CCM. Centro de Controle de Motores Conjunto de manobra e controle de baixa tensão. Painéis metálicos fabricados em aço carbono.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CCM. Centro de Controle de Motores Conjunto de manobra e controle de baixa tensão. Painéis metálicos fabricados em aço carbono."

Transcrição

1 Centro de Controle de Motores Conjunto de manobra e controle de baixa tensão Painéis metálicos fabricados em aço carbono.

2 Definição ( montado): é uma combinação de dispositivos e equipamentos de manobra, controle, medição, proteção, sinalização e regulagem de baixa tensão, completamente montados com todas as interligações elétricas e mecânicas internas, e partes estruturais. Também pode ser especificado como CMF (conjunto de controle e manobra de baixa tensão montados em fábrica). O da Fockink é modular e possui argolas de suspensão que permitem o transporte por coluna ou conjuntos acoplados. Possui sistema de isoladores e obturadores para barramento de ¼ x 1 ½ com cantos arredondados de 3mm. Os obturadores efetuam a proteção quando a gaveta se encontra extraída. Permite intercalar gavetas fixas e extraíveis. Aplicado em instalações industriais: Onde grande número de motores devam ser comandados; Onde for exigido perfeita segurança aos operadores; Onde for necessário a instalação em locais acessíveis à pessoas não qualificadas; Onde for necessário assegurar máxima continuidade de serviço. Características: Painel tipo metal enclosed; Instalação abrigada; Forma construtiva padrão Fockink IP41; Separação interna do conjunto 3b; Gavetas de saída tipo fixa e extraível; Entrada e saída de cabos inferior e superior; Disposição das gavetas conforme layout recebido do cliente; Base soleira e estrutura em chapa de aço carbono 2,65mm de espessura. Portas, tampa traseira, tampas laterais, tampa superior em chapa de aço carbono 1,9mm de espessura; Placa de montagem fixa, placa da gaveta extraível, guilhotina, divisória vertical, divisórias horizontais e suportes internos em chapa galvanizada 1,95mm de espessura; Placas das gavetas fixas e extraíveis reguláveis na profundidade; Acionamento da gaveta extraível com fuso e manivela, permitindo extração da gaveta apenas com a porta fechada e disjuntor desligado; Trilhos das gavetas extraíveis em chapa galvanizada e cobre eletrolítico; Compartimento do barramento possui porta interna em chapa galvanizada perfurada; Compartimento do barramento, compartimento dos bornes e coluna de cabos com aletas e filtro; Chapas em aço carbono possuem tratamento superficial por fosfatização a base de zinco; Pintura da estrutura, base, portas e tampas tinta pó poliéster bege Ral 7032 com camada mínima de 60 micrometros; Placas de montagens, divisórias e suportes internos em chapa galvanizada não terão outro tratamento superficial; Compartimento de comando com fecho lingüeta manopla p/ cadeado c/ chave yale ; Coluna de cabos com fecho lingüeta manopla com trava para cadeado ; Abertura das portas 180 ; Dobradiças em poliamida na cor preta; Barramento vertical com proteção de tela individual; Proteção das garras com proteção de tela individual; Barramento vertical de 1/4x1.1/2" com corrente nominal de 600A; Corrente nominal das garras de força de entrada e saída 250A. Observação: O cadeado não faz parte do fornecimento.

3 COM COLUNA DE CABOS E BORNES SUPERIOR 400MM Com coluna de cabos, com porta traseira ou tampa traseira parafusada, com compartimento de bornes superior de 400mm. Se a for de 600mm de profundidade é utilizado suporte. A saída de cabos inferior é a mesma para com bornes superior, e com barramento superior. Saída de cabos superior Suporte para montar os bornes. SEM COLUNA DE CABOS E BORNES SUPERIOR 400MM Sem coluna de cabos, com porta traseira ou tampa traseira parafusada, com compartimento de bornes superior de 400mm. Observação: Se a entrada de cabos for superior, a coluna de vai ser com bornes superior, portanto o cliente sempre deve informa por onde vai ser a entrada de cabos.

4 COM COLUNA DE CABOS E BARRAMENTO SUPERIOR 400MM Com coluna de cabos, com porta traseira ou tampa traseira parafusada, com compartimento de barramentos superior de 400mm. Portão com tela Saída de cabos Superior Suporte para barra trifásica tipo pente COM COLUNA DE CABOS E SEM COMPARTIMENTO SUPERIOR Com coluna de cabos, com porta traseira ou tampa traseira parafusada, sem compartimento superior.

5 SEM COLUNA DE CABOS E BARRAMENTO SUPERIOR 400MM Sem coluna de cabos, com porta traseira ou tampa traseira parafusada, com compartimento de barramentos superior de 400mm. GAVETA EXTRAÍVEL PARA COM COLUNA DE CABOS Porta em aço carbono com espessura em 1,9mm; Pintura eletrostática a pó poliéster bege Ral 7032 com camada mínima de 60µm; Divisória, placa em chapa galvanizada com espessura em 1,95mm; Divisória e placa acabamento com acabamento ao natural; Fecho lingüeta manopla com trava para cadeado

6 GAVETA PARA COM COLUNA DE CABOS Porta em chapa de aço carbono com espessura em 1,9mm; Divisórias em chapa galvanizada com espessura em 1,95mm; Suporte de fixação da placa em chapa galvanizada com espessura em 2,65mm; Porta com pintura eletrostática a pó poliéster bege Ral 7032 com camada mínima de 60µm; Divisórias, suporte de fixação da placa com acabamento ao natural; Sem placa de montagem; Fecho lingüeta manopla com trava para cadeado GAVETA FIXA PARA SEM COLUNA DE CABOS Porta em chapa de aço carbono com espessura em 1,9mm; Divisórias em chapa galvanizada com espessura em 1,95mm; Suporte de fixação da placa em chapa galvanizada com espessura em 2,65mm; Porta com pintura eletrostática a pó poliéster bege Ral 7032 com camada mínima de 60µm; Divisórias, suporte de fixação da placa com acabamento ao natural; Sem placa de montagem; Fecho lingüeta manopla com trava para cadeado

7 PLACA PARA COM COLUNA DE CABOS PARA GAVETAS FIXAS Em chapa galvanizada com espessura em 1,95mm; Acabamento ao natural; Sem suportes de fixação. PLACA PARA 800MM DE LARGURA SEM COLUNA DE CABOS PARA GAVETAS FIXAS Em chapa galvanizada com espessura em 1,95mm; Acabamento ao natural; Sem suportes de fixação. Tampa Lateral Em chapa de aço carbono com espessura em 1,9mm; Tampa lateral embutida e fixada por parafusos; Pintura eletrostática a pó poliéster bege Ral 7032 com camada mínima de 60µm; Modelo Altura Largura Código Código ( A ) mm ( P ) mm Ral 7032 MN 6.5 TAMPA LATERAL PARA 2200X 600MM 2115 x TAMPA LATERAL PARA 2200X 800MM 2115 x

8 - ACESSÓRIOS Garra de força Corrente nominal das garras de força de entrada e saída até 450A. Suporte Isolador SUPORTE ISOLADOR DO BARRAMENTO PRINCIPAL Em chapa galvanizada com espessura em 2,65mm; Acabamento ao natural; Suporte para com barramento; Código: Suporte Isolador SUPORTE ISOLADOR BARRAMENTO PRINCIPAL 250MM Em chapa galvanizada com espessura em 2,65mm; Acabamento ao natural; Suporte para com Bornes; Código: Barramento principal SUPORTE PARA BARRA TRIFÁSICA TIPO PENTE Isolador baixa tensão; Para com barramento; Código: Isolador Barramento de decida ISOLADOR PARA CONTATO 32X39X212MM Para uma barra até 7,94mm de espessura por fase; Utilizado no barramento de decida das gavetas, e no barramento principal quando for com Bornes; Código: Barramento principal Isolador Barramento geral e de descida para gavetas O barramento varia de acordo com a amperagem. Barramento de descida

9 ENSAIOS PAINEL Ensaios conforme norma/laboratórios: Conceitos Elevação de temperatura (Ensaios de tipo) IEE-USP Corrente Suportável de Curto-circuito (Ensaios de tipo) CEPEL Grau de proteção (Ensaios de tipo) IPT Funcionamento Mecânico (Ensaios de tipo) CEPEL Conformidade com as exigências da norma NR10 Grau de proteção mínimo IP20 com a porta aberta Proteção contra contatos acidentais Conexão / Desconexão da gaveta do com a porta fechada Segurança e facilidade para manutenção O invólucro poder ser vendido com os ensaios de: Grau de Proteção IP41 (Verificação) Funcionamento Mecânico (Verificação) Corrente suportável de Curto-Circuito (Ensaio de tipo ou extrapolação) É válido para entrada geral, barramento geral e de derivação, porém a entrada geral e todo barramento deverá ser montado pela Fockink. Não é válido para as saídas. OBSERVAÇÃO: A estrutura vazia não atende ao ensaio TTA ou PTTA, pois só é considerado o painel que foi ensaiado com o equipamento elétrico; Ensaios não fornecidos: Potência Máxima por Gavetas Altura da Gaveta Gav. Sem Ventilador C/ Ventilador 150 mm 23 W 200 mm 28 W 115 W 250 mm 33 W 120 W 300 mm 37 W 124 W 400 mm 46 W 297 W 500 mm 55 W 306 W 600 mm 64 W 315 W 700 mm 73 W 576 W 800 mm 82 W 585 W 900 mm 91 W 594 W 1000 mm 100 W 603 W 1100 mm 110 W 613 W 1200 mm 119 W 622 W 1300 mm 128 W 631 W 1400 mm 137 W 1037 W 1500 mm 146 W 1046 W 1600 mm 155 W 1055 W 1800 mm 173 W 1073 W Propriedade Dielétricas (Ensaios de tipo). Deve ser seguido as regras de projeto a serem definidas pela Fockink. O principal ponto em questão é que os componentes escolhidos e as regras de montagem atendam as características definidas para o projeto, por exemplo: - Tensão de isolação 0,6 KV. - NBI 4 KV Eficácia do Circuito de Proteção ( Ensaios de tipo). Deve ser seguido as regras de projeto a serem definidas pela Fockink. Devem ser usados os mesmos tipos de proteção que os usados no ensaio de tipo. Devem ser usados componentes iguais ou similares de mercado, de fabricantes idôneos. Distancia de Escoamento e de Isolação (Ensaio de tipo). Devem ser considerados as distancias definidas em norma, conforme as características do projeto.

10 DADOS TÉCNICOS DA REALIZAÇÃO DO ENSAIO Normas e regulamentação Painel de Baixa tensão (TTA) NBR IEC , NR-10 Tensão de impulso (Uimp) Até 4 kv Propriedades dielétricas Categoria de sobretensão III Grau de Poluição 3 Tensão de isolação (Ui) 600 V Tensão de operação (Ui) 480V [ TTA ] Corrente nominal (In) até 3150A [TTA] Barramentos Corrente de curto circuito crista até 143 ka Corrente de curto circuito curta duração até 65 ka,1s Grau de proteção IP41 Compartimentação interna Até Forma 4B [ ] INFORMAÇÕES TÉCNICAS FOCKINK Informamos que o painel Fockink foi ensaiado com 3150A no barramento principal e 630A no barramento de derivação. Todo barramento principal e de descida foi ensaiado com 65kA. =>Barramento Principal (3150A-65kA) Foram utilizadas 3 barras de cobre de 120x10mm por fase com distância entre isoladores de 673mm. Isolador epóxi tipo pente conforme figura 01. Distância entre os isoladores Suporte de fixação dos isoladores Figura 01.

11 Barramento de derivação (630A/800A-65kA) Foi utilizada 1 barra de cobre de 76,2x6,35mm por fase com distância entre isoladores de 460mm. Isolador tipo pente de poliamida com fibra de vidro conforme figura 02. Figura 02. =>Barramento Principal (1250A-65kA) Foram realizados cálculos por extrapolação e será utilizado para o barramento 1 barra de cobre de 80x10mm por fase com um isolador tipo pente em epóxi a cada 400mm. Este barramento com os isoladores atende a solicitação térmica das correntes de curto-circuito e ao curto-circuito dinâmico para nível de curto de 65kA. Suporte de fixação dos isoladores Diferenças técnicas entre s 3b e 4b A diferença entre 3b e 4b esta na forma de separação do barramento das unidades funcionais, separação de unidades funcionais uma das outras, e na separação de terminais das unidades funcionais.

12 Formas de separação interna Símbolos Barramento, incluindo barra barramento de distribuição.

13

CCM. Centro de Controle de Motores Conjunto de manobra e controle de baixa tensão. Painéis metálicos fabricados em aço carbono.

CCM. Centro de Controle de Motores Conjunto de manobra e controle de baixa tensão. Painéis metálicos fabricados em aço carbono. Centro de Controle de Motores Conjunto de manobra e controle de baixa tensão Painéis metálicos fabricados em aço carbono. Definição ( montado): é uma combinação de dispositivos e equipamentos de manobra,

Leia mais

LINHA Bt100. Conjunto de Manobra e Controle de Baixa Tensão. Bt100

LINHA Bt100. Conjunto de Manobra e Controle de Baixa Tensão. Bt100 LINHA LINHA CARACTERÍSTICAS CONSTRUTIVAS Dimensões Altura: 2200mm., Largura: 700/900/1100mm., Profundidade: 400/600/800mm. Outras configurações conforme consulta; Estrutura fabricada em chapa de 1,90mm.

Leia mais

CAF. Caixas CAF. Caixas metálicas, monobloco fabricadas em aço carbono, aço inox ou alumínio.

CAF. Caixas CAF. Caixas metálicas, monobloco fabricadas em aço carbono, aço inox ou alumínio. CAF Caixas CAF Caixas metálicas, monobloco fabricadas em aço carbono, aço inox ou alumínio. REVISÃO 04 29/10/2014 PAINÉIS METÁLICOS SÉRIE CAF Painel monobloco com placa de montagem removível para montagem

Leia mais

xenergy Painéis TTA até 5000A Novembro, Eaton Corporation. All rights reserved.

xenergy Painéis TTA até 5000A Novembro, Eaton Corporation. All rights reserved. xenergy Painéis TTA até 5000A Novembro, 2011 2011 Eaton Corporation. All rights reserved. Posicionamento Alta Tensão Média Tensão Geração Baixa Tensão 400 690 V Residencial / Comercial Indústria Sistema

Leia mais

Linha de Quadros BELBOX. Apresentação

Linha de Quadros BELBOX. Apresentação Apresentação A Linha de Quadros Belbox possui ampla aplicação em projetos para os segmentos industrial, comercial e predial. Sua versatilidade possibilita a utilização como quadros para distribuição, comandos

Leia mais

GE Industrial Solutions. Fix-o-Rail. Quadros de embutir e sobrepor. GE imagination at work

GE Industrial Solutions. Fix-o-Rail. Quadros de embutir e sobrepor. GE imagination at work GE Industrial Solutions Fix-o-Rail Quadros de embutir e sobrepor GE imagination at work Fix-o-Rail Quadros de distribuição de baixa tensão em conformidade com a Norma NBR IEC 60439-3. Fix-o-Rail são quadros

Leia mais

Usina de Inovações Brasil Novembro 2008 SIPLUX E SIVACON S4

Usina de Inovações Brasil Novembro 2008 SIPLUX E SIVACON S4 Usina de Inovações Brasil Novembro 2008 SIPLUX E SIVACON S4 Painéis de distribuição e Centro de Controle de Motores para todas as aplicações em Baixa Tensão. O que se espera de um painel de Baixa tensão?

Leia mais

TTW01 Painéis Totalmente Testados

TTW01 Painéis Totalmente Testados Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas TTW01 Painéis Totalmente Testados TTA/PTTA Painéis Totalmente Testados * NBR IEC 60439-1/3 * Painéis Totalmente Testados Sumário Introdução

Leia mais

Produtos para potência elétrica, comando, automação e encaminhamento de cabos.

Produtos para potência elétrica, comando, automação e encaminhamento de cabos. Produtos e sistemas [ INDUSTRIAL ] Produtos para potência elétrica, comando, automação e encaminhamento de cabos. Produtos para infra-estrutura elétrica e automação, de utilização nos disversos ambientes

Leia mais

LINHA Bt200. Conjunto de Manobra e Controle de Baixa Tensão. Bt200

LINHA Bt200. Conjunto de Manobra e Controle de Baixa Tensão. Bt200 LINHA LINHA CARACTERÍSTICAS CONSTRUTIVAS Dimensões Altura: 2400mm., Largura: 600/700/800mm., Profundidade: 600/800mm. Outras configurações conforme consulta; Estrutura fabricada em chapa de 2,65mm. (12MSG),

Leia mais

BR03 SECCIONADORAS KNS, KNF E KNT.

BR03 SECCIONADORAS KNS, KNF E KNT. BR03 SECCIONADORAS KNS, KNF E KNT www.krausnaimer.com.br Seccionadoras KNS Produzidas de acordo com as normas IEC 60947-3, as seccionadoras da Kraus & Naimer, são compactas e resistentes. Fabricadas com

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DOCUMENTAÇÃO (LEGAL) REGULAMENTAR E NORMATIVA APLICÁVEL REGRAS DAS INSTALAÇÕES ELÉCTRICAS DE BAIXA TENSÃO - Portaria 949-A/2006 de 11 de Setembro DIRECTIVA DE BAIXA TENSÃO 2006/95/CE - Decreto-lei 6/2008,

Leia mais

TASCO. 28º Edição. anos Desde Catálogo Geral Acessórios para Montagens Mecânicas e Eletroeletrônicas.

TASCO. 28º Edição. anos Desde Catálogo Geral Acessórios para Montagens Mecânicas e Eletroeletrônicas. Catálogo Geral - 2011 TASCO Acessórios para Montagens Mecânicas e Eletroeletrônicas 28º Edição TASCO LTDA 30 anos Desde 1980 Referência de Mercado www.tascoltda.com.br Mecânico: Fechos Lingueta Fechos

Leia mais

Caixa de passagem e ligação

Caixa de passagem e ligação Caixa de passagem e ligação AR14 A prova de tempo e jatos potentes d água Características Construtivas Caixa de passagem e ligação fabricada em liga de alumínio fundido copper free de alta resistência

Leia mais

Motores Energia Automação Tintas. Disjuntores em Caixa Moldada

Motores Energia Automação Tintas. Disjuntores em Caixa Moldada Motores Energia Automação Tintas Tabela de Escolha Linha DWA - Disparadores Termomagnéticos Modelos Tripolares (versões de 2 e 4 pólos sob consulta) DWA160 DW161 Vca 690 690 690 690 690 Tensão Nominal

Leia mais

Soluções em Cercamentos

Soluções em Cercamentos Soluções em Cercamentos 2012 Sistemas de Cercamentos GRADIS Nylofor 3D Gradilfor Securifor 3D Cerca Móvel Rodofor Rodofor antiofuscante Gradil de serralheiro TELAS SOLDADAS Fortinet Practica ALAMBRADOS

Leia mais

ARMARIO-RACK DE COMUNICAÇÕES. INDICE

ARMARIO-RACK DE COMUNICAÇÕES. INDICE GAMA: TIPO: SERIES: ECO. ARMARIO-RACK DE COMUNICAÇÕES. A600 A800 INDICE 1.- Estrutura. 1.1.- Qualidades e processo de fabrico. 1.2.- Normativa de fabrico. 1.3.- Dimensões e modelos. 2.- Instalação. 2.1.-

Leia mais

QUADROS DE DISTRIBUIÇÃO

QUADROS DE DISTRIBUIÇÃO Cemarplast Cemarplast - Bolt-on Embutir - CDEN; Com porta - cor bege; Capacidade em nº de módulos Bolt-on: 03, 06 ou 12; Embalagem com 18 (913308), 16 (913310) ou 6 peças (913312). 913308 Bolt-on: 03 913310

Leia mais

CUBÍCULO. Média Tensão - MT. Painéis metálicos cubículo MT

CUBÍCULO. Média Tensão - MT. Painéis metálicos cubículo MT CUBÍCULO Média Tensão - MT É uma unidade estrutural, autossustentável, em invólucro metálico, podendo conter dispositivos de manobra e componente associados. Conforme a NBR 6979 o cubículo Fockink é definido

Leia mais

CENTRO DE CONTROLE DE MOTORES (CCM) CCM GAVETA

CENTRO DE CONTROLE DE MOTORES (CCM) CCM GAVETA CCM GAVETA Aplicações Os CCMs BT GIMI são utilizados nos mais diversos segmentos do mercado: Químico e Petroquímico Siderurgia e Metalurgica Papel e Celulose Mineração e Cimento Alimentos e Bebidas Características

Leia mais

Anexo V - Quadro de Saída do No-Break para Iluminação do Plenário QSNB-ILUM-PLENÁRIO

Anexo V - Quadro de Saída do No-Break para Iluminação do Plenário QSNB-ILUM-PLENÁRIO Anexo V - Quadro de Saída do No-Break para Iluminação do Plenário QSNB-ILUM-PLENÁRIO APRESENTAÇÃO Quadro de sobrepor ou autoportante, padrão TTA, composto de tantas caixa(s) e cela(s) para cabos quanto

Leia mais

5 CONDIÇÕES ESPECÍFICAS 5.1 Material: A armação da caixa deve ser feita com cantoneiras de aço-carbono, ABNT 1010 a 1020, laminado.

5 CONDIÇÕES ESPECÍFICAS 5.1 Material: A armação da caixa deve ser feita com cantoneiras de aço-carbono, ABNT 1010 a 1020, laminado. 1 OBJETIVO Esta Norma padroniza as dimensões e estabelece as condições gerais e específicas da caixa de medição a ser utilizada para alojar TCs e TPs empregados na medição de unidades consumidoras do Grupo

Leia mais

Motores Automação Energia Tintas. Disjuntores em Caixa Moldada

Motores Automação Energia Tintas. Disjuntores em Caixa Moldada Motores Automação Energia Tintas da Tabela de Escolha Tensão Nominal Modelos Tripolares (versões de 2 e 4 pólos sob consulta) DWA 160 DW 161 Un Vca 690 690 690 690 690 Vcc 250 250 250 250 250 Corrente

Leia mais

Tipo Contator de Potência

Tipo Contator de Potência Fabricante de relés e temporizadores desde 1954 Tipo Contator de Potência Características Contator de Potência Contatos NA com abertura > 3mm com dupla abertura Energização contínua para bobina e contatos

Leia mais

DRX caixa moldada Uma linha compacta, versátil e de alto desempenho

DRX caixa moldada Uma linha compacta, versátil e de alto desempenho [ PROTEÇÃO E COMANDO ] Produtos e sistemas DRX caixa moldada Uma linha compacta, versátil e de alto desempenho 1 VANTAGENS Permite a montagem frontal de acessórios elétricos por encaixe simples Fácil conexão

Leia mais

Fonte Bivolt 24 Vdc / 5 A

Fonte Bivolt 24 Vdc / 5 A Descrição do Produto A fonte de alimentação é uma solução para aplicações de uso geral no que se refere a alimentação de controladores programáveis, sensores e comando de quadro elétricos. Tem uma saída

Leia mais

DE DISTRIBUIÇÃO COMPACTO (QDC)

DE DISTRIBUIÇÃO COMPACTO (QDC) Sistema Normativo Corporativo ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA ES.PN.01.24.0004 VERSÃO Nº ATA Nº DATAA DATA DA VIGÊNCIA 01 - /12/2011 /12/2011 APROVADO POR Edson Hideki Takauti SUMÁRIO 1. RESUMO... 3 2. HISTÓRICO

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES PARA QUADRO PARCIAL DE BAIXA TENSÃO

ESPECIFICAÇÕES PARA QUADRO PARCIAL DE BAIXA TENSÃO ESPECIFICAÇÕES PARA QUADRO PARCIAL DE BAIXA TENSÃO ESPECIFICAÇÕES PARA QUADRO DE DISTRIBUIÇÃO - Arquivo 828-m-el3.doc Página 5. 1 1 - OBJETIVO Esta Especificação estabelece os requisitos para fornecimento

Leia mais

Série Quasar. Quadro Geral de Baixa Tensão Quadro de Distribuição Centro de Controle de Motores Inteligente. www.altus.com.br

Série Quasar. Quadro Geral de Baixa Tensão Quadro de Distribuição Centro de Controle de Motores Inteligente. www.altus.com.br Série Quasar Quadro Geral de Baixa Tensão Quadro de Distribuição Centro de Controle de Motores Inteligente www.altus.com.br Na medida exata para seu negócio Modular: ampla variedade de configurações para

Leia mais

34.51 A2 A Vista lado cobre. 1 reversível 6/10 250/ /0.2/ (12/10) AgNi /0.

34.51 A2 A Vista lado cobre. 1 reversível 6/10 250/ /0.2/ (12/10) AgNi /0. Série 34 - Relé eletromacânico para circuito impresso 6 A Características 34. Pequenas dimensões com contato - 6 A Montagem em circuito impresso - direta em PCI ou em base para circuito impresso Montagem

Leia mais

Intercambiador de Calor

Intercambiador de Calor C6-004 Intercambiador de Calor Séries ICH, ICV Linha Leve TROX DO BRASIL LTDA. Rua Alvarenga, 2025 05509-005 São Paulo SP Fone: (11) 3037-3900 Fax: (11) 3037-3910 E-mail: trox@troxbrasil.com.br www.troxbrasil.com.br

Leia mais

FOLDER JJ BARROSO LTDA - ME

FOLDER JJ BARROSO LTDA - ME FOLDER Item 01: Mesa reunião redonda Mesa reunião para restaurante com diâmetro de 900 mm e altura de 750 mm com apoio. Tampo em MDF, com espessura de 25 mm, revestida com laminado melamínico de baixa

Leia mais

VBWK Módulo de Entrada em MT para Instalações em Alvenaria. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas

VBWK Módulo de Entrada em MT para Instalações em Alvenaria. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas VBWK Módulo de Entrada em MT para Instalações em Alvenaria Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Solução Integrada para Instalações em Alvenaria O kit de entrada em média tensão VBWK

Leia mais

3.5 mm distância entre pinos 1 contato 12 A Para c.i. ou base série 95 A2 A

3.5 mm distância entre pinos 1 contato 12 A Para c.i. ou base série 95 A2 A .3 =.7.3 =.7.3 =.7 Série 4 - Mini relé para circuito impresso 8 - - 6 A Características 4.3 4.5 4.6 e contatos - Baixo perfil (altura 5.7 mm) 4.3 - contato A (3.5 mm de distância entre pinos dos contatos)

Leia mais

CERTIFICADO DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE ISO 9001:2008

CERTIFICADO DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE ISO 9001:2008 EMPRESA 08 de maio de 1971 - O Engº Paschoal Graziano, com vasta experiência no mercado de eletroeletrônica, e o filho Engº Nunziante Graziano Neto, com a garra e a determinação de um jovem engenheiro,

Leia mais

SISTEMA NORMATIVO CORPORATIVO ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA CÓDIGO TÍTULO VERSÃO ES.DT.PDN QUADRO DE DISTRIBUIÇÃO COMPACTO (QDC) 01

SISTEMA NORMATIVO CORPORATIVO ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA CÓDIGO TÍTULO VERSÃO ES.DT.PDN QUADRO DE DISTRIBUIÇÃO COMPACTO (QDC) 01 SISTEMA NORMATIVO CORPORATIVO CÓDIGO TÍTULO VERSÃO ES.DT.PDN.01.10.002 01 APROVADO POR PAULO J. TAVARES LIMA ENGENHARIA - SP SUMÁRIO 1. OBJETIVO... 4 2. HISTÓRICO DAS REVISÕES... 4 3. APLICAÇÃO... 4 4.

Leia mais

Automação Centros de Controle de Motores de Baixa Tensão. Motores Automação Energia Tintas

Automação Centros de Controle de Motores de Baixa Tensão. Motores Automação Energia Tintas Automação Centros de Controle de Motores de Baixa Tensão Motores Automação Energia Tintas CCMs BT WEG Os CCMs BT WEG foram desenvolvidos para atender aos mais diversos segmentos de mercado, atendendo a

Leia mais

Sistema de Distribuição de Energia Elétrica com Barramentos Blindados para Edifícios de Uso Coletivo com Medição Centralizada

Sistema de Distribuição de Energia Elétrica com Barramentos Blindados para Edifícios de Uso Coletivo com Medição Centralizada Sistema de Distribuição de Energia Elétrica com Barramentos Blindados para Edifícios de Uso Coletivo com Medição Centralizada Barramentos Blindados Novemp - Tipos de Barramentos - Vantagens - Sistema Modular

Leia mais

Principais características DADOS TÉCNICOS Características elétricos Características mecânicas

Principais características DADOS TÉCNICOS Características elétricos Características mecânicas Botões de Comando e Sinalização Ø 22mm HB2-E (Plastico) A linha de Botões de comando e Sinalizações HB2-E com seu design moderno, alta confiabilidade e baixo custo, com grandes variedades de configurações,

Leia mais

CATALOGO TÉCNICO DE PAINÉIS ELÉTRICOS

CATALOGO TÉCNICO DE PAINÉIS ELÉTRICOS CATALOGO TÉCNICO DE PAINÉIS ELÉTRICOS Painéis Elétricos: São conjuntos construídos de acordo com um projeto elétrico e mecânico padrões, onde a performance do mesmo é assegurada por ensaios de tipo realizados

Leia mais

Características Técnicas Série Quasar

Características Técnicas Série Quasar Descrição do Produto A Série Quasar é uma linha de painéis tipo CCMi (centro de controle de motores inteligente) para baixa tensão e correntes até 3150 A, ensaiados conforme a norma NBR/IEC 60439-1 - TTA

Leia mais

BASTIDORES MURAIS 19

BASTIDORES MURAIS 19 ARMÁRIOS 19 BASTIDORES MURAIS 19 Esta gama de armários murais é de um modo geral aplicada em instalações de pequena dimensão, onde é necessário um armário robusto e de fácil aplicação; Esta série de armários

Leia mais

MATERIAIS PARA REDES APARELHAGEM AT E MT

MATERIAIS PARA REDES APARELHAGEM AT E MT MATERIAIS PARA REDES APARELHAGEM AT E MT Disjuntores AT 72,5 kv Características Elaboração: DNT Homologação: conforme despacho do CA de 2007-02-13 Edição: 2ª. Substitui a edição de DEZ 1995 Emissão: EDP

Leia mais

CATÁLOGO Network, Datacom e Telecom

CATÁLOGO Network, Datacom e Telecom CATÁLOGO Network, Datacom e Telecom ACESSÓRIOS EF Porta de aço standard / bipartida adicional avulsa Bipartida adicional avulsa SS 3160 SS 3180 SS 3860 SS 3880 SS 3060 SS 3080 SS 3260 SS 3280 SS 3160 A

Leia mais

Soluções para os seus projetos de infraestrutura em telecomunicações

Soluções para os seus projetos de infraestrutura em telecomunicações SE1988-D ARMÁRIO OUTDOOR 19 6U 600X400X600 (LXPXA) - POSTE Armário para fixação em poste para abrigar equipamento eletrônicos. Foi desenvolvido conforme a norma EIA-310-D. USO Abrigar equipamentos de transmissão

Leia mais

Instalações Elétricas

Instalações Elétricas Instalações Elétricas Condutores Elétricos (Parte 2) Prof. Gilmário Lima SELEÇÃO E DIMENSIONAMENTO DE CONDUTORES Chama-se de dimensionamento técnico de um circuito à aplicação dos diversos itens da NBR

Leia mais

ET-SE -030 TRAVESSIAS COM LUMINÁRIAS À LED

ET-SE -030 TRAVESSIAS COM LUMINÁRIAS À LED Sumário 1 OBJETIVO 2 2 DOCUMENTOS COMPLEMENTARES 2 3 DEFINIÇÃO 3 4 REQUISITOS ESPECÍFICOS 5 5 DOCUMENTAÇÃO 9 6 GARANTIA 11 Superintendência de Engenharia de Sinalização - SSI Página 1 1 OBJETIVO Estabelecer

Leia mais

ACW Disjuntor em Caixa Moldada ACW. Motores I Automação I Energia I Transmissão & Distribuição I Tintas

ACW Disjuntor em Caixa Moldada ACW. Motores I Automação I Energia I Transmissão & Distribuição I Tintas ACW Disjuntor em Caixa Moldada ACW Motores I Automação I Energia I Transmissão & Distribuição I Tintas Disjuntor em Caixa Moldada ACW Com design moderno, compacto e disponíveis em 4 frames e correntes

Leia mais

CATÁLOGO DE PRODUTOS

CATÁLOGO DE PRODUTOS CATÁLOGO DE PRODUTOS ÍNDICE A Empresa LINHA FERROVIÁRIA Haste de Monobra - SAP 15567 Dispositivo Antiqueda - SAP 102248 Dispositivo Antiqueda - SAP 13229 Suporte Haste de Monobra - SAP 2670 Tampa da Escotilha

Leia mais

TTW01-QD Painéis Totalmente Testados Quadros de Distribuição

TTW01-QD Painéis Totalmente Testados Quadros de Distribuição Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas TTW01-QD Painéis Totalmente Testados Quadros de Distribuição TTA/PTTA Painéis Totalmente Testados * NBR IEC 60439-1/3 * Quadros de Distribuição

Leia mais

HPS850. Sensor de Efeito Hall. Superfície Sensora. Princípio de Funcionamento

HPS850. Sensor de Efeito Hall. Superfície Sensora. Princípio de Funcionamento Princípio de Funcionamento Os sensores magnéticos foram idealizados para detectar campo magnético, gerado por um ímã permanente ou outro dispositivo qualquer gerador de campo magnético (Ex: eletroímã).

Leia mais

Contatores e combinações de contatores

Contatores e combinações de contatores Dispositivo /06/0 :8 Page 86 es e combinações de contatores es para manobra de motores es 3RT Schütze und Schützkombinationen s a S2 Circuito auxiliar Dados nominais dos contatos auxiliares conforme IEC

Leia mais

Harmonia e robustez em qualquer ambiente. com quadros modulares. Pragma

Harmonia e robustez em qualquer ambiente. com quadros modulares. Pragma Harmonia e robustez em qualquer ambiente com quadros modulares Pragma Personalizável? Muito, muito personalizável Pragma, o quadro que se integra a qualquer ambiente Pragma, a nova oferta de quadros modulares

Leia mais

OLAVIO DRESCH. Porto Alegre, 21 de dezembro de À UNIPAMPA Campus Bagé Rua Melanie Granier, 48 Centro Bagé/RS

OLAVIO DRESCH. Porto Alegre, 21 de dezembro de À UNIPAMPA Campus Bagé Rua Melanie Granier, 48 Centro Bagé/RS Porto Alegre, 21 de dezembro de 2010. À UNIPAMPA Campus Bagé Rua Melanie Granier, 48 Centro Bagé/RS Fax: (53) 3242-9284 E-mail: pregao@unipampa.edu.br Pregão Eletrônico nº 104/2010 Abertura: 21.12.2010

Leia mais

Distribuição e proteção de circuitos elétricos de baixo tensão Correntes nominais ajustáveis Correntes nominais até 1600A Disparador eletrônico de

Distribuição e proteção de circuitos elétricos de baixo tensão Correntes nominais ajustáveis Correntes nominais até 1600A Disparador eletrônico de Distribuição e proteção de circuitos elétricos de baixo tensão Correntes nominais ajustáveis Correntes nominais até 1600A Disparador eletrônico de sobrecorrente para sobrecarga e curto circuito Conformidade

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA SISTEMA DE PROTEÇÃO CATÓDICA RETIFICADOR REFRIGERADO A AR

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA SISTEMA DE PROTEÇÃO CATÓDICA RETIFICADOR REFRIGERADO A AR FOLHA DE CAPA TÍTULO ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA SISTEMA DE PROTEÇÃO CATÓDICA RETIFICADOR REFRIGERADO A AR NÚMERO ORIGINAL NÚMERO ORIGINAL FOLHA ET-6000-6520-940-TME-021 ET-65-940-CPG-021 1 /8 CONTROLE DE REVISÃO

Leia mais

Inversor modular de comando motorizado de 63 a 160 A HIC 400A

Inversor modular de comando motorizado de 63 a 160 A HIC 400A Inversor modular de comando motorizado de 6 a 60 A HIC 00A Inversor modular de comando motorizado com alto poder de fecho em curto-circuito (Icm) versão: P Ith (0 C) de 6 a 60 A n 0/00 V IP 0 Função: Asseguram

Leia mais

1. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E ADMINISTRAÇÃO Diretoria de Infraestrutura

1. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E ADMINISTRAÇÃO Diretoria de Infraestrutura 1. FINALIDADE MEMORIAL DESCRITIVO Fornecimento de energia elétrica a três edifícios da Universidade Federal do Sul da Bahia, com a sede sendo a Reitoria localizada na Rua Itabuna, s/n, Rod. Ilhéus Vitória

Leia mais

Série 34 - Relé eletromecânico para circuito impresso 6 A. Características 34.51

Série 34 - Relé eletromecânico para circuito impresso 6 A. Características 34.51 Série 34 - Relé eletromecânico para circuito impresso 6 A Características 34.51 Pequenas dimensões com 1 contato - 6 A Montagem em circuito impresso - direta em PCI ou em base para circuito impresso Montagem

Leia mais

DISJUNTORES. Funções. b Proteção contra curtos-circuitos b Proteção dos cabos contra sobrecargas 1P. Disjuntores. 2P Disjuntores.

DISJUNTORES. Funções. b Proteção contra curtos-circuitos b Proteção dos cabos contra sobrecargas 1P. Disjuntores. 2P Disjuntores. 5 ka 127/230 V - 3 ka 230/400 V NOVIDADE NOVIDADE NOVIDADE DISJUNTORES b Proteção contra curtos-circuitos b Proteção dos cabos contra sobrecargas 2 A - EZ9F33102 4 A - EZ9F33104 6 A EZ9F13106 EZ9F33106

Leia mais

ARMARIO MURAL DE COMUNICAÇOES. INDICE

ARMARIO MURAL DE COMUNICAÇOES. INDICE GAMA: TIPO: SERIES: ROUNDBOX. ARMARIO MURAL DE COMUNICAÇOES. F400 F550 F600 INDICE 1.- Estrutura. 1.1.- Qualidades e processo de fabrico. 1.2.- Normativa de fabrico. 1.3.- Dimensões e modelos. 2.- Instalação.

Leia mais

Manual técnico Caixas de bornes KL

Manual técnico Caixas de bornes KL Manual técnico Caixas de bornes KL 1 4 6 5 3 7 2 A caixa pequena com aprovações recebidas mundialmente, disponível para pronta entrega em diversos tamanhos padrão. O sistema de acessórios práticos torna

Leia mais

Fichas Técnicas de Produto. Linha Multi

Fichas Técnicas de Produto. Linha Multi Fichas Técnicas de Produto Armário em aço 04 Prateleiras Imagem de Referência Descritivo Técnico Completo Armário professor confeccionado em chapa de aço, com acabamento pelo sistema de tratamento químico

Leia mais

2.1. DESCRIÇÃO (VER DESENHOS Nº 15w1 e15w2 e/ou 16w1 e 16w2)

2.1. DESCRIÇÃO (VER DESENHOS Nº 15w1 e15w2 e/ou 16w1 e 16w2) 1 PRODUTO: MESAS PARA SALA DE ESPERA - Portaria nº 69/SMG-G/2009 de 03/07/2009 1. DESTINAÇÃO Para uso em salas de espera. 2. REQUISITOS GERAIS 2.1. DESCRIÇÃO (VER DESENHOS Nº 15w1 e15w2 e/ou 16w1 e 16w2)

Leia mais

Barramentos e Blocos de Distribuição

Barramentos e Blocos de Distribuição Barramentos e Blocos de Distribuição www.siemens.com.br/barramentoseblocos Barramentos 5ST3 7 O sistema de barramento 5ST3 7 com ligação tipo pino pode ser usado com os disjuntores DIN 5SX, 5SY, 5SL6 e

Leia mais

Barreira óptica de segurança-categoria 4 G4

Barreira óptica de segurança-categoria 4 G4 Barreira óptica de segurança-categoria 4 G4 Descrição As Barreiras ópticas de segurança *Cortinas de luz* são equipamentos óptico-eletrônicos utilizados para segurança em máquinas e equipamentos onde o

Leia mais

Pregão Eletrônico nº 1004/2011 Comando da Aeronáutica Academia da Força Aérea (UASG: )

Pregão Eletrônico nº 1004/2011 Comando da Aeronáutica Academia da Força Aérea (UASG: ) Pregão Eletrônico nº 1004/2011 Comando da Aeronáutica Academia da Força Aérea (UASG: 120060) CNPJ: 90.051.160/0001-52 - BORTOLINI INDUSTRIA DE MOVEIS LTDA Item: 31 - GRUPO 4 Descrição Complementar: Mesa

Leia mais

2 ou 4 contatos Plug-in/Faston

2 ou 4 contatos Plug-in/Faston Série 56 - Relé de potência 12 SÉRIE 56 Características 56.32/56.34 56.32-0300 Plug-in Relé de Potência 12, 2 e 4 contatos Opção de fixação por aletas (Faston 187, terminais 4.8x0.5 mm) Bobina C ou DC

Leia mais

ANEXO I LOTES / ESPECIFICAÇÕES E QUANTITATIVOS LOTE 01 CADEIRAS

ANEXO I LOTES / ESPECIFICAÇÕES E QUANTITATIVOS LOTE 01 CADEIRAS Página de 5 ANEXO I LOTES / ESPECIFICAÇÕES E QUANTITATIVOS LOTE 0 CADEIRAS 5 Cadeira ergonômica giratória para uso industrial, com regulagem vertical do assento e horizontal do encosto (em polipropileno).

Leia mais

Uma viagem pelas instalações elétricas. Conceitos & aplicações

Uma viagem pelas instalações elétricas. Conceitos & aplicações Uma viagem pelas instalações elétricas. Conceitos & aplicações Normas, Testes e Certificações de Painéis Elétricos FOTO DO PALESTRANTE (a organização tem a foto) Fernando Costa fernando.costa@rittal.com.br

Leia mais

1 contato, 10 A Material dos contatos AgNi + Au Conexão a parafuso Montagem em trilho 35 mm (EN 60715) 7.xxx.5050

1 contato, 10 A Material dos contatos AgNi + Au Conexão a parafuso Montagem em trilho 35 mm (EN 60715) 7.xxx.5050 Série 49 - Relé modular de interface 8-10 - 16 A SÉRIE 49 Características 49.31-50x0 49.52/72-50x0 1 e 2 contatos - relé modular de interface Contatos com 5 µm de ouro para comutação de cargas de baixa

Leia mais

Edição Data Alterações em relação à edição anterior. Nome dos grupos

Edição Data Alterações em relação à edição anterior. Nome dos grupos Especificação Sucinta de Caixa Modelo F5 Uso Externo Processo Planejamento, Ampliação e Melhoria da Rede Elétrica Atividade Planeja o Desenvolvimento da Rede Código Edição Data VR.-00.198 2ª Folha 1 DE

Leia mais

Principais características DADOS TÉCNICOS Características elétricos Características mecânicas

Principais características DADOS TÉCNICOS Características elétricos Características mecânicas Botões de Comando e Sinalização Ø 22mm HB2-E (Plastico) A linha de Botões de comando e Sinalizações HB2-E com seu design moderno, alta confiabilidade e baixo custo, com grandes variedades de configurações,

Leia mais

HPS850. Sensor de Efeito Hall. Apresentação. Superfície Sensora. Dados Técnicos. Distância Sensora (S) Princípio de Funcionamento

HPS850. Sensor de Efeito Hall. Apresentação. Superfície Sensora. Dados Técnicos. Distância Sensora (S) Princípio de Funcionamento Apresentação O HPS 850 é um dispositivo utilizado para detecção de campos magnéticos. Utiliza um transistor de efeito hall como elemento sensor que lhe confere um alto grau de robustez e vida útil, uma

Leia mais

Conexão plug-in / Relé para circuito impresso

Conexão plug-in / Relé para circuito impresso Conexão plug-in / Relé para circuito impresso nominal contatos Características Bases Conexão plug-in / Relé circuito impresso Série 30 Série 32 Série 34 2 A 2 reversíveis 0.1 A 1 saída 2 A (SSR) Relé miniatura

Leia mais

Sivacon S4. Segurança na sua forma mais elegante: O painel de distribuição de energia para baixa tensão que determina novos padrões.

Sivacon S4. Segurança na sua forma mais elegante: O painel de distribuição de energia para baixa tensão que determina novos padrões. Segurança na sua forma mais elegante: O painel de distribuição de energia para baixa tensão que determina novos padrões. Sivacon S4 Tudo perfeito devido à distribuição de energia de baixa tensão da Siemens.

Leia mais

Série 41 - Mini relé para circuito impresso A. Características SÉRIE

Série 41 - Mini relé para circuito impresso A. Características SÉRIE Série 41 - Mini relé para circuito impresso 8-12 - 16 SÉRIE 41 Características 41.31 41.52 41.61 1 e 2 contatos - Baixo perfil (altura 15.7 mm) 41.31-1 contato 12 (3.5 mm de distância entre pinos dos contatos)

Leia mais

Gerência de Compra GERÊNCIA DN

Gerência de Compra GERÊNCIA DN 1 1 16/01529 MESA RETA DE 1800X800X740MM (L X P X H) - (CHEFIA) UND 1 MESA RETANGULAR COM ESTRUTURA METÁLICA E TAMPO AMADEIRADO. A ESTRUTURA É AUTOPORTANTE PRODUZIDA EM CHAPA DE AÇO, COMPOSTA POR 2 QUADROS

Leia mais

MQ5 CHAVE DE TRANSFERÊNCIA AUTOMATIZADA (ABERTURA SEM CARGA) MANUAL DE FUNCIONAMENTO

MQ5 CHAVE DE TRANSFERÊNCIA AUTOMATIZADA (ABERTURA SEM CARGA) MANUAL DE FUNCIONAMENTO MQ5 CHAVE DE TRANSFERÊNCIA AUTOMATIZADA (ABERTURA SEM CARGA) MANUAL DE FUNCIONAMENTO Chave de transferência automatizada - série MQ5 Um Tipo e significado MQ5 o tipo de controle (I; 0; II) o número de

Leia mais

GUINCHO DE FIXAR DE PARAFUSO SEM FIM VL

GUINCHO DE FIXAR DE PARAFUSO SEM FIM VL Réf : VL GUINCHO DE FIXAR DE PARAFUSO SEM FIM VL - Fabricado de acordo com a norma DIN 15020. - Manivela de comprimento regulável; sem retrocesso. - Tambores e eixos equipados com rolamentos de agulha.

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INSTITUTO DE ENERGIA E AMBIENTE RELATÓRIO DE ENSAIO Nº 78129

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INSTITUTO DE ENERGIA E AMBIENTE RELATÓRIO DE ENSAIO Nº 78129 INSTITUTO DE ENERGIA E AMBIENTE Av. Prof. Luciano Gualberto, 1289 Cidade Universitária Butantã CEP 05508-010 São Paulo SP BRASIL www.iee.usp.br CNPJ: 63.025.530/0042-82 Inscrição Estadual: isento 1 de

Leia mais

0646 AEX 01/12 Pág. 1 de 7

0646 AEX 01/12 Pág. 1 de 7 Pág. 1 de 7, Este relatório atende aos requisitos de acreditação da Cgcre, que avaliou a competência do Laboratório Engenheiro Responsável Gerente Técnico do Laboratório Laboratório...: TÜV RHEINLAND DO

Leia mais

Termo de Homologação do Pregão Eletrônico Nº 00014/2015

Termo de Homologação do Pregão Eletrônico Nº 00014/2015 13/01/2016 COMPRASNET O SITE DE COMPRAS DO GOVERNO Pregão Eletrônico Termo de Homologação do Pregão Eletrônico Nº 00014/2015 Às 16:55 horas do dia 28 de dezembro de 2015, após constatada a regularidade

Leia mais

Para isolação e conversão de tensões e correntes alternadas senoidais em sinais padronizados.

Para isolação e conversão de tensões e correntes alternadas senoidais em sinais padronizados. Transmissores CA/CC Para isolação e conversão de tensões e correntes alternadas senoidais em sinais padronizados. As Vantagens A classe de precisão é de 0,5 não há necessidade de reajustar as faixas comutáveis.

Leia mais

PROTEÇÃO CONTRA SOBRETENSÕES

PROTEÇÃO CONTRA SOBRETENSÕES PROTEÇÃO CONTRA SOBRETENSÕES Dispositivos de Proteção contra Surtos (DPS) Prof. Marcos Fergütz fev/2014 - O Surto - Geração da Sobretensão(Surto): Descarga Atmosférica (raio) Direta; Indução por descarga

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INSTITUTO DE ENERGIA E AMBIENTE RELATÓRIO DE ENSAIO Nº 78099

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INSTITUTO DE ENERGIA E AMBIENTE RELATÓRIO DE ENSAIO Nº 78099 INSTITUTO DE ENERGIA E AMBIENTE Av. Prof. Luciano Gualberto, 1289 Cidade Universitária Butantã CEP 05508-010 São Paulo SP BRASIL www.iee.usp.br CNPJ: 63.025.530/0042-82 Inscrição Estadual: isento 1 de

Leia mais

MINIDISJUNTORES DZ47-63

MINIDISJUNTORES DZ47-63 PROTEÇÃO ÍNDICE Mini Disjuntor DZ47-63...01 Mini Disjuntor HYJB2...02 Interruptor Diferencial Residual (IDR) DZL...03 Disjuntor Diferencial Residual (DDR) HYBL4...04 Dispositivo de Contra Surtos (DPS)

Leia mais

Novas Chaves Seccionadoras de Baixa Tensão ABB

Novas Chaves Seccionadoras de Baixa Tensão ABB Folheto Técnico Novas Chaves Seccionadoras de Baixa Tensão ABB Chaves Seccionadoras Sob Carga Linha OT - 200...400 A Chaves Seccionadoras Sob Carga com Base Fusível Linha OS - 200 e 250 A OT 200...400

Leia mais

INVERSOR MONOFÁSICO CC/CA GUARDIAN

INVERSOR MONOFÁSICO CC/CA GUARDIAN INVERSOR MONOFÁSICO CC/CA GUARDIAN MICROPROCESSADO SAÍDA SENOIDAL ISOLADA OPÇÃO EM RACK 19 Modelos de gabinetes auto-sustentados, tipo torre e rack 19. Disponíveis também em gabinete para fixação em parede.

Leia mais

Uma viagem pelas instalações elétricas. Conceitos & aplicações

Uma viagem pelas instalações elétricas. Conceitos & aplicações Uma viagem pelas instalações elétricas. Conceitos & aplicações Normas, Testes e Certificações de Painéis Fabricio Gonçalves fabricio.goncalves@rittal.com.br fabricio.goncalves@gmail.com Para que servem

Leia mais

DLB IERP ELETRICA

DLB IERP ELETRICA ELETRICA ELETROMECÂNICA DDLB IERRP SISTEMA DIDÁTICO PARA TREINAMENTO EM INSTALAÇÕES ELÉTRICAS RESIDÊNCIAIS, PREDIAIS E INDUSTRIAIS Sistema didático para estudos e práticas em instalações elétricas residenciais,

Leia mais

Principais características

Principais características Botões de Comando e Sinalização Ø 22mm HB5-A (Plástico) A linha de Botões de comando e Sinalizações HB5-A com seu design moderno, alta confiabilidade e com grandes variedades de configurações, são perfeitamentes

Leia mais

GABINETES DE VENTILAÇÃO TIPO LIMIT LOAD GVL

GABINETES DE VENTILAÇÃO TIPO LIMIT LOAD GVL GABINETES DE VENTILAÇÃO TIPO LIMIT LOAD GVL CARACTERÍSTICAS CONSTRUTIVAS INTRODUÇÃO grande é fabricado em chapa de aço SAE 1010/1020 pintada. Os gabinetes de ventilação da linha GVL são equipados com

Leia mais

1. Mobiliário de Uso Geral - G

1. Mobiliário de Uso Geral - G 1. Mobiliário de Uso Geral - G 1.4 Mesas - M 1.4.1 Mesa de centro quadrada em vidro - I 27 MESA G-M-I Fornecimento e montagem de mesa de centro. Características gerais: Mesa de centro quadrada; Tampo de

Leia mais

Especificação Disjuntores Baixa Tensão

Especificação Disjuntores Baixa Tensão Especificação Disjuntores Baixa Tensão Descrição: DISJUNTOR MICROPROCESSADO Local de Aplicação: QGBT Modelo: Fabricante: Fabricante Alternativo: Normas NBR-5361 / 8176, IEC-947-2 Aplicáveis Critério de

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA MÓDULO DE APOIO MA ERG-01 REVOGA: REVOGA DESENHO: DT-492/2 CÓDIGO ERP: ORGÃO DEMANDANTE: DERAT

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA MÓDULO DE APOIO MA ERG-01 REVOGA: REVOGA DESENHO: DT-492/2 CÓDIGO ERP: ORGÃO DEMANDANTE: DERAT EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA MÓDULO DE APOIO MA ERG-01 NÚMERO: 122003 DESENHO: DT-492/3 EMISSÃO: JAN/2012 VALIDADE: JAN/2017 REVOGA: 082116 REVOGA DESENHO: DT-492/2

Leia mais

Na busca por elegância e harmonia, descobrimos que a perfeição está nos detalhes.

Na busca por elegância e harmonia, descobrimos que a perfeição está nos detalhes. DE SUPORTES 1 Na busca por elegância e harmonia, descobrimos que a perfeição está nos detalhes. A Ez door proporciona ao mercado nacional um novo conceito em acessórios para móveis, com a qualidade e a

Leia mais

Soluções para proteção elétrica

Soluções para proteção elétrica Soluções para proteção elétrica Soluções para proteção elétrica Tabela geral... 2 Linha Padrão... 5... 5...... 7... 8... 9 Linha Completa... 11... 12... 15...... 18... 19...... 22... 24... 25 Linha Alta

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Automação Capacitores para Correção do Fator de Potência

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Automação Capacitores para Correção do Fator de Potência Motores Automação Eneria Transmissão & Distribuição Tintas Automação Capacitores para Correção do Fator de Potência Capacitores para Correção do Fator de Potência Sumário Tecnoloia dos Capacitores 04

Leia mais

Principais características DADOS TÉCNICOS Características elétricos Características mecânicas

Principais características DADOS TÉCNICOS Características elétricos Características mecânicas Botões de Comando e Sinalização Ø 22mm HB4-B (Metálica cromado) A linha de Botões de comando e Sinalizações HB4-B com seu design moderno, alta confiabilidade e com grandes variedades de configurações,

Leia mais