O impacto de práticas de teste na velocidade de DevOps. Renato Quedas VP Solutions Marketing

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O impacto de práticas de teste na velocidade de DevOps. Renato Quedas VP Solutions Marketing"

Transcrição

1 O impacto de práticas de teste na velocidade de DevOps Renato Quedas VP Solutions Marketing

2 A consequência da Inovação

3 Desafios de Hoje na Entrega de Aplicações Time to Market Proliferação de Dispositivos UX

4 O que é DevOps DevOps (a clipped compound of "development" and "operations") is a culture, movement or practice that emphasizes the collaboration and communication of both software developers and other information-technology (IT) professionals while automating the process of software delivery and infrastructure changes. It aims at establishing a culture and environment where building, testing, and releasing software, can happen rapidly, frequently, and more reliably. https://en.wikipedia.org/wiki/devops

5 O que é DevOps DevOps (a clipped compound of "development" and "operations") is a culture, movement or practice that emphasizes the collaboration and communication of both software developers and other information-technology (IT) professionals while automating the process of software delivery and infrastructure changes. It aims at establishing a culture and environment where building, testing, and releasing software, can happen rapidly, frequently, and more reliably.

6 A Jornada para DevOps Plan Build Test Deploy Operate Agile Development Continuous Integration Continuous Delivery DevOps

7

8 Desafios de Testes em DevOps Desenvolvedores e Testadores não se misturam Testes não conseguem manter o ritmo com iterações curtas e releases frequentes Não saber como automatizar testes Falta de ferramentas preparadas para ambientes ágeis Como incorporar atividades tradicionais de testadores Como transicionar papéis tradicionais de QA para times ágeis

9 Distribuição da Automação Tradicional Manual GUI Regression Tests Conhecidos mas Lentos, Baixa Cobertura Automated GUI Tests Unit Tests Tradicionalmente muito frágeis, precisam de papéis especializados Desenvolvedores normalmente não fazem o esforço necessário

10 Supporting the Team Práticas de Testes Ágeis Business - Facing Functional Tests Examples Story Tests Prototypes Simulations Unit Tests Component Tests Q2 Q1 Exploratory Testing Scenarios Usability Testing UAT (User Acceptance Testing) Alpha/Beta Q3 Q4 Performance/Load Testing Security Testing ility Testing Critique the Product Agile Testing: A Practical Guide for Testing and Agile Teams, Lisa Crispin & Janet Gregory, Adisson Welsey Technology - Facing

11 Supporting the Team Práticas de Testes Ágeis Business - Facing Functional Tests Examples Story Tests Prototypes Simulations Unit Tests Component Tests Q2 Q1 Exploratory Testing Scenarios Usability Testing UAT (User Acceptance Testing) Alpha/Beta Q3 Q4 Performance/Load Testing Security Testing ility Testing Critique the Product Agile Testing: A Practical Guide for Testing and Agile Teams, Lisa Crispin & Janet Gregory, Adisson Welsey Technology - Facing

12 Quadrantes de Suporte ao Time Q1 Q4 Objetivo Ajudar o time a desenvolver funcionalidades que atenderão as expectativas de valor de negócio Overview Automatizados pesadamente com diferentes frameworks Ajudam os desenvolvedores a escrever código orientados a requisites e/ou conceitos de design Maior diferença entre testes tradicionais e ágeis. Verificam se a lógica de negócio e a interface de usuário se comportam de acordo com as especificações do cliente. Q2 Q3 Agile Testing: A Practical Guide for Testing and Agile Teams, Lisa Crispin & Janet Gregory, Adisson Welsey

13 Supporting the Team Práticas de Testes Ágeis Business - Facing Functional Tests Examples Story Tests Prototypes Simulations Unit Tests Component Tests Q2 Q1 Exploratory Testing Scenarios Usability Testing UAT (User Acceptance Testing) Alpha/Beta Q3 Q4 Performance/Load Testing Security Testing ility Testing Critique the Product Agile Testing: A Practical Guide for Testing and Agile Teams, Lisa Crispin & Janet Gregory, Adisson Welsey Technology - Facing

14 Quadrantes de Crítica ao Produto Objetivo Rever o produto entregue para Review the delivered product in order to praise or suggest improvements. Overview Focados em avaliar o valor do produto através dos olhos do usuário/especialista do domínio. Feitos através de ferramentas ou teste manual/exploratório. Q2 Q1 Q3 Q4 Agile Testing: A Practical Guide for Testing and Agile Teams, Lisa Crispin & Janet Gregory, Adisson Welsey

15 Supporting the Team Práticas de Testes Ágeis Business - Facing Functional Tests Examples Acceptance Driven Testing Story Tests (ADT) Prototypes Simulations Test Driven Unit Development Tests Component (TDD) Tests Q2 Q1 Exploratory Testing Scenarios Exploratory Usability Testing UAT (User Acceptance Testing) Alpha/Beta Q3 Q4 Performance/Load Testing Security Testing ility Testing Critique the Product Agile Testing: A Practical Guide for Testing and Agile Teams, Lisa Crispin & Janet Gregory, Adisson Welsey Technology - Facing

16 Distribuição da Automação DevOps GUI Tests Considrado Frágil, não Agil Acceptance Testing Focado, Automatizado (i.e. FitNesse, BDD,) Unit Tests Grandes Quantidades, e mais comuns (J-Unit, N-Unit, Mocks)

17 Perguntas

Glossário BiSL. Bert Pranger / Michelle Hofland 28 Maio 2012 Versão 1.0-1 -

Glossário BiSL. Bert Pranger / Michelle Hofland 28 Maio 2012 Versão 1.0-1 - Glossário BiSL Bert Pranger / Michelle Hofland 28 Maio 2012 Versão 1.0-1 - 1. Glossário de Terminologia Terminologia em Inglês Terminologia em Português BiSL processes Processos de BiSL Business data management

Leia mais

Mini-Curso Agile Testing

Mini-Curso Agile Testing Mini-Curso Agile Testing Como funciona na prática? contato@qualister.com.br (48) 3285-5615 twitter.com/qualister facebook.com/qualister linkedin.com/company/qualister Instrutor Elias Nogueira

Leia mais

Desenvolvimento Orientado a Testes Utilizando Metodologias Ágeis

Desenvolvimento Orientado a Testes Utilizando Metodologias Ágeis Desenvolvimento Orientado a Testes Utilizando Metodologias Ágeis José Leandro Porto Targão 1, Michael Willian Cremoneze 1, Marcos Teixeira 1, Leandro Solagna 1, André Luiz Garcia 1, Allan Biesdorf 1, Luciano

Leia mais

DevOps. Carlos Eduardo Buzeto (@_buzeto) IT Specialist IBM Software, Rational Agosto 2013. Accelerating Product and Service Innovation

DevOps. Carlos Eduardo Buzeto (@_buzeto) IT Specialist IBM Software, Rational Agosto 2013. Accelerating Product and Service Innovation DevOps Carlos Eduardo Buzeto (@_buzeto) IT Specialist IBM Software, Rational Agosto 2013 1 O desenvolvedor O mundo mágico de operações Como o desenvolvedor vê operações Como operações vê uma nova release

Leia mais

SIPTEST System Intelligent Process Testing. Abordagens de teste para metodologias de desenvolvimento específicas.

SIPTEST System Intelligent Process Testing. Abordagens de teste para metodologias de desenvolvimento específicas. SIPTEST System Intelligent Process Testing. Abordagens de teste para metodologias de desenvolvimento específicas. SIPTEST - System Intelligent Testing Link Consulting,SA Pág. 0 de 8 Índice 1 Introdução...

Leia mais

MOF-ITIL Uma Breve Introdução. Jorge Fernandes e Célia Ghedini CIC-UnB Abril de 2004

MOF-ITIL Uma Breve Introdução. Jorge Fernandes e Célia Ghedini CIC-UnB Abril de 2004 MOF-ITIL Uma Breve Introdução Jorge Fernandes e Célia Ghedini CIC-UnB Abril de 2004 Referências ITIL http://en.itsmportal.net/binaries/itil_essen tialsstudyguide.pdf http://www.ogc.gov.uk/index.asp?id=2261

Leia mais

Software product lines. Paulo Borba Informatics Center Federal University of Pernambuco

Software product lines. Paulo Borba Informatics Center Federal University of Pernambuco Software product lines Paulo Borba Informatics Center Federal University of Pernambuco Software product lines basic concepts Paulo Borba Informatics Center Federal University of Pernambuco Um produto www.usm.maine.edu

Leia mais

Desenvolvimento Guiado por Testes

Desenvolvimento Guiado por Testes Desenvolvimento Guiado por Testes Test-Driven Development (TDD) Guilherme Chapiewski http://gc.blog.br gc@mandic.com.br O que é TDD? Regras fundamentais do TDD: Escreva o teste da implementação ANTES de

Leia mais

Engenharia de Software I. Aula 15: Metodologias Ágeis. Prof. Márcio D. Puntel marcio@puntel.org

Engenharia de Software I. Aula 15: Metodologias Ágeis. Prof. Márcio D. Puntel marcio@puntel.org Engenharia de Software I Aula 15: Metodologias Ágeis Prof. Márcio D. Puntel marcio@puntel.org Março - 2008 Antes... Manifesto Mudança de contratos Foco nas premissas... 2 Algumas metodologias Extreme Programming

Leia mais

Road Show BPM Uma questão de método

Road Show BPM Uma questão de método Road Show BPM Uma questão de método Guilherme Vissotto Consulting Business Development Manager Brasil Outubro, 2013 Fundamentos da abordagem da Oracle OFRA Arquitetura de Referência BPM Foundation contém

Leia mais

Requisitos Executáveis: O modelo FIT / FitNesse

Requisitos Executáveis: O modelo FIT / FitNesse Requisitos Executáveis: O modelo FIT / FitNesse Jorge Diz Globalcode 57 Encontro do SPIN-SP Slide 1 Instrutor Jorge Alberto Diz ( 95 Mestre em Eng. Elétrica (UNICAMP ( 89 Bach. em Ciência da Computação

Leia mais

Os Desafios da Segurança no Desenvolvimento com Métodos Ágeis. OWASP Education Project. The OWASP Foundation http://www.owasp.org

Os Desafios da Segurança no Desenvolvimento com Métodos Ágeis. OWASP Education Project. The OWASP Foundation http://www.owasp.org Os Desafios da Segurança no Desenvolvimento com Métodos Ágeis Education Project Rafael Dreher Porto Alegre Chapter - Co-founder Security Consultant @ Dell dreher@owasp.org Copyright 2007 The Foundation

Leia mais

Software melhor e mais rápido: resultados de um caso real

Software melhor e mais rápido: resultados de um caso real Software melhor e mais rápido: resultados de um caso real IIBA, BABOK, Business Analysis Body of Knowledge e CBAP são marcas de propriedade do International Institute of Business Analysis. Estas marcas

Leia mais

Kleitor Franklint. Fábrica de Teste PRODAM kleitor@prodam.am.gov.br

Kleitor Franklint. Fábrica de Teste PRODAM kleitor@prodam.am.gov.br Kleitor Franklint Fábrica de Teste PRODAM kleitor@prodam.am.gov.br Roteiro Defeitos e seus custos O caminho percorrido Fábrica de Teste Defeitos e seus custos Testes e Modelo colaborativo Um produto melhor

Leia mais

Especialização em Arquitetura e Engenharia de Software

Especialização em Arquitetura e Engenharia de Software Especialização em Arquitetura e Engenharia de Software O curso vai propiciar que você seja um especialista para atua atuar na área de Arquitetura de Software em diferentes organizações, estando apto a:

Leia mais

7HVW'ULYHQ'HYHORSPHQW

7HVW'ULYHQ'HYHORSPHQW 81,9(56,'$'()('(5$/'25,2*5$1'('268/,167,7872'(,1)250È7,&$ 7HVW'ULYHQ'HYHORSPHQW Otávio Gaspareto REJDVSDUHWR#LQIXIUJVEU,QWURGXomR 7HVWGULYHQGHYHORSPHQW, ou TDD, também conhecido por WHVWILUVWGHYHORSPHQW,

Leia mais

Análise de aspectos do processo de desenvolvimento de software em métodos ágeis.

Análise de aspectos do processo de desenvolvimento de software em métodos ágeis. IX WORKSHOP DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA DO CENTRO PAULA SOUZA São Paulo, 15 e 16 de outubro de 2014 Estratégias Globais e Sistemas Produtivos Brasileiros ISSN: 2175-1897 Análise de aspectos do processo

Leia mais

Introdução ao TDD. Dionatan Moura. #guma10anos Abril de 2014. about.me/dionatanmoura

Introdução ao TDD. Dionatan Moura. #guma10anos Abril de 2014. about.me/dionatanmoura Introdução ao TDD #guma10anos Abril de 2014 Dionatan Moura about.me/dionatanmoura Introdução ao TDD Extreme Programming TDD Refatoração xunit Baby Steps Clean Code Patterns para TDD Red Bar Test Green

Leia mais

2006 Hewlett-Packard Development Company, L.P.

2006 Hewlett-Packard Development Company, L.P. 2006 Hewlett-Packard Development Company, L.P. A implementação de processos Ágeis em uma organização CMMI 5 Lúcia Mazoni Couto - luciamazoni.couto@hp.com Líder do Escritório de Projetos e Processos HP

Leia mais

(STUDY OF AGILITY IN SOFTWARE DEVELOPMENT PROCESS WITH TEAMS AT DIFFERENT WORK UNITS USING A ON-LINE MANAGEMENT TOOL)

(STUDY OF AGILITY IN SOFTWARE DEVELOPMENT PROCESS WITH TEAMS AT DIFFERENT WORK UNITS USING A ON-LINE MANAGEMENT TOOL) ESTUDO DE AGILIDADE NO PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE COM EQUIPES EM DIFERENTES UNIDADES DE TRABALHO UTILIZANDO UMA FERRAMENTA DE GERENCIAMENTO ON-LINE (STUDY OF AGILITY IN SOFTWARE DEVELOPMENT

Leia mais

Análise de Negócios com Agilidade Uma Combinação de Sucesso! por Luiz Claudio Parzianello

Análise de Negócios com Agilidade Uma Combinação de Sucesso! por Luiz Claudio Parzianello Análise de Negócios com Agilidade Uma Combinação de Sucesso! por Luiz Claudio Parzianello Sobre o palestrante Engenheiro Eletricista pela PUCRS e Mestre em Sistemas Eletrônicos pela USP. Possui mais de

Leia mais

Metodologias Ágeis. Gerenciando e Desenvolvendo Projetos de forma eficiente. Gabriel Verta 0767948 Rafael Reimberg 0767701 Vinicius Quaiato - 0767697

Metodologias Ágeis. Gerenciando e Desenvolvendo Projetos de forma eficiente. Gabriel Verta 0767948 Rafael Reimberg 0767701 Vinicius Quaiato - 0767697 Metodologias Ágeis Gerenciando e Desenvolvendo Projetos de forma eficiente Gabriel Verta 0767948 Rafael Reimberg 0767701 Vinicius Quaiato - 0767697 Introdução Ao longo dos anos a indústria de desenvolvimento

Leia mais

QUALIDADE DE SOFTWARE COM SCRUM

QUALIDADE DE SOFTWARE COM SCRUM 1 QUALIDADE DE SOFTWARE COM SCRUM Rafael de Figueiredo Grzebieluka * RESUMO Este artigo aborda o Scrum alinhado com a Qualidade de Software, são várias as melhorias no processo de qualidade de equipes

Leia mais

ágeis para projetos desenvolvidos por fábrica de software

ágeis para projetos desenvolvidos por fábrica de software Uso de práticas ágeis para projetos desenvolvidos por fábrica de software Artur Mello artur.mello@pitang.com Uma empresa C.E.S.A.R Fábrica de Software O termo software factory foi empregado pela primeira

Leia mais

Teste de software. Definição

Teste de software. Definição Definição O teste é destinado a mostrar que um programa faz o que é proposto a fazer e para descobrir os defeitos do programa antes do uso. Quando se testa o software, o programa é executado usando dados

Leia mais

Indicadores para teste de software em desenvolvimento ágil

Indicadores para teste de software em desenvolvimento ágil Sistemas Produtivos e Desenvolvimento Profissional: Desafios e Perspectivas Indicadores para teste de software em desenvolvimento ágil RAQUEL BORTOLUCI Centro Paula Souza SP Brasil raquelborto@gmail.com

Leia mais

Especificação e Automação Colaborativas de Testes utilizando a técnica BDD

Especificação e Automação Colaborativas de Testes utilizando a técnica BDD Especificação e Automação Colaborativas de Testes utilizando a técnica BDD Rafael Chiavegatto¹, Vanilton Pinheiro¹, Andréia Freitas Vieira¹, João Clineu¹, Erbett Hinton Oliveira¹, Ellen Barroso¹, Alexandre

Leia mais

Wesley Torres Galindo. wesleygalindo@gmail.com

Wesley Torres Galindo. wesleygalindo@gmail.com Wesley Torres Galindo wesleygalindo@gmail.com Wesley Galindo Graduação em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Mestrado em Engenharia de Software Engenheiro de Software Professor Faculdade Escritor Osman

Leia mais

Desenvolvimento Ágil de Software

Desenvolvimento Ágil de Software Desenvolvimento Ágil de Software Métodos ágeis (Sommerville) As empresas operam em um ambiente global, com mudanças rápidas. Softwares fazem parte de quase todas as operações de negócios. O desenvolvimento

Leia mais

FATEsC - Uma Ferramenta de apoio ao teste estrutural de componentes

FATEsC - Uma Ferramenta de apoio ao teste estrutural de componentes FATEsC - Uma Ferramenta de apoio ao teste estrutural de componentes Vânia Somaio Teixeira 1,2, Marcio Eduardo Delamaro 1, Auri Marcelo Rizzo Vincenzi 3 1 Programa de Pós-graduação em Ciência da Computação

Leia mais

Wesley Torres Galindo

Wesley Torres Galindo Qualidade, Processos e Gestão de Software Professores: Alexandre Vasconcelos e Hermano Moura Wesley Torres Galindo wesleygalindo@gmail.com User Story To Do Doing Done O que é? Como Surgiu? Estrutura Apresentar

Leia mais

Information technology specialist (systems integration) Especialista em tecnologia da informação (integração de sistemas)

Information technology specialist (systems integration) Especialista em tecnologia da informação (integração de sistemas) Information technology specialist (systems integration) Especialista em tecnologia da informação (integração de sistemas) Professional activities/tasks Design and produce complex ICT systems by integrating

Leia mais

Tópicos. Métodos Ágeis. Histórico; Valores; Métodos Ágeis x Modelos Tradicionais; Exemplo: Referências Bibliográficas.

Tópicos. Métodos Ágeis. Histórico; Valores; Métodos Ágeis x Modelos Tradicionais; Exemplo: Referências Bibliográficas. Métodos Ágeis Edes Garcia da Costa Filho edes_filho@dc.ufscar.br 1 Tópicos Histórico; Valores; Métodos Ágeis x Modelos Tradicionais; Exemplo: Extreme Programming (XP). Referências Bibliográficas. 2 Histórico

Leia mais

Uma introdução ao SCRUM. Evandro João Agnes evandroagnes@yahoo.com.br

Uma introdução ao SCRUM. Evandro João Agnes evandroagnes@yahoo.com.br Uma introdução ao SCRUM Evandro João Agnes evandroagnes@yahoo.com.br Agenda Projetos de Software O que é Scrum Scrum framework Estrutura do Scrum Sprints Ferramentas Projetos de software Chaos Report Standish

Leia mais

efagundes com GOVERNANÇA DE TIC Eduardo Mayer Fagundes Aula 3/4

efagundes com GOVERNANÇA DE TIC Eduardo Mayer Fagundes Aula 3/4 GOVERNANÇA DE TIC Eduardo Mayer Fagundes Aula 3/4 1 CobIT Modelo abrangente aplicável para a auditoria e controle de processo de TI, desde o planejamento da tecnologia até a monitoração e auditoria de

Leia mais

Tendências em Qualidade de Software. Robert Pereira Pinto robert@base2.com.br

Tendências em Qualidade de Software. Robert Pereira Pinto robert@base2.com.br Tendências em Qualidade de Software Robert Pereira Pinto robert@base2.com.br Tendências Tecnológicas Computação nas nuvens Análises avançadas para simulação e otimização de processos Aplicações RIA Social

Leia mais

Comparativo entre Processos Ágeis. Daniel Ferreira dfs3@cin.ufpe.br

Comparativo entre Processos Ágeis. Daniel Ferreira dfs3@cin.ufpe.br Comparativo entre Processos Ágeis Daniel Ferreira dfs3@cin.ufpe.br O que discutiremos: Histórico Os Princípios Ágeis Comparação Do ponto de vista incremental Do ponto de vista funcional Vantagens e Desvantagens

Leia mais

Dinâmica em Grupo com o Framework SCRUM

Dinâmica em Grupo com o Framework SCRUM Dinâmica em Grupo com o Framework SCRUM Contextualização: O grupo foi convidado a desenvolver um projeto de um Sistema de informação, que envolve a área de negócio: compras (cadastros de fornecedores,

Leia mais

MPSP Projeto ALM/Scrum. Diretoria de Sistemas de Informação

MPSP Projeto ALM/Scrum. Diretoria de Sistemas de Informação MPSP Projeto ALM/Scrum Diretoria de Sistemas de Informação Agenda O que é ALM? Objetivo do Projeto Atividades Desenvolvidas Indicadores Dúvidas O que é ALM? ALM Application Lifecycle Management Gerenciamento

Leia mais

Processo de Desenvolvimento de Software. Unidade V Modelagem de PDS. Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com

Processo de Desenvolvimento de Software. Unidade V Modelagem de PDS. Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Processo de Desenvolvimento de Software Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Conteúdo Programático desta aula Modelo Cascata (Waterfall) ou TOP DOWN. Modelo Iterativo. Metodologia Ágil.

Leia mais

2º Encontro GE-SP ITIL 05.03.2005

2º Encontro GE-SP ITIL 05.03.2005 ITIL (IT Infrastructure Library) ITIL - Information Technology Infrastructure Library Uma Introdução 2º Encontro GE-SP ITIL 05.03.2005 05/03/2005 GE-SP ITIL 1 Apresentadores Carlos Teixeira - Automidia

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 30/2009 BNDES ANEXO III - GLOSSÁRIO

PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 30/2009 BNDES ANEXO III - GLOSSÁRIO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 30/2009 BNDES ANEXO III - GLOSSÁRIO Termo Descrição Ambiente de Desenvolvimento Ambiente onde propriamente são desenvolvidas e validadas pelo desenvolvedor as linhas de código implementadas.

Leia mais

Especialização em Engenharia de Software e Banco de Dados

Especialização em Engenharia de Software e Banco de Dados Especialização em Engenharia de Software e Banco de Dados Disciplina: Engenharia de Software Tópico: Modelos de Ciclo de Vida Prof. Rodolfo Miranda de Barros rodolfo@uel.br Ciclo de Vida A Engenharia de

Leia mais

Treinamos. CSD: Certified Scrum Developer Program

Treinamos. CSD: Certified Scrum Developer Program Treinamos. CSD: Certified Scrum Developer Program Programa reconhecido oficialmente pela Scrum Alliance para a certificação CSD: Certified Scrum Developer. 1 SCRUM ALLIANCE REP(SM) is a service mark of

Leia mais

Metodologias Ágeis para Desenvolvimento de Software

Metodologias Ágeis para Desenvolvimento de Software Metodologias Ágeis para Desenvolvimento de Software ADRIANA TAVARES FIGUEIREDO Graduaçao em Licenciatura para Computação UNILASALLE RJ / 2006 Pós Graduada em Design Estratégico e MKT Management ESPM RJ

Leia mais

SWEBOK. Guide to the Software Engineering Body Of Knowledge. Teresa Maciel tmmaciel@gmail.com DEINFO/UFRPE

SWEBOK. Guide to the Software Engineering Body Of Knowledge. Teresa Maciel tmmaciel@gmail.com DEINFO/UFRPE SWEBOK Guide to the Engineering Body Of Knowledge Teresa Maciel tmmaciel@gmail.com DEINFO/UFRPE 1 Iniciativa do IEEE (Institute of Electrical and Electronics Engineers) Computer Society. (www.ieee.org)

Leia mais

DOMAIN-DRIVEN DESIGN E TEST-DRIVEN DEVELOPMENT

DOMAIN-DRIVEN DESIGN E TEST-DRIVEN DEVELOPMENT DOMAIN-DRIVEN DESIGN E TEST-DRIVEN DEVELOPMENT Jaqueline Rissá Franco email: jaquerifr@gmail.com Karla Marturelli Mattos Luciano Mathias Doll João Almeida Resumo: Este artigo mostra novas abordagens na

Leia mais

Integração Contínua com containers Docker. Fabricio Leotti fabricio.leotti@gmail.com @lonefreak

Integração Contínua com containers Docker. Fabricio Leotti fabricio.leotti@gmail.com @lonefreak Integração Contínua com containers Docker Fabricio Leotti fabricio.leotti@gmail.com @lonefreak Agenda Stacks Continuous Integration Docker Dockerize Continuous Integration Docker + Jenkins Devtools Stacks

Leia mais

Metodologias Ágeis. Aécio Costa

Metodologias Ágeis. Aécio Costa Metodologias Ágeis Aécio Costa Metodologias Ágeis Problema: Processo de desenvolvimento de Software Imprevisível e complicado. Empírico: Aceita imprevisibilidade, porém tem mecanismos de ação corretiva.

Leia mais

Ferramenta para gestão ágil

Ferramenta para gestão ágil Ferramenta para gestão ágil de projetos de software Robson Ricardo Giacomozzi Orientador: Everaldo Artur Grahl Agenda Introdução Objetivos Fundamentação teórica Desenvolvimento Resultados e discussões

Leia mais

Programação Orientada a Testes Rodrigo Rebouças de Almeida

Programação Orientada a Testes Rodrigo Rebouças de Almeida Programação Orientada a Testes Rodrigo Rebouças de Almeida http://rodrigor.com rodrigor@rodrigor.com Agenda Nossos objetivos hoje: Entender o que é programação orientada a testes Entender a sua função

Leia mais

Rodrigo B. Neves, PMP Diretor Gerência de Projetos - Flag IntelliWan rbneves@flag.com.br MSN: rodrigo_neves@hotmail.com

Rodrigo B. Neves, PMP Diretor Gerência de Projetos - Flag IntelliWan rbneves@flag.com.br MSN: rodrigo_neves@hotmail.com Infocon 2004 Rodrigo B. Neves, PMP Diretor Gerência de Projetos - Flag IntelliWan rbneves@flag.com.br MSN: rodrigo_neves@hotmail.com Agenda Definição; Histórico; Governança Coorporativa de TI; O Modelo

Leia mais

Trilha Agile TDD e 20 coisas que você precisa saber

Trilha Agile TDD e 20 coisas que você precisa saber Trilha Agile TDD e 20 coisas que você precisa saber Camilo Lopes Quem sou eu?! Trabalha com desenvolvimento de software desde 2003. Atualmente Desenvolvedor de Software na ADP Labs, escritor do livro "Guia

Leia mais

Case Pró-Laudo. BPM em Telemedicina

Case Pró-Laudo. BPM em Telemedicina Case Pró-Laudo BPM em Telemedicina A Pró-Laudo Saúde Telemedicina Processos Telerradiologia Tecnologia Radiologistas Processo - Overview Paciente Médico Solicitante Técnico de Radiologia Radiologista SOLICITAR

Leia mais

Princípios orientadores. Bibliografia ITIL. Information Technology Infrastructure Library. Hugo Laibaças. 8 de Fevereiro de 2010

Princípios orientadores. Bibliografia ITIL. Information Technology Infrastructure Library. Hugo Laibaças. 8 de Fevereiro de 2010 Information Technology Infrastructure Library 8 de Fevereiro de 2010 Breve História O que é o? Benefícios Conceitos importantes Publicações Visão Geral Síntese Passado, Presente e Futuro Fim Breve História

Leia mais

Processos de Desenvolvimento de Software. Ricardo Argenton Ramos UNIVASF Engenharia de Software I - Aula 2

Processos de Desenvolvimento de Software. Ricardo Argenton Ramos UNIVASF Engenharia de Software I - Aula 2 Processos de Desenvolvimento de Software Ricardo Argenton Ramos UNIVASF Engenharia de Software I - Aula 2 A Engenharia de Software Uma Tecnologia em Camadas ferramentas métodos processo foco na qualidade

Leia mais

1. Introdução. fymoribe@gmail.com

1. Introdução. fymoribe@gmail.com Aplicação em cenário empresarial da utilização das metodologias de teste de software Fábio Yoshiaki Moribe¹ ¹ Departamento de Informática - Universidade Estadual de Maringá (UEM) fymoribe@gmail.com Abstract.

Leia mais

VISUAL STUDIO TEAM SYSTEM IMPLANTAÇÃO DA SUITE DE FERRAMENTAS

VISUAL STUDIO TEAM SYSTEM IMPLANTAÇÃO DA SUITE DE FERRAMENTAS UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO CENTRO DE INFORMÁTICA VISUAL STUDIO TEAM SYSTEM IMPLANTAÇÃO DA SUITE DE FERRAMENTAS PARA APOIO AO PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE

Leia mais

Ambiente de Requisitos de Software e Testes de Aceitação para Softwares Web Terceirizados

Ambiente de Requisitos de Software e Testes de Aceitação para Softwares Web Terceirizados Ambiente de Requisitos de Software e Testes de Aceitação para Softwares Web Terceirizados Rodison dos Santos Ferreira, Anita Maria da Rocha Fernandes Pós-Graduação em Qualidade e Engenharia de Software

Leia mais

Tipos de teste de software

Tipos de teste de software Tipos de teste de software Volnys Borges Bernal volnys@lsi.usp.br Adilson Hira ayhira@lsi.usp.br Laboratório de Sistemas Integráveis Departamento de Sistemas Eletrônicos Escola Politécnica da USP Sumário

Leia mais

Apresentando o.net Framwork

Apresentando o.net Framwork Disciplina: Programação Web AULA 01 Apresentando o.net Framwork Edmilson Campos, Prof. MsC. http://edmilsoncampos.net edmilson.campos@ifrn.edu.br 2 3 »»»» 4 Code C# VB.NET J# Others Compiler Common Language

Leia mais

Projeto SIAC 2.0: Uma aplicação do framework Demoiselle para o desenvolvimento de Sistema de Informações Acadêmicas da UFBA (SIAC)

Projeto SIAC 2.0: Uma aplicação do framework Demoiselle para o desenvolvimento de Sistema de Informações Acadêmicas da UFBA (SIAC) Projeto SIAC 2.0: Uma aplicação do framework Demoiselle para o desenvolvimento de Sistema de Informações Acadêmicas da UFBA (SIAC) André Luís Monteiro P. dos Santos 1, Fernando Cezar Borges 1, Leandro

Leia mais

PROJECTO ÂNCORA QUALIFICAÇÃO E CERTIFICAÇÃO NO SECTOR DAS TICE. Qualificação e Certificação em Gestão de Serviços de TI

PROJECTO ÂNCORA QUALIFICAÇÃO E CERTIFICAÇÃO NO SECTOR DAS TICE. Qualificação e Certificação em Gestão de Serviços de TI Pólo de Competitividade das Tecnologias de Informação, Comunicação e Electrónica TICE.PT PROJECTO ÂNCORA QUALIFICAÇÃO E CERTIFICAÇÃO NO SECTOR DAS TICE Qualificação e Certificação em Gestão de Serviços

Leia mais

Profa. Celia Corigliano. Unidade IV GERENCIAMENTO DE PROJETOS DE TI

Profa. Celia Corigliano. Unidade IV GERENCIAMENTO DE PROJETOS DE TI Profa. Celia Corigliano Unidade IV GERENCIAMENTO DE PROJETOS DE TI Agenda da disciplina Unidade I Gestão de Projetos Unidade II Ferramentas para Gestão de Projetos Unidade III Gestão de Riscos em TI Unidade

Leia mais

SIPTEST System Intelligent Process Testing. Meta Modelo da Base de Conhecimento

SIPTEST System Intelligent Process Testing. Meta Modelo da Base de Conhecimento SIPTEST System Intelligent Process Testing. Meta Modelo da Base de Conhecimento SIPTEST - System Intelligent Testing Link Consulting,SA Pág. 0 de 8 Índice 1 Introdução... 2 2 Meta modelo... 3 2.1 SQA -

Leia mais

HAF-QUAD: UM FRAMEWORK HÍBRIDO PARA PROJETO DE INTERFACES DE USUÁRIO EMBASADO EM PRÁTICAS DE METODOLOGIAS ÁGEIS

HAF-QUAD: UM FRAMEWORK HÍBRIDO PARA PROJETO DE INTERFACES DE USUÁRIO EMBASADO EM PRÁTICAS DE METODOLOGIAS ÁGEIS HAF-QUAD: UM FRAMEWORK HÍBRIDO PARA PROJETO DE INTERFACES DE USUÁRIO EMBASADO EM PRÁTICAS DE METODOLOGIAS ÁGEIS Cássio Cipriano Nogueira Bacharel em Sistema de Informação ITPAC/FAHESA E-mail: cassio_cipriano@hotmail.com

Leia mais

Agile Practices for Mobile Testing

Agile Practices for Mobile Testing Agile Practices for Mobile Testing Eliane Collins Eliane Collins INdT eliane.collinso@indt.og.br 1 Apresentação Eliane Collins Bacharel em Engenharia de Computação (UEA - EST) Mestre em Engenharia Elétrica

Leia mais

Desenvolvimento Orientado a Comportamento com Testes Automatizados utilizando JBehave e Selenium

Desenvolvimento Orientado a Comportamento com Testes Automatizados utilizando JBehave e Selenium Desenvolvimento Orientado a Comportamento com Testes Automatizados utilizando JBehave e Selenium Rafael B. Chiavegatto¹, Lidiane V. da Silva², Andréia Vieira², William R. Malvezzi¹ ¹Centro de Pós-Graduação

Leia mais

Análise de Ponto de Teste. Uma proposta de adaptação

Análise de Ponto de Teste. Uma proposta de adaptação Análise de Ponto de Teste Uma proposta de adaptação Agenda Histórico O que é Análise de Ponto de Teste (APT)? A Técnica APT Dificuldades no uso da APT Proposta de adaptação Análise de Ponto de Teste Adaptada

Leia mais

Nova geração de certificações Microsoft: SQL Server 2005/2008 Visual Studio 2008/2010

Nova geração de certificações Microsoft: SQL Server 2005/2008 Visual Studio 2008/2010 Nova geração de certificações Microsoft: SQL Server 2005/2008 Visual Studio 2008/2010 Alexandre Lopes MCDBA MCSE MCTS MCITP MCT alopes@sqlserverday.com.br http://alopes.sqlserverday.com.br Agnaldo Diogo

Leia mais

extreme Programming extreme Programming (XP) Metodologia Ágil Partes do XP Communication (comunicação) 1. Valores do XP

extreme Programming extreme Programming (XP) Metodologia Ágil Partes do XP Communication (comunicação) 1. Valores do XP extreme Programming extreme Programming (XP) Metodologia ágil para equipes pequenas a médias desenvolvendo software com requesitos vagos ou que mudam freqüentemente. [Beck 2000] Em XP, codificação é principal

Leia mais

PMI-Agile. Marcos Cardoso. mjmcj@cin.ufpe.br 17/09/2012. Centro de Informática. UFPE Mestrado / Doutorado Qualidade, Processos e Gestão de Software

PMI-Agile. Marcos Cardoso. mjmcj@cin.ufpe.br 17/09/2012. Centro de Informática. UFPE Mestrado / Doutorado Qualidade, Processos e Gestão de Software PMI-Agile Marcos Cardoso mjmcj@cin.ufpe.br 17/09/2012 Centro de Informática. UFPE Mestrado / Doutorado Qualidade, Processos e Gestão de Software Introdução Entrega de Valor Participação dos Stakeholders

Leia mais

Porque integrar desenvolvimento e operações?

Porque integrar desenvolvimento e operações? Outubro de 2011 Porque integrar desenvolvimento e operações? Bruno Caiado Tivoli Tiger Team Alexandre Couto Rational Tiger Team A importância relativa da tecnologia como fator influencidor para o sucesso

Leia mais

Por Antonio Couto. Autor: Antonio Couto Enterprise Architect

Por Antonio Couto. Autor: Antonio Couto Enterprise Architect Cloud Computing e HP Converged Infrastructure Para fazer uso de uma private cloud, é necessário crescer em maturidade na direção de uma infraestrutura convergente. Por Antonio Couto O que é Cloud Computing?

Leia mais

Somos um Instituto de P&D Privado. 21 anos. Sem fins lucrativos. CITS Manaus Desde 2008. Unidades. Funcionários. CITS Curitiba Desde1992 CITS

Somos um Instituto de P&D Privado. 21 anos. Sem fins lucrativos. CITS Manaus Desde 2008. Unidades. Funcionários. CITS Curitiba Desde1992 CITS Unidades Somos um Instituto de P&D Privado Sem fins lucrativos 21 anos 279 Funcionários Manaus Desde 2008 Curitiba Desde1992 2 Ao longo de 20 anos de história, vêm apoiando pequenas, médias e grandes empresas

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE IDE PARA PLATAFORMA OMAP. Larissa Lucena Vasconcelos¹, Raul Fernandes Herbster², Joseana Macêdo Fechine³

DESENVOLVIMENTO DE IDE PARA PLATAFORMA OMAP. Larissa Lucena Vasconcelos¹, Raul Fernandes Herbster², Joseana Macêdo Fechine³ DESENVOLVIMENTO DE IDE PARA PLATAFORMA OMAP Larissa Lucena Vasconcelos¹, Raul Fernandes Herbster², Joseana Macêdo Fechine³ 1 Aluna do Curso de Ciência da Computação, integrante do PET-Computação, Depto.

Leia mais

Quais são as características de um projeto?

Quais são as características de um projeto? Metodologias ágeis Flávio Steffens de Castro Projetos? Quais são as características de um projeto? Temporário (início e fim) Objetivo (produto, serviço e resultado) Único Recursos limitados Planejados,

Leia mais

Manifesto Ágil e as Metodologias Ágeis (XP e SCRUM)

Manifesto Ágil e as Metodologias Ágeis (XP e SCRUM) Programação Extrema Manifesto Ágil e as Metodologias Ágeis (XP e SCRUM) Prof. Mauro Lopes Programação Extrema Prof. Mauro Lopes 1-31 45 Manifesto Ágil Formação da Aliança Ágil Manifesto Ágil: Propósito

Leia mais

Erivan de Sena Ramos. Fundação Getúlio Vargas (FGV) Barueri São Paulo Brasil. erivansr@gmail.com

Erivan de Sena Ramos. Fundação Getúlio Vargas (FGV) Barueri São Paulo Brasil. erivansr@gmail.com 288 - Encontro Anual de Tecnologia da Informação Elaboração de uma Persona para o profissional de Análise de Requisitos que pratica UX/UCD/IHC baseado em dados estatísticos provenientes de pesquisas no

Leia mais

development Teresa Maciel DEINFO/UFRPE

development Teresa Maciel DEINFO/UFRPE development Teresa Maciel DEINFO/UFRPE Prazos curtos Baixo custo Agregação ao negócio Fidelidade do cliente Competitividade Sobrevivência Cenário 2000 35% dos projetos apresentam sucesso 31% dos projetos

Leia mais

Scrum-Half: Uma Ferramenta Web de Apoio ao Scrum

Scrum-Half: Uma Ferramenta Web de Apoio ao Scrum Scrum-Half: Uma Ferramenta Web de Apoio ao Scrum Diego R. Marins 1,2, José A. Rodrigues Nt. 1, Geraldo B. Xexéo 2, Jano M. de Sousa 1 1 Programa de Engenharia de Sistemas e Computação - COPPE/UFRJ 2 Departamento

Leia mais

Introdução à Revisão Sistemática da Literatura. Fernando Kenji Kamei @fkenjikamei

Introdução à Revisão Sistemática da Literatura. Fernando Kenji Kamei @fkenjikamei Introdução à Revisão Sistemática da Literatura Fernando Kenji Kamei @fkenjikamei Quais são as razões para conduzirmos uma Revisão da Literatura? Algumas possíveis razões... Delimitar o problema de pesquisa;

Leia mais

SOBRE PAPEL DE ANALISTA DE NEGÓCIOS, ANALISTA DE PROCESSOS E ANALISTA DE SISTEMAS NA NOVA REALIDADE DA ERA INTERNET

SOBRE PAPEL DE ANALISTA DE NEGÓCIOS, ANALISTA DE PROCESSOS E ANALISTA DE SISTEMAS NA NOVA REALIDADE DA ERA INTERNET RIT Revista Inovação Tecnológica Volume 4, número 2 2014 ISSN: 2179-2895 Editor Científico: Alessandro Marco Rosini Avaliação: Melhores práticas editoriais da ANPAD SOBRE PAPEL DE ANALISTA DE NEGÓCIOS,

Leia mais

Testes Agile em Processos Agile

Testes Agile em Processos Agile Testes Agile em Processos Agile Ana Negrello Fabio Santos 1 #IBMMobile Testes e Métodos Ágeis: a realidade 2 2 #IBMMobile Terminologia: Agile e Lean Agile Entregue VALOR Uma abordagem que foca em entregar

Leia mais

02/10/2012. Padronização de interfaces. Referências

02/10/2012. Padronização de interfaces. Referências Referências Engenharia de Usabilidade Prof.: Clarindo Isaías Pereira da Silva e Pádua Contribuição: Cláudio Márcio de Souza Vicente Gestus Hix, D.; Hartson, H. R. Developing User Interfaces: ensuring usability

Leia mais

Gestão de T.I. GESTÃO DE T.I. ITIL. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com

Gestão de T.I. GESTÃO DE T.I. ITIL. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com GESTÃO DE T.I. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com 1 Information Technology Infrastructure Library 2 O que é o? Information Technology Infrastructure Library é uma biblioteca composta por sete livros

Leia mais

Gerenciamento de Requisitos em Scrum baseado em Test Driven Development

Gerenciamento de Requisitos em Scrum baseado em Test Driven Development Gerenciamento de Requisitos em Scrum baseado em Test Driven Development Rafael Soares 1, Thiago Cabral 1, Fernanda Alencar 1,2 1 Programa de Pós Graduação em Engenharia da Computação, Universidade de Pernambuco,

Leia mais

Método Aldeia de Projetos

Método Aldeia de Projetos MAP Método Aldeia de Projetos Como surgiu o MAP? Em mais de 15 anos de atuação experimentamos distintas linhas de pensamento para inspirar nosso processo e diversas metodologias para organizar nossa forma

Leia mais

MÉTODO ÁGIL XP (EXTREME PROGRAMMING)

MÉTODO ÁGIL XP (EXTREME PROGRAMMING) MÉTODO ÁGIL XP (EXTREME PROGRAMMING) Luciano Malaquias de Souza* * RESUMO: Como o emprego dos métodos para desenvolvimento de software tem se tornado mais popular, existe uma grande demanda, pela industria,

Leia mais

PGP - Aula T 4 Modelos Ágeis

PGP - Aula T 4 Modelos Ágeis PGP - Aula T 4 Modelos Ágeis 5 - Outubro - 2015 Carlos Duarte, FCUL, Departamento de Informática Revisão dos principais modelos tradicionais Modelo em cascata Communication project initiation requirement

Leia mais

Utilizando metodologias ágeis em uma empresa CMMI nível 5

Utilizando metodologias ágeis em uma empresa CMMI nível 5 Utilizando metodologias ágeis em uma empresa CMMI nível 5 Daniel Vieira Magalhães Agile Coach E-mail/GTalk/MSN: danielvm@ciandt.com João Paulo Scardua Coelho Software Quality Engineer E-mail/GTalk: joaopc@ciandt.com

Leia mais

UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS DA TERRA E DO MAR CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS DA TERRA E DO MAR CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS DA TERRA E DO MAR CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO OBJETO DE APRENDIZAGEM DE TESTES ÁGEIS NO CONTEXTO DO SCRUM por Maira Stella da Silva Itajaí

Leia mais

TMap NEXT Test Engineer

TMap NEXT Test Engineer Guia de Preparação TMap NEXT Test Engineer Edição Julho 2013 Copyright 2013 EXIN Todos os direitos reservados. Este documento, ou parte dele, não pode ser publicado, reproduzido, copiado ou armazenado

Leia mais

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO NBR ISO/IEC 27002: 2005 (antiga NBR ISO/IEC 17799) NBR ISO/IEC 27002:2005 (Antiga NBR ISO/IEC 17799); 27002:2013. Metodologias e Melhores Práticas em SI CobiT; Prof. Me. Marcel

Leia mais

Engenharia de Software I 2012.2 Modelos de Processo de Software

Engenharia de Software I 2012.2 Modelos de Processo de Software Engenharia de Software I 2012.2 Modelos de Processo de Software Ricardo Argenton Ramos ricargentonramos@gmail.com A Engenharia de Software Uma Tecnologia em Camadas Gerenciamento da Qualidade Total e filosofias

Leia mais

Testes Ágeis. Malba Jacob Prudente

Testes Ágeis. Malba Jacob Prudente Testes Ágeis Malba Jacob Prudente Objetivos do treinamento 1. Expor os conceitos sobre Testes Ágeis; 2. Testes Ágeis x Testes Tradicionais 3. Testador Ágil; 4. Planejando os Testes; 5. Teste de Regressão;

Leia mais

DESENVOLVIMENTO WEB UTILIZANDO FRAMEWORK PRIMEFACES E OUTRAS TECNOLOGIAS ATUAIS

DESENVOLVIMENTO WEB UTILIZANDO FRAMEWORK PRIMEFACES E OUTRAS TECNOLOGIAS ATUAIS DESENVOLVIMENTO WEB UTILIZANDO FRAMEWORK PRIMEFACES E OUTRAS TECNOLOGIAS ATUAIS Emanuel M. Godoy 1, Ricardo Ribeiro Rufino 1 1 Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil godoymanel@gmail.com,

Leia mais

SIPTEST System Intelligent Process Testing. Frameworks de Gestão de Serviços de Testes

SIPTEST System Intelligent Process Testing. Frameworks de Gestão de Serviços de Testes SIPTEST System Intelligent Process Testing. Frameworks de Gestão de Serviços de Testes SIPTEST - System Intelligent Testing Link Consulting,SA Pág. 0 de 9 Índice 1 Introdução... 2 1.1 Objetivo do documento...

Leia mais

HABILITAÇÃO COMPONENTE TITULAÇÃO

HABILITAÇÃO COMPONENTE TITULAÇÃO Operação de Software Aplicativo Científica Engenharia da Produção Engenharia de Engenharia de Produção Matemática Aplicada às Matemática Aplicada e Científica Matemática com Tecnologia em - Ênfase em Gestão

Leia mais

Novas Ferramentas de Teste na plataforma Java Jorge Diz Workshop de testes para aplicativos web Slide 1

Novas Ferramentas de Teste na plataforma Java Jorge Diz Workshop de testes para aplicativos web Slide 1 Just Java 2009 Novas Ferramentas de Teste na plataforma Java Jorge Diz Workshop de testes para aplicativos web Slide 1 Quem sou eu? Jorge Alberto Diz ( 95 Mestre em Eng. Elétrica (UNICAMP ( 89 Bach. em

Leia mais