companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp

Save this PDF as:
Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp"

Transcrição

1 sabesp Área Resp.: Prioridade.: Natureza...: Data da RC.: Inspeção...: Valor da RC...: Data (IO)...: Unid. Req...: Duração...: Objeto: AQUISIÇÃO DE MATERIAIS ELÉTRICOS PARA ADEQUAÇÃO EM PAINEIS PARA CONTROLE DE PRESSÃO NO COMBATE AS PERDAS NOS MICOS DA IDADE DE NEGÓCIO CAPIVARI/JDIAI COMPLEMENTAÇÃO DO PREGÃO 36535/14. Aprovado por:

2 PAINEL MONTAGENS ELETRICAS 1200 X 800 X 400 MM (ALT X LARG X PROF) Com IDADE RJ RJ Prazo: DIAS : PAINEL MONTAGENS ELETRICAS 2200 X 1200 X 800MM (ALT X LARG X PROF) - NTS Com APRESENTACAO:COMPORTA ICA COMPOSICAO:ESTRUTURA, PORTA, TETO, TAMPA TRASEIRA, BASE, SOLEIRA, 2 ARGOLAS DE ICAMENTO, TRILHO DE FIXACAO P/MONTAGEM DA PLACA, PLACA DE MONTAGEM E 2 PERFIS LATERAIS DIMENSOES:2200 X 1200 X 800 MM (ALTURA X LARGURA X PROFDIDADE) GRAU DE PROTECAO:IP 54 SOLEIRA:100 MM (ALTURA) COLAS:COMPERFURACOES DISTANCIADAS DE 40 MM ATENDIMENTO A NORMA NTS-266 (SABESP). AS SUPERFICIES DAS CHAPAS DE ACO DEVERAO SER COM REVESTIMENTO DE ZINCO ELETRODEPOSITADO CONFORME NBR OU CHAPA DE ACO ZC / ZE REVESTIDA COM ZINCO POR IMERSAO CONFORME NBR 7008, POREM DEVEM TER TRATAMENTO DE SUPERFICIE ADEQUADO PARA FAVORECER O Página: 1

3 PROCESSO DE ANCORAGEM DA PINTURA ELETROSTATICA. PINTURA ELETROSTATICA DEPOLIESTER CONFORME SISTEMA 2 ITEM B) DA NBR 8755, ESPESSURA MINIMA DE 140MICRA - APOS SECAGEM, APLICAR NO MINIMO UMA DEMAO DE 40MICRA DE TINTA POLIURETANO ALIFATICA EXTERNO. COR DE ACABAMENTO CINZA CLARO, REFERENCIA MSELL N6.5. INTERNAMENTE AO PAINEL/QUADRO TAMBEM SERAO UTILIZADOS CHAPAS DE ACO COM REVESTIMENTO DE ZINCO ELETRODEPOSITADO CONFORME NBR OU CHAPA DE ACO ZINCADAS A QUENTE CONFORME NBR 7008, ZC REVESTIMENTO B, COM TRATAMENTO QUIMICO "PASSIVACAO" QUE ELIMINA A NECESSIDADE POSTERIOR DE TRATAMENTOS GALVANICOS E/OU PINTURA, AUMENTANDO A EFICIENCIA CONTRA A CORROSAO. AS SUPERFICIES DAS CHAPAS DE ACO DEVEM SER PREPARADAS PELO PROCESSO DE FOSFATIZACAO QUANDO A TINTA APLICADA FOR EM PO (ITEM 4.1 DA NBR 8755 "PARA CHAPA COM ESPESSURA ABAIXO DE 2,8 MM, OU QUANDO A TINTA FOR EM PO, UTILIZAR SOMENTE O PROCESSO DE UTILIZAR SOMENTE O PROCESSO DE FOSFATIZACAO"). DISPENSA O PROCESSO DE FOSFATIZACAO QUANDO AS CHAPAS DE ACO FOREM COM REVESTIMENTO DE ZINCO ELETRODEPOSITADO CONFORME NBR COM ESPESSURA MINIMA DE 10 MICRA OU CHAPA DE ACO ZC / ZE REVESTIDA COM ZINCO POR IMERSAO CONFORME NBR 7008, POREM DEVEM TER TRATAMENTO DE SUPERFICIE ADEQUADO PARA FAVORECER O PROCESSO DE ANCORAGEM DA PINTURA ELETROSTATICA. PEQUENAS PECAS METALICAS COMO PARAFUSOS,PORCAS,ARRUELAS E ACESSORIOS DEVERAO SER ZINCADAS POR PROCESSO ELETROLITICO E BICROMATIZADAS IDADE RJ RJ Prazo: DIAS : 1 Página: 2

4 PAINEL MONTAGENS ELETRICAS 1800 X 800 X 500MM (ALT X LARG X PROF) Com COMPLETO- COM PORTA EM ACO 2,0MM DE ESPESSURA E ARMARIO MONOBLOCO EM CHAPA DE ACO 1,5MM DE ESPESSURA,PINTURA ELETROSTATICA EM POLIESTER CINZA- IP-55 IDADE RJ RJ Prazo: DIAS : MONOCANAL-230V/35KA Com PROTETOR CONTRA SURTOS MONOCANAL 230V/35KA USO EM QUADRO DE DISTRIBUICAO DE ENERGIA ELETRICA. CATEGORIA IEC: NIVEL I TENSAO NOMINAL DE PROTECAO: 230VAC (FASE/TERRA) CORRENTE NOMINAL DE DESCARGA (10/350MICRONS): 35KA CORRENTE DE CURTO CIRCUITO: 3KA/260V NIVEL DE PROTECAO: <= 4 KV GRAU DE PROTECAO: IP 20 TEMPO DE RESPOSTA: <= 100 NANOSEGDOS FIXACAO EM TRILHO DIN Página: 3

5 TIPO: MONOCANAL UMIDADE RELATIVA DO AR: <= 95.C MATERIAL DA CAIXA : PA-F CONEXAO PARA CABOS: 10 A 35 MM2 NORMASAPLICAVEIS: IEC , DIN VDE IDADE RJ RJ Prazo: DIAS : PRIMEIRO NIVEL-50KA-ATE 440V (F X T)-V RESID.1,5KV 6.00 Com DISPOSITIVO DE PROTECAO CONTRA DESCARGAS ATMOSFERICAS, CLASSE DE ENSAIO I SEGDO NORMA IEC E CLASSE DE PROTECAO B SEGDO NORMA VDE COM CAPACIDADE DE DRENAGEM DE 50 KA CONFORME CURVA DE TESTE 10/350 MICRO SEG E TENSOES NOMINAIS DE ATE 440V (FASE X TERRA) E TENSAO RESIDUAL DE 1,5 KV IDADE RJ RJ Prazo: DIAS : 6 Página: 4

6 SOBRETENSAO MONO 120V/1,5KV-COMPOSTO DE PLUG/BASE Com USO EM QUADRO DE DISTRIBUICAO DE ENERGIA ELETRICA. CATEGORIA IEC: NIVEL II TENSAO NOMINAL: 120 VAC (FASE/TERRA) TENSAO NOMINAL DE PROTECAO: 150VAC CORRENTE NOMINAL DE DESCARGA (8/20MICRONS): 20 KA CORRENTE MAXIMA DE DESCARGA (8/20MICRONS):40KA NIVEL DE PROTECAO: <= 700V TENSAO RESIDUAL COM 5KA: <= 550V GRAU DE PROTECAO: IP 20 TEMPO DE RESPOSTA: <= 25 NANOSEGDOS FIXACAO EM TRILHO DIN TIPO: MONOCANAL UMIDADE RELATIVA DO AR: <= 95.C MATERIAL DA CAIXA : PA CONEXAO PARA CABOS:0,5 A 25 MM2 NORMA: DIN VDE /IEC COMPOSICAO INTERNA: VARISTORES DE OXIDO DE ZINCO IDADE RJ RJ Prazo: DIAS : 22 Página: 5

7 BASE PARA DPS DE SEGDO NIVEL COM CONTATO REMOTO Com BASE PARA DPS DE SEGDO NIVEL COM CONTATO REMOTO PARA SINALIZACAO DE FALHA DO DISPOSITIVO E COM POLARIZADOR DE TENSAO PARA MONTAGEM EM TRILHO DIN. IDADE RJ RJ Prazo: DIAS : 22 Importante: - Indicar a localidade (UF) de origem do faturamento do Material/Equipamento e eventuais serviços ( ) - Informar a(s) aliquota(s) do ICMS considerada(s) no(s) preço(s) ofertado(s) ( % ) Página: 6

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp Área Resp.: Prioridade.: Natureza...: Data da RC.: Inspeção...: Valor da RC...: Data (IO)...: Unid. Req...: Duração...: RC SAP 00043591 Objeto: AQUISIÇÃO DE PROTETOR DE SURTO PARA USO NOS SISTEMAS AUTOMATIZADOS

Leia mais

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp Área Resp.: Prioridade.: Natureza...: Data da RC.: Inspeção...: Valor da RC...: Data (IO)...: Unid. Req...: Duração...: RC SAP 0010061912 Objeto: AQUISIÇÃO DE MATERIAIS ELÉTRICOS PARA RESERVA ESTRATÉGICA

Leia mais

CCM. Centro de Controle de Motores Conjunto de manobra e controle de baixa tensão. Painéis metálicos fabricados em aço carbono.

CCM. Centro de Controle de Motores Conjunto de manobra e controle de baixa tensão. Painéis metálicos fabricados em aço carbono. Centro de Controle de Motores Conjunto de manobra e controle de baixa tensão Painéis metálicos fabricados em aço carbono. Definição ( montado): é uma combinação de dispositivos e equipamentos de manobra,

Leia mais

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp sabesp Área Resp.: Prioridade.: Natureza...: Data da RC.: Inspeção...: Valor da RC...: Data (IO)...: Unid. Req...: Duração...: Objeto: AQUISIÇÃO DE SENSORES DE NÍVEL HIDROSTÁTICO E ES DE PRESSÃO PARA RESERVA

Leia mais

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp sabesp Área Resp.: Prioridade.: Natureza...: Data da RC.: Inspeção...: Valor da RC...: Data (IO)...: Unid. Req...: Duração...: Objeto: AQUISIÇÃO DE TUBOS E CONEXÕES GALVANIZADAS PARA OS POÇOS P.9 DE BARNABÉS-JUQUITIBA,

Leia mais

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp sabesp Área Resp.: Prioridade.: Natureza...: Data da RC.: Inspeção...: Valor da RC...: Data (IO)...: Unid. Req...: Duração...: Objeto: AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTOS DE ENSAIO PARA MONITORAMENTO DE ESTAÇÕES

Leia mais

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp sabesp Área Resp.: Prioridade.: Natureza...: Data da RC.: Inspeção...: Valor da RC...: Data (IO)...: Unid. Req...: Duração...: Objeto: AQUISIÇÃO DE TUBOS E CONEXÕES DE AÇO E FERRO MALEAVEL PARA RESSUPRIMENTO

Leia mais

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp 1 15.0471.64.0 ISOLADOR DE PINO TIPO "HI-TOP" 120.00 Com ISOLADOR DE PINO TIPO "HI-TOP" FABRICADO EM VIDRO COM ROSCA 1". UTILIZADO EM MONTAGEM RIGIDA VERTICAL (OU HORIZONTAL) EM CRUZETA OU DIRETAMENTE

Leia mais

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp sabesp Área Resp.: Prioridade.: Natureza...: Data da RC.: Inspeção...: Valor da RC...: Data (IO)...: Unid. Req...: Duração...: Objeto: AQUISIÇÃO DE VÁLVULAS(BORBOLETA E GAVETA). Aprovado por: Código/Especificação

Leia mais

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp sabesp Área Resp.: Prioridade.: Natureza...: Data da RC.: Inspeção...: Valor da RC...: Data (IO)...: Unid. Req...: Duração...: Objeto: AQUISIÇÃO DE VÁLVULAS DE CONTROLE DE NÍVEL EM RESERVATÓRIOS PARA APLICAÇÃO

Leia mais

CAF. Caixas CAF. Caixas metálicas, monobloco fabricadas em aço carbono, aço inox ou alumínio.

CAF. Caixas CAF. Caixas metálicas, monobloco fabricadas em aço carbono, aço inox ou alumínio. CAF Caixas CAF Caixas metálicas, monobloco fabricadas em aço carbono, aço inox ou alumínio. REVISÃO 04 29/10/2014 PAINÉIS METÁLICOS SÉRIE CAF Painel monobloco com placa de montagem removível para montagem

Leia mais

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp Área Resp.: Prioridade.: Natureza...: Data da RC.: Inspeção...: Valor da RC...: Data (IO)...: Unid. Req...: Duração...: RC SAP 00063829 Objeto: AQUISIÇÃO DE RÁDIOS DE TELECOMANDO PARA CONTROLE DE NÍVEL

Leia mais

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp sabesp Área Resp.: Prioridade.: Natureza...: Data da RC.: Inspeção...: Valor da RC...: Data (IO)...: Unid. Req...: Duração...: Objeto: AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO E SEGURANÇA DO TRABALHO. Aprovado

Leia mais

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp Área Resp.: Prioridade.: Natureza...: Data da RC.: Inspeção...: Valor da RC...: Data (IO)...: Unid. Req...: Duração...: RC SAP 0010107995 Objeto: ÁQUISIÇÃO DE VÁLVULA DE GAVETA, VÁLVULA DE RETENÇÃO E VÁLVULA

Leia mais

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp Área Resp.: Prioridade.: Natureza...: Data da RC.: Inspeção...: Valor da RC...: Data (IO)...: Unid. Req...: Duração...: RC SAP 0010065941 Objeto: AQUISIÇÃO DE MATERIAIS GR.04 (ABRAÇADEIRA DN150 MM, TAMPÃO

Leia mais

Entre (F / N), (F / PE) e (F / PEN) Tecnologia de proteção. Varistor de Óxido de Zinco - MOV Tempo de resposta

Entre (F / N), (F / PE) e (F / PEN) Tecnologia de proteção. Varistor de Óxido de Zinco - MOV Tempo de resposta VC L Dispositivo de Proteção contra Surtos (DPS) com tecnologia de proteção baseada na utilização de varistor de óxido de zinco (). -Três locais para marcadores/identificadores; -Encaixe em trilho ( linha

Leia mais

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp sabesp Área Resp.: Prioridade.: Natureza...: Data da RC.: Inspeção...: Valor da RC...: Data (IO)...: Unid. Req...: Duração...: Objeto: AQUISIÇÃO DE VÁLVULAS DE FERRO FUNDIDO PARA APLICAÇÃO NA ETA JARINU

Leia mais

A KitFrame oferece um produto diferenciado, com elevado padrão de qualidade e a preços muito competitivos. Isso por investir continuamente em

A KitFrame oferece um produto diferenciado, com elevado padrão de qualidade e a preços muito competitivos. Isso por investir continuamente em A KitFrame oferece um produto diferenciado, com elevado padrão de qualidade e a preços muito competitivos. Isso por investir continuamente em tecnologia de processo e de produto e ter a melhor estrutura

Leia mais

CCM. Centro de Controle de Motores Conjunto de manobra e controle de baixa tensão. Painéis metálicos fabricados em aço carbono.

CCM. Centro de Controle de Motores Conjunto de manobra e controle de baixa tensão. Painéis metálicos fabricados em aço carbono. Centro de Controle de Motores Conjunto de manobra e controle de baixa tensão Painéis metálicos fabricados em aço carbono. Definição ( montado): é uma combinação de dispositivos e equipamentos de manobra,

Leia mais

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp Área Resp.: Prioridade.: Natureza...: Data da RC.: Inspeção...: Valor da RC...: Data (IO)...: Unid. Req...: Duração...: RC SAP 00085625 Objeto: AQUISIÇÃO DE VIGAS E CHAPAS PARA RESERVA ESTRATÉGICA DA UNIDADE

Leia mais

METALURGIA. Painéis padronizados e projetos especiais, fabricados de acordo com as necessidades de cada cliente.

METALURGIA. Painéis padronizados e projetos especiais, fabricados de acordo com as necessidades de cada cliente. METALURGIA e x a t a m e n t e c o m o v o c ê p r e c i s a Painéis padronizados e projetos especiais, fabricados de acordo com as necessidades de cada cliente. Painel CAF Painel CAF Inox Painel CCM Painel

Leia mais

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp sabesp Área Resp.: Prioridade.: Natureza...: Data da RC.: Inspeção...: Valor da RC...: Data (IO)...: Unid. Req...: Duração...: RC SAP 0010069675 Objeto: AQUISIÇÃO DE VÁLVULAS GAVETA PARA O SISTEMA DE ÁGUA

Leia mais

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp sabesp Área Resp.: Prioridade.: Natureza...: Data da RC.: Inspeção...: Valor da RC...: Data (IO)...: Unid. Req...: Duração...: Objeto: FORNECIMENTO DE TANQUES CILINDRICOS VERTICAIS EM POLIESTER REFORÇADO

Leia mais

LINHA Bt100. Conjunto de Manobra e Controle de Baixa Tensão. Bt100

LINHA Bt100. Conjunto de Manobra e Controle de Baixa Tensão. Bt100 LINHA LINHA CARACTERÍSTICAS CONSTRUTIVAS Dimensões Altura: 2200mm., Largura: 700/900/1100mm., Profundidade: 400/600/800mm. Outras configurações conforme consulta; Estrutura fabricada em chapa de 1,90mm.

Leia mais

5 CONDIÇÕES ESPECÍFICAS 5.1 Material: A armação da caixa deve ser feita com cantoneiras de aço-carbono, ABNT 1010 a 1020, laminado.

5 CONDIÇÕES ESPECÍFICAS 5.1 Material: A armação da caixa deve ser feita com cantoneiras de aço-carbono, ABNT 1010 a 1020, laminado. 1 OBJETIVO Esta Norma padroniza as dimensões e estabelece as condições gerais e específicas da caixa de medição a ser utilizada para alojar TCs e TPs empregados na medição de unidades consumidoras do Grupo

Leia mais

ANEXO II PIT PLANO DE INSPEÇÃO E TESTES

ANEXO II PIT PLANO DE INSPEÇÃO E TESTES ANEXO II PIT PLANO DE INSPEÇÃO E TESTES DPEP/DVEN 04/2014 1 1 PROCESSOS DE FABRICAÇÃO 1.1 FABRICAÇÃO DE TANQUES, TAMPA, CONSERVADOR E RADIADORES 1.1.1 Aspectos da solda Executar Acompanhar Informar Local

Leia mais

Quadro para Instrumentos para Medição Agrupada de Consumidor

Quadro para Instrumentos para Medição Agrupada de Consumidor CARACATERÍSTICAS DOS QUADROS ITEM FUNÇÃO CÓDIGO 01 PROTEÇÃO GERAL 300A E MEDIÇÃO DIRETA DO SERVIÇO 6797335 02 PROTEÇÃO GERAL 800A E MEDIÇÃO DIRETA DO SERVIÇO 6797338 03 PROTEÇÃO GERAL 800A E MEDIÇÃO INDIRETA

Leia mais

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp sabesp Área Resp.: Prioridade.: Natureza...: Data da RC.: Inspeção...: Valor da RC...: Data (IO)...: Unid. Req...: Duração...: Objeto: AQUISIÇÃO DE MATERIAIS DO GRUPO 07 ( CURVA 45 E 90 GR, JÇÃO 45 GR,

Leia mais

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp sabesp Área Resp.: Prioridade.: Natureza...: Data da RC.: Inspeção...: Valor da RC...: Data (IO)...: Unid. Req...: Duração...: Objeto: AQUISIÇÃO DE VÁLVULAS DE FF, PARA EXECUÇÃO DAS OBRAS DO SES DO MUNICÍPIO

Leia mais

CAIXA PADRÃO DAE PARA HIDRÔMETROS

CAIXA PADRÃO DAE PARA HIDRÔMETROS CAIXA PADRÃO DAE PARA HIDRÔMETROS ETM 007 VERSÃO 2 Jundiaí 2014 ETM-007 Sumário 1 Objetivo...2 2 Referências normativas...2 3 Definições...2 4 Requisitos gerais...2 Requisitos da caixa padrão DAE S/A para

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA TALHA MOTORIZADA COM TROLLEY AMB 23.0792.0500.0 SAP 10005225 1. ESCOPO DO FORNECIMENTO Fornecimento de talha de corrente motorizada capacidade de carga 3.000 KG, para içamento e movimentação

Leia mais

Painel com disjuntores

Painel com disjuntores Painel com disjuntores AR Tomadas/Plugs Painéis A prova de tempo e jatos potentes d água Características Construtivas Painel de distribuição, alimentação, proteção, etc. montados em invólucros fabricados

Leia mais

EE CAIXA EM AÇO CARBONO

EE CAIXA EM AÇO CARBONO CTÁOGO GER EE CIX EM ÇO CRBONO CERTIFICÇÕES IP 6 (NBR IEC 6029, DIN 00, IEC 29) PICÇÃO inha EE apresenta abertura e flange na parte inferior, o que possibilita a amarração de cabos. s caixas possuem construção

Leia mais

AQUISIÇÃO DE 03 VÁLVULAS GAVETAS DN 200 (8 ) E 03 ATUADORES ELÉTRICOS PARA PROCESSO FLOCULADOR (CONTROLE DE FLUXO) DA ETE SUZANO PERTENCENTES AO

AQUISIÇÃO DE 03 VÁLVULAS GAVETAS DN 200 (8 ) E 03 ATUADORES ELÉTRICOS PARA PROCESSO FLOCULADOR (CONTROLE DE FLUXO) DA ETE SUZANO PERTENCENTES AO AQUISIÇÃO DE 03 VÁLVULAS GAVETAS DN 200 (8 ) E 03 ATUADORES ELÉTRICOS PARA PROCESSO FLOCULADOR (CONTROLE DE FLUXO) DA ETE SUZANO PERTENCENTES AO DEPARTAMENTO DE TRATAMENTO DE ESGOTOS DO SISTEMA INTEGRADO

Leia mais

L P A P - 20 L 70 Corpo da caixa 55 Porta interna Corpo da caixa 55-80mm Porta interna Suporte fixo/regulável p/porta interna fixado junto com a dobradiça Tipo fixo Tipo ajustável Suporte deslizante Suporte

Leia mais

LINHA DE PAINÉIS MODULARES RIVET

LINHA DE PAINÉIS MODULARES RIVET LU I Z T E I X E I R A LINHA DE PAINÉIS MODULARES RIVET BARRA DE NEUTRO 80x80mm 80x80mm BARRA DE TERRA PAINÉIS COM ENSAIO DE TIPO TOTALMENTE TESTADO (TTA) E PARCIALMENTE TESTADOS (PTTA) CONFORME NBR IEC

Leia mais

Caixa de passagem e ligação

Caixa de passagem e ligação Caixa de passagem e ligação A prova de tempo e jatos potentes d água Características Construtivas Caixa de passagem e ligação fabricada em liga de alumínio fundido copper free de alta resistência mecânica

Leia mais

FORNECEDOR 5 RCMS CABO DE COBRE FLEXÍVEL CLASSE 5, SECÇÃO 10MM² MM², CONFORME NORMA ABNT 280 RL 100

FORNECEDOR 5 RCMS CABO DE COBRE FLEXÍVEL CLASSE 5, SECÇÃO 10MM² MM², CONFORME NORMA ABNT 280 RL 100 1 1 16/00166 CABO DE COBRE FLEXÍVEL CLASSE 4, SECÇÃO 1,5 MM², CONFORME NORMA ABNT NM 280 RL 100 E 247-3 NM02-64 BWF-B 2 RCMS CABO DE COBRE FLEXÍVEL CLASSE 4, SECÇÃO 2,5 MM², CONFORME NORMA ABNT NM 280

Leia mais

Catálogo de produtos

Catálogo de produtos Catálogo de produtos Galvanização a fogo (zincagem por imersão a quente) - Conforme NBR 6323 O processo de zincagem por imersão a quente é o mesmo que qualquer produto, podendo variar na espessura da camada

Leia mais

ENCLOSURES. Painel Modular FP

ENCLOSURES. Painel Modular FP Painel Modular FP ENCLOSURES 1 especificações APLICAÇÕES A linha de painel FP da Pentair é destinada a montagens leves de automação e distribuição de energia (Até 400kgs). Nossos painéis foram testados

Leia mais

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp Área Resp.: Prioridade.: Natureza...: Data da RC.: Inspeção...: Valor da RC...: Data (IO)...: Unid. Req...: Duração...: RC SAP 0010011153 Objeto: AQUISIÇÃO DE MATERIAIS DO GR.13 (LACRE P/ HIDROMETRO, GUARNIÇÃO

Leia mais

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp sabesp Área Resp.: Prioridade.: Natureza...: Data da RC.: Inspeção...: Valor da RC...: Data (IO)...: Unid. Req...: Duração...: Objeto: AQUISIÇÃO DE BOMBAS DOSADORAS PARA A NOVA ETA DE ITATIBA, SISTEMA

Leia mais

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp sabesp Área Resp.: Prioridade.: Natureza...: Data da RC.: Inspeção...: Valor da RC...: Data (IO)...: Unid. Req...: Duração...: Objeto: FORNECIMENTO DE ANÉIS E ADUELA DE CONCRETO ARMADO E QUADRADA IDADE

Leia mais

Manual técnico Caixas em alumínio fundido GA

Manual técnico Caixas em alumínio fundido GA Manual técnico Caixas em alumínio fundido GA Caixas em alumínio fundido GA 8 4 7 1 5 6 3 2 Solidez máxima as caixas em alumínio fundido altamente robustas oferecem possibilidades de aplicação praticamente

Leia mais

Caixa de passagem e ligação

Caixa de passagem e ligação Caixa de passagem e ligação AR14 A prova de tempo e jatos potentes d água Características Construtivas Caixa de passagem e ligação fabricada em liga de alumínio fundido copper free de alta resistência

Leia mais

SISTEMA MODULAR FE ATM

SISTEMA MODULAR FE ATM O SISTEMA MODULAR FE ATM, atende a todas as normas técnicas, em especial a NBR 14518 da ABNT, através do exclusivo PRECIPITADOR ELETRO IONIZADOR ELETROSTÁTICO (COLETOR DE GORDURA E ELIMINADOR DE FUMAÇA)

Leia mais

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp sabesp Área Resp.: Prioridade.: Natureza...: Data da RC.: Inspeção...: Valor da RC...: Data (IO)...: Unid. Req...: Duração...: Objeto: AQUISIÇÃO DE INVERSORES DE FREQUÊNCIA PARA UTILIZAÇÃO NA ESTAÇÃO DE

Leia mais

Caixa de passagem e ligação

Caixa de passagem e ligação Caixa de passagem e ligação AR14 A prova de tempo e jatos potentes d água Características Construtivas Caixa de passagem e ligação fabricada em liga de alumínio fundido copper free de alta resistência

Leia mais

CÓPIA NÃO CONTROLADA - 29/08/2017

CÓPIA NÃO CONTROLADA - 29/08/2017 TÍTULO: ESP.DISTRIBU-ENGE-17 1/7 1 OBJETIVO Estabelecer a especificação de caixa para medição indireta de uso externo modelo F4. 2 RESPONSABILIDADES Compete aos órgãos responsáveis pelo patrimônio, suprimento,

Leia mais

produtos em aço inoxidável, alumínio e aço carbono

produtos em aço inoxidável, alumínio e aço carbono produtos em aço inoxidável, alumínio e aço carbono 2 3 CREDIBILIDADE E CONFIANÇA ALIADAS A TECNOLOGIA E INOVAÇÃO EM PROJETOS ESPECIAIS. Tornando realidade a sua necessidade Do projeto à fabricação O avanço

Leia mais

FILTRO ELETROSTÁTICO ATMOS

FILTRO ELETROSTÁTICO ATMOS FILTRO ELETROSTÁTICO ATMOS O FILTRO ELETRO IONIZADOR ELETROSTÁTICO ATMOS, atende a NBR 14518 da ABNT, através do exclusivo FILTRO ELETROSTÁTICO (COLETOR DE GORDURA E ELIMINADOR DE FUMAÇA) E GERADOR DE

Leia mais

PAINÉIS MODULARES. Central de Relacionamento : (11)

PAINÉIS MODULARES. Central de Relacionamento : (11) KITS - representam uma economia de 50% de mão de obra e de 40% de transporte, maior rotatividade de estoque com um ganho de 47% de espaço. CPD - acessórios modulares que garantem flexibilidade de instalação,

Leia mais

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp sabesp Área Resp.: Prioridade.: Natureza...: Data da RC.: Inspeção...: Valor da RC...: Data (IO)...: Unid. Req...: Duração...: Objeto: AQUISIÇÃO DE PEÇAS EM FERRO FDIDO - GR.04 (COLAR TOMADA DN50 X DNR25

Leia mais

COMPANHIA ESPÍRITO SANTENSE DE SANEAMENTO ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PARA MONTAGEM DE QUADROS E PAINEIS ELÉTRICOS ODMN-VIT-ET

COMPANHIA ESPÍRITO SANTENSE DE SANEAMENTO ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PARA MONTAGEM DE QUADROS E PAINEIS ELÉTRICOS ODMN-VIT-ET COMPANHIA ESPÍRITO SANTENSE DE SANEAMENTO DE QUADROS E PAINEIS ELÉTRICOS ODMN-VIT-ET-2015-002 1 1. ESCOPO Esta Prescrição Técnica estabelece os requisitos técnicos gerais para execução da montagem, testes

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS E VIAÇÃO DIVISÃO DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS E VIAÇÃO DIVISÃO DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA ANEXO XII - MODELO DE ORÇAMENTO - CENTRO HISTÓRICO BDI P/ MATERIAIS E EQUIPAMENTOS: 14,36% * Conforme decreto municipal Nº 18.991, de 2 de abril de 2015 BDI P/ SERVIÇOS: 24,62% INSTALAÇÕES ELÉTRICAS Unidade

Leia mais

CCEx PAINÉIS PARA ATMOSFERAS EXPLOSIVAS DESCRIÇÕES TÉCNICAS COMO SOLICITAR

CCEx PAINÉIS PARA ATMOSFERAS EXPLOSIVAS DESCRIÇÕES TÉCNICAS COMO SOLICITAR CCEx PAINÉIS PARA ATMOSFERAS EXPLOSIVAS PROTEÇÃO: Ex d Ex tb ZONAS: 1 e 2 21 e 22 GRUPOS: IIB IIIC CLASSE DE TEMPERATURA: T6... T5 T85 ºC EPL: Gb Db GRAU DE PROTEÇÃO: IP66 NORMALIZAÇÃO APLICÁVEL: ABNT

Leia mais

HPS850. Sensor de Efeito Hall. Superfície Sensora. Princípio de Funcionamento

HPS850. Sensor de Efeito Hall. Superfície Sensora. Princípio de Funcionamento Princípio de Funcionamento Os sensores magnéticos foram idealizados para detectar campo magnético, gerado por um ímã permanente ou outro dispositivo qualquer gerador de campo magnético (Ex: eletroímã).

Leia mais

LUMINÁRIA LED Iluminação Área Classificada EWL51. Características Gerais. Óptica e Elétrica. 20W à 100W 15 ANOS 5 ANOS ATÉ 75% ECO

LUMINÁRIA LED Iluminação Área Classificada EWL51. Características Gerais. Óptica e Elétrica. 20W à 100W 15 ANOS 5 ANOS ATÉ 75% ECO Luminária LED linear de alto desempenho e eficiência para uso em áreas classificadas com LED Lighting Class CREE. Potências do Sistema: 20W,40W,75W ou 100W Proteção Gás: Ex d IIB T6 Gb Proteção Pó: Ex

Leia mais

Painel com disjuntores Ex d / Ex tb

Painel com disjuntores Ex d / Ex tb Tomadas/Plugs Painéis Painel com disjuntores Ex d / Ex tb A prova de explosão, tempo e jatos potentes d água Características Construtivas Painel de distribuição, alimentação, proteção, etc. montados em

Leia mais

LUMINÁRIA LED Iluminação Comercial LED ECSL. Características Gerais. Óptica e Elétrica. 20W à 60W 15 ANOS 3 ANOS ATÉ 75% ECO

LUMINÁRIA LED Iluminação Comercial LED ECSL. Características Gerais. Óptica e Elétrica. 20W à 60W 15 ANOS 3 ANOS ATÉ 75% ECO Luminária LED comercial de alto desempenho e eficiência, composta por LEDs SMD. Potências do Sistema: 20W, 40W e 60W Grau de Proteção: IP20 Vida útil de 100.000h Programação Inteligente do Fluxo Luminoso****

Leia mais

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp sabesp Área Resp.: Prioridade.: Natureza...: Data da RC.: Inspeção...: Valor da RC...: Data (IO)...: Unid. Req...: Duração...: Objeto: AQUISIÇÃO DE EPIS E EPPS PARA USO GERAL DA IDADE DE PRODUÇÃO DE ÁGUA

Leia mais

Painéis Modulares Desmontáveis - Pro. Painéis Modulares Desmontáveis - Pro. Starfix. características técnicas. Dimensões (mm)

Painéis Modulares Desmontáveis - Pro. Painéis Modulares Desmontáveis - Pro. Starfix. características técnicas. Dimensões (mm) Painéis Modulares Desmontáveis - Pro Painéis Modulares Desmontáveis - Pro Dimensões (mm) Possui ampla gama de acessórios e excelente grau de proteção, IP54 e IK 10. O painel é composto de estrutura, porta,

Leia mais

Cuidados, Desafios e Qualificação adotados pela Fockink

Cuidados, Desafios e Qualificação adotados pela Fockink Cuidados, Desafios e Qualificação adotados pela Fockink Cuidados, Desafios e Qualificação adotados pela Fockink Marco Weirich - Fockink Agenda: A Empresa Projetos de Energia Cuidados e Desafios na Implementação

Leia mais

Soluções para os seus projetos de infraestrutura em telecomunicações

Soluções para os seus projetos de infraestrutura em telecomunicações SE4660 SUB BASTIDOR ÓPTICO 144 F PARA 12 MÓDULOS DESCARREGADO Sub bastidor 19 3U para acomodar 12 módulos DIO, BEO ou SPLITTER suportando até 144 fibras A estrutura é confeccionada em chapa Aço SAE1010

Leia mais

Nas exigências de um determinado material deve prevalecer, respectivamente, o exigido:

Nas exigências de um determinado material deve prevalecer, respectivamente, o exigido: MANUAL ESPECIAL SISTEMA DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS DE DISTRIBUIÇÃO SUBSISTEMA NORMAS E ESTUDOS DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS DE DISTRIBUIÇÃO CÓDIGO TÍTULO FOLHA E-313.0048 EQUIPAMENTOS 1/16 1. FINALIDADE

Leia mais

Manual técnico Caixas de bornes KL

Manual técnico Caixas de bornes KL Manual técnico Caixas de bornes KL 1 4 6 5 3 7 2 A caixa pequena com aprovações recebidas mundialmente, disponível para pronta entrega em diversos tamanhos padrão. O sistema de acessórios práticos torna

Leia mais

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp 1 360.0022.1 CHAPA DE ACO ESCOVADO C/5 GAVETAS C/TRILHO - C/ TRILHO TELESCOPICOS - 01 DIVISORIA P/ GAVETA, - MEDINDO 430MM X 600MM X 700MM MMOM - 5.19.5.03.00.00 Prazo: 0020 - DIAS : 2 2 360.0024.5 CHAPA

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA BALCÃO POLIVALENTE BP ERG-03. Especificação Técnica revisada, conforme FSET nº. 43/2016 acordado com o DEOPE e DESAU.

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA BALCÃO POLIVALENTE BP ERG-03. Especificação Técnica revisada, conforme FSET nº. 43/2016 acordado com o DEOPE e DESAU. ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA BALCÃO POLIVALENTE NÚMERO: 162005 DESENHO: EMISSÃO: NOVEMBRO/2016 VALIDADE: NOVEMBRO/2021 REVOGA: 112050 REVOGA DESENHO: CÓDIGO ERP: 10050465-5 ORGÃO DEMANDANTE: DEOPE/DESAU APLICAÇÃO:

Leia mais

EASYFLEX. Rev. 22/06/2018

EASYFLEX.   Rev. 22/06/2018 www.gpracks.com.br contato@gpracks.com.br EASYFLEX O modelo EasyFlex é indicado para armazenamento de qualquer tipo tipo de equipamento 19 os quais trazem consigo baixo volume de cabos para serem gerenciados.

Leia mais

Emb. Ref. Placa de fixação sobre trilho DIN Para fixação do DRX Padrão (cinza) Padrão (cinza)

Emb. Ref. Placa de fixação sobre trilho DIN Para fixação do DRX Padrão (cinza) Padrão (cinza) DRX TM 100 disjuntores termomagnéticos de 15 a 100A e acessórios 270 08 270 68 (tampa frontal removível) 271 76 271 70 271 42 271 80 Dimensões (pág. 31) Detalhes técnicos (pág. 32) Garantem o corte, o

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA. COMPRESSOR DE AR TIPO PALETAS 40 Cv

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA. COMPRESSOR DE AR TIPO PALETAS 40 Cv ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA COMPRESSOR DE AR TIPO PALETAS 40 Cv 1. ESCOPO DO FORNECIMENTO Compreende o fornecimento de 01 (um) conjunto compressor tipo paletas com potência não inferior a 40 Cv (micro processado),

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA ARMÁRIO ALTO SIMPLES GUARDA VOLUMES ALS-07 REVOGA: REVOGA DESENHO: DT-465 CÓDIGOS ERP: ORGÃO DEMANDANTE: DEGSS

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA ARMÁRIO ALTO SIMPLES GUARDA VOLUMES ALS-07 REVOGA: REVOGA DESENHO: DT-465 CÓDIGOS ERP: ORGÃO DEMANDANTE: DEGSS ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA ARMÁRIO ALTO SIMPLES GUARDA VOLUMES NÚMERO: 132026 DESENHO: DT-465/1 EMISSÃO: ABRIL/2013 VALIDADE: ABRIL/2018 REVOGA: 072055 REVOGA DESENHO: DT-465 CÓDIGOS ERP: 10201603-8 ORGÃO DEMANDANTE:

Leia mais

7. MEMORIAL QUANTITATIVO

7. MEMORIAL QUANTITATIVO 1 7. MEMORIAL QUANTITATIVO 7.1 RELAÇÃO DE MATERIAL A indicação marcas e/ou fabricantes, neste item e também na tabela da relação de materiais da instalação predial, é utilizada exclusivamente para facilitar

Leia mais

Barramentos e Blocos de Distribuição

Barramentos e Blocos de Distribuição Barramentos e Blocos de Distribuição www.siemens.com.br/barramentoseblocos Barramentos 5ST3 7 O sistema de barramento 5ST3 7 com ligação tipo pino pode ser usado com os disjuntores DIN 5SX, 5SY, 5SL6 e

Leia mais

SCHNEIDER ELECTRIC. Especificação tipo de dispositivos de proteção contra surtos de baixa tensão

SCHNEIDER ELECTRIC. Especificação tipo de dispositivos de proteção contra surtos de baixa tensão SCHNEIDER ELECTRIC Especificação tipo de dispositivos de proteção contra surtos de baixa tensão 10/1/2015 SUMÁRIO Este documento fornece a especificação geral para os dispositivos de proteção contra surtos

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA SUPORTE MULTIUSO SMU-01(A/B/C)

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA SUPORTE MULTIUSO SMU-01(A/B/C) ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA SUPORTE MULTIUSO (A/B/C) NÚMERO: 132027 DESENHO: DT-297/3, DT-298/3 DT-299/2. EMISSÃO: ABRIL/2015 VALIDADE: ABRIL/2025 REVOGA: 112002 REVOGA DESENHO: Modelo A DT-297/2 Modelo B DT-298/2

Leia mais

Caixas - Informações Gerais

Caixas - Informações Gerais Caixas Caixas Uma ampla gama de caixas para produtos específicos complementa nosso programa de produtos. Adaptadas ao meio ambiente protegem circuitos e dispositivos elétricos/eletrônicos. Nós oferecemos

Leia mais

Caixa de ligação Ex d / Ex tb

Caixa de ligação Ex d / Ex tb Caixa de ligação Ex d / Ex tb A prova de explosão, tempo e jatos potentes d água Características Construtivas Caixa de passagem e ligação fabricada em liga de alumínio fundido copper free de alta resistência

Leia mais

Soluções em Cercamentos

Soluções em Cercamentos Soluções em Cercamentos 2012 Sistemas de Cercamentos GRADIS Nylofor 3D Gradilfor Securifor 3D Cerca Móvel Rodofor Rodofor antiofuscante Gradil de serralheiro TELAS SOLDADAS Fortinet Practica ALAMBRADOS

Leia mais

Quadros de Distribuição

Quadros de Distribuição Quadros de Distribuição ALPHA NF 125 e 630 Novo Alpha NF O design modular do sistema dos quadros de distribuição foi desenvolvido a partir de nossos longos anos de experiência no campo de quadros de distribuição.

Leia mais

INDÚSTRIA METALÚRGICA

INDÚSTRIA METALÚRGICA BENINI Desde 1991 a Benini Indústria Metalúrgica LTDA fabrica produtos robustos, priorizando a qualidade em todos seus processos. Matéria Prima A Benini Indústria Metalúrgica utiliza chapas laminadas a

Leia mais

Fonte Bivolt 24 Vdc / 5 A

Fonte Bivolt 24 Vdc / 5 A Descrição do Produto A fonte de alimentação é uma solução para aplicações de uso geral no que se refere a alimentação de controladores programáveis, sensores e comando de quadro elétricos. Tem uma saída

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO REFORMA E ADEQUAÇÃO DAS INSTALAÇÕES ELÉTRICAS DA ESTAÇÃO ELEVATÓRIA DE ESGOTO DA LAGOA EEE LAGOA

MEMORIAL DESCRITIVO REFORMA E ADEQUAÇÃO DAS INSTALAÇÕES ELÉTRICAS DA ESTAÇÃO ELEVATÓRIA DE ESGOTO DA LAGOA EEE LAGOA MEMORIAL DESCRITIVO REFORMA E ADEQUAÇÃO DAS INSTALAÇÕES ELÉTRICAS DA ESTAÇÃO ELEVATÓRIA DE ESGOTO DA LAGOA EEE LAGOA : Reforma Elétrica da Estação Elevatória de Esgoto da Lagoa Cliente: Serviço Autônomo

Leia mais

NTC a 417. Reator integrado para lâmpada vapor de sódio

NTC a 417. Reator integrado para lâmpada vapor de sódio OBS.: 1. Medidas em milímetros. 2. O reator poderá ser fornecido com cabo ou conector. FIGURA 1 reator integrado JULHO/2011 SED/DNGO VOLUME 2 Página 1 T A B E L A 1 Tipo APLICAÇÃO Massa Porcentagem NTC

Leia mais

Ferragem de rede aérea que se fixa numa superfície, em geral a face superior de uma cruzeta, na qual, por sua vez, é fixado um isolador de pino.

Ferragem de rede aérea que se fixa numa superfície, em geral a face superior de uma cruzeta, na qual, por sua vez, é fixado um isolador de pino. 26 / 07 / 2011 1 de 10 1 FINALIDADE Esta Norma especifica e padroniza as dimensões e as características mínimas exigíveis do pino de isolador para utilização nas Redes de Distribuição da CEMAR. 2 CAMPO

Leia mais

Linha de Quadros BELBOX. Apresentação

Linha de Quadros BELBOX. Apresentação Apresentação A Linha de Quadros Belbox possui ampla aplicação em projetos para os segmentos industrial, comercial e predial. Sua versatilidade possibilita a utilização como quadros para distribuição, comandos

Leia mais

HPS850. Sensor de Efeito Hall. Apresentação. Superfície Sensora. Dados Técnicos. Distância Sensora (S) Princípio de Funcionamento

HPS850. Sensor de Efeito Hall. Apresentação. Superfície Sensora. Dados Técnicos. Distância Sensora (S) Princípio de Funcionamento Apresentação O HPS 850 é um dispositivo utilizado para detecção de campos magnéticos. Utiliza um transistor de efeito hall como elemento sensor que lhe confere um alto grau de robustez e vida útil, uma

Leia mais

SUBSISTEMA NORMAS E ESTUDOS DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS DE DISTRIBUIÇÃO CÓDIGO TÍTULO FOLHA

SUBSISTEMA NORMAS E ESTUDOS DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS DE DISTRIBUIÇÃO CÓDIGO TÍTULO FOLHA MANUAL ESPECIAL SISTEMA DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS DE DISTRIBUIÇÃO SUBSISTEMA NORMAS E ESTUDOS DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS DE DISTRIBUIÇÃO CÓDIGO TÍTULO FOLHA E-313.0050 RELÉ FOTOELETRÔNICO 1/13 1.

Leia mais

SUBSISTEMA NORMAS E ESTUDOS DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS DE DISTRIBUIÇÃO CÓDIGO TÍTULO FOLHA

SUBSISTEMA NORMAS E ESTUDOS DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS DE DISTRIBUIÇÃO CÓDIGO TÍTULO FOLHA MANUAL ESPECIAL SISTEMA DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS DE DISTRIBUIÇÃO SUBSISTEMA NORMAS E ESTUDOS DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS DE DISTRIBUIÇÃO CÓDIGO TÍTULO FOLHA E-313.0021 RELÉ FOTOELÉTRICO E BASE PARA

Leia mais

CPS e CPE caixas de passagem em chapa de aço. CPS e CPE características técnicas. Dimensões (mm)

CPS e CPE caixas de passagem em chapa de aço. CPS e CPE características técnicas. Dimensões (mm) CPS e CPE caixas de passagem em chapa de aço CPS e CPE características técnicas Dimensões (mm) 901010 Vista frontal Vista da tampa Vista lateral CPS - Caixas de passagem sobrepor Pintada Galvanizada A

Leia mais

3 REFERÊNCIAS 4 DISPOSIÇÕES GERAIS

3 REFERÊNCIAS 4 DISPOSIÇÕES GERAIS Elaborador: Mário Sérgio de Medeiros Damascena ET - 05.117.01 1 de 6 1 FINALIDADE Esta Norma especifica e padroniza as dimensões e as características mínimas exigíveis de pino de isolador para utilização

Leia mais

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp sabesp Área Resp.: Prioridade.: Natureza...: Data da RC.: Inspeção...: Valor da RC...: Data (IO)...: Unid. Req...: Duração...: Objeto: AQUISIÇÃO DE MATERIAIS DO GR.45 (HIDRANTE COLA DN100, REGISTRO ESFERA

Leia mais

EasyFlex com organizador vertical de cabos

EasyFlex com organizador vertical de cabos www.gpracks.com.br contato@gpracks.com.br Rev. 22/06/2018 EasyFlex com organizador vertical de cabos O modelo EasyFlex é indicado para armazenamento de qualquer tipo de equipamento 19 os quais trazem consigo

Leia mais

APARELHO DE ILUMINAÇÃO LED PARA VIAS PÚBLICAS E ÁREAS INDUSTRIAIS

APARELHO DE ILUMINAÇÃO LED PARA VIAS PÚBLICAS E ÁREAS INDUSTRIAIS APARELHO DE ILUMINAÇÃO LED PARA VIAS PÚBLICAS E ÁREAS INDUSTRIAIS Corpo em alumínio fundido copper free Eficiênte dissipação térmica Fixação p/ poste Módulo LED de alta eficiência Fotocélula a pedido Suporte

Leia mais

SIVACON S4. Segurança na sua forma mais elegante. O painel de distribuição de energia para baixa tensão que determina novos padrões.

SIVACON S4. Segurança na sua forma mais elegante. O painel de distribuição de energia para baixa tensão que determina novos padrões. SIVACON S4 Segurança na sua forma mais elegante O painel de distribuição de energia para baixa tensão que determina novos padrões. www.siemens.com.br/sivacons4 Nova definição de segurança Segurança máxima

Leia mais

A melhor opção em quadros de distribuição de energia

A melhor opção em quadros de distribuição de energia A melhor opção em quadros de distribuição de energia Fabricado no Brasil SIMBOX XF Quadros de distribuição de energia www.siemens.com.br/simboxxf SIMBOX XF Por fora, muito design... Primeira linha de quadros

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA MÓDULO DE ACESSIBILIDADE- MAC- 01 ERG. Especificação Técnica revisada conforme FSET nº 175/2011 acordado com o DERAT.

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA MÓDULO DE ACESSIBILIDADE- MAC- 01 ERG. Especificação Técnica revisada conforme FSET nº 175/2011 acordado com o DERAT. EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA MÓDULO DE ACESSIBILIDADE- MAC- 01 ERG NÚMERO: 132008 DESENHO: DT- 494/7 EMISSÃO: MARÇO/2013 VALIDADE: MARÇO/2015 REVOGA: 082104 REVOGA

Leia mais

GP Racks EasyFlex com organizador vertical de cabos

GP Racks EasyFlex com organizador vertical de cabos Rev. 12/11/2013 1 GP Racks EasyFlex com organizador vertical de cabos O modelo EasyFlex é indicado para armazenamento de qualquer tipo de equipamento 19 os quais trazem consigo baixo volume de cabos para

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA SUPORTE PARA AEROGRAMAS E SELOS SAS 01 (A/B) Especificação Técnica revalidada conforme memorando 447/2015-GCAT/DERAT.

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA SUPORTE PARA AEROGRAMAS E SELOS SAS 01 (A/B) Especificação Técnica revalidada conforme memorando 447/2015-GCAT/DERAT. ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA SUPORTE PARA AEROGRAMAS E SELOS SAS 01 (A/B) NÚMERO: 132021 DESENHO: DT-562/2 e DT-563/2 EMISSÃO: ABRIL/2015 VALIDADE: ABRIL/2025 REVOGA: 112003 CÓDIGO ERP: Modelo A - 10900162-1

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA 24/09/2013 1 de 5 1 FINALIDADE Esta Norma especifica e padroniza as dimensões e as características mínimas exigíveis para Braço Tipo L, utilizados nas Redes de Distribuição da Companhia Energética do Maranhão-CEMAR

Leia mais