DE COOPERAÇÃO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA - CPLP Luanda, 18 e 19 de Julho de 2011 Nota do Coordenador da Reunião de Pontos Focais ao 145º Comité

Leia mais

Oportunidades de Negócio e Financiamento

Oportunidades de Negócio e Financiamento Oportunidades de Negócio e Financiamento 1 Fundos de Cooperação Europeia 2 Fundos de Cooperação Europeia 3 Fundos de Cooperação Europeia 4 Vantagens para as empresas: 1. Internacionalização de empresas

Leia mais

IV REUNIÃO DE MINISTRAS DA IGUALDADE DE GÉNERO E EMPODERAMENTO DAS MULHERES DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA - CPLP

IV REUNIÃO DE MINISTRAS DA IGUALDADE DE GÉNERO E EMPODERAMENTO DAS MULHERES DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA - CPLP IV REUNIÃO DE MINISTRAS DA IGUALDADE DE GÉNERO E EMPODERAMENTO DAS MULHERES DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA - CPLP "Empoderamento Económico da Mulher, Género e Globalização" Declaração de

Leia mais

X REUNIÃO DOS MINISTROS DO TRABALHO E DOS ASSUNTOS SOCIAIS DA CPLP

X REUNIÃO DOS MINISTROS DO TRABALHO E DOS ASSUNTOS SOCIAIS DA CPLP As Ministras e os Ministros do Trabalho e dos Assuntos Sociais da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), reunidos na cidade de Fortaleza, no período de 22 a 24 de fevereiro de 2010, Considerando:

Leia mais

(DRAFT) CONCLUSÕES DA II REUNIÃO DO FÓRUM DA SOCIEDADE CIVIL DA CPLP Díli, 17 de julho de 2015

(DRAFT) CONCLUSÕES DA II REUNIÃO DO FÓRUM DA SOCIEDADE CIVIL DA CPLP Díli, 17 de julho de 2015 (DRAFT) CONCLUSÕES DA II REUNIÃO DO FÓRUM DA SOCIEDADE CIVIL DA CPLP Díli, 17 de julho de 2015 A II Reunião Fórum da Sociedade Civil da CPLP (FSC-CPLP) realizou-se nos dias 13 a 17 de julho de 2015, em

Leia mais

Programa de Internacionalização Agronegócios CPLP 2017/18

Programa de Internacionalização Agronegócios CPLP 2017/18 financiamento financiamento geoestratégia geoestratégia geoestratégia qualificação recursos recursos recursos relações relações sector sector seguros governação governação governação governação agronegócio

Leia mais

Programa de Internacionalização Agronegócios CPLP 2017/18

Programa de Internacionalização Agronegócios CPLP 2017/18 financiamento financiamento geoestratégia geoestratégia geoestratégia qualificação recursos recursos recursos relações relações sector sector seguros governação governação governação governação agronegócio

Leia mais

Aviso de Abertura do Concurso para Atribuição de Bolsas de Formação Avançada Abril 2015

Aviso de Abertura do Concurso para Atribuição de Bolsas de Formação Avançada Abril 2015 Aviso de Abertura do Concurso para Atribuição de Bolsas de Formação Avançada Abril 2015 Nos termos do Regulamento de Bolsas de Formação Avançada a ARDITI - Agência Regional para o Desenvolvimento da Investigação,

Leia mais

A Cooperação Portuguesa

A Cooperação Portuguesa FICHA TEMÁTICA A Cooperação Portuguesa Março de 2015 Política de Cooperação para o Desenvolvimento A Cooperação para o Desenvolvimento é um vetor chave da política externa portuguesa, que assenta num consenso

Leia mais

Programa de Internacionalização Agronegócios CPLP 2017/18

Programa de Internacionalização Agronegócios CPLP 2017/18 financiamento financiamento geoestratégia geoestratégia geoestratégia qualificação recursos recursos recursos relações relações sector sector seguros governação governação governação governação agronegócio

Leia mais

ENSINO SUPERIOR A DISTÂNCIA: QUE

ENSINO SUPERIOR A DISTÂNCIA: QUE ENSINO SUPERIOR A DISTÂNCIA: QUE OPORTUNID@DES Carla Padrel de Oliveira cpadrel@univ ab.pt 2 A Universidade Aberta Pioneira no Ensino a Distância em Portugal Fundada em 1988, a Universidade Aberta (UAb)

Leia mais

Ciência e Inovação Realizar Portugal

Ciência e Inovação Realizar Portugal Programa Operacional Ciência e Inovação Realizar Portugal União Europeia Fundos Estruturais Programa Operacional Ciência e Inovação 2010 No dia 24 de Dezembro de 2004 foi aprovado, por decisão (5706/2004)

Leia mais

Relações de Cooperação de Portugal com os países da CPLP em matéria de protecção civil. Cooperação a nível bilateral

Relações de Cooperação de Portugal com os países da CPLP em matéria de protecção civil. Cooperação a nível bilateral Relações de Cooperação de Portugal com os países da CPLP em matéria de protecção civil A cooperação em matéria de protecção civil no quadro da CPLP tem vindo a ser desenvolvida a 2 níveis: no plano bilateral,

Leia mais

XI CONFERÊNCIA DOS CHEFES DE ESTADO E DE GOVERNO DA CPLP

XI CONFERÊNCIA DOS CHEFES DE ESTADO E DE GOVERNO DA CPLP SECRETARIADO EXECUTIVO COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA XI CONFERÊNCIA DOS CHEFES DE ESTADO E DE GOVERNO DA CPLP (Brasília, 01 de novembro de 2016) DISCURSO DA SECRETÁRIA EXECUTIVA DA CPLP MARIA

Leia mais

Apresentador: Jorge Correia

Apresentador: Jorge Correia SÃO TOME E PRINCIPE CENTRO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PARA OS PAÍSES DA SUB-REGIÃO AFRICANA E DA CPLP Apresentador: Jorge Correia Presidente da Câmara de Comércio, Indústria, Agricultura e Serviços de São

Leia mais

RELATÓRIO DE CONCRETIZAÇÃO DO PROCESSO DE BOLONHA

RELATÓRIO DE CONCRETIZAÇÃO DO PROCESSO DE BOLONHA RELATÓRIO DE CONCRETIZAÇÃO DO PROCESSO DE BOLONHA ANO LECTIVO 2009/2010 [DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO] [Director de Curso: Carlos Fernandes da Silva] [PROGRAMA DOUTORAL EM PSICOLOGIA] 1. INTRODUÇÃO (meia página

Leia mais

III REUNIÃO ORDINÁRIA DE MINISTROS DOS ASSUNTOS DO MAR DA CPLP

III REUNIÃO ORDINÁRIA DE MINISTROS DOS ASSUNTOS DO MAR DA CPLP III REUNIÃO ORDINÁRIA DE MINISTROS DOS ASSUNTOS DO MAR DA CPLP Díli, 18 de maio de 2016 DECLARAÇÃO DE DÍLI Os Ministros dos Assuntos do Mar da CPLP ou seus representantes de Angola, Brasil, Cabo Verde,

Leia mais

CRIAÇÃO DO GRUPO TÉCNICO DE ESTUDO PARA A EXPLORAÇÃO E PRODUÇÃO CONJUNTAS DE HIDROCARBONETOS NO ESPAÇO DA CPLP

CRIAÇÃO DO GRUPO TÉCNICO DE ESTUDO PARA A EXPLORAÇÃO E PRODUÇÃO CONJUNTAS DE HIDROCARBONETOS NO ESPAÇO DA CPLP CRIAÇÃO DO GRUPO TÉCNICO DE ESTUDO PARA A EXPLORAÇÃO E PRODUÇÃO CONJUNTAS DE HIDROCARBONETOS NO ESPAÇO DA CPLP Índice 1. Contexto..3 2. Criação do Grupo Técnico de Estudo para a Exploração e Produção de

Leia mais

A ALER E O SEU PAPEL NO APOIO À REGULAÇÃO DE ENERGIAS RENOVÁVEIS

A ALER E O SEU PAPEL NO APOIO À REGULAÇÃO DE ENERGIAS RENOVÁVEIS A ALER E O SEU PAPEL NO APOIO À REGULAÇÃO DE ENERGIAS RENOVÁVEIS IX Conferência RELOP 5 de Dezembro de 2016 O QUE É E PARA QUE SERVE A ALER PROMOTORA A ALER é uma associação sem fins lucrativos que tem

Leia mais

VISÃO GERAL uma das mais prestigiadas instituições de ensino e investigação melhores universidades da Europa uma das mais prestigiadas

VISÃO GERAL uma das mais prestigiadas instituições de ensino e investigação melhores universidades da Europa uma das mais prestigiadas PORTUGAL 2014 VISÃO GERAL A Universidade do Porto é uma das mais prestigiadas instituições de ensino e investigação científicas portuguesas, classificada entre as 100-150 melhores universidades da Europa.

Leia mais

Relatório da Acção Pontual 11/LB/08

Relatório da Acção Pontual 11/LB/08 Relatório da Acção Pontual 11/LB/08 A Importância dos Sistemas de Informação Geográfica na Gestão dos Recursos Geológicos e Mitigação dos Riscos Geológicos (Versão Preliminar) 1 A Acção Pontual correspondente

Leia mais

DESPACHO. ASSUNTO: Regulamento de Candidatura - Programa Leonardo Da Vinci para diplomados ESTeSL

DESPACHO. ASSUNTO: Regulamento de Candidatura - Programa Leonardo Da Vinci para diplomados ESTeSL DESPACHO N.º 29/2013 Data: 2013/06/21 Para conhecimento de: Pessoal Docente, Discente e não Docente ASSUNTO: Regulamento de Candidatura - Programa Leonardo Da Vinci para diplomados ESTeSL 2012-2014. No

Leia mais

Matriz de ameaças/oportunidades

Matriz de ameaças/oportunidades - Necessidades de formação ao longo da vida - Transferência de tecnologia - Relações com PALOPs e outros como BRICs - Utilização de e-learning - Questões demográficas (redução da população jovem) - Situação

Leia mais

CONCURSO PARA BOLSAS DE DOUTORAMENTO INDIVIDUAIS

CONCURSO PARA BOLSAS DE DOUTORAMENTO INDIVIDUAIS CONCURSO PARA BOLSAS DE DOUTORAMENTO INDIVIDUAIS Encontra-se aberto concurso para atribuição de duas (2) Bolsas de Doutoramento no âmbito do TropiKMan PhD, doutoramento FCT, em Saber Tropical e Gestão

Leia mais

Programa de Internacionalização Agronegócios CPLP 2017/18

Programa de Internacionalização Agronegócios CPLP 2017/18 financiamento financiamento qualificação relações relações sector sector seguros comunicação comunicação desenvolvimento desenvolvimento legislação legislação logística keting keting keting keting mercado

Leia mais

Financiamento internacional. Um desafio à parceria entre. ONGD e Universidades

Financiamento internacional. Um desafio à parceria entre. ONGD e Universidades Financiamento internacional Um desafio à parceria entre ONGD e Universidades 1. O contexto Universidades desafiadas para apresentar conhecimento relevante para enfrentar desafios societais ONGD desafiadas

Leia mais

As saídas profissionais de um Engenheiro(a) Mecânico(a) Investigação como Saída Profissional. Ana Rita Carvalho Lopes da Silva

As saídas profissionais de um Engenheiro(a) Mecânico(a) Investigação como Saída Profissional. Ana Rita Carvalho Lopes da Silva As saídas profissionais de um Engenheiro(a) Ana Rita Carvalho Lopes da Silva André Ricardo Oliveira Cardoso João Fernandes Fonseca Investigação como Saída Miguel Araújo Dantas Equipa 3 Turma 4 Monitor:

Leia mais

Novo diploma de Estímulo ao Emprego Científico

Novo diploma de Estímulo ao Emprego Científico FAQs Emprego Científico DL 57/2016 Novo diploma de Estímulo ao Emprego Científico A recente publicação de um novo regime legal de contratação de doutorados (Decreto-Lei 57/2016, de 29 de agosto) tem por

Leia mais

III REUNIÃO DE MINISTROS/AS RESPONSÁVEIS PELA IGUALDADE DE GÉNERO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA

III REUNIÃO DE MINISTROS/AS RESPONSÁVEIS PELA IGUALDADE DE GÉNERO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA III REUNIÃO DE MINISTROS/AS RESPONSÁVEIS PELA IGUALDADE DE GÉNERO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA Maputo, 14 de Fevereiro de 2014 Declaração de Maputo As Ministras responsáveis pela Igualdade

Leia mais

IX REUNIÃO DE MINISTROS DA EDUCAÇÃO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA. Díli, 24 de maio de 2016 DECLARAÇÃO FINAL

IX REUNIÃO DE MINISTROS DA EDUCAÇÃO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA. Díli, 24 de maio de 2016 DECLARAÇÃO FINAL IX REUNIÃO DE MINISTROS DA EDUCAÇÃO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA Díli, 24 de maio de 2016 DECLARAÇÃO FINAL Os Ministros da Educação, ou seus Representantes, da República de Angola, da

Leia mais

DECLARAÇÃO DE LUANDA I.ª REUNIÃO DE MINISTROS DO COMÉRCIO DA COMUNIDADE DOS PAÍ- SES DE LÍNGUA PORTUGUESA (CPLP)

DECLARAÇÃO DE LUANDA I.ª REUNIÃO DE MINISTROS DO COMÉRCIO DA COMUNIDADE DOS PAÍ- SES DE LÍNGUA PORTUGUESA (CPLP) DECLARAÇÃO DE LUANDA I.ª REUNIÃO DE MINISTROS DO COMÉRCIO DA COMUNIDADE DOS PAÍ- SES DE LÍNGUA PORTUGUESA (CPLP) Nós, Maria Idalina Valente, Ministra do Comércio de Angola; Armando Inroga, Ministro da

Leia mais

PORTUGAL 4/3/2016 VISÃO GERAL

PORTUGAL 4/3/2016 VISÃO GERAL PORTUGAL 2015 VISÃO GERAL Com origens que remontam ao século XVIII, a Universidade do Porto é uma prestigiada instituição de ensino e investigação científica portuguesa, classificada entre as 100-150 melhores

Leia mais

Seminário Mercosul Resumo

Seminário Mercosul Resumo Centro de Gestão e Estudos Estratégicos Ciência, Tecnologia e Inovação Seminário Mercosul Resumo Rio de Janeiro Novembro, 2003 RESUMO SEMINÁRIO MERCOSUL Objetivos Este seminário visa ampliar a percepção

Leia mais

CRITICAL AND INNOVATIVE THINKING I C S INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS - UNIVERSIDADE DE LISBOA LABORATÓRIO ASSOCIADO

CRITICAL AND INNOVATIVE THINKING I C S INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS - UNIVERSIDADE DE LISBOA LABORATÓRIO ASSOCIADO CRITICAL AND INNOVATIVE THINKING I C S INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS - UNIVERSIDADE DE LISBOA LABORATÓRIO ASSOCIADO 1 Taxa de Crescimento (%) 1 O DESENVOLVIMENTO DA INVESTIGAÇÃO EM CIÊNCIAS SOCIAIS Taxa

Leia mais

Republicação do Referêncial de Mérito (26 de abril de 2017)

Republicação do Referêncial de Mérito (26 de abril de 2017) Republicação do Referêncial de Mérito (26 de abril de 2017) AVISO N.º 02/SAICT/2017 SISTEMA DE APOIO À INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA (SAICT) PROJETOS DE INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA E DESENVOLVIMENTO

Leia mais

Inquérito aos Estudantes - Análise SWOT Ensino Superior Português

Inquérito aos Estudantes - Análise SWOT Ensino Superior Português Inquérito aos Estudantes - Análise SWOT Ensino Superior Português O grupo da qualidade para o Ensino Superior (GT2) está a aplicar a análise SWOT ao Ensino Superior Português. A análise SWOT é uma ferramenta

Leia mais

Sessão de abertura. Escola Doutoral CeiED

Sessão de abertura. Escola Doutoral CeiED Sessão de abertura Escola Doutoral CeiED O Departamento de Urbanismo da ULHT esteve presente na Sessão de Abertura da Escola Doutoral, da qual incorpora o seu Doutoramento em Urbanismo. Fazendo parte do

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO FREQUÊNCIA DO CURSO PATRIMÓNIOS: RECURSOS PARA POLÍTICAS DE DESENVOLVIMENTO. Artigo 1º

REGULAMENTO DO CONCURSO FREQUÊNCIA DO CURSO PATRIMÓNIOS: RECURSOS PARA POLÍTICAS DE DESENVOLVIMENTO. Artigo 1º REGULAMENTO DO CONCURSO PARA FREQUÊNCIA DO CURSO PATRIMÓNIOS: RECURSOS PARA POLÍTICAS DE DESENVOLVIMENTO 2 A 13 DE OUTUBRO DE 2017 Artigo 1º Âmbito O presente Regulamento estabelece as normas de candidatura

Leia mais

SISTEMA DE MONITORIZAÇÃO DA RIS3 DO CENTRO. Carla Coimbra 14 julho 2017

SISTEMA DE MONITORIZAÇÃO DA RIS3 DO CENTRO. Carla Coimbra 14 julho 2017 SISTEMA DE MONITORIZAÇÃO DA RIS3 DO CENTRO Carla Coimbra 14 julho 2017 O que é a RIS3? Um processo que permite identificar, em cada região, as áreas prioritárias para atribuição de fundos comunitários

Leia mais

Resultados da Pesquisa sobre Políticas de CTI e Instrumentos de Política (GO-SPIN)

Resultados da Pesquisa sobre Políticas de CTI e Instrumentos de Política (GO-SPIN) Resultados da Pesquisa sobre Políticas de CTI e Instrumentos de Política (GO-SPIN) República de Moçambique Ministério da Ciência e Tecnologia, Ensino Superior e Técnico Profissional Maputo, 19 de Novembro

Leia mais

DECLARAÇÃO DE BISSAU

DECLARAÇÃO DE BISSAU DECLARAÇÃO DE BISSAU Os Ministros da Cultura de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e Portugal encontraram-se, em Bissau, nos dias 28 e 29 de Outubro de 2006, a convite do Governo Guineense,

Leia mais

(BL88/2017) EDITAL PARA A ATRIBUIÇÃO DE BOLSAS NO ÂMBITO DE PROJETOS E INSTITUIÇÕES DE I&D. Uma (1) Bolsa de Pós-Doutoramento

(BL88/2017) EDITAL PARA A ATRIBUIÇÃO DE BOLSAS NO ÂMBITO DE PROJETOS E INSTITUIÇÕES DE I&D. Uma (1) Bolsa de Pós-Doutoramento (BL88/2017) EDITAL PARA A ATRIBUIÇÃO DE BOLSAS NO ÂMBITO DE PROJETOS E INSTITUIÇÕES DE I&D Uma (1) Bolsa de Pós-Doutoramento Encontra-se aberto concurso para a atribuição de 1 Bolsa de Pós-Doutoramento

Leia mais

A Convergência da Regulação e da Supervisão da Actividade Financeira. Gabinete do Governador e dos Conselhos

A Convergência da Regulação e da Supervisão da Actividade Financeira. Gabinete do Governador e dos Conselhos Intervenção do Governador do Banco de Cabo Verde, Dr. Carlos Burgo, no VII Encontro dos Governadores dos Bancos Centrais dos Países de Língua Portuguesa, Cidade da Praia, 2 de Maio de 2014. A Convergência

Leia mais

pretendam aperfeiçoar a sua competência linguística.

pretendam aperfeiçoar a sua competência linguística. APOIOS PARA: Estudar Português, cultura portuguesa, realizar investigação sobre língua e ou cultura portuguesas; Difundir a cultura portuguesa no Chile. A) Em Portugal: Estudar e ou fazer investigação

Leia mais

Linhas de Cofinanciamento para Projetos de Cooperação e de Educação para o Desenvolvimento de ONGD

Linhas de Cofinanciamento para Projetos de Cooperação e de Educação para o Desenvolvimento de ONGD Linhas de Cofinanciamento para Projetos de Cooperação e de Educação para o Desenvolvimento de ONGD A. Linhas de Cofinanciamento de Projetos de Cooperação e de Educação para o Desenvolvimento de ONGD B.

Leia mais

PROGRAMA OPERACIONAL TEMÁTICO POTENCIAL HUMANO

PROGRAMA OPERACIONAL TEMÁTICO POTENCIAL HUMANO PROGRAMA OPERACIONAL TEMÁTICO POTENCIAL HUMANO 2007-201 Apresentação da Proposta ÍNDICE 1 O PROBLEMA 2 A ESTRATÉGIA 4 PLANO DE FINANCIAMENTO 1 1 O PROBLEMA Taxa de emprego Emprego em média e alta tecnologia

Leia mais

UE e os países de língua portuguesa.

UE e os países de língua portuguesa. UE e os países de língua portuguesa http://dossiers.eurocid.pt/lusofonia Índice Língua Demografia do português UE e língua portuguesa UE e países de língua portuguesa Dossiê eletrónico Língua ( ) todas

Leia mais

Financiamento Internacional

Financiamento Internacional Financiamento Internacional Posicionamento das ONGD portuguesas Formadora: Tânia Santos mecanismo@cesa.iseg.utl.pt Índice 1)Posicionamento das ONGD no financiamento; 2)Cartas de intenção e propostas sucintas;

Leia mais

ESTATUTOS SECÇÃO DE INTERNOS SOCIEDADE PORTUGUESA DE ANESTESIOLOGIA PORTUGUESE TRAINEE NETWORK (SI/SPA-PTN) Artigo 1º Definição e símbolo

ESTATUTOS SECÇÃO DE INTERNOS SOCIEDADE PORTUGUESA DE ANESTESIOLOGIA PORTUGUESE TRAINEE NETWORK (SI/SPA-PTN) Artigo 1º Definição e símbolo ESTATUTOS SECÇÃO DE INTERNOS SOCIEDADE PORTUGUESA DE ANESTESIOLOGIA PORTUGUESE TRAINEE NETWORK (SI/SPA-PTN) Artigo 1º Definição e símbolo 1 - A Seção de Internos da Sociedade Portuguesa de Anestesiologia

Leia mais

Gostaria de manifestar todo o nosso reconhecimento aos Senhores Ministro da Economia e do Emprego e Secretário

Gostaria de manifestar todo o nosso reconhecimento aos Senhores Ministro da Economia e do Emprego e Secretário SESSÃO DE LANÇAMENTO DO MOVIMENTO PARA O EMPREGO FCG (SALA DIRECÇÕES) - 23.05.2013, 15H30 Senhor Ministro da Economia e do Emprego Senhor Secretário de Estado do Emprego Senhores Deputados Senhor Presidente

Leia mais

Anexo A Descrição dos Organismos Governamentais para a Política de IC&DT

Anexo A Descrição dos Organismos Governamentais para a Política de IC&DT Anexo A Descrição dos Organismos Governamentais para a Política de IC&DT Adaptado de: http://www.mct.pt/novo/organi.htm a.2 Ministério da Ciência e da Tecnologia Gabinete do Ministro da Ciência e da Tecnologia

Leia mais

Sentidos e objetivos do Ensino de Sociologia na escola secundária nos Países da CPLP:

Sentidos e objetivos do Ensino de Sociologia na escola secundária nos Países da CPLP: Sentidos e objetivos do Ensino de Sociologia na escola secundária nos Países da CPLP: análise, reflexão e formação Humana Integral Aminata Mendes Bruno Gomes Felizberto Alberto Mango Fernando Siga Joana

Leia mais

REGULAMENTO DE INVESTIGAÇÃO - ESCS. Artigo 1º. Missão

REGULAMENTO DE INVESTIGAÇÃO - ESCS. Artigo 1º. Missão REGULAMENTO DE INVESTIGAÇÃO - ESCS Artigo 1º Missão Os grupos de investigação têm como objetivo a promoção e desenvolvimento de atividades de investigação & desenvolvimento no âmbito das áreas científicas

Leia mais

Portugal 2020 Investir no futuro. R&D and Government Incentives

Portugal 2020 Investir no futuro. R&D and Government Incentives Portugal 2020 Investir no futuro R&D and Government Incentives 1 Investigação e Desenvolvimento Tecnológico (I&DT) Síntese Tipologias e atividades elegíveis Critérios de seleção e concursos Investigação

Leia mais

Programa Fulbright. - Bolsas e Oportunidades - Março de 2017

Programa Fulbright. - Bolsas e Oportunidades - Março de 2017 - Bolsas e Oportunidades - Março de 2017 Comissão Fulbright Fomento do intercâmbio educacional, cultural e científico entre Portugal e os EUA Programa Fulbright Programas especiais EducationUSA Study in

Leia mais

Universidade Lusófona Observador Consultivo da CPLP: Comunidade Dos Países de Língua Portuguesa

Universidade Lusófona Observador Consultivo da CPLP: Comunidade Dos Países de Língua Portuguesa RES - PUBLICA Revista Lusófona de Ciência Política e Relações Internacionais 2007, 5/6 pp. 241-249 Universidade Lusófona Observador Consultivo da CPLP: Comunidade Dos Países de Língua Portuguesa A Universidade

Leia mais

TERMOS DE REFERÊNCIA PARA RECRUTAMENTO

TERMOS DE REFERÊNCIA PARA RECRUTAMENTO TERMOS DE REFERÊNCIA PARA RECRUTAMENTO HIGIENISTA ORAL NA INICIATIVA INOVAÇÃO E EMPREENDEDORISMO SOCIAL - C.A.S.O BRAGA - PORTUGAL MUNDO A SORRIR A MUNDO A SORRIR é uma organização não governamental fundada

Leia mais

LABORATÓRIO ESTRATÉGICO DE TURISMO. Conhecimento, Emprego & Formação

LABORATÓRIO ESTRATÉGICO DE TURISMO. Conhecimento, Emprego & Formação LABORATÓRIO ESTRATÉGICO DE TURISMO Conhecimento, Emprego & Formação SETÚBAL, 6 de outubro de 2016 Nuno Fazenda O Turismo nos últimos 10 anos ESTRUTURA Gestão e Monitorização Grandes Desafios Referencial

Leia mais

REGULAMENTO. Prémio ADENE/CPLP Dissertações Universitárias em Eficiência Energética. Artigo 1.º. (Objeto)

REGULAMENTO. Prémio ADENE/CPLP Dissertações Universitárias em Eficiência Energética. Artigo 1.º. (Objeto) REGULAMENTO Prémio ADENE/CPLP Dissertações Universitárias em Eficiência Energética Artigo 1.º (Objeto) 1. O presente regulamento (doravante, «Regulamento») estabelece as regras aplicáveis à atribuição

Leia mais

Díli, Timor-Leste. 14 a 17 de abril de 2015 COLÓQUIO «ENSINO TÉCNICO PROFISSIONALIZANTE NA CPLP»

Díli, Timor-Leste. 14 a 17 de abril de 2015 COLÓQUIO «ENSINO TÉCNICO PROFISSIONALIZANTE NA CPLP» I Reunião Extraordinária de Ministros da Educação da CPLP Díli, Timor-Leste 14 a 17 de abril de 2015 COLÓQUIO «ENSINO TÉCNICO PROFISSIONALIZANTE NA CPLP» PROPOSTA DE INTERVENÇÃO De S. EXA. O SECRETÁRIO

Leia mais

A. PROJETOS DE I&DT EMPRESAS INDIVIDUAIS

A. PROJETOS DE I&DT EMPRESAS INDIVIDUAIS PROGRAMA OPERACIONAL REGIONAL DO CENTRO EIXO 1 COMPETITIVIDADE, INOVAÇÃO E CONHECIMENTO INSTRUMENTO: SISTEMA DE INCENTIVOS À INVESTIGAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO (SI I&DT) PARTE II - CRITÉRIOS DE

Leia mais

IX REUNIÃO DOS MINISTROS DO TURISMO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA. Declaração de Foz do Iguaçu

IX REUNIÃO DOS MINISTROS DO TURISMO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA. Declaração de Foz do Iguaçu IX REUNIÃO DOS MINISTROS DO TURISMO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA Foz do Iguaçu, 29 de junho de 2017 Declaração de Foz do Iguaçu Os Ministros do Turismo da Comunidade de Países de Língua

Leia mais

V CONFERÊNCIA DOS CHEFES DE ESTADO E DE GOVERNO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA São Tomé, 26 e 27 de Julho de 2004

V CONFERÊNCIA DOS CHEFES DE ESTADO E DE GOVERNO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA São Tomé, 26 e 27 de Julho de 2004 V CONFERÊNCIA DOS CHEFES DE ESTADO E DE GOVERNO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA São Tomé, 26 e 27 de Julho de 2004 ACORDO DE COOPERAÇÃO ENTRE OS ESTADOS MEMBROS DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE

Leia mais

Mantém-te ligado(a) Atualização de informação de emprego científico:

Mantém-te ligado(a) Atualização de informação de emprego científico: OPORTUNIDADE DE TRABALHO CIENTÍFICO Entra em contato connosco e envia o teu CV, acompanhado de uma carta de apresentação para research.fellows.cdrsp@ipleiria.pt Atualização de informação de emprego científico:

Leia mais

V REUNIÃO DOS MINISTROS DA EDUCAÇÃO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA CONCLUSÕES

V REUNIÃO DOS MINISTROS DA EDUCAÇÃO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA CONCLUSÕES V REUNIÃO DOS MINISTROS DA EDUCAÇÃO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA CONCLUSÕES Os Ministros da Educação da República de Angola, da República Federativa do Brasil, da República de Cabo Verde,

Leia mais

Valorização do Conhecimento

Valorização do Conhecimento UATEC @ Valorização do Conhecimento Universidade de Aveiro José Paulo Rainho rainho@ua.pt José Paulo Rainho, 2009 Portugal. Direitos Reservados. UATEC Unidade de Transferência de Tecnologia UATEC criada

Leia mais

PLANO DE ACTIVIDADES PARA 2015 ALER PLANO DE ACTIVIDADES

PLANO DE ACTIVIDADES PARA 2015 ALER PLANO DE ACTIVIDADES PLANO DE ACTIVIDADES PARA 2015 ALER PLANO DE ACTIVIDADES 2015 1 OS EIXOS DE ACTUAÇÃO DA ALER CONHECER Relatórios nacionais com informação técnica, económica e regulatória Repositório de informação com

Leia mais

O Papel dos Fundos Estruturais na promoção da competitividade

O Papel dos Fundos Estruturais na promoção da competitividade O Papel dos Fundos Estruturais na promoção da competitividade "A caminho da EUROPA 2020" Conferência Crescer & Competir Porto, 6 dezembro 2013 Virgílio Martins Unidade G3 Portugal Direção-Geral Política

Leia mais

Acordo sobre a Concessão de Visto para Estudantes Nacionais dos Estados membros da CPLP

Acordo sobre a Concessão de Visto para Estudantes Nacionais dos Estados membros da CPLP Acordo sobre a Concessão de Visto para Estudantes Nacionais dos Estados membros da CPLP e-mail: geral@info-angola.com portal: www.info-angola.com Página 1 / 5 Considerando que um dos principais objectivos

Leia mais

IX REUNIÃO DE MINISTROS DAS COMUNICAÇÕES DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA. Maputo, 19 de Agosto de Declaração de Maputo

IX REUNIÃO DE MINISTROS DAS COMUNICAÇÕES DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA. Maputo, 19 de Agosto de Declaração de Maputo IX REUNIÃO DE MINISTROS DAS COMUNICAÇÕES DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA Maputo, 19 de Agosto de 2016 Declaração de Maputo Os Ministros das Comunicações da CPLP ou seus representantes, os

Leia mais