Métodos Não- Destrutivos TT

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Métodos Não- Destrutivos TT"

Transcrição

1 Planejamento e instalação de tubulações com Métodos Não- Destrutivos TT O seu parceiro em instalação de tubulações por métodos não-destrutivos TRACTO-TECHNIK

2 GRUNDOMAT- Perfuratriz pneumática (mole) Para instalação de tubos de água, gás, cabos e esgoto de até Ø 150 mm sob vias públicas, linhas férreas, rodovias, jardins, calçadas, etc. em distâncias de até 25 m. Funcionamento A perfuratriz pneumática é acionada por ar comprimido a 7 bar de pressão. Uma carcaça de formato cilindrico com um pistão interno é introduzida no solo perfurando e avançando adentro do terreno, de forma autopropelida, compactando o mesmo e criando um túnel por onde se instala a tubulação que é arrastada imediatamente atrás da perfuratriz. O deslocamento do Grundomat pode ser controlado (avanço e reversão) mas não permite a execução de curvas. Aplicável em todos os tipos de solo exceto brejos e solos que não permitam compactação Para trechos longos (de até 60 m) recomenda-se o uso do mole dirigível Grundosteer Perfuratriz pneumática GRUNDOMAT força e precisão imbatíveis Se a vala de chegada é muito pequena, a tubulação é instalada com o equipamento deslocando em marcha ré. Milhares de ramais domiciliares foram instalados desta maneira. GRUNDOMAT O GRUNDOMAT está disponível em 11 diâmetros diferentes. O Grundomat chega bem no alvo. Mira telescópica com baliza para facilitar o perfeito alinhamento. O alinhamento é muito importante! Em um 1º momento, 100 % da energia é direcionada para golpear o ponteiro do equipamento para criar um tunel estável. Uma vez criado, um 2º golpe direciona toda a energia para otimizar o deslocamento. Pistão Atrito do solo Ponteiro Manutenção simples. Lubrificação através de óleo pulverizado pelo próprio ar comprimido. Reversão acionada por comando remoto. Cabeça móvel patenteada A energia dos golpes é automaticamente transferida para o solo exatamente onde ela é necessária... para vencer o atrito gerado pelo solo na carcaça do equipamento. Instala tubos em segmentos ou em bobinas. Base de partida com ajustes verticais e horizontais. 2

3 GRUNDORAM - Cravação de tubulação de aço Cravação de tubos de aço de até Ø mm sob rodovias, linhas férreas, córregos, etc. Funcionamento Sem que seja necessário construir nenhuma estrutura de reação, segmentos de tubos de aço soldados entre si são cravados no solo através de golpes de um pistão de acionamento pneumático. O solo que penetra na coluna é expulso depois através de ar comprimido e/ou água. A distância máxima de cravação depende do tipo de solo, mas em regra geral, é de 100 x o Ø do tubo. (ex. Ø 400 mm = 40 m). GRUNDORAM o mais potente da categoria Aplicável em todos os tipos de solo exceto brejos e solos que não permitam compactação e/ou cravação Altamente preciso, o avanço pode ser controlado, entretanto não Permite execução de curvas Método recomendado pela Ruhrgas Não necessita de instrumentação da frente de ataque Não causa danos à estrutura no solo no entorno Não necessita de estrutura de reação Existem diversas aplicações diferentes para o equipamento GRUNDORAM tais como: pipe bursting, enfilagem, cravação vertical, etc. Solicite um folheto explicativo sobre as diversas possibilidades de uso do equipamento. A carcaça do equipamento é usinada a partir de uma peça única o que garante resistência e longevidade sem igual em qualquer outro equipamento do mercado. Cravação de uma tubulação de aço de Ø mm. Cones segmentados Divididos em 4 partes, garantem a centralização perfeita e protegem a borda da tubulação que será cravada. GRUNDORAM - extremamente robusto, com força de cravação de até 4000 kn (400 t). Base de alinhamento com regulagem pneumática. Diversos tipos de cones adaptadores para se adequar a todos os Øs de tubos. 3

4 GRUNDOCRACK - pipe bursting dinâmico O GRUNDOCRACK é acionado por ar comprimido. Um guincho especial auxilia o processo de pipe bursting. Renewal of pressure pipes and ducts in the same bore path for old pipes up to ND O pipe bursting dinâmico Neste método, a tubulação a ser substituída é quebrada pelo equipamento e os fragmentos são compactados no solo ao redor ao mesmo tempo que uma tubulação nova é instalada. A tubulação nova poderá ser de mesmo diâmetro ou maior que a antiga. O deslocamento do equipamento e o controle da força de ataque é auxiliado pelo uso de um guincho especial. Para todos os tipos de tubulações friáveis (concreto, ferro fundido, cimento amianto, etc) A tubulação nova mantém a mesma declividade da tubulação antiga Trechos em curvas horizontais ou verticais necessitarão poços intermediários A distância para outras tubulações próximas existentes deve ser de 2 a 3 vezes o Ø do tubo antigo. A profundidade depende do diâmetro da tubulação a ser instalada. GRUNDOCRACK - substituição de tubulação pelo mesmo encaminhamento Antes da substituição: Neste método não é necessária a remoção de raízes e a limpeza da tubulação antiga com equipamentos de hidrojato para a substituição da tubulação. Após a substituição: Este método não pode ser comparado ao revestimento interno ou recuperação de tubulação em relação à qualidade e durabilidade, pois as tubulações novas de PE ou PVC são instaladas a partir de bobinas e/ou possuem conexões soldadas que se adaptam perfeitamente à trajetória onde fora instalada a tubulação antiga. Expansor Tubulação antiga Grundocrack / Cabo de aço Tubo de PE Tubo novo Preenchimento do espaço anular Característica O preenchimento do espaço anular melhora a proteção e a ancoragem da tubulação nova instalada. Solicite um catálogo específico! A substituição de tubulações de Øs < 200 mm pode ser realizada de PV a PV; para Øs > 200 mm pode ser realizada de uma vala a um PV. Nestes casos o expansor é retirado no PV de saída enquanto o equipamento é colocado em reversão e retirado no PV ou vala de partida. Expansor frontal... ou...expansor traseiro. 4

5 GRUNDOBURST - pipe bursting estático Aplicável para substituir tubulações de aço, ferro fundido, PE, PVC, cimento amianto, etc. de até Ø mm. O pipe bursting estático Neste método a força hidráulica do equipamento é transmitida à ferramenta de corte e expansor através de um jogo de hastes patenteadas especiais. A tubulação a ser instalada pode ser puxada, então, diretamente da bobina de transporte. O sistema é extremamente simples. Para todos os tipos de tubulações friáveis (concreto, ferro fundido, cimento amianto, etc) Extração de tubulação antiga Inserção Limpeza, etc. GRUNDOBURST- pipe bursting estático com força de tração de até 250 t GRUNDOBURST 800 G com magazine de hastes e unidade hidráulica. As hastes patenteadas QuickLock são simplesmente encaixadas umas nas outras formando uma coluna absolutamente estável. - sem riscos - com enorme economia de tempo. GRUNDOBURST puxando um expansor na tubulação antiga. Hastes Lâmina de corte Joelho Expansor Puxador de tubo de PE Hastes QuickLock 40 % de economia de tempo se comparado com hastes rosqueadas. A tubulação a ser substituída de material plástico ou aço é cortada com uma lâmina tipo rolete. Este sistema permite cortar tubos de Ø 50 a 600 mm. 5 modelos premiados Grundoburst 400S para instalação de PV a PV, 400G, 800G, 1250G e 2500G. Grundoburst 400S Grundoburst 2500G 5

6 GRUNDODRILL - perfuração direcional (HDD) Para perfurações longitudinais e travessias de vias públicas, rodovias, ferrovias, etc de até 500 m de distância. GRUNDODRILL eficiência e potência com martelo percussivo para uso em solos rochosos A perfuração direcional (HDD) A instalação de tubulações por HDD é feita em duas etapas: 1. Execução de um furo piloto com equipamento de direcionamento da ferramenta de corte de um ponto de partida a um ponto de chegada. 2. Alargamento deste furo piloto até o diâmetro desejado e a simultânea instalação da tubulação durante o retorno das ferramentas de corte do solo. O uso de fluidos de perfuração adequados são fundamentais neste processo pois além de auxiliar no corte e no transporte do material cortado também auxilia na consolidação do furo, mantendo-o limpo e lubrificando as ferramentas de corte. As perfuratrizes utilizam hastes de perfuração especiais para transferir as forças de avanço e tração bem como o torque para as ferramentas de corte. Cabeça de perfuração com sonda. A cabeça de perfuração em ação. Para vencer a resistência mecânica do solo o Grundodrill utiliza um sistema de martelo percussivo que garante a força de avanço adicional necessária para a eficiência do processo. Hoje, sondas especiais, conseguem indicar gradientes de declividade da ordem de 0,1 %, permitindo a instalação de tubulações de esgoto com gradiente de declividade de aproximadamente 2 % em solos favoráveis. A posição da cabeça de perfuração bem como a sua localização e inclinação são transmitidas para um rastreador por ondas eletromagnéticas. Grundodrill série X MA 07 Misturador para qualquer modelo de HDD: 2 tanques de l cada e vazão de circulação e injeção de até l/min acionadas por motor diesel de 21 kw. Perfuração em rocha: com baixo consumo de fluidos de perfuração Grundorock para todos os modelos de HDD de 100 a 200 kn sem modificações, hastes duplas ou martelo de fundo e compressor. Sistema de mistura de bentonita MA 07 montado em caminhão. Perfuração em rocha: utiliza-se um sistema de roller bits de diferentes tamanhos e versões e alargadores especiais para alargar o furo ao Ø desejado. 6

7 Uso de perfuração direcional (HDD) para ligações domiciliares Ligações domiciliares com sistema Grundopit De vala a vala. De poço de visita (PV) a vala. Grundopit (versões standard/power): Distância de até 80 m/ø até 180 mm. Também para perfuração em rocha. Grundopit S (versão shaft): para distância de até 60 m/ø até 160 mm. Para instalação "last mile" para de cabos para transmissão de dados. Ligações domiciliares de precisão com sistema Grundobore HDD Solicite um catálogo específico! Grundobore 400 é um sistema de perfuração direcional robusto para ligação domiciliar de Øs 150 a 200 mm extremamente preciso permitindo a execução de redes de esgoto. Com várias opções de ferramentas adaptáveis às diversas condições de solo permite a perfuração com a máxima precisão mesmo com um mínimo recobrimento. 7

8 GRUNDOMAT - Perfuratriz pneumática (mole) de até Ø 180 mm há mais de 35 anos no mercado GRUNDOSTEER - Para tubos de até Ø 63 mm O primeiro mole dirigível GRUNDORAM - Cravação de tubos de aço para instalação de tubos de até Ø 4000 mm Modelo 400S GRUNDOCRACK - Pipe bursting dinâmico Substituição de tubulações por arrebentamento de até Ø 1000 mm Modelo 2500G Modelo 800G GRUNDOBURST - Modelos: 400G ou S, 800G, 1250G e 2500G, para substituição de tubos de até Ø 1000 mm Modelo 200S (versão para PV) GRUNDOBORE - Sistema de perfuração helicoidal Direcional; para tubulações em declividade (esgoto) Modelos 200S e 400 Modelo 15XP Modelo 15N Modelo 4X Modelo 25N GRUNDOPIT - Série "P" - Família de mini perfuratrizes direcionais, força de tração de 4 t, instala tubos de até Ø 180 mm GRUNDODRILL - Série "X" - Perfuratrizes direcionais (HDD), Modelos 4X, 7X plus TD, 15XP 4 a 15 t de força, para tubos de até Ø 450 mm 7X com ou sem cabine de operação GRUNDODRILL - Série "N" Perfuratrizes dicecionais (HDD) de alto desempenho 15 a 25 t de força, com reserva de torque para tubos de até Ø 600 mm e distâncias até 400 m Geodrill 20V Geodrill 4R GEODRILL - Sistema de perfuração para extração de energia geotérmica modelo Geodrill 20V para perfuração vertical e radial PRIME-DRILLING - perfuratrizes direcionais de grande porte. Até 600 t de força de tração, instala tubos de até Ø 2000 mm FOECKERSPERGER - Plows para tubos e cabos cooperação de vendas para mercados internacionais TRACTO-TECHNIK GmbH & Co. KG P.O. Box 4020 D Lennestadt Tel: +49 (0) / Distribuidor para o Brasil: Sondeq Ltda. Tel: (11) visite também o portal: No A01 Edition 05/2009 Textos e imagens sujeitos a alterações

GRUNDOBURST Sistema estático de substituição de tubulação sob o mesmo encaminhamento

GRUNDOBURST Sistema estático de substituição de tubulação sob o mesmo encaminhamento GRUNDOBURST Sistema estático de substituição de tubulação sob o mesmo encaminhamento O sistema estático de pipe bursting é recomendado para substituição de tubulações de água e esgoto especialmente em

Leia mais

PERFURATRIZES DIRECIONAIS (HDD) FERRAMENTAS PARA HDD

PERFURATRIZES DIRECIONAIS (HDD) FERRAMENTAS PARA HDD MND Shopping PERFURATRIZES DIRECIONAIS (HDD) Completa linha de perfuratrizes direcionais Tracto-Technik e Prime Drilling com capacidades de 4 a 500 toneladas de força de tração com ou sem martelo percussivo.

Leia mais

Construção Civil I Execução de Fundações Indiretas

Construção Civil I Execução de Fundações Indiretas Construção Civil I Execução de Fundações Indiretas Estaca a Trado Rotativo O trado é cravado no solo por meio de um torque; Quando o trado está cheio, é sacado e retirado o solo; Quando a cota de assentamento

Leia mais

FUNDAÇÕES PROFUNDAS. 1 semestre/2012

FUNDAÇÕES PROFUNDAS. 1 semestre/2012 CENTRO TECNOLÓGICO DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL FUNDAÇÃO TEORIA EC8P30/EC9P30 FUNDAÇÕES PROFUNDAS 1 semestre/2012 1. ESTACAS DE DESLOCAMENTO São aquelas introduzidas no terreno através de algum processo

Leia mais

17:44. Departamento de Construção Civil FUNDAÇÕES INDIRETAS MOLDADAS IN LOCO (PARTE 1)

17:44. Departamento de Construção Civil FUNDAÇÕES INDIRETAS MOLDADAS IN LOCO (PARTE 1) FUNDAÇÕES INDIRETAS MOLDADAS IN LOCO (PARTE 1) Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção Versão 2013 1 Fundações indiretas profundas 1.Pré-moldadas 2.Moldadasin loco Prof. Dr. Marcelo

Leia mais

O MELHOR PROJETO DE FUNDAÇÕES?

O MELHOR PROJETO DE FUNDAÇÕES? O MELHOR PROJETO DE FUNDAÇÕES? Sob a ótica do... Projetista estrutural Consultor de fundações Executor das fundações Equipe de obra Gerenciador da obra Proprietário da obra Empreendedor/investidor Órgãos

Leia mais

ENGENHARIA DE PERFURAÇÃO E COMPLETAÇÃO EM POÇOS DE PETRÓLEO

ENGENHARIA DE PERFURAÇÃO E COMPLETAÇÃO EM POÇOS DE PETRÓLEO ENGENHARIA DE PERFURAÇÃO E COMPLETAÇÃO EM POÇOS DE PETRÓLEO Renato Brandão Mansano Eng. de Petróleo PETROBRAS/UN-ES/ATP-JUB-CHT/IP ENGENHARIA DE PERFURAÇÃO E COMPLETAÇÃO DE POÇOS -Histórico; - Sistemas

Leia mais

BELO HORIZONTE MINAS GERAIS BRASIL SÃO PAULO SÃO PAULO BRASIL SAVANNAH GEORGIA USA SAVANNAH GEORGIA USA

BELO HORIZONTE MINAS GERAIS BRASIL SÃO PAULO SÃO PAULO BRASIL SAVANNAH GEORGIA USA SAVANNAH GEORGIA USA EK180ES BELO HORIZONTE MINAS GERAIS BRASIL SÃO PAULO SÃO PAULO BRASIL SAVANNAH GEORGIA USA SAVANNAH GEORGIA USA A EMPRESA A CZM tem 40 anos de experiência na fabricação de equipamentos para fundação com

Leia mais

ASC. Prof. Danilo Toledo Ramos

ASC. Prof. Danilo Toledo Ramos ASC Prof. Danilo Toledo Ramos Fundações Profundas (Indiretas) Segundo a NBR 6122/1996: Elementos de fundação que transmitem a carga ao terreno pela base (resistência de ponta), por sua superfície lateral

Leia mais

Velocidade da oscilação. Comprimento do chassi Bitola da esteira Número de roletes. Esteira Lubrificada com graxa

Velocidade da oscilação. Comprimento do chassi Bitola da esteira Número de roletes. Esteira Lubrificada com graxa CX75SR MIDIESCAVADEIRA MOTOR Modelo Tipo Cilindros Isuzu AU-4LE2X 4 tempos, turboalimentado Intercooler 4 cilindros em linha Deslocamento 2,2 L (2.189 m 3 ) Diâmetro/Curso 85 x 96 mm Injeção de combustível

Leia mais

Sistemas Pneumáticos

Sistemas Pneumáticos UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS CENTRO DE ENGENHARIAS ENGENHARIA DE PRODUÇÃO AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL Sistemas Pneumáticos Gilson PORCIÚNCULA wp.ufpel.edu.br/porciuncula Estrutura de um circuito Pneumático

Leia mais

SUMÁRIO. Capítulo 10 Introdução às Fundações Profundas, 227. Capítulo 11 Principais Tipos de Fundações Profundas, 235

SUMÁRIO. Capítulo 10 Introdução às Fundações Profundas, 227. Capítulo 11 Principais Tipos de Fundações Profundas, 235 SUMÁRIO Capítulo 10 Introdução às Fundações Profundas, 227 10.1 conceitos e definições............................................................... 227 10.2 breve histórico......................................................................

Leia mais

AULA 5. NBR 6122- Projeto e Execução de Fundações Métodos Empíricos. Relação entre Tensão Admissível do Solo com o número de golpes (N) SPT

AULA 5. NBR 6122- Projeto e Execução de Fundações Métodos Empíricos. Relação entre Tensão Admissível do Solo com o número de golpes (N) SPT AULA 5 NBR 6122- Projeto e Execução de Fundações Métodos Empíricos Relação entre Tensão Admissível do Solo com o número de golpes (N) SPT março 2014 Disciplina - Fundações Zeide Nogueira Furtado Relação

Leia mais

bombas dosadoras a motor Por acionamento hidráulico

bombas dosadoras a motor Por acionamento hidráulico Dosadoras a Motor bombas dosadoras a motor Por acionamento hidráulico Serie 600 Serie 500 Há opção de duplo diafragma cabeçotes duplex e válvulas EZE- Serie 700 CLEAN TM consulte-nos! Detalhamento de sistema

Leia mais

302.7D Mini-escavadora hidráulica

302.7D Mini-escavadora hidráulica 302.7D Mini-escavadora hidráulica Motor Potência líquida 15,2 kw 20,7 hp Potência bruta 17,9 kw 24,3 hp Peso Peso de transporte 2670 kg 5890 lb Dimensões compactas Danos reduzidos Confiança do operador

Leia mais

PORTFÓLIO DE PRODUTOS. Equipamentos para o segmento de rochas ornamentais

PORTFÓLIO DE PRODUTOS. Equipamentos para o segmento de rochas ornamentais PORTFÓLIO DE PRODUTOS Equipamentos para o segmento de rochas ornamentais ATLAS COPCO STONETEC Fundada em 1993 em Bagnolo Piemonte, na província de Cuneo, é um dos principais fabricantes de equipamentos

Leia mais

Potência Líquida no volante. 90 hp (68 kw) Peso operacional. 9.400 kg a 10.300 kg Capacidade da Lâmina (SAE J1265) 1,8 m 3

Potência Líquida no volante. 90 hp (68 kw) Peso operacional. 9.400 kg a 10.300 kg Capacidade da Lâmina (SAE J1265) 1,8 m 3 Potência Líquida no volante Peso operacional 90 hp (68 kw) 9.400 kg a 10.300 kg Capacidade da Lâmina (SAE J1265) 1,8 m 3 D A New Holland é reconhecida em todo o mundo pelas inovações tecnológicas, eficiência

Leia mais

SUMÁRIO. 1 As máquinas possibilitam a construção 1. 4 Solos e rochas 94. 5 Equipamentos para compactação e estabilização do terreno 118

SUMÁRIO. 1 As máquinas possibilitam a construção 1. 4 Solos e rochas 94. 5 Equipamentos para compactação e estabilização do terreno 118 SUMÁRIO 1 As máquinas possibilitam a construção 1 Ser competitivo 1 A história dos equipamentos de construção 3 O setor da construção civil 10 Segurança 11 Os contratos de construção civil 13 O planejamento

Leia mais

Dados Técnicos Perfuratriz LB 24

Dados Técnicos Perfuratriz LB 24 Dados Técnicos Perfuratriz LB 24 Composição e características Cabo de aço Kelly Cabeçote Kelly Haste Kelly Guia auxiliar Cilindro de tensor do cabo de avanço Acionamento de Perfuração Cilindro do mastro

Leia mais

CENTRO DE USINAGEM DUPLA COLUNA. Uma Fonte Confiável de Excelentes Máquinas para Complementar Sua Força de Trabalho

CENTRO DE USINAGEM DUPLA COLUNA. Uma Fonte Confiável de Excelentes Máquinas para Complementar Sua Força de Trabalho CENTRO DE USINAGEM DUPLA COLUNA Uma Fonte Confiável de Excelentes Máquinas para Complementar Sua Força de Trabalho SÉRIE DV14 1417 / 1422 / 1432 / 1442 CENTRO DE USINAGEM DUPLA COLUNA O Centro de Usinagem

Leia mais

GUINDASTE SOBRE CAMINHÃO STC1300. Capacidade de Elevação 130t

GUINDASTE SOBRE CAMINHÃO STC1300. Capacidade de Elevação 130t GUINDASTE SOBRE CAMINHÃO STC1300 Capacidade de Elevação 130t PÁGINA 01 GUINDASTE SOBRE CAMINHÃO STC1300 Comprimento da extensão total da lança principal de 60m, perfil U, placa de aço WELDOX de alta resistência.

Leia mais

Válvula de Preenchimento placa intermediária Tipo ZSF e ZSFW

Válvula de Preenchimento placa intermediária Tipo ZSF e ZSFW R 0 478/0.0 Substitui:.0 Válvula de reenchimento placa intermediária Tipo ZSF e ZSFW Tamanho Nominal a 60 Série ressão máxima de operação 50 bar H/ 50/9 Tipo ZSF 40 F.--/... Índice Conteúdo Características

Leia mais

TRATOR DE ESTEIRA 7D. 9.400 kg a 10.150 kg. Potência líquida no volante. 90 hp (67 kw) Peso operacional. CAPACIDADE DA LÂMINA (SAE J1265) 1,8 m 3

TRATOR DE ESTEIRA 7D. 9.400 kg a 10.150 kg. Potência líquida no volante. 90 hp (67 kw) Peso operacional. CAPACIDADE DA LÂMINA (SAE J1265) 1,8 m 3 TRATOR DE ESTEIRA 7D Potência líquida no volante Peso operacional 90 hp (67 kw) 9.400 kg a 10.150 kg CAPACIDADE DA LÂMINA (SAE J1265) 1,8 m 3 7D A New Holland é reconhecida em todo o mundo pelas inovações

Leia mais

MÓDULO 4 4.5 - PROCEDIMENTOS DE REPARO

MÓDULO 4 4.5 - PROCEDIMENTOS DE REPARO Normas Aplicáveis MÓDULO 4 4.5 - PROCEDIMENTOS DE REPARO - NBR 15.979 Sistemas para Distribuição de Água e Esgoto sob pressão Tubos de polietileno PE 80 e PE 100 Procedimentos de Reparo - NBR 14.461 Sistemas

Leia mais

REDUÇÃO DE PERDA FISICA

REDUÇÃO DE PERDA FISICA Como Combinar Técnicas Não Destrutivas de Reabilitação de Redes de Água para Significativa Redução de Perdas com Menor Custo de Investimento Eng. Helio Rosas Fev 2008 IMPORTÂNCIA POLÍTICA DE CONTROLE DE

Leia mais

55MR. Escavadeira Compacta PC55MR-3. POTÊNCIA 39,6 HP @ 2.400 rpm. PESO OPERACIONAL 5.160-5.350 kg. CAPACIDADE DA CAÇAMBA 0,07-0,18 m³

55MR. Escavadeira Compacta PC55MR-3. POTÊNCIA 39,6 HP @ 2.400 rpm. PESO OPERACIONAL 5.160-5.350 kg. CAPACIDADE DA CAÇAMBA 0,07-0,18 m³ PC 55MR As fotos neste folheto são meramente ilustrativas, podendo incluir opcionais ou configurações diferentes do equipamento padrão. Escavadeira Compacta PC55MR-3 POTÊNCIA 39,6 HP @ 2.400 rpm PESO OPERACIONAL

Leia mais

ESTACAS HÉLICE CONTÍNUA, PROVAS DE CARGA ESTÁTICA e ENSAIOS DINÂMICOS. Eng. Marcio Abreu de Freitas GEOFIX FUNDAÇÕES

ESTACAS HÉLICE CONTÍNUA, PROVAS DE CARGA ESTÁTICA e ENSAIOS DINÂMICOS. Eng. Marcio Abreu de Freitas GEOFIX FUNDAÇÕES 1 ESTACAS HÉLICE CONTÍNUA, PROVAS DE CARGA ESTÁTICA e ENSAIOS DINÂMICOS Eng. Marcio Abreu de Freitas GEOFIX FUNDAÇÕES 2 ÍNDICE: 1) Estacas Hélice Continua 2) Provas de Carga Estática 3) Ensaios Dinâmicos

Leia mais

MOTOR SISTEMA ELÉTRICO TRANSMISSÃO SISTEMA HIDRÁULICO SISTEMA DE GIRO PARTE RODANTE CABINE E COMANDOS CAPACIDADES DE ABASTECIMENTO

MOTOR SISTEMA ELÉTRICO TRANSMISSÃO SISTEMA HIDRÁULICO SISTEMA DE GIRO PARTE RODANTE CABINE E COMANDOS CAPACIDADES DE ABASTECIMENTO MOTOR Tier II Modelo F4GE0684B*D600 Marca New Holland Fabricante FPT Tipo diesel, de injeção direta, 4 tempos, turboalimentado, intercooler Bomba Injetora Rotativa Potência líquida (SAE J1349) 170 hp (120

Leia mais

Carregadeira LW300K. Potência Motor: 124 HP - Capacidade da caçamba: 1,9 m³ - Peso operacional: 10.600 Kg

Carregadeira LW300K. Potência Motor: 124 HP - Capacidade da caçamba: 1,9 m³ - Peso operacional: 10.600 Kg Carregadeira LW300K Potência Motor: 124 HP - Capacidade da caçamba: 1,9 m³ - Peso operacional: 10.600 Kg Qualidade, confiabilidade e força, aliada ao baixo consumo de combustível. A Pá-carregadeira LW300K

Leia mais

Válvula Proporcional Limitadora de Pressão Pilotada Tipo DRE e ZDRE

Válvula Proporcional Limitadora de Pressão Pilotada Tipo DRE e ZDRE RP 29 175/11.2 Substitui: 1.99 Válvula Proporcional Limitadora de Pressão Pilotada Tipo DRE e ZDRE Tamanho Nominal 6 Série 1X Pressão máxima de operação 21 bar Vazão máxima L/min H/A 26/98 Tipo DRE 6-1X/...G2K...com

Leia mais

Aula 11 Geologia aplicada às fundações de estruturas

Aula 11 Geologia aplicada às fundações de estruturas Aula 11 Geologia aplicada às fundações de estruturas a decisão de qual fundação se comporta melhor envolve a análise técnica, logística e econômica. Tipos de fundações D B 2,5 D B 2,5 e D 3m Tipos de fundações

Leia mais

PNEUMÁTICA. Enroladores de mangueiras e de cabos. Desempenho superior, design durável e facilidade de uso

PNEUMÁTICA. Enroladores de mangueiras e de cabos. Desempenho superior, design durável e facilidade de uso PNEUMÁTICA Enroladores de mangueiras e de cabos Desempenho superior, design durável e facilidade de uso 2 Para uso profissional em ambientes industriais. Satisfação das necessidades dos ambientes de trabalho

Leia mais

Bicos Pulverizadores. Análise da Pulverização. Fabricação da Pulverização. Controle da Pulverização. Sistema de Lubrificação Spraying Systems

Bicos Pulverizadores. Análise da Pulverização. Fabricação da Pulverização. Controle da Pulverização. Sistema de Lubrificação Spraying Systems Bicos Pulverizadores Controle da Análise da Fabricação da Sistema de Lubrificação Spraying Systems Sistemas de Lubrificação Spray Os Sistemas de Lubrificação Spray fornecem um método altamente eficiente

Leia mais

Fundações Indiretas. Tipos de Fundações. Fundações Indiretas. Tipos de fundações

Fundações Indiretas. Tipos de Fundações. Fundações Indiretas. Tipos de fundações Universidade Federal do Espírito Santo Centro Tecnológico Departamento de Engenharia Civil Tecnologia da Construção Civil I Tipos de fundações Profa. Geilma Lima Vieira geilma.vieira@gmail.com Tipos de

Leia mais

CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - MSV 6/50 - DENTAL SPLIT - 1 ESTÁGIO - 120 psig

CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - MSV 6/50 - DENTAL SPLIT - 1 ESTÁGIO - 120 psig SCHULZ: INÍCIO DE FABRICAÇÃO - ABRIL/005 CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - MSV 6/ - DENTAL SPLIT - 1 ESTÁGIO - 10 psig CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS ISENTO DE ÓLEO L C DESLOCAMENTO TEÓRICO pés /min PRESSÃO MÁX.

Leia mais

CONTEÚDO: Capítulo 4. Válvulas Industriais. Email: vendas@jefferson.ind.br Fone: 016 3622-5744/3622-9851 Site: www.jefferson.ind.

CONTEÚDO: Capítulo 4. Válvulas Industriais. Email: vendas@jefferson.ind.br Fone: 016 3622-5744/3622-9851 Site: www.jefferson.ind. CONTEÚDO: Capítulo 4 Válvulas Industriais Email: vendas@jefferson.ind.br Fone: 016 3622-5744/3622-9851 Site: 1 VÁLVULAS DEFINIÇÃO: DISPOSITIVOS DESTINADOS A ESTABELECER, CONTROLAR E INTERROMPER O FLUXO

Leia mais

Automação Hidráulica

Automação Hidráulica Automação Hidráulica Definição de Sistema hidráulico Conjunto de elementos físicos associados que, utilizando um fluido como meio de transferência de energia, permite a transmissão e o controle de força

Leia mais

MATERIAIS EMPREGADOS NAS REDES DE ESGOTOS SANITÁRIOS

MATERIAIS EMPREGADOS NAS REDES DE ESGOTOS SANITÁRIOS MATERIAIS EMPREGADOS NAS REDES DE ESGOTOS SANITÁRIOS 1 - INTRODUÇÃO. A escolha do material a empregar (tipo de tubulação) nas redes coletoras de esgotos sanitários é função das características dos esgotos,

Leia mais

17:46. Departamento de Construção Civil FUNDAÇÕES INDIRETAS MOLDADAS IN LOCO (PARTE 2)

17:46. Departamento de Construção Civil FUNDAÇÕES INDIRETAS MOLDADAS IN LOCO (PARTE 2) FUNDAÇÕES INDIRETAS MOLDADAS IN LOCO (PARTE 2) Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção Versão 2013 1 Fundações indiretas profundas 1. Pré-moldadas 2. Moldadas in loco Prof. Dr. Marcelo

Leia mais

302.2D. Miniescavadora hidráulica. Motor Potência bruta (ISO 14396) 17,9 kw 24,3 hp

302.2D. Miniescavadora hidráulica. Motor Potência bruta (ISO 14396) 17,9 kw 24,3 hp 302.2D Miniescavadora hidráulica Motor Potência bruta (ISO 14396) 17,9 kw 24,3 hp Pesos Peso em operação com cabina 2135 kg 4707 lb Peso em operação com tejadilho 2025 kg 4464 lb Flexibilidade e eficiência

Leia mais

Compressor Portátil MOBILAIR M 135

Compressor Portátil MOBILAIR M 135 www.kaeser.com Compressor Portátil MOBILAIR M 135 Com o mundialmente renomado PERFIL SIGMA Vazão 10,5 a 13,0 m³/min Feito na Alemanha A renomada linha de compressores portáteis MOBILAIR da KAESER é fabricada

Leia mais

INTRODUÇÃO AOS MÉTODOS NÃO DESTRUTIVOS

INTRODUÇÃO AOS MÉTODOS NÃO DESTRUTIVOS INTRODUÇÃO AOS MÉTODOS NÃO DESTRUTIVOS Palestrante: Engº Sérgio Augusto Palazzo ABRATT Associação Brasileira de Tecnologia Não Destrutiva - MND Associada a ISTT de Londres (International Society for Trenchless

Leia mais

NEW HOLLAND CR CR9060

NEW HOLLAND CR CR9060 NEW HOLLAND CR CR9060 A extraordinária colheitadeira de alta capacidade da New Holland. Líder mundial em colheita, a New Holland vem sempre pesquisando e desenvolvendo produtos para atender às necessidades

Leia mais

Guindaste Truck Crane STC250H. Capacidade de carga: 25 t

Guindaste Truck Crane STC250H. Capacidade de carga: 25 t Guindaste Truck Crane STC250H Capacidade de carga: 25 t Sumário Grupo Sany... 4 Sany do Brasil... 5 Linha de produtos... 6 Apresentação do guindaste STC250H... 8 Velocidade de giro e ângulo de elevação...

Leia mais

Ferramentas Industriais Bosch www.boschproductiontools.com

Ferramentas Industriais Bosch www.boschproductiontools.com Ferramentas Industriais Bosch www.boschproductiontools.com Tecnologia para a vida EXACT Parafusadeiras a Bateria / Elétricas Nossa embreagem de desligamento foi desenvolvida para minimizar a influência

Leia mais

CATÁLOGO DE PRODUTOS

CATÁLOGO DE PRODUTOS CATÁLOGO DE PRODUTOS Índice 1.0 Conexões Pneumática Instantâneas...... 4 1.1 - Redutores... 7 1.2 Válvulas Manuais... 8 2.0 Acessórios Pneumáticos... 8 3.0 Válvulas Mecânicas... 10 3.1 Piloto... 10 3.2

Leia mais

GeoTigre. Características Técnicas. Função e Aplicação. Benefícios. Irrigação GeoTigre

GeoTigre. Características Técnicas. Função e Aplicação. Benefícios. Irrigação GeoTigre Seguindo sua tradição de suprir os setores de recursos hídricos e saneamento com soluções técnicas e econômicas, a TIGRE disponibiliza no mercado a linha, filtros e tubos de revestimento para poços tubulares

Leia mais

ESTACAS HÉLICE CONTÍNUA, PROVAS DE CARGA ESTÁTICA e ENSAIOS DINÂMICOS. Eng. Marcio Abreu de Freitas GEOFIX FUNDAÇÕES

ESTACAS HÉLICE CONTÍNUA, PROVAS DE CARGA ESTÁTICA e ENSAIOS DINÂMICOS. Eng. Marcio Abreu de Freitas GEOFIX FUNDAÇÕES 1 ESTACAS HÉLICE CONTÍNUA, PROVAS DE CARGA ESTÁTICA e ENSAIOS DINÂMICOS Eng. Marcio Abreu de Freitas GEOFIX FUNDAÇÕES 2 ÍNDICE: 1) Estacas Hélice Continua 2) Provas de Carga Estática 3) Ensaios Dinâmicos

Leia mais

Válvulas Automáticas de Controle e Fluxo

Válvulas Automáticas de Controle e Fluxo Válvulas Automáticas de Controle e Fluxo As válvulas automáticas são utilizadas em processos de automação ou acionamento remoto para controle de fluxo de líquidos e gases, e também nos processos de dosagem

Leia mais

Professor Douglas Constancio. 1 Elementos especiais de fundação. 2 Escolha do tipo de fundação

Professor Douglas Constancio. 1 Elementos especiais de fundação. 2 Escolha do tipo de fundação Professor Douglas Constancio 1 Elementos especiais de fundação 2 Escolha do tipo de fundação Americana, junho de 2005 0 Professor Douglas Constancio 1 Elementos especiais de fundação Americana, junho de

Leia mais

DOSADORES HIDRÁULICOS MULTI-PROPÓSITOS

DOSADORES HIDRÁULICOS MULTI-PROPÓSITOS DOSADORES HIDRÁULICOS MULTI-PROPÓSITOS Os dosadores de produtos químicos MixRite são acionados unicamente por meio da água, sem outro requerimento adicional de energia. Dosadores Um passo adiante tubos

Leia mais

(19) 3541-2000 - contato@dispelempilhadeiras.com.br www.dispelempilhadeiras.com.br

(19) 3541-2000 - contato@dispelempilhadeiras.com.br www.dispelempilhadeiras.com.br CE CERTIFICADO EMPILHADEIRAS A transmissão 2-3 T possui estrutura avançada tipo flutuante, a única na China. Estruturas flutuantes são projetadas para reduzir a transmissão das vibrações ao chassis em

Leia mais

Volvo Trucks. Driving Progress. novo Volvo VM. DISTRIBUIÇÃO 4x2R / 6x2R / 8x2R

Volvo Trucks. Driving Progress. novo Volvo VM. DISTRIBUIÇÃO 4x2R / 6x2R / 8x2R Volvo Trucks. Driving Progress novo Volvo VM DISTRIBUIÇÃO 4x2R / 6x2R / 8x2R Entregas garantidas e economia sempre. O novo Volvo VM é um caminhão semipesado, confortável, seguro e o mais econômico da categoria.

Leia mais

Válvulas: Podem ser: -CONTROLADORAS DE DIREÇÃO. -CONTROLADORAS DE FLUXO. -CONTROLADORAS DE PRESSÃO. - DE BLOQUEIO.

Válvulas: Podem ser: -CONTROLADORAS DE DIREÇÃO. -CONTROLADORAS DE FLUXO. -CONTROLADORAS DE PRESSÃO. - DE BLOQUEIO. Válvulas: São os elementos utilizados para comando dos atuadores, exercendo função preponderante dentro dos circuitos fluídicos e são classificadas conforme suas funções. Podem ser: -CONTROLADORAS DE DIREÇÃO.

Leia mais

REBAIXAMENTO DO LENÇOL FREÁTICO

REBAIXAMENTO DO LENÇOL FREÁTICO Índice 1 Rebaixamento por Poços Injetores e Bombas Submersas 2 Método construtivo 3 Rebaixamento à Vácuo 4 Norma 5 Método construtivo 6 Equipe de trabalho 1 Rebaixamento Por Poços Rebaixamento por poços

Leia mais

Instruções para Implementadores Volvo Truck Corporation

Instruções para Implementadores Volvo Truck Corporation Instruções para Implementadores Volvo Truck Corporation Características Construtivas Tomada de Força VM Contents Generalidades, página 2 Tomada de força montada na caixa de mudanças, página 2 Tomada de

Leia mais

REGULAMENTO BAJA SAE BRASIL CAPÍTULO 5 REQUISITOS GERAIS DO VEÍCULO

REGULAMENTO BAJA SAE BRASIL CAPÍTULO 5 REQUISITOS GERAIS DO VEÍCULO REGULAMENTO BAJA SAE BRASIL CAPÍTULO 5 REQUISITOS GERAIS DO VEÍCULO RBSB 5 EMENDA 0 DATA DE EFETIVIDADE: 01 DE JANEIRO DE 2010 2/9 CONTROLE DE REVISÃO Emenda Data de Efetividade 0 01 de Janeiro de 2010

Leia mais

Pulverizadores costais manuais. Prof.: Brandão

Pulverizadores costais manuais. Prof.: Brandão Pulverizadores costais manuais Prof.: Brandão PULVERIZADORES COSTAIS Operação Manutenção Regulagem da pulverização PJH O QUE É UM PULVERIZADOR COSTAL MANUAL? - Os pulverizadores Costais Manuais são equipamentos

Leia mais

HIDRODINÂMICA CONDUTOS SOB PRESSÃO

HIDRODINÂMICA CONDUTOS SOB PRESSÃO HIDRODINÂMICA CONDUTOS SOB PRESSÃO CONDUTOS SOB PRESSÃO Denominam-se condutos sob pressão ou condutos forçados, as canalizações onde o líquido escoa sob uma pressão diferente da atmosférica. As seções

Leia mais

MEMORIAL DE INSTALAÇÕES HIDROSANITÁRIAS

MEMORIAL DE INSTALAÇÕES HIDROSANITÁRIAS 1 MEMORIAL DE INSTALAÇÕES HIDROSANITÁRIAS A presente especificação destina-se a estabelecer as diretrizes básicas e definir características técnicas a serem observadas para execução das instalações da

Leia mais

EXECUÇÃO DE REBAIXAMENTO DO NÍVEL D ÁGUA ATRAVÉS DE POÇOS COM INJETORES

EXECUÇÃO DE REBAIXAMENTO DO NÍVEL D ÁGUA ATRAVÉS DE POÇOS COM INJETORES pág.1 EXECUÇÃO DE REBAIXAMENTO DO NÍVEL D ÁGUA ATRAVÉS DE POÇOS COM INJETORES O presente trabalho vem apresentar metodologia básica a serem empregadas na instalação e operação de sistema de rebaixamento

Leia mais

TS-300BR. ( TRANSPORTADOR: VOLVO VM 6x4R 260) 4 seções, 10,0 m ~ 32,2 m DIMENSÕES GERAIS

TS-300BR. ( TRANSPORTADOR: VOLVO VM 6x4R 260) 4 seções, 10,0 m ~ 32,2 m DIMENSÕES GERAIS TDB GUINDASTE HIDRÁULICO SOBRE RODAS CATÁLOGO DE ESPECIFICAÇÕES N TS-300BR-1(VM6x4) TS-300BR ( TRANSPORTADOR: VOLVO VM 6x4R 260) DADOS GERAIS CAPACIDADE DO GUINDASTE 30.000 kg à 2,5 m LANÇA 4 seções, 10,0

Leia mais

Tesouras demolidoras CC. Ferramentas de Demolição Silenciosas

Tesouras demolidoras CC. Ferramentas de Demolição Silenciosas Tesouras demolidoras CC Ferramentas de Demolição Silenciosas Essencial para demolição e reciclagem: Ferramentas de Demolição Silenciosas da Atlas Copco Os desenvolvimentos em termos de maquinaria e equipamentos

Leia mais

Manutenção e reparos. Manutenção no local Reparos, revisões e atualizações Caixas de transmissão de substituição direta Gerenciamento de recursos

Manutenção e reparos. Manutenção no local Reparos, revisões e atualizações Caixas de transmissão de substituição direta Gerenciamento de recursos Gama de produtos Manutenção e reparos Os engenheiros de manutenção da Radicon estão preparados às 24 horas do dia, 365 dias por ano, para fornecer os seguintes serviços em qualquer momento e em qualquer

Leia mais

PRINCIPAIS PRODUTOS PRODUZIDOS PELAS ASSOCIADAS DA ANFAVEA, POR CLASSIFICAÇÃO FISCAL

PRINCIPAIS PRODUTOS PRODUZIDOS PELAS ASSOCIADAS DA ANFAVEA, POR CLASSIFICAÇÃO FISCAL PRINCIPAIS PRODUTOS PRODUZIDOS PELAS ASSOCIADAS DA, POR CLASSIFICAÇÃO FISCAL 1. Automóveis, comerciais leves, comerciais pesados (caminhões, ônibus e chassis com motor) AUTOMÓVEIS 8703.21.00 Automóveis

Leia mais

SEMEADORAS PARA GRÃOS MIÚDOS

SEMEADORAS PARA GRÃOS MIÚDOS SEMEADORAS PARA GRÃOS MIÚDOS Plantio direto, para todo tipo de cultura. A Case IH lança no mercado na sua linha de semeadoras para todos os tipos de cultura: girassol, aveia, trigo, arroz, algodão, sorgo,

Leia mais

FLEXSUL REPRESENTAÇÕES Fone: 41 3287 6778 / Fax: 41 3287 1910

FLEXSUL REPRESENTAÇÕES Fone: 41 3287 6778 / Fax: 41 3287 1910 PD 60 SISTEMA DE TROCA UNITÁRIO Prensadora de terminais com sistema de Troca Unitário Prensa todos os tipos de mangueiras, de 3/16'' ate 2'' de diâmetro interno para 1, 2 e 4 espirais Concluída a operação

Leia mais

CATÁLOGO DE PRODUTOS. Hidráulicos

CATÁLOGO DE PRODUTOS. Hidráulicos CATÁLOGO DE PRODUTOS Hidráulicos Cilindros Hidráulicos A Hyva é a empresa número 1 no mundo na fabricação de cilindros hidráulicos telescópicos. Utilizando materiais de alta qualidade a Hyva disponibiliza

Leia mais

Seção 9 PISTÕES - ANÉIS - BIELAS

Seção 9 PISTÕES - ANÉIS - BIELAS Seção 9 PISTÕES - ANÉIS - BIELAS Índice da seção Página Bielas Montagem da biela no pistão... 4 Verificação Instalação... 7 Remoção Torque... 8 Pistões Montagem do pistão na biela... 4 Verificação do desgaste

Leia mais

5ª aula Composição do Circuito Pneumático e Atuadores

5ª aula Composição do Circuito Pneumático e Atuadores 5ª aula Composição do Circuito Pneumático e Atuadores 1 1) Elementos de trabalho são os executores das tarefas automatizadas. Cabe aos elementos de trabalho executar as tarefas que o circuito lógico determinar.

Leia mais

Caixa-Bomba para Versão Veicular. Funções. Para as Versões Rebocado e Roll On/Roll Off. Outras Versões. Tipos de Montagens. Gráfico de Desempenho

Caixa-Bomba para Versão Veicular. Funções. Para as Versões Rebocado e Roll On/Roll Off. Outras Versões. Tipos de Montagens. Gráfico de Desempenho Desempenho Superior Bomba de calda de até 2000LPM e 80 MCA que assegura qualidade e agilidade tanto nos processos de mistura e homogeneização da suspensão/calda como no abastecimento de pulverizadores.

Leia mais

Transportador Pantográfico Elétrico TPE 1000

Transportador Pantográfico Elétrico TPE 1000 Transportador Pantográfico Elétrico TPE 1000 1 Manual de operação Conteúdo : 1 Parâmetros técnicos 2 Aplicações 3 Instruções de uso e operação 4 Manutenção 5 Carregador de bateria 6 Esquema elétrico 2

Leia mais

e-mail: ederaldoazevedo@yahoo.com.br

e-mail: ederaldoazevedo@yahoo.com.br Centro de Ensino Superior do Amapá-CEAP Assunto: Fundações Indiretas Prof. Ederaldo Azevedo Aula 7 e-mail: ederaldoazevedo@yahoo.com.br Centro de Ensino Superior do Amapá-CEAP Classificação: Fundações

Leia mais

HYDAC KineSys Sistemas de acionamento

HYDAC KineSys Sistemas de acionamento HYDAC KineSys Sistemas de acionamento Veículos de manuseio de materiais Usinas termelétricas Máquinas injetoras de plástico Seu parceiro profissional para soluções de acionamento Todas as condições para

Leia mais

Métodos Não Destru.vos em Projetos de Dutos da Petrobras

Métodos Não Destru.vos em Projetos de Dutos da Petrobras Métodos Não Destru.vos em Projetos de Dutos da Petrobras Ana Cecília Soares Engenharia de Dutos da Petrobras Normalização Técnica Normas Internacionais ASME B31.4 ASME B31.8 Normas Brasileiras NBR 15.280-1

Leia mais

Instruções de montagem

Instruções de montagem Instruções de montagem Indicações importantes relativas às instruções de montagem VOSS O desempenho e a segurança mais elevados possíveis no funcionamento dos produtos VOSS só serão obtidos se forem cumpridas

Leia mais

Completação. Prof. Delmárcio Gomes

Completação. Prof. Delmárcio Gomes Completação Prof. Delmárcio Gomes Ao final desse capítulo, o treinando poderá: Explicar o conceito de completação; Diferenciar os tipos de completação; Identificar as etapas de uma intervenção de completação;

Leia mais

INTRODUÇÃO CARACTERÍSTICAS. MODELO FE 45 CAPACIDADE DE PERFURAÇÃO Ø 45 mm PROFUNDIDADE DE CORTE TIPO DE ENCAIXE CM 2 MEDIDAS DE SEGURANÇA

INTRODUÇÃO CARACTERÍSTICAS. MODELO FE 45 CAPACIDADE DE PERFURAÇÃO Ø 45 mm PROFUNDIDADE DE CORTE TIPO DE ENCAIXE CM 2 MEDIDAS DE SEGURANÇA 1 INTRODUÇÃO As Furadeiras de Base Magnética Merax caracterizam-se por serem robustas, porém leves e de fácil transporte. Utilizam qualquer tipo de broca, preferencialmente as brocas anulares. Trabalham

Leia mais

Manual de Operação e Manutenção

Manual de Operação e Manutenção Manual de Operação e Manutenção Rebitador Pneumático para Rebites de Repuxo SRC-3 1 Características Gerais: Leve; Alta velocidade de operação, grande potência; Baixo ruído; Baixo impacto; Curso longo;

Leia mais

UM A M ARC A DO GRUPO ESPIRODUTOS

UM A M ARC A DO GRUPO ESPIRODUTOS VENTILADORES AXIAL UM A M ARC A DO GRUPO ESPIRODUTOS DESCRIÇÃO E NOMENCLATURA DE VENTILADORES AXIAL Diâmetro Fabricação Aspiração Rotor Empresa Ex: EAFN 500 Diâmetro da seleção Tipo de Fabricação G = Gabinete

Leia mais

Rebaixamento do Lençol Freático

Rebaixamento do Lençol Freático Rebaixamento do Lençol Freático Índice 1. Rebaixamento por Poços 2. Bombas Submersas 3. Rebaixamento à Vácuo 4. Norma 5. Método construtivo 6. Equipe de trabalho 1. Rebaixamento Por Poços Rebaixamento

Leia mais

Semeadoras. Plantadora de linha, hidráulica, plantio direto, pequena propriedade. Moderna, versátil e resistente. Planta soja, milho, feijão e sorgo.

Semeadoras. Plantadora de linha, hidráulica, plantio direto, pequena propriedade. Moderna, versátil e resistente. Planta soja, milho, feijão e sorgo. Semeadoras 1. Semeadora MAX Seed Line Plantadora de linha, hidráulica, plantio direto, pequena propriedade. Moderna, versátil e resistente. Planta soja, milho, feijão e sorgo. Características: Distribuição

Leia mais

Tipos de Fundações. Tipos de Fundações. Fundações. Tubulões à ar comprimido - exemplos:

Tipos de Fundações. Tipos de Fundações. Fundações. Tubulões à ar comprimido - exemplos: Universidade Federal do Espírito Santo Centro Tecnológico Departamento de Engenharia Civil Tecnologia da Construção Civil I Tubulões à ar comprimido - exemplos: Fundações Profa. Geilma Lima Vieira geilma.vieira@gmail.com

Leia mais

Tipos de tratores agrícolas

Tipos de tratores agrícolas Tratores Agrícolas Tipos de tratores agrícolas Tratores agrícolas São máquinas projetadas para tracionar, transportar e fornecer potência para máquinas e implementos agrícolas. O desenvolvimento de tratores

Leia mais

Geotigre 1. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS: Função: Exploração de águas subterrâneas em poços tubulares profundos;

Geotigre 1. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS: Função: Exploração de águas subterrâneas em poços tubulares profundos; Geotigre Localização no Website Tigre: Obra Predial Poços GEOTIGRE Função: Exploração de águas subterrâneas em poços tubulares profundos; Aplicações: Completação de poços tubulares totalmente ou parcialmente

Leia mais

New Holland TC. TC5070 TC5070 Exitus

New Holland TC. TC5070 TC5070 Exitus New Holland TC TC5070 TC5070 Exitus DOIS MODELOS PARA CONSOLIDAR A LIDERANÇA ABSOLUTA EM TODAS AS SAFRAS. A New Holland está presente em todos os campos. Sinônimo de colheita, especialista no sucesso

Leia mais

Tipos de Poços. escavação..

Tipos de Poços. escavação.. O que é um poço Tubular Chamamos de poço toda perfuração através da qual obtemos água de um aqüífero e há muitas formas de classificá-los. Usaremos aqui uma classificação baseada em sua profundidade e

Leia mais

CENTROS DE USINAGEM VERTICAL

CENTROS DE USINAGEM VERTICAL CENTROS DE USINAGEM VERTICAL Desenho construtivo das máquinas para oferecer Alta Rigidez, Alta Velocidade e Alta Precisão A estrutura da máquina é basicamente em ferro fundido MEEHANITE, estabilizado e

Leia mais

Tratores Agrícolas 1

Tratores Agrícolas 1 Tratores Agrícolas 1 TRATOR AGRÍCOLA 1 DEFINIÇÃO???? Máquina autopropelida provida de meios que, além de lhe conferirem apoio estável sobre uma superfície horizontal, capacitam-no a tracionar, transportar

Leia mais

PC PERFURAÇÃO E COMPLETAÇÃO

PC PERFURAÇÃO E COMPLETAÇÃO PC PERFURAÇÃO E COMPLETAÇÃO Introdução: As atividades de perfuração de poços de petróleo são do seguimento upstream, que consiste em métodos que visam a segurança e a produtividade do poço. Para tais operações

Leia mais

Especifi cação Técnica. Pavimentadora de Concreto SP 92 / SP 92 i

Especifi cação Técnica. Pavimentadora de Concreto SP 92 / SP 92 i Especifi cação Técnica Pavimentadora de Concreto SP 92 / SP 92 i Especifi cação Técnica Pavimentadora de Concreto SP 92 SP 92 i Vibradores e circuitos Vibração hidráulica Vibração elétrica Vibradores de

Leia mais

POÇOS TUBULARES. Prof. Marcelo R. Barison 2009

POÇOS TUBULARES. Prof. Marcelo R. Barison 2009 POÇOS TUBULARES Prof. Marcelo R. Barison 2009 Introdução Poço mais antigo antigo Egito reinado de Mentuhotip 11º dinastia (~1990 ac) número de trabalhadores 3.000 para escavar 14 poços HOJE poços = abastecimento

Leia mais

EMPILHADEIRAS FORA DE ESTRADA

EMPILHADEIRAS FORA DE ESTRADA EMPILHADEIRAS FORA DE ESTRADA www.manitou.com / M-X 50 / M-X 70 3 toneladas M-X 50 5 toneladas M-X 70 7 toneladas 2 MANITOU: DO SEU LADO EM QUALQUER LUGAR Os modelos M-X são as máquinas mais consagradas

Leia mais

Tratores Puma Modelos disponíveis: puma 140 = puma 155 = puma 170 = puma 185 =

Tratores Puma Modelos disponíveis: puma 140 = puma 155 = puma 170 = puma 185 = TRATORES PUMA Tratores Puma Seguindo sua estratégia de oferecer um sistema de mecanização agrícola completo, a Case IH apresenta ao mercado sua nova linha de tratores de média potência da família Puma.

Leia mais

Conheça nossas fábricas:

Conheça nossas fábricas: Guindastes Conheça nossas fábricas: UNIDADE 2 Fábrica complementar da Grimaldi, onde encontra-se os mais novos e tecnológicos processos de produção que garantem a excelência dos produtos Grimaldi. Santo

Leia mais

Bomba injetora: todo cuidado é pouco

Bomba injetora: todo cuidado é pouco Bomba injetora: todo cuidado é pouco Bomba injetora: todo cuidado é pouco Veja como identificar os problemas da bomba injetora e retirá-la corretamente em casos de manutenção Carolina Vilanova A bomba

Leia mais

PRINCIPAIS PRODUTOS PRODUZIDOS PELAS ASSOCIADAS DA ANFAVEA, POR CLASSIFICAÇÃO FISCAL (versão de 28/03/2013)

PRINCIPAIS PRODUTOS PRODUZIDOS PELAS ASSOCIADAS DA ANFAVEA, POR CLASSIFICAÇÃO FISCAL (versão de 28/03/2013) PRINCIPAIS PRODUTOS PRODUZIDOS PELAS ASSOCIADAS DA, POR CLASSIFICAÇÃO FISCAL (versão de 28/03/2013) 1. Automóveis, comerciais leves, comerciais pesados (caminhões, ônibus e chassis com motor) AUTOMÓVEIS

Leia mais

TECNICAS CONSTRUTIVAS I

TECNICAS CONSTRUTIVAS I Curso Superior de Tecnologia em Construção de Edifícios TECNICAS CONSTRUTIVAS I Prof. Leandro Candido de Lemos Pinheiro leandro.pinheiro@riogrande.ifrs.edu.br FUNDAÇÕES Fundações em superfície: Rasa, Direta

Leia mais

CONJUNTOS DE FACAS DE AR WINDJET

CONJUNTOS DE FACAS DE AR WINDJET CONJUNTOS DE FACAS WINDJET CONJUNTO DE FACAS WINDJET SOPRADORES CONJUNTOS DE FACAS WINDJET SUMÁRIO Página Visão geral dos pacotes de facas de ar Windjet 4 Soprador Regenerativo 4 Facas de ar Windjet 4

Leia mais