FORMULÁRIO DE CANDIDATURA AO APOIO AO ARRENDAMENTO HABITACIONAL. DOCUMENTAÇÃO OBRIGATÓRIA para instrução da candidatura

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "FORMULÁRIO DE CANDIDATURA AO APOIO AO ARRENDAMENTO HABITACIONAL. DOCUMENTAÇÃO OBRIGATÓRIA para instrução da candidatura"

Transcrição

1 FORMULÁRIO DE CANDIDATURA AO APOIO AO ARRENDAMENTO HABITACIONAL DOCUMENTAÇÃO OBRIGATÓRIA para instrução da candidatura (APRESENTAR ORIGINAIS E ENTREGAR FOTOCÓPIAS DE TODOS OS DOCUMENTOS) B.I./ C.C./Cédula Nascimento/ Autorização de Residência (de todos os elementos do agregado familiar); Cartão de Contribuinte (de todos os elementos do agregado familiar); Cartão de eleitor ou comprovativo de recenseamento do(s) candidato(s); Declaração emitida pela Junta de Freguesia da área de residência onde conste o tempo de permanência no Concelho e composição do agregado familiar. Última Declaração de IRS do titular e, se aplicável, das declarações de IRS dos restantes membros do agregado familiar, acompanhadas pelas respetiva(s) nota(s) de liquidação; Na ausência da Declaração de IRS, declaração da repartição de Finanças comprovativa e fundamentada da não entrega desta, e documentos comprovativos de todos os rendimentos, auferidos pelos membros do agregado familiar, dos últimos 3 meses, bem como das despesas, de acordo com o constante nos n.º s 3 e 6 do artigo 3.º do presente regulamento; Certificado de Rendimento Social de Inserção onde conste a composição do agregado familiar, o valor da prestação e os rendimentos para efeito de cálculo da mesma; Em situação de desemprego de um ou mais elementos do agregado familiar, declaração do Centro de Emprego, atestando a situação, o valor e duração do subsídio, se aplicável. Fotocópia do contrato de arrendamento ou contrato de promessa de arrendamento emitido pelo senhorio, que comprove o arrendamento e no qual conste o valor da renda, devendo os contratos já em vigor estarem devidamente participados nos serviços de finanças; Fotocópia do último recibo de renda ou de qualquer outro documento que prove o seu pagamento, nos termos gerais de direito; Licença de utilização, emitida pela Câmara Municipal, referente à habitação, ou comprovativo da sua isenção, quando a construção do edifício seja anterior à entrada em vigor do Regulamento Geral das Edificações Urbanas, aprovadas pelo Decreto-Lei nº 38382, de 7 de Agosto de 1951; Declaração emitida pela repartição de finanças, comprovativa da não existência de bens próprios, do requerente e do cônjuge ou pessoa que com ele viva em condições análogas às do cônjuge; Comprovativo(s) de doença(s) crónica(s)/ incapacidade para o trabalho (obrigatório se for o caso); Comprovativo(s) de deficiência(s) (obrigatório se for o caso); Comprovativo de frequência de ensino para maiores de 18 anos (obrigatório se for o caso); Elemento relativo à conta bancária para a qual deverá ser transferido o apoio (NIB) (A PREENCHER PELOS SERVIÇOS) Candidatura n.º/ano / Data de entrega da candidatura: / /

2 (A PREENCHER PELO REQUERENTE) 1 - IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO Nome: Data de nascimento: / _/ B.I./ C.C./ Autorização Residência/ N.º, Válido até _/ / N.º Contribuinte: Naturalidade: Morada de contacto completa: Nacionalidade: Freguesia: Código Postal: - Contacto(s) Telefónico(s) / / Habilitações Literárias: Ocupação/ Situação Profissional Actual: Empregado. Indique Profissão: Desempregado. Indique última Profissão: 1º Emprego Outra. Indique: 2 - IDENTIFICAÇÃO DOS ELEMENTOS DO AGREGADO FAMILIAR Nº Nome 1 Candidato Data de Nascimento Grau de Parentesco Ocupação/ Situação Profissional Actual Observações

3 3-SITUAÇÃO HABITACIONAL (DEVERÁ PREENCHER ESTE PONTO TENDO EM CONTA A HABITAÇÃO PARA A QUAL SE CANDIDATA AO APOIO - HABITAÇÃO JÁ ARRENDADA OU A ARRENDAR). Data de início do Contrato de Arrendamento: / / Valor da Renda: Existem rendas em atraso? Sim -Indique n.º de meses: Valor da dívida: Proprietário da Habitação (Senhorio) Nome do proprietário: Morada: Contacto (s): Morada do Fogo Arrendado / A Arrendar (riscar o que não interessa): Tipo de Habitação Tipologia (n.º de quartos) Moradia/Vivenda Apartamento Parte da Casa / Anexo Quarto Outras: T1 T2 T3 T4 T5 ou superior Condições da Habitação Estado de Conservação Luz elétrica Esgoto ou fossa Água Canalizada Sim Muito Bom Bom Razoável Mau Antiguidade Número de anos da habitação:

4 4 - SITUAÇÕES DE DOENÇA CRÓNICA/ DEFICIÊNCIA DO AGREGADO FAMILIAR (APENAS SERÃO ACEITES SE COMPROVADAS POR ATESTADO MÉDICO) Sim. Quais? 5 - DESPESAS MENSAIS DO AGREGADO FAMILIAR Despesas avultadas de saúde não contempladas em sede de declaração de IRS [alínea i) do artigo 4.º]: Sim. Qual o valor mensal? (valor comprovado, com a devida justificação médica atestando a regularidade) 6 - OBSERVAÇÕES DECLARAÇÃO SOB COMPROMISSO DE HONRA Declaro para os devidos efeitos, sob compromisso de honra, que as informações prestadas são verdadeiras e que compreendo as condições previstas no Regulamento para Apoio ao Arrendamento Habitacional do Município de Mafra, obrigando-me, por esta forma, a respeitá-las integralmente. Declaro que não sou proprietário, usufrutuário ou arrendatário de outra casa de habitação, que a habitação a arrendar não é propriedade de nenhum parente ou afins e ainda, que não estou incluído noutros programas de apoio ao arrendamento. Autorizo esta Câmara Municipal a efectuar as averiguações necessárias à análise deste pedido de subsídio. Mais declaro, que tomei conhecimento da obrigatoriedade de comunicar, por escrito, no prazo máximo de 5 dias, à Câmara Municipal de Mafra, qualquer alteração relativa a morada, rendimentos, ou composição do agregado familiar. ACORDO DE ACOMPANHAMENTO Declaro para os devidos efeitos, sob compromisso de honra, que me encontro disponível para participar em todas as ações de acompanhamento (visitas domiciliárias, acções de formação, atendimentos, entre outros), promovidos pela Câmara Municipal de Mafra, durante o período de atribuição de apoio. A recusa não justificada destas acções poderá levar à cessação do apoio Data: /_ /

5 Assinatura do requerente:

PARTICIPAÇÃO DE SINISTRO INVALIDEZ OU INCAPACIDADES

PARTICIPAÇÃO DE SINISTRO INVALIDEZ OU INCAPACIDADES PARTICIPAÇÃO DE SINISTRO INVALIDEZ OU INCAPACIDADES O preenchimento completo desta participação é fundamental para a rápida resolução deste processo. É estritamente necessário identificar o nº de contribuinte

Leia mais

Aviso de abertura Atribuição de Habitação Social em Regime de Arrendamento Apoiado

Aviso de abertura Atribuição de Habitação Social em Regime de Arrendamento Apoiado Aviso de abertura Atribuição de Habitação Social em Regime de Arrendamento Apoiado Avisam-se todos os interessados que podem ser apresentadas até ao dia 3 de novembro de 2015, as candidaturas para atribuição

Leia mais

REGULAMENTO PARA ATRIBUIÇÃO DE HABITAÇÕES SOCIAIS PREÂMBULO

REGULAMENTO PARA ATRIBUIÇÃO DE HABITAÇÕES SOCIAIS PREÂMBULO REGULAMENTO PARA ATRIBUIÇÃO DE HABITAÇÕES SOCIAIS PREÂMBULO A Constituição da República Portuguesa consagra no seu Artigo 65.º-1, no capítulo reservado aos direitos e deveres sociais, o Direito à Habitação,

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE BELMONTE REGULAMENTO. Subsídio "Apoio ao Estudante"

CÂMARA MUNICIPAL DE BELMONTE REGULAMENTO. Subsídio Apoio ao Estudante CÂMARA MUNICIPAL DE BELMONTE REGULAMENTO Subsídio "Apoio ao Estudante" A educação é a forma mais simples de transformar uma sociedade. Uma população mais culta permite acolher novas ideias de futuro e

Leia mais

Regulamento de Concessão de Bolsas de Estudo Para o Ensino Superior. Aprovado após deliberação em reunião de Câmara de dia 16 de Dezembro de 2009

Regulamento de Concessão de Bolsas de Estudo Para o Ensino Superior. Aprovado após deliberação em reunião de Câmara de dia 16 de Dezembro de 2009 Regulamento de Concessão de Bolsas de Estudo Para o Ensino Superior Aprovado após deliberação em reunião de Câmara de dia 16 de Dezembro de 2009 Beja, 2009 Artigo 1º Objecto O presente regulamento estabelece

Leia mais

Câmara Municipal. Município de Alenquer. Exmo. Senhor Presidente da Câmara Municipal de Alenquer,

Câmara Municipal. Município de Alenquer. Exmo. Senhor Presidente da Câmara Municipal de Alenquer, Departamento de Urbanismo Município de Alenquer Câmara Municipal REGISTO DE ENTRADA Nº Em / / Proc. N.º / / O Func. Exmo. Senhor Presidente da Câmara Municipal de Alenquer, EMISSÃO DE ALVARÁ DE OBRAS DE

Leia mais

REGULAMENTO DE ATRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE ESTUDO. Preâmbulo

REGULAMENTO DE ATRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE ESTUDO. Preâmbulo REGULAMENTO DE ATRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE ESTUDO Preâmbulo Faz parte da missão do grupo Águas de Portugal (Grupo AdP) constituir-se como uma referência no setor do ambiente, de forma a promover a universalidade,

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2016.2 INSCRIÇÕES 7 a 10 de junho de 2016, exclusivamente pelo site: http://siteprouni.mec.gov.br/. DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS Primeira chamada: 13 de junho de 2016 Segunda chamada: 27

Leia mais

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO FINANCEIRA ÀS ENTIDADES SEM FINS LUCRATIVOS PROMOTORAS DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E DE SAÚDE DO CONCELHO DE SINTRA

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO FINANCEIRA ÀS ENTIDADES SEM FINS LUCRATIVOS PROMOTORAS DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E DE SAÚDE DO CONCELHO DE SINTRA 1/6 PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO FINANCEIRA ÀS ENTIDADES SEM FINS LUCRATIVOS PROMOTORAS DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E DE SAÚDE DO CONCELHO DE SINTRA FORMULÁRIO DE CANDIDATURA (nº SM ) Exmº Sr. Presidente da Câmara

Leia mais

Tarifário para Tarifário para 2015

Tarifário para Tarifário para 2015 Tarifário para 2015 Setembro de 2014 Página 1 de 12 Índice Tarifas de Abastecimento... 3 Tarifas de Saneamento... 4 Outros serviços de abastecimento... 5 Outros serviços de saneamento... 7 Processos de

Leia mais

GUIA PRÁTICO REEMBOLSO DE DESPESAS DE FUNERAL INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO REEMBOLSO DE DESPESAS DE FUNERAL INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO REEMBOLSO DE DESPESAS DE FUNERAL INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Reembolso de Despesas de Funeral (7007 V4.14) PROPRIEDADE Instituto da Segurança Social,

Leia mais

PROJETO REGULAMENTO MUNICIPAL DO PROGRAMA DE COMPARTICIPAÇÃO DE MEDICAMENTOS AOS IDOSOS CARENCIADOS

PROJETO REGULAMENTO MUNICIPAL DO PROGRAMA DE COMPARTICIPAÇÃO DE MEDICAMENTOS AOS IDOSOS CARENCIADOS PROJETO REGULAMENTO MUNICIPAL DO PROGRAMA DE COMPARTICIPAÇÃO DE MEDICAMENTOS AOS IDOSOS CARENCIADOS PREÂMBULO Os idosos são tradicionalmente um grupo social com dificuldades reconhecidas que advém, sobretudo

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA A VENDA E ARRENDAMENTO DE ESPAÇOS COMERCIAIS NO NOVO MERCADO DA PRAIA ANUNCIO

CONCURSO PÚBLICO PARA A VENDA E ARRENDAMENTO DE ESPAÇOS COMERCIAIS NO NOVO MERCADO DA PRAIA ANUNCIO CONCURSO PÚBLICO PARA A VENDA E ARRENDAMENTO DE ESPAÇOS COMERCIAIS NO NOVO MERCADO DA PRAIA ANUNCIO 1. Identificação da entidade adjudicante Designação da entidade adjudicante: Câmara Municipal da Praia

Leia mais

REQUERIMENTO. Apoio Social às Famílias

REQUERIMENTO. Apoio Social às Famílias REQUERIMENTO Apoio Social às Famílias Data Entrega Requerimento: / / Data Entrega documentos: / / N.º de processo: Informação técnica: Valor a conceder: Tipo de apoio a conceder: Despacho: / / O Presidente

Leia mais

MUNICIPIO DE MESÃO FRIO

MUNICIPIO DE MESÃO FRIO MUNICIPIO DE MESÃO FRIO REGULAMENTO MUNICIPAL DO PROGRAMA SOCIAL DE APOIO À HABITAÇÃO DO MUNICIPIO DE MESÃO FRIO A, em conformidade com as atribuições e competências consignadas aos Municípios, nomeadamente

Leia mais

Pagamento da taxa através da guia n.º de / /

Pagamento da taxa através da guia n.º de / / Registo de Entrada N.º Proc.º Em / / Funcionário: Informação - Prosseguir seus termos Em / / A Responsável da U.O.F.U.O.S.U. Despacho - Prosseguir seus termos Em / / O Vereador do Pelouro Exm.º Senhor:

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PROUNI

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PROUNI DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PROUNI Documentação a ser apresentada pelo candidato e membros do grupo familiar, quando for o caso, na fase de comprovação de informações. É vedado ao coordenador do Prouni pedir

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PROUNI

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PROUNI DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PROUNI Documentação a ser apresentada pelo candidato e membros do grupo familiar, quando for o caso, na fase de comprovação de informações. É vedado ao coordenador do Prouni pedir

Leia mais

ANEXO I LISTA DE DOCUMENTOS PARA MATRÍCULA

ANEXO I LISTA DE DOCUMENTOS PARA MATRÍCULA ANEXO I LISTA DE DOCUMENTOS PARA MATRÍCULA A) CANDIDATOS OPTANTES DA AMPLA CONCORRÊNCIA: 1. Fotocópias autenticadas: a) Documento de identidade* b) CPF c) Título de eleitor, para maiores de 18 (dezoito)

Leia mais

Coordenadoria de Assistência Estudantil COAE. Setor de Serviço Social TERMO DE COMPROMISSO PARA RECEBIMENTO DE BENEFÍCIOS DA ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL

Coordenadoria de Assistência Estudantil COAE. Setor de Serviço Social TERMO DE COMPROMISSO PARA RECEBIMENTO DE BENEFÍCIOS DA ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL Coordenadoria de Assistência Estudantil COAE Setor de Serviço Social TERMO DE COMPROMISSO PARA RECEBIMENTO DE BENEFÍCIOS DA ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL Para: Coordenadoria de Assistência Estudantil COAE O aluno

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL - MARINHA

MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL - MARINHA MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL - MARINHA Instituto Hidrográfico IH BOLSA DE INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA FORMULÁRIO DE CANDIDATURA INDIVIDUAL* A preencher pelo candidato Bolsa / Reservado aos Serviços Nome completo:

Leia mais

ATRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE ESTUDO NO DOMÍNIO DA MÚSICA

ATRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE ESTUDO NO DOMÍNIO DA MÚSICA ATRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE ESTUDO NO DOMÍNIO DA MÚSICA FORMULÁRIO DE CANDIDATURA INSTRUÇÕES PARA PREENCHIMENTO: Todos os campos são de preenchimento obrigatório. O Anexo ao formulário de candidatura deverá

Leia mais

Regulamento de Atribuição de Lotes de Terreno para Autoconstrução

Regulamento de Atribuição de Lotes de Terreno para Autoconstrução CAPÍTULO I PROCESSO DE CEDÊNCIA Artigo 1.º Do regime Os lotes de terreno serão vendido em regime de direito de superfície sempre e quando se destinem a agregados familiares para habitação própria. Artigo

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL INSTITUTO DE ACÇÃO SOCIAL DAS FORÇAS ARMADAS

MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL INSTITUTO DE ACÇÃO SOCIAL DAS FORÇAS ARMADAS MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL INSTITUTO DE ACÇÃO SOCIAL DAS FORÇAS ARMADAS Assistência na Doença aos Militares Assessoria Técnica de Saúde Gabinete de Relatórios Prévios AVISO Têm-se constatado atrasos

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE BARRETOS Informações aos candidatos inscritos BOLSA REMANESCENTE - ProUni 2016

CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE BARRETOS Informações aos candidatos inscritos BOLSA REMANESCENTE - ProUni 2016 CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE BARRETOS Informações aos candidatos inscritos BOLSA REMANESCENTE - ProUni 2016 O candidato que concluir a inscrição para bolsa remanescente deverá entregar

Leia mais

Santana Lopes, Castro, Vieira, Teles, Silva Lopes, Calado, Cardoso & Associados R. L. Rua Castilho, n.º 67-2º andar * Lisboa Tel:

Santana Lopes, Castro, Vieira, Teles, Silva Lopes, Calado, Cardoso & Associados R. L. Rua Castilho, n.º 67-2º andar * Lisboa Tel: A Global Lawyers, Santana Lopes, Castro, Vieira, Teles, Silva Lopes, Calado, Cardoso & Associados Sociedade de Advogados, R. L. resulta da fusão de vontades de vários profissionais com vasto curriculum

Leia mais

GUIA PRÁTICO CONCURSO VENDA DE IMÓVEIS

GUIA PRÁTICO CONCURSO VENDA DE IMÓVEIS GUIA PRÁTICO CONCURSO VENDA DE IMÓVEIS ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/10 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Concurso Venda de Imóveis PROPRIEDADE Segurança Social Património Imobiliário Instituto

Leia mais

Candidatura a Bolsa de Estudo

Candidatura a Bolsa de Estudo N.º Entrada Data / / Despacho: Funcionário: FORMULÁRIO DE CANDIDATURA 1.IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO Exmo. Senhor Presidente da Câmara Municipal de Oleiros Nome: Morada (rua, praça, av.): Nº/Lote: Localidade:

Leia mais

REGULAMENTO DE ATRIBUIÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO (1ª REVISÃO)

REGULAMENTO DE ATRIBUIÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO (1ª REVISÃO) REGULAMENTO DE ATRIBUIÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO (1ª REVISÃO) PREÂMBULO O Centro de Apoio Social e Acolhimento C.A.S.A. Bernardo Manuel Silveira Estrela, doravante designado por C.A.S.A., é uma Instituição

Leia mais

1. O que é a Medida Incentivo à Aceitação de Ofertas de Emprego? 2. Que pessoas podem beneficiar do apoio financeiro?

1. O que é a Medida Incentivo à Aceitação de Ofertas de Emprego? 2. Que pessoas podem beneficiar do apoio financeiro? 1. O que é a Medida Incentivo à Aceitação de Ofertas de Emprego? E uma medida de emprego que pretende apoiar financeiramente os desempregados, a receber subsídio de desemprego, que celebrem contratos de

Leia mais

ANEXO I (Redação dada pela Portaria Normativa 22/2014/MEC)

ANEXO I (Redação dada pela Portaria Normativa 22/2014/MEC) ANEXO I (Redação dada pela Portaria Normativa DOCUMENTOS A SEREM APRESENTADOS NA CPSA (Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento) FACULDADE - IES 1. IDENTIFICAÇÃO DO ESTUDANTE E DOS MEMBROS DO

Leia mais

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO POR ASSISTÊNCIA DE TERCEIRA PESSOA

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO POR ASSISTÊNCIA DE TERCEIRA PESSOA Manual de GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO POR ASSISTÊNCIA DE TERCEIRA PESSOA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/14 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Subsídio por Assistência

Leia mais

GUIA PRÁTICO DISPENSA DE PAGAMENTO DE CONTRIBUIÇÕES 1º EMPREGO E DESEMPREGADO LONGA DURAÇÃO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO DISPENSA DE PAGAMENTO DE CONTRIBUIÇÕES 1º EMPREGO E DESEMPREGADO LONGA DURAÇÃO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO DISPENSA DE PAGAMENTO DE CONTRIBUIÇÕES 1º EMPREGO E DESEMPREGADO LONGA DURAÇÃO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Dispensa de Pagamento de Contribuições 1º

Leia mais

NOTA INFORMATIVA Licenças sem vencimento / Licenças sem remuneração

NOTA INFORMATIVA Licenças sem vencimento / Licenças sem remuneração NOTA INFORMATIVA Licenças sem vencimento / Licenças sem remuneração Com vista à uniformização de entendimentos procede-se aos seguintes esclarecimentos sobre a concessão de licenças sem vencimento/remuneração,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS COORDENAÇÃO DE INTEGRAÇÃO ESTUDANTIL EDITAL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS COORDENAÇÃO DE INTEGRAÇÃO ESTUDANTIL EDITAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO EDITAL 06-2014 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA INGRESSO POR COTAS SOCIAIS CHAMADA ORAL SISU/ENEM VERÃO 2014 A Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (PRAE), através da Coordenação de Integração

Leia mais

Regulamento Casas Com Gente - ARU

Regulamento Casas Com Gente - ARU Regulamento Casas Com Gente - ARU Aprovado pela Assembleia Municipal, na reunião de 29 de Abril de 2013 Publicado no Boletim Municipal nº 52 (Abril/Juno 2013) MUNICÍPIO DE CORUCHE CÂMARA MUNICIPAL Regulamento

Leia mais

PONTUAÇÃO DA AVALIAÇÃO CURRICULAR QUADRO 1 PONTUAÇÃO DA AVALIAÇÃO CURRICULAR COORDENADOR SOCIAL. Candidato: Documentos: ( )completos ( ) incompletos

PONTUAÇÃO DA AVALIAÇÃO CURRICULAR QUADRO 1 PONTUAÇÃO DA AVALIAÇÃO CURRICULAR COORDENADOR SOCIAL. Candidato: Documentos: ( )completos ( ) incompletos PONTUAÇÃO DA AVALIAÇÃO CURRICULAR Observação: O candidato que não apresentar comprovante que atenda aos requisitos exigidos não terá seu currículo analisado e estará eliminado, após ter sua documentação

Leia mais

INSTITUTO DA HABITAÇÃO E DA REABILITAÇÃO URBANA, IP

INSTITUTO DA HABITAÇÃO E DA REABILITAÇÃO URBANA, IP INSTITUTO DA HABITAÇÃO E DA REABILITAÇÃO URBANA, IP 2015 DIREÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO E RECURSOS HUMANOS DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS DARH/DRH Contrato de Emprego-Inserção 1 W W W.PORTALDAHABITACAO.PT

Leia mais

VICE-CONSULADO DE PORTUGAL CURITIBA

VICE-CONSULADO DE PORTUGAL CURITIBA ATENÇÃO: NÃO EFECTUAR PAGAMENTO NO SITE DO CONSULADO GERAL EM SÃO PAULO (DÚVIDAS FAVOR CONTACTAR O VICE CONSULADO EM ) VISTO PARA ESTUDAR EM PORTUGAL Estudo, Intercâmbio de estudantes, estagio profissional

Leia mais

Nome completo Data de Nascimento (dd-mm-aaaa) Morada Familiar Código Postal Freguesia. B.I. NIF (Contribuinte) Telefone Telemóvel

Nome completo Data de Nascimento (dd-mm-aaaa) Morada Familiar Código Postal Freguesia. B.I. NIF (Contribuinte) Telefone Telemóvel Ex.mo Senhor Presidente da Câmara Municipal de Barcelos C A N D I D A T U R A A B O L S A D E E S T U D O E N S I N O S U P E R I O R Responda a todos os itens de forma mais completa possível. 1. Estabelecimento

Leia mais

Subsídio de Doença Direção-Geral da Segurança Social março 2015

Subsídio de Doença Direção-Geral da Segurança Social março 2015 Direção-Geral da Segurança Social março 2015 O é uma prestação em dinheiro atribuída ao beneficiário para compensar a perda de remuneração, resultante do impedimento temporário para o trabalho, por motivo

Leia mais

Regulamento de implementação e funcionamento da Loja Social de Alenquer

Regulamento de implementação e funcionamento da Loja Social de Alenquer Regulamento de implementação e funcionamento da Loja Social de Alenquer Nota Justificativa Num contexto marcado por uma profunda crise sócio-económica, que origina o crescente aumento de situações de pobreza

Leia mais

GUIA PRÁTICO CONCURSO VENDA DE IMÓVEIS

GUIA PRÁTICO CONCURSO VENDA DE IMÓVEIS GUIA PRÁTICO CONCURSO VENDA DE IMÓVEIS INSTITUTO DE GESTÃO FINANCEIRA DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P. ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/14 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Concurso Venda de Imóveis PROPRIEDADE

Leia mais

ANEXO I. Relação de documentos comprobatórios para análise socioeconômica

ANEXO I. Relação de documentos comprobatórios para análise socioeconômica ANEXO I Relação de documentos comprobatórios para análise socioeconômica 1 Relação de documentos do Candidato: - Carteira de Identidade; - CPF; - Carteira profissional: apresentar fotocópia das páginas:

Leia mais

Instruções Adicionais para os Candidatos às Vagas do Sistema de Cotas

Instruções Adicionais para os Candidatos às Vagas do Sistema de Cotas Instruções Adicionais para os Candidatos às Vagas do Sistema de Cotas 1. DAS INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES 1.1 Para concorrer às vagas reservadas pelo sistema de cotas, o candidato deverá: a) Preencher os

Leia mais

EDITAL 13/2013 PROCEDIMENTO DE AVALIAÇÃO SOCIOECONÔMICA

EDITAL 13/2013 PROCEDIMENTO DE AVALIAÇÃO SOCIOECONÔMICA EDITAL 13/2013 PROCEDIMENTO DE AVALIAÇÃO SOCIOECONÔMICA O (IFRS) - Câmpus Caxias do Sul, em cumprimento às determinações da Lei nº 9.394/96 e legislação regulamentadora, comunica a abertura de Processo

Leia mais

NOME MORADA TELEFONE TELEMÓVEL E-MAIL DATA DE NASCIMENTO / / NATURALIDADE NACIONALIDADE Nº DOCUMENTO DE IDENTIFICAÇÃO (BI/CC) DATA DE VALIDADE / /

NOME MORADA TELEFONE TELEMÓVEL E-MAIL DATA DE NASCIMENTO / / NATURALIDADE NACIONALIDADE Nº DOCUMENTO DE IDENTIFICAÇÃO (BI/CC) DATA DE VALIDADE / / Página 1 de 5 MUNICIPIO DE VENDAS NOVAS - SERVIÇO DE INTERVENÇÃO SOCIAL FORMULÁRIO DE CANDIDATURA A HABITAÇÃO MUNICIPAL Exmo. Senhor Presidente da Câmara Municipal de Vendas Novas 1 - IDENTIFICAÇÃO DO/A

Leia mais

Viseu Aconchega. Objetivos do projeto:

Viseu Aconchega. Objetivos do projeto: Normas de Admissão Viseu Aconchega O Projeto Viseu Aconchega tem como finalidade o combate à solidão, a ajuda aos estudantes com dificuldades em alojamento e a revitalização do centro histórico, através

Leia mais

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES FAQ s Regime Geral de Segurança Social dos Trabalhadores Independentes

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES FAQ s Regime Geral de Segurança Social dos Trabalhadores Independentes PERGUNTAS MAIS FREQUENTES FAQ s Regime Geral de Segurança Social dos Trabalhadores Independentes 1 Que categorias profissionais se encontram abrangidas pelo regime dos trabalhadores independentes? Estão

Leia mais

BOLSAS DE ESTUDO FORMULÁRIO DE CANDIDATURA ANO LETIVO 20 / 20

BOLSAS DE ESTUDO FORMULÁRIO DE CANDIDATURA ANO LETIVO 20 / 20 Nº da candidatura / FORMULÁRIO DE CANDIDATURA ANO LETIVO 20 / 20 1. IDENTIFICAÇÃO DO/A CANDIDATO/A Nome: Data de nascimento (aa/mm/dd): / / BI ou Cartão do Cidadão nº: válido até (aa/mm/dd) / / NIF (n.º

Leia mais

FAQ SOLICITAR ORIGINAIS E CÓPIAS DE TODA DOCUMENTAÇÃO

FAQ SOLICITAR ORIGINAIS E CÓPIAS DE TODA DOCUMENTAÇÃO FAQ SOLICITAR ORIGINAIS E CÓPIAS DE TODA DOCUMENTAÇÃO 1. Todos os membros do grupo familiar são maiores de idade? Menores de idade: solicitar apenas RG, Certidão de Nascimento e CPF; Maiores de idade:

Leia mais

DA DOCUMENTAÇÃO. Documentos do Fiador deverão ser entregues somente no Agente Financeiro (Banco). DOCUMENTOS NECESSÁRIOS

DA DOCUMENTAÇÃO. Documentos do Fiador deverão ser entregues somente no Agente Financeiro (Banco). DOCUMENTOS NECESSÁRIOS DA DOCUMENTAÇÃO Prazo para entrega da documentação após inscrição realizada: Após a conclusão da inscrição no Fies, o estudante deverá: I. Validar suas informações na Comissão Permanente de Supervisão

Leia mais

Projeto de Regulamento de Atribuição de Fogos de Habitação Jovem

Projeto de Regulamento de Atribuição de Fogos de Habitação Jovem Projeto de Regulamento de Atribuição de Fogos de Habitação Jovem Preâmbulo Hoje, mais do que nunca, os jovens estão na base das preocupações sociais. A Juventude, como tema transversal e no contexto das

Leia mais

Regulamento do Cartão Municipal do Idoso. Preâmbulo

Regulamento do Cartão Municipal do Idoso. Preâmbulo 1 Regulamento do Cartão Municipal do Idoso Preâmbulo O Município de Arronches, à semelhança da generalidade dos concelhos do interior do País, tem uma parte significativa da sua população composta por

Leia mais

Formulário de Candidatura de Apoio ao Desporto

Formulário de Candidatura de Apoio ao Desporto Entrada MUNICÍPIO DE SANTA CRUZ Req. nº / Data: / / Funcionário Formulário de Candidatura de Apoio ao Desporto Assinale com uma cruz (X) o apoio ao eixo pretendido Eixo I Promoção da atividade física para

Leia mais

GUIA PRÁTICO REDUÇÃO DE TAXA CONTRIBUTIVA PRÉ REFORMA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO REDUÇÃO DE TAXA CONTRIBUTIVA PRÉ REFORMA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO REDUÇÃO DE TAXA CONTRIBUTIVA PRÉ REFORMA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Redução de Taxa Contributiva Pré Reforma (2005 v5.4) PROPRIEDADE Instituto da

Leia mais

EDITAL Nº 003/2016 SEC

EDITAL Nº 003/2016 SEC EDITAL Nº 003/2016 SEC Divulga Classificados na 1ª Chamada do Financiamento Estudantil - FICAR. O Diretor Geral da Faculdade Campo Real, no uso das atribuições que lhe são conferidas por lei, DIVULGA Classificados

Leia mais

COMPARTICIPAÇÃO MUNICIPAL EM MEDICAMENTOS REQUERIMENTO

COMPARTICIPAÇÃO MUNICIPAL EM MEDICAMENTOS REQUERIMENTO COMPARTICIPAÇÃO MUNICIPAL EM MEDICAMENTOS REQUERIMENTO Exmo. Sr. Presidente da Câmara Municipal de Monção Espaço reservado ao registo do documento IDENTIFICAÇÃO DO/A REQUERENTE [Nome]: [NIF/NIPC]: [BI/CC]:

Leia mais

Lista dos pré-selecionados para 2º CHAMADA - KENNEDY PROUNI Programa Universidade Para Todos 2_2016

Lista dos pré-selecionados para 2º CHAMADA - KENNEDY PROUNI Programa Universidade Para Todos 2_2016 Lista dos pré-selecionados para 2º CHAMADA - KENNEDY PROUNI Programa Universidade Para Todos 2_2016 O candidato pré-selecionado deverá comparecer munido das Originais e Cópias (XEROX) da documentação abaixo

Leia mais

AVISO DE ABERTURA DE PROCEDIMENTO CONCURSAL

AVISO DE ABERTURA DE PROCEDIMENTO CONCURSAL AVISO DE ABERTURA DE PROCEDIMENTO CONCURSAL Concurso externo para o preenchimento de um (1) posto de trabalho, na categoria de Assistente Técnico, da carreira de Assistente Técnico, para exercer funções

Leia mais

PROTECÇÃO SOCIAL NA PARENTALIDADE FOLHA ANEXA AO REQUERIMENTO DOS SUBSÍDIOS PARENTAL, SOCIAL PARENTAL E PARENTAL ALARGADO, MOD.

PROTECÇÃO SOCIAL NA PARENTALIDADE FOLHA ANEXA AO REQUERIMENTO DOS SUBSÍDIOS PARENTAL, SOCIAL PARENTAL E PARENTAL ALARGADO, MOD. PROTECÇÃO SOCIAL NA PARENTALIDADE FOLHA ANEXA AO REQUERIMENTO DOS SUBSÍDIOS PARENTAL, SOCIAL PARENTAL E PARENTAL ALARGADO, MOD. RP 5049-DGSS 1. Quais os subsídios a requerer I INFORMAÇÕES O formulário

Leia mais

REGULAMENTO DE ASSIDUIDADE DOS INVESTIGADORES DO INSTITUTO SUPERIOR DE AGRONOMIA. Preâmbulo

REGULAMENTO DE ASSIDUIDADE DOS INVESTIGADORES DO INSTITUTO SUPERIOR DE AGRONOMIA. Preâmbulo REGULAMENTO DE ASSIDUIDADE DOS INVESTIGADORES DO INSTITUTO SUPERIOR DE AGRONOMIA Preâmbulo O presente regulamento é elaborado ao abrigo do artigo 75º da Lei Geral do Trabalho em Funções Publicas, aprovado

Leia mais

Câmara Municipal de Cuba

Câmara Municipal de Cuba Câmara Municipal de Cuba Regulamento Municipal de Atribuição de Bolsas de Estudo para Cursos do Ensino Superior CAPITULO 1 Artigo 1 Âmbito 1. O presente Regulamento tem como lei habilitante a Lei n 169/99,

Leia mais

EDITAL Nº 04/2015 MATRÍCULA 2015 CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO EM AGROPECUÁRIA, ZOOTECNIA E ALIMENTOS

EDITAL Nº 04/2015 MATRÍCULA 2015 CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO EM AGROPECUÁRIA, ZOOTECNIA E ALIMENTOS 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO DEPARTAMENTO DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL

Leia mais

NORMA DE GESTÃO N.º 4/NORTE2020/ Rev 1

NORMA DE GESTÃO N.º 4/NORTE2020/ Rev 1 NORMA DE GESTÃO N.º 4/NORTE2020/2015 1 Rev 1 [Operações públicas FEDER] 1 Não aplicável a operações enquadradas no Sistema de Incentivos às Empresas e a operações cofinanciadas pelo FSE. CONTROLO DO DOCUMENTO

Leia mais

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DO GABINETE DE APOIO AO EMPREGO, ÀS EMPRESAS E AO EMPREENDEDORISMO - GE 3

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DO GABINETE DE APOIO AO EMPREGO, ÀS EMPRESAS E AO EMPREENDEDORISMO - GE 3 REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DO GABINETE DE APOIO AO EMPREGO, ÀS EMPRESAS E AO EMPREENDEDORISMO - GE 3 REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DO GE 3 SECÇÃO I Disposições Gerais Artigo 1.º Objeto 1. O presente regulamento

Leia mais

Instituto Politécnico de Portalegre Escola Superior de Saúde de Portalegre

Instituto Politécnico de Portalegre Escola Superior de Saúde de Portalegre Instituto Politécnico de Portalegre Escola Superior de Saúde de Portalegre CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SUPERVISÃO CLÍNICA FICHA CURRICULAR Ano letivo: / Processo n.º Nome: Data de Nascimento: / / Naturalidade:

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL INSTITUTO DE AÇÃO SOCIAL DAS FORÇAS ARMADAS, I.P. COMPARTICIPAÇÃO ESPECIAL PARA APOIO NA DEFICIÊNCIA. Nome completo...

MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL INSTITUTO DE AÇÃO SOCIAL DAS FORÇAS ARMADAS, I.P. COMPARTICIPAÇÃO ESPECIAL PARA APOIO NA DEFICIÊNCIA. Nome completo... MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL INSTITUTO DE AÇÃO SOCIAL DAS FORÇAS ARMADAS, I.P. COMPARTICIPAÇÃO ESPECIAL PARA APOIO NA DEFICIÊNCIA 1 ELEMENTOS RELATIVOS AO BENEFICIÁRIO REQUERENTE Nome completo.. Número

Leia mais

Matrículas 2011/2012

Matrículas 2011/2012 Matrículas 2011/2012 Lista de documentos para formalizar a matrícula na ESE/IPP 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior Documentos a entregar no acto da matrícula Cópia do Documento de

Leia mais

REQUERIMENTO PARA LICENCIAMENTO OU AUTORIZAÇÃO DE:

REQUERIMENTO PARA LICENCIAMENTO OU AUTORIZAÇÃO DE: 1/5 REQUERIMENTO PARA LICENCIAMENTO OU AUTORIZAÇÃO DE: ACAMPAMENTOS OCASIONAIS FOGUEIRAS DE NATAL OU SANTOS POPULARES QUEIMADA ESPETÁCULOS DE NATUREZA DESPORTIVA DIVERTIMENTOS PÚBLICOS ( nº SM ) Exmº Sr.

Leia mais

REGULAMENTO. PROGRAMA Natal Solidário

REGULAMENTO. PROGRAMA Natal Solidário REGULAMENTO PROGRAMA Natal Solidário Aprovado em Reunião de Câmara de 31/10/2012 e Assembleia Municipal de 29/11/2012 Fundamentação A Câmara Municipal de Gondomar, tem vindo a promover medidas de intervenção,

Leia mais

FINALIZAÇÃO DE OBRAS CINEMATOGRÁFICAS

FINALIZAÇÃO DE OBRAS CINEMATOGRÁFICAS ANEXO IX PROGRAMA DE APOIO AO CINEMA SUBPROGRAMA DE APOIO À PRODUÇÃO, NA MODALIDADE DE APOIO À FINALIZAÇÃO DE OBRAS CINEMATOGRÁFICAS 1. Candidatos e beneficiários 1.1. Podem candidatar-se os produtores

Leia mais

GUIA PRÁTICO PENSÃO SOCIAL DE VELHICE INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO PENSÃO SOCIAL DE VELHICE INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO PENSÃO SOCIAL DE VELHICE INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Pensão Social de Velhice (7009 v4.19) PROPRIEDADE Instituto da Segurança Social, I.P. AUTOR Centro

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO ESPECIAL DE ACESSO E INGRESSO DO ESTUDANTE INTERNACIONAL NA ESCOLA SUPERIOR ARTÍSTICA DO PORTO (ESAP)

REGULAMENTO DO CONCURSO ESPECIAL DE ACESSO E INGRESSO DO ESTUDANTE INTERNACIONAL NA ESCOLA SUPERIOR ARTÍSTICA DO PORTO (ESAP) REGULAMENTO DO CONCURSO ESPECIAL DE ACESSO E INGRESSO DO ESTUDANTE INTERNACIONAL NA ESCOLA SUPERIOR ARTÍSTICA DO PORTO (ESAP) Artigo 1º Objeto O presente regulamento disciplina o concurso especial de acesso

Leia mais

AUTORIZAÇÃO DE RESIDÊNCIA PARA ATIVIDADE DE INVESTIMENTO (ARI) PERGUNTAS MAIS FREQUENTES

AUTORIZAÇÃO DE RESIDÊNCIA PARA ATIVIDADE DE INVESTIMENTO (ARI) PERGUNTAS MAIS FREQUENTES AUTORIZAÇÃO DE RESIDÊNCIA PARA ATIVIDADE DE INVESTIMENTO (ARI) PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 1. O que é o regime especial de Autorização de Residência para Atividade de Investimento (ARI)? O regime de ARI

Leia mais

PRINCIPAIS BENEFÍCIOS FISCAIS DE INCENTIVO À REABILITAÇÃO URBANA 2014

PRINCIPAIS BENEFÍCIOS FISCAIS DE INCENTIVO À REABILITAÇÃO URBANA 2014 PRINCIPAIS BENEFÍCIOS FISCAIS DE INCENTIVO À REABILITAÇÃO URBANA 2014 LEGISLAÇÃO DE REFERÊNCIA E ENQUADRAMENTO A leitura da presente informação não dispensa a consulta da legislação em vigor Estatuto dos

Leia mais

CADASTRO SÓCIO ECONÔMICO Nº... Sexo M ( ) F ( ) Data de nascimento Estado Civil Procedência (cidade/uf) Curso Fase Centro Matrícula

CADASTRO SÓCIO ECONÔMICO Nº... Sexo M ( ) F ( ) Data de nascimento Estado Civil Procedência (cidade/uf) Curso Fase Centro Matrícula UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA - UDESC PRÓ - REITORIA EXTENSÃO, CULTURA E COMUNIDADE - PROEX COORDENADORIA DE PROMOÇÃO E APOIO A COMUNIDADE UNIVERSITÁRIA SERVIÇO DE ATENDIMENTO AO ACADÊMICO E

Leia mais

MUNICIPIO DE VIMIOSO CÂMARA MUNICIPAL CONCURSO PÚBLICO

MUNICIPIO DE VIMIOSO CÂMARA MUNICIPAL CONCURSO PÚBLICO CONCURSO PÚBLICO Fornecimento de Serviços e Materiais para a Gestão Activa de Espaços Naturais no Parque Ibérico de Natureza e Aventura de Vimioso - Concepção de Projectos de Arquitectura e Especialidades,

Leia mais

ACESSO HABITAÇÃO MUNICIPAL Candidatura online Manual do Utilizador

ACESSO HABITAÇÃO MUNICIPAL Candidatura online Manual do Utilizador ACESSO HABITAÇÃO MUNICIPAL Candidatura online Advertências e Indicações Antes das candidaturas serem formalizadas os candidatos deverão: Confirmar se reúnem as condições de acesso ao abrigo do Artigo 5º

Leia mais

EDITAL ASSAE 002/2016 PROCESSO DE SELEÇÃO DO AUXÍLIO ESTUDANTIL AOS ESTUDANTES DO CURSO TÉCNICO INTEGRADO PROEJA DA UTFPR

EDITAL ASSAE 002/2016 PROCESSO DE SELEÇÃO DO AUXÍLIO ESTUDANTIL AOS ESTUDANTES DO CURSO TÉCNICO INTEGRADO PROEJA DA UTFPR Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Assessoria para Assuntos Estudantis da Reitoria PR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ EDITAL ASSAE 002/2016 PROCESSO DE SELEÇÃO

Leia mais

FORMULÁRIO CANDIDATURA PORTA 65 - JOVEM. Dados gerais. 15 Anexos Apresentados Nº. 1 do Art. 13º do DL 43/2010, de 30/Abril

FORMULÁRIO CANDIDATURA PORTA 65 - JOVEM. Dados gerais. 15 Anexos Apresentados Nº. 1 do Art. 13º do DL 43/2010, de 30/Abril FORMULÁRIO Dados gerais 1 Candidatura Nº. 2 Período 3 Tipo de agregado Isolado Jovem Casal Jovens em Coabitação 4 Matriz da habitação arrendada Distrito 5 Tipologia da habitação arrendada Concelho Freguesia

Leia mais

LICENCIAMENTO DE FORNECEDORES DE MATERIAIS FLORESTAIS DE REPRODUÇÃO

LICENCIAMENTO DE FORNECEDORES DE MATERIAIS FLORESTAIS DE REPRODUÇÃO FORMULÁRIO PARA LICENCIAMENTO DE FORNECEDORES DE MATERIAIS FLORESTAIS DE REPRODUÇÃO (art. 27º do Decreto-Lei n.º 205/2003, de 12 de setembro) PREENCHA COM LETRA LEGÍVEL E ESCOLHA AS OPÇÕES DE ACORDO COM

Leia mais

FUNDO DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

FUNDO DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA FUNDO DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA Aviso 09 Auditoria Energética a Elevadores em Edifícios de DIREÇÃO EXECUTIVA DO PNAEE FUNDO DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA (FEE) Decreto-Lei nº 50/2010, de 20 Maio O Fundo de Eficiência

Leia mais

REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO E CULTURA DIREÇÃO REGIONAL DA CULTURA

REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO E CULTURA DIREÇÃO REGIONAL DA CULTURA Formulário de candidatura (DLR n.º 9/2014/A, de 3 de julho) Aquisição de instrumentos musicais e respetivo material consumível, aquisição de fardamento, aquisição e recuperação de trajes e de reportório

Leia mais

ICHS - Inquérito à Caracterização de Habitação Social

ICHS - Inquérito à Caracterização de Habitação Social outro logótipo, se se aplicar INSTRUMENTO DE NOTAÇÃO DO SISTEMA ESTATÍSTICO NACIONAL (LEI Nº 22/2008 DE 13 DE MAIO) DE RESPOSTA OBRIGATÓRIA, REGISTADO NO INE SOB O Nº 9963 VÁLIDO ATÉ 2010/12/31 ICHS -

Leia mais

Versão 1.3 ( )

Versão 1.3 ( ) DIRECÇÃO GERAL DOS RECURSOS HUMANOS DA EDUCAÇÃO DIRECÇÃO DE SERVIÇOS DO RECRUTAMENTO DE PESSOAL DOCENTE PERGUNTAS FREQUENTES (FAQ) Versão 1.3 (02-03-05) 1. Inscrição Obrigatória 2. Candidatura Inteligente

Leia mais

EDITAL DE MATRÍCULA Nº 01/2016

EDITAL DE MATRÍCULA Nº 01/2016 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO DIRETORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃ DE ENSINO SECRETARIA

Leia mais

ANEXO II DECLARAÇÃO DE ACEITAÇÃO DO CONTEÚDO DO CADERNO DE ENCARGOS

ANEXO II DECLARAÇÃO DE ACEITAÇÃO DO CONTEÚDO DO CADERNO DE ENCARGOS Pág.1/2 ANEXO II DECLARAÇÃO DE ACEITAÇÃO DO CONTEÚDO DO CADERNO DE ENCARGOS [a que se refere a alínea a) do nº 1 do artigo 81º do Código dos Contratos Públicos] 1. Manuel Júlio Jorge da Silva titular do

Leia mais

REQUERIMENTO APOIO AO ESTUDANTE

REQUERIMENTO APOIO AO ESTUDANTE REQUERIMENTO APOIO AO ESTUDANTE Tipo de Apoio solicitado APOIO EXTRA BOLSEIRO APOIO A ESTUDANTES NÃO BOLSEIROS Data Entrega Requerimento: / / Data Entrega documentos: / / Informação técnica: Valor a conceder:

Leia mais

Prémio Cooperação e Solidariedade António Sérgio Formulário de candidatura Trabalhos Escolares

Prémio Cooperação e Solidariedade António Sérgio Formulário de candidatura Trabalhos Escolares Prémio Cooperação e Solidariedade António Sérgio Formulário de candidatura Trabalhos Escolares 1. Identificação do Candidato 1.1. Nome da Escola: 1.2. Número de identificação da Entidade: 1.3. Sede: Código

Leia mais

PROCESSO DE CANDIDATURA PARA INSTALAÇÃO NO ECO-PARQUE EMPRESARIAL DE ESTARREJA

PROCESSO DE CANDIDATURA PARA INSTALAÇÃO NO ECO-PARQUE EMPRESARIAL DE ESTARREJA PROCESSO DE CANDIDATURA PARA INSTALAÇÃO NO ECO-PARQUE EMPRESARIAL DE ESTARREJA de: (entidade candidata) (data) Prº / ÍNDICE A - TERMO DE CANDIDATURA B - FORMULÁRIOS DE CANDIDATURA 1. IDENTIFICAÇÃO 2. CARACTERIZAÇÃO

Leia mais

(Preâmbulo) CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS. Artigo 1.º (Objeto e âmbito)

(Preâmbulo) CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS. Artigo 1.º (Objeto e âmbito) (Preâmbulo) Conforme disposto no Decreto-Lei nº 113/2014 de 16 de julho, aprova-se o Regulamento dos Concursos Especiais de Acesso e Ingresso no Ensino Superior a aplicar no Instituto Superior de Ciências

Leia mais

Massachusetts Eye and Ear Infirmary Formulário de Requisição de Assistência Financeira

Massachusetts Eye and Ear Infirmary Formulário de Requisição de Assistência Financeira Informações sobre o Paciente e sua Família (Use o verso deste formulário se o espaço não for suficiente): Data: Nome do(a) paciente: Data de nascimento: Endereço: Cidade, Estado, Zip: Telefone: Parte ou

Leia mais

Formulário de Candidatura ao Fundo Social de Emergência (FSE) do ano letivo /

Formulário de Candidatura ao Fundo Social de Emergência (FSE) do ano letivo / Campus de Gualtar 4710-057 Braga P I - identificação e residência Nome: Formulário de Candidatura ao Fundo Social de Emergência (FSE) do ano letivo / Nº de aluno: Data de nascimento / / Estado civil: Sexo:

Leia mais

GUIA PRÁTICO MEDIDAS ESPECÍFICAS E TRANSITÓRIAS DE APOIO E ESTÍMULO AO EMPREGO

GUIA PRÁTICO MEDIDAS ESPECÍFICAS E TRANSITÓRIAS DE APOIO E ESTÍMULO AO EMPREGO GUIA PRÁTICO MEDIDAS ESPECÍFICAS E TRANSITÓRIAS DE APOIO E ESTÍMULO AO EMPREGO REDUÇÃO DE TAXA CONTRIBUTIVA APOIO À REDUÇÃO DA PRECARIEDADE NO EMPREGO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO

Leia mais

Regulamento do Cartão Jovem Municipal Nota justificativa

Regulamento do Cartão Jovem Municipal Nota justificativa Regulamento do Cartão Jovem Municipal Nota justificativa Considerando que o Município do Barreiro tem como princípio o bem-estar, a realização pessoal e a plena participação social dos jovens. Considerando

Leia mais

RESOLUÇÃO CRCMG Nº 352, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2013

RESOLUÇÃO CRCMG Nº 352, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2013 RESOLUÇÃO CRCMG Nº 352, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2013 Estabelece o Regulamento dos cursos presenciais e a distância realizados pelo CRCMG. O PLENÁRIO DO CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DE MINAS GERAIS,

Leia mais

INFORMATIVO O QUE O SERVIDOR MUNICIPAL DEVE CONHECER SOBRE A ENTREGA DE ATESTADOS MÉDICOS

INFORMATIVO O QUE O SERVIDOR MUNICIPAL DEVE CONHECER SOBRE A ENTREGA DE ATESTADOS MÉDICOS INFORMATIVO O QUE O SERVIDOR MUNICIPAL DEVE CONHECER SOBRE A ENTREGA DE ATESTADOS MÉDICOS Decreto Municipal 4.729/2015 O QUE É ATESTADO MÉDICO? Considera-se Atestado Médico aquele emitido por profissional

Leia mais

FORMULÁRIO DE CANDIDATURA A FORMAÇÃO COM CÃO-GUIA

FORMULÁRIO DE CANDIDATURA A FORMAÇÃO COM CÃO-GUIA ASSOCIAÇÃO BEIRA AGUIEIRA DE APOIO AO DEFICIENTE VISUAL ESCOLA DE CÃES GUIA PARA CEGOS MORTÁGUA Rua da Albufeira, nº. 15 - Chão de Vento - 3450-333 Sobral MRT. Telefone: 231 920978 Fax: 231 920979 Nº.

Leia mais